__MAIN_TEXT__

Page 1

INFORMATIVO

senarms.org.br sistemafamasul.com.br ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO 2019

OPORTUNIDADE CENTRO DE EXCELÊNCIA EM BOVINOCULTURA DE CORTE LANÇA EDITAL PARA 2º SEMESTRE

SENAR/MS CAPACITA MAIS DE 15 MIL PESSOAS EM 4 MESES

VEJA COMO VAI FICAR A PRODUÇÃO DE MILHO EM MS

TRÊS LAGOAS SEDIA ENCONTRO JOVENS DA AGROPECUÁRIA


ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO DE 2019

EDITORIAL

ÍNDICE Curso Técnico em Agropecuária ........................................3 Educação.........................................................................4 Mercado de Trabalho..........................................................5

OPORTUNIDADE

CENTRO DE EXCELÊNCIA EM BOVINOCULTURA DE CORTE LANÇA EDITAL COM 150 VAGAS PARA 2º SEMESTRE

Transformando Vidas...........................................................6 Produção de Milho...............................................................7 Responsabilidade Social....................................................8 Representatividade Rural ...................................................9 Famasul em Ação.......................................................10 a 12 Programa Agrinho 2019....................................................12 Giro Rural....................................................................13 a 18 Caros produtor e produtora rural, Reservamos o mês de maio, período em que comemoramos o Dia do Trabalhador, para apresentarmos neste Informativo Especial uma série de reportagens que mostram a educação como um agente de transformação para a vida das pessoas.

EXPEDIENTE FAMASUL | Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul Presidente: Mauricio Koji Saito Vice-Presidente: Luis Alberto Moraes Novaes Diretor Secretário: Frederico Borges Stella | Diretor-Tesoureiro: Marcelo Bertoni | 2ª Secretária: Edy Elaine Biondo Tarrafel | 3ª Secretária: Maria Tereza Ferreira Zahran | 2ª

No Centro de Excelência em Bovinocultura de Corte, do Senar, ouvimos alunos que descobriram no setor produtivo uma oportunidade profissional, uma trilha para o futuro dessas pessoas que em nossas salas de aula adquirem informações e trocam experiências. Alguns alunos já têm colocado na prática o conteúdo aprendido na sala de aula.

Tesoureira: Thaís Carbonaro Faleiros Zenatti |3º Tesoureiro: André Cardinal Quintino

Nesta edição, vamos mostrar um balanço do atendimento do Senar/MS em todo o estado, nos quatro primeiros meses de 2019, período em que mais de 15 mil alunos foram capacitados pela instituição.

MEMBROS SUPLENTES DA DIRETORIA

CONSELHO DE VICE-PRESIDENTES Rafael Nunes Gratão |Antonio Umberto Maran |Leonardo Leite de Barros |Saturnino Silverio Pereira |Lauri Dalbosco |Ronan Nunes da Silva | Leandro Mello Acioly | Lucio Damalia | Manoel Agripino Cecílio de Lima

Luciano Cargnin Manfio | Claudio Antonio Straliotto | Robson Velos Ribeiro | Yoshihiro Hakamada | Moezis José dos Santos | Gilmar Siqueira de Miranda | Ivan Leal de Paula | João Firmino Neto | Jesus Cleto Tavares | Valter Dalla Valle | Ligia Francisco Ricardo | Ivan Roberto Carrato Junior | Launil José Marquesan | Massao Ohata | Edson Bastos

Aos agricultores do estado, a Unidade Técnica do Sistema Famasul apresenta uma previsão de como será a produção de milho de inverno. Segundo os dados do Siga/MS, é esperado um incremento na produtividade de 11,5%, com uma média que deve ultrapassar 78 sacas por hectare, com previsão de uma produção superior a 9 milhões de toneladas.

|Rogério de Menezes | José Ricardo Casotti MEMBROS DO CONSELHO FISCAL Efetivos: Nilton Pickler | Ruy Fachini Filho | Janes Bernardino Honorio Lyrio | Suplentes: Nilo Alves Ferraz | Telma Menezes de Araújo | João Borges dos Santos Junior SENAR/MS | Administração Regional do Estado de Mato Grosso do Sul | Conselho

Essa projeção, se confirmada, revelará a terceira maior safra de milho de inverno da história do estado. As perspectivas são boas, mas é preciso ficarmos atentos aos preços praticados e assim tomar a decisão mais assertiva nas negociações.

administrativo | Dirigente: Mauricio Koji Saito | Membros titulares: José Pereira da

Veja também as principais ações realizadas nos sindicatos rurais do estado na editoria ‘Giro Rural’.

INFORMATIVO SISTEMA FAMASUL

Silva | Marcio Margatto Nunes | Daniel Kluppel Carrara | Alaide Ferreira Teles | Conselho Fiscal: Paulo César Bózoli | João Batista da Silva | Juraci da Silva | Superintendência: Lucas Galvan

Coordenação de Comunicação: Ana Brito | Coordenação de Marketing: Flávio Gutierrez | Equipe: Camila Sabariego | Giane Leite | Vitor Ilis | Ellen

Boa leitura!

Albuquerque | Ronaldo Gibin | João Carlos Castro | Leandro Abreu | Rodrigo Scalabrini | Redação: Anderson Viegas | Projeto Gráfico: Fixa Comunicação | Edição e Diagramação: Agilità Propaganda | Fotos da edição: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul

Mauricio Saito

Presidente do Conselho Administrativo do Senar/MS Presidente do Sistema Famasul

FAMASUL: Rua Marcino dos Santos, 401 | Cachoeira II | Campo Grande/MS Tel.: (67) 3320.9700 | Site: sistemafamasul.com.br SENAR/MS: Rua Marcino dos Santos, 401 | Cachoeira II | Campo Grande/MS Tel.: (67) 3320.6900 | Site: senarms.org.br

2

senarms.org.br

Alunos falam de como são as aulas e da expectativa com a capacitação.

