Page 1

Algarve Informativo Newsletter N.ยบ 2

by Daniel Pina

1


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Tochas Floridas e cânticos de «Aleluia» enchem as ruas de

S. Brás de Alportel O domingo de Páscoa é fértil em manifestações culturais de cariz religioso e uma das mais belas realiza-se em São Brás de Alportel, a secular Procissão de Aleluia, em honra de Cristo ressuscitado, onde os andores são substituídos por tochas floridas, empunhadas por duas filas de homens. Em pleno coração da Serra do Caldeirão, esta tradição pretende também recordar os moços solteiros que repeliram as tropas inglesas, comandadas pelo Duque de Essex, que em Julho de 1596 tinham saqueado a cidade de Faro e seu arredores. Texto e Fotografia: Daniel Pina

2


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

A

história das «Tochas Floridas» remonta aos primeiros anos do século XVII, época em que os algarvios começaram a realizar a Procissão de Aleluia, na manhã do Domingo de Páscoa, com um forte frenesim religioso. Nessa altura, as confrarias, constituídas unicamente por homens, eram obrigadas a levar uma tocha acesa ou luminária e opas vestidas. Com o passar dos anos, a escassez de cera levou à sua substituição por paus pintados e ornamentados com flores, no cimo do qual se colocava, então, uma pequena vela. Uma característica que se manteve, contudo, foi a de apenas os homens erguerem as tochas na frente da procissão, isto porque as irmandades, onde estavam as mulheres, seguiam atrás. As confrarias viriam a desaparecer mais tarde, mas a procissão das «Tochas Floridas» manteve-se, com outra alteração de fundo: os hinos, responsos e o Aleluia

by Daniel Pina

em honra da Ressurreição do Senhor deixaram de ser entoados por coros e passaram a ser proferidos unicamente pelo povo, devido à falta de clero e de cantores. Em S. Brás de Alportel, porém, há quem conte outra história. Segundo reza a história, a 25 de Julho de 1596 deu-se a invasão da cidade de Faro e seus arredores pelas tropas do Duque de Essex, isto após ter infligido uma penosa derrota à esquadra de Filipe II, na Baía de Cádis. Depois de saquearem e incendiarem toda a cidade, os britânicos tiveram conhecimento de que a povoação de São Brás era rica e importante e para lá marcharam, tendo apanhado os seus habitantes completamente desprevenidos. As tropas não ficaram, todavia, completamente satisfeitas com os roubos e mortes que provocaram e decidiram lançar fogo à igreja, o que foi

3

O presidente da Câmara Municipal, Vítor Guerreiro e o Vereador Acácio Martins

(…) As tropas não ficaram, todavia, completamente satisfeitas com os roubos e mortes que provocaram e decidiram lançar fogo à igreja, o que foi a gota de água para alguns rapazes solteiros que, munidos de machados rústicos, chucos alfaias agrícolas, conseguiram pôr os invasores em fuga (…)


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

quilómetro de extensão a assinalar o percurso da procissão. Assim, para se construir esta verdadeira obra de arte, são necessárias várias toneladas de flores, num trabalho que envolve largas dezenas de voluntários. Finalmente, e depois da apanha e preparação das flores, é na véspera do Domingo de Páscoa que este tapete florido é estendido pela noite dentro. O resultado de todo este esforço é verdadeiramente deslumbrante, com as principais artérias da vila embelezadas por milhares de flores

(…) De volta ao largo da igreja, os participantes retratam a luta entre são-brasenses e ingleses e partem as suas tochas floridas, na verdade, paus e canas de bambu mascaradas. Depois, é tempo de retornar à igreja, para mais uma eucaristia, mas a festa não termina aqui (...)

a gota de água para alguns rapazes solteiros que, munidos de machados rústicos, chucos alfaias agrícolas, conseguiram pôr os invasores em fuga. Depois, enfeitaram as armas improvisadas com flores para comemorar e assim pode ter nascido esta festa, embora tal careça de confirmação oficial. Seja como for, séculos depois, tudo começa a ser preparado com semanas de antecedência nesta vila da Serra do Caldeirão, até porque há que «montar» um tapete de flores de um 4


