__MAIN_TEXT__

Page 1


Editorial Os movimentos políticos,

têm influenciado os negócios em todas as áreas da economia do país, como não poderia

ser de outra forma. Empresas sólidas, até então, sofrem e dão sinais que em breve deixarão o mercado. Algumas, já concretizaram este movimento seja por venda, associação a grupos mais fortes ou simplesmente por abandonar o mercado. Encerram as atividades enquanto ainda podem cumprir com os compromissos ou tenham condições de fecharem acordos com fornecedores, colaboradores e funcionários. No entanto, existem também aquelas que na esteira desta situação de dificuldades, por conquistarem melhores estruturas através de uma administração competente, conseguiram visualizar com antecedência os problemas que viriam, registram crescimento tanto financeiro quanto na penetração nos mercados onde atuam. Investiram e capacitaram equipes profissionais. Desenvolveram novas estratégias, buscaram alternativas para superar os problemas que vieram. Foram ousados na maioria das vezes, acreditando em novas ferramentas e tecnologias. Desenvolveram parcerias sem preconceitos, sem medo de se fortalecerem diante de possíveis novos concorrentes, pois se houver mercado para eles, todos serão beneficiados e permanecerão saudáveis quando este período de incertezas estiver superado. Outros, com boa reserva de caixa, aproveitaram as oportunidades e ampliaram suas atividades adquirindo empresas, não apenas as que atuavam em seu segmento. Assumiram empresas em mercados promissores, porém que não mais estavam otimistas em suas atividades. As variáveis que determinaram estas ações são muitas. O que importa é que se fortaleceram quando analisaram com sabedoria o potencial da aquisição. Grandes conglomerados nacionais foram adquiridos por investidores internacionais, e não foi à toa. As ofertas de ativos nacionais estiveram com preços subavaliados frente às ofertas de moedas como o Dólar e o Euro. Esperamos que agora, quando as notícias são concretamente mais otimistas, se confirme a tendência de queda da inflação e corte nos juros e, consequentemente, venham a solidificação das mudanças no comportamento de consumo e que as empresas possam experimentar novamente um extenso tempo de bons índices de vendas e incremento na produção. Essas ações proporcionarão o retorno dos postos de emprego, o que reduziria a elevada taxa de desemprego histórica e jamais registrada no país.

Todos nós

03


Conteúdo 18.Cesar Dimitrios Mandaliou: Novos produtos, metas e gerenciamento

28. Dr. Augusto Pegoraro Petiscos e mordedores, afinal, pra que servem?

08. Prof°. Dr. Marco Antonio Gioso Gestão de negócios em clínicas veterinárias

ENTREVISTA 24.Doutor Merlin Nogueira de Castro: Inovação e integração

SEÇÕES

EDITORIAL MARKETING

34. Vininha Discoespondilite, uma experiência inesquecível

03 10

NOTAS SAÚDE

14 22

LANÇAMENTO

30 Foto: Cesar Dimitrios Mandaliou - Petbrilho

Expediente Publicidade Cleusa Albino cleusa.petmagazine @luanda.com.br

Design Editorial Bruno Ricardo Mello dos Santos Diego Igor de Oliveira midia@luanda.com.br arte@luanda.com.br

Administração Dênis Jorge Thais Gonçalves luanda@luanda.com.br

Assessoria Gráfica PavaPrint Impressão Formato Editorial

@RE

Redatores Hylario Guerrero (MTB 13.468) Joelma Farias (MTB 78.793) redacao@luanda.com.br joelma.noticia@luanda.com.br

Jurídico Dra. Adriana Carla Gomes P. Silva TAPET VIS

E

Direção geral Osmar Silva José Haroldo G. Santos

Diretor Comercial José Haroldo G. Santos haroldo@luanda.com.br

GAZ MA IN

Edição 102 - Março / Abril 2017

Redator-chefe Osmar Silva osmar@luanda.com.br

Endereço Rua Joaquim de Almeida Moraes, 273 - Jd. Magali São Paulo/ SP Brasil CEP: 02844-000 Tel.: + 55 (11) 3461-8400 3461-8401 -www.luanda.com.br

A revista Petmagazine aceita matérias técnicas como colaboração para divulgação de projetos, trabalhos, novos produtos, etc. Os artigos deverão vir acompanhados de fotos ilustrativas com as respectivas legendas e curriculum do autor. A revista não se reponsabiliza por opiniões e artigos assinados que podem ou não expressar a mesma opinião do editor. As opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade do autor. A Petmagazine não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios veiculados, nem por aquisições em função destes. Todos os direitos reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sob pena de procedimentos legais. A revista Petmagazine é uma publicação bimestral da Luanda Brasil Serv. de Publicidade ltda., e tem sua marca registrada no INPI sob o número 820.994.286

04


LITERATURA HAATCHI & LITTLE B - A HISTÓRIA INSPIRADA DA AMIZADE ENTRE UM MENINO E SEU CÃO

Owen (conhecido pela família como Little B) que sofre de uma rara doença genética chamada síndrome de Schwartz-Jampel, que faz com que os músculos do menino fiquem sempre tensos, impossibilitando-o de sair da cadeira de rodas. Sua capacidade de fazer amigos mudou com a chegada de Haatchi. Após ser abandonado em uma linha de trem e perder uma pata traseira e o rabo, o cachorro foi adotado pela família de Owen, dando início a uma afetuosa relação. AUTOR: Wendy Holden EDITORA: Best Seller

DESISTIR NUNCA FOI UMA OPÇÃO

Mocinha era uma vira-lata que foi adotada por Daniel Guth e Julia Bobrow quando estava prestes a ser sacrificada. Um ano após sua chegada, uma misteriosa doença degenerativa se manifestou. Mesmo com dificuldades de locomoção e outros problemas de saúde, era cada vez mais amada pelos tutores. Mais que um bichinho de estimação, ela se tornou um membro da família. A tetraplegia levaria qualquer um a considerar a eutanásia. Menos os pais de Mocinha. Para eles, desistir nunca foi uma opção. AUTORES: Daniel Guth e Julia Bobrow EDITORA: Editora Original

DIÁRIO DO PET: EDIÇÃO CÃES É um livro de atividades para todos os donos de cães que adoram o seu bichinho de estimação. Através de tarefas alegres e divertidas, o livro depois de completo será uma recordação pra toda vida dessa bonita amizade. São mais de 80 tarefas em páginas duplas, todas realizadas pelos autores de Decore este Diário. AUTORA: Sandra Fayet EDITORA: Avec

FARMACOLOGIA APLICADA À MEDICINA VETERINÁRIA 6ª EDIÇÃO 2017

Farmacologia Aplicada à Medicina Veterinária completou 20 anos desde o lançamento de sua primeira edição, contribuindo para a formação dos estudantes e atualização dos profissionais da área de Medicina Veterinária, cada vez mais preocupados com o bem-estar animal e envolvidos com “uma só saúde”. AUTORES: Helenice de Souza Spinosa, Silvana Lima Górniak, Maria Martha Bernardi EDITORA: Guanabara Koogan

06

PEDIATRIA DE PEQUENOS ANIMAIS

O livro inclui um resumo abrangente de tópicos, como cuidados pré-natais da cadela e da gata, exames físicos normais, mortalidade neonatal e abordagem diagnóstica e terapêutica dos jovens pacientes.

