Jornal Sem Limites-2.ºsemestre-2022-2023

Page 1

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS EUGÉNIO DE ANDRADE

Jornal Sem Limites 2022-2023

2.º semestre

jornalcemlimites@agrupamento-eugenioandrade.org

Por que precisamos prever o futuro da infância hoje

Verdade irrefutável ou como diria “Monsieur de La Palisse” - As crianças são o nosso futuro. Mas como pode ser esse futuro e de que forma podemos encaminhar a vida das nossas crianças e jovens? Que modelo de educação escolher quando o mundo está passando por enormes mudanças sociais, económicas, tecnológicas e ambientais, precipitando a evolução e o futuro da infância?!

Ao acreditarmos numa escola mais pluralista, multicultural, inclusiva e equitativa, que seja capaz de vir a dotar toda e qualquer criança com as competências necessárias ao desenvolvimento de uma sociedade mais justa e mais solidária, temos, enquanto adultos, de perceber que estamos perante uma geração de crianças que já nasceram num mundo digital, os nativos digitais ou “geração alfa”, que vêem a tecnologia como uma extensão e parte integrante das suas vidas, tornando-se o digital a principal forma de conhecer e interagir com o mundo.

As crianças da geração Alfa, em geral são atentas e observadoras e já nasceram com as respostas para praticamente qualquer pergunta ao alcance de um toque no Google. Um grande desafio para as famílias hoje é saber como educá-los no meio de tantas transformações. Como garantir para os mais jovens a diversão e a leveza da infância, e ao mesmo tempo prepará-los para esse mundo novo? Apesar de não existir uma resposta obvia para esta pergunta tão complexa, podemos apontar alguns caminhos.

As escolas precisam oferecer ambientes que estimulem o “aprender fazendo” pois, para estas crianças, o conhecimento é adquirido através da experiência. Não podemos esquecer que elas estão inseridas num ambiente com estímulos constantes, onde a tecnologia, os múltiplos écrans e a conexão a 100% do tempo faz com que sejam bombardeadas com estímulos visuais, sonoros e interativos em qualquer lugar e momento. Isto gera uma aceleração do desenvolvimento de certos skills (por exemplo, fazer mais de uma tarefa ao mesmo tempo ou estabelecer conexões entre diferentes assuntos) mas pode prejudicar a capacidade de concentração e a paciência. Não podemos ignorar outra mudança fundamental na visão de mundo desta geração “Alfa”, ou seja, não vêem barreiras entre as pessoas, encarando a diversidade com naturalidade – para eles, ser diferente é normal apresentando as crianças comportamentos menos limitados pelos estereótipos.

É fundamental incentivar nesta geração o pensamento crítico e a capacidade de resolução de problemas, para que consigam compreender e transformar uma realidade tão complexa.

Essa geração vai conviver com tecnologias cada vez mais avançadas de inteligência artificial, e o seu papel no mundo será justamente apostar no diferencial humano. Portanto, baseados numa educação STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Matemática) e em capacidades como a criatividade, a empatia e a inteligência socio emocional vão ser capazes de trazer o melhor de si mesmos, desenvolver tecnologias inovadoras inspiradas na natureza (por ex: energia limpa, métodos de cultivo e colheitas sustentáveis, …), construindo um futuro melhor, visando apenas o bem-estar geral da humanidade, o equilíbrio e sustentabilidade do planeta.

O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente, Mahatma Gandhi

Emídio Isaías, Diretor do Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade

2

Visita de estudo ao Parque Arqueológico de Vila Nova de Foz Côa

Os alunos de 9.º ano visitaram os núcleos de gravuras rupestres classificados, em 1998, como Património Mundial pela UNESCO. Fundado em 1996, o Vale do Côa constitui-se como o maior conjunto mundial de arte paleolítica ao ar livre.

Em viaturas todo-o-terreno, de 8 pessoas, o grupo deslocouse à Canada do Inferno e, orientado por guias, observou e identificou as gravuras rupestres ao ar livre.

Por trilhos estreitos de terra batida, o grupo circulou ao longo da margem esquerda do Rio Côa ora, observando o leito e a fauna e flora das margens do rio ora, examinando as abundantes rochas gravadas, em painéis verticais

No período da tarde o grupo visitou o moderno Museu do Côa. A sua magnífica localização parece celebrar o encontro dos dois patrimónios mundiais da região: a Arte Pré-histórica do Vale do Côa e a Paisagem Vinhateira do Douro. O local permitiu reviver e redescobrir a arte rupestre dos vales do Côa e do Douro. Veja o vídeo AQUI

Ainda houve tempo para percorrer os 930 metros dos Passadiços do Côa que olham para o Douro e que ligam o Museu do Côa e a desativada estação ferroviária do Côa. Pelo caminho o grupo visitou um pombal, reflexo das necessidades das comunidades agrícolas locais.

Foi um dia esplêndido que ficou na memória de todos.

Veja o vídeo AQUI

Anabela Mota, professora de Geografia

3

Ida ao Teatro Carlos Alberto - “Uma ideia de Justiça”

No passado dia 8 de março, as turmas 1 º/2.ºS, 5.ºS e CAA assistiram um espetáculo no Teatro Carlos Alberto, que trazia perguntas literalmente para cima da mesa, uma mesa onde se tentava construir uma noção de justiça. À sua volta, havia cadeiras especiais para sentar toda a gente: os que têm pernas compridas, os que não conseguem estar quietos, os que vêm sempre e os que não costumam ser convidados. Sobre ela, vários adereços: por exemplo, uma travessa cheia de fruta. Quem tem mais fome? Quem ainda não comeu? Quem tem direito a esta fruta? Levantam-se interrogações parecidas quando são direitos, deveres ou liberdades o que está em cima da mesa. Ao abordar questões como a diversidade, a escolha, a igualdade e a liberdade, o espetáculo quer ser uma ferramenta de construção de justiça. E responder à interpelação de Sophia de Mello Breyner: “Aquele que vê o espantoso esplendor do mundo é logicamente levado a ver o espantoso sofrimento do mundo”.

