Page 1

Agosto . 2018

II SÉRIE

ANO XII

NÚMERO 62

Festas de Vilarandelo 2018

C

aríssimos conterrâneos. Como acontece todos os anos e por estas alturas, a nossa terra recebe e enche-se com os filhos espalhados pelo mundo e a festa funciona como o pretexto para visitar familiares e amigos, o que não deixa de ser um bom motivo para matar saudades. Estes e outros motivos serão suficientes para manterem viva a chama das festas da nossa terra. Vai ser este o sentido desta Comissão de Festas e apelamos a todos que mais uma vez nos ajudem com a generosidade dos vossos donativos, cientes das razões que nos tornarão corajosos e persistentes nesta Comissão que por vós nos foi confiada. continua na pág. 8

Editorial Apoio Domiciliário - Serviço de Teleassistência Permanente

Pág. Donativos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Mensagem da Junta de Freguesia . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . A importância da Hidratatação/Dia da Árvore/São João. . Dia da Mãe / Dia Internacional da Mulher/ Visita à Junta de Freguesia de Vilarandelo. . . . . . . . . . . . . . Comissão de Festas / A Vida / Franciscanas Missionárias de N.ª Senhora. . . . . . . . . . . . . . Dia dos Avós / Dia Mundial da Atividade Física. . . . . . . . . . Dia do Abraço / Dia do Pai / Encontros Intergeracionais. . Dia Mundial da Criança / Queima da Fralda. . . . . . . . . . . . Santo António nos acuda / Pensamentos / Dia após Dia . . Jantar de Despedida da Irmã Paula / Uma Nova Missão!!! Mensagem de um Idoso . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Visita ao 1.º Ciclo / Sala Verde . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . Viagem do Rancho Folclórico/Quadras Dia da Mãe. . . . . . 44 cravos abril / Querida Avó / Aniversários Centro Dia . . Aniversários Lar Idosos. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .

2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15

A

Casa do Povo de Vilarandelo, já há muitos anos que tem o serviço de Apoio Domiciliário a 85 utentes da área de acção da Instituição, que como sabem, são as aldeias de Alvarelhos e Lama d’ Ouriço e as freguesias de Ervões, Vilarandelo, Santa Valha, Sonim e Barreiros. Sendo o Apoio Domiciliário um serviço de proximidade, um vez que visa o apoio aos idosos que vivem nas suas casas, evitando assim a integração em outras valências, como sendo o Centro de Dia ou a Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, vulgo Lar de Idosos, este serviço ao domicílio é cada vez mais complecto e por conseguinte mais diversificado. (continua na pág. 2)

Carpintaria M. T. Silva Carpintaria e Mobiliário WWW.CARPINTARIASILVA.COM email: carpintariamtsilva@gmail.com

inhas z o C e Móveis edida! Por M

INDÚSTRIA DE: COZINHAS, ROUPEIROS, PORTAS, CAIXILHARIAS MADEIRA/ALUMÍNIO, ETC...

Av. da Liberdade, n.º 19 5430 . 633 Vilarandelo . Valpaços Tel. e Fax: 278 749 233


2

Agradecimento

Donativos Donativos para o Arauto Candido Maria Machado. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40,00 € Anonimo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10,00 € Carla Alexandra Cavalheiro Magalhães. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10,00 € Pedro Nuno Cavalheiro Magalhães . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10,00 € António Cavalheiro da Rosa. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10,00 € Maria de Fátima de Almeida Garcia M. Rodrigues. . . . . . . . . . . 20,00 € António Joaquim Gomes Teixeira. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50,00 € Anónimo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 50,00 € Virgílio Lopes Doutel. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 40,00 € Carolina de Fátima Rosa Brandão . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10,00 € Pedro Miguel Garcia Taveira. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20,00 € Jorge Morais Almeida. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20,00 € Anónimo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20,00 € Anónimo. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 20,00 € Manuel Tete Polónio. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 30,00 € Maria de Lurdes Teixeira. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . 10,00 €

Donativos em Géneros DATA

DOADOR

DOAÇÃO

1/1/2018

Wells Chaves

Produtos Farmaceuticos

4/11/2018

Banco Alimentar

Maça, pera, cenoura e couve

4/17/2018

Banco Alimentar

Maça, pera, cenoura e couve

4/21/2018

Bruno Moreno

Cortes de cabelo meninos do CAT

4/27/2018

Banco Alimentar

Maça, pera. Laranja

5/7/2018

Banco Alimentar

Maça, pera, laranja

5/18/2018

Amândio Teixeira

Alface

5/18/2018

Banco Alimentar

Clementinas e Pêras

5/26/2018

Bruno Moreno

Cortes de cabelo meninos do CAT

6/4/2018

Ana Conde Alves

Cerejas

6/11/2018

Maria Eugénia Mateus

Alface

6/13/2018

Amélia Reis

Cerejas

6/21/2018

Banco Alimentar

Nectarinas

6/22/2018

Armando Moreno

Alface

6/28/2018

Armando Moreno

Alface

7/11/2018

Francisco Afonso

Courgetes e feijão verde

A todos o nosso Muito Obrigado

Editorial

Agência Funerária Mariana Lino Lda. - Vilarandelo

Agradecimento A família de Maria Melo Rosa vem, muito sensibilizada, agradecer as inúmeras provas de pesar e carinho que lhe foram manifestadas aquando das exéquias fúnebres do seu ente querido.

Agência Funerária Mariana Lino Lda. - Vilarandelo

Agradecimento A família de Samuel Florêncio Magalhães vem, muito sensibilizada, agradecer as inúmeras provas de pesar e carinho que lhe foram manifestadas aquando das exéquias fúnebres do seu ente querido.

Agência Funerária Mariana Lino Lda. - Vilarandelo

Agradecimento A família de Nelson Vieira Rodrigues Abelha vem, muito sensibilizada, agradecer as inúmeras provas de pesar e carinho que lhe foram manifestadas aquando das exéquias fúnebres do seu ente querido.

Agência Funerária Mariana Lino Lda. - Vilarandelo (continuação da 1.ª pág.)