O Centro de Excelência em Bovinocultura de Corte do Senar/MS lançará em junho o novo edital para o ingresso de alunos no Curso Técnico em Agropecuária, com início em agosto de 2019. Serão oferecidas 150 vagas para os períodos matutino e vespertino. Segundo a diretora do Centro de Excelência, Andrea Di Francesco, as inscrições serão feitas somente pela internet, na página do Senar/MS (www.senarms.org.br). O pré-requisito é ter ensino médio completo. O processo seletivo englobará inscrição, análise do histórico escolar e entrevistas. Andrea afirma que, atualmente, o Centro conta com 170 alunos nos dois períodos. Inaugurado em março de 2018, a unidade educacional já apresenta resultados muito positivos. “Já estamos com a primeira turma no módulo específico e os alunos estão muito animados pelo volume de aulas práticas e por vivenciarem os conceitos aplicados na prática. O objetivo do curso técnico é esse!”. Os alunos do Centro de Excelência confirmaram a avaliação da diretora. “O curso é excelente. Minha intenção é, com os conhecimentos que estou adquirindo aqui, levar informação ao produtor. Mostrar que ele pode fazer diferente, de forma mais sustentável e eficiente”, ressaltou Wellington Oliveira Andrade, de 32 anos, que já está cursando o módulo específico da capacitação. Outro estudante que elogiou o trabalho desenvolvido na instituição foi Vinícius Araújo Pereira, de 28 anos. Ele chegou a cursar a faculdade de Medicina Veterinária, mas teve de trancar a matrícula no curso e viu no ensino técnico uma oportunidade de continuar a capacitação na área em que pretende trabalhar. “É sensacional o curso. Agrega muito o conhecimento teórico com a aprendizagem na prática”.

O superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, destaca a importância da iniciativa para o desenvolvimento rural.

De acordo com a diretora do Centro, além do conteúdo programático do curso, também são oferecidas aos alunos capacitações em temas transversais. “Recentemente, fizemos um treinamento para alunos do curso que se candidataram para fazer estágio durante a Expogrande. Fizemos um treinamento envolvendo questões para avaliações de animais e julgamentos de pista”. Uma das alunas que participou do estágio foi Thais Mendes Hvala, de 18 anos. “Vi como uma oportunidade perfeita para conhecer o mercado de trabalho, o que estão procurando para as propriedades. Nenhum outro lugar teria uma chance tão boa. Essa é uma área que me interessa bastante”, comentou. Outro participante do estágio foi Maxwelder Mendonsa Brito, de 27 anos. “Quando soube da oportunidade logo me candidatei, porque é justamente nessa área que pretendo trabalhar no futuro. Com inseminação artificial, melhoramento genético e qualidade da carne”, ressaltou. O superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, comentou que, para este ano, além do edital que será aberto em junho, deverá ocorrer um novo processo seletivo, nos meses de novembro e dezembro, para o ingresso de alunos em 2020. “Além disso, temos alguns projetos que estão sendo desenhados para trazer ainda mais conhecimento para dentro da instituição, por meio de uma parceria com a Embrapa Gado de Corte, onde o Centro está instalado. A ideia é aproximar os pesquisadores dos alunos, fazendo uma agenda de palestras com demonstrações práticas”, concluiu.

sistemafamasul.com.br

3


ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO DE 2019

EDUCAÇÃO

TRABALHO

SENAR/MS CAPACITA UMA PESSOA A CADA 11 MINUTOS Entre janeiro e abril, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Mato Grosso do Sul (Senar/MS) promoveu mais de 1,2 mil cursos de Formação Profissional Rural (FPR) e Promoção Social. A média, no acumulado do trimestre, foi de quase 11 capacitações oferecidas por dia a produtores, trabalhadores rurais e à comunidade em geral. Com esses treinamentos, foram capacitadas mais de 15 mil pessoas. A média foi de 127 pessoas capacitadas por dia, 5 por hora, uma a cada 11 minutos. No total, foram oferecidas com os cursos, 23.384 horas de treinamentos. Do total de capacitações oferecidas nessas duas modalidades nesse trimestre, a maior parte, 77%, foram de Formação Profissional Rural, um tipo de treinamento que é voltado para o desenvolvimento de conhecimentos, habilidades, competências e atitudes para a vida produtiva e social, atendendo às necessidades de efetiva qualificação para o trabalho, com perspectiva de elevação da condição socioprofissional do participante. Outros 33% foram de Promoção Social. Os cursos dessa modalidade representam um processo educativo não formal, participativo e sistematizado que visa ao desenvolvimento de aptidões pessoais e sociais do trabalhador rural e de sua família, numa perspectiva de melhor qualidade de vida, consciência crítica e participação na vida da comunidade. O superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, destacou que além de oferecer um grande número de cursos, as capacitações da entidade são voltadas para o desenvolvimento das vocações regionais do estado, de modo a atender tanto os setores já consolidados do agro sul-mato-grossense, como

a agricultura e a bovinocultura, quanto as atividades que estão em expansão, como às de florestas plantadas, piscicultura, avicultura e suinocultura, entre outras. Galvan também lembrou que vem ganhando espaço na grade do Senar/ MS os cursos voltados à chamada área de “Agricultura Urbana”, com o oferecimento de treinamentos de âmbito rural que podem ser realizados na cidade, como: fruticultura em vasos, paisagismo, jardinagem, floricultura e orquidário. A professora de educação infantil Luciene Sousa Basso, de Naviraí, participou de uma das capacitações oferecidas pelo Senar/MS no município e conta que o curso foi fundamental para que ela implementasse um projeto de educação ambiental com seus alunos. Luciene foi aluna em 2018 do curso de “Implantação e Manejo Básico de Horta”, junto com um grupo de professores, funcionários administrativos e até um pai de aluno, do Centro Integrado de Educação Infantil (CIEI) Sonho de Criança. “Com apoio de uma usina da região, que custeou a implantação, e do Senar/MS, que ofereceu a capacitação, implantamos uma horta na escola. Com o cultivo de alface, couve e outros tipos de verduras, oferecemos uma aula prática de educação ambiental aos nossos alunos”, explicou. Os resultados foram tão positivos que a professora diz que se interessou em fazer outras capacitações do Senar/MS, como as de jardinagem e de compostagem, para utilizar o conhecimento em outros projetos educacionais.

