Page 1

a revista dos condomínios

kandinsky 9 772179 949008 21 R$ 14,90

9 772179 949008

ISSN 2179-9490 II

21

21

distribuição em condomínios

Abstracionismo e contemporaneidade do artista russo viajou o Brasil com grande acervo

financiamento coletivo

volta por cima

A união faz a força na hora de transformar uma ideia em realidade

Mulheres vítimas de escalpelamento buscam ajuda umas nas outras

turismo

+

Alta da moeda americana não afeta turismo. Planejar a viagem ajuda a evitar surpresas Revista Alvo - Edição 21


2

Revista Alvo - Edição 21


alvo design

Revista Alvo - Edição 21

3


A maior

O HOSPITAL ONCOLÓGICO INFANTIL FICOU PRO UMA VITÓRIA A MAIS PARA ESSES

C

om enorme alegria, o Governo do Estado entrega à população paraense o Hospital Oncológico Infantil Otávio Lobo, o primeiro hospital da região Norte especializado no tratamento do câncer de crianças e jovens de até 19 anos, e um salto de qualidade no atendimento médico nos hospitais públicos do nosso estado. Com investimentos superiores a R$ 80 milhões, o Oncológico Infantil chega trazendo equipamentos avançados, uma equipe médica preparada e carinho de sobra. São 108 leitos, sendo 10 Unidades de Terapia Intensiva, divididos em cinco andares, com áreas de quimioterapia, centro cirúrgico e clínicas pediátrica e ginecológica. E ambientes destinados especialmente às crianças. O novo hospital traz ainda o serviço inédito de transplante de medula óssea para pacientes com leucemia, que poderão realizar o tratamento com mais conforto e perto dos seus familiares.

Sala de fisioterapia

O novo hospital tem instalações adequadas ao público infantil, equipamentos modernos e uma equipe preparada para o melhor atendimento.

Solário

Brinquedoteca Brinquedoteca

Os ambientes do hospital são decorados com desenhos feitos pelas próprias crianças.

4

Revista Alvo - Edição 21


GRIFFO

alegria.

NTO. UMA CONQUISTA PARA A SAÚDE DO PARÁ. PEQUENOS GRANDES GUERREIROS.

A saúde do Pará seguindo em frente. O Oncológico Infantil faz parte do projeto de descentralização do atendimento de saúde implantado a partir de 2003, pelo Governo do Estado. Foram construídos os hospitais regionais em Marabá, Santarém, Altamira, Redenção, Paragominas e o Metropolitano, em Ananindeua, além do regional de Breves, iniciado no mesmo período. Na capital, foram entregues a nova Santa Casa e os hospitais Jean Bitar e Galileu. Em Ipixuna do Pará, na região do Rio Guamá, já está sendo equipado para entrar em funcionamento, o novo Hospital de Urgência e Emergência, que será inaugurado em breve. E as obras não param nos hospitais regionais de Itaituba e Castanhal, e no Novo Abelardo Santos. Ao todo, mais de mil novos leitos hospitalares serão implantados. Mesmo com todas as dificuldades, o Governo do Estado segue em frente no seu compromisso de fazer da saúde a sua prioridade, melhorando a vida de todos os paraenses. O Hospital Oncológico Infantil é o melhor exemplo disso.

Esse hospital vai ser de muita importância pra nossas vidas. Pra vida de todas essas crianças que estão passando por esse momento difícil. Elas merecem muito esse hospital. Keyse Pinheiro, 24 anos. Seu filho faz tratamento de leucemia.

Secretaria de Saúde Pública

TRABALHANDO PARA MELHORAR A SUA VIDA Revista Alvo - Edição 21

5


6

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

7


8

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

9


10

Revista Alvo - Edição 21


SCA

Revista Alvo - Edição 21

11


revista alvo - edição 21

14 Editorial 16 Entrevista

Jorge Xerfan - Diretor Coordenador do Círio de Nazaré.

28

20 24 Papo Seguro

Traços & Ideias

Acessibilidade: a palavra da vez.

A importância da central de monitoramento de câmeras e alarmes no contexto da segurança de condomínios. - por Marcony Macedo.

26 Informe 28 Comportamento 32 Saúde 34 informe Quartzo

De grão em grão.

O optometrista: o profissional da visão. - João Oliveira Lima

52

66

Oficina da água disponibiliza o filtro mais adequado para o seu dia-a-dia.

36 Responsabilidade Social 40 Saber Educar 42 Capa 48 Acelerar 52 Redes Sociais 56 Evