__MAIN_TEXT__

Page 1


Editorial O que tem mantido a ascensão significativa do segmento pet enquanto o restante dos mercados experimenta curva em baixo desempenho? Mesmo que ainda não seja possível afirmar com certeza este movimento, tudo leva a crer que seja em função da criação de novas alternativas de produtos. Marcas estreantes oferecem produtos com características similares aos de fabricantes tradicionais, a preços mais acessíveis às camadas sociais C e D, que impulsionaram o crescimento do consumo motivados por incremento nos projetos sociais de governos petistas. Pessoas que trouxeram para o convívio de casa seus pets que habitavam o quintal, deram a eles maior atenção para uma vida mais saudável, ministrando com maior cuidado e observando prazos para as aplicações de vacinas, por exemplo, além de oferecerem alimentos de melhor qualidade. Quando chegou a dificuldade da economia em crise, as substituições foram inevitáveis com uma busca por produtos eficientes, mesmo que não fossem de marcas líderes no mercado. Assim, também, aconteceram oportunidades para empreendedores que investiram e dispuseram para o consumidor suas criações. Alguns se especializaram de tal forma que lançaram produtos para segmentos ainda mais específicos, como gatos, que vem crescendo na preferência dos novos tutores. Acrescenta-se a estas vertentes, o fato de cada vez mais as famílias brasileiras apresentarem novas características, com proles menores e habitação em zonas urbanas, preferencialmente em apartamentos. O antigo hábito de cozinhar para os pets vai sendo abandonado e os alimentos industrializados ganham mais espaço com a sua sofisticação. Não só as rações seguem esta tendência, os petiscos também ganharam sabores mais atraentes com a inclusão de frutas tropicais em sua formulação. O varejo também se especializou por conta destas exigências e pela concorrência que se acirra, tanto pela abertura de grande número de pequenas lojas, quanto em lojas de redes tradicionais e franquias, onde existe um vertiginoso crescimento de pontos de vendas internacionais que visualizam o mercado brasileiro. São conjecturas que ainda deverão ser confirmadas na realidade. No entanto, esperamos que este quadro permaneça, oferecendo condições favoráveis em suas múltiplas atividades acessórias.

Todos nós.

petmagazine

03


Conteúdo

08. Prof. Dr. Marco Antonio Gioso As Leis Espirituais do Sucesso

34. Vininha É preciso reduzir os impactos dos pássaros nas edificações

18. Doctors Vet

Fotos de Capa: Wladimir Monteiro - Doctors Vet

32. Odontologia Veterinária

Expediente

Direção geral Osmar Silva José Haroldo G. Santos

CURSOS LANÇAMENTOS

07 10

SAÚDE NOTAS

Editor Osmar Silva osmar@luanda.com.br

Diretor Comercial José Haroldo G. Santos haroldo@luanda.com.br

Redatores Joelma Farias (MTB 78.793) redacao@luanda.com.br joelma.noticia@luanda.com.br Caroline de Paiva (MTB 70.849) caroline.noticia@luanda.com.br

Publicidade Cleusa Albino cleusa.petmagazine @luanda.com.br Denis Jorge denis@luanda.com.br

Design Editorial Bruno Ricardo Mello dos Santos Diego Igor de Oliveira midia@luanda.com.br arte@luanda.com.br

Administração Dênis Jorge Eric Casemiro Thais Gonçalves luanda@luanda.com.br

14 28

MARKETING

24

Jurídico Dra. Adriana Carla Gomes P. Silva Assessoria Gráfica PavaPrint Impressão Formato Editorial

TAPET VIS

Endereço Rua Joaquim de Almeida Moraes, 273 - Jd. Magali São Paulo/ SP Brasil - CEP: 02844-000 Tel.: + 55 (11) 3921-7609 3921-8069 -www.luanda.com.br

A revista Petmagazine aceita matérias técnicas como colaboração para divulgação de projetos, trabalhos, novos produtos, etc. Os artigos deverão vir acompanhados de fotos ilustrativas com as respectivas legendas e curriculum do autor. A revista não se reponsabiliza por opiniões e artigos assinados que podem ou não expressar a mesma opinião do editor. As opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade do autor. A Petmagazine não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios veiculados, nem por aquisições em função destes. Todos os direitos reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sob pena de procedimentos legais. A revista Petmagazine é uma publicação bimestral da Luanda Brasil Serv. de Publicidade ltda., e tem sua marca registrada no INPI sob o número 820.994.286

GAZ MA IN

Edição 106 - Novembro Dezembro 2017

03 06

@RE

EDITORIAL LITERATURA

E

SEÇÕES


LITERATURA ESTOPINHA - A AUTOBIOGRAFIA DA VIRA-LATA MAIS AMADA DO BRASIL Os leitores vão acompanhar a trajetória da cadelinha que, em função do seu mau comportamento, não conseguia encontrar uma família permanente. Ao ser adotada pelo especialista em comportamento animal Alexandre Rossi, foi reeducada, comprovando que mesmo cães adultos podem ser adestrados e conviver em harmonia com sua família. Nesta obra, que é a primeira autobiografia de um cachorro no país, os fãs de Estopinha ainda vão poder conferir curiosidades e situações engraçadas vividas pela vira-lata. AUTOR: Alexandre Rossi EDITORA: Planeta | www.ciadoslivros.com.br

MEDICINA INTERNA DE FELINOS Renomada e na vanguarda da medicina felina, Medicina Interna de Felinos 7ª edição, é uma obra que agrega valor à biblioteca de todo clínico de pequenos animais. Mais de 100 líderes mundiais na clínica de pequenos animais dão sua visão de especialistas de todo o espectro da medicina interna de felinos. Com textos objetivos, as informações são divididas em onze seções e organizadas de acordo com os sistemas orgânicos, facilitando a consulta. AUTORES: Susan Little EDITORA: Elsevier - Campus | www.elsevier.com.br

PATOLOGIA MAMÁRIA CANINA DO DIAGNÓSTICO AO TRATAMENTO

Resumo dos Principais Resultados Obtidos pelo Grupo de Pesquisa. CNPq: Patologia Mamária Humana, Animal e Experimental – Linha de Pesquisa: Linha de Pesquisa – Patologia Mamária Comparada (1994-2017) Modelo: Canino. AUTOR: Gevanni D. Cassali CO-EDITORES: Enio Ferreira e Cecília B. Campos EDITORA: Medvet | medvetlivros.com.br

NEUROLOGIA CANINA E FELINA Guia amplamente atualizado com foco no diagnóstico e tratamento de casos neurológicos de cães e gatos. A obra original em inglês, a qual foi traduzida, está em sua 3ª edição. Em português, esta é a 1ª edição publicada pela Editora Guará e mantém a tradição pelo esmero editorial. A apresentação de todo o conteúdo conta também com a inclusão de tabelas, fotografias e centenas de ilustrações que incentivam e valorizam uma boa leitura. Uma obra essencial para ser adicionada à biblioteca de todos os interessados em estudar desde os fundamentos da neurologia até o diagnóstico e tratamento de cães e gatos com distúrbios neurológicos. AUTORES: Curtis Wells Dewey e Ronaldo Casimiro Costa EDITORA: Guara | www.lflivros.com.br

06

DIREITOS ANIMAIS E LITERATURA – 2017 A literatura serve como aresta para a discussão jurídica, permitindo um diálogo rico e criativo dentro do direito, inserindo elementos estéticos nas compreensões que costumam ser prioritariamente técnicas e voltadas à aplicação de normas pré-existentes. Esta obra possibilita a insurgência do animal para uma condição que nunca podia ter-lhe sido negada. AUTORA: Bianca Pazzini EDITORA: Lumem Juris | lumenjuris.com.br

CUIDADOS E MANEJO DE ANIMAIS DE LABORATÓRIO 2ª 2017 Livro muito atual. Em sua 2ª edição, a obra reflete as grandes transformações passadas pela ciência em animais de laboratório. A mudança de paradigma conduziu a processo sem volta, que foi a criação de uma legislação específica para regulamentar o uso de animais na pesquisa e no ensino. A Lei Arouca, como é conhecida a Lei 11.794, publicada em 8 de agosto de 2008, e que veio a promover melhorias importantes e significativas na forma como os animais são criados, mantidos e usados, com adoção de critérios, estabelecimentos de normas de maneira a beneficiar a todos. AUTORES: Valderez B. Lapchik, Vanis G. Mattaraia e Gui Mi Ko EDITORA: Atheneu | www.lflivros.com.br


CURSOS TATUAGENS EM PETS

ONCOLOGIA VETERINÁRIA

O aluno saberá como enfeitar os pets depois do banho e tosa e aprenderá novas tendências para cães de pelagem curta tanto para fêmeas quanto para machos. DURAÇÃO: 01 dia LOCAL: Personal Pet Escola - São Paulo (SP) INFORMAÇÕES: www.personalpetescola.com

Um final de semana por mês em diversos horários. Aulas teóricas e práticas e discussão de casos. Os profissionais em veterinária terão provas escritas mensais e participação. Apresentação de monografia no final do curso. INÍCIO: 24 E 25 DE MARÇO DE 2018 LOCAL: Bioethicus - Botucatu (SP) INFORMAÇÕES: www.bioethicus.com.br

