Page 1


Editorial Fazer a ponte para aproximar os polos que movimentam o segmento, buscando o entrelaçamento de interesses que dinamizam os negócios do segmento motopeças, é a principal função que procuramos desenvolver em nossas atividades. Fabricantes, distribuidores, varejistas e representantes de vendas, têm as suas ações no mercado simplificadas com a interação que promovemos em cada edição da revista ou dos Encontros Motomagazine. Assim, seguimos gerando conhecimento entre os profissionais que produzem e os que oferecem para o mercado. Tudo nos faz crer que conseguimos os nossos objetivos iniciais e que permaneceram por esta década, ou mais, deste envolvimento profissional. Marcas se solidificaram, serviços se modernizaram e empresários se destacaram com os seus produtos e serviços, se utilizando destas ferramentas que disponibilizamos. É possível até que tenhamos influenciado outros veículos de comunicação a buscar alternativas para também oferecer serviços parecidos, semelhantes. Alguns com sucesso, o que é muito bom para o setor, outros não tiveram a mesma sorte porque talvez tenham copiado a fórmula e tentando simplesmente oferecer valores menores em comparação aos eventos que organizamos. O que na realidade não tem nenhum mérito, a não ser a concordância do acerto e qualidade daquilo que oferecemos aos nossos parceiros. Porém, este julgamento não nos cabe. Quem pode e deve analisar estes conceitos são aqueles que se utilizam dos canais que disponibilizamos. Neste período marcado por incertezas da economia nacional, recebemos o apoio importantíssimo das empresas que permaneceram conosco, acreditando ser possível superar a situação se utilizando com criatividade de cada uma de nossas iniciativas. Ao que parece, o mercado tem correspondido a estes investimentos de marketing tirando do horizonte as nuvens pesadas do pessimismo, encarando com firmeza e competência as dificuldades e as transformando em oportunidades. Todos nós

Hylario Guerrero * 1956 - † 2017

PS: Aproveitamos este pequeno espaço para agradecer as inúmeras manifestações de carinho que foram endereçadas à nossa equipe e à família do nosso colaborador, o jornalista Hylario Guerrero, por ocasião do seu passamento. Ficamos realmente muito tocados com as homenagens que lhe prestaram.


Expediente

Conteúdo

Diretoria Osmar Silva José Haroldo G. Santos

Edição 103 - Outubro/Novembro 2017 Editor Osmar Silva osmar@luanda.com.br Redação Joelma Farias (MTB 78.793) redacao@luanda.com.br joelma.noticia@luanda.com.br

32 PERSONAGENS DO SUL

Colaboradora Caroline Paiva (MTB 70.849) carol.noticia@luanda.com.br Design Editorial Bruno Ricardo Mello dos Santos Diego Igor de Oliveira midia@luanda.com.br arte@luanda.com.br

Diretor Comercial José Haroldo G. Santos haroldo@luanda.com.br Publicidade Ana Paula Lima José Rubens Bizarro Michele Silva Denis Jorge vendas@luanda.com.br Skype: luandaeditores

10 FABIO NALLIN

Administração Denis Jorge Thais Gonçalves luanda@luanda.com.br Jurídico Dra. Adriana Carla Gomes P. Silva Assessoria Gráfica PavaPrint Impressão Gráfica Mundo Endereço Rua Joaquim de Almeida Moraes, 273 Jd. Magali - CEP: 02844-000 São Paulo/ SP - Brasil Tel.: + 55 (11) 3461-8400/ 3461-8401 www.luanda.com.br

Representante em Taiwan

PRO MEDIA COMPANY LIMITED 500 彰化市公園路 一段 258 巷 8 號 6 樓 樓 6F., No.8, Ln. 258, Sec. 1, Gongyuan Rd., Changhua City, Changhua County 500, Taiwan Tel:+886-4-726 4437 Fax:+886-4-728 4657 www.motopromedia.com e.: promedia7@xuite.net info@motopromedia.com

30 19ª CONVENÇÃO DE VENDAS

Seções

EDITORIAL NOTAS ESPORTES

06 14 44

A revista Motomagazine aceita matérias técnicas como colaboração para divulgação de projetos, trabalhos, novos produtos, etc. Os artigos deverão vir acompanhados de fotos ilustrativas com as respectivas legendas e curriculum do autor. A revista não se reponsabiliza por opiniões e artigos assinados que podem ou não expressar a mesma opinião do editor. As opiniões emitidas em artigos assinados são de responsabilidade do autor. A motomagazine não se responsabiliza pelo conteúdo dos anúncios veiculados, nem por aquisições em função destes. Todos os direitos reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sob pena de procedimentos legais. A revista Motomagazine é uma publicação bimestral da Luanda Editores Associados LTDA., e tem sua marca registrada no INPI sob o número 820.994.286.

Foto da Capa: youmustbetripping

MARKETING LANÇAMENTOS

18 26


Superbike

RUMO À VITÓRIA Fabio Nallin, piloto da equipe Sport Plus Racing, compete na importante prova Superbike Brasil, maior campeonato de motovelocidade das Américas, onde se prepara para fechar a temporada 2017 com mais uma brilhante participação. Até as últimas disputas, o campeonato segue indefinido, o que reserva mais emoção para a final

Texto : Joelma Farias e Divulgação Imagens: Felipe Moreira e Marcello Paiva

10

Adrenalina e muita emoção

Esses são alguns dos efeitos causados em pilotos de motociclismo a partir do momento que esses colocam suas máquinas na pista. Enfrentar desafios é o que move esses aventureiros. As vitórias e os troféus, ajudam a narrar essa trajetória que, nem sempre, é constituída de glórias. Na verdade, esses guerreiros batalham frequentemente por melhores performances, o que determina a sua permanência nessa atividade esportiva que mistura prazer, emoção e perigo. E foi passando por situações desse tipo, que Fabio Nallin, conquistou o seu espaço no motociclismo. Competindo desde 2013 na Superbike, na categoria PRO AM 1000cc, o piloto já conquistou importantes títulos: em 2016, foi campeão Copa Pirelli (cat. LIGHT), no mesmo ano chegou a ser vice-campeão no Brasileiro PRO AM, 2015 e 2016, 3º colocado nas 500 MILHAS. Mas, como em todas as

.


nça dos ia f n o c e o apoio do que n e t Ag ra d e ç o n e is o o re s , p ealização r patrocinad a l e v iá v eria in sem eles s eto" d e s t e p ro j profissões há períodos de altos e baixos, também houve momentos difíceis na carreira vitoriosa de Fabio. O piloto já passou um período longe das pistas, por conta de problemas com patrocínio, mas Nallin não só conseguiu novos e importante patrocinadores como seguiu competindo em alto nível. Hoje, Fabio Nallin conta com a assistência de empresas como: Motomagazine/ Motul / Provision / Firebreq. “Agradeço o apoio e confiança dos patrocinadores, pois entendo que sem eles seria inviável a realização deste projeto”, afirma. Fabio quer continuar conquistando boas posições e reconhece suas chances de conquistar uma ótima colocação no campeonato 2017. “Estamos focados para a próxima etapa. Os bons resultados obtidos nas últimas provas nos deixaram mais motivados e confiantes pela busca de melhores performances”. Competindo com fortes adversários, Fabio confia no eficiente trabalho desempenhado pela sua equipe e no seu

alto nível de competitividade. “O campeonato está muito acirrado, qualquer detalhe é extremamente importante podendo ser um fator decisivo nos resultados. Lembrando que as últimas etapas serão rodadas duplas, ou seja, ainda temos 100 pontos em disputa, o que deixa o campeonato em aberto até o momento”. O piloto resume sua paixão pela velocidade, sentimento que o torna uma forte referência no esporte, ao lado de outros grandes nomes do motociclismo. “A motovelocidade é um esporte apaixonante, desafiador, movido a muita adrenalina, e nesta temporada estou tendo o privilégio de estar na pista junto com nomes conhecidos internacionalmente, como o veterano Alex Barros, Eric Granado e Danilo Lewis”, conclui. A próximas provas serão realizadas em Goiânia/GO 23/10 e Interlagos/SP 03/12. Estamos na torcida!

