Page 1


conteúdo colaboradores 20 CAPA Jovem e com muitos planos de atuação

08 FERNANDO TEDESCKI

Devo separar cães que se pegam para brigar?

26 JOSÉ EUSTACHIO

Por que as marcas desaparecem?

28 FEIRA Pet South America fortalece e renova o setor

34 MARCO ANTONIO GIOSO Formação de preços, análise de custos e carga tributária

24 EMPRESA Tecnologia e vínculos da marca trouxeram sucesso

36 VININHA F. CARVALHO

Animais de estimação em condomínio exige bom senso na convivência

SEÇÕES

04

EDITORIAL

06

LITERATURA

07

CURSOS

12

NOTAS

16

LANÇAMENTOS


Luanda

Diretoria Osmar Silva José Haroldo G. Santos

Edição 98 Setembro / Outubro 2016

Editor Osmar Silva osmar@luanda.com.br

Redação Hylario Guerrero (Mtb 13.468) hg.noticia@luanda.com.br

Joelma Farias (Mtb 78.793) joelma.noticia@luanda.com.br

Design Editorial Bruno Ricardo M. Santos Diego Igor de Oliveira arte@luanda.com.br

Fotos Equipe Luanda Editores

Diretor Comercial José Haroldo G. Santos haroldo@luanda.com.br

Publicidade: Luanda Brasil Serviços de Publicidade Dênis Jorge Jhonnatan André petmagazine@luanda.com.br

Administração Dênis Jorge Juici Monteiro Thais Gonçalves luanda@luanda.com.br

Jurídico dra. Adriana Carla Gomes P. Silva Assessoria gráfica Pavaprint

R. Joaquim de Almeida Moraes, 273 Jd. Magali - CEP 02844-000 - São Paulo/SP Tel.: + 55 (11) 3461-8400 / 3461-8401 Fax + 55 (11) 3923-5374

editorial

O

Presidente da República, Michel Temer, seus ministros e equipes de ministérios de governo, iniciaram a batalha para a aprovação das medidas que visam recolocar o país no caminho certo para o seu crescimento seguro. Será uma longa batalha e exigirá muitas estratégias para convencer deputados, senadores e governadores da necessidade destas aplicações. Ninguém quer incorrer em ser visto como patrocinador de normas impopulares, mesmo que necessárias. A maior prova desta necessidade está nos noticiários recentes que mostram os Estados da Federação sem nenhuma condição de cumprirem com os seus compromissos financeiros. Até os pagamentos de seus funcionários estão comprometidos. Eles, simplesmente, quebraram. Encontra-se em situação tão insolvente, não só no aspecto econômico, mas, principalmente, na atuação em suas atividades de atendimento à saúde pública, educação e moral. As suas escolas funcionam precariamente e os hospitais estão sem condições de atendimento às necessidades da população. Completamente abandonados. O funcionalismo está há vários meses sem receber os seus salários e quando, depois de paralisações dos serviços, conseguiram alguma parte de seus vencimentos, tiveram que se contentar em recebe-los parceladamente. E, não são casos excepcionais. É o que está ocorrendo na maior parte do país. O que falar então da Previdência? O cidadão que trabalhou duramente grande parte de sua vida, quando consegue ter aprovada a sua solicitação do benefício, ao qual tem legítimo direito, mudam as regras. O governo anuncia que do jeito que estão as normas vigentes, não conseguirá em futuro próximo arcar com esta obrigação. A população brasileira está envelhecendo, dizem. Então, não resta outra alternativa que não seja modificar os parâmetros vigentes. Em outras áreas, também estão sendo propostas alterações. Na atuação da Petrobrás, no chamado Pré-Sal, por exemplo. Porém, seria muito interessante se os nossos administradores no governo, propusessem modificações no funcionalismo público e trabalhadores em estatais. Diminuíssem benefícios e tantas absurdas vantagens a que têm direito e os trouxessem para a realidade que existe fora dos limites do Distrito Federal: a Ilha da Fantasia. Complementando, seria interessante cortes nas mordomias, regalias e altos salários dos congressistas e judiciário, bem como, aquelas concedidas a ex-presidentes da República, governadores e demais políticos, com as suas aposentadorias após breves oito anos de mandato. Lembrando também, das aposentadorias vitalícias das filhas solteiras de militares. Um verdadeiro absurdo. Estas e muitas outras sugestões de cortes nos gastos públicos devem ser levadas em consideração e seriedade em suas aplicações. O povo não pode pagar sozinho a fatura. Só assim conseguiremos mudar o futuro das próximas gerações. Todos nós

luanda@luanda.com.br www.luanda.com.br

A revista Petmagazine aceita matérias técnicas como colaboração para divulgação de projetos, trabalhos, novos produtos, etc. Os artigos deverão vir acompanhados de fotos ilustrativas com as respectivas legendas e curriculum do autor. A revista não se reponsabiliza por opiniões e artigos assinados que podem ou não expressar a mesma opinião do editor. As opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade do autor. A Petmagazine não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios veiculados, nem por aquisições em função destes. Todos os direitos reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sob pena de procedimentos legais. A revista Petmagazine é uma publicação bimestral da Luanda Editores Associados LTDA e tem sua marca registrada no INPI sob o número 820.994.286

Foto da Capa: Diego Carvalho - Equipe Luanda


LITE RATU RA CURSO DE BANHO E TOSA - INSTITUTO UNIVERSAL BRASILEIRO Este livro foi editado pela Editora Rideel, com autorização do Instituto Universal Brasileiro (IUB). Este Curso foi desenvolvido para quem deseja preparo profissional ou apenas uma complementação cultural. Ao final de cada aula, há o “Veja se Aprendeu” e, do Curso, o Exame Final, que deverá ser enviado para o Instituto Universal Brasileiro para a obtenção da Certificação. Editora: RIDEEL

SEMIOLOGIA VETERINÁRIA - A ARTE DO DIAGNÓSTICO Texto completo e moderno sobre semiologia veterinária que conta com a participação de renomados especialistas nas diversas espécies abordadas na obra. A primeira edição, lançada em 2004, e a nova edição foi completamente revisada e atualizada e recebeu o acréscimo de novos temas, como a avaliação de recém-nascidos das diferentes espécies animais. Autor: Francisco Leydson F. Feitosa Editora: ROCA

MANUAL SAUNDERS - CLÍNICA DE PEQUENOS ANIMAIS A terceira edição do Manual Saunders de Clínica de Pequenos Animais oferece painel atual da clínica veterinária para pequenos animais considerando os problemas mais correntes apresentados por cães, gatos, aves e animais exóticos de estimação. Autores: Robert G. Sherding,Stephen J. Birchard Editora: ROCA

CIRURGIA NA CLÍNICA DE PEQUENOS ANIMAIS - ABDOME CRANIAL Cirurgia na clínica de pequenos animais aborda a região do abdome cranial, desde os procedimentos cirúrgicos mais comuns nessa região anatômica até os últimos em desenvolvimento. As imagens de alta qualidade e um texto muito didático fazem deste livro uma obra de referência para todos os veterinários. Autores: José Rodriguez Gómez; María José Martínez Sañudo e Jaime Graus Morales Editora: MEDVET

MANUAL DE EMERGÊNCIAS AVIÁRIAS Esta segunda edição, que foi revisada e ampliada, é uma obra que visa uma consulta rápida para profissionais e graduandos de medicina veterinária que buscam informações básicas para suporte inicial em medicina aviária focando em procedimentos emergenciais do paciente. Emprega uma linguagem estritamente técnica para maior compreensão dos leitores. Autor: Guilherme Augusto Marietto-Gonçalves Editora: MEDVET

HISTOLOGIA BÁSICA - TEXTO E ATLAS Traduzido para 14 idiomas, a cada edição, Junqueira & Carneiro - Histologia Básica conquista mais a admiração de professores e estudantes. Nesta 12.ª edição, todos os capítulos foram revistos e, quando necessário, atualizados com os resultados mais importantes das pesquisas recentes. Praticamente todos os desenhos foram refeitos ou aprimorados para que se tornassem ainda mais detalhados, com mais informações. Autores: Luiz Carlos Junqueira e José Carneiro Editora: GUANABARA

06


CUR SOS ENSINE SEU CÃO A FALAR

O encontro que será realizado em São Paulo é baseado em estudo de cognição desenvolvido pelo especialista em comportamento animal, Alexandre Rossi. Ele ensina pets a se comunicarem por meio de teclado especial onde conseguem indicar, por exemplo, quando querem água, estão com fome ou querem passear. Duração: 19 de novembro Local: Dog Resort-São Paulo-(SP) Palestrante: Patrícia Patatula (adestradora e consultora comportamental) caocidadao.com.br

CIRURGIAS DE CABEÇA E PESCOÇO

As turmas serão abertas mediante o número mínimo de 20 participantes Carga horária: 4h de aulas teóricas e 12h/aula de prática Coordenação: Dr. Diego Lima Início: de 19 a 20 de novembro Local: UNI-BH - Belo Horizonte – MG secretaria@anclivepaminas.com.br

ATUALIZAÇÃO EM DOENÇAS INFECCIOSAS

Leishmaniose, Cinomose, Parvovirose, Erlichiose, Babesiose, Fiv e FelV. As turmas serão abertas mediante o número mínimo de 20 participantes Carga horária: 16 horas de aulas teóricas Coordenação: Dra. Beatriz Ostertag Início: de 26 a 27 de novembro Local: Belo Horizonte Auditório do Tecsa Laboratório BH - MG secretaria@anclivepaminas.com.br

INTENSIVO - ACUPUNTURA NA EMERGÊNCIA E HOSPITALIZAÇÃO 2ª TURMA

O curso é direcionado a veterinários e graduandos que já tenham formação em Acupuntura Veterinária. O objetivo é trabalhar com os alunos noções de tratamento emergencial e intensivista, incluindo técnicas da acupuntura que possam auxiliar, e, até mesmo, complementar o tratamento dos pacientes. Início: de 26 a 27 de novembro Local: IBRA CURSOS– VILA MADALENA - (SP) Palestrante: Dr. Jose Geraldo Meirelles Palma Isola | www.ibravet.com.br

INTENSIVO - CINESIOTERAPIA SOLO E ÁGUA

Será realizado em dois dias, totalmente prático, dando ao aluno oportunidade de colocar em prática os exercícios, visualizando as dificuldades e tirando suas dúvidas sobre essa modalidade importante na reabilitação do paciente. Será explicado desde o exame físico até os exercícios mais complexos. Carga horária: 16horas Início: de 03 a 04 de dezembro Local: IBRA CURSOS– VILA MADALENA - (SP) Palestrante: Renata Achkar www.ibravet.com.br

