__MAIN_TEXT__

Page 1

marcas e personagens licensingcon.com.br - dezembro ano 14 n0 74

QUAL O FUTURO DA INFLUÊNCIA? FRAGMENTADO E SATURADO, O CENÁRIO ATUAL DE INFLUENCIADORES COMEÇA A MOSTRAR EFEITOS ADVERSOS


ÍNDICE

EP NO DIGITAL 6 @INSPIRDORES 8 CURTAS DO LICENCIAMENTO 10

(20)

ENTREVISTA – RI HAPPY 14 PELO MUNDO... 16 CAPA – Qual o futuro da influência? 20 TENDÊNCIA + INOVAÇÃO 24 VOCÊ VIU? Summit Uatt? e Bubu 26 EM DESTAQUE – Among Us 28 TENDÊNCIA + VAREJO 30

(26)

ANOTE AÍ 34

(28)


EDITORIAL

Ano 14 – Ed. 74 – Dezembro – 2020 Espaço Palavra Editora e Arte Ltda.

‹ Direção-geral e jornalista responsável ›

Marici Rosana Ferreira (MTB 36727) ‹ Conselho editorial › David Diesendruck, presidente da Redibra; Victor Fonseca, diretor de licenciamento da Hasbro; Marcos Bandeira de Mello, gerente-geral de operações da Warner Bros. Consumer Products (Brasil); Cidinha Figueira, diretora de licenciamento da Turner Brasil; Flavia Hauy, gerente de licenciamento da Mattel; Angela Cortez, diretora sênior de licenciamento da Viacom Brasil ‹ Revisão › Renata Lopes Del Nero Lu Peixoto ‹ Redação › Camila Guimarães Lia Freire ‹ Arte › Wilson Alves ‹ Estagiário/arte › Andrew Moreira ‹ Atendimento › Daiane Miranda ‹ Marketing › Luiz Paulo Ferreira Camila Salvador ‹ Novos negócios › Camila Guimarães ‹ Administrativo › Cristina Venâncio Brenda Andrelly ‹ International sales › Multimedia, Inc. (USA) Tel. +1-407-903-5000 E-mail: info@multimediausa.com ‹ Administração, publicidade e redação › Av. Rouxinol, 1041, conj. 1109 Moema – São Paulo/SP CEP: 04516-001 Tels.: (11) 5092-5588 / (11) 5094-0403 E-mail: comercial@epgrupo.com.br ‹ Assinaturas › (11) 5092-5588 ou pelo site www.epgrupo.com.br As matérias assinadas são de responsabilidade dos autores e podem ser reproduzidas, desde que citada a fonte. As fotos utilizadas nesta edição pertencem ao banco de imagens da revista Licensing Brasil e podem ser utilizadas desde que citada a fonte. A revista Licensing Brasil possui distribuição nacional para diretores, gerentes de marketing e demais pessoas envolvidas no mercado de licenciamento dos setores de publicidade, acessórios, alimentos, brinquedos, canais de TV, confecção, cosméticos, higiene e limpeza, papelaria, promocional, tecnologia e informática. Profissionais de outros setores poderão adquirir os exemplares por meio da assinatura da revista.

4


EP NO DIGITAL

Veja os destaques de novembro!

Na edição #73, a entrevista com Hussein Rodrigues, executivo da C&A, foi o conteúdo mais acessado. Até o fechamento desta edição, a revista tinha mais de 1.900 acessos.

Já no portal EP e no site LicensingCon, a notícia mais acessada foi sobre o lançamento da coleção de esmaltes da Barbie pela Impala, somando mais de 600 visualizações.

6

No insta @epgrupo, o post mais curtido, com 270 likes, divulgava a edição #73 da Licensing Brasil 

Quer falar com o nosso time? Envie um direct!

LICENSING BRASIL


@S INSPIRADORES!

PLATAFORMAS INFORMATIVAS COM MUITAS IDEIAS PARA SEUS NEGÓCIOS

@instayoupix

Aceleradora de negócios da influence economy

@TNP.MEDIA

Defining the state of play

8

@abcasanatalefestas A feira de todas as festas!

@Mutato

Do latim, “mudança”

LICENSING BRASIL


Angelotti Licensing Email: contato@luizangelotti.com

@angelottilicensing www.luizangelotti.com


CURTAS

LICENCIAMENTO DO C&A inaugura sua primeira mini-store de produtos licenciados A concessionária responsável pela gestão e exploração comercial de 13 terminais de ônibus integrados ao metrô de São Paulo, a Unitah Empreendimentos, fechou parceria com a C&A Brasil para levar a primeira ministore da rede ao terminal Tatuapé, localizado na zona leste de São Paulo, e por onde circulam mais de 180 mil pessoas diariamente.  O novo espaço integra o projeto “Praça Unitah, que está ampliando as opções de comércio e de serviços nos terminais e teve como inspiração iniciativas do exterior, em que os modais de transporte público de grandes metrópoles se transformaram em um destino de lazer e acesso a produtos e serviços. Além da loja no terminal Tatuapé, a C&A vai expandir esse modelo para os terminais Santana e Carrão, que também fazem parte do projeto e deverão ser inaugurados até o início do próximo ano. Juntos, esses três pontos totalizam um público potencial de quase 430 mil pessoas, pois este é o número das que passam todos os dias pelas estações ligadas aos terminais. Mais conectado e próximo da rotina dos consumidores, o novo formato de loja da C&A é voltado exclusivamente para a venda de camisetas e de acessórios licenciados, como canecas, descansos para pescoço, cadernos, meias, entre outros itens. As estampas são inspiradas nos personagens clássicos da Disney, incluindo Mickey Mouse, Harry Potter, Simpsons e, também, heróis da Marvel e da DC Comics, como Batman, Superman, Mulhermaravilha, Homem-Aranha, Homem de Ferro e os Vingadores. Também haverá a comercialização de peças voltadas para séries consagradas como Friends, La Casa de Papel, Stranger Things, entre outras.

Sabe quem ganhou uma conta no Instagram? O Bob Esponja! A Nickelodeon anunciou que o personagem agora tem um perfil no Instagram para chamar de seu. Essa é uma homenagem à animação infantil (sucesso também entre muitos adultos!) número um dos Sete Mares. O conteúdo desse novo canal de comunicação com a audiência promete muitos memes, frases de personagens, notícias sobre filmes, estreias e tudo mais relacionado ao que acontece na Fenda do Biquíni.

10

LICENSING BRASIL


Nazca Cosméticos lança filtro game para público infantil Com o objetivo de trazer atividades interativas e diversão para o público infantil, a Nazca Cosméticos acaba de lançar no Instagram o filtro game com a unicórnio Lila, da linha Acqua Kids. Por meio do reconhecimento facial, o jogador pode controlar a personagem pelo movimento da cabeça, para cima e para baixo, entre os obstáculos feitos de marshmallow.   Nele, a personagem é levada para além das embalagens, proporcionando uma experiência divertida para as crianças, que podem brincar virtualmente com a Lila, que está presente nos momentos de banho. A personagem integra a família de produtos veganos da linha Acqua Kids. “O filtro game é uma das estratégias de comunicação que a Nazca adotou para trazer inovação e interatividade no mercado de cosméticos infantils. Além de oferecer uma experiência animada através do jogo, essa também é uma forma de mostrar para pais e filhos que a diversão também pode ser levada para o momento do banho com seu personagem preferido. Além de oferecer produtos diversos para esse público, nosso objetivo também é desenvolver estratégias de comunicação e ações que reforcem nosso diálogo com as famílias sobre a importância desse momento juntos”, afirma Camila Correa, coordenadora de marketing da Nazca Cosméticos.  

