Page 1

Intervenção

urbana

+

O grafite ganha espaço na decoração de

interiores pelas mãos da artista Drika Chagas.

Entrevista

Zenaldo Coutinho - Saneamento, segurança e saúde, prioridades do prefeito para uma nova Belém.

Perfil

Dira Paes - o talento do Pará, exportado para o mundo.

Turismo

Veneza - o encanto da cidade dos corações apaixonados.

9 772179 9 772179949008 949008 14

ISSN 2179-9490

1144

distribuição em condomínios

Revista Alvo - Edição 14


Há mais de 30 anos aju Rapidã

Fo r ITAQUÁ

SETORES: FARMACÊUTICO / COSMÉTICOS / ALIMENTOS HIGIENE / QUÍMICOS / PERIGOSOS

2

Revista Alvo - Edição 14

FROTA 100% MODERNA

CARGA SEGURADA

MONITORAMENTO 24 HORAS VIA SATÉLITE

MELHOR PRAZO

CARGA FRACIONADA

CARGAS FECHADAS PARA TODO BRASIL


udando o Brasil crescer. Uma das frotas mais novas do estado.

o

rtaleza

alvo design

G ru p o It aq u á

Revista Alvo - Edição 14

3


CRESCER NEM SEMPRE É EVOLUIR, CRESCER É FICAR MAIOR

4

Revista Alvo - Edição 14


Evoluindo há 5 anos com você e para você. Trazendo informação com credibilidade e tudo de forma muito elegante e sofisticada. Revista Alvo - Edição 14 5 .


Revista Alvo - Edição 14

48

08 Editorial 10 Direitos e Deveres

Adolescentes em condomínio por Dr. José Nazareno.

12

Entrevista

14

Playground

Zenaldo Coutinho.

Para entreter: música, cinema, aplicativos e literatura.

16

Exclusivo

18

Saber Educar

O que há de melhor no mercado mundial.

Tecnologia Educacional por Elba Magave

20 Ditando o Chic

Atitudes à mesa - por Patrícia Bahia

22 Informe

Não+pêlo - Depilação sem dor.

28

12

54

34

52

66

24

Informe

48 Perfil

26

Lorotas

52 Lugares

Enchanté - Estética e Bem Estar.

Então é Natal. E o que você fez? por Antônio Carlos Lobato.

Revista Alvo - Edição 14

Caos Urbano.

28 Capa

54 Turismo

34

Estilo

58 Acelerar

40

Saúde e Estética

60 Mosaico de Lama

42

Religião

62 Eventos

44

Negócios

64 Eventos

Intervenção Urbana: a arte que vem das ruas.

Belém é moda, estilo e tecnologia.

Celulite: como tratar?

Cientologia.

Family Offices.

46 Lado B

por Apoena Augusto.

6

Dira Paes.

Veneza: a cidade dos corações apaixonados.

Exercício e Nutrição: existe receita? por Rômulo Martins.

As redes sociais e o perigo de seu uso democratizado - por Leonardo Sarmento

XXI Congresso Brasileiro de Magistrados.

Premiação do 13º Concurso do Calendário do SINDCON.

66 Receita

Filhote com purê de tucupi.


Revista Alvo - Edição 14

7


Alexandre Rocha Editor Responsável alexandre@revistaalvo.com

Editorial

O mundo é um grande condomínio É grande a seara de convivências em que pautamos e traduzimos a revista ALVO. E com este espírito de grandiosidade, conseguimos chegar aos cinco anos, com 14 edições, que refletem nossa personalidade e orgulho em concretizar o sonho de fazer uma publicação interessante aos olhares da comunidade condominial e do público em geral. Quero agradecer, de forma especial, ao SINDCON-PA representado pelo seu presidente Dr. Nazareno N. Lima, por ter abraçado o projeto inicial e oferecido todo o apoio para que desenvolvêssemos uma revista, sobretudo, informativa aos moradores dos condomínios. Agradeço também a todos os anunciantes que viram a possibilidade de atingir seu “público alvo” de uma maneira potencial e elegante e a todos os colaboradores que nos ajudaram a construir, durante esse tempo todo, um veículo independente, informativo e de bom gosto. Na capa desta edição trouxemos a artista do grafite Drika Chagas. O seu trabalho é reconhecido aqui e fora do estado, promovendo interações do grafite com objetos reais interferindo no ambiente com cores e muito estilo. Destacamos também a entrevista com o novo Prefeito de Belém Zenaldo Coutinho que apontou os desafios a serem enfrentados e quais as propostas para sua administração. Dira Paes é a nossa estrela na seção Perfil. Contamos um pouco da história de sucesso dessa paraense, que se destaca no teatro, televisão e cinema com brilhantismo e talento. Temos a estreia da Professora Elba Magave que vai nos aconselhar sobre como educar nossos filhos e a coluna sempre badalada de Patrícia Bahia que fala sobre o comportamento de pessoas mal-educadas nas festas. Pra finalizar, não poderíamos esquecer-nos de você, leitor, que nos acompanhou nessa trajetória e esperamos continuar sendo prestigiados por sua leitura. Muito obrigado e boa leitura!

Expediente Credenciada

Gráfica: Ellite Tiragem: 13.000 exemplares Editor Responsável Alexandre Rocha DRT/PA 2233. Produção: Gabrielle Rocha Editor de Conteúdo: Timóteo Lopes Repórteres: Denise Teixeira, Giullianne Dias, Guilherme Mendes, Liandro Brito e Thiago Viana. Atendimento Comercial: Rejane Alencar e Thays Teixeira. Fotógrafo: Aislan de Paula e Marcelo Sousa. Criação e Design: Marcelo Sousa.

8

Revista Alvo - Edição 14

Fale Conosco Para Anunciar: contato@revistaalvo.com Belém: (91) 3229-8300 / 8122-0670 Atendimento ao Leitor: cartas@revistaalvo.com Cartas: Av. Gov. Magalhães Barata, 651. Sl. 203 São Braz - Belém - Pará. CEP 66.063-240 Site: www.revistaalvo.com Twitter: @alvocomunica

A revista Alvo (ISSN 2179-9490) é uma publicação trimestral da Alvo Tecnologia Serviços de Publicidade Ltda EPP. Todos os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da revista. É proibida a reprodução de textos ou imagens sem prévia autorização do editor.


Revista Alvo - Edição 14

9


José Nazareno Nogueira Lima Advogado.

Direito e Deveres

nazareno@nogueiralima.com.br Pres. do SINDCON e Vice-Presidente da FESECOVI

adolescentes em condomínio

C

erto dia um síndico me pediu que escrevesse sobre os problemas que os adolescentes causam em condomínio. Respondi-lhe que esse assunto deveria ser escrito por um psicólogo, pois somente esse profissional poderia dar um amplo estudo e dar uma opinião mais abalizada sobre esse assunto. Dias depois, refleti sobre o pedido e achei que poderia fazer umas considerações para expor os problemas que temos conhecimento e muitos deles de difícil tratamento pelo síndico. Todos os artigos que escrevo, tento abordar uma situação que ocorre em condomínio e indico na legislação uma fundamentação jurídica para solução do problema, mas tratar com jovens é diferente, pois acabamos atingindo seus familiares e, muitas das vezes são casos de polícia, que certamente desagradaria seus pais. Vejamos um dos casos mais graves - a meu ver – que ocorre em condomínio são o consumo de drogas, sendo a mais comum, a maconha, que eles pensam que podem abusar, utilizando nas áreas comuns, nas sacadas ou dentro dos apartamentos. Isso é um caso de polícia, pois os consumistas podem ser presos em flagrantes, mas dificilmente, um síndico, chamaria a polícia, para evitar problemas entre as famílias. Tem aquele ditado que diz: “Mexa comigo, mas não mexa com meu filho”.

Jogar os mais variados objetos pelas janelas dos apartamentos, como ovos, sacos plásticos com água, frutas estragadas, baganas de cigarro, em fim, tudo que você possa imaginar e o inimaginável e os objetos impublicáveis, também fazem partes do repertório utilizado pelos jovens. As festas em apartamento, principalmente quando os pais estão de viagem. A utilização irregular das áreas comuns de forma diferente daquela que estão previstas no Regimento Interno. A saidinha pela noite após o recolhimento dos Pais para dormir, às vezes levando o carro, retornando antes do amanhecer. É sempre bom os Pais conversarem com os porteiros da noite, pois eles veem tudo, mas ficam com medo de contarem aos familiares, pois nunca sabem se tem autorização desses. Quaisquer que sejam as situações em relação aos problemas causados pelos adolescentes em condomínio, e prudente tratar com bastante sensibilidade, se colocando sempre, no lugar dos pais dos menores, que muitas das vezes não merecem passar por vexames pelo o que seus filhos “aprontam”. É sempre bom conversar com os familiares antes de chamar a polícia ou registrar ocorrência policial. Afinal expor o condomínio na mídia acaba desvalorizando a venda ou aluguel dos imóveis ali existentes.

É sempre bom conversar com os familiares antes de chamar a polícia ou registrar ocorrência policial.”

10

Revista Alvo - Edição 14


SÍNDICA® . Há 13 Anos, Administrando Condomínios com

comtatodigital.com.br

Profissionalismo, Competência, Transparência e Tecnologia.

Única Administradora certificada pelo SINDCON/SECOVI

Revista Alvo - Edição 14 tel: 3075-1457 / 8136-0060 email: sindica@sindica.com.br | www.sindica.com.br

11


entrevista

Zenaldo Coutinho Prefeito de Belém por Liandro Brito

Zenaldo diz como enfrentar a situação dramática da capital paraense.

A

Revista Alvo conversa, com exclusividade, com o prefeito eleito de Belém, um mês antes de assumir o mandato até 2016. Zenaldo Coutinho explica porque elegeu o saneamento, a saúde e a segurança da cidade como áreas prioritárias de seu governo. Eleito como prefeito de Belém com mais de 56% dos votos, Zenaldo Coutinho (PSDB) tem uma grande missão para cumprir logo em seu primeiro ano de mandato: finalizar obras deixadas pelo último prefeito e colocar em práticas suas promessas de campanha. Nascido em Belém, Zenaldo Rodrigues Coutinho Junior é casado e tem duas filhas. Graduado em Direito, chegou a ser eleito vereador com apenas 21 anos, sendo um dos mais jovens do país. Com 30 anos de vida pública, já foi duas vezes deputado estadual e chegou à presidência da Assembleia

Legislativa do Estado em 1995. Também ocupou o posto de líder do Governo na casa, no ano de 1997. Dois anos depois, Zenaldo chegou à Câmara Federal, em Brasília, para cumprir seu primeiro mandato como deputado federal. No congresso, ele chegou a vice-presidência da Comissão de Constituição e Justiça. À convite do governador Simão Jatene, Zenaldo assumiu a chefia da Casa Civil da Governadoria, no ano passado. Pouco tempo depois, passou a comandar a Secretaria Especial de Proteção e Desenvolvimento Social (Seepds), que abrange áreas como a de saúde, direitos humanos, trabalho e assistência social. Em uma de suas primeiras entrevistas como prefeito de Belém, eleito, mais ainda não empossado, Zenaldo fala para a Revista Alvo como será seu primeiro ano de mandato.

Alvo - Qual será a prioridade na sua gestão? Zenaldo Coutinho: A nossa prioridade são os 3 S’s: saúde, saneamento e segurança. Nós iremos realizar um choque de gestão em Belém. Essas áreas são, sem dúvidas, prioritárias pra melhorar a qualidade de vida da população.

Já idealiza grandes obras estruturais para a cidade, como o BRT ou o Portal da Amazônia? Sim, nós vamos concluir o BRT e o Portal da Amazônia, além de fazer o Pronto Socorro de Icoaraci, inicialmente.

Como está a transição do governo? Você está sentindo dificuldades em colher informações da gestão passada como recursos e projetos em andamento? Não podemos definir ainda, pois está em processo de reuniões e de solicitações de informações.

12

Revista Alvo - Edição 14

Qual a situação da saúde de Belém? O que deve ser feito? A situação é dramática. Por isso, vamos ampliar imediatamente o Programa Saúde da Família, colocar os Postos de Saúde para funcionar com médicos e remédios. Estas são as medidas emergenciais para melhorar a atenção básica;


Vamos investir em Mosqueiro, Outeiro e Cotijuba, potencializando o turismo das ilhas.” Zenaldo Coutinho

Muitos candidatos prometeram escola ou creche em tempo integral. Você conseguiria implantar este projeto? Como? Sim, nós vamos implantar de maneira gradual. A começar pelas creches e escolas novas.

Somosrepresentante representantenono Somos nortedodoPará ParádadaPSARI PSARI norte

Nas redes sociais, muitos criticaram que a sua administração seria feita para uma minoria elitista de Belém, o que o senhor diz sobre isso? Todas as manifestações e ataques que sofri nas redes sociais, durante o período de campanha, foram dos meus opositores. O que esperar deles? Como você avaliou estas eleições? A melhor possível, com resultado positivo pra nós, que conseguimos vencer de forma limpa. A parceria com o governador Simão Jatene foi fortemente trabalhada na sua campanha eleitoral. Quais projetos para Belém que você pretende contar com a parceira com o governador? Em todas as ações e políticas públicas estarei focado em um projeto de união para potencializar os resultados. Não há portanto, um projeto específico, mas uma determinação de governo. Belém não receberá nenhum jogo da Copa de 2014. Mas você tem em mente algum projeto turístico para Belém? Vale lembrar que nossa cidade não tem uma secretaria de turismo, apenas uma coordenadoria com poucos recursos. Sim, vamos fazer muitos eventos, como por exemplo, a Bienal das Artes e os jogos da Floresta e das Águas, buscando sempre destacar uma canalização amazônica. Vamos investir em Mosqueiro, Outeiro e Cotijuba, potencializando o turismo das ilhas. Obrigado pela entrevista. Esperamos que o senhor faça um bom governo! Tenham a certeza de que nosso compromisso é por uma Belém melhor.