TECNIFICAÇÃO NO CAMPO TEM EXIGIDO MAIS PARTICIPAÇÃO E CONHECIMENTO DO TRABALHADOR

O Agro registrou o segundo melhor desempenho do estado.

Em 4 meses, mais de 15 mil pessoas foram capacitadas pelo Senar/MS.

4

senarms.org.br

A agropecuária empregou no estado, em média, cinco trabalhadores com carteira assinada por hora. No acumulado de 59 dias foram 7.332 contratações – o terceiro maior número entre todos os segmentos da economia do estado. Com 5.694 desligamentos, o saldo ficou em 1.638 vagas – o segundo melhor desempenho do estado, conforme a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho, do Ministério da Economia. Com esse desempenho positivo, o setor tem muito a comemorar neste mês de maio, em que se celebra o Dia do Trabalhador (1º) e o Dia do Trabalhador Rural (25). Para o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, o resultado reflete as oportunidades que a agropecuária oferece ao mercado de trabalho sulmato-grossense. “Em um período de muitos desafios para a nossa economia, o setor produtivo se manteve em ascensão e empregou mão de obra no campo, com destaque às exigências por qualificação do trabalhador, diante do investimento em tecnologia na atividade rural”. Segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Mato Grosso do Sul encerrou o terceiro trimestre de 2018 com 168 mil pessoas empregadas na agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura. O levantamento apontou que no fim do ano passado o segmento foi o terceiro em número de trabalhadores empregados no estado, representando 12,62% do total, e que teve um rendimento médio real mensal de R$ 2.051, o quarto maior da economia de Mato Grosso do Sul.

Entre as atividades agropecuárias de Mato Grosso do Sul, a Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) de 2017 – a mais recente divulgada, aponta que a atividade que emprega o maior número de trabalhadores é a criação de bovinos, com 56,79% do total. Depois aparecem: cultivo de soja (13,38%), produção florestal (6,55%), cultivo de cana-de-açúcar (6,18%), cultivo de cereais (3,80%), atividades de apoio à agricultura (3,44%) e atividades de apoio à pecuária (1,79%). “Contrariando a teoria de que a máquina substitui o homem, a tecnificação das atividades de campo tem exigido cada vez mais a participação e o conhecimento do trabalhador rural, que precisa ser um especialista quando o assunto é tecnologia”, ressaltou o presidente do Sistema Famasul. Para atender às necessidades do mercado de trabalho no segmento do agronegócio, o Senar/MS oferece formação profissional e promoção social. “Há um cenário de crescimento, muita demanda de trabalho no campo e déficit de profissionais aptos para desempenhar funções específicas. Quem buscar qualificação terá espaço para se destacar. A tecnificação e a otimização dos recursos humanos e físicos requerem o aprimoramento dos trabalhadores. São diferenciais que tornam o setor cada vez mais competitivo e proporciona ao trabalhador uma condição de empregabilidade maior”, ressalta o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan.

sistemafamasul.com.br

5


ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO DE 2019

TRANSFORMANDO VIDAS

MERCADO

SENAR/MS AJUDA A MUDAR A HISTÓRIA DE AGRICULTORA QUE DIVIDE SEU TEMPO ENTRE PRODUZIR E CUIDAR DO FILHO E DOS NETOS

MS TEM PREVISÃO DE “SAFRA CHEIA” NO MILHO DE INVERNO, MAS GRANDE PRODUÇÃO JÁ PRESSIONA PREÇOS

Área do plantio de milho de inverno deve aumentar 5,7%$

A agricultora cultiva em seus 14 hectares: feijão de corda, jiló, maxixe e quiabo.

A agricultora Elisa Ferreira tem 45 anos, é esposa, mãe e avó. Em seus 14 hectares, no município de Terenos, ela produz feijão de corda, jiló, maxixe e quiabo. Graças aos cursos oferecidos pelo Senar/MS e Sindicato Rural a perspectiva dela para a atividade, mudou. “Há seis anos moro aqui e, neste período, fiz alguns cursos. Eles me deram a chance de aprender coisas que são muito importantes para nós, de graça e ainda perto de casa. Se eu tivesse que pagar para fazer em outro lugar não teria condições”, ressaltou. Dona Elisa disse que entre os cursos que fez está o de produção de conservas. O conhecimento adquirido com esse último é um dos que ela mais destacou. “Tudo o que produzo aqui agora posso transformar em conserva. Estou fazendo do feijão, do jiló, do maxixe e logo estarei produzindo também do quiabo”. As conservas são vendidas na própria casa da agricultora. Os compradores são vizinhos, conhecidos e quem passa pela região.

6

senarms.org.br

A comercialização ainda é pequena, mas os resultados já animam dona Elisa. “Tô começando agora, mas já ajuda bastante no nosso orçamento e acho que vai ajudar ainda mais quando aumentar a produção”. Outra ação do Senar/MS destacada pela agricultora foi a participação no programa Mulheres em Campo. “Esse programa me deu as noções de como eu tenho que administrar minha área. Me mostrou como faço para calcular o preço dos meus produtos e vender sem ter prejuízo”, concluiu.

