Page 1

Ano 10 ● nº 337 www.jornalcapital.jor.br Duque de Caxias, Baixada e Capital

MERCADO & NEGÓCIOS R$1

Capital EMpRESa JORNalÍStiCa EiREli ● ►PRIMEIRA QuInzEnA dE ABRIL dE 2018

Pequenos negócios já podem parcelar dívidas tributárias

Prazo termina e Alerj não devolve PMs ►PÁGINA 6

Banco de Imagens

Novos ministros terão que trabalhar sem mudanças, diz Temer ABr/Valter Campanato

►PÁGINA 3

Gabinete de Intervenção Federal inspeciona delegacias da Zona Oeste ►PÁGINA 8

Anistia Internacional exige respostas para o assassinato de Marielle

►PÁGINA 2

►PÁGINA 2

Preço da gasolina nas reinarias bate recorde

Hospital reinaugurado Marcelo Cunha

Banco de Imagens

esde a última quintafeira (12), a gasolina nas reinarias está cotada em 1,6968 real por litro, superando a máxima anterior, de 1,6917 real observada no início de janeiro. Já o preço do diesel está agora em 1,9549 real por litro.

D

►PÁGINA 8

A

população de Belford Roxo ganhou um presente inesquecível no dia que o município comemorou seu 28º aniversário de emancipação: a reinauguração do Hospital Municipal, entregue pelo Prefeito Wagner Carneiro, o Waguinho. Ele conta com 62 leitos e foi completamente informatizado. ►PÁGINA 7

Produção de motos cresce no primeiro trimestre

WASHINGTON REIS CONDENADO A DEVOLVER DINHEIRO À PREFEITURA ►PÁGINA 6

AgeRio cria projeto especial para microempreendedores SCERJ/Divulgação

O

projeto Rio em Ação vai oferecer às micro e pequenas empresas linhas de crédito em um total de R$ 2 bilhões de recursos. O programa foi lançado na sede da Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) ►PÁGINA 4

►PÁGINA 8

Detran amplia atendimento no posto da Ceasa ►PÁGINA 3

www.jornalcapital.jor.br 21

98400-0441

Siga-nos nas redes sociais:

divulgacao@jornalcapital.jor.br jornal_capital


2

►Primeira Quinzena de Abril de 2018

MERCADO & NEGÓCIOS

Novos ministros terão que trabalhar sem mudanças ABr/Valter Campanato

Duque de Caxias, Baixada e Capital

Anistia Internacional exige respostas para o “caso Marielle” Reprodução Facebook

a estrutura do ministério. Isso não é razoável e nem admissível”, acrescentando que ainda haverá novos programas de governo. OS MINISTÉRIOS

A mudança no primeiro escalão do governo atingiu dez dos 29 ministros presidente Michel Temer disse na quinta-feira (12) que as recentes mudanças de ministros em seu governo não alterarão o trabalho que vinha sendo desenvolvido. O que será feito pela nova equipe será “um trabalho de continuidade”, airmou o presidente na primeira reunião com os ministros após a mudança dos titulares de dez pastas. Temer acrescentou que não

O

será “razoável nem admissível” promover mudanças na condução das pastas. - Bem-vindos ao trabalho. Ao trabalho que é o trabalho da continuidade. Que nós possamos prosseguir com as mesmas teses, com os mesmos programas, e com as mesmas vitórias que nós temos tido nesses quase dois anos de governo - disse o presidente durante a primeira reunião ministe-

rial com a nova equipe de seu governo, montada após alguns dos ex-ocupantes terem deixado a pasta para se candidatarem a cargos públicos nas eleições de 2018. Temer disse que mudanças de rumo nos trabalhos desenvolvidos pelas pastas não serão admitidas. “Ressalto muito a palavra de continuidade porque às vezes um ministro entende que pode chegar e mudar

Dez dos 29 ministros foram trocados e empossados na última terça-feira (10). No Ministério da Educação está Rossieli Soares; no do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame. A Fazenda está a cargo de Eduardo Guardia; o Planejamento, de Esteves Colnago; o de Minas e Energia, de Moreira Franco; o Esporte está sob a gestão de Leandro Cruz Fróes da Silva; o Turismo, com Vinicius Lummertz; a Integração Nacional, com Antônio de Pádua de Deus; a Indústria, Comércio Exterior e Serviços, com Marcos Jorge; o Ministério dos Direitos Humanos, com Gustavo Rocha; e o do Trabalho, com Helton Yomura. (Agência Brasil)

Indicação de Lula para o Nobel da Paz já tem mais de 210 mil assinaturas m abaixo-assinado idealizado pelo ativista argentino Adolfo Pérez Esquivel defendendo a candidatura de Lula ao Nobel da Paz já conta com mais de 210 mil assinaturas. O argentino, que ganhou a honraria em 1980 e após iniciar a campanha na internet, justiicou a candidatura pelo esforço do ex-presidente no combate à fome e à desigualdade social no seu governo, entre 2003 e 2010. Esta semana, outro Prê-

U

mio Nobel da Paz aderiu à campanha para que Lula, já considerado “preso político” por lideranças de vários países, para receber o prêmio. Trata-se do egípcio Mohamed El-Bardei, que em 2005 recebeu o prêmio em nome da Agência Internacional de Agência Atômica. A assinatura de El-Baradei também é extremamente importante, porque ele acompanhou as negociações conduzidas pelo Brasil e pela Turquia

sobre o programa nuclear iraniano. Lula está preso desde o último dia 7 na superintendência da Polícia Federal em Curitiba. Ele começou a cumprir a pena imposta pelo TRF-4. Esquivel cita alguns dados para tentar mostrar a importância do governo Lula nas questões da fome, renda, emprego e educação. Segundo ele, a porcentagem dos que viviam com menos de US$ 3,10 por dia (o equivalente

a cerca de R$ 10) caiu de 11% em 2003 para 4% em 2012. Houve ainda a criação de 15 milhões de empregos em seus dois governos e a taxa de desemprego caiu 50%. "O mundo reconhece que houve um antes e um depois na história do desigual Brasil após a Presidência de Luiz Inácio da Silva. A contribuição dele para a paz está entre os feitos mais concretos da vida do povo brasileiro", acrescentou Esquivel.