Apoio Domiciliário Serviço de Teleassistência Permanente

N

este momento a Casa do Povo pode disponibilizar aos seus utentes de Apoio Domiciliário os serviços de Higiene Pessoal, Higiene Habitacional, Alimentação, Tratamento de Roupas, Teleassistência, Serviço de Animação/ Socialização (Animação, lazer, cultura, aquisição de bens e de géneros alimentícios, pagamento de serviços e deslocação a entidades da comunidade). Vamos brevemente incrementar alguns serviços esporádicos e pontuais, como por exemplo, acompanhamento a consultas médicas, pequenas reparações ao domicílio e ainda apoio psicossocial. Mas neste artigo eu quero centrar-me essencialmente na Teleassistência. A Casa do Povo há já uns anos que apostou no serviço da Teleassistência, com outra operadora, podendo apenas ser instalada em casas que tivessem essa rede. Com esta empresa “ HELP PHONE- Tecnologias de Comunicação, SA”, com quem já temos contrato assinado, todas as pessoas com Apoio Domiciliário e com telefone fixo de todas as redes pode gratuitamente ter este meio de socorro e ajuda. Um destes aparelhos (foto), confor-

A família de Ana De Morais vem, muito sensibilizada, agradecer as inúmeras provas de pesar e carinho que lhe foram manifestadas aquando das exéquias fúnebres do seu ente querido.

me se trate de rede por fibra óptica ou por cabo, pode ser colocado em casa de todos os idosos. A direcção da Casa do Povo consciente dos benefícios deste serviço e das funções que abaixo indicamos, para os idosos decidiu de forma gratuita instalar em todas as casas dos utente do Apoio Domiciliário contribuindo desta forma para o bem-estar das pessoas. A seguir indico algumas especificidades destes aparelhos: Teleassistência rede fixa - Teleassistência domiciliária, desenhada para funcionar com a rede fixa. - Compatível com todos os operadores da rede, tanto em acessos tradicionais como baseados em cabo os fibra. - Equipamentos especificamente desenhados para prestação do serviço: simples de usar, resistentes à água e falhas de energia. - Botão de alarme remoto, com o

peso de aproximadamente 15g, pode ser utilizado no pulso (tipo relógio) ou como medalhão pendurado ao pescoço. Este botão é totalmente estanque (permitindo que seja utilizado no banho, a lavar a louça, etc.), sendo também resistente a impactos. - A unidade base intercomunicador é perfeitamente audível em qualquer parte de uma habitação (dentro do raio de 200m2), sendo que o operador da central pode aumentar ou diminuir o volume do som de forma a optimizar a correcta comunicação com o utente. - Uma vez activado o dispositivo, o mesmo captura de imediato a linha de comunicação e liga para o Call Center de emergência. - Em caso de falha de alimentação eléctrica, o dispositivo pode continuar a operar por várias horas graças à sua bateria interna, sendo simultaneamente emitidos sinais de alerta. Emergência 24 horas - Atendimento e aconselhamento de situações de emergência. - Envio urgente de médicos e enfermeiros. - Solicitação de ambulâncias (INEM),

bombeiros e polícia. - Contacto com familiares, vizinhos ou amigos Mediphone 24 horas - Equipa médica permanente para aconselhamento telefónico sobre procedimentos a tomar em determinadas patologias, doenças e emergências. - Indicação de hospitais, clínicas e farmácias de serviço. - Serviço Alerta (aviso de toma de medicamentos, consultas, despertar). Como facilmente poderão constactar, este é um serviço que poderá evitar graves problemas para os idosos, que são pessoas já mais frágeis. Para finalizar, informo que todos os utentes do Apoio Domiciliário da Casa do Povo, vão ser visitados pelas colaboradoras da Instituição, e convidados a aceitar este serviço. Um idoso fica tanto tempo sozinho, que uma voz amiga ameniza a solidão!... Normando Alves Presidente da Direcção da Casa do Povo de Vilarandelo


3

Em primeiro lugar quero saudar todos os Vilarandelenses. Decorreu no passado mês de Julho a 4ª Edição do Projeto Férias em Grande em Vilarandelo e Ervões, sendo que foi um sucesso. Mais um ano batemos o record de Inscrições com mais de 90 crianças a frequentarem o projeto. Com atividades lúdicas, culturais, musicais e desportivas as mais de 90 crianças disfrutaram de um mês de Julho cheio de animação. Relembramos também que estão já na reta final os trabalhos da primeira fase das obras no Santuário Nosso Senhor dos Milagres, com a pavimentação e ajardinamento na zona dos coretos. Acreditamos que vai tornar-se um belo espaço de culto e de lazer, e que engrandece a nossa Vila de Vilarandelo. A segunda fase prevista para depois do término das festividades em Honra de Nosso Senhor dos Milagres, que será a zona envolvente da capela com pavimentação e ajardinamento também. Com o aproximar das Festividades em Honra do Nosso Senhor dos Milagres, deixo também um pedido a toda a população no sentido de colaborarem

c o m as festividades e a comissão de festas. É uma realidade que as nossas festividades são uma referencia da região e para podermos manter é necessária a colaboração e o voluntariado de todos. Convido todos também a visitarem o novo Site da Junta de Freguesia ( www.jf-vilarandelo.pt ) onde podem encontrar muitas informações acerca da freguesia de Vilarandelo. Podem também fazer

download da aplicação p a r a telemóvel “gesincidentes” e á distancia de um click podem interagir com a freguesia enviando facilmente qualquer anomalia para poder ser analisada. Peço também mais uma vez a colaboração de todos os Vilarandelenses para situações anómalas, como sendo exemplo: falta de uma lâmpada, ou alguma zona que esteja sem luz nos postes de iluminação pública, falta de água ou fuga de água na rede que informem o mais rapidamente possível a Junta de Freguesia de forma a conseguirmos solucionar os problemas de uma forma rápida. (278749525) O Presidente de Junta, Luís Miguel Pessoa Rosa


4

Centro de Dia e Lar de Idosos

Importância da Hidratação

AÇÃO DE SENSIBILIZAÇÃO

N

o dia 05 de Junho de 2018, realizou-se uma formação sobre a Hidratação dirigida aos utentes do Lar e Centro de Dia da Casa do Povo de Vilarandelo. A Hidratação é fundamental para a nossa sobrevivência e para a manutenção do nosso estado de saúde e, sendo o nosso corpo constituído por cerca de 70% de água, tal evidência confirma a importância do seu consumo. Daí se inferir que o estado de hidratação do organismo assume-se como um factor de extrema importância em geriatria, a desidratação é uma ocorrência recorrente, podendo desencadear variadas doenças. São vários os estudos sobre a importância da água na fisiologia humana, os quais têm sugerido que a quantidade de água presente nos ali-

mentos e a produzida por via metabólica não são suficientes para suprir as necessidades diárias. A água ingerida, em função do reflexo da sede, ou por vontade do próprio, varia entre os indivíduos e diminui com a idade. A desidratação é muito frequente nos idosos e, se não diagnosticada, pode ser fatal. A necessidade da ingestão de líquidos pelos idosos é semelhante à dos jovens adultos. Porém, as várias mudanças fisiológicas na sequência do processo de envelhecimento podem afectar o equilíbrio hídrico nesta população, colocando os idosos em risco de desidratação. Um consumo inadequado de líquidos nos idosos aumenta o risco de várias condições, como infecções urinárias, insuficiência renal, hipertermia em condições de temperaturas elevadas, obstipação,

