Page 1

O FESTIVAL DA BICICLETA p. 24

#221

DISTRIBUIDORA TRAZ NOVOS ARES AO TRADICIONAL p. 30 MARCA PLANEJA CRESCIMENTO SÓLIDO p. 34 BRASIL CYCLE FAIR REPLETA DE NOVIDADES

p. 38


Editorial Estamos iniciando o ano 28 de circulação da Cyclomagazine. Iniciamos a nossa história com a ‘maravilhosa’ notícia da eleição do “Caçador de Marajás”. Aquele mesmo que pouco tempo depois clamava: não me deixem só. E foi cassado, apeado do poder por ter comprado uma Elba, modelo de automóvel da FIAT, com dinheiro não contabilizado da campanha presidencial. Depois, outros tantos ilícitos foram sendo descobertos. Foi um início duro, que exigiu sacrifícios de todos que estiveram na empreitada. Éramos poucos, mas decididos. Queríamos realmente fazer a diferença em um segmento pouco habituado na divulgação de suas atividades. Muitos pequenos empresários, porém vencedores. Saídos em sua maioria do chão de fábrica para a experiência de montar o próprio negócio. Pouco e até mesmo, nenhum conhecimento de marketing, comunicação ou propaganda. Eles também acreditaram em nosso conhecimento e experiência trazida da vivência em outros setores representativos da economia nacional, de tal maneira que a curva de crescimento das edições foram nos surpreendendo, atingindo números de circulação e publicações de anúncios que não esperávamos que fossem tão rápidos. O segmento cresceu, modificou-se, ganhou muito mais importância e novos componentes vieram juntar-se aos empreendedores iniciais. Também houve os aventureiros, aqueles que acharam que seria fácil obter sucesso nas áreas de produção, importação, comercialização e até representações de vendas. Não é, está provado. Muitos ficaram pelo caminho, desistiram, foram buscar outros segmentos para investir. Ficaram os realmente competentes. Empresas que se solidificaram e já estão sendo comandadas por novas gerações de empresários e executivos. Lojas que se reformularam, deixaram de ser aqueles locais com bicicletas expostas nas calçadas, com aspectos de borracharias em beira de estrada. Agora são bikeshops. As bicicletas ganharam a implementação de novas tecnologias e design atraentes. Ficaram mais leves e bonitas. O futuro está aí, prometendo novas surpresas e desenvolvimentos. Nós estaremos caminhando par e passo colaborando para o sucesso daqueles que estiverem empreendendo no setor. Assim esperamos. Todos nós


Sumário

Expediente Diretoria Osmar Silva José Haroldo G. Santos

Edição 221 - Novembro 2017 Editor Osmar Silva osmar@luanda.com.br

24 SHIMANO FEST

Redação Joelma Farias (MTB 78.793) redacao@luanda.com.br joelma.noticia@luanda.com.br Colaboradora Caroline Paiva (MTB 70.849) carol.noticia@luanda.com.br Edição de arte Bruno Ricardo Mello dos Santos Diego Igor de Oliveira midia@luanda.com.br arte@luanda.com.br

Diretor Comercial José Haroldo G. Santos haroldo@luanda.com.br Publicidade Ana Paula Lima José Ricardo Gomes Denis Jorge vendas@luanda.com.br Administração Denis Jorge Eric Casemiro Thais Gonçalves luanda@luanda.com.br

38 BRASIL CYCLE FAIR 22 EMPRESA LANÇA LINHA RETRO

30 TRAZENDO NOVOS ARES AO TRADICIONAL

Assessoria Gráfica PavaPrint Impressão Gráfica Mundo Endereço Rua Joaquim de Almeida Moraes, 273 Jd. Magali - CEP: 02844-000 São Paulo/ SP - Brasil Tel.: + 55 (11) 3921-7609 | 3921-8069

www.luanda.com.br

34 CRESCIMENTO E PLANEJAMENTO SÓLIDO

Seções

A revista cyclomagazine aceita matérias técnicas como colaboração para divulgação de projetos, trabalhos, novos produtos, etc. Os artigos deverão vir acompanhados de fotos ilustrativas com as respectivas legendas e curriculum do autor. A revista não se reponsabiliza por opiniões e artigos assinados que podem ou não expressar a mesma opinião do editor. As opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade do autor. A cyclomagazine não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios veiculados, nem por aquisições em função destes. Todos os direitos reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sob pena de procedimentos legais. A revista cyclomagazine é uma publicação bimestral da Luanda Brasil Serv. de Publicidade, e tem sua marca registrada no INPI sob o número 820.332.593

EDITORIAL NOTAS ESPORTE

03 12 44

LANÇAMENTOS MARKETING

08 18

O FESTIVAL DA BICICLETA p. 24

#221

DISTRIBUIDORA TRAZ NOVOS ARES AO TRADICIONAL p. 30 MARCA PLANEJA CRESCIMENTO SÓLIDO p. 34 BRASIL CYCLE FAIR REPLETA DE NOVIDADES

p. 38

Fotos das Capa: Shimano Fest 2017 Imagens: Felipe Mota | Fernando Siqueira | Luciano Milano | Silmara Araújo


CONTEÚDO Prof. Dr. Marco Antonio Gioso

32

FMVZ-USP http://www.usp.br/locfmvz

A VALORIZAÇÃO DA EQUIPE Dizem que o principal ativo da empresa são seus colaboradores. Pois é, do ponto de vista de quem? Falar sobre isto gera polêmica sempre, pois cada lado pensa estar com a razão. Pode-se abordar o tema de diversos ângulos: do ponto de vista operacional, das tarefas a serem cumpridas, do salário, dos bônus, dos benefícios, dos resultados apresentados, das despesas, dos encargos sociais, das injustiças feitas, das metas atingidas, das avaliações, do tipo de colaborador, do emprego, da liderança, da chefia. Uma infinidade de aspectos. Vou trilhar pelo método socrático que conduz a maiêutica, isto é, partir de ideias e fazer questionamentos para instigar o interlocutor a pensar noutros paradigmas, que não sua própria realidade, seu mundinho. Se você é empregado, pense nas questões abaixo: - reclamo de alguns pontos na minha empresa? - faço comentários negativos de alguém? Seja colega ou clientes? - dou broncas, discuto? - levo desaforo para casa? Tenho ouvido de penico? - gosto de trabalhar onde trabalho? - elogio sempre pelos bons serviços de algum colega? - quanto me dedico à esta empresa? - fico até mais tarde para tirar atraso de algum serviço? - chego atrasado com frequência? - procuro entregar mais resultados do que foi-me pedido? - sou responsável de fato? - minto, acho desculpas para meu atraso ou pedido para sair mais cedo ou não vir? - sei quanto ganham os outros por aí? - preocupo-me com o que os outros falam de mim por aqui? - ajudo os outros nas posições deles, mesmo que não seja ligada diretamente à minha? - já deixei a empresa na mão quando precisavam de mim? - trabalho aqui como se eu fosse o dono?

16

Tecnologia transforma bikes em e-bikes

Se você é empregador: - reconheço quando o colaborador fez algo muito bom? - sei dar feedback no momento certo, e com as palavras certas? - uso meritocracia? Quem mais faz, e melhor, mais recebe? - dou broncas homéricas? Dou “ pitis” mesmo?

06

12

- sei contratar de forma correta? Sei anunciar? Entrevistar? Grupo Eurides - meusrealiza colaboradores sabem exatamente o que se evento anual espera deles? - eles são avaliados constantemente? - eles sabem o que precisam ter para funcionar nesta posição? - eles me avaliam com frequência? - o que eles acham de minha liderança? - tenho um organograma na empresa piramidal? Ou horizontal, onde todos somos iguais? - pago um salário decente? - dou condições boas de trabalho (fisicamente e psicologicamente)? - fiz cursos sobre liderança e gestão de recursos humanos para lidar melhor com eles? - dou condições de crescimento a cada colaborador? A lista seria de muitas páginas. O que fica é o seguinte: existe confiança mútua entre líderes e colaboradores? Se houver, ambos se acreditam e nunca haverá quebra do sistema. Cada um sabe que é relevante em sua posição, e dará de tudo pela empresa. O dono da empresa sabe que depende da equipe, que depende da empresa. A cada dia um deve depositar moedinhas de confiança no cofre do outro. Se o cofre estiver cheio sempre, se houver um deslize de qualquer uma das partes, haverá nova chance! Todavia, “patrões” que somente sabem criticar, que punem e bonificam, que dão broncas na frente dos outros, que raramente elogiam, que não reconhecem bons serviços, que não pagam salário decente, não conseguirão nunca valorizar sua equipe, e sempre terão alta rotatividade de empregados. Colaboradores que sempre vivem reclamando (os sadim), que não agemEditorial dentro da empresa 06como se ela fosse sua, que chegam atrasados com frequência, que faltam, que nunca ficam uma hora Marketing 08 sequer a mais, que não se engajam em campanhas mensais para aumentar faturamento ou lucro, enfim, que não estão coesos, engajados, dificilmente vão galgar posições superiores. O que motiva alguém é o mais importante. Colaboradores ou patrões desmotivados e nunca valorizados, são como uma bomba relógio: uma hora explodirá! E a empresa fecha! Você vem fazendo o quê para isto não ocorrer?