RESGATE ANIMAL

Neste livro interativo, o leitor se torna herói dos animais. Ao virar as páginas transparentes, é possível resgatar os bichos que estão presos. É uma maneira divertida, simples e gentil de introduzir a importância do bem-estar dos animais. Não há palavras neste livro. AUTORA: Ann Scott EDITORA: Carochinha TRADUÇÃO: Diego Rodrigues


CURSOS BANHISTA O Curso de Banhista da Personal Pet Escola oferece a oportunidade de conhecer técnicas básicas para iniciantes, contribuindo para a evolução e crescimento do profissional como um todo dentro do setor Pet. INFORMAÇÕES: www.personalpetescola.com

PROFISSIONALIZANTE DE TOSADOR Para pessoas sem qualquer experiência que desejam ingressar imediatamente neste rentável mercado de trabalho. O aluno vai aprender desde os procedimentos básicos de banho, tosa higiênica e tosa geral e as tosas mais procuradas nos pet shops. Além de aprender cada técnica o aluno vai repetir as mais difíceis para iniciar na profissão com maior volume de experiência prática. INFORMAÇÕES: www.redeunipet.com.br

ESPECIALIZAÇÃO Cursos voltados aos profissionais de banho e tosa que precisam melhorar na profissão. Temas variados a escolha do aluno. INFORMAÇÕES: www.groompetescola.com.br

PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA DE EMERGÊNCIA E TERAPIA INTENSIVA EM PEQUENOS ANIMAIS Atualização e aprofundamento em temas importantes e com um objetivo prático e aplicado. Possibilidade de até 90h de prática, não obrigatórias em centro clínico veterinário em Portugal. O aluno deverá escolher um período de 07 a 15 dias para ficar na rotina em período integral (de segunda a sábado). INÍCIO: 01 de Setembro de 2017 INFORMAÇÕES: www.equalisveterinaria.com.br

FISIATRIA EM PEQUENOS ANIMAIS Curso destinado exclusivamente a médicos veterinários e acadêmicos cursando último ano do curso de graduação em Medicina Veterinária. O curso está de acordo com as diretrizes do Ministério da Educação e Cultura (MEC) – carga horária exigida de atividades presenciais, além das destinadas a monitorias, práticas profissionalizantes supervisionadas, estudo individual e confecção do trabalho de conclusão de curso, totalizando mais de 500h. INÍCIO: Agosto/2017 INFORMAÇÕES: anclivepa-sp.com.br

PATOLOGIA CLÍNICA E CITOPATOLOGIA EM PEQUENOS ANIMAIS Especialização. O curso visa complementar a formação de médicos veterinários em área específica da Patologia Veterinária através de aulas teóricas e práticas voltadas a interpretação diagnóstica. O curso pretende fornecer conhecimentos e habilidades técnicas básicas aos interessados em diagnóstico de doenças infecciosas de caráter zoónotico ou não, degenerativas, inflamatórias e neoplásicas. anclivepa-sp.com.br INÍCIO: Agosto de 2017 INFORMAÇÕES: anclivepa-sp.com.br

PÓS-GRADUAÇÃO EM MEDICINA VETERINÁRIA INTENSIVA - (TERAPIA INTENSIVA VETERINÁRIA - INTENSIVISMO VETERINÁRIO) Curso voltado aos médicos veterinários formados e alunos de medicina veterinária do último ano de graduação. INÍCIO: 22 e 23 de Julho de 2017 INFORMAÇÕES: www.pos-anestesia.com.br

ANÁLISES CLÍNICAS VETERINÁRIA No curso os alunos adquirem sólida base teórica e prática do conteúdo programático, de forma aprofundada e atualizada. Nas aulas práticas, são fornecidos subsídios para a resolução de casos clínicos, a partir de exames de diagnóstico. Trata-se de um dos poucos cursos no Brasil que aborda aspectos endócrinos e oncológicos na grade curricular. INÍCIO: 15 de Julho 2017 INFORMAÇÕES: www.ipessp.edu.br

MINICURSO DE TAXIDERMIA Trata-se de técnica empregada para evitar a decomposição de animais mortos e conservá-los intactos, preservando suas características. No curso é possível aprender tudo sobre essa atividade. Curso teórico-prático. INÍCIO: 03 de Junho INFORMAÇÕES: www.organizacaovetmax. wixsite.com

07


*Prof°. Dr. Marco Antonio Gioso FMVZ-USP (www.usp.br/locfmvz)

Gestão de negócios em clínicas veterinárias Médicos veterinários que desejam ter seu próprio negócio devem ter cautela e planejamento Dr. Gioso* A abertura de um negócio envolve pontos fundamentais para que ele tenha sucesso e não decline antes de apresentar resultados positivos. Assim como em outros segmentos, o mercado pet também requer uma série de processos a serem seguidos e que definirão o futuro do empreendedor. Antes de executar o desejo do negócio próprio, é necessário muito planejamento e orientação especializada. Muitos profissionais veterinários acreditam que sua experiência e formação acadêmica são suficientes para abrir uma clínica ou pet shop. Mas, apesar de toda a vivência, é de extrema importância possuir conhecimentos sobre gestão de negócio. O profissional veterinário possui, um vasto conhecimento sobre sua área de atuação e sobre o mercado, mas isso não quer dizer que ele esteja pronto para abrir seu negócio próprio. Recomendo que invista em um curso de gestão ou que pesquise muito antes de seguir com a ideia. O mercado, ao mesmo tempo que possui oportunidades, também tem grande concorrência. É muito importante definir seu diferencial, objetivo e meta. Para auxiliar quem deseja iniciar negócio na área, separo algumas dicas fundamentais: •         Estudo e pesquisa de mercado É imprescindível que realize uma boa pesquisa de como está o mercado e o que ele pode oferecer para agregar algo diferente do que já existe. Com o mercado crescendo a passos consideráveis, é importante procurar o Sebrae, que possui dados atualizados do setor, e buscar orientação com profissionais e consultores em negócios. Uma boa ideia é assistir a algumas aulas de empreendedorismo, online ou presencial. •         Plano de negócios É quase impossível administrar um estabelecimento sem um plano de negócios, que deve contar com três pilares: estabelecer metas, planejá-las e executá-las. Com as etapas estabelecidas, inicia-se a gestão do negócio que engloba objetivos, valores, recursos

08

humanos, escolha de fornecedores, gerenciamento de estoque e controle financeiro. O plano de negócios é importante porque mostra ao proprietário o quanto ele pode gastar, o quanto deve investir e o que deve comprar, evitando assim que o estabelecimento entre em dívidas antes de começar. •         Contratação de funcionários Escolher os profissionais que irão integrar a empresa não é uma tarefa fácil. Além das habilidades técnicas que o dono precisa encontrar, é importante observar o comportamento do futuro colaborador, este precisa ter atitude e acreditar no propósito da empresa para que os dois cresçam juntos. O colaborador que trabalha neste tipo de negócio precisa ter algumas características próprias para que se adapte ao trabalho. O empreendedor, após encontrar um perfil adequado, deve utilizar o TEO (treinar, educar e orientar), é muito importante para que no futuro se tenha sucesso e pouca rotatividade. O funcionário representa o seu negócio, ele estará na linha de frente com os clientes. Por isto, precisam ser bem orientados para que façam um bom atendimento e cativem o consumidor.  •         Atenção aos imprevistos É importante lembrar que todo começo é difícil e cada pequeno passo deve ser feito com cautela e muita pesquisa. Os primeiros meses são de investimento e é essencial que os futuros empreendedores disponham de capital de giro, que servirá para cobrir as despesas corriqueiras. Outro ponto de atenção e que costuma pegar muitos empresários de surpresa são os processos trabalhistas. Além da gestão financeira, é necessário seja feito bom aprofundamento em leis trabalhistas, adequação aos acordos coletivos do sindicato e zelo com o colaborador que, se satisfeito, se sente ainda mais motivado a entregar o melhor trabalho. O caminho é árduo, mas se feito com atenção e cuidado será de grande sucesso.


MARKETING (1) VIRADA AUNIMAL

1

Realizada no Shopping Iguatemi Alphaville, a Virada Aunimal reuniu gastronomia pet, lazer, brincadeiras e food trucks, para cão e dono. Com a entrada franca, os pets e seus donos conheceram comidas e petiscos especiais para os animais, além da novidade do Parcão, que reuniu os princípios do Agility, e a Party Pool, sempre com a monitoria necessária para que todas as atividades fossem aproveitadas de forma segura.