Patrocinadores

11


Prof. Dr. Marco Antonio Gioso FMVZ-USP http://www.usp.br/locfmvz

A VALORIZAÇÃO DA EQUIPE Dizem que o principal ativo da empresa são seus colaboradores. Pois é, do ponto de vista de quem? Falar sobre isto gera polêmica sempre, pois cada lado pensa estar com a razão. Pode-se abordar o tema de diversos ângulos: do ponto de vista operacional, das tarefas a serem cumpridas, do salário, dos bônus, dos benefícios, dos resultados apresentados, das despesas, dos encargos sociais, das injustiças feitas, das metas atingidas, das avaliações, do tipo de colaborador, do emprego, da liderança, da chefia. Uma infinidade de aspectos. Vou trilhar pelo método socrático que conduz a maiêutica, isto é, partir de ideias e fazer questionamentos para instigar o interlocutor a pensar noutros paradigmas, que não sua própria realidade, seu mundinho. Se você é empregado, pense nas questões abaixo: - reclamo de alguns pontos na minha empresa? - faço comentários negativos de alguém? Seja colega ou clientes? - dou broncas, discuto? - levo desaforo para casa? Tenho ouvido de penico? - gosto de trabalhar onde trabalho? - elogio sempre pelos bons serviços de algum colega? - quanto me dedico à esta empresa? - fico até mais tarde para tirar atraso de algum serviço? - chego atrasado com frequência? - procuro entregar mais resultados do que foi-me pedido? - sou responsável de fato? - minto, acho desculpas para meu atraso ou pedido para sair mais cedo ou não vir? - sei quanto ganham os outros por aí? - preocupo-me com o que os outros falam de mim por aqui? - ajudo os outros nas posições deles, mesmo que não seja ligada diretamente à minha? - já deixei a empresa na mão quando precisavam de mim? - trabalho aqui como se eu fosse o dono? Se você é empregador: - reconheço quando o colaborador fez algo muito bom? - sei dar feedback no momento certo, e com as palavras certas? - uso meritocracia? Quem mais faz, e melhor, mais recebe? - dou broncas homéricas? Dou “ pitis” mesmo?

12

- sei contratar de forma correta? Sei anunciar? Entrevistar? - meus colaboradores sabem exatamente o que se espera deles? - eles são avaliados constantemente? - eles sabem o que precisam ter para funcionar nesta posição? - eles me avaliam com frequência? - o que eles acham de minha liderança? - tenho um organograma na empresa piramidal? Ou horizontal, onde todos somos iguais? - pago um salário decente? - dou condições boas de trabalho (fisicamente e psicologicamente)? - fiz cursos sobre liderança e gestão de recursos humanos para lidar melhor com eles? - dou condições de crescimento a cada colaborador? A lista seria de muitas páginas. O que fica é o seguinte: existe confiança mútua entre líderes e colaboradores? Se houver, ambos se acreditam e nunca haverá quebra do sistema. Cada um sabe que é relevante em sua posição, e dará de tudo pela empresa. O dono da empresa sabe que depende da equipe, que depende da empresa. A cada dia um deve depositar moedinhas de confiança no cofre do outro. Se o cofre estiver cheio sempre, se houver um deslize de qualquer uma das partes, haverá nova chance! Todavia, “patrões” que somente sabem criticar, que punem e bonificam, que dão broncas na frente dos outros, que raramente elogiam, que não reconhecem bons serviços, que não pagam salário decente, não conseguirão nunca valorizar sua equipe, e sempre terão alta rotatividade de empregados. Colaboradores que sempre vivem reclamando (os sadim), que não agem dentro da empresa como se ela fosse sua, que chegam atrasados com frequência, que faltam, que nunca ficam uma hora sequer a mais, que não se engajam em campanhas mensais para aumentar faturamento ou lucro, enfim, que não estão coesos, engajados, dificilmente vão galgar posições superiores. O que motiva alguém é o mais importante. Colaboradores ou patrões desmotivados e nunca valorizados, são como uma bomba relógio: uma hora explodirá! E a empresa fecha! Você vem fazendo o quê para isto não ocorrer?

motomagazine


s a t no DISTINGUISHED GENTLEMAN'S RIDE 2017

O evento Distinguished Gentleman's Ride (DGR), organizado pela fabricante Triumph, foi realizado mundialmente no dia 24 de setembro. Só na cidade de São Paulo, a ação reuniu mais de 1.500 motociclistas no passeio que visa a conscientização e arrecadação de fundos para pesquisa do câncer de próstata e saúde mental. No Brasil, a ação ainda aconteceu nas cidades do Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre. A edição 2017 aconteceu em 600 cidades de 95 países, com milhares de homens e mulheres vestindo trajes elegantes para pilotar suas motocicletas clássicas e de estilo vintage.

PROGRAMA EMPREENDER PARAÍBA Onze mototaxistas de Patos (PB) foram beneficiados no Programa Empreender Paraíba com o apoio do deputado estadual, Nabor Wanderley. Eles receberam suas motocicletas na loja Maravilha Motos, com seus veículos adquiridos através de uma linha de crédito do projeto Empreender, que apresenta taxa de juros mais baixa do mercado, cerca de 0,64%. O motociclista beneficiado começa a pagar a moto após seis meses. As inscrições estão abertas e permanecerão por tempo indeterminado, de acordo com a capacidade de atendimento do Programa Empreender PB. Informações: www.empreender.pb.gov.br.

14

CNH SOCIAL

O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) assinou convênio com o Sindicato dos Centros de Formação de Condutores do Estado do Amazonas (SINDCFC-AM) para a implementação projeto CNH social no estado. O órgão pretende habilitar, na primeira etapa, 10 mil pessoas, na capital e nos municípios do interior do AM. Os interessados

poderão fazer as inscrições no site do Detran-AM ou pelo aplicativo Amazonas na Palma da Mão. Poderão se inscrever pessoas maiores de 18 anos, residentes no Estado há pelo menos dois anos, que tenham renda familiar mensal de até três salários ou estejam desempregadas há mais de um ano, ou ainda, inscritas em programas sociais governamentais. Informações: www.detran.am.gov.br.

NOVA OPORTUNIDADE Alexandre Barbosa Roque não faz mais parte do quadro de colaboradores da empresa GVS Sport. Nesse espaço, o vendedor/representante coloca-se à disposição para oportunidades no mercado. E-mail para contato: alexandreroque8@hotmail.com. Cel. (11) 97106-4678 (11) 99785-1820.

motomagazine


IMRG LEVA INDIANS POR CENÁRIOS HISTÓRICOS NO RJ

Mais de 65 motos Indians participaram do passeio entre Rio de Janeiro e Teresópolis em percurso com mais de 120km. Os participantes passaram pelo final do Arco Metropolitano, que liga a Dutra a região da Serra e seguiu pela Sede de Guapimirim. O grupo chegou ao ponto final no restaurante Paradise Garage, em Teresópolis, onde foram recebidos por Alain Max Georges Vignais, um dos ícones do esporte a motor no Brasil.

RECALL HONDA

A fabricante convoca os proprietários do modelo CRF450R para a substituição gratuita da engrenagem secundária da 5ª marcha, um componente do sistema de transmissão da motocicleta. O recall atende a partir de 25 de setembro de 2017. Segundo a montadora, poderá ocorrer a quebra da engrenagem causando a perda da potencia da roda traseira e, em casos extremos, o travamento do movimento.