Como nem toda a escuta se faz pelo ouvido, este projeto foi concebido desde a génese, como um dispositivo que inclui a Língua Gestual Portuguesa nas suas formas expressivas, nas interpretações de Joana Mont`Alverne, Joana Petiz e Rina Marques. Acompanhadas por Cristiana Ferreira, tornaram nos seus corpos a tarefa de aprender a comunicar nesta língua oficial portuguesa, trazendo para a cena, para o centro, a necessidade de pensar a acessibilidade, explorando ainda o potencial expressivo da língua gestual e tornando sensível também a música de Ana Bento e Bruno Pinto.

Uma Ideia de Justiça parece usar as perguntas para fazer caminho, propondo à plateia pensar: “Que passos é que eu posso dar?”

Os alunos do 1.º e 2.º ano gostaram muito da peça e, à tarde, na sala de aula realizaram um desenho que está exposto no mural do corredor da Escola.

Os alunos do 2.º e 3.º Ciclo compreenderam a ideia de JUSTIÇA, através do trabalho que a docente de Educação Especial realizou na sala. No final do espetáculo tivemos a oportunidade de conhecer de perto as atrizes e a professora Glória Alves conseguiu um autógrafo. A professora Joana Cottim e o professor Carlos Afonso fizeram uma entrevista à Encenadora Joana Providência para o Programa da Rádio do nosso Agrupamento, com a preciosa ajuda na comunicação das nossas intérpretes de LGP Paula São Pedro e Sara Pinho.

Os alunos do CAA motivados pela docente Fátima Salgueiro realizaram um trabalho que exprime a ideia que cada um tem da JUSTIÇA.

Antes de nos virmos embora fomos elogiados por uma das responsáveis do teatro que nos disse que nos comportamos muito bem!!!

4
Alexandra Perry, Carlos Afonso, Fátima Salgueiro, Glória Alves, Isabel Neves e Joana Cottim, professores na EB Augusto Lessa

No passado dia 7 de fevereiro, os alunos da Escola sede, que frequentam a disciplina de Físico-Química, visitaram o Planetário do Porto. Esta atividade desenvolveu-se no âmbito desta área disciplinar e faz parte do Plano Anual de Atividades. Com esta visita, os conteúdos lecionados na sala de aula extravasaram para uma dimensão mais visual onde a experimentação teve lugar de destaque

Os alunos observaram o Sol, com as suas manchas, utilizando um telescópio dotado do necessário filtro, assistiram a uma sessão imersiva e envolveram-se, ainda, na experimentação relacionando o peso com a massa dos corpos.

A visita de estudo atingiu, de forma muito positiva, todos os objetivos propostos e os alunos revelaram terem gostado muito. A experimentar se aprende melhor!

5
Visita de estudo ao Planetário do Porto
Veja o vídeo AQUI Teresa Moura, professora de Físico-Química

IV Mega Sprinter

Realizou-se no passado dia 16 de março o IV Mega Sprinter do Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade.

O evento, que já vai na IV edição, reuniu alunos do 4.º ao 9.º ano de escolaridade de todas as Escolas do Agrupamento. Estiveram em competição cerca de 247 alunos repartidos pelos escalões de infantis A e B, iniciados e juvenis, femininos e masculinos, procurando o seu melhor desempenho e um lugar para representar o Agrupamento no Mega Sprinter distrital. O projeto Mega Sprinter é constituído por um conjunto de especialidades ligadas ao atletismo, como o salto em comprimento, o lançamento do peso, a corrida de 1000 m e a corrida de velocidade de 40 m.

A manhã foi muito animada e as provas foram decorrendo em bom ritmo, culminando com a cerimónia protocolar, premiando os diferentes vencedores nos diversos escalões.

Até para o ano!

Armando Cardoso, professor de Educação Física e coordenador de Desporto Escolar

6

Durante o mês de março as nossas Professoras de Língua Gestual Portuguesa colocaram-nos um grande desafio que abraçamos com muita alegria: pintar uma tela a contar a história de um senhor sueco chamado Per Aron Borg que veio para Portugal em 1823 e criou a Escola para as pessoas surdas. Gostamos tanto de realizar este trabalho que decidimos fazer um filme a contar a história e assim participamos com dois trabalhos no Concurso CSI8.

No dia 28 de abril assistimos em direto à votação dos trabalhos que participaram no Concurso sobre Per Aron Borg. Fomos até à sala dos nossos colegas da turma 3.º/4.ºS e vivemos momentos incríveis. A nossa Professora Alexandra Perry estava lá a apresentar o Concurso, pois faz parte da organização do mesmo. Sentimos muito orgulho em vê-la lá em Lisboa.

A votação decorreu normalmente e qual não foi o nosso espanto, conseguimos ganhar dois prémios. Na categoria de melhor pintura ganhamos o 2.º prémio e na categoria de melhor filme, o 1.º prémio. Sentimos uma alegria enorme e pulamos muito. As nossas professoras estavam muito felizes e orgulhosas do nosso trabalho.

Os nossos colegas mais velhos também ganharam dois prémios. Os do 5.ºS ganharam na categoria de Banda Desenhada, o 2.º prémio e os do 8.ºS, na categoria de Ilustração/Artes Visuais, o 1.º prémio. No total o Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade ganhou quatro prémios. O nosso Diretor deve estar muito feliz e orgulhoso por este nosso feito!

Participar neste concurso foi muito importante para nós!!!

Aprendemos a pintar uma tela e ficamos a conhecer a história de um sueco que há 200 anos mudou a vida dos Surdos Portugueses!

Veja o vídeo AQUI

Grupo de LGP, EB Augusto Lessa

7
Concurso CSI8 -1.º/2.ºS

Ida ao Teatro - Auditório da Junta de Freguesia de Paranhos

No âmbito da celebração do Dia Nacional da Educação de Surdos e da Juventude Surda, nos dias 26 e 27 de abril, as professoras de LGP do nosso Agrupamento apresentaram, a toda a comunidade escolar, uma peça de teatro, onde contaram a história do sueco Per Aron Borg.

No dia 26 a nossa turma foi assistir à peça de teatro e ficamos muito felizes quando vimos a nossa professora Alexandra Perry vestida de Princesa, dentro de uma linda carruagem.

A personagem que ela representou era a filha do Rei D. João VI. Reconhecemos também a nossa professora Joana Cottim que era a narradora da história.

