Page 1

www.portalits.com.br | edição 124

CULTURA POP

IT’S A BLACK MUSIC!

LIÇÃO DE CASA

ENCARANDO A MARATONA DE PROVAS

MODA

Santa Catarina Novembro - 2015 R$9,80

LOOKS PRA COLAÇÃO DE GRAU

Formatura

!

Hora do adeus PRA GALERA DO TERCEIRÃO, COMEÇA O DESAFIO DA VIDA PÓS-ESCOLA

GALERIAS

ACONTECEU NA ESCOLA

Juliana Silveira, Francielly Goulart, Eduarda Folleto e Nathan Marcelo, quatro alunos do terceirão da escola Getúlio Vargas, em Floripa, que já entraram no clima de despedida.


os arc

Cam

po

s

conteúdo CULTURA POP

o Fot

s:M

NOVEMBRO 2015

12

8

WI-FI

CAPA

4

20

GALERIAS

38

8 | CULTURA POP

10 | ESCOLA ABERTA

Muitos ritmos que ganharam o mundo no último século são de origem africana e como 20 de novembro é Dia da Consciência Negra, no Cultura Pop desse mês vamos falar sobre esses estilos.

Plataforma digital Sala Web estará disponível para educadores da rede estadual. Outra boa notícia para os profs é que acabou de ser assinado edital de afastamento para mestrado e doutorado.

Do celular com tela inquebrável à moto que vira jet ski, a its mais uma vez te deixa por dentro do que rola no mercado frenético da tecnologia.

14 | LIÇÃO DE CASA

20 | MATÉRIA DE CAPA

38 | GALERIAS

Estudar não é tudo pra quem vem se preparando pro vestibular. Confira dicas de como manter corpo e mente

O dilema do terceirão: conversamos com a galera que está entre a expectativa de uma vida nova e a saudade antecipada da

O agito da galera nas escolas do Estado rendeu muitos clicks que você confere nesta edição.

100% na hora de disputar aquela vaga tão desejada.

escola. De quebra reunimos dicas pra se tudo dfer errado.

REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

12 | WI-FI


Quer aparecer com a galera aqui na seção Instagram? Mande a sua foto pra gente por inbox: facebook.com/revistaits

INSTAGRAM

Escola Mario Garci a ulo França Escola Vereador Pa

rri A gatinha Fabíola Pie

tista Escola São João Ba

, João, Márcio, Eduarda, Flávia, Gisele ps #to Maria e Paulo

Escola Bom Pasto r Escola São João

Brenda Vieira e Letic ia Santos #BFS

Escola Costa Carne iro

Gabrielli Cechinel e Sara Debiasi

rca presença aqui! Agrolândia também ma oramos #ad aís Sar e ara A Luana, Tain

Bruna Krüger de Ch apecó

Colégio Dom Jaime de

Barros Câmara

otto Ferra Escola Elza Granz

ícia, Sabrina As gatinhas: Jaque, Let e Paloma

Turma 203, que rea lizo na escola com a galer u o festival poético a #arrasaram

EXPEDIENTE

Grupo RIC Fundador e Presidente Emérito Mário J. Gonzaga Petrelli Grupo RIC SC Presidente Executivo Marcello Corrêa Petrelli | mpetrelli@ricsc.com.br Diretor Superintendente Reynaldo Ramos Jr. | reynaldo@ricsc.com.br Diretor Administrativo e Financeiro Albertino Zamarco Jr. | albertino@ricsc.com.br Diretor Núcleo Jovem Riadis Dornelles | riadis@ricsc.com.br Revista its é uma publicação da Editora Mais SC Gerente de Relacionamento Bruno Filomeno | bruno@portalits.com.br Diretor de arte Eduardo Motta | eduardo@portalits.com.br

Conteúdo Jéssica Stierle | jessica.stierle@portalits.com.br Luciana Paula| luciana.paula@portalits.com.br Gerente de Operações Hannah Mattos - hannah.mattos@noticiasdodia.com.br NÚCLEO COMERCIAL REDE Santa Catarina Fabiano Aguiar | fabiano@ricsc.com.br Rio Grande do Sul e Paraná Fabiano Aguiar | fabiano@ricsc.com.br São Paulo, Distrito Federal, Minas Gerais e Rio de Janeiro Nilton Aquino | nilton@ricsc.com.br Gerências Comerciais SC Gerente Comercial Chapecó Jorge Furtado | jorge.furtado@ricsc.com.br Gerente Comercial Joinville Cristian Vieceli | cristian@ricsc.com.br Gerente Comercial Blumenau Jackeline Moecke | jackeline@ricsc.com.br Gerente Comercial Itajaí Gondil Kurtz | gondil@ricsc.com.br

facebook.com/revistaits

EXECUTIVOS CONTAS SC - Sul Fabiano Aguiar | fabiano@ricsc.com.br Florianópolis Crystiano Parcianelli | crystiano.parcianelli@ricsc.com.br Itajaí Cristiane Mattos | cristiane.matos@ricsc.com.br Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da revista, sendo de inteira responsabilidade de seus autores. É permitida a reprodução total ou parcial de reportagens e textos, desde que expressamente citada a fonte. Tiragem: 71.922 mil exemplares NÃO VACILA, FALA AÍ (48) 3212-4026 contato@portalits.com.br Pontos de distribuição: Floripa/São José: Colégio Bom Jesus, Colégio Catarinense, Colégio Energia Jr., Colégio Energia 3ão, Colégio Geração, Colégio Dom Jaime, Colégio Imaculada Conceição, Colégio Menino Jesus, COC Centro, Colégio Tendência 3ão, Colégio Elisa Andreoli, Colégio da Lagoa, COC Córrego, Colégio Tendência Kids, Colégio Cruz e Sousa e Cruz e Sousa SJ. Lojas: Varal, Curso Pascal, Rádio

youtube.com/revistaits

Jovem Pan, Curso Cem, Yázigi Idiomas, El Divino, Mormaii Lagoa e Teatro Vanguarda. Beiramar Shopping: Gang, Sul Nativo, J’Bay, Someday. Shopping Iguatemi: Sul Nativo. Shopping Itaguaçu: J’Bay, Sul Nativo. Balneário /Itajaí: Colégio Energia Itajaí, Colégio São José, Colégio Margirus, Colégio Salesiano, Colégio Unificado Bal. e Colégio Energia Balneário. Itajaí Shopping: World Tenis, Academia Wave, Gang shopping BC, Yázigi Idiomas. Blumenau: Colégio Energia, Colégio Bom Jesus, Colégio Sagrada Família, Colégio Barão do Rio Branco, Colégio Senai e Colégio Etevi. Lojas: Cabanas, Marcello Sports, Yázigi Idiomas, Rádio Mix, Yázigi Brusque e lojas Gang. Criciúma: Colégio Marista, Colégio Energia e Colégio São Bento. Tubarão: Colégio Energia, Colégio Dehon, Colégio Senai e Colégio São José e Yázigi Tubarão Lages: Colégio Bom Jesus, Colégio Santa Rosa e Colégio Energia. Rádio Cidade, e Yázigi Araranguá. Joinville: Colégio Elias Moreira, Colégio Bom Jesus Ielusc, Colégio Santos Anjos e Colégio Tupy/Sociesc, Rádio Jovem Pan, Lojas Gang Shopping Müller, Yázigi Joinville Chapecó: Colégio Marista, Colégio Energia e Colégio Exponencial. Yázigi Chapecó. Jaraguá do Sul: Colégio Marista, Colégio Jangada e Colégio Bom Jesus. Rio do Sul: Colégio Energia e Colégio Dom Bosco. Todas as escolas estaduais, principais agências do estado.

instagram.com/revistaits


editorial Salve galera! “Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar que tudo era pra sempre sem saber que o pra sempre, sempre acaba.” Há quatro anos, você me encontraria parafraseando Cássia Eller, no caderno, junto a uma foto da turma 3ºA. Naquele ano, ouvimos que éramos o pior terceirão da história da escola (todos os anos é o mesmo papo). Estávamos tensos com as escolhas que faríamos quanto ao futuro, com as decisões que afetariam o resto de nossas vidas. Pensando em como lidaríamos com a parceria que existiria para sempre. Cassinha – intima – em uma das suas canções mais conhecidas, com apenas uma única estrofe, resumia o que eu sentia naquele momento de saidera do ensino médio! Ao cruzar a “marca” do primeiro dia de aula em 2011, eu sabia que aquele seria o último primeiro dia de aula. No fim do ano, quando não recebi as papeladas para a rematrícula caí na real, a vida, a rotina, os planos, tudo iria mudar. Me disseram que a partir daquele momento a vida adulta começava, falaram que as minhas responsabilidades só aumentariam, jogaram no ar que eu iria sentir saudades da escola e da rotina “chata” que eu e meus colegas levávamos, e eu, que nunca fui de ter os pés constantemente no chão, percebi que aqueles toques dados por gente mais velha, não eram simples sintomas de recalque da idade, ou das percepções da vida de gente grande, eles só refletiam o que eu já tinha percebido com a frase escrita no meu caderno. Lembro do conselho da minha mãe sobre viver o momento do último ano na escola, “eles não voltam mais”, foi o que ela disse. Na noite da minha formatura eu tive certeza de que eu havia seguido os conselhos dela, vivi intensamente não só o terceirão, mas todos os anos letivos. Deixei minha marca por onde passei e fiz a diferença com atividades, trabalhos e tretas que me envolvi. Ainda guardo a foto que estava colada no meu caderno, lembro das nossas histórias, zoeiras e da particularidade de cada um que formava o mosaico de gente da turma. Anos depois, eu entendo que o pra sempre – aquele que é físico, o da parceria, da rotina, dos segredos e tretas – pode acabar, mas ao que se diz respeito ao emocional e memorável, parça, ele não tem fim. Depois de dias, meses ou anos, ao encontrar alguém que marcou a sua vida escolar, ainda irão lembrar dos micos e das encrencas que vocês aprontaram. Vai por mim, pode ficar tranquilo, Cassinha nem tinha tanta razão assim, o pra sempre, sempre vai existir em algum lugar aí.

