Page 1


EDITORIAL

Encontros Durante nossas vidas passamos por diversas situações. Uma delas em especial são os encontros. Passamos grande parte da nossa trajetória buscando encontrar alguém ou alguma coisa. Queremos encontrar a quem amamos, aqueles que estimamos e não vemos a hora de chegar em casa para estar com eles. Outros que não temos notícias há muito tempo e que explodimos em felicidade quando os vemos. Também estamos sempre querendo encontrar o amor de nossas vidas, a felicidade plena, o segredo escondido de alguém, um tesouro perdido, um atalho, o melhor momento, o pior momento, o brilho, a luz, a vida. Encontros são marcados por emo-

ções. Risos, choros, lágrimas de alegria ou de felicidade. Uma das funções desse informativo, desta revista, é promover o encontro entre a Leão e nossos parceiros, sejam os clientes, fornecedores, colaboradores ou acionistas. É de levar a informação a todos vocês, seja essa informação técnica, motivacional, de mercado, sobre nossos parceiros, os fatos que nos cercam. Por isso, vocês podem participar disso, sugerindo através dos diversos canais de comunicação que temos, o que vocês querem ver dentro do Repórter Leão. Vamos promover esse encontro cada vez com mais efetividade. Participem, encontrem-nos!

Vladimir Plaza Diretor Administrativo / RD

EXPEDIENTE Boletim informativo de circulação interna e externa destinado a clientes, colaboradores e fornecedores. Diretoria: Jeferson Plaza Vladimir Plaza Marcos Osni Plaza Periodicidade: Bimestral Tiragem: 3.500 exemplares Projeto Gráfico e Diagramação: Hórus Comunicação e Marketing Reportagem, Redação e Impressão: Enfim Ribeirão Editora e Gráfica Ltda-ME Jornalista Responsável: José Mário Sousa Cartum: Oscar da Silva A Bombas Leão não se responsabiliza pelos artigos assinados pelos autores e nem concorda necessariamente com os conceitos deles.

4

repórter LEÃO

Bombas Leão S/A Via Sebastião Fioreze, 400 Monte Azul Paulista – SP – CEP 14730-000 Tel. (17) 3361.9101 – Fax: (17) 3361.9112 www.leao.com.br Bombas Leão Nordeste Ltda. Rua Humberto de Campos, 1454 Bairro Lourival Parente Teresina – PI – CEP 64023-600 Tel. (86) 2107.5200 – Fax: (86) 2107.5201 Bombas Leão Recife Ltda. Av. Engº. Alves de Souza, 135 – Imbiribeira Recife – PE – CEP 51170-300 Tel. (81) 3339.9113 – Fax: (81) 3339.9114 Painéis Leão Ltda. Via Sebastião Fioreze, 160 Monte Azul Paulista – SP – CEP 14730-000 Tel. (17) 3361.1102


Edição 62

índice

CAPA

14 Torneira aberta

Existem cidades brasileiras que o índice de perda de água em redes pode alcançar até 70%.

17

Teste novinho

Leão investe na construção de nova central de testes

7

PERFIL

Edegar Barossi e seus 30 anos de atividade

22 Leão em Pauta Evandro Aguiar

06 - COMPROMISSO LEÃO

18 - ISO É QUALIDADE

08 - NOSSO SEGMENTO

19 - ESPORTES

10 - EVENTOS

20 - FIQUE POR DENTRO

13 - PERFIL TÉCNICO

24 - AÇÃO SOLIDÁRIA


COMPROMISSO LEÃO

Cacoal Moto Serra 26 anos de empresa, 12 deles de parceria Localizada na cidade de Cacoal, ao leste do estado de Rondônia, na divisa com Mato Grosso, está a Cacoal Moto Serras Ltda. Fundada em setembro de 1984 por Jaqueline Rhode Antonio e Márcio Antonio, a empresa atende principalmente as cidades de Cacoal, Rolim de Moura, Alta Floresta, Nova Brasilândia d’Oeste, Espigão d’Oeste e Santa Luzia. E comercializam, além de produtos Leão, materiais elétricos e agrícolas de diversas marcas. Atendendo principalmente o segmento de pecuária e agricultura, escolas e consumidores finais. A empresa ainda é Assistência Técnica das marcas Leão, Schneider e Dwalt Schulz.

A parceria com a Bombas Leão já dura aproximadamente 12 anos. “Temos o prazer de trabalhar com a Leão. É uma empresa conceituada que, junto ao nosso dia a dia, faz o melhor para atender nossos clientes”, afirma Jaqueline Rohde Antonio, sócia-proprietária ao lado dos filhos: Igor Rohde Antonio e Iago Rohde Antonio. A empresa fundada por Jaqueline ainda possui uma filial na cidade de Espigão d’Oeste, município vizinho a Cacoal. Assim como a Cacoal, a Bombas Leão também acredita nessa parceria e manifesta sua satisfação em poder seguir com o laço comercial cada vez mais fortalecido.


Edegar Barossi

Trinta anos como representante Edegar Barossi, 55 anos. Foi ao longe que começou sua carreira como representante. Para ser preciso, há 30 anos. Nascido no estado do Paraná, quando jovem, o representante Leão começou a trabalhar já atrelado ao comércio. “Eu trabalhava em uma empresa que comercializava tratores, quando ainda morava no sul do país. Lembro-me que a primeira atividade foi no departamento de peças. Faz tanto tempo que sou autônomo, que nem me lembro direito. Não passou muito tempo e eu fui para a área de representação, de onde não saí mais”, recorda. Segundo Barossi, até o curso da faculdade - do qual pretendia seguir na profissão - acabou não vingando. “Eu estudei Ciências Sociais, mas depois que comecei a viajar no trabalho, acabei me encantando com a atividade e deixei de lado a vontade de ser cientista”. Em 1996, Edegar resolveu mudar completamente seu estilo de vida. “Fui incentivado pela família de minha esposa, Rosani, e acabei me mudando para a região metropolitana de Salvador, para a cidade de Lauro de Freitas”, afirma. Não demorou e Barossi fundou a Roçado Representações Ltda, em 1997, empresa de comercialização de máquinas agrícolas. No inicio foi difícil, viajou muito e por regiões até então desconhecidas, parando pouco em casa e sempre contanto com o apoio da esposa Rosani que, segundo Edegar, “não deixava a peteca cair”. Em 1998, Barossi passou a representar os produtos Leão. “Conheci no trecho o Sr. Tarcisio Rubião, na época representante Leão, que me apresentou ao Sr. Valdir de Santo, gerente comercial na época. Dando início a esta parceria comercial em 1998. E já se vão 12 anos”, relembra. Com o passar do tempo, as vendas foram crescendo, o número de clientes foi aumentando e Edegar já via a necessidade de apoio. “Não tive dúvida, convidei meu irmão Judival Barossi, que passou a integrar a área de vendas desde então”. Atualmente, a Roçado Representações atende, além da Leão, duas outras empresas. A Piccin e a Agrale. “Hoje a Leão é meu carro chefe”. Edegar representa a Leão na Bahia e Sergipe, mas também já trabalhou com o estado de Pernambuco.