Gostamos muito de assistir à peça pois já conhecíamos a história por termos participado no concurso CSI8. Foi muito interessante ver a história apresentada numa peça de teatro. Foi a segunda vez que fomos ao Teatro este semestre. Achamos que as nossas Professoras são muito criativas!!!

O Dia Nacional da Educação de Surdos e da Juventude Surda celebra-se no dia 23 de abril e não o podíamos ter celebrado de melhor forma: ir ao Teatro ver as nossas professoras representar para nós!

Alunos dos 1.º/2.ºS anos e professoras Alexandra Perry, Joana Cottim, Isabel Neves e Glória Alves, EB Augusto Lessa

8

XIII CONCURSO DE DESENHO INFANTIL MOA

À semelhança de anos anteriores, os alunos da turma E do 6 º ano, participaram no Concurso de Desenho Infantil MOA 2022/2023.

Promovido pela Fundação MOA de Portugal, este concurso é dirigido às crianças do 1 º e 2 º ciclos do ensino básico, das redes pública e privada do Porto.

Este concurso tem como objetivo principal divulgar e motivar os alunos para o Belo através da Arte.

O Júri, composto por um representante da Fundação MOA, Tatsuya Kanda, uma especialista em desenho infantil, Mami Higuchi e uma representante do Município do Porto, Maria Lurdes Ribas, reuniu para apreciação as 246 obras a concurso.

Nestes trabalhos, os alunos familiarizaram-se com várias técnicas de expressão plástica, como aguarela, pastel seco e lápis de cera sobre cartolina branca de 300 grs.

O primeiro prémio foi atribuído ao aluno João Fonseca, com o trabalho intitulado “Raízes do Mundo”, realizado em aguarela.

Foram ainda atribuídas duas Menções Honrosas aos alunos Salvador Rola, com o trabalho intitulado “Este é o meu grito: Paz na Terra”, e Saphir Portocarrero, com o trabalho intitulado

“Quente e Frio, ÁGUA!”. Os dois trabalhos foram executados em pastel seco.

Parabéns, João, Saphir e Salvador pela vossa criatividade e empenho!

Os trabalhos de todos os alunos participantes no concurso estiveram expostos na Escola Eugénio de Andrade do dia 8 a 12 de maio.

Parabéns a todos os alunos pelo envolvimento e empenho e pela qualidade dos trabalhos apresentados!

Ana Stingl, professora de Educação Visual

9

Competições Nacionais de Ciência 2023 - Universidade de Aveiro

No dia 26 de abril, a turma do 3.ºA, da Escola de Costa Cabral, rumou à Universidade de Aveiro com a mochila carregada de motivação para participar, pela primeira vez, nas Competições Nacionais de Ciência 2023 que contou com a participação de 211 escolas.

O sucesso atingido pela turma deveu-se ao empenho de todos os alunos, professora titular e encarregados de educação.

Muito Parabéns a todos os participantes no PmatE 2023 que permitiram vivenciar momentos fantásticos e experiências que ficam para a vida!

Só por se terem lançado neste desafio já são verdadeiros vencedores!

Os alunos participaram nas competições DIZ3 e Nota+

As melhores equipas por competição foram as seguintes:

Classificação Geral:

7.º lugar: Vasco Costa / Duarte Marques

Diz3 Estudo do Meio:

15.º lugar: Tito Pena/ Francisca Leite

Diz3 Matemática:

12.º lugar: Henrique Silva / Rodrigo Ribeiro

Diz3 Português:

8.º lugar: Vasco Costa/ Duarte Marques

Diz3 Inglês:

17.º lugar: Vasco Costa/ Duarte Marques

Temos muito orgulho em vocês e no próximo ano lá estaremos novamente!

10
Maria João Carvalho, professora EB Costa Cabral

O filme “A Princesa que venceu o medo” ganha prémio em Festival

O filme de animação “A Princesa que venceu o medo” feito pela turma do 3 ºB da Escola Básica de Costa Cabral em parceria com a associação CLIA Anilupa, ganhou o prémio de Melhor curta-metragem de animação no Festival Plasencia Encorto International Youth Film, no dia 22 de Abril de 2023, em Plasencia, Espanha.

No ano passado, a turma do 2.ºB (que agora são do 3ºB) da Escola Básica de Costa Cabral fez um filme de animação com a coordenação de Jurga Miksyte da Anilupa e da professora Teresa Lage.

Os alunos escreveram a história, desenharam personagens e cenários com vários tipos de papel, cartolina, tecido, massa adesiva e canetas para fazer os fantoches, montaram os cenários e fotografaram. As várias falas foram feitas pela turma e organizadas por Fábio Fernandes.

Três representantes da turma (que fizeram a viagem com as suas famílias) foram ao festival em representação da turma receber o prémio.

11
Veja a notícia da CMP AQUI Veja o vídeo AQUI Teresa Lage e 3.ºB, professora e alunos EB Costa Cabral

Desporto Escolar - Orientação

Cabroelo, Penafiel, recebeu no passado dia 6 de maio as duas últimas etapas do campeonato de Desporto Escolar – Norte.

O local de concentração para a competição realizou-se no campo de futebol de Cabroelo, com a partida de atletas em sistema de contrarrelógio a começar às 10 horas da manhã.

O evento organizado pela Associação Desportiva de Cabroelo, filiado desde 2001 na Federação Portuguesa de Orientação, teve a participação de cerca de 350 atletas.

Foi um sábado muito agradável, de convívio e salutar competição como é apanágio desta modalidade.

As nossas atletas, na sua grande maioria, estão a iniciar-se na modalidade e tiveram um desempenho muito meritório, conseguindo completar os seus percursos sem qualquer falha registada e dois lugares no podium, assim, destacaram-se as alunas, Áquila Rodrigues (3.ª classificada – Inf A Fem) e Cristiane Soares (2ª. classificada – Jun Fem).

Para o próximo ano estaremos de volta para novos desafios.

Armando Cardoso, professor de Educação Física e coordenador de Desporto Escolar

12
Veja o vídeo AQUI

PROJETO ESCOLA A LER - 2.º Semestre

Este semestre, o nosso Agrupamento fechou com chave de ouro, a sua participação no Projeto Escola a Ler.