O SOM QUE ROLOU NO NOSSO TIMmusic by Deezer ENQUANTO FECHÁVAMOS A EDIÇÃO: Silentó - Watch Me Demi Lovato - Confident Envolvidão - Rael Caneta e Papel - Os Arrais DJ Shadow - Scale It Back RASHID - “A Cena”

OS CULPADOS

ESCOLA ABERTA

MATÉRIA DE CAPA

MATÉRIA DE CAPA

TÁ NA MODA

SAIDEIRA

EDINÉIA RAUTA

LUCAS INÁCIO

LUCIANA PAULA

PAULA SALVADOR

VANESSA ESTEVES

6 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE


Por Lucas Inácio lucasinacio.jor@gmail.com

CULTURA POP

MÚSICA pop e negra Na última edição da Revista Its, em outubro, falamos sobre os sistemas de cotas e a falta de representatividade dos negros nas universidades e profissões que exigem curso superior. Porém, se há uma área em que a etnia se destaca é a música. Muitos ritmos que ganharam o mundo no último século são de origem africana e como 20 de novembro é Dia da Consciência Negra, no Cultura Pop desse mês vamos falar sobre esses estilos. A contribuição dos escravos na música varia de acordo com seus reinos de origem da África: no Brasil e no Caribe, os instrumentos percussivos dos bantos ganharam destaque; já nos Estados Unidos, o canto dos sudaneses foi a característica mais marcante, sobretudo nos campos de algodão da região sul do país. Com a abolição da escravidão em todo o continente ao longo do Século XIX, a música negra se desenvolveu, incorporou instrumentos

8 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

europeus e aos poucos venceu o preconceito da sociedade. Entre os norte-americanos, o Blues e o Jazz surgiram e se popularizaram na primeira metade século XX, ritmos que deram origem ao Rhythm and Blues (R&B) e o Rock and Roll nos anos 50. O rock rapidamente se popularizou em todo o mundo e entre todas as classes, mas com a luta pelos Direitos Civis dos negros nos anos 60 vieram os ritmos mais ligados à etnia como o Soul e o Funk (que está novamente em alta com Bruno Mars). Foi esse movimento, já em tempos mais calmos, que revelou Michael Jackson um dos precursores do Pop nos anos 80. Também naquela década, surgiu o Rap, resgatando a música de protesto, e destaque até hoje junto com o Pop e o Rock. A música negra também se popularizou em outras partes da América Latina como

o Tango na Argentina (sim, ele é de origem africana), a Rumba em Cuba (muito usada pelo rapper Pitbull), o Reggae na Jamaica, entre outros. No Brasil a história começou parecida com a dos Estados Unidos, com o Samba sendo a base da música afrobrasileira até a década de 1950, quando surgiram a Bossa Nova e a MPB. Nos anos seguintes, o rock a Black Music e o reggae chegaram em terras tupiniquins. Na década de 1970 surgiram novos subgêneros do samba como o pagode e o sambarrock. Nos anos 80 mais mudanças, além da chegada do pop e do rap, nasceram o Axé na Bahia e o Funk Carioca no Rio de Janeiro. Hoje em dia é impossível imaginar playlists de qualquer lugar do mundo sem influência da música negra. [Mais detalhes sobre a história da música nacional nos quadros ao lado].


RAP

SAMBA

ROCK

O ritmo chegou no país na década de 1980, tendo como berço a cidade de São Paulo. De lá para cá surgiram Thaíde e DJ Hum, Racionais MCs, Sabotage, Marcelo D2, entre outros. Ficou um tempo em baixa, mas nos últimos anos voltou forte com artistas como Criolo e Emicida.

Vale esclarecer que pagode é o termo usado para falar das festas de samba e o subgênero foi batizado com esse nome, mas na verdade tudo é samba. Seja Cartola, Clara Nunez, Fundo de Quintal, Molejo ou Mumuzinho (foto). O ritmo nasceu na Bahia e foi para o Rio de Janeiro no começo do século XX, onde não parou de crescer.

Chegou no país nos anos 50 e se destacou com a Jovem Guarda, aquela música que toca em bailes de formatura. Seu auge no Brasil foi nos anos 1980 com Titãs, Legião Urbana, entre outras bandas ainda em atividade. Hoje é um pouco mais pop, mas sempre tem gente fazendo rock de responsa como O Rappa.

POP

FUNK

REGGAE

O termo pop vem de popular, mas no caso da música vamos considerar o ritmo melódico com arranjos eletrônicos e letras simples que vão de Madonna, Rihanna, até as cantoras da Disney. No Brasil o gênero tem uma relação próxima do funk carioca como nos casos de Kelly Key, Anitta e Ludmilla.

O Funk carioca é baseado no Miami Bass, um ritmo que não durou muito nos EUA, mas por aqui sim. Como os primeiros bailes do Rio eram em boates que tocavam o funk original, o nome ficou. Hoje o funk está bem diferente e fazendo cada vez mais sucesso com MC Guimê, Sapão (foto), Nego do Borel, entre outros.

Não é sempre que o ritmo está em alta, mas o público é fiel e Bob Marley nunca sai de moda. A capital nacional do Reggae é São Luiz, no Maranhão, mas o litoral sul do país não deixa por menos. Natiruts (foto), Tribo de Jah, Chimarruts e Ponto de Equilíbrio sempre lotam seus shows pros lados de cá, acho que isso significa bastante.

FACEBOOK.COM/REVISTAITS

9


ESCOLA ABERTA

Notícias das

Por Edinéia Rauta edineiarauta@sed.sc.gov.br

Escolas

SALA WEB À DISPOSIÇÃO O secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, assinou no dia 22 de outubro o termo de cooperação com a Fundação Telefônica Vivo e passa a disponibilizar gratuitamente aos educadores a plataforma Sala Web. Trata-se de um site com mais de 5 mil ideias e práticas educacionais multidisciplinares para aplicação em sala de aula. Além de poderem consultar e interagir com os autores das práticas, educadores catarinenses poderão submeter suas práticas à avaliação para que sejam compartilhadas com todo o país. Os alunos também poderão pesquisar conteúdo das diferentes disciplinas e níveis de ensino. “Queremos mostrar que é possível e que não custa caro fazer uma educação inovadora para o século XXI”, explica o diretor Tecnologia e Inovação da Secretaria de Estado da Educação, Diego Calegari. Para o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, as iniciativas apresentadas no evento atendem a uma demanda urgente em todo o país. “A educação brasileira precisa desesperadamente de soluções inovadoras. Não dá para resolver problemas que se avolumam com soluções tradicionais”, declarou. A nova ferramenta está disponível no salaweb.sed.sc.gov.br.

10

As escolas estaduais catarinenses tiveram uma programação diferente no dia 21 de outubro. A data foi reservada para o Dia Nacional de Mobilização para Discussão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Em Santa Catarina, alunos, professores e pais realizaram suas atividades pedagógicas tomando como ponto de discussão o documento preliminar da BNCC disponível no site basenacionalcomum.mec.gov.br. Nas escolas da rede estadual da região de Videria ficou definido meio período para os professores debaterem o conteúdo integrante na proposta do MEC. Na EEB Pe Bruno Pokolm, no Bairro Vila Verde, além dos professores, os alunos também tiveram a oportunidade de avaliar o material proposto no estudo. Na EEB Governador Lacerda a discussão se concentrou na Sala de Informática, onde na plataforma da Base Nacional Comum os professores puderam conhecer mais sobre a proposta e imediatamente emitir suas sugestões. As discussões nas escolas vão continuar, pois os diretores das escolas têm até o dia 15 de dezembro para colocar as suas ideias na plataforma do MEC. Ainda da tempo!!!

Fotos: Osvaldo Nocetti e Divulgação

CURRÍCULO ÚNICO NO BRASIL


AO PROFESSOR Em comemoração ao Dia do Professor, 15 de outubro, a Secretaria de Estado da Educação publicou o edital que concede afastamento remunerado para professores que quiserem cursar pós-graduação, nos níveis de mestrado e doutorado. As inscrições podem ser feitas até o dia 16 de novembro. São 38 vagas de mestrado, sendo uma para cada uma das 36 regionais e duas para profissionais lotados no Instituto Estadual de Educação e/ou Órgão Central. Para o doutorado são quatro vagas para ocupantes de cargo efetivo de professor, lotados em unidades escolares e duas para lotados no Instituto Estadual de Educação e/ ou Órgão Central. O edital pode ser acessado no portal da SED.

RUMO À UNIVERSIDADE O número de estudantes catarinenses inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vem crescendo ano a ano. Em 2015 foram feitas mais de 162 mil inscrições na prova, 80 mil a mais que em 2012. Este aumento gradativo no número de inscrições reflete a importância que os alunos têm dado ao Enem como forma de ingressar no ensino superior ou para a certificação de ensino médio. Entre as iniciativas catarinenses de apoio aos estudantes que mais tem demonstrado resultado está o Pró-Universidade, oferecido pela Secretaria de Estado da Educação em parceira com a Fundação de Amparo à Pesquisa e Extensão Universitária (FAPEU/UFSC). Além das aulas diárias, foram realizados uma série de aulões com estudantes de todo o estado.

FORA DA SALA DE AULA Cerca de 30 alunos da EEF Luis Ledra estiveram em Florianópolis como forma de complementar o conteúdo que aprenderam em sala de aula. Acompanhados dos professores de Geografia e História, os alunos visitaram a praia, as dunas, a Lagoa da Conceição, o Museu Cruz e Souza, a Assembleia Legislativa (Alesc) e a Secretaria de Estado da Educação. Na SED foram recepcionados pelo secretário Eduardo Deschamps. Uma experiência mais que importante para todos.

INCENTIVO AO ENEM Acompanhe as ações da Secretaria da Educação no Twitter educacaosc, no YouTube Educação SC e no site sed.sc.gov.br. Mande notícias da sua escola para que possamos divulgar as boas práticas existentes nas escolas catarinenses: imprensa@sed.sc.gov.br

Os alunos do Ensino Médio da EEB Professora Adelina Régis, de Videira, tiveram um incentivo a mais para se prepararem para o Enem. Com foco na redação, mais de 100 alunos participaram do projeto Aluno Escritor que resultou em 11 livros publicados. A iniciativa teve grande sucesso e foi apresentada à comunidade na Feira Municipal do Livro de Videira, com a exposição das obras. Os alunos escreveram sobre sua história de vida, a qual foi publicada como livro no site do Clube de Autores. A socialização da atividade, além de estimular os alunos a se projetar como produtores do seu próprio conhecimento elevou a autoestima e preveniu a inércia literária típica desta faixa etária.

FACEBOOK.COM/REVISTAITS

11


WIFI

Por Jéssica Stierle jessica.stierle@portalits.com.br

É PRA GLORIFICAR DE PÉ!

Após vazarem algumas imagens na internet, Droid Life anunciou que o novo Moto Maxx 2 terá sua tela “inquebrável”, já estamos morrendo de amores pela novidade! Além disso, os usuários que optarem por comprar o modelo de 64 GB poderão trocar de capinha com diversas cores #vemostro

E SE ESSA MODA PEGA?

Em menos de 5 segundos e um veiculo aparentemente terrestre se transforma para possibilitar aventuras e viagens aquáticas. A empresa Gibbs Sports, planeja lançar no mercado três novos modelos anfíbios, o Biski é uma motocicleta com motor de dois cilindros, na terra o veículo pode atingir quase 130 km/h e na água, quase 60 km/h.

MUNDO TECH

AS NOVIDADES DO MÊS PRA VOCÊ

UFA!