Edegar Barossi

“Hoje estou convicto que nasci pra isso. Gosto do que faço”, afirma. Segundo o representante, as viagens, o tempo longe de casa e longe da família, sempre foi difícil. “Mesmo assim é muito prazeroso, principalmente no momento que realizo uma venda. E mais, não tenho dias iguais e tenho muita amizade no trecho que vou percorrendo. Já a vontade de voltar para casa, essa parece fortificar ainda mais o relacionamento familiar. Se é que isso é possível”, destaca. “Trabalhar com a Bombas Leão é promissor e prazeroso, principalmente pela visão moderna, pelo empreendedorismo, comprometimento que a empresa tem - tanto com seus funcionários - quanto com os seus clientes. Como representante o que posso dizer é que as amizades conquistadas neste percurso são tão importantes e agradáveis que é impossível tocar a vida sem elas”, finaliza. Edegar Barossi, 55 anos: a filha Laureana, a esposa Rosani, o trabalho, as viagens, as amizades, o presente e o futuro. Estes são os motivos de Edegar continuar feliz e satisfeito no trecho. Judival Barossi


NOSSO SEGMENTO

Selo sanitário em poços tubulares: um elemento fundamental Por Juliano Magalhães

A construção de um poço tubular para extração de água subterrânea é uma obra complexa que deve ser executada por empresas especialistas e profissionais experientes neste tipo de empreendimento. Durante a obra, deve-se cuidar para que não haja aporte de material contaminante para o poço e para o aquífero, sendo que uma fase que necessita de atenção especial é a instalação do selo sanitário, que consiste no isolamento de aquíferos superiores e/ou entradas de água indesejadas. Segundo as normas NBR 12212 e 12244 (2006), o processo de selamento consiste em “isolamento através do preenchimento do espaço anular entre a perfuração e a coluna de revestimento com cimento e/ou pellets de argila expansiva, ou outra técnica que evite a percolação de águas superiores pela parede externa do revestimento.”. Ainda nesta norma, está conceituado selo sanitário como “Preenchimento do espaço anular entre a parede de perfuração e a coluna de revestimento, com espessura mínima de 75 mm, com a finalidade de preservar a qualidade das águas subterrâneas e de as proteger contra contaminantes e infiltrações da superfície. Depende da geologia local, sendo aconselhável uma profundidade mínima de 12 m.”. Também fazem parte da obra de isolamento do poço: a laje sanitária e o lacre. A laje sanitária consiste na construção de uma laje de concreto com dimensão mínima de 1m2 e espessura de 10cm, concêntrica ao tubo de revestimento e com declividade para as bordas. A coluna de tubos de revestimento deve ficar saliente no mínimo 30 cm sobre a laje. O lacre consiste em uma tampa que isole o ambiente externo na superfície do interior do poço, “protegendo o mesmo de contaminações superficiais e impedindo o acesso de animais, líquidos e outras substâncias que


possam alterar as qualidades originais da água. Deve permitir o acesso para controle, manutenção e monitoramento (...)”, segundo a norma citada acima. A norma contempla a possibilidade de uso de cimento ou de pellets de argila expansiva para a fase de isolamento por selo sanitário, sendo que a melhor opção entre estes seria a argila expansiva. A opção por pellets de argila expansiva proporciona várias vantagens sobre o método tradicional de cimentação, sendo estes: • O uso imediato da argila expansiva para efetuar o processo de selamento, sem a necessidade de nenhuma preparação prévia; • A aplicação da argila expansiva por gravidade até seu ponto de isolamento, sem a necessidade de bombeamento. • Selagem completa após 24 horas; • Não apresenta trincas após seu processo de hidratação; • Por seu caráter plástico, pode remoldar-se e manter o selo intacto caso ocorram movimentos ou reacomodações da tubulação de revestimento; • Garante um isolamento perfeito no selo sanitário e no isolamento entre aquíferos, onde apresenta baixíssimo coeficiente de permeabilidade e vida útil ilimitada; Outro aspecto desconhecido sobre as argilas expansivas é que esta suporta grandes pressões sem perder sua capacidade impermeabilizante, o que proporciona uma grande segurança em isolamento de aquíferos em poços profundos. Em medidas laboratoriais, ficou evidenciado que uma camada de apenas 9 cm é capaz de suportar 120 psi de pressão sem que ocorra a ruptura da camada impermeabilizante. Isso é equivalente a suportar a pressão da coluna de água de um poço de 80 m. Isso garante que o selo sanitário (ao qual são associados apenas 12 m de coluna de água) seja bem construído e dimensionado quando utilizada a argila expansiva. Se o selo sanitário não for bem construído, este pode ser uma rota permanente de contaminantes para o poço e entre aquíferos, uma vez que estará colocando em

contato águas superiores que recebem contaminação superficial constantemente com os aquíferos inferiores que normalmente possuem água de boa qualidade. Dentro do panorama econômico atual de aumento de consumo de água e crescimento da população, torna-se cada vez mais urgente que os aquíferos sejam preservados e que o uso da água subterrânea esteja garantido como alternativa para essas novas necessidades. Para isso, já podemos contar com o apoio de normas regulamentadoras e novas tecnologias de exploração deste recurso mineral. Informe-se a respeito e garanta recursos da melhor qualidade disponível para o seu poço. Autor: Juliano Magalhães Químico de Desenvolvimento de Produtos Departamento de Química System Mud Ind. e Com. Ltda. (47)3404-5005 juliano@systemmud.com.br

repórter LEÃO

09


EVENTOS

X Encontro Estadual de Saneamento Ambiental Aconteceu, do dia 16 a 17 de junho, o X Encontro Estadual de Saneamento Ambiental, na cidade de Lins, estado de São Paulo. O Evento foi organizado pela Associação dos Engenheiros da Sabesp, AESABESP. Além de trazer equipamentos e materiais da área de saneamento, através de expositores, o encontro abordou em palestras, entre muitos outros, temas como educação ambiental e eficiência energética. Bombas Leão esteve presente e agradece a todos os participantes e organizadores por mais essa iniciativa de fomento à importante discussão do saneamento ambiental.

EXPOFRUIT 2010 Do dia 9 a 11 de junho, foi realizada a Feira Internacional da Fruticultura Tropical Irrigada, Expofruit, na cidade de Mossoró, Rio Grande do Norte. Todo ano a feira tem como objetivo reunir os setores ligados à fruticultura irrigada, expressivo setor da economia do estado. O tema desse ano foi “Mistura do Brasil, origem dos sabores”. O evento, além de contar com expositores, contou ainda com diversas atividades, como seminários, cursos e minicursos, fóruns, eventos culturais, entre muitos outros. 10

repórter LEÃO


A Cagipel, também da cidade de Mossoró, esteve presente no evento com seu estande. A empresa dirigida por Sr. Pedro Frederico Filho e Sra. Suyanne Araújo é parceira Leão há muitos anos e, além de expor produtos da linha de soluções em irrigação, levou mais uma vez a marca Leão. Bombas Leão agradece por essa parceria e lembra que, uniões sólidas como essa, são responsáveis pelo fortalecimento das empresas no segmento. Obrigado Cagipel.

II Seminário de Águas Superficiais e Submersas A empresa Vale – unidade Fazenda Alegria – promoveu o “II Seminário de Águas Superficiais e Submersas” no dia 28 de maio, no Auditório Colégio Providência, na cidade de Mariana, interior de Minas Gerais. O evento abordou temas como “Boas práticas”, “Apresentação e aplicação de bombas submersas” e “Dimensionamento e características de bombas anfíbias”. A palestra “Apresentação e desenvolvimento de poços artesianos, dimensionamento de bombas submersas” foi ministrada pelo coordenador de projetos da Bombas Leão, o Engº Evandro Diniz. A empresa Aquatec Perfurações, Assistente Técnico Autorizado Leão (com expertise para as mineradoras) da capital mineira Belo Horizonte, também esteve presente no evento, sendo representado pelos colaboradores Gilmar Ferreira (responsável pela área comercial) e Carlos Bahia (responsável pela área técnica).