Alémde: de: Além AgenciamentoMarítimo Marítimo - -Agenciamento DespachoAduaneiro Aduaneiro - -Despacho Legalizaçãoe eTransferência Transferência - -Legalização Propriedade dedePropriedade Cursodedearraias arraiasAmador Amador - -Curso Motonauta e eMotonauta AulasTeóricas Teóricase ePráticas Práticas - -Aulas MaterialApostilado Apostilado - -Material Provaaplicada aplicadapela pela - -Prova Capitaniados dosPortos Portos Capitania

PARaSHIP SHIP PARa www.paraship.com.br www.paraship.com.br Revista Alvo - Edição 14

13


playground

Para Assistir

Oz: Mágico e Poderoso

O último Desafio

Direção: Sam Raimi Distribuidora: Walt Disney Pictures

Oz (James Franco) é o dono de um circo mambembe, que tem uma ética um tanto quanto questionável. Transportado para um mundo mágico e desconhecido, ele precisa lidar com a batalha entre três bruxas locais: Theodora (Mila Kunis), Evanora (Rachel Weisz) e Glenda (Michelle Williams). Prelúdio de O Mágico de Oz (1939) e dirigido por Sam Raimi (trilogia Homem-Aranha).

Direção: Kim Jee-woon Distribuidora: Paris Filmes

O filme, que conta com Rodrigo Santoro no elenco, retrata um solitário xerife de fronteira (Schwarzenegger), ao lado de seus assistentes (Rodrigo Santoro e Zach Gilford), onde tem a missão de impedir que um chefão do narcotráfico (Eduardo Noriega), em fuga pelos EUA, chegue à fronteira mexicana em um super-carro, a 300 km/h.

Para Baixar

Angry Birds Space Rovio Entertainment Ltd (Android e IOS)

No

Direção: Pablo Larraín Distribuidora: Imovision

Quando o ditador militar Augusto Pinochet se vê pressionado pela comunidade internacional, convoca um plesbicito cidadão em torno de sua permanência no poder em 1988, os líderes da oposição persuadem um atrevido jovem publicitário, René Saavedra (Gael García) Bernal, para chefiar sua campanha. Com recursos limitados e sob constante fiscalização de guardas do opressor, Saavedra e sua equipe elaboraram um plano ousado para vencer a eleição e livrar seu país da opressão.

14

Revista Alvo - Edição 14

Angry Birds,um jogo ou uma droga? Somente o tempo ira dizer, pois se você joga-lo por mais de uma hora e não querer jogar mais, parabéns! Você pode dizer que é um jogo.O primeiro Angry Birds ja era viciante você simplesmente achava a ideia de utilizar a física a seu favor para matar porquinhos verdes era algo para toda a vida,agora com a inclusão da gravidade e gráficos aperfeiçoados você ira desistir de todos os seus ofícios e dedicar sua vida para Angry Birds Space.

EPOCH

Uppercut Games Pty Ltd (IOS)

Situado dentro de um universo pós-apocalíptico, onde apenas robôs conseguiram sobreviver, os jogadores assumem o controle de um robô em busca de uma princesa raptada. O jogo é visualmente incrível e com controles touch screen totalmente intuitivos.


Para Escutar

Djavan Rua dos amores Luanda Records / Universal Music Primeiro disco de inéditas desde Matizes (2007) apresenta 13 canções típicas do cantor e compositor alagoano Djavan, 63 anos. Ele é autor de todas as músicas, gravou, arranjou e produziu esse trabalho com a maestria de sempre. A maior parte das músicas foram ao lado da banda capitaneada por Torcuato Mariano (guitarra), Paulo Calasans (teclados) e Carlos Bala (bateria).

Caetano Veloso Abraçaço Universal Music Depois de Cê (2006), o álbum de maior inovação estética e vibração da trilogia, e Zii e Zie (2009), o cantor e compositor Caetano Veloso, 70 anos, lança o terceiro trabalho com a BandaCê e fecha um ciclo com os jovens músicos cariocas. Na companhia de Ricardo Dias Gomes (baixista e tecladista), Marcelo Callado (baterista) e Pedro Sá (guitarrista), que dividiu a produção da trilogia com Moreno Veloso (filho do cantor baiano), Caetano renovou a sua musicalidade de uma maneira que não ocorria desde o começo da década de 90.

Para Ler

Diálogos Impossíveis Luis Fernando Veríssimo Objetiva Como infere o título, o autor cria com humor diversos diálogos que poderiam ter acontecido entre personagens famosas da literatura e outras narrativas cotidianas. Brincando com o imaginário de referências dos leitores, o cavaleiro das trevas conversa com Drácula, Don Juan tenta seduzir a própria morte, e outras narrativas que aproximam sempre com riso o cotidiano das personagens, como o caso de uma dona de casa que conversa com seu ursinho ou um casal que se desentende na hora de dormir.

BATTLEFIELD 3, o russo Andy Mcnab Galera Record Em “Battelfield 3” o russo , os caminhos de Dima Mayaskovsky e do sargento americano Blackburn se cruzam na missão de salvar Nova York e Paris da perigosa ameaça de explosões nucleares. Baseado na franquia “Battlefield”, o romance recria a aventura e ação do game, ao mesmo tempo que mergulha na mente de personagens já conhecidos. E tece suas motivações, passsado, sonhos, segredos e lealdades.

Revista Alvo - Edição 14

15


exclusivo Ford Fusion A Ford lançou o novo Fusion, seu maior Sedan à venda no Brasil, simultaneamente nos Estados Unidos e no Brasil, e por isso apenas 400 unidades da versão topo de gama Titanium AWD (com tração integral) foram vendidas em nosso país em 2012. Exclusivíssimo! Preço: R$ 113.000.

212 VIP 212 VIP é mais uma versão magnífica da fragrância 212, de Carolina Herrera. Recebeu este nome, pois 212 é o código telefônico da cidade de Nova York. Inspirado no estilo agitado e glamoroso da cidade, este Eau de Parfum evidencia aqueles que são sempre o centro das atenções. Criada por Alberto Morillas, possui notas de rum, maracujá, almíscar, gardênia, baunilha e tonka bean.

Michael Kors A marca Michael Kors já percebeu a força do mercado de consumo brasileiro. Prova disso é que a primeira loja da rede chegou ao Brasil em novembro, no shopping VillageMall, no Rio de Janeiro.

Water Discus Hotel Dubai já é conhecida como uma cidade luxuosa ao extremo, mas agora ela também será conhecida como a dona do primeiro hotel subaquático do mundo. Com um custo calculado de 120 milhões de dólares, o Water Discus Hotel será construído parcialmente debaixo d’água em forma de discos. Um deles ficará a 10 metros de profundidade e conterá 21 quartos, saguão e bar. Os quartos, com paredes transparentes, receberão iluminação especial para ninguém se sentir um peixe abissal e quem desejar passear pela vizinhança poderá andar em submarinos em miniatura.

Christian Louboutin Os sapatos mais desejados de todos os tempos, os Louboutins, do designer Christian Louboutin, acabam de ganhar uma edição reciclavel! Christian reuniu o lixo do seu escritório e transformou-o num belo par de sapato. Lantejoulas descartadas, selos, papéis, fios e embalagens formaram um interessante peep-toe. E o melhor é que nenhum par é igual ao outro.

Ferretti Custom Line 100’ Inovações estéticas estão entre os destaques do Ferretti Custom Line 100’, que agora já é produzido no Brasil. Desenvolvido a partir da bem-sucedida colaboração entre as equipes do Studio Zuccon, AYT e Centro Stile Ferretti Group, a Ferretti Custom Line 100’ apresenta características inovadoras e mantém a filosofia da marca, que é construir as embarcações em sinergia entre as escolhas do proprietário e o time de arquitetos e designers do Grupo Ferretti. A partir de 10 milhões de Euros.

16

Revista Alvo - Edição 14


Go Further Go Further

Controles de áudio e Controles deautomático áudio e piloto piloto automático no volante no volante

Capacidade de carga Capacidade de carga de1.46t* até 1.46t* de até

6 air bags 6 air bags

Disponível nos Disponível motores:nos 3.2 Diesel e motores: 3.2 2.5 Diesel �exe 2.5 �ex

espaço traseiro MaiorMaior espaço traseiro

C.S.S.O

Com vaivai mais longe. Comele, ele,você você mais longe.

C.S.S.O

Novo Novo

GoFurther Further Go

Painel com Painel com comando de voz comando de voz direto do volante. direto do volante.

Segurança: 6 air bags (laterais, frontais Segurança: 6 air bags e(laterais, cortina) frontais e cortina)

Porta-malas amplo ePorta-malas versátil capacidade amplo de 362 litros. e versátil capacidade de 362 litros.

Av. Pedro Álvares Cabral nº 1451 Fone: 3205-5300 - Belém Pará Av.(91) Pedro Álvares Cabral nº-1451 Fone: (91) 3205-5300 - Belém - Pará

O novo EcoSport traz linhas contemporâneas que transmitem con�ança, combinando re�namento detraz aventura de um conjunto e inteligente. reúne O novoe espírito EcoSport linhasdentro contemporâneas que moderno transmitem con�ança,Ele combinando os re�namento elementos principais utilitário esportivo, como postura robusta, direção e espíritoque dede�nem aventuraum dentro de um conjunto moderno e inteligente. Ele reúne emosposição de comando e estepe montado na tampa traseira dopostura porta-malas, elementos principais que de�nem um utilitário esportivo, como robusta,com direção abertura lateral.de comando e estepe montado na tampa traseira do porta-malas, com em posição abertura lateral.

10 anos ao seu lado. 10 anos ao seu lado. EMPRESAS

Trav. Lomas Valentinas nº 1868 Fone: (91) - Belémnº- Pará Trav.4009-6666 Lomas Valentinas 1868 Fone: (91) 4009-6666 - Belém - Pará

EMPRESAS

Revista Alvo - Edição 14

17


Elba Magave

Professora elbamagave@celogos.com.br

Saber Educar

tecnologia educacional

U

ma parábola moderna, atribuída ao cientista estadunidense Nicholas Negroponte, propõe uma instigante história. Imagine que um médico do século XVIII se materializasse dentro de uma sala de cirurgia em pleno século XXI. Se naquele momento lhe fosse dada a oportunidade de conduzir a cirurgia, nada lhe restaria senão recolher-se a um canto. Sem roupas esterilizadas, pasmo diante das máquinas de suporte à vida, ele sequer saberia por onde começar. Por outro lado, imagine o mesmo com um professor. Materializando-se dentro da sala de aula, como iria encontrá-la? Carteiras ordenadas, um aluno após o outro, todos voltados para ele, o mestre. Uma lousa, agora verde, o giz, apagador e sua indefectível mesa completariam os ``equipamentos’’. Sentir-se-ia bem à vontade para exercer seu ofício trezentos anos depois. Esta história fantasiosa não objetiva diminuir a figura do professor, mas ilustra bem como a sala de aula demorou a incorporar, não só as novas tecnologias, mas os novos saberes a elas associados. Os computadores, inventados e usados pelos militares, logo encontraram lugar nas empresas e nos governos. Com o advento do ``computador pessoal’’, chegaram às casas. Hoje, interligados pela rede mundial, estão em todos os lugares, inclusive no bolso, na forma de potentes celulares. E na escola? A sua chegada foi demorada e recebida com desconfiança: mais uma moda? E de fato era assim. Escola sem ``laboratório de informática’’? Atrasada! Na corrida para preencher esta lacuna choveram microcomputadores, e agora, os tabletes. Logo descobriram o óbvio: ensino não se faz somente de meios. É mister que se crie uma simbiose entre o conteúdo e a máquina em prol da jornada do conhecimento. Sem isso, teremos a confirmação de

uma triste realidade: o quadro e giz foram substituídos pelos retroprojetores e transparências, que por sua vez foram substituído pelos ``powerpoints’’ coloridos e ``datashows’’, mas pouco acrescentaram, por serem meras reproduções estáticas das figuras e textos dos livros. Uma falsa modernidade. O computador permite mais! Permite a interação, a interferência do aluno, que clica, que pausa e continua. Avança e volta, e muda. Control Cê, e copia. Cola. Uma verdadeira revolução! Só assim superaremos deficiências crônicas da aprendizagem. Veja o que ocorria com o ensino de biologia. Até há alguns anos atrás a única forma de se observar a divisão de uma célula seria através de potentes microscópios. Mesmo assim, inúmeras interações moleculares envolvidas neste processo, simplesmente passariam despercebidas. Se somarmos a esta dificuldade o fato de que raríssimas eram (e são) as escolas que possuíam laboratórios bem equipados, teremos como resultado que o ensino de ciências era um exercício de pura imaginação. Ribossomos, RNA mensageiro, Complexo de Golgi e Mitocôndrias povoavam um universo imaginário qual personagens do Sítio do Picapau Amarelo. Verdadeiros Sacis e Cucas. O conhecimento passava do quadro para o caderno, e do caderno para a mochila, sem chegar o ponto principal: o cérebro. Como é que aprendíamos (se é que aprendíamos) alguma coisa? Mas a tecnologia não é o Graal da educação. É antes ferramenta, e para isso requer artífices cada vez mais preparados e motivados. É o professor, apoiado em uma gestão escolar inovadora, que poderá tornar este mundo maravilhoso em realidade para nossos alunos. Vamos ao encontro do futuro, que já é presente, senão a Cuca te pega.

É mister que se crie uma simbiose entre o conteúdo e a máquina em prol da jornada do conhecimento.”

18

Revista Alvo - Edição 14


COMPARTILHAMOS EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

Compartilhar

alvo design

O Logos convida você para compartilhar educação de qualidade. Compartilhar é dividir responsabilidade com quem você confia. Compartilhar momentos de alegria, de emoção e de diversão tudo acompanhado de aprendizagem. Compartilhar descobertas, conhecimentos, autoconfiança e segurança. Compartilhar crescimento e desenvolvimento tudo com foco em resultados para toda a vida. Compartilhar tudo aquilo que de importante constrói um caminho de relevância para o mundo. Vamos marcar 2013 como o ano de parceria e de momentos inesquecíveis que ao serem compartilhados construirão uma educação consistente, ética e de formação responsável.