Tá ligado(a) naquelas conversas do Whats que as vezes excluímos “sem querer, querendo”? Por mais que o app não possua de fato uma lixeira, existem maneiras bem simples de recuperar seus papos deletados.

12 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

Para a Apple tudo o que você precisa é seguir o passo a passo:


Qual é o seu app preferido?

Microsoft lançou o site Microsoft Educator Community, O objetivo é fazer da plataforma uma ferramenta de integração entre educadores do mundo todo, através de treinamento interativos e dicas sobre melhores práticas em sala de aula. O lance é fazer que professores possam se reunir via web para ter acesso a matérias, ideias inovadoras e incentivo para repassar os conteúdos aos alunos. A sacada já conta com 1,5 milhão de profissionais em mais de 235 países, para se cadastrar basta criar um perfil no site fornecendo algumas informações sobre a forma de ensino que o profissional adota. I RA DO

O spotify é um aplicativo de músicas, com muita variedade, dividido em estilos dos mais variados, até os mais comuns, além de proporcionar uma “Radio” do seu artista favorito. Ele é dividido em duas versões, a versão de graça e a versão paga, a única diferença entre as duas é que a paga pode ser utlizada de forma offline, diferente da free.

GLOBALIZOU

Antonio Pedro de Oliveira, Colégio Estimoarte -2º Ano

5G NO BRASIL

Segundo a Ericsson isso será possível até 2020. A declaração veio da companhia que está com o projeto junto ao Governo Federal e grupos de telefonia. Os testes da nova tecnologia serão desenvolvidos em conjunto com Universidades de Sampa e do Ceará.


Por Luciana Paula

luciana.pauIa@portaits.com.br

LIÇÃO DE CASA ESPORTE

SE CONSELHO FOSSE BOM…

Sem ignorar o velho ditado, a gente vai te dar umas diquinhas básicas pro vestibular. Afinal, chegou a hora! Só você sabe o que está passando pela sua cabeça. Para os que se mataram estudando ou para os que nem tocaram nos livros, a ansiedade não dá trégua. E se nós reunimos estes conselhos é porque é fato que não adianta apenas estudar, se você não mantiver o equilíbrio na hora da prova, todo o esforço pode ser em vão.

ATÉ A PROVA Como combater a maledeta da ansiedade? Se você cogita seguir varando as últimas madrugadas para estudar, pense bem! Sono é essencial para sua memória, e ela é ainda mais essencial em provas objetivas. - Durma 8 horas por dia. - (Não consegue dormir?) Exercite-se! O exercício físico ajuda a diminuir a ansiedade, melhora a concentração, e cansando o corpo você dorme melhor! - Alimente-se bem! Existem alimentos que são amigos da memória como: morango, quinoa, linhaça, chia, salmão, tomate, uva, chá verde, carne de fígado e ovos. Consuma-os! - Práticas como meditação, massagem… também dão uma forcinha mara!

14 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

- Divirta-se! Sabemos que baladas não são as melhores amigas de um vestibulando, mas cinema, parque, praia ou campo, uma pedalada pela cidade, uma trilha, jogar UNO com a galera… São programas leves que podem te ajudar a manter a calma e o bom humor. Quando a mente fica focada em um só objetivo a tendência é que a gente se sinta mais “enojado” dele e, na hora da prova, estar disposto e de bom humor pode fazer toda a diferença.


DIA DA PROVA - Na verdade esse dia começa um dia antes. Vá dormir cedo, coma coisas leves, tente ao máximo relaxar para garantir uma boa noite de sono; - Para acordar na hora certa, por que não colocar dois despertadores? Ou você pode ajustar o seu e pedir para seus pais ou amigos ajustarem o deles também e se certificarem de que você acordou. - Okay, você dormiu bem e acordou na hora certa - que lindo! - mesmo que a ansiedade esteja infinita, coma! Se alimente bem, não precisa exagerar mas tenha certeza de que você ingeriu os nutrientes que precisa, porque o cérebro gasta muita energia. Comer na medida certa diminui a probabilidade de você se distrair demais ou ficar com sono no meio da prova. - Materiais: leve os seus! Você não se dedicou o ano todo pra ter que pedir caneta pros seus “concorrentes” no dia da prova. Leve mais de uma caneta. Se o edital permitir, leve lápis, lapiseira, borracha, apontador… - Leve comida! Leia bem o edital do vestibular que você vai prestar, se for permitido, leve frutas, bolachas integrais... pra que passar fome? A prova em si já vai ser sufoco o suficiente. - Água: é até absurdo gastar caracteres falando algo tão óbvio, mas uma garrafinha de água é essencial.

INFORME-SE SOBRE AS POSSIBILIDADES DE BOLSAS DE ESTUDO NO WWW.UNIVALI.BR/BOLSAS NELLE ONLINE: ALUNOS DE GRADUAÇÃO DA UNIVALI TÊM A OPORTUNIDADE DE FAZER CURSOS DE INGLÊS ONLINE SEM QUALQUER CUSTO ADICIONAL. ACESSE WWW.UNIVALI.BR E CONHEÇA OS CURSOS, DOCUMENTOS NECESSÁRIOS E DATAS PARA FAZER SUA INSCRIÇÃO. WWW.FACEBOOK.COM/REVISTAITS

15

UNIVALI.BR / 0800 723 1300


PUBLIEDITORIAL

EMPREENDER NA CRISE:

1 2

Como o Programa Cultivar pode garantir renda extra para o professor de Educação Física? Em tempos de crise a palavra de ordem é inovação. E não é só porque todos adoram uma novidade. Quem inova consegue entregar novas soluções para velhos problemas. Só mesmo quem se reinventa com serviços ou produtos diferenciados atravessa momentos de tensão econômica sem sair prejudicado. Por isso, a Guarani Sport criou para o Programa Cultivar um pacote de serviços para educadores físicos interessados em empreender sem precisar sair da escola. É garantia de renda extra e da contribuição efetiva para o desenvolvimento integral de qualquer jovem em idade escolar.

3

Novas e intrigantes modalidades esportivas

Já imaginou aliar esportes alternativos como Hóquei, Badminton e Xadrez a modalidades tradicionais para as escolas brasileiras como Atletismo, Basquete, Vôlei e Futebol? Com os pacotes oferecidos diretamente aos educadores físicos pelo Programa Cultivar, todos saem ganhando. Crianças e jovens mais saudáveis e conectados com o esporte, professor mais bem remunerado, pais mais informados e escola mais completa.

Interatividade e Cybereducação

Livros, gibis, game e-books e redes sociais foram criados para democratizar ainda mais o acesso à pratica esportiva pela garotada, possibilitando a interatividade esportiva também pela Internet! A partir do terceiro ano, as crianças já acessam os livros infantojuvenis da coleção As Aventuras da Turma do Júnior, uma turma animada e comprometida, formada por quatro amigos que estão se descobrindo no esporte. Os personagens e histórias foram criados obedecendo a critérios pedagógicos rigorosos, trabalhando de forma lúdica temas como ética, pluralidade cultural, meio ambiente, saúde, sexualidade e temas locais. O aluno terá acesso a um cartão-downlod para acessar os livros e game e-books, podendo curtir os esportes dentro e fora da quadra, na sala de aula, ou até mesmo, em casa.

Aproveitando melhor o tempo livre

Usar o contra-turno para atividades físicas e lúdicas sempre foi uma alternativa interessante para preencher de forma saudável as horas extras da garotada. A novidade agora são pacotes exclusivos, com materiais práticos adequados à faixa etária dos alunos e com reposição programada. O material didáticos permite a realização das aulas com até 40 alunos ao mesmo tempo, garantindo que o estudante participe efetivamente das atividades, reforçando sua autoestima e a maior socialização de todo o grupo.

4

Ficou interessado?

Acesse programacultivar.com.br * Planos válidos para professores da rede particular de ensino.

e faça já sua inscrição!

Métricas para um futuro saudável

Com o software Feedback Development, uma ferramenta exclusiva que permite monitorar o desenvolvimento físico dos alunos, é possível entregar para os pais um acompanhamento completo com medição de altura, peso, testes de flexibilidade e de resistência, além do IMC dos jovens atletas. Os dados coletados passam a formar um histórico de crescimento e de desenvolvimento da criança, que servirá como um documento de saúde para o resto da vida. Além disso, por meio da análise dos dados, os pais poderão acompanhar de perto a evolução das crianças e adolescentes, direcionando hábitos de toda a família.


VESTIBULAR ESPORTE

ESQUENTA

VESTIBULAR

YEEEAH! Se liga nas dicas dos professores do COC Floripa

Os vestibulares em Santa Catarina têm abordagens diferentes. A prova da UDESC pode cobrar o rio que corta Paris, ou o continente onde fica o Haiti, um pouco mais conservadora. Já a ACAFE e a UFSC trabalham mais os conceitos, muitas vezes conectados às atualidades, provas mais modernas, mais próximas das propostas educacionais atuais. O domínio das habilidades e competências de cada área do conhecimento, exigidas pelo Enem, já estão presentes em muitos vestibulares. Os alunos devem abordar os temas destacados pelos professores interpretando textos, gráficos, tabelas e mapas. Na UFSC esses recursos estão sempre presentes, por isso, é fundamental dominar os conceitos, mas com atenção à aplicação das habilidades exigidas pelas provas.

GROTH, ALEXANDRE HENRIQUE GROTH

LITERATURA Vocês já refletiram como algumas personagens parecem se entrecruzar, através de características físicas ou psicológicas, nas veias da literatura? O que poderia ligar, por exemplo, João Romão, Libório (de O Cortiço, de Aluísio Azevedo), Sales (do conto Entre Santos, pertencente a Várias Histórias, de Machado de Assis) e Euricão (de O Santo e a Porca, de Ariano Suassuna)? Se a resposta for: Mesquinharia, Sovinice, Avareza ou Ganância, começamos a nos entender. João Romão e Sales se aproximam por economizarem em demasia, porém podem vir a utilizar algo; já Libório e Euricão chegam ao cúmulo da manutenção pela manutenção, a simples posse do dinheiro, sem a devida utilização é o foco dos dois.