No domínio “Equipas de Leitura”, as leituras na Rádio Escola, continuaram a ser uma companhia regular, agradável e muto desejada. A atividade “Começo eu… Agora tu” permitiu diversas leituras partilhadas. Inserida na Semana da Leitura teve lugar o já famoso “Concurso de Leitura”, desta vez com a participação dos concorrentes através em formato vídeo por si realizados. No dia do “Autor Português” tivemos ainda o privilégio de receber a multifacetada autora Regina Guimarães.

Quanto ao tema “Tempo para ler e pensar” foi desenvolvida a atividade “Segredos dos Livros- Histórias peculiares de livros e escritores”.

Relativamente ao domínio da “Leitura Orientada” o teatro foi à Escola, durante a “Semana da Leitura “tendo os alunos assistido às peças “O príncipe Nabo” e as “Viagens de Gulliver com passagem por Portugal”, pela companhia de teatro “AtrapalhArte”. Foi desenvolvida a atividade “Já Li” com a criação de marcadores de livros, expostos na biblioteca.

A divulgação de diferentes autores e as sugestões para leitura domiciliária, efetuadas no âmbito do Domínio “Vou levar-te comigo” na Rádio Escola e nas redes sociais da Biblioteca Escolar, continuaram a ser desenvolvidas com reflexo no aumento das requisições domiciliárias.

Muitas das atividades que integraram este Projeto continuarão a ser desenvolvidas nos próximos anos letivos, dado o seu sucesso.

Sónia Vilarinho, coordenadora do Projeto Escola A Ler e das Bibliotecas do Agrupamento

13
Veja o vídeo AQUI

No dia 22 de maio, Dia do Autor Português, tivemos o privilégio de receber no nosso Auditório, Regina Guimarães, autora multifacetada (poetisa, cineasta, dramaturga, encenadora, letrista…) nascida na cidade do Porto.

A nossa ilustre convidada esteve à conversa com alunos do 2 ° ciclo e alguns professores. Sendo ela uma grande letrista, recebêmo-la com música e despedimo-nos da mesma forma. A abrir a sessão, ouvimos "Embeiçados", letra sua cantada pelo grupo musical Clã com tradução em língua gestual, feita em 2014, no âmbito do projeto REDES. Seguiu-se uma conversa animada de aproximadamente 90 minutos. Regina Guimarães abordou várias temáticas e respondeu a diversas questões colocadas pelos alunos. Leu dois poemas de sua autoria, mostrou-nos algumas "manualidades" que faz para se entreter e ofereceu três dos seus livros à nossa Biblioteca. Este encontro terminou com distribuição de chocolates ao som de “Chocolatando”, mais uma letra sua cantada pelos Clã.

Gostamos muito de estar com ela. Foi um momento inesquecível!

E como se disponibilizou para dinamizar uma Oficina de Escrita, no próximo ano, teremos a sorte de voltar a recebê-la.

14 Dia
do Autor Português, à conversa com REGINA GUIMARÃES
Luísa Fonseca, professora de Português

Projeto SOLL

Projeto Erasmus +

O “Projeto SOLL: Search, Observe, Learn and Listen” é financiado pelo programa ERASMUS + Ação-Chave

1, enquadrando-se na mobilidade para alunos e pessoal do ensino escolar. É o primeiro projeto

ERASMUS em que a organização proponente é o Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade. Tem três objetivos principais: 1.promover a mobilidade da equipa que acompanha bebés e crianças com surdez (0-6 anos) para fins de aprendizagem e inovação das práticas pedagógicas e terapêuticas,

2. Promover a mobilidade para aprendizagem não formal em acompanhamento no posto de trabalho (job shadowing) para integração na sua atividade profissional de praticas inovadoras observadas em instituições congéneres,

3. Capacitar as equipas para a implementação de práticas centradas na família com bebés e crianças com surdez dos 0 aos 6 anos. Este projeto será implementado ao longo de 18 meses que incluirão diversas atividades: reuniões virtuais, visitas preparatórias, acompanhamento no posto de trabalho, cursos de formação e ações de formação acreditadas. Neste projeto existem várias organizações de acolhimento em Espanha (Madrid) e na Dinamarca (Copenhaga).

Ana Luísa Ferreira e Susana Capitão, professora de Educação Especial e terapeuta da fala da Frequência Bilingue Precoce, ambas coordenadoras do Projeto SOLL Erasmus+

15

Exposição de trabalhos - Educação Tecnológica

Durante o mês de março, esteve patente na biblioteca da Escola sede, uma exposição de trabalhos realizados durante o primeiro semestre, pelos alunos dos 2.º e 3.º ciclos, no âmbito das disciplinas de Educação Tecnológica e Educação Visual e da Componente de Educação Artística “Exprimir pelas Artes”. Dando cumprimento aos conteúdos das disciplinas, os alunos desenvolveram vários trabalhos (bidimensionais e tridimensionais) pondo à prova a criatividade e a capacidade de desenvolver projetos.

16
Ângela Saraiva, professora de Educação Tecnológica

UTILIZAÇÃO DAS TIC Projeto ENDING

No âmbito do projeto ERASMUS, em colaboração com o Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Porto – ISCAP, as turmas de 7º e 8º ano participaram durante os anos letivos 2021/2022 e 2022/2023 no projeto ENDING.

Os estudantes, sob a orientação das suas diretoras de turma, debruçaram-se sobre o uso das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), mais concretamente sobre os temas “O Mau uso da Internet” e “Cyberbullying”.

Os alunos desenvolveram materiais pedagógicos que irão fazer parte do Guia do Aluno que será publicado como resultado final do projeto. Neste contexto, os discentes dinamizaram uma ação de sensibilização subordinada a estes temas para os colegas de 6º e 7º ano. Nesta atividade, que decorreu nos dias 27 de fevereiro e 1 e 3 de março, no auditório da escola sede, foram apresentados com muito sucesso os materiais produzidos.

No dia 13 de março, os alunos e professores envolvidos, participaram no evento final do Projeto, no ISCAP, onde tiveram o desafio de apresentar para os convidados presentes os trabalhos que elaboraram.

Estão todos de parabéns pelo empenho demonstrado e trabalho desenvolvido!