PÓS-GRADUAÇÃO EM CIRURGIA DE PEQUENOS ANIMAIS O curso traz o conhecimento para concretizar os aspectos práticos da cirurgia na rotina do médico veterinário. Permite o aprimoramento em técnicas cirúrgicas mais simples até às mais complexas. Serão abordados desde os fundamentos da cirurgia, procedimentos cirúrgicos importantes e presentes na rotina, cirurgias oncológicas, reconstrutivas, ortopédicas, abordando também conceitos importantes para quem atua na área. INÍCIO: a consultar LOCAL: Equalis, nas unidades: Recife (PE), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Curitiba (PR) e São Paulo (SP) INFORMAÇÕES: www.equalisveterinaria.com.br

AUXILIAR VETERINÁRIO

Destina-se a pessoas interessadas em conhecer a rotina de um estabelecimento veterinário e abrir perspectivas de mercado de trabalho. INÍCIO: a consultar LOCAL: Rede Unipet, Nas Unidades - São Paulo (SP), Santo André (SP), Goiânia (GO), Rio De Janeiro (RJ), Florianópolis (SC), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Salvador (BA), Manaus (AM), Campinas (SP), São José Do Rio Preto (SP), Brasília (DF), Santos (SP), Guarulhos (SP). INFORMAÇÕES: www.redeunipet.com.br

PÓS-GRADUAÇÃO EM CARDIOLOGIA VETERINÁRIA É voltado ao profissional que realmente quer se aprofundar na área, com conhecimentos que farão a diferença na vivência clínica nesta especialidade tão desafiadora e frequente na casuística da clínica veterinária. O curso contempla importantes módulos teóricos aliados com módulos práticos de treinamento para capacitar o aluno a atuar nas diversas complexidades inerentes desta especialidade, com amplo conhecimento das doenças cardiovasculares de cães e gatos e das condutas terapêuticas para cada caso. A carga horária deste Curso de Especialização é de 500 horas (360 horas aula + 140 horas destinadas ao TCC). INÍCIO: 31 de Março de 2018 LOCAL: Equalis Polo Uningá - São Paulo (SP). INFORMAÇÕES: www.equalisveterinaria.com.br

ESPECIALIZAÇÃO ENDOCRINOLOGIA E METABOLOGIA DE CÃES E GATOS Curso destinado exclusivamente a médicos veterinários. Acadêmicos cursando último semestre do curso de graduação em Medicina Veterinária também podem participar do processo seletivo. PRIMEIRO curso de especialização (pós-graduação lato sensu) na área de endocrinologia da América Latina. O curso está de acordo com as diretrizes do Ministério da Educação e Cultura (MEC) – carga horária exigida de atividades presenciais, além das destinadas a monitorias, práticas profissionalizantes supervisionadas, estudo individual e confecção do trabalho de conclusão de curso, totalizando mais de 500 horas. INÍCIO: Fevereiro / 2018 LOCAL: ANCLIVEPA - SP TÉRMINO: Fevereiro / 2020 INFORMAÇÕES: www.anclivepa-sp.com.br

TÉCNICO EM VETERINÁRIA Com o curso, o aluno estará habilitado a auxiliar o médico veterinário em clínicas e hospitais, nos procedimentos de assistência aos animais e organização dos ambientes. Conhecerá toda a estrutura, organização e rotina da área veterinária, em clínicas veterinárias, hospitais veterinários, laboratórios de análises clínicas e de imagem, centro de zoonoses, hípicas e outras. O ensino terá como base o estudo de anatomia, fisiologia, patologia, farmacologia e nutrição animal, veterinária médica e cirúrgica, exames laboratoriais e de imagem, reabilitação e recuperação do animal. INÍCIO: Fevereiro / 2018 LOCAL: FAMESP – SÃO PAULO (SP) INFORMAÇÕES: www.famesp.com.br

07


Prof°. Dr. Marco Antonio Gioso FMVZ-USP (www.usp.br/locfmvz)

As Leis Espirituais do Sucesso

Parodio, em minhas palestras, com muita frequência, o prêmio Nobel de literatura, o russo, Alexander Issaiévich Soljenítsin: “O significado da existência terrena, não reside como fomos acostumados a pensar, na prosperidade, mas sim no desenvolvimento da alma humana”. Muitos ficam abismados ao me ouvir ou ler falando disto, pois seus preconceitos sobre mim não admitem eu falar em espiritualidade. Eles fazem uma imagem minha para “classificar-me” em suas mentes, e não fazem a imagem verdadeira que sou. Não é para estes que escrevo este artigo, mas para quem tem mente aberta e não curte julgar os outros, fazer comentários, criticar, fofocar. Pessoas que querem ser Midas, são progressistas, entusiasmadas com o futuro, com suas vidas, não perdem tempo com os outros. Existem muitas leis espirituais, conforme o autor. Todas, porém, chegam a um denominador comum, a lei do Dharma, isto é, um objetivo em mente. Mais do que objetivo, um propósito de vida. Pessoas que têm propósitos de vida verdadeiros, sofrem menos, pois olham para o futuro com esperança. Sabem que existem para cumprir sua missão ou vocação. Em geral, são mais felizes. Dharma é uma palavra do sânscrito, idioma antigo, que significa literalmente “aquilo que sustenta, que mantém”. Quem não achou seu dharma, tem mais dificuldades de existir, sua angústia aumenta, tem certo vazio dentro de si, algo que falta, ou sente-se alguém que não se encaixa no mundo. Quando se descobre seu dharma, a vida muda. Muitos nunca ouviram a palavra, mas sabem da sensação de ter um propósito na vida. O que se poderia discutir é o propósito. Hitler tinha o seu, criminosos também. Este não é dharma, pois dharma tem a ver com espiritualidade elevada, com benevolência, com crescimento, com luz, com elevação da alma, com liberação, com prosperidade. Nunca com agressividade. Enfim, o caminho para a verdade. É incrível conversar com pessoas que acharam seu verdadeiro dharma. Elas são diferentes, especiais. Você não as verá reclamando de nada. Elas aceitam o mundo como é. Não lutam contra o que não podem. Não são, porém, alienadas, apenas não sofrem pela dor do mundo. Sentem dor, mas com paz de espírito. Sabem que a dor é inevitável, mas o sofrimento, é uma escolha. Por isto não julgam, não criticam os outros! Nunca! Não fofocam da vida alheia, nem da sua. Não condenam comportamentos que não sejam seus, pois aceitam as pessoas como são. Isto não quer dizer que pessoas assim aceitam conviver com criminosos, por exemplo. Elas acreditam que eles devem ser presos, e julgados pelos seus atos, mas nunca com ódio no

08

coração. Você não precisa conviver com gente crítica, Sadim, que fofoca, julga pessoas que são diferentes de você. Basta não as chamar para sua casa, para um jantar, festa. Mas também não precisa caluniar ou difamar! Quem sabe seu dharma, o sente verdadeiramente, perde o medo da morte. Sua e de outros. Morre com singeleza, com dignidade, com paz. Entende que o mundo assim o é. Sente o ciclo da vida e da morte. E sente que faz parte deste ciclo. Supera dores e doenças de forma singela, natural. O que aprendi nos últimos anos é que muita gente entende o conceito, mas não consegue realizar a maior viagem do ser humano: a viagem entre sua mente, cabeça, e seu coração. Os poucos que conseguem, “sentem” o dharma, mais que entender. Os cientistas, de forma geral, com muitas exceções, entendem filosofia, conceitos orientais, mas não o sentem. Sentir seu dharma é maravilhoso, traz um preenchimento completo da alma. Os poucos que assim o são, acabam por atrair gente para seu lado, são imãs positivos, emanam energia limpa, saudável, positiva. Os outros querem estar ao lado delas. Quem sente o dharma, aprende a viver o agora. Sabe usar da inteligência da presença. Sabe vivenciar cada momento. Não atende celular quando está com outros, não abre o computador quando brinca com o filho, não lê jornal durante a festa na família. Sabe ser inteligente quando está com outros. Vive o agora. Quem assim vive, não significa necessariamente que se abdica dos bens materiais, pois água, comida e abrigo são necessários para o corpo. Mas sabem e sentem que os “bens materiais” não são o mais relevante para seu propósito. Por incrível que pareça, existem muitos empresários espiritualizados, que encontraram seu dharma, e foi quando suas vidas se transformaram. Eles dizem ter começado a viver de verdade desde então. E adivinha o que ocorreu com seus lados materiais? Prosperaram! Muitos enriqueceram. Viver com seu dharma não quer dizer fazer voto de pobreza, pelo contrário, para alguns, seu dharma pode significar dar empregos, produzir, ajudar outros com casa e comida. Enfim, viver seu dharma significa tornar-se humilde (humildade vem de “húmus”, terra, de onde viemos e para onde voltaremos). É a maior virtude do ser humano, a meu ver. Dharma, humildade, aceitação do ser humano, do mundo, da natureza. A vida passa a ser tão bela, tão energizada, cada minuto passa a ser sensacional. É tão bom viver com um propósito na vida! Renuncie a seu ego, e procure seu dharma. Sua vida e de seus familiares passará a ter outro significado. A decisão é sua!