Revista Alvo - Edição 14

19


Patrícia Bahia Promoter de Eventos bahiapatricia@hotmail.com

Ditando o Chic

atitudes à mesa

F

ico impressionada com a falta de educação das pessoas em eventos, sejam eles casamentos, 15 anos, aniversários. Por mais farta que seja a mesa de doces desaparece em poucos segundos, especialmente quando se trata de aniversários de crianças. Me pergunto: O que as mães estão ensinando aos seus filhos? Onde já se viu o animador da festa ordenar ”Atacar” ou “Avançar” ? E todos avançam parece que os convidados estão famintos. E com essa novidade de distribuir saquinhos, aí que tudo some. Em casamentos testemunho convidados colocarem os doces nas embalagens das havainas e dos brindes. Me contaram que em um aniversário numa renomada casa de eventos de Belém, a mãe do aniversariante ordenou que todos os adultos e as babás devolvessem as guloseimas para mesa, pois a mesa foi montada pra criançada. Realmente é o que da vontade de fazer! Tive a oportunidade de presenciar um aniversário de criança nos EUA e vi o quanto nós Brasileiros somos mal educados. Lá os convidados se servem ao chegar na festa, na hora dos parabéns todos estão satisfeitos, a mesa fica intocável. Mas vamos falar de como organizar uma festinha infantil. A festa é sempre um jogo de imaginação de quem reúne os amigos. Dura muito mais do que a reunião. Começa nos preparativos e continua sempre que a gente se lembrar dela. Então vale a pena o trabalho. Dá pra fazer uma festa infantil com decoração vistosa, a mesa pode ser enfeitada com elementos que fazem parte de uma historinha ou um personagem, e a festinha deve girar em torno desse tema. O convite deve passar a idéia da temática da festa. Deve ser criativo e responder as seguintes perguntas:

Quem convida? Para o quê? Quando? A que horas? (Com duração) Ex: de 18h às 22h Onde? Traje? Entregue o convite com no mínimo uma semana antes, para que os amiguinhos possam se programar e comprar o presente com calma. É importante o convite impresso para que o responsável pela criança saiba as informações corretas da festa. Em festas na escola a mãe deve combinar tudo com antecedência com a professora. Nunca entregue o convite a um amiguinho, quando há outros por perto que não serão convidados. É indelicado, e no dia seguinte evitem fazer comentários da festa próximo aos que não foram a festa. O aniversariante educado respeita os preparativos e resiste as tentações de provar salgados e doces já arrumados na mesa. Este estará pronto meia hora antes do início, e estará aguardando no local de entrada da festa na hora marcada para começar a reunião. Não pode se enfeitar demais, pois deve se destacar dos outros, mas com moderação para não causar constrangimentos. Na entrada deve ter alguém etiquetando os presentes com o nome de quem deu, para que depois o aniversariante possa agradecer. Essa pessoa irá receber os convidados atrasados, visto que o aniversariante já estará curtindo sua festa. O aniversariante dá o exemplo de como todos devem se comportar durante a festa. Se faz bagunça, é claro que todos os outros farão a mesma coisa. Ao ver um dos convidados de lado, sozinho, leva-o para junto de outras crianças.

O aniversariante educado respeita os preparativos e resiste as tentações de provar salgados e doces já arrumados na mesa.”

20

Revista Alvo - Edição 14


Cuidamos da limpeza de sua casa ou escritório.

Rua Diogo Moia, 1114 (entre 14 de Marco e A. Cacela). (91) 3349-6072 / 8847-8284 / 8353-7773 guedes.esteticaautomotiva@gmail.com Revista Alvo - Edição 14

21


informe

depilação

sem dor

por Guilherme Mendes

A

22

fotodepilação com luz pulsada é conhecida por

um procedimento sem dor têm na fotodepilação,

ser uma técnica de depilação menos agressiva à

a escolha ideal. Qualquer pessoa pode realizar

pele. O tratamento é realizado com um tipo de luz

o tratamento. “Hoje, 40% dos nossos clientes são

menos intensa que a do laser. O procedimento

homens. Para realizar o tratamento é levado em

é indolor, econômico e mais eficaz no combate

consideração a cor da pele, a espessura e a cor do

ao crescimento dos pelos. Em alguns meses

pelo, sexo, idade e estado hormonal. O tempo das

(dependendo da pessoa) já é possível eliminar

sessões vai de acordo com a área em tratamento.

quase 80% dos tão “indesejáveis” pelos para a

O intervalo entre uma sessão e outra varia de

maioria das pessoas. “É uma técnica inovadora

acordo com o cliente, mas geralmente é realizado

criada na Espanha. O procedimento é simples:

num espaço de 30 dias. Os resultados podem

primeiro a pele é resfriada a menos de zero grau

ser percebidos já na primeira sessão”, garante o

e em seguida vem o calor. O processo é repetido

empresário Marcelo Paes, também proprietário de

várias vezes na área de tratamento. É esse choque

uma franquia da Não+Pêlo, em Belém.

térmico que faz com que o cliente não sinta dor.

A fotodepilação pode ser feita a partir dos 16 anos.

Além disso, o tratamento é certificado pela ANVISA

Nas mulheres, às áreas mais procuradas são axila,

(Agência Nacional de Vigilância a Saúde)”, explica

virilha, pernas e rosto. Já os homens, barba, pescoço,

a empresária Sheila Ruotowicz, proprietária de uma

peito e abdômen. “Hoje no mercado não existe

das franquias da Não+Pêlo em Belém.

procedimento definitivo para eliminar os pelos. Mas,

O tratamento pode se realizado em todas as partes

a fotodepilação é a técnica mais duradoura”, explica

do corpo, exceto nas sobrancelhas. Especialistas

Andréia Patrício também empresária e proprietária de

garantem que as pessoas que querem optar por

uma franquia da Não+Pêlo, em Belém.

Revista Alvo - Edição 14


Uma outra técnica que também já é bastante procurada no mercado da beleza e estética é o fotorrejuvenescimento.

“Linhas

de

expressões

faciais, pés de galinha e até o famoso bigode chinês podem ser eliminados também através da tecnologia da luz intensa pulsada. O método oferece uma solução segura e não invasiva. Além do rosto podem ser tratados pescoço, colo e mãos estimulando a formação de colágeno (proteína responsável pela elasticidade da pele) e fibras

A fotodepilação é a técnica mais duradoura.

elásticas, amenizando rugas, cicatrizes de acnes e outras marcas. O tratamento é geralmente realizado com sessões entre 3 ou 4 semanas. A luz pulsada é uma excelente técnica para retardar o envelhecimento da pele e acabar com a dor na hora da depilação”, finaliza Sidney Rodrigues, franquiado da marca em Belém. Saiba mais: www.naomaispelo.com.br twitter.com/naomaispelo_br

A Técnica inovadora criada na Espanha.

facebook.com/naomaispelobr

Baixe o leitor de QRCode para maiores informações.

Serviço: Não + Pêlo Belém

Linhas de expressões faciais podem ser eliminados através da tecnologia da luz intensa pulsada.

Tratamento: Fotodepilação - Indicação: aplicado para combater o crescimento de pelos. - Benefícios: ao final do tratamento, a manutenção pode ser feita de seis em seis meses ou anualmente - O número de sessões dependerá de diversos fatores: cor da pele, espessura do pele, dentre outros.

Unidade Nazaré Av. Generalíssimo Deodoro, 1575 (91) 3222-5908 Unidade Pedreira Av. Marquês de Herval, 1636 (91) 4141-8180 Unidade Reduto Rua Aristides Lobo, 1187, loja 02 (91) 3223-4172 Unidade Umarizal Rua Antônio Barreto, 1039 (91) 3246-8044

Revista Alvo - Edição 14

23


informe

por Guilherme Mendes foto: Aislan de Paula

Enchanté Estética e bem estar

O espaço localizado na Cidade Nova, traz o que há de mais moderno em procedimentos estéticos.

Q

ue se manifeste agora a mulher que não se

preocupa com a estética. E os números ajudam a

específicos do universo masculino.

provar isso. Uma pesquisa feita pelo Instituto Data

A Enchanté traz o que há de mais moderno em

Popular de São Paulo mostra que as despesas com

procedimentos estéticos faciais e corporais. Os

higiene e cuidados pessoais cresceram 399% em

equipamentos utilizados são de última geração,

oito anos. O Brasil já é o terceiro maior mercado

manuseados por profissionais especializados e

de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos do

qualificados.

mundo. Futilidade? Despesa? Ou quem sabe apenas vaidade?

24

preconceitos de lado e se entregando aos cuidados

Inaugurado em março de 2012, o espaço está preparado para receber clientes que se preocupam

Na opinião de Gleicy Pires, proprietária da Enchanté,

com a qualidade , além de ser um avançado centro

com o aumento da expectativa de vida e dos recursos

de estética possui ainda estúdio de Pilates, salão

tecnológicos, a procura por procedimentos estéticos

de beleza, designer de unhas e todos os métodos

só aumenta, pois as pessoas querem estar saudáveis

de depilação disponíveis no mercado. A Enchanté

e com uma boa aparência. “Foi-se o tempo em que

também tem atendimento VIP para os noivos no dia

se cuidar era um luxo. Hoje os tratamentos de beleza

de SPA pré- matrimonial.

tem a ver com saúde, auto-estima e aceitação social,

A infraestrutura é sem dúvida uma das melhores

e os valores são bem mais acessíveis que antes”,

e há sempre a preocupação de atender de maneira

afrma Gleicy. O mesmo fenômeno vem ocorrendo

personalizada todas as pessoas que procuram estar

também com os homens, eles estão deixando antigos

de bem com sua saúde e seu corpo.

Revista Alvo - Edição 14


Foi-se o tempo em que se cuidar era um luxo. Hoje os tratamentos de beleza tem a ver com saúde, auto-estima e aceitação social.” Gleicy Pires - Empresária

Alguns dos serviços oferecidos pela Enchanté:

Método Pilates.

tratamentos corporais Gordura localizada, estrias, flacidez e celulites. - carboxiterapia - lipocavitação - endermolipo - ultra som - micro-corrente - radiofrequência - plataforma vibratória - orientação nutricional - massagem lipomodeladora

Salão de beleza.

Estética avançada - tratamentos faciais - limpeza de pele - rejuvenescimento - revitalização a laser - peelings - laser p/ remoção de tatuagens Centro de terapia capilar Diagnóstico e cuidados com cabelo e couro cabeludo: - pintura, texturização - tratamento de queda a laser - produtos p/ gestantes e crianças - hidratação, selagem Centro de estética.

SPA.

centro de Depilação (masc. e fem.) - depilação a laser - depilação a cera, artística - depilação egípcia (linhas) Relaxamento - piscina - sauna - bronzeamento natural e à jato - banho de lua - massagens relaxantes

Serviço: Enchanté estética e bem estar. TV. WE 41b, 661 - Cj. Cid. Nova 8 - Ananindeua Fones: (91) 3224-6481 / 9112-7606 Revista Alvo - Edição 14

25


Antônio Carlos Lobato antoniocpls@gmail.com

Lorotas

Então é natal e o que você fez?

O

lá caros e escassos leitores desse espaço tão interessante quanto um livro de receita para diabéticos alérgicos ao glúten. Estamos de volta trazendo reflexões pertinentes acerca do tempo, da vida, dos amores e principalmente do por que estar lendo isso aqui. A sensação você já conhece: de repente tudo começa a piscar, bonecos vestidos com roupas de frio lhe dão agonia em meio ao clima de panela de pressão amazônico, um sentimento de superpoderes proveniente da proximidade do recebimento do 13º envolve a alma juntamente com a tristeza do céu cinza indicando a proximidade do período chuvoso e de um amigo secreto. Sim, meus caros, chegamos ao fim do ano, ao mês de dezembro, período de entrar em fila pra comprar tudo e tentar fazer as pazes com aquele parente fofoqueiro. O ano passou voando, não? Parece ter sido ontem o estourar de fogos e champanhe barata, de observar o melancólico show da virada ouvindo a trilha das escolas de samba no rádio, de jurar voltar a caber naquela calça jeans de olhar cínico, de conseguir um aumento ou um melhor emprego, de casar ou ter filhos, ou de não mais perder tempo lendo textos inúteis enquanto poderia estar aproveitando a vida. Ano de 2012 passou rápido e atropelou nossas lembranças. O cérebro ainda não dissociou o que aconteceu em 2011 e o ano seguinte já está no fim. A impressão é dos relógios e calendários estarem errados. É uma sensação angustiante que alguns nomearam de pós-modernidade. Tudo é muito instantâneo, nada é para a sempre. Existe uma necessidade de se ser novo, consumir o novo, viver o novo, uma espécie de filosofia pedófila que não nos deixa degustar a vida. Não sentimos o gosto do hoje, pois somos socialmente forçados a degustar um amanhã que nunca chega. Mas não podemos reclamar, não somos nós que torcemos mentalmente pelo fim do dia? Pelo fim de semana? E estamos agora conclamando o fim do ano?

Vendemos em troca de salários o nosso bem mais precioso – o tempo – e depois utilizamos o dinheiro ganho justamente para esconder a falta desse bem. Porém do outro lado estão as contas, a família, os filhos, a pressão social de ser alguém, de deixar nossa marca no mundo. Dedicamo-nos a sermos lembrados pelo que fizemos, devotamos nossa vida a isso, mal percebemos por estarmos muito ocupados quando ela passou. Claro que não devemos chegar ao extremo de tatuar “Carpe Diem” pelo rego e sair por aí fazendo o que bem entendermos. A humanidade sobrevive graças aos heróis anônimos capazes de trocar sua juventude por uma realidade melhor para as gerações futuras, mas é importante sabermos nos equilibrarmos na corda bamba dos ponteiros. O objetivo do texto não é de ser um PowerPoint emocional com fotos de filhotes de cães, tampouco fazer alguém se sentir culpado pelo rumo dado à própria vida. A ideia é apenas tentar dar um embasamento para argumentação quando fomos abordados pela maneira mais comum de se puxar conversa no décimo segundo mês do ano: “poxa, como o ano passou rápido...”. No mais temos pela frente o mês cuja primeira parte é marcada pela fúria consumista do natal, seguida por uma meditação ébria vestida de branco no réveillon capaz de nos fazer entrar nos amigos secretos (depois de ter jurado nunca mais participarmos de um no ano anterior) e aproximarmo-nos daquele colega de trabalho meio esquisito. E acreditar é o primeiro passo para o início de um ano, não que uma calcinha vermelha vá trazer o amor da sua vida (a não ser que você a use sob uma bermuda branca molhada), mas nas atitudes. Talvez sabendo onde precisamos melhorar erremos menos e tenhamos uma trajetória diferente dos anos anteriores, marcados pelos mesmos erros como se fossem reprise. E quem sabe por serem tão semelhantes pareçam sempre os mesmos e por isso passem tão rápido.