O Cartoon Network levanta a voz para dizer: chega de bullying! Como parte de sua campanha “Chega de bullying: não fique calado”, o Cartoon Network apresenta uma nova campanha com dicas e orientações para ajudar as crianças a lidar com situações de cyberbullying que afetem a elas ou aos seus amigos. Sob a premissa de que esse tipo de assédio continua apesar do isolamento, essa nova comunicação responde à questão do que fazer diante de um caso de bullying na internet. As mensagens desta peça propõem conversar com um adulto ao vivenciar uma situação complicada e bloquear os agressores, evitando qualquer resposta que possa gerar mais violência, entre outras dicas. Além disso, compartilhar o vídeo é uma boa ideia para que mais crianças saibam lidar com o cyberbullying. Na página https://chegadebullying.com.br, as crianças e famílias podem aprender diferentes maneiras de ajudar a pará-lo, assim como assinar um compromisso de ação, baixar guias didáticos e encontrar mais informações sobre bullying e cyberbullying, dicas, vídeos e muito mais. Dezembro 2020

11


CURTAS

LICENCIAMENTO DO Disney e LucasFilm criam a campanha “Mando Mondays” O público brasileiro pode assistir no Disney+ o novo episódio da segunda temporada de The Mandalorian. Além disso, teve início a campanha Mando Mondays, uma ação global de produtos de consumo, jogos e publicações inspirados na série.  Depois que os fãs assistirem os novos episódios da segunda temporada toda sexta-feira no Disney+, eles podem, toda segunda-feira e ao longo da semana, conferir as novidades de brinquedos, itens colecionáveis, roupas, livros e conteúdo digital no Facebook, Instagram e Twitter de Star Wars. Além disso, os fãs também podem acompanhar o post de conteúdo digital inédito no Instagram dos influenciadores Mauro Nakada, Bruna Vieira, O Lado Negro da Força, Vitor Liberato, Negra Li, Família Quilombo e Milla Cabrall. A campanha Mando Mondays durará 5 semanas – até o dia 21 de dezembro. Os fãs podem encontrar os melhores produtos da série já disponíveis para compra on-line nos principais varejistas e no Disney.com.br/shop. 

Barbie ganha looks inspirados em Elton John Na canção Fools In Fashion, Elton John dizia: “… quando o tolo está na moda, ele atrai todo mundo, ele é o primeiro da lista, é convidado para jantar e é o centro das atenções…”. E Elton John sempre foi o centro das atenções não só por seu talento musical, como pelo seu estilo de se vestir, sempre explorando as cores e os brilhos por meio das lantejoulas. Agora, a mais fashion das bonecas, a Barbie, ganha um look inspirado no cantor, que assinou contrato com a Mattel para autorizar a comercialização do brinquedo. “Barbie é um ícone por si só, então, tê-la homenageando meu trabalho e estilo pessoal é uma verdadeira honra. Espero que ela inspire os fãs de todos os lugares a perseguir destemidamente seus próprios sonhos e potencial ilimitado”, escreveu Elton John em seu perfil oficial no Instagram. Os perfis internacionais da Mattel também fizeram questão de publicar a série de looks de Barbie. “Pop star. Ícone. Rocket Man. Barbie presta homenagem à carreira extraordinária do lendário Elton John, em comemoração aos 45 anos desde sua atuação decisiva no Dodger Stadium em Los Angeles”, diz a legenda das imagens no Instagram.

12

LICENSING BRASIL


Repensando os termos do contrato por Karen Raugust  Um dos temas apontados ao longo das quatro semanas do Festival of Licensing, organizado

desejarem mercadorias nas prateleiras das lojas e

pela Informa Markets em parceria com a Licensing

permitirem que o licenciado cumpra um pedido

International, foi a necessidade de reestruturar e re-

de um varejista em risco de falência, podem estar

pensar os termos dos contratos de licenciamento, no-

dispostos a abrir mão do pagamento de royalties

vos e existentes, como pré-requisito para o sucesso de um linha de produtos licenciados. Algumas das configurações que foram notadas pelos apresentado-

se o pior acontecer. •

quidas e/ou permissão para que contas a pagar

res ao longo do evento, que aconteceu de 6 a 29 de

de varejo não cobradas sejam deduzidas. Isso

outubro, foram: •

é algo a que os licenciadores têm resistido em

Tendência aponta para royalties menores ou

grande parte até agora, mas os licenciados acre-

mesmo nenhum mínimo garantido, normalmen-

ditam que será permitido no futuro, à medida

te em troca de marketing garantido contratual-

que aumentam os riscos de não pagamento, sem

mente ou iniciativas promocionais, promessas de lançamentos de produtos em tempo hábil, investimento no desenvolvimento de produtos,

culpa do licenciado. •

ros não precisem contar com a cláusula de força

contribuições de valor. Distribuição de pagamento de garantias mínimas por um período de tempo mais longo, especialmente para contratos existentes que foram fechados antes da pandemia, quando as condições eram diferentes. Isso se tornou quase uma etapa padrão durante a crise. •

Termos que isentam os licenciados da obrigação de remeter royalties quando um cliente de varejo importante não paga. A posição precária de muitos varejistas durante a Covid, bem como as falhas (por exemplo, Toys ‘R’ Us) pré-Covid, priorizam essa questão e, embora a reestruturação de um contrato dessa forma certamente não seja um dado, é um tópico de conversa. Mesmo sem uma promessa contratual, os licenciados podem abordar os licenciadores caso a caso; se estes

Dezembro 2020

Cláusulas que tratam de pandemias inseridas no boilerplate tradicional, para que os parcei-

expansão para canais inexplorados ou outras •

Remoção de limites nas deduções de vendas lí-

maior menos específica. •

Requisitos para adesão do licenciado à sustentabilidade e outras diretrizes éticas (por exemplo, direitos dos trabalhadores e diversidade). Esses problemas costumam fazer parte da diligência devida do licenciador no processo de seleção do licenciado. Alguns analistas acreditam que estes serão cada vez mais exigidos contratualmente, pois as decisões de compra dos consumidores são cada vez mais influenciadas pelas ações que os profissionais de marketing efetuam para causar um impacto positivo no mundo. Alguns contratos já contêm essas disposições. Confira as tendências detectadas no Summit e em todo o Festival clicando aqui.