Mato Grosso do Sul deve ter neste ano uma grande safra de milho de inverno. Dados do Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio (SIGA), da Famasul e da Aprosoja/MS apontam aumento de 5,73% na área de plantio, de 1,814 milhão de hectares para 1,918 milhão de hectares. Projeta ainda um incremento na produtividade de 11,5%, de 70,1 sacas por hectare para 78,2 sacas por hectare, o que deve elevar a produção em 14,8% frente a 2018, saltando de 7,838 milhões de toneladas para 9,002 milhões de toneladas. Essa projeção, se confirmada após o encerramento da colheita do cereal, indicará que os agricultores sul-mato-grossenses deverão obter neste ano a terceira maior safra de milho de inverno da história do estado, conforme os dados do SIGA. O recorde de produção é do ciclo 2016/2017, quando foram colhidas 9,816 milhões de toneladas. Na segunda posição do ranking estadual aparece a temporada 2014/2015, com um volume de 9,040 milhões de toneladas. O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, avaliou que o crescimento da produção se deve ao clima favorável para o desenvolvimento da safra. “As previsões de chuva estão acima da média quando comparadas aos anos anteriores, isso favoreceu o plantio do milho neste ano. Além disso, a semeadura avançada também ajudou na evasão do período de possibilidade de geadas no desenvolvimento reprodutivo”. Saito lembrou ainda que o milho tem uma importância estratégica para a agropecuária do Brasil, já que é o principal insumo utilizado pelas indústrias nacionais na composição das rações que alimentam vários tipos de criações, como às de bovinos, de suínos e de aves, entre outras. “Com a estimativa de safra cheia, haverá uma maior oferta do cereal; o que gera expectativas quanto ao menor custo e maior disponibilidade do produto para abastecer as indústrias domésticas de ração”, analisou. A analista técnica da Famasul, Bruna Mendes, explicou que após um início

de ano com preços melhores, o mercado interno do milho vem arrefecendo em âmbito local. Destacou, também, que a expectativa de uma produção elevada neste ciclo de inverno tem contribuído para pressionar ainda mais os preços do cereal no mercado interno. Isso porque, de acordo com Bruna, o mercado interno sofre uma grande influência do desempenho no mercado externo. “Fatores como os preços internacionais do cereal, a colheita na Argentina e o resultado da safra norteamericana afetam diretamente as cotações internas”, ressaltou. No primeiro terço do mês de abril, o preço médio da saca de 60 quilos de milho no estado era de R$ 28,50. O valor representava uma retração de 6,26% em comparação com o preço médio que foi praticado no mês anterior, março, que foi de R$ 30,36. Frente a abril de 2018, a queda no preço médio da saca do cereal em Mato Grosso do Sul é ainda maior, 11,07%.

Saito avalia que o crescimento da produção se deve ao clima favorável

sistemafamasul.com.br

7


ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO DE 2019

RESPONSABILIDADE SOCIAL

REPRESENTATIVIDADE RURAL

NAS TRÊS ÚLTIMAS EDIÇÕES, SAÚDE DO HOMEM E DA MULHER DO SENAR/MS REALIZOU 1.450 PROCEDIMENTOS

SAITO DESTACA IMPORTÂNCIA DA CAPACITAÇÃO DE JOVENS LIDERANÇAS RURAIS EM ENCONTRO DE TECNOLOGIAS PARA O AGRO

O programa Saúde do Homem e da Mulher Rural do Senar/MS atendeu, nas três últimas edições de 2019, 700 pessoas e realizou 1.450 procedimentos. A iniciativa leva atendimento médico gratuito à população rural em especialidades como dermatologia, urologia e ginecologia, viabiliza consultas, testes rápidos e exames preventivos, além de outras atividades. Em Laguna Carapã, o programa foi promovido no início de abril. Nesta edição, foram realizados 250 procedimentos em aproximadamente 150 pessoas. A analista educacional do Senar/MS, Pauline Cury, destacou a importância das ações desenvolvidas pelo programa. “A iniciativa proporciona a melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores e produtores rurais e proporciona também a educação em saúde”.

O presidente da Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Mauricio Saito, destacou a importância da capacitação de jovens lideranças rurais durante a palestra ministrada no 32º Encontro de Tecnologias para o Agro, em Campo Grande. Mais de 300 pessoas participaram do evento na sede do Sindicato Rural de Campo Grande. “Se nós não falarmos tecnicamente das questões do Agro, outros falarão ideologicamente”. “Além de produzir com sustentabilidade, o produtor e o setor, de uma forma geral, têm a responsabilidade de comunicar à sociedade sobre a atuação do Agro. Temos 86% de população urbana e 14% de rural. Essa maioria não conhece o que a gente faz”, afirmou Saito. Na sequência, o presidente explicou que: “Para que haja essa conexão é preciso o envolvimento dos jovens no agro. No Sistema Famasul temos o programa CNA Jovem, que está na terceira edição, e a Comissão Famasul Jovem, que é um grupo que contribui na tomada de decisões da instituição. A aproximação com a sociedade, o envolvimento com a produção e com a sucessão familiar são formas dos jovens se tornarem protagonistas”. O evento contou com a presença da Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Côrrea da Costa Dias, que fez um balanço do início da gestão do atual governo. Participaram também o vice-ministro da

O presidente do sindicato rural do município, João Firmino Neto, agradeceu. “Eu gostaria de agradecer a vocês por abraçar o nosso evento e cuidar da saúde, porque ela é muito importante”. Já a secretária municipal de Saúde, Alcioneide Aparecida Tamanho, parabenizou as entidades pela iniciativa. “Parabéns ao sindicato e sua equipe que é bem atuante aqui no município, ao Senar/MS e todas as pessoas que estão envolvidas, e agradeço também a minha equipe da Secretaria Municipal de Saúde por esse evento”. Em Japorã, o Saúde do Homem e da Mulher Rural foi realizado no fim de março. Foram 400 procedimentos, atendendo 150 pessoas. O diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, lembrou do histórico do programa em Mato Grosso do Sul e da importância de todos

Secretaria especial de Assuntos Fundiários Luiz Antônio Nabhan e a secretária adjunta de assuntos fundiários do Mapa, Luana Ruiz Silva Figueiredo.