Vendemos em troca de salários o nosso bem mais precioso - o tempo.”

26

Revista Alvo - Edição 14


Revista Alvo - Edição 14

27


capa

intervenção urbana por Thiago Viana

a arte que vem das ruas

28

Revista Alvo - Edição 14


A arte urbana, como o grafite, agora interage com o design de interiores e a arquitetura, em um casamento perfeito entre o despojo e o requinte.

Revista Alvo - Edição 14

29


H

á bem pouco tempo não era difícil encontrar

quem subitamente olhasse com desconfiança (e até certo preconceito) quando se falava em grafite. Muitos, ainda hoje, confundem a arte com “pichação”. A técnica, em sua essência, remonta diversos períodos da própria história da humanidade, uma vez que a comunicação e a expressão visual através de gravuras se faz presente desde

os

tempos

mais

longínquos. Os arqueólogos, que dia após dia encontram inscrições

milenares

em

grutas e cavernas, não nos deixam mentir. O preconceito instantâneo porque

-

até

Uma comparação leviana nos dias de hoje, mas que tem um fundo ideológico coerente quando olhamos para os movimentos de contravenção dos guetos nova-iorquinos das décadas de 60 e 70. Mas de lá pra cá, muita coisa mudou. O grafite se libertou de grande parte das amarras deste tipo de preconceito, e conseguiu grande aceitação em

Revista Alvo - Edição 14

a projetos arquitetônicos e design de interiores, compondo

intervenções

visuais

que

levam

personalidade e vida a ambientes como salas, quartos e varandas. A artista visual paraense Drika Chagas é uma

Ney Messias Jr. - Jornalista

então - o grafite era confundido com a pichação.

30

urbana, ultrapassando estes espaços e aliando-se

O que me chamou a atenção no trabalho da Drika é a interação do grafite com objetos reais. Na sala da minha casa a mulher desenhada parece estar sentada em um dos meus móveis.”

mais simples, aqui se aplica justamente

diversos nichos, sendo apreciado agora como arte

referência neste assunto. Há cerca de dois anos ela começou a interagir o grafite com o design de interiores e, desde então, tem se aprimorado nesta área, já tendo participado de

diversas

exposições

locais e fora do estado, sempre focadas em peças que

hoje

figuram

em

residências e acervos de colecionadores. Segundo ela, levar o grafite para uma residência é um desafio. “Ainda que seja uma interferência naquele ambiente, ela deve ser feita de acordo com a personalidade daquele espaço. Por isso, sempre há uma conversa preliminar. Verificamos o espaço, cores, objetos e a partir daí decidimos o desenho”, comenta.


O jornalista e atual secretário de comunicação do Pará, Ney Messias Jr., foi um dos primeiros, em Belém, a ter uma obra de grafite em sua casa, assinada por Drika. “Sempre gostei muito da técnica, principalmente da obra do Banksy, grafiteiro londrino famoso. E o que me chamou a atenção no trabalho da Drika é a interação do grafite com objetos reais. Na sala da minha casa a mulher desenhada parece estar sentada em um dos meus móveis e isso encanta a mim e às pessoas que passam pela minha casa”, comenta Ney, que ainda destaca uma singularidade desta obra: “É uma arte na qual temos que apreciar com despojo. Temos que nos desapegar e ter a consciência do não ter. Se eu me mudar, não poderei levar a parede comigo”, lamenta.

Confesso que não tinha certeza se era uma boa ideia, até que vi o trabalho na Casa Cor do ano passado e entendi que o grafite hoje tem um potencial muito além do que a maioria das pessoas consegue absorver.” Brenno Leâo - Empresário Além das aplicações diretamente na parede, o grafite na coposição de ambientes pode se fazer presente utilizando-se madeira de demolição, caracterizando uma face sustentável à arte, e até mesmo em objetos antigos como portas - que tornam-se telas para a pintura - sofás decorativos etc. O advogado Pedro Bentes Pinheiro Filho é um colecionador de arte e encontrou no grafite uma agradável surpresa no cerne das obras bidimensionais. “Conheci a técnica através do trabalho da Drika em uma exposição no Museu Artes Brasil-Estados Unidos e fiquei maravilhado com a proposta. Uma obra de arte jamais deve ser desmerecida utilizada apenas para combinar com a cor da parede ou de um móvel. E o diferencial está justamente nisso, a obra não combina, ela interage e faz parte do ambiente”, explica o colecionador que adquiriu duas postas antigas grafitadas para o seu acervo.

Revista Alvo - Edição 14

31


Um dos trabalhos mais expressivos envolvendo o design de interiores e o grafite pode ser observado em um restaurante, em Belém. Os responsáveis pelo projeto de decoração interior (os arquitetos Ana Perla e José Junior) propuseram uma interação ousada. “Este foi um trabalho muito legal de fazer porque todos os desenhos tem uma referência à cultura europeia, mais precisamente a capital francesa, Paris”, observa Drika. Para o proprietário do restaurante, o empresário Brenno Leão, a proposta de usar o grafite na decoração do ambiente foi assustadora no primeiro momento. “Confesso que não tinha certeza se era uma boa ideia, até que vi o trabalho na Casa Cor do ano passado e entendi que o grafite hoje tem um potencial muito além do que a maioria das pessoas consegue absorver. Hoje os desenhos são um sucesso, as pessoas tiram fotos, comentam entre si e a decoração já foi assunto até em publicações especializadas. E, particularmente, o resultado ficou surpreendente”, finaliza. Gostou da ideia? Então, que tal começar o ano mudando um pouco o estilo da parede da sala, da cozinha, ou até mesmo do banheiro? Mãos a obra!

Pra conhecer um pouco mais do trabalho da artista visual Drika Chagas é só acessar:

www.drikachagas.com.br

32

Revista Alvo - Edição 14


Móveis planejados

com requinte e soosticação

especialmente pra você. Você totalmente satisfeito

Baixe o leitor de QRCode para maiores informações.

Rua Rodolfo Chermont n° 02 - Marambaia (91) 3081-1019

Belém33

Revista Alvo - Edição 14


estilo

belém Casa Cor Pará mostra as tendências entre “moda, estilo e tecnologia” no maior evento de arquitetura, design e paisagismo do Norte do país.

34

Revista Alvo - Edição 14


é moda, estilo e tecnologia por Giullianne Dias foto Aislan de Paula

Revista Alvo - Edição 14

35


Q

ue tal malhar e pegar um cineminha sem

Ville” e “A Menina de La Palma”. Nesse ambiente, “o

precisar sair do conforto do seu lar? Dançar em uma

fotógrafo pode trabalhar, fazer fotos de moda, viver

boate projetada no banheiro? Trabalhar na sala de

e se distrair ao mesmo tempo, tudo num mesmo

estar? E ainda consertar uma roupa, sem precisar

espaço“, ressalta o arquiteto.

sair de casa? A cada dia que passa a tecnologia invade o

Aconchego

Trabalhar

No projeto do ambiente, o arquiteto trabalhou

em casa, perto dos filhos ou mesmo para quem

poucas cores, optando pelas neutras, para destacar

não tem, mas prefere um ambiente silencioso e

apenas as fotos. O piso de madeira e a iluminação

menos formal de produção, é uma tendência da

suave compõem o espaço dando mais aconchego

contemporaneidade e um sonho para milhares de

aos visitantes. A iluminação suave também serve para

funcionários. Uma pesquisa realizada nos EUA, pela

destacar pontos de atração dos detalhes da decoração.

ambiente

doméstico

e

empresarial.

empresa de consultoria Work Simple, revelou que cerca de 26 milhões de americanos não precisam

Mulher de negócios leva trabalho para casa

sair de casa para trabalhar. E o Brasil não fica muito

O público feminino ligado ao ramo empresarial,

atrás dessa tendência, não. Por aqui, estima-se que

geralmente tem dever de casa, mas já não precisa

mais de 10 milhões de trabalhadores exerçam suas

mais fazer tanto esforço para cumprir todos os

funções a partir de casa, o chamado home-office.

compromissos e responsabilidades de uma mulher

Quem

sonha

com

ambientes

que

reúnam

de negócios.

conforto e funcionalidade, encontrou na Casa cor

O ambiente profissional e familiar agora se

Pará deste ano, espaços projetados para atender

chama Loft da jovem empresária, outro projeto

a

todos

os

tipos

gostos. Além de exibir projetos

arquitetônicos,

a edição paraense da Casa

Cor

reuniu

este

ano ideias inovadoras e estimulantes, por

mais

profissionais

pensadas de do

que

de

50

Na Europa, os lofts são chamados de estúdio, pelos artistas e profissionais liberais. Já aqui no Brasil, os lofts são os famosos kit nets, onde mora uma pessoa ou até um casal, no máximo.”

ramo.

Daniel Vinhas - Arquiteto

foi

destaque

na

segunda edição da Casa Cor

Pará.

O

espaço

também faz uma leitura atual

das

construções

nova yorkinas, onde as profissionais

liberais

podem viver e trabalhar, desfrutando

de

um

ambiente feminino e ao

Os projetos procuraram aliar beleza, criatividade, qualidade de vida e cor à

mesmo tempo sofisticado. O espaço foi projetado

tecnologia do mundo moderno.

pelas arquitetas Patrícia Póvoa, Láyza Meireles

Dentre as propostas arrojadas, traduzidas na

e Luciane Lucena. Elas tiveram a ideia de aliar

união do útil ao agradável, estão a dos lofts, espaços

tecnologia e delicadeza num espaço que atende às

utilizados como moradia e local de trabalho. A

necessidades do dia-a-dia da mulher moderna. Os

tendência surgiu primeiramente nos Estados Unidos,

eletrodomésticos, a iluminação e até os painéis de

na década de 60. “Na Europa, os lofts são chamados

marcenaria foram pensados de forma sustentável. “A

de estúdio, pelos artistas e profissionais liberais. Já

sustentabilidade se faz presente de várias maneiras:

aqui no Brasil, os lofts são os famosos kit nets, onde

desde a escolha de eletrodomésticos de baixo

mora uma pessoa ou até um casal, no máximo”,

consumo, aproveitamento de água da chuva para as

explica o arquiteto Daniel Vinhas.

descargas dos banheiros, painéis solares e separação

E foi nessa relação cômoda e prazerosa do

do lixo doméstico”, destaca Láyza Meireles.

trabalho em casa, aliando estímulo e qualidade de vida, que quatro arquitetos participantes da

36

Um sonho

Casa Cor Pará criaram espaços inspirados no

Um detalhe que não poderia faltar no quarto

loft. Daniel Vinhas, por exemplo, assina o espaço

da jovem empresária, claro, é a penteadeira que

fotográfico, onde ele busca homenagear não o

enlouquece o público feminino e o closet, com

fotógrafo em cena, e sim a própria fotografia. Vinhas

iluminação de led e com direito à lixeira automática.

explica que utilizou na decoração fotos famosas do

Outro toque feminino, indispensável para qualquer

século passado, uma de cada década, e muitas já

mulher fica por conta do painel gigantesco de

conhecidas do público como: o “Beijo do Hotel de

espelhos, multicolorido entre os tons roxo, lilás,

Revista Alvo - Edição 14


Não corre riscos ao sair de casa, nem precisar enfrentar o trânsito e ainda vai economizar no estacionamento.” Michel Fadul - Arquiteto

dourado e rosa, onde o clima aconchegante fica

consegue encontrar tempo para realizar exercícios

por conta novamente da iluminação pensada para

físicos e cuidar da saúde do corpo, o espaço Fitness

criar uma atmosfera que destacasse os móveis e

Room, assinado pelas arquitetas Heloísa Titan e

peças de design. Já as cores do quarto da jovem

Tatiana Athayde, oferece toda a estrutura de uma

empresária trazem toda a delicadeza com tons de

academia comercial, aberta ao público, porém

laranja, verde e lilás, sobre fundos neutros. Os baús

com recursos tecnológicos que fazem a diferença,

entram pra quebrar a rotina e fazem às vezes de

como equipamentos de ponta, comodidade e,

criado mudo.

principalmente, segurança. A arquiteta Tatiana Athayde, explica que esse tipo

Propostas modernas brincam com a tecnologia e garantem a segurança. Entretenimento, lazer e malhação, são atividades que podem ser realizadas com toda segurança e conforto dentro de casa. Todas essas concepções de vida com qualidade – poderiam ser encontradas nas mostras arquitetônicas da Casa Cor Pará 2012. Quer saber como? Então vamos contar os detalhes de outras três propostas apresentadas por arquitetos paraenses, que se encaixam perfeitamente no tema da mostra deste ano, onde moda, estilo e tecnologia são fundamentais para satisfazer o público mais exigente. Malhar com segurança Para quem trabalha e estuda muito e nunca

de espaço apresentado na Casa Cor Pará 2012 pode muito bem ser adaptado ao condomínio residencial ou, dependendo da necessidade do cliente, até à garagem de casa, facilitando o deslocamento dos moradores. “A ideia pode ser aplicada ao dia-a-dia das pessoas que necessitam desse tipo de espaço para malhar, podendo usufruir dos dispositivos e aplicativos que uma academia profissional oferece, com direito, inclusive, a equipamentos que fazem o controle das batidas cardíacas”, lembra a arquiteta. Tatiana menciona ainda que além de um ambiente estimulante, uma das maiores vantagens da academia particular é a economia de tempo e dinheiro e a segurança em fazer uma atividade física no espaço onde mora. “Não corre riscos ao sair de casa, nem precisar enfrentar o trânsito e ainda vai economizar no estacionamento”, diz a arquiteta. Tem coisa melhor que isso?

