Page 1

EDIÇÃO 23

|COSTAZZURRA DESTACA LINHA APALTA | |Tapioca de Cottage com ovo mexido| | Pizza Maker - criatividade é o ingrediente | | Feira Fispal


Atuamos no FOOD SERVICE a mais de cinco anos com a REVISTA O EMPREENDEDOR FOOD SERVICE. Em nova fase estamos trabalhando especificamente os OPERADORES/NEGÓCIOS do Food Service. As padarias, pontos quentes, pequenas fabricas de pães e bolos, empresários e profissionais recebem destaque, atenção e conteúdo mais diversificado.

Muitas novidades ! O sucesso em apresentar as novidades depende de três coisas: bons produtos para vender, a habilidade em anunciá-los e a vontade de ganhar. Esse último, você já tem. Afinal, querer ganhar mais é natural e necessário. No entanto, 2019 precisa ser um ano de iniciativas; um ano de melhor planejamento e de fazer mais. Este é um ano de ação: testar novos produtos, criar novos projetos publicitários e vender, vender, vender até não poder mais. Para começarmos com o pé direito, portanto, aproxime-se dos bons fornecedores. Lembramos ainda que todos os produtos que você vende e que deseja vender estes devem estar disponíveis para todos os clientes na proporção certa. Se você encontrar um produto inovador e criativo que seja interessante para o seu negócio, respire fundo e disponibilize esse produto: você poderá começar a vendê-lo e terá um excelente retorno, acredite na criatividade. Veja atentamente os que os fornecedores anunciantes dessa edição têm para sua empresa. Além dos produtos, muitos serviços podem ser associados ao trabalho de parceria. Essa edição e outras que compõem nosso portfolio de revistas mostram tudo que acontece na panificação e food service, acesse nossas revistas em: issuu. com/maxfoodsrevistas. Boa leitura !

Augusto Cezar de Almeida Neto Diretor Max Foods Multi Negócios FOTO CAPA: Image by Igor Ovsyannykov from Pixabay


Diretor Augusto Cezar de Almeida Neto PARA ANUNCIAR 11.2507-3916

Marketing: marketing@maxfoods.com.br Publicidade: J.C Antonelli Circulação: anuncie@maxfoods.com.br Internet e Mídia Digital: Alan Jordão Operações: Monica Awada Direção de arte Renata B.Almeida Financeiro: financeiro@panificacaobrasileira.com.br Apoios Rio de Janeiro: datafoods@maxfoods.com.br Nordeste: Alexandre Santana Eventos premiacoes@maxfoods.com.br Conselho Editorial Pery Carvalho Jumar Pedreira Jean Carlo Cantizani Armando Taddei Wagner Santana Redação e correspondência São Paulo: Rua Charles Spencer Chaplin, 315 – conj. 2 – Morumbi – CEP 05642-010 Edições anteriores: ligue 11.2507.3916 Distribuição nacional Acesso edição digital gratuita issuu.com/maxfoodsrevistas Serviços de assinaturas Ligue 11. 2503-8294 e 2503-8264


PRINCIPAIS PRÊMIOS

PRÊMIOS REGIONAIS Melhores Padarias, Confeitarias, Sorveterias - Padeiros, confeiteiros e Gelatiers.

Revistas da Max Foods Comunicação e Editora PANIFICAÇÃO BRASILEIRA (mensal - padarias, confeitarias, supermercados com padarias, indústrias de pães e bolos e correlatos) MERCADO SORVETEIRO (bimensal - sorveterias artesanais, semi industriais, industriais e similares) CONFEITARIA BRASIL (mensal - confeitarias artesanais, semi industriais, industriais e similares) CAFETERIA & CIA (mensal - cafeterias, coffee machine e correlatos) LOJAS DE CONVENIÊNCIAS & EMPÓRIOS ( lojas de conveniências, empórios, mercearias, hortifrúti e outros) BARES & CIA (mensal - bares, pubs, botecos e outros) REFEIÇÕES COLETIVAS & CATERING (trimestral – refeitórios industriais e sociais, catering e similares) BUFFET & DECORAÇÃO (bimensal – buffets, decorcação, inaugurações, etc) FEIRAS & EVENTOS (trimensal – buffets, feiras, congressos, inaugurações, etc) PADARIA DO MESTRE (padarias e profissioniais) CEREALTEC (bimestral - toda a cadeia de transformadores de trigo, aveia, centeio, cevada,etc) PASTELARIA & ROTISSERIA (bimensal - pastelarias, rotisserias e similares) PIZZARIA & OUTROS (mensal - pizzarias, creperias, tapiocarias, wraperias e outros) HOTÉIS & RESTAURANTES (mensal - hotéis, pousadas, spas, restaurantes e similares) FAST FOOD & DELIVERY (bimensal - fast food, food truck, delivery e correlatos) VIVA SAUDÁVEL (mensal - alimentos, nutrição, saúde, bem estar, serviços, lazer e outros)


sumário foto capa: divulgação

Nova edição REVISTA PANIFICAÇÃO BRASILEIRA ................................................06 Pizza Hut anuncia plano de abrir 700 lojas no país ..............................................08 PRÊMIO MELHORES PADARIAS DO BRASIL .........................................................10 Pizza Maker - criatividade é o ingrediente ...........................................................12 Feira Fipan ..........................................................................................................13 Costazzura destaca linha Apalta .................................................................................14 Farinha de trigo Finna - mercado food service ........................................................18 Feira HFN ............................................................................................................21 O Guia do Louco por Queijo ................................................................................22 Pizza + Vinho combinação ideal .............................................................................26 Tapioca de Cottage com ovo mexido ...................................................................28 Aurora Alimentos completa 50 anos ...................................................................32 Feira Fispal ..........................................................................................................33 Informe IBGEM - AUMENTE O LUCRO .................................................................44


Já está disponivel na internet a nova edição da REVISTA PANIFICAÇÃO BRASILEIRA.

