Page 1

REVISTA INTERNA DO GRUPO VIBRA Abril 2016 | Ed. 4

REVISTA

Vibramos e crescemos juntos

Faça a sua parte!

Conheça mais sobre o programa que vai sustentar o nosso crescimento PÁGINA 6

Como agir para garantir o melhor desempenho da empresa

PÁGINA 10

Política de SSMA: saúde, segurança e cuidados com o meio ambiente


EDITORIAL

Atitude positiva para seguirmos crescendo

O Grupo Vibra tem planos de seguir buscando o crescimento da empresa e dos funcionários. Em um momento no qual são feitas várias reflexões sobre o cenário político e econômico do país, seguiremos investindo em tudo o que nos trará retornos positivos, porém com muita cautela. Todos devem ser protagonistas com o objetivo de seguirmos fortes no mercado e planejarmos um futuro cada vez melhor. O cenário atual traz muitos desafios, e por isso estamos nos resguardando das ameaças econômicas e políticas com a atitude de investir corretamente. Na página 4, você irá saber como faremos isso. Porém, precisamos de uma mudança geral de atitude de todos nós, desde as menores decisões até grandes planejamentos. Este é o momento de evitar totalmente os gastos desnecessários e de usar racionalmente os recursos dos quais dispomos para trabalhar. Tudo isso, claro, cuidando do meio ambiente e investindo em questões que ajudem a melhorar a sociedade. Ao ler as matérias, você poderá entender melhor como o Grupo Vibra encara essas questões e compreender como você pode fazer a sua parte. Com pequenas ações (como apagar a luz ao sair da sala ou imprimir somente o que for necessário) e sua atitude positiva, teremos grandes resultados. Nas páginas da revista, falaremos de exemplos de ações e de colegas que têm boas atitudes para que você possa se inspirar. Contamos com você! Gerson Müller

Diretor-superintendente

Ex

pe

nte e i d

A Revista Soma é uma publicação trimestral voltada aos funcionários do Grupo Vibra.

COORDENAÇÃO GERAL: Caroline Nascimento - Recursos Humanos GERENTE: Adalgisa Porto PROJETO E EXECUÇÃO: iNÓSS Endomarketing PROJETO GRÁFICO: Fabíula Azevedo

CONSULTORIA JORNALÍSTICA: Cristina Wagner (MTB 12412) REDAÇÃO: Gabriela Gonçalves e Paula Barcellos (MTB 17144) DIAGRAMAÇÃO: Graziella Morrudo TIRAGEM: 4.500 exemplares FOTÓGRAFOS: Douglas Silva Costa, Juliana Moscofian, Tonymar Ramos e divulgação.


ATITUDE

Viva a diferença! As pessoas são diferentes, seja no trabalho, seja fora dele. Conviver com estas diferenças pode ser desafiador. Mas elas também podem ensinar muito e, se soubermos aproveitá-las, cultivaremos relações positivas e que darão muitos frutos Um dos principais problemas nos relacionamentos é a dificuldade de se colocar no lugar do outro. Ou seja, de se identificar com a outra pessoa, de sentir o que ela sente, de querer o que ela quer, de tentar entender uma questão da mesma forma que ela. Isso é empatia.

Pense nisso:

Como seria nosso trabalho se todos pensassem igual?

O segredo do bom relacionamento é sermos flexíveis. Assim, podemos ensinar e aprender, aproveitando as vantagens que as diferenças trazem.

Diferenças evidentes Deficiência | gênero | local de origem nível cultural | classe social | cargo

Diferenças mais difíceis de identificar Momento de vida | personalidade problemas enfrentados | experiências conhecimentos | humor do dia

O que seria da empresa se todos soubessem fazer as mesmas atividades?

É preciso:

CONVERSAR TER PACIÊNCIA E STA R D I S P O N Í V E L

CONVIVER

RESPEITAR APRENDER ESCLARECER

AJUDAR

ENSINAR

ADMIRAR REFLETIR

OBSERVAR

ATENÇÃO O orgulho faz com que as pessoas se esqueçam de que elas também têm seus defeitos. Então, coloque-se no lugar do outro e tente entendê-lo. Se você não se dá bem com alguém, provavelmente deve ter contribuído para isso acontecer.