Convidados assistindo a palestra

Gilmar Ferreira e Carlos Bahia da Aquatec

Engº Evandro Diniz


RH MOT IVAÇÃO

Refine seu vocabulário corporativo Muita leitura e um dicionário sempre à mão na hora de escrever são as principais dicas para quem deseja refinar o vocabulário. No último 28 de março, o jornalista William Bonner recebeu o prêmio Melhores do Ano da TV Globo na categoria jornalismo. Ao ser perguntado sobre qual era o sabor daquele troféu, especialmente após substituir um dos maiores ícones do jornalismo brasileiro − o apresentador Cid Moreira −, Bonner respondeu enfaticamente: “Eu não substituí o Cid, eu o sucedi. Seria impossível substituí-lo”. Os verbos “substituir” e “suceder” podem, a princípio, parecer quase sinônimos. No entanto, para Bonner, a opção por “suceder” foi muito mais feliz. “Suceder” soa mais natural que “substituir”, enquanto “substituir” é muito mais apropriado para uma lâmpada do que para uma pessoa. Pequenas sutilezas como essa fazem toda a diferença na comunicação. Muita leitura e um dicionário sempre à mão na hora de escrever são as principais dicas para quem deseja refinar o vocabulário. É importante ressaltar a diferença entre “refinar” e “rebuscar”. O primeiro conceito está mui-

to mais próximo de “lapidar”, trabalhar para escolher as palavras que melhor exprimem a mensagem desejada. Já o segundo significa “florear, sofisticar sem necessidade”. Não faz sentido em um jantar familiar dizer “Por obséquio, passe-me o sal”. Note que no exemplo de William Bonner, ele não usa nenhum rebuscamento. No entanto, ele procura a palavra exata para exprimir sua mensagem. O refinamento assemelha-se a um trabalho mais artesanal. Em entrevista na Folha de São Paulo, Marina Silva também constrói com palavras a sua posição na campanha eleitoral para presidente. “O Brasil precisa de um sucessor, e não de um continuador ou de um opositor. O opositor tende a jogar tudo na lata do lixo, e o continuador acha que já está tudo pronto.” Escolher as palavras certas pode ser um diferencial positivo na carreira de um profissional. Por isso, mãos à obra. Veja na tabela alguns exemplos de frases em que é possível optar por um vocabulário mais refinado e preciso. Autor: Luciano Valente Fonte: www.scrittaonline.com.br

Recursos vocabulares A sala cabe vinte pessoas.

A sala comporta vinte pessoas.

Eu tenho cinco convites para esse setor.

Eu disponho de cinco convites para esse setor.

Suas observações foram passadas para o gerente. Suas observações foram encaminhadas ao gerente.

12

Os documentos têm informações confidenciais.

Os documentos contêm informações confidenciais.

Puseram um aviso no painel.

Afixaram um aviso no painel.

A atendente me passou informações imprecisas.

A atendente me forneceu informações imprecisas.

repórter LEÃO


PERFIL TÉCNICO / LEÃO RECEBE

34 anos de estrada Fundada em 1973 por Eber Verdolin, a empresa Verdolin Elétrica é referência dentro do estado que atua, Minas Gerais. Seja para manutenção, instalação, entre outros serviços relacionados ao segmento de perfuração, contando com equipamentos modernos e reconhecidos no segmento. São duas lojas, a matriz localizada na capital Belo Horizonte e a filial em Sete Lagoas, também na região central do estado. Em setembro de 1997, a empresa foi associada aos filhos do Sr. Eber, Juliano e Luciana Verdolin. Atualmente a empresa atua em toda região próxima à Grande Belo Horizonte e norte de Minas. Entre seus principais serviços estão perfuração de poços profundos, outorga, limpeza de poços, teste de vazão, manutenção e construção de painéis, serviços elétricos e hidráulicos. Serviços disponíveis para equipamentos de até 200 cavalos de potência. A Verdolin atende principalmente agricultores, pecuaristas, órgãos públicos e siderúrgicas. Segundo Sr. Eber, o trabalho com a marca Leão é antigo, já a parceria é mais recente: “Trabalhamos com a Leão desde 1976. Porém, foi por volta de 1990, com o fechamento da Ruy Máquinas, assumi os serviços e os clientes levando assim a carteira de poços artesianos. Foi então que tivemos o nosso primeiro contato, através do Tarcisio Rubião, na época representante Leão. Daí em

Nos últimos meses vários parceiros Leão visitaram a sede da empresa. O intuito é receber informações atualizadas sobre os produtos que comercializam e, assim, aprimorar cada vez mais o atendimento. O resultado dessas visitas são parceiros qualificados para atender a cada dia melhor o cliente Leão. Além do estreitamento de uma relação sólida na distribuição de bombas e motores por todo Brasil. A empresa continua de portas abertas para receber seus parceiros. O que é que você está esperando? Venha nos visitar. Sua presença será sempre um prazer para nós.

Carlos Trimer, Marines Trevisan, Melina Ornelas Pádua de Leles, Francis Joubert Verdolin, Wanderson Soares Nogueira, Nilton Antonio Silveira Junior e Silvio Antolini Foto:Zuleica Alem

Verdolin Elétrica

diante aumentamos nossos laços, tornando-nos parte de uma família. A parceria foi fundamental para nossa empresa”, explica o fundador, que continua: “Sempre tivemos um ótimo relacionamento e sempre contamos com o profissionalismo dos dirigentes da Leão. Ressaltamos ainda a ótima qualidade de seus produtos e a excelente aceitação no mercado”, explica. Com relação à atividade de assistência técnica, Sr. Eber destacou a maior dificuldade em trabalhar dentro do segmento de Assistência Técnica. “O grande desafio é concorrer com antiprofissionais e com pessoas despreparadas no mercado. Assim sendo, dificulta o processo de aceitação do trabalho pelo cliente, que por ventura não conhece nossos serviços”. Bombas Leão deseja à Verdolin Elétrica muito sucesso, e destaca, que a parceria é de extrema importância. Parabéns.


ESPECIAL

“A perda” em v

Muita água sequer chega ao can 45% da captação e distribuição

Para poder falar sobre a questão de pressão na rede pública de água e suas consequências, primeiro é preciso entender a diferença entre perda e desperdício. Neste caso em específico, trataremos dos dois aspectos com relação única à água. Desperdício é todo o excedente utilizado em uma atividade, como por exemplo, deixar a torneira aberta enquanto se ensaboa o prato, ou mesmo subutilizando o jato de uma mangueira como vassoura. Ou seja, é o uso desnecessário e irracional do recurso hídrico. A perda, assim como o desperdício, resulta no descarte do recurso. Porém, independe de ações domésticas. É reflexo de uma estrutura ineficaz, faz parte de um conjunto, de um sistema, e não apenas de uma ação isolada. Estima-se que no Brasil a média de perda nas cidades – mais especificamente em vazamentos de rede – é de 45%. Segundo o engenheiro Cássio Rossi, especialista no assunto - durante explanação no evento “Uso Eficiente da Água – Equilíbrio Ambiental e Competitivida-

14

repórter LEÃO

de Empresarial”, ocorrido no mês de abril em Ribeirão Preto – o número de perda, ou sua porcentagem, não é preciso. “Não dá para se ter certeza. O que se tem é uma estimativa aproximada. Mas o importante é sabermos que – acima de tudo - esse é um número elevado. Estima-se que em alguns lugares a perda na rede de abastecimento chega a 70%”, explica Cássio. É importante lembrar que o índice de perda de rede reflete não apenas no problema da água. Existe um efeito cascata estarrecedor. “Perde-se água, perde-se energia, perde-se em mão de obra e, sobretudo, em qualidade de vida do cidadão que deixa de recebê-la”. Toda essa questão está relacionada com tecnologia e política pública. De todas as perdas, 25% advêm das juntas das tubulações, 30% de trincos não visíveis e 45% de trincos visíveis. Assim, a maior parte está sob o solo. O que torna qualquer iniciativa de manutenção ou investimento dispendiosa e, principalmente, complexa.


vários aspectos

no da casa. Estima-se que não são aproveitados.