Dia da Árvore

O

dia Mundial da árvore celebra-se anualmente a 21 de Março. Neste dia decorrem várias ações de arborização e reflorestação por diversos locais. O objetivo deste dia é consciencializar as pessoas para a importância da preservação das árvores e florestas, não só a nível ecológico e ambiental bem como na qualidade de vida de todos os cidadãos. Este ano os utentes do ERPI e Centro de Dia plantaram Carvalhos Franceses. Optamos por estas árvores para que também nós possamos dar um pequeno contributo na reflorestação do nosso país. As árvores plantadas pelos nossos utentes serão posteriormente entregues á Junta de Freguesia de Vilarandelo para que estes possam replantar os Carvalhos nos locais que julguem mais oportunos.

D

dores de cabeça, confusão e delírio, estando também associada a um aumento das taxas de mortalidade em idosos hospitalizados. Em Portugal o aporte hídrico na população adulta, é inferior ao recomendado em quase todos os grupos etários, sendo particularmente preocupante a situação no grupo etário mais elevado. Assim sendo, a ingestão hídrica ideal para o idoso é de 2 a 2,5 litros ao dia. A água é essencial para a vida e uma boa hidratação é importante para o organismo funcionar eficientemente. Enf. Daniela Osório Enf. Leonor Cancelinha

São João

ia 25 de Junho os utentes do ERPI, Centro de Dia e CAT comemoraram o Dia de São João, nas instalações do Lar de Idosos da Casa do Povo de Vilarandelo. A tarde foi preenchida com danças tradicionais, marchas populares, alegria e boa disposição. No final decorreu o lanche, onde não faltaram as sardinhas, fêveras, entrecosto, caldo verde, gastronomia típica da ocasião. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

Rua da Cerca, n.º 29 • 5430.649 VILARANDELO EMAIL: joaomairosrosaefilho@gmail.com Telem.: João Mairos: 968 637 700 • Luis Pessoa: 917 196 013 Alvará de Construção: 67448 Execução de Projectos e Técnicas de Engenharia Civil, Execução de Moradias, Armazéns, Muros de Suporte, Acabamentos, Pinturas, Impermeabilizações e Assentamentos


5

Centro de Dia e Lar de Idosos

Dia da Mãe

D

ia 7 de Maio celebramos o Dia da Mãe. Como forma de homenagear as nossas utentes os nossos idosos elaboraram e ofereceram uma lembrança a todas as nossas senhoras. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

Dia Internacional da Mulher

D

ia 8 de Março celebramos o Dia da Mulher. Para assinalar a data os utentes do ERPI e Centro de Dia gentilmente ofereceram flores a todas as senhoras e colaboradoras. Realizamos um debate sobre o papel da mulher na sociedade atual e a evolução da mesma ao longo dos anos. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

Visita à Junta de Freguesia de Vilarandelo

N

o seguimento da atividade do dia Mundial da Árvore, dia 19 de Abril um grupo de utentes do Centro de Dia e ERPI, deslocaram-se às instalações da Junta de Freguesia de Vilarandelo pra proceder á entrega dos Carvalhos Franceses. Fomos recebidos pelo Sr. Presidente Luís da rosa que agradeceu o gesto dos nossos utentes e garantiu que as árvores seriam colocadas em lugares pertinentes. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

PETRO VILARANDELO Combustíveis e Lubrificantes, Lda Estrada Nacional, 213 • 5430-633 Sá Vilarandelo

Tel. 278 749 509 • Fax 278 749 303


6 cmyk

Comissão de Festas de Vilarandelo 2018

Q

(continuação da 1.ª pág.)

ueremos também apelar à boa vontade daqueles que possam ajudar a transportar os andores da nossa grandiosa procissão de domingo, agradecemos que nos contactem indicando esse propósito, para que dessa forma possamos ser mais bem sucedidos na organização desse evento religioso que tanto nos tem dignificado e também para que decorra com o máximo respeito, como já vem sendo hábito. Apelamos também a todos os pais e mães que incentivem os seus filhos a dirigirem-se ao salão de festas da Casa do Povo, para escolherem as fardas dos an-

jinhos ou figuras alegóricas, para participarem na referida procissão. As obras de requalificação do espaço do Santuário de Nº. Sr. dos Milagres estão a decorrer a bom ritmo. Contrariando as dúvidas de algumas pessoas, esta Comissão de Festas pôs-se ao caminho, pedindo ao Sr. Presidente da Câmara do nosso concelho, Dr. Amilcar de Castro Almeida, a quem estamos imensamente gratos e as obras prometidas aí estão. As obras preconizadas no concurso, adjudicadas pela empresa Baltazar e Filhos Lda irão ter uma interrupção devido à festa que ocorre até finais

A Vida Feita de amor e contradição Um dia um passarinho cedo voou Quando sem contar o seu amor encontrou Então parou para pensar. Quando pensou, com o seu amor voou Para terras do Ultramar Lá fizeram o seu ninho Para seus filhos criar. Quando seu ninho lhe tiraram Com os seus filhos voaram Para a terra que sempre amaram E sem pensarem fizeram o seu ninho Para nele habitar E sem avisar, Deus levou o seu amor Para não mais voltar.

de Agosto, mas continuarão logo após a festa. Obrigado Sr. Presidente!... Este era um sonho antigo dos Vilarandelenses, que está prestes a ser concretizado. Por último resta-nos agradecer aos Vilarandelenses, a contribuição que nos têm dado e o apoio que têm manifestado, sem vós, não faria sentido todo o nosso esforço e dedicação voluntária à causa pública. A todos o nosso muito obrigado. Fazemos votos e desejamos que todos passem estas festividades em paz e harmonia. A Comissão de Festas de Vilarandelo

Fernando Lopes Depois de muito chorar O passarinho voltou a voar Ao lar de Vilarandelo foi pousar O tratamento que todos lhe deram Levou-o a pensar Em por lá ficar até que Deus o queira levar. E sem se queixar Aos colaboradores desse lar Ele quis desejar de todo o coração Que Deus lhes dê saúde e a sua bênção E que fossem todos muito felizes, Sem excepção Incluindo a direcção.