01

02

03

01 TELA MOSQUITEIRA MAGNÉTICA BLOCK INSETOS A tela mosquiteira magnética Block Insetos impede a entrada de insetos no ambiente, reforçando o cuidado com a saúde da família. Ela tem um exclusivo sistema de fitas magnéticas que possibilita que a tela seja fixada em diferentes tipos de superfície: alumínio, madeira, PVC, alvenaria ou ferro. De fácil instalação, basta ter uma fita métrica, lápis e tesoura para adaptar a tela ao tamanho perfeito da janela. . www.blockinsetos.com.br

04

02 INSETOS VIVOS SAFARI Na região Sudeste, mais de 200 pet shops, lojas de aquarismo ou especializadas em animais exóticos já têm insetos como tenébrios, grilos e baratas nas prateleiras. Os insetos vivos são entregues em embalagens especiais que garantem o consumo em até 30 dias, já a versão desidratada dura muito mais. O cardápio oferecido pela marca é composto por grilo preto (Gryllus assimillis), tenébrio gigante Zophobas morio), tenébrio comum (Tenebrio molitor), barata cinérea (Nauphoeta cinérea) e barata blaberus (Blaberus giganteus).

www.safarinsetos.com.br

10

03 PATÊ DE FIGADO DE FRANGO KORIN

04 BOLSAS DE MÃO COLEÇÃO FOCINHOS OUROFINO

A Korin, empresa top of mind em alimentos orgânicos lança mais um produto sustentável e inovador: o mousse foie, ou Patê de Fígado de Frango. Produzido com fígado de frango orgânico, criado com a certificação de bem-estar animal da Humane Farm Animal Care. O patê pode ser encontrado em embalagens a vácuo de 200g, quantidade ideal para ser consumido em até três dias após aberto. www.korin.com.br

Os modelos são multiuso. Estão disponíveis em seis cores: azul, rosa, amarelo, laranja, roxo e verde. As estampas vêm com três raças diferentes, com cães Border Collie e Westie e o gato Siamês.

www.ourofinosaudeanimal. com


LANÇAMENTOS

05

06

08

07

05 COSMÉTICOS NATURAIS PET DE LUZ O shampoo Divino aposta na substituição do Lauril por ingredientes naturais para proporcionar brilho e limpeza profunda na derme e pelagem, sem causar ardência ou agredir os olhos dos animais. Rico em extratos vegetais e vitaminas, o Condicionador Divino proporciona brilho e hidratação intensa na derme e pelagem, agindo também para intensificar a cor dos pelos. Apresenta Pantenol, vitamina E, vitamina A óleo de coco, extrato vegetais, ceramidas e queratina. www.petdeluz.com.br

06 MODA PET VERÃO AYA TECH A novidade vem da indústria brasileira Aya Tech, que acaba de lançar bandanas de diferentes cores, tamanhos e estampas produzidas com tecidos tecnologicamente tratados para repelir insetos causadores de doenças como leishmaniose, calazar, filariose e doença de chagas, entre outras. As bandanas podem ser usadas em cães, gatos, furões, hamsters, cavalos, pôneis e até mesmo em animais mais exóticos como chinchilas, cacatuas, iguanas e mini pigs, entre muitos outros.

07 SNACKS FUNCIONAIS THE FRENCH CO

08 CASINHA NÚMERO 1 FURACÃO PET

A The French Co, marca de snacks gourmet, com apoio de doutores especialistas em nutrição animal, inovou encontrando uma solução para atender a demanda de pets com alergia a proteínas de carne bovina e frango, e desponta com o lançamento dos bifinhos “Sheepy Sticks”, feito com carne de cordeiro. Estão disponíveis duas opções de sabores: Açaí, Banana e Cúrcuma, e Manga, Abóbora e Cúrcuma. www.thefrenchco.com.br

As novas casinhas são desmontáveis, práticas e de fácil armazenamento. Considerada uma das mais reforçadas e duráveis do mercado pet, também pode ser usada como cama nos dias mais quentes.

www.furacaopet.com.br

www.aya-tech.com.br/lojavirtual

11


LANÇAMENTOS

09

10

12

11

09 ACOPLAMENTO PARA MICRORRETÍFICAS DREMEL A marca de ferramentas do Grupo Bosch, inova e lança um acoplamento para microrretíficas exclusivo para cuidar das unhas de animais de estimação com conforto, sem estresse ou sofrimento. A novidade - Kit Trato para Unhas Pet - é direcionada para aplicações em qualquer animal com garras, especialmente cachorros e gatos, favorecendo o corte sem riscos de machucar o sabugo (veias e nervos dos animais). Conveniente e fácil de usar, o kit envolve um acoplamento especial com capa protetora e discos de lixa. Além disso, ele se encaixa em todos os modelos de microrretíficas Dremel.

www.bosch.com.br

12

10 RAÇÃO SUPER PREMIUM SEM GLÚTEN TOTAL ALIMENTOS Os cães ganharam novo produto da linha Super Premium da Total Alimentos, a Equilíbrio Grain Free, livre de grãos, de glúten, de ingredientes transgênicos e de conservantes, aromatizantes e corantes artificiais. O produto foi elaborado, especialmente, para agradar ao paladar mais primitivo dos cães. É a primeira linha com produtos destinados especificamente para todas as fases da vida de cães miniaturas.

www.totalalimentos.com.br

11 PET BOLHAS DE SABÃO PET GAMES Produto interativo que estimula a visão, o olfato contribuindo para que os animais domésticos exercitem seus comportamentos naturais, como o instinto de caça por diversão. Com sabor de melão, o produto é atóxico e com registro na Inmetro.

www.petgames.com.br

12 ROUPINHAS NATALINAS WE LOVE FOCINHOS O natal já chegou para os pets mais fofos desse mundo. É só conferir na We Love Focinhos o look que vai deixar seu Pet preparado para o natal, de roupa de gala a ajudante de papai noel. A loja virtual também tem presentes para os peludos e seus donos babões.

www.welovefocinhos.com.br


TEMOS TUDO PARA SEU PET COLEIRA ROUPA BRINQUEDO RAÇÃO BISCOITO GELATINA CERVEJA SORVETE MUFFIN BOLO DE CANECA BOMBOM

ARRANHADOR FONTE RASQUEADEIRA KIT HIGIENE SHAMPOO MÁSCARA DE EMBELEZAMENTO SPRAY DESODORIZADOR ANTI PULGA COMEDOURO SUCO CHÁ PARCEIROS: FRETE GRATIS *PARA AS COMPRAS ACIMA DE R$ 150,00

PRODUTOS PARA SEU PET

www.amoraspatinhas.com.br contato@amoraspatinhas.com.br amor_as_patinhas /amoraspatinhas 11 99947-5175

Anúncio Jéssica-2015_210x140.pdf 1 15/07/2015 14:10:15

127 crianças com menos de 5 anos morrem por dia no Brasil.

MUDE ESTA HISTÓRIA! DOE AGORA.

Ligue para: 0300 10 12345 w w w.doeagora.org.br

Em 25 anos de atuação a Fundação Abrinq já beneficiou mais de 8,2 milhões de crianças.


PREBIÓTICOS E PROBIÓTICOS

Os prebióticos são uma importante fonte de nutrição para as bactérias benéficas intestinais. A presença destas fibras também gera substâncias importantes às células intestinais que, quanto mais saudáveis estão, mais nutrientes absorvem. A presença do prebiótico também favorece um ambiente intestinal um pouco mais ácido, mais favorável às bactérias boas ao organismo e menos ao desenvolvimento das bactérias maléficas. A Max Total Alimentos, além de conter níveis adequados de prebióticos, também possui em sua fórmula proteínas de alta qualidade, vitaminas e minerais que proporcionam uma nutrição completa e deixam o animal de estimação com a pelagem sedosa e brilhante.

COMO DIAGNOSTICAR E CURAR A DEPRESSÃO EM PETS

A doença é um distúrbio mental comum entre as pessoas, mas que pode se manifestar, por diversos fatores, também em animais, como cães e gatos. “A principal causa da depressão em PETs, principalmente em cães, é a constante ausência do tutor. Com o cotidiano corrido é normal que os donos tenham de ficar muito tempo fora de casa, deixando o animal sozinho por longos períodos diários, além de fatores que venham a modificar a rotina e o relacionamento entre o animal e dono”, explica a médica veterinária da DrogaVET Bauru, Ana Carla Bruscki. Segundo a especialista, animais depressivos demonstram apatia, falta de apetite e ânimo para brincar e interagir. Dessa forma, os donos devem estar atentos as mudanças de hábitos dos PETs e a atitudes compulsivas como: lamber e morder as próprias patas de maneira excessiva. O ideal é estar sempre atento às mudanças comportamentais dos PETs, garantindo um diagnóstico precoce e, consequentemente, melhoria na qualidade de vida e saúde dos seus melhores amigos.

14

NOVEMBRO AZUL

A campanha Novembro Azul serve de alerta para a prevenção do câncer na próstata não apenas nos homens, como também nos animais. A doença não escolhe raça e nem tamanho. Quando o animal não é castrado, a próstata pode sofrer modificações por conta de hormônios e desenvolver o câncer. Normalmente isso ocorre nos cães após os 8 anos de idade. Por isso a melhor forma de prevenção é castração e a visita periódica ao veterinário.


SAÚDE

CÃO DIABÉTICO

De acordo com estudos, um em cada 100 cães com mais de 12 anos provavelmente desenvolverá diabetes. Logo, quanto mais cedo a doença for diagnosticada, mais qualidade de vida o pet terá. Os cães diabéticos precisam de uma rotina diferente dos outros pets. Eles exigem cuidados especiais e muita dedicação do tutor. “A perda de peso, o excesso de urina e a ingestão exagerada de água ou de ração são os principais indícios da diabetes mellitus e exigem a avaliação de um veterinário”, explica o médico veterinário da Equilíbrio e Gerente Técnico Nacional da Total Alimentos, Marcello Machado.