A grande questão Mas de onde surgem tantos problemas? São vários os motivos que inutilizam ou comprometem a rede: crescimento desordenado do município, falta de planejamento, ligações clandestinas, envelhecimento da estrutura utilizada, entre muitas outras questões. Entretanto, segundo Rossi, especialmente a pressão na rede compromete o bom aproveitamento da mesma. “O que acontece nesse ponto é que, durante o dia, a rede precisa fornecer muita água, porque o consumo é alto. Já durante o período noturno o consumo cai muito. Com isso, o dimensionamento acaba suprimindo a real necessidade, ocasionando aumento da pressão e, consequentemente, rompimento da estrutura”. Muitas iniciativas são estudadas para acabar com o problema. E muitas delas são aplicáveis e eficientes. Porém, para qualquer tipo de resultado positivo, é necessário grande envolvimento do Estado e de sua capacidade

de intervenção. “São obras caras que não são resolvidas em pouco tempo. E sim com medidas em longo prazo”. Segundo Miguel Rubens de Lima, gerente de engenharia da Bombas Leão, novas ações podem contribuir tecnicamente para ajudar a solucionar o problema. “A água pode ser captada em rios ou no subsolo. Depois da captação ela segue para a estação de tratamento e, a partir desse momento, vai para o abastecimento”, explica Miguel que continua: “O problema é justamente conseguir adequar a necessidade, que é totalmente variável durante o dia, com a captação”. Segundo o engenheiro, tecnologias como as disponíveis nos inversores de frequência ou mesmo em sistemas de automação, contribuem para o sucesso da equação “necessidade/pressão”. Mas que novas linhas de soluções estão surgindo. “Cada caso deve ser analisado individualmente. Não existe uma regra porque cada um deles tem suas particularidades. O que posso dizer é que no-


ESPECIAL

“A água pode ser captada em rios ou no subsolo. Depois da captação ela segue para a estação de tratamento e, a partir desse momento, vai para o abastecimento” vas soluções estão surgindo e que são uma tendência”. Como exemplo, Miguel citou a divisão da capacidade de determinado equipamento. “Fizemos há algum tempo uma aplicação de dois conjuntos em um mesmo lugar, como uma ligação paralela. Exemplificando, é como se ligássemos dois equipamentos de 50 CV’s no lugar de um de 100. Aí fica a pergunta: para quê? Conseguimos melhorar o rendimento economizando energia. E com a vantagem de sempre ter um equipamento trabalhando caso fosse necessário algum tipo de manutenção preventiva”. E esse exemplo citado pelo engenheiro pode também ser útil para o nivelamento da pressão com a necessidade. “Por que não? Em um caso como esse dá para diminuir a captação pela metade quando necessá-

16

repórter LEÃO

rio, sem ter que fazer um investimento monstruoso”. Outra possível solução, segundo Miguel, é a administração de microrredes através de sistemas de recalque. “Mais uma grande questão da pressão é a distância do ponto de bombeamento ou mesmo desnível entre os pontos. Ou seja, quanto mais longe ou mais alto a água deve chegar, com maior pressão ela será bombeada. Assim, com sistema de gerenciamento em células de rede, é possível individualizar a necessidade de cada bairro ou região subdividida”, finaliza Rubens. É importante lembrar que cada caso é um caso e que a necessidade é solucionada através de muito estudo. Porém, soluções criativas são possíveis e, muitas vezes, podem ser a solução do problema antes insolúvel.


EFICIÊNCIA LEÃO

Cada vez melhor

Bombas Leão inicia atividade de seu novo centro de teste e aferição Investimento e inovação: duas palavras que sintetizam a filosofia da Bombas Leão. O foco da empresa, logo atribuído em sua política da qualidade, é a satisfação de - entre outros - seus clientes. É com esse intuito que o investimento é contínuo, que a melhoria contínua é a palavra de ordem e que “solucionar” é o nosso negócio. No mês de junho, a fábrica da Bombas Leão começou a operar com mais um sistema que vem para auxiliar na garantia da qualidade de nossos produtos. Trata-se da reformulação do Departamento de Teste. A obra ainda não está totalmente concluída. Porém, já é operável e traz muitas melhorias para o setor, como explica o gerente de engenharia, Miguel Rubens de Lima. “Esse é um sonho antigo que conseguimos realizar. O investimento é alto, mas elevamos nosso departamento a um novo nível quando falamos em qualidade”. Segundo Miguel, essa nova forma de aferir o funcionamento e eficiência dos equipamentos vem também

para atender algumas normas de maior especificidade técnica. “Fizemos de acordo com o sistema sugerido pelo “Hydraulic Institute Standartization”, que ainda atende às normas NR 10 e NBR 5410”. Principais mudanças O novo formato é bem diferente, a começar pela inutilização do mercúrio, usado no processo anterior. “As principais mudanças estão nos equipamentos utilizados, que agora são de última tecnologia, como equipamentos eletromagnéticos e eletrônicos. Tivemos mudanças também no formato do nosso tanque. Ele está bem maior, com um formato todo especial. Não temos mais problemas com aquecimento da água, turbulência ou mesmo de dimensionamento, uma vez que ampliamos nossa capacidade de teste. Todos esses fatores já trouxeram significativas melhorias na operação, segurança dos dados fornecidos e também dos operadores”, finaliza Miguel. Foto:Zuleica Alem


I SO É QUALIDADE

Implementar e acompanhar

Equipe envolvida na auditoria junto a Fernando Bordião e José Ferraz Neto.

Depois de algum tempo entre aprendizado, desafios, mudanças, melhorias e conquistas, começamos o ano de 2010 confiantes no mercado, que tem mostrado pontos positivos na economia. É um ano de eleições com clima favorável às mudanças, aos investimentos e percebemos essas variáveis a todo momento em dife-

rentes aspectos. Entre tantas mudanças, tantos altos e baixos, necessitamos monitorar constantemente essas circunstâncias. Seja no trabalho, na política, em casa, nos estudos, precisamos de um sinalizador que nos indique se os resultados que estamos colhendo são de fato os melhores. E com Sistemas de Gestão da Qualidade não é diferente, temos que monitorá-lo periodicamente. Nesta etapa de trabalho contamos com a parceria do QSP na realização das auditorias internas. A primeira rodada do nosso Sistema de Gestão da Qualidade aconteceu no período de 17 a 19 de maio com os auditores Fernando Bordião e José Ferraz Neto. O resultado foi satisfatório com algumas oportunidades de melhorias a serem analisadas pelos gestores dos processos e implementadas, visando sempre a satisfação dos nossos Clientes Internos e principalmente dos Externos. Fátima Baraldi Vaz Coordenadora do SGQ

Visita

Homenagem

Jeferson Plaza em almoço de confraternização com o grande amigo José Aldo Lima Ferro e Dra. Tania Bastos Lima Ferro, da Águalimpa de Teresina.