A vereadora do Rio durante evento no calçadão de Caxias, pouco dias antes de ser assassinada s vésperas de completar um mês da morte da vereadora do Rio de Janeiro, Marielle Franco (Psol), a Anistia Internacional (AI) airmou sexta-feira (13) que as autoridades brasileiras precisam dar "prioridade" para solucionar o assassinato dela e de seu motorista Anderson Gomes. Os dois foram mortos a tiros, na noite do dia 14 de março, no bairro do Estácio, após deixarem a Lapa, onde ela participou de seu último ato político. As investigações seguem em sigilo. - A sociedade tem que saber quem matou Marielle e por quê. Cada dia que este caso segue sem ser resolvido se agravam o risco e a incerteza em torno dos defensores e defensoras dos direitos humanos - airmou Jurema Werneck, diretora-executiva da AI no Brasil. "As autoridades devem expressar

À

claramente que isto não vai mais acontecer e rapidamente investigar quem matou Marielle e quem ordenou sua morte", acrescentou. Ainda segundo a AI, se os responsáveis pelos assassinatos de Marielle e Anderson não forem encontrados, as autoridades vão "transmitir a mensagem de que se pode matar com impunidade" as pessoas que defendem os direitos humanos. Werneck também airmou que o ataque foi "cuidadosamente planejado" e executado por "pessoas treinadas". A AI revelou que o Brasil é um dos países mais perigosos para as pessoas defensoras dos direitos humanos, tendo registrado 58 homicídios em 2017. O Brasil também lidera o ranking de assassinatos contra ativistas ambientais, sendo um levantamento da ONG Global Witness.

STF vai decidir se Aécio vira réu por corrupção Supremo Tribunal Federal (STF) deverá decidir na terça-feira (17), por meio da 1ª Turma, se o senador Aécio Neves se tornará réu por corrupção e obstrução de Justiça no âmbito do inquérito onde ele é acusado de pedir R$ 2 milhões em propinas para o empresário e dono do grupo J&F, Joesley Batista. O pedido para transformar o ex-governador de Minas Gerais em réu foi feito pela procuradora-geral da República, Raquel Dodge. Segundo a PGR, a "vantagem

Banco de Imagens

O

A PGR pediu para que Aécio Neves vire réu por corrupção

indevida" estaria caracterizada "quando o senador airma que a pessoa que iria receber as parcelas deveria ser alguém ‘que a gente mata antes de fazer delação". Além do parlamentar, que nega ter cometido algum crime, o Ministério Público Federal também acusa a irmã de Aécio, Andréa Neves da Cunha, o primo Frederico Pacheco de Medeiros e o ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrela (MDB-MG), Mendherson Souza Lima.

MERCADO & NEGÓCIOS Capital Empresa Jornalística Eireli Av. Governador Leonel de Moura Brizola (antiga Presidente Kennedy), 1995 - Sala 804 Edifício Sul América - Centro, CEP 25.020-002 - Duque de Caxias, Rio de Janeiro Telefax: (21) 2671-6611 - CNPJ 11.244.751/0001-70 Na internet:

www.jornalcapital.jor.br Endereços eletrônicos:

comercial@jornalcapital.jor.br comercial.capitalmercado@gmail.com contato@jornalcapital.jor.br

contato.capitalmercado@gmail.com redacao@jornalcapital.jor.br redacao.capitalmercado@gmail.com

Whatsapp: (21) 98400-0441 TIRAGEM: 10.000 exemplares (assine o Capital: 21 2671-6611) Filiado À ADJORI Associação de Jornais do Interior Departamento Comercial: (21) 2671-6611 / 98400-0441 Diretor Presidente: Marcelo Cunha Diretor de Redação: Josué Cardoso

Ligue: 21 2671-6611 Colaboradores: Roberto Daiub / Malone Machado

Os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores.


Duque de Caxias, Baixada e Capital MERCADO & NEGÓCIOS

►Primeira Quinzena de Abril de 2018

3

Pequenos negócios já podem Detran amplia parcelar dividas tributárias atendimento no F

oi promulgada no último dia 9, a Lei Complementar que autoriza o reinanciamento das dívidas iscais (Reis) das micro e pequenas empresas. Com isso, 600 mil pequenos negócios poderão parcelar seus débitos com o governo e não serão mais excluídos do Simples Nacional. A partir da publicação da lei no Diário Oicial da União, o que ocorreu dia 10 último, as empresas terão 90 dias para aderir ao reinanciamento, por meio do site da Receita Federal. A Lei Complementar institui o Programa Especial de Regularização Tributária das Micro Empresas e Empresas de Pequeno Porte optantes pelo Simples Nacional (Pert-SN) e garante o reinanciamento das dívidas vencidas até novembro de 2017 e apu-

Banco de Imagens

posto da Ceasa

esde o último dia 10, os clientes do Detran já contam com os serviços de identiicação civil e habilitação na unidade da Ceasa. O local onde já funcionava o posto de vistoria, agora conta com todos os serviços do departamento. Ou seja, a partir de agora, a população poderá licenciar o veículo, tirar a segunda via da identidade e renovar a habilitação em um único lugar. A nova unidade tem capacidade de realizar 200 agendamentos por dia, sendo 100 para identidade e 100 no setor de habilitação. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Os agendamentos podem ser feitos no site do Detran (www.detran.rj.gov.br) ou pelo telefone 3460-4040.

D

Cerca de 600 mil pequenos negócios poderão parcelar seus débitos com o governo. Com isso, não serão excluídos do Simples Nacional rados na forma do Regime Especial Uniicado de Arrecadação de Tributos e Contribuições devidos pelas Microempresas e Empresas de Pequeno Porte

(Simples Nacional). O Reis das MPE foi aprovado pele Câmara e pelo Senado em dezembro, mas vetado pela Presidência da República em janeiro. No

último dia 3, porém, após ampla mobilização do Sebrae, o Congresso Nacional derrubou o veto à lei de parcelamento das dívidas tributárias em até 180 meses.