REGINA, REGINA BRASIL 18 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

Fotos: Divulgação

GEOGRAFIA


PUBLIEDITORIAL - Contéudo especial publicitário

MATEMÁTICA

FÍSICA

ESPANHOL

As provas de Santa Catarina são bem diversificadas e costumam abordar quase todos os conteúdos de matemática. - As funções do segundo grau possuem um valor máximo ou mínimo que pode ser calculado pelas fórmulas de vértice da parábola. - Nas questões de análise combinatória identifique o caminho mais simples a se tomar. O P.F.C. é bastante útil quando você consegue separar a questão em etapas de escolha. Muitas questões também podem ser resolvidas pelas fórmulas de arranjo, combinação e permutação. - Em trigonometria lembre-se que as funções trigonométricas seno e cosseno são limitadas e periódicas, onde a fórmula de período é

A eletrodinâmica é um dos assuntos mais cobrados nos principais vestibulares do Brasil. Confira algumas dicas sobre esse assunto tão importante: 1. O sentido da corrente elétrica é sempre o mesmo do campo elétrico no interior do condutor. 2. Segunda Lei de Ohm: A resistência elétrica de um condutor é diretamente proporcional ao seu comprimento e inversamente proporcional à área da secção transversal. 3. Em uma associação de resistores em série todos os resistores são percorridos pela mesma corrente (i) e a tensão total é igual a soma das tensões de cada resistor. 4. Numa associação em paralelo a resistência equivalente é menor que a menor das outras resistências.

- Analise o título; ele apresenta o objetivo central do texto. - Fique atento com os falsos cognatos, eles podem causar confusão de sentido ou significado na sua interpretação. Exemplo: “Compañeros de oficina”, que em português significa colegas de escritório. - Cuidado com as questões de conjunções. São as mais importantes da prova. Lembre-se, principalmente, das adversativas (pero, sin embargo, no obstante, sino e mas) que introduzem uma ideia de oposição. - O aluno se prepara melhor quando está em contato constante com a leitura dessa língua, seja por meio de entrevistas, narrativas, historietas, charges, fábulas, novelas ou poemas. Uma dica de leitura para todos é o “DIARIO CLARIN”.

PIU, LUIS FELIPE MENGUAL LOCH

COELHO, ANDRÉ COELHO

BEATRIZ, BEATRIZ GARCIA

GRAMÁTICA Devido ao novo padrão adotado pelas provas – por influência do ENEM –, o vestibular da UFSC tem trazido questões que reforçam mais a parte interpretativa. O emprego das conjunções tem sido alvo frequente das provas, uma vez

que exige do candidato a habilidade de identificar os valores semânticos que as orações transmitem. No último processo seletivo, foram exploradas as ideias de temporalidade, finalidade e comparação.

RICARDO, RICARDO PAULO DA SILVA

FACEBOOK.COM/REVISTAITS

19


CAPA ESPORTE

Por Luciana Paula e Lucas Inácio

Tchau

É HORA DE DAR

Em um dia logo nas primeiras semanas de aula a professora cede gentilmente um tempo de sua aula para alguns alunos da turma darem um recado. O assunto? Decidir o local da viagem de formatura. No decorrer do ano, aqueles recados ficam cada vez mais constantes e em algum momento você terá uma missão importante em meio

20 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

à agitada rotina do terceiro ano: fazer um bolo e usar seu recreio para vender aos outros alunos da escola. Em outra ocasião vai ter que bater na porta dos vizinhos oferecendo uma rifa que a sua mãe se recusou a comprar. E no único momento tranquilo de sua agitada rotina com aulas, reuniões da comissão de formatura, listas de exercício e cursinho vem aquele pensamento: “nossa, tá cada vez mais perto”. O momento de se despedir da escola está chegando e definitivamente não é fácil, pois passar de ano sempre foi o objetivo que norteou sua vida desde pequeno. Muitos estão ansiosos por não terem mais aquele compromisso

Se comparar o colégio com a faculdade, claro que o colégio é mais fácil. Acho que esse choque de realidade acaba dando um pouco de medo

O dilema do terceirão: a galera que vive entre a expectativa de uma vida nova e a saudade antecipada da escola

Natália Favero, Escola Zelia Scharf


Fotos: Marcos Campos Juliana Silveira, Eduarda Folleto, Francielly Goulart e Nathan Marcelo aproveitam o último mês ao lado da querida professora Claudia Minatti pra paparicar a mestra.

diário, mas essa relação de amor e ódio está próxima do fim e mais cedo ou mais tarde você vai ter que curtir a fossa. No caso da turma 31 da Escola Básica Estadual Getúlio Vargas, em Florianópolis, a relação é ainda mais intensa, já que o ensino integral tem aulas no contraturno três vezes por semana. É consenso entre os alunos que as segundas, quartas e sextas de dia cheio não agradam, mas ao mesmo tempo eles admitem

que fará falta. “Nós ficamos 8h aqui na escola, se a gente não passar no vestibular, quem tiver tempo livre em casa vai pensar ‘poderia estar na escola’, aí vai bater aquele aperto no coração”, conta Nathan Marcelo, que fará vestibular para de medicina. Nesse momento de transição os sentimentos são parecidos, independentemente da região. Na outra ponta do estado, mais exatamente em Chapecó, os alunos da Escola Professora Zelia Scharf sabem que aquele ambiente cheio de prós e contras se tornará nostálgico. Uma dessas ambiguidades é a relação com os professores. Alguns vão deixar saudades, outros nem tanto. “Acho que não vou sentir falta da estrutura da escola e de professores que não se empenham em passar conteúdo”, diz Stephani Vaccarin. Isso acontece com todos, sempre terão os amados e os odiados. Muitos deles acabam pagando o pato pela matéria que lecionam, afinal, a gente sabe que a matemática não é tão popular quanto a Kéfera. Por outro lado, os amados acabam entrando num hall seleto, como conta Luiz Gabriel Andrade, aluno da Getúlio Vargas. “A escola é a nossa segunda casa e os professores acabam sendo uma extensão da nossa família.” Apesar de várias semelhanças entre os sentimentos dos alunos, uma coisa diferencia quem é da capital e do interior: a distância da faculdade. Para aqueles que moram longe, passar no vestibular também significa deixar a cidade natal e, nesse caso, fica ainda mais evidente a preocupação de manter as amizades do colégio. Ah os amigos! Aqueles com quem somos grudados desde criancinhas, que vimos crescer, aqueles que sabem todos os nossos piores segredos. O que vamos fazer quando chegar a hora de cada um seguir seu caminho? Quando finalmente estivermos todos formados? As redes sociais ajudam a aproximar as distâncias, mas não resolvem tudo. As experiências serão diferentes, os amigos não estarão tão presentes na vida um do outro e ao invés de cinco dias por semana se encon-

trarão duas vezes ao mês e olhe lá. Perto ou longe, manter contato exige esforço, mas se formar no terceirão também exigiu então não há motivos para pânico. Além disso, antes de se despedir da escola ainda dá para curtir bastante os últimos dias de aula, a party rock e a viagem de formatura, pois aprender a fazer um bolo e vender no recreio tem que valer a pena. Ah, falando nisso, fica a dica para aqueles que vão para o terceirão em 2016: não sejam metidos só porque vocês serão os mais velhos do colégio, afinal de contas, quem vai comprar os lanches de vocês no recreio são justamente os mais novos. Nathan Marcelo, escola Getúlio Vargas

WWW.PORTALITS.COM.BR

21


O que vem

DAQUI PARA FRENTE?

Sair do colégio já seria um dilema grande pra lidar, mas somamos a também escolha da uma carreira e a preparação para o vestibular. De uma vez só é preciso se despedir de tudo o que sempre foi mais familiar na sua rotina, fazer decisões importantes e lutar para conquistar objetivos que nem sempre estão muito bem definidos. “Nós encaramos o vestibular como um rito de passagem, um momento em que os

22 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

alunos têm que se esforçar para ingressar em uma nova forma de vida para atender uma exigência de ser um profissional”, explica a psicóloga e fundadora do Instituto do Ser de orientação profissional, Marilu Diez Lisboa. “O que me faz sentir esse ‘frio na barriga’ é não saber se vai dar certo o curso que escolhi e a experiência de fazer novos amigos”, conta Stephani Vaccarin. “A curiosidade de saber como realmente é o mundo lá fora” é o que deixa a Viridiane Klabunde Carabagialle apreensiva em sair da escola Zélia Scharf. Além do receio das mudanças, seguir uma nova fase é também um estímulo para quem deseja um pouco mais de liberdade. Dentre as coisas os alunos que entrevistamos disseram que não farão falta estão “algumas regras dispensáveis” e “cobrança muitas vezes excessiva”. No caso daqueles que vão sair de casa, a liberdade é ainda maior, mas saber dosar os limites acaba sendo mais um desafio, com explica a psicóloga. “Muitos chegam na faculdade cheio de fantasias por causa da liberdade dos estudos no ambiente universitário em que o professor não fica pegando no pé e quem dita o ritmo são os alunos

Seja na Getúlio Vargas, na capital, à esquerda, seja na Zélia Scharf, em Chapecó, à direita, a moral do terceirão é curtir a galera ao máximo.

só que alguns acabam não controlando essa situação, inclusive com a bebida sendo muito presente. Então isso pode prejudicar o próprio estudo que é o real motivo das pessoas estarem ali.” Essa hipótese já considera que passamos no vestibular, mas e se por acaso não passarmos? Dificilmente somos preparados para a reprovação, pois nossa dedicação de um ano inteiro é para conquistar um lugar na universidade. Além disso, sempre nos disseram que “quem se esforça consegue e se não conseguiu, é porque não se esforçou o suficiente”, mas esqueceram de nos contar, por exemplo, que o número de vagas é menor do que o de candidatos e mesmo se todos se esforçarem ao máximo muitos ficarão de fora. Ou seja, o insucesso não é sinônimo de incompetência. “O que trabalhamos com os alunos que atendemos é que não é uma questão de incapacidade, mas a concorrência é tão forte que um décimo da pontuação pode determinar se você entra ou não em uma universidade e é aí que a frustração se manifesta. Porém eles não se dão conta que estão concorrendo com outras pessoas e mesmo com capacidade corre-se o risco de não entrar”, explicou Lisboa. Nesse caso, é importante abrir seus olhos para outras oportunidades que levem ao objetivo. Apesar disso, vale destacar que a dedicação e vontade são importantes, mas também é necessário avaliar a situação e encontrar novas possibilidades de alcançar seus sonhos profissionais. Um curso técnico ou até mesmo um trabalho na área podem ajudar ver o cenário de outra forma. Por isso, preparamos algumas dicas do que fazer se você não passar, ou não quiser prestar o vestibular esse ano, afinal de contas, há sempre outros caminhos.


SE TUDO der errado?

Eduarda Folleto, escola Getúlio Vargas

A gente listou alguns planos B e algumas dicas pra quem vai ter que se preparar para mais um vestibular.