SEÇÕES

cyclomagazine


GARRAFA TÉRMICA ITTÉ

A Itté, apresenta uma linha de produtos que vai surpreender quem queira armazenar bebidas, seja para levar ao trabalho, para consumir o lanche pós-treino, ou para acompanhar. A Garrafa Térmica é feita de aço inoxidável no interior e exterior, livre de BPA e vem com canudo em silicone e tampa a prova de vazamentos, que também evita a entrada de sujeiras. Justamente por conta do canudo de silicone, a marca recomenda seu uso apenas para armazenamento de bebidas frias. A preservação de temperatura é de até 12h. itte.com.br

X-PHERAL PANORAMIC CAM

ATRIO

Ideal para quem gosta de praticar esportes, em qualquer hora, lugar e estação, o equipamento possui câmera panorâmica que possibilita a criação de vídeos em 360° e captura todos os detalhes ao redor. Acompanha, inclusive, óculos de realidade virtual para que o usuário tenha imersão total nos vídeos, como se estivesse dentro da ação. Para transmitir cada experiência vivida, o mais próximo possível da realidade, ela conta com resolução de 2448 × 2448 pixels. Seu sistema Wi-Fi possibilita a visualização das imagens em tempo real, por meio de smartphones ou tablets, e a importação de fotos e vídeos sem a utilização de um PC. atrioesportes.com.br

08 16

CONNECT MOBILE

GARMIN

A página inicial Meu Dia representada por cartões coloridos de atividade fornecem todas as estatísticas vitais de saúde do usuário – passos, calorias, sono e mais – em um relance. Rolando para baixo é possível comparar as estatísticas atuais com os resultados passados. O painel pode ser configurado de acordo com as prioridades do usuário. Se saber o padrão de sono é mais importante, basta inseri-lo no topo do painel, por exemplo. atrioesportes.com.br

MUV Patinete Elétrico MXF

A fabricante de motos e quadriciclos off road, anuncia novo investimento na sua linha de veículos e lança o MUV Patinete Elétrico, que promete contribuir para a mobilidade urbana e o meio ambiente. Ele dispõe de um design contemporâneo e opera com energia limpa. É ideal para usar no dia a dia por ser um produto que além de oferecer diversão, também proporciona segurança, comodidade, conforto e principalmente praticidade. Isso porque o veículo pesa apenas 40 kg, possui carregador de tomada bivolt e sua estrutura é de aço carbono dobrável o que possibilita ao condutor facilmente carregá-la para qualquer lugar. mxfmotors.com.br

cyclomagazine


Lançamentos

VIRB 360 GARMIN

Perfeita para usuários que estão, por exemplo, em um ciclismo de mountain bike através de um terreno acidentado, já que a estabilização da VIRB 360 é esférica 4K2 e torna cada vídeo suave e estável. Com ela, os usuários capturam vídeo até 4K/30fps no modo stitching automático, que une automaticamente todas as imagens na câmera. Os vídeos são facilmente carregados para edição ou compartilhamento instantâneo. Aproveitando a vantagem do GPS embutido e vários outros sensores, a VIRB 360 fornece aos proprietários as sobreposições de dados G-Metrix™ personalizáveis em uma configuração cativante de realidade aumentada3 de 360 graus. www.garmin.com/pt-BR

cyclomagazine 18

BIKES ELÉTRICA PEDALLA EBMS

Buscando colaborar com a mobilidade e anteder às necessidades de todos os perfis de usuários, a Holding Patéssio criou a EBMS - Empresa Brasileira de Mobilidade Sustentável. Ela agora oferece como principal produto as bicicletas elétricas Pedalla. A e-bike, que alia conforto e ergonomia, foi projetada para ser uma alternativa sustentável de transporte.

SENSE FUN

SCULTURA 4000

É uma bike voltada para o público iniciante do MTB, porém com grupo e componentes de qualidade que oferece a melhor experiência no pedal. Com 24 marchas, câmbio traseiro Altus, Suspensão Suntour XCT-100mm com trava, a Sense tem detalhe especial para o tamanho S que acompanha o pedivela 170mm.

Estradeira de gama intermediária que aposta na tecnologia "double chamber" da marca para garantir uma construção rígida, já que os tubos possuem uma estrutura interna dividia em dois. Quadro Scultura CF2 nas medidas 44, 47, 50, 52, 54, 56 e 59cm. Disponível nas cores: white/ black (silver).

sensebike.com.br

merida-bikes.com/pt_br

SENSE BIKES

MERIDA

pedallabikes.com.br/ a-ebms

09

cyclomagazine


Notas

William Cruz

MULTA PARA QUEM USAR E-BIKES EM NOVA YORK Bill de Blasio, prefeito da cidade de Nova York, promete aumentar as multas contra comerciantes que usam e-bikes para fazer entregas. Para ele, as bicicletas elétricas são ilegais na cidade e, graças a reclamações de grupos de moradores, as ações contra o veículo devem aumentar. Quem é pego transitando com esse tipo de veículo pela cidade já paga uma multa de até US$ 500,00 e, a partir de agora, estabelecimentos comerciais que usarem bicicletas elétricas pagarão uma multa que começa em 100 e sobe para 200 dólares a cada infração.

YOUSE REALIZA AÇÃO NO DIA MUNDIAL SEM CARRO Para mostrar que está realmente engajada com a causa, no dia 22 de setembro (Dia Mundial sem Carro) a Youse, plataforma de venda de seguros online da Caixa Seguradora, selou uma parceria com a empresa Bikxi, de serviço de bike compartilhada, para que todos os seus 150 colaboradores tivessem a oportunidade de vir para o escritório e voltar para a casa, de carona com um ciclista profissional. A Youse, que é principal parceira das ações da Semana da Mobilidade 2017, realizada pela Prefeitura de São Paulo investiu em conteúdo educativo para 3.500 telas multimídia espalhadas pela cidade.

NOVO SISTEMA DE BICICLETAS COMPARTILHADAS O decreto que define as novas regras para a operação do sistema de bicicletas compartilhadas de São Paulo foi publicado no mês passado. Pelo novo modelo, qualquer empresa interessada pode se cadastrar para prestar o serviço desde que siga as especificações dadas pelo Comitê Municipal de Uso do Viário (CMUV). Uma vez que o texto do Decreto é vago, espera-se que a real qualidade do sistema seja definida pela publicação das regras de cadastramento, o que deve acontecer em breve.

CULTURA, LAZER E SAÚDE A Ciclovia Musical 2017, que aconteceu no início do mês, reuniu ciclismo e música apresentando 13 concertos em 9 locais de Jundiaí. Os roteiros monitorados partiram do Parque da Cidade, onde também acontecia o CicloKids, roteiros monitorados para crianças. As pedaladas foram monitoradas por ciclistas da comunidade Bike Anjo e por monitores artísticos.

MERCADO DE BIKES TEM CRESCIMENTO EM VÁRIAS VERTENTES As novas tendências de mobilidade urbana e a expansão de ciclovias nos grandes centros têm sido acompanhadas pelo aumento nas ocorrências de roubos e furtos de bicicletas. Nos últimos dois anos, em São Paulo, o índice foi de 40%, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública. Ao mesmo tempo, a procura por seguros nesse segmento é cada vez maior: a demanda triplicou entre 2012 e 2014, segundo o Sindicato dos Corretores de Seguros do Estado de São Paulo (Sincor-SP). Também a indústria tem sido beneficiada: a expectativa é de um aumento neste ano de 19% na produção de bicicletas e similares (atualmente a frota é de 70 milhões), conforme dados da Abraciclo - Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares.

12

cyclomagazine


Notas PASSEIO CICLÍSTICO REÚNE 4 MIL PARTICIPANTES Durante a Virada Esportiva 2017 mais de 4 mil pessoas pedalaram pelo Centro Histórico de São Paulo. Com largada e chegada no Vale do Anhangabaú, ciclistas de todas as idades, crianças e adultos, percorreram um percurso de 10km, passando pelas principais ruas, avenidas e pontos turísticos da cidade, como Avenida São João, Viaduto do Chá, Praça Ramos de Azevedo, Avenida Ipiranga, Avenida Rio Branco, Praça da República, Largo São Francisco, Praça da Sé, Pátio do Colégio, Rua Boa Vista, entre outros. PEDALEIROS INICIA NOVA TEMPORADA Uma plataforma de entretenimento, integração e saúde para pessoas que enxergam e que não enxergam. É com essa proposta que o Pedaleiros, projeto que oferece aos deficientes visuais a experiência de andar de bicicleta, inicia sua nova temporada, desta vez com a realização da primeira etapa em São Paulo. O evento aconteceu no dia 16 de setembro, no Parque Villa Lobos e teve quatro horas de duração. Com o objetivo de ocupar os espaços públicos com uma atividade lúdica e divertida, a atração gratuita levou muito amor, conhecimento e respeito.

14 cyclomagazine

CASAL COLECIONA 50 ROTEIROS DE BIKE Sem carro de apoio e priorizando sempre a simplicidade e o baixo custo, Patricia e Ricardo viajam de bike desde 2007 levando a própria cozinha, barraca e ferrametas básicas com total integração a natureza. A maioria dos trajetos é feita dentro do Brasil entre as regiões de MG, SP, RJ, PR, SC, além de uma viagem de 25 dias na Europa do Mar Mediterrâneo até Mar do Norte. Atualmente a dupla passou a contar suas histórias no blog www.cicloroles.com.br.

PARIS: JOGOS OLIMPICOS SEM CARROS NAS RUAS Depois de ser escolhida como sede dos Jogos Olímpicos de 2024, Paris pretende solucionar seus altos índices de poluição do ar o mais breve possível. Para isso os estacionamentos já estão mais caros, veículos a diesel fabricados antes de 1997 estão banidos da região central, e o último Dia sem Carro proibiu pela primeira vez a circulação de veículos em 100% do território da cidade. A prefeita também segue com o plano de banir veículos com motores de combustão até 2020. Novas ciclovias vão ser instaladas para atender a meta de dobrar os quase 700 quilômetros de pistas existentes em 2015 para 1.400 quilômetros em 2020 – e uma delas deve ser construída no meio da famosa avenida Champs-Élysées.