(2) PROGRAMA CONEXÃO VET

A Boehringer Ingelheim Saúde Animal leva, através de um time de propagandistas, informações técnicas relevantes a médicos veterinários e profissionais de lojas especializadas do ramo pet, e já impactou mais de 1.800 veterinários e cerca de 300 lojas, em 8.300 visitas realizadas. Desde o início do programa, em agosto de 2016, já foram entregues mais de 220 mil materiais técnicos, além de mais de 300 treinamentos realizados para o público-alvo.

2

(3) 100% PET

Chega à Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a 100% Pet, com lojas especializadas que oferecem alimentos, produtos, medicamentos, além de Centro de Estética Pet, tudo com atendimento diferenciado e profissionais altamente qualificados. Paulo Hauck Menezes, proprietário da nova unidade da rede, destaca que a 100% Pet tem em seu DNA, qualidade, comprometimento, excelência e, acima de tudo, paixão por pets.

3

(4) CONCEPTA APRESENTA LINHA PET FOOD

4

5

Unidade de negócio do Grupo Sabará, a Concepta Ingredients, participou pela primeira vez da Feira Internacional da AgroIndústria (FIAI), realizada na Expo Dom Pedro, em Campinas (SP). A empresa apresentou seu portfólio direcionado ao segmento de pet food. Entre os destaques, estão soluções produzidas em parceria com a Nexira, fornecedora de ingredientes e ativos sustentáveis obtidos da natureza. A empresa também expos a Extratonina Pet, extrato natural de Yucca schidigera, sem adição de conservantes e carreadores, componentes que ajudam a reduzir o odor das fezes de animais domésticos.

(5) PARCERIA

Com o objetivo de proporcionar atualização e conteúdo de qualidade aos profissionais de veterinária, a

10


Pet South America, apresenta sua nova parceria com o Instituto Qualittas, escola de qualificação para veterinários. Com a nova parceria, os participantes da feira terão acesso a conteúdos de alta qualidade, como artigos e vídeos.

6

(6) PROJETO CRÔNICAS DE GATOS CURIOSOS

A WHISKAS® lança o novo posicionamento global da marca, “Alimente a Curiosidade”. Crônicas de Gatos Curiosos - plataforma exclusiva para a internet - traz uma série de histórias baseadas em eventos reais sobre experiências curiosas que envolvem os bichanos. O projeto estreia com filme baseado na história de Thula, uma gatinha Maine Coon que conquistou a confiança de Iris Grace (8), diagnosticada com Transtorno do Espectro Autista. O projeto prevê novos filmes que, em breve, farão parte da plataforma, destacando a curiosidade dos gatos, baseados em histórias reais.

7

(7) EQUILÍBRIO EXPÕE NO CAT CONGRESS

A linha Super Premium da Total Alimentos, Equilíbrio, participou do 1º Cat Congress 2017, organizado pela Tree Vet. O evento que aconteceu em São Paulo, teve como objetivo abordar o tema sobre o crescimento da medicina felina e as novidades do segmento. Acompanhando tendência sobre a escolha do gato como membro da família, a medicina veterinária tem dispensado atenção especial a essa espécie.

8

(8) EVENTO SOBRE ORTOPEDIA E ENDOCRINOLOGIA

A linha Super Premium da Total Alimentos, Equilíbrio, participou no dia 28 de abril de uma aula no Instituto de pós-graduação Qualittas, nos cursos voltados a Endocrinologia e Clínica médica. O evento aconteceu em Campinas/SP e contou com a palestra dos veterinários: Dr. Fábio Alves Teixeira, Dr. Carlos Stuart e Dra. Nadia Crosignani. A ocasião reuniu profissionais e estudantes da área, que puderam debater sobre o tema e conhecer as soluções nutricionais da linha de alimentos terapêuticos da Total Alimentos.

9

(9) PETLAND E A PRIMEIRA LOJA “EXPERIENCE” EM CAMPINAS

A cidade de Campinas (SP) entrou no mapa da franquia Petland. O primeiro pet shop no modelo “Experience” com 480 m², no bairro de Cambuí, será a maior unidade da rede no estado de São Paulo. Com três anos de operação no país, a Petland vem mantendo um ritmo sustentável de crescimento. A empresa oferece diversos formatos de lojas para atrair novos investidores. Atualmente, a rede possui 42 lojas.

11


MARKETING 10

(10) VET EXPO CONPAVEPA

De 17 a 19 de outubro de 2017, a 15° edição acontecerá no Transamérica Expo Center. Simultaneamente à Vet Expo e ao 15º Conpavepa, onde será dada a continuidade da 2ª edição da Pet Shop Expo, feira que atende ao segmento Pet.

(11) LINHA PARA PETS

11

Design funcional e sustentável é o diferencial da nova linha de produtos da marca pet ‘Tobias, o Tal’. O projeto com mentoria da Fundação Dom Cabral foi lançada em evento realizado no Grande Hotel Ronaldo Fraga. A criação ficou por conta dos designers Guilherme Criscoullo e Pedro de Castro, que se inspiraram no mascote da marca, o cão Tobias. A coleção tem 12 peças, que vão desde camas portáteis para cães até acessórios ergonômicos para o passeio aéreo dos gatos.

(12) PET SOUTH AMERICA PROMOVE PALESTRA SOBRE FELINOS

12

14

A Pet South America, organizou na universidade Unimar, em Marília, interior de São Paulo, um road show sobre medicina de felinos, proporcionando aos presentes uma prévia do congresso que será realizado na feira, em agosto. A palestra foi ministrada pelo doutor Carlos Gabriel Almeida Dias, que abordou o tema “O Consultório do Senhor Veterinário Gateiro para Pacientes Peculiares”, discutindo a importância do atendimento personalizado aos gatos domésticos, de acordo com as características da espécie.

(13) INTERBRILHO NA GLOBAL PET EXPO

A empresa participou da feira Global Pet Expo onde apresentou ao mercado americano os lançamentos das marcas EKOpet e Petbrilho. O evento aconteceu no Centro de Convenções de Orange County, em Orlando, Flórida, nos Estados Unidos. A marca EKOpet, um dos destaques da participação da Interbrilho na feira, busca os mais altos padrões ambientais e de qualidade, garantindo que nenhum impacto negativo seja causado ao meio ambiente. Seus produtos integram todos os benefícios das essências da Amazônia.

(14) PETMAGAZINE PARTICIPA DE 1º ENCONTRO

Estivemos presentes ao Encontro Exopets de Animais Silvestres e Exoticos no Galpão Animal,evento realizado em São Paulo, onde fomos representados por Cleusa Albino. Na ocasião, ela pode trocar ideias com Richard Rasmussen, biologo, apresentador e defensor da causa animal.

12


NOTAS

Quando se pensa em pet, as primeiras imagens são de cães e gatos. No máximo, uma calopsita ou uma tartaruga. Mas algumas pessoas, gostam da sensação de relaxamento que um aquário repleto de peixes ornamentais traz. Apesar de serem conhecidos como animais que não interagem, têm donos que provam o contrário. Assim como qualquer outro pet, os peixes também necessitam de cuidados especiais.

Alexsander Ferraz/A Tribuna

COMPANHEIROS DE ESTIMAÇÃO

NOVA LEI EM PORTUGAL

Um novo estatuto jurídico entrou em vigor em Portugal. Segundo o texto, os animais passam a ser considerados como "seres vivos dotados de sensibilidade". A nova legislação, que havia sido aprovada em dezembro do ano passado pelo Parlamento, foi elaborada para proteger os bichos, evitando casos de maus-tratos. Os tutores não poderão "sem motivo legítimo, infligir dor, sofrimento ou quaisquer outros maus-tratos que resultem em sofrimento injustificado, abandono ou morte" do pet. O roubo de animais também passou a ser tipificado. Assim, quem pratica o crime pode ter de pagar multa, além de ficar preso por até três anos. Em separações litigiosas, por exemplo, caberá ao juiz definir qual cônjuge terá a guarda do animal.