Saber aproveitar da melhor forma as diferenças é um critério importante para o crescimento sustentável de todos nós.

GRUPO VIBRA

3


ESTRATÉGIA

O Grupo Vibra vem buscando o crescimento sustentável. E o que significa ser sustentável? A primeira coisa que costuma vir à cabeça é a preocupação com o meio ambiente. Mas a sustentabilidade vai muito além disso Pense que, para uma empresa ficar forte por muitos anos, ela precisa de alguns pilares que a sustentam: econômico, social e ambiental (leia mais ao lado). Neste momento, o principal deles, aqui na Vibra, é o econômico. Caso algum deles enfraqueça, ocorre um grande desequilíbrio. É preciso se preocupar com estes pilares tanto no dia de hoje, como daqui a algum tempo, sempre pensando em como essas ações vão se refletir nas gerações futuras.

Crescimento sustentável em prática O Grupo Vibra vem tomando algumas iniciativas para seguir por este caminho. Nosso Planejamento Estratégico, por exemplo, já está sendo feito com base nos três pilares. Outra ação

4

REVISTA SOMA

adotada é que passamos a estudar quais são os gastos realmente necessários e quais podem ser reduzidos. Controlar despesas não significa que deixaremos de crescer e de promover o seu crescimento. Muito pelo contrário! Investir na ampliação e melhoria das unidades e nas aquisições com inteligência só nos fará crescer ainda mais e da maneira correta.

Você faz parte disso! Além das iniciativas citadas acima, precisaremos do seu engajamento. Você é parte fundamental neste momento para que possamos, juntos, desenvolver essa cultura não só dentro da empresa, mas também no seu dia a dia fora dela. Para ajudar nesta missão, saiba um pouco mais sobre os três pilares da sustentabilidade.


OS TRÊS PILARES DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL SOCIAL É o cuidado com as pessoas. Seja com os funcionários, ao se cumprir leis trabalhistas e preocupar-se com a segurança e a qualidade de vida, seja com as comunidades próximas, desenvolvendo ações de cultura e educação, lazer e combate à violência.

Toda atividade humana tem algum tipo de impacto ambiental. O uso de recursos naturais, a produção de poluentes e a emissão de gás carbônico são alguns exemplos. O simples fato de viver o dia a dia, produzir lixo e consumir alimentos já tem sua parcela nisso tudo. E é por isso que todos na Vibra devem diminuir esse impacto – seja nas grandes ou pequenas atitudes.

ECONÔMICO É a preocupação com o crescimento da empresa, o lucro e o uso inteligente de recursos, mas sem deixar de lado os dois outros pilares em cada decisão.

Entender como é possível contribuir para um mundo melhor, gerando resultados positivos para os três pilares, ajuda bastante e funciona como exemplo para outras pessoas perceberem os benefícios de uma vida mais sustentável. Em todas as unidades, estamos trabalhando para alinhar as empresas e as pessoas aos nossos objetivos.

Tomar decisões e agir de acordo com estes três pilares é o que garante o crescimento sustentável do Grupo Vibra.

Para refletir Nosso foco no momento é o pilar econômico, que diz respeito ao consumo consciente e à redução do desperdício. Mas por quê?

Apenas uma empresa que acompanha o mercado e está com suas finanças saudáveis consegue fazer sua parte. Por exemplo, dar oportunidades para seus funcionários, ajudar a sociedade por meio de programas de responsabilidade social e preservar o meio ambiente. Se cada um fizer a sua parte, todos ganham: a empresa, a sociedade, você e sua família! Ser financeiramente saudável também garante o crescimento de uma empresa, os empregos, a movimentação econômica nas cidades em que a organização está inserida, entre outros benefícios.