23 cyclomagazine


Notas

Foto Fabíola Gatto/Arquivo Pessoal

LOVA TROCA CARROS VELHOS POR BICICLETAS ELÉTRICAS O programa da New Wheel incentiva e ajuda as pessoas a trocarem seus carros por uma bicicleta elétrica. Para isso, os interessados só precisam comparecer a uma das lojas da empresa em São Francisco ou Marin nos EUA munidos do veículo. Um especialista da loja irá fazer uma avaliação para estimar o valor do carro. Durante esse período, o clientes podem pegar uma bicicleta elétrica emprestada para testar seu funcionamento. Em até 48 horas um atendente da empresa entra em contato com o interessado na troca para informar o valor oferecido pelo carro. Caso a oferta seja aceita o cliente recebe um cheque no valor do veículo e pode usar parte do valor para comprar sua bicicleta elétrica na loja.

MAIS SEGURANÇA NOS BICICLETÁRIOS PÚBLICOS Para impedir os roubos frequentes nos bicicletários dos terminais de ônibus, a SP Trans implantou um novo sistema de acesso para garantir a segurança das bikes. O novo sistema, que está em operação nos terminais de ônibus Amaral Gurgel, Campo Limpo e Cidade Tiradentes, será adotado em todos os 28 terminais da cidade. Neles os ciclistas realizarão um cadastro, informando o nome completo, telefone e um endereço

16 cyclomagazine

de e-mail. Também será necessário a apresentação de um documento com foto e levar um cadeado para prender a bicicleta. Os usuários receberão dois cartões, um ficará na bicicleta enquanto estiver estacionada no terminal e outro em poder do próprio ciclista. Quando for retirar a bike, será necessária a apresentação do cartão e de um documento com foto. As bicicletas serão estacionadas apenas pelo controlador de acesso ao bicicletário para impedir a circulação de terceiros no local.

BICICLETA GANHA NOME PRÓPRIO E PERFIL NO INSTAGRAM Assim como muitos moradores do Distrito Federal, Fabíola Gatto nutre a paixão pela bicicleta. Tanto que considera a magrela como um membro da família. A electra “Magie”, como foi apelidada, foi comprada no Canadá, em 2015. Na época, a empresária já escrevia sobre bicicletas em um blog pessoal, mas, por falta de investimentos, a página não deu certo. Dessa vez Fabíola foi além e resolver criar uma página no Instagram para postar fotos e contar o dia a dia da bike.

23 cyclomagazine


NOVA LOGO VZAN A nova identidade vem para mostrar o novo posicionamento da empresa. Após anos de estudos, a Vzan trouxe uma marca mais moderna e que demonstra todo o seu potencial de ser a indústria líder nacional em produção de aros e rodas. O novo desenho já está sendo colocado em todos os produtos da marca.

PRODUÇÃO DE BICICLETAS CRESCE EM SETEMBRO Em setembro foram produzidas no Polo Industrial de Manaus (PIM) 67.279 bicicletas, alta de 6% sobre as 63.443 unidades registradas no mesmo mês do ano passado. Em comparação com agosto, quando foram fabricadas 72.321 bikes, a indústria observou queda de 7%. No acumulado, o recuo foi de 2,5%: de janeiro a setembro saíram das linhas de produção 500.841 ante 513.541 no mesmo período do ano anterior. Os dados são da ABRACICLO. Diante dos resultados acumulados nos nove meses deste ano, as associadas da entidade estimam que deverão fechar o ano com volumes totais similares aos de 2016, quando foram produzidas 669.729 bicicletas no PIM.

18

ADVENTURE SPORTS FAIR 2017 Foi realizada entre os dias 27 e 29 de outubro no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, localizado na zona sul de São Paulo, a 17a edição da Adventure Sports Fair. Com diversas atividades interativas, o público entrou em contato com o universo dos esportes de aventura. Os visitantes experimentaram diversas modalidades destinadas a todas as idades, preferências e níveis de coragem, além disso, o público de toda a América Latina conheceu o que há de mais inovador em produtos, destinos, atrações e conteúdos em turismo e esportes de aventura. PROJETO BORDERS CONSULTORIA (ON DEMAND) A Borders Consultoria tem o propósito de realizar palestras e treinamentos que gerem resultados e suscitem novo olhar perante a empresa. O consultor João Barbosa, tem a finalidade de ajudar pessoas e empresas a terem melhores resultados com aplicação de estudos científicos, com sensibilidade permanente, estabelecendo metas efetivas nos seus relacionamentos com corpo de vendas e clientes. O profissional tem graduação em International Business (Westchester College - New York), atuou por 25 anos como profissional de vendas, em diversas empresas e por 10 anos como executivo.


Rápidas de Marketing Fonte: Exame

APLICATIVO FAZ CICLISTA SE TORNAR MULTICAMPEÃ O Freeletics é um aplicativo de inteligência artificial que programa treinos personalizados. Lançado na Alemanha em 2013, é usado em mais de 160 países e por mais de 16 milhões de atletas livres. No Brasil, o Freeletics ultrapassou em 2017 a marca de 1,6 milhões de usuários, tornando-se o “personal trainer” mais popular do país. Agora um curta metragem conta a história da ciclista alemã Steffi Marth, que se tornou uma multicampeã de BMX e DownHill treinando com a ajuda do aplicativo. O filme faz parte de uma série que vai contar histórias de superação de personagens do mundo todo que usaram a tecnologia para superar desafios sociais, esportivos e de saúde. SULAMÉRICA LANÇA ASSISTÊNCIA PARA BICICLETAS A seguradora lança mais uma novidade no SulAmérica Residencial, a Assistência Bike. Ao contratá-lo, o segurado poderá fazer a montagem de sua bicicleta e também contar com serviços de manutenção d diversos em itens essenciais como freios, substituição ou reparo de correntes e pneus e instalação de acessórios como bagageiro, cesta, cadeirinha infantil e banco.

cyclomagazine

OFO SE EXPANDE NOS ESTADOS UNIDOS A empresa de compartilhamento de bicicleta sem estações, anuncia seu lançamento em Washington, D.C. De acordo com a política piloto da cidade, as bicicletas da ofo estarão transitando em áreas como: Foggy Bottom, Farragut Square, Dupont Circle, Chinatown e Union Station. Os usuários podem baixar o app da ofo para encontrar as bicicletas nas proximidades e escanear o código QR localizado no quadro ou no smart lock (cadeado inteligente) para destravá-la. Quando for concluída uma viagem, os usuários serão cobrados uma taxa de US$ 1,00 por cada hora percorrida. NOVOS MODELOS PARA 2018 FA Caloi apresentou linha de bicicletas com motor assistido. As bikes elétricas e-Vibe City Tour e e-Vibe Elite chegam ao mercado nacional em 2018 para brigar com modelos de fabricantes internacionais que começam a se popularizar nas ruas das principais cidades brasileiras. Os dois modelos, apresentados ao público no Shimano Fest, levam motor elétrico de 250W embutido ao movimento central das bicicletas, auxiliando na pedalada. As baterias de íons de lítio aguentam até 125km e podem ser recarregadas em tomadas caseiras. O tempo para carga total das bikes elétricas da Caloi é de 4 horas. Tanto a e-Vibe City Tour como a e-Vibe Elite têm quadro fabricado em alumínio.

19


Rápidas de Marketing

SHERATON SÃO PAULO WTC OFERECE E-BIKES PARA HÓSPEDES Localizado na capital paulista, o hotel oferece além das bicicletas tradicionais, bicicletas elétricas. Os equipamentos são exclusivos para hóspedes e podem ser solicitados na recepção sem custo adicional, todos os dias, entre 7h e 18h. Com uma velocidade média de 30km/h e autonomia de bateria para percursos entre 20 e 25 km, as bicicletas são uma opção para as pessoas que gostam de pedalar, mas não querem fazer um grande esforço. O hotel também disponibiliza capacete e cadeado, além de uma garrafa de água. No total, são seis opções elétricas e dez modelos tradicionais.

A FORÇA DA UNIÃO Desde o segundo semestre deste ano, a loja conceito de São Paulo da Life Fitness está comercializando os produtos e acessórios Garmin para os segmentos de bem-estar, corrida, ciclismo e multiesporte. Eles são vendidos tanto individualmente quanto em conjunto com os equipamentos fitness. Já estão disponíveis na loja os smart watches das linhas Forerunner, fenix e vívoactive HR, ciclocomputadores Edge, linha de percepção de ciclismo Varia e a balança inteligente Garmin Index, além de acessórios como pulseiras de reposição, sensor de cadência, entre outros. A previsão é que as demais lojas da Life Fitness no Brasil passem a comercializar os produtos em 2018.

20

ASSISTENCIA BIKE A Assistência Bike da Europ Assistance Brasil chega para apoiar os ciclistas e oferecer serviços de conveniência. Atende a quem ama o esporte, utiliza a bike para o lazer ou optou pela magrela como meio de transporte. O objetivo da Assistência Bike é a prestação de serviços variados e de apoio a clientes indicados pelas seguradoras parceiras da empresa, desde a montagem da bicicleta à remoção médica, caso o usuário sofra algum acidente. Outro diferencial do serviço da EABR é oferecer meio de transporte alternativo, caso esteja impossibilitado de se movimentar e de chegar ao seu destino.