PRODUÇÃO DE MOTOS AUMENTA NO MÊS DE AGOSTO De acordo com a Abraciclo, a produção de motos no mês de agosto teve aumento de 12% em relação ao mês de julho, total de 80,2 mil unidades a mais. As vendas no atacado em agosto também registraram aumento, de 12,3% sobre julho, somando 72,8 mil motocicletas. Porém, os resultados de vendas e de produção na comparação com julho de 2016 e também no acumulado do ano estão em queda. Durante os oito meses deste ano foram repassadas às concessionárias 539,9 mil unidades, ou 11,1% a menos que em igual período do ano passado. Segundo a Associação, apesar da crise os resultados são animadores e devem melhorar até o fim do ano

15


RECALL DA BMW R NINE T.

Recentemente a divisão de motocicletas da BMW convocou um recall de 222 unidades da R Nine T. A falha está na fixação do pivô do braço oscilante traseiro. Os parafusos podem ficar frouxos, causando trepidação e, em casos extremos, perda da estabilidade da roda traseira. Os reparos serão feitos por reaperto dos parafusos, e levam cerca de 30 minutos para serem concluídos. As motocicletas afetadas têm produção datada entre fevereiro e setembro de 2014, com os chassis não sequenciais entre Z418681e Z423893.

AUDIÊNCIA DE MOTOTAXISTAS

A Câmara Municipal de Rio Verde (GO), promoveu audiência pública onde garageiros e vereadores esclareceram as dúvidas acerca do projeto de lei Nº 61/2016. Segundo a proposta, fica instituído o Sistema Municipal de Transporte e Prestação de Serviços, por meio de motocicletas, denominado Mototáxi. Para isso, fica a cargo da Agência Municipal de Mobilidade e Trânsito de Rio Verde (AMT) fazer a gestão do serviço, por ser o órgão municipal gestor de trânsito e transportes. A discussão do projeto é uma exigência do Ministério Público que determina a regularização da atividade de transporte de passageiros em motocicletas, denominada “mototáxi”.

16

DIA DAS CRIANÇAS OFF ROAD

Luiz Afonso tem apenas seis anos de idade e já faz parte da equipe da MXF Motors dos Brasil como piloto de Motocross. Ele começou a correr com quatros anos em uma MXF 50 cc e hoje já acumula 15 troféus em competições. A influência do pequeno piloto para começar a correr veio de seu pai, Luciano Moreira, que foi piloto de motocross durante 10 anos e hoje apenas patrocina. Luiz, que mora na cidade de Itapeva-SP, participa de várias corridas do campeonato paulista e sul paulista. Ele treina bastante tanto na pista da cidade quanto em sua pista particular na chácara da família, mas também dedica seu tempo à escola e família.

motomagazine


g n i t e mark rápidas de

(01)

(02)

(03)

(04)

(01) RIFFEL MOTOSPIRIT APRESENTA VÍDEO INSTITUCIONAL A Riffel Motospirit mostra todo o dinamismo, eficiência e qualidade por trás dos produtos da empresa, tanto na linha de motopeças quanto de roupas de segurança para motociclistas. Assim é o novo vídeo institucional da marca, que traz gravações em diferentes lugares do Brasil e do Exterior. O material terá versões em português, inglês e espanhol e será utilizado em atividades de divulgação e nas redes sociais. Esta é uma ação de aproximação que busca fidelizar clientes, conquistar novos mercados e reforçar a valorização da marca. O material foi planejado e produzido especialmente para revendedores, consumidores finais, fornecedores, colaboradores e fãs da empresa. (02) SALÃO DUAS RODAS São Paulo sediará, entre os dias 14 e 19 de novembro, o Salão Duas Rodas. Pela primeira vez, o evento vai acontecer no São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes. A organizadora do evento já abriu a venda do primeiro lote em seu site. As marcas Royal Enfield, Kymco e Haojue fazem sua estreia no salão, que é bienal. Além das novatas, também estão confirmadas BMW, Dafra, Ducati, Harley-Davidson, Honda, Kawasaki, KTM, Indian, Suzuki, Triumph e Yamaha. A organização do evento espera um total de 260 mil visitantes. (03) YAMAHA PRODUZ 33% MAIS MOTOS EM 2017 De acordo com a Abraciclo, a vice-líder no mercado de motos produziu em agosto 12,5 mil unidades, o melhor mês desde setembro de 2015. No acumulado do ano ela montou 83,2 mil unidades, 33,2% a mais que no mesmo período do ano passado. Suas vendas no atacado somaram em agosto 11,7 mil unidades, o maior volume desde dezembro de 2015. No acumulado do ano a Yamaha entregou aos concessionários 76,1 mil unidades, registrando alta de 19,9% sobre iguais meses de 2016. Como comparação, a produção da líder Honda baixou 13,5% e suas vendas no atacado recuaram 14,3% em relação ao período janeiro-agosto de 2016. Os emplacamentos da Yamaha cresceram 3%, enquanto os do segmento de motos como um todo recuou 7,5%. (04) OSRAM PASSA A FORNECER LÂMPADAS PARA FARÓIS DA MOTO CG A multinacional alemã OSRAM passa a fornecer as lâmpadas para os faróis de seis modelos da popular CG, a 4ª moto mais vendida do país, fabricada pela Honda. A partir de agora, os

18


veículos CG 125 Cargo, CG 125 Fan, CG 160 Cargo, CG 160 Start, CG 160 Titan e CG 160 Fan já saem da fábrica equipados com a tecnologia da lâmpada halógena de bifunção OSRAM HS1. A exemplo de outras grandes montadoras, a Honda reforça a sua parceria com a multinacional alemã, em busca de contar com a credibilidade de uma empresa que é referência no mundo automotivo. (05) ENDURO DA INDEPENDÊNCIA RESGATA “TRILHAS DA FÉ” NA 35ª EDIÇÃO Com percurso que vai de Aparecida (SP) a Lavras (MG), o Enduro da Independência foi patrocinado pela Rinaldi. O evento de enduro de regularidade para motocicletas, realizado de 6 a 9 de setembro, foi marcado por 700 quilômetros de desafios. Em quatro dias de disputas, motociclistas pernoitaram nas cidades mineiras de Itajubá e Três Corações. Participaram da corrida pilotos de 20 Estados brasileiros, que se concentraram no Santuário de Nossa Senhora Aparecida, base para a largada. Com acesso livre, o público ainda recebeu brindes exclusivos da Rinaldi distribuídos pelas promotoras da marca. (06) POLO DE DUAS RODAS REGISTRA ALTA DE 12% EM AGOSTO Segundo dados da Abraciclo, em agosto a produção de motocicletas atingiu 80,1mil unidades, alta de 12% sobre o mês de julho. Apesar deste avanço, na comparação com igual período de 2016 (92.725) houve recuo de 13,5%. A instituição também apontou queda nos oito primeiros meses, quando saíram das linhas de produção 575.524 motos, recuo de 9% na confrontação com o ano anterior (632.490).

(05)

(06)

(07)

(07) GAIA MX LANÇA NOVO SITE A Gaia MX, marca de óculos off road da MXF Motors do Brasil, acaba de lançar um novo site: www.gaiamx.com.br. Seu design está ainda mais moderno e proporciona fácil navegação e interação. O novo layout contempla uma homepage com os três principais produtos da marca sendo utilizados por grandes pilotos do Time Gaia, que são: Lizard Fluor (por Jean Ramos), Special Macaw (por Luciano Wanderley) e Orange Fire (por Bruno Borher). O site conta com páginas que mostram os diferenciais da marca e a intitulada Modelos, onde o internauta acessa um catálogo online com os produtos Gaia. É possível ainda encontrar o local mais próximo para adquirir os óculos através de uma listagem dos representantes e lojistas da empresa.

motomagazine

19


g n i t e mark rápidas de

Fabiano Guma

(08)

(09)

(10)

(11)