13


ENTREVISTA

RONALDO PEREIRA JUNIOR E, para a última edição da Licensing Brasil em 2020, temos a honra de compartilhar o nosso bate-papo sobre varejo com o Ronaldo Pereira, o novo CEO da Ri Happy. O executivo foi presidente da Óticas Carol por 11 anos, de 2009 a 2020, e também responsável por redes como Oakley, Sunglass Hut e Rayban. Ronaldo iniciou sua carreira no setor financeiro, onde trabalhou para bancos como Citibank, Mercantil de SP (Finasa) e Bic Banco; foi sócio e co-fundador da General Optical e atuou como diretor de marketing/institucional da Associação Brasileira de Franquias (ABF). Atualmente, também é conselheiro do Instituto para o Desenvolvimento do Varejo (IDV), da Amigos do Bem e da empresa Acqio.

14

LICENSING BRASIL


Por @Craig Chapple

PELO MUNDO...

Pokémon GO atinge US$ 1 bilhão em 2020

Pokémon GO da Niantic teve seu melhor ano,

Até o momento, o Pokémon GO acumulou

após gerar US$ 1 bilhão apenas nos primeiros 10

cerca de US$ 4,2 bilhões em gastos de jogadores

meses de 2020, mostram as estimativas do Sensor

globalmente.

Tower Store Intelligence .

O Google Play responde pela maior parte da receita

Ainda muito popular, o icônico título baseado em

do título, gerando mais de US$ 2,2 bilhões, ou 53,4%

localização foi lançado em julho de 2016 e foi con-

do total. A App Store, por sua vez, responde por US$

tinuamente lançado em todo o mundo, atraindo a

1,9 bilhão, ou 46,6%. Quando se trata de downloads,

atenção do público e mais de US$ 832 milhões em

Pokémon GO gerou quase 600 milhões de instalações

gastos dos jogadores até o final daquele ano.

exclusivas em todo o mundo até o momento.

O sucesso do Pokémon GO ainda é impressiona,

Com um mês ainda pela frente, Pokémon GO já

no entanto, devido à implementação da Niantic de

alcançou seu melhor ano do calendário após ultra-

recursos para ficar em casa, o que significa que os

passar US$ 1 bilhão em gastos de jogadores. O fato

consumidores ainda podem desfrutar do jogo base-

de ser também o terceiro jogo para celular em gastos

ado em localização sem depender do que antes era

de jogadores até agora neste ano é uma evidência

parte de sua funcionalidade principal – caminhar

do poder de atualizações consistentes, eventos en-

ao ar livre. Ao mesmo tempo, alguns jogadores, ao

volventes, atenção aos fatores que podem afetar o

praticar o distanciamento físico, estão se voltando

desempenho do jogo e ações rápidas para se manter

para o título como uma forma de se aventurar com

no topo. De certa forma, Pokémon GO não deveria

segurança ao ar livre e permanecerem ativos duran-

ter tido sucesso em 2020, mas sua resiliência deveria

te este tempo.

ser uma lição para todos os desenvolvedores.

16

LICENSING BRASIL


DISNEY REVELA CAMPANHA FESTIVA: “FROM OUR FAMILY TO YOURS”

o Facebook, Instagram ou Twitter para compartilhar

A Disney lançou no início de novembro seu novo

suas próprias memórias festivas do passado e do

anúncio de Natal – um curta animado de 3 minutos

presente usando a hashtag #LoveFromDisney. Para

que conta a história de uma avó, sua neta e as tradi-

cada memória especial compartilhada, a Disney doará

ções familiares que as conectam ao longo dos anos.

US$ 1 para a Make-A-Wish (até US$ 100.000).

O anúncio faz parte da campanha festiva “From

A edição limitada do boneco Mickey Mouse apre-

our family to yours” da Disney e marca os 40 anos

sentado no anúncio está disponível na The Disney

de parceria da empresa com a instituição de caridade

Store e na ShopDisney.co.uk, beneficiando também

infantil Make-A-Wish.

as organizações Make-A-Wish.

Para cada download antes de 31 de dezembro de

Luciano Manzo, presidente e CEO da Make-A-Wish,

2020, 100% dos lucros do preço de varejo serão doa-

disse: “Nossa parceria de 40 anos com a Disney já aju-

dos para Make-A-Wish.

dou a realizar muitos desejos para crianças em todo

Para celebrar o tema das tradições festivas da família, a Disney está incentivando os fãs a acessarem

o mundo e estamos muito animados por fazer parte desta campanha de Natal”.

BARBIE + HELLO KITTY A Mattel fez parceria com a Sanrio para criar uma nova parceria entre a icônica marca de bonecas Barbie e a mundialmente reverenciada Hello Kitty, marcando a primeira vez que as duas se uniram no espaço de produtos de consumo. A colaboração prevê o desenvolvimento de uma linha de produtos coloridos e contemporâneos voltados para crianças e adultos que abrangerá acessórios, vestuário, saúde e beleza e calçados. A linha será lançada em toda a Europa, Oriente Médio e África a partir do início do próximo ano com um foco inicial em softlines, mas será ampliada em 2021. Um guia de estilo Barbie x Hello Kitty foi desenvolvido para a parceria, unindo os logotipos e criativos de ambas as marcas para criar um visual distinto e destacado. 

Dezembro 2020

17


PELO MUNDO... FÃS DE TOY STORY JÁ PODEM SE HOSPEDAR EM CASA TEMÁTICA DA SÉRIE DE FILMES

Chamada de Toy Story Experience, a casa instalada em El Paso, no Texas (EUA), está disponível no site de hospedagens Airbnb e é toda decorada com referências do desenho da Disney Pixar. Com quatro quartos e dois banheiros, o lugar tem capacidade para oito fanáticos por Toy Story. A sala de estar, que divide espaço com a cozinha e a mesa de jantar, tem nos móveis, na parede e nos enfeites figuras que lembram o Woody, o Buzz Lightyear e a Jessie. Um dos dormitórios remonta o quarto de Andy. Tem papel de parede de nuvens e brinquedos que, felizmente, só ganham vida na ficção mesmo. Quem ficar atento aos detalhes percebe outras referências, como as luzes coloridas do restaurante Pizza Planet e o neon com a icônica frase “You’ve got a friend in me”, extraída da principal trilha do filme. O valor da diária, com taxas inclusas, pode chegar a mais de 3 mil reais, dependendo do período escolhido.

COCOMELON: RECORDE NA NETFLIX De acordo com a Forbes, Cocomelon quebrou recentemente um recorde ao permanecer no top 10 dos programas mais assistidos da Netflix por 62 dias. Isso é mais longo do que Avatar: O último mestre do ar. Cocomelon é uma série de compilações de canções de ninar com 3 horas de duração. O conteúdo disponível na Netflix é um compilado de destaques editado de seu canal no YouTube; o segundo canal mais visto do planeta, com 82 bilhões de visualizações e uma receita anual de anúncios de US$ 120 milhões.