CONFIRA AS CONDIÇÕES DE PARCELAMENTO Quem pode aderir ao Reis? Todas as empresas inscritas no Simples Nacional que têm dívidas tributárias com a União podem pedir o parcelamento dos débitos. O pedido de reinanciamento implicará na desistência compulsória e deinitiva de parcelamento anterior, sem restabelecimento dos parcelamentos rescindidos caso não seja efetuado o pagamento da primeira prestação. Até quando é possível aderir ao Reis? Os interessados poderão aderir ao Pert-SN em até 90 dias após a entrada da lei em vigor (9 de julho), icando suspensos os efeitos das notiicações efetuadas até o término deste prazo. Como solicitar o parcelamento das dívidas? Os empresários interessados no reinanciamento devem acessar o site da Receita Federal, até o dia 9 de julho. Quais as condições de reinanciamento para as MPE? As empresas devem pagar 5% do valor da dívi-

da consolidada, sem reduções, em até cinco parcelas mensais e sucessivas, sendo que o restante poderá ser parcelado com descontos de 100% dos encargos legais e honorários advocatícios. As prestações mensais serão acrescidas da taxa Selic e de 1% relativo ao mês de pagamento. O parcelamento poderá ser feito, ainda, em até 45 parcelas mensais e sucessivas, com redução de 80% dos juros de mora, 50% das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios.

SHOPPINGS

Além dos novos postos que estão sendo entregues, o Detran também vai reformar ao longo de 2018 todos os 10 postos localizados em shoppings centers do Rio de Janeiro. São eles: Cittá América e Downtown (Barra da Tijuca), Boulevard Shopping (Vila Qual o valor mínimo das parcelas? Isabel), Penha Shopping O reinanciamento também poderá ser feito em até (Penha), Américas Shop75 parcelas mensais e sucessivas, com redução de 50% ping (Recreio dos Bandeidos juros de mora, 25% das multas de mora, de ofício ou isoladas e 100% dos encargos legais, inclusive honorários advocatícios. O valor mínimo das prestações será de R$ 300,00, exceto no caso dos Microempreendedores Individuais (MEIs), cujo valor ainda será deinido pelo Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN).

Anuncie no Capital, Mercado & Negócios 21

2671-6611

21

98400-0441

rantes), Center Shopping e Rio Shopping (Jacarepaguá), Jardim Guadalupe (Guadalupe), Via Brasil Shopping (Irajá) e West Shopping (Campo Grande). DETRAN PRESENTE O Detran Presente é um mutirão de serviços que percorre diferentes cidades do Estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de diminuir as demandas do cidadão. Ele começou a ser realizado em 2017 e já passou por 26 cidades, em 58 edições, onde foram realizados 99.222 atendimentos. O mutirão foi realizado em Petrópolis, Saquarema, Duque de Caxias, Três Rios, Cabo Frio, Vassouras, Rio de Janeiro (São Cristóvão, Complexo da Maré, Francisco Bicalho, Aterro do Flamengo, Barra da Tijuca, Praça Mauá, Central do Brasil e Rio Comprido), Queimados, Campos dos Goytacazes, Rio das Ostras, Quissamã, Carapebus, Belford Roxo, Niterói, Volta Redonda, Carmo, Sapucaia, Resende, Barra Mansa, Nova Friburgo, Bom Jesus do Itapaboana, Nova Iguaçu, Angra dos Reis, Macaé, Mesquita e Miguel Pereira.


4

MERCADO & NEGÓCIOS

►Primeira Quinzena de Abril de 2018

AgeRio cria projeto especial para microempreendedores projeto Rio em Ação vai oferecer às micro e pequenas empresas linhas de crédito em um total de R$ 2 bilhões de recursos. A ideia é percorrer diferentes cidades do estado para disponibilizar rede de apoio ao empreendedor, com atendimento individualizado, rodadas de negócio e orientação inanceira. O programa foi lançado na sede da Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) e recebeu cerca de 330 participantes. A AgeRio (Agência Estadual de Fomento), Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Sebrae/RJ são os parceiros da iniciativa. Proprietário de uma loja de móveis planejados em Cabo Frio, Ricardo Garri participou do primeiro

O

evento do Rio em Ação, como empreendedor indicado pelo Sebrae/RJ e também cliente da AgeRio. Segundo o empresário, montar um plano de negócios e buscar conhecimento são os primeiros passos para o sucesso. - Por mais que a empresa seja pequena, é preciso pensar nos processos, nas responsabilidades, no marketing, nos recursos humanos, ou seja, tudo aquilo que uma empresa grande tem, mas dentro de um modelo mais enxuto – disse Ricardo Garri. O programa tem ações previstas para Campos dos Goytacazes, Duque de Caxias, Itaperuna, Nova Friburgo, Nova Iguaçu, Petrópolis e Volta Redonda. Mais informações podem

ser obtidas em www.rioe- treina agentes de crédito macao.com.br. locais para atender empreendedores, junto com o Sebrae. O programa de miRETOMADA DE crocrédito está disponível MICROCRÉDITO para microempreendedores Já o Programa de Micro- formais e informais. Onze crédito Produtivo Orienta- municípios já aderiram ao do passou por reformula- convênio, e em oito deles o ção e volta a ser oferecido programa já está sendo dispela AgeRio (Agência Es- ponibilizado: Barra Mantadual de Fomento), por sa, Itatiaia, Miguel Pereimeio de parcerias com ra, Paracambi, São Pedro prefeituras luminenses e d’Aldeia, Três Rios, Vaso Sebrae/RJ. Os emprés- souras e Volta Redonda. Os interessados devem timos variam de R$ 500 a R$ 15 mil e podem ser se dirigir aos postos de utilizados para compra de atendimento listados no máquinas, equipamentos, site da AgeRio (www.agemercadorias, matéria-pri- rio.com.br). Entre 2012 e ma e outros itens ligados à 2016, o programa realizou atividade empreendedora. cerca de 11.600 operações, O objetivo é a geração de somando R$ 51,4 milhões em créditos liberados para renda e emprego. Ainda em fase de im- microempreendedores do plantação, o programa Estado do Rio de Janeiro.