O evento contou com a participação da Ministra da Agricultura, Tereza Cristina Côrrea da Costa Dias

MEIO AMBIENTE

SENAR/MS E FAMASUL SÃO PARCEIROS EM CAMPANHA DE PREVENÇÃO E COMBATE A INCÊNDIOS

Apenas em 2019, mais de 700 pessoas foram atendidas.

se prevenirem. “O Saúde do Homem e da Mulher Rural começou no nosso estado em 2016, já atendeu 13 mil pessoas com ações de prevenção ao câncer. Segundo o Instituto Nacional de Câncer, o tumor de próstata é o segundo mais comum entre os homens e o de mama é o mais comum entre as mulheres; e esse programa promove a prevenção aos dois tipos da doença”, detalhou. O presidente do Sindicato Rural de Mundo Novo, que representa os produtores de Japorã, Edílson Santos Pontelli, agradeceu a parceria com o Sistema Famasul e o Senar/MS no atendimento à população do município. “Essa ação vem trazendo benefícios para nós do campo. Nós temos menos condições de estar todo dia na cidade e às vezes é necessário um dia desse. O Senar/MS e a Famasul estão sempre atentos às necessidades. Esse dia é simbólico”, comentou.

8

senarms.org.br

Em Jardim, onde o programa chegou também no início de março, foram realizados 800 procedimentos e atendidas 400 pessoas. O presidente do Sindicato Rural de Jardim, Deny Meireles Nociti, falou do empenho da classe produtora. “Um programa desta proporção revela a preocupação do sindicato e do Senar/MS com a saúde do campo e beneficia diretamente os trabalhadores rurais da região”, destacou. Além dessas três edições, o programa também foi promovido este ano em Pedro Gomes e Novo Horizonte do Sul. Para maio, a iniciativa chegou a Cassilândia e Santa Rita do Pardo. Em junho, estão previstas edições em: Três Lagoas, Laguna Carapã, Água Clara e Sidrolândia.

Saito falou dos riscos dos focos de incêndios florestais

Em razão dos riscos que os incêndios representam às populações do campo e da cidade, ao meio ambiente e à economia, várias entidades, instituições e o Poder Público de Mato Grosso do Sul lançaram no fim de abril a 7ª Campanha de Prevenção e Combate a Incêndios. A campanha é promovida pela Associação Sul-Mato-Grossense de Produtores e Consumidores de Florestas Plantadas (Reflore/MS) em parceria com a Federação de Agricultura e Pecuária do estado (Sistema Famasul), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS), Corpo de Bombeiros,

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Polícia Militar Ambiental (PMA), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e produtores rurais. Durante o evento foi lançado, em parceria com o Corpo de Bombeiros, o curso de coordenador de Brigadas de Incêndio. “O curso visa subsidiar o conhecimento para elaboração de planos de contingências, com objetivo de minimizar acidentes que possam colocar em risco vidas humanas e provocar danos ao meio ambiente”, destacou o presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito. “Com a missão de conscientizar as populações rurais e urbanas sobre a importância da prevenção e combate, anualmente temos realizado a campanha com os nossos associados e parceiros. Durante o período mais seco do ano, de abril a outubro, realizamos uma série de ações, como palestras em escolas, panfletagem educativa e treinamentos”, ressaltou o presidente da Reflore/MS, Moacir Reis. Entre 1º de janeiro e 15 de abril de 2019, Mato Grosso do Sul registrou 1.024 focos de incêndio. O número é 239% maior do que o registrado no mesmo período de 2018, 302 focos, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Com esse número de registros, Mato Grosso do Sul é o quarto estado do País em 2019 com o maior número de focos, sendo superado apenas por: Roraima, com 4.402; Mato Grosso, com 2.757 e Bahia, com 1.190. No País foram 13.758 no mesmo intervalo de tempo.

sistemafamasul.com.br

9


ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO DE 2019

FAMASUL EM AÇÃO

Mauricio Saito participa da posse do Sindicato Rural de Rio Negro.

O diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, e o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, no Saúde do Homem e da Mulher Rural em Pedro Gomes.

Na Fiems, Saito participa do Encontro da Borracha.

Saito representa agro no Painel “Como é Composta a Conta de Energia”.

O diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, e o superintendente do Senar/ MS, Lucas Galvan, no Saúde do Homem e da Mulher Rural em Jardim.

10

senarms.org.br

FAMASUL EM AÇÃO

A diretora técnica do Sistema Famasul, Mariana Urt, toma posse na Jucems.

O diretor-secretário do Sistema Famasul, Frederico Stella, toma posse na Jucems.

Diretoria do Sistema Famasul participa da cerimônia de posse do Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo.

Mauricio Saito prestigia cerimônia de posse da nova diretoria do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Mato Grosso do Sul.

Na Famasul, Saito participa do Encontro da Borracha.

O diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, e o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, na entrega de certifi cados de conclusão de curso em Mundo Novo.

Exporã 2019: Diretoria da Famasul prestigia evento realizado em Ponta Porã.

O diretor-tesoureiro, Marcelo Bertoni, e o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, no Saúde do Homem e da Mulher Rural em Mundo Novo.

Expogrande 2019: Saito prestigia abertura ofi cial do evento, em Campo Grande.

Tecnoagro 2019: Marcelo Bertoni prestigia evento realizado em Chapadão do Sul.

O superintendente do Senar/ MS, Lucas Galvan no Comitê de Combate à Dengue.

O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, na posse do Sindicato Rural de Campo Grande.

Saito e presidente do Sindicato Rural de Maracaju, Christiano Binz, entregam o convite da Expomara ao governador de MS, Reinaldo Azambuja.

Saito e Schmaedecke participam do Congresso Brasileiro de Direito Seguro Agrícola e Previdência.

O diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, e o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, na entrega de certifi cados em Jardim.

Vice-presidente da Famasul, Luiz Alberto Moraes Novaes e o diretor-secretário, Frederico Stella na posse do Sindicato Rural de Aquidauana.

O superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, juntamente com alunos e profissionais do Centro de Excelência em Bovinocultura de Corte, no 1º Fórum Nelore “A Carne do Brasil”.

Marcelo Bertoni prestigia 10º Ranking de Produtividade do Milho, em Laguna Carapã.

Confinar 2019 – Lideranças rurais e políticas participam do evento.