Manoel Ulisses – um homem de energia invejável, um amigo sem precedentes, um parceiro que será lembrado com saudade. Sr. Manoel Ulisses era o proprietário da JMZ Irrigação e parceiro da Bombas Leão há mais de 13 anos.


E S P O RT E

3ª Copa Adventure de Enduro a Pé Projeto de Integração Empresa, Colaborador e Comunidade

A galera curtindo a natureza.

A terceira etapa da Copa foi realizada no dia 31 de maio na cidade de Monte Aprazível/SP, localizada na região de São José do Rio Preto/SP. A Etapa contou com o total de 76 equipes, divididas em 3 categorias: elite, light e cidade. Com isso, cerca de 500 pessoas foram envolvidas no evento, entre participantes, apoios e coordenadores. O percurso foi árduo, muitos rios com pedras escorregadias, brejos, matas, mas o que valeu na verdade foi

o contato constante com a natureza, que sempre nos faz recarregar as energias. Nesta etapa, novamente não deu zebra... deu Leão. Nossa equipe foi campeã na categoria Light, e no momento lidera a Copa com 42 pontos.

Equipe Leão campeã novamente.

Leandro “Xurepa” Francisquini, só na expectativa para o início da etapa.

repórter LEÃO

19


Por Vladimir Plaza

Querer ser bem sucedido sem trabalhar duro, é como querer colher sem plantar A cada dia o mercado está mais competitivo, os custos aumentam, os clientes se tornam mais exigentes. Em uma entrevista, Ricardo Vargas diz: “se continuarmos fazendo as coisas do mesmo jeito, vamos continuar conseguindo os mesmos resultados...”, ou seja, é preciso mudar para conseguir atingir novos propósitos. O Projeto SuperAção vem trabalhar nos pontos mais coerentes e consistentes que o mercado exige hoje: produto de qualidade, zelo com os custos e desperdícios, integração e cooperação dos envolvidos, foco no cliente com base no seu potencial e nos seus resultados para com a empresa. O engajamento e o envolvimento de todos são fundamentais: do colaborador, dos fornecedores, dos acio-

nistas e dos clientes. Raramente temos grandes oportunidades para contribuir com o todo, mas pequenas oportunidades nos cercam todos os dias. Saibamos aproveitar cada uma dessas pequenas oportunidades. O Projeto SuperAção nasceu para melhorar ainda mais o nível de serviço aos clientes, sem deixar escapar os detalhes que isso envolve. Mais uma vez a Leão em busca da melhoria contínua de seus processos, visando o benefício de suas partes interessadas. O mundo gira, segue seu caminho regido pelas suas leis e nós precisamos sempre estar atentos aos seus movimentos. Entre nessa onda você também, afinal, no fundo é só seguir em frente, firme.

Estagiários - Mês de Maio e Junho A empresa Idair Nunes, da cidade de Porangatú (GO), enviou um funcionário para estagiar na fábrica. Torque Moto Bombas, do município de Itatiba (SP), enviou dois de seus técnicos para enriSilvio Antolini quecer seus conhecimentos. Já a Supervisor Técnico Imperatriz Poços e Irrigações, localizada em Imperatriz (MA), não perdeu tempo e enviou um técnico para estagiar conosco. A futura Assistência Técnica Leão, R. N. M. N., localizada em São Bernardo (MA), também enviou seu técnico. Pontual Irrigação, empresa com sede em Montes Claros (MG), aproveitou ainda para mandar dois técnicos. Pontual Irrigação, empresa com sede em Montes Claros (MG), aproveitou ainda para mandar dois técnicos para aperfeiçoar seus conhecimentos. Aos estagiários e suas respectivas empresas, o nosso muito obrigado. 20

repórter LEÃO

Visita de Inspeção nas Autorizadas Na semana de 07 a 11 de Junho de 2010 o Coordenador Técnico Silvio Antolini realizou visitas de Inspeção nas seguintes Assistências Técnicas Autorizadas: Eletrotécnica Gulgielmin - cidade de Lucas do Rio Verde (MT) Laercio Munaro - cidade de Sorriso (MT) Valério Beatriz e Fontana - cidade Cuiabá (MT) Parabéns aos nossos parceiros pelo empenho e as atualizações realizadas para proporcionar um melhor atendimento aos nossos consumidores.


FIQUE POR DENTRO Treinamentos Técnicos Realizados Dia 07/06/2010: C B Agrícola da cidade de Campo Verde / MT Dia 08/06/2010: C B Agrícola da cidade de Primavera do Leste / MT Dia 09/06/2010: C B Agrícola da cidade de Sorriso / MT Dia 10/06/2010: C B Agrícola da cidade de Lucas do Rio Verde / MT Dia 11/06/2010: C B Agrícola da cidade de Nova Mutum / MT Agradecimentos especiais ao nosso representante da região Sr. Paulo Mota pelo empenho na organização destes eventos.

Treinamentos

Sustentabilidade e Crescimento Populacional No dia 24 de maio, 50 colaboradores participaram da palestra ministrada pelo Professor Paulo Eduardo Teixeira, que trouxe informações sobre os altos índices do crescimento populacional no mundo e os resultados que isso tem trazido ao meio ambiente. O assunto foi bastante interessante, pois mostrou como era a natureza há alguns anos, como é hoje e uma previsão de como será no futuro. Mostrou ainda quais ações que deverão ser tomadas pela população em relação a conscientização, preservação e cooperação para que as próximas gerações possam desfrutar dos bens naturais. VI Maratona Supply & Demand Chain Management Data: 04 e 05 de maio Participantes: Vladimir Plaza, Marisa Jovita Zaparoli Plaza Modernas Técnicas de Formação de Preço & Lucros na Indústria Local: Abimaq - Data :19 de maio Participantes: Luciana F. Fiorese, Maira C. Hernandes.

Administração de Cargos e Salários Local: IOB SP - Data: 19 e 20 de maio Participante: Rodrigo Bognin Instrutor: Luiz Eduardo Lippel Braga Portaria 1510 Data: 31 de maio Participantes: Gerentes, Coordenadores e colaboradores Instrutor: Vanda Cardoso Tecnologia Mecânica e Auxiliar de Eletricista Local: Sala de Treinamento Bombas Leão S/A Data: maio e junho Participantes: Colaboradores das empresas Painéis Leão Ltda e Bombas Leão S/A Instrutores: Valter Turole e Sérgio Schiavon - SENAI Alguns colaboradores estão sendo treinados no local de trabalho e também em Procedimentos e Instruções de Trabalho por instrutores da empresa. Coordenadoria de Recursos Humanos

repórter LEÃO

21


Evandro Rissi Aguiar 20 anos comprando

Depois de 20 anos no departamento de compras e mais que colaborando, crescendo profissionalmente junto - Evandro Rissi Aguiar, o Dodô, 38 anos, despede-se. O motivo é festivo. Afinal, agora formado engenheiro, nada melhor que viver a engenharia. A maneira de homenageá-lo depois de duas décadas de contribuição no departamento, foi fazê-lo através de quem melhor conhece sua vida profissional, como segue na caixa ao lado: Repórter Leão – Quando e como você entrou para a Leão? Evandro – Foi no dia 14 de junho de 1988. Consegui o trabalho graças a um amigo que trabalhava aqui. Ele me avisou que existia uma vaga e fez a indicação ao Carlos Vieira e ao Antônio Penteado, então chefe do Almoxarifado. Repórter Leão – Foi lá que você começou? Evandro – Isso mesmo. Comecei como auxiliar de almoxarife e depois de uns dois meses passei a fazer controle de estoque.