ESPECIALIZAÇÃO EM PATOLOGIA CLÍNICA E CITOPATOLOGIA

O curso visa complementar a formação de médicos veterinários em área específica da Patologia Veterinária através de aulas teóricas e práticas voltadas a interpretação diagnóstica de doenças infecciosas de caráter zoonótico ou não, degenerativas, inflamatórias e neoplásicas. Carga horária: 16 horas Início: Fevereiro de 2017 Coordenação: Dr. Luciano Henrique Giovaninni, M.V. MSc. Douglas Segalla e M.V. Ricardo Duarte Lopes. anclivepa-sp.com.br

PÓS-GRADUAÇÃO VETERINÁRIA EM CLÍNICA MÉDICA E CIRÚRGICA

A Pós-Graduação em Medicina Veterinária é composta por 9 módulos teóricos e 8 teóricopráticos e conta com um programa bem elaborado e temas bem escolhidos. O curso é dividido em 17 Módulos de 10 e 24 horas, com intervalos de aproximadamente 35 a 42 dias. Carga horária: 366 horas Início: 10 de fevereiro 2017 Local: Cidade Natal (RN) Quantidade de vagas: 40 vagas atendimento.nordeste@equalis.com.br

PÓS GRADUAÇÃO "LATO SENSU" EM ANESTESIOLOGIA

Conteúdo Teórico / Prático / Demonstrativo / Estudo Dirigido Carga Horária: 500 horas Duração: 24 meses (aulas finais de semana, uma vez por mês) Início: 29 e 30 de abril de 2017 Local: Hospital Veterinário do Jockey Club de São Paulo-(SP) www.pos-anestesia.com.br

07


FERNANDO TEDESCKI

Steve Baker / Flickr

Doutrinador de cães

Devo separar cães que se pegam para brigar? É muito comum alguns cães se estranharem um pouco ou até mesmo se contradizerem por algum motivo aparente, mas viverem em pé de guerra, isso não é legal...vejamos como tudo isso começa. Em primeiro lugar temos que discutir por que tudo isso está acontecendo, qual o motivo da briga ou que condição isso ocorre. É muito comum terem cães possessivos, não ciumentos, pois eles não têm essa característica nossa. A posse pode se dar por objetos, carinhos, proprietários,comida ou até mesmo por cômodos da casa. Enfim, descoberto o causador da disputa, seguimos para o segundo passo, que é o confronto de discussão. O que seria isso?É quando colocamos frente a frente os cães, para que eles caiam numa real (momento Epifania), igual

08

nossos pais faziam quando brigávamos com nossos irmãos e faziam nos abraçar. É lógico que eles vão querer se enfrentar, e por isso você irá usar guias de condução neles, para poder manter certa distância e corrigi-los com puxões nas guias(não usar peitoral). Você irá perceber que eles começam a se cansar e entrar num estado mais moderado, chegando ao ponto de "copacividade" positiva. certa cumplicidade entre eles, e aos poucos se acalmando, aí sim você pode separá-los ou soltá-los. O que você nunca pode fazer é separá-los colocando-os em cômodos diferentes, pois com isso você estará dando fortalecimento para a individualidade deles e maximizando seus estigmas para briga.


RÁPIDAS DE

MARKETING

DIA ESPECIAL PARA BEM-ESTAR ANIMAL

NOVO APLICATIVO BEAGLE Primeiro aplicativo do Brasil focado em produtos pet. Busca a otimização do tempo e o compromisso dos melhores produtos e preços.O“app” surgiu através da necessidade de indicar pets shops em funcionamento, opções de variedade e preço, e redes de supermercados.Localizaatravés do GPS do celular qual o ponto de venda mais próximo, opções de produtos, delivery. Nãoé e-commerce, com entrega fretada, e sim compra em “marketplace” com recebimento em pouco tempo hábil. Quem entrega é a loja. www.beagleapp.com.br

10

Data especial dedicada aos animais: "Dia Love Pets", aconteceu no Centro de Saúde Veterinária UniRitterPorto Alegre. A atividade fez parte do Laureate Global Daysof Service 2016, programa que reúne todas as instituições de ensino da LaureateInternationalUniversities na promoção de ações sociais voltadas para as comunidades locais. Os pets tiveram atendimento clínico básico: triagem clínica, desverminação e vacinação. Em parceria com a ONG ONDA ocorreu feira de adoção de cães.

CONVIDADO INTERNACIONAL FALA SOBRE TENDÊNCIA EM PROTOCOLOS VACINAIS Este mês a MSD Animal recebeu Dr. Ernie Ward, veterinário conhecido como “o defensor dos pets na América”, para 3 eventos nas cidades de São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, que apresentou para cerca de mil profissionais do setor a palestra “Como fidelizar e atrair clientes utilizando as melhores práticas de vacinação?”, Conceito da vacinação personalizada comotendência do mercado; como os clínicos podem oferecer melhor atendimento para os pets; o uso das vacinas e o dever do veterinário, de renovar o seu conceito de proteção; o protocolo mais adequado, de acordo com o perfil de cada animal, etc.

PRIMEIRA MARCA PET ECO-FRIENDLY DO BRASIL A PetBamboo, nova marca de roupas e acessórios para pets, chega ao mercado tendo como principal bandeira a sustentabilidade e se estabelece como a primeira marca pet-eco-friendly do país.Com operação e-commerce, a startup PetBamboo conta com o suporte e o charme de um truck - único do gênero no Brasil - que roda São Paulo e faz parte dos principais eventos do mundo pet. Esse truck remete a uma floresta pois é envelopado com a imagem de um bambuzal e seu interior funciona com uma espécie de loja. Ocompromisso de não poluir o planeta e usar material reciclável e biodegradável caminha lado a lado com a proposta de ter produtos pet com design arrojado e elegante: camas e comedouros, por exemplo.

A BUSCA POR SEGUROS DIFERENCIADOS 2016 deverá encerrar o ano com faturamento de R$ 19,2 bilhões. Esse alto potencial de consumo tem impulsionado clínicas veterinárias e pet shops a buscarem por apólices especiais e capazes de atender aos riscos específicos do negócio. Muitos imprevistos ocorridos no interior dos estabelecimentos podem atingir o animal e gerar custos de indenização. O seguro é importante, pois garante a independência financeira para o empreendedor arcar com pagamentos diversos sem qualquer tipo de impacto no fluxo de caixa. A cobertura de responsabilidade civil é bastante acionada entre os serviços oferecidos, reforçando a relevância da apólice para a segurança e o conforto do animal e a continuidade do próprio negócio.


JOLITEXTERNILLE ANUNCIA INVESTIMENTOS NO MERCADO

PET SITTER- MY PETS NANNY Férias? Viagem de negócios? Internação médica? E agora, como fica o pet?O serviço de pet sitter não só se profissionalizou no Brasil como também tem se tornado bastante necessário. Aveterinária Andressa Gontijo, especializada em fisioterapia, acupuntura e nutrição, criou em SP a pioneira MyPet`sNanny em 2010. Passou a treinar cuidadores de animais domésticos (como cães, gatos, peixes) e silvestres, treino de babás, uso de pet câmera, (tutor acompanha o atendimento do animal durante todo o período de sua ausência). Faz parte atendimento com suporte veterinário ativo 24h. Andressa ministra cursos pelo Brasil e oferece micro-franquias, que hoje atende o município de São Paulo, ABC, Osasco, Cotia, Barueri, Alphaville e Santos, Rio de Janeiro e Niterói, Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR) e Brasília (DF). A grande vantagem da petsitter em casa é garantir a tranquilidade do pet, já que muitos podem ficar estressados e ansiosos quando sozinhos.

NOVA FÁBRICA E ENTRA NO SEGMENTO DE PETISCOS Novo complexo industrial, localizado em uma área total de 552 mil m2, em Dourado (SP), a empresa coloca em operação uma das mais modernas fábricas do mundo para produzir cookies para cães. O resultado remete ao nível de cuidado, qualidade e padrão de produção humanos, com certificação LEED de sustentabilidade.A empresa investiu pesadamente ao longo dos últimos dois anos para desenvolver a nova operação fabril. Equipamentos foram testados e trazidos de várias partes do mundo para atender a demanda de produção dos cookies diferenciados da linha PremieR Cookie, formulados com exclusividade pela equipe de veterinários especialistas em nutrição que atuam do Centro de Desenvolvimento Nutricional – CDN da marca.

ASSESSORA DE IMPRENSA DA NÜRNBERGMESSE BRASIL

15 TONELADAS DE RAÇÃO PARA ONGS A COBASIcompletou 31 anos. Para tornar a data especial, a companhia, em parceria com a Marsdistribuiu 15 toneladas de ração Pedigree e Whiskas para ONGs de proteção animal. A Cobasi pré-selecionou 21 ONGs e por meio do site www.cobasi.com.br/aniversario, o público escolheu qual ONG gostaria que ganhasse o alimento. As 15 ONGs mais votadas ganharão 1 tonelada de ração cada. ONGs participante foram: Adote um focinho, Amigos de São Francisco, Anjos dos Bichos, APASCS, Aliança com a vida, Cão sem dono, Caopaixao, Focinho Abandonado, Gatopoles, GAVAA, Hopet, IVVA, Mappa, Mundo Gato, OPAR, Patas dadas, Patinhas online, Projeto Miau, Quintal São Francisco, União SRD e Vira Lata é 10.

A JolitexTernille, especializada em mantas, cobertores e tapetes, está investindo no mercado pet e apresenta sua nova linha de produtos HomePet.Com mais de 50 anos de know-how, os novos produtos foram desenvolvidos na fábrica localizada na cidade de São Bernardo, passando por etapas como, criação do projeto, arte e desenvolvimento técnico.Em embalagens exclusivas que protegem da poeira no ponto de venda, as mantas e tapetes estão disponíveis nos principais pet shops da cidade de São Paulo, desde junho, também será possível encontrar os produtos nos pet shops que possuem lojas virtuais próprias.

PET FAIR DA RM VALE Será no Pavilhão Gaivotas, Parque da Cidade,em São José dos Campos, no Vale do Paraíba, a 4ª Pet Fair. Aberta ao público geral a entrada será solidária, 1 kg de ração e será destinada para OPAR, entidade sem fins lucrativos. Os pets serão bem-vindos.Expositores de diversas especialidades e modalidades do mundo pet: médicos veterinários, pet shops, distribuidores de rações, produtos, medicamentos e acessórios, criadores de animais de várias raças e ainda, novidades em saúde e estética animal. Estima-se um público de 15 mil pessoas. Site: www.petfair.net.br

Deborah Carvalhal responde pela assessora de imprensa da NürnbergMesse Brasil empresa que organiza a feira Pet South America. Há pouco tempo abriram a assessoria interna e estão estreitando relações com os veículos, fabricantes e fornecedores.