(08) MAIS ANTIGA DO BRASIL FAZ PROMOÇÃO ESPECIAL Setembro é o mês de aniversário de 63 anos da Cabral Motor Honda, a concessionária mais antiga da Rede Honda no Brasil. Pra comemorar, a loja promove uma mega promoção para os clientes. Na compra de uma Moto Zero KM o cliente ganha um Macacão para Motociclista (com duas peças) da Riffel Fusion com protetor de coluna, além de um Capacete Fly. Além disso, o financiamento é sem entrada e com preços incríveis (inclusive na linha 2018). (09) SACRAMENTO É A NOVA BOUTIQUE PARA MOTOCICLISTAS Motociclistas de Belo Horizonte, em Minas Gerais, já têm um novo point. Com atendimento diferenciado, feito por um a equipe apaixonada por duas rodas, a loja é referência no comércio de produtos e acessórios das melhores marcas para uso on-road. A unidade da capital mineira traz amplo estacionamento e está localizada na Avenida Barão Homem de Melo, número 4324, bairro Estoril. Da bota ao capacete, a Sacramento oferece os produtos assinados pelas marcas mais desejadas do segmento. (10) RINALDI É DESTAQUE BRASILEIRO NA AIMEXPO A tradicional feira realizada a cada dois anos na Alemanha, convidou o customizador alemão Marcuz Walz, da oficina WalzWerk Racing, para criar um modelo exclusivo para o evento. Foi então que das mãos de Marcuz, a Yamaha XVS 950R se transformou em uma drag bike para divulgar a edição 2018 da feira. O tanque modificado e a rabeta curta são os destaques do modelo, pintado de dourado. A motocicleta participará de festivais de customização na Europa para divulgar a feira. (11) AUTOAVALIAR A startup brasileira acaba de lançar a primeira plataforma de comercialização de motos seminovas no País. A ferramenta será utilizada pelas concessionárias como portal de anúncio para repasse de seminovos dentro de um sistema de pregão online. De maneira totalmente automatizada, a concessionária cadastrada anuncia as motos e recebe as avaliações e cotações. Na outra ponta, os lojistas consultam os itens anunciados, com todos os detalhes técnicos, e fazem as ofertas dentro de um período máximo de três minutos.

20

motomagazine


g n i t e mark rápidas de

(12)

(13)

(14)

(12) FABRICAÇÃO DA BIMOTA É ENCERRADA NA ITÁLIA A fábrica italiana Bimota fechou suas portas na região de Rimini. Relatos de fontes internacionais afirmam que o local onde as motos costumavam ser produzidas já foi esvaziado. A marca nasceu em 1973 e teve como um dos fundadores o designer Massimo Tamburini, responsável também pela Ducati 916 e pela MV Agusta F4. Os outros dois criadores foram Valerio Bianchi e Giuseppe Morri. A junção das primeiras sílabas dos sobrenomes dos três italianos formaram o nome da marca. Nos últimos anos a fabricação era focada na exclusividade e incluía modelos estilosos e superesportivos. (13) HONDA PASSA A INTEGRAR ÍNDICE MUNDIAL DE SUSTENTABILIDADE DA DOW JONES O Grupo Orange BH anunciou a chegada de nove novos modelos de grande cilindrada ao seu portfólio de produtos. São cinco novos modelos da linha KTM 1290 e quatro da linha Kawasaki 1000. A família 1290 da KTM, é formada pelas motocicletas Super Duke R, Super Duke GT, 1290 Adventure T, 1290 Adventure R e 1290 Adventure S. Da linha Kawasaki, foram apresentados os modelos Ninja 1000, Ninja ZX10 RR, Z1000 R Edition e a Ninja 1000 Tourer. (14) CAMPINA GRANDE MOTOFEST O 12º Campina Grande Motofest, será realizado de 23 a 26 de novembro, em Campina Grande (PB), no Parque do Povo, área de 42.500m2. Tamanha a sua importância, o evento já faz parte do calendário oficial do município. Com diversas atrações na programação, a organização espera receber público de aproximadamente 180 mil visitantes e motociclistas de diversas partes do mundo. (15) SETOR GANHA NOVO INTEGRANTE Há mais de trinta anos no mercado de bicicletas, a Bike New entra para o setor de moto. A empresa passa a importar câmara de ar e kit relação.

22

motomagazine


s o t n e m a ç n a l 03

01 04 02 01

MOTOSOUND

Bomber Speakers

A marca lançou o primeiro dispositivo multimídia do mercado destinado às motocicletas, com o objetivo de facilitar o dia a dia do motociclista, além de diminuir o risco de acidentes. Com o Motosound, o motociclista pode atender o telefone, ouvir músicas ou utilizar o GPS. O aparelho transmite as funções do smartphone via bluetooth e é fácil de instalar e encaixar na parte anterior do capacete. www.bomber.com.br

26

02

CR400

Vipal Pneus

Agora, os adeptos de trilhas podem contar com nova linha da marca. Desenvolvido para utilização em terrenos intermediários e duros, seu desenho apresenta ampla área de contato com o piso, proporcionando maior desempenho. O novo desenho dos blocos possui menor distância entre gomos e amarrações nas laterais, o que oferece máxima durabilidade e resistência. O pneu CR400 também conta com um composto de borracha exclusivo, que lhe confere desgaste uniforme ao longo de toda a sua vida útil. www.vipal.com

03 Yamaha

FAZER 25

A fabricante lança a Fazer 25, versão carenada da FZ25, modelo que pode vir ao Brasil substituir a Fazer 250. Com design moderno, é um modelo de baixa cilindrada projetado para oferecer viagens mais longas, por conta da proteção aerodinâmica. O motor é monocilíndrico OHC de 249 cm2 com duas válvulas, injeção eletrônica e arrefecimento a ar. O desempenho é de 20,9 cv de potência máxima a 8.000 rpm e torque de nos 6.000 giros. www.yamaha-motor. com.br

04 CrossHelmet

ROSSHELMET X1

Além de ser um capacete que promove a segurança, tem uma tela que lembra os óculos VR, onde são exibidas imagens da câmera posicionada na traseira dele, oferecendo uma visão de 360º para o condutor. Nessa telinha também podem ser exibidas imagens e informações do GPS, através da conexão com o celular. www.crosshelmet. com


07

05

08 06 05

HERO6 BLACK GoPro

A fabricante apresenta a sua câmera mais poderosa e conveniente até agora. Alimentada pelo processador criado especialmente para ela, o GP1, a HERO6 alcança um novo patamar de performance incluindo os incríveis vídeos de 4K60 e 1080p240 e a melhor performance de estabilização de imagem. www.gopro.com

motomagazine

06

Bieffe

CAPACETE 3 SPORT

O modelo 3 Sport pode ser utilizado de 03 maneiras diferentes. As possibilidades são nas versões enduro (com viseira e pala), Street (com viseira e sem a pala) e a opção Cross (sem a viseira e com a pala). O capacete possui estrutura interna em EPS de alta absorção e externa em ABS, sistema de troca e remoção rápida e fácil da viseira e pala, entrada de ar, forração ergonofit removível e lavável. Nas cores: Preto/Laranja, Preto/ Verde, Preto/Rosa, Ciano/ Laranja e Roxo/Laranja. Tamanhos: 56, 58, 60 e 61. www.bieffe.com.br

07 Kawasaki

LINHA Z900

Com atributos que incluem um visual agressivo, motorização potente e excelente dirigibilidade, a Z900 2018 chega ao mercado brasileiro para completar o line-up que vai da Z300 à Z1000. A marca apostou na união entre força e agilidade e desenvolveu esta supernaked ainda mais moderna. Com um motor de 948cc, distribuídos em quatro cilindros em linha, a Z900 oferece o balanço perfeito entre leveza, dirigibilidade e potência. www.kawasakibrasil.com. br

08

ESPAGUETE TERMO RETRÁTIL Rainha das Sete Códigos 5251, 5252, 5253, 5254 e 5255. Com a qualidade Rainha das Sete, o produto realiza a vedação e o isolamento dos mais diferenciados fios e cabos elétricos da motocicleta. Termo retrátil mínimo de 90ºC para encolhimento. www.rainhadassete.com.br