ÚNICA REVISTA NO BRASIL QUE ATINGE A PANIFICAÇÃO: ARTESNAL, SEMI INDUSTRIAL E INDUSTRIAL. ÚNICA REVISTA NO BRASIL QUE ATINGE A PANIFICAÇÃO: ARTESNAL, SEMI INDUSTRIAL E INDUSTRIAL.

Acesse: issuu.com/maxfoodsrevistas. Visite nosso site: www.maxfoods.com.br Acesse: issuu.com/maxfoodsrevistas.

Visite nosso site: www.maxfoods.com.br


mercado

Meta Até 2023 Pizza Hut Anuncia Plano de Abrir 700 Lojas no País

A Multi-QSR, empresa que administra a Pizza Hut no Brasil, anunciou nesta terça-feira (10) um plano para a abertura de 700 novas unidades no país até o final de 2023. Hoje, a rede de pizzarias conta com 180 restaurantes em 58 diferentes cidades brasileiras. De acordo com Lincoln Martins, CEO da Multi-QSR, a maior parte das novas unidades serão implantadas no modelo de franquia. "Vamos investir R$ 75 milhões nos próximos dois anos para abrir 35 lojas próprias, mas nosso foco será a expansão por

franquias", diz. Até o fim deste ano, a Pizza Hut deve atingir mais de 200 unidades. "Mesmo no estado de São Paulo, onde já temos 65 unidades, existe um enorme potencial de crescimento.", conclui Martins. Atualmente, o investimento inicial na implantação de uma unidade franqueada da Pizza Hut começa em R$ 750 mil, com prazo médio de retorno de três anos.


expansão

CRIATIVIDADE É O INGREDIENTE Rede de Pizzaria Inova em Praça de Alimentação Com 11 lojas distribuídas entre São Paulo e Rio de Janeiro, o Pizza Makers surgiu a partir de uma "lacuna" identificada em praças de alimentação de shopping centers, é o que revela Gregório Machado, proprietário da rede, em entrevista exclusiva ao Jornal Giro News. "Identificamos que o mercado de shopping centers, principalmente as praças de alimentação, estavam desfalcados de inovação. Vimos uma variedade de redes de comida e fast-food, mas se tratando de pizzarias, era um setor ainda sem novidades. A partir daí, criamos uma rede diferenciada, que oferece ao consumidor a oportunidade de montar sua própria pizza", comenta. Novidades no Menu Com o conceito "faça você mesmo", a rede de pizzaria fast casual disponibiliza hoje duas opções de massa: tradicional e integral, além dos mais de 30 ingredientes para que o consumidor monte sua pizza, calzone ou salada. "Estamos preparando novidades para este ano, como a massa de batata doce e a pizza vegetariana. A ideia da salada surgiu a partir de um estudo onde identificamos que nos primeiros dias da semana, segunda, terça e quarta, os consumidores buscam se alimentar de forma mais saudável, então oferecemos essa opção. Na loja do Shopping JK Iguatemi, por exemplo, são vendidas em média 120 saladas na segunda-feira", explica Gregório. O ticket médio nas lojas é de R$ 26,00. Expansão e Faturamento Milionário Para este ano, o empresário projeta abrir nove lojas e alcançar a marca de 20 unidades em operação até dezembro. Com a primeira unidade aberta em dezembro de 2016, o Pizza Makers faturou em torno de R$ 10 milhões em 2018. "Até o momento, já estamos com um faturamento em torno de R$ 14 mil-

hões e a ideia é fechar o ano com faturamento na casa dos R$ 24 milhões, crescimento de 70% em relação ao ano passado. Além disso, queremos expandir a nossa presença em São Paulo e Rio de Janeiro, mas também temos planos de chegar ao Nordeste", conclui o proprietário da rede. No formato franquia, o faturamento médio da rede gira em torno de R$ 110 mil com rentabilidade em torno de 15% para o franqueado.


vinhos

COSTAZZURRA DESTACA EM SEU CATÁLOGO A LINHA SAN JOSÉ DE APALTA CLÁSICO PRODUZIDA NO VALE DO RAPEL Desta vez o destaque do Chile da Importadora Costazzurra é a linha San José de Apalta Clásico, produzida no Vale do Rapel, uma região onde são encontrados os melhores vinhos do país e onde está em atividade há quase 50 anos a Vinã San Jose de Apalta, que se especializou nos melhores terroirs e há mais de 20 anos é reconhecida por produzir vinhos finos e de altíssima qualidade, dentre eles os Clásicos. São três vinhos que integram esta linha: o Clásico Sauvignon Blanc, um vinho branco com coloração amarelo palha e reflexos esverdeados, com aroma de frutas cítricas e toques herbáceos. É um vinho equilibrado, com ótima acidez e seu final de boca é frutado, destacando notas de maracujá. O Clásico Carménere Tinto apresenta aromas de frutas vermelhas e especiarias revelados em um paladar com taninos delicados e unidos a uma sensação refrescante na boca. A outra opção de vinho tinto