Revista Alvo - Edição 14

37


Dançando no banheiro Se você é daquelas pessoas que tem o hábito de cantar e até mesmo dançar no banheiro, já existe uma nova tendência sob a autoria do arquiteto Michel Fadul: que tal uma boate no chuveiro? É isso mesmo! O ambiente que o arquiteto sugeriu foi desenvolvido em conjunto com o seu escritório da Espanha. “É um banheiro masculino completamente diferente do tradicional, aplicando

sistemas de

automação, desenhos futuristas e uma iluminação extremamente moderna. Associamos a tecnologia a uma temática masculina, batemos tudo no liquidificador e saiu isso aí: uma boate dentro do banheiro”, brinca o arquiteto. Fadul diz que a ideia até pode parecer uma loucura para muita gente, mas, para outros, a proposta é interessante do ponto de vista tecnológico. “Conseguimos controlar a boate toda através de um toque no tablet”. Isso, quer dizer que “som, ar condicionado, televisão, tudo é ligado e desligado via computador”, conclui o arquiteto. Agora e pedida é um cineminha em casa Fim de semana, depois de 8 horas de trabalho, chegou o momento de relaxar na companhia de amigos ou quem sabe, do namorado ou da namorada. Que tal o escurinho do cinema, mas, na sala de estar? De acordo com as arquitetas Cristiane Chamié e Alessandra Viana, o Cinema em Casa foi elaborado para ser aconchegante e com uma boa distribuição dos espaços de acordo com as várias funções que pode oferecer em um mesmo ambiente. Para assistir a um bom filme, o espaço conta com tecnologia de ponta. Também serve para receber os amigos, tornando-se um living aconchegante, com direito a drinques e a um bom papo. A escolha dos revestimentos contribui para isso, sem falar que o projeto busca sempre a quantidade certa de luz para melhores resultados nesse sentido. “Com a automação podemos ter uma economia de consumo de energia” diz a arquiteta Cristiane Chamié, destacando esse recurso tecnológico como o ponto de partida para seu projeto.

38

Revista Alvo - Edição 14


Revista Alvo - Edição 14

39


Dra. Karina Oliveira Médica - CRM-PA 5918

Saúde e Estética

lavanite@ymail.com

Celulite: como tratar?

U

m problema para homens e mulheres. A

“celulite” não é considerada um problema estético e, sim, uma doença.O nome correto e

PEFE(

paniculopatia edemato fibro esclerotica) descrita como sendo depósitos irregulares de gordura, o que vai tornando a circulaçao debil, havendo retençao de liquido, gerando edema da area afetada, formando traves de fibrose formando saliências e depressões principalmente

nas

regiões

dos

glúteos, coxas, abdome e braços,ate tornar a area fria, edemaciada e com pequenos vazinhos.

sao multiplas. Alimentacao,sedentarismo,disturb ios hormonais,pouca ingesta de agua,alem dos fatores hereditários sao causas de celulite. Mulheres em geral são as mais atingidas, independente do peso,sendo que homens também apresentam, mas em uma frequência menor. elas

não

apareçam,

é

muito

importante começar evitando gorduras e frituras na alimentação e beber pelo menos 2 litros de água por dia, que ajuda a desfazer os nódulos de gordura que formam as ondulações e dão o aspecto casca de laranja. Também é importante fazer exercícios físicos com foco nos aeróbicos.

40

Revista Alvo - Edição 14

pele é comprimida. Pode aparecer até mesmo nas crianças, sendo mais comum nas adolescentes. Grau II: os furinhos já são percebidos levemente sem comprimir a pele.

Mulheres em geral, jovens e de meia idade, magras ou com excesso de peso são as mais atingidas.”

à estética. As causas que dão origem à celulite

que

Grau I: os furinhos só são percebidos quando a

Grau III: nódulos de gordura

É uma das queixas mais frequentes em relação

Para

A celulite pode ser dividida em:

são

bastante

têm

consistência

demonstrando

perceptíveis

e

endurecida,

que

houve

formação de fibrose. Pode haver dor local e resfriamento da area por falta de circulacao no local.

Grau IV: Os buracos sao fixos e bem evidentes, mesmo esticando a pele nao desaparecem. O tratamento vai desde a simples drenagem manual ate aparelhos de ultima geracao como acent,

carboxiterapia,

passando

por

subcisao,

intradermoterapia,laser entre outros. Atualmente existe muita novidade no tratamento para celulite e depende do grau em que esta para indicar o tratamento adeguado. Lembre-se que o tratamento da celulite depende de mudanças nos hábitos alimentares e de vida e que os procedimentos e tratamentos estéticos fazem parte dele.


Botox - Laser - Preenchimento Aumento dos Lábios - Tratamento de Celulite, Acne, Varizes, Flacidez, Gordura Localizada, Rugas, Manchas, Obesidade, Estrias Rejuvenescimento Facial Tratamento para as Mãos Limpeza de Pele - Carboxiterapia Plataforma Vibratória - Drenagem Linfática - Banho de Lua

Revista Alvo - Edição 14

41


religião

por Guilherme Mendes

cientologia Escrever a um centavo por palavra é ridículo. Se um homem quer realmente ganhar um milhão de dólares, o melhor caminho é iniciar sua própria religião.

A

cientologia é uma religião considerada recente,

foi criada em 1952 e que se auto-elege como

considerada como tal), que explora uma teoria não aceita nos meios científicos tradicionais.

síntese de religião e ciência por seu autor L. Ron

A

dada

por

Hubbard

foi

que

Hubbard que focalizava seu trabalho na ficção

a Dianética estava focada no corpo, mas a

científica. Os lideres afirmam que a cientologia teve

Cientologia estaria focada na “libertação” da alma

suas crenças e práticas criadas com influências de

(que ele chamou de “thetans“.

outras religiões como o hinduísmo e o budismo e até de ciências humanas como a psicologia.

O paciente, após “curar” seu corpo livrando-se da “mente reativa”, é envolvo em uma teia que o leva

A cientologia prega a imortalidade do ser humano, estimula as pessoas a eliminar seus traumas para

a acreditar que o próximo passo é libertar a alma, com a Cientologia.

obter a mente limpa e relata que a sobrevivência

As técnicas de cura da Dianética e da Cientologia

do homem depende dele mesmo, dos outros e da

seguem os ensinamentos de do seu autor L. Ron

interação cósmica. Em função de tais práticas, é

Hubbard, e são disseminadas

vista em alguns países como uma seita que aplica

de

lavagem cerebral em seus adeptos.

são o de libertar uma pessoa de suas cicatrizes

através da venda

dezenas de livros e cursos cujos objetivos

A principal prática da cientologia é a Dianética,

mentais e prepará-la para a etapa seguinte, que é a

metodologia que auxilia e alivia as sensações

Cientologia, onde a pessoa poderá também tornar-

e emoções indesejadas, medos e até doenças

se espiritualmente livre.

psicossomáticas. Tal prática é chamada de audição

A cientologia chegou ao Brasil em 1994 trazido

(que também são cobradas e onde qualquer

por Lucia Winther, que se tornou líder do culto e

pessoa, independentemente de sua formação

porta-voz do país monitorando tudo o que é falado

superior, desde que seja autorizado pela igreja,

por seus adeptos à mídia e supervisionando todo

analisa e cura o paciente de certos males) e tem

o trabalho feito pela editora que publica livros

o objetivo de clarear a mente restabelecendo o

relacionados à religião.

controle realístico e percebendo as informações armazenadas na mente. Vale

42

explicação

ressaltar

seguidores da Cientologia. Mas estimasse que uma

já são milhares em todo o mundo. E alguns bem

pseudociência (uma atividade que se autodeclara

famosos como por exemplo Tom Cruise, John

ciência, porém não preenche os requisitos para ser

Travolta e Kristie Alley.

Revista Alvo - Edição 14

que

Hoje não é possível precisar a quantidade de

a

Dianética

é


Revista Alvo - Edição 14

43


negócios

por Guilherme Mendes

family offices É você quem cuida das contas da sua família? Cuidado, pode estar perdendo dinheiro!.

C

onquistar um milhão de reais! Realização de

Nos Estados Unidos os Family Offices gerenciam

muitos que vivem no Brasil. Segundo um estudo

patrimônios estimados em 20 trilhões de dólares.

apresentado em Miami (EUA), na conferência Private

No Brasil o valor administrado por estas empresas

Banking Latin America 2011, surgem 19 milionários

gira em torno de 200 bilhões de reais. Os Family

a cada dia no país e a pesquisa mostrou que este

Offices tem como principal objetivo preservar

número deve aumentar ainda nos próximos três

as quatro riquezas familiares: o capital humano,

anos. da

A revista Forbes, gigante mídia

relata

que

norte-americana, existem

137

mil

milionários e trinta bilionários no Brasil. A maioria, cerca de 70%, concentrada na região sudeste. Claro que não é tão fácil assim, às vezes leva-se uma vida

inteira

para

conquistar

“O Primeiro Milhão”. E quando conseguir,

capital intelectual, capital financeiro

o

que

fazer

e o capital social.

Planejamento é uma palavra que sempre deve estar presente em nosso cotidiano.” Gustavo Ishak - Empresário

pra

manter esse patrimônio? Essa

44

No

capital

humano,

eles

se

destacam em cuidar dos membros da família, de como cada um pode contribuir

e

ao

mesmo

tempo

fazendo com que eles permaneçam fortes e unidos evitando os tão temidos conflitos entre herdeiros. No

capital

intelectual,

ou

a

preparação que toda a família deve ter para lidar com tanto dinheiro. Melhorar

talvez seja a tarefa mais difícil. Mas calma, desde

a comunicação entre os familiares principalmente

o fim do século XIX, surgiram os administradores

para tomar as decisões de comum acordo para o

de recursos financeiros dos afortunados e de seus

crescimento do capital. E o mais importante, preparar

herdeiros. São os chamados “Family Offices”.

os jovens herdeiros para receber o legado.

Revista Alvo - Edição 14


Capital financeiro, ou sendo mais claro: O dinheiro. É preciso saber orquestrar tudo para não ter prejuízo. Saber organizar os bens e propriedades. Principalmente identificando o perfil da família. Assim, todos serão orientados sobre as movimentações bancarias, reduzindo o risco de perda de dinheiro. E claro investir para alcançar novos e melhores resultados. E por fim o capital social, que nada mais é que aproximar os membros da família à sociedade. Onde vão aprender a lidar com os funcionários. Promover filantropia, que pode até se transformar em um instrumento alavancador. Assim mostrando a preocupação com todos dentro e fora do circulo familiar. Essas quatro riquezas que diferenciam das administrações

bancarias

que

geralmente

se

limitam apenas a cuidar das riquezas financeiras da família. Já o family Office se preocupa com a realização de cada membro da família. “O relacionamento do Family Office com os seus clientes é mais íntimo e cria um elo maior de confiança, pois a família sabe que conta com um serviço imparcial que está sempre em busca de tomar as melhores decisões em função da família e não em interesses pessoais ou profissionais”. Assim destaca o consultor financeiro e SócioDiretor da AIX Consultoria Empresarial & Familiar, recém fundada em Belém, Gustavo Ishak. Para os Family Offices, o sucesso do futuro financeiro herdado principalmente esta diretamente ligado ao “ser” e não apenas simplesmente no “ter”. O membro da família deve se sentir realizado. Caso contrario poderá torrar todo o dinheiro em busca desta realização. Nestes casos, quando não acompanhados por um profissional, em tentativas frustradas de sucesso não alcançados. “Planejamento é uma palavra que sempre deve estar presente em nosso cotidiano, pois uma ação

Limpezas de fossas, caixas sépticas, caixas d’água e cisternas. Desentupimento de esgotos, caixas de gordura, entre outros.

sem planejamento está factível ao erro. No escopo familiar, buscar conversar com os integrantes da família e unir os interesses de todos de maneira organizada, com conhecimento técnico e foco em novas oportunidades de investimentos, gerando um ambiente harmonioso, que resultará em ganhos pessoais e financeiros para a família”. Assim deixou claro Gustavo Ishak. Portanto, senhores milionários ou quem ainda esta em busca do sonho de ser um cuidado com as finanças ou deixe alguém capacitado e experiente cuidar delas pra vocês!!!

Revista Alvo - Edição 14

45


Apoena Augusto

Administrador de empresa apoena13@hotmail.com

Lado B

Sabendo usar...

Não vote em mim

Yes, I´m fucked.

Ulalah?

Seagal X Silva

#tenso

A reação negativa da população através das mídias sociais a respeito do projeto que altera o gabarito para os prédios na Cidade Velha (que culminaram, ao menos temporariamente, no seu respectivo arquivamento) mostrou que nem só de bichos fofinhos, frases feitas e fotos do desjejum são feitos Facebook, Twitter e afins. Para quem sabe usar, estes recursos são, sim, ótimas ferramentas de manifestação. Que o diga a aprendiz de ditadora Cristina Kirchner, presidenta argentina que encarou um baita panelaço recentemente.

Furacões, corte de US$ 109 bilhões no orçamento federal, encerramento do período de redução de impostos (medida criada ainda na era Bush) e dívida pública batendo no teto de US$ 16,2 trilhões. Se barba tivesse, o reeleito Presidente Barack Obama teria tudo para deixá-las de molho desde já.

O supercampeão de MMA, Anderson Silva, sob a batuta do hollywoodiano mestre de aikidô, Steven Seagal, será estrela de um filme de ação. Até aí, tudo bem. A dúvida fica por conta do que será feito com a nada intimidante voz do lutador que, se dependesse dela, não derrubaria ninguém.

46

Revista Alvo - Edição 14

Aproveitando o tema político, em 2014, nas próximas eleições, seria uma ótima votar nos candidatos menos barulhentos. Carreata, trio elétrico e as famigeradas “bandeiradas” - aquelas ações onde pessoas “supermotivadas” agitam bandeiras nas esquinas - já deveriam estar extintas há tempos. Com a palavra os moradores da Doca.