27


s o t n e m a ç lan 09

09 Thor

LINHA THOR SECTOR 2018

Camisa: Mangas de estilo Raglan, que proporcionam ótima mobilidade e com tecido Thor Sector, que absorve a umidade mantendo o motociclista seco. Com elástico nos punhos e no colarinho, possui gráficos sublimados que não desbotam. Calça: A forma pré-curvada da calça proporciona o máximo de conforto no momento da pilotagem. As costuras duplas e triplas, agregam maior durabilidade ao produto. www.brasilracing.com.br

28

10

10 Kawasaki

11

VERSYS-X 300

O modelo bicilíndrico de 296cc e 40 CV de potência inaugura a linha Adventure da Kawasaki. Ela foi desenvolvida para lidar com as condições reais do trânsito brasileiro, que incluem buracos, recapeamentos desnivelados, irregularidades, lombadas, dentre outros. Em três diferentes modelos: básica, básica com sistema ABS e a versão Tourer, que traz diversos acessórios e ABS de fábrica. kawasakibrasil.com.br

11 Harley-Davidson

KIT CUSTOMIZAÇÃO ROADSTER

Dentre as dezenas de milhares de peças e acessórios oficiais da marca à disposição no catálogo da marca, a H-DB escolheu o kit Café Racer, com 14 itens exclusivos para transforar a Roadster™ em uma autêntica Café Custom. Montados diretamente nas bengalas, logo abaixo da mesa superior, o kit de semi-guidões coloca o piloto em uma posição de pilotagem mais baixa e agressiva. Ideal para curvas e troca de faixas na estrada e nas ruas, esse kit estreita a largura da moto e mantém o piloto encaixado a ela, abraçado ao tanque de combustível. Esse estilo de pilotagem remete ao motociclismo das décadas de 1950 a 1970. O kit conta também com novos cabos de freio, que são maiores www.harley-davidson.com.br


14

12

15

13

12 Stallion

RETROVISOR

Modelo 08 Triângulo Metal Espelho azul com suporte. Cor disponível: Dourado. Obs.; Kit é vendido separadamente. www.stallionmoto.com.br

motomagazine

13 Stallion

LANTERNA 04 SKULL

Modelo Universal Plástico com luz de placa (baixo) e freio (Alto) Cores disponíveis: Cromado. www.stallionmoto.com.br

14 Stallion

PISCA 15 LED

Com plug borracha flexível universal preto. www.stallionmoto.com.br

15 Stallion

AUXILIAR DE PARTIDA

SENSOR HÍBRIDO ETE 5990: Compatível com os modelos CG 150 Titan/ CG Titan Mix/ CG 150 Titan Flex/ CG 150 Fan, CG 150 Fan Flex/ NXR 150 Bros/ NXR 150 Bros Mix/ NXR 150 Bros Flex/ Biz 125 MIX/ Biz 125 FLEX/ CB 300/ XRE 300/ NXR 160 Bros. SENSOR HÍBRIDO ETE 5871: YS 250 Fazer/ XTZ 250 Lander. SENSOR DE OXIGÊNIO ETE 9933: Adaptável para modelos CB 300/ 2009 até 2011 www.stallionmoto.com.br

29


Convenção

SEMPRE EM EVOLUÇÃO A Motociclo realizou a sua 19ª Convenção de Vendas com o objetivo de interagir, apresentar novidades e alinhar estratégias com seus colaboradores. Na programação, palestras com especialistas que apresentaram as mudanças no mercado e de como ser um profissional mais preparado para superar esses novos desafios Texto e imagens: Divulgação

Vivemos um período de grandes mudanças. O mercado não espera: inovação e agilidade são essenciais e ninguém pode ficar parado. Para acompanhar as transformações constantes e continuar a fazer bons negócios, os profissionais precisam estar sempre evoluindo. Porque é impossível manter o volume de vendas usando as técnicas e abordagens que vêm sendo superadas. É preciso inovar, revolucionar! Com o objetivo principal de mostrar às equipes de vendas e aos gestores que eles podem produzir mais e, consequentemente, alcançar melhores resultados, a Motociclo realizou a sua 19ª Convenção de Vendas, de 22 a 25 de agosto, no Hotel Ilha do Boi, em Vitória. O tema desta edição foi “Evoluindo Sempre”. Durante o evento, os profissionais tiveram a oportunidade de se reinventar. Eles aprenderam novas abordagens, como inovar na apresentação dos produtos e como potencializar os canais de comunicação com os clientes e a Motociclo.

30

A programação contou com diversos treinamentos, showroom das marcas Helt e Kenda e com a tradicional visita à Motociclo, seguida de confraternização no Cerimonial Steffen com palestra do professor e consultor em gestão empresarial Waldez Luiz Ludwig. Nossos colaboradores mostraram muita disposição e energia para evoluir sempre, tanto como profissionais de vendas quanto como parceiros da Motociclo e parceiros dos clientes.

Vendas e estratégias

Os representantes realizaram treinamento chamado Planeta Futebol, coordenado por Mário Cunha, consultor de marketing, vendas e estratégia, especialista em business games e sócio-diretor da Academia de Marketing. Durante a dinâmica, o professor da FGV e pós-doutor em Administração, Comunicação e Educação Eduardo Maróstica avaliou o desempenho de cada participante. Ele observou quem criou as melhores estratégias,


destacou vários momentos do treinamento e deu dicas importantes para vender melhor. Maróstica falou sobre as principais mudanças que ocorreram no ambiente competitivo, como concorrência acirrada, redes colaborativas, ausência de diferenças relevantes entre as ofertas, comportamentos de consumo menos previsíveis, abundância de opções, preços definidos no processo de compra e consumidores mais exigentes e informados. Em seguida, os representantes assistiram à palestra da coaching Neiva Maróstica, onde tiveram a oportunidade de fazer uma autoanálise do seu desempenho. A programação da Convenção da Motociclo também contou com a apresentação das novas equipes de vendas e com palestra sobre o mundo digital com o empresário Leonardo Carraretto, da WIS Educação.

Atletas marcam presença

Na 19ª Convenção de Vendas, os participantes puderam visitar showrooms da Kenda e da Helt e ganharam os

motomagazine

novos catálogos das marcas. Além disso, conheceram atletas que são patrocinados por esses dois tesouros da Motociclo. Quem representou a Helt foi o piloto Rodrigo Dazzi, atual campeão nacional de Motovelocidade na categoria SuperBike Light. Pela Kenda, participaram os pilotos Willian Lauers, Jaime Zorzal, Felipe Carlete, Diogo Andrade e Thiago Wernesrbach. Os representantes também assistiram a um vídeo do Rally dos Sertões, competição com 24 anos de tradição. As imagens foram enviadas pelos pilotos Bissinho Zavatti e Janaína Souza, que participaram da competição usando os pneus Kenda. A dupla atingiu bom desempenho. Bissinho faturou o 1º lugar na categoria BRA e o 4º lugar geral, enquanto Janaína Souza, única mulher da disputa, conquistou o 4º lugar na categoria BRA e o 24º lugar geral.