é o Clásico Cabernet Sauvignon que apresenta uma coloração rubi intensa e aromas de frutas vermelhas maduras. Na boca é frutado com taninos sutis e sedosos. A uva Cabernet Sauvigon e Carménere presentes nas duas opções de vinhos tintos são excelentes para harmonizar com carne vermelha e assados em geral. Também são ótimas escolhas para degustar com queijos de coloração mais amarelada e tipo parmesão e para acompanhar massas e pizzas. Já o Apalta Clásico produzido a partir da uva sauvignon blanc é ideal como aperitivo e combina perfeitamente com frutos do mar, peixes e saladas com molhos de mariscos. A Costazzurra trabalha com marcas importadas e exclusivas, e exerce de modo particular a seleção de seus parceiros, visando sempre apresentar ao consumidor produtos da mais alta qualidade.


marketing

FARINHA FINNA LANÇA EMBALAGENS DE 5 KG E MIXES PARA O MERCADO DE FOOD SERVICE Além da Farinha de Trigo Tipo I (sem fermento) em embalagens mais econômicas, o portfólio agora conta com mixes para Pizza e Pastel A Finna, marca de farinhas e misturas para bolos da M. Dias Branco, está fortalecendo o seu portfólio de produtos. A marca Finna, que é líder em vendas de farinha doméstica na região Nordeste, agora oferece embalagens de 5 kg para a versão Tipo I (sem fermento) e dois mixes especiais: Pizza e Pastel. O produto está sendo distribuído nas principais praças das regiões Norte e Nordeste. E, a partir do segundo semestre, será comercializado nas demais áreas do país. De acordo com Ticiana Bezerra, gerente de produto da marca, mesmo com embalagens voltadas para o consumidor final, Finna é muito utilizada por transformadores, como doceiras, boleiras, restaurantes, pizzarias e pastelarias, por já ter nascido com foco em performance. “A extensão de portfólio, com esse lançamento da embalagem Finna 5 kg, vem preencher uma lacuna, como uma opção prática e mais econômica para todos os tamanhos de negócios”, ela explica. A fim de atender várias esferas do mercado, nota-se uma grande demanda por mixes especiais, principalmente para pizzas e pastéis. Por isso, a marca desenvolveu fórmulas diferentes para o seu público obter mais excelência na hora de preparar receitas perfeitas. “Farinha de Trigo Finna Pizza resulta em uma massa uniforme, com extensibilidade ideal e fácil manuseio. Já a Farinha de Trigo Finna Pastel é ideal para pastel e massa fresca, possuindo alto rendimento e resultado crocante”, reforça Ticiana.

Nas embalagens dos novos produtos, como diferenciais, há atributos de uso na parte frontal e receitas no verso, destinadas ao consumidor Food Service. O conceito visual das embalagens segue o padrão da Farinha de Trigo Finna, mantendo os elementos em comum com a marca, já presentes nas embalagens de 1 kg e de misturas para bolo.


marketing

obre a Finna Líder de vendas no segmento de farinhas no Nordeste, de acordo com a NIELSEN (OUT/NOV 2018), a marca Finna pertence ao portfólio de marcas da M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos e atua nas regiões Norte e Nordeste do país. Com o slogan “Com Finna, sempre dá certo”, a marca produz e comercializa farinhas com e sem fermento, e mistura para bolo tradicional nos sabores chocolate, milho cremoso, laranja, baunilha, brownie, coco e festa. Sobre M. Dias Branco S. A. Indústria e Comércio de Alimentos Contando com sessenta e cinco anos de existência, a M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos é uma empresa do setor de alimentos com ações negociadas no segmento do Novo Mercado na B3. A Companhia produz e comercializa biscoitos, massas, farinha e farelo de trigo, margarinas e gorduras vegetais, snacks e bolos, mistura para bolos, bits de cereais, cobertos de chocolates, torradas e refrescos. Sediada em Eusébio (CE), a empresa é líder de mercado em biscoitos e massas no Brasil, é a sexta maior empresa de massas e a sétima de biscoitos no

ranking global por faturamento. Suas operações geram mais de 20 mil empregos diretos em diferentes regiões, refletindo o seu compromisso com fatores importantes para o desenvolvimento econômico e social do país. Sua história começou ainda na década de 40 quando o comerciante e imigrante português, Manuel Dias Branco inaugurou a Padaria Imperial, em Fortaleza (CE). Atualmente, a M. Dias Branco possui um moderno parque industrial com equipamentos de última geração, seguindo os mais rigorosos padrões de qualidade, operando com um modelo de integração vertical que permite a produção de suas mais importantes matérias-primas, a farinha de trigo e a gordura vegetal, utilizadas no processo de produção de biscoitos e massas. Suas marcas são sinônimo de tradição e qualidade, estabelecendo um vínculo de confiança e respeito com o consumidor. A estrutura operacional da M. Dias Branco S.A. Indústria e Comércio de Alimentos, com sede no Estado do Ceará, conta com 15 unidades industriais e 37 filiais comerciais distribuídas em diferentes Estados do País, garantindo uma cobertura nacional que possibilita a presença de suas marcas em todo o território nacional, assim como em mais de 30 países em todos os continentes.


O guia do louco por queijo

Existem centenas de tipos de queijos. Cada um deles com história, sabor e personalidade. É natural que você se confunda um pouco diante de tanta variedade. Xavier Thuret, mestre-queijeiro da Président e detentor do maior título de especialista em queijos na França (MOF – Meilleur Ouvrie de France – ou, Melhor trabalhador da França, na categoria Queijos), junto com a sommelière Alexandra Corvo, colunista da rádio BandNews FM, elaboraram um pequeno guia com os principais queijos que você encontra no mercado. Você vai aprender a identificar, degustar e harmonizar todas essas delícias com suas bebidas favoritas.