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

câmaras de vídeo para recolher imagens cuja reputação já ultrapassou vastamente as fronteiras deste concelho. Aqui e ali vislumbram-se jovens e cidadãos mais seniores, vestindo fato e gravata e carregando arranjos florais nas mãos, outros com tochas mais elaboradas, verdadeiras obras de arte, para participar no concurso promovido pela organização. De repente, num abrir e fechar de olhos, somos rodeados por largas dezenas de homens com

campestres e a própria Igreja Matriz de S. Brás de Alportel está especialmente decorada para a ocasião. A missa começa à hora marcada e com lotação esgotada. No exterior, juntam-se cada vez mais turistas estrangeiros, uns novos, outros mais idosos, muitos casais com os filhos pequenos, todos munidos de máquinas fotográficas e

as suas tochas floridas, que se concentram no largo da igreja e vão afinando a garganta 5

para os cânticos, ritual para o qual contam com a ajuda da garrafinha de medronho que levam no bolso do casaco. Segue-se a banda filarmónica que acompanhará a procissão e, pouco depois, o cortejo inicia-se, com o clero à frente. As ruas apinham-se de milhares de pessoas, portugueses e estrangeiros, desejosos de mergulhar na emoção deste dia especial. Nas varandas, estendem-se colchas floridas, que esvoaçam ao sabor do vento. Os homens abrem a procissão, seguindo em duas filas e empunhando a tocha na mão. Ao longo do percurso, reúnem-se em pequenos grupos para se levantar o grito do «Aleluia», que arrancam da multidão as palavras «ressuscitou como disse», ao que os homens levantam bem alto as tochas e


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

(…) Vítor Guerreiro: “É uma procissão católica que reúne centenas de pessoas de todas as idades e, inclusive, alguns sãobrasenses espalhados pelo mundo, especialmente na América Latina, que tentam ao máximo estar cá no Domingo de Páscoa para virem cantar «Aleluia»” (…)

by Daniel Pina

Tuna da Luz de Tavira, Animashow e da cantora Micaela. Ao mesmo tempo, podem-se apreciar os sabores dos doces regionais e dos petiscos típicos, num dia que enche de orgulho os locais, assim nos garante Vítor Guerreiro, presidente da Câmara Municipal de S. Brás de Alportel. “É uma festa religiosa diferente em que todos os são-brasenses fazem questão de participar, mesmo aqueles que não são católicos praticantes, porque faz parte da nossa cultura e tradições. É uma procissão católica que reúne centenas de pessoas de respondem «aleluia, aleluia, aleluia». todas as idades e, inclusive, alguns Este é, de facto, o grito que ecoa pelas são-brasenses espalhados pelo ruas cobertas de flores, sinal de uma fé mundo, especialmente na América que teima em resistir ao avanço do Latina, que tentam ao máximo estar cá tempo e à morte de tantas outras no Domingo de Páscoa para virem tradições. cantar «Aleluia»”, destaca o edil, também ele participante na festa De volta ao largo da igreja, os participantes retratam a luta entre são- praticamente desde miúdo. brasenses e ingleses e partem as suas Uma festa totalmente concebida e tochas floridas, na verdade, paus e levada a cabo por gentes da terra e canas de bambu mascaradas. Depois, é sem grande investimento financeiro da tempo de retornar à igreja, para mais parte da autarquia, salienta Vítor uma eucaristia, mas a festa não Guerreiro, graças ao envolvimento de termina aqui. De facto, a organização toda a população, comunidade, proporciona aos visitantes uma tarde associações culturais e desportivas e cultural onde a música portuguesa é o forças vivas do concelho. “E todos se ingrediente principal, com a atuação da juntam por volta das 4h30 de domingo 6


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

para construir as passadeiras pelas ruas. Aliás, sexta e sábado vemos inúmeras pessoas a trazerem-nos sacos cheios de pétalas, muitas delas colhidas no campo por crianças, e o resultado é lindíssimo”, frisa, sem demonstrar o cansaço de quem está de pé desde madrugada para enfeitar as ruas da sua vila. “Todos os anos há moldes novos e duas semanas antes começa a montagem da decoração das ruas e do palco no Largo da Igreja. A apanha das

flores arranca na segunda-feira, com funcionários da câmara e das escolas, que estão fechadas para férias, carregam-se as carrinhas com caixas de pétalas e, às quatro e meia, iniciase o trabalho final”. E se a Festa das Tochas Floridas toca fundo no coração dos são-brasenses, a verdade é que, de há uns anos para cá, são cada vez mais os turistas estrangeiros que rumam ao coração da Serra do Caldeirão para assistir a esta celebração pascal. “Há 12, 13 anos, o executivo da câmara, no qual eu era vice-presidente, cometeu a ousadia - porque fomos criticados por 7


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

muitos – de intitular esta festa de Tochas Floridas. Para os sãobrasenses, era e é a Festa da Aleluia, mas esse nome ajudava pouco em

by Daniel Pina

termos de promoção turística. Hoje, são muitos os autocarros que chegam pela manhã cheios de pessoas para assistir