PESQUISA DESVENDA RELAÇÃO ENTRE PETS E TUTORES

Um levantamento realizado com a base de clientes da Pet Anjo em todo o Brasil constatou que em 68% das casas, os pets dormem na mesma cama dos seus tutores. Outra pesquisa realizada este ano pelo Centro de Medicina do Sono, do Mayo Clinic, Arizona, (EUA), entrevistou 150 pacientes sendo que 49% relataram ter algum animal de estimação em casa. Mais da metade dos tutores (56%) permitem que seus animais de estimação durmam no quarto, (41%) disseram que seus pets são discretos e beneficiam na qualidade do sono.

ESPAÇO PARA PETS

A Construtora Massai investiu em ambiente exclusivo para os pets. No Palazzo Di Toscana, o projeto do Pet Place foi pensado para que os donos pudessem passear, brincar e exercitar os animais de forma especial e exclusiva. O espaço fica na área comum do condomínio, com pisos e revestimentos especiais. Com projeto arquitetônico e paisagístico assinados, respectivamente, por Germano Romero e Benedito Abbud, a área possui mais de 70m² e vai ser composta por brinquedos, bebedouros, cones, túneis e vários obstáculos, além de local para necessidades fisiológicas.

14


PATA PROTÉTICA IMPRESSA EM 3D

Silvia Prata

O veterinário Roberto Fecchio e o dentista Paulo Miamoto desenvolveram uma pata protética usando peças 3D de baixo custo, combinadas com materiais odontológicos e veterinários. A peça foi impressa em PLA (poliácido lático), um plástico biodegradável extraído de fontes vegetais, como a cana de açúcar ou milho. Zeus, o cão da raça Whippet, foi contemplado com a peça. O pet já está mais confiante e dando os primeiros passos na grama, o que surpreendeu sua dona, Christiane Kimura. Nas próximas semanas, Zeus passará por fisioterapia no Animal Care Vet Hospital, em São Paulo, e a equipe espera ver logo seu paciente cativante correndo em plena potência.

MOSTRA DE ANIMAIS EXÓTICOS E SILVESTRES

Conhecido por promover eventos para os apaixonados por animais, dessa vez o pet center HiperZoo foi palco de uma curiosa mostra. Ferrets, cacatuas, papagaios, jiboias, corujas, lagartos e outras diversas espécies foram apresentados ao público por seus tutores, que prometem dar dicas sobre cuidados e manejo desses animais. É um dos poucos estabelecimentos de Curitiba legalmente autorizados a comercializar animais silvestres e exóticos. Por isso, vem buscando atender às necessidades dos tutores, oferecendo serviços especializados.

EXPOSIÇÃO REÚNE 200 GATOS EM SOROCABA

A 1ª Expo Gatos Sorocaba, organizada pela Amacoon - Associação Maine Coon no Brasil aconteceu no hotel Golden Park em Sorocaba (SP). Cerca de 200 gatos participaram das competições de beleza. Foram realizados workshops gratuitos sobre o mundo felino com especialistas e feira de adoção de gatos. O hotel escolhido é Pet Friendly, onde os hóspedes se acomodaram junto aos seus bichos de estimação.

PROJETO DE LEI PROIBE QUEIMA DE FOGOS

Tramita na Câmara de Vereadores de Florianópolis o Projeto de Lei Complementar 01626/2017, de autoria da vereadora Maria da Graça, que proíbe a comercialização, manuseio, queima, soltura ou qualquer outra forma de utilização de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos na cidade. Se aprovado, ficará permitida a aquisição e a utilização dos artefatos pirotécnicos silenciosos, por cinco anos após a publicação da lei. A exceção prevista são as comemorações religiosas e feriados nacionais e municipais.

15


NOTAS

Portal do Governo do Estado de São Paulo

CÃOMINHADA

A Cãominhada, foi realizada pela Universidade Estadual de Goiás (UEG), em parceria com o Observatório da Mobilidade e Saúde Humanas e Detran-GO em Goiânia, no Parque Amazônia e contou com uma programação repleta de atividades como a doação de cães e gatos. O evento também fez parte das ações dentro do movimento Maio Amarelo, que apoiou a forma mais correta de transportar animais de estimação com segurança em automóveis. O transporte de animais soltos é perigoso. Em caso de acidente de trânsito, um cachorro de cinco quilos, por exemplo, pode ser arremessado com a força de 50 quilos.

EVENTO FELINO

Com 312 bichanos, o evento felino realizado pela PremieR pet em parceria com o Clube Brasileiro do Gato, reuniu milhares de pessoas no Club Homs, na Av. Paulista. Visitantes puderam ver de perto os animais e aprender sobre as 18 raças diferentes. O público doou 1 lata/pacote de leite em pó para a Casa Hope. Foram arrecadados 142 quilos de leite em pó. Além disso, a mesma quantidade (142 quilos) será doada pela marca em alimentos para gatos as ONGs Confraria dos Miados e Latidos e Catlands.

16

PETÓPOLIS

A Petópolis foi realizada no Shopping Center Norte (SP). A “cidade” foi totalmente pensada para os animais de estimação e ofereceu aos visitantes várias opções para o bem-estar e a diversão dos melhores amigos. Foram mais de 15 atividades, como opções de alimentação orgânica, dicas de uso correto de remédios e prevenção de doenças, adoção de cães e gatos. Cervejas e vinhos foram oferecidos para os pets. Equipes do projeto Cão Cidadão – entidade parceira – estiveram no local com orientações sobre adestramento e comportamento animal.

DOG PARTY

A New Village, no Gonzaga, em Santos (SP), recebeu uma festa para cachorros, com cerveja, vinho e petiscos. A Dog Party recebeu bichos de estimação e seus tutores. Foi a primeira edição do evento, realizado pela clínica veterinária e Pet Shop Animales, junto à página de Facebook Eu Você e os Pets (dos yorkshires Nina e Armandinho). Os organizadores pretendem repetir a festa, mas ainda não há data. O evento também contou com a presença de 16 expositores que trouxeram diversos produtos.


Divulgação

Osmar Silva

CAPA

NOVOS PRODUTOS, METAS E GERENCIAMENTO Petbrilho, fabricante de produtos destinados a higiene dos pets, está dando uma guinada em sua estratégia de vendas. Até a pouco, suas ações estavam voltadas exclusivamente para os grandes dealers da área pet e nas gôndolas das redes de supermercados, compradores de grandes volumes, o que inviabilizava o crescimento da marca nos petshops, a grande maioria com características de pequenos pontos de vendas ou clínicas. A empresa tem aumentado a sua linha de produtos, criando maiores possibilidades ao cliente de ofertar aos tutores de animais. Recentemente, lançaram uma linha de educadores para cães e gatos com o nome de ‘Varre xixi’, que facilita a remoção de urina dos pets de forma higiênica. O produto é disponibilizado em kits em embalagens de 250g e transforma os dejetos líquidos dos animais domésticos em pó, agregando a urina em uma porção uniforme. Além disto, o ‘Varre xixi’ é formulado com ingredientes que minimizam o odor e perfumam o ambiente. Integram o kit uma minivassoura e uma pá. Já a linha ‘Ekopet’, integrada por xampu, condicionador e banho seco, é baseada em extratos naturais e essências da Amazônia, visando a penetração exclusiva em mercados internacionais, principalmente EUA, Ásia e países Latino-Americanos.