18

LICENSING BRASIL


LIVRO DE RECEITAS CHEETOS

pornográfica Bellesa, que começou como anunciante, mas estendeu para um contrato de licenciamento baseado em royalties para o novo produto chamado BuzzFeed AirVibe, lançado em novembro. A categoria de brinquedos sexuais nos negócios afiliados do BuzzFeed cresceu significativamente no ano passado, de acordo com Nilla Ali, SVP de comércio do BuzzFeed. As vendas anuais que parceiros endêmicos de brinquedos sexuais receberam

PepsiCo, a empresa guarda-chuva da Frito-Lay,

por meio da cobertura do BuzzFeed nesta área au-

dona do Cheetos, anunciou a edição limitada, a

mentaram 186%, disse ela. Nem o BuzzFeed nem a

“Bon-appe-Cheetos: um livro de receitas de férias

Bellesa divulgaram a receita estimada obtida com as

de Chester e amigos”. A coleção de pratos inclui 22

vendas do produto ou quanto cada parte ganharia,

receitas diferentes para satisfazer qualquer tipo de

mas o próprio vibrador custa US$ 59 e o BuzzFeed

desejo de Cheetos durante as férias.

ganhará royalties pelas vendas.

Embora não esteja disponível para compra dire-

Além disso, no ano passado, o BuzzFeed teve

ta, as pessoas podem doar um mínimo de US$ 35

mais de 150 milhões de visualizações de conteúdo

em Cheetos.com/cookbook, e os lucros irão para a

especificamente relacionado a brinquedos sexuais,

World Central Kitchen e seu programa de auxílio ali-

disse Ali. As postagens relacionadas a sexo no site

mentar para a Covid-19 #ChefsofAmerica. Para obter

atingiram o pico em abril, quando o país entrou em

uma versão digital do livro de receitas, as pessoas

bloqueio por coronavírus e “sexo” esteve entre os

podem acessar MoreSmilesWithEveryBite.com.

cinco primeiros para termos de pesquisa do usuário na web e os dez primeiros para o aplicativo durante

BUZZFEED QUER SE TORNAR UMA AUTORIDADE EM BEM-ESTAR SEXUAL PARA OS MILLENNIALS

todo o ano, de acordo com a empresa. Por causa desse aumento de interesse e tráfego, a editora está lançando uma nova indústria ligada a esse assunto; a vertical Sex and Love está programada para ser lançada no primeiro trimestre do próximo ano. Este é o primeiro produto que a Bellesa está criando como parte de um acordo de licenciamento com uma editora, mas a CEO da empresa, Michelle Shnaidman, projeta que este vibrador da marca BuzzFeed é o pro-

O nome do BuzzFeed e sua cor vermelha bri-

duto mais popular até agora para a Bellesa.“Estamos

lhante serão usados para ​​ vender um novo vibrador,

bem posicionados para saber quais itens têm mais

no último esforço da editora para se tornar a auto-

probabilidade de repercutir melhor com nosso públi-

ridade da Internet em sexo e bem-estar. Para isso, a

co, o que apresenta uma oportunidade interessante

editora está aprofundando sua parceria de 2 anos

para os editores desempenharem um papel maior no

com a fabricante de brinquedos sexuais e empresa

desenvolvimento de produtos.”

Dezembro 2020

19


CAPA

Qual o futuro da influência?

F

ragmentado e saturado, o cenário atual de influenciadores começa a mostrar efeitos adversos. Novos nomes, capazes de mobilizar e moti-

var pessoas, começaram a ganhar destaque em 2020. Quem compartilha esse relatório é a estrategista e cientista social da WGSN Sarah Owen. Por aqui, você confere um recorte com informações

A EVOLUÇÃO DOS INFLUENCIADORES Este infográfico acompanha a transformação da blogosfera de 2010 para a economia dos influenciadores de 2015. Hoje em dia, além de fragmentado e saturado, o cenário está propenso ao surgimento de uma nova figura: o “defensor”.

que valem a pena para as estratégias de seus negócios.

INFLUENCIADORES Os influenciadores com mais de 100.000 seguidores

impacto da pandemia tenha certamente afetado o

afetam apenas 6% das decisões de compra do público

conteúdo dos patrocinadores, essa mudança já estava

jovem, de acordo com a Dazed, indicando que esse tipo

ocorrendo em janeiro, quando a participação dos in-

de estratégia de marketing começa a perder força.

fluenciadores despencou 38% na comparação anual.

Conforme mostrado na matéria Tendências do

Os posts patrocinados não estão tendo efeito jun-

Marketing de Influência 2019, os posts patrocina-

to a um grupo de consumidores céticos, que estão

dos no Instagram dispararam no primeiro trimestre

submersos em fake news, cansados de postagens ho-

de 2019, enquanto as taxas de engajamento tiveram

mogêneas e exaustos pela falta de substância das re-

uma queda histórica. Apenas um ano depois, essa

des sociais. Neste ano, em meio aos protestos do mo-

tendência começa a se inverter. De acordo com um

vimento Black Lives Matter, as marcas estão fazendo

estudo recente da consultoria Socialbakers, a hashtag

uma pausa proposital nos acordos com os influencia-

#Ad caiu 30% em abril de 2020 em relação ao ano

dores para garantir o alinhamento ao que está sendo

anterior, fazendo com que esse mês tivesse os pio-

discutido, usando esse período para avaliar estrategi-

res índices históricos de atividade paga. Embora o

camente as suas parcerias.

20

LICENSING BRASIL


Em alguns casos, os influenciadores (micro ou de

Como resultado, os defensores estão se transfor-

massa) estão tendo um impacto adverso em tendên-

mando em um novo parâmetro para que os profissionais

cias sociais amplamente documentadas – como cuidar

de marketing avaliem e selecionem as marcas parceiras.

de plantas ou comer torradas com abacate. ‘Eis o anti-

Recentemente, a agência Fohr se reinventou

-influenciador, a pessoa que me faz ir na contramão do

como uma empresa de marketing de embaixadores,

que ela está fazendo e jogar fora qualquer coisa que eu

renunciando ao termo “influenciador”e adotando

já tenha e sobre a qual ela esteja postando”, afirmou a

uma estratégia de longo prazo junto aos parceiros. A

jornalista Marisa Meltzer para o site The Cut. Esse novo

agência Whalar também implementou a sua iniciati-

sentimento continuará afetando uma grande parcela

va Change Collective, com o objetivo de recrutar in-

do público, que já sofre de fadiga visual e espera mais

fluenciadores com mais propósito para as marcas com

propósito das pessoas que ele segue.

quem trabalha.

DEFENSORES Capazes de mobilizar e motivar pessoas, esses novos players sociais ganham espaço a partir de 2020. Os “defensores – as novas vozes das redes sociais – estão ressoando mais do que nunca junto a um público de massa, que busca informações como fonte de inspiração. A enxurrada de eventos inesperados que vem marcando 2020 catapultou esse grupo ao território da influência, já que as pessoas estão procurando nomes confiáveis em diversos segmentos, da recomendação de produtos à educação política. Os defensores são capazes de influenciar com autoridade, expertise, autenticidade e valores. Embora essas novas vozes consigam dar às narrativas um caráter humano que transforma pensamentos, isso não significa que elas também não possam vender produtos: basta que estejam realmente conectadas à marca e mantidas como parceiras a longo prazo.