GRUPO VIBRA

5


Para fortalecer o pilar social, o Grupo Vibra desenvolve algumas ações. Conheça: Aulas de português para haitianos – a Vibra oferece, em Pato Branco e Itapejara D’Oeste (PR), oficinas gratuitas de português para os funcionários haitianos. O objetivo é que eles possam dominar o básico de conversação da língua para o trabalho e para o dia a dia fora da empresa. Sala de Leitura – através da Lei Rouanet de incentivo à cultura, a Vibra investiu em uma Sala de Leitura na Creche Remanso da Pedreira, uma ONG de Pato Branco (PR). A sala tem um grande acervo de livros infantis, disponível para as crianças carentes atendidas pela creche. Gruta Rei do Mato – o Grupo Vibra é um dos responsáveis pela preservação da Gruta Rei do Mato, localizada em Sete Lagoas (MG). A gruta é um espaço de Conservação Estadual de Proteção Integral e um símbolo folclórico na cidade. Apoio ao Centro Histórico-Cultural Santa Casa – a Vibra é uma das principais apoiadoras do Centro Histórico-Cultural Santa Casa (CHC), em Porto Alegre (RS). O CHC é símbolo de produção e divulgação de diferentes manifestações da cultura regional e brasileira. Conta com teatro, museu e arquivo histórico do hospital.

Atitude

positiva já! Saiba como agir para estar com o Grupo Vibra nesta jornada em busca do crescimento sustentável e garanta o nosso melhor desempenho por muitos e muitos anos

Seja mais produtivo

Pense diferente

Analise os problemas que prejudicam sua eficiência e faça ajustes nas suas atitudes e no seu jeito de trabalhar. É preciso entregar mais. Ficar se justificando não ajuda.

Busque soluções e novas maneiras de agir.

Mostre suas habilidades

Poupe

Superação, capacidade de improvisar, coragem e lealdade à empresa são fundamentais.

Economize tudo o que for possível: água, luz, materiais, tempo.

Evite comentários negativos

Faça o seu melhor

Ficar dizendo que vai dar tudo errado ou que as coisas não estão boas, além de ser chato, contamina o ambiente, o que só prejudica o nosso crescimento.

Encare a realidade e dedique 100% do seu empenho às atividades.

Seja flexível

Seja leal e coopere com os colegas

Encare de mente aberta as mudanças, pois o que ficou para trás não volta. Veja como transformá-las em oportunidades de ser um profissional ainda melhor.

Trabalhar em harmonia sempre traz resultados melhores.

Ah, esta é uma ótima oportunidade de mostrar o seu melhor, se desenvolver e ser cada vez mais profissional. Fique ligado! A partir de agora, você irá acompanhar as ações da campanha de Atitude Positiva.

6

REVISTA SOMA


ESTRATÉGIA

Investimento inteligente,

crescimento sustentável

Você já deve ter percebido que o Grupo Vibra está crescendo, gerando empregos e promovendo o desenvolvimento dos funcionários junto à empresa. Para que isso tenha continuidade, estamos focados no investimento inteligente. Isso significa continuar investindo em ampliação, melhoria ou novas aquisições, mas da maneira correta, ou seja, respeitando os pilares da sustentabilidade e visando ao crescimento da empresa e ao seu. O principal investimento é a construção do Incubatório de Coronel Vivida (PR). Ele irá dar conta de todo o aumento da produção dos frigoríficos de Itapejara D’Oeste e Pato Branco (PR), que foram ampliados. O Incubatório irá gerar 87 novos postos de trabalho neste primeiro momento, mas já está prevista uma ampliação da unidade, que dará origem a mais 20 vagas.

Você sabia? O Incubatório de Coronel Vivida é um dos mais modernos do país. Ele tem tecnologia de ponta e máquinas importadas, o que garante a automatização em diversas etapas do processo como vacina, contagem e lavagem das caixas. Isso traz ainda mais excelência em todas as fases do processo, permitindo que a empresa siga crescendo sem perder a qualidade pela qual é conhecida.