22

repórter LEÃO

Repórter Leão – Bom, lá se vão 22 anos. As coisas eram muito diferentes nessa época? Evandro – Analisando hoje, dá para falar que era outra empresa. Já existia a preocupação com qualidade, melhoria, mas não existia fluxo de informação. Para se ter idéia, quando eu era controlador de estoque, trabalhávamos com o “Kardex” - umas fichas coloridas que serviam para movimentação do item. Era uma espécie de fluxo de caixa que existia para cada item. E eu fazia isso diariamente, literalmente à mão. Repórter Leão – E como você foi para compras? Evandro – Através de um convite da Marisa. Repórter Leão – O desafio foi muito grande? Evandro – Foi sim. (risos) Quando entrei no departamento era tudo muito diferente. As compras eram feitas, claro, mas havia apenas um computador para a empresa inteira. Então trabalhávamos de acordo com uma relação fornecida semanalmente. Imagine como


L E Ã O E M PA U TA

era complicado. A fábrica era muito dinâmica, enquanto a informação não. Repórter Leão – E como você se adaptou? Evandro - No começo eu auxiliava a Marisa nas compras. Era ela que efetivamente negociava e fechava o pedido, enquanto eu cuidava da parte burocrática como emissão de pedidos e cobrança de entrega. Depois a Marisa foi me treinando e passando aos poucos. Eu fui evoluindo até me tornar responsável pela parte de matéria-prima. Repórter Leão – E você gostava de ser comprador? Evandro – Gostava muito. Tenho muito contato em decorrência disso. Apesar de ter sua rotina, as abordagens, as conversas, as pessoas, são diferentes. Repórter Leão – E para onde você vai agora? Evandro – Eu estou indo para o departamento de engenharia. Vou fazer um trabalho relacionado a projetos especiais, procurando estudar a necessidade do cliente para poder atendê-lo da melhor forma. Fotos:Zuleica Alem

Repórter Leão – E está animado? Evandro – Muito! Agora vou trabalhar na área que estudei, engenharia. Terminei o ano passado o curso de Engenharia de Elétrica em Barretos. Eu já havia feito Processamento de Dados em Bebedouro, mas não cheguei a trabalhar efetivamente no setor. Repórter Leão – Como é o Evandro fora do trabalho, nos finais de semana? Evandro – Sou muito tranquilo, gosto de passar com meu filho, Leandro, ficar com minha namorada, Elisângela, e descansar. Ir a churrascos e festas também faz parte, né? (risos).

“Saudades sentirei do menino sorridente e do profissional competente, que habilmente me ajudou a não sentir o tempo passar. Saudades sentirei, das conversas e risadas, da correria e da presença diária destes últimos vinte anos. Vinte anos... Tempo o bastante para grandes mudanças e aprendizados... Tempo o bastante para reconhecermos até o significado do silêncio de um ou do outro... Tempo o bastante para enraizar confiança e consolidar mais que a amizade. Ao dividirmos uma sala por tanto tempo, dividimos problemas, desafios, dúvidas, sucessos e expectativas... Dividimos responsabilidades, preocupações e conquistas. Valeu Evandro! O seu jeito de trabalhar sempre sorrindo, o seu zelo para que tudo saia certo e o seu exemplo permanecerão sempre conosco. Mais que saudade, sentirei muito orgulho ao ver você trilhar o seu caminho com a dedicação, a alegria e entusiasmo de sempre... Obrigada! Você sempre será um grande parceiro!” Marisa Jovita Plaza Zaparoli Gerente de Materiais


AÇÃO SOLIDÁRIA

“AQUEÇA UM CORAÇÃO NESSE INVERNO” Doar-se ao outro sem esperar nada em troca é a melhor forma de expressar calor humano. Pensando nisso, a Comissão Ação Solidária realizou mais uma Campanha de Agasalho juntamente com alguns parceiros da nossa cidade, que abriram seus estabelecimentos para ser um ponto de coleta. Com essa parceria e com a colaboração da comunidade conseguimos arrecadar mais de 600 peças de roupas, que foram entregues à várias entidades sociais. Esse é mais um trabalho que nos traz muita satisfação, pois com certeza, esse gesto de amor aquecerá muitos corações nesse inverno.


COMISSÃO DE EVENTOS

Comissão de julgadora

A novíssima

“Fábrica da MPB” Algumas bandas musicais já se formaram dentro da Bombas Leão através da iniciativa dos colaboradores. E a maior parte delas continua em pleno funcionamento. A mais recente, nasceu no início desse ano. Um conjunto bem definido em seu perfil e que tinha a MPB como fonte principal de inspiração. Porém, o grupo não havia definido um nome. Por isso, a Comissão de Eventos organizou um concurso para sugestões, onde o ganhador, além do privilégio de batizar o grupo, ganharia uma cesta de presentes. As sugestões foram feitas durante o mês de abril e, no dia 29 do mesmo mês, foi divulgado o nome da “Fábrica da MPB”. Um nome bem sugestivo dado por Amélia Flávia da Silva, ganhadora do concurso. O grupo é formado por Luiz Fernandes Martins, Clovis Magosso, Lucinaldo João dos Santos, Marcelo Galhardo Livólis, José Carlos Salina, Antônio Alberto Rodrigues, Diego Giro e Rafael Delago Fabrício. Essa nova formação conta ainda com o músico Rogério Bucci como orientador. Agradecemos aos participantes, à diretoria e principalmente a mesa de jurados formada, são eles: Crivelari (Rádio Nova Era), Ferdinando (Projeto Guri), Marquinhos (Jazz Brasil), Marisa Plaza Zaparolli (gerente de materiais) e Vladimir Plaza (diretor administrativo). Comissão de Eventos

Entrega do prêmio

O grupo

Apresentação da Fábrica da MPB

repórter LEÃO

25


AUTORIZADAS MINAS BOMBAS GUANAMBÍ JOSÉ HERBERT (77) 3451.6000 minasbombas@hotmail.com

AJEL MOTORES RIO VERDE WILBER GOMES (64) 3622.1020 ajelmotores@brturbo.com.br

BRASÍLIA - DF ELETRO ENROLAMENTO TAGUATINGA AVAÍDE MATEUS (61) 3561.0688 eletro@eletroenrolamento.com.br

MATO GROSSO LAERCIO MUNARO & CIA SORRISO LAERCIO MUNARO (66) 3544.0406 l_munaro@hotmail.com

M. S. COMERCIO E SERV. MANAUS MIGUEL SILVEIRA (92) 3663.3200 msbombas@hotmail.com

CEARÁ ANTONIO NEY FERREIRA SOUSA NOVA RUSSAS ANTONIO NEY (88) 3672.6656 recmaquina@yahoo.com.br

B A COMERCIO E ENG. MANAUS ANA MARIA (92) 2125.8000 anamaria@bacomercio.com.br

J. RODRIGUES BOMBAS SUB. CRATO JOSÉ RODRIGUES (88) 3521.2243 jrodriguesbombas@hotmail.com

VALÉRIO B. & FONTANA CUIABÁ VALÉRIO BEATRIZ (65) 3661.3453 tecnobombas_mt@terra.com.br MATO GROSSO DO SUL ELETRO JUPIÁ TRES LAGOAS ANTONIO TEIXEIRA (67) 3521.4531 eletrojupia@eletrojupia.com.br