Saito participa do Prêmio SEBRAE Prefeito Empreendedor.

Lideranças rurais e políticas no 32º Encontro de Tecnologia para Pecuária de Corte.

Expogrande 2019: Diretoria da Famasul em reunião com o Governo do Estado.

Mauricio Saito na Campanha de Combate a incêndios florestais, da Reflore/MS.

O diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni, e o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, na entrega de certifi cados em Cassilândia.

O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, prestigia Inauguração Polo Educacional do Sindicato Rural de Ivinhema.

sistemafamasul.com.br

11


ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO DE 2019

GIRO RURAL

FAMASUL EM AÇÃO

SINDICATO DE AMAMBAI REIVINDICA MELHORIA DAS ESTRADAS VICINAIS O Sindicato Rural de Amambai reivindica à prefeitura e ao Governo do Estado a melhoria das condições das estradas vicinais do município. Segundo o presidente, Rodrigo Angelo Lorenzetti, a preocupação aumenta com o avanço da safra de milho. “Precisamos de estradas em boas condições, principalmente a MS-389 e a MS-286, para escoar nossa produção”, afirma. Para mais detalhes ligue para: (67) 3481-1093 ou mande e-mail para: sramambai@sramambai.com.br. Mauricio Saito na posse do Secretário Especial de Governo, Pedro Chaves.

Saito com a Deputada Federal, Bia Cavassa.

Mauricio Saito com o Ministro de Meio Ambiente, Ricardo Salles.

SINDICATO RURAL DE ANASTÁCIO MOBILIZA PRODUTORES PARA O PROGRAMA NEGÓCIO CERTO RURAL

Saito com o Deputado Federal, Luiz Ovando.

Saito com a Ministra da Agricultura Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias com o assessor especial do Mapa, Ademar Silva Jr.

Saito com o secretário Especial de Assuntos Fundiários do Mapa, Luiz Antônio Nabhan Garcia e a secretária adjunta, Luana Ruiz Silva Figueiredo. Na foto, estão o governador Reinaldo Azambuja e o secretário especial de Governo, Pedro Chaves.

O Sindicato Rural de Anastácio mobilizou no início do ano duas turmas de produtores rurais para participarem do curso Negócio Certo Rural. De acordo com o presidente, Moezis José dos Santos, o treinamento tem o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão da propriedade rural através da capacitação, com o foco no empreendedorismo. O presidente explica que o curso atua orientando e realizando o diagnóstico da propriedade, apresentando a viabilidade do negócio e colaborando para o relacionamento do produtor com o mercado, sendo uma das etapas para que os produtores participantes recebam a assistência técnica por meio dos AteGs. Para mais detalhes ligue para: Telefone: (67) 99933-1359 ou mande e-mail para: sindruralanastacio@yahoo.com.br.

PROGRAMA AGRINHO 2019

SINDICATO RURAL DE APARECIDA DO TABOADO DEFENDE ESTABELECIMENTO DE PREÇO MÍNIMO PARA O LÁTEX O presidente do Sindicato Rural de Aparecida do Taboado e da Associação dos Produtores de Borracha de Aparecida do Taboado e Região (Aprobat), Eduardo Antonio Sanchez, demandou ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) o estabelecimento de uma política de preços mínimos para o látex. “Isso é fundamental para garantir uma remuneração ao produtor, que sofre com a redução dos preços no produto e com a concorrência com produto que vem do mercado internacional”, explica, completando que outras reivindicações como o pagamento do Pepro para o látex e, ainda, a reformulação da Câmara Setorial com a destinação de um assento para a Abropab. Mais detalhes no telefone: (67) 3565-1288 ou pelo e-mail: srural.ap@terra.com.br.

SINDICATO RURAL DE AQUIDAUANA TEM NOVO PRESIDENTE O Sindicato Rural de Aquidauana tem um novo presidente. Assumiu a gestão da entidade Carlos Quelho de Castro, em substituição a Frederico Borges Stella. O dirigente que deixou o cargo fez um balanço de sua administração ressaltando o oferecimento de mais de 500 cursos para a população, bem como a retomada da programação mensal de leilões e chegada do Agrinho ao município. Para mais detalhes ligue para: (67) 3241-2826 ou mande e-mail para: sr.aquidauana@gmail.com.

sistemafamasul.com.br

13


ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO DE 2019

GIRO RURAL

GIRO RURAL

EM MAIO E JUNHO, ARAL MOREIRA RECEBE CURSOS SOBRE NORMAS REGULAMENTADORAS

SINDICATO RURAL DE BONITO IMPLANTA CAMPO DE DEMONSTRAÇÃO DE PASTAGENS

Em maio e junho, Aral Moreira recebe dois cursos sobre normas regulamentadoras do Ministério do Trabalho. As capacitações vão ser oferecidas pelo Sindicato Rural, que é presidido por Edson Bastos, e o Senar/MS. O primeiro treinamento a ser oferecido é o de “NR 35 – Capacitação para Trabalho em Altura”, em maio, e depois, em junho, o de “NR31.8 – Prevenção de Acidentes com Agrotóxicos”. Para mais informações ligue para: (67) 3488-1307 ou mande e-mail para: sraralmoreira@uol.com.br.

O Sindicato Rural de Bonito, em parceria com a Agraer, a Embrapa e a prefeitura, está implantando em sua sede um campo de demonstração de pastagens. Segundo a presidente, Elza Maria Trevelin, já foi feito o plantio das variedades e em maio deverão ocorrer as primeiras visitas. Ela explica que no local os produtores vão contar com orientação técnica, para que possam escolher o tipo mais adequado para sua realidade. “Outra ação importante esse ano é o início do projeto de equoterapia no município. Já fizemos parceria com o Senar/MS e a Sociedade Pestalozzi para implantar o centro. Nos próximos meses profissionais serão capacitados em Brasília para ministrarem o atendimento”, adianta. Para mais detalhes ligue para: (67) 3255-1615 ou mande e-mail para: srbonito@bonitonline.com.br.