Veja o vídeo AQUI

Ana Monteiro, Adjunta do Diretor

17

Lançamento do livro Histórias da Ajudaris

Como já vem sendo hábito o nosso Agrupamento acolheu o Lançamento do livro Histórias da Ajudaris, desta vez na EB Augusto Lessa. Neste livro constam histórias escritas por alunos das nossas quatro Escolas, bem como uma ilustração realizada pela professora Ana Stingl. No dia 9 de março no auditório Horácio Marçal da Junta de Freguesia de Paranhos, realizou-se a festa de lançamento do livro de 2022 cujo tema é a “Água”.

Foi uma festa muito animada com atuações dos nossos alunos das Escolas do 1.º ciclo e os alunos que frequentam o ensino articulado em parceria com a Escola EMARA.

Na Biblioteca da EB Augusto Lessa, durante uma semana, vários professores, proporcionaram momentos mágicos, contando e recontando histórias, deste livro, a todas as turmas da educação pré-escolar e do 1.º ciclo. É sempre com muito agrado que todo Agrupamento participa nestes eventos os quais são aguardados, com grande expectativa, por toda a comunidade.

Só com a criatividade dos nossos alunos e o espírito de solidariedade da comunidade educativa, é possível continuar!

Obrigada!

Veja o vídeo AQUI

Sónia Cruzeiro, Subdiretora do Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade

18

Projeto CiiL

Durante este ano letivo, o projeto CiiL (Centro de investigação e intervenção na Leitura), esteve novamente presente no nosso Agrupamento.

Foram várias as atividades desenvolvidas com as crianças de cinco anos na Educação pré-escolar e com os alunos do 1º ano, sempre com o objetivo de promover as competências pré-leitoras e leitoras e, consequentemente do sucesso da aprendizagem inicial da leitura e da escrita.

O Falaroco, a mascote do projeto CiiL, dinamizou diversas atividades: a roleta dos sons, memória de palavras, bingo e dominó Falaroco…e no Carnaval, mascarou-se de Zorro, foi um Zorroco! Desfilou e preparou um atelier para que todos os alunos da Educação pré-escolar e do 1º ano pudessem experimentar algumas das suas atividades.

Foi um ano recheado de aprendizagens e muito divertido!

Ângela Santos e Mariana Matos, professora na EB Augusto Lessa e terapeuta da fala

19

Projeto SEI (Sociedade Escola e Investigação)

O projeto SEI desenvolvido desde 2015 é assente num conjunto de parcerias entre os estabelecimentos de ensino da cidade, centros de investigação e instituições de ensino superior, que se implicam e contribuem para o aumento da literacia científica, despertando os alunos para a carreira de investigador/cientista. Neste projeto participam alunos do 2.° e 3.° CEB e do ensino secundário da rede de estabelecimentos de ensino público da cidade do Porto. Atualmente na sua 8.ª Edição, e com a participação de 450 alunos, o projeto SEI, retomou a divulgação dos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano letivo 2022/23, através da organização de um evento final, SEI.ence. Promovido pelo Município do Porto e realizado no Polo Zero - Federação Académica do Porto (FAP), este evento objetivou apresentar uma programação variada, privilegiando a apresentação de pósteres científicos, exposição de demonstradores, momentos interativos de ciência e palestras com oradores convidados da área científica/investigação que partilharam o conhecimento para a construção de um planeta mais sustentável.

No passado dia 17 de maio, a nossa Escola esteve representada pelos alunos do 7.º B que ao longo do ano letivo foram os investigadores do tema: PenSEI no Futuro - Alimentate com consciência. Para além de uma visita estudo à Lipor, nas múltiplas sessões de trabalho, os alunos produziram suportes de divulgação nomeadamente PowerPoints, flyers, um póster científico que, neste dia, divulgaram junto da comunidade. E ainda… entregaram um brinde surpresa a todos os participantes. No evento foram partilhados momentos interativos de ciência e palestras com oradores convidados na área científica/investigação. O objetivo foi promover a troca de ideias e a partilha de aprendizagens, com vista a um planeta mais sustentável.

O encerramento do projeto culminou com uma visita de estudo à FCNAUP (Faculdade de Ciências da Nutrição e da Alimentação da UP) e um lanche muito bom.

Ana Monteiro e Anabela Mota, Adjunta do Diretor e coordenadora de projetos

20
Veja o vídeo AQUI

O Clube Europeu da EB Eugénio de Andrade, em articulação com o núcleo de estágio de Geografia, comemorou o Dia da Europa com uma exposição dos trabalhos elaborados pelos alunos do 3.º ciclo que esteve patente na Biblioteca da Escola-sede entre 8 e 12 de maio.

Esta data assinala a histórica “Declaração Schuman” proferida pelo ministro dos Negócios Estrangeiros de França, Robert Schuman, a 9 de maio de 1950, às 16 horas, na Sala do Relógio do Quai d'Orsay, em Paris.

Para salientar a efeméride, os alunos revestiram as paredes da Biblioteca com um cordão de bandeiras identificativas dos países pertencentes a este espaço económico e político e as mesas com cubos ilustrando as bandeiras.

No espaço da exposição foi também proposto aos visitantes a construção de diferentes puzzles, construídos pelos alunos, relativos à temática. Foram ainda distribuídos panfletos informativos sobre os 27 estados membros da União Europeia e pins alusivos à comemoração.

Na cantina da Escola foram servidos, ao almoço, pratos típicos de alguns países europeus.

Com o registo digital da exposição foi elaborado um vídeo que passou no ecrã do polivalente bem como na Biblioteca da Escola.

A exposição teve um forte pendor geográfico, focando a visão mental que os alunos têm dos espaços que os envolvem nas diferentes escalas: local, nacional, europeia e mundial

Os objetivos desta atividade foram alcançados com bastante sucesso, tendo os alunos revelado um grande empenho através da qualidade dos seus trabalhos.

Felicitam-se todos os alunos pela sua colaboração e criatividade nas atividades propostas no âmbito da comemoração do Dia da Europa!

21 O dia da Europa - 9 de maio
Veja o vídeo AQUI Ana Paula Salgado, coordenadora de Geografia e orientadora cooperante da FLUP

No dia 9 de fevereiro fomos a Melres a casa da avó do Mateus.