HORA DO BANHO

Quem opta por banhar o pet em casa precisa estar atento a alguns detalhes para que o momento de interação com o bicho não se transforme em problemas de saúde. Utilizar o shampoo especifico para o tipo de pelo é a primeira medida. O indicado é que a temperatura da água seja sempre de morna para fria, em intervalos mínimos de 15 dias (exceto para raças muito peludas), mesmo em dias quentes. Também é recomendado o uso de algodão nos ouvidos para evitar a umidade, assim como a secagem correta e escovação dos pelos.

PEIXES TAMBÉM SE ALIMENTAM DE INSETOS

Existem algumas espécies denominadas onívoras cuja alimentação consiste basicamente em insetos (terrestres e aquáticos), vegetais (terrestres e aquáticos), e microcrustáceos. Esses peixes possuem o organismo adaptado para receber esses alimentos. O ideal é proporcionar a essas espécies uma dieta balanceada com rações industrializadas e insetos vivos ou desidratados. “A oferta de larvas de tenébrios vivas pelo menos três vezes na semana enriquece a alimentação e resgata o instinto de caça dos animais já que elas têm alto teor de proteína, ácidos graxos e minerais de alta digestibilidade”, explica o engenheiro agrícola e proprietário da Safari Insetos, Eduardo Matos. Entre as espécies de onívoros podemos citar o Paulistinha ou zebra, Kinguio ou Japonês, Peixe Mexerica, Tetra Negro e o Tetra Neon.

OS RISCOS DO TABAGISMO PARA OS PETS

Assim como nos humanos, o tabagismo causa uma série de problemas de saúde para os animais de estimação. Segundo Jorge Morais, veterinário e diretor da rede Animal Place, os pets que convivem com tutores tabagistas são considerados fumantes passivos e podem desenvolver doenças respiratórias, tais como asma, bronquites, broncopneumonia, cardiopatias, tumores em parênquima pulmonar e diminuição de capacidade respiratória. Por isso é importante que o tutor evite fumar no mesmo ambiente onde o pet costuma ficar e que o leve em uma clínica para fazer check-ups semestralmente.

15


MSD SAÚDE ANIMAL AMPLIA COMPROMISSO DE COMBATE À RAIVA

No 28 de setembro, Dia Mundial contra Raiva, há doze anos, a Aliança Global para o Controle da Raiva, juntamente com as organizações de saúde em todo o mundo, estabeleceu a meta de eliminar a raiva humana transmitida pelos cães até 2030. Neste Dia Mundial contra a Raiva, o marco intermediário até 2030, a MSD Saúde Animal continua a luta contra a doença por meio da doação de NOBIVAC®, sua vacina contra a raiva, e outros recursos para o Projeto Afya Serengeti e Mission Rabies, organizações que trabalham para eliminar esta doença nas regiões mais ameaçadas do mundo. Em mais de 20 países participantes, quando proprietários de animais de estimação e veterinários escolhem as vacinas NOBIVAC® contra a raiva, permitem que a MSD Saúde Animal faça uma doação de vacina antirrábica para a Mission Rabies e para o Projeto Afya Serengeti. Até o atual .

COMO OS CÃES ENXERGAM?

Com menos cores, mas com uma visão periférica poderosa, os pets veem o mundo de uma forma única. Em preto e branco, cinza, com apenas duas cores, muitos são os mitos em torno da visão dos cães, porém o fato é que os pets realmente enxergam o mundo de forma diferente dos humanos. “Os cones, células sensíveis às cores que estão presentes na retina dos cães, detectam apenas algumas tonalidades, assimilando o restante como sendo cores repetidas. Além disso, os cães não enxergam o vermelho e o verde”, explica a Veterinária da Ceva Saúde Animal, Priscila Brabec. Apesar de verem menos cores, os cães possuem uma visão periférica superior à dos humanos, o que faz com que consigam enxergar objetos que estão fora de seu campo de visão, principalmente quando estão em movimento.

AÇÕES DE CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE A LEISHMANIOSE

FISIOTERAPIA EM ANIMAIS

Assim como os humanos, os animais também podem se lesionar, seja em condições normais, como brincar, correr ou pular, por questão de doenças, hereditárias ou adquiridas, e até por conta da idade. Para tratar dessas lesões, existem os médicos veterinários, que são especializados em fisiatria e fisioterapia animal. Criadas no Brasil em meados do ano 2000, as duas especialidades lidam com avaliação e tratamento de doentes cuja capacidade funcional esteja limitada.

16

Segundo dados do Ministério da Saúde, anualmente cerca de 3 a 3,5 mil pessoas são contaminadas pela zoonose. Os dados também mostram que cada caso humano registrado da doença equivale a 200 cães infectados. A doença é transmitida para os animais através da picada de um flebótomo infectado. Para estimular a conscientização sobre a enfermidade, a Ceva Saúde Animal patrocinou e esteve presente no XVIII Simpósio Internacional de Leishmaniose Visceral Canina, realizado em Belo Horizonte (MG). A Ceva Saúde Animal conta com dois produtos desenvolvidos exclusivamente para o combate da leishmaniose, a Leish-Tec e o Vectra 3D.


SAÚDE

POR QUE OS GATOS DEIXAM A RAÇÃO NA BEIRA DO POTE?

Para o médico veterinário da Max Cat e Gerente Técnico Nacional, Marcello Machado, tudo isso ocorre devido ao excesso de sensibilidade nos bigodes, os felinos se irritam quando estes encostam na borda de pratos e potes de ração. “Pode parecer frescura ou que está sem fome, mas o motivo é a ‘Fadiga dos Bigodes’ que confunde as informações que enviam ao cérebro sobre o ambiente em que se encontram”, declara Machado. Os bigodes também são capazes de detectar a menor mudança de direção do vento, ou ondas de som e vibrações. “Por isso, é importante encontrar uma melhor forma de alimentá-lo, um pote adequado e não o estressar, caso ainda persista a dificuldade da alimentação, é importante procurar um veterinário”, finaliza.

A IMPORTÂNCIA DE ESCOVAR OS DENTES DO PET

A doença periodontal é uma afecção que atinge a gengiva e os dentes dos caninos e felinos, e geralmente é causada pelo acúmulo de tártaro ao longo dos anos. A especialista da Hercosul Alimentos, Dra. Laís Alarça, explica que o problema é progressivo, ou seja, tende a piorar com o tempo. “Como os humanos, os animais também acumulam placa bacteriana e isso uma série de problemas desde dor moderada, perda dos dentes e até uma infecção mais grave”, diz. Segundo a médica veterinária, há algumas formas de prevenir essas doenças e devem ser feitas em conjunto. Uma é levando o animal ao consultório para limpeza de tártaro a cada seis meses e a outra pode ser escovar os dentes dos cães.

CUIDADOS COM OS PETS NAS FESTAS

GATOS PODEM DESENVOLVER PNEUMONIA

É preciso ficar atento às mudanças de hábitos dos bichanos para que a doença não passe despercebida, pois, quando tratada rapidamente, há chances de recuperação. A infecção nos pulmões dos felinos pode levar a óbito em poucos dias. A pneumonia bacteriana felina geralmente é uma consequência de infecções causadas por vírus, como os da rinotraqueíte, calicivirose ou imunodeficiência. A rinotraqueíte lembra uma gripe, e é causada pelo herpesvírus. As vacinas da Zoetis, Felocell CRV e a Felocell-C, protegem os bichanos de diversos males que compõem o chamado complexo respiratório felino, como a rinotraqueíte, a calicivirose, além da panleucopenia, que é uma doença gastrointestinal.

As festas de fim de ano estão chegando e nessa época, aumenta em 30% o número de animais nos hospitais veterinários e uma das principais causas do problema é a ingestão de alimentos destinados ao consumo humano. Cientistas afirmam que, em geral, os gatos não se interessam por doces. Na verdade, a preferência do gato é o sabor da proteína animal. A Naturalis apresenta uma maneira saudável e 100% natural de oferecer sabores adocicados para os cães e gatos, pois possui pedacinhos de frutas desidratadas (mamão e maçã). Também possui uma versão com verduras (cenoura, ervilha e batata-doce).