Franciscanas Missionárias de Nª. Senhora

N

a recente reunião com a Irmã Maria Ludovina Ferraz, (Irmã Superiora Provincial), foi decidido e aceite por ambas as partes, que a Irmã Paula Cristina Ferreira, cesse as suas funções como Educadora, no Jardim de Infância, no final do corrente mês de Agosto. No mês de Setembro a Comunidade religiosa de Vilarandelo, vai receber a Irmã Maria Alice Gonçalves Magalhães, que irá integrar os quadros da Casa do Povo, com a categoria de Animadora Sócio Cultural no Centro de Dia e Lar de Idosos, cargo que já ocupou diversos anos. À Irmã Ludovina, Superiora Provincial e à Comunidade que preside, eu próprio, a Casa do Povo e os Vilarandelenses, agradecem a confiança e o carinho, que sempre depositaram no povo de Vilarandelo, não regateando esforços e colocando em todo o seu trabalho em prol da comunidade um empenhamento enorme. À Irmã Paula Cristina, eu quero agradecer todo o seu trabalho como colaboradora da Casa do Povo, no Jardim de Infância e a sua amizade, eu desejo e penso que todos desejamos, que seja muito feliz e de certeza que vai contribuir para uma vida melhor dos habitantes, especialmente os mais necessitados de S.Tomé e Principe. À Irmã Alice Magalhães eu desejo um óptimo regresso a Vilarandelo. Estamos de braços abertos para a receber novamente e estou convicto que todos os colaboradores e colaboradoras da Casa do Povo e todos os Vilarandelenses, em especial os idosos do Centro de Dia e Lar de Idosos vão adorar!... “ A boa filha, à casa paterna torna”!... Que continue a ser feliz em Vilarandelo, Irmã Alice!... A todas as irmãs religiosas que vão constituir a Comunidade de Vilarandelo eu desejo tudo de bom. Pela nossa parte, todos vamos contribuir para se sintam bem e tenham orgulho e prazer de viver em Vilarandelo. Não posso esquecer a Irmã Maria, que ainda é a Superiora desta Comunidade, eu agradeço de todo o coração o magnífico trabalho que desenvolveu nessa qualidade e na qualidade do seu voluntariado, caminho que vai prosseguir no futuro. Só seres humanos humildes e solidários estão disponíveis para ajudar o próximo como têm feito todas as Irmãs que até agora fizeram parte desta Cumunidade. Quero terminar com o último parágrafo do ofício da Irmã Ludovina/ Superiora Provincial, datado de 18.07.2018, “ Agradecemos o reconhecimento que o Sr. Normando e toda a Direcção da Casa do Povo, têm da importância da presença e colaboração da Comunidade e pedimos a Deus que confirme os esforços que dedicam a essa Instituição em Bem Servir!...” Normando Alves Presidente da Direcção da Casa do Povo.


7

Centro de Dia - Lar de Idosos e Pré-Escolar

Dia dos Avós

D

ia 26 de Julho celebramos o Dia dos Avós. Os utentes do Centro de Dia e ERPI receberam a visita das crianças do Jardim de Infância da Casa do Povo de Vilarandelo. Esta celebração tem por objetivo homenagear todos os nossos utentes, demonstrando o apreço e carinho que temos por todos eles. Foi uma tarde de partilha onde idosos e crianças ouviram e contaram histórias, dançaram, cantaram, vivendo momentos inesquecíveis. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

Dia Mundial da Atividade Física

A

prática de atividade física regular é segundo a OMS de extrema relevância para a melhoria de vida da população em geral. O Sedentarismo é um fator de risco para a diabetes, hipertensão, obesidade e problemas cardiorrespiratórios. Na terceira idade a atividade física é uma das intervenções mais eficaz para aumentar e melhorar a qualidade de vida dos idosos, uma vez que permite um controle mais efetivo das mudanças inerentes ao processo de envelhecimento.Dia 6 de Abril comemoramos o Dia Mundial da Atividade Física com a realização de uma mega aula de Ginástica onde participaram os utentes do ERPI, Centro de Dia e Jardim de Infância. A pensar no bem-estar e na manutenção do grau de autonomia que se repercute diretamente na qualidade de vida dos nossos utentes, o exercício físico faz parte da rotina diária dos mesmos. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto


8

Centro de Dia e Lar de Idosos

P

Dia do Abraço

oucas coisas na vida são tão fáceis de dar e receber e têm tanto poder para acalmar e confortar como um abraço. Nele calam-se desentendimentos, confortam-se desesperos e reafirma-se sentimentos como o amor, carinho, respeito e amizade. Dia 22 de Maio comemoramos o Dia do abraço com os utentes do Centro de Dia e ERPI, relembrando a importância da afetividade, empatia e do bom relacionamento entre os pares. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

D

Dia do Pai

ia 19 de Março celebramos o Dia do Pai, também conhecido como dia de São José. Para assinalar a data as utentes do Centro de Dia e ERPI elaboraram e ofereceram um marcador de livros a todos os nossos Senhores. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

Encontros Intergeracionais

N

o seguimento dos Encontros Intergeracionais foram realizadas duas atividades com a colaboração das crianças do Jardim de Infância da Casa do Povo de Vilarandelo. Dia 23/02/2018- Realização de um trabalho alusivo ao Inverno. Os utentes do ERPI e Centro de Dia contaram com a colaboração das crianças da Sala Azul. 16/03/2018 – Realização de um trabalho alusivo ao Dia da Árvore. Os utentes do ERPI e Centro de Dia contaram com a colaboração das crianças da Sala Verde. 20/04/2018 - Realização de um trabalho alusivo à Primavera. Os utentes do ERPI e Centro de Dia contaram com a colaboração das crianças da Sala Azul. 25/05/2018 – Apresentação de duas histórias tradicionais, “ Pedro e o Lobo” e “Corre Corre Cabacinha”. Os utentes do ERPI e Centro de Dia receberam a visita das crianças da Sala Verde. Sandra Oliveira Técnica Superior de Desporto

PROJECTAMOS E INSTALAMOS Av. Eng.º Adelino Amaro da Costa - R/C • 5430-421 Valpaços Tel. 278 729 830 - Fax 278 729 408 - e-mail:clinox@iol.pt

Cozinha Industriais e Lavandarias Cafés e Restaurantes Ar condicionado e ventilação mecânica Frio comercial e industrial Mobiliário metálico