Fomos no autocarro da TravelVip, conhecemos o percurso diário do Mateus para a escola.

Uma manhã em cheio:

A D. Conceição recebeu-nos com uma mesa farta e um sorriso permanente.

As crianças exploraram o espaço entre o quintal da casa e o mato que a rodeia.

Viram as cabras, deram de comer às ovelhas, entraram nas coelheiras, pegaram nos coelhos, entraram no galinheiro…

Obrigada D. Conceição, voltaremos na primavera para o piquenique prometido.

Obrigada Sr. Adão Barros, proprietário da TravelVip, um parceiro de longa data, que nos proporcionou, gentilmente, o transporte.

Cristina Franco, Sofia Quintas, Teresa Cardoso, professoras da turma bilingue - 0C, EB Augusto Lessa

22
Visita à casa da avó do Mateus em Melres

Museu da Educação de Surdos (MES)

Lançamos a “primeira pedra” a 23 de Abril de 2013, data em que nasceu o Museu da Educação de Surdos. Podem visitar-nos na sala D9 (pavilhão D) e acompanhar-nos nesta viagem ao passado da educação de surdos através de documentos, fotografias, objetos e equipamentos que fizeram parte da história da nossa Escola.

Uma escola que é referência, na educação de surdos, há mais de 40 anos, uma escola que o Museu faz questão de celebrar homenageando as diversas gerações de professores e alunos, recordando os seus contributos.

Este ano, completando uma década de existência, o Museu da Educação de Surdos celebra-se através de diversas atividades, das quais destacamos a exposição “10 anos, 10 marcas”, que poderão visitar no próximo dia 17 de Maio (no âmbito do Dia Internacional dos Museus) e o projeto “Pedaços de História”. Este projeto pretende dar a conhecer melhor o percurso da Educação de Surdos em Portugal, cruzando a riqueza do espólio documental do Museu com os testemunhos dos verdadeiros protagonistas.

Parabéns ao Museu da Educação de Surdos pelos seus 10 anos de vida e ao Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade por nos deixar um legado que merece permanecer no tempo e no espaço.

23
Veja o MES AQUI A equipa do MES, Sara Pinho e Carlos Afonso

Mobilidade a Sestri Levante – Projeto “How special are your needs?”

Projeto Erasmus +

O Projeto “How special are your needs?”, teve continuidade na bonita cidade de Sestri Levante, Itália, entre os dias 27 de março e 1 de abril. O nosso Agrupamento esteve representado pela Subdiretora, professora Sónia Cruzeiro, pela professora, Maria Marcela Cardoso, pela intérprete de LGP, Cláudia Braga e pelas alunas do 8.º ano, Bruna Pereira e Daniela Carvalho.

O programa da semana foi muito intenso e variado, com palestras, workshops, muitas surpresas e um trabalho cooperativo muito aliciante entre todos os representantes dos 6 países e 8 escolas participantes.

A Língua Gestual Portuguesa e Italiana deram mãos e atingiram todos os objetivos propostos.

As nossas alunas foram particularmente ativas e solicitadas, parabéns.

Participamos em atividades paralímpicas como o golf ou o vólei, sentimos o aroma de quadros maravilhosos, o paladar de um “jantar cego” e até experimentamos dançar a salsa.

Conhecemos locais incríveis como Sestri Levante, Rapallo ou Portofino.

Promovemos atividades que levam a uma maior conscientização social nos participantes.

A semana de trabalho terminou com uma receção na Câmara Municipal onde foi salientada a importância e relevo destas atividades europeias.

Regressamos cheias de memórias e seguras de que regressaremos um dia.

24
Maria Marcela Cardoso, coordenadora do projeto

Receção dos alunos de 4.º ano, na sede do Agrupamento

Nos dias 29 e 30 de maio, os alunos do 4 º ano das três Escolas do nosso Agrupamento visitaram a Escola sede com o propósito de conhecer os diferentes espaços que a Escola dispõe. Para o efeito, os professores prepararam uma série de atividades lúdicas.

Os alunos do 4.º B da Escola Básica Augusto Lessa, em grande grupo, elaboraram o seguinte texto: Chegamos à Escola e foram recebidos pela Subdiretora, professora Sónia Cruzeiro e, de seguida, realizamos vários quiz sobre Geografia, na plataforma Kahoot. Posteriormente assistimos a um teatro cujas personagens eram interpretadas por estudantes de Inglês. Seguidamente, exploramos a Rádio da Escola, assim como diversas atividades no âmbito das TIC e visitamos o Museu da Educação de Surdos onde conhecemos o Projeto REDES e o passado do nosso Agrupamento de Referência para a Educação

Bilingue de Alunos Surdos

No ginásio, realizamos um percurso onde trabalhamos diversas habilidades motoras e um jogo, organizados pelos professores de Educação Física. Seguiu-se uma atividade de culinária onde confecionamos umas deliciosas bolachas que levamos para partilhar com a nossa família. Na hora da refeição, almoçamos na cantina e divertimo-nos no recreio.

Já na parte da tarde, em Educação Visual, produzimos desenhos criativos a partir de um rosto neutro. No laboratório de Ciências, observamos e exploramos várias rochas, o corpo humano e as metamorfoses de vários animais. Depois divertimo-nos, em Matemática, com o jogo do semáforo.

Este dia de integração e preparação para o próximo ano letivo terminou com um concerto, com coro, piano e flauta transversal da Escola de Música EMARA.

Foi um dia intenso e muito divertido!

25
Ana Miguel Silva, professora e alunos do 4.º B da EB Augusto Lessa

O Dia Europeu da Terapia da Fala no nosso Agrupamento

Assinalou-se, no dia 6 de março, o Dia Europeu da Terapia da Fala. Esta data comemorativa, criada pelo organismo europeu que congrega as associações que regulam esta profissão, tem como objetivo alertar para a importância da atuação do terapeuta da fala, sensibilizando os cidadãos para as perturbações da comunicação, para o seu efeito sobre a saúde humana, para os direitos das pessoas com perturbações da comunicação e para as formas de os ajudar.