CORRIDA ASSUSTADORA Em 31 de outubro, foi realizada uma corrida de ciclismo organizada pela Pedal Paulista para comemorar o Halloween na cidade de São Paulo. O ponto de saída foi na Bike Runners, no Tatuapé. Foram percorridos 25 quilômetros até a Praça da Sé, onde outros grupos se juntaram para participar do tradicional Triller. Um coreógrafo ensinou passos da música de Michael Jackson e em seguida o grupo seguiu até a Avenida Paulista, vestidos a caráter e com capacetes. Ao final do evento foram premiados a melhor, a pior e a mais estranha fantasia.

cyclomagazine


HONEY BADGER XC PRO Este é um pneu para quem tem uma pilotagem mais agressiva e não se importa se começar a chover no meio da pedalada. Seu desenho de cravos um pouco mais espaçados e o formato de rampa impedem o acúmulo de barro, ao mesmo tempo que garantem a tração necessária em condições diversas. Disponível nas versões 27.5” e 29”, com arame ou Kevlar.

Pedalando e acelerando com você

DISTRIBUIDOR EXCLUSIVO NO BRASIL


PRODUTO

NATHOR LANÇA LINHA RETRÔ Em 32 anos de atividades, a Nathor está por trás das bicicletas infantis de todo o Brasil e também exporta para a Europa. Agora, a fabricante resolveu apostar em bikes urbanas e apresenta a linha Anthon & Antonella. Projetadas pelo engenheiro mecânico Antônio Vergos, além de elegantes e com fino acabamento, os modelos foram pensados a fim de proporcionar maior conforto ao ciclista Texto: Divulgação

Especializada na fabricação de triciclos e bicicletas infantis para crianças de um ano e meio a 8 anos desde 1985, a Nathor nasceu em São Paulo, mas em 2004 se mudou para Blumenau (SC) em busca de qualidade de vida e mão de obra qualificada. Atualmente, a empresa tem produção estimada em 5.000 itens por dia, em uma área de 14 mil m². O comprometimento com a qualidade e inovação dos produtos faz com que a fabricante seja responsável pelo abastecimento de grandes marcas. Com uma média de 220 colaboradores, a empresa prioriza a contratação de pessoas da região para que elas venham trabalhar de bicicleta, ideia inspirada em ações realizadas em países europeus, onde são disponibilizadas facilmente bicicletas para locomoção. Um dos preceitos mais importantes da fabricante é oferecer ao cliente o melhor. Por muito tempo envolvida exclusivamente no mercado infantil, enraizou-se na empresa um sentimento de responsabilidade e comprometimento em contribuir com o crescimento das crianças proporcionando experiências novas e mar-

22

cantes, com muita diversão, pensando sempre no seu bem-estar. O ciclismo auxilia no desenvolvimento físico e cognitivo da criança, melhorando a coordenação motora e estimulando a socialização. Além da atividade física, a empresa busca proporcionar algo que faça o usuário sentir-se confiante e livre para escolher o caminho que irá seguir. Para alcançar este resultado, a Nathor realiza diversos estudos para conhecer o usuário e conceber um produto sólido, que seja confortável e convidativo, mas que também seja resistente e seguro, para manter o interesse da criança pelo ciclismo, além de zelar pela sua saúde.

Investindo no mercado de bicicletas para os adultos

Inspirados por tendências europeias, percebeu-se a necessidade de um produto para o dia a dia, principalmente para o público feminino, que deseja um veículo que lhe permita superar o trânsito de forma eficiente, e ainda assim valorizar o estilo do usuário. Foi assim que a fabricante de bicicletas infantis, estendeu sua dedicação também ao público adulto lançando as bicicletas da linha Anthon&Antonella. São modelos bem pensados com geometria diferenciada que visam proporcionar maior comodidade e conforto durante as pedaladas. São bicicletas para uso urbano, com design diferenciado para suprir as necessidades do ciclista. Em aro 26”, a linha Anthon&Antonella é inovadora. Cada detalhe foi pensado para quem busca uma mudança significativa no estilo de vida, para quem procura mais saúde, tranquilidade e menos trânsito e poluição. A geometria desta linha é diferenciada, onde visa promover maior comodidade e conforto durante as pedaladas. O selim possui regulagem de altura, e em conjunto com o guidão, proporciona postura ereta, aliviando a pres-


Alguns diferenciais

As bicicletas Anthon&Antonella, possuem design único, com quadro lowentry que facilita a entrada e permite o uso de diversos tecidos e vestimentas, contando com cobre-corrente para não sujar ou rasgar a roupa; Câmbio Nexus Shimano com 3 velocidades e display óptico de marchas Com qualidade reconhecida, com abrangência equivalente a 21 velocidades comum. Câmbio com trocas de marcha rápidas, leves e silenciosas; são nos pulsos. Nesse modelo, o ciclista pedala com as pernas esticadas e quando para, consegue apoiar os pés no chão sem sair do selim. Disponível em três propostas de cores masculinas e três femininas, em paletas modernas e marcantes, inspiradas em elementos presentes na natureza, na mistura de culturas, na diversidade de estilos, e nas tendências do mundo da moda. As linhas do quadro remetem à beleza e ao requinte das bicicletas clássicas, originais da Holanda na década de 1920, indicando uma essência retrô, totalmente em harmonia com a vida contemporânea. Ao longo de 1 ano, uma equipe dedicada trabalhou nos modelos da nova Nathor Aro 26”, para que o sonho se tornasse realidade, estudando as necessidades dos consumidores e entendendo seus hábitos e preferências. Foram realizadas medições com pessoas de várias idades e diferentes biotipos. Estes dados foram utilizados para definir aspectos ergonômicos importantes como a estrutura da bicicleta, a altura do selim, a altura e o ângulo do guidão e a posição dos pedais e todos os seus componentes.

cyclomagazine

Cestinha fixa no quadro Desta forma não vira com o guidão e o peso fica apoiado no quadro ao invés da direção facilitando o manobrar quando carregada. Produzida em alumínio envelhecido, o acessório é leve e resistente, possui fundo fechado e não permite que pertences caiam pelos vãos, podendo carregar, inclusive, animais de estimação. A manopla é anatômica e exclusiva com descanso e lateral reforçada, conferindo refinamento ao produto Guidão Com regulagem de ângulo e altura, adapta-se a diversos biotipos e proporciona postura correta e elegante, além disso também conta com limitador de giro em 75º, o que evita que o guidão de uma volta completa, dobrando os cabos de aço e diminuindo sua vida útil. Freios V- Brake e maçaneta em alumínio com cabos de aço revestidos com teflon Para reduzir atritos, o que aumenta a vida útil e proporcionar eficiência na frenagem. Pezinho de apoio duplo, posicionado após movimento central Proporciona maior estabilidade no descanso. As bicicletas Nathor recebem solda 100% automática, que mantém o padrão de qualidade.

23


Capa

SHIMANO FEST 8ª EDIÇÃO COM SUCESSO O festival da bicicleta ocorreu de 14 a 17 de setembro, no Jockey Club de São Paulo. Em mais uma edição grandiosa, o evento reuniu profissionais da área e também o público em geral. Para 2018, a 9a edição do evento já tem data definida: de 13 a 16 de setembro Texto: Joelma Farias | Fotos: divulgação

24


Realizado pelo 8º ano consecutivo (pela 3ª vez no Jockey Club), o festival da bicicleta recebeu público estimado em 25.500 visitantes - 25% a mais que a edição passada. No espaço foram expostas cerca de 200 importantes marcas como Audax, Biape, Blue Cycle, Caloi, First, Fuji, Gantech, Garmin, Groove, Kalf, Royal Ciclo, Curtlo, Penks,VZAN, WRP, entre outras importantes montadoras e importadoras. Foram realizados 4.800 test-rides com bicicletas de diferentes fabricantes; 1000 lojistas participantes representando lojas de todo o Brasil e 173 marcas do segmento de bicicleta; e o encontro dos principais nomes do ciclismo nacional. São os indicadores que demonstram o tamanho do Shimano Fest 2017. Além de atrações para toda a família, o Shimano Fest se posicionou como um dos principais encontros de amantes dessa cultura no Brasil. Somente nos dois primeiros dias, o Fest Business atraiu 5,4 mil profissionais do mercado, consolidando-se também no calendário da indústria. Nos quatro dias em que o evento foi realizado, dois eram exclusivos para profissionais do setor e outros dois, abertos ao público de forma gratuita. Esse ano, o festival ganhou área coberta no setor de exposições, o que aumentou o conforto dos visitantes e expositores, e trouxe público de diversas partes do Brasil. Como todos os anos, a organização do evento trouxe uma tecnologia diferente que resultou em uma nova experiência aos participantes. Através de um Midiacode, instalado por meio de aplicativo, o evento foi smartconectado. Com ele, o usuário pode capturar conteúdos direto com seu smartphone, como por exemplo: programação, palestras, mapas, catálogos, competições, etc.