Dublê de Grace Jones, Cindy Lauper e Madonna, a cantora Lady Gaga engasgou na venda de ingressos para os shows da turnê brasileira de “The born this way ball”. Compre 1 e leve 2, ofertas em sites de compras coletivas, passeios pelas favelas cariocas... todo tipo de artifício foi usado para evitar que a xerográfica artista se transformasse no grande mico entre os megaeventos do ano mas, pelo jeito, nem Alejandro quis pagar pra ver.

De acordo com notícia publicada pela agência Routers, a OGX, empresa do grupo de Eike Batista, teve um prejuízo líquido de R$ 343,6 milhões no 3º trimestre de 2012. Talvez isso explique a expressão “tensa” do empresário na foto ao lado.


Revista Alvo - Edição 14

47


perfil

Dira

Paes

Sucesso paraense em rede nacional. por Liandro Brito

48

Revista Alvo - Edição 14


M

ãe, filha, irmã e uma atriz de sucesso. Na ficção, ela cativa o público com personagens engraçados e emocionantes. Na vida real, também faz diversos papéis para conciliar a vida de artista com a de mãe. Nascida em Abaetetuba, no nordeste do Pará, Dira Paes tem seis irmãos e um filho de quatro anos. Sua carreira de atriz começou por acaso. Dira atuava em um grupo de teatro quando foi convidada para fazer o teste em um filme e foi aprovada. Ganhou o papel feminino principal do longa “A Floresta das Esmeraldas”, uma produção internacional gravada em Belém e em outros municípios do Pará. “Foi coincidência. Eu fazia teatro e fui convidada para fazer um teste e passei. Decidi então que ia tentar a carreira de atriz, mesmo querendo ser engenheira civil”, diz. Desde então o trabalho como atriz não parou. Hoje, ela já tem em seu currículo mais de 30 longametragens, mais de 5 peças teatrais, outras 5 novelas, 4 séries. Foi em “A Diarista”, da Tv Globo, que Dira ficou por três anos e meio atuando com a personagem Solineuza, uma empregada doméstica bobalhona e atrapalhada. Na tv, esse foi o inicio do sucesso em rede nacional. Outros personagens sucesso de público foram Norminha da novela Caminho das Índias e a D. Helena, no filme 2 Filhos de Francisco, que conta a história dos cantores Zezé de Camargo e Luciano. “Cinema é onde eu mais me sinto em casa. Entendo todos os códigos rapidamente”, conta. Para a montagem do personagem, o trabalho é grande e delicado. “faço um trabalho de pesquisa, observação e escolha, sabendo que caminho seguir para formar o personagem. Chego a pesquisar em outros filmes e faço tudo sozinha, mas a produção de uma novela, por exemplo, oferece workshop para entendermos mais os personagens da trama”, conta. Com tanta dedicação, não é a toa que Dira Paes já recebeu mais de 20 premiações. No ar com a novela global Salve Jorge, Dira já ganha grande repercussão no papel de Lucimar, uma vovó jovem moradora do Morro do Alemão, no Rio de Janeiro. “Esta começando a esquentar”, diz sobre a popularidade da personagem. “O horário da novela é muito forte. As pessoas me chamam na rua de mãe da morena. Ela traduz muito o perfil da mulher brasileira: mãe muito jovem e depois avó muito jovem, e da família matriarcal que garante o sustento da família brasileira”, relata.

Morando no Rio de Janeiro há vários anos, dentro do eixo cultural nacional, Dira vê o cenário artístico em Belém e no Pará em momento de grande expansão. “É um cenário cíclico, em plena efervescência nas artes plásticas, cênicas e na música. O Pará sempre se destaca. Gosto muito da produção cultural que vem do Pará. É de primeira qualidade e não deixa a desejar. Agora, infelizmente, não tem o apoio devido. É um absurdo, o Pará nunca recebe apoio para fomentar mais nossos trabalhos culturais”, afirma. Durante sete anos, Dira esteve a frente do Festival de Belém de Cinema Brasileiro. Mas agora, com sua agenda lotada, passou a ser conselheira. “Percebi a necessidade de se fazer uma ponte com o que acontecia com a produção brasileira e com o pouco que era produzido no Pará. Percebi que ninguém assistia aos filmes nacionais devido a má distribuição. Os filmes mal chegavam em Belém. Rendemos muitos frutos depois do Festival, tanto que outros festivais surgiram”, diz. Não sendo apenas atriz, Dira Paes também participa de causas sociais e fez parte da campanha contra a construção da usina de Belo Monte. “Sou absolutamente contra a construção. Acho uma forma retrógrada e arcaica de se construir energia. Sou contra a construção de Belo Monte. Meu texto para a campanha é espontâneo. O Brasil é retrógrado em vários aspectos porque destrói para construir. Este é o exemplo claro de que o planeta está sendo degradado para a construção de energia, para colocar mais carros na rua e que se polua mais”, diz. Participou da fundação da ONG Movimento Humanos Direitos sendo diretora presidente e buscando a erradicação da exploração sexual infantil e trabalho escravo, em favor da demarcação das terras indígenas e das áreas quilombolas e em favor das ações sócio ambientais. “Principalmente da região norte e o que acontece no interior do Pará. Já são quase 10 anos de pequenas batalhas, mas sonhamos com grandes lutas” afirma. Sua paixão por Belém é clara na sua descrição pela cidade. “Cidade das mangueiras, terra cheirosa e com cheiro de chuva. Meu coração mora em Belém e tenho paixão pela cidade. Paixão de quem tem olhar de dentro pra fora e de fora pra dentro. A cidade velha é o ponto mais marcante em Belém. Acho linda demais”, descreve.

Cinema é onde eu mais me sinto em casa. Entendo todos os códigos rapidamente.”

Baixio das Bestas ( 2005)

Dois filhos de Francisco ( 2004)

Matinta ( 2009)

Revista Alvo - Edição 14

49


Filmografia da atriz

Cinema Curtas-Metragens

“RIBEIRINHOS DO ASFALTO” – Dir. Jorane Castro – 2010 “MATINTA” –Dir. Fernando Segtowick – 2009

Longas-Metragens

“OS AMIGOS” – Dir. Lina Chamie – 2012. “O SEGREDO DOS DIAMANTES” – Dir. Helvécio Ratton – 2012. “E AÍ...COMEU?” – Dir. Felipe Joffily – 2012. “FRONTEIRA” – Dir. Jorge Furtado – 2011. “A BEIRA DO CAMINHO” – Dir. Breno Silveira – 2010. “ESTAMOS JUNTOS” – Dir. Toni Venturi – 2009. “SUDOESTE” – Dir. Eduardo Nunes – 2009. “ESSE HOMEM VAI MORRER” – Dir. Emilio Gallo – 2008. “AMAZONIA CARUANA”– Dir. Tizuka Yamasaki – 2008 ( em finalização). “A FESTA DA MENINA MORTA” – Dir. Matheus Nachtergaele – 2007. “A GRANDE FAMÍLIA – O FILME” – Dir. Maurício Farias – 2006. “Ó PAÍ Ó” – Dir: Monique Gardenberg – 2006. ”BAIXIO DAS BESTAS” – Dir: Claudio Assis – 2005. “INCURÁVEIS” - Dir: Gustavo Acioli -2005. “MULHERES DO BRASIL” - Dir: Malu de Martino -2004. “MEU TIO MATOU UM CARA” - Dir: Jorge Furtado -2004. “DOIS FILHOS DE FRANCISCO” - Dir: Breno Silveira -2004. “NOITE DE SÃO JOÃO” - Dir: Sérgio Silva – 2003. “AMARELO MANGA” - Dir: Cláudio Assis – 2002. “LUA CAMBARÁ” – Dir: Rosemberg Cariry – 2002. “VIDA E OBRA DE RAMIRO RODRIGUES” - Dir:Alvarina Sousa Silva - 2002. “CELESTE & ESTRELA” – Dir: Betse de Paula – 2002. “MARIA MOURA” – Dir: Leilany Fernandes (em finalização). “O CASAMENTO DE LOUISE” – Dir: Betse de Paula – 2001. “CRONICAMENTE INVIÁVEL” – Dir: Sérgio Bianchi – 2000. “LENDAS AMAZONICAS” – Dir: Ronaldo Passarinho Filho e Moisés Magalhães – 1999. “CASTRO ALVES-RETRATO FALADO DO POETA” – Dir: Silvio Tendler – 1998. “ANAHY DE LAS MISIONES” – Dir: Sérgio Silva – 1997. “CORISCO E DADÁ” – Dir: Rosemberg Cariry – 1996. “OBRA DO DESTINO” – Dir: Alvarina Souza Silva – 1994 . “CORPO EM DELITO” – Dir: Nuno César de Abreu – 1990. “LAND” – Dir: David Wheatley (BBC London) – 1988. “AU BOUT DU ROULEAU” – Dir: Gilles Béhart (TV Francesa) – 1988. “ELE O BOTO” – Dir: Walter Lima Jr. – 1987. THE EMERAL FOREST” – Dir: John Boorman – 1985.

Prêmios no cinema 2011-“Ribeirinhos do Asfalto” Melhor Atriz- Festival de Cinema de Gramado 2010-“Matinta” Melhor Atriz – Festival de Cinema de Brasília 2009- Homenagem Festival de Cinema de Gramado 2009- Homenagem Festival de Recife- Cine PE 2008 – “Incuráveis Melhor Atriz – X Festival de Cinema Brasileiro de Paris. 2007 – “Mulheres do Brasil” Melhor Atriz- CINEPORT/Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa 2006 / 2007 – “Baixio da Bestas” Melhor Atriz Coadjuvante – XXXIX Festival de Brasília Melhor Atriz de Cinema – I Prêmio Revista Quem Acontece 2005 / 2006 - “DOIS FILHOS DE FRANCISCO” Melhor Atriz em cinema pelo público e crítica - Revista Set Melhor Atriz em cinema - Prêmio Qualidade Brasil Melhor atriz – CINEPORT/Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa 2003 - “AMARELO MANGA” Melhor Atriz no XIII CineCeará Melhor Atriz no VIII Festival de Santa Maria da Feira/Portugal Prêmio Especial do Júri no XXXVI Festival de Brasília 2003 - “NOITE DE SÃO JOÃO” Melhor Atriz Coadjuvante no XXXIII Festival de Gramado 2001— “O CASAMENTO DE LOUISE” Melhor Atriz no XI Festivai de Cuiabá Melhor Atriz no XV Festival de Natal 1997 – “ANAHY DE LAS MISIONES” Melhor Atriz Coadjuvante no XXX Festival de Brasília Melhor Atriz Coadjuvante pela APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) 1996 – “CORISCO E DADÁ” Melhor Atriz no XXIX Festival de Brasília Melhor Atriz no V Festival de Cuiabá Melhor Atriz no I Festival de Florianópolis 1987 – “ELE, O BOTO” Melhor Atriz Coadjuvante no I Festival de Natal

50

Revista Alvo - Edição 14

teatro 2010 /2011– “CADERNO DE MEMÓRIAS”, de Jean Claude Carrière, dir.: Moacyr Góes 2005- “AUTO DE NATAL DA ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO”, dir: Demétrio Nicolau 2002— “MEU DESTINO É PECAR”, de Nelson Rodrigues, dir: Gilberto Gawronski 2000— “O AVARENTO”, de Moliére, dir:Amir Haddad 1997— “O CAPATAZ DE SALEMA”, de Joaquim Cardozo, dir: Sérgio Mamberti 1992— “CAPITÃES DA AREIA”, de Jorge Amado, dir:Roberto Bomtempo

tv

2012 – “Salve Jorge”, dir: Marcos Schechtman. 2011- “Fina Estampa”, dir:Wolf Maya 2010- “Tititi”, dir: Jorge Fernando 2009 – “Caminho das Índias”, dir. Marcos Schechtman 2008 – “Casos e Acasos”, dir: Marcos Schechtman 2004/2007— “A DIARISTA”, dir: José Alvarenga 2005- “BRASIL FEITO À MÃO” – Apresentadora /canal GNT 2004— “UM SÓ CORAÇÃO”, dir: Carlos Manga 2000— “FORÇA DE UM DESEJO”, dir: Mauro Mendonça Filho 1999— “CHIQUINHA GONZAGA”, dir: Jaime Monjardim 1998— “DONA FLOR E SEUS DOIS MARIDOS”, dir: Mauro Mendonça Filho 1996— “IRMÃOS CORAGEM”, dir: Luis Fernando Carvalho 1990— “ARAPONGA”, dir: Cecil Thiré

Prêmios em tv 2010 – “Caminhos das Índias”, dir: Marcos Schechtman Melhor atriz coadjuvante com a personagem Norminha no 12º Prêmio Contigo! de TV. Melhor atriz coadjuvante com a personagem Norminha no Melhores do Ano, realizado no programa Faustão. 2009 – “Caminhos das Índias”, dir: Marcos Schechtman Melhor atriz coadjuvante com a personagem Norminha no Prêmio Arte Qualidade Brasil Melhor atriz coadjuvante com a personagem Norminha no Prêmio Extra de TV 2007 – “A DIARISTA”, dir.: José Alvarenga Melhor Humor na TV pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte)

produtora 2004/2010 – FESTIVAL DE BELÉM DO CINEMA BRASILEIRO 2004/2010 – Circuito FESTCINEBELEM – www.festcinebelem.com.b

apresentadora 2005- GNT/ ”Brasil Feito à Mão”, dir: Jorge Espiríto Santo

escritora

2008 – “Menina Flor e o Boto” – Editora Língua Geral.


Revista Alvo - Edição 14

51


lugares

caos urbano por Liandro Brito

Loja de antiguidades se transforma em bar-balada durante a noite de São Paulo.