ASSEGURAMOS UMA EFICAZ ASSISTÊNCIA TÉCNICA NO MÁXIMO EM 24 HORAS


9

Jardim de Infância e Pré-Escolar

Dia Mundial da Criança E

ste foi um dia especial, tivemos muita diversão e os nossos pais vieram também recordar tempos de infância realizando connosco jogos, muitos jogos que estavam espalhados por todas as salas. Os bebés tivemos direito a uma massagem fantástica dada pelas nossas amigas, enfermeiras Leonor e Daniela, para elas vai o nosso muito obrigado. No final tivemos todos direito a um lanche melhorado e uma musica coreografada ajudada pela nossa amiga de ginástica professora Sandra. Os meninos do jardim de infância

QUEIMA DA FRALDA N

o dia 17 de Junho realizou-se mais uma Festa da Queima da Fralda. Foi uma tarde bastante divertida, com muita alegria e animação. Danças, historias tradicionais e bandas de rock. Desde já o nosso agradecimento a estas crianças maravilhosas que tanto trabalharam e nos proporcionaram este dia incrível e um muito, muito obrigado a estes pais fantásticos que nos ajudaram a que esta festa fosse inesquecível. Mais um ano que terminou… Mais uma Festa da Queima da Fralda… No final da festa foram apresentados os nossos 7 finalistas, que irão ingressar em Setembro no 1º Ciclo e que receberam tudo a que tem direito: cartola e bengala, diploma e livro de recordações. Aos nossos finalistas que vão começar uma nova etapa, mil caminhos vão se abrir para todos vós. Sigam em frente e cada vez que olharem para trás, verão que o vosso Jardim de Infância terá sempre as portas abertas para vos receber. Todas as colaboradoras deste Jardim de Infância desejam a todos os finalistas que sejam felizes e que todos os vossos sonhos se realizem. Até sempre e ficarão nos nossos corações.

2017/2018

O Jardim de Infância

Francisco A. Tété PROMOTOR • MEDIADOR

Rua Prof.ª Amélia Castelo, 18 • 5430-659 VILARANDELO • Telem: 963 154 893 • Email: franciscotete@iol.pt


10

10

Santo António nos acuda por: Eduardo Ferreira da Costa É muito bonita a tradição dos casamentos de Santo António, é amorosa e familiar, num momento em que a família tanto precisa. Em Lisboa “ELE” tem a simplicidade e a santidade, em Pádua tem a imponência da sua Basílica e a riqueza do seu altar. Para quando nos casamentos de santo António aparece um casamento gay? Sim, têm esse direito, é de lei! … pode é vir ELE cá a baixo e escacar as bilhas todas. Mas eles querem é tempo de antena, vejam a televisão que está cheia deles, dizem que está na moda e a moda pe-

ga-se, depois de várias experiências, uns por tendência, outros por opção, ficam! Com todo o respeito. Se alguém andar a caminhar com um coxo três dias, ao quarto dia coxeia. Como não há-de haver falta de natalidade, se eles casam uns com os outros? Depois querem adotar, mas as barrigas de aluguer são caríssimas, são para quem ganha milhões e depois mostra com orgulho a fatura de compra, ou seja, antigamente havia os filhos de Pai incógnito, agora a incógnita é a Mãe. Santo António nos acuda… o antigo Bispo de Bragança até dizia: - os

Pensamentos

Cândido Machado

• No Outono, reuni todas as minhas tristezas e enterrei-as no meu jardim. Quando Abril veio desposar a terra, cresceram em meu jardim lindas flores, diferentes, de todas as cores. • O Corpo que morre é como um frasco de fino perfume, que se quebra, deixando a casa, muito impregnada de aroma, até que o tempo o vai desvanecendo e fica somente a saudade, que é a memória do coração. • A dor é a purificadora suprema, a fornalha onde se curam os elementos impuros que nos mancham, o ódio, o orgulho, o egoísmo e a inveja. • Deve haver algo estranhamente sagrado no sal. Encontra-se em nossas lágrimas e no mar. • Muitas vezes, a recordação do passado nos dá prazer, um pouco de alegria no presente, mas quase sempre nos trás a dor, a tristeza da saudade. • A poesia não é uma opinião expressa, é uma canção que se ergue de uma ferida dolorosa ou de uma boca sorridente. A poesia é uma sabedoria que deslumbra o coração. A verdadeira poesia é a que brota mais da sensibilidade do coração do que da inteligência. • As rosas é que são belas. Os espinhos é que picam. Mas, são as rosas que caem. São os espinhos que ficam.

Ó meu rico Santo António És casamenteiro, eu sei Faz um pacto com o demónio E mete um casamento gay.

transmontanos cada vez namoram mais e cada vez têm menos filhos. Também é verdade, mas todos estamos fartos de saber, que os Papas estão cansados de pedir desculpa às vítimas, por estragos sexuais, no seio da Santa Igreja. Se um jovem quer ir à missa, deve ir ao psiquiatra, se um jovem quer mudar de sexo é perfeitamente normal e tem todo o apoio! A Professora da 3ª classe chega à aula e diz: - vamos fazer uma redação, cada um descrevendo a imagem da sua Mãe. Meia hora depois, levantou a prova e reparou na redação

de uma menina, adotada por um casal gay, que não resistiu a ler em voz alta para toda a turma: - eu gostava muito de conhecer a minha Mãe de verdade. A minha Mãe atual é careca tem muitos pelos no peito e usa bigode. Não se senta na sanita e faz xixi por um dedo, que eu já vi! E digo eu: Santo António nos acuda, ao que chegamos e ao que chegaremos. Casamento tem raízes Se for gay tem os seus mimos Que sejam muito felizes E tenham muitos meninos.

Dia após Dia me Alegrando

Carminda Fidalgo

Na passagem do dia após dia, os anos vão passando E eu cada vez mais me alegrando Minha querida e Divina flor Pela vida e pelo mundo Por vós este sentimento é intenso e profundo E para mim as mais lindas estrelas Todas tão queridas, lindas e belas Sois mais de três e de cinco E registando com isto não brinco O planeta Terra é o grande mistério Amigos não estou a brincar Nos céus da humanidade Há estrelas a brilhar É esta a grande realidade Estou mesmo a falar a sério Para nós humanos, o Céu existe Com isto me alegro e não fico triste Somos espíritos de vida e de luz E para todos nós começa aqui o grande segredo Que a todos nos enche de curiosidade e de medo E quando um dia da terra nós vamos Somos espíritos humanos Aqui no Céu eternamente E aqui da Vila do piso menos um Espero que não murchem as flores deste jardim Na realidade o Céu existe Para quem quiser viver alegre e não triste. Utente do Lar de Idosos ( Vilarandelo, 21.07.2018)

z


11

Jantar de despedida da Irmã Paula

T

odas as colaboradoras do Jardim de Infância e o presidente da Direcção, Normando Alves, quiseram prestar uma homenagem justa à Irmã Paula, num jantar convívio. As colaboradoras ofereceram-lhe um bonito ramo de flores, e a Direcção da Casa do Povo, ofereceu-lhe também um ramo de rosas brancas, pleno de simbologia, pois era formado por doze rosas, tantas quantos os anos que a Irmã Paula esteve em Vilarandelo. Todos lhe desejamos muitas felicidade na nova etapa da sua vida, por terras de S.Tomé e Príncipe. Obrigado Irmã Paula!... Normando Alves