FIRJAN contribui com proposta na revisão tarifária do gás natural A

Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio (Agenersa) promoveu audiência pública para debater a proposta de revisão tarifária quinquenal apresentada pelas concessionárias CEG e CEG Rio. O principal tópico em discussão foi o pedido de reajuste na margem de distribuição das empresas, que irá impactar o custo inal do gás natural, podendo atingir a competitividade da indústria luminense. As novas regras valerão para o período 2018-2022. A reunião ocorreu na sede do Sistema FIRJAN, no Centro do Rio, no último dia 4. Presidente da Representação Regional da FIRJAN do Leste Fluminense, Luiz Césio Caetano classiicou a proposta da CEG de contrassenso. “É preciso esclarecer o pedido da concessionária de um reajuste da sua margem da ordem de 25%, 30%. O Rio de Ja-

neiro já sofre de uma perda de competitividade enorme pelo custo de seus energéticos, seja de eletricidade, seja de gás natural”, ressaltou. Ele teme mais perdas com novos aumentos do gás natural, que, no caso especíico de sua empresa, foi de 36% em 2017 e poderá ser ainda maior este ano, caso a proposta da concessionária seja aprovada pela Agenersa. Bruno Armbrust, presidente da Gás Natural Fenosa no Brasil, controladora das concessionárias, alega a necessidade de manter o equilíbrio econômico-inanceiro do contrato, após registrar queda no consumo nos últimos 10 anos e apontar estabilidade nos próximos cinco anos. “A proposta de atualização na margem de distribuição terá impacto médio para o consumidor inal de 7% na tarifa da CEG e de 1,5% na CEG Rio”, alegou. Conforme o especialista da

gerência de Petróleo, Gás e Naval da Federação, Fernando Montera, a proposta defendida pela CEG e CEG Rio deve ser revista considerando o alinhamento com o aumento da demanda até 2022, ao mesmo tempo em que estima crescimento de custos operacionais e de investimentos. O valor da tarifa é composto do custo do gás, da margem de distribuição e dos impostos. - É preciso encontrar uma solução que aumente a demanda por gás natural no estado e garanta a viabilidade da distribuição, mas também que permita maior atividade econômica. O estado do Rio é o maior produtor de gás natural e a tarifa do energético deve ser mais competitiva de modo a estimular o desenvolvimento industrial – recomendou Montera. Para a FIRJAN, o mais importante é promover a competitividade do estado do Rio de Janeiro, tanto na visão das

indústrias consumidoras, quanto na visão das distribuidoras, que poderá ampliar o atendimento a esse mercado. CRONOGRAMA O processo de revisão tarifária tem previsão de conclusão em agosto. Em junho, haverá apresentação dos relatórios da consultoria contratada pela Agenersa para avaliar a proposta da CEG e CEG Rio e as contribuições das instituições presentes à audiência, entre elas a FIRJAN. Esse trabalho está sendo executado pelo Grupo de Economia da Energia da Universidade Federal Fluminense (UFF). O presidente da Agência, José Bismarck Vianna de Souza, garantiu que todas as partes interessadas serão novamente ouvidas antes da conclusão sobre os percentuais a serem aplicados.

Duque de Caxias, Baixada e Capital

"Bomba Limpa" intensiica combate a irregularidades SCERJ/Sabrina Bernardes

A iscalização tem interditado estabelecimentos que desrespeitam o Código do Consumidor

A

Operação Bomba Limpa, da Secretaria Estadual de Governo, intensiicou o combate a irregularidades em postos de combustíveis, iscalizando e interditando estabelecimentos que desrespeitam o Código de Defesa do Consumidor. A ação - que já lacrou 33 bombas e interditou 19 postos - já iscalizou 117 estabelecimentos. A força-tarefa, iniciada em fevereiro do ano passado, atua a im de veriicar a quantidade e a qualidade do combustível adquirido pelo consumidor. - Aferimos a bomba do posto para veriicar se há algum tipo de adulteração. É muito comum o consumidor achar que está pagando por uma quantidade de litros de gasolina, mas na verdade está levando menos - diz o coordenador da Operação, Reginaldo Valadão. E acrescenta: "Também fazemos o chamado teste de proveta, onde podemos veriicar a quantidade de Etanol na gasolina que precisa estar de acordo com as normas da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Outro teste que fazemos é recolher amostras de cada tanque de combustível e levá-las para análise para veriicar se estão dentro das especiicações da agência. Isso é feito em 24 horas - explicou.

SONEGAÇÃO A operação também atua na veriicação da documentação dos postos de combustíveis. A sonegação iscal encontrada no setor tem efeito prejudicial signiicativo aos cofres públicos. De acordo com o Movimento Combustível Legal, por exemplo, estima-se que cerca de R$ 2 bilhões sejam desviados todos os anos no Brasil por intermédio de tal prática. - Esta Operação se realiza em conjunto com o Procon-RJ e a Secretaria de Fazenda – airmou o subcoordenador da operação, major Vitor Silva Pinto. A equipe da Bomba Limpa atua por meio de investigações realizadas pelo setor de inteligência da Barreira Fiscal e de denúncias. ATENÇÃO Prestar atenção ao abastecer é muito importante: os preços devem ser iguais no painel e na bomba; conira a origem do combustível; veja se o combustível é comum ou aditivado; as bombas têm que ter selo do Inmetro; exija sempre nota iscal; peça o teste de proveta (que mede a porcentagem de etanol misturado à gasolina); peça o teste da “bomba baixa” (que mede se a quantidade de combustível comprado está de acordo com o informado pelo estabelecimento).


Duque de Caxias, Baixada e Capital MERCADO & NEGÓCIOS

►Primeira Quinzena de Abril de 2018

Governo do Estado entrega mais um trem à população m continuidade ao processo de renovação da frota da SuperVia, o Governo do Estado do Rio entregou dia 10, o primeiro dos seis novos trens (com oito carros cada um) fabricados pela Alstom. Esses são os últimos trens necessários à conclusão da climatização da frota de mais de 200 operados pela concessionária. Com a modernização do sistema, as composições mais antigas, que não contam com refrigeração, vão saindo de circulação. O novo trem, com capacidade para transportar até 2.600 passageiros, segue o mesmo padrão de comodidade, tecnologia e segurança dos últimos 120 trens adquiridos pelo Governo junto às indústrias coreana e chinesa. Ele é equipado com ar-condicionado, espaço para cadeirantes e pessoas com necessidades especiais, câmeras internas e externas, dispositivo de comunicação de emergência e bagageiros, além de monitores de LCD e pai-

Direito do Cidadão Malone Machado LOAS Benefício de Prestação Continuada - BPC

O novo trem segue o mesmo padrão de comodidade e segurança dos últimos 120 adquiridos junto às indústrias coreana e chinesa néis eletrônicos indicativos de próxima estação e lado do desembarque. A idade média da frota, que já foi de 30 anos, atualmente está em 16 anos. Com a chegada das novas composições, passará a ser de 13 anos. Responsável por transportar, em média, 600 mil passageiros por dia útil, a SuperVia possui uma malha ferroviária de 270 km

dividida em cinco ramais, três extensões, 102 estações, com atendimento à população de 12 municípios. A frota é composta por 201 trens e é possível ofertar 100% das viagens nos inais de semana e feriados somente em trens com ar-condicionado. Já nos dias úteis, essa média está em 99%. O processo de renovação da frota da Super-

Via foi iniciado em 2012, com a entrega de 30 trens chineses adquiridos pelo Governo do Estado. Em 2014, outras 70 composições, também encomendadas na China pelo Estado, passaram a compor a frota, totalizando 100 novos trens. A concessionária, com recursos próprios, modernizou 32 composições, incluindo a instalação de ar-condicionado.