cyclomagazine

HISTÓRIA DA SHIMANO FEST Eventos dessa natureza revelam o número crescente de participantes a cada ano, assim como o aumento de adeptos e interessados pela bicicleta que movimentam o mercado de bicicletas. O veículo conquistou espaço na vida das pessoas e desempenha papel importante na economia brasileira, mas ainda há espaço para expandir mais. O peso do encontro Shimano Fest no fomento à indústria da bicicleta é evidente. Basta olhar os números crescentes de visitantes a cada ano. Abaixo, local e estimativa de público desde o primeiro evento: * 2010 – 1.600 - Ville Sports Show / Santana do Parnaíba (SP) * 2011 - 5.000 - Ville Sports Show / Santana do Parnaíba (SP) * 2012 - 7.500 - Ville Sports Show / Santana do Parnaíba (SP) * 2013 - 9.000 - Ville Sports Show / Santana do Parnaíba (SP) * 2014 - 13.000 - Parque das Águas / Sorocaba (SP) * 2015 - 15.000 - Jockey Club de São Paulo (SP) * 2016 – 24.500 - Jockey Club de São Paulo (SP) * 2017 – 25.500 - Jockey Club de São Paulo (SP)

25


FLASH SHIMANO FEST

26

cyclomagazine


FLASH SHIMANO FEST

26

cyclomagazine


DISTRIBUIDOR

TRAZENDO NOVOS ARES AO Texto Joelma Farias Imagens Equipe Luanda e Divulgação

30


TRADICIONAL

Uma empresa com histórico de 60 anos de atividades ininterruptas, com sucesso alcançado por suas atividades inovadoras no segmento, continua ‘olhando para o futuro’ e buscando se antecipar às tendências que visualiza e virá a ser meta futura para outros participantes deste mesmo mercado

A

Biape, empresa 100% brasileira, faz parte do mercado de distribuição de bicicletas, acessórios, peças e pneus para bicicletas há 60 anos, muito bem-sucedidos, onde continua realizando fortes investimentos em novas aquisições nos principais eventos do setor. A empresa participou da Brasil Cycle Fair 2017, e tivemos a oportunidade de conversar com a CEO do Grupo Biape, Silvia Lima e o gerente de PDP, Eleno Martins. Para se inteirar das principais novidades que surgem no mercado de bicicletas, os principais executivos da BIAPE têm frequentado os mais importantes eventos internacionais, observando lançamentos, evolução de materiais e designs na construção de bikes e acessórios. “Estivemos recentemente em uma das maiores feiras do mundo que é a Eurobike, lá nós tivemos muito bons contatos. Vamos trabalhar duro em novos projetos para oferecer o melhor preço possível. Ainda estamos em fase de negociações, mas a expectativa é que para 2018, a BIAPE tenha boas novidades. Nossos clientes serão surpreendidos”, afirma Eleno Martins. Em um mercado competitivo e que ainda por cima atravessa uma crise política e econômica que promoveu um cenário desfavorável aos lucros e investimentos, a distribuidora conseguiu faturar além do esperado. Isso é resultado de um planejamento estratégico e análise do setor no mercado que sempre colocaram a empresa no caminho certo do desenvolvimento. “Mesmo com tantas turbulências, em 2016 a BIAPE obteve um aumento em seu faturamento na ordem de 22%. Para 2017, a previsão é de números mais robustos. Para conquistarmos resultados positivos como esses, nos adequamos à nova realidade econômica do país e nos planejamos para fecharmos o ano conforme o esperado, dentro da meta estabelecida anualmente”, revela

cyclomagazine

31


DISTRIBUIDOR

a empresária Silvia Lima, diretora da empresa BIAPE. Com 25 anos de experiência e há dois anos no comando da empresa, Silvia tem uma visão ampla das transformações desse mercado pela mudança nos hábitos de consumo de quem utiliza a bicicleta além de novos usuários, o que resultou em mais ciclistas pelas ruas e, consequentemente, maior consumo desses veículos, assim como suas peças e acessórios. “Em um mercado tão evoluído em que o ciclista e o lojista têm, ao mesmo tempo, velocidade no acesso a um leque de novos produtos. Eu como empresária, tenho que estar à frente do que o outro busca com uma velocidade maior ainda. Então, o que define esses 25 anos de mercado são novas opções, com avalanches de bicicletas”. O advento da internet, que frequentemente divulga novos produtos, tem exigido de toda a cadeia (lojista, importadores e distribuidores) aprofundamento no conhecimento dos produtos que os ajudam a entender o que o consumidor realmente quer. “A partir do momento que conhecemos os desejos de consumo do cliente, a sintonia fica cada vez mais fina entre o que ele quer adquirir e o que o podemos oferecer”, constata Eleno. Com esta ferramenta disponível e cada vez mais utilizada, os lojistas foram se profissionalizando, aprofundando seus conhecimentos sobre o mercado, o que deu início a um ciclo virtuoso de melhorias como um todo, e resultou em uma sólida parceria entre cliente e provedor. “É preciso oferecer constantemente aos lojistas não só novidade, mas participação no giro do negócio”, diz Eleno Martins. Cidadã consciente, a empresária Sílvia Lima sabe da importância das bicicletas nas ruas e reconhece a importância das ciclovias, mas lamenta a falta de políticas públicas claras sobre mobilidade urbana e segurança. Apesar da iniciativa em muitas cidades brasileiras, o País está longe de se estruturar e se organizar como países europeus, que estão muito mais adiantados no que diz respeito a utilização da bike como meio de

transporte. “Eu viajo muito mundo afora e percebi que a sociedade que utiliza a bicicleta como meio de transporte fomenta, impulsiona e alavanca o nosso mercado. Mas apesar de tantas vias adaptadas para bikes, quanto dessas são qualitativamente utilizáveis? Além do agravante de termos uma sociedade altamente perigosa. A pergunta é: Se eu pedalar nessas vias, estarei seguro? Coloco como exemplo a cidade de São Paulo, que apesar de seus 400km de vias adaptadas, o projeto não foi devidamente executado. O interesse era meramente político e a prova disto foi a desistência do prefeito sucessor em dar continuidade. Então, acredito que poderíamos ter um mercado muito mais pujante se o usuário pudesse colocar em prática aquilo que deseja fazer com a sua bicicleta e seus equipamentos de ponta. É preciso educação para convivermos harmonicamente em ambiente onde todos se respeitam e tenham a devida segurança de ir e vir”. A empresária revela que, com a recuperação da economia, está investindo em produtos de alta qualidade e reconhecimento mundial para inserir no mercado brasileiro a preços acessíveis, assim obtém melhores resultados no que diz respeito a satisfação dos seus clientes. A empresária também acredita na recuperação da economia, mas não sabe com qual velocidade isso vai acontecer. “Há uma questão política gravíssima a ser resolvida e em qualquer manual de economia, sabemos que ela é cíclica. Ainda que ela tenha abaixado demais, está no caminho de volta, ascendente. As pessoas estão começando a perder o medo de gastar e estão começando a fazer usufruto novamente daquilo que elas querem, porque eventualmente há uma estabilidade no trabalho contratado e isso faz com que as pessoas voltem a consumir. Para o mercado de bicicletas o impacto foi menor. Está havendo uma readequação de empresas que ficam no mercado após a turbulência”, afirma. Durante a Cycle Fair, realizada em São Paulo, a empresa expos vários lançamentos, como: Funkier FLR. Seu parceiro mais recente, a marca americana Lisine, que produz acessórios, ferramentas, bombas, entre outros produtos de uma extensa lista com acabamento refinado e qualidade superior. Itens estes que trarão melhor custo benefício ao mercado. Além, das já conhecidas marcas próprias, sua linha de bikes e outros já constantes em seu portfólio. Sede da empresa na cidade de Campinas - SP

32

cyclomagazine

C


Anúncio Jéssica-2015_210x140.pdf 1 15/07/2015 14:10:15

127 crianças com menos de 5 anos morrem por dia no Brasil.

C

M

Y

MUDE ESTA HISTÓRIA! DOE AGORA.

CM

MY

CY

CMY

K

Ligue para: 0300 10 12345 w w w.doeagora.org.br

Em 25 anos de atuação a Fundação Abrinq já beneficiou mais de 8,2 milhões de crianças.


Marca

Crescimento sólido e planejado OGGI marca pertencente ao Grupo ISAPA coloca no mercado produtos de ponta com preços competitivos. Com esta estratégia, equipe de vendas qualificada e investimento em atletas do ciclismo, pretende conquistar maior "share" no mercado. Texto: divulgação | Fotos: divulgação / equipe luanda

34


A OGGI Bike é uma marca de bicicletas nacional produzida na zona Franca de Manaus pela fábrica da OX da Amazônia. Inovação e modernidade fazem parte do DNA da marca. Em sua planta em Manaus, mais de 100 profissionais atuam de forma apaixonada produzindo bicicletas compatíveis com os principais players globais. O nome da marca vem da palavra italiana OGGI (que significa ‘hoje’ em português e para a marca representa estar sempre em evolução e atualizada com tendências e design). Para Francis de Souza Resende, gerente de marketing, “a OGGI não fica devendo nada para as marcas existentes no mercado, porque as bicicletas são produzidas com equipamentos modernos e tecnológicos, aplicando gestão de processos do ISO 9001, garantindo que os produtos sejam produzidos com as mesmas práticas aplicadas nas melhores fábricas do mundo. Portanto, os ciclistas do esporte de competição, lazer ou transporte, têm na OGGI sempre modelos atualizados com melhor custo x benefício, com componentes top de

cyclomagazine

linha como Shimano, Kenda e Manitou e geometria que transforma as pedaladas mais prazerosas em quaisquer circunstâncias”, revela. Recentemente a OGGI realizou a sua primeira convenção nacional de vendas, com o tema “Pedalando para o Futuro”. O encontro reuniu sua equipe de representantes, no Mercure Hotel, em dois dias e onde a empresa apresentou uma série de lançamentos. O evento foi palco para apresentação dos departamentos e suas principais atividades e melhorias, estratégias comerciais e de marketing, nova política de vendas, além da integração do pessoal do escritório com os representantes comerciais. A equipe técnica aproveitou o encontro para apresentar novidades dos parceiros Shimano, Kenda e Manitou. Além disso, foi inaugurado um moderno showroom, no centro de São Paulo, onde o cliente poderá conhecer toda a tecnologia das bikes OGGI. No espaço também funcionam Call Center, oficina e departamento de