A estrutura da Vibra está sempre crescendo. Credibilidade e transparência são a base do relacionamento com clientes, com funcionários e com toda a sociedade. Investimentos inteligentes são essenciais para seguir neste caminho.

GRUPO VIBRA

7


MERCADO

Grupo Vibra ganha

territórios no Rio Grande do Sul e na China

Todos os dias, milhares de pessoas movimentam o processo de produção na empresa. Essa dedicação, junto ao empenho da área comercial, foi o que fez com que o Grupo Vibra entrasse em mais de 35 países. Agora, ela é refletida em negociações com novos mercados. Recentemente, duas operações comerciais foram fechadas. Confira: Produtos chegam à China Depois de habilitar a unidade de Sete Lagoas (MG) a exportar para a China, representantes do Grupo Vibra foram ao país asiático para negociar as vendas. Essa conquista valoriza o produto final, uma vez que lá ele é vendido por um preço mais alto em relação ao do Brasil. O próximo passo é habilitar as outras unidades e manter o padrão de qualidade necessário. A China representa um mercado novo e importante, que ampliará a exportação do Grupo Vibra consideravelmente. “Também estamos trabalhando em uma série de ações para aprovar o processo de habilitação europeu. Esperamos que isso seja finalizado até a metade do ano, pois possibilitará que o nosso produto entre em diversos países em breve”, diz Ricardo Martins, Gerente de Vendas de Mercado Externo. Na foto, registro da visita ao mercado atacadista de Shenzhen, um dos maiores e mais modernos da China.

Asun: porta de entrada para grandes redes do Sul Milton Nakasone, Gerente de Vendas do Mercado Interno, explica esta novidade: “Estamos entrando em uma das cinco maiores redes de supermercados do Rio Grande do Sul”. Ao oferecer um serviço de distribuição excelente e produtos que agradam aos consumidores, o Grupo Vibra quer ser uma referência dentro dos supermercados Asun. Mais do que isso, o negócio abre portas para outros grandes clientes, como a rede Zaffari.

8

REVISTA SOMA


GOVERNANÇA

O que ganhamos com a governança corporativa? Imagine uma cidade sem prefeito, sem normas de trânsito, sem regras. Cada um faz o que quer, bagunça generalizada. É preciso ter normas e leis – ou seja, estabelecer um governo, para dar condições de segurança, estabilidade e conforto aos moradores. Este também é o papel da governança corporativa nas empresas. Magda Ehlers, sócia-fundadora do Instituto Sucessor, tem mais de 26 anos de experiência na área. Ela participou do processo de implantação da Governança no Grupo Vibra e falou à Revista Soma sobre o assunto: Revista Soma: Como podemos resumir o que é governança corporativa? Magda Ehlers: Quando uma empresa adota a Governança Corporativa, está dizendo que quer se organizar, ter transparência e segurança. Isso se reflete em todos os níveis. Uma vez que inicia o processo, a empresa passa a ter longevidade, ou seja, garantias de que irá funcionar por muito tempo. Ela não fica apenas na mão do dono, pois passa a ter a atuação de profissionais de mercado, relatórios gerenciais, indicadores e políticas claras, entre outras medidas. Os bancos, os fornecedores e os clientes veem a empresa com outros olhos, assim como os funcionários, que podem ter certeza de que as decisões tomadas são as melhores para todos.

Revista Soma: Como isso influencia em nosso trabalho? ME: Influencia em diversos aspectos. »» A empresa fica menos vulnerável, ou seja, tem segurança, organização e garantia de continuidade. »» A diretoria passa a ser avaliada. »» As decisões são mais fundamentadas. »» As áreas têm planejamento, orçamento. »» A empresa consegue ser menos pessoal, toma decisão em cima de dados e fatos. Isso garante ao profissional que, se fizer um bom trabalho, terá mais espaço. É melhor de avaliar o desempenho a partir de combinações feitas antes. Para quem quer ser avaliado por mérito, é bom. Revista Soma: O que muda em empresas que passam por este processo e têm a governança madura? ME: Há mais engajamento, um clima positivo, seguro e profissional. Antes da governança, a empresa é menos profissional. Depois, passa a ter um código de ética para orientar comportamentos e políticas de recursos humanos mais claros. Cada um tem o seu papel muito claro na organização. As metas e estratégias são conhecidas por todos, o que faz com que as pessoas se sintam donas e participem mais das soluções.