Os queijos são apresentados em ordem crescente de intensidade de sabor, de acordo com a seguinte escala numérica: SUAVE: 0 a 4 MODERADO: 5 a 7 INTENSO: 8 a 12 MUSSARELA De origem italiana, a mussarela pode ser feita com leite de búfala ou de vaca – esta versão é a mais comum no mundo todo. Sua massa é filada, ou seja: a proteína está agrupada em feixes de fios que se esticam quando o queijo


queijos derrete. É o efeito “puxa-puxa” que faz a pizza e os sanduíches quentes tão gostosos. O sabor suave da mussarela é uma paixão nacional: trata-se do queijo mais consumido no Brasil. INTENSIDADE 0/12 COMO DEGUSTAR Ideal para pizzas e sanduíches. Seu sabor suave combina com tudo. HARMONIZAÇÃO Vai bem com um vinho tinto italiano do tipo chianti, feito com a uva sangiovese. Ou com uma cerveja pilsen bem gelada. Se quiser ousar, prepare uma margarita, drinque de tequila com limão. PRATO O queijo prato é 100% brasileiro. Ele nasceu do engano de um grupo de imigrantes dinamarqueses que, para aliviar a saudade de seu país, tentaram fazer um queijo do tipo danbo. A receita desandou, e o resultado foi o que hoje conhecemos por queijo prato. Nem é preciso dizer que os dinamarqueses – e, mais tarde, todos os brasileiros – preferiram a receita “errada”. INTENSIDADE

PRATO BOLA Nos anos 1960, o queijo prato passou a ser fabricado também no formato esférico. Essa versão permite um período mais longo de maturação – o que proporciona um sabor mais intenso e complexo, bem como a formação das olhaduras (buraquinhos presentes no queijo). INTENSIDADE 2/12 COMO DEGUSTAR Ainda mais amanteigado que o prato comum, pode ser comido com pão ou puro, como aperitivo. HARMONIZAÇÃO Busque inspiração no pomar. Vinhos tintos simples e frutados, como o Côtes du Rhône, ou um branco português do Alentejo, casam perfeitamente com o prato bola. Cervejas maceradas com fruta e sangria são outras possibilidades. GOUDA Gouda é o nome de uma cidade holandesa a meio caminho de Amsterdã e Roterdã. Era para lá que, historicamente, os agricultores levavam seus queijos para negociar no atacado. Os comerciantes de outras regiões os revendiam como “queijos de Gouda”. O nome hoje designa o queijo mais popular da Holanda.

1/12

INTENSIDADE

COMO DEGUSTAR

3/12

É cremoso, amanteigado e salgadinho, com uma nota frutada. Perfeito para sanduíches quentes ou frios. HARMONIZAÇÃO Assim como a mussarela, combina perfeitamente com a cerveja pilsen. Vinhos verdes – este é o nome de uma região produtora de Portugal, não a cor da bebida – têm a acidez ideal para a cremosidade do queijo prato. Essa mesma acidez você consegue com coquetéis à base de espumante e frutas cítricas.

COMO DEGUSTAR O gouda é tão gostoso que não precisa de companhia. Mas também é versátil: use-o em pratos gratinados, molhos e sopas. HARMONIZAÇÃO A piña colada, drinque de rum com coco e abacaxi, é uma combinação inusitada e surpreendente. Outra opção ousada é a cerveja berliner weisse, leve e ácida. Paladares mais conservadores podem preferir um vinho branco chileno da variedade Chardonnay.


ESTEPE O queijo Estepe foi desenvolvido por dinamarqueses que migraram para as estepes russas – planícies geladas com campos abertos e pequenos bosques.

tos ao rei. É famoso pelo formato de roda e a casca branca, composta por fungos que lhe dão a textura e o sabor típicos que lembram muito o champignon. INTENSIDADE

INTENSIDADE

6/12

4/12

COMO DEGUSTAR

COMO DEGUSTAR Possui textura acetinada, aroma e paladar picantes. É perfeito para compor uma tábua de queijos ou combinado com frios. HARMONIZAÇÃO Invista em bebidas secas. O coquetel dry martini, com gim e vermute, e os vinhos sauvignon blanc dão conta do serviço.

Cremoso e delicadamente acentuado no sabor, o brie faz par com o doce e o ácido das frutas secas e frescas. As combinações com o damasco e/ou o mel já se tornaram um clássico. HARMONIZAÇÃO Agridoce é a palavra. Vinho riesling da Alemanha ou da Alsácia. Whisky sour. EMMENTAL

GRUYÈRE O gruyère é originário da Suíça, onde é produzido desde o século 12. Sua aparência é célebre pelas – que recebem a denominação técnica de –“olhaduras”. É o queijo mais famoso utilizado na receita do fondue. INTENSIDADE 5/12 COMO DEGUSTAR A textura semidura e o sabor discretamente picante, com aromas de pimenta branca e nozes, fazem do gruyère um queijo complexo e suave ao mesmo tempo. Além de ser o ingrediente principal do fondue suíço, é um dos melhores queijos para gratinar. HARMONIZAÇÃO Vá de vinho. Tintos delicados e perfumados. Ou brancos amanteigados da Borgonha. BRIE O brie é fabricado desde o século 8, em uma região da França que leva o mesmo nome. Na França, é conhecido como o “Rei dos Queijos”. De tão valioso, chegou a ser usado como moeda para pagar tribu-