11


NO TAS ENSAIO PRODUZ FOTOS DE PETS AO LADO DE SEUS DONOS

ASSOCIAÇÃO FECHA CONTRATO COM ORGANIZADOR POR MAIS UMA DÉCADA

O Shopping Crystal e a Flash Animal, realizaram em Curitiba (PR) ensaios fotográficos para registrar momentos dos clientes do shopping ao lado de seus bichos de estimação. Com o tema de Halloween, a sessão de fotos transformou os pets em piratas, bruxos e vampiros. Pets famosos nas redes sociais marcaram presença nos ensaios como embaixadores oficiais do evento. Os participantes adquiriram as fotos em formato digital. Parte do valor arrecadado foi destinada ao Grupo Força Animal. Pacotes de ração foram encaminhados para o projeto Focinhos Curitiba.

Devido ao sucesso do 14º CONPAVEPA e das exposições VET EXPO e PET SHOP EXPO, que aconteceram simultaneamente de 13 a 15 de setembro no Anhembi, a ANCLIVEPA/SP e a organizadora e promotora de feiras GLOCAL Eventos fecharam sociedade para realizar os três eventos até 2026.Em 2016, o CONPAVEPA, a VET EXPO e a PET SHOP foram marcados pela presença de público superior a 11.730 mil visitantes qualificados e 131 marcas. Só em termos de área vendida, houve um salto de 3,3 mil m² para 3,8 mil m².

PASSEAR COM O CACHORRO AJUDA TUTORES E VIZINHANÇAS Estudo internacional publicado pela BMC Public Health revelou que pessoas que passeiam com seus cachorros são fisicamente ativas em mais dias da semana e o passeio com o pet ajuda as pessoas a se sentirem seguras na vizinhança.O estudo, realizado pela Dra. Hayley Christian, (UWA – Universityof Western Australia), em colaboração com o WALTHAM Centro de Nutrição Animal, é o primeiro a examinar o relacionamento entre o passeio com o cachorro, atividade física e a percepção de segurança na comunidade. Mais de 1000 pessoas de Perth, Austrália e de três cidades dos Estados Unidos, participaram da pesquisa. Pela pesquisa, pessoas que passeiam com seus cachorros atingem pelo menos 30 minutos de atividade física em mais dias por semana do que aquelas que não realizam a atividade, atingindo recomendações da Organização Mundial da Saúde de no mínimo 150 minutos de atividades físicas/semana.

4ª PET FAIR

OUTUBRO ROSA PET

O Pavilhão Gaivotas, no Parque da Cidade, em São José dos Campos (SP) receberá a 4ª Pet Fair, feira de produtos e serviços pets e veterinários no Vale do Paraíba. O evento acontecerá entre os dias 18, 19 e 20 de novembro. Aberta ao público geral,a entrada solidária será 1kg de ração que será revertida para Ong’s de Proteção Animal.

O Estima Hospital Veterinário, localizado em Taubaté (SP), realizou evento especial para o diagnóstico precoce do câncer de mama em cadelas e gatas durante campanha “Outubro Rosa”. Tutores de animais de estimação conversaram com veterinários e aprenderam a examinar corretamente seus pets para detectar nódulos e ainda fazer uma avaliação hematológica e glicêmica no pet.Durante o mês denovembro o hospital também irá divulgar informações importantes sobre o câncer de mama nos animais de estimação e promoverá programa de castração para prevenir a doença em cadelas e gatas

1ª PETSTYLE POP UP Um Parque de Diversões para Cachorros, com brinquedos criados com materiais reciclados, foi uma das atrações da 1ª PETStyle Pop Up, evento realizado na Praça Daniel BercianoVillasol, na Vila Pompéia (SP). O local foi tomado por diversas atrações, exposição fotográfica, desfiles de moda pet e palestras com especialistas de diversas áreas pet. Oferecido pelo Places4Pets, o Parque de Diversões é uma forma de promover a integração entre humanos e animais, além de incentivar a sustentabilidade, por meio da apresentação de um projeto de revitalização do espaço público, criado especialmente para o local.

12

SALA DE AULA PET FRIENDLY O Centro Europeu de profissões e idiomas, em Curitiba(PR), resolveu adaptar o conceito pet friendly em sala de aula.A instituição passou apermitir cães, gatos e demais bichos de estimação que sejam sociáveis emambientes compartilhados. A intenção é manter o ambiente mais descontraídoe menos estressante para os estudantes


SURYA PROMOVE O III PASSEIO CICLÍSTICO PELOS ANIMAIS

AUTORIDADES ENVENENAM CÃES DE RUA NO PAQUISTÃO

O Instituto Surya Solidária realizou o “III Passeio Ciclístico Pelos Animais”, no estacionamento da Assembleia Legislativa de São Paulo. O evento foi feito em parceria com o grupo Pedal Voluntário e com apoio da Comissão de Defesa dos Animais da OAB/SP e do projeto Calendário Celebridade Vira-Lata. O passeio tem objetivo de conscientizar para a importância do respeito a todas as formas de vida, proteção e direito dos animais.

Mais de mil cães de rua foram envenenados por funcionários da prefeitura de Karachi depois de denúncia de que os cachorros haviam mordido crianças e mulheres.Um total de 1.050 cães foram sacrificados na primeira fase da operação, que tem previsão de matar outros 2.000 cachorros.No Paquistão, o tema dos direitos dos animais não está presente na sociedade, mas pouco a pouco surgem grupos de veterinários e ativistas que buscam encontrar equilíbrio para conciliar a vida dos cães ao medo da população, que os consideram impuros com base em crenças religiosas.

COBASI, MARS E AMPARA ANIMAL SE UNEM EM EVENTO DE ADOÇÃO DE PETS ONG REALIZA 7ª EDIÇÃO DA CÃOMINHADA

O Grupo Vida Animal de Maceió (AL), realizou a 7ª edição da Cãominhada na Praça Vera Arruda. A ação chama a atenção da sociedade para os problemas que afligem os animais de estimação, como maus-tratos, doenças e abandono. A entidade também realiza feiras de adoções de animais. Os participantes doaram ração para os animais abandonados.

A loja com conceito de shopping para animais, a fabricante de alimentos para pets, e a OSCIP, sem fins lucrativos, fecharam as comemorações do Dia dos Animais (celebrado em 4 de outubro) com evento de adoção de pets. Nos dias 29 e 30 de outubro, cerca de 40 cães e 20 gatos foram disponibilizados para adoção em estrutura montada na Cobasi Villa Lobos (SP). Os animais foram resgatados e cuidados por ONGs e pela protetora Arlete Previtalli.

EVENTO SOLIDÁRIO ENCERRA TEMPORADA FELINA

Organizado pelo Clube Brasileiro do Gato, com patrocínio da PremieR pet, o evento encerrou a temporada felina de 2016 em São Paulo. Os visitantes que passaram pelo Club Homs, na Avenida Paulista, puderam ver de perto 230 gatos de raças variadas, conversar com criadores, conferir novidades nas lojinhas e obter orientações sobre nutrição felinacom os veterinários da PremieR. O evento arrecadou doações voluntárias de 169 Kg de leite em pó, destinados para a Casa Hope. A mesma quantidade (169Kg) será convertida em alimentos para gatos das ONGs Catland e Confraria dos Miados e Latidos

13


NO TAS CUIDADOS ANTES DE ADQUIRIR PETS SILVESTRES OU EXÓTICOS

Hamsters, furões, lagartos, tartarugas, saguis, corujas, tucanos e canários dividem o espaço que antes era praticamente exclusivo de cães e gatos. O interessado em comprar um pet exótico deve se certificar junto ao IBAMA de que a espécie e o criador são legalizados. Para melhor qualidade de vida dessas espécies, a empresa Safari disponibiliza diversas opções para alimentação de animais exóticos. Os insetos são comercializados vivos nos pet shops, dentro de embalagens especiais, desenvolvidas para que garantam a possibilidade de consumo em até de 30 dias.

ABAIXO-ASSINADO PELA DIGNIDADE DOS ANIMAIS Em recente viagem ao Chile com seu esposo, a jornalista e empresária Eliana Camejoiniciou abaixo-assinado via web (na plataforma Change. Org), pleiteando apoio para chamar a atenção e a sensibilidade de Michele Bachelet, presidente do Chile.O objetivo é “acabar com a situação de animais em sofrimento pelas ruas do Chile, passando fome, sede, frio e muitos machucados”, conforme descreveu a empresária em seu relato na petição virtual. O documento também cita algumas das soluções aplicadas por outros países para resolver o mesmo problema.

MOTIVOS CIENTÍFICOS PARA SEMELHANÇA ENTRE ANIMAIS E TUTORES

O zootecnista e especialista em comportamento animal, Renato Zanetti, explica que há alguns fatores que determinam o temperamento do pet. São eles: genética, ambiente e aprendizagem. O especialista explica que, se de uma ninhada, você escolheu um cão esperto, destemido e brincalhão, consequentemente ele tem uma genética muito ativa. Se afamília é animada, que sempre brinca com o cão, mantendo uma interatividade constante com o pet, ele também terá o fator ambiente, que o ajuda a continuar elétrico. Zanetti ressalta ainda, que esse mesmo cão geneticamente ativo pode ter outro tipo de comportamento, de acordo com diferentes ambientes e perfis de donos.

CUIDADOS NO BANHO E TOSA DE CÃES

ALIADO DE USUÁRIOS E SEUS PETS

Os donos de pets costumam ter dúvidas sobre frequência ideal de banhos e tosas ou como seus pets devem ser higienizados. A Cobasi tem veterinários que podem ajudar a esclarecer essas dúvidas e também sobre cuidados ao dar banho em casa, temperatura adequada da água, cuidado com ouvidos e olhos, escolha do xampu e condicionador, importância da escovação dos pelos, importância da escovação dental, entre outras informações.

UNIMED FORTALEZA ADOTA A CÃO TERAPIA EM HOSPITAL O Centro Europeu de profissões e idiomas, em Curitiba(PR), resolveu adaptar o conceito pet friendly em sala de aula.A instituição passou apermitir cães, gatos e demais bichos de estimação que sejam sociáveis emambientes compartilhados. A intenção é manter o ambiente mais descontraídoe menos estressante para os estudantes.

14

O Lembrete de Criança do Waze pode ajudar usuários a não correrem o risco de esquecerem os pets no carro. O alerta customizável aparece quando o motorista chega ao destino, e permite que ele personalize a mensagem que quer, como para não deixar os melhores amigos peludos dentro do carro - onde a temperatura pode chegar a 70oC em um dia de 32oC, segundo a ONG PETA. O recurso é disponível para Android e iOS.