“A Governança Corporativa é um sinal de maturidade dos sócios e do desejo deles de dar continuidade ao negócio. Significa que eles desejam que o funcionário se sinta seguro e tranquilo para dedicar a sua vida profissional ao Grupo Vibra.” Magda Ehlers, Sócia-fundadora do Instituto Sucessor


SEGURANÇA

POLÍTICA DE SSMA:

Uma ferramenta para o crescimento sustentável Segurança, saúde e meio ambiente (SSMA) são prioridades no Grupo Vibra. A Política de SSMA reúne práticas relacionadas a estes três temas em doze pilares. Através dela, todos têm diretrizes para aumentar a segurança, a proteção com a saúde, melhorar as condições de trabalho e a preservação do meio ambiente. O foco é mudar a cultura para priorizar a prevenção, evitando os desvios de comportamento que levam a acidentes e melhorando o bem-estar e a qualidade de vida dos funcionários, bem como o meio ambiente. Além disso, é importante entender como atuar caso algum acidente chegue a acontecer. “Trabalharemos muito com práticas para a vida, ou seja, com formas de levar essas ações para o nosso dia a dia”, explica Gerson Dalcin, Coordenador de SSMA. Ao lado, conheça cada um dos pilares da Política de SSMA.

“O funcionário deve ter consciência de que os cuidados que constam na política não são importantes apenas para a empresa, mas principalmente para ele também.” Gerson Dalcin, Coordenador de SSMA

10

REVISTA SOMA

SSMA

SEGURANÇA, SAÚDE E MEIO AMBIENTE


Mão na massa!

Treinamento, capacitação e conscientização: promovemos a educação contínua em temas relacionados à saúde, à segurança e ao meio ambiente, reforçando nosso compromisso com o bem-estar de todos.

Saiba como colocar os pilares da Política de SSMA em prática no dia a dia:

2

Conceito “líder dono da área”: o líder é responsável pelas pessoas ao seu redor e deve ser um exemplo positivo.

Compartilhe o que aprender nos treinamentos de segurança com a sua família e os seus amigos.

3

Disciplina operacional: seguimos as regras sem buscar atalhos, garantindo um ambiente de trabalho seguro.

1

4 5 6 7 8

Análise e gestão de riscos e impactos: identificamos riscos e impactos das atividades executadas. Barreiras: criamos “obstáculos” para minimizar os riscos de acidentes em atividades não rotineiras. Comportamento seguro sustentável: investimos em treinamentos e campanhas de conscientização. Análise e investigação de acidentes e incidentes: analisamos os incidentes e acidentes ocorridos para que eles não se repitam. Gerência ativa de SSMA: a gestão deve ser proativa, e a sua participação é fundamental para o sucesso do programa.

9

Engenharia de processo: aplicamos os mais modernos processos, com o objetivo de preservar o meio ambiente e garantir a segurança e a saúde das pessoas.

10

Segurança de terceirizados: somos responsáveis por eliminar riscos de acidentes a terceiros, assim como eles devem seguir as regras internas do Grupo Vibra.

11

Preparação para emergência e contingência: estamos sempre preparados para emergências e situações adversas, garantindo rápido atendimento nesses casos.

12

Conformidade de requisitos legais: cumprimos todas as leis brasileiras pertinentes às áreas de segurança, saúde e meio ambiente.