Outro queijo de origem suíça e também cheio de furinhos, o emmental existe desde o século 13 no vale (“tal”, em alemão) do Emmental. INTENSIDADE 7/12 COMO DEGUSTAR Faz duplinha com o gruyère no tradicional fondue suíço. Seus aromas lembram o coco fresco. Na boca é lácteo, de textura macia. HARMONIZAÇÃO Um vinho branco feito com a uva argentina Torrontés, bem perfumado, vai encaixar direitinho. Se você prefere cerveja, experimente com uma cerveja clara belga, aromática e levemente adocicada. MAASDAM O maasdam é um queijo de história recente: foi desenvolvido na década de 1980, na Holanda, inspirado no emmental suíço. Sua maturação, entretanto, é mais prolongada – isso desenvolve uma complexidade de aromas maior. INTENSIDADE


queijos te do que o original holandês. Esse estilo potente foi replicado pelos produtores brasileiros. O reino tem massa compacta, é esférico e conhecido pela casca avermelhada. Bom para petiscar enquanto se beberica. HARMONIZAÇÃO Em Pernambuco, o queijo do reino é uma tradição das festas do fim de ano. Vamos de bebida festiva, então. Atenue a força do queijo com um espumante bem seco, do tipo brut, e gelado. 8/12 COMO DEGUSTAR O maasdam é um queijo perfumado, frutado, floral, de textura elástica e sabor amendoado. Coma-o como aperitivo ou use-o para dar mais personalidade a sanduíches e quiches. HARMONIZAÇÃO O maasdam pede uma bebida de caráter cítrico. Uma grande pedida é a witbier – cerveja belga bem leve, feita com trigo e casca de laranja. Alternativamente, prepare uma mimosa: o coquetel leva espumante e suco de laranja. REINO No período em que permaneceu no Brasil, a corte portuguesa importava queijos edam da Holanda. Mais tarde, produtores brasileiros começaram a produzir um queijo inspirado no Edam, para suprir a demanda pelo produto que os nobres “do reino” consumiam. O nome pegou, e o queijo do reino é particularmente popular na região Nordeste, onde até hoje é bastante comum presentear pessoas no Natal com este queijo, que normalmente, vem acondicionado em latas decoradas. INTENSIDADE 9/12 COMO DEGUSTAR Na longa viagem de barco, o queijo edam continuava a maturar – chegava à nossa costa muito mais for-

PROVOLONE O provolone é um queijo de massa filada que nasceu no Norte da Itália, no Vale do Rio Pó. É conhecido tanto pelo sabor marcante quanto pelas peças grandes e alongadas. INTENSIDADE 10/12 COMO DEGUSTAR O sabor do provolone é picante e defumado. No Brasil, ele é um elemento da cultura de botequim: aparece na companhia do salaminho ou frito e empanado. HARMONIZAÇÃO Combine fumaça com fumaça. Prepare um rob roy – drinque de whisky, Angostura e vermute – com um scotch trufado de Islay. Ou tente uma cerveja do estilo rauchbier, feita com malte defumado. CAMEMBERT Lembra o Brie, porém, são de regiões diferentes na França, portanto, tem matéria-prima distinta, tratamento do leite, bem como tempos de maturação diferentes, sendo o Camembert com um período maior. O Camembert tem o sabor e o aroma concentrados. Diz a lenda que a receita foi passada a uma família da Normandia por um padre de Brie. O religioso revelou o segredo em agradecimento pela proteção contra


pizzas

PIZZA + VINHO COMBINAÇÃO IDEAL NO NORTH BAR E GRILL A versatilidade dos vinhos faz da bebida o acompanhamento ideal para os mais diversos pratos. Um dos favoritos são as massas, como a Pizza! Por isso, o North Bar e Grill, restaurante localizado no 3º piso do Espaço Gourmet do Shopping Frei Caneca, preparou uma promoção especial para os jantares de quarta a domingo.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

foto: divulgação O Casadinho de Pizza + Vinho inclui quatro pedaços de pizza dos mais diversos sabores e uma garrafa de vinho da adega especial do restaurante, que deve ser consultado ao garçom. ADEGA CLIMATIZADA DE VINHOS DO NORTH BAR E GRILL


pizzas

Um dos destaques do North Bar e Grill é a adega climatizada com mais de 1.200 rótulos. O restaurante também promove jantares enogastronômicos e degustações harmonizadas. Tudo isto em um ambiente aconchegante, charmoso e com atendimento especial.

foto: Bruno Polengo SOBRE O NORTH BAR E GRILL O North Bar e Grill é considerado um dos mais conceituados restaurantes especializados em grelhados da capital paulista. Conta com uma exclusiva churrasqueira a carvão que proporciona maior maciez às carnes e peixes selecionados. O carvão transformado em brasa deixa os grelhados mais saborosos e com o inconfundível aroma de churrasco. North Bar e Grill Rua Frei Caneca, 569 – 3º Piso – Espaço Gourmet Telefone para reservas: 11 3472.2038 www.northbaregrill.com.br


uma agência de comunicação ESPECIALISTA EM PADARIAS

EMBALAGENS | CARDÁPIOS | FOLDERS | SITES | FACEBOOK

O que um cliente mau-humorado recebe na sua padaria.

O que ele descreve no Facebook que recebeu.

Sua padaria está no Facebook você querendo ou não. Use-o a seu favor.