Dezembro 2020

21


CAPA “Eis uma verdade desconfortável: a maior parcela do marketing de influenciadores não funciona. Tudo se tornou muito transacional, caro, mais voltado ao pagamento do que à criação de uma parceria. Porém, algo que está quebrado ainda pode ser consertado.” James Nord, CEO e fundador da Fohr

Embora os criadores também estejam presentes em canais como o YouTube, o algoritmo sofisticado do TikTok consegue prender a atenção das pessoas por cerca de 80 minutos por dia. A plataforma ainda continua sendo a preferida da maioria dos criadores, mas diversos perfis influentes já começam a sugerir que o público os siga também no Instagram. Isso está acontecendo porque o TikTok foi banido

CRIADORES

recentemente de alguns países importantes, como a

Enquanto o Instagram ainda mantém a sua pro-

Índia, fazendo com que os criadores se preocupem

posta de curadoria, o TikTok enfatiza a criação. Como

com o futuro do app em locais como os EUA. No en-

resultado, os criadores de entretenimento e informa-

tanto, mesmo com o banimento, concorrentes como

ção estão atraindo o público jovem do mundo todo.

o Instagram sabem agora que o formato do TikTok

Destaque da matéria Propulsores das Redes Sociais

funciona. De fato, o Instagram começou a testar um

2020, a chegada do TikTok deu um novo gás à econo-

produto parecido – batizado de Reels – no Brasil, na

mia dos criadores. A natureza da plataforma mudou o

Alemanha e na França, e deve implementar o recurso

comportamento dos usuários, que passam um tempo

globalmente se o TikTok continuar sendo banido em

cada vez maior criando conteúdos.

outros países.

FORMADORES DE OPINIÃO Novas vozes, com um foco específico, estão surgindo em plataformas como o Twitter e por meio de newsletters, atraindo a atenção das pessoas por conta da sua expertise e pensamento crítico. Neste mês, Nathan Tankus foi identificado pela Bloomberg como “uma pessoa de 28 anos, sem formação superior, leitura obrigatória sobre economia. Tankus, um estudante de Nova York, é mais um exemplo da ascensão de pessoas especializadas em um determinado tema, mas que não têm as credenciais De acordo com Blake Chandlee, VP de soluções

clássicas para tratar dele. Tanto a newsletter quanto

globais do TikTok, o tempo médio que o usuário gasta

o perfil dele no Twitter têm atraído seguidores como

para criar um vídeo é de 50 minutos – uma “eternida-

a Comissão de Valores Mobiliários, o Escritório de

de, em comparação a outras plataformas. O esforço

Controladoria da Moeda e o Departamento do Tesouro

por trás da criação de vídeos para o TikTok exige refle-

americano, além de diversos think tanks de economia.

xão, estratégia e análise de fatores culturais – diferen-

Tankus representa um novo tipo de formador de

temente do Instagram, que requer menos capacidade

opinião, que mistura o conhecimento sobre um de-

artística (a não ser para aplicar filtros de imagem).

terminado tema e as ferramentas digitais certas para

22

LICENSING BRASIL


cultivar e engajar a comunidade. Essa tendência é perfeita para plataformas de texto, como Twitter ou Medium, em que threads de diálogos informativos são comumente repostadas em canais como Instagram e Facebook. Cada vez mais, diversos acadêmicos procuram as redes sociais. Eles estão readequando as suas postagens do Twitter ao formato do Instagram, garantindo que o conteúdo apareça no feed para ter acesso ao recurso “adicionar publicação nos Stories – algo que não pode ser feito se você postar diretamente nos Stories. Robert Reich, por exemplo, professor da Universidade de Berkeley e ex-ministro do trabalho dos Estados Unidos, adotou essa técnica para amplificar as suas postagens no Twitter. No Instagram, ele já tem 376 mil seguidores, enquanto no Twitter esse número já passa

Em 2020, os influenciadores estão competindo

de 1 milhão. Reich vai na mesma linha de perfis

com os criadores e os formadores de opinião, cada

como @DrIbram, @ProfEmilyOster e @profgalloway,

um deles posicionados para, efetivamente, atrair o

que estão angariando fãs por sua liderança, pensa-

seu público por meio de informação e entretenimen-

mento crítico e expertise.

to. Como resultado, os “defensores ganham um pa-

LÁ VAI UM RESUMO...

pel-chave, transformando-se em um novo parâmetro para que os profissionais de marketing avaliem e se-

Em 2010, o apelo das celebridades estimulou a

lecionem as marcas parceiras. Os defensores influen-

maioria das marcas a buscarem acordos de parceria,

ciam com autoridade, expertise, autenticidade e valo-

já que essas pessoas serviam de inspiração para o pú-

res dando às narrativas um caráter humano capaz de

blico. Cinco anos depois, em 2015, com a chegada

transformar pensamentos.

de plataformas visuais como Instagram e Pinterest ao

As mídias sociais começam a deixar o individualis-

mainstream, além de outros fatores socioeconômicos

mo de lado para priorizar o coletivismo. Nesse cená-

listados no infográfico abaixo, um novo tipo de super-

rio, os consumidores estão desenvolvendo novos há-

-herói acessível ganhou destaque: o influenciador.

bitos, que subvertem o conteúdo e o modo como eles

Embora o discurso do “fim do reinado dos influen-

interagem com as redes sociais. No que se refere ao

ciadores venha se fortalecendo desde o ano passado,

consumo, a discrição é novamente a palavra da vez, à

a verdade é que eles se mantêm relevantes no que se

medida que as pessoas evitarão as exibições excessi-

refere a estratégias de marketing, mas já não têm a

vas de materialismo para garantir que as plataformas

mesma importância para a conversão imediata.

sejam usadas para o bem.

Dezembro 2020

23


TENDÊNCIA

+ INOVAÇÃO

Veja os próximos passos da inovação no Brasil

E

stamos sempre pesquisando, buscando e produzindo conteúdo que acreditamos fazer sentido para seus negócios. E, para a última edição deste ano diferentão, decidimos falar de inovação.

O material a seguir faz parte do know-how do time do Whow! − Festival de Inovação, rea-

lizado entre os dias 10 e 12 de novembro e que apresentou tudo o que é preciso para inspirar, agregar, inovar, criar, gerar e disseminar ideias. Confira a seguir as tendências para os próximos anos em startups e grandes empresas. O texto é da jornalista Carolina Cozer. Mesmo com as adversidades ocasionadas pela pandemia de coronavírus, o ecossistema brasileiro de inovação continua em pleno desenvolvimento. Segundo José Muritiba, diretor-executivo da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), estamos no melhor e mais maduro estágio desse ecossistema. “Temos empreendedores mais bem preparados, soluções mais assertivas, o mercado de forma geral buscando se relacionar, entendendo que startups são uma realidade, e além de sua respectiva importância”, afirmou. Os demais atores do ecossistema de inovação também seguem fortalecidos no Brasil, como aceleradoras, investidores-anjo, imprensa específica e até mesmo a presença de maiores fundos de investimento internacionais, assim como maiores abertura e acesso ao mercado, compartilha Muritiba.