L

oja de antiguidades se transforma em bar-

nos confundirmos”, conta Tibira, que jura lembrar

balada durante a noite de São Paulo. Localizado no número 584 da Rua Augusta, bairro

Consolação, em São Paulo, a loja de antiguidades Caos funciona durante a tarde. Depois disso, o local vira um bar-balada com

onde e de quem comprou quase tudo o que tem colecionado desde os seus 14 anos. “O boneco do Popeye, por exemplo, arrematei numa feira em San

inusitado do espaço é você

Atendo diariamente pelo menos vinte pessoas, quase sempre tipos marcantes.”

curtir a noite com os amigos

Juliana Braggion - Vendedora

trilha sonora composta de rock, soul e funk dos anos 70. O mais

tomando drink’s em meio a

tantos objetos antigos como brinquedos, discos de vinil, roupas, sapatos, aparelhos eletrônicos, móveis, bicicletas, até uma bomba de gasolina

Telmo, na Argentina. O painel de fliperama arrumei com um cara que conserta esse tipo de máquina lá na Zona Leste”, diz. Sua sócia, a Carrô, começou a

se

interessar

por

esse

universo há nove anos, ao fazer trabalhos de produção para filmes e peças de teatro. Hoje ele tem mais de 2 mil artigos em sua casa, que incluem intermináveis fileiras de

e uma lambreta que ficam espalhados pelas

carrinhos e uma jukebox de 1968. “Eu levava um

paredes, o chão e o teto do ambiente.

objeto para compor o cenário e acabava ficando

Com mais de 4 mil itens, o espaço reúne os pertences da diretora de arte Caroline Schamall, de 34 anos, a Carrô, e do empresário José Tibiriçá Martins, 48, o Tibira. Mesmo com essa grande quantidade de quinquilharias, a dupla sabe dizer a procedência de todas as peças. “Cada coisa

52

tem uma história específica, então é muito difícil

Revista Alvo - Edição 14

com mais uns dez para mim”, lembra. “Além disso, quando acabavam as gravações, sempre dava um jeito de ficar com alguns itens ou comprá-los”. Ela prefere peças mais femininas, como abajures de louça e bolsas antigas, que formam uma coleção de aproximadamente 1 mil itens.


Inaugurado em maio de 2011, o Caos virou programa do canal fechado History Channel e vai ao ar às terças a partir das 23h. São 20 episódios que contam as histórias do dia a dia dos sócios e dos frequentadores do Caos. “A produtora executiva da emissora, Krishna Mahon, recebeu uma foto nossa com uma pequena descrição do local. Ela conta que percebeu na gente um potencial para sermos uma série interessante e que seriamos personagens certos”, diz Tibira. O primeiro episódio da série mostrou a negociação de um boneco do Topo Gigio original superconservado e de uma máquina de projeção Super-8. Em outro, mostrou o drama de uma

colecionadora

que

sonhava

encontrar o LP “Build Up”, o primeiro gravado em carreira-solo por Rita Lee. Carrô entra em cena para ajudar a cliente e faz um périplo por lojas especializadas na cidade, até encontrar a preciosidade com China, cantor e apresentador da MTV. Durante a negociação, fecha um escambo, dando em troca um álbum autografado pelo Chico Buarque. No Caos, os clientes aparecem para comprar ou se desfazer dos mais variados tipos de objetos, sempre pechinchando

os

preços.

“Atendo

diariamente

pelo menos vinte pessoas, quase sempre tipos marcantes”, diz a vendedora Juliana Braggion, de 31 anos. No antiquário há dois meses, ela conta que mesmo sem ser especialista em nenhuma coleção específica, já sabe identificar os itens mais preciosos. “Se você pegar um brinquedo chinês hoje, ele não vale nada, mas os da década de 50, por exemplo, alcançam altas cotações”, afirma. Quando anoitece, os Dj’s e bandas locais, e até nacionais e internacionais, tomam conta do espaço, sempre com festas temáticas. As festas custam entre R$ 20 e R$ 40 você podendo consumir no bar o valor pago no ingresso. Os sons são dos mais variados, fugindo do tradicional eletrônico popular que toca nas boates e pelas rádios. O rock, soul e funk dos anos 70 dominam no Caos.

Serviço: CAOS

Para saber das festas que rolam quase todos os dias e dos principais produtos à venda no site:

www.caosaugusta.tumblr.com Rua Augusta, 584. São Paulo – SP. (11) 2365-1260

Revista Alvo - Edição 14

53


Turismo

Veneza a cidade dos corações apaixonados

por Denise Teixeira

por LXXXXXXXXX foto Aislan de Paula

F

oi a cidade de Verona que inspirou William Shakespeare a criar a mais famosa história de amor de todos os tempos, Romeu e Julieta, mas é Veneza que todos os dias inspira milhares de pessoas do mundo inteiro que escolhem a cidade para firmar compromissos, pedidos de casamento, comemorar bodas, realizar matrimônios, passar lua de mel ou simplesmente viver paixões arrebatadoras, romances passageiros, uma aventura proibida ou, quem sabe, até mesmo para encontrar o amor eterno. A Sereníssima, como Veneza é conhecida, é considerada um símbolo do romantismo desde o século X, quando se tornou um importante centro comercial. É uma das cidades mais importantes da Itália e uma das mais conhecidas em todo o mundo. Composta por 118 pequenas ilhas, banhadas por estreitos canais e dividida em seis distritos, Veneza está longe de ser comum, em todos os aspectos. Suas ruelas que formam verdadeiros labirintos, seus palácios construídos na era medieval, suas mais de 400 pontes, as charmosas praças, as festas como o Carnaval de Veneza e suas misteriosas máscaras, os monumentos, as galerias de arte, os museus e as famosas gôndolas fazem de Veneza um cenário único, perfeito para os casais apaixonados.

54

Revista Alvo - Edição 14


Que mulher não sonharia em ser pedida em casamento na ponte mais famosa do planeta, a Ponte dos Suspiros, e depois ir passear com seu amado em uma charmosa gôndola trocando juras de amor pelos estreitos canais de Veneza, em um clima de puro romantismo, parecido com aquele que só se encontra nos contos de fada? E que homem não sonharia em ouvir o sim de sua amada em um cenário como esse? Não duvide que isso seja possível! Lendo essa matéria você vai ter certeza de que é, sim.

que tem como característica principal suas misteriosas máscaras, e é também uma fonte de inspiração para despertar paixões, como afirma Luciana Linck Abati. São dez dias de festa, com bailes em salões e desfiles pelas ruas. As pessoas usam trajes que remontam ao século XVII, quando o evento começou a ser realizado na cidade. O branco, o prateado e o dourado são as cores características das máscaras, inspiradas nas máscaras que eram usadas pelos nobres da época. “O Carnaval de Veneza é um dos eventos que mais atraem turistas de todo o mundo. É realizado em um clima de luxo, mistério e beleza. Participei o ano passado e é um acontecimento único e imperdível”, ressalta Luciana. Casamentos Em Veneza, são realizados oficialmente cerca de 500 casamentos por ano, conforme afirma o pastor Bernd Prigge, responsável pela igreja luterana da cidade, a mais antiga comunidade luterana da Itália. Bernd, que é alemão e está em Veneza há dois anos, explica que o número de celebrações especiais, ou seja, as que são realizadas para comemorar bodas de prata ou abençoar relacionamentos, também é cada vez maior na cidade.

Conto de fadas Luciana Linck Abati e Marco Abati formam um desses casais que vivem uma história digna de conto de fadas. Luciana é brasileira, tradutora e ex-modelo, e Marco é italiano, engenheiro mecânico, natural da cidade de Modena. Os dois se conheceram no Rio Grande do Sul, estado de origem de Luciana. Meses depois, em 31 de janeiro de 2005, Marco pediu Luciana em casamento em um dos locais mais românticos do mundo – a Ponte dos Suspiros -, que também serviu de inspiração para o dramaturgo Dias Gomes escrever sua primeira novela para a TV brasileira, que foi exibida em 1969.

“Oficialmente, em Veneza são realizados cerca de 500 matrimônios por ano. Na nossa comunidade, fazemos casamentos dos membros de igrejas evangélicas ou da luterana. Fazemos, também, muitas cerimônias para comemorar bodas, além de bençãos para casais homossexuais. Mas para casar na luterana é preciso antes realizar o casamento civil, no Brasil, em Veneza ou em outro local, e os casais têm de provar que são casados e membros da igreja”, afirmou Bernd Prigge, acrescentando que as celebrações podem ser feitas nos idiomas português, italiano, alemão e inglês. Sobre os custos, Bernd Prigge diz que os gastos com a cerimônia, incluindo a igreja, o pastor, a organista e algumas flores para ornamentar o local, chegam a 600 euros, cerca de R$ 1.580,00. Quem desejar obter mais informações sobre cerimônias na luterana de Veneza pode acessar o site www.kirche-venedig.de ou enviar um e-mail para

venezia@chiesaluterana.it

“Foi na Ponte dos Suspiros, com todo o romantismo característico do homem italiano, que recebi um anel lindo com um pedido de casamento. Era um final de tarde muito frio e foi muito emocionante. Ao mesmo tempo, fiquei meio sem graça, porque todos os turistas que passavam nos aplaudiam muito. Ali, naquela ponte, palco de magia e romantismo, nascia nossa história de amor, que hoje tem como fruto um lindo italianinho de dois anos e seis meses, o nosso filho Enrico Abati”, afirma a gaúcha, acrescentando que está aguardando completar 10 anos de casamento para que ela e Marco possam reviver aquele momento na Ponte dos Suspiros, em grande estilo novamente. Para a ex-modelo, não há quem não se renda aos encantos, ao romantismo e a beleza de Veneza. “O passeio de gôndola pelos canais da cidade é algo único e fundamental para os casais apaixonados”, afirma. Um outro atrativo da cidade é o tradicional Carnaval de Veneza, Revista Alvo - Edição 14

55


Turismo Em grande estilo fácil e mais barato. A cerimônia pode ter apenas os Transformar em realidade o sonho de “pombinhos” custos do local que os noivos escolherem, as roupas, o de toda a parte do mundo pode sair bem mais caro buquê da noiva, além de um jantar especial, uma sessão do que custa a cerimônia na igreja luterana. O chef, de fotos, um passeio noturno de gôndola, que é mais professor de gastronomia e gerente de eventos romântico, e, é claro, o hotel para a lua de mel”, assinala Claudio Guimarães, brasileiro, que vive em Veneza há o gerente de eventos. dois anos, lembra que há empresas especializadas em organização de casamentos ou cerimônias em Conhecendo Veneza comemoração a bodas de todos os tipos, que podem Os turistas que vão à Veneza, apaixonados ou não, custar milhares de euros para os apaixonados. “Veneza têm muito o que fazer na cidade, que recebe mais está longe de ser considerada uma cidade econômica visitantes no período de maio a setembro, e entre os e casar na cidade pode custar muito caro se os noivos mais frequentes estão os brasileiros. Como a cidade é estiverem dispostos a gastar. As cara, o melhor mesmo é escolher os empresas oferecem desde um mini meses de março e abril e outubro casamento, com a presença de 10 e novembro, quando é possível pessoas, em média, até festanças encontrar promoções de voos e com a participação de centenas hotéis. de convidados, em verdadeiros Entre as atrações mais famosas palácios de contos de fadas”, diz o de Veneza estão a área onde fica especialista. A cerimônia pode ser a Praça de San Marco, que tem simbólica, como se diz no Brasil como principal atração o belíssimo “só no religioso”, ou pra valer. Na prédio da Basília de San Marco. Lá, Europa, é comum o casal em lua o visitante encontra ainda o Palácio de mel ou comemorando bodas Ducale e o farol campanário, além realizar uma cerimônia simbólica de bons restaurantes e lojas de Luciana Linck Abati - turista para selar a união. Mas quem quiser souvenirs, com destaque para os casar no papel em Veneza ou em cristais murano, produzidos nas outra cidade italiana, primeiro terá de preparar toda a ilhas venezianas de Murano e Burano, outros passeios documentação. Um dos documentos imprescindíveis imperdíveis que podem ser feitos em um dia, pegando é o “nulla osta”, declaração de que não há nenhum os barcos que saem de Veneza. impedimento para a realização do casamento. É Em Veneza há, ainda, grandes museus como o expedido pelo Consulado do Brasil na Itália. Além do Accademia, o Ca’Rezzonico e o Peggy Guggenheim. nulla osta, é necessário, ainda, apresentar certidões, Uma visita às pontes dos Suspiros e Rialto também não passaportes, preencher formulários e pagar taxas. Uma pode faltar, assim como um passeio de gôndola, é claro. declaração para fins de casamento de brasileiros que Os preços, dependendo da temporada, variam entre 60 residem na Itália custa 15 euros. Mais informações e 100 euros, para 50 minutos. Mas para circular pelos podem ser obtidas no Consulado Geral do Brasil em ruas estreitas de Veneza o melhor mesmo é andar a Milão: pé. Não há ônibus e nem carros na cidade. Há, ainda, milao.itamaraty.gov.br/pt-br/casamento_na_ os vaporettos, embarcações que fazem o transporte italia.xml. de turistas e moradores, e que é a melhor forma de se percorrer todo o Grande Canal. Os bilhetes para os “Se o casal preferir somente uma benção, fica mais vaporettos são vendidos em máquinas ou nos próprios barcos. Há tickets para 12, 24, 48 ou 72 horas. Os táxis aquáticos, luxuosos barcos de madeira que se tornaram uma atração à parte, embora caros, são mais uma alternativa que os visitantes têm para conhecer a região.

O Carnaval de Veneza é um dos eventos que mais atraem turistas de todo o mundo... Participeioanopassado e é um acontecimento único e imperdível.”