18


Cesar Dimitrios Mandaliou

Com novos pontos de vendas, o objetivo de empresa, que tem crescido exponencialmente nas grandes redes especializadas e também nas lojas de supermercados, é manter a área de produtos destinados aos pets. Para tanto, lançam novas linhas de produtos, internacionalizam suas atividades e para gerenciar a concretização do projeto, contrataram experiente profissional do mercado

19


CAPA

Todo este projeto desenvolvido pela equipe do diretor executivo Henrique Caran, terá também a importante participação do novo contratado que assumirá a gerencia de vendas específicas destes mercados, incluindo o canal bazares. Trata-se de Cesar Dimitrios Mandaliou, 46 anos, paulistano, com vasta experiência no mercado. O executivo é graduado em marketing e pós-graduado em administração de empresas. Durante 12 anos, ele foi pavimentando a sua carreira na área de vendas no segmento pet, como gerente de vendas da Sanol. “Iniciei minha carreira com vendas no setor de benefícios, partindo em seguida para o varejo como Supervisor de Vendas na AMBEV. Depois, na coordenação de vendas na FEMSA (antiga PANAMCO). Trabalhei também como Gerente de Vendas na Yakult e entrei no segmento pet como Gerente de Vendas da Sanol (Total Química)”, discorre o novo integrante da equipe, que tem no momento sob sua direção 7 profissionais com a responsabilidade de expandir a atual penetração da empresa no mercado especializado.

ALÉM DE SUAS MARCAS TRADICIONAIS, O GRUPO INTERBRILHO, QUE FATUROU R$ 60 MILHÕES EM 2016, É FABRICANTE DAS LINHAS PRIME GRILL, BUCAS, FUNPET E COCKPIT

18

Ciente das dificuldades iniciais neste momento de turbulências no cenário econômico do país, Cesar, mantém otimismo neste projeto de introdução de novos produtos e conquista de novas interfaces no mercado. “Temos que contornar este momento de crise com criatividade. Intensificar o número de visitas aos nossos parceiros novos e antigos e manter treinamento constante com o pessoal de vendas. Sobretudo, acreditar em nosso potencial profissional e nos produtos que estamos levando ao segmento”, afirma. “São os desafios da função que nos fazem sempre correr atrás da nossa própria superação, renovando estratégias e comportamento. Estudo bastante sobre vendas, os consumidores, a nossa equipe e situação de mercado que iremos enfrentar e daí definirmos o melhor caminho de superação ”, adiciona o gerente de vendas. A empresa planeja lançar até o final de 2017 aproximadamente 90 novos itens. Além das atribuições normais e exteriores do setor que gerencia, Cesar está totalmente envolvido na mudança de visualização do mercado pela empresa, em uma nova cultura de vendas entrando mais intensamente em uma fatia na qual não estavam tão presentes até então, e com planos futuros para serem implementados. “Estamos constantemente trabalhando para o desenvolvimento de novos produtos, nichos de mercado e equipe de vendas. Participamos no desenvolvimento e aplicação de resultados de pesquisas, lançamentos de novas linhas e segmentos de produtos, atuando com vendas diretas e estudando a implementação do e-commerce, ferramenta que nos traz novas perspectivas de desempenho e atendimento ao público consumidor”, explana Cesar.


O departamento de vendas da Petbrilho ainda conta com pequeno número de profissionais, sendo 6 vendedores e 4 representantes. Porém, estão estudando a contratação de outros, para o adequado número de visitação e eficiente atendimento as lojas em todo o território nacional. “O mercado pet pode ser dividido em grandes varejos com 30%, pequenos e médios varejos com 30% do mercado (canal que estamos iniciando as vendas diretas), atacadistas e distribuidores com aproximadamente 20% do mercado, megalojas com 5% do mercado e 15% pulverizados em outros segmentos”, avalia. “Hoje temos um concorrente que é líder e muitas outras marcas disputando a mesma faixa de consumidores. Uns já atuando e/ou entrando no mercado pet. Contudo, estamos agindo com inteligência de mercado na otimização de processos em busca de resultados. Por outro lado, nos distinguimos em função da nossa tradição e a certeza do mercado que os nossos produtos trazem em seu bojo altos índices qualidade, alta tecnologia e inovação, além de serem produtos biodegradáveis, que não agridem o meio ambiente ” enfatiza Cesar. Na listagem de produtos do fabricante, o xampu Antipulgas 3x1 é o líder em vendas, apoiado pelo material promocional exposto nos pontos de vendas. São displays, fit strip e catálogos e o convidativo preço de comercialização sugerido, adequado à média do mercado.

21


SAÚDE

PARA O ANIMAL DE ESTIMAÇÃO PERDER PESO Os animais gordinhos até podem fofos, mas não são saudáveis e vivem menos. Então, é importante a perda de peso para ajudar a recuperar a saúde e anos de vida. O site da Reader’s Digest dá algumas dicas que foram provadas e podem ser testadas. - 1. É importante que o tutor não dê sobras de comida ou pequenas porções enquanto realiza suas refeições. Além de o animal não precisar de mais comida além da ração recomendada pelo veterinário, há comidas que não são seguras para o cão ou o gato. - 2. É importante solicitar ao veterinário conselhos para ajudar o pet de estimação a alcançar o peso ideal de forma saudável; - 3. Em vez de levar o cão apenas para fazer as necessidades, o tutor deve passear com o pet pelo menos um quarteirão cada vez que levá-lo à rua. No caso dos gatos que não saem de casa, brincadeiras diárias com cordas contendo ratinhos na ponta são eficazes; - 4. Snacks calóricos podem ser substituídos por snacks vegetais. Nas lojas de alimentos para animais também há opções ‘light’; - 5. O veterinário pode ajudar na quantidade ideal de calorias que o pet precisa ingerir por dia para emagrecer, mas para conseguir o melhor resultado é preciso respeitar as orientações médicas.

CAÇA AOS MORCEGOS O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde visitou o Centro Histórico de Salvador, com 30 agentes de saúde, para analisar os prováveis abrigos dos morcegos, reforçar a vacinação antirrábica em animais de estimação, além de identificar pessoas que tenham sido expostas ao risco e que ainda não tenham procurado o serviço médico contra a raiva, doença transmitida pelos morcegos. Alguns moradores da Rua dos Ossos, em Santo Antônio Além do Carmo, foram atacados pelo animal.

22

FEBRE MACULOSA Em Ariquemes (PR) foi registrado um caso de febre maculosa em 2016. Trata-se de uma doença infecciosa, causada por uma bactéria do gênero Rickettsia (Rickettsia rickettsii), transmitida por carrapatos. Para evitar novos focos, equipes da Secretaria Municipal de Saúde em parceria com a Agência Estadual de Vigilância em Saúde começaram uma força tarefa em busca de possíveis focos. A ação de mapeamento está sendo realizada tanto na área urbana quanto na área rural. A doença tem cura, no entanto o tratamento precoce é essencial.

VACINA CONTRA GRIPE Segundo especialistas, a vacina também existe para os pets e é importante para a prevenção de doenças, principalmente no Outono e no Inverno, quando problemas respiratórios são mais comuns. Nos gatos, a proteção é feita com a vacina v4, que previne também contra panleucopenia, calicivirose e clamidiose. Os pets precisam ser vacinados ainda filhotes, a partir de três semanas de vida, no caso dos cães, e após oito semanas, no caso dos gatos. Nos animais mais velhos, o reforço deve ser feito anualmente.


YOGA COM ANIMAIS A tendência nos Estados Unidos começou em 2016 no estado de Oregon. De lá para cá, a ideia se espalhou por várias cidades através de redes sociais. A Mayo Clinic, uma organização médica sem fins lucrativos, assegura que o tratamento com animais pode reduzir de maneira significativa a dor, a ansiedade, a depressão e o cansaço das pessoas que apresentam variados problemas de saúde. A ideia de integrar bichos às aulas foi adotado inclusive por entidades que promovem a adoção de amimais de estimação.

CONSULTAS GRATUITAS A Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) promoveu a oitava edição da Ação Pet - mutirão de consultas gratuitas para animais de estimação. Os atendimentos foram realizados na Quadra de Esportes da instituição, em Belém. Foram atendidos cerca de 250 animais. No total, a iniciativa contou com cerca de 90 pessoas, incluindo médicos veterinários e estudantes do 6º semestre de Medicina Veterinária, sob supervisão de profissionais. As principais ocorrências foram de animais com doenças de pele e verminoses.