17


CAPA

NA BASE DO EMPREENDEDORISMO E DA CONFIANÇA MÚTUA, DISTRIBUIDORA SE CONSOLIDA NO MERCADO PET

18


equipe Luanda

Caroline Paiva

SUCESSO DEBUTANTE W ladimir Monteiro trabalhava para a SP Cães com o seu então gerente Carlos Cesar Ferreira Margato, quando foi convidado por ele a abrir sua própria distribuidora. Desse modo poderiam trabalhar com o laboratório Agener, sem que os produtos entrassem em conflito com outra marca já comercializada por eles. Foi então que em setembro de 2002, iniciaram o processo de abertura de empresa e no mês de outubro a Doctors Vet estava oficialmente no mercado. Inicialmente contavam apenas com dois laboratórios parceiros: Agener União e Vetbrands do Brasil que hoje é a Ceva. “No início eramos eu e mais uma pessoa no faturamento. Depois consegui mais um colaborador com o qual eu dividia as áreas de atuação para as vendas”, relembra Wladimir. Daí em diante a empresa foi conquistando seu espaço e a confiança dos clientes, e evoluindo à medida em que o mercado pet também decolava. Atualmente, com seus 15 anos recém-completados, a Doctors Vet é focada na distribuição de medicamentos para cães e gatos, sempre priorizando a exclusividade. “A estratégia da empresa é trabalhar com campos fechados, com parceiros que acreditam no nosso trabalho e nos dão exclusividade nessa parceria”, explica ele. Além da Agener União, parceira durante todos esses anos, Brower, Centagro e Mundo Animal são algumas das outras nove marcas comercializadas atualmente, cujos produtos abastecem as regiões Oeste, Noroeste e Norte de São Paulo, e mais as cidades ao seu redor, como Guarulhos, Mairiporã, Cajamar, Santana de Parnaíba, Barueri, Osasco, entre outras. Formado em Administração e com uma experiência de 28 anos no mercado pet, Wladimir não foi nenhum aventureiro. Iniciou no segmento em 1989 com a abertura de um clínica veterinária na Avenida Inajar de

Souza e em seguida outra na Cantídio Sampaio, ambas na zona Norte de São Paulo. Em paralelo passou a trabalhar também com vendas, na Salvac, distruidora da Bayer, onde saía a campo para vender. Em junho de 1997 recebeu a oportunidade de trabalhar na SP Cães, que distribuía Purina e Virbac, onde permaneceu por 5 anos até fundar a Doctors Vet. Depois de acompanhar todas as oscilações no segmento, o boom do mercado pet em meados dos anos 90 e resistir aos períodos de recessão econômica, o empresário não se considera um especialista no ramo. “Tenho muito o que aprender ainda. O segmento mudou muito durante esses anos. A gente quebrou alguns paradigmas, como o de trabalhar com ração. Vim de uma época em que as pessoas davam bofe para os cães e comparavam o preço da ração com o preço da picanha. Hoje em dia as pessoas reconhecem a importância de dar uma boa ração para o animal. O cenário muda a todo o momento,” compara ele. Em termos de medicamentos a realidade atual também é outra. O consumidor final não hesita ao pagar pelos remédios em caso de doença dos pets. “Antigamente as pessoas davam chá de folha de goiaba para cortar diarreia. Hoje em dia não se importam muito se vão pagar R$ 50 ou R$ 100 pelo medicamento,” explica. De acordo com a Associação Brasileira de Produtos para animais de Estimação (Abinpet), entre os segmentos da indústria para animais de estimação, o Pet Vet (produtos veterinários) corresponde a apenas 7,8% do faturamento do mercado, mas teve o maior crescimento do setor nos últimos dois anos, 6,7%. Embora já ocupe o terceiro lugar na lista dos países que mais faturam no mercado pet, Wladimir acredita que o Brasil ainda esteja engatinhando, com relação aos outros países, como Estados Unidos e Reino Unido.

19


Mesmo com a minha formação em administração eu tive que entender um pouco de veterinária e também ir a campo vender, entender como funciona"

“Temos produtos de qualidade hoje aqui. Mas poderiam vir artigos ou tecnologias novas. Infelizmente, temos um governo que não ajuda. Através do Ministério da Agricultura eles costumam bloquear algumas coisas por questões de patentes ou até criar um protecionismo de uns laboratórios que já existem. Então não permite que outros venham”, conclui ele, enfatizando o potencial do Brasil. No que está ao seu alcance, Wladimir acredita que o segredo para se manter forte no mercado é estar sempre atento às tendências para saber para onde ir. “A gente tem que se aprimorar. Nos meus 28 anos nesse segmento, eu não fiquei parado. Mesmo com a minha formação em administração eu tive que entender um pouco de veterinária e também ir a campo vender, entender como funciona”, diz ele se referindo às clínicas que administrou e ao período que trabalhou como vendedor. “Também fui pioneiro a disponibilizar veículo para transporte dos animais. As pessoas vinham andando longas distâncias com o animal no colo porque os ônibus não podiam transportá-los. Antes disso eu tirava o banco do meu carro para transportar os animais para a clínica. Foi então que eu investi numa Fiorino, que no começo era até confundida com a carrocinha”, relembra enfatizando a importância de se reinventar sempre. Orgulhoso de uma reportagem emoldurada, publicada por um famosa revista, Wladimir explica o título de empreendedor: “Em 1991 fomos a primeira clínica a aceitar cartão de crédito. Além de diminuirmos a inadimplência de cheques e notas promissórias, ainda tivemos um aumento de 30% no faturamento.” Mas além do espírito visionário, sempre que possível o empresário enaltece o trabalho da sua equipe composta por oito funcionários internos, nove colaboradores e dois supervisores.

20

“O sucesso da Doctors é feito por essas pessoas, pessoas que passaram por aqui e cada um que está aqui hoje. Tenho a Solange, gerente-comercial, que é meu braço direito. Sempre quis que as pessoas que trabalhassem comigo fossem tão boas quanto eu, para que eu pudesse aprender todo dia. Se você tiver pessoas medíocres do seu lado, você vai ter resultados medíocres”, revela ele explicando que sua função como proprietário é a de, apesar dos problemas diários, sempre passar coisas otimistas e positivas para manter a equipe motivada. Wladimir conta que orienta aos vendedores a não subestimar nenhum cliente, pois um pequeno comerciante, em alguns casos, pode representar um grande lucro. “Já tive casos de uma portinha representar 20% do meu faturamento, era pontual e pagava a vista. E aquele cara que tinha uma megaloja e não pagava ninguém. Nesse segmento muitas vezes o grande só sabe pedir, acha que apenas nós precisamos deles e eles não precisam de nós. Alguns se esquecem de tudo o que fizemos por eles por anos e simplesmente resolvem comprar direto”, desabafa. Em sua opinião, uma das poucas coisas que mudaram para pior ao longo dos últimos anos foi o comprometimento de alguns clientes. “Nesse mercado são poucos os que honram a parceria que foi feita. Antigamente se falava em negócios feitos “no fio do bigode” que era na base da palavra. O que era dito era honrado”, conclui. Ironicamente, ao longo de 15 anos de mercado, a precursora Doctors Vet parece ter sido realmente construída sobre os pilares de um valor que caiu em desuso, a confiança. A confiança que a empresa espera que os parceiros depositem no seu trabalho. A confiança nos acordos com os clientes e na confiança que a empresa possui nos seus colaboradores.


José Pio Martins, economista, é reitor da Universidade Positivo.

O BEM QUE DERIVA DO MAL Em nossa vida, uma coisa importantE é o quE obtEmos. porém, mais importantE é como obtEmos. EssE adágio sE aplica a situaçõEs divErsas Em Economia, E faz partE dE Estudos

o medo da hiperinflação reapareceu. Hoje, o pânico passou e a inflação deve ficar abaixo da meta do Banco Central, que é de 4,5%.

sobrE o rEsultado das açõEs humanas E a forma como tais

Atualmente, estamos presenciando certa euforia com a inflação baixa. Entretanto, há um problema com as razões que levaram à redução no índice de preços. Se estivesse baixa em um ambiente de crescimento econômico e reduzido desemprego, daria para dizer que temos um bem assentado em causas boas. Entretanto, a inflação está baixa em 2017 depois de três anos de recessão pesada – o Produto Interno Bruto (PIB) do ano 7,4% menor do que era em 2013 – e desemprego de 14,2 milhões de trabalhadores, sobre um total de 103,6 milhões de pessoas em condições de trabalhar.

açõEs são ExEcutadas.

Atualmente, o Brasil está vivendo uma situação em que tal raciocínio se aplica. Durante anos, o país foi esmagado pela inflação e sua versão mais demolidora: a hiperinflação. Hoje, a inflação está controlada em níveis baixos – o que é bom –, mas cabe perguntar se não se trata de um bem derivado de um mal. Comumente definida como um processo de aumento generalizado e contínuo de preços, a inflação foi um dos estopins da queda do presidente João Goulart, em 1964. No ano anterior, a inflação chegara a 78% e desorganizou o sistema de preços, lançou a economia em recessão e empobreceu os assalariados. Alguns economistas definem que há hiperinflação quando o índice anual de preços passa dos 50%. Outros acham que ela ocorre quando os preços sobem acima dos 100% ao ano. O Brasil conseguiu controlar aquela inflação de 1963, mas em 1974 o monstro voltou e os preços subiram 34%. Em 1979, a inflação atingiu 78%, o mesmo índice de 1963, e o Brasil começou uma fase de hiperinflação, que acabaria resultando em cinco planos econômicos nos governos Sarney, Collor e Itamar Franco, na tentativa de combatê-la. Foi somente em 1994, com o Plano Real, que o país conseguiu vencer a hiperinflação e iniciar uma fase de estabilidade de preços. Após 1994, parecia que o monstro da inflação havia deixado o Brasil. Mas inflação não morre. Apenas adormece, sempre pronta a atacar quando é cutucada. Desde 1996, a inflação não passa de um dígito, à exceção de 2002, quando foi de 12,5%, e depois em 2015, quando chegou a 10,67%. Esse histórico deixou os agentes econômicos assustados no início do segundo governo Dilma, quando a inflação subiu em 2015, e

22

A inflação baixa é boa para a nação, mas, se deriva de produção baixa e desemprego alto, ela não é estável. Há dúvidas quanto à capacidade da economia em manter a inflação baixa quando o produto nacional voltar a crescer e o desemprego cair. Alguns analistas acreditam que a inflação pode voltar a subir, pois há variáveis macroeconômicas – como déficit do setor público, controle da dívida governamental e expansão monetária – que não dão mostras de melhoras e vão pressionar a inflação para cima. Se um sujeito emagreceu se exercitando numa academia, é uma coisa boa. Se outro emagreceu porque ficou doente, é uma coisa ruim. A inflação brasileira caiu porque o país adoeceu (recessão e desemprego). A recessão até ajuda a combater a inflação, desde que sejam feitos os ajustes fiscais e monetários. Sem isso, é sucesso não sustentável.