AGRICULTORES DA ASSISTÊNCIA TÉCNICA E GERENCIAL EM HORTICULTURA INICIAM VENDA DA PRODUÇÃO EM BANDEIRANTES

SINDICATO RURAL DE CAMAPUÃ PROMOVE CURSOS DE ARTES EM TECIDOS

Grupo de agricultores atendidos desde novembro de 2018 pelo ATeG em Hortifruticultura, do Senar/MS em Bandeirantes começou a vender sua produção neste início do ano. O presidente do Sindicato Rural, João Nelson Lyrio, destacou, ainda, que foi aberta uma nova turma de outro ATeG no município, o Mais Leite”. Mais detalhes no (67) 3261-1251 ou mande e-mail para: srbandeirantes@famasul.com.br.

Sindicato Rural de Camapuã, que é presidido por Saturnino Silvério Pereira, e o Senar/MS, promoveram dois cursos de artes em tecidos em abril. O primeiro treinamento da área de Promoção Social foi o de “Linhas de Fuxico”, e o segundo de “Bonecas e Bichos de Pano”. Para mais informações ligue para (67) 3286-1168 ou mande e-mail para: sindicatoruraldecamapua@hotmail.com.

ASSISTÊNCIA TÉCNICA E GERENCIAL DO SENAR/MS FORTALECE O SETOR PRODUTIVO DE BELA VISTA

SINDICATO RURAL DE CORUMBÁ E SENAR/MS OFERECEM CAPACITAÇÃO EM MANEJO BÁSICO DE HORTAS

Os produtores de Bela Vista vêm aderindo aos programas de Assistência Técnica e Gerencial oferecidos pelo Senar/MS. É o caso de Luís Carlos Vilalva, da bovinocultura de leite. Com a orientação ele encontrou uma alternativa para alimentar as vacas no inverno. O presidente do Sindicato Rural, Leandro Mello Acioly, salientou que os programas estão garantindo o futuro do setor. “Não dá mais para produzir sem técnicas, sem conhecimento, especialmente porque nossos mercados são cada vez mais exigentes e as leis mais duras. Por isso, estamos sempre oferecendo informação ao produtor”. Para mais detalhes ligue para: (67) 3439-1460 ou mande e-mail para: sindicatoruralbelavista@gmail.com.

O Sindicato Rural de Corumbá, que é presidido por Luciano Aguilar Rodrigues Leite, em parceria com o Senar/MS e a Prefeitura de Corumbá ofereceram o curso de Implantação e Manejo Básico de Hortas, em abril, na penitenciária feminina do município. O curso, cuja finalidade é a Formação Profissional Rural, ensina como implantar uma horta, utilizando ferramentas básicas e técnicas adequadas. Mais detalhes pelo telefone: (67) 3231-9798 ou pelo e-mail: srcpantanal@hotmail.com.

SINDICATO DE BATAYPORÃ PROMOVE EVENTO PARA ESCLARECER DÚVIDAS SOBRE O FUNRURAL

SINDICATO RURAL DE COXIM PROMOVE EVENTO BENEFICENTE EM FAVOR DO HOSPITAL DE AMOR

Os sindicatos rurais de Batayporã e de Nova Andradina promoveram neste início de ano um evento para esclarecer as dúvidas dos produtores da região sobre o Funrural. “Trabalhando juntos, dividimos as despesas e viabilizamos a atividade”, comentou o presidente do sindicato de Batayporã, Altamir José Ramos Fonseca. Segundo ele, a instituição também renovou a parceria com a usina Laguna, para promover 20 cursos do Senar/MS na empresa. Para mais detalhes ligue para: (67) 3443-1388 ou mande e-mail para: sindruralbata@gmail.com.

O Sindicato Rural de Coxim e outras instituições promoveram mais uma edição do leilão beneficente anual em favor do Hospital do Amor, o antigo Hospital de Câncer de Barretos. Além de ceder o espaço para o evento, o seu Tatersal, a entidade também trabalhou para arrecadar donativos entre os produtores rurais do município para o certame. Para mais detalhes ligue para: (67) 3291-1453 ou mande e-mail para: sindicato.rural.coxim@hotmail.com.

14

senarms.org.br

sistemafamasul.com.br

15


ANO III - EDIÇÃO 30 - MAIO DE 2019

GIRO RURAL

GIRO RURAL

SINDICATO RURAL DE FIGUEIRÃO SOLICITA ADEQUAÇÃO DO REBANHO BOVINO

TOMA POSSE NOVA DIRETORIA DO SINDICATO RURAL DE RIBAS DO RIO PARDO

Atendendo uma reivindicação apresentada pelo Sindicato Rural de Figueirão, o governo de Mato Grosso do Sul vai permitir readequação do rebanho bovino do estado. O trabalho será efetivado na primeira etapa da campanha de vacinação contra a aftosa de 2019, que começa em maio. Segundo o presidente, Gilmar Siqueira de Miranda, a medida é muito importante para o setor. Mais informações pelo telefone: (67)3274-1445 ou pelo e-mail: sindrural.figueirao@hotmail.com.

Tomou posse em fevereiro o novo presidente do Sindicato Rural de Ribas do Rio Pardo, Hudson de Oliveira, que substituiu Robson Velos Ribeiro na presidência da instituição. O novo dirigente colocou a entidade à disposição dos produtores do município. “Há seis anos comecei a trajetória no sistema sindical como tesoureiro do nosso ex-presidente, Robson Velos Ribeiro. Quero deixar as portas abertas a todos os associados, colocando-nos à disposição”. Mais informações no telefone: (67) 3238-1395 ou pelo e-mail: sindicatorural.rrp@bol.com.br.