Startups e o PIB do Brasil Se a inovação e a disrupção são o futuro dos negócios, as startups desenvolvem um papel importantíssimo

citando o case da WeWork, que estima contribuir com R$ 1,2 bilhão ao PIB da cidade de São Paulo.

no crescimento econômico onde estão inseridas. De acordo com a Radiografia do Ecossistema Brasileiro, da ABStartups, o Brasil possui, hoje, mais de

Inovação em múltiplos setores Conforme

citado

pelo

Diretor-executivo

da

13 mil startups, sendo 40% delas com mais de 5 funcio-

ABStartups, a inovação não é algo exclusivo das

nários. “Se cruzarmos esses dados, já temos mais de 50

startups no Grupo Stefanini, multinacional do setor de

mil empregos gerados”, comenta Muritiba. “Uma pes-

software, a inovação está presente em todos os setores,

quisa recente da Gama Academy mostrou que existem

desde o atendimento à entrega final dos produtos. E em

2.849 vagas abertas em 352 startups de todo Brasil. Em

2021, a empresa pretende consolidar seu ecossistema

termos econômicos, temos cada vez mais cases de su-

de plataformas em diferentes temas, para poder dar

cesso, gerando empregos e renda no País”, acrescenta,

mais suporte às jornadas de negócio dos clientes.

24

LICENSING BRASIL


“Na Stefanini trabalhamos fortemente no passado em

montar

diferentes

soluções,

especialmente

orientadas na jornada de serviços financeiros; hoje,

pessoal da saúde, olharemos um consumo de bemestar self-service, alavancado a partir de hubs de soluções de saúde, bem-estar e mindfullness.“

estamos consolidando nossa capacidade de inovar em temas como varejo, logística, indústria e setor

Operações cada vez mais eficientes

de saúde”, conta Mary Alejandra Ballesta Estrada,

“A crise mundial reduz cada vez mais as receitas.

diretora global de inovação e negócios digitais do

Existem muitas oportunidades de crescer em alguns

grupo Stefanini.

segmentos, outros foram altamente impactados, mas

Ainda em 2020, a Stefanini investe no fortale-

ainda os que crescem devem considerar um cenário

cimento das estratégias de inovação aberta para

econômico completo, com margens cada vez mais

completar o sistema com as empresas do grupo.

estreitas e que requerem muita disciplina para a redu-

“Acreditamos que o poder da cocriação é fundamen-

ção de custos e a sobrevivência. Veremos uma inten-

tal para alcançar a inovação”, diz a diretora.

sificação da automação, a adoção de processos cada vez mais enxutos e a capacidade de repensar todo o modelo operativo, buscando uma cadeia de valor de

Tendências de inovação para 2021

maior efetividade.”

Por Mary Alejandra Ballesta Estrada Finanças para todos Economia circular

“A democratização dos serviços do setor financei-

“A pandemia nos deixou uma mensagem clara: a

ro é um fato. Também veremos uma grande cobertura

necessidade de praticar um consumo mais consciente,

nesse tipo de serviços a partir do novo contexto de

que privilegie e economia local a partir de uma economia

open banking, PIX e, especialmente, de todo o mo-

global vantajosa. As pessoas irão consumir mais próximo

vimento de superplataformas que estará imerso no

de casa e de produtores menores, e isso significa maior

nosso dia, a dia nos oferendo serviços financeiros cus-

acesso a comprar a partir de marketplaces, cidades

tomizados e ao alcance das nossas mãos.”

com mudanças radicais de infraestrutura e mobilidade, assim como hábitos de consumos modificados.”

LGPD “A proteção de dados não só levará as empresas

Bem-estar e saúde

a pensarem melhor em formatos para garantir a se-

“Há alguns anos, era possível ver um movimento

gurança dos dados dos seus clientes, como também

de prevenção da saúde a partir de um cuidado mais

para usá-los cada vez mais com responsabilidade e

preventivo e de uma visão de bem-estar. Hoje, mais

eficiência. Ganhará muito valor tudo o que tem a ver

do que nunca, e com a instalação da telemedicina e

com a gestão e inteligência de dados na visão de rela-

potenciais novas soluções digitais para o cuidado

cionamento e uso.”

Dezembro 2020

25


SUMMIT

Live Uatt & Bubu in Licensing Summit

dades de negócios e que, até o fechamento desta edição, contava com mais de 500 acessos. “Muito feliz por ter realizado o Licensing Summit de Bubu e Uatt? na nossa sede em Florianópolis. Esse formato proporcionou trazer os parceiros para o nos-

VOCÊ VIU?

N

so universo e, assim, apresentar toda a nossa expertise em criatividade, design, criação de conteúdos e de

o dia 17 de novembro, todo o universo

marcas. Compartilhando, com o varejo, de que ma-

da da Uatt? e da Bubu foi apresentado

neira construímos essa experiência para transformar

por meio de uma live – no canal da EP

os consumidores em fãs de nossas marcas. O que

Grupo−, realizada direto da sede da empresa em

fazemos é incrível; o design vira produto, o produto

Florianópolis, Santa Catarina.

transforma-se em conteúdo que se torna marca, que

Nossa diretora Marici Ferreira conduziu o evento ao vivo, que contou com a expertise do fundador e CEO Rafael Biasotto e da gerente de licenciamen-

conta com um enorme potencial para outras categorias e territórios”, comemorou Rafael. Acompanhou? Reveja! Perdeu? Confira!

to Amanda Mello. A força de vendas que virou licenciamento, a criatividade que transforma produto em marca, os resultados e as novidades da companhia e das marcas foram apresentadas. Foi um evento dinâmico, com ótimas oportuni-

26

LICENSING BRASIL


TM

BR

D AN

®


EM DESTAQUE

Impostores rendendo milhares de doláres Mais de 16 milhões de downloads no Brasil

S

e você inda não ouviu falar sobre a febre do

para celulares (Android | iOS) e possui uma versão

Among Us, preste muita atenção. Afinal, so-

paga para PC (Windows) por R$10,89.

mente em outubro, a versão mobile do game

foi baixada mais de 75 milhões de vezes, e também

Do que se trata?

gerou mais de US$ 39 milhões em receita, apesar de

“Preso em nome da lei!”. Lembra desta frase de

ser gratuito para jogar.

impacto da famosa brincadeira de detetive na infân-

Ainda que o jogo tenha sido lançado em 2018,

cia das décadas de 1980 e 1990. Então, imagine essa

a notoriedade aconteceu agora, em 2020. O game

situação repaginada e com toda a tecnologia atual:

está entre os mais assistidos na Twitch e com mais de

isso é Among Us.

16 milhões de downloads no Brasil, segundo relató-

Confira o trailler

rio do Sensor Tower. É disponibilizado gratuitamente

28

LICENSING BRASIL


O jogo reúne uma equipe com até 10 pessoas dentro de uma nave, na qual até três integrantes são

Graças à pandemia?

impostores. Os jogadores precisam realizar a ma-

Pois é, ao que tudo indica, o COVID-19 tem sua

nutenção dessa nave, enquanto os impostores pos-

parcela de responsabilidade no sucesso do game.

suem o objetivo de sabotar e assassinar os demais

Com muitos jogadores em quarentena, o jogo forne-

participantes. Ao encontrar um corpo, os jogadores

ceu um método para pessoas que não são jogadores

discutem sobre quem foi o responsável no chat e ini-

típicos para satisfazer suas necessidades de interação

ciam uma votação de emergência. A partida termina

social nestes tempos difíceis.

quando os impostores são descobertos, todos os ob-

Tornou-se mais do que um jogo; um meio de in-

jetivos da nave são concluídos ou quando o impostor

teração social de uma maneira que nenhum outro

consegue eliminar todos os adversários.

videogame jamais chegou perto de fazer.