GATA DE SOROCABA GANHA CAMPEONATO MUNDIAL NA ÁUSTRIA Em sua primeira participação no mundial, agata Mika, da raça Exótica,levada pelo seu tutor, Alex Martins - proprietário do Gatil Daruma-, conquistou o título na World Cat Show, evento anual de beleza patrocinado pela Royal Canin, que aconteceu entre os dias 29 e 30 de Outubro em Viena, na Áustria. A felina já é campeã aqui no Brasil e, agora, se consagrou na Europa.


LANÇA MEN TOS

PREMIUM BELEZA DA PELAGEM

Recomendado para gatos a partir de 1 ano de idade, com foco na manutenção da beleza da pelagem graças aos Ômegas 3 e 6, o alimento satisfaz apetites exigentes e favorece o bom funcionamento do trato urinário. Embalagens de 1kg e 10 kg. www.royalcanin.com.br

PET GLOVE

Loção hidratante para cães que ajuda a cuidar dos coxins (almofada das patinhas), evitando que fiquem ásperos. O produto forma uma película que auxilia na proteção das patas durante o passeio e produz efeito antiderrapante. www.petsociety.com.br

TREATS FUNCIONAIS DOG TOALETE

A FURACÃO PET lança sanitários para cães ecologicamente correto: Dog Toalete nas versões com grade e com grama. Práticos e de fácil higienização, os sanitários também são versões mais populares do Super Xixi Fácil e do Pet Green. www.furacaopet.com.br

TREATS, ou palitinhos fitoterápicos, nas versões dos compostos Maracujá, Equilíbrio e Vigor. Facilitam a administração dos compostos fitoterápicos em casos em que o animal recusa as versões em pó ou comprimidos. À base de plantas, frutas, verduras e leveduras de cultivo controlado e combinados entre si. Alimentos funcionais e sem conservantes. www.boticapet.com.br

PREMIUM CAT VITALIDADE

TOALHA MÁGICA PET

A FIXXAR lança toalha que seca sem soltar fiapos ou resíduos. Indicada para uso profissional ou doméstico. Higiênica, é só lavá-la, torcê-la e guardá-la levemente úmida no tubo. www.fixxar.com.br

16

Para gatos adultos, acima de 1 ano. Formulação proporciona alta digestão, melhorando a qualidade das fezes. Elevada palatabilidade. Ajuda na manutenção da saúde do trato urinário. Disponíveis em embalagens de 1kg e 10 kg. www.royalcanin. com.br


PET GLOVE

Loção hidratante para cães e gatos. Previne o envelhecimento precoce da pele. Rápida absorção, toque seco e fácil espalhamento, possui Vitamina E, Aloe Vera e D-Pantenol. Para os pets de pele clara que ficam expostos ao sol. www.petsociety.com.br

PREMIUM CAT CASTRADO

Indicado para gatos a partir de 1 ano de idade, com calorias reduzidas, que auxilia na manutenção do peso ideal do gato castrado. Alta palatabilidade, favorece o bom funcionamento do trato urinário do felino. Embalagens de 1kg e 10 kg. www.royalcanin.com.br

VARRE XIXI E LINHA DE EDUCADORES PARA CÃES E GATOS

A Pet brill lança o VARRE XIXI transforma os dejetos de animais em pó, o que torna a sujeira fácil de remover. Formulado com ingredientes que minimizam o odor e PERFUMAM O AMBIENTE. O EDUCADOR REPELENTE foi desenvolvido para que os cães não destruam objetos. Pode ser aplicado em qualquer superfície. O XIXI SIM e o XIXI NÃO foram formulados para auxiliar na educação sanitária do cão. O Xixi Sim orienta onde o pet deve fazer sua necessidade, o Xixi Não, onde ele não deve fazer tais necessidades. www.petbrill.org.br

ARRANHADOR DE GATO

DENTAL GUARD PROFESSIONAL

TAPETE NASA

PRESCRIPTION DIET Z/D

Em formato plano é produzido em papelão desde a bandeja. Prático e fácil de usar. www.furacaopet.com.br

Tecnologia MEMORY FOAM, também conhecida como tecnologia NASA, é ideal para dias mais frios. Tamanho 61x43cm - para gatos e cães de pequeno porte. E 89 x 50cm - indicado para cães de médio e grande porte. Ambos têm espessura de 1,5cm. www.zenanimal.com.br

Creme para polimento dental desenvolvido para uso profissional. É utilizado pelo veterinário durante o procedimento de profilaxia periodontal, que se caracteriza pelo acúmulo da placa bacteriana que pode causar gengivite e sangramento e cálculo dentário. www.petsociety.com.br

Ração formulada a base de ácidos graxos (ômega 3), proteína hidrolisada e alto teor antioxidante (vitamina E). Com proteínas hidrolisadas de frango e vísceras de frango, a nova ração ajuda a evitar as causas de irritações na pele e desconfortos gastrointestinais de origem alimentar. www.hillspet.com.br

17


LANÇA MEN TOS PETISCOS GIPSY CHIPS

Natural, o produto é feito de forma caseira e não leva conservantes no seu preparo.Nutritivos Gipsy Chips feitos de carne suína, do fígado de porco, desidratado. Livres de qualquer aditivo, como os corantes e conservantes, até o momento em que é embalado. O fígado chega congelado e cortado em tiras e depois é assado por uma hora em fogão industrial, para que a carne atinja uma temperatura interna de ao menos 71 °C (graus Celsius). www.facebook.com/gipsychips @gipsy_chips (instagram)

SERES MÁGICOS INVADIRAM A WOOF CLASSIC

Nova coleção WooflandFantasy, produtos 100% de algodão, feitos à mão e com estampas exclusivas criadas pela marca: Unicórnios, Sereias, Fadas e Cervos destacados em camas retangulares e flex, cabanas, comedouros, potes, jogos americanos, almofadões, transportes e edredons. Além de placas de identificação esmaltadas, roupas e acessórios, como coleiras metalizadas. Coresnovas como o carbono, rosa, turquesa, amarelo, verde, rose e roxo. www.woofclassic.com.br

MAMMY DOG TABS

PERIGOT LANÇA BISCOITOS VEGANOS

A empresa Perigot, cosméticos e acessórios, para Pets, criou o Pet Biscuit: biscoitos para cães (filhotes e adultos), 100% naturais e Veganos.Contém Lyscel, proteína de fibra curta que adere à gordura e a elimina com mais facilidade. O cão obeso, emagrece de forma mais rápida. E os que não precisam emagrecer, se mantém no peso ideal. Sem conservantes, nem adição de açúcar, possui Ômega 3. Oscães ganham pelos mais macios e brilhantes e melhora o funcionamento do intestino. Paracães alérgicos, com problemas renais, hipertensos, cardíacos e diabéticos, que antes não podiam consumir os tradicionais petiscos. www.perigot.com.br

Para o período gestacional de fêmeas.Cadelas na fase de gestação e lactação necessitam de manejo adequado e nutrição balanceada, deficiências nutricionais, causam anemia, hipertensão, má qualidade do leite, complicações no parto e até mesmo fetos com má formação. MAMMY DOG TABS chega em nova apresentação, em pó palatável e os palitos facilitam a administração do suplemento ao animal. Composto por aminoácidos de alta digestibilidade como lisina, treonina, metionina e triptofano, melhorando o balanço nutricional das fêmeas durante a fase de criação. www.organnact.com.br

CARGILL LANÇA VITAPET GATOS

Supre as necessidades tanto de felinos adultos quanto de filhotes, não contém corantes, controla o pH urinário e é ideal para manter os pelos brilhantes. Composto por carne fresca, atende as necessidades dos animais desde os primeiros estágios de vida até a fase adulta, com excelente absorção. Ingredientes de alta digestibilidade e o complexo antioxidante, que combate a formação de radicais livres e ameniza os efeitos do envelhecimento. Formulação com zinco e ômega 6 promove pelos mais macios e brilhantes e o prebiótico MOS estimula o crescimento de bactérias benéficas. www.vivapet.com.br 18

LANCHEIRA CANINA

Furacão Pet lança o CÃOTIL, uma lancheira canina feita com material injetado em polipropileno (plástico).Composto por dois compartimentos separados, cada um com capacidade de 360 ml, para o armazenamento de água e ração ou petiscos. Aste de encaixe, que permite o produto ficar preso à cintura, facilitando a locomoção. www.furacaopet.com.br


EMBALAGENS PREMIER GATOS CAMISETA POLO ECOLÓGICA BEGE

Roupinha 100% ecológica, permite o movimento fácil do pet não causando alergias ou irritações no animal. Proteção para os dias frios. Feita em poliéster produzido a partir de garrafas PET, com piquet ecológico. www.petbamboo.com.br

Os produtos, até então comercializados em cartuchos, passam para embalagens flexíveis, que agregam novas tecnologias. Embalagens de 500g e 1,5Kg agora possuem o sistema Easy Open, serrilhado a laser que facilita a abertura da embalagem pelo consumidor, e o Sistema Abre/Fecha, aplicação de zíper que permite maior conservação do sabor, aroma e crocância do produto. www.premierpet.com.br

VECTRA 3D

LINHA PREMIUM CAT

Para os felinos, o alimento PREMIUM CAT KITTEN ganhou uma fórmula totalmente adaptada. Com alta palatabilidade, satisfaz apetites exigentes e contribui com o crescimento seguro e saudável do filhote, além de melhorar a qualidade das fezes. Disponíveis em embalagens de 1kg e 10 kg, em pet shops de todo o Brasil. www.royalcanin.com.br

APOQUEL

Trazido pela ZOETIS terapia indicada para o tratamento do prurido associado às dermatites alérgicas caninas, incluindo a dermatite atópica, alimentares, as causadas por ectoparasitas. Tem efeito rápido e proporciona alívio em até 4h. Recomendado para cães com mais de doze meses de idade. www.zoetis.com.br

A CEVA lançou o VECTRA 3D, que possui rápida ação contra pulgas, carrapatos, mosquitos e flébótomos causadores da dirofilariose e leishmaniose). Com efeito Knock-down letal para pulgas, efeito antifixação (hot-foot), repelente e inseticida, com pipeta de aplicação patenteada. www.vectrapet.com/br

KITS PARA EXAMES LABORATORIAIS

A SIEMENS lança os kits IMMULITE de exame laboratorial. O sistema permite a realização de testes de diferentes especialidades em laboratórios de médios e grandes portes. Exames como: TLI, TSH, Total T4 e Free T4. Com capacidade de analisar até 200 testes por hora, os sistemas IMMULITE realizam dosagem de alterações no funcionamento da tireoide do animal (hipotireoidismo) e reposição hormonal. www.siemens.com/br

19


20


CAPA

Jovem e com muitos planos de atuação

Com a função de diretor de portfólio, responsável por todos os produtos da NürnbergMesse Brasil, empresa especialista em feiras de negócios, Diego de Carvalho se diz ‘o braço’ para os seus gerentes de produto, coordenando toda a parte de vendas, e dá suporte para as áreas de marketing, pesquisa e de TI Texto Hylario Guerrero imagens Equipe Luanda “Sou o braço do meu CEO para ajudar a melhorar o processo de atendimento aos nossos clientes (expositores e visitantes) e, ajudar a implementar cada vez mais um serviço de excelência. Não podemos esquecer que somos uma indústria de turismo, de hospitalidade, queremos implementar mais qualidade em nossos serviços com o nosso público de interesse. Nossa empresa atua diretamente em 13 setores da economia com nove produtos e outros três que ainda serão lançados no ano que vem. Produtos estes centralizados na cidade de São Paulo”, explica.

do mercado de food e saúde. Eu, e o novo presidente estamos na empresa há algumas semanas. Nos reunimos com mais de 15 empresas para entender melhor porque elas estavam de fora desta feira, para que pudéssemos recuperá-las. O que ficou muito claro é que ao invés de colocar as cartas em uma só mesa, eles dividiram essas cartas. Agora, é um trabalho nosso reaproximarmos e, trazer novos diferenciais para fazer com que voltem a participar da Pet South America. Já estamos conseguindo. Queremos que a Pet South America volte a ter seus dias de glória”, comenta .