PHS entra na reta inal para fechar nominatas das eleições 2018 iante de um galpão lotado, o presidente estadual do PHS e prefeito de São João de Meriti, Dr. João, anunciou, na noite do último dia 3, que as nominatas dos pré-candidatos a deputados estaduais e federais da legenda estão 90% deinidas. O líder regional

Coluna

SCERJ/Carlos Magno

E

D

5

do partido teve menos de um mês para fazer as costuras políticas e garantir nominatas fortes. “Estou indo nos municípios para aglutinar, somar e mostrar força. Vocês acham que colocaria minha vida política no PHS se não fosse por uma certeza? Vamos disputar essa

eleição de igual para igual com qualquer outro partido aqui no estado do Rio”, garantiu Dr. João. O prefeito criticou os boatos que têm circulado nas redes sociais, na tentativa de confundir os iliados e pré-candidatos. “Estão inventando mentiras para

atrapalhar nosso trabalho. Não existe fake nas nossas nominatas e elas estão à disposição dos candidatos. Todos terão chances iguais na disputa eleitoral.”, ressaltou Dr. João. ORIENTAÇÃO JURÍDICA Na reunião, o advogado Leonardo Lia orientou os pré-candidatos quanto à documentação e prazos inais, a im de evitar surpresas. “Até sábado, encerramos a fase de nominata, mas é apenas a primeira etapa cumprida. Estamos trabalhando por uma eleição limpa e juridicamente correta”, disse. Participaram ainda da plenária o vice-presidente do PHS e vice-prefeito, Gelson Azevedo; os deputados estaduais Marcos Muller e Aramis Brito, o secretário-geral do PHS regional, vereador Valdeci da Saúde; e o presidente do partido no município do Rio, vereador Marcelo Siciliano, além de vereadores e iliados de várias cidades luminenses. Gelson Azevedo lembrou que o partido está caminhando sem coligações e destacou que não há na legenda nenhum político ou candidato envolvido em escândalos de corrupção. “Essa eleição vai ser diferente porque o eleitor está desacreditado da política. Nós temos a possibilidade de levar uma mensagem de coniança à população. É o que vamos fazer. Sairemos vitoriosos”, airmou o vice-presidente estadual.

Sabia que não precisa ter contribuído para o INSS para ter direito ao benefício assistencial ao idoso ou ao deiciente? O BPC consiste no pagamento de um salário mínimo mensal à pessoa com 65 anos de idade, ou mais, e à pessoa com deiciência, física ou não, independente da condição de segurado perante o regime geral de previdência social, ou seja, mesmo que jamais tenha contribuído para o INSS. Esta deiciência deve ser comprovada através de laudos médicos e deve ser incapacitante para o trabalho e/ou para a vida independente, seja ela temporária ou permanente. Pessoas enquadradas nestas situações, devem ainda comprovar que não possuem meios inanceiros de prover seu próprio sustento e nem de tê-lo provido por sua família. Portanto, é necessário ter renda per capta familiar inferior a 1/4 do salário mínimo vigente. Essa renda familiar mensal é composta pela soma dos rendimentos brutos de todos os membros da família que residem no mesmo domicílio. Tais rendimentos podem ser salários, pensões, comissões, proventos, etc. O BPC não pode ser cumulado com benefícios previdenciários do INSS e não é vitalício. Assim, o referido benefício poderá ser revisto periodicamente e pode ser cessado se for constatada a superação das causas que lhe deram origem. Advogado especialista em Direito Previdenciário e do Trabalho, pós graduando em Direito Processual Civil pela PUC-Minas. (21) 4128-5785

99907-9431

contato.mmachadoadv@gmail.com

SIVdC - SIndICATO dOS VIGILAnTES E EMPREGAdOS dE EMPRESAS dE SEGuRAnÇA E VIGILÂnCIA, TRAnSPORTE dE VALORES, dE PREVEnÇÃO E COMBATE A InCÊndIO E dE CuRSO dE FORMAÇÃO E SIMILARES Ou COnEXOS dE duQuE dE CAXIAS-RJ Rua Francisco Sabino nº 151, Parque Fluminense, Duque de Caxias - RJ CNPJ 36.554.434/0001-80 Tel. 3134-1193 - e-mail: sidcaxias@yahoo.com.br EdITAL dE COnVOCAÇÃO Aos 30 (trinta) de abril de 2018 (dois mil e dezoito), na Rua Francisco Sabino nº 151, Parque Fluminense, Duque de Caxias - RJ, irão se reunir em assembleia geral extraordinária os trabalhadores, sócios e não associados e diretores do Sindicato para votar a matéria que foi publicada no jornal Capital, Mercado e Negócios, para deliberação a prestação de conta semestral período 01/01/2017 a 30/06/2017, passando não só aos trabalhadores e sim os membros do Conselho Fiscal para ser analisado, dando inicio com a primeira chamada às 10:00hs, e as 11:00hs na segunda chamada com qualquer número de associados, não associados e membro do conselho iscal presentes para tratar da seguinte Ordem do Dia: 1º - Prestação de conta semestral de 01/ 01/2017 a 30/06/2017. CARLOS GIL dE SOuzA - diretor Presidente