Um dos destaques de Among Us é a presença

Among Us também tem sido um grande sucesso

de crossplatform – ou seja, é possível jogar com pes-

no Twitch e no YouTube e ainda é um dos jogos mais

soas utilizando diferentes plataformas, encontrando

vistos do Twitch.

jogadores pelos celulares e computadores.

Com a mais nova geração de consoles prestes a

Devido ao sucesso estrondoso do game, os de-

chegar, o impacto de Among Us mostra o que pode

senvolvedores da InnerSloth cancelaram o trabalho

ser feito mesmo sem tecnologia de ponta ou um

de uma potencial sequência, a fim de manter e de

enorme orçamento.

expandir seu enorme sucesso.

O QUE ISSO SIGNIFICA PARA AS MARCAS? Por @Saad Abukhadra Marcas que procuram se envolver têm as opções de publicidade padrão de banners e anúncios precedentes, mas dada a ascensão meteórica do jogo decorrente do envolvimento do influenciador, seria sensato explorar a parceria com os jogadores para aprimorar a experiência que já está ocorrendo no Twitch. Os jogadores esperam que as marcas agreguem valor às suas vidas e uma compreensão da cultura é crucial para isso. Um exemplo recente viu uma marca bem conhecida fracassar no Twitch - embora eles adotassem uma abordagem inovadora para usar seus recursos, o resultado final desrespeitou as regras da comunidade. As marcas precisam reconhecer a cultura do jogo. A ação mais fácil seria usar o humor gerado a partir dele, como a Domino’s em Cingapura fez com sucesso, transformando o aspecto de ‘adivinhar o impostor’ do jogo em um debate sobre coberturas de pizza desonestas. Se as marcas buscam construir interação social, elas devem pensar em como tornar suas experiências mais agradáveis em ​​ grupos maiores. Com as restrições atuais no mundo real, os jogos apresentam uma oportunidade de interagir com uma comunidade de fãs por meio do gerenciamento da comunidade e da conexão com os influenciadores certos que podem dar a uma campanha de longo prazo a visibilidade necessária.

Dezembro 2020

29


Por @Sarah Holbrook  

TENDÊNCIA + VAREJO

#varejolocal Este modelo de comunidade se tornar uma ponte entre o varejo local e uma megamarca

E

m 2015, a Nike abriu uma loja comunitária no

um raio de cinco quilômetros da loja, e está apoian-

Brooklyn. Não é em Williamsburg ou Dumbo,

do organizações locais por meio de um programa de

é em Flatbush. Flatbush dificilmente é uma

subsídios liderado por funcionários.”

meca do varejo internacional. Na verdade, a loja fica

A Nike não está sozinha na abertura de lojas no

perto da última parada do centro, no final da linha

que pode ser conhecido como desertos de varejo. A

2 do metrô.

Footlocker tem uma abordagem semelhante expres-

O modelo da Nike Community Store foi expandido para incluir o centro de Detroit, Ivy City em DC,

sa nas lojas Power de bairro da marca, cada uma com uma identidade personalizada para o local.

o centro de Nova Orleans, South Chicago, Portland

Em Detroit, o varejista de moda Carhartt juntou-

Oregon, East Los Angeles e o mais novo local, inau-

-se ao esforço no renascimento de Detroit, abrindo

gurado em agosto de 2020, no bairro Watts de LA.

uma nau capitânia de 4.000 pés em um edifício Art

O plano de inspirar autenticidade e cultura local na

Déco de 1928, um marco histórico. No segundo an-

essência de uma loja é mais profundo; a WWD des-

dar, Carhartt criou um espaço de oficina aberto (tem-

creveu a ênfase no engajamento local específico para

porariamente fechado devido à Covid) e uma biblio-

a Watts Community Store como fator emblemático

teca gratuita de empréstimo de ferramentas para os

da iniciativa. “A Nike contratou 85% da equipe em

moradores trabalharem em projetos de bricolagem.

30

LICENSING BRASIL


Há anos as marcas acenam com a responsabilidade social. Mas desta vez é diferente: as empresas estão enfrentando uma geração de consumidores em sintonia social que conquistaram o domínio do mercado. Esta geração anseia por esforços sociais quantificáveis e ​​ espera que uma marca represente algo. Para as Vans de skate e surf, essa abordagem não é novidade. A Vans, que pretende ser uma empresa de US$ 5 bilhões até o ano fiscal de 2023, tem uma comunidade construída no DNA da marca. Um artigo recente na Forbes cita o presidente de marca global, Doug Palladini: “Estamos tentando fazer parte do mundo que queremos representar. Você não pode contratar uma agência terceirizada para dizer o que é legal no Grupo X enquanto você se senta em sua mesa e responde a e-mails. Você precisa vivenciar mesmo... Muitas empresas cometem o erro de tentar sequestrar a cultura popular. A estratégia da Vans tem

Na primavera de 2020, com grande parte do

sido investir em comunidades localizadas que ajuda-

mundo em bloqueio, a Vans, de propriedade da

ram a marca a se posicionar como genuína”.

VF Corporation, fez check-in com sua comunidade virtual. O “Shoebox Challenge” foi apresentado, a

A vans apoiará 10

vans desafiou os fãs a transformar caixas de sapatos

instituições de caridade

piscina de miniondas. Talvez você queira fazer um

de todo o mundo cujo

“em um miniparque de skate, ou em sua própria pequeno robô, uma criatura do espaço sideral ou então uma guitarra DIY?” A marca apresentaria

objetivo comum é usar

designs selecionados e recompensaria alguns cria-

programas focados

dores com “Códigos personalizados da Vans para projetar seu próprio par, por nossa conta”. Outro

na criatividade como

esforço foi “Foot The Bill”, desenvolvido para apoiar

recursos para lidar com

lojas locais de skate, restaurantes, galerias de arte

os estressores que afetam

ma permitiu que as empresas, usando a plataforma

a saúde mental e o bem-

estar, doando um montante coletivo de

Dezembro 2020

US$ 1 milhão.

e locais de música durante paralisações. O prograde calçados personalizados da Vans, colaborassem com os artistas locais na criação de tênis Vans de edição limitada. A receita líquida das vendas foi diretamente para as pequenas empresas. 