ALAGOAS MONTE AZUL ALAGOANA MACEIÓ MÁRCIO ALVES (82) 3202.6866 monteazulalagoana@ig.com.br

ARNÓBIO ARAÚJO VIEIRA IGUATÚ CARLOS ALBERTO (88) 3581.1478 serveletrica@hotmail.com

AVILA DA CRUZ DOURADOS URIAS AVILA (67) 3424.4132 uriasweg@terra.com.br

MAPURUNGA S. MAQUINAS FORTALEZA MARCOS MAPURUNGA (85) 3227.4166 mpga@baydenet.com.br

ELÉTRICA RADAR PONTA PORÃ ALDO LUÍS (67) 3431.3492 eletricaradar@eletricaradar.com.br

ELETROTÉCNICA KVM LTDA FORTALEZA JOSÉ ARIMATÉIA (85) 3292.5855 kvm@kvm.com.br

ELETROSERV ASSISTÊCIA TÉCNICA DOURADOS LUIS CARLOS (67) 3421.1727 elet.serv@terra.com.br

ADROVANDO CAVALCANTE UBAJARA ADROVANDO TOMÁS (88) 3634.1509 acs@ubajara.com.br

ELETRO BOMBAS CAMPO GRANDE JANSER NUNES (67) 3351.4021 eletro.bombas@terra.com.br

ESPÍRITO SANTO CELSO LEONARDO FIGUEIRA SERRA CELSO LEONARDO (27) 3228.1070 lfigueira@terra.com.br

ASSISTENSIL CAMPO GRANDE SÍDNEI ANTONIO (67) 9982.3207 sidnei@jvtubos.com.br MARANHÃO AGIL MOTORES IMPERATRIZ ANTONIO RAIMUNDO (99) 3525.3100 antonio_agil@hotmail.com

AMAPÁ MEGATÉCNICA EMPREEND. MACAPÁ ALMEIDA (96) 3242.2995 megatecnica_ap@hotmail.com AMAZONAS NORTE MOTORES E SERV. MANAUS KARINA GUEDES (92) 3642.1251 nortemotores@hotmail.com

EDVALDO A. JOVENAL MACEIÓ BRUNO GIOVANNI (82) 3354.2042 instaladorawagner@hotmail.com BAHIA MINAS BOMBAS VITÓRIA DA CONQUISTA MURILO RAMOS (77) 3421.0597 minasbombas@hotmail.com EMCIL ELETROMECANICA SALVADOR BRUNO GOES (71) 3243.3260 emcil@emcil.com.br SOLO SONDA BRUMADO NELSON AGUIAR (77) 3441.3625 solosonda@brumadonet.com.br ELÉTRICA FERMAM FEIRA DE SANTANA MANOEL PAULINO (75) 3221.0060 casastoantonio.financeiro@bol.com.br S R MOTORES SALVADOR CARLA PAIVA (71) 3246.2455 srmotores@srmotores.com.br HIDRATEC IRECÊ HAILTON T. VAZ (74) 3641.2150 hailton.t.vaz@hotmail.com

ELÉTRICA MARTINS LINHARES DIEGNER MARTINS (27) 3371.1370 eletricamartins@veloxmail.com.br ELÉTRICA ANDRADE COLATINA FABIANO ANDRADE (27) 3722.4091 eletrica.andrade@bol.com.br GOIÁS GOIÁS BOMBAS GOIANIA GILVAN VIEIRA SOUZA / SILVIA (62) 3204.7019 vendas@goiasbombas.com.br

LOK EQUIPAMENTOS SÃO LUÍS MAGNO MAPURUNGA (98) 3245.1841 lokequip@terra.com.br J.F.B. DOS SANTOS SÃO JOSÉ DE RIBAMAR FLÁVIO DOS SANTOS (98) 3274.1988 flavioly@ig.com.br

CARLOS TEODORO ISAIAS TEIXEIRA DE FREITAS CARLOS TEODORO (73) 3292.5280 carlos@eletroteixeira.com.br

26

repórter LEÃO

MINAS GERAIS MVA ELETRICIDADE INDUSTRIAL SETE LAGOAS JULIANO (31) 3773.6648 verdolin@verdolin.com.br ELETROTÉCNICA XAVIER UBERABA FERNANDO BARSANULFO (34) 3312.3905 eletrotecnicaxavier@terra.com.br AQUATEC PERFURAÇÕES BELO HORIZONTE CARLOS BAÍA (31) 3362.5449 aquatecpocos@terra.com.br GEMAQ MOTORES ESPINOSA GERALDO MARCOS (38) 3812.1085 gemaq@br.inter.net HIDROVIDA POÇOS ARTESIANOS UBERLANDIA EDMAR GAMA (34) 3212.3033 hdrovida@com4.com.br CASA DO MOTOR MONTES CLAROS MARIA DAS GRAÇAS (38) 3215.6439 casa.motor@ig.com.br LÚCIO FERREIRA BARBOSA MANHUAÇÚ LÚCIO FERREIRA (33) 3331.3975 eletroce@uai.com.br ELETROMARZINHO PIUMHÍ SENESOMAR MARZINHO (37) 3371.3242 eletromarzinho@netpiumhi.com.br HIDROBOMBAS UBERLANDIA UBERLANDIA MARCIO CABRAL (34) 3236.2597 hidrobombas@netsite.com.br HIDROMIG BELO HORIZONTE JOSUE (31) 3333.5400 hidromig@terra.com.br NORTE EL. MOTORES MONTES CLAROS GILBERTO (38) 3222.5774 nteletro@ig.com.br ÁGUA VIVA POÇOS ARTESIANOS ARAGUARÍ JOSÉ CARLOS (34) 3242.6281 aguavivapocos@terra.com.br PARÁ J. DOS R.R. TRAVASSOS SÃO MIGUEL DO GUAMÁ ALEX (91) 3446.2943 alexrbmoel@gmail.com


A. G. BORGES PARAGOMINAS ARISTIDES (91) 3729.6001 agborges@nortnet.com.br

IGUAÇÚ POÇOS ARTESIANOS CASCAVEL PAULO ROTTA (45) 3218.5151 iguacupocos@iguacupocos.com.br

ELETRO UNIVERSAL NATAL JOSÉ MARINALDO (84) 3213.2407 jmarinaldo@uol.com.br

PAP’S PRES. PRUDENTE LUÍS CARLOS (18) 3223.5391 pocospaps@stetnet.com.br

ELETROTÉCNICA WILSON BELÉM MARGARETH LOPES (91) 3081.8195 eletrotecnicawilson@hotmail.com

ÁGUA LIMPA POÇOS ARTESIANOS LONDRINA JOSÉ ROSSI (43) 3342.4242 agualimpa@sercomtel.com.br

RONDÔNIA VALTAIR LEMOS LOPES PORTO VELHO VALTAIR LEMOS (69) 3227.3097 lopesrebobinagem@bol.com.br

PENTÁGONO PRES. VENCESLAU CLAUDINEI BARBOSA (18) 3271.2146 pentagono.nei@uol.com.br

VACEL ELETROTÉCNICA PARAGOMINAS VALÉRIO FLORES (91) 3729.3558 vaceleletrotecnica@bol.com.br