(…) Vítor Guerreiro: “Mais do que uma procissão, este dia marca a reunião de amigos que estão espalhados pelos vários pontos do país e do globo e que, em certos casos, só se encontram uma vez por ano” (…) 8


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

à festa e, curiosamente, também já encontramos muitos turistas às cinco, seis da manhã, a fotografar a construção do tapete de flores”, revela Vítor Guerreiro. “Mais do que uma procissão, este dia marca a reunião de amigos que estão espalhados pelos vários pontos do país e do globo e que, em certos casos, só se encontram uma vez por ano”, acrescenta ainda o autarca antes de retomar o seu lugar no corso e juntar a sua voz aos coros de «Aleluia».

9


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

António Sobrinho e Vítor Lopes venceram Optilink PGA Open

A

os 44 anos, António Sobrinho conquistou o Optilink PGA Open, torneio do PGA Portugal Tour de 2015, de seis mil euros em prémios monetários, que teve lugar nos percursos de Alvor e Lagos do Onyria Palmares Beach & Golf Resort. Presentes estiveram os melhores portugueses, à exceção do lesionado Ricardo Santos e de dois residentes no estrangeiro: Filipe Lima (França) e António Rosado (África do Sul). António Sobrinho, o recordista de 11 títulos de campeão nacional, o último dos quais em 2008, somou 139 pancadas, cinco abaixo do Par, com voltas de 74 e 65, e impediu o português melhor classificado no ranking mundial, Ricardo Melo Gouveia, de somar o seu 2.º troféu consecutivo no PGA Portugal Tour. «Melinho», campeão no mês passado do torneio inaugural do circuito profissional português, o Clube EDP PGA Open, no Aroeira-2, terminou no 2.º lugar, a cinco pancadas do campeão, após duas voltas de 72 pancadas. Melo Gouveia, de 23 anos, que para a semana irá competir no Open do Quénia, do Challenge Tour, teve de partilhar o estatuto de vicecampeão com o amador João Magalhães, do Oporto Golf Club, que juntou voltas de 76 e 68. Tiago Cruz, que em agosto último venceu neste mesmo campo o Campeonato Nacional, e Pedro Figueiredo, o campeão nacional de 2013, lideraram o torneio aos 18 buracos com uma primeira volta de 71 (-1), mas terminaram empatados no 5.º lugar (+3), devido a uma segunda volta menos conseguida em 76 (+4). João Carlota celebrou o seu 25.º aniversário com um 4.º lugar (+1) e os amadores de alta competição estiveram em particular evidência, com mais dois jogadores das seleções nacionais da Federação Portuguesa de golfe no top-ten: João Ramos foi 7.º (+5) e Tomás Bessa 8.º (+6). Durante muitos anos apelidado de Tiger Woods português, António Sobrinho quebrou um duplo jejum de três anos, já que o seu último título datava de fevereiro de 2012, num torneio disputado no Pestana Golf Resort do Vale da Pinta, no Carvoeiro, e que integrava o Algarve Winter Tour, o circuito internacional precursor do atual Algarve Pro Golf Tour. E é também preciso recuar a essa altura para se ver a última vez que Sobrinho tinha sido capaz de concluir uma volta em 65 pancadas, dado que triunfou no Vale da Pinta com cartões de 65, 72 e 74. Note-se que estas 65 pancadas (-7), com oito birdies e apenas um bogey, são a melhor marca do ano no PGA Portugal Tour.

António Sobrinho e António Gonçalves, da Optilink

Ricardo Bruno, Vítor Lopes , Paulo Francisco e Júlio Pires

Entretanto, o Pro-Am foi vencido por um amador de alta competição e que tem estado invencível em 2015 no Circuito Liberty Seguros da FPG: Vítor Lopes, de apenas 18 anos. O jogador do Clube de Golfe de Vilamoura nem jogou o torneio principal nos dois dias anteriores por se encontrar a recuperar fisicamente do desgaste de uma digressão à Argentina, onde obteve um bom 7.º lugar no «The Southern Cross Invitational», nos arredores de Buenos Aires. Vítor Lopes triunfou com 88 pontos stableford net, ao lado dos amadores Paulo Francisco, Ricardo Bruno e Júlio Pires. Com menos dois pontos terminou em 2.º o conjunto do ex-campeão nacional de profissionais, Hugo Santos, que emparceirou com os amadores Gonçalo Carmo, Joaquim Ribeiro e Pedro Tomé. 10


Algarve Informativo Newsletter N.ยบ 2

by Daniel Pina

11


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Festa de Basquetebol Juvenil terminou com fair-play e muita animação