“A cidade de São Paulo é o maior emissor e receptor de turismo da América Latina. Para se ter uma ideia, o Brasil em 2015 recebeu 90 milhões de turistas, sendo 6.2 milhões de turistas estrangeiros e o estado recebeu em torno de 35% desse total. Desses 90 milhões, só a cidade de São Paulo recebeu mais de 12%. São Paulo é o maior fomentador de turismo de negócio, podemos entender que feira é uma das plataformas.Tem um estudo que diz que a cada seis minutos acontece um evento em São Paulo, ao consideramos que uma reunião é um evento, por isso é tão “short time”, esse é o número. Se compararmos outros aeroportos da América Latina, os aeroportos de Congonhas e Guarulhos são o nosso principal “hub” para isso. Números que chamam a atenção quando se fala dessa indústria, a Disney recebeu em 2015, 12 milhões de visitantes. A cidade de Aparecida do Norte recebeu 16 milhões, mas ninguém fala desses números. Isso é só para entender o que a indústria de turismo do país representa”, afirma Diego.

“Sabemos que hoje, a nossa feira está voltada para o público qualificado”, ressalta. “Atualmente, a nossa feira é a única no Brasil que trabalha com toda a cadeia de valor dentro do segmento pet, então não temos aquela grande quantidade de pet food, mas temos a Royal Canin que está participando de forma direta como patrocinadora da arena do conhecimento, assim como a PremierPet que está patrocinando salas do Congresso de especialidades. Tem também a Index, empresa laboratorial. Então, não perdemos 100% da indústria, elas, simplesmente, resolveram participar de forma diferenciada, não como expositores”, explica.

O executivo também comenta que o mercado de pet é resiliente e, como todos sentiu a crise, grandes marcas optaram, muitas vezes, em fazer seus eventos próprios ou participar de eventos regionais. “Estamos fazendo um trabalho muito importante que é a reaproximação

Quanto aos laboratórios, Diego afirma que tem havido conversas muito próximas com as grandes marcas, pois, entende que os laboratórios não têm produtos de lançamentos todos os anos. “Então eles estão também aprendendo a se reinventar com os produtos que já possuem no mercado. Vão às feiras para ajudar a fomentar o mercado e principalmente dar direção para os veterinários. Para recuperar os laboratórios estamos trabalhando para trazer um conteúdo bem qualificado, junto à SPMV, CRMV, ANDIPET. Fizemos isso através do Congresso de Especialidades. Esses são os três principais apoiadores da Pet South”,

21


capa

Quem expôs na Pet South, talvez não tenha tido fôlego para expor na ExpoVet, por isso digo que será uma briga de titãs, daqui em diante." Diego Carvalho

esclarece Diego que argumenta: “Quem define se a feira é anual ou não, é o mercado. Somos promotores de eventos e, seguimos as tendências. Ouço o cliente, os visitantes e expositores. Todas as nossas decisões, são baseadas em pesquisas que são realizadas antes, durante e depois de cada evento. Pelo que temos conversado com os visitantes que são veterinários, groomers, pet shops, acadêmicos, varejistas e expositores, todos apontam que a feira tem mercado para ser um evento anual. Meu know-how é desenvolver eventos dentro daquilo que parceiros e mercado apontam. Temos que pensar em todas as cadeias que estão aqui dentro. Por enquanto, todos acreditam e nos dão suporte que essa feira tem que ser anual”. De fato, o mercado é muito forte. Estamos falando de 132 milhões de pets somente no Brasil. Cerca de 45% das casas no país têm pelo menos um pet. “São cerca de 52 milhões de cachorros, 22 milhões de gatos e ainda tem pássaros, peixes e roedores. O mercado é crescente. Vivemos um momento cultural muito diversificado no Brasil. As pessoas não têm mais tanta vontade de terem filhos e estão optando pelos pets, como se esses fossem parte da família”, diz. Diego ressalta que outro mercado muito interessante e em sua opinião não é valorizado por muitos e, que está sendo trabalhado pela NürnbergMesse Brasil para 2017, é a acessibilidade. “Estamos trabalhando a cadeia de acessibilidade, pessoas com deficiência, pois entendemos que cada vez mais os cães-guia e o serviço têm sido muito requisitados no Brasil. Nos Estados Unidos isso já é cultural, aqui está começando. Hoje, o país tem ‘um quarto’ da população brasileira com deficiência e o custo é alto para treinar um animal para essa finalidade. Atualmente, só no Estado de São Paulo, ‘um terço’ dos shoppings estão aptos e são pet friendly. Isso é uma tendência”. Não há dúvida de que a feira é muito importante, pois é uma plataforma de comunicação e marketing. “Queremos trazer cada vez mais novidades e inovações para levar esse acesso primeiro para a cadeia de valor e que isso se multiplique para o consumidor final. As pessoas envolvidas neste mercado, são ávidas por conteúdos informativos, cada vez mais as pessoas querem entender o processo da cadeia de valor, e, acabam vindo aqui em busca desse tipo de conteúdo para poderem se profissionalizar e entender essa tendência”, explicita Diego. “Estamos dentro de uma onda globalizada tecnológica. Na primeira onda veio a internet, em seguida o mobile, que deu mais acesso às informações. Mas

22

nada se compara ao ‘face to face’ que a feira proporciona. Como ouvir o profissional palestrante que traz um conteúdo do seu dia a dia e revela aos interessados em como todo o processo funciona. Podemos pensar também que o veterinário fica cinco anos dentro de uma universidade tendo somente o conhecimento técnico. Quando se forma, precisa abrir o seu consultório. Mas o consultório, por si só não sobrevive. Ao lado do seu local de trabalho, ele constrói um pet shop. Dessa forma, precisa se especializar como empreendedor para entender o que é um fluxo de caixa, o por que se trabalha com operação de marketing para dar mais visibilidade ao seu negócio. É por conta disso que eles procuram nossos eventos, para buscar esse tipo de informação e melhor prospectar clientes. Pet shop é um mercado acessível a todos que tem a disponibilidade do consumidor encontrar produtos que vão desde alguns poucos reais até peças de luxo. As redes varejistas se adaptaram para receber todo o tipo de cliente e se tornaram grandes shoppings do segmento pet”, analisa o executivo. “A feira educa também para a posse responsável de animais domésticos. É papel nosso como plataforma de comunicação e vendas, ajudar nesse sentido. Trazemos o que há de melhor em conteúdo para ajudar a educar e mais do que isso, aproximar nosso visitante do expositor através das informações. Estamos falando de uma ferramenta que existe no mundo há mais de 500 anos que é ‘feira de negócios’. No Brasil, ainda é uma ferramenta nova, só a exploramos há 50 anos. A feira nos permite trabalhar no mercado não só os dias em que é realizada, mas os 365 dias do ano. Durante a feira é importante que sejam apresentadas as principais novidades e o que há de melhor no mercado aos nossos visitantes e expositores”, afirma. “Nosso foco é ter um retorno maior tanto do segmento de pet food quanto da parte de laboratório. Nosso objetivo é recuperar esse mercado para criarmos uma Pet South America cada vez mais forte. Ouvir os que estão e principalmente os que não estão participando do evento, me ajudou muito para esse crescimento. Acho importante valorizar toda e qualquer informação”. A feira está comemorando 15 anos e, percebemos que temos aqui expositores que estão conosco durante esses anos. Que trazem consigo uma narrativa de como, nesses últimos 15 anos, o seu negócio se desenvolveu com apoio dessa plataforma (feira). É importante ressaltarmos a importância dessa plataforma que consegue trabalhar o produto em 360º.


C

M

Y

Anúncio Jéssica-2015_210x140.pdf 1 15/07/2015 14:10:15

127 crianças com menos de 5 anos morrem por dia no Brasil.

MUDE ESTA HISTÓRIA! DOE AGORA.

M

MY

Y

MY

K

Ligue para: 0300 10 12345 w w w.doeagora.org.br

Em 25 anos de atuação a Fundação Abrinq já beneficiou mais de 8,2 milhões de crianças.


empresa

20 anos de avanço tecnólogico e zelo com brand Próxima de completar 20 anos de sua fundação a Clippertec, empresa gaúcha da cidade de Cachoeirinha, fabricante dos produtos com a marca Kyklon, conseguiu neste tempo consolidar a marca no mercado pet, como produtos de excelência

Texto e imagens: Hylario Guerrero Imagens divulgação

E

m dezembro de 1996, Walter de Baco, criou a Clippertec Industrial e Comercial, colocando a sua larga experiência como executivo na área de comércio exterior. Walter Baco viu no segmento Pet uma oportunidade de iniciar suas atividades importando tosquiadeiras,sopradores e secadores. “Aos poucos fomos conquistando mercado e, o espírito empreendedorjuntamente com a experiência na área industrial, nos tornaram pioneiros na fabricação deequipamentos como afiadora, sopradores e secadores”, explica o diretor. Aos 76 anos, ele ainda participa de todas asdecisões na empresa, traz novidades e sugere melhorias nos processos tanto na parte industrialquanto no planejamento estratégico. A Clippertec é uma empresa de capital fechado, e pelo menos atualmente não cogita não abrir o capital à investidores. “Atualmente fabricamos dois modelos de máquinas de secar inox e rotomoldada, três modelos de seca-

24

dores e seis modelos de sopradores, além de guias de contenção e outros itens” conta. A Clippertec foi pioneira na fabricação de máquinas de secar, e agora desenvolveum sistema no qual utiliza tecnologia própria, chamado de ComfortDry.Umaturbina que gera mais vento dentro do equipamento (em torno de 30% há mais em relação ao modeloantigo), agilizando o processo de secagem e podendo secar até oito animais por hora, commenos ruído. “Este modelo e sistema empregado proporciona mais economia ao profissional usuário e mais conforto ao animal”, informa. Em suas atividades de vendas, aempresa especializou-se em atender ao mercado de distribuidores, somando desde os pequenos aos mega atacadistas. “A Clippertec é hoje a maior indústria latino-americana especializada no desenvolvimento de equipamentos para profissionais de embelezamento animal. Foi a primeira do seu segmento a obter certificação do INMETRO. Possuiárea própria de 6.300m². Suaestrutura é composta por uma


equipe multidisciplinar que abrange engenharia, departamentocomercial e demarketing, produção, groomers especialistas e assistência técnica emtodo Brasil. Não possuímos equipe externa, pois toda a venda é feita por canais de distribuição. O principal diferencial na fabricação dos nossos equipamentos está namultidisciplinariedade que envolve todas as áreas da empresa, fornecedores externos e umconjunto de groomers, escolas e Pet Shops que ajudam a empresa a pesquisar e depoisdesenvolver tecnologias próprias como o Comfort Dry”, elenca o responsável pelo marketing da empresa,Raul Merch.