S

Uma Nova Missão!!!

ou Franciscana Missionária de Nossa Senhora. Queremos estar onde a nossa presença possa ser uma ajuda. Há já algum tempo sinto o desejo de partir em Missão, um sonho que venho alimentando. Chegou o momento tão esperado: Jesus continua a chamar-me. Foi com grande alegria que recebi o convite para partir para uma nova missão ad gentes: “S. Tomé e Príncipe”. Foram doze anos a viver e conviver convosco. Posso dizer que me senti Vilarandelense nestes anos que aqui vivi. Quero deixar o meu agradecimento a todos aqueles que me ajudaram a crescer e a quem eu ajudei a crescer. Agradeço à Casa do Povo de Vilarandelo, à pessoa do Sr. Normando Alves, a todos os membros da Direção, a todos os colaboradores e utentes de todas as respostas sociais. É claro que o meu agradecimento em especial vai para todas as colaboradoras que prestam atualmente os seus serviços na Resposta Social do Jardim de Infância de S. Francisco de Assis, sem esquecer daquelas que por aí passaram e agora estão noutras respostas sociais; a todas as crianças que me foram confiadas e aos seus pais. Louvo o Senhor da Messe por me ter ajudado a cumprir, de alma e coração, a minha missão na paróquia de Vilarandelo e vizinhas. Parto para S. Tomé no início de Setembro. Levo-vos a todos no coração e rezo por vós na minha oração. Peço que rezem por mim para o cumprimento desta nova missão que me foi confiada. Recebam um forte a fraterno abraço da sempre amiga: Irmã Paula Cristina de Oliveira Ferreira.

Mensagem de um Idoso (Autor desconhecido)

PARA REFLETIR… Pára… Olha para mim e sorri, Dá-me um pouco do teu tempo, Ouve-me, tenho tanto para te contar. Sabes? Já fui como tu, Enérgico, alegre e feliz. Já sonhei, já amei, já corri e dancei, Tal e qual como tu. Construi o meu lar, tive os meus filhos, Vivi para eles, tirei da minha boca Para lhes dar. Esqueci-me de mim. Dei-lhes tudo!!! O tempo passou, a minha pele enrugou. Os meus olhos deixaram de ver. Já não te ouço bem. As minhas pernas vacilam, Por isso estou aqui… Às vezes estou só. Olho para trás e recordo, Onde estão todos? Os familiares, os amigos, os filhos, Não me deixem só, Preciso tanto de vocês… Por isso… Pára, OLHA PARA MIM!!! Recolha de: Ana Areias

Passeio/Convívio da CIRP de Vila Real a Vilarandelo/Valpaços!

N

Após o almoço fomos em direção ao Santuário de Nossa Senhora da Saúde, a fim de fazermos aí a nossa oração Mariana, com os fiéis que se quiseram associar a nós, pois iniciávamos o Mês de Maria. Foi um dia alegre e bem vivido. Um dia de convívio onde se estreitaram os nossos laços fraternos. Um bem-haja a todos aqueles que contribuíram para que este dia decorresse muito bem.

o passado dia 01 de Maio realizouse em Vilarandelo e Valpaços mais um Passeio/Convívio da CIRP de Vila Real (Conferência dos Institutos Religiosos de Portugal). Partiu de Vila Real um autocarro com os Irmãos e Irmãs dos diferentes institutos Religiosos presentes nesta Diocese, com a companhia do Sr. Bispo D.Amândio Tomás, em direção a Vilarandelo. Fizemos a nossa oração da manhã no Santuário de N. Senhor dos Milagres. Depois de uma oração partilhada por todos e da saudação do Sr. Bispo, dirigimo-nos para a Igreja Paroquial e aí celebramos a Eucaristia, presidida pelo Senhor Bispo, o nosso Pároco P. João Filipe, alguns elementos do grupo coral e algumas pessoas que se quiseram associar a nós neste dia, uma vez que na Eucaristia Dominical convidamos todos aqueles que gostassem de estar presentes. No final da Eucaristia dirigimo-nos para Valpaços. Almoçamos na sala de jantar no “Super Cabaz”, onde fomos muito bem recebidos e servidos.

As Irmãs Franciscanas Missionárias de Nossa Senhora.


12

Jardim de Infância

C

Visita ao1º Ciclo

omo já bem sendo hábito, nós os meninos finalistas do Jardim de Infância da Casa do Povo de Vilarandelo, tivemos a oportunidade de visitar as instalações da EB1 de Vilarandelo. Fomos muito bem recebidos. Conhecemos os nossos amigos mais crescidos, fizemos uma atividade de interação, brincamos,

no final tivemos direito a um lanchinho e um miminho. Foi muito importante, pois no mês de Setembro irá começar uma nova etapa para todos nós. Aí com a ajuda das professoras, funcionários e até mesmo as outras crianças iremos adquirir novos conhecimentos, iremos aprender a ler e a

escrever, ou seja, a dar uma continuidade a todos os conhecimentos que adquirimos no nosso Jardim de Infância. Agradecemos a todas as professoras, funcionários e meninos (as) desta escola..

Os meninos finalistas da Sala Verde

Sala Verde

M

ais um ano que passou a voar… Um ano cheio de diversão, brincadeiras e traquinices… muitas aprendizagens… aprendemos a pintar, a cantar, a ajudar os amigos, a ouvir histórias, a sonhar… Somos um grupo de 16 crianças, 9 meninos e 7 meninas. Somos os meninos mais crescidos da escola e 7 de nós já são finalistas, vão ingressar em Setembro no primeiro ciclo. Adoramos brincar mas também somos muito responsáveis. As nossas amigas grandes que nos ajudam todos os dias a sermos cidadãos activos e tolerantes são a Daniela e a Lena Videira. Por tudo que aprendemos e ensinamos na nossa escolinha um muito obrigado a todos os nossos amigos e amigas que nos proporcionaram esta grande e boa caminhada. Muito obrigado!