TRABALHO Trampar já não é novidade pra uma parte da galera que sai da escola, alguns já fazem parte de programas de estágio ou aprendiz. A boa nova é que, se você está no limbo até completar os 18 anos para poder ter um emprego formal, mas já terminou o ensino médio, existe a possibilidade de ainda assim ser aprendiz. Muitas empresas aceitam jovens que já tenham concluído ensino médio nessa modalidade de contrato, o que pode ser interessante pra quem não consegue se inserir no mercado que exige experiência. Tem até uma lei que obriga todas as empresas de médio e grande porte a ter um percentual mínimo de aprendizes em seu quadro de funcionários. Navegue aqui e descubra quais empresas da sua cidade participam: http://site.aprendizlegal.org.br/

ATENÇÃO À SAÚDE Às vezes o que lhe faltou na hora H foi o equilíbrio do corpo e da mente. Avalie como foi sua alimentação neste ano. Você fez exercícios físicos? Dormiu o suficiente? Além de buscar soluções para estes problemas, o controle da ansiedade e da insegurança é outro fator importante. De Yoga à terapia, vale tudo no desafio de manter a mente sã. Aproveite este ano fora da faculdade pra solucionar estas questões, não será apenas um diferencial para próximo vestibular, e sim um ganho para toda a sua vida.

INTERCÂMBIO Se grana não é um problema na sua família, por que não se jogar no mundo?! Conhecer outro país lhe ajuda a aprender um idioma e mais, este tempo pode te ajudar se ainda não tiver definido bem que carreira seguir. Este foi o caso da Luiza Lobo, que já se formou em jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina. Em seu primeiro vestibular ela tentou Direito sem sucesso. Na verdade, um dia depois da prova da UFSC ela já estava decolando para Portugal. Ficou oito meses lá, se preparou para Exame Nacional do país, mas desistiu. Voltou para o Brasil e fez mais dois anos de cursinho. “Olhando para o que passei, acho que coloquei uma pressão grande demais em mim para entrar em uma faculdade e isso acabou fazendo com que eu me atrasasse ainda mais. Provavelmente, se eu tivesse tirado um tempo para mim após o colégio, apenas pra viajar e me conhecer melhor, não teria ficado tão perdida. Em três anos, foram vestibulares com aprovações e reprovações para direito, medicina, administração e engenharia mecânica até entrar no jornalismo. Consegui o meu diploma, mas hoje trabalho como cantora e tenho uma escola de música”, reflete Luiza, hoje aos 25 anos.

WWW.PORTALITS.COM.BR

23


SE TUDO der errado? CURSOS TÉCNICOS Eles são a chance de “provar” uma área, conhecê-la pra saber se quer fazer mesmo segui-la no ensino superior ou até seguir na carreira como tecnólogo. E mais, com ele é possível atuar na área desejada mais rápido, já que os cursos são mais curtos que uma graduação. Aqui no estado o SENAI e o IFSC oferecem algumas opções. Dá uma espiada nos sites, vai que tem um que é a sua cara e está pertinho da sua casa? - IFSC (http://www.ifsc.edu.br/) - SENAI (http://sc.senai.br/)

CURSINHOS PRÉ-VESTIBULARES Existem várias opções de cursos pré-vestibulares, extensivo (ano todo), semi-extensivo (um semestre), intensivo (dois meses) e superintensivo (um mês). A maioria é privado, mas existem várias iniciativas que oferecem cursinho gratuito em várias cidades do estado. Uma dica é explorar bem suas falhas na primeira tentativa, mapeie as disciplinas e conteúdos em que você teve mais dificuldade, e então busque cursos de disciplinas isoladas, como redação e matemática por exemplo. Aulas particulares para reforçar aquilo que foi mesmo o seu maior problema é outra opção.

24 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

FALA MESTRE! Se liga no bate papo com a profe Cláudia Minatti

Muitas vezes o aluno não percebe, mas os professores também sentem falta das turmas que se formam e seguem novos rumos pessoais e profissionais. Apesar de exercerem aquela função ano após ano, os educadores não são indiferentes à saída de uma turma, em especial a do terceiro ano, quando eles se envolvem em mais de um objetivo: ensinar os alunos para passar de ano e ajudar o aluno a passar no vestibular. E quando o professor se envolve o aluno sente e reconhece, como no caso do terceiro ano integral da Escola Getúlio Vargas, em Florianópolis. A ótima relação da turma com a professora de biologia Cláudia Minatti ficou evidente quando os estudantes a indicaram para fazer parte da capa e contar mais sobre a rotina de uma educadora, no caso dela com quinze anos de experiência.

@revistais - Como é o fim do ano de um professor? Cláudia Minatti - Cansativo, mas no caso do terceiro ano fica com a cara de um fim de trabalho. Muitas vezes se pensa que os estudantes de escola pública não têm perspectiva, mas essa turma é especial, eles têm muito objetivo e realmente buscam algo mais. É cansativo, mas gratificante. @revistais - E sobre esse momento de se despedir definitivamente de uma turma? Cláudia Minatti - Eu estou chorando já. Conheci eles só neste ano, mas tive uma afinidade muito grande com essa turma, a gente conversa muito e eu acredito muito no potencial deles justamente por eles buscarem esse algo a mais, então se despedir vai ser triste e eu imagino que eles vão sentir muito também. Mas é contraditório, eu fico feliz e triste ao mesmo tempo: triste porque não vou mais encontrá-los e feliz porque eles vão buscar seu caminho profissional. @revistais - Quando nós perguntamos à turma sobre qual professor eles gostariam que estivesse na capa, eles te indicaram... Cláudia Minatti - Fico tremendamente feliz, imagina, é uma referência, né?! E não é pelo fato de ser boazinha, eu sou até durona com eles, mas é legal ver essa troca de confiança que existiu minha neles e deles com o meu trabalho, se dedicando e correndo atrás. Não sei nem direito o que falar.


@revistais - E depois dessa correria de fim de ano, o que o professor faz na hora de descanso? Cláudia Minatti - Eu procuro relaxar 100%, acho que temos que estar revigorados e os alunos sentem quando o professor chega cansado e sem paciência. Não consigo tirar um mês inteiro para descansar, porque tenho que me atualizar e retomar os estudos para atender o aluno da melhor forma possível no início do próximo ano @revistais - Do que sente mais falta nesse período férias? Cláudia Minatti - Sinto falta das conversas dos corredores, tanto com alunos quanto com os meus colegas. Como a gente se distancia nas férias, sinto falta dessa parceria.

@revistais - E do que não sente falta? Cláudia Minatti - Das dificuldades que a gente encontra. Não é fácil ser professor de escola pública. Às vezes tem uma carteira quebrada, têm os vazamentos. Disso eu não sinto falta, da estrutura precária. Nós temos tantos profissionais qualificados no Estado, que se preparam para dar aula e nós não somos retribuídos. @revistais - O que tem que melhorar para o ano que vem? Cláudia Minatti - Ih, muita coisa... A começar pelas pessoas que estão acima, nós temos uma pátria educadora que não é educadora. Dar mais condições ao professor, ao aluno. Hoje temos 50% das vagas na UFSC destinadas aos alunos de escola pública, mas o ensino está deixando muito a desejar. Sendo bem sincera, meus

colegas são guerreiros. Para estar em sala de aula hoje é muito amor à camisa, pois financeiramente não compensa. @revistais - Para terminar com uma pergunta boa, qual a expectativa para o próximo ano? Cláudia Minatti - São as melhores possíveis. Já conheço as turmas que vêm por aí e eles são muito bons. Questionadores, encrenqueiros, correm atrás das coisas, eu acredito muito nesse grupo. E por outro lado os nossos professores são muito bons, os ACTs (temporários) são ótimos e os efetivos também. Ao unir alunos com ânsia de aprender a professores que querem atender essa demanda, as expectativas são as melhores.

“Acredito muito no potencial deles justamente por eles buscarem esse algo a mais”

WWW.PORTALITS.COM.BR

25


PLAYLIST

PLAYLIST Para você continuar ligado nas musicas que bombam entre a galera no Programa Revista its, tá na hora de conferir a playlist da galera do Colégio Santos Anjos de Joinville

Bete Balanço - Barão Vermelho Matheus Lamin, 3º ano – Colégio Dom Jaime

Shake It Off - Taylor Swift Maria Eduarda, 6º ano – Escola Getúlio Vargas

Cavalo Manco – Banda Calypso

Leonardo Vieira, 2º ano – Colégio Energia

Posso Ser – Lexa

Giulia Rodrigues, 3º Ano – Colégio Ceb

Mc Melody

Kevin Pereira, 2º ano – Escola Jovem de São José

Negro Drama - Racionais Mc

Willian Teodoro, 1º ano

Vou Desafiar Você – MC Sapão

– Colégio Guroo

Matheus Hermes, 2º ano – Escola Simão Hess

Thinking Out Loud - Ed Sheeran

Júlia Folster, 1º ano – Colégio Elisa Andreoli

Acesse o canal da revista no Youtube, www.youtube.com/revistaits, e confira! 26


QUARTA EDIÇÃO


Setores

SEGURANÇA DO TRABALHO

Múltiplas atividades PÁG

36

TER INICIATIVA É FUNDAMENTAL PARA GARANTIR A QUALIDADE DO TRABALHO DOS FUNCIONÁRIOS Analisar riscos para prevenir acidentes e preservar a saúde de trabalhadores é a principal tarefa do técnico em segurança do trabalho. Para cumprir essa tarefa, ele realiza muitas atividades: acompanha funcionários em campo para conhecer detalhadamente o que fazem, promove campanhas

GUIA DE PROFISSÕES DA INDÚSTRIA 2015 Quarta Edição

educativas, divulga normas de segurança e saúde, estuda estatísticas de acidentes, sugere medidas de prevenção e participa de perícias. Lugares tão diferentes como a indústria alimentícia ou metalúrgica, hospitais e companhias de eletricidade contratam esses profissionais, em número que varia de acordo com o total de funcionários e o grau de risco das funções em questão. Outra opção a ser considerada é a de trabalhar como consultor na área. No curso técnico do SENAI, oferecido em diversas cidades catarinenses, o aluno aprende a fazer tudo na prática. Para o cumprimento da legislação, o SENAI oferece diversos cursos de aperfeiçoamento, tanto presenciais quanto a distância. Saiba mais: sc.senai.br


CURSO TÉCNICO Segurança do Trabalho

Araquari, Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Concórdia, Criciúma, Florianópolis, Indaial, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville Norte, Pinhalzinho, Porto União, São Francisco do Sul, São José, São Lourenço do Oeste, São Miguel do Oeste, Seara, Taió, Tijucas, Timbó, Videira e Xanxerê