EdITAL dE COnVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORdInÁRIA dA COOPERATIVA MISTA dE TRABALHO dOS MOTORISTAS AuTOnÔMOS dE TÁXI dE duQuE dE CAXIAS LTdA - COOPERCAXIAS RÁdIO TÁXI. CnPJ 40.203.945/0001-25 - nIRE 334.0000420-5 O Presidente da COOPERCAXIAS RÁDIO TÁXI COOPERATIVA MISTA DE TRABALHO DOS MOTORISTAS AUTONOMOS DE TÁXI DE DUQUE DE CAXIAS LTDA - CNPJ 40.203.945-0001/25 - NIRE 334.0000420-5, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os 40 sócios para participar da Assembleia Geral Ordinária, que será realizada em 26 de Abril de 2018, em sua sede, situada à Rua Dr. Manoel Reis, nº 309, Centenário, Duque de Caxias - RJ, com primeira convocação às 11:00h, com no mínimo de dois terços (2/3) do total do quadro social; segunda convocação às 12:00h, com no mínimo metade e mais um (1/2 + 1) do total do quadro social e em terceira e última convocação às 13:00h, com quorum mínimo de dez (10) do total do quadro social, para deliberarem os seguintes assuntos da Ordem do Dia: 1 – Prestação de Contas do exercício 2017, acompanhado do parecer do Conselho Fiscal, compreendendo: a) relatório de gestão; b) balanço; c) demonstrativo das sobras ou perdas apuradas no exercício. 2 - Destinação das sobras apuradas no exercício ou Rateio das Perdas apuradas no exercício; 3 - Deliberar sobre os sócios que pediram demissão/Indenização; 4 - Admissão de novos sócios; 5 - Eleição do Conselho de Administração, Conselho Fiscal, Conselho Deliberativo e Conselho de Ética e Disciplina; 6 Deliberar sobre a situação das unidades 018, 020, 022, 039 e 043; 7 - Deliberar sobre o acordo das unidades; 8 -Critério para entrada de novos sócios. Duque de Caxias, 30 de Abril de 2018 ALuÍzIO MEndES - Presidente


6

MERCADO & NEGÓCIOS

►Primeira Quinzena de Abril de 2018

Duque de Caxias, Baixada e Capital

Prazo termina e Washington Reis condenado a devolver dinheiro aos cofres públicos Alerj não devolve PMs a ela cedidos W A ashington Reis, atual prefeito de Duque de Caxias, foi condenado pela 4ª Vara Cível do município (processo 003138928.2006.8.19.0021) a devolver dinheiro aos cofres públicos em valores corrigidos, desde 2006. A ação foi movida contra Reis e às empresas Editora O Dia e Infoglobo Comunicações. A decisão foi proferida no último dia 23 último pelo juiz Mauro Nicolau Junior, na ação civil pública impetrada pelo Ministério Público, que o denunciou por utilização de verba pública para auto promoção, o que foi reconhecido pela justiça. Com a decisão, Washington Reis ica obrigado a ressarcir aos cofres públicos do Município de Duque de Caxias o valor de R$ 630.000,00, corrigidos monetariamente e acrescidos de juros legais, além de multa civil no valor correspondente a 10 vezes o valor da sua remuneração à época do fato, ou seja, o salário de Prefeito. - Conforme os documentos juntados aos autos, restou inequívoco o caráter de promoção pessoal do

Banco de Imagens

Washington Reis foi denunciado pelo MP por usar verba pública para promoção pessoal 1º réu [Washington Reis], por meio de propaganda da Municipalidade, na qualidade de Chefe do Poder Executivo dessa esfera federativa – diz um trecho da sentença do juiz da 4ª Vara. Em outro trecho, escreve o magistrado: “...observo que, nas publicações destacadas acima, houve evidente dolo de exaltar os feitos do 1º réu, na qualidade de Prefeito do Município de Caxias, violando frontalmente os princípios da impessoalidade, legalidade e moralidade da Administração, previstos no

art. 37, caput, da CRFB, pela prática dos atos contidos no § 1º do mesmo dispositivo legal”. - Diante da ilegalidade dos fatos apurados, impõe-se a condenação do 1º réu nas penas do art. 12, III, da Lei nº 8429/92, que, segundo entendimento majoritário, adotado pelo STJ, não são cumulativas, devendo a sua aplicação ser pauta-

da pela gravidade do caso concreto, nos termos do parágrafo único daquele dispositivo legal – sentencia o juiz Mauro Nicolau. Quanto aos demais réus, o juízo entendeu que “... não há provas de que agiram com dolo na publicação da publicidade ilegal feita pelo 1º réu, sendo incabível, portanto, a sua condenação nos auto...”

Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) não cumpriu prazo dado pela Secretaria Estadual de Segurança do Rio de Janeiro (Seseg) para devolver os policiais militares que foram cedidos à Casa para trabalharem na proteção de parlamentares e do patrimônio dos três prédios do poder Legislativo. O prazo dado pelo secretário de Segurança terminou dia 11 último. De acordo com a Secretaria, a Lei 41.687/09 determina que a devolução deve ser feita em 72 horas após dois meses de inadimplência no pagamento dos salários dos servidores cedidos. Foi com base nessa legislação que o secretário pediu a volta de 87 dos 146 policiais que atuam na Alerj. O presidente da Alerj André Ceciliano, que recebeu o chefe de gabinete da secretaria, Carlos Eduardo Barbosa, contestou a dívida. Segundo o parlamentar, ao contrário, a Alerj tem créditos com o governo do estado que deveriam passar por um acerto de contas entre as secretarias de Fazen-

da e de Segurança. - Só em 2017, a Assembleia deixou de receber do governo só para pessoal R$159 milhões. Se somarmos 2015, 2016 e 2017 foram um total de R$ 378 milhões. Então, a secretaria de Segurança tem uma conta gráica que a Assembleia deve, mas, por outro lado, temos essas contas para receber junto ao Tesouro - disse em entrevista à Agência Brasil. “Se formos fazer a conta, nós somos credores para a Fazenda. O general está vendo o policial que está cedido na planilha dele, mas quem paga pessoal para o estado é a Fazenda”, argumentou. Ceciliano informou que, na terça-feira (17), haverá uma reunião com o interventor federal, general Walter Braga Netto e com o secretário Richard Nunes para novamente acertar a devolução. Ceciliano disse que a Alerj quer o mesmo tratamento dado ao Tribunal de Justiça e ao Ministério Público do estado, que terão que devolver apenas 14 policiais. (Agência Brasil)

Hackers invadem página da Prefeitura de Duque de Caxias Reprodução site PMDC

A página da Prefeitura icou quase toda a tarde transmitindo a imagem do personagem V, do ilme “V de Vingança”, tendo ao fundo o rap “Oitavo Anjo”, gravada pelo grupo 509-E uem tentou navegar no site da Prefeitura de Duque de Caxias, na tarde do último dia 5, deu de cara com a máscara usada no ilme “V de Vingança”. No ilme, V não revela o nome, jamais tira sua máscara, defende a liberdade, e faz discursos para a população e ataca o regime opressor. Além da máscara, o internauta ouvia o tempo todo a gravação “Oitavo

Q

Anjo”, lançada pelo grupo de rap 509-E. - De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar e desonra, de tanto ver crescer a injustiça / De tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto / Chegamos em um momento crucial na política brasi-

leira, ou colocamos esses canalhas na cadeia, ou vamos icar imerso nessa podridão – dizia um trecho do texto que ocupava tela do computador de quem tentava acessar algum serviço. A página icou parte da tarde nas mãos de um grupo que se autodenomina D4RKRON. Somente no início da noite os técnicos conseguiram normalizar os serviços do site.