31


TENDÊNCIA + VAREJO

A iniciativa gerou US$ 4 milhões para as empresas em dificuldades. Para estimular “saúde mental e bem-estar durante o período de isolamento”, a marca estabeleceu o “Dia do Tabuleiro de Damas”. A Vans há muito abraçou a expressão criativa; esse esforço está alinhado com o ponto de contato da cultura da marca. “A Vans apoiará 10 instituições de caridade de todo o mundo cujo objetivo comum é usar programas focados na criatividade como recursos para lidar com os estressores que afetam a saúde mental e o bem-estar, doando um montante coletivo de US$ 1 milhão.” ORIENTADO PARA UMA FINALIDADE Os esforços focados na comunidade representam

MUDANDO DE ROTA

a interseção de comércio e propósito. A hiperloca-

Como muitos shoppings continuam a vacilar,

lização de marcas estabelecidas nos EUA adiciona

falir e alguns poucos são reaproveitados como resi-

uma nova dimensão ao varejo. A estratégia que se

dências para idosos, os varejistas, em busca de lo-

manifestou no início de 2015, agora parece surpre-

cais alternativos, estão considerando cada vez mais

endentemente prudente.

locais urbanos menores. Embora estabelecida com uma proposta de valor diferente das lojas voltadas

JUNTANDO AS PEÇAS

para a comunidade, a Nordstrom está expandindo o

A queda calamitosa de varejistas de propriedade

modelo Nordstrom Local. A IKEA anunciou a aber-

privada durante esta pandemia cria uma oportunida-

tura de cinquenta lojas urbanas menores em todo

de para este modelo de comunidade se tornar uma

o mundo. Jeff Genette anunciou que a Macy’s e a

ponte entre o varejo local e uma megamarca, bem

Bloomingdales testarão lojas menores em cidades

como um complemento para o comércio eletrôni-

com o objetivo de “fortalecer o relacionamento com

co. Além disso, a otimização da inteligência artificial

o cliente, fazer curadoria de moda de qualidade, ace-

dá às marcas uma ajuda para acertar a localização, o

lerar o crescimento digital, otimizar o portfólio da

tom, o estoque e os preços. A abundância de dados

loja e redefinir a base de custos”.

granulares gerados por grandes marcas e divididos

Se a Macy’s adicionar criatividade e personaliza-

por bairro, combinada com a criatividade, permite

ção de bairro a essa fórmula, poderemos ver o que

que as lojas da comunidade superem o propósito,

começou como um experimento no final da linha do

criando uma experiência de compra sob medida que

metrô apontando para o início de uma nova jornada

reflete um bairro.

para consumidores e varejistas.

32

LICENSING BRASIL


VEJA COMO FOI

DESIGN DESIGN QUE QUEÉÉ PRODUTO. PRODUTO.

LIFESTYLE LIFESTYLE QUE QUEÉÉ CONTEÚDO. CONTEÚDO.

PRODUTO PRODUTO QUE QUEÉÉ LIFESTYLE. LIFESTYLE.

CONTEÚDO CONTEÚDO QUE QUEÉÉ LICENCIAMENTO. LICENCIAMENTO.

FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES CONHEÇA TODA A FORÇA DO DESIGN QUE AGORA É LICENCIAMENTO

CLIQUE E CONFIRA O SUCESSO DO MUNDO DE

QUER SABER MAIS? ACESSE NOSSOS CANAIS! CLIQUE AQUI PARA CONHECER O NOSSO UNIVERSO

(48) 98473-3943

licenciamento@uatt.com.br institucional.uatt.com.br Dezembro 2020

AGENTE:

ou

contato@verticallicensing.com.br verticallicensing.com.br

33


ANOTE AÍ

Os encontros B2B estarão a toda em 2021. Com todos os protocolos de segurança, claro. Confira quais encontros setoriais já têm data confirmada

Local: SÃO PAULO − BRASIL Site: www.couromoda.com

JANEIRO

11 a 13

COUROMODA

FEVEREIRO ABCASA FAIR

11

Local: SÃO PAULO – BRASIL Site: www.abrin.com.br

Local: SÃO PAULO – BRASIL Site: https://abcasafair.com.br

MARÇO

7 a 10

ABRIN − FEIRA DE BRINQUEDOS

MARÇO HAIR BRASIL

34

27 a 30

Local: SÃO PAULO – BRASIL Site: www.hairbrasil.com/index.php

LICENSING BRASIL


Local: CANNES − FRANÇA Site: www.miptv.com

BOLOGNA LICENSING TRADE FAIR

12 a 14

12 a 13

Site: https://consumergoodsshow. messefrankfurt.com/frankfurt/en.html

Local: BOLOGNA – ITÁLIA Site:www.bolognalicensing.com

ABRIL

17 a 20

23 a 26

Local: HONG KONG − CHINA Site: http://www.hktdc.com

Dezembro 2020

INTERNATINAL CONSUMER GOODS SHOW – FEIRA DE PAPELARIA, NATAL E DECORAÇÃO

ABRIL Local: SÃO PAULO – BRASIL Site: https://www.fit016.com.br

ABRIL

NEW YORK TOY FAIR

MIPTV

ABRIL

Local: ALEMANHA – FRANKFURT

FIT - FEIRA INTERNACIONAL DO SETOR

ABRIL

23 a 30

HONG KONG TOYS & GAMES FAIR & BABY PRODUCTS FAIR

MAIO

1º a 4

Local: NOVA YORK − ESTADOS UNIDOS Site: www.toyfairny.com

35


ANOTE AÍ

AGOSTO

Local: SÃO PAULO – BRASIL

3a6

Site: https://expolazer.com.br

LICENSINGCON MARCAS E PERSONAGENS

SETEMBRO

1º e 2

Local: SÃO PAULO – BRASIL Site: www.beautyfair.com.br

INSIGHTS-X − FEIRA COMERCIAL DE PAPEL, MATERIAL DE ESCRITÓRIO E ARTIGOS DE PAPELARIA

Local: SÃO PAULO – BRASIL Site: www.brasilgameshow.com.br

36

EXPOLAZER & OUTDOOR LIVING − FEIRA INTERNACIONAL DE PISCINAS, SPAS, LAZER E WELLNESS

Local: SÃO PAULO – BRASIL Site: https://licensingcon.com.br

SETEMBRO

4a7

BEAUTY FAIR

OUTUBRO

7a9

Local: NUREMBERG – ALEMANHA Site: https://insights-x.com/en

OUTUBRO

8 a 12

BGS − BRASIL GAME SHOW

LICENSING BRASIL


DESIGN | ESTILO | INOVAÇÃO | EMPREENDEDORISMO INFLUÊNCIA | PREFERÊNCIA | INOVAÇÃO

QUE MARCA É ESSA E POR QUE É A MELHOR ESCOLHA PARA SUA ESTRATÉGIA DE LICENCIAMENTO? CLIQUE AQUI E SURPREENDA-SE!

MAIS INFORMAÇÕES: (11) 5041-3915 ORNA@ORNAGROUP.COM Dezembro 2020

37


ANOTE AÍ

EVENTO

SAVE 01 E 02 the date

SETEMBRO/2021

VILA DOS IPÊS

AVENIDA MOFARREJ, 1505 VILA LEOPOLDINA – SÃO PAULO/SP REALIZAÇÃO:

38

PUBLICAÇÃO OFICIAL:

APOIO:

LICENSING BRASIL

Profile for EP Grupo – Agência de Conteúdo

Revista Licensing Brasil (Marcas e Personagens) #74