OSTEOPOROSE A doença é caracterizada pela incapacidade do tecido ósseo em absorver o cálcio. De acordo com a Coordenadora de Comunicação Científica e veterinária da Equilíbrio, Bárbara Benitez, os animais maduros e que tiveram má alimentação quando filhotes são os mais propensos a apresentarem a doença. O problema deve ser acompanhado pelo exame de Raio-X, no qual é possível verificar o grau e anormalidade da densidade óssea do animal. As formas de tratamento vão de suplementos vitamínicos à base de cálcio, fósforo e vitamina D até compostos específicos para determinados casos. CAMPANHA CONTRA A LEISHMANIOSE O Laboratório Ceva Saúde Animal está promovendo em parceria com a Secretaria de Saúde do Distrito Federal, uma campanha de vacinação canina gratuita em todos os animais domiciliados da Fercal. A campanha está sendo realizada em primeira fase. Cães estão sendo submetidos a exames sorológicos para identificar a contaminação com o protozoário transmissor da doença. Os animais que apresentaram resultado negativo já começaram a receber a vacina.

CAMPANHA ANTIRRÁBICA O dia “D” da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica imunizou cerca de 28.245 animais contra a raiva, sendo 19.012 cães e 9.233 gatos. A Secretaria de Saúde de Caruaru (PE) montou 47 postos espalhados em toda a cidade, e cerca de 300 pessoas estavam envolvidas na ação, entre profissionais, bombeiros civis, estudantes de veterinária e voluntários. A Campanha continuará, ainda, em algumas localidades da zona rural do município, e, para quem não imunizou o seu cão ou gato, a vacina está disponível na Gerência de Proteção Animal, que fica no bairro Indianópolis e funciona de segunda à sexta-feira, das 8h às 13h

23


Divulgação

Osmar Silva Hylario Guerrero

ENTREVISTA

INOVAÇÃO E INT Como se iniciou a empresa? A Biolab Farmacêutica começou sua atuação no mercado em 1997, e já conquistou espaço entre as 10 maiores farmacêuticas do Brasil, seguindo o foco principal em inovação. A Avert Saúde Animal surge do interesse da companhia em atuar no segmento veterinário e expandir a cultura da Biolab com foco em inovação. Situada em Bragança Paulista, em 2011, a Avert Laboratórios iniciou suas atividades e, em 2013, com a aquisição da empresa Pet Nutrition cria a Avert Saúde Animal, consolidando os planos de entrada do grupo neste segmento. Em 2014, a divisão saúde animal instalou-se no município de Campinas e é denominada Avert Veterinária. Quantos funcionários trabalham na empresa? O grupo Biolab e a Avert Saúde Animal contam com cerca de 2.500 mil funcionários Quais os produtos que fabricam? Suplementos Alimentares e Dermocosmétios. Como destaque dos produtos disponíveis pela Avert Veterinária, podemos citar a linha de Ômega 3, que conta com os produtos OGRAX-3 500 e OGRAX-3 1000. Os produtos OGRAX-3 são formulados com uma combinação de óleos de peixes marinhos de águas frias e proporcionam altas concentrações de EPA (ácido eicosapentaenoico) e DHA (ácido docosahexaenóico). A proporção (1,5 EPA: 1 DHA) é ideal para competir com o ácido araquidônico (ômega 6 – pró inflamatório) e exercer efeito modulador do processo inflamatório. Por esse mecanismo, OGRAX-3 oferece vários benefícios para cães e gatos. Amplamente utilizado pelas mais diversas especialidades veterinárias, OGRAX-3 é o ômega 3 mais

24

específico do mercado, por sua pureza, qualidade das matérias-primas, formulação e apresentação (cápsulas twist off em forma de peixinho) únicas. Outros grandes destaques da linha de Ômega 3, são os produtos SENIOX 500 e SENIOX 1000, compostos por EPA e DHA (1 : 4,5), Ômega 3, Vitamina E, Vitamina C e Selênio. Qual é exatamente o nicho de mercado em que os produtos se enquadram? Suplementos Alimentares e Dermocosméticos. A Avert Veterinária atua com foco na nutrição clínica e atualmente está trabalhando no desenvolvimento de medicamentos, sempre alinhada à cultura de inovação. No segmento de nutrição clínica, que consideramos uma área muito importante na prevenção de doenças e suporte aos tratamentos, a Avert disponibiliza uma linha de suplementos nutricionais para cães e gatos, tendo como grande diferencial o alto padrão de qualidade. Para quais fatos clínicos os produtos AVERT são indicados? Nossos produtos atendem as necessidades básicas dos cães e gatos, estando ou não com problemas de saúde. Por exemplo, a linha NOXXI, que é composta por xampus e sprays, faz parte do cuidado diário com o animal. Esses produtos podem ser utilizados em casos de problemas na pele do animal, mas também como prevenção. É um cuidado completo. Quais são as interfaces no mercado? Nossa conexão com o mercado se dá por meio da nossa rede de distribuidores, que abastecem as clínicas, pet shops e demais pontos de vendas especializados que integram e atendem o segmento.


TEGRAÇÃO A AVERT VETERINÁRIA INTEGRA O GRUPO BIOLAB, EMPRESA TOTALMENTE NACIONAL E QUE PRIMA POR PRODUZIR LINHAS DE TRATAMENTO QUE SÃO REFERÊNCIA NO MERCADO. A AVERT SEGUE ESTE COMPROMISSO EM SUA LINHA VETERINÁRIA. OUVIMOS O DOUTOR MERLIN NOGUEIRA DE CASTRO, GERENTE GERAL DA EMPRESA HÁ 3 ANOS, SOBRE A PARTICIPAÇÃO E VISÃO DO MERCADO. SEUS OBJETIVOS E UM BREVE HISTÓRICO DE COMO CHEGARAM ATÉ AQUI

19


ENTREVISTA

Utilizam matéria-prima importada ou nacional? A Avert utiliza tanto matérias-primas importadas, de diversas origens, quanto nacionais. A maior preocupação da empresa é pela qualidade, independentemente da origem. Todos os fornecedores são homologados e regularmente checados, garantindo a aquisição de matérias-primas da melhor qualidade. Utilizamos matérias-primas aprovadas pelo nosso Controle de Qualidade, que utiliza métodos de última geração que garantem os melhores resultados e eficácia dos nossos produtos. Importante ressaltar a tecnologia que utilizamos, atualmente nossas linhas são produzidas com nanotecnologia. Somos os únicos, nesse segmento, a utilizar essa que é uma tecnologia ainda pouco usada para produtos para pessoas, em produtos para cães e gatos. Atualmente, a Avert Veterinária está totalmente voltada para a comercialização de seus produtos em território nacional, pelo amplo mercado a ser explorado. Contudo, uma próxima etapa será a expansão para o mercado internacional, visando o crescimento dos negócios e ampliando nossa área de atuação. Quais as principais dificuldades têm enfrentado em sua atuação? A questão tributária sempre é um desafio do setor. Como vê esta carga tributária imposta aos fabricantes nacionais? Alta e carente de desenvolvimento na especificidade dos produtos. É necessário considerar a importância social e psicológica do setor para a população, ou seja, o mercado Pet já deixou de ser “supérfluo” há muito tempo. Como superam essas dificuldades? Temos investido em consultorias tributária, além do suporte oferecido pela Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação - ABINPET. Acredita que neste segmento há maior procura do produto importado? A imagem de qualidade do Produto Importado no Brasil sempre foi muito forte em todos os setores, no nosso não é diferente. Cada vez mais estamos demonstrando que temos qualidade de exportação, pois utilizamos matérias-primas e formulações com qualidade. O Grupo