Duque de Caxias, Baixada e Capital MERCADO & NEGÓCIOS

►Primeira Quinzena de Abril de 2018

População de Belford Roxo ganha hospital novo e 14 postos A

Prefeitura de Belford Roxo reinaugurou o Hospital Municipal, no dia do 28º Aniversário de Emancipação Político-administrativa da cidade (três de abril). A solenidade foi aberta à população que lotou o estacionamento da unidade para participar do evento. O prefeito Wagner Carneiro, o Waguinho, acompanhado da primeira-dama, Daniela Carneiro, contou com as presenças deputado estadual, Márcio Canella e do senador Eduardo Lopes. Em seu discurso, Waguinho anunciou que irá inaugurar ainda este ano 28 postos de saúde, sendo que três deles já estão prontos. Ainda dentro das comemorações pelo aniversário da cidade, o prefeito, o deputado estadual Márcio Canella , secretários e vereadores participaram de uma missa solene na Igreja Nossa Senhora da Conceição. INVESTIMENTO O prefeito lembrou que vem investindo pesado em saúde e citou as reaberturas da UPA 24h, do bairro Bom Pastor, Hospital In-

PMBR/Divulgação/Rafael Barreto

Waguinho (esquerda) descerra a ita de reinauguração do hospital, ao lado da primeira-dama Daniela Carneiro, do senador Eduardo Lopes e do deputado Márcio Canella fantil, em Areia Branca, o Complexo Regulador (local para marcar exames e cirurgias), no centro, e o Centro de Imagem, em Heliópolis, onde podem ser realizados exames como: ressonância magnética, tomograia, mamograia e densitometria óssea. O Hospital Municipal tem 62 leitos e completa-

Estudantes da Faetec criam guarda-sol com carregador solar

mente informatizado, com painel áudio visual de chamada de paciente, instalado na recepção e entradas individualizadas com acesso exclusivo para pediatria, ala de adultos e emergência. Trezentos e cinco funcionários, entre médicos, enfermeiros, auxiliares e funcionários administrativos estão atuando no aten-

dimento. Com ambiente totalmente climatizado, a unidade agora tem tomógrafo, dois aparelhos digitais de Raios X, laboratório de análises clínicas, farmácia, atendimento de emergência humanizado, clínica médica, pediatria, ortopedia e capacidade para atender até mil pessoas por dia.

SIVdC - SIndICATO dOS VIGILAnTES E EMPREGAdOS dE EMPRESAS dE SEGuRAnÇA E VIGILÂnCIA, TRAnSPORTE dE VALORES, dE PREVEnÇÃO E COMBATE A InCÊndIO E dE CuRSO dE FORMAÇÃO E SIMILARES Ou COnEXOS dE duQuE dE CAXIAS-RJ Rua Francisco Sabino nº 151, Parque Fluminense, Duque de Caxias - RJ CNPJ 36.554.434/0001-80 Tel. 3134-1193 - e-mail: sidcaxias@yahoo.com.br EdITAL dE COnVOCAÇÃO dOS TRABALHAdORES dAS EMPRESAS dE VIGIAS, VIGIA-PORTEIRO, COnTROLAdORES dE ACESSO E OuTROS SIMILARES Pelo seu presidente, o Sr. Carlos Gil de Souza, vem convocar os trabalhadores das empresas de vigia, vigia-porteiro, controladores de acesso e outros similares para uma assembleia geral extraordinária, que será realizada na sede do Sindicato, rua Francisco Sabino nº 151, Parque Fluminense, Duque de Caxias - RJ, no dia 28 de abril de 2018, com primeira chamada às 09:00hs às 09:30hs com qualquer número de trabalhadores e diretores do Sindicato presente para discutir a seguinte Ordem do Dia:

O Guarda-Sol Fotovoltaico foi desenvolvido por 45 alunos durante o trabalho de conclusão do curso

A

turma de Administração de Empresa da Faetec João Luiz do Nascimento, em Nova Iguaçu, criou um guarda-sol com carregador solar e porta USB. O produto, batizado de Guarda-Sol Fotovoltaico, foi desenvolvido por 45 alunos durante o trabalho de conclusão de curso, como componente curricular de projeto inal. A ideia era criar um objeto que aliasse tecnologia e lazer, de forma sustentável e segura. - Eles implantaram no mercado um produto que satisfaz as necessidades da população que busca ambientes de lazer, como praias e clubes, e que usa, nesses momentos, aparelhos eletrônicos com necessidade de uma fonte de energia para seu carregamento - explica Sandro

Zgur, professor-orientador. No protótipo, a entrada de USB é colocada na estrutura de aço e vem com uma capa para proteção de maresia. A iação elétrica ica instalada por dentro dos cabos de aço, com saída na parte superior da aranha (fecho do chapéu). Nesses moldes, a placa solar ica semiixa no sombreiro, possibilitando o usuário usá-la ou não, quando for um dia nublado. O preço estimado para o consumidor inal seria em torno de R$ 199,00. O produto inovador conquistou o “Prêmio Jovem Empreendedor 2018”, concedido pela Câmara de Vereadores de Nova Iguaçu. Com a ideia, os estudantes já planejam legalizar a empresa que construíram e patentear o produto.