2376.2805 | 2376.2806 R. Picuí, 80 - Olímpico, São Caetano do Sul/SP


Para voltar à rotina: Tapioca de Cottage com Ovo Mexido Fácil de preparar, a porção fica pronta em no máximo 10 minutos Depois de aproveitar esses dias de festa é essencial voltar aos bons hábitos do dia a dia. A Tirolez, uma das marcas mais tradicionais de laticínios do País, ensina uma receita equilibrada para você. Veja abaixo o modo de preparo. Tapioca de Cottage com Ovo Mexido Ingredientes: 4 colheres (sopa) de goma de tapioca hidratada 1 colher (sopa) de azeite 1/2 tomate sem semente picado 1 ovo batido 1 pitada de sal 1 pitada de pimenta-do-reino moída na hora Salsa picada a gosto 2 colheres (sopa) de Cottage Tirolez Modo de preparo: - Em uma frigideira, aqueça o azeite, refogue rapidamente o tomate e misture o ovo batido. Tempere com o sal, a pimenta e mexa bem. Desligue o fogo e salpique a salsa. Reserve. Sobre uma frigideira pequena


tapioca aquecida, peneire a goma de tapioca de maneira uniforme. Tampe e deixe no fogo baixo por 2 minutos. Recheie metade da tapioca com cottage e o ovo mexido. Dobre a tapioca sobre o recheio, desligue o fogo e sirva seguida. Tempo de preparo: 10 minutos Rendimento: 1 porção Saiba mais curtindo as redes sociais da marca ou acesse o site www.tirolez.com.br Apaixonados por queijo, amam Tirolez. Sobre a Tirolez Fundada há 38 anos, a Tirolez é uma das mais tradicionais marcas de laticínios do País. Com mais de 1.600 colaboradores, a empresa dispõe de seis fábricas e um Centro de Distribuição em São Paulo. Suas fábricas localizam-se em Minas Gerais (Tiros, Arapuá e Carmo do Paranaíba), em São Paulo (Monte Aprazível e Lins) e em Santa Catarina (Caxambu do Sul). Os produtos Tirolez possuem grande aceitação no mercado brasileiro em razão da elevada qualidade e tradição. Tais características decorrem, entre outras causas, da qualidade do leite, do cuidado artesanal e do carinho que dedica a seus produtos durante todas as etapas de produção. O portfólio da empresa é composto por mais de 40 tipos de produtos e mais de 100 SKUs, que podem ser encontrados em todo o Brasil.


fornecedor

Aurora Alimentos completa 50 anos A Cooperativa Central Aurora Alimentos – o terceiro maior conglomerado industrial do setor de carnes do Brasil – chegou aos 50 anos de fundação com uma marca formidável: tornou-se uma comunidade produtiva formada por mais de 100 mil famílias espalhadas por cerca de 300 municípios brasileiros. Os festejos do cinquentenário iniciam dia 12 de abril e encerram em 23 de novembro. Nesse cálculo estão os mais de 28.000 empregados diretos da Aurora, as 65.500 famílias rurais cooperadas que formam a base produtiva no campo e os 10.200 colaboradores das 11 cooperativas agropecuárias que a constituem, totalizando 104.000 famílias. No dia 15 de abril de 1969, dezoito homens representando oito cooperativas do Oeste Catarinense assinaram uma ata com o objetivo comum: construir uma Cooperativa Central para industrializar e comercializar a produção de suínos dos associados. A Cooperativa Central Oeste Catarinense foi fundada pela Cooperativa Mista Agropastoril Chapecó, Cooperativa de Laticínio Chapecó, Cooperativa Mista Xaxiense, Cooperativa Mista Lajeado Grande de Xaxim, Cooperativa Agrícola Regional Xanxerê, Sociedade Cooperativa Mista de Palmitos, Cooperativa Agropecuária de São Carlos e Cooperativa Mista Modelense.


ANOS Alimentando Negócios

A Fispal Food Service é o principal e mais completo evento para quem possui ou quer abrir um negócio de alimentação fora do lar. Você irá conhecer todas as tendências do setor, além de encontrar mais de 470 expositores com soluções em produtos, serviços, equipamentos, alimentos e bebidas, e ainda poderá participar de diversas atrações gratuitas com muito conteúdo.

Scaneie com seu celular e inscreva seu email para receber notícias do setor e novidades da feira

Siga-nos nas redes sociais: #FispalFood19 #35anosAlimentandoNegócios

Programe sua visita:

Parceiro estratégico

Promoção e Organização


fornecedor

Ao organizar a produção e obter uma oferta em escala, a Coopercentral criou as bases para a industrialização da produção gerada pelos associados das cooperativas filiadas. A determinação e o arrojo dos dirigentes cooperativistas – tendo à frente o pioneiro Aury Luiz Bodanese – permitiram construir uma estrutura agroindustrial capaz de absorver, transformar e conquistar mercado para essa produção. Em uma época em que as políticas de desenvolvimento não chegavam ao campo e ao produtor rural era destinado o incipiente papel de fornecedor de matérias-primas baratas para a indústria de transformação de outras regiões, Bodanese teve lucidez suficiente para romper com essa estrutura de dependência. No comando da Coopercentral e da CooperAlfa, projetou a instalação do parque agroindustrial das próprias cooperativas para processar carnes, grãos e leite. Iniciou um movimento de autoindustrialização que marcou o cooperativismo brasileiro, agregando valor à produção e garantindo renda à família rural. Assegurou assistência técnica, extensão rural e benefícios à população – inclusive um inédito serviço de assistência médica no campo – muito antes do Poder Público estruturar e oferecer algo parecido. Enfim, Bodanese tornou-se um dos principais pilares do cooperativismo catarinense. A Aurora tem atuado também como difusora do conhecimento científico, assegurando o acesso do pequeno produtor aos avanços da pesquisa agropecuária. A proteção econômica, a atualização tecnológica e a defesa política que a cooperativa proporciona ao seu universo de cooperados são faces da doutrina cooperativista. Graças ao cooperativismo, o campo incorporou novas tecnologias, diversificou as atividades, tecnificou a agricultura e outras explorações pecuárias, adquiriu mais máquinas e equipamentos, automóveis e utilitários, móveis e eletrodomésticos. O cooperativismo ajudou a levar a eletrificação rural a todos os recantos, garantiu assistência técnica em todas as propriedades rurais, proporcionou habitação e saneamento. Enfim, elevou a qualidade de vida da família rural.


fornecedor

UNIDADES A Coopercentral Aurora Alimentos é um conglomerado agroindustrial sediado em Chapecó (SC) que pertence a 11 cooperativas agropecuárias, sustenta 28.000 empregos diretos e tem uma capacidade de abate de 20 mil suínos/dia, 1 milhão de aves/dia e um processamento de 1,5 milhão de litros de leite/dia. Mantém oito unidades industriais de suínos, sete unidades industriais de aves, seis fábricas de rações, 13 unidades de ativos biológicos (incluindo granjas, incubatórios e unidade de disseminação de gens), 16 unidades de vendas e a sede central (matriz). As oito unidades industriais de suínos são: Indústria Aurora Chapecó (SC), Frigorífico Aurora Chapecó (SC), Frigorífico Aurora São Miguel do Oeste (SC), Frigorífico Aurora São Gabriel do Oeste (MS), Frigorífico Aurora Sarandi (RS), Frigorífico Aurora Chapecó II (SC), Frigorífico Aurora Erechim (RS) e Frigorífico Aurora Joaçaba (SC). As sete plantas para processamento de aves são: Frigorífico Aurora Maravilha (SC), Frigorífico Aurora Quilombo (SC), Frigorífico Aurora Erechim (RS), Frigorífico Aurora Abelardo Luz (SC), Frigorífico Aurora Guatambu (SC), Frigorífico Aurora Xaxim (SC) e Frigorífico Aurora Mandaguari (PR). As seis fábricas de rações estão instaladas em Chapecó (SC), Erechim (RS), Cunha Porã (SC), Guatambu (SC), Xaxim (SC), Mandaguari (PR). As duas unidades armazenadoras de grãos estão instaladas em Chapecó (SC) e em São Gabriel do Oeste (MS). COOPERATIVAS A Coopercentral Aurora é um conglomerado agroindustrial sediado em Chapecó (SC) que pertence a 11 cooperativas agropecuárias: Cooperalfa (Chapecó/SC), CooperA1 (Palmitos/SC), Coopercampos (Campos Novos/SC), Copérdia (Concórdia/SC), Auriverde (Cunha Porã/SC), Cooperitaipu (Pinhalzinho/SC), Coasgo (São Gabriel do Oeste/MS), Coopervil (Videira/SC), Cocari (Mandaguari/PR), Colacer (Lacerdópolis/ SC) e Caslo (São Lourenço do Oeste/SC). FUNDAÇÃO AURY LUIZ BODANESE A Fundação Aury Luiz Bodanese (FALB), braço social da Aurora Alimentos, comemorou dez anos de história em 2018. Desde que foi revitalizada, em 2008, a entidade tem como missão valorizar o ser humano e contribuir para o exercício da cidadania com a visão de ser referência em ações que promovam a sustentabilidade e o cooperativismo. Ética, cooperação, confiança, respeito e transparência são os pilares da Fundação. Em dez anos já foram atendidas quase 1,4 milhão de pessoas em 13.085 ações. Por meio do trabalho voluntário, a Fundação chega até as comunidades em que a Aurora Alimentos atua levando, por meio de oito programas, através do trabalho social, ambiental e cultural, alegria e momentos de lazer, informação e conscientização proporcionando, por meio de suas ações, melhor qualidade de vida. Através da Fundação, a Aurora Alimentos desenvolveu uma ampla política de responsabilidade social, implementando – somente em 2018 – 1.803 ações de natureza educativa, cultural, ambiental e social, beneficiando 135.181 mil pessoas. DESEMPENHO ANUAL Em 2018, a receita bruta com vendas da Cooperativa alcançou R$ 9,1 bilhões, um crescimento de