C

hegou ao fim mais uma edição da Festa do Basquetebol Juvenil que, durante cinco dias, juntou em Albufeira mais de 1200 jogadores, treinadores e dirigentes e muitos familiares e amigos. No final, todos saíram vencedores pelo espírito de equipa, de solidariedade e de Fairplay que demonstram nesta Festa do Desporto. A manhã do dia 29 de março ficou marcada pela disputa das Finais da Festa do Basquetebol nos diversos escalões, no Pavilhão Desportivo de Albufeira, da Escola Básica e Secundária de Albufeira, em Vale Pedras, e Francisco Neves. As seleções regionais do Porto e de Lisboa conquistaram os primeiros lugares do pódio, com o Porto a destacar-se nos Sub 14 Masculinos e Sub 16 Femininos enquanto a equipa alfacinha venceu em Sub 16 Masculinos. Nos Sub 14 Femininos a vitória pertenceu a Aveiro que venceu a seleção portuense por 5445. A 9ª edição da Festa do Basquetebol trouxe muitas surpresas. Livestream de todos os jogos, estatística oficial com play-byplay em todas as 198 partidas, a nova Mascote Blitz, o Cartão Branco de Fair-play, o Parque ativo da Cocacola, o écran gigante da fun addict, foram muitas das novidades que trouxeram ainda mais brilho à festa. Durante a cerimónia de encerramento e de entrega de prémios da Festa do Basquetebol- Albufeira 2014, a organização manifestou o seu agrado pela iniciativa ter registado mais um sucesso, com atletas, dirigentes e restante comitiva visivelmente satisfeitos com o resultado.

Além do presidente da Câmara Municipal de Albufeira, Carlos Silva e Sousa, a cerimónia contou com as intervenções de Manuel Fernandes, presidente da FPB, Paulo Freitas, presidente da Assembleia Municipal de Albufeira, e Augusto Badanha, presidente do Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), e todos fizeram questão de realçar os valores e princípios associados ao evento, onde o Desportivismo, 12

Juventude, Amizade, Solidariedade e Fair-play fazem desta Festa um exemplo a seguir. Este ano, a ação de Basket Solidário reverteu a favor da APEXA - Associação de Apoio à Pessoa Excecional do Algarve, que recebeu o montante de 1.362,00 Euros, em resultado da doação de um euro por parte de todos os participantes do evento.


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Sevilha dominou Mundialito 2015

O

Sevilha dominou as finais do Mundialito 2015, o maior torneio de futebol infantil do mundo, ao vencer, no dia 4 de abril, nas principais categorias, perante a plateia lotada do Complexo Desportivo de Vila Real de Santo António. Na categoria 2004, o Sevilha bateu o Valência por 1-0, num jogo onde as oportunidades de golo não foram muitas, mas o entusiasmo da plateia acompanhou os pequenos craques. Na classe 2005-2006, o duelo foi igualmente espanhol, tendo o Sevilha levado novamente a melhor ao rival Barcelona por 3-1. Já na categoria pré-escolas (2007-2008), o Sevilha bateu também o Benfica – o único clube português das finais de ouro - por 4-2, num jogo que se revelou disputado, perante uma plateia efusiva que manteve o ambiente

animado durante toda a partida. Nas finais da categoria 2009 (querubins) – a primeira ter lugar este sábado - mais uma vez o clube andaluz bateu o CD Verdeluz por uns expressivos 5-1. A supremacia do Sevilha apenas não se revelou na classe 2003, num jogo onde o Celta de Vigo ganhou ao Inter de Milão por 2-1. Em 2015, o Mundialito voltou a bater recordes, ao registar a participação de quatro mil crianças que disputaram perto de 750 de mais de 50 nacionalidades e cerca de 300 equipas de 200 clubes jogos.

Vilamoura venceu nos sub-14 no Campeonato Nacional de Clubes Jovens

O

Clube de Golfe de Vilamoura, no escalão de sub-14 e o Oporto Golf Club (OGC), no de sub-18, venceram a 17ª edição do Campeonato Nacional de Clubes Jovens, que a Federação

Portuguesa de Golfe organizou no campo n.º2 de Ribagolfe, em Benavente. Em sub-14, o clube de Loulé conquistou o seu 6.º título na competição e quebrou um jejum que datava de 2008. Com 707 pancadas, 59 acima do Par, Vilamoura ganhou com os jogadores André Sancho, Francisco Matos Coelho, Gonçalo Teodoro e Lucas Lopes Azinheiro, deixando a 31 shots, no 2.º lugar, a equipa do OGC, que se tinha sagrado campeã um ano antes. O Club de Golf de Miramar terminou em 3.º, a 35 pancadas. 13