Este profissional tem como funções o estudo, a avaliação, a intervenção e a prevenção ao nível das perturbações da comunicação humana, onde se incluem não só a linguagem oral (nas suas diferentes áreas e componentes compreensiva e expressiva), bem como outras formas de comunicação não verbal (Decreto-Lei nº564/99 de 21 de dezembro de 1999). É ainda da responsabilidade do Terapeuta da Fala intervir ao nível das dificuldades na mastigação e deglutição (Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala).

Este ano, quando se marca 45 anos desta associação profissional, a Associação Portuguesa de Terapeutas da Fala dedicou as comemorações à divulgação do trabalho dos terapeutas nos cuidados intensivos e nas urgências. No agrupamento a nossa atuação assume um maior destaque no apoio aos alunos surdos por este ser um agrupamento de referência para o ensino bilingue em Portugal.

A equipa de terapeutas do AEEA produziu um vídeo alusivo a este dia, solicitando às famílias e equipas com quem trabalham o término da frase “Terapia da Fala é…”. O vídeo poderá ser visualizado na página do agrupamento em https://www.agrupamentoeugenioandrade.org/dia-europeu-da-terapia-da-fala/.

Veja o vídeo AQUI

Os terapeutas da terapeuta da fala do Agrupamento

26

A Rádio Eu@génio funciona na Escola EB Eugénio de Andrade, desde o dia 14 de fevereiro de 2022 e pretende tornar a escola mais divertida e dinâmica inserindo-se na lógica de comunicação do Agrupamento.

Ao longo do tempo têm participado nas emissões centenas de alunos, para além de vários professores. Num ambiente de trabalho em equipa, a programação da Rádio tem englobado a emissão de música, reportagens e entrevistas e divulgação de informação da comunidade escolar.

Este projeto inovador tem vindo a construir-se e permite aos alunos, interessados na locução e animação de rádio, dar os primeiros passos na área da comunicação social.

A Rádio Eu@génio tem-se revelado uma ferramenta educativa indispensável para a sociabilização participativa dos alunos, uma estratégia que possibilita a oportunidade de colaborar, participar e intervir, invertendo a sua habitual condição de recetor de informação. Para além da experiência lúdica, o desempenho nas atividades da Rádio tem motivado os alunos para novas formas de convivência e de trabalho, que apelam a toda a sua criatividade, sentido crítico, responsabilidade e exercício de uma cidadania ativa.

A Rádio Eu@génio tem-se articulado com as aulas de Complemento de Educação Artística- Comunicar em Multimédia, através da preparação dos alunos para a utilização de ferramentas tecnológicas, softwares de edição de voz e equipamentos específicos de rádio.

Também tem havido destaque à divulgação da leitura, através do segmento “5 a ler”, articulado com o Projeto “Escola a ler”.

A Rádio Eu@génio está inserida na rede de rádio escolas da Rádio Miúdos.

Durante todo o ano letivo 2022/23 houve participação nos 6 desafios propostos por aquela rádio, tendo sido uma das escolas mais participativas.

O corolário desta atividade foi a participação nas Olimpíadas da Rádio, realizadas no dia 31 de maio, na EB 2/3 de Maxial (Torres Vedras). A equipa da Rádio Eu@génio obteve o 5.º lugar, no conjunto das oito escolas participantes. As provas consistiram na construção de uma notícia, um spot de publicidade e de uma crónica/opinião.

Para o próximo ano estão previstas várias novidades na Rádio Eu@génio.

PARABÉNS!

Veja a notícia no site da Rádio Miúdos AQUI

27
Rádio Eu@génio
Carlos Afonso e Helena Fernandes, dinamizadores da Rádio Eu@génio

Projeto Healthy Water

Decorreu, no passado dia 31 de maio, na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP), a sessão de encerramento do projeto Healthy Water.

Os alunos das turmas do 8.º A e 8.º B desenvolveram o seu trabalho ao longo de sessões dinamizadas, na nossa escola, por alunas de mestrado daquela instituição. A parceria desta faculdade com a Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) permitiu que o projeto se revestisse de uma dinâmica muito própria onde vários conhecimentos se interligaram de forma muito profícua.

As questões problema trabalhadas pelos alunos levaram a sugestões de solução, enviadas por email, que foram apresentadas a instâncias competentes, desde a Direção da nossa escola à Câmara Municipal do Porto.

O trabalho final foi, assim, apresentado nesta mostra final onde os posters elaborados resumiram a metodologia de projeto desenvolvida.

Os alunos estão de parabéns pela forma como apresentaram o seu trabalho e como representaram a nossa escola!

28
Teresa Moura, dinamizadora do projeto e professora de Físico-Química

Junior Achievement na Escola

A turma do 2.º B da Escola do Covelo participou no projeto “Junior Achievement”, que se iniciou no dia 16 de maio de 2023. Tivemos a colaboração de uma voluntária, a Leonor Cruzeiro. Durante cinco sessões, tivemos a oportunidade de identificar o que é uma comunidade, como funcionam os negócios dentro de uma comunidade, qual o papel do estado/governo, que serviços existem para o bem-estar dos seus cidadãos, e que profissões existem no seio de uma comunidade.

Ao longo das sessões, identificámos profissões, resolvemos problemas, trabalhámos em equipa e partilhámos ideias e emoções. Foi uma experiência muito enriquecedora.

Dia Mundial da Criança

No dia 1 de junho de 2023, a Escola do Covelo celebrou o Dia Mundial da Criança com muita animação. Logo de manhã, fomos recebidos com um arco de balões colocado na entrada da escola, que saudava a importância deste dia. Durante o dia, todos os alunos puderam participar em diversos ateliers: insufláveis, dança da cadeira, coreografias, pista de obstáculos, pinhata, manualidades/missangas e autocolantes corporais. Comemos pipocas e bebemos sumo.

Durante a tarde, pudemos assistir a uma fantástica peça de teatro, intitulada “Herbário” da companhia Som de Algodão. Neste dia, brincámos muito.

O dia 1 de junho é sempre um dia mágico e contagiante. Foram momentos de pura alegria e diversão!

