__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 40

Informativo Técnico Comercial

Uniwall® MOS 25: melhoria dos parâmetros produtivos em aves de postura comercial em períodos de estresse térmico A combinação exclusiva de três tipos de Ácidos Orgânicos e Parede Celular de Levedura permite ao Uniwall® MOS 25 garantir, através de três vias de ação que o trato digestivo das aves fique protegido da proliferação de enteropatógenos

O

Uniwall® MOS 25 é uma ferramenta que visa o favorecimento da saúde intestinal e a proteção contra desafios entéricos. Além de complementar a biosseguridade e a segurança alimentar da cadeia de produção avícola. Uniwall® MOS 25 é a combinação estratégica de três componentes: blend de ácidos orgânicos, parede celular de levedura e carrier mineral, o que resulta em uma interação sinérgica, garantindo proteção contra desafios intestinais e melhorando os resultados produtivos. A combinação exclusiva de três tipos de Ácidos Orgânicos e Parede Celular de Levedura permite ao Uniwall® MOS 25 garantir, através de três vias de ação (descritas abaixo), que o trato digestivo das aves fique protegido da proliferação de enteropatógenos. Um intestino íntegro, saudável e menos desafiado resulta diretamente em uma melhor eficiência produtiva, com melhores índices de desempenho zootécnico. 1. OS ÁCIDOS ORGÂNICOS E SEUS SAIS A combinação de diferentes ácidos e sais proporcionam uma ação sinérgica que potencializa suas propriedades físico-químicas. Ação dos Ácidos Orgânicos: Uma vez no trato gastrointestinal, os ácidos orgânicos (fórmico, acético e propriônico) protegidos, em sua forma não dissociada, tem capacidade de penetrar passivamente na célula bacteriana. Dentro da bactéria, inicia-se o processo de dissociação dos ácidos em ânions e cátions. A forma aniônica (RCOO-) do ácido orgânico dissociado não pode ser excretada pela

bactéria, tornando-se tóxica e interferindo diretamente na síntese de DNA. Os cátions (H+) provocam um estresse ácido pela diminuição do pH interno do microrganismo. A bactéria procura reestabelecer seu equilíbrio excretando esse (H+), o que gera um gasto energético excessivo que interrompe seu processo reprodutivo. 2. A PAREDE CELULAR DE LEVEDURA (MOS + β-GLUCANOS) O complexo Mananoligossacarídeos e β-Glucanos exerce suas ações benéficas no trato gastrointestinal por diversos mecanismos, entre eles: Adesão de bactérias patogênicas: O complexo de parede celular de leveduras possui capacidade de aderência e aglutinação de determinadas bactérias patogênicas (detentoras de fímbrias de tipo 1), evitando que as mesmas sejam capazes de ligar-se aos receptores presentes na superfície dos enterócitos.

Ação Prebiótica: O complexo de parede de leveduras possui carboidratos não digeríveis pelas aves, e que constituem um substrato específico e rapidamente disponível para as bactérias ácido-láticas. Esses carboidratos incrementam a taxa de multiplicação das bactérias benéficas, bem como estimulam a produção de ácidos orgânicos resultantes de seu metabolismo.

40 Revista do Ovo

Profile for Mundo Agro Editora

Revista do OvoSite - Edição 61