35


Marca desenvolvimento de produto. No local haverá exposição permanente. “A ideia é, além de apresentar as bikes, mostrar que o espaço dedicado a marca e bem sinalizado, deixa o ambiente mais bonito e favorece no momento de decisão da compra. Queremos que o cliente tenha o espaço como referência para a loja dele também’’, revela Daniel Douek, diretor do Grupo Isapa. De acordo com a diretoria da empresa, o portfólio de produtos aumentou bastante, possuindo pontos de vendas espalhados por todo Brasil e seu público-alvo é o entusiasta que deseja uma bicicleta com ótima relação custo-benefício. Desde a sua fundação, a OGGI procura desenvolver trabalho para que a marca esteja presente no maior número de lojas especializadas em todo o Brasil, de maneira organizada e estruturada, visando sempre a ética e a transparência. Um dos pontos mais fortes da marca é de oferecer sempre "mais por menos", ou seja, as bikes são montadas com as mais conceituadas marcas de componentes do mercado com preços imbatíveis. A linha de bikes OGGI é das mais completas do mercado, onde o consumidor final pode adquirir desde bike de passeio até uma bike de carbono de alta performance.

36

APRESENTAÇÃO DA NOVA EQUIPE SQUADRA Sob a batuta do experiente Team Manager Eduardo Ramires, a Equipe Squadra reúne alguns dos principais nomes do MTB nacional, como Karen Olímpio, Kennedi Lago, Luiz Renato Borges, Mario Veríssimo e Luiz Eduardo Marcondes. Todos os atletas irão utilizar a nova bicicleta OGGI Agile Squadra Shimano Di2 e contarão com apoio em acessórios da Giro, pneus Kenda e uniformes de ótima qualidade, além das peças e suporte neutro feito pela Shimano. PRINCIPAIS LANÇAMENTOS OGGI 2018 Os principais lançamentos da marca estiveram presentes no Shimano Fest 2017, que ocorreu no Jóquei Club de São Paulo. A empresa reservou área VIP para atletas e clientes especiais da OGGI no centro da pista. O estande da OGGI contou com 27m² e apresentou a linha 2018 completa. Os clientes puderam realizar test ride com os principais lançamentos da marca. Houve ainda uma tarde de autógrafos com a equipe. GARANTIA VITALÍCIA Os quadros de alumínio produzidos pela OX Bike para a marca OGGI na Zona Franca de Manaus possuem garantia vitalícia para o primeiro usuário. Já os quadros de carbono, têm garantia de dois anos.

cyclomagazine


Feira

Brasil Cycle Fair 2017: Repleta de novidades Considerada como uma das principais feiras de negócios de bicicleta, a Brasil Cycle Fair voltou a ser realizada após uma pausa em 2016. A edição 2017 aconteceu em novo espaço, no São Paulo Expo. A Aliança Bikes, responsável pela organização do evento desde seu início, em 2012, passou a função para a NürnbergMesse Brasil, multinacional que está presente no mercado brasileiro com outros 12 eventos em diversos segmentos Texto e imagens: Joelma Farias | divulgação Apesar da pausa ocorrida em 2016, a Brasil Cycle Fair, importante feira de bicicletas, voltou a ser realizada em 2017, de 22 a 24 de setembro, com novidades desde a organização até as atrações oferecidas ao público. Organizada pela Aliança Bikes desde 2012, a Brasil Cycle Fair era realizada no Expo Center Norte. Agora, gerida pela NürnbergMesse Brasil, foi transferida para o São Paulo Expo, zona sul da capital paulista. O novo centro de Exposições, Congressos e Convenções da capital paulista dispõe de uma área com 150 mil m² e um complexo arquitetônico multifuncional. A mudança tem como objetivo o fortalecimento da feira como evento de negócios, e tornála mais atrativa ao consumidor final. A Brasil Cycle Fair 2017, reuniu os fabricantes, atacadistas, distribuidores, importadores, lojistas e profissionais do setor somados aos apaixonados por bicicletas. Segundo a organização do evento, durante os três dias, participaram 6.200 profissionais do setor e mais de 300 marcas expositoras, com público aproximado de 9.800 visitantes. Em parceria com o SEBRAE, ABCOMM e SIMEFRE, levou conteúdo de qualidade para profissionais interessados. Foram 17 palestras que obtiveram 188 participações. A feira também sediou pela primeira vez uma etapa da Copa Internacional Levorin de Mountain Bike, uma das competições mais importantes de MTB da América Latina. A prova reuniu cerca de 400 atletas nacionais e internacionais em 6km de pista. No decorrer do evento, aconteceu o Campeonato Brasileiro de BMX modalidade Super Spine, considerada pelos praticantes como uma das mais técnicas e radicais. Os

38

principais atletas da América Latina competiram no evento. Diversas atrações também foram apresentadas na área externa do São Paulo Expo, como test rides com bicicletas de estrada, mountain bike e urbanas, além da Pump Track, espaço para interação de crianças e adultos. Na Área Kids, as crianças tiveram a oportunidade de dar suas primeiras pedaladas com a equipe Bike Anjo. Na programação, shows musicais, Cycle Talks com temas relacionados ao universo da bicicleta, exposição de produtos feitos à mão para bicicletas e um espaço destinado ao Cicloturismo. Para 2018, a edição da Brasil Cycle Fair já tem data para acontecer: de 24 a 26 de agosto.

CASAL CICLOVIAJANTES

No primeiro dia do evento, conhecemos o casal paulista Patrícia e Ricardo, do blog Ciclorolês. Eles viajam de bike e colecionam cerca de 50 roteiros diferentes desde 2007, com fotos e informações para quem tem interesse em desvendar as belezas naturais mundo afora sobre duas rodas.

EXPOSITORES E AS SUAS PRINCIPAIS NOVIDADES PROPARTS

A Garmin e a Proparts fecharam parceria para a distribuição de produtos da marca líder mundial em GPS para uso de ciclistas. A Proparts agora é distribuidora autorizada da marca nos estados de SP, RJ, MG e ES. A Garmin e a Proparts têm interesse comum de ver o ciclista pedalando com o que há de melhor no mercado de ciclismo. “A Garmin vai expandir a sua participação nas lojas especializadas de bike, onde o consumidor final poderá


comprar no mesmo lugar bicicletas, produtos e acessórios específicos para a prática de ciclismo. A princípio serão representados alguns produtos da marca voltados para bicicleta no mercado Sudeste e a tendência é aumentar”, comenta Fernanda Félix, coordenadora de marketing da Proparts. Além disso, novidades da SRAM foram divulgadas na feira como o step hidráulico, o Defender, que é nova linha de guidões, mesa. Também, as últimas novidades das marcas, Mavic, Rock Shox, Truvativ, CycleOps, Kryptonite, Truvativ, Quarq e Stan's NoTubes. Sobre o que o consumidor pode esperar da marca, Fernanda é cautelosa. “Guardamos um certo mistério da marca para o próximo ano. Só posso dizer que novidades incríveis estão por vir e serão lançadas geralmente em maio do próximo ano. De antemão, posso dizer que a Mavic, com certeza terá novidades”. Sobre o mercado de bicicletas, Fernanda acredita que 2018 será um ano promissor e acredita que será apenas uma parte da etapa para a plena recuperação desse mercado. “Na verdade, nunca paramos para fazer uma reunião onde discutíssemos crise, porque trabalhamos muito para não senti-la. Acredito que o próximo ano será promissor assim como foram todos os outros anos. Vamos continuar oferecendo os melhores produtos para atender nossos clientes com a devida atenção, carinho e cuidado, que sempre foi e será o nosso foco principal”.

HOUSTON

Fundada em 2000, a empresa possui complexo industrial que fica localizado em Teresina (PI), e é considerado o maior,

cyclomagazine

mais moderno e verticalizado das Américas. Com ampla linha de bicicletas, que vai de modelos profissionais de alta performance, esportivos, de passeio e utilitários, até específicos para o público infantil e juvenil, aliam qualidade e preço competitivo. Grandiosa em diversos aspectos, a marca participou da Brasil Cycle Fair 2017, e apresentou suas bikes que aliam beleza, cores e grafismos diferenciados. “Agora temos uma linha de entrada para bike shop da Houston. Nossos modelos agora estão com pintura fosca, design muito mais moderno para 2018”, afirma Adilson Custódio, diretor da Houston. Sobre o a distribuição dos seus produtos em meio à crise, Adilson revela que não tem muitos problemas em colocar suas bikes no mercado, pois tem modelos de alta qualidade que atendem a todos os gostos e bolsos. “Somos focados em bike shops, magazines e hipermercados, e temos notado que o consumidor final tem procurado por veículo com menor valor agregado. Atendendo a pedidos, estamos lançando a linha HT 60, 70, 80 e 90, que é um produto de entrada. Com toda a mecânica da Shimano, os modelos vão desde R$ 1.999 até R$ 2.399, preço de ponta”, explica. O empresário entende que é preciso atender a demanda e enxergar oportunidades de negócios para manter vendas saudáveis. “Estreitamos o relacionamento com nossos revendedores parceiros que são os hipermercados e grandes redes de lojas. Com isso, criamos situações como promoções que melhoraram volume e, consequentemente, aumentaram as vendas. Não tenho do que reclamar”, finaliza Adilson Custódio.