29
Cátia Magalhães, professora da EB do Covelo

Desporto Escolar - Orientação - Piquenique

As boas relações assentes nos valores da solidariedade, camaradagem, tolerância e respeito entre todos os elementos do grupo equipa, voltaram a ser evidenciadas, através de um piquenique que juntou (exceto o Miguel Coelho) o grupo de orientação e os estagiários da FADEUP que colaboraram connosco ao longo do ano letivo.

O encontro decorreu no passado dia 1 de junho, no parque do Covelo, um espaço muito agradável que serviu inúmeras vezes de local de treino ao longo da época. Para além do piquenique partilhado, as nossas orientistas puderam conviver e brincar no Dia Mundial da Criança.

Para abrilhantar o evento e culminando numa agradável surpresa, foram distribuídas as medalhas relativas à classificação do campeonato por equipas, onde as nossas meninas se sagraram campeãs distritais, no escalão de INF A - FEM, obtendo um brilhante 1.º lugar, entre todas as escolas que competiram no campeonato organizado pela DGEstE –Nor te.

Armando Cardoso, professor de Educação Física e coordenador de Desporto Escolar

30

Desporto Escolar - Andebol

No passado dia 6 de junho, terça-feira, realizou-se na escola Eugénio de Andrade o torneio de andebol interturmas, entre os 8.ºs e 9.ºs anos. Contou com a participação total de 5 equipas, 53 alunos e 2 árbitros da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. Foi uma manhã repleta de exercício físico e boa disposição, com vários jogos, num formato de campeonato. Os merecedores de um lugar de destaque no pódio receberam uma medalha oferecida pela Associação de Pais, cuja representante esteve presente durante todo o evento, fato que ainda abrilhantou mais, este último torneio do ano letivo para os estudantes do 9.º ano, que se “despediram” da nossa escola. Foi um ótimo momento de convívio entre a comunidade escolar.

O grupo de Educação Física, deixou um especial agradecimento à Associação de Pais pela disponibilização das medalhas e pela sua presença, mostrando uma maior proximidade e acompanhamento do trabalho que é realizado junto da população discente.

Voltaremos para o ano com novas iniciativas!

Armando Cardoso, professor de Educação Física e coordenador de Desporto Escolar

31

Canguru Matemático 2023

O AEEA participou, novamente, este ano, no concurso – Canguru Matemático. Participaram alunos do 2.º ano ao 9.º ano de escolaridade de todas as Escolas do nosso Agrupamento.

Foi uma iniciativa plena de sucesso com diversos alunos premiados a nível nacional:

Categoria Mini-Escolar-II

- Beatriz Sousa, 3.ºB, EB Costa Cabral

- Henrique Silva, 3.ºA, EB Costa Cabral

- Maria Pereira, 3.ºB, EB Costa Cabral

- Tito Pena, 3.ºA, EB Costa Cabral

- Afonso Ferreira, 3.ºB, EB Costa Cabral

- Inês Cunha, 3.ºA, EB Costa Cabral

- João Pereira, 3.ºC, EB Costa Cabral

Categoria Mini-Escolar-III

- Leonor Costa, 4.ºB, EB Augusto Lessa

Categoria Escolar

- Artur Fernandes, 5.ºB, EB Eugénio de Andrade

- Eva Ribeiro, 6.ºF, EB Eugénio de Andrade

- Rodrigo Mourão, 5.ºA, EB Eugénio de Andrade

Categoria Benjamim

- Rodrigo Pereira, 8.ºA, EB Eugénio de Andrade

A motivação e a vontade de representar bem o Agrupamento foram notórias

Com esta iniciativa pretendemos que os alunos se divirtam a resolver questões matemáticas e percebam que conseguir resolver os problemas propostos é uma conquista pessoal muito recompensadora.

Vamos continuar a trabalhar, a partilhar e a colaborar com vista ao sucesso do nosso Agrupamento e à melhoria do conhecimento matemático em todos os níveis de ensino.

Parabéns a todos!

Maria Marcela Cardoso, coordenadora do Canguru Matemático no AEEA

32

Jornal do Agrupamento

A principal finalidade é divulgar as iniciativas, projetos, opiniões, etc. de todos os membros da comunidade escolar bem como dar informações/notícias sobre atividades e/ou outros acontecimentos julgados de interesse para a comunidade educativa. Assim, tratando-se de um jornal escolar, esteve aberto a todos aqueles que no Agrupamento manifestaram vontade de nele colaborar, com textos e/ou imagens

As charadas, também conhecidas como adivinhas, são enigmas desafiadores que fazem as pessoas pensar, aprender e divertirem-se.

1 -

2 - É nosso, mas quem mais usa são os outros. O que é? ___________________

3 - Basta falar para ele acabar. O que é? _________________________

4 - Está sempre no meio da rua e de pernas para o ar. O que é?

5 - Qual a única pedra que não afunda na água? ________________________

6 - Tem pernas mas não anda, tem braços mas não abraça. O que é? ____________

7 - Quanto maior ela for, menos tu vês. O que é?

8 - Entra na água mas não se molha. O que é? ________________________

9 - Quanto mais eu tiro, mais eu tenho. O que é? ____

10 - Tem capa, mas não é super-herói; tem folha, mas não é árvore. O que é? _____

11 - É capaz de viajar pelo mundo sem sair do seu cantinho. O que é? ____________

12 - É branco, mas quando cai no chão fica amarelo. O que é? _________________

13 - Tem cabeça e não é gente, tem dente e não é pente. O que é? ______________

Fonte: Escola Virtual da Porto Editora

Nome do jornal: Sem Limites

E-mail: jornalcemlimites@agrupamento-eugenioandrade.org

Propriedade: Agrupamento de Escolas Eugénio de Andrade, Rua Augusto Lessa, 4200-098 Porto

Coordenação: Sónia Cruzeiro

Equipa do Jornal: Sónia Cruzeiro, Anabela Mota.

33
- -
Respostas: 1 - o flor em botão; 2 - o nome; 3 - o silêncio; 4 - a letra U; 5 - a pedra de gelo; 6 - a cadeira; 7 - a escuridão; 8 - a sombra; 9 - as fotografias; 10 - o caderno; 11 - o selo; 12 - o ovo; 13 - o alho.
34
Issuu converts static files into: digital portfolios, online yearbooks, online catalogs, digital photo albums and more. Sign up and create your flipbook.