31


Especial Sul

PANORAMA DO MERCADO GAÚCHO

32


Texto: Joelma Farias e Osmar Silva

Bento Gonçalves, cidade a 122km de Porto Alegre, sediará o 27º Encontro Motomagazine, que será realizado entre os dias 21 e 22 de outubro, no Dall'Onder Grande Hotel. Visitamos com a colaboração dos representantes Aldo e Tiago, importantes empresários que contribuem para o sucesso do mercado local. Eles revelam suas histórias de superação e paixão pelo veículo de duas rodas

motomagazine

C

om o mercado de motocicletas em queda, o setor de motopeças não tem do que reclamar. Com o desemprego em alta e o dinheiro curto, o brasileiro prefere não se endividar e opta por comprar motos seminovas e adquirir peças de reposição para arrumar o veículo. Segundo dados da Abraciclo, em 2017 a frota circulante de Duas Rodas a motor na região Sul do Brasil é composta por 3.745,758 de veículos, que divididos por Estado fica: Paraná 1.403,419, Rio Grande do Sul 1.236,778, Santa Catarina 1.105,561. A maior demanda por peças e acessórios para motocicletas ocorre nas grandes cidades, devido a sua forte presença nas ruas, seja para transporte ou pela expansão dos serviços de entrega, mas também há bastante procura em pequenas cidades e para atividades no campo. A facilidade em obtenção de crédito para o financiamento de motocicletas, também ajudou a fomentar esse mercado. Com praticidade para o uso diário, o veículo também é adaptável a pequenas cargas, é de baixo custo e fácil manutenção. Com o problema dos congestionamentos nas grandes cidades, houve um aumento significativo de usuários nos últimos anos. O que era a princípio uma solução de transporte econômica em relação aos automóveis, logo se transformou em um dos principais meios de locomoção, que além disso deu origem a pequenos negócios sobre rodas. Para sabermos mais sobre o mercado regional, entrevistamos empresários que nos contam um pouco da história por trás das marcas de sucesso existentes no Sul. São personagens que se arriscaram no início de suas operações, ainda trabalham incansavelmente, mas que conseguiram prosperar nesse mercado altamente competitivo.

33


Especial Sul

Aldo Representações ALDO REPRESENTAÇÕES Por trás de um empresário bem-sucedido, há sempre histórias repletas de determinação e garra. Com Aldo Dias Costa, o roteiro não é diferente, mas há mais ingredientes que completam a sua trajetória, tais como: amor pelo profissão e foco no que é mais importante para alcançar os seus objetivos. “Comecei a gostar do ramo de motocicleta ao ser admitido pela Yamaha do Brasil em 1981, na cidade de Guarulhos, em São Paulo. Como auxiliar de estoque de peças, me apaixonei por trabalhar no segmento duas rodas, ao ponto de memorizar aproximadamente mais de 4 mil códigos das peças de reposição”, revela Aldo, que continua a contar a sua história. “Após seis meses de emprego, fui convidado a trabalhar na área comercial, no atendimento junto às concessionárias como vendedor técnico. Com 20 anos, tinha muitos sonhos, ambição e sempre procurei fazer o melhor. Em 1981 fui convidado a trabalhar em uma concessionária em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, onde exerci a gerência durante 9 anos, e ajudei a concessionária se tornar uma das três maiores da Yamaha Motor do Brasil”. Após esse período, Aldo voltou a trabalhar na indústria, como gerente na área comercial. “Em pouco tempo consegui triplicar o faturamento da empresa”. Com o tempo, o cargo já não era o suficiente, pois queria alçar voos cada vez mais altos. Foi então que em 1990, abriu a Aldo Representações, que continua em plena atividade nos dias atuais. “Esse foi um grande desafio em minha vida. Nos anos 2000, convidei minha filha Priscilla Dickel Costa, então com 17 anos, a se juntar à empresa”, e deu certo. Já são 27 anos oferecendo a melhor assistência aos seus clientes, trabalhando de forma transparente e honesta. Em 2006, com o mercado em crise, Aldo ousou e realizou o primeiro encontro do setor duas rodas em Gramado, no Hotel Serra Azul. No ano de 2007, o evento foi realizado no Hotel Lajes de Pedra, que contou com a participação de

34

Aldo e Priscilla Dickel Costa (filha) lojistas e o patrocínio de diversas indústrias. Em 2008 e 2009, o evento foi realizado na cidade de Bento Gonçalves, no Hotel Dalonder, e contou com a participação da revista Moto Magazine. Devido ao sucesso do ousado projeto, em 2011 o empresário inovou e organizou um cruzeiro com aproximadamente 120 clientes e 40 lojas de várias cidades do Rio Grande do Sul. Aldo também levou clientes a participarem do Salão Duas Rodas, evento realizado bianualmente na cidade de São Paulo, afim de dar oportunidade aos clientes e fomentar negócios. “A Aldo Representações é uma empresa com visão futurista, que procura o que há de melhor para estar sempre em destaque”, revela o empresário. “Estamos sempre buscando novos horizontes com o objetivo de driblar as mudanças no mercado”, revela o empresário consciente de que a sua marca já se transformou em sinônimo de confiabilidade em um setor seletivo, que só reconhece as marcas que sabem trabalhar com responsabilidade e compromisso com o cliente. PAULINHO MOTOPEÇAS A Paulinho Motopeças nasceu da vontade de seu criador em fazer a diferença no mercado. Localizada em Pelotas (RS), a empresa é atuante no mercado há 27 anos e não possui filial. Atende pelo atacado em todos municípios do RS. Fundada por Paulo Krolow, logo a empresa se sobressaiu das demais lojas existentes em sua região devido ao seu atendimento personalizado e ampla variedade de produtos em seu portfólio. Dentre os produtos comercializados, além de peças e acessórios para motocicletas, trabalha também com loja Road Fashion, com moda On e Off Road de e com todos os tipos de produtos para moto e motociclistas. Sem experiência anterior no setor de motopeças, mas com muita vontade de empreender, Paulo Krolow decidiu

motomagazine


Especial Sul

José Paulo Siqueira Gerente - Paulinho Motopeças

Sonia Maria Krolow Proprietária - Paulinho Motopeças investir em um mercado promissor à época, e recebeu importante apoio para seguir em frente. “Otelmo Krolow, seu irmão que também possui uma loja de autopeças, foi seu maior incentivador”, afirma José Paulo Siqueira, gerente da Paulinho Motopeças. Atualmente, a empresa é de propriedade de Sonia Maria Krolow. Mas, apesar de sua empresa de sucesso, ter um negócio próprio no Brasil é um grande desafio para qualquer empreendedor. “É frustrante ter que pagar taxas pesadas de impostos e não ter nenhum retorno ou benefício do que se paga”, revela o gerente. O atendimento é a marca registrada da loja, qualidade ressaltada com veemência por José Paulo. “Comercializamos produtos nacionais e importados de qualidade. Na Paulinho Motopeças, o cliente fica à vontade para escolher os produtos que está procurando, sem pressão e com vendedores treinados para sugerir as melhores compras”. Atualmente, a loja conta com 36 colaboradores internos e seis representantes externos. “Somos referência em loja na região Sul do Estado”, diz orgulhoso José Paulo. Ao fazer uma análise do mercado regional, o gerente indica que o setor depende do bom desempenho de outro setor. “Nossa região depende muito da agricultura e pecuária. Se esses setores estão bem, estamos bem também”. Sobre o futuro, José Paulo acredita que haverá transformações positivas para o mercado, mas apenas para quem estiver preparado para ele. “Acredito que vai haver muitas mudanças ainda, quem se preparar melhor não vai ter dificuldade em expandir seus negócios. A crise econômica

36

Tiago e equipe Paulinho Motopeças que o país atravessa, afetou o mercado com menos circulação de dinheiro, por isso buscamos o melhor preço e negociação. Nosso foco está voltado em dar vantagens para nossos clientes e parceiros. Acreditamos que a negociação e dedicação da equipe em atender com excelência, é o mais potente antídoto para exterminar qualquer crise”. ISAQUE MOTOS A primeira loja Isaque Motos foi inaugurada em 1998, a ideia de criá-la surgiu da carência no ramo de moto peças que havia na região naquela época. Localizada no município de Tavares, em Rio Grande do Sul, tem como fundador Isaque Guimaraes Vieira, empresário que tinha experiência anterior no ramo de reparos em oficina de motos. No começo, o desafio foi grande, mas com a determinação de Isaque, os problemas foram sendo superados até conseguir firmar-se no mercado como loja referência. Com os consumidores cada vez mais exigentes, a Isaque Motos se preparou para atender clientes que buscam exclusividade e desejam que suas necessidades sejam supridas com produtos de alta qualidade. A Isaque Motos conta com uma equipe de vendas formada por três colaboradores altamente capacitados para exercerem suas funções. Quanto as dificuldades de ser empresário no País dos impostos, Isaque desabafa “A sobrevivência do empresário no Brasil é bem complicada, pelo fato dos impostos serem absurdos. Isso limita a expansão de qualquer negócio”. Com o sucesso da primeira loja, o empresário se sentiu motivado em abrir uma filial em outra cidade do Rio Grande do Sul. “Comercializamos kits de transmissão,

motomagazine


Ponto de Criação

cerca de 70% de cura, 90% de pacientes do sus e referência no tratamento do câncer infantil