CENTRO DE EQUOTERAPIA DO SINDICATO DE IGUATEMI ESTÁ EM PLENA ATIVIDADE

PRESIDENTE DO SINDICATO DE RIO NEGRO QUER VALORIZAR SEUS ASSOCIADOS

Está em plena atividade o Centro de Equoterapia do Sindicato Rural de Iguatemi. A equoterapia é o método terapêutico que usa o cavalo em programa multidisciplinar para promover o desenvolvimento de pessoas com deficiência ou dificuldade de locomoção. Conforme o presidente Marcio Margatto Nunes, na unidade montada na instituição são atendidas pelos profissionais 15 pessoas, entre adultos e crianças. Mais informações pelos telefones: (67) 3471-2005 ou pelo e-mail: sindrural_iguatemi@hotmail.com.

O presidente do Sindicato Rural de Rio Negro, Henrique Mitsuo Vargas Ezoe, quer em seu segundo mandato à frente da instituição, promover uma valorização ainda maior dos associados, consolidar a exposição agropecuária do município, se aproximar ainda mais do Poder Público e melhorar a infraestrutura da instituição. Para mais detalhes ligue para: (67) 3278-1011/3278-1300 ou mande e-mail para: srrionegro@hotmail. com.

DIA DE CAMPO, PINGO D’ÁGUA E SAÚDE DO HOMEM E DA MULHER MOVIMENTAM IVINHEMA E NOVO HORIZONTE DO SUL

TREINAMENTO PARA O PROCESSAMENTO CASEIRO DA CARNE DE FRANGO É DESTAQUE EM SONORA

Diversas atividades marcam o início do ano em Ivinhema e Novo Horizonte do Sul. De acordo com a presidente do sindicato rural dos dois municípios, Edy Elaine Biondo Tarrafel, Novo Horizonte do Sul recebeu o projeto Pingo D’Água, do Senar/MS, que ofereceu atendimento odontológico gratuito a produtores e trabalhadores rurais. Pouco depois, a Fundação MS promoveu um Dia de Campo em sua unidade de pesquisa em Ivinhema. Novo Horizonte do Sul recebeu ainda mais uma etapa do Saúde do Homem e da Mulher, do Sistema Famasul e Senar/MS. Para mais informações ligue para: (67) 3442-2002 ou pelo e-mail: sindruralivinhema@hotmail.com.

O curso para o “Processamento Caseiro da Carne de Frango” é o destaque da programação de capacitações que o Sindicato Rural de Sonora, que é presidido por Silmara Régia Bonfim, e o Senar/ MS promovem no mês de junho no município. No treinamento os participantes vão aprender a preparar artesanalmente produtos derivados de frango, seguindo as orientações básicas sobre educação alimentar, nutrição e higiene. Mais informações no telefone: (67) 3254-4196 ou pelo e-mail: sindicatorural_sonora@hotmail.com.

SINDICATO RURAL DE NOVA ALVORADA DO SUL IMPLANTA MAIS UMA TURMA DO ATEG EM BOVINOCULTURA DE LEITE

SINDICATO DE TACURU DESTACA IMPORTÂNCIA DOS CURSOS DE CAPACITAÇÃO

O Sindicato Rural de Nova Alvorada do Sul iniciou 2019 implantando mais uma turma do programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) Bovinocultura de Leite do Senar/MS. A presidente, Telma Menezes de Araújo, comenta que por meio da iniciativa os produtores recebem orientação e conhecimentos para melhorarem a gestão e implementarem o uso de novas tecnologias, aumentando a produtividade da atividade, mas sem perder o foco da sustentabilidade. Para mais detalhes ligue para: (67) 3456-1733/98123-6571 ou mande e-mail para: sindnova@brturbo.com.br.

A presidente do Sindicato Rural de Tacuru, Maria Neide Casagrande Munaretto, destacou a importância que os cursos de capacitação oferecidos pela entidade em parceria com o Senar/MS têm para o município. Ela ressaltou que os treinamentos visam atender sempre desde o trabalhador rural até os pequenos, médios e grandes produtores. Mais detalhes no (67) 3478-1070 ou pelo e-mail:srtacuru@hotmail.com.

16

senarms.org.br

sistemafamasul.com.br

17


GIRO RURAL

TAQUARUSSU RECEBE CURSO SOBRE “MANEJO DE PASTAGENS” EM MAIO O município de Taquarussu recebe neste mês de maio o curso sobre “Manejo de Pastagens”. O treinamento é voltado para trabalhadores ou produtores rurais que atuam na pecuária e visa fornecer informações sobre técnicas adequadas de manejo e de exploração racional das áreas de pastagens. A capacitação é uma iniciativa do Senar/MS em parceria com o Sindicato Rural, que é presidido por Claudinet Vicente Crivelli. Mais detalhes no telefone: (67) 3444-1399 ou pelo e-mail: sindicatoruraldetaquarussu@bol.com.br.

SINDICATO RURAL DE TERENOS PROMOVE CURSO DE APICULTURA AVANÇADA O Sindicato Rural de Terenos, que é presidido por João Borges dos Santos Júnior, em parceria com o Senar/MS, promove em abril o curso de Apicultura Avançada. A capacitação teve o objetivo de ensinar aos participantes como fazer o manejo adequado de colmeias, utilizando as novas tecnologias disponíveis para a atividade. Mais informações pelo telefone: (67)3246-7854 ou pelo e-mail: sind.terenos@senarms.org.br.

SINDICATO RURAL DE VICENTINA COMEMORA PARCERIAS PARA A REALIZAÇÃO DE CURSOS O Sindicato Rural de Vicentina está comemorando a celebração de várias parcerias para promover capacitações no município. O presidente, Valter Dalla Valle, comentou que a instituição atuou em conjunto com a Secretaria Municipal de Assistência Social, com a usina Vicentina, com a fábrica de bolas e produtores do Barreirão para promover 17 treinamentos ao longo do ano. “Além disso, tivemos o Agrinho sendo oferecido aos alunos de seis escolas do município”, ressaltou. Para mais detalhes ligue para: (67) 99812-6830 ou mande e-mail para: sindvicentina@hotmail.com.

18

senarms.org.br


Profile for famasul

Informativo Sistema FAMASUL - Edição 30/2019  

Informativo Sistema FAMASUL - Edição 30/2019  

Profile for famasul
Advertisement