35ª Feira Internacional para Produtos Pet

Nuremberg, Alemanha: 8.-11.5.2018 Nova Data! De terça-feira à sexta-feira

Maior variedade do mundo de Produtos e Serviços para a Linha Pet e Veterinária Últimas tendências e ampla gama de produtos: na feira líder mundial você encontra 40.000 visitantes comerciais para obter uma visão geral única dos produtos e serviços inovadores disponíveis - exatamente o que você precisa para enriquecer sua linha de produtos e aumentar suas receitas.

Mercado Dinâmico B2B: ˚ ˚ ˚ ˚ ˚ ˚

1,800 expositores (82% internacionais) Novos lançamentos e marcas de nicho Marcas líderes de Mercado Contatos comerciais pertinentes Troca de experiências 115,000 m2 de área de exibição

Esperamos por você! Mais informações disponíveis em T +49 9 11 86 06 - 49 69 ou interzoo.com Apenas para profissionais do setor

Siga-nos twitter.com/Interzoo_fair linkedin.com/groups/Interzoo-7450852 youtube.com/user/Interzoofair

Organizador

Patrocinador

Organização


1

3

2

4

5

24

6


MARKETING

1Riviera dos cães

Localizada na zona oeste de São Paulo, a empresa oferece uma ampla estrutura de dois andares, com capacidade de divisão em cinco áreas independentes, todas separadas por rampas e grades. A área interna do local comporta sala de banho seco e molhado, sala de alimentação com baias individuais, corredor de segurança, onde são guardados os pertences dos pets, e um amplo salão interno, onde os cães podem brincar em dias de chuva, descansar e relaxar após o almoço com cromoterapia e dormir acompanhados de seus amigos. O local reconhecido pelos tutores como o paraíso dos pets. Os cães podem frequentar diariamente a creche e também pernoitar no hotelzinho, sempre com acompanhamento veterinário.

Cobasi inaugura loja Pet&Fácil na zona sul de São Paulo 2Grupo

Pioneira no conceito de mega loja voltada a produtos para animais de estimação no Brasil, a marca inaugura na Av. Dr. Ricardo Jafet, uma das principais vias da zona sul de São Paulo, uma unidade Pet&Fácil. A Pet&Fácil é o modelo compacto da Cobasi, ideal para quem procura uma compra rápida, mas com a mesma qualidade nos produtos e o mesmo padrão de atendimento encontrado nas lojas Cobasi, proporcionado por funcionários treinados para atender e explicar sobre os produtos, ajudando na decisão de compra.

3Cobertura específica de seguro

A procura por pet shops e clínicas especializadas em cuidados com a higiene e saúde dos animais de estimação cresce ano a ano no Brasil. Só em 2016, de acordo com a ABINPET, o setor movimentou R$ 18,9 bilhões. Mas o empresário desse segmento deve conhecer as exigências, responsabilidades e riscos específicos, quando o assunto é cuidar dos bichinhos, do banho à tosa, saúde e guarda temporária dos animais. Para auxiliá-los a AIG Seguros, oferece aos empreendedores do segmento de pet shop o Seguro Empresarial com coberturas específicas para o seu negócio. Este modelo de seguros é destinado a pequenos e médios estabelecimentos, em linha com o levantamento do Instituto Pet Brasil (IPB), que constatou que a imensa maioria dos estabelecimentos se enquadra na categoria de MPMEs, com faturamento anual entre R$ 60 mil e R$ 250 mil.

Bagó comercializa vacina Bioraiva Pet 4Biogénesis

A marca amplia o seu portfólio no Brasil, e a partir de novembro será a responsável pela comercialização da Bioraiva Pet em todo o território nacional. Contendo suspensão de vírus rábico inativado, a vacina imuniza e previne cães e gatos da doença, que é considerada fatal em quase 100% dos casos. Este é o primeiro produto da linha pet da Biogénesis Bagó, que já comercializa a mesma vacina, mas para imunizar grandes animais.

5Expansão da franquia Petland

A conversão de bandeira em diversos segmentos do varejo e serviços, tem impulsionado o crescimento de muitas redes de franquia no Brasil e no mundo. Assim tem sido com a Petland, marca americana de franquia para pet shop, com operações em 19 países. Das 54 lojas, entre abertas e em construção, cerca de 15% são convertidas. Aberta há cinco meses no bairro da Mooca, zona leste de São Paulo, a loja de 200 m2 situada à Av. Paes de Barros, nº 342, recebeu investimentos de R$ 160 mil para se adequar ao padrão das unidades da rede Petland. Os resultados antes e depois da conversão de bandeira confirmam a evolução do faturamento em mais de 80% e também do fluxo de clientes, que saltou de 2.367 para 3.355.

da Zoetis cresce 9% no terceiro trimestre de 2017 6Receita

A receita da Zoetis, líder mundial em saúde animal, foi de US$ 1,3 bilhão no terceiro trimestre de 2017 – um aumento de 9% em comparação com o mesmo período de 2016. O lucro líquido foi de US$ 298 milhões. Já o lucro líquido ajustado totalizou US$ 322 milhões – uma alta de 25% na comparação com o mesmo período –, excluindo-se o impacto de ajustes contábeis de compras, custos de aquisição e outros itens relevantes. A companhia obteve, ainda, um crescimento de 8% na receita operacional do terceiro trimestre deste ano, comparado com o mesmo período do ano passado.

25


MARKETING de Cãompo inaugura suítes de luxo para cães 7Clube

Para melhorar ainda mais o bem-estar dos cães que se hospedam no Clube de Cãompo, o espaço acabou de inaugurar novas suítes de luxo para os animais. O novo espaço conta com 30m² de área exclusiva para cada pet, ventilador e quintal acoplado. Além disso, para manter a tranquilidade dos donos que deixam os cães no clube, todas as alas vips contam com monitoramento online, permitindo que os proprietários observem seus pets à distância pelo celular. Cerca de 60 cães já se hospedam diariamente no Clube de Cãompo e a novidade tem agradado os proprietários que podem oferecer ainda mais conforto para seus animais.

7

Pet inaugura Academia Judog 8Padaria

A Padaria Pet inaugura novo serviço, o JuDOG, técnica de adestramento inspirada na filosofia do judô como arte marcial. Em parceria com a Animalz®, empresa especializada em adestramento, será a primeira iniciativa no País a oferecer o “judô” para cães. A técnica é oferecida em aulas de grupos, sempre na presença do dono, e não será praticado como esporte de combate, mas sim com o objetivo de contribuir para que o animal fique mais calmo, equilibrado, menos agitado e tenha autocontrole no dia a dia, independentemente do que lugar que esteja. São 10 trocas de faixas que duram de 6 a 8 semanas cada uma e duas aulas semanais por turma, com quatro cães a depender do porte.

8

realiza ação promocional no Programa Raul Gil 9PetBrilho

9

A Petbrilho - linha de higiene e educadores para pets, do Grupo Interbrilho – está realizando uma ação promocional no Programa Raul Gil, para divulgação de seus produtos com um kit criado especialmente para o programa. Os produtos estão sendo anunciados todos os sábados entre os quadros da atração, que é uma das principais da programação do SBT. Para a ação, empresa lançou o Kit Petbrilho 3x1, que conta com um Shampoo Neutro, Colônia Baby e de brinde: um comedouro, que estará à venda em petshops e redes de supermercado de todo o país.

de conscientização sobre Leishmaniose 10Ações

10

26

Para estimular a conscientização sobre a enfermidade, a Ceva Saúde Animal patrocinou e esteve presente no XVIII Simpósio Internacional de Leishmaniose Visceral Canina. O encontro aconteceu em Belo Horizonte e reuniu profissionais do setor para discutir a situação da zoonose no Brasil. Além da participação em eventos especializados, a Ceva Saúde Animal está realizando uma série de palestras e ações regionais para estimular o debate sobre a leishmaniose em diversas cidades do Brasil.


PET DAY

ZONA SUL DE SÃO PAULO TERÁ CENTRO DE CONTROLE POPULACIONAL ANIMAL

O prefeito da cidade de São Paulo, João Doria, anunciou uma nova parceria com a Associação AMPARA Animal para a criação de um Centro de Controle Populacional Animal. O local será construído em um terreno na Avenida Professor Vicente Rao, Zona Sul de São Paulo, e terá capacidade para a realização mensal de aproximadamente 1.000 cirurgias de castração. O atendimento prestado será gratuito e exclusivo para o controle da superpopulação de cães e gatos no município, atendendo uma das demandas mais solicitadas pelos defensores da causa animal e evitando problemas de saúde pública.

28

Diversos estudos já comprovaram os inúmeros benefícios que a relação entre os humanos e seus animais de estimação pode oferecer. Muitos deles apontam que até mesmo no ambiente corporativo essa troca de carinho pode trazer vantagens. Seguindo a ideia, a empresa de Tecnologia da Informação de Blumenau (SC), WK Sistemas, implantou o Pet Day, um dia onde os colaboradores podem levar seus pets para o local de trabalho. A iniciativa que começou em 2015 é realizada anualmente. Durante a ação desse ano a empresa mobilizou colaboradores e comunidade para que doassem ração. As doações foram destinadas ao Sítio Dona Lúcia, uma associação sem fins lucrativos que resgata e acolhe animais abandonados e/ou vítimas de maus-tratos.