“A Clippertec mantém crescimento dentro daexpectativa tanto com seus canais de distribuição quanto com a exportação. A razão que atribuímos para este quadro de fortalecimento é a estratégia que adotamos em relação à marca e funcionalidade dos equipamentos, juntamentecom a estrutura da empresa” pondera. “Ampliar o espaço físico e equipe profissional, abertura denovos canais de venda (distribuidores), principalmente no caso do Nordeste, onde a parceria envolve osmaiores players, e também o aumento de vendas no mercado externo” analisa.

Segundo o executivo de marketing, com a política de vendas implementada pela empresa, a penetração dos seus produtos Kyklon tem maior desempenho nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Quanto as regiões Norte e Nordeste, a empresa é parceira das maiores distribuidoras daregião.

“Transpor estas duas décadas com suas alternâncias de respostas do mercado de certa forma nos foi fácil, pois desde o início a empresa focou em duas frentes: desenvolvimento de soluções tecnológicas e a construção de uma marca que procura criar vínculos de relação com seu consumidor. Aconjunção desses dois fatores são os elementos chave na estratégia da empresa. Não bastaapenas ter um excelente equipamento, com preço e garantia, sem entender as reaisnecessidades e entender as dificuldades dos consumidores. Nesse sentido a empresa, empenha-se ao máximo em desenvolver equipamentos e relacionamentos que entreguem verdadeirassoluções aos clientes”.

A Clippertec exporta para mais de 25 países entre eles: Áfricado Sul, Alemanha, Argentina,Austrália, Bolívia, Chile, China, Colômbia, Dubai, El Salvador, Equador, Espanha, Grécia, Honduras, Irlanda, Israel, Itália, México, Nova Zelândia, Paraguai, Peru, Portugal, Rússia,Suíça, Taiwan, Uruguai e Venezuela. “Apesar da situação atual socioeconômica, a empresa expandiu sua atuação tanto nomercado interno como no externo. No mercado interno o crescimento em relação aos canais dedistribuição aumentou em 20%. Já as exportações tiveram um incremento no ano de2016 em torno de 30%, e a probabilidade, é de continuarmos mantendo estes percentuais para o próximo ano”, reitera Merch.

Transpor estas duas décadas com suas alternâncias de respostas do mercado de certa forma nos foi fácil” Walter de Baco

Para comemorar as duas décadas de atividades, a empresa criou duas estratégias: ações focadas na rede de distribuição e outra no endomarketing. As ações voltadas à rede de distribuição têm seu foco em campanhas promocionais. Na Pet South América foram feitas ações juntos aosdistribuidores, visando agradecer o envolvimento dos mesmos com a empresa e ao consumidor final.

25


JOSÉ EUSTACHIO Chairman Talent Marcel

Por que as marcas desaparecem?

T

odos nós guardamos na lembrança algumas marcas que fizeram parte da nossa história, nos encantaram, emocionaram, inspiraram. Basta olhar para trás e certamente vamos ver, de maneira saudosa, marcas com as quais convivíamos cotidianamente e que simplesmente desapareceram, sumiram no passado, deixando apenas um indelével registro. A marca do biscoito sempre tostadinho, da margarina de toda família feliz, aquela do arroz branquinho e de gravatinha elegante, da calça jeans para quem tinha fome de liberdade, do refrigerante que bastava beber para repetir, do cobertor que nos lembrava a hora de dormir e do famoso filme fotográfico amarelinho. Faça você mesmo o teste, é só puxar pela memória. Quantas marcas que já foram dominantes nas suas categorias deixaram de existir? Você é capaz de listar? Todas essas marcas foram muito importantes, mas algum fator, ou um conjunto deles, acabou por determinar sua morte, ou as levaram à condição de irrelevância. Algumas sofreram com o aparecimento de concorrentes mais agressivos, ou se inviabilizaram pelo aumento do custo dos insumos, novas tecnologias, mudanças no comportamento de consumo, novos canais de distribuição, novas culturas e hábitos. No entanto, a principal razão para seu ocaso é que não conseguiram perceber com a prontidão necessária a inarredável necessidade de se atualizarem frente às transformações da

26

sua própria época. Ficaram presas às razões do seu sucesso no passado e não souberam se reinventar. É a chamada “Síndrome do Apego”, que tem como consequência a degenerescência progressiva do apelo da marca, seu envelhecimento gradual, até o ponto em que sucumbem. Seus sintomas são: a resistência em rever seu core, em abandonar seus produtos outrora vencedores, em ir em busca de novos segmentos de consumidores e, finalmente, em romper com os códigos históricos da categoria. Na outra ponta, temos centenas de marcas que atravessaram décadas de existência, algumas centenárias, mas que permanecem com corpinho de adolescente. Marcas que continuam fortes, vigorosas, competitivas e conquistando participação de mercado e novas gerações de consumidores. São marcas de sandálias, presunto, cerveja, tubos e conexões, refrigerantes, camisetas, queijinho cremoso, cosméticos, produtos de limpeza, e por aí vai... Estamos falando do grupo das marcas que sempre tiveram a consciência de que o papel de uma marca é representar o momento que a sociedade vive, ser a expressão da sua época e dar às pessoas aquilo que elas desejam e não o que a marca quer vender. As marcas são entidades vivas e, assim como as pessoas, o envelhecer não é uma condição determinada pelo passar dos anos, não é uma questão cronológica, mas sim da capacidade de se manterem contemporâneas.


PET SOUTH AMERICA FORTALECE E RENOVA O SETOR Organizada pela NürnbergMesse Brasil, a feira apresentou as principais inovações para o setor pet nas áreas de Higiene e Beleza, Saúde, Nutrição, Equipamentos Veterinários, Acessórios e Serviços Texto Hylario Guerrero imagens Equipe Luanda

28


FEIRA

O

evento ofereceu conteúdo voltado ao desenvolvimento profissional e a geração de negócios para veterinários, acadêmicos, lojistas, distribuidores, groomers, adestradores, criadores, varejistas e atacadistas. O estande da revista PETMAGAZINE, foi bastante visitado por clientes e público. Muitos dos profissionais que receberam exemplares da revista disseram reconhecer a importância do editorial para pesquisas. No estande da revista estiveram presentes os diretores da Agência ANIMAL LEGAL, a fotógrafa Zoraide Braz, e seu marido e parceiro profissional, adestrador e treinador de animais Wagner. Com as corujas Dodo e Cacau, que fazem tanto sucesso por onde passam. Foram milhares de fotos tiradas do casal com o bichos exóticos, que não passaram desapercebidos por nenhum visitante da feira. O Doutrinador de Cães, Fernando Tedesck também esteve boa parte do tempo no estande da PetMagazine, expondo uma nova coleira com enforcadores para cães que não machucam, e ajudam a disciplinar o animal.

EXPOSITORES MANTIVERAM FOCO VOLTADO PARA A NUTRIÇÃO PET Produtos alimentícios em diversos formatos, sabores e texturas, é uma boa opção de investimento para quem deseja entrar no setor. Numa gôndola de acrílico com várias divisórias, os petiscos da franquia PET BONOSSO chamaram a atenção dos visitantes. Além dos formatos curiosos como kafta de carne, esfiha e banana, o cliente tem a opção de escolher diversos aromas doces e salgados, entre eles menta, morango, carne e frango. Produtos feitos do couro bovino ou suíno com corante natural. Animais que necessitam de uma alimentação balanceada, os snacks com baixo teor de gordura, fabricados com matérias-primas naturais da ZOO PRIME, marca da PETHY GROUP, foi lançamento na Feira. Produtos comercializados em bifes ou palitinhos para os cães, nas op-

ções light sabor centeio e old dog sabor carne. A empresa também apostou na linha de suplemento vitamínico aminoácido para cães, gatos de todas as idades. Produtos para pet shops como a PET TRENDS: brinquedos para cães confeccionados a partir do mesmo material de mangueiras anti-incêndio (a linha Invincibles, da Outward Hound), garante ao produto alta durabilidade. Tapete sanitário: com carvão vegetal de bambu, da BAMBOO PADS, maior poder de absorção em relação ao produto convencional. Casinhas da BABY HOME: produzidas com plástico tratado e resistente, garantem leveza e praticidade na hora de limpá-las e deslocá-las. Fáceis de montar e desmontar graças aos botões patenteados que unem as peças da estrutura. SANTO AMIGO: roupas e acessórios para pets, a marca fabrica camisetas, bonés, canecas e adereços personalizados para quem ama animais. Parte do lucro foi doada para ONGs cadastradas no projeto #JuntosSomosMais. A SULAMERICANA Fantasias criou a Super Pet, linha de dogs wear com fantasias e acessórios para cães de todos os portes. PET STILO, marca de roupas e acessórios da PET INJET, trouxe seu portfólio fabricado com tecido hipoalergênico. Segundo a analista de marketing, Etelvina Amaral, o evento proporcionou expectativas de novos contatos para exportação. Receberam visitantes da Argentina no estande, que prospectaram após a feira. PERIGOT lançou xampu e condicionador Detox com Argila Rosa. Conceito de limpeza profunda possuem blend de aminoácidos, creatina e D-Pantenol, além da argila rosa. Condicionador com capacidade umectante, além de silicone hidrossolúvel, para dar toque aveludado e facilitar o desembaraço dos pelos. Esmaltes para pets nas cores Diamond e Ruby com glitter da TCHUSKA. Produtos com hidratante D-Pantenol