CURSOS DE CURTA DURAÇÃO INICIAÇÃO PROFISSIONAL Brigada de Emergência (28h) Noções de primeiros socorros e combate a incêndio (8h) Operador de Elevadores de Obra – Guincheiro (16h) Operador de Empilhadeira de Pequeno Porte (20h) APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL NR 10 - Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade Básico - EaD (40h) NR 10 - Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade Básico - Reciclagem (8h) NR 10 - Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade Básico - Reciclagem - EaD (20h) NR 10 - Segurança no Sistema Elétrico de Potência (SEP) e em suas Proximidades - Complementar (40h) NR 10 - Segurança no Sistema Elétrico de Potência (SEP) e em suas Proximidades - Complementar - EaD (40h) NR 10 - Segurança no Sistema Elétrico de Potência (SEP) e em suas Proximidades - Complementar - Reciclagem - EaD (24h) NR 10- Segurança em Instalações e Serviços com Eletricidade Básico (40h) NR 11 - Operador de Empilhadeiras de Grande Porte (40h) NR 11 - Operador de Ponte Rolante e Talha Elétrica (12h) NR 11 - Segurança na Operação de Empilhadeira de Pequeno Porte (16h) NR 12 - Segurança na Operação de Máquinas Automotrizes ou Autopropelidas (16h) NR 12 - Segurança na Operação de Máquinas Injetoras de Plásticos (8h) NR 12 - Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos (8h) NR 13 - Treinamento de Segurança na Operação de Caldeiras (40h) NR 13 - Treinamento de Segurança na Operação de Unidades de Processo (40h) NR 33 - Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados Supervisores de Entrada (40h) NR 33 - Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados Trabalhadores Autorizados e Vigias (16h) NR 35 - Segurança no Trabalho em Altura (8h) NR 35 - Trabalho em Altura - Supervisores (40h) NR20 - Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis - Básico (8h) Operador de Máquinas Pesadas (20h) Segurança na Operação de Máquinas - Guindauto (12h) Segurança na Operação de Máquinas Florestais (16h) Mais informações: sc.senai.br

PÁG

37


R$ 4.114 é o salário médio, em SC, dos analistas de sistemas de computação que completam a graduação na área

Setores

Fonte: Fiesc (2014)

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Referência nacional CADA VEZ MAIS FORTE, MERCADO CATARINENSE DE TI MANTÉM CONTRATAÇÕES EM ALTA E VEM AMPLIANDO SALÁRIOS NOS ÚLTIMOS ANOS

GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA Blumenau

• GT em Análise e Desenvolvimento de Sistemas • GT em Redes de Computadores • Pós-graduação em Gestão de Segurança da Informação

Florianópolis

• CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas • CST em Redes de Computadores

PÁG

38

Ao usar um smartphone ou fazer uma compra virtual, estamos lidando com Tecnologia da Informação. Esses são dois entre incontáveis avanços dessa área que se ocupa do armazenamento, restauração, transmissão e uso de dados em computadores e aparelhos de telecomunicação. Se os resultados da TI tomaram nosso cotidiano, fica fácil entender por que o setor cresce mais rápido que outros, com taxas entre 15% e 20% ao ano em Santa Catarina – um resultado que deve se repetir em 2015, mesmo com a crise econômica, segundo a Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia (Acate). Isso representa criação constante de empregos e salários crescentes. Florianópolis, como muita gente sabe, tornou-se uma referência nacional de empresas de TI (aqui estão as empresas de maior porte e a maioria dos postos de trabalho), mas Joinville e Blumenau também começaram a despontar na área. Não é por acaso que o setor de Tecnologia da Informação e Comunicação é visto como estratégico para o futuro da indústria catarinense e a meta é torná-lo competitivo mundialmente. Os cursos do SENAI trabalham com capacitações variadas e em todos os níveis – a Graduação Tecnológica em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, oferecido justamente nas cidades citadas, é um dos mais promissores. Para acompanhar um mercado tão dinâmico, quem opta pelo curso precisa estar disposto a se qualificar e aperfeiçoar em todas as etapas da carreira. Saiba mais: sc.senai.br

GUIA DE PROFISSÕES DA INDÚSTRIA 2015 Quarta Edição

• Pós-Graduação em Engenharia de Software • MBA em Governança de Tecnologia da Informação e Comunicação • Pós-Graduação em Sistemas Web e Dispositivos Móveis • Pós-graduação em Segurança da Informação Joinville

• CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas • CST em Redes de Computadores

CURSO TÉCNICO Informática

Blumenau, Caçador, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Jaraguá do Sul, Joinville Norte, Luzerna, Mafra, São João Batista, São José e Timbó

Informática para Internet

Florianópolis, Jaraguá do Sul, Joinville Sul, Lages, Rio do Sul, São José, São Miguel do Oeste e Tubarão

Manutenção e Suporte em Informática

Blumenau, Caçador, Campos Novos, Canoinhas, Capinzal, Concórdia, Florianópolis, Fraiburgo, Itajaí, Joinville Norte, Lages, Luzerna, Maravilha, Rio do Sul, São Bento do Sul, São Bento do Sul II, São José, São Miguel do Oeste, Schroeder, Seara, Tijucas, Timbó, Videira e Xanxerê

Manutenção e Suporte em Informática – EaD

Florianópolis

Redes de Computadores

Blumenau, Brusque, Canoinhas, Chapecó, Jaraguá do Sul, Mafra, São José, São Miguel do Oeste, Tijucas e Tubarão

Redes de Computadores – EaD

Florianópolis


CURSOS DE CURTA DURAÇÃO INDÚSTRIAS

INICIAÇÃO PROFISSIONAL

1,8 mil

Editor de Vídeos – Básico (32h) Photoshop Básico (40h) Programa Competências Transversais – Lógica de Programação (14h) Programa Competências Transversais – Tecnologia da Informação e da Comunicação (14h) APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL Administração de Redes Linux (32h)

Illustrator Básico (40h)

Administração de Sistemas Linux – Intermediário (60h)

Indesign Básico (24h)

Administrador de Aplicações de Rede e Segurança em Sistemas Red Hat (80h)

Introdução aos SGBD com SQL (32h)

Administrando Sistemas Linux (48h) After Effects Básico (40h) Animação em Stopmotion (8h) Arduino Básico (44h)

Lógica de Programação e Orientação a Objetos em Java (100h) Manutenção de Computadores – IT ESSENTIALS (92h) Metodologia DEIP – Desenvolvimento Estratégico Integrado de Produtos (5h)

CISCO CCNA 2 (80h)

Motion Graphics (7h)

CISCO CCNA 3 (80h)

MS Project (24h)

CISCO CCNA 4 (80h)

Pintura Divgital (40h)

Cisco CCNA Security (100h)

Programação de Banco de Dados (80h)

Cisco CCNP Route (80h)

Programação Java (80h)

Cisco CCNP Switch (80h)

Programação Java Intermediário (120h)

Cisco CCNP TSHOOT (80h)

Programação Java WEB (48h)

Corel Draw Básico (20h)

Programação Java WEB Avançado (40h)

Desenhista de Histórias em Quadrinhos (40h)

Programador DELPHI – Básico (40h)

Desenho e Criação de Cenários e Ambientes (40h)

Programador DELPHI – Multicamadas com DATASNAP (40h)

Desenho e Criação de Personagens (40h)

Protocolo IPV6 – Módulo Básico (40h)

Desenvolvimento de aplicações web de acesso multiusuário com PHP (60h)

Roteiro (40h)

Desenvolvimento de Aplicativos para Smartphones (30h)

Sketchup – Modelagem 3D (40h)

Desenvolvimento Web (60h) Excel Avançado (20h) Excel Básico (20h) Flash (20h) IBM – Analista de Suporte Técnico (96h)

20 mil

Fonte: FIESC (2014)

Introdução ao Geoprocessamento (12h)

CISCO CCNA 1 (80h)

Desenvolvimento de Sites em PHP com MySQL (40h)

EMPREGADOS

PÁG

39

Segurança em Redes de Computadores (60h) Storyboard (40h) Técnicas de Pintura para Ilustração Manual (40h) Usabilidade de Software (20h) VOIP: Utilizando Solução Baseada em Software Livre – Módulo Avançado (40h) VOIP: Utilizando Solução Baseada em Software Livre – Módulo Básico (40h)

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL Administração e Suporte de Redes Linux (160h) Administrador de Banco de Dados (200h)

Montador e Reparador de Computadores (160h)

Assistente de Produção Cultural (160h)

Operador de Computador (160h)

Auxiliar em Administração de Redes (200h)

Operador de Edição de Áudio (160h)

CISCO CCNA R&S 1 e 2 (160h)

Programador de Dispositivos Móveis (200h)

CISCO CCNA R&S 3 e 4 (160h)

Programador de Sistemas (200h)

Desenhista de Produtos Gráficos Web (160h)

Programador WEB (200h)

Desenvolvedor de Jogos Eletrônicos (240h)

Desenhista de Produtos Gráficos Web – EaD (180h)

Editor de Animação (200h)

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL Programador de Computador

Editor de Vídeo (160h)

Instalador e Reparador de Redes de Computadores – EaD (220h)

Suporte e Manutenção em Microcomputadores e Redes Locais

Instalador e Reparador de Redes de Computadores (200h)

Montador e Reparador de Computadores – EaD (160h)

Desenhista de Animação

Operador de Computador – EaD (160h)

Programador de Sistemas de Informação Mais informações: sc.senai.br


Setores

TÊXTIL E VESTUÁRIO

Contratando a todo vapor PÁG

40

ENTRE MARCAS TRADICIONAIS E RECÉM-CRIADAS, SETOR INOVA E CRESCE, EM SANTA CATARINA, ACIMA DA MÉDIA NACIONAL Entre empresas centenárias e recém-criadas, o setor têxtil e do vestuário catarinense, o segundo maior do país, reinventa-se e vem crescendo acima do mercado nacional. Há desde marcas como a joinvilense Döhler, que chegou aos 135 anos dobrando recentemente o número de funcionários, até novas marcas como a florianopolitana Korova, que investindo forte em mídias sociais, e-commerce e conceito aumentou as vendas e também está contratando a todo vapor. Para acompanhar um setor tão ágil, que evolui rápido seus processos de produção e acompanha o dinâmico universo da moda, quem atua na área precisa ser criativo, versátil e dominar conhecimentos de modelagem, matéria-prima, estamparia, costura, tinturaria e tendências. Ciente disso, o SENAI oferece, além de cursos técnicos, superiores e pós-graduações na área, uma grande quantidade de cursos de aperfeiçoamento e qualificação profissional. O planejamento futuro do setor têxtil e vestuário em Santa Catarina inclui medidas como a criação de programas de trainee e estágio, valorização de planos de carreira e criação de novos cursos técnicos voltados às demandas do mercado. Brusque, Blumenau e Gaspar são as cidades catarinenses com mais empregados no setor. Saiba mais: sc.senai.br

GUIA DE PROFISSÕES DA INDÚSTRIA 2015 Quarta Edição

GRADUAÇÃO TECNOLÓGICA Blumenau

• GT em Produção de Vestuário • GT em Design de Moda • GT em Produção Têxtil • Pós-Graduação em Negócios do Vestuário – EaD • Pós-Graduação em Moda e Comunicação • Pós-Graduação em Moda e Gestão