NOTAS PESQUISA MOSTRA COMO TUTORES LIDAM COM A VELHICE DOS PETS

Um novo estudo, publicado no mês passado no Jornal de Gerontologia: Ciências Biológicas (Journal of Gerontology: Biological Sciences), da Oxford Academic (EUA), mostra que os sistemas imunológicos dos cães mudam à medida que envelhecem, o que significa que eles terão uma capacidade reduzida de responder a infecções ou estresse. Para completar o cenário uma recente pesquisa da Mars Petcare analisou como os tutores de cães do mundo todo cuidam de seus animais de estimação idosos e descobriu que 1 em cada 5 tutores de cães atualmente possui um cão idoso.

O CÃO É A CARA DO DONO: MOTIVOS CIENTÍFICOS O zootecnista e especialista em comportamento animal, Renato Zanetti, explica que há alguns fatores que determinam o temperamento do pet, como genética, ambiente e aprendizagem. Porém, mesmo esses elementos sendo determinantes para a personalidade do cão, eles não atuam de maneira proporcional. Se desde que nasceu o cão for esperto, destemido e brincalhão, é porque ele tem uma genética muito ativa. Se a família for animada, brincar sempre com o cão, mantendo uma interatividade constante com o pet, ele também terá o fator ambiente, que faz com que ele continue elétrico, explica Zanetti.

GATA PERSA BRASILEIRA É ELEITA MELHOR DO MUNDO A perfeição felina tem nome e sobrenome que parecem estrangeiros, mas são “made in Brazil”: BR* Lotie Katniss Everdeen. A pequena gatinha de 9 meses de idade faturou o primeiro lugar no campeonato mundial de gatos, o FIFé World Show, realizado na Holanda. Thais Mota Lote e Luís Otávio Reis Credie, do Gatil Lotie, são os “pais” orgulhosos da felina, que atingiu nota máxima e desbancou todos os competidores de sua categoria (melhor filhote de 7 a 10 meses da categoria I). Geneticamente, Katniss é filha de outro campeão mundial: BR* Lotie Charlie Brown, consagrado na competição de 2016, e também é neta de campeão: BR*Ghattas Blackjack of Lotie.

BAYER LANÇA “LICENÇA PETERNIDADE” A marca promoveu campanha de adoção e conscientização sobre a importância dos cuidados com os animais. A iniciativa, realizada em parceria com a rede de pet shops Petz, integrou ao calendário de atividades o Dia do Bem-estar Animal, data criada pela empresa em 2014 para reforçar o amor e respeito a todos os animais. Com a campanha cachorros e gatos da ONG Projeto Cel (parceira do projeto Adote Petz) ganharam um novo lar. Os colaboradores que adotaram um mascote, ganharam direito à licença Peternidade. Com o benefício, os adotantes tiveram o dia seguinte a ação de folga para se dedicarem totalmente à adaptação com o novo pet.

29


CURSO ONLINE SOBRE FILHOTES

O especialista em comportamento animal Alexandre Rossi preparou o curso online “Passo a passo para educar filhotes de cães”, que acaba de ser lançado no site da Cão Cidadão. Nele, o tutor pode aprender a como educar o filhote no conforto do seu lar e na companhia do seu melhor amigo, sem se preocupar em sair de casa.

NO BRASIL POPULAÇÃO DE GATOS IRÁ ULTRAPASSAR A DE CÃES

Um levantamento feito pelo IBGE em parceria com a Abinpet, mostrou que o Brasil tem a segunda maior população de pets do mundo, com 22,1 milhões de felinos e 52,2 milhões de cachorros. O ponto mais interessante é sobre a população de gatos, que se multiplica em maior proporção e deve predominar em menos de dez anos. O Brasil é um dos poucos países no mundo em que o cão ainda é o companheiro preferido, mas segundo a Abinpet a verticalização dos grandes centros e a mudança no estilo de vida das pessoas são fatores que fazem com que os brasileiros optem por um animal de estimação mais independente e de fácil adaptação aos ambientes menores.

30


NOTAS

EVENTO REÚNE 120 GATOS DE 15 DIFERENTES RAÇAS Realizado pela PremieRpet® em com o Clube Brasileiro do Gato, uma edição extra do evento encerrou a temporada 2017 e contou com a presença de 120 bichanos de 15 raças diferentes no Tênis Clube Paulista, em São Paulo. Entre as raças presentes estava o Lykoi, raça inédita apresentada pela primeira vez na última edição do evento, apelidado de “gatinho lobisomem”. Junto com Lykoy, outros gatos encantaram e despertaram a curiosidade dos visitantes, como o raro Selkirk Rex, que tem a aparência de um Persa, porém com pelos encaracolados e também o Sphynx, gato sem pelo que desperta grande curiosidade por sua aparência.

COBASI DOA 32 TONELADAS DE RAÇÃO No mês de outubro a Cobasi completou 32 anos, e para comemorar a data, a companhia, em parceria com a Mars distribuiu 32 toneladas de ração PEDIGREE® e WHISKAS® para ONGs de proteção animal. A Cobasi pré-selecionou 38 ONGs e por meio do site, o público escolheu qual ganharia o alimento. As 16 ONGs mais votadas ganharam 2 toneladas de ração cada. A divulgação das vencedoras aconteceu no dia 20 de novembro. Ano passado, a Cobasi realizou uma ação onde doou 15 toneladas de ração.

CÃES RESGATADOS EM RODOVIAS SÃO ENVIADOS PARA ADOÇÃO 30 cães resgatados nas rodovias paulistas foram disponibilizados para adoção pela ONG de proteção animal CÃO SEM DONO no Parque Rizzo, em Embu das Artes (SP). A Concessionária SPMAR realiza periodicamente ações sociais previstas pelo Programa de Concessão de Rodovias da ARTESP, com o objetivo de alertar os motoristas sobre os cuidados que devem tomar ao avistar um animal na pista, como diminuir a velocidade e comunicar imediatamente a Concessionária.

COMPÊNDIO DE PRODUTOS VETERINÁRIOS

O SINDAN, entidade que reúne as empresas responsáveis por mais de 90% do mercado brasileiro de produtos veterinários, coloca o CPVS SINDAN – Compêndio de Produtos Veterinários, à disposição dos médicos veterinários, profissionais da área, empresários, produtores, proprietários de pets e demais interessados com informações sobre todos os produtos veterinários disponíveis, além de recomendações de medicamentos para medidas preventivas (profilaxia), controle e tratamento de enfermidades. O banco de dados disponível no site do SINDAN (www.sindan.org.br) envolve a totalidade dos produtos veterinários aprovados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) para utilização no país. Atualmente, o Compêndio de Produtos Veterinários (CPVS) SINDAN conta com informações de 3.023 produtos, de 114 empresas.

31


ODONTOLOGIA ANIMAL

Com a humanização dos pets, os animais passaram a ficar mais próximos e mais tempo com os tutores e seus problemas de saúde ficaram em evidência. Tártaros, gengivites e doenças bucais foram se desenvolvendo e provocando incômodo nos donos. O mau hálito, sintoma inicial, ficou mais perceptível, o que gerou uma busca por tratamentos dentários para os pets. Por conta da alta procura pelo serviço, também aumentaram os cursos de especialização e o número de clínicas que possuem estrutura para atendimento destes casos. A odontologia veterinária se desenvolveu muito nas últimas décadas e ainda possui muitas oportunidades de investimento e crescimento.

CUIDADOS PERMANENTE COM A HIGIENE O acompanhamento da saúde dos animais deve começar com a primeira consulta ao médico veterinário, da aplicação das primeiras vacinas e manutenção da higiene, inclusive higiene bucal que deve começar por volta dos 6 meses de vida. De acordo com o médico veterinário da Clínica Cão Peão, Dr. Paulo Barros Magalhães, a escovação dentária diária previne várias doenças que, se não tratadas, podem prejudicar diversos órgãos do animal. Especialista em cardiologia e odontologia veterinária, ele indica a realização semanal de escovação de dentes e limpeza de tártaro semestral.

SAÚDE BUCAL: CÃES TAMBÉM PRECISAM DE CUIDADOS Um simples mau hálito pode indicar que o cão esteja sofrendo de doença periodontal, que atinge 80% dos cães com mais de 3 anos de idade e pode gerar complicações sérias, como perda de dentes e migração de bactérias para

32

rins, fígado e coração. Ela se inicia com o acúmulo de placa bacteriana, que pode evoluir na formação de tártaro e causar a deterioração dos tecidos que sustentam os dentes, como a gengiva e o osso alveolar. Porém, 90% dos tutores acreditam que os dentes e as gengivas de seu animal estão saudáveis. Como as lesões ocorrem sob a gengiva, muitas vezes o tutor não percebe. “A maioria das doenças orais tem progressão rápida e silenciosa e só podem ser detectadas precocemente com a inspeção da boca por um Médico-Veterinário”, conta o Dr. Marco Leon, Médico-Veterinário Especialista em Odontologia e Sócio-Fundador da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária - ABOV.

A IMPORTÂNCIA DA SAÚDE BUCAL PARA OS PETS Segundo dados da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária, 85% dos animais adultos têm alguma doença relacionada a boca e dentes. “Devemos lembrar que a escovação dos dentes é tão importante para os cães como é para nós. Alguns cães passam grande parte de suas vidas sem escovar os dentes, e isso pode acarretar em uma série de doenças, devido ao acúmulo das bactérias na boca” afirma a Médica Veterinária e Gerente de Produtos da Unidade Pet da Ceva, Priscila Brabec.