29


Feira

na composição, 100% biodegradáveis, e hipoalergênicos “9 Free”, ou seja, livres de nove elementos que podem causar alergia nos pets. Linha GatoVerde, da EMPÓRIOPET traz para o mercado o primeiro BB Cream xampu para gatos. Tecnologia de multifuncionalidade dos BB Creams para humanos COMO CONQUISTAR O CONSUMIDOR A ANDIPET, Associação Nacional dos Distribuidores de Produtos PET promoveu Conferência: A conquista do consumidor em um mercado cada vez mais competitivo. O evento foi inaugurado pelo painel ‘Mercado & Gestão de Negócios: crescimento & perspectivas, caminhos da economia na visão dos mercados Pet e Veterinário’. Sergio Lobato, consultor e palestrante em gestão da inovação em veterinária refletiu sobre “Gestão emocional da clientela... o seu desafio... o seu sucesso!”. Segundo o especialista, lidar com o cliente vai além da capacidade técnica. “O dono da clínica veterinária precisa ter habilidades de atendimento e relacionamento, como conhecimentos de psicologia, legislação e saber gerir diferentes situações que podem surgir no dia a dia, tais como o luto do cliente e a percepção da clientela sobre o negócio”, recomenda. Outras palestras abordaram as estratégias de comunicação e marketing, “A conquista e fidelização de clientes, e, a profissionalização e o desenvolvimento de talentos. Destaque para o prof. Dr. Marco Antônio Gioso, da FMVZ-USP, coach e palestrante internacional em empreendedorismo. Ações inovadoras de visual merchandising na palestra “O novo olhar sobre a relação com o pet necessita de um novo varejo” uma forma disruptiva de pensar clínicas e pets, o alvo é o engajamento”, de Ana Claudia Costa, consultora em estratégia de varejo e diretora do Retail Design Institute (RDI). Alexandre de Assis, especialista em marketing e gestão estratégica de pessoas do SENAC, falou sobre “O que o marketing online pode fazer pelo seu negócio”. CONGRESSO PAULISTA DAS ESPECIALIDADES - CPE Além de contar com variada gama de expositores, foram mais de 320 marcas nacionais e internacionais. A edição comemorativa de 15 anos da Pet South America, apresentou exposições que ocorreram simultaneamente à feira no Pavilhão Verde do Expo Center Norte. Destinado à profissionais de diversas áreas da Veterinária, o CPE (Congresso Paulista de Especialidades) ofereceu conteúdo altamente qualificado sobre nefrologia e urologia, cirurgia de tecidos moles, diagnóstico por imagem, odontologia, fisioterapia, bem-estar animal, homeopatia, fisioterapia, entre outros.

30


CONTEÚDO ESPECIALIZADO QUALIFICADO No CPE, peritos nacionais e internacionais de diferentes especialidades da Medicina ministraram painéis em cinco salas simultâneas, uma média de 130 palestras, como o professor Dennis Chew, da The Ohio State University, dedicou-se à urologia veterinária e em sua exposição, falou de “Infecção no trato urinário de cães, e à bactéria Escherichia coli”. LASERS NA ODONTOLOGIA VETERINÁRIA O veterinário Leonel Rocha, especializado em cirurgia nasal e oral, afirmou que é enorme a lista de procedimentos dentro da veterinária pode-se utilizar lasers desde o clareamento dental até a úlcera aftosa recorrente. O CPE abordou a transformação da relação humana/ animal nos últimos anos, os pets que são considerados parte da família. Palestra: “Idoso sim, velho não”, através do veterinário MSc. Claudio Ronaldo Pedro. Enfatizou que a veterinária evoluiu, garantindo aumento de 20% na expectativa de vida dos pets. REGULAMENTAÇÃO SANITÁRIA PARA SETOR PET Apresentou temas como nutrição, regulamentação, importância do adestramento, e-commerce e novas tecnologias e vigilância sanitária nos serviços veterinários: condições necessárias para regularização. PREÇO NÃO É FATOR PREDOMINANTE NA HORA DE ESCOLHER VETERINÁRIO “O medo de elevar preços e desagradar o consumidor” foi tema da apresentação de Renato Miracca, diretor da Q Soft Brasil e veterinário, apesar do receio de desagradar a clientela, muitas vezes é necessário elevar preço dos serviços e produtos oferecidos pela clínica ou pet shop. GESTÃO DE CLÍNICAS E HOSPITAIS VETERINÁRIOS As exposições da segunda leva de palestras do CPE se dividiram em 15 temas – como urologia, nutrição, marketing e geriatria, abrangeu 43 painéis com especialistas do setor. NUTRIÇÃO ANIMAL Nutrição: aditivos naturais, alergias alimentares, dietas não convencionais, antioxidantes, rótulos dos alimentos e a nutrição de pacientes geriátricos. Exposição da prof. dra Ananda Portella Félix que destacou o uso, “Vantagens e desvantagens dos aditivos naturais na ração”.


Feira MARKETING E GESTÃO Marco Antônio Gioso e Kaleizu Rosa palestraram sobre: “Qualificação profissional”; “Gestão de funcionários”; “Gerenciamento de clínicas e hospitais veterinários”; “A avaliação e o balanço dos gastos do estabelecimento são fundamentais para ganhar dinheiro e fazer o negócio dar lucro”. É importante que a empresa seja um local de trabalho interessante e que o dono tenha visão de sempre buscar novas conquistas, além de dialogar com a concorrência para enxergar oportunidades de corte de custos no negócio”, ressaltou Gioso. MEDICINA FUNCIONAL “Otimização dos níveis de vitamina D3 em cães e gatos”; “Uso de nutracêuticos no tratamento de lipidose hepática felina”; Papel da dieta caseira de exclusão para animais com hipersensibilidade alimentar”, pela veterinária Estela Pazos. CIRURGIA E ANESTESIA Na seção de anestesiologia, temas como “Insuficiência renal no período pós-operatório”; “Coagulopatia no trauma, anticoagulação pós-operatória e fluidoterapia” nas cirurgias de animais de grande porte, pela dra Marcia Kahavegian. HOMEOPATIA E PSICANÁLISE O veterinário MSc Marcos Eduardo Fernandes contou como criou método inédito de “Avaliação e identificação por meio da psicanálise, aliada à medicina veterinária e à homeopatia”. “O cerne é saber com quem o cão se identifica na família e quem ele tenta copiar e se portar como tal. Esta técnica pode facilitar o diagnóstico de doenças, potencializar o tratamento do animal e ainda prevenir doenças no tutor”. NOVIDADES PET SOUTH SOUTH EM 2017 Para o próximo ano: o CPE continuará acontecendo paralelamente à Pet South America, mas em novo local, com estrutura mais moderna em um dos mais completos centros de convenções da cidade, antigo Centro de Exposição Imigrantes. Também no próximo ano, a SPMV traz, juntamente à NürnbergMesse Brasil, a primeira edição do Congresso Internacional de Medicina de Felinos, em paralelo ao CPE e à Pet South. UM PARALELO ENTRE AS FEIRAS PET SOUTH AMERICA E VETEXPO, EM OPINIÕES DE PROFISSIONAIS DO SEGMENTO Na opinião do juiz e professor de Groomers, Sergio Murilo Villasanti, a Pet South America, devido sua tradição, apresentação, expositores é uma feira mais técnica, que se aproxima mais do público formador de opinião

23


e profissionais, embora seja mais comercial e também mais necessária para o setor. Segundo a Dra. Vanessa de Souza, que atua no pet shop “Traz o Seu Cão”, na zona Sul da capital paulista, as duas feiras exibiram grande quantidade de expositores de grande qualidade. “Vamos ver o que vai acontecer daqui em diante. Elas são concorrentes não há dúvida, e há sempre o perigo de dividir o setor. De um lado tivemos a Anclivepa e de outro o Conselho Regional Veterinário e a Sociedade Paulista Veterinária”, comenta. “Quem expôs na Pet South, talvez não tenha tido fôlego para expor na ExpoVet, lembrando que sempre há procura maior pelos segmentos pet food e laboratórios. O setor de embelezamento, vestuário e brinquedos, embora estejam crescendo muito e vendendo bastante, são secundários na importância que se dá ao pet. Não adianta banhos e bonitas podas e penteados se o animal não come direito, se as rações não são direcionadas , e se o animal necessita de uma série de medicamentos”, afirma. Porém, uma coisa é certa, as feiras foram localizadas praticamente no mesmo lugar, com altos custos de estacionamento, o que não agrada o bolso de ninguém”, finaliza Vanessa. Na opinião da dra. Thainá Vianna, do PET SHOP BIG VET, na zona norte da capital, as datas serem tão próximas entre uma feira e outra foi muito ruim, mesmo a Pet South sendo mais voltada para área do mercado de pet shops e varejo, e a VETEXPO mais focada para a parte veterinária. Geralmente, os veterinários são donos do próprio negócio e tem muitas funções que exigen a sua presença, o que inviabiliza a visita em ambas. Além do que gasta-se em uma feira e na outra já não temos tanto poder de compra”. “Mas acho bom ser dividida, pois o que é de interesse do veterinário pode não ser de interesse do tosador. São coisas distintas. A VetExpo é mais técnica falando na parte veterinária, já a Pet South tem mais variedades de coisas no geral. Não acredito que uma feira tende mais para o varejo, e a outra mais para o atacado, acho que ambos estão querendo apresentar melhor o seu produto”, diz Thainá. “A Pet South teve mais palestras e demonstrações voltados para área banho e tosa, e a VetExpo para veterinários. Porém o horário não ajuda muito, pois é difícil sairmos do trabalho para assistirmos palestras durante o dia. Acho melhor para final do dia e noite”, conclui Thainá Vianna. Segundo Fernando Tedesck, a mais técnica foi a ExpoVet, porém não havia muitas novidades. “A Pet South, em todos os aspectos, é mais necessária para o setor. Com novidades e lançamentos, além de bem diversificada. Creio que deveriam ser em épocas diferentes, pois é fatigante para qualquer profissional participar de duas feiras em datas tão próximas.”

33


MARCO ANTONIO GIOSO Atua em Gestão, Marketing e Coaching FMVZ-USP www.usp.br/locfmvz

Formação de preços, análise de custos e carga tributária A

maioria dos profissionais liberais não se tornam ricos porque pensam como pobres. Sua mentalidade foi moldada como a de pobre. Na escola, muito menos, se ensina como ganhar dinheiro, pois ela pensa com mentalidade de pobre. Entenda-se aqui que sempre fui pobre, até o dia em que comecei a pensar como rico, o que mudou minha vida, e para melhor, muito melhor. Aqui nenhum preconceito contra os que têm menos recursos financeiros, muito pelo contrário, queremos é ajudar a que ‘eles’ usem das técnicas e informações que podem mudar suas vidas. Com a plêiade de faculdades que surgiram nestas várias profissões ao longo do final do século passado, uma enxurrada de profissionais abarrotaram o mercado.