Jaraguá do Sul

• CST em Produção de Vestuário • CST em Design de Moda

CURSO TÉCNICO Têxtil

Blumenau, Brusque, Jaraguá do Sul e Joinville Norte

Vestuário

Blumenau, Brusque, Capivari de Baixo, Criciúma, Guaramirim, Indaial, Jaraguá do Sul, Joinville Norte, Lages, Mafra, Pomerode, Rio do Sul e São Bento do Sul

Produção de Moda

Balneário Camboriú, Blumenau, Brusque, Capivari de Baixo, Criciúma, Jaraguá do Sul, Joinville Norte e Rio do Sul

Modelagem do Vestuário

Blumenau, Brusque, Criciúma, Jaraguá do Sul e Rio do Sul

CURSOS DE CURTA DURAÇÃO INICIAÇÃO PROFISSIONAL Costura Básica (60h) Desenhista de Moda – Básico (48h) Normas para Etiquetagem de Produtos Têxteis (16h) Pesquisa de Moda (40h)


APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL

Adobe Photoshop para Moda – Ênfase em Arquivos Digitais (62h)

Analista da Qualidade Têxtil e Confecção (160h)

Alfaiataria: Modelagem Industrial Plana Feminina (60h)

Assistente de Produção na Confecção de Roupa (160h)

Análise de Tecido de Malha (40h)

Confeccionador de Lingerie e Moda Praia (160h)

Análise de Tecido Plano e Padronagem (30h)

Costureiro (160h)

Análise e Desenvolvimento de Malhas (40h)

Costureiro Industrial do Vestuário (200h)

Assistente de Laboratório Químico (30h)

Desenhista de Moda (160h)

Assistente Técnico em Malharia (90h)

Estampador de Tecido (160h)

Assistente Técnico em Tinturaria (78h)

Estilista (200h)

CAD para Confecção (60h)

Modelista (160h)

CAD para Confecção – Avançado (32h)

Operador de Máquinas de Fiação de Algodão (160h)

Camisaria Plana Feminina (24h) Colorimetria (30h)

Operador de Máquinas de Linha de Abertura, Cardas e Preparação de Fiação (160h)

Conceito de Moda e Imagem (56h)

Operador de Processos da Indústria Têxtil (160h)

Corel Draw para Moda (52h)

Tecelão de Malhas (160h)

Corte e Costura em Alfaiataria (60h)

Tecelão de Tecidos Planos (200h)

Corte e Costura para Camisaria (60h)

Tecnologia Têxtil Aplicada (180h)

Corte e Costura para Tecido Plano (60h) Corte e Montagem de Lingerie (60h)

APRENDIZAGEM INDUSTRIAL

Cronoanálise para Confecção (40h)

Confeccionador de Moldes e Roupas

Cronometragem (42h)

Desenhista de Produto de Moda

Custos Industriais para Confecção (32h)

Operador de Máquinas Têxteis

Desenho e Ilustração de Moda (90h)

Costureiro Industrial do Vestuário

Desenvolvimento de Artes Gráficas para Estamparia – Corel Draw e Adobe Photoshop (65h) Design Estratégico (28h) Estratégia de Administração do PPCP (49h) Ficha Técnica (40h) Ilustração Gráfica para Moda (60h) Modelagem Avançada (100h) Modelagem de Calças e Shorts Femininos (32h)

Mais informações: sc.senai.br

3.521 pessoas contratadas pelo setor

Modelagem Fitness (50h)

no primeiro semestre de 2015, um resultado melhor que o de outros 11 setores pesquisados

Modelagem Industrial Em Alfaiataria e Malha (148h)

Fonte: FIESC (2015)

Modelagem de Casacos Femininos (28h) Modelagem de Saias (28h) Modelagem de Vestidos Femininos (28h) Modelagem em Tecido de Malha (80h) Modelagem em Tecido Plano (80h)

Modelagem Moda Praia Infantil (30h) Modelagem Plana Masculina (28h) Montagem de Bolsas – Arte com Tecidos (28h) Moulage Avançada (16h) Moulage para Confecção do Vestuário (32h) Operador de Máquina de Costura Industrial (120h) PPCP para Área Têxtil (42h) PPCP para Confecção (32h) Preparação de Pastas para Estamparia (56h) Projeto de Moda – Pesquisa, Criação e Desenvolvimento de Coleção (90h) Redução do Desperdício na Indústria Têxtil Através do Kaizen (16h) Técnicas de Criação – Desenvolvimento de Produto de Moda (30h) Técnicas de Estamparia (50h) Técnicas de Modelagem em Miniaturas (16h) Vitrinista – Básico (60h)

PÁG

41


Por Paula Salvador walkingonthestreet.com

TÁ NA MODA

o que é

Moda nas formaturas O Gustavo ficou com a mais formal: sapato social, calça, terno, camisa e gravata. O terno preto é clássico e vai ser um bom investimento para outras festas que podem vir por aí. É um prazer estar estreando a coluna de moda na Its, revista que me lembra muito o meu tempo de colégio. Para essa primeira edição, o assunto é algo que provavelmente está ocupando vocês, alunos do Terceirão, junto com mil preocupações relacionadas aos vestibulares: a festa de formatura. A ideia foi trazer sugestões do que usar nessa comemoração, desde as mais simples e casuais. Fui na loja Renner escolher um look para seis alunos que irão se formar neste ano. Mas se esse não é o seu caso, a coluna deste mês também é para você, sabe porquê? Tudo pode servir de inspiração para uma festa de 15 anos, uma balada ou de como aproveitar as lojas de fast fashion para todas as ocasiões gastando pouco. Vamos começar pelos meninos? Para o Gustavo, o Lucas e o Gabriel, escolhi três combinações de estilos diferentes.

34 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

√ Para não ficar tão tradicional, a camisa e a gravata formam um mix de estampas lindo e discreto. (minha ideia é colocar as fotos de detalhes com legendas) √ Sapato social, com certeza, não é o preferido de vocês, mas é preciso para entrar no clima do baile.


O Lucas vestiu a produção mais informal sem perder o estilo. Em vez de uma calça jeans, a escolha foi uma calça de sarja preta, complementada com camisa em padronagem pequena e discreta. √ A dica é que, quanto maior a estampa, mais informal tende a ser o visual. Por isso, esse xadrez é uma boa opção para a ocasião. √ O tênis do dia a dia deu lugar ao sapatênis de couro preto.

O Gabriel ficou com a combinação mais estilosa e moderna. O colete é uma boa maneira de se diferenciar, já que os looks masculinos costumam ser parecidos. É possível usar só o colete ou mesmo sobrepor com o terno - o ideal é já comprar tudo junto para as peças terem em harmonia entre si. √ A escolha foi pelo modelo cinza com risca de giz para variar a cor preta. √ Para fechar o visual formal, sapato preto social.

www.facebook.com/revistaits

35


Por Paula Salvador walkingonthestreet.com

Agora, é a vez da Lara Lima, Odara Alexandra e Giovana Raupp. Para elas, há ainda mais opções de festas, que não necessariamente se limitam aos vestidos.

A Lara ficou com um pretinho nada básico. O modelo é justo, mas tem o detalhe das franjas, que dão movimento e volume na medida certa - perfeito para quem tem um corpo magrinho como o dela. √ Detalhe das franjas que acompanham todo o vestido. √Peep toe preto que, por deixar os pés livres de tiras e outros detalhes, alonga a silhueta.

36 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

A Odara foi de saia de cintura alta e cropped. As duas peças tem uma modelagem que foge das saias e blusas tradicionais por ter um recorte diferente. A saia é um pouco mais compridinha e em preto e branco, o que rendeu um look elegante. √ Detalhe do cropped e da saia com estampa geométrica. √A sandália é com muitas tiras, que dão sustentação ao pé, e salto bloco, garantindo uma noite de diversão sem sacrifício.


Agora, mais um cropped, mas com uma combinação diferente. A Giovana foi de saia midi com babado. O visual ficou supermoderno e pode não agradar à primeira vista, porque é um comprimento diferente dos curtos que vocês costumam usar. Mesmo assim, vale experimentar, porque o resultado é cheio de estilo! √ Para não ter o risco de ficar menos jovial, escolhi um cropped com recortes nos ombros. √ Nos pés, uma sandália que, apesar de ter um salto alto, é confortável por conta da plataforma.

www.facebook.com/revistaits

37


GALERIAS

Colégio Catarinense

IEE

Colégio Pedro II

Colégio Aderbal Ramos da Silva

Colégio Barão do Rio Branco

EM BLUMENAU FLORIANÓPOLIS, ITAJAÍ, JOINVILLE, PALHOÇA E SÃO JOSÉ

Colégio Santos Anjos

Fotos: MW MKT Promocional

DISTRIBUIÇÃO REVISTA ITS

Colégio Catarinense

Colégio Energia

Colégio Irmã Maria Teresa

Colégio Wanderley Júnior

Colégio Paulo Bauer

38 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

Coc

Colégio Gov. Celso Ramos

Colegio Henrique Stodieck


Colégio Presidente João Goulart

Colégio Dom Jaime

Colégio Elisa Andreoli

Colégio Don Afonso Niehues

Colégio Elias Moreira

Colégo Ivo Silveira

IEE

Colégio Jandira D’avila

Colégio Dom Jaime

Colégio Energia

Colégio João Widemamm

Colégio Nilton Kucker

Colegio Osmar Cunha


Vinícius e Nathalie

Rafaela, Letícia e Maria Eduarda

Kauan e Mateus

Giulia, Carolini e Karine

Thoma, Rodrigo, Daniel, Ariel e Rafael

Fotos: Alexandre Eggert

ESQUENTA OKTOBERFEST COLÉGIO ENERGIA BLUMENAU Fridas Matheus e Mayara

Gabriela P, Bárbara, Isabelle, Luana e Gabriela

40

Maria Vitória e Clara

Nathalie, Leo e Carolina


Jessica e Yasmim

Rubia, Eduarda, Janaina e Gustavo

Cyntia Silva e Samara Vieira

UNIVALLI BIGUAÇU

Fernando, Rosiane e Sabrina

Fotos: Laureci Cordeiro

OPA UNIVALLI Débora Da Silva, Aniély Catarine Silva, Cyntia Silva, Maria Eduarda Vivert e Beatriz Farias Mendes

Paulo, Pamela, Eduarda e Janaina

Lucas de Souza

42 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

Cibely, Daiana, Mayara e Jennifer

João Vitor e Nicoly Oliveira


Kamila e Leonardo

Eloise e Maria Eduarda

Viviane, Isabela, Jennifer, Lucas, Maria Eduarda, Leticia e Eloise

PROJETO VIVA VIDA: VIVENCIANDO A GRAIDEZ NA ADOLESCENCIA COLÉGIO PAULO BAUER ITAJAÍ Felipe, Ezequiel e Guilherme