Em sub-18, o clube de Espinho impôs-se igualmente pela 6ª vez no torneio, recuperando o troféu que fora seu pela última vez em 2013. O OGC totalizou 673 pancadas, 25 acima do Par, alinhando com os jogadores João Girão, Pedro Almeida, Vasco Alves, João Maria Pontes e Afonso Girão. Miramar sagrou-se vice-campeão, a uma distância de apenas 15 shots. O clube de Gaia também assegurou a 3ª posição, a 24 pancadas, com a sua formação secundária. Os detentores do título, de Vilamoura, foram 4.º classificados, a 30 pancadas dos campeões.


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Lagos criou Conselho Municipal Sénior

O

Conselho Municipal Sénior (CMS) de Lagos foi criado, em 2014, para a promoção dos direitos dos idosos em interligação com os demais serviços do concelho a trabalhar nesta área. Pretende-se principalmente melhorar o trabalho que vem sendo feito com os seniores, dar visibilidade aos seus problemas, refletir sobre as soluções mais adequadas e identificar quais os recursos disponíveis, ou necessários disponibilizar, para uma melhor qualidade de vida. Neste âmbito, no primeiro encontro foi recordada a criação do Gabinete de Apoio à Pessoa Idosa, em 2011, e a criação de um novo Regulamento Municipal de Apoios Sociais, em 2014, que vieram sedimentar o trabalho técnico de cooperação e complementaridade interinstitucional com as instituições públicas e privadas de cariz social e humanitário. “Antes, trabalhava-se para os idosos, agora trabalha-se com os idosos”, explicaram os responsáveis

autárquicos, que demonstraram igualmente total disponibilidade para, “à luz da nossa experiência, conhecimentos e recursos, recentrar as políticas sociais na defesa dos direitos humanos e nos valores da solidariedade e da justiça social”. A Presidente da Câmara Municipal de Lagos, Maria Joaquina Matos, manifestou-se muito satisfeita por se ter conseguido concretizar uma ideia lançada já há algum tempo, permitindo assim alargar a auscultação e a participação dos jovens, que tem lugar no âmbito do Conselho Municipal da Juventude, a outras faixas etárias da população, designadamente a uma mais experiente e cada vez mais expressiva/representativa face ao envelhecimento gradual da população. A edil recordou ainda que Lagos é um concelho solidário, na atividade da Câmara e das instituições, mas que pode ainda ser melhorado. Na sua intervenção, Maria Fernanda Afonso, vereadora do

14

pelouro, referiu que com este órgão se pretende melhorar o trabalho que já se desenvolve, conhecer com maior profundidade os problemas que afetam esta faixa etária e incentivar o envolvimento dos próprios seniores na procura de soluções, respostas e medidas que apoiem este grupo da população. Alertou ainda para o facto do aumento da população sénior estar a ser acompanhado, nos últimos anos, por um aumento da pobreza e redução dos níveis de qualidade de vida, resultante da redução dos apoios e respostas nas áreas da saúde e da segurança social. Durante os trabalhos desta primeira reunião abordaram-se temas tão variados como: o Voluntariado; o projeto «Lembra-te de Mim», da Santa Casa da Misericórdia de Lagos, que foi premiado pela missão «Sorriso» e que está aberto não só aos doentes que sofrem de demência e de Alzheimer como a toda a população, em especial aos cuidadores desses doentes; o isolamento das pessoas idosas, não só nas zonas rurais, como também em contexto urbano; e os maus tratos e a violência doméstica que também afligem esta faixa etária da população. Ficou igualmente decidido que as seguintes reuniões aconteceriam de forma descentralizada, sendo que a 2ª ficou agendada para o mês de junho, em Barão de S. João.