A pergunta é: existe mercado para tantos novos profissionais? Este número excessivo de profissionais vem acarretando em algo aterrotizador para as profissões envolvidas, porque os profissionais vem sendo mal preparados, e para terem um mínimo de sustento, estão se prostituindo, porque pensam com cabeça de pobre dentro dos seus consultórios. Para o público, em primeira análise, pode parece bom, já que os preços vem abaixando. Porém, do ponto de vista de uma análise profunda, percebe-se que o nível de serviço e a qualidade vem decrescendo, colocando em risco o serviço prestado. Temos esperança de que o atendimento profissional, seja em que atividade for, comece a se elevar, e sempre se pensando também no bolso do profissional! Há os que crêem ser uma direção irreversível

34

o barateamento do atendimento profissional, mas existem os que ainda acreditam numa socialização das profissões, mas de forma que o profissional possa se atualizar, com rendimentos condizentes a sua profissão. Toda e qualquer profissão é digna, porém, as da área de saúde lidam com vida e morte. Não existe meio termo, por vezes, há que se tomar decisões de cuja vida do paciente dependerá. Profissional mal remunerado é profissional mal preparado e não toma decisões corretas. Muitos, talvez a maioria, não sabe precificar seus serviços ou produtos, se esquecendo, ou nem atentando-se para a altíssima carga tributária existente no Brasil. A análise do operacional de seu atendimento, que inclui exatamente todos os gastos, despesas e custos, devem ser levadas em conta desde o momento em que se retira o fone do gancho ou dispara-se um e-mail para fazer um pedido. E-mail tem custo, telefonema também. Quanto vale seu tempo para fazer este pedido? Se você acha exagero, sugiro refletir mais sobre o tema e mais interessante, dar-se uma chance para começar a usar as técnicas aqui apresentadas e começar a sair do sufoco financeiro que talvez você esteja. Trabalhamos como formiguinha pela profissão, pois estamos fartos de ouvir lamentações de colegas, especialmente quando amaldiçoam a profissão como se segunda. Acreditamos no oposto, pois sabemos que nossa profissão podem dar muito a muitos colegas, dando-lhes prestígio social, qualidade de vida, por meio de bons rendimentos. Existem ferramentas para isto, e a minoria ainda as conhece.


MARCELLO MACHADO DE AZEVEDO Gerente Técnico Nacional da Total Alimentos e médico veterinário

Tártaro em cães e gatos:

Como surge? Como prevenir? Como tratar?

Q

uem não gosta de receber uma lambida do seu amigo de quatro patas? Essa é uma das maneiras que os cães e gatos encontraram para demonstrar carinho por nós, mas fica difícil aproveitar o momento quando sentimos no ar um dos problemas que o tártaro causa. Além do mau hálito, a ocorrência do tártaro gera riscos de maiores infecções de bactérias que podem migrar para órgãos vitais do animal. COMO SURGE O TÁRTARO? Quando não escovamos os dentes do cachorro ou gato, os restos de alimentos vão acumulando placas que se calcificam dando origem ao tártaro. Ali, as bactérias se desenvolvem produzindo toxinas irritantes que causam a gengivite. A contínua calcificação atrai mais bactérias que afetam os tecidos que sustentam os dentes. Os sintomas são claros, é possível notas visivelmente as placas nos dentes e, também, sentir o mau hálito causado pelas bactérias. PRECISO ME PREOCUPAR COM O TÁRTARO NO MEU ANIMAL DE ESTIMAÇÃO? Claro que sim! Não é apenas a estética que é afetada, o tártaro representa um grande risco para a saúde do cão e do gato. Além do mau hálito, da dificuldade na trituração dos alimentos e do risco de perder os dentes, o tártaro é a porta de entrada para bactérias mais fortes que conseguem chegar a órgãos como coração, fígado e rins. Essa infestação por bactérias pode até ocasionar a morte do animal. COMO TRATAR? O tratamento realizado é a limpeza do tártaro em todos os dentes que só poderá ser feita por um veterinário. O animal terá que passar por anestesia geral para que se consiga extrair o

tártaro das áreas dos dentes que ficam cobertas pela gengiva. No entanto, animais idosos ou em condições de saúde mais sensíveis correm riscos ao receber esse tipo de anestesia. Nesses casos, o veterinário deverá avaliar a necessidade de realização do procedimento. COMO PREVENIR? Você sabe que é melhor prevenir do que remediar. Existem substâncias adicionadas às rações e snacks que ajudam a prevenir a formação do tártaro. Inclua nas refeições do pet os alimentos que possuam em sua formulação o hexametafosfato de sódio, esse componente evita a mineralização de placas bacterianas e biofilme, auxiliando a prevenção da formação do tártaro. Outra forma de prevenção é a escovação diária dos dentes. Peça orientação do veterinário para comprar a escova e o creme dental corretos. Nunca use creme dental para humanos, pois o animal de estimação pode engolir e se intoxicar. Faça da escovação um momento de diversão para o animal e, ao final, o presenteie com um snack. Lembrando que essas alternativas servem apenas para evitar a formação do tártaro, se o animal já está sofrendo com a doença, o único tratamento é a limpeza realizada pelo veterinário. IMPORTANTE: Em quadros de periodontite já instalada é necessário fazer um tratamento periodontal com acompanhamento e instruções do médico veterinário.

35


VININHA F. CARVALHO Editora do Portal Animalivre: www.animalivre.org.br

S

Animais de estimação em condomínio exige bom senso na convivência

igmund Freud, psiquiatra austríaco, reconheceu e valorizou o caráter específico e a importância de animais na vida das pessoas. Nos últimos anos, a convicção de que a companhia dos animais é benéfica para o homem, adquiriu fundamento científico. Sua presença alivia solidão e o abatimento de seus donos, servindo como estímulo para cuidar de si próprio e para realizar atividades úteis. Pode-se amar um animal com uma intensidade extraordinária. Afeição com simplicidade neste mundo tão conturbado. A companhia de um animal reduz a ansiedade e as tensões, porque se converte no centro de atenção e, traz sentimentos de segurança. Pode contribuir ainda, para que o tutor se mantenha em boa forma física, ao dar-lhe motivação para fazer exercícios. Apesar de todas estas atribuições a presença dos animais de estimação em apartamentos gera muitas dúvidas e o tema é objeto de discussão que envolve vizinhos e síndicos. Qual porte é permitido? Quantos por apartamento? É possível descer com ele no elevador social? No colo ou no chão? Diversos condomínios não permitem animais. Porém, este tipo de proibição é ilegal. A Constituição Federal assegura o direito de manter animais domésticos em apartamento, desde que os direitos dos outros moradores sejam respeitados É importante lembrar que o

36

animal hoje faz parte de muitas famílias, e é um grande amigo e excelente companhia para todas as idades, principalmente para os idosos. A convenção e o regulamento interno podem exigir o uso de coleira e guia e, que a condução do animal deva ser somente através do elevador de serviço. Cães de grande porte devem circular com coleira e focinheira, seja nas áreas comuns ao prédio ou em elevadores. Os dejetos deixados pelos animais devem ser recolhidos durante os passeios pelo local. O barulho feito por animais em horários inadequados, ou que costumam ficar em casa sozinho durante todo o dia, devem ser evitados. Cada condômino pode manter dentro de sua residência, a quantidade de animais que for conveniente para si, desde que não cause transtornos à segurança, higiene e ao sossego de seus vizinhos. Deve prevalecer sempre o bom senso e o diálogo. Do ponto de vista legal (Lei 4591/64, apelidada de Lei do Condomínio), um morador tem o direito de manter o animal doméstico em seu apartamento, no entanto é preciso que o condômino respeite as normas de convivência, higiene e acordos estabelecidos. O artigo 19 da Lei 4.591/64 diz que o condômino tem “o direito de usar e fruir, com exclusividade, de sua unidade autônoma, segundo suas conveniências e interesses, condicionados, umas e outros, às normas de boa vizinhança, e poderá usar as partes e coisas comuns, de maneira a não causar dano ou incômodo aos demais condôminos


comander

R

Guia Profissional de Adestramento e passeio de Cรฃes

ara

p nte e m a so stas d n e V loji

Esta cansado de TER PROBLEMAS COM GUIAS Conheรงa a

Comander!

Vendas REINALDO/RENATO: (11) 4624-5951 / (11) 9 7342-2754 / (11) 9 8230-3660 odoutrinADORDECAES@OUTLOOK.COM


www.pressworks.com.br

ou moradores, nem obstáculo ou embaraço ao bom uso das mesmas partes por todos”. O síndico serve como mediador em situações de conflitos. É sua responsabilidade garantir a paz e o bem-estar das pessoas que ele representa. Quando se trata de animais em condomínios, a primeira medida para casos que estão fugindo ao controle é enviar uma notificação ao dono ou alertá-lo em uma conversa informal. Uma boa iniciativa é o síndico aproveitar as reuniões com moradores para criar algumas regras que satisfaçam todas as partes, estabelecendo um horário de tolerância para latidos e barulhos causados pelos animais. O advogado Daphne Cite de Lauro, especialista em Direito Imobiliário, explica que o atual Código Civil, que passou a tratar inteiramente da matéria a partir de 2003 (artigos 1.331 a 1.358), não trata claramente do assunto, o entendimento jurisprudencial é que garante a presença dos animais. Mas, são as convenções condominiais e os regulamentos internos que disciplinam a convivência. A lei atual diz, no artigo 1.336, inciso IV, que “o condômino não deve alterar o destino de sua unidade, bem como não a utilizar de maneira prejudicial ao

38

sossego, salubridade e segurança dos demais". Portanto, podemos concluir que o morador não pode é ter uma quantidade de animais na unidade, que interfira diretamente na questão da salubridade, provocando maus tratos devido a falta de espaço, bem como cães que latem descontroladamente ou circulem pela área comum sem proteção. Ainda segundo o advogado, as convenções que permitem cães nos apartamentos até determinado peso certamente não prevalecerão perante o Judiciário.“Essa teoria é um grande absurdo. Imaginemos um cão que engorda. Os donos terão que se desfazer dele? Vejamos o aspecto prático: primeiramente, o condomínio terá que adquirir uma balança especial, como as que existem nas clínicas veterinárias. Em seguida, terá que prever quem fará a medição do peso. O zelador? O porteiro? De quanto em quanto tempo?", questiona o Dr. Daphne Cite de Lauro. A presença do animal bem cuidado e educado não fere os direitos de vizinhança, é soberana a qualquer convenção de condomínio. O morador possuidor de animal está exercendo o seu mais legítimo direito de propriedade.


Petmagazine 99  
Petmagazine 99  
Advertisement