INGÁ BOMBAS E PAINÉIS MARINGÁ LAERCIO RIZZO (44) 3268.1198 inga.bombas@yahoo.com.br

K.M. TEC CASTANHAL PAULO MOURA (91) 3712.1414 kmtec@kmtec.com.br

PERNAMBUCO HIDROVITAL BOMBAS MOT. RECIFE VITAL LINS (81) 3236.3077 hidrovital@oi.com.br

CACOAL MOTO SERRAS CACOAL MARCIO ANTONIO (69) 3441.3473 cmserras@nettravel.com.br

PIAUÍ RST TERESINA RAIMUNDO SOARES (86) 3233.2300 raspi@ig.com.br

RIO GRANDE DO SUL HIDROMISSÕES SANTO ANGELO ANTONIO LUÍS (55) 3313.1962 hidromissoes@uol.com.br

REFRICENTER SERVIÇOS PARNAÍBA VICENTE DE PAULO (86) 3322.3126 refricenter@gmail.com

CRIZEL ELETROMECÂNICA RIO GRANDE CELSON CRIZEL (53) 3231.4044 crizel@crizel.com.br

ELETROBOMBAS FLORIANO MANOEL MESSIAS (89) 3522.2986 eletrobombas@florianonet.com.br

SANTA CATARINA LEÃO POÇOS CHAPECÓ LAURO (49) 3323.1444 leao@leaopocos.com.br

T & S. NOLLI SANTARÉM TÚLIO NOLLI (93) 3523.2296 tsnolli@ig.com.br REBOBINADORA CIRCUITO MARABÁ JOÃO GERALDO (94) 3322.2307 circuitoltda@uol.com.br ELETROVEL SERVIÇOS BELÉM PEDRO VELOSO (91) 3236.3899 eletrovel@eletrovel.com.br PARAÍBA JOSÉ VALDEMIR DE SOUZA CAJAZEIRAS JOSÉ VALDEMIR (83) 3531.2203 jvaldemirdesouza@hotmail.com G M S - SERVIÇOS E COMÉRCIO JOÃO PESSOA ALMIR SILVA (83) 3222.6033 gmsltda@uol.com.br JOSÉ ROBERTO RAMOS DIAS JOÃO PESSOA JOSÉ ROBERTO (83) 3233.0849 PARANÁ HIDROTOL ASSISTÊNCIA TÉCNICA TOLEDO NIVAN SILVINO (45) 3252.4498 hidrotolnivan@onda.com.br HCL BOMBAS MARINGÁ CELSO LINDOLFO (44) 3223.2112 hclbombas@brturbo.com.br W W MANUTENÇÃO CURITIBA PAULO ROBERTO (41) 3653.2520 wwman@onda.com.br

ÁGUA LIMPA LTDA TERESINA JANIO CUNHA (86) 3216.4212 agualimpaltda@bol.com.br IRRITEC – REPRESENTAÇÕES TERESINA MARCOS ANDERSON (86) 3218.2722 vitorfontenele@webone.com.br RIO DE JANEIRO J. PESSANHA CAMPOS OBIRATAN MELO (22) 2732.2767 jpessanha@veloxmail.com.br NOVA TENCO DUQUE DE CAXIAS HELITON BASTOS (21) 2672.7200 vendas@novatenco.com.br NOVA TENCO DE RIO DAS OSTRAS RIO DAS OSTRAS MARCELO SOSSAI (22) 2760.3800 riodasostras@novatenco.com.br RIO GRANDE DO NORTE JOÃO DEHON MOSSORÓ JOÃO DEHON (84) 3317.4380 jdmotores@uol.com.br

REMATEC JÍ-PARANÁ CLAUDIO DE JESUS (69) 3421.1500 rematecjp@hotmail.com

SERGIPE CASA DOS MOTORES LAGARTO PAULO ARAÚJO (79) 3631.2635 casadosmotores@veloxmail.com.br SÃO PAULO MEGA BOMBAS SÃO JOSÉ DOS CAMPOS VLADIMIR ROBERTO (12) 3902.1000 megabombas.sjc@uol.com.br SÃO JOSÉ MANUTENÇÃO SÃO JOSÉ DO RIO PRETO VANDERLEI PENA (17) 3219.7725 bombassaojose@hotmail.com HIDROSSOLO SERV. AMB. MARÍLIA CARLOS (14) 3432.2968 hidrossolo@flash.tv.br

BOMAC BAURÚ ANTONIO JOEL (14) 3203.1665 bomacbru@uol.com.br RBM JUNDIAÍ FELIPE NOVAES (11) 4587.5963 rbm@rbmbombas.com.br DEMAGE TABOÃO DA SERRA GEREMIAS DONEDA (11) 4137.4003 demage@demage.com.br TECNOÁGUA ARARAQUARA MARCUS FABIANO (16) 3333.5513 marcusfbernardes@ig.com.br SIRO TAMAGAWA JALES SIRO TAMAGAWA (17) 3632.2866 COMERCIAL TREVISAN SOROCABA SERGIO TREVISAN (15) 3232.5092 comercialtrevisan@yahoo.com.br DRILL CENTER AMERICANA APOLO OLIVA (19) 3469.1234 drill@drillcenter.com.br MOTORTEC ELETROTÉCNICA NOVO HORIZONTE NATANAEL DE FREITAS (17) 3542.2532 natanael-freitas@ig.com.br TOCANTINS HIDROBOMBAS ARAGUAIA PALMAS WISLEY TAVARES (63) 3213.3300 hidrobombasaraguaia@terra.com.br E.FONTENELE DE BRITO ARAGUAÍNA EDMILSON FONTENELE (63) 3414-5009 eletrotecnicabrito2@hotmail.com

PASSARELLI ASSISTÊNCIA TÉCNICA ARAÇATUBA LUÍS CARLOS (18) 3631.0888 andrepassarelli@pop.com.br

repórter LEÃO

27


XXI Encontro Técnico

XXI Feira Nacional de Saneamento e Meio Ambiente

tema central A importância da sociedade organizada na promoção do saneamento ambiental • Água e reuso • Águas subterrâneas • Aplicações de softwares no saneamento e meio ambiente • Automação de sistemas de saneamento • Desenvolvimento de produtos e materiais • Eficiência energética • Gestão ambiental • Gestão de perdas • Inovações tecnológicas • Legislação do setor de saneamento Horário de visitação • Manutenção e energia Fenasan: 13h às 20h | Encontro Técnico: 9h às 17h • Meio ambiente • Mudanças climáticas • Recursos hídricos • Resíduos sólidos • Saúde pública • Sistemas de abastecimento de água • Sistemas de coleta e tratamento de efluentes

Palestra de abertura Heródoto Barbeiro, jornalista da CBN e TV Cultura, gerente de jornalismo do sistema Globo de Rádio.

O mAiOr eventO de sAneAmentO e meiO Ambiente dA AméricA LAtinA faça sua inscrição para o encontro técnico e o credenciamento para a fenasan no site oficial do evento.

acesse o site oficial:

www.fenasan.com.br realização

apoio

local

organização

informações

Fone / Fax: 11 3871 3626 fenasan@acquacon.com.br

apoio institucional

AEAMESP

Associação Paulista de Empresas de Consultoria e Serviços em Saneamento e Meio Ambiente

Associação Leste dos Profissionais de Engenharia e Arquitetura da Cidade de São Paulo.

Saneamento Básico, o Site! O maior Portal de Saneamento Básico da internet

APECS

Repórter Leão N° 62  

Revista Repórter Leão N° 62

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you