Foto: Maurício Nahas

Com a ajuda de muita gente, ampliamos o nosso hospital e as chances de recuperação de crianças e adolescentes com câncer. Nosso orgulho é poder mostrar a cada doador que sua contribuição é investida com muita responsabilidade para oferecer aos pacientes, como o Kaike, um tratamento digno, humano e comparado aos melhores do mundo. Junte-se a nós! Seja um doador.

www.graacc.org.br Kaike, paciente do GRAACC, com Reynaldo Gianecchini

1991

1998

2013


Especial Sul

Isaque e Walber - Isaque Moto Peças cabos de transmissão, pneus, baterias, freios, dentre outros produtos de baixo, médio e alto valor agregado. Na Isaque Motos, o cliente encontra produtos nacionais e importados, mas, geralmente, os importados têm maior procura, por terem menor valor”. Ao fazer a análise do mercado local, Isaque afirma que ainda existe uma concorrência desleal e práticas pouco convencionais vindas de alguns empresários, afim de angariar clientes e prejudicar quem trabalha com uma margem justa de preços. Essas são ações que dificultam a atuação de qualquer empresário de qualquer segmento. Como a economia brasileira não vislumbra seus melhores momentos, Isaque admite que a crise afetou seu negócio e limitou as compras para ter um bom estoque. Agora que a economia vem retomando os trilhos do crescimento, o empresário entende que o melhor a fazer é recompor suas reservas. “É preciso manter um bom nível de estoque para continuar atendendo a demanda”. MAFRE DISTRIBUIDORA DE MOTO PEÇAS Manter uma empresa funcionando por duas décadas é muito difícil. Ainda conduzi-la de forma que aumente as suas atividades, ampliando a sua atuação de simples balcão que oferecia apenas dois itens, pneus e baterias, para uma distribuidora, com linha completa de produtos, é um grande desafio considerando as inúmeras dificuldades que se apresentam no dia a dia em qualquer segmento. A Mafre Distribuidora de Moto Peças, alcançou os seus objetivos e há sete anos vem ganhando espaço. Matheus Gabriel de Freitas é o sócio gerente desta empresa familiar que começou com os seus pais, Olídio e Maristela que mantinham as atividades na própria residencia. Hoje, o local em Novo

38

Mafre Distribuidora e Aldo Hamburgo, com 400 metros quadrados já está necessitando de ampliação para abrigar a equipe de funcionários (cinco pessoas) e uma infinidade de produtos, em torno de 5.600 itens na lista ofertada aos clientes. “Pretendemos aumentar nossa área de influência em todo o Vale dos Sinos e seus arredores e para isso buscamos manter preços competitivos, aliado a qualidade e bom atendimento aos nossos parceiros clientes”, revela Matheus. Como o todo da cadeia de produção e distribuição de motopeças, ele atribui a enorme carga de impostos a sua maior dificuldade. “As tributações são bem altas, tem produtos que quase dobram seu valor por causa das tributações, é bem complicado de trabalhar”, afirma o gerente que vem buscando especialização teórica para ter maior eficiência em sua administração. Já formado em técnico de administração, cursa direito na Universidade FEEVALE. “A crise financeira de nosso país resulta em muitas empresas fechando, outras fazendo contenção de gastos e motivando insegurança, levando os clientes e consumidores a segurar ao máximo suas despesas”, constata Matheus. Para superar este estado de coisas, ele tem lançado mão de promoções, diminuindo preços e outras tantas ações para motivar os clientes e manter o fluxo de vendas. “A situação de nosso mercado é bem complexa, ela oscila bastante de mês para mês, mas com um bom planejamento a gente tenta sempre se manter dentro das metas”, explica. A chegada do verão gera expectativas positivas. “ O mercado sempre fica mais agitado nesta época. Esperamos um fluxo intenso neste final de ano”, finaliza Matheus.

motomagazine


Especial Sul

Moacir - Moa Representações em Encontro Gravatá

JC Peças e Acessórios

MOA REPRESENTAÇÕES Moacir dos Santos se inseriu no mercado de motopeças por ser bom observador e conseguir detectar oportunidades. Em 1980, ao realizar um trabalho na área de decoração de ambiente, recebeu o convite para atuar como preposto na empresa onde a proprietária do apartamento onde estava prestando serviços trabalhava como secretária. Não titubeou, aceitou e ali iniciou a carreira que permanece até na atualidade, pois com as suas iniciativas chamou atenção de vários fabricantes que o convidaram para assumir as suas representações na região sul. Começava ali a Moa Representações. Neste período, o país viveu momentos distintos em seu desempenho econômico que afetaram as atividades de produção e comercialização em todos os setores, inclusive o de motopeças. Teve superinflação, vários planos econômicos e chegou ao patamar de 7ª economia do mundo. Agora, novamente estamos em um período de recuperação econômica. Há um descolamento das atividades empresariais da política, que em outros tempos criaram entraves para o desenvolvimento. Os profissionais de vendas sentiram os efeitos com os baixos índices de consumo. “Estamos vivendo uma nova fase que nos deixam apreensivos com o formato que está se estruturando no País. Creio que seja o momento de transformações, ou teremos mais 5 anos de turbulência”, avalia Moacir. No entanto, ele considera que o fator crise pode ter desencadeado ações de planejamento pelos lojistas e aponta a crise como oportunidade de criações e mudanças nas empresas. “Quem demitiu na hora certa e se modificou, talvez suporte a pressão que virá em impostos e aumentos nos monopólios existentes em matéria-prima”, considera. Moacir tem em sua relação de representadas em maior número de marcas nacionais, chegando ao percentual de 90% e, acredita que poucos empresários têm acompanhado ou reivindicado qualquer movimento para a redu-

ção de impostos gerais, ou naqueles que são atribuídos aos equipamentos de segurança aos motociclistas. Isto o leva a priorizar em sua gestão na empresa suportar aos mais adversos momentos nas lojas. O empresário também aponta problemas com a especialização de representantes, fabricantes e lojistas. “Falta muito profissionalismo no mercado e, além disto, não vejo mudanças significativas no cenário político em 2018. As pessoas que aí estão não têm suporte algum para conduzir o País. Estaremos à beira do caos se novamente elegermos um presidente que não tenha pulso ou esteja comprometido com as máfias alojadas no poder”, analisa com pessimismo evidente, em um futuro próximo. A Moa Representações atua nos mercados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro.

40

JC PEÇAS E ACESSÓRIOS Sem experiência no setor, mas com o objetivo de proporcionar um futuro mais tranquilo para a sua família, o empresário Iades Barboza Saraiva, apostou em um mercado que começava a despontar no cenário econômico. De lá para cá, já se passaram 28 anos de existência, uma empresa muito bem alicerçada em bases sólidas construídas com muito trabalho, dedicação e administração competente. “Meu pai desejava que tivéssemos uma empresa própria e como gostava muito de motos, resolveu apostar neste mercado, já que na época não existia muitos concorrentes na região”, relata a gerente administrativa, Carolina Saraiva. A Jc Peças e Acessórios, é uma empresa familiar estabelecida no município de São Leopoldo, no bairro Rio dos Sinos, tem como proprietários Eronita Saraiva, Juliana Saraiva e Carolina Saraiva. Além das 3 sócias, a loja conta com mais 3 colaboradores. Mas, mesmo com tantos anos de tradição, Carolina afirma que para seguir operando, o

motomagazine


Especial Sul

empreendedor brasileiro precisa trabalhar mais para pagar impostos, e que isso poderia ser mais justo. “Está cada vez mais complicado manter a empresa no que se refere às leis e encargos, pois devido às altas taxas impostas pelo governo, dificulta a contratação de novos colaboradores. Ainda mais mediante à concorrência informal que se inseriu no mercado”. Os principais produtos comercializados são capacetes, pneus, óleo, kits de transmissão, entre outros. Com a chegada dos importados no mercado, muitos empresários recorrem a essa opção por ter preços mais acessíveis que os produtos fabricados no Brasil. “A maioria das empresas do nosso setor costuma importar. Temos um mix de produtos que inclui tanto os importados quanto os nacionais, mas o consumidor prefere, muitas vezes, o importado devido ao custo mais acessível sem deixar de perder em qualidade”.

