Page 5

EDUCAÇÃO CURSO TÉCNICO EM AGRONEGÓCIO FORMA OS PRIMEIROS 48 PROFISSIONAIS EM MATO GROSSO DO SUL

O curso surgiu como uma opção para melhorar o ensino da população do campo

O Curso Técnico em Agronegócio do Senar/MS formou sua primeira turma em Mato Grosso do Sul. Um grupo de 48 alunos dos polos presenciais de Maracaju e Dourados, que havia iniciado a capacitação em fevereiro de 2015 e concluído em dezembro de 2016, receberam em junho deste ano seus certificados de conclusão. Totalmente gratuito, o curso semipresencial de 1.230 horas/aula, que é oferecido em parceria com o Ministério da Educação (MEC), por meio da Rede E-Tec Brasil, em Mato Grosso do Sul e em vários outros estados do país, apresenta concorrência no processo seletivo para ingresso igual à de um vestibular. “A média é de 12 candidatos por vaga. É um curso bastante concorrido”, explica o gestor do departamento de Inovação e Conhecimento do Sistema Famasul, Roberto Murillo Mathias Costa Junior. Além de muito disputado, o perfil dos candidatos que concorrem às vagas é de alta escolaridade. Muitos já possuem curso superior em outras áreas e alguns até pós-graduação. Um dos grandes atrativos do curso para esse público, conforme Murillo, é o viés prático. “O aluno vê muito mais praticidade no que está aprendendo do que em cursos que tenham uma formação tradicional”, analisa. Um dos formandos dessa turma, Aldo Borges, de 30 anos, do polo de Maracaju, é um exemplo de como essa capacitação desperta o interesse até mesmo de profissionais já formados. “O curso deu uma aprofundada em algumas áreas que não vi na universidade. Veio suprir algumas necessidades que eu tinha muito em relação ao setor”. O Curso Técnico em Agronegócio surgiu como uma opção para melhorar o ensino da população do campo. Tanto que é semipresencial e oferece ao aluno a possibilidade de estudar 80% do conteúdo a distância e 20% aos sábados nos polos das cidades. A demanda no setor por mão de obra capacitada é tão grande, que a maior parte dos formandos já está empregada ou pelo menos tem propostas de trabalho. O presidente do Sistema Famasul, Maurício Saito, destaca que iniciativas como o curso Técnico em Agronegócio estão entre os grandes pilares de atuação da entidade, que é trabalhar para compartilhar o

conhecimento e a educação. “É uma imensa felicidade participar da formatura desta primeira turma. Em poder levar o que é necessário para o homem do campo, que mesmo em um cenário adverso, tem ajudado o setor e o país a ter números positivos, como, por exemplo, o aumento de 15,6% no PIB [Produto Interno Bruto] do último trimestre em relação ao mesmo período do ano passado e a liderança nos números de geração de empregos”. Além de Maracaju e Dourados, o curso também é aplicado nos polos de Campo Grande, Coxim e Aparecida do Taboado. Atualmente, cerca de 400 pessoas participam da capacitação. Em julho foi aberto um novo processo seletivo para ingresso, oferecendo 140 vagas nas cinco unidades.

Em julho foi aberto um novo processo seletivo para ingresso

famasul.com.br

5

Informativo Sistema Famasul - Edição 15 / 2017  
Informativo Sistema Famasul - Edição 15 / 2017  
Advertisement