__________

__________ Tanto em casa quanto na empresa, use ferramentas adequadas para cada atividade e observe a maneira correta de executá-la. Nunca improvise com as mãos. __________ Atalhos na maneira de trabalhar são perigosos. Pare e pense antes de agir. Reflita sobre tudo o que você deve fazer, em como fazer e que impacto terá se não o fizer. __________ Crie formas de distanciar a possibilidade de acidente de você. Para cada situação de risco, barreiras podem ser aplicadas para minimizar e até mesmo eliminar o risco de acidente.

__________ Leia mais na página 4.

__________ Nunca deixe de informar sobre qualquer incidente ou acidente.

__________ Informe-se sobre o que fazer em situações de emergência. Sempre siga as instruções dos brigadistas.

GRUPO VIBRA

11


GENTE

Nos bastidores Quase 4 mil pessoas trabalham no Grupo Vibra. A maioria delas atua em áreas relacionadas ao produto final da empresa: granjas, laboratórios, frigoríficos, produção, entre outras. E por trás de todo esse cenário, há funcionários atuando em atividades de apoio, não diretamente ligadas ao produto, mas muito importantes para manter os processos funcionando e garantir a qualidade de nossa entrega final. A Revista Soma conversou com Grasiela, Janete e Genearley, três exemplos de atuação nessas áreas:

Grasiela do Prado, Recepcionista da unidade de Montenegro (RS)

“O meu trabalho é ‘global’ porque lida com todos os setores. Sou recepcionista e telefonista, então atendo ao telefone e aos diretores, passando recados e fazendo agendamentos, gerencio as questões de viagens, além de outras tarefas. Eu adoro essa correria! O maior desafio foi aprender sobre as viagens, porque não tinha conhecimento sobre isso.

A Vibra investiu em mim. Eu comecei na Produção e depois passei para a Portaria. Assim, conheci várias áreas e pessoas e entendi como funcionam os procedimentos, o que me ajudou bastante na nova função. Tive uma oportunidade e quero responder à altura. Pretendo estudar, fazer faculdade e seguir me dedicando.”

Janete da Silva Correa, integrante da equipe de Higienização da unidade de Itapejara D’Oeste (PR)

“Eu trabalho na higienização do lado de fora do abate. Com meu trabalho, as áreas de uso comum ficam limpas e organizadas, e isso traz uma sensação de bem-estar para os colegas. O contato com os funcionários é a melhor parte da minha rotina.

Temos um bom relacionamento, eles são como uma família para mim. Procuro me dedicar a tudo que faço e, por isso, há dois anos retomei meus estudos junto com meu marido. Além disso, pretendo voltar a fazer um curso de computação que iniciei.”

Genearley Martins de Oliveira, Auxiliar de Portaria da unidade de Sete Lagoas (MG)

“Recebo os visitantes e os funcionários, controlo o acesso dos caminhões, passo ligações, recebo notas... Também oriento funcionários em relação às normas da empresa, à velocidade permitida. Isso tudo ajuda na organização da Vibra, evita transtornos na produção e, consequentemente, na qualidade do produto. 12

REVISTA SOMA

Imagina se passa pela portaria uma pessoa com alimento (prática proibida na unidade), por exemplo, e ele vai parar em nosso produto. É a nossa marca que está em jogo! O frigorífico é bem movimentado o dia todo. A gente trabalha para manter tudo sempre em ordem para evitar qualquer problema. Tento ajudar no que for possível”.


POR VOCÊ

FOCO : A concentração é essencial para realizar muitas atividades diárias, seja no trabalho, seja fora dele. Com a internet, pequenas distrações como uma mensagem se tornam muito mais atrativas do que as tarefas. Um barulho inesperado, alguém chamando o seu nome ou problemas pessoais que não saem da cabeça também podem dificultar a realização das tarefas. Para vencer essas distrações, é preciso ter foco. Organização é a regra básica para garantir um melhor desempenho. Desligar o celular ou determinar um período de tempo para utilizá-lo podem ser os primeiros passos. Listar as prioridades e se dedicar a uma tarefa por vez também facilitam o trabalho.

com ele vamos

mais longe

Outra dica importante é definir, no dia anterior, o que deverá ser feito no dia seguinte. Assim, ao chegar à empresa no início do seu expediente, você saberá exatamente por onde começar. Ao iniciar uma tarefa, é preciso concentrar-se nela até o fim. E, caso tenha problemas para concluir, a melhor solução é pedir ajuda. Com materiais organizados, disciplina, dedicação e o auxílio necessário, ficará mais fácil resolver qualquer imprevisto.