Nuno, José Vicente, Leonor Teixeira, Rafael Marques, Leonor Pascoal, Gabriel, Carolina Moreno e Rafael Vitorino; Leonor Ribeiro, Clara, Martim Nogueira, Carolina Reis, Martim Lixa, Ana Sofia, Rodrigo e Mário

Finalistas

Nós somos os novos finalistas 2017/2018. Mais uma etapa que termina na nossa vida… um dia chegamos, muitas vezes com lágrimas nos olhos, tivemos sempre alguém que nos ajudou a superar todos os nossos medos. Aprendemos a pintar, a ajudar os nossos amigos, estamos preparados a descobrir novas aventuras, novos mundos… Levamos a alegria de todas as pessoas que nos ajudaram a crescer e que fizeram parte das nossas vidas. O nosso muito obrigado e prometemos que nunca nos vamos esquecer desta maravilhosa etapa. Muito obrigado !

Rodrigo, Mário, Nuno, José Vicente, Rafael Marques, Gabriel e Rafael Vitorino


13

Viagem do Rancho Folclórico de Vilarandelo a Castelo Branco, ilha do Faial - Açores

N

o passado d ia 28 de Junho estávamos nós de abalada rumo a Lisboa para apanhar o avião que nos levaria à ilha do faial (Açores). Para quem ainda não sabia, o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Vilarandelo estava ainda em “dívida” para com o grupo Folclórico da Filarmónica Euterpe de Castelo Branco da Ilha do Faial. Nestas lides do folclore normalmente é assim, em forma de permuta, eles vem cá e nos vamos lá! Como já tinham vindo cá há dois anos era a nossa vez de retribuir. O folclore é cultura, é o saber do povo. Quando vamos para outras regiões do pais e para o estrangeiro, levamos sempre a nossa cultura ancestral às pessoas que vamos visitar. Foi o que fizemos e fizemolo da melhor forma possível levando um cheirinho de Trás os Montes aquela bela ilha açoreana. Os Açores eram a única região de Portugal que ainda não tínhamos visitado. Viemos de lá de coração cheio! O grupo que nos recebeu foi um excelente anfitrião. Levounos a conhecer várias partes da ilha do Faial e proporcionou-nos uma visita à ilha do Pico. Se há um paraíso na terra, com certeza será os Açores!! Os elementos do grupo anfitrião foram incansáveis connosco, não temos palavras para descrever tanta boa vontade, generosidade e dedicação para com o nosso grupo! Ao contrário a outros tipos de culturas e desportos, o folclore é sempre o parente pobre, por isso, subsídios do Estado praticamente não existem. O que nos vale é que entre o esforço dos elementos do grupo em vender rifas e a ajuda preciosa da Autarquia de Valpaços conseguimos juntar os cerca de 8.000,00 Euros para a viagem. Agradecemos de coração à Autarquia e a todos os que compraram rifas. Como o sorteio foi realizado no Dia da Mãe no jardim do Toural,

desejamos a todos os que ajudaram direta ou indiretamente que Mãe do Céu também vos ajude e proteja! Aproveitamos para dar os parabéns também aos felizes contemplados dos seguintes prémios rifados: 1.º PRÉMIO - 1 Panela Inteligente + 1 Turbo Forno + 2 Almofadas Ortopédicas – Oferta da Lusitânia Gold Unipessoal, Lda - Gafanha da Nazaré – O feliz contemplado foi o sr.:Vítor Lobo (Chaves) 2.º PRÉMIO - 1 Carrinho de Compras – Oferta do Intermarché – Valpaços - A feliz contemplada foi a srª.: - Maria Fernanda Esteves de Sousa(Vilarandelo) 3.º PRÉMIO - 1 Fim de Semana para 2 pessoas com pequeno almoço - Oferta do Retiro da Avó Lídia - Porto de Mós – O feliz contemplado foi o sr: António José Cavalheiro Cancelinha(Vilarandelo) 4.º PRÉMIO - 1 Massagem de Relaxamento 1 h – Oferta da BeuEden – Valpaços - O feliz contemplado foi: Ourivesaria Silva(Valpaços)

5.º PRÉMIO - 1 Massagem de Reflexologia – Oferta da terapeuta Iochabel Ferreira - A feliz contemplada foi a srª.: Alexandra Patrícia Silva Maria Ferreira(Vilarandelo) No último dia da nossa estadia, houve um jantar de confraternização com os dois grupos para despedida. Bailamos com eles a “chamarrita”(dança típica dos Açores) e eles dançaram connosco a “murinheira”! Dois povos distantes pelo Atlântico, mas próximos pela amizade que ficará para sempre! Para acabar, deixo uma quadra dita durante o jantar e da autoria do nosso elemento Francisco Moura: As nove ilhas dos Açores Têm encanto e beleza São uma perdição de amores E uma dádiva da natureza! Presidente da Direção Paulo Pascoal

Quadras dedicadas ao Dia da mãe

6 de Maio largo do Toural

No final da animação do Rancho Folclórico de Vilarandelo, procedi à leitura de uma quadra de saber popular. Estava inscrita num prato antigo pintado à mão, que o meu pai que Deus têm teve a delicadeza de levar para casa: Há duas mulheres a quem Eu dedico os meus carinhos É a minha Santa Mãe É a mãe dos meus filhinhos De seguida quis fazer uma pequena surpresa e ler, em primeira mão uma quadra da autoria da minha humilde pessoa, a quem Deus também concedeu uma veia de poeta popular: Para as mães melhores do mundo Com muito amor e carinho Do coração bem profundo Um enorme e terno beijinho! Francisco Moura

XXXIVº Festival Nacional de Folclore de Vilarandelo

Vai-se realizar no próximo dia 18 de Agosto (Sábado) no palco do Toural, o Festival Nacional de Folclore de Vilarandelo 2018 que já vai na sua 34.ª edição onde vão atuar os seguintes grupos: • Rancho Folclórico “Os camponeses de Minjoelho(Tomar) – Ribatejo • Rancho Típico da Amorosa (Leça da Palmeira) – Porto • Rancho Folclórico da Casa do Povo de Ponte Sor (Portalegre) – Alto Alentejo • Rancho Folclórico da Casa do Povo de Vilarandelo – Trás-os-Montes Apareçam para a festa do Folclore!!!