Algarve Informativo Newsletter N.ยบ 2

by Daniel Pina

15


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Primavera fez germinar o

Fórum Municipal da Juventude em São Brás de Alportel

O

Isto porque o Município de São Brás de Alportel considera fundamental incrementar a participação ativa dos jovens sãobrasenses, no processo de construção de uma comunidade que se pretende mais Vítor Guerreiro e Marlene Guerreiro, o presidente e a inclusiva, mais solidária e mais feliz. vice-presidente da Câmara Municipal de S. Brás de Alportel Conforme refere a proposta de programas de apoio para projetos e iniciativas, contando com a criação desta nova estrutura presença da delegação do Algarve municipal, “para que a política autárquica na área da juventude do Instituto Português do Desporto e da Juventude. se revele eficaz, é naturalmente essencial conhecer quais os reais A criação desta nova estrutura anseios e aspirações dos jovens, surge num momento de as suas prioridades e os seus fragilidade económica, em que os interesses, o que jovens enfrentam sérias só é possível se dificuldades como a procura de ouvirmos emprego, sendo urgente escutáatentamente a los, apoiá-los e ajudá-los a sua voz”, encontrar soluções. Atenta a esta frisaram os realidade, tendo por base um responsáveis conhecimento profundo, que autárquicos. Este resulta de um trabalho novo espaço de desenvolvido no município, tendo participação dos por base relações de proximidade jovens nos e parceria com as diversas destinos da sua entidades e estruturas locais, a terra teve o Câmara Municipal de São Brás de arranque oficial Alportel entendeu ser necessário com a reunião que teve lugar no criar um novo espaço comum de Juventude, permitindo a Centro de Artes e Ofícios, numa diálogo e reflexão que aproxime a participação de associações de autarquia e a juventude do jovens, grupos informais e outros sala cheia de jovens, um jovens, ainda que não integrados momento muito especial durante concelho, fomentando definição e em quaisquer estruturas, mas que o qual foi aprovada a proposta de desenvolvimento de novas regulamento e o logótipo do políticas municipais de juventude. tenha interesse em participar na Fórum e onde foram divulgados construção da sua comunidade. Fórum Municipal da Juventude é um novo órgão consultivo da Câmara Municipal de São Brás de Alportel que dá voz aos jovens do concelho e apela à sua participação cívica, numa comunidade que se pretende cada vez mais participativa e inclusiva. A reunião preparatória do novo Fórum Municipal teve lugar no dia 23 de março, marcando o início de mais uma edição da «Primavera Jovem», um programa de iniciativas em que os jovens são os protagonistas principais. A proposta de criação do Fórum Municipal da Juventude foi aprovada pela reunião de câmara no dia 10 de março e consiste num projeto inovador face aos Conselhos Municipais da

16


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Silves participou no Festival Queijo, Pão e Vinho

D

ivulgar o concelho de Silves, as suas potencialidades turísticas e os seus produtos foi o objetivo da participação da Câmara Municipal de Silves no 21.º Festival Queijo, Pão e Vinho, em Palmela. O evento teve lugar entre os dias 27 e 29 de março, sendo organizado pela Associação Regional de Criadores de Ovinos Leiteiros da Serra da Arrábida (ARCOLSA), com o apoio da Câmara Municipal de Palmela. Durante os três dias do evento, os técnicos do Sector de Turismo da autarquia puderam transmitir aos visitantes diversa informação relativa ao concelho de Silves, nomeadamente sobre a XII Feira Medieval e sobre a exposição «No caminho do lince ibérico». Foram ainda dinamizadas várias provas de alguns dos produtos do concelho, de entre os quais se destaca o Folar de S. Marcos da Serra (associado à promoção da edição de 2015 da Feira do Folar) e os Vinhos de Silves, que mereceram nota positiva dos apreciadores e despertaram a curiosidade relativamente aos produtores do concelho. O Município de Silves dividiu um espaço de atendimento com o Município de Palmela, à entrada do pavilhão principal do evento, facto que despertou a atenção dos cerca de 17 mil visitantes do evento. Recorde-se que, recentemente, os Municípios de Silves e Palmela assinaram um protocolo de cooperação no âmbito do desenvolvimento turístico, que se materializa em atividades como esta, onde ambas as autarquias estão presentes.

17


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Albufeirense vence Campeonato Nacional de Skate

M

arco Ribeiro, atleta do Albufeira Surf Clube, conquistou o título de Campeão Nacional de Skate do DC Challenge by Fuel na categoria de Iniciados, que decorreu no Parque das Gerações, São João do Estoril, nos dias 21 e 22 de março. O jovem, natural da freguesia da Guia, foi recebido pelo presidente da Câmara Municipal de Albufeira, Carlos Silva e Sousa, que elogiou o novo campeão. “A aposta que fizemos em infraestruturas desportivas tem produzido resultados muito positivos ao longo dos últimos anos”, salientou o edil. Marco Ribeiro começou a praticar skate há três anos e os resultados chegaram rapidamente. Após dois segundos lugares nas etapas anteriores (Torres Vedras e Albufeira), o skater chega ao primeiro lugar do pódio, aos 17 anos de idade, e arrecadou o título nacional. Refira-se que o Parque Radical de Albufeira, inaugurado em dezembro de 2007, permite a prática de Skate, BMX Freestyle e Inline (Patins em Linha). Inserido na «Cidade Desportiva», este equipamento foi considerado pelos organismos competentes um dos maiores e melhores

parques radicais da Península Ibérica. Após a abertura do Parque Radical, registou-se um aumento considerável do número de praticantes no concelho destas modalidades. O Parque Radical contribui também para a promoção turística de Albufeira, já que os desportos radicais são atualmente praticados por milhares de desportistas em todo o Mundo.