Hospedando-se na cidade Em Veneza, os preços dos hotéis não podem ser considerados barganhas, mas é possível, sim, encontrar boas promoções na baixa temporada. Há hotéis duas estrelas, por exemplo, que oferecem quartos duplos por cerca de R$ 140,00 a diária na baixa temporada, casos do Alla Salute, do Henry e do Adua. Há, ainda, o romântico Hotel Rialto, um quatro estrelas que serve café da manhã no terraço, com vista para o Grande Canal e a Ponte Rialto, onde se pode encontrar diárias promocionais em novembro por R$ 260,00 o casal, com café da manhã. Já uma diária em alguns cinco estrelas como o Luna, o Bauer, o Metrópole e o Hilton Molino Stucky Venice, pode sair por R$ 700,00, em média, o casal. Alguns hoteis colocam à disposição dos hóspedes embarcações de e para a estação de trem ou o aeroporto. Para os que irão se

56

Revista Alvo - Edição 14


hospedar em hotéis que não oferecem serviço de transporte, o melhor é ficar em Santa Croce e Cannareggio, os bairros mais próximos da estação de trem de Veneza. Comendo em Veneza Uma boa comida é o que não falta em Veneza. Desde um lanche até uma deliciosa pizza e uma verdadeira pasta italiana. Os preços em Veneza, no entanto, também não são baixos em se tratando de alimentação. Mas pesquisando, é possível comer bem sem precisar tirar muitos euros do bolso. Os peixes e os mariscos do Mar Adriático são boas pedidas na cidade símbolo do romantismo. Há, ainda, muitos cafés, a maioria na Praça de San Marco. O consumo mínimo normalmente é de 10 euros (R$ 26,00) como é o caso do Café Florian e do Quadri. Também é possível encontrar diversos lugares que vendem pizzas em porções, que podem sair de 1,50 a 2,50 euros cada uma. As pizzas inteiras custam entre 6 e 13 euros, dependendo do tamanho e dos ingredientes. Em se tratando de restaurantes, um risoto com frutos do mar é vendido, em média, por 15 euros e o escalope bolognese style sai por cerca de 17 euros. Não deixe de experimentar o antipasti veneziano, que é composto por azeitonas, anchovas marinadas, caranguejo e outros frutos do mar.

alvo design

Overdose de paixão Para aqueles muito, mas muito românticos mesmo, também fica a dica para visitar Verona, conhecida como “Cidades dos Namorados”, distante 100 km de Veneza. Foi lá, segundo obra de William Shakespeare, que viveram Romeu e Julieta, protagonistas da maior estória de amor de todos os tempos. E foi em Verona também que se passou parte de outra conhecida obra de Shakespeare: a Megera Domada. Portanto, os solteiros que estão com os corações prontinhos para viver uma grande paixão, fiquem atentos ao escolherem Verona ou Veneza para visitar nas próximas férias, porque essas cidades podem transformar vocês em personagens de uma grande história de amor.

Fotos: Denise Teixeira, Claudio Guimarães, Luciana Linck Abati, Igreja Luterana de Veneza, Cescassawin (FreeDigitalPhoto), e Nations Illustrated.

Revista Alvo - Edição 14

57


Rômulo Martins

Personal Trainer CREF 001769-G/PA

Acelerar

Exercício e Nutrição: existe receita?

R

evistas semanalmente lançam fórmulas para “torrar 5 quilos” em quatro semanas, ter o abdômen dos sonhos em duas semanas, com três “fantásticos” exercícios e orto “gurus” moleculares reinventam a nutrição com promessas para gregos e a troianos. No outro dia, pós-leitura da invenção da lâmpada, alunos, entusiastas de exercícios físicos e, principalmente, leigos que querem melhorar a forma física, nos abordam indagando sobre as novas fórmulas mágicas. Entretanto, sabemos que individualmente possuímos características biológicas distintas, e isso se aplica em diversas modalidades, mas neste artigo, falaremos basicamente de alguns aspectos da nutrição e do exercício físico. O princípio da individualidade biológica nos diz que cada indivíduo reage de forma diferente ao mesmo estímulo aplicado, gerando adaptações específicas. O homem é a união entre as características do genótipo (padrão genético recebido) com o fenótipo (elementos que são adicionados ao indivíduo após o nascimento), os quais criam o suporte da individualização humana. Na nutrição, cada indivíduo responde de maneira diferente a certos alimentos, programas de nutrição (dietas), suplementação nutricional, ou ainda, em aspectos ergogênicos farmacológicos (como no caso de esteróides anabolizantes sintéticos). Por exemplo, o corpo do seu amigo pode apresentar uma melhora significativamente maior, mesmo que vocês usem o mesmo cardápio alimentar, o mesmo

suplemento, o mesmo programa de treinamento e, ainda, o mesmo esteróide anabolizante ou qualquer outro medicamento. No aspecto do treinamento, a individualidade biológica é o primeiro princípio de treinamento a ser levado em consideração, ou pelo menos deveria, pois é através dele que a prescrição ocorrerá de forma segura. Sendo assim, é inadmissível qualquer tipo de padronização de exercícios para grupos de pessoas. Nosso corpo apresenta uma biologia que não pode ser tratada de forma simplista, onde “o que serve para um serve para todos”. As individualidades devem ser observadas rigorosamente na prescrição do treinamento de musculação e aeróbico. Algumas pessoas, pelas suas características individuais, por exemplo, necessitam ou não de atividades aeróbicos e de força, ou apenas uma e não a outra. Precisa-se acabar com a banalização que se tem criado com a Educação Física e a Nutrição, onde em qualquer revistinha ou artigo banal, se prescreve uma “receita de bolo”, ou os “gurus” que com seu poder da palavra influenciam leigos e até ensinam algo que não é da sua competência, como no caso de um médico que dá aulas de musculação, no estilo “personal trainer” para suas pacientes. Recomendação é diferente de prescrição, sendo assim, é importante que tenhamos o entendimento da necessidade dessas “doses” de nutrição e exercício físico, e os cuidados necessários para que eles sejam devidamente prescritos por profissionais capacitados e aptos para tal tarefa.

As individualidades devem ser observadas rigorosamente na prescrição do treinamento de musculação e aeróbico.”

58

Revista Alvo - Edição 14


Promoção válida de 15/11/2012 a 31/12/2012 ou enquanto durarem os estoques.

U m presente p a r a t o d a família!

Equipamentos de ginástica com preços promocionais neste Natal! E s t e i r a T C3 0 e de R$ 7.690,00 por 10x R$ 65 8 ,00

Fit4 Store /fit4_store /fit4store

Fit4 Store Belém Av. Conselheiro Furtado, 1240 - Batista Campos Belém / PA - (91) 3223-5942 | belem@fit4.com.br

www.fit4.com.br Revista Alvo - Edição 14

59


Leonardo Sarmento Professor lbsarmento@gmail.com

Mosaico de Lama

as redes sociais e o perigo de seu uso democratizado.

A

s redes sociais tornaram-se o maior captador das impressões humanas da contemporaneidade. Nestas, é possível perceber-se democratizado no mesmo locus de mídia, do mais completo idiotizado ao máximo discernimento individual humano. As redes sociais são uma espécie de Ágoras de Atenas clássica da modernidade, onde as ideias, da mais xumbrega a de intelectualidade mais aguçada se permite democratizar e lançar ao mundo. Tornouse, portanto, alvo acessível ao indivíduo que apenas pretende expressar suas ausências intelectuais ou suas lamúrias fugazes, até aqueles que pretendem plantar ideias individualmente pensadas ou coletivamente planificadas com o espeque de influenciar razões ainda recalcitrantes, ainda aptas a um processo de mutação ou de somente lançar a ideia para que um bando de ovelhas sigam o traçado do rebanho... Não seria demais qualifica-la como um ambiente inóspito para menores (em sentido lato), sem se pretender aqui ventilar qualquer espécie de censura, mas o perigo pode estar a um palmo de sua “nareba”. O monstro se revela quando este se depara diante de uma “poliana” ingenuidade ou mesmo de uma arrogância estúpida, ambas presas facilmente manipuláveis e faticamente servientes ao bel prazer de um manipulador. Não apequena-se a política, mas nela se encontra o ambiente, o terreno dos mais férteis para se manifestar. Nos tópicos onde sua discussão encontra fertilidade é exatamente onde o trabalho de ideias coletivamente planificadas são mais plantadas no objetivo de uma farta colheita futura. Ali são lançadas ideias em uma escala maciça que a mais esdrúxula proposição pode ganhar ares de verdade intangível aos menos atentos a realidade. E quem seria a presa a ser abatida? Exatamente a “poliana” em sua ingenuidade e o arrogante estúpido, este incapaz de perceber muito além de sua “nareba”, mas de uma autossuficiência opinativa que nem a base do chicote se move. Redes sociais; ô lugarzinho repleto do gênero “arrogante estúpido”... Convencido que o quadrado é redondo ninguém logra êxito na tentativa em aclararlhe seu autoengano. É neste ser de potencialidade intelectiva tendente a boçalidade, que a política da

picaretagem encontra seu campo de atuação, sua zona de conforto para a proliferação de suas manifestas inverdades. São exatamente os governos de genética mais corrupta, quando desnudados de suas reais intenções, que utilizam dessa mão de obra desqualificada para promover seus intentos. A internet abriu a possibilidade do uso da política com esses fins alcançar resultados antes jamais imaginados, da setorização à globalização. Uma ideia estapafúrdia lançada no auge do desespero se faz prontamente internalizada por essa mão de obra desqualificada, que em ação imediata democratiza-a como a verdade das verdades, a verdade absoluta que nas suas obtusas percepções, só os “Mal intencionados” não irão admitir. Esses estranhos seres, verdadeiros eunucos da intelectualidade, multiplicam o pio do pinto que não possuem como repetidores de uma só ideia pronta para afirmar que o quadrado é redondo e ponto. Lamentavelmente esta tática que se tem percebido em nosso país tupiniquim de desnutrição cultural majoritária. Hoje, vemos um partido político detentor da máquina governamental completamente desnudado e com as duas nádegas de fora voltadas para lua, moralmente esfacelado por suas apodrecidas práticas corrompedoras da dignidade humana tentando a partir das mais paquidérmicas criações cognitivas convencer a sociedade de estar sendo vitimado por um golpe. Um golpe patrocinado pela direito e levado a cabo pelo Supremo Tribunal Federal, na tentativa de desmoralizar o partido de governo. Inicialmente juravam pela inexistência, descoberto passaram a jurar desconhecer, conhecido juram não ter inventado, tão só copiado. É nessa seara argumentativa miserável, que os vertebrados intelectualmente mais próximos dos protozoários trabalham nas redes sociais, fundamentados por uma defesa tão desprezível, que verdadeiramente faz surgir aquele sentimento de vergonha alheia do qual a risada se faz inevitável como parte de um humor negro politicamente correto. Este que vos fala e “este espaço” defendemos a democracia em seu mais inteiro teor, muito além, inclusive, da praticada hoje. Paga-se o preço por isso. Sem mais...

Não seria demais qualifica-la como um ambiente inóspito para menores, o perigo pode estar a um palmo de sua “nareba”.”

60

Revista Alvo - Edição 14


• Manutenção e Recarga de Extintores. • Equipamentos Contra Incêndio. • Limpeza de Caixa D’água e Cisterna. • Controle de Pragas Urbanas.

(91) 3215-5100 Av. Leopoldo Teixeira, 111 - (BR 316 - Km 06).

emopsbel@emops.com.br

Revista Alvo - Edição 14

61


eventos

Foi realizado em Belém dos dias 21, 22 e 23 de Novembro, no Centro de convenÇões da Amazônia - HANGAR, o XXI Congresso Brasileiro de Magistrados. Compareceram ao evento: O Presidente da República, em exercício - Michel Temer, o Governador do Estado do Pará - Simão Jatene, o Presidente da OAB Nacional, o Presidente do STF-Supremo Tribunal Federal - o Exmo. Ayres Britto, além de outras autoridades. Fafá de Belém, J Quest e o Show “Triologia” foram as atrações do evento.

62

Revista Alvo - Edição 14


Não existe bem mais precioso que um belo sorriso. .Limpeza - prof ilaxia .Cirurgia .Clareamento .Implante .Extração .Ortodontia .Prótese .Restauração

Rejane Rodrigues

Revista Alvo - Edição 14

63


eventos

No dia 02 de dezembro, no Theatro Maria Silva Nunes - Estação das Docas, aconteceu a 13ª premiação do Concurso Calendário do SINDCON / SECOVI - PA. Participaram crianças do maternal ao 5º ano do ensino fundamental, de escolas publicas e particulares de Belém. Estiveram no local representantes das empresas patrocinadoras, apoiadores, imprensa, diretoras das escolas participantes e diretores do SINDCON / SECOVI - PA.

64

Revista Alvo - Edição 14


Revista Alvo - Edição 14

65


receita

foto: Aislan de Paula

filhote com purê de tucupi O chef Felipe gemaque traz a você a receita do delicioso Filhote com Purê de Tucupi.

Filhote

Ingredientes:

1 posta de filhote 200g ½ pão adormecido ralado ½ maço de jambú cozido Azeite Sal Pimenta a gosto

Modo de preparo

1 - Tempere o peixe com sal e azeite 2 - Em outro recipiente colocar o jambú, o pão ralado, azeite e sal – misturar até virar uma farofa umedecida. 3 - Coloque a farofa em cima do peixe ainda cru 4 - Levar ao forno pré-aquecido a 180° de 8 a 10 minutos

Purê

Ingredientes:

2 batatas médias ½ xícara de tucupi Cheiro verde Sal Pimenta 1 colher de sopa de manteiga

Modo de preparo:

1-Cozinhar as batatas sem casca em água quente com sal até ficar totalmente macias. 2-Escorrer 3-Amassá-las 4-Em outra frigideira, colocar o tucupi para ferver com sal e pimenta. Deixar que ferva por 3 a 4 minutos 5-Desligar o fogo 6-Colocar o cheiro verde, a batata amassada e 1 colher de manteiga.

66

Revista Alvo - Edição 14

Serviço: Restaurante Corleone Trav. Dom Romualdo de Seixas, n 447 Esquina com a Domingos Marreiros Fones: 3347-9124/8156-9945 www.restaurantecorleone.com.br


s a Pa r a e n

Em

re

se

p

Seu Barco na Onda da sua Imaginação.

De

IBRA

9

APOLIF

sde 19

8

Barcos - Lanchas em Alumínio e Fibra - Caiaques - Motores - Acessórios Náuticos. Piscinas - Caixas D'água - Cisternas - Tanques-rede

(91) 3724.1215 / 9982.1895 • w w w . a p o l i fi b r a . c o m . b r • BR 316, KM 22,5 - Benevides Revista Alvo - Edição 14

67


68

Revista Alvo - Edição 14

Revista ALVO 14#  

A revista dos condomínios de Belém. Edição Jan/2013