Ao fazer uma análise do setor, a empresária revela o quanto é difícil trabalhar e se manter no mercado, pois trata-se de um mercado bastante concorrido na região em que atua, além da crise financeira que abalou diversos setores da economia. “Este ano está complicado devido à forte recessão que sofremos. Mas acredito que a inovação está e sempre estará a nosso favor, mas o principal mesmo para diminuir a crise é acabar com a corrupção que tomou conta do País”. Com o setor de reposição aquecido, Carolina acredita que para o futuro o mercado ficará mais equilibrado e a economia estabilizada. “Apesar das dificuldades no mercado financeiro, acredito que esse setor continuará crescendo devido a procura por meios de transporte mais acessíveis e com uma manutenção de baixo custo”.

OUTROS PERSONAGENS DO MERCADO GAÚCHO DE MOTOPEÇAS

CicloMotors Bike e Motos Moto Peças Wetzel (Alemão)

Edinho Motopeças

42

S&W Distribuidora - Paulo e Vera

motomagazine


e t r o esp rápidas do

VINÃLES É QUARTO LUGAR NO GP DE SAN MARINO

Com seu colega de equipe Valentino Rossi incapaz de competir no Grande Prêmio em sua casa devido a uma lesão, Viñales defendeu sozinho as cores da Movistar Yamaha.

EMERSON LOTH E SACRAMENTO RACING COMEMORAM O TÍTULO

A equipe Sacramento Racing está em festa pelo título brasileiro de Enduro de Regularidade conquistado por Emerson Loth “Bombadinho”. O piloto confirmou o tricampeonato da carreira nas etapas finais da competição em Lagoa da Prata (MG). Com o resultado, ele atinge 100% de rendimento nos campeonatos disputados a bordo da motocicleta KTM 350 EXC-F na temporada 2017 – que também incluiu o penta sulbrasileiro e o hexa paranaense da modalidade.

44


RIGOR RICO E RIPI GALILEU SÃO CAMPEÕES NO ENDURO DA INDEPENDÊNCIA

Rigor Rico e Ripi Galileu, de Barão de Cocais (MG), conquistaram título inédito entre as motocicletas do Enduro da Independência. Após quatro dias de disputas e 700 quilômetros percorridos, os irmãos do Team Rinaldi foram os campeões da categoria Duplas Graduadas. O Enduro da Independência contou com o patrocínio da Rinaldi e ainda teve pernoites nas cidades mineiras de Itajubá e Três Corações. Vice-campeões da Duplas Graduadas em 2015, Rico e Galileu confirmaram a taça desta vez.

Fábio Coelho Amaral, da O2BH Yamaha, vence a Categoria Brasil e deixa mais azul o principal enduro do Brasil, que comemorou 35 anos de existência. Após rodar mais de 700 quilômetros em quatro dias de prova,

É inevitável não pensar na união, carinho e amor que envolve a relação entre pais e filhos. É só parar para conversar nas trilhas ou nas competições de motocross nos finais de semana que encontramos histórias emocionantes: personagens que compartilham, além do amor familiar, a paixão pelo

off road em duas rodas. Os pilotos de motocross Caio Lopes e Jean Ramos são exemplos desse vínculo. Paulista, 24 anos e piloto da Equipe Gaia MX: Caio Lopes guarda no currículo uma experiência de pelos menos 21 neste esporte. Começou a andar de moto com apenas três anos, por influência do seu pai, Valmir Jesus, que era piloto também. O esporte foi passado de pai para filho e hoje Caio se orgulha em seguir os passos de Valmir e receber todo o apoio de seu herói.

largando da Basílica, em meio a terra, lama e as naturais dificuldades das trilhas, Fábio Coelho Amaral foi o grande campeão da Categoria Brasil, destinada às motocicletas nacionais. Para a Yamaha, a vitória é ainda mais especial: a primeira moto a vencer o Independência foi uma saudosa e igualmente valente Yamaha DT 180, em 1983.

Janjão Santiago/O2BH Yamaha

NO TOPO DO PÓDIO NO ENDURO DA INDEPENDÊNCIA 2017

DE PAI PARA FILHO: CONSTRUÇÃO DE LAÇOS PELO MOTOCROS

ROSSI FAZ CORRIDA HERÓICA EM ARAGÃO

O Grande Prêmio de MotoGP disputado recentemente em Aragão, Espanha, só colaboraram para tornar Valentino Rossi, ainda mais, em um mito da motovelocidade mundial. Ainda em processo de recuperação pós-operatória realizada em função da fratura da perna,Rossi foi além e conquistou o terceiro lugar no grid de largada. Maverick Viñales, seu companheiro de equipe, não fez por menos, e faturou a pole!

motomagazine

45


e t r o esp rápidas do

MAU HAAS

AUSTRALIANO ASSINA COM GEICO HONDA Hunter Lawrence que brilhou no MX das Nações assinou contrato com a GEICO Honda para correr nos Estados Unidos a partir de 2019. No Ano que vem ele segue correndo o Mundial de Motocross na MX2, mas muda da Suzuki para a Honda 114 Motorsports, de Giacomo Gariboldi.

BÁRBARA NEVES CONQUISTA PRIMEIRO TÍTULO BRASILEIRO DE ENDURO FIM A goiana de 17 anos, estreou da melhor forma no Campeonato Brasileiro de Enduro FIM: com o título da classe EFeminina. A façanha foi confirmada durante a etapa de Araxá (MG), válida como a grande final para as mulheres. Ela representa a equipe Rinaldi ASW Zanol Team, ao lado de Vinícius da Silva “Musa”.

CAMPANO VENCE E SEGUE NA LIDERANÇA DO BRASILEIRO

Em mais um show de pilotagem, o piloto da Yamaha Geração Monster Energy, Carlos Campano, venceu mais uma rodada do Brasileiro de Motocross 2017. Com o resultado conquistado na quarta rodada na cidade de Morrinhos, Goiás, Campano tem motivos de sobra para comemorar. Além de conquistar, a bordo de sua Yamaha YZ450F, a terceira vitória consecutiva, ele se manteve na liderança da categoria MX1 (450cc). Agora o piloto espanhol tem cinco importantes pontos de vantagem sobre o equatoriano Jetro Salazar, vice-líder na disputa pelo título nacional.

BRASILEIRO DE ENDURO FIM

A cidade de Farroupilha, na Serra Gaúcha, receberá as feras do Campeonato Brasileiro de Enduro FIM para a sétima etapa, a grande final da temporada 2017. Com pontuação de rodada dupla em jogo, a decisão promete disputas emocionantes nos dias 14 e 15 de outubro e ainda é válida pela sexta etapa do Campeonato Gaúcho da modalidade. As inscrições já podem ser efetuadas no site oficial do campeonato e são limitadas a 130 vagas. A base do evento tem acesso gratuito na pista MX Park Motocross, onde o público poderá conferir de perto as equipes, pilotos e suas desejadas motocicletas off-road.

46

motomagazine


Motomagazine103  
Motomagazine103  
Advertisement