PETS TAMBÉM PRECISAM IR AO DENTISTA Para prevenir a perda de dentes e doenças bucais é importante cuidar da saúde oral dos pets, realizando higienização com produtos específicos para animais como cremes dentais, espumas e soluções bucais e fazendo visitas regulares ao dentista veterinário. De acordo com a Dra. Mara Rubia Mayorka, veterinária especializada em odontologia de pequenos animais da Vet Saúde Bucal, um destes fatores é o acúmulo de placa bacteriana nos dentes, que deve ser removida por tratamento odontológico guiado por especialista.


ODONTOLOGIA PET ESCOVAS DE DENTE PARA FOMENTAR HIGIENE BUCAL DE CÃES E GATOS

QUAIS OS TRATAMENTOS EXISTENTES HOJE NO MERCADO?

A Clínica Veterinária Cão Peão, localizada em Barretos, distribuiu gratuitamente, para seus clientes, escovas de dente para animais e orientou sobre a importância da escovação dentária regular.

Felizmente hoje em dia já se faz nos animais grande parte dos tratamentos que existem para pessoas, como tratamento periodontal (“limpeza de tártaro”), tratamento de canal, ortodontia (aparelhos para corrigir a mordida), próteses, implantes, cirurgias buco maxilares e reconstrutivas principalmente para retirada de neoplasias (câncer), correção de fraturas maxilares e mandibulares, correção de defeitos em palato, entre outras.

ODONTOLOGIA VETERINÁRIA As primeiras referências escritas sobre odontologia veterinária datam do período chinês (600 a.c.), que reconheciam a idade dos cavalos graças ao estudo da coroa de seus dentes. Até a metade do século XIX, os procedimentos dentais realizados nas bocas dos animais limitavam-se aos cavalos, já que eram de grande ajuda no transporte, nas manobras militares nas tarefas agrícolas. Nas últimas três décadas ocorreu um grande aumento no papel da odontologia veterinária na clínica de pequenos animais.

O QUE É UM DENTISTA VETERINÁRIO? O dentista veterinário é um médico veterinário que fez pósgraduação e cursos relacionados se especializando na área. O título de especialista em odontologia veterinária ainda não existe no Brasil. Somente um médico veterinário está apto a tratar da saúde oral dos animais. Dentistas humanos não tem autorização e conhecimentos específicos para essa prática. O profissional deve possuir equipamentos próprios de odontologia para atender os pacientes pets.

QUAIS OS TIPOS DE DOENÇAS MAIS COMUNS EM CÃES E GATOS? A doenças mais comum em cães e gatos é a periodontal. Ela geralmente é percebida pelo proprietário pelo mal hálito, sangramento da gengiva e pela presença do tártaro. A inflamação dessas estruturas, como a gengiva, leva à mobilidade dentária (dente mole) e até a perdas dos dentes. E como pior consequência, estudos comprovam que essa infecção localizada na boca pode se espalhar para o organismo todo, agravando problemas cardíacos, renais, articulares e respiratórios.

SINTOMAS DAS DOENÇAS PERIODONTAIS

• Halitose: é o mau hálito, odor desagradável oriundo da cavidade bucal do animal. Pode ser causada principalmente pela higiene bucal deficiente e presença de placa bacteriana.

ALIMENTOS PRECISAM ESTIMULAR MASTIGAÇÃO Além do conteúdo nutricional, a textura, consistência e forma do alimento também são fundamentais para saúde oral dos cães. Segundo a médica veterinária, Barbara Benitez é preciso existir atrito entre o alimento e os dentes do animal para que ocorra a limpeza das superfícies dentárias.

PROZYM- CEVA Para auxiliar os tutores nos cuidados com a saúde bucal dos cães, a Ceva Saúde Animal desenvolveu o Prozym, um stick mastigável palatável que promove a limpeza dos dentes. O produto contém em sua formulação o RF2, uma molécula patenteada que age quebrando a formação de bactérias nos dentes conforme os cães mastigam o stick.

DOGLICIUS- TOTAL ALIMENTOS Além da escovação, outros cuidados podem ajudar a manter a higiene bucal do cão. Um deles é a oferta de petiscos funcionais voltados a higiene bucal, assim como os Snacks DogLicious Dental Fresh da Total Alimentos, que auxilia no controle do tártaro e do mau hálito.

AQUADENT® - VIRBAC É uma solução refrescante e palatável que deve ser adicionada à água de bebida de cães e gatos para controle do mau hálito. O produto foi desenvolvido especialmente para facilitar a higiene oral diária dos animais, e deve fazer parte de um programa completo de saúde odontológica que inclui a escovação e avaliação odontológica periódica.

• Disfagia: trata-se da dificuldade de deglutição, isto é, o animal faz muito esforço ou não consegue ingerir o alimento. • Ptialismo é salivação excessiva do cãozinho. 33


Vininha F. Carvalho Editora do Portal Animalivre www.animalivre.com.br

É PRECISO REDUZIR OS IMPACTOS DOS PÁSSAROS NAS EDIFICAÇÕES Os pássaros enxergam as grandes fachadas envidraçadas, ainda mais quando espelhadas, como a continuação do céu para voar e para onde mergulham e acabam sofrendo o impacto, muitas vezes, resultando em morte. Outra vezes, ao enxergarem o próprio reflexo nas grandes superfícies espelhadas, atacam a superfície, como se fosse um inimigo, também resultando em danos graves. A colisão de aves contra vidraças e muros de vidro é a segunda maior causa de morte de pássaros no mundo. Estima-se que até um bilhão de pássaros morrem por ano nos Estados Unidos ao impactarem em janelas e paredes de vidro, tornando os edifícios a maior ameaça existente a eles. O dano é tão grande que hoje já consta na certificação LEED, como crédito piloto 55, a diminuição dos impactos dos pássaros nas edificações, criado para tentar reduzir este acidente. De acordo com levantamento do Instituto Passarinhar, 77% dessas colisões terminam em morte imediata do animal. “E muitos ainda morrem em consequência do choque, ainda que bem depois”, afirma o biólogo Sandro Von Matter, diretor da instituição, pesquisador em conservação da biodiversidade e consultor do Earthwatch Institute no Brasil e do Escritório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente no Brasil (PNUMA). Mais de 20 espécies de pássaros cujas populações estão diminuindo, e que podem correr o risco de extinção, são pássaros que morrem frequentemente em colisões com edifícios. Segundo a arquiteta Adriana Noya , algumas medidas podem diminuir as fatalidades. É preciso desenvolver uma estratégia de desenho da fachada do prédio e estruturas do terreno que se tornem visíveis e barreiras físicas para os pássaros. Maior potencial de ameaça: - Vidro altamente refletivo ou completamente transparente - Vidro com estrutura refletiva ou transparente interrompida por um padrão baseada na regra 2x4 . - Superfícies refletivas ou transparentes protegidas por telas, persianas ou brises, em que o vidro exposto resultante satisfaça a regra de 2x4 - Vidro translúcido com superfícies opacas ou texturizadas Menor potencial de ameaça: superfícies opacas A regra 2 x 4 é definida no módulo de dissuasão de colisão

34

baseado no perfil físico de um pássaro em voo. Uma pesquisa recente definiu um módulo máximo de 5 cm de altura por 10 cm de largura. ILUMINAÇÃO EXTERIOR: Luzes externas do prédio que não sejam para segurança, entrada do prédio e circulação, devem ser automaticamente desligadas da meia noite às 6 da manhã. Caso seja necessário usar estas áreas fora destes períodos, estes sistemas devem poder ser ligados manualmente. Mas mesmo sem optar por certificar a edificação como LEED nem optar por atender este crédito mesmo se estiver certificando LEED, existem algumas soluções que podem diminuir este problema, como por exemplo, plantar árvores altas para que o pássaro as enxergue como barreiras, não voando em direção à edificação. Há, ainda, no mercado algumas soluções consideradas amigáveis aos pássaros pelo American Bird Conservancy (Órgão de proteção dos pássaros). Já foram desenvolvidos vidros com um tratamento invisível aos nossos olhos, mas que os pássaros enxergam como se fosse uma teia e, consequentemente, tornam-se um obstáculo. Algumas películas aplicadas da forma correta podem ter o mesmo papel, caso o vidro esteja fora de questão. Hoje em dia é importado da Alemanha. É possível incorporar alguns elementos às janelas de residências e painéis de edifícios, diminuindo o risco de colisão. A aplicação de fitas, filmes, tinta ou decalques do lado exterior, além da instalação de redes na frente dos vidros são algumas das soluções, já que criam barreiras visuais que permitem que as aves sejam capazes de detectar a presença de um obstáculo. Outra técnica que pode funcionar é aplicar adesivos com sombras simulando pássaros grandes em voo. Os pássaros menores temem o ataque e evitam o percurso. A arquiteta Adriana Noya que recebeu premiações relacionadas à Sustentabilidade como a Menção Honrosa no Prêmio Planeta Casa e o Prêmio Casa Cor de Sustentabilidade, afirma :- “sempre que um edifício é projetado é importante pensar nisto também: sustentabilidade não é só conservar água, energia e materiais, mas é também interferir o mínimo possível na natureza, e se possível ainda deixando um impacto positivo”.


Profile for Luanda Editores

Petmagazine 106  

Petmagazine 106  

Advertisement