1º - Permissão para discutir com o sindicato patronal a CCT de primeiro de junho de 2018 a 30 de maio de 2019; 2º - Permissão para ajuizar a CCT caso seja necessário ou encaminhar à justiça do trabalho e ao MPT; 3º - Cesta básica para os trabalhadores por assiduidade; 4º - Permissão para continuar, após um ano de trabalho, as homologações nesta entidade sindical; 5º - Permissão para descontar dos trabalhadores a contribuição sindical “imposto”; 6º - Permissão para continuar o desconto da contribuição do BSF (Benefício social familiar) dos associados e da empresa; e 7º - Assuntos gerais. CARLOS GIL dE SOuzA - diretor Presidente

7


8

►Primeira Quinzena de Abril de 2018

Preço da gasolina nas reinarias bate recorde

preço médio da gasolina praticado pela Petrobras nas reinarias foi elevado em 0,8 por cento, atingindo o maior nível da nova era de reajustes diários, enquanto a cotação do diesel renovou sua máxima, reletindo a escalada do petróleo no mercado internacional. Desde esta quinta-feira (12), a gasolina nas refinarias está cotada em 1,6968 real por litro, superando a máxima anterior, de 1,6917 real observada no início de janeiro. Já o preço do diesel, que subiu 2 por cento, está agora em 1,9549 real por litro, acima do 1,9169 real de quarta-feira, quando já havia registrado o maior patamar desde o início da nova sistemática de formação de preços pela petroleira estatal, em julho. Com essa política, que visa seguir as oscilações do mercado internacional, entre outros fatores, a Petrobras busca manter sua competitividade e uma melhor posição no mercado de combustíveis, evitando que as suas cotações

MERCADO & NEGÓCIOS

Banco de Imagens

O

O preço da gasolina atingiu o maior nível da nova era de reajustes diários, enquanto a cotação do diesel renovou sua máxima, reletindo a escalada do petróleo no mercado internacional iquem abaixo da paridade externa. O repasse dos reajustes aos consumidores inais depende da estratégia das distribuidoras e revendedores. O petróleo vem avançando em meio a uma demanda fortalecida, a um acordo de corte de oferta liderado pelo cartel de produtores da Opep e pela Rússia e, mais recente, pelas tensões geopolíticas no Oriente Médio. Como

resultado, a referência internacional da gasolina também vem subindo, com alta acumulada de cerca de 22 por cento desde uma mínima do ano, registrada em meados de fevereiro. No Brasil, desde julho do ano passado, quando os reajustes passaram a ser praticamente diários, a alta acumulada para os preços do diesel e da gasolina nas reinarias da Petrobras é

de 24,07 e 22,61 por cento, respectivamente. A Petrobras não comentou o assunto. Sobre o preço na bomba, a estatal tem destacado, inclusive em campanhas publicitárias, que responde por apenas cerca de um terço do preço da gasolina, por exemplo. O restante do valor estabelecido nos postos inclui tributos e margens de distribuidores e revendedores. (Agencia Brasil)

Gabinete de Intervenção inspeciona delegacias Gabinete de Intervenção Federal na segurança pública do Rio de Janeiro inspecionou dia 11 as delegacias de polícia dos bairros de Realengo e Bangu, na zona oeste da cidade, devido à proximidade com a Vila Kennedy, onde tropas do Exército fazem patrulhamento diário durante o turno da manhã na comunidade. Durante a noite e a madrugada, o policiamento ostensivo e repressivo é feito pela Polícia Militar. O chefe de Gabinete da Intervenção Federal, general Mauro Sinott, acompanhado de um grupo de militares do Exército, vistoriou as dependências da delegacia de Realengo, onde foi recebido pela delegada titular, Márcia Cristina Xavier. Sinott lembrou aos policiais civis que, na semana passada, o gabinete começou a trabalhar com a Polícia Civil para identiicar problemas e buscar solu-

O

ções e que, nesta semana, veio pessoalmente conhecer as delegacias. “Precisamos conhecer a rotina de vocês para ver como podemos contribuir de maneira a melhorar as condições de trabalho", disse. O general lembrou das ações emergenciais e estruturantes que o gabinete vem realizando para diminuir os índices de criminalidade na cidade e fortalecer o trabalho das delegacias. "Escolhemos essas duas instituições pelo trabalho que estamos realizando na Vila Kennedy”, disse Sinott. Ao término da inspeção, o general Mauro Sinott disse à equipe policial que as inspeções são uma maneira de conhecer a realidade de quem faz segurança pública e agradeceu aos policiais pela recepção. Outra equipe da Intervenção Federal visitou as instalações da delegacia de Bangu. (Agência Brasil)

Anuncie no Capital,

Mercado & Negócios 21 2671-6611

98400-0441

Duque de Caxias, Baixada e Capital

Produção de motos cresce 12,2%

A

produção de motocicletas do Polo Industrial de Manaus cresceu 12,2% nos três primeiros meses deste ano em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a 259.537 unidades. Os dados foram divulgados dia 12, em São Paulo, pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo). Na comparação mensal dos números de produção, houve alta de 14,8% em março sobre o mesmo mês em 2017. Foram produzidas, no mês passado, 94.599 unidades. Em relação a fevereiro, o crescimento foi de 13,1%. As vendas para o atacado registraram aumento de 8,4% durante o primeiro trimestre do ano (234 mil unidades comercializadas). No mês de março, foram vendidas 87.372 motocicletas para os concessionários, representando uma alta de 8,5% em relação a março do ano passado. Na comparação com fevereiro, houve elevação de 16,6%. As vendas diretas ao consumidor tiveram aumento de 4% no primeiro trimestre do ano, com 210.970 emplacamentos. No mês passado, foi regis-

trada queda de 4,3% nas vendas (79.320 motocicletas vendidas), na comparação com março de 2017. Em relação a fevereiro, houve alta de 25,9%. VENDAS NO VAREJO O presidente da Abraciclo, Marcos Fermanian, informou que a produção cresce em ritmo mais acelerado do que as vendas no varejo, porque há atraso na entrega das motocicletas. As motos são produzidas em Manaus e distribuídas para o restante do país. - [A produção] desce de Manaus, via terrestre. Há um luxo de logística de, em média, mais do que 15 dias. Alguns mercados estão com estoque abaixo do normal. Metade da produção de março, por exemplo, não foi vendida para o concessionário - disse Fermanian. A produção, segundo a entidade, deve crescer 5,9%. A projeção de venda no atacado é de aumento de 4,3% e, no varejo, alta de 1,6%. “Vamos aguardar, pois há instabilidade política, a Copa do Mundo. Mas, como a gente vê, os primeiros períodos do ano foram bem mais favoráveis do que a gente esperava”, airmou. (Agência Brasil)

Edição nº 337  

Jornal Capital - Edição nº 337

Edição nº 337  

Jornal Capital - Edição nº 337

Advertisement