fornecedor

2,5% em relação ao ano anterior. O mercado interno representou 76% das receitas e, o mercado externo, 24%. Na área de suinocultura, as oito plantas industriais operaram à plena carga, totalizando, em 2018, o abate e processamento de 5 milhões e 80 mil cabeças, aumento de 7,7% em relação ao ano anterior. A produção in natura de carnes suínas atingiu 424,7 mil toneladas, com 8,3% de expansão. A industrialização também cresceu (6,3%) e totalizou 347,4 mil toneladas de curados, defumados, empanados, linha festa, fatiados, hambúrgueres, linguiças cozidas, linguiças frescais, mortadelas, presuntaria, refinados, salsichas e porcionados. O reconhecido padrão de qualidade Aurora em suinocultura foi garantido pelos exitosos programas mantidos na base produtiva rural, como o Leitão Ideal, Destaques de Suinocultura (premiação dos melhores resultados zootécnicos), Coleta Segura e Propriedade Rural Sustentável Aurora (PRSA), além do programa de melhoramento genético de fêmeas. No segmento de avicultura, as sete indústrias avícolas totalizaram o abate de 229,5 milhões de cabeças. Destaque do ano de 2018 foi a obtenção de resultados recordes de índice de eficiência produtiva durante todos os meses, exceção em junho em função da paralisação dos caminhoneiros ocorrida em maio. Também se obteve resultados extraordinários nos lotes de fêmeas e machos, com seis quebras de recordes internos. No setor de lácteos, a Aurora recebeu de dez cooperativas agropecuárias filiadas o volume de 502 milhões de litros de leite, volume 3,52% superior ao ano anterior. A industrialização manteve-se praticamente estável (-1%) e totalizou 230,3 mil toneladas de leites UHT, bebidas lácteas, leite em pó, creme de leite, queijos, requeijão e soro em pó. Para nutrição animal foram produzidas 1 milhão 607 mil toneladas de rações destinadas a aves de corte, aves matrizes e suínos, além de núcleos e concentrados. Esse volume encolheu 4,89%. O consumo da Aurora é imenso e equivale a 5,8 mil toneladas de milho por dia, necessidade suprida por 145 cargas diárias de caminhão (40 toneladas). No exercício findo, a Aurora Alimentos investiu R$ 188 milhões para a ampliação e contínua modernização de unidades industriais: implantação do terceiro turno no Frigorífico Aurora Chapecó I (R$ 42,7 milhões);


fornecedor

incremento de linguiças cozidas e curados na Indústria Aurora Chapecó (R$ 31,8 milhões), aquisição de máquinas desossadoras de pernas no Frigorífico Aurora Guatambu (R$ 16,9 milhões) e de máquinas desossadoras de coxas Mayekawa no Frigorífico Aurora Mandaguari (R$ 8,4 milhões), e incremento de linguiças cozidas e mortadelas no Frigorífico Aurora Chapecó II (R$ 6,6 milhões). EFEITOS SOCIAIS REGIONAIS O desempenho econômico da ampla estrutura produtiva da Aurora produziu salutares efeitos sociais nas comunidades. Nos quase 300 municípios onde atua nos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul – diretamente ou através de suas cooperativas filiadas – a Aurora dinamizou a economia regional. Gerou R$ 1 bilhão 243 milhões em ICMS, R$ 3 bilhões 583 milhões em valor adicionado na atividade agropecuária, R$ 2 bilhões 811 milhões na atividade industrial e R$ 1 bilhão 101 milhões em remuneração e encargos sobre a folha de pagamento. A Aurora encerrou 2018 com 28.149 colaboradores, sendo 16.343 homens e 11.806 mulheres. A empresa figurou entre "As melhores empresas em IDHO – Índice de Desenvolvimento Humano Organizacional" e obteve a sexta posição entre "As empresas mais amadas do Brasil" no ranking elaborado pelo site de carreira Love Mondays. No decorrer do exercício, a Cooperativa Central Aurora Alimentos foi distinguida por diversos prêmios, entre eles, Top Of Mind 2018, Personalidade de Vendas da ADVB/SC para o presidente Mário Lanznaster, 500 Maiores do Sul do Brasil da Revista Amanhã, Empresa Cidadã ADVB/SC 2018, 67ª maior empresa do País do ranking Melhores e Maiores da Revista Exame. A Aurora está comprometida com o bem-estar dos animais e das pessoas envolvidas nos processos produtivos. Pioneira na adoção de programas de bem-estar animal. Foi uma das primeiras empresas brasileiras a aderir ao Programa Nacional de Abate Humanitário, mundialmente conhecido pela sigla STEPS. Para exteriorizar a prioridade que dedica a esse tema, foi criada no site oficial uma aba derivada específica (dentro da aba de sustentabilidade) para apresentação e acompanhamento do programa de bem-estar animal da empresa. NOVO MANDATO O presidente Mário Lanznaster foi reeleito em janeiro para mais um mandato de quatro anos, ao lado de Neivor Canton (vice-presidente) e Marcos Antonio Zordan (secretário do Conselho e diretor de agropecuária). Destaca que a orientação "é prosseguir investindo no aumento da produção e no desenvolvimento de novos produtos para permanecer entre as melhores companhias de alimentos do mundo". Lanznaster assinala que, em razão de sua natureza cooperativista, a Aurora, ao tempo em que busca a eficiência produtiva e o sucesso econômico, cumpre importante papel social. Laznaster salienta que "as perspectivas para 2019 – ano do nosso cinquentenário – são estimulantes em face da decisão da nova administração federal em manter uma política econômica ortodoxa e priorizar a aprovação de reformas estruturais, que podem promover o reequilíbrio fiscal, abrindo espaço para recuperação mais rápida da economia. A agenda liberal do novo Governo e a pauta de franco apoio à produção são positivas e influenciam a retomada da confiança e a volta dos investimentos".


Profile for Max Foods Comunicação Empresarial e Editora

REVISTA PIZZARIA & OUTROS ED.23  

Muitas novidades ! O sucesso em apresentar as novidades depende de três coisas: bons produtos para vender, a habilidade em anunciá-los e a v...

REVISTA PIZZARIA & OUTROS ED.23  

Muitas novidades ! O sucesso em apresentar as novidades depende de três coisas: bons produtos para vender, a habilidade em anunciá-los e a v...

Advertisement