Lembre-se: foco, organização e determinação são exemplos de atitude positiva e podem inspirar os outros funcionários!

GRUPO VIBRA

13


PERFIL

. que vem das palavras . Um cara feliz da vida. É assim que José Cerino, Líder de Núcleo da Granja Vendinha, em Montenegro (RS), se define. Todos os dias, ele distribui tarefas, coordena e orienta o trabalho de oito funcionários. Há quase 13 anos na empresa, José é exemplo de motivação, tem sede de resultados e um conhecimento impressionante sobre a produção da granja. Sua função vai além de acompanhar o trabalho da equipe: ele está sempre preocupado com as pessoas. “Nós trabalhamos como uma família. Se meus funcionários não estiverem bem fora da granja, não estarão bem aqui dentro”, conta José. Sempre em busca das melhores soluções, o líder reforça a importância que o Grupo Vibra dá para a qualidade de vida, apostando na tecnologia e facilitando as tarefas. José valoriza o trabalho feito com vontade e faz a sua parte para que a equipe aja exatamente assim, ou seja, se coloca no lugar de cada pessoa. Sempre atento, conversa, escuta, compreende e faz o que estiver ao seu alcance para ver a equipe realizada. O maior sonho de José é a formatura dos filhos, já que ele não teve a oportunidade de concluir os estudos e se tornar veterinário. Casado há 26 anos e com três filhos, adora tomar chimarrão com a família no fim do dia. Como diretriz de vida, segue o conselho do pai, já falecido: “Lute pelos seus objetivos com honestidade. O que é para ti, virá”. Dentro do Grupo Vibra, o objetivo é seguir cada vez mais empenhado: “Quero fazer meu trabalho, ver a empresa e as pessoas gostando da minha atuação. Para mim, está mais do que bom”. Com simples – e valiosas – atitudes diárias, José Cerino transforma suas palavras em incentivo e sua equipe, em uma família.

14

REVISTA SOMA


TALENTOS

“Nós podemos

fazer a diferença”

Com esta mensagem, Márcio Henrique Faria dos Anjos resume o significado do trabalho voluntário que realiza. Auxiliar de Plataforma em Sete Lagoas (MG), Márcio dá aulas de música para crianças da periferia aos sábados. Com duas turmas em igrejas diferentes, ele acredita que o estímulo musical e a paixão pelos instrumentos são essenciais na educação e no crescimento de crianças e adolescentes. “Mais do que dar aula, eu converso com os meus alunos, pergunto sobre a escola e o comportamento em casa. Nós oramos juntos e ajudamos uns aos outros”, explica. Márcio defende que a atividade é uma forma que os aprendizes têm de aproveitar o tempo de maneira educativa e divertida. Além disso, ele compara sua função de músico ao seu trabalho no Grupo Vibra: “Se eu tiver a oportunidade de ser um líder, eu vou incentivar tanto meus alunos quanto os colegas de trabalho a buscarem o mesmo”. Com orgulho, o voluntário conta que um dos seus alunos já toca guitarra melhor do que ele, mostrando que o incentivo dá resultados. Professor de música há um ano, Márcio se dedica a ser um exemplo e inspirar as crianças a também ajudarem o próximo.

“Mais do que dar aula, eu converso com os meus alunos, pergunto sobre a escola e o comportamento em casa. Nós oramos juntos e ajudamos uns aos outros.” Márcio Henrique Faria dos Anjos, Auxiliar de Plataforma em Sete Lagoas (MG)

GRUPO VIBRA

15


Revista Soma Edição 4  

Revista voltada ao público interno da empresa Grupo Vibra, com periodicidade trimestral.