39


Feira AUDAX

Focada em bicicletas com um nível mais elevado de desenvolvimento e componentes, a Audax é a mais nova indústria 100% brasileira que vem avançando dia após dia com grande mix de bicicletas. “Temos novidades na linha de entrada das bicicletas, linha de primeiro preço, da linha Ravoc, uma linha bem competitiva com quatro modelos. Além da linha intermediária as AVX da 100 até 400, bicicletas de alumínio, que são mais leves, voltadas para competição, além da nossa linha de carbono. A novidade fica por conta da linha pensada para ciclistas urbanos, que é a linha Pampero Metrea, e a Pampero Gravel 2018. São bicicletas mais urbanas, que é uma forte tendência mundial”, relata Túlio Bezerra, gerente comercial da Audax. Em constante evolução, a Audax terá para o próximo ano modelos com novos grafismos, além das próprias marcas dos componentes como SRAM, Shimano, Rock Shox. “A importante novidade é que passamos a ser revendedores autorizados da FOX no Brasil e da Marzocchi”, complementa Túlio. Há dois anos no mercado, muitos competidores já utilizam os produtos da marca por oferecer sempre os melhores itens para que ciclistas de alto desempenho alcance o resultado esperado. Túlio Bezerra ainda revela que para tudo funcionar conforme o esperado, mesmo em tempos de crise, existe uma equipe auxiliando todas as operações que acontecem na empresa. Esse é o segredo para não haver perdas. “Por trás da Audax existe o Grupo Claudino, um conglomerado nordestino composto por mais de 11 empresas que, em 2018, completará 60 anos de existência. Sempre que há uma crise, ações pontuais são tomadas para que não haja perdas financeiras junto as empresas. É por conta dessa intervenção que os impactos negativos são minimizados”, finaliza.

TSW BIKE

Além da linha de bicicletas TSW com componentes Shimano, agora a marca também lançou a linha com Kit Grupo TSW Xtime e também a linha X Time Parts, que vai entrar como componente nas bicicletas novas da TSW, além do kit RXS de 12v. A linha XTime também é vendida avulsa, para quem tem interesse em montar a bike. “Nessa linha, podemos oferecer o melhor custo-benefício para o produto que, até então, era muito caro no mercado. Exemplo disso é o kit de 1/11/46 de cassete com preço muito acessível a todos”, afirma Odair Souza, supervisor de vendas da TSW. Os novos produtos são originários da China, onde são fabricados grande parte das bicicletas, bicipeças e

40

componentes que estão disponíveis no mercado. Para 2018 a empresa pretende aumentar seu mix de produtos, sempre buscando as melhores opções em bicicletas e componentes para atender as necessidades dos ciclistas mais antenados em tecnologia. “O lançamento da XTime fez aumentar a nossa linha de produtos. Dos 9 modelos que temos hoje, passaremos a ter umas 20 opções, já no mês de janeiro. Serão novos grafismos e cores, pois a nossa intenção é pegar um público”, revela Odair. Dentre outros títulos importantes, a bicicleta é considerada por muitos como veículo de inclusão social. Para o empresário, falta incentivo para popularizar em grande escala esse veículo. Um dos problemas apontados por Odair, são os altos tributos no Brasil, o que encarece o preço final da bike. “Os altos impostos não deixam o ramo de bicicletas crescer, dessa forma há uma dificuldade em oferecer mais produtos com preços menores, as taxas nos restringem. A nossa proposta é realmente ter melhores e menores preços, e isso nós conseguimos com muita dificuldade, pressionados pelos elevados tributos”, desabafa. Para o supervisor de vendas da JPP, falta vontade por parte dos governantes em priorizar a redução de impostos fazendo com que o projeto fique sem nenhuma definição, estacionado no Congresso em Brasília. “A proposta que prevê uma redução de impostos para bicicletas e componentes está tramitando no congresso há uns 5 anos. Sinceramente, não acredito que saia do papel”, conclui.

CICLO CAIRU

Com o País atravessando por anos difíceis na economia, quem soube identificar necessidades e investiu em novas soluções que facilitam a vida do ciclista, se deu bem. A Ciclo Cairu é um bom exemplo disso. Com ampla visão de negócios, a empresa promoveu mudanças e aumentou seu portfólio com itens de qualidade a preços acessíveis, com isso manteve suas vendas a todo o vapor, contrariando as projeções negativas que pairam sobre o setor. O faturamento da empresa em 2017, vem superando as metas de vendas estabelecidas para o ano. “Somos distribuidores exclusivos da ITM no Brasil na parte de reposição do aftermarketing. Apresentamos os quadros Speed e a novidade é o quadro 29” carbono da linha de Mountain bike com tecnologia avançada quadro com traseira de 142mm com eixo de 12mm, que está sendo vendida a um preço justo. É um quadro com muita qualidade, que tem mais rigidez e torce pouco na pedalada”, afirma Claudemir dos Santos, gerente comercial da Ciclo Cairu. A marca promete muitas novidades para 2018. “Vamos


trabalhar em cima da linha de grafismo. Muito do que vamos fazer, principalmente para o primeiro semestre do ano que vem, está relacionado as marcas com que já trabalhamos, mas com novas cores em neon e outras cores mais vivas”, revela Claudemir dos Santos.

NOVIDADES DOS DEMAIS EXPOSITORES BIAPE

A Biape apresentou produtos como Funkier FLR e o filho mais novo da Biape que é a marca americana de acessórios, a Lisine, que produz acessórios, ferramentas, bombas, entre outros produtos. A marca possui acabamento refinado e de qualidade superior, que terão melhor custo-benefício do mercado.

DREAM BIKE

Com nova linha de triciclos, a marca nacional vem com melhorias nos kits de sistema de tração. Uma das novidades é o triciclo elétrico Elektra, que vem com uma suspensão mais confortável e com visual vintage. Na linha BMX, as novas bikes completas da marca americana Fiend, do atleta Garret Reynolds, campeão dos X Games – além de apresentar a marca DRB Bikes que possui objetivo de atender o público iniciante, amador e profissional.

KRIPTA

Capacete Tauros, que vem com setas em LED, que sinalizam quando o ciclista vai mudar a direção. O sistema é bem parecido com o usado em carros e motos, com o condutor acionando o controle instalado no guidão da bicicleta. As setas em LED são recarregáveis via USB e de acordo com a JBE Comercial, importadora do capacete, têm autonomia de até 30 horas depois de totalmente carregado. Naroo Mask Nova máscara F5S que além do sistema de filtragem de poeira, possui 99% de proteção contra os raios ultravioletas. A F5S possui tecnologia exclusiva com foco em filtragem de micropartículas.

FREE FORCE

Novas bermudas com forro pró com avançada engenharia de desenvolvimento. Com produção 100% nacional, as bermudas possuem o sistema Air Flux com três camadas de espuma, o que amplia a ventilação e garante melhor controle de umidade. Outra novidade é o gel IAT para melhorar a absorção de impacto. Essas bermudas são ideais para quem pedala longa distâncias na cidade.

DA MATTA

A bretelle Freedom com modelagem exclusiva DaMatta,

cyclomagazine

proporcionando melhor conforto, alças anatômicas em tecido. Aerofresh do tipo colmeia, design unissex, tratamento antibacteriano, alta absorção de suor e tecido de alta compressão. Outra novidade é a camisa de ciclismo em tecido 100% Poliéster, possui tratamento UV e ação bacteriostática.

VICINITECH

A empresa, antes fornecedora de partes e peças para bicicletas, agora inicia um trabalho com uma linha de moutain bike, já prontas para atender a demanda do mercado seja para iniciantes, intermediários e até de um nível avançado. As bikes estão compostas por 24v, 27v e até 20v. A linha Vicinitech bikes vem composta com freios hidráulicos, que garante conforto e segurança ao ciclista.

HUPI BIKES

A marca desenvolveu duas novas versões dos quadros mais famosos da marca: as linhas 2018 do Hupi Naja e Hupi Whistler contam com nova geometria, layout e cores, além de serem mais resistentes. Outra novidade são os modelos das meias coloridas da marca brasileira, que já se tornaram uma febre entre os ciclistas: meias com tecido dry – importado da Alemanha, antibacteriano e com modelagem exclusiva.

FIRST BIKES

Novo quadro Smitt da marca First Bike. Produzido no Brasil e desenvolvido em alumínio 6061, o quadro possui geometria ergonômica (traseira curta e frente longa) para proporcionar maior conforto e equilíbrio para o ciclista. Destinado às trilhas leves e lazer urbano, o grafismo também é um dos pontos altos do quadro que tem linhas harmoniosas acompanhando os desenhos dos tubos.

GANTECH GANCHEIRAS

Linha de prolongadores de gancheiras com quatro modelos para suprir a maioria de conjuntos de relação do mercado. O prolongador serve para alongar o câmbio e tencioná-lo para trás. Com isso, o ciclista terá uma melhor troca de marchas e o câmbio menos esticado, o que evita desgastes prematuros de corrente, cassete e cog. Os modelos são usados em cassetes de 40D até 50D.

KAPA BIKES

Novos quadros de bicicletas moutain bike aro 29. Destaque para os modelos T1000 Carbon (fibra de carbono); T60 Alumínio (referência em modelos de alumínio); FT 15 Alumínio (torna a estrutura da bicicleta leve e ágil) e XC22 Alumínio (melhor visibilidade noturna).