Beatriz Gago é a nova Campeã de Portugal em OPTIMIST Naval da Horta, decorreu nos dias 24 a 28 de Março, e contou com a participação de 120 velejadores de Portugal Continental, Açores e Madeira na Classe Optimist. O Algarve teve uma das maiores frotas regionais no Faial, composta por 28 velejadores de cinco clubes. eatriz Gago, atleta do Clube Naval de Portimão, Beatriz Gago conquistou o título nacional juvenil depois sagrou-se Campeã de Portugal de Juvenis da Medalha de Bronze Juvenil, obtida em 2014 no Femininos. A jovem velejadora liderou a IX Campeonato de Portugal de Juvenis, realizado em classificação feminina desde o primeiro dia e terminou na Portimão, e dos dois títulos nacionais Infantis alcançados 12ª posição da classificação geral final do campeonato em 2013 e 2012. O Clube Naval de Portimão esteve EDP – X Campeonato de Portugal de Juvenis, na Cidade da presente nos Açores com quatro velejadores: Beatriz Gago Horta, Ilha Faial, Açores. (Campeã Feminino), Frederico Baptista (42.º classificado), A competição, organizada pela Federação Portuguesa de Daniel Cristiano (62.º) e Beatriz Cintra (81.º), sob a Vela, Associação Regional de Vela dos Açores e o Clube orientação do treinador - Frederico Rato.

B

18


Algarve Informativo Newsletter N.ยบ 2

by Daniel Pina

19


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Luís Gomes contra nova classificação dos Territórios de Baixa Densidade

O

presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Luís Gomes, considera que a alteração dos critérios de classificação dos «Municípios de Baixa Densidade» representa um severo ataque ao Algarve e lamenta que a maioria dos seus concelhos e territórios mais fragilizados fique impedida de aceder a mecanismos de financiamento nos próximos anos. Da mesma forma, o autarca considera “estranho” que, no caso do Baixo Guadiana, todo o território fique abrangido por este mecanismo, à exceção de Vila Real de Santo António, concelho que representa uma continuidade natural desta zona e possui importantes desafios ao nível da requalificação da foz do Guadiana. Nesta sequência, Luís Gomes responsabiliza a Associação Nacional dos Municípios Portugueses pela criação critérios de classificação “severamente penalizadores” da coesão intermunicipal e já solicitou, com caráter de urgência, a inclusão deste problema na ordem de trabalhos da reunião de 13 de abril do Conselho Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL). “Esta proposta apresentada pela Associação Nacional dos Municípios Portugueses nada mais faz do contribuir para o aumento das assimetrias nacionais e regionais, deixando de fora muitos concelhos que encontrariam nesta classificação a possibilidade de obterem apoios comunitários específicos e assim revitalizarem as suas zonas rurais”, afirma o presidente da Câmara Municipal de VRSA. “Mais do um ataque às freguesias rurais, esta proposta cria um conjunto de critérios de descriminação negativa que deverão ser corrigidos no mais curto espaço de tempo”, conclui Luís Gomes

Monte Gordo recebeu maior festival de desporto do país

M

onte Gordo acolheu, de 1 a 4 de abril, o International Sports Meeting, um mega-evento que junta desporto, animação e experiências. Durante quatro dias, o magnífico cenário da baía de Monte Gordo foi palco de 40 modalidades desportivas, 12 torneios de praia, 33 horas de fitness, 52 workshops e mais de 30 horas de música. Ao todo, mais de quatro mil jovens de várias nacionalidades ficaram alojados no Parque de Campismo Municipal de Monte Gordo. A iniciativa, que se prolongou durante 72 horas, permitiu a realização de cerca de 100 experiências e promoveu o desporto como uma filosofia de vida, um modo de ser e de estar. Espetáculos de música ao vivo, atuações de djs, atividades náuticas e masterclasses, paintball, corrida de orientação, provas de btt, corridas de obstáculos, mergulho, canoagem, kitesurf, aquatlo, yoga ou rugby de praia foram algumas das muitas atividades ao dispor dos participantes, num evento organizado pela Oxigénio, com o apoio da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António. 20


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Algarvios estabelecem novos recordes nacionais na patinagem de velocidade