26

Biolab já é reconhecido por ser uma Indústria Farmacêutica Humana de destaque. A confiança do consumidor nos nossos produtos para humanos está se estendendo para as linhas pets. Qual a importância dos inúmeros eventos especializados, como congressos e feiras promocionais que acontecem no segmento? A realização de eventos que reúnem feiras e congressos é uma tendência e proporciona aos profissionais do setor a oportunidade de participar do evento científico e visitar a(s) feira(s) de uma só vez. Eventos sempre facilitam a comunicação com o mercado. Mas temos priorizado uma comunicação segmentada e dirigida. Como analisa o mercado PET atual no Brasil? Todas as pesquisas mundiais apontam o Brasil entre os cinco primeiros mercados do setor em nível mundial. As exportações do setor são crescentes, e a evolução positiva da qualidade dos produtos é reconhecida, portanto torna-se cada vez mais um mercado em consolidação, precisando do reconhecimento das áreas governamentais e apoio exatamente neste sentido. O Brasil possui a segunda maior população de cães e gatos do mundo e está no topo do ranking do mercado pet mundial, apesar de em 2016 ter perdido a segunda posição devido à crise política e econômica enfrentada pelo país.  Apesar desse cenário, em 2016 o mercado pet brasileiro sofreu mais com a crise, e a expectativa de crescimento foi consideravelmente menor. Contudo, é importante ressaltar que a Avert continua investindo em novas frentes do setor, como a linha de medicamentos, e mantém um crescimento sustentável. O que espera para o ano econômico de 2017? O país passa por transformações grandes e consistentes, mas acreditamos que esse ano seja o início de uma retomada da economia, e isso ajudará o país e todos os setores. Incluindo o veterinário e pet, o Brasil tem uma das maiores populações de cães e gatos do mundo, mesmo com a crise é um mercado que vem se desenvolvendo, ainda não com todo o seu potencial, e isso que esperamos para os próximos anos.


Dr. Augusto Pegoraro Médico veterinário e gestor comercial da BioDog

Petiscos e mordedores, afinal, pra que servem? Todos nós sabemos que os pets adoram um petisco. Isso é fato! Mas será que todos sabem que existem tipos e utilidades diferentes entre eles? Os petiscos para os cães podem ser separados em duas grandes categorias: Mordedores e Snacks. Aqui descrevo as diferenças entres essas categorias, os tipos de petisco que cada uma pode ter e qual é o mais adequado para cada situação. Inicio descrevendo os mordedores, a categoria menos conhecida pelos tutores. São considerados mordedores os petiscos rígidos, como carnes desidratadas, palitos e ossos, que tem como principal objetivo tirar o cão do ócio, tanto mental quanto físico. Os mordedores, como o nome sugere, estimula a mastigação dos cães e os deixam distraídos por muito tempo. Dessa forma, oferecer o mordedor ao pet faz com que ele gaste a energia excessiva, se distraia e divirta. O tutor também pode utilizar os mordedores de forma estratégica para tentar corrigir algum tipo de comportamento inadequado, como por exemplo, a destruição dos móveis e objetos da casa! Os cães com bastante energia, principalmente na fase de filhote, tendem a sair roendo todos os objetos que encontra pela frente, seja para liberar a energia, coçar a gengiva, entre outros motivos. O tutor pode redirecionar essa necessidade do cão para os mordedores. Por meio da mastigação, os mordedores promovem a limpeza mecânica dos dentes, auxiliando assim o tratamento contra o tártaro. O cachorro pode demorar para pegar gosto pelo mordedor e ainda dar preferência para roer os objetos, então nesta situação o tutor precisará agir de forma planejada! Ele precisará despertar a atenção do cachorro e fazer com que ele queira o petisco. É preciso que animal interaja com o petisco, brinque e depois o retenha, para criar o interesse. Da mesma forma que para seres humanos, é importante ter no que pensar e tarefas para executar, com os cachorros é igual. Quanto mais “tarefas” (brincadeiras) ele fizer com o mordedor, mais irá vai se desenvolver. Agora vou falar um pouco mais sobre o famoso snack e tentar desmistificar esse tipo de alimento! Os snacks são os petiscos de consumo rápido, que são oferecidos ao cão em forma de recompensa, no momento de lazer ou adestramento. Fazendo uma analogia simples, assim como nós adoramos comer um

28

chocolate ou um salgadinho para beliscar, os cães também se sentem recompensados quando ganham e comem um snack. O adestramento é feito por meio do condicionamento, onde o animal recebe uma recompensa a cada atividade correta. Todo petisco, seja mordedor ou snack, não deve ser considerado um alimento completo, e não deve substituir uma refeição diária. É importante dar os petiscos de forma controlada, sempre, pois em excesso pode atrapalhar o balanceamento da alimentação e potencializando o risco de obesidade. Petiscos: Vilões ou mocinhos? Acredite, é possível dar petiscos aos pets corretamente sem que isso atrapalhe a alimentação e ainda agregue na qualidade de vida dele. Para isso é importante, além de administrar a quantidade consumida diariamente, escolher as melhores opções de petiscos. Dentre os snacks e os mordedores, é possível encontrar opções de petiscos naturais, sem transgênicos, com baixas calorias e que proporcionam a absorção de vitaminas e nutrientes. Hoje existe uma grande diversidade de petiscos com essas características, como carnes desidratadas, ossos naturais de bovino e suíno, legumes desidratados, entre outros. Oferecer um petisco saudável e natural para o cão não irá prejudicá-lo. Irá divertir e distrair o pet, proporcionar a ele nutrientes necessários para a saúde como proteína e fibras, além de ser uma ótima ferramenta para o adestramento e controle de comportamento.     Posso dar todo tipo de petisco para o meu cachorro? Na hora de escolher o petisco para o cachorro é importante levar em consideração alguns aspectos do produto. Primeiro ponto a analisar é : qual será a utilização do petisco? Se o intuito for acalmar e distrair, o indicado é escolher um dos mordedores. Se for recompensar, divertir, agradar por lazer ou adestramento, a opção é snack. Após escolher o tipo de petisco, avalie o tamanho do produto x voracidade e tamanho do cachorro, pois cães pequenos consomem alimentos pequenos e os grandes consomem alimentos grandes. Cães de grande porte consumindo mordedores pequenos, têm o risco maior de engasgo. É importante o tutor acompanhar o consumo dos mordedores para evitar possíveis acidentes, esse é um cuidado necessário com todos os alimentos, pois cada cachorro possui uma voracidade para comer de forma diferente.


comander

R

Guia Profissional de Adestramento e passeio de Cรฃes

ara

p nte e m a so stas d n e V loji

Esta cansado de TER PROBLEMAS COM GUIAS Conheรงa a

Comander!

Vendas REINALDO/RENATO: (11) 4624-5951 / (11) 9 7342-2754 / (11) 9 8230-3660 odoutrinADORDECAES@OUTLOOK.COM


LANÇAMENTOS

03

01 02

04

01 CASINHA PET ELETRÔNICA OPPACART Oferece a opção para que os consumidores possam levar seus bichinhos de estimação à loja e deixá-los em segurança dentro da casinha enquanto fazem compras.

www.oppacart.com

30

02 RAÇAS ESPECÍFICAS PREMIER PET Com alimentos desenvolvidos sob medida para nutrir cães de cada raça, a linha PremieR Raças Específicas, agora oferece uma nova opção no portfólio: PremieR Raças Específicas Shih tzu Adultos Salmão. O produto segue a formulação especial desenvolvida com alta tecnologia. www.premierpet.com.br

03 REGEPIL OUROFINO A Ourofino Saúde Animal desenvolveu uma formulação exclusiva, o Regepil. O produto traz a associação inédita dos ativos Ketanserina (aumenta a vascularização nos tecidos da ferida) e Asiaticosideo (promove a formação de colágeno tipo I), que se complementam e atuam em diferentes estágios do processo cicatricial. . www.ourofinosaudeanimal. com