Presidente da Direção Paulo Pascoal


14

44 cravos de abril – um testemunho A propósito do aniversário dos 44 anos do 25 de abril, ou de como os petizes aldeões percecionaram as revoluções militares e quedas de um regime estagnado, lá em Trásos-Montes, deixo o meu testemunho sobre um texto a propósito de uma comunicação feita recentemente na Associação dos Deficientes das Forças Armadas (ADFA), em Lisboa. Meu caro e bom amigo coronel de Artilharia Aniceto Henrique Afonso: Foi com muito agrado, como é sempre, aliás, que acabo de ler este clarividente texto sobre as memórias e heranças dos longos treze anos de conflito armado travado nesse idílico país que se estendia do Minho a Timor. Em 1974 eu iria fazer 6 anos nessa também data histórica de 25 de novembro, mas do ano de 1975, e tenho uma ideia muito vaga, dispersa e difusa do que foi essa alvorada travada nas ruas de Lisboa. O meu pai, que já me deixou há 8 anos, teria dito para irmos cedo para casa, porque a tropa

e os comunistas andavam na rua. Desde essa instrução, que eu tive sempre receio dos militares e dos comunistas, que mais tarde me confessaram em surdina que comiam criancinhas ao pequeno almoço... Bem mais tarde – 1990-1991 -, e de cinco filhos varões, eu haveria de ser o único a cumprir o Serviço Militar Obrigatório (SMO) e quatro anos mais tarde me voluntariar para ingressar nas Forças Armadas – 19952005 -, contrariando a minha indisposição inata para fardas, militares, medalhas, condecorações, armas e regras sem contraditório. Dessa experiência restam

agora dois louvores militares e uma punição disciplinar, não necessariamente por esta ordem cronológica. Agora que irei completar 50 anos de idade, continuo a ter algum calafrio, num misto de dualidade de sentimentos, quer com militares, quer com os hediondos comunistas. Dos

socorrendo amiúdas vezes da música do cantor inglês Sting de 1985 “Russians”, em que um verso advoga: “ We share the same biology/ Regardless of ideology/ But what might save us, me and you/ Is if the Russians love their children too” De tudo, fica um claro balanço positivo e um orgulho

para uma nova e vibrante realidade coletiva. Os meus receios e medos interiores é que teimam em ser os mesmos (sempre apaziguados quando me deito no sofá de Sigmund Freud); quer dos militares, quer dos malfadados comunistas!

primeiros, posso afiançar que muito contribuíram para a minha formação tardia como indivíduo e cidadão deste mundo sempre em mutação; quanto aos comunistas, lá me vou

muito particular de ter conhecido e lidado com muitos protagonistas dessa data memorável de abril, alguns dos quais se encontravam na defesa do regime, que despertou os portugueses

guel Moura, ex-tenente da brava arma de Cavalaria NIM 02412489.

Querida Avó Tiveste uma vida longa, Também de longo sofrimento, Perdeste pai em pequena, Começou o teu tormento!

Tua morte nos separou, Muita lembrança fica de ti, Eras uma avó galinha, Protegeste-me desde que nasci!

Casada e com cinco filhos, Perdeste o marido de acidente! Foste pai, foste mãe, Lá levaste a vida prá frente!

Tinhas mão pesada! Quando fazia asneiras Davas cada porrada! Não estavas para brincadeiras!

Gostavas imenso de ajudar, Eras muito trabalhadeira, No campo, no jardim, em casa, E até fazias de padeira!

Amaste-me muito, bem sei, Foste para mim uma grande mãe, Jamais te esquecerei, Avó! amo-te muito também!

Teu pão era uma delícia, Delícia era também teu folar, Oh! Mãos abençoadas, Deviam de estar no altar!

Fica em mim para sempre: Teu sorriso Teu olhar Teu jeito Teu falar!

Por seres uma boa mãe, No dia da mãe faleceste, Querida avozinha, Custa-me a crer que morreste!

O muito obrigado a todos os que sempre trataram a minha avó com carinho e respeito que ela merecia! Ana Isabel Morais Cavalheiro

Com um forte abraço, Mi-

Miguel Moura é arquivista e memorialista, ma non troppo

A N I V E R S Á R I O S

Armando Moreno,

M.ª D. Nogueira,

nascido a 5/03/1930, 88 anos, natural de Vilarandelo.

nascida a 11/04/1930, 88 anos, natural de S. P. Agostém.

M.ª Helena Ferreira, nascida a 24/05/1970, 48 anos, natural de Vilarandelo.

Mário Pimenta, nascido a 18/06/1929, 89 anos, natural de Ervões.

José Ferreira, nascido a 20/06/1937, 81 anos, natural das Lagoas.

M.ª Fernanda Sousa, nascida a 5/07/1932, 86 anos, natural de Sonim.


15

A N I V E R S Á R I O S

Adélia Silvério, 68 anos, nascida a 30-06-1950, natural de Vilarandelo.

Fernando Pires, 59 anos, nascido a 15-06-1959, natural de Barreiros.

Adérito Mesquita,

Aida Rosa,

Albina Ramos,

Durmezila Santos,

98 anos, nascido a 28-05-1920, natural de Vilarandelo

88 anos, nascida a 21-05-1930, natural de Rendufe

85 anos, nascida a 27-06-1933, natural de Ervões

92 anos, nascida a 8-7 -1926, natural de Sá-Ervões

Jaime Inácio, 76 anos, nascido a 02-07-1942, natural de Barreiros

Josefina Nogueira,

Manuel F. da Silva,

Maria dos Anjos,

95 anos, nascida a 21-04-1923, natural de Vilarandelo

82 anos, nasido a 21-04-1936, natural de Vilarandelo

85 anos, nascida a 02-05-1923, natural de Sonim

Maria José Alves,

Adolfo Santos,

Albino Teixeira,

Amélia M. Coroado,

Amélia Moreno,

64 anos, nascida a 12-05-1954, natural de Ervões

71 anos, nascido a 12-04-1947, natural de Agordela

86 anos, nascido a 08-03-1932, natural de Vilarandelo

92 anos, nascida a 11-03-1926, natural de Vilarandelo

85 anos, nascida a 10-04-1933, natural de Vilarandelo

Amélia V. Teixeira,

António A. Teixeira,

Francisco Perdigão,

José A. Silvino,

M.Conceição Frade,

99 anos, nascida a 27-03-1919, natural de Vilarandelo

77 anos, nascido a 7-4-1941, natural de Sá

86 anos, nascido a 21-03-1932, natural de Daimões

79 anos, nascido a 05-03-1939, natural de Alvarelhos

90 anos, nascida a 04-04-1928, natural de Limãos

M.ª Ressurreição,

M.ª Lurdes Polónio,

Palmira Melo,

84 anos, nascida a 20-07-1934, natural de Ervões

74 anos, nascida a 09-04-1944, natural de Vilarandelo

97 anos, nascida a 14-04-1921, natural de Vilarandelo


16

ARAUTO- AGOSTO 2018  

Jornal Arauto Agosto/ 2018

ARAUTO- AGOSTO 2018  

Jornal Arauto Agosto/ 2018

Advertisement