O

Campeonato Nacional de Estrada para Cadetes e Seniores e o 1.º Encontro Nacional de Benjamins, Escolares e Infantis, na modalidade de patinagem de velocidade, realizaram-se no patinódromo da Escola Internacional do Algarve, nos dias 28 e 29 de Março, com a presença de 215 patinadores de 21 clubes de todo o país. Entre eles encontravam-se 25 atletas do Clube Desportivo da Escola Internacional do Algarve - CDEIA (dos 6 aos 25 anos), que obtiveram excelentes resultados individuais e coletivos. Os cadetes femininos conseguiram defender o título nacional da equipa onde, este ano, se juntaram às antigas e novamente campeãs nacionais Carolina Ferreira, Laura Nagiller e Maia Batista, as atletas Carolina de Lagos e Beatriz Santos, obtendo os melhores resultados entre as 14 equipas participantes e conquistando, em conjunto, o maior número de pontos na soma de cinco provas. Carolina, Laura e Maia venceram também a prova de Estafeta Americana (3000mts) e estabeleceram um novo recorde nacional nesta distância (alcançado em 1998), com o tempo de 4´457´´229 minutos. Nas provas individuais, Carolina Ferreira tornou-se campeã nacional em três provas (200mts contrarrelógio, 500mts sprint e 5km Pontos) e vice-campeã nos 10km-Eliminar, tendo alcançado igualmente um novo recorde nacional nos 200m, com o tempo de 20´´489 segundos. Laura Nagiller sagrou-se campeã nos 10kmEliminar e obteve a medalha de bronze nos 5km-Pontos. Maia Batista tornou-se vice-campeã na prova de 500mts e 10km-Eliminar e subiu ao pódio nos 200mts contrarrelógio, conquistando o 3.º lugar.

21


Algarve Informativo Newsletter N.º 2

by Daniel Pina

Algarve Nature Week apresenta atividades ao ar livre

A

Região de Turismo do Algarve (RTA) organiza este ano, pela primeira vez, a Algarve Nature Week, um evento de animação e promoção turística totalmente dedicado ao turismo de natureza, que decorre entre 11 e 19 de abril. Nesse período, os turistas e os residentes algarvios poderão descobrir a natureza do Algarve através de experiências únicas a um preço convidativo. No total, são mais de 90 propostas de atividades de natureza e ofertas em oito unidades de alojamento: uma caminhada por Monchique, com paragem numa melaria e numa adega para degustação de mel e do famoso medronho, e um passeio de caiaque pela Ria Formosa são apenas dois exemplos da oferta disponível. A Algarve Nature Week pretende dar a conhecer a beleza natural do território algarvio e proporcionar uma experiência global de atividades ao ar livre nas áreas classificadas da região. Caminhadas, mergulho, observação de aves, passeios de bicicleta, passeios de barco, canoagem, remo, passeios a cavalo e burro, surf, bodyboard, kitesurf e observação de cetáceos são algumas das experiências propostas pela Algarve Nature Week. Entre 17 e 19 de abril, das 10h às 18h, esta iniciativa contempla ainda uma mostra no Parque Ribeirinho de Faro, com entrada gratuita, onde estarão representadas as empresas que operam no Algarve na área da natureza, produtores locais e entidades oficiais da região. No dia 17, quem passar pela mostra terá acesso de forma gratuita a pequenos passeios de barco, de bicicleta ou de burro

mirandês, por exemplo, motivando os visitantes a adquirirem estas ou outras experiências, mais completas, para gozar durante o fim de semana. Além da compra de atividades únicas a preços especiais, a mostra reserva muitas surpresas para o público e inclui um programa intenso de animação nos três dias. E para quem está fora do Algarve mas quer juntar-se a este evento inédito da RTA, a CP – Comboios de Portugal, uma das parceiras da iniciativa, oferece aos participantes da Algarve Nature Week um desconto de 30 por cento nos bilhetes de ida e volta para a 22

região, entre 10 e 20 de abril, uma campanha que se estende também aos residentes algarvios que se inscrevam em qualquer uma das atividades da Nature Week. Durante esta semana, o Algarve pretende dar a conhecer as suas potencialidades únicas para a prática de desportos náuticos, de natureza e de outras atividades ao ar livre. O Turismo de Natureza é um produto que só na Europa deverá gerar cerca de 20 milhões de viagens este ano, segundo o Plano de Marketing Estratégico para o Turismo do Algarve.


Algarve Informativo Newsletter N.ยบ 2

by Daniel Pina

23


Algarve Informativo Newsletter N.ยบ 2

by Daniel Pina

24