04 PREMIER GOURMET PREMIER PET

O PremieR Gourmet, é uma linha de alimentos úmidos que marca a entrada da empresa nesta categoria. Para cães: Salmão e Arroz Integral – 100g e Peito de Frango e Arroz Integral – 100g; para gatos: Atum e Arroz Integral – 80g e Peito de Frango e Arroz Integral – 80g. A linha tem cardápio diferenciado, saudável e de sabor inigualável. www.premierpet.com.br


05

07

06 08 05 PET MILK VETNIL Pet Milk é o alimento substitutivo do leite. É enriquecido com as Vitaminas, Minerais e Aminoácidos necessários para o desenvolvimento de filhotes. Também possui Taurina, aminoácido de grande importância na nutrição de felinos, e FOS, um Prebiótico que auxilia no equilíbrio da flora intestinal e consequentemente no melhor aproveitamento dos nutrientes.

www.vetnil.com.br

06 LINHA OPTIVET VETNIL

A Linha Oftálmica Optivet® para pets, indicada para a manutenção da saúde ocular, vem nas versões Optivet ® Tears Colírio e o Optivet® Tears Gel. O produto é ideal para higienização e lubrificação ocular de cães e gatos em todas as fases da vida. Possui formulação exclusiva, com a associação do hialuronato de sódio e da carboximetilcelulose. www.vetnil.com.br

07 HAPPY CAT FURACÃO PET Brinquedo para ser oferecido aos gatos nos momentos em que está sozinho. Previne que estrague móveis e utensílios de casa, aliviando o estresse felino durante sua permanência em ambientes fechados. www.furacaopet.com.br

08 AURIVET VENIL Solução que associa Gentamicina, Betametasona, Clortrimazol e Benzocaína, apresentadas em combinação para o tratamento de otites em pequenos animais. A associação de princípios ativos de sua fórmula promove ação efetiva contra vários agentes que causam otites em cães e gatos.

www.vetnil.com.br

31


LANÇAMENTOS

11 09

10

12 09 ARRANHADOR PARA GATOS SÃO PET

Big Home Pelúcia Lisa. Confeccionado em madeira de qualidade e encapado com pelúcia, para uma melhor distração e divertimento do seu pet. Ideal para distrair, interagir, brincar, arranhar, combater o stress do felino. www.saopet.com.br

32

10 ATACAMA SUPER PREMIUM - SUPRA

Alimento indicado para cães adultos de todas as raças, livre de transgênicos e de corantes. Sua formulação supre as necessidades nutricionais dos diversos tamanhos, estágios e estilos de vida. Ideal para cães de alta performance e alta exigência nutricional. Adequado para cães com paladar exigente. www.alisul.com.br

11 MÁQUINA DE TOSA BRAVURA WAHL

Novo conceito de máquina no mercado de tosa. Para uso profissional, a máquina funciona com ou sem fio e é ideal para consultas veterinárias e tricotomias. Tem peso total de 290 gramas e tem autonomia da bateria para trabalhar até 90 minutos quando carregada completamente. Garantia de 2 anos no motor. . wahlglobal.com

12 TRIGATO MR FERRARA

Trigato é um novo conceito em granulados higiênicos para gatos e gatas. Eficiente na eliminação de odores, principalmente da urina dos gatos e gatas. Com alto poder de absorção, é natural e atóxico podendo, se for ingerido acidentalmente, passar pelo trato intestinal do animal sem nenhum dano. Apresentado em embalagem de 2,5kg. . sac@trigato.com.br


2017


* Vininha F. Carvalho Editora do Portal Animalivre www.animalivre.com.br

Discoespondilite, uma experiência inesquecível Vininha F. Carvalho

A

Discoespondilite (osteomielite intradiscal) é uma infecção causada por bactérias que provoca lesão na coluna vertebral, discos intervertebrais e tecidos adjacentes. Causa dor intensa e, dependendo da vértebra afetada pode haver rigidez, tetraparesia ou paresia e paraplegia. Os primeiros estudos apontavam o Staphylococcus aureus como agente causador, contudo, um patógeno canino foi recentemente identificado, o Stafilococcus intermedius. As bactérias ou fungos em geral, entram na corrente sanguínea através dos abcessos dentários, feridas, doenças que diminuem a imunidade do animal, pelas vias aéreas (pulmão) ou mesmo decorrente de outras infecções, principalmente vindas do trato urinário e endocárdio. Uma infecção muito comum que pode levar a discoespondilite é a Brucelose, mais comum em animais de sítios e fazendas. Cães de raças grandes e machos são mais propensos a contrair a discoespondilite, podendo acontecer em qualquer idade. É raro em gatos, mas pode ocorrer osteomielite vertebral, sem acometimento dos discos, decorrente de ferimentos externos. A doença acomete mais frequentemente a região tóraco lombar ou lombar. Depressão, anorexia e febre representam o sinal de alerta. A seguir surge uma dor muito intensa na região atingida, podendo ter alterações neurológicas em decorrência dessa inflamação local, como paralisia dos membros e dificuldade de locomoção. O diagnóstico de discoespondilite é obtido geralmente através de raios-X, porém a tomografia computadorizada pode evidenciar aspectos de lise e remodelamento ósseo com maior e melhor definição e precocidade não alcançadas com radiografia convencional. No exame clínico deve-se procura sinais clínicos como sopro, pois endocardite pode ser a fonte da infecção. Nos exames laboratoriais pode ocorrer no Hemograma: leucocitose e neutrofilia, a urinálise pode detectar foco de infecção (cistite). O tratamento envolve a antibioticoterapia agressiva e

34

prolongada baseada nos organismos mais comumente envolvidos ou no resultado das culturas. É importante manter o animal em repouso absoluto para evitar fraturas patológicas. Estou relatando sobre esta doença porque recentemente enfrentei o desafio de salvar o meu pastor alemão, o Twguio, que esta com dez anos desta infecção. Os primeiros sintomas surgiram durante o carnaval, o que dificultou muito o atendimento. Ao consultar a primeira veterinária, numa clínica onde trabalham quatro veterinários, foi diagnosticado que ele estava com cinomose e erliquiose e, a melhor opção seria a eutanásia devido à idade dele. Não aceitamos esta indicação, ela então, receitou uma medicação que foi incluída no valor da consulta. Tivemos a iniciativa de levá-lo em outra clínica veterinária. Lá chegando, o outro veterinário identificou esta infecção, mencionando que a medicação indicada pela veterinária anterior, à base de corticoide iria agravar a situação. Ele ficou internado por dez dias, mas estava totalmente paralisado da cintura para baixo. Devido às dificuldades apresentadas para realizar as necessidades fisiológicas, falta de apetite e condição para continuar vivendo sem se locomover, fui incentivada por muitas pessoas a realizar a eutanásia. Mas meu marido foi implacável, jamais iriamos praticar este ato. O sofrimento dele foi muito grande durante o período de vinte e um dias, sendo que a medicação correta foi realizada durante seis semanas. A luta foi muito grande, mas teve um final feliz. Nós investimos todo nosso amor e dedicação e, após sessenta dias ele este está totalmente recuperado, caminha e se alimenta muito bem. Quero deixar registrado aqui este depoimento, pois descobri que discoespondilite pode ter cura. A eutanásia indicada na primeira clínica veterinária demonstrou falta de ética, de moral e de conhecimento cientifico, ou seja, eles tem um protocolo escolhido para realizar o atendimento, não respeitando a vida do animal e, muito menos o sentimento dos tutores. Para os veterinários daquela clínica, a eutanásia é a solução quando desconhecem a causa do problema. O Twguio não estava com cinomose e muito menos erliquiose, e sim com discoespondilite. Tomara que outros animais não sejam vítimas de profissionais que atuam sem o mínimo de responsabilidade e, praticam a eutanásia em animais que ainda tem uma longa vida pela frente.


Profile for Luanda Editores

Petmagazine 102  

Petmagazine 102  

Advertisement