41


Feira

FLASH

42


BRASIL CYCLE FAIR 2017 BAIXE EM: WWW.LUANDA.COM.BR/BRASILCYCLEFAIR2017

cyclomagazine

43


CHRISTOPH STRASSER QUEBRA RECORD DE DISTÂNCIA EM 24 HORAS

Vencedor da Races Across America por quatro vezes, o austríaco Christoph Strasser quebrou o record mundial de distância percorrida em velódromo fechado em 24 horas, com incrível a marca de 941.873m.Ao longo da corrida o ciclista parou apenas uma vez para ir ao banheiro depois de 20 horas pedalando, mesmo tendo consumido cerca de 10 mil calorias e 15 litros de líquido, e manteve uma velocidade média de 39,42km/h.

Karelly | www.lupispuma.com

ATLETAS DA SQUADRA OGGI CONQUISTAM VITÓRIAS EM MG

A ciclista mineira Karen Olímpio, da equipe SQUADRA OGGI sagrou-se campeã geral do XTERRA, realizado em Tiradentes (MG). A esportista que ano passado estava lesionada e ficou fora da competição, neste ano fez questão de competir e vencer as dores que ainda sente. Também nas montanhas mineiras, Luiz Eduardo Marcondes venceu o Power Biker, categoria máster e ficou em segundo no geral. A prova foi realizada em Passa Quatro (MG).

MTB JORDANENSE SE POSICIONA NA COPA VALE

Mais uma vez o esporte jordanense, representado pelo ciclismo – modalidade Mountain Bike, mostrou sua força. Na Copa Vale de MTB se posicionaram entre os melhores na edição deste ano, em suas respectivas categorias, os pilotos: CATEGORIA PRÓ Anderson Pereira de Castro – Campeão. CATEGORIA LIGHT Ana Valete da Silva – Vice Campeã, Tarcisio Antonio Rabelo da Silva – Vice Campeão e Salim Abhib Oliveira Santos – Quinto Colocado. Foram premiados com troféus os cinco melhores atletas de cada categoria. Todos os atletas que completaram a prova receberam medalhas de finisher e após foi realizada a premiação do Campeonato – Copa Vale MTB 2017 e em seguida a premiação do campeonato 2017.

44

cyclomagazine


Talbot Cox/Ironman

Esporte EQUIPE SQUADRA OGGI É A GRANDE SURPRESA DA BRASIL RIDE 2017 Mário Antônio Verissimo (Elite - Goiás) e Kennedi Lago (Elite – Bahia), da equipe SQUADRA OGGI, garantiram o título inédito dos melhores ciclistas das Américas. A diferença, que era de mais de oito minutos, caiu para menos de dois, mas não o suficiente para tirar o troféu de Mário e Kennedi. Outros atletas da equipe também se destacaram. Thales Felipe (Júnior – Bahia) terminou em quarto lugar, a três minutos do Pódio, e a atleta Baiana Paula Gallan (Elite – Bahia) correu em dupla e finalizou em 8o lugar e 4o melhor dupla mista do Brasil.

Fabio Piva / Brasil Ride

IGOR AMORELLI VENCE IRONMAN 70.3 MIAMI Uma semana após quebrar seu recorde pessoal e garantir o melhor resultado no Ironman World Championship, em Kona, Havaí, o triatleta catarinense Igor Amorelli ganhou o título do Ironman 70.3 Miami. Cumprindo 1.9km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida, metade da distância de um Ironman, o catarinense confirmou o título com 3h59m43s, sendo o único competidor a completar a competição em menos de 4h. Igor abriu forte e usou sua excelente combinação de natação e ciclismo para liderar a prova abrindo vantagem dos adversários.

PARCERIA TCHECO-BRASILEIRA É CAMPEÃ

A dupla formada pelo brasileiro Henrique Avancini e o tcheco Jiri Novak na Brasil Ride conquistou o título de 2017 com 5min12 de vantagem para Michele Casagrande e Fabian Rabensteiner. Com o resultado, Novak foi o primeiro ciclista a ganhar três títulos nas oito edições. Já Avancini, agora bicampeão de sua prova favorita, proporcionou ao companheiro o encerramento perfeito para uma carreira profissional vitoriosa no esporte.

cyclomagazine cyclomagazine

45 37


SESC

Esporte

VAGAS LIMITADAS PARA ETAPA GAÚCHA

No dia 26 de novembro ocorre a etapa final do 13o Circuito Nacional Sesc Triathlon, em Tramandaí. A competição possui limite de até 500 vagas. Quem desejar participar deve garantir sua matrícula até 21 de novembro ou enquanto houver disponibilidade. As inscrições possuem valores entre R$ 40 e R$ 180, conforme as modalidades escolhidas, e devem ser feitas no site www.sesc-rs.com.br/triathlon. No Estado, a competição é realizada pelo Sistema Fecomércio-RS/Sesc e engloba as modalidades Natação, Ciclismo e Corrida – havendo a possibilidade de realizar o Duathlon (ciclismo e corrida).

CICLISMO É O MELHOR EXERCÍCIO PARA MANTER A SAÚDE Um estudo publicado pelo British Medical Journal informa que se locomover de bicicleta diariamente, para ir ao trabalho ou à escola, reduz em 52% o risco de sofrer doenças sérias do coração e em 40% o risco de câncer se comparado a outras atividades físicas, como andar ou correr. Os autores monitoraram durante cinco anos a rotina de trabalho de pessoas divididas em cinco perfis (inativos, ciclistas, andantes e opções mistas de inação/ ciclismo e inação/caminhada). Curiosamente, caminhar até o local de trabalho, reduz em apenas 27% o risco de desenvolver doenças cardíacas (quase metade em comparação ao ciclismo) e em 36% o perigo de morrer por causa delas.

46

BRASILEIRO FAZ CICLOVIAGEM COMPETITIVA PELA AMÉRICA DO SUL

Breno Bizinoto saiu pedalando de Belo Horizonte há um mês e assim vai até novembro do ano que vem. Serão 6 ultramaratonas de mountain bike durante o trajeto, totalizando cerca de 30.000 km pedalados em 14 meses. Este é o desafio imposto pelo atleta SCOTT Breno Bizinoto no projeto Ciclo Sul, que começou no mês passado em Belo Horizonte-MG e vai até novembro de 2018, quando volta à capital mineira para encerrar a cicloviagem.

LUIZ HENRIQUE COCUZZI E DANIELA GENOVESI VENCEM O POWER BIKER

Uma das mais tradicionais provas de MTB Maratona do Brasil, que não era disputada desde 2010, teve um retorno nostálgico e grandioso na cidade que a originou, Passa Quatro, no Sul de Minas. No primeiro dia da Pró, Luiz Henrique Cocuzzi, da equipe Lar Nossa Senhora Aparecida, foi o vencedor da etapa e no Feminino Daniela Genovesi foi a campeã. No segundo dia de prova todas as categorias – Sport e Pro largaram juntas no duríssimo e tradicional circuito de 45 quilômetros do Power Biker. Luiz Henrique Cocuzzi novamente foi o vencedor, e no feminino Daniela Genovesi também repetiu o resultado do dia anterior e conquistou o feminino. Na Categoria Sport o campeão masculino foi Welington Roberto e entre as mulheres foi Viviany Cipriano, ambos da cidade de Passa Quatro.

cyclomagazine


Imagem meramente ilustrativa.

LOTUS CARBON THOR 29 QUADRO SUSPENSÃO DISCO CAMBIO TRASEIRO CAMBIO DIANTEIRO CASSETE FREIOS MOV. CENTRAL PEDIVELA CORRENTE ALAVANCA ABRAÇADEIRA CANOTE GUIDÃO SUPORTE MOV. DIREÇÃO PNEU CAMARA SELIM RODA

THOR EM CARBONO ARO 29 RAIDON 29 AR C/ TRAVA NO GUIDÃO 100MM SHIMANO RT-54 160MM SHIMANO RD-M6000 10 VELOCIDADES SHIMANO FD-M6025 SHIMANO M-5001 10 VELOCIDADES 11X42 SHIMANO HIDRÁULICO M-6000 SHIMANO INTEGRADO BB-52 SHIMANO FC-M6000 175MM 26/36 SHIMANO HG-54 10 VELOCIDADE SHIMANO SL-M6000 20 VELOCIDADES ITM EM ALUMÍNIO 34.9MM C/PARAFUSO ITM EM ALUMÍNIO 31.6 X 400MM ITM EM ALUMÍNIO RETO 680MM X 31,8 ITM EM ALUMÍNIO MTB 90MM X 31,8 INTEGRADO C/ ROLAMENTO H373 29 X 2.10 KEVLAR 29 X 1.90/2.35 V.PRESTA 48MM DDK D156 SHIMANO 29 MT-15

M-6000 2 x 10

www.lotusbike.com.br


“Nosso compromisso é com você e sua bicicleta” LUCAS GARCIA — MECÂNICO

CUIDE BEM DA SUA BIKE: FAÇA O

BIKE

PERFOR MANCE CHECK

shimano.com/bikecheck

Escolher as peças de reposição corretas para sua bike, não é apenas uma questão de detalhe. Por isso recomendo Peças Originais Shimano, desenvolvidas como parte de um sistema totalmente integrado. Uma corrente ou uma pastilha de freio nova podem fazer sua bike parecer nova também. É por isso que você deve insistir em Peças Originais Shimano. Nosso compromisso é com você e sua bicicleta.

SHIMANO ORIGINAL PARTS INSISTA!

Cyclomagazine 221  
Cyclomagazine 221  
Advertisement