Fotos: Matheus Nunes

Yasmim E Ana Paula

Andre, Anne e Rubia

Bruna, Beatriz e Natalia

Luiz, Mikael e Ana

Viviane, Jennifer e Isabela

Lucas, Matheus, Alissia e Gabriela

43


Susan, Ellen, Larissa, Fabiano e Aline Douglas, Daiana, Alana e Thiery

Danieli, Marlon, Prof. Rubieli e Djeyvison

Bibiana, Andressa, Jéssica e Gabriella

Fotos: Fabricação Filmes

Jennifer, Anelita e Jeisa

NO PÁTIO Luis Gustavo, Andrew, Thiery e Douglas

COLÉGIO PROF. LUIZA SANTIN CHAPECÓ

Priscila, Pamela, Leticia e Karina

44 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

Cleiton, Rafael e Deividy

Larissa e Prof. Rubieli


APRESENTA

TEATRO DOS LIVROS DOS VESTIBUL ARES

UFSC - UDESC - ACAFE

DIREÇÃO: Rafael Reüs e Sérgio Murilo Machado

R$ 50,00

Ingressos Antecipados

R$ 60,00 meio R$ 120,00 inteiro

www.ciavanguarda.com /ciavanguarda

@ciavanguarda

/ciavanguarda

48 3028.4221 - 48 3024.8578 - 48 9689.7187


Aprendizagem Industrial de Operador de máquinas de fabricar papel - SENAI Canoinhas

Fotos: Divulgação SENAI

Aprendizagem Industrial de Assistente administrativo industrial - SENAI Canoinhas

Aprendizagem Industrial de Operador de máquinas de fabricar papel - SENAI Canoinhas

SENAI UNIDADES DE: CANOINHAS, FRAIBURGO E VIDEIRA Gincana - SENAI Videira

Aprendizagem Industrial de Assistente administrativo industrial - SENAI Canoinhas

Outubro Rosa - SENAI Videira

Work Coffee - Parceria EEB Madre Terezinha Leoni

Aprendizagem Industrial de Eletricista de manutenção - SENAI Canoinhas

46 REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

Gincana - SENAI Fraiburgo


Aprendizagem Industrial de Operador de máquinas de fabricar papel - SENAI Canoinhas

Aprendizagem Industrial de Assistente administrativo industrial - SENAI Canoinhas

Aprendizagem Industrial de Mecânico de manutenção de máquinas em geral - SENAI Canoinhas

Mundo SENAI Videira

Aprendizagem Industrial de Eletricista de manutenção - SENAI Canoinhas

Semana da Biblioteca - SENAI Videira

Aprendizagem Industrial de Operador de máquinas de fabricar papel - SENAI Canoinhas

Galera do SENAI -Fraiburgo

Outubro Rosa - SENAI Videira

www.portalits.com.br 47


Felipe, Cabrieli e Juninho

Felipe, Juninho, Paula, Katia, Juliana, Cassia, Fabiane, Claudinéia e Cabrieli

TERCEIRÃO ESCOLA PROF. PATRÍCIO JOÃO DE OLIVEIRA CUNHA PORÃ Felipe, Juninho, Paula, Katia, Juliana, Cassia, Fabiane, Claudinéia e Cabrieli

Fabi e Cassia

48

Felipe, Juninho, Paula, Katia, Juliana, Cassia, Fabiane, Claudinéia e Cabrieli

Claudinéia e Cabrieli

Fotos: Divulgação

Felipe, Juninho, Paula, Katia, Juliana, Cassia, Fabiane, Claudinéia e Cabrieli


. o r u t u f u e s o a u r de sua história. Const

Mu

e l l i v i n Faça U

6 1 0 2 o v i t e l se

O SUL SÃO FRANCISCO D

JOINVILLE a

as – Biologia Marinh • Ciências Biológic • Gestão Portuária

L

SÃO BENTO DO SU

Empresas • Administração – is be • Ciências Contá • Direito – Bacharelado • Educação Física • Gestão Comercial

Empresas • Administração – a Produção e Logístic – o • Administraçã a enciatur • Artes Visuais – Lic – Licenciatura as gic oló Bi iversidade • Ciências eio Ambiente e Biod M – as gic oló Bi ias • Ciênc is • Ciências Contábe icas • Ciências Econôm ior ter • Comércio Ex ão Digital • Design – Animaç s ore eri Int – • Design a od M – n • Desig to de Produto ação Visual ou Proje • Design – Program • Direito – Licenciatura • Educação Física ntal e Sanitária • Engenharia Ambie odução (Mat./ Not.) • Engenharia de Pr

possibilidade de

BOLSAS DE ESTUDO

inscreva-se

univille.br

ftware • Engenharia de So ica ân • Engenharia Mec • Farmácia • Fotografia • Gastronomia tura • História – Licencia tura • Letras – Licencia ciatura en • Pedagogia – Lic ) at. • Psicologia (M ação • Sistemas de Inform


Luana, Nicole, Gabriella e Gabriela

Fotos: Divulgação

Anna Beatriz, Hugo, Lucas e Gabriel

Laura, Laura, Guilherme, Ronaldo e Vitor

TRADICIONAL FOTO NA ESCADARIA DO ROSÁRIO Turma do 2º ano do Ensino Médio

50

Família COC Floripa reunida

COC FLORIPA Tamara, professora Regina, Malu Beatriz e Letícia


NOVO

VOCÊ COM UM CHIP SÓ Colégio Elisa Andreoli

Colégio Maria da Glória

INTERVALO SHOW COLÉGIOS ELISA ANDREOLI E MARIA DA GLÓRIA SÃO JOSÉ E BIGUAÇU

Fotos: DM Fotografia

Colégio Elisa Andreoli

Colégio Maria da Glória

52

REVISTA ITS | É NA ESCOLA QUE A GENTE ACONTECE

Colégio Maria da Glória

Colégio Elisa Andreoli


Colégio Elisa Andreoli

Colégio Maria da Glória

Colégio Maria da Glória

Colégio Maria da Glória

Colégio Elisa Andreoli

Colégio Maria da Glória

Colégio Elisa Andreoli


Por Vanessa Esteves www.esteveswhere.com

SAIDEIRA

As oportunidades de viver Tem dias que a gente acorda sem

eram amigos, todos se animavam com

que os dias que se sucedem nos propor-

vontade de viver. Nem se senta no ban-

tão pouco e todos sorriam sem esperar

cionam. Você pode até reclamar, mas no

co preferido do ônibus, mas ainda assim

nada em troca.

fundo sabe que cada dia é um novo co-

deseja um bom dia ao motorista. Músi-

Mas agora você sabe que as exigên-

meço, uma nova etapa, uma nova chan-

cas aleatórias tocam no fone de ouvido,

cias aumentaram, a concorrência já faz

ce para viver. E de nada adianta querer

até que todas elas dão lugar àquelas que

parte da rotina e talvez até o individua-

enxergar o nascer do sol se você insiste

a gente mais gosta. De repente o sol apa-

lismo esteja mais presente na sociedade.

em ficar trancado em um lugar sem luz.

rece e o céu fica com um tom aquarela

Só que enquanto você está olhando para

Na verdade, de nada adianta querer ter

que qualquer criança desejaria para um

o céu, você sente o seu corpo mais leve e,

uma vida diferente se você achar que

desenho. Então você fica ali, olhando

de repente, tudo começa a fazer sentido.

tudo é igual, monótono ou sem graça.

pela janela, com sua música favorita to-

Você cria forças para viver mais um dia,

Quantas oportunidades você já perdeu

cando e desejando que aquele momento

você tem vontade de contar a todos o

porque nem se deu o trabalho de se ar-

não acabe.

que sente e você sente um sorriso brotar

riscar, não é mesmo?

Você não quer ir à aula, ao trabalho

próprio no rosto.

As oportunidades de viver são

ou a qualquer compromisso que seja.

Talvez a cama tivesse sido o melhor

imensas, mas muitas vezes você não

Você só quer que o ônibus continue com

lugar para se ficar nesta manhã, mas

as enxerga porque está mais preocu-

a viagem, porém sem parar no ponto de

você não saberia as oportunidades que

pado com os problemas pessoais do

sempre. Porque você sabe que a semana

teria se não saísse em busca de mais

que com pequenos detalhes da vida.

está só começando e que terá que aguen-

aventuras neste dia normal. A rotina

Às vezes, é preciso parar e simples-

tar as mesmas pessoas com os mesmos

pode até cansar, mas há sempre surpre-

mente respirar fundo e deixar tudo

olhares cansados e desanimados de

sas escondidas até nos dias mais simples.

voar para bem longe, como fazem os

sempre e isso, de alguma forma, o afeta.

Certamente viver é essa mistura de

pássaros que nos acompanham pela

Você sente falta dos anos em que todos

oportunidades, aventuras e surpresas

manhã no nosso caminho.

que enquanto “ Só você está olhando para o céu, você sente o seu corpo mais leve e, de repente, tudo começa a fazer sentido

56

Vanessa Esteves tem dezoito anos, mora em Florianópolis, é blogueira desde 2012 e futura jornalista. Apaixonada por livros, escrita, música, sorrisos e azul. Acredita que pode mudar o mundo (ou pelo menos uma parte dele) com suas palavras. Acesse: esteveswhere.com e saiba mais da garota


tim.com.br

NOVO

A

PAR M É B M A T E LIGU

R E U Q L A QU A R O D A R E OP GAR A MAIS POR ISSO.

SEM PA TERNET. N I A N S I A M E NAVEGUE

MB + SMS 0 5 1 0 0 1 UTOS + INTERNET MIN

QUER PARA QUALORA OPERAD

L FIXO E MÓVEM O 41 CO D D D E L LOCA

S A I D 7 7 R$ UM CHIP SÓ.

APENAS

VOCÊ COM

ATIVE DURANTE O CADASTRO OU ENVIE A PALAVRA PRE150 PARA 4141. MINUTOS VÁLIDOS PARA FALAR COM NÚMEROS DA TIM, DE QUALQUER OPERADORA (MÓVEIS E FIXOS) E DE OPERADORAS SME COM PERFIL ASSINANTE PESSOA FÍSICA, EM LIGAÇÕES LOCAIS E LDN (COM O 41) PARA TODO BRASIL. OFERTA VÁLIDA ATÉ 20/01/2016.

TIM Pré 150 - Por R$7,00 (preço promocional) você tem durante 7 dias: (1) 100 minutos em ligações, (2) 150MB de internet e (3) torpedos para qualquer operadora, sem restrições. Ao chegar ao fim do 7º dia os benefícios serão renovados de forma recorrente enquanto o cliente tiver créditos (R$7,00). Para o uso de internet, a velocidade de referência é de até 1Mbps na rede 3G e 5Mbps na rede 4G. Oferta válidapara utilização dentro da rede da TIM e válida até 20/01/2016. Para mais informações, consulte o regulamento em tim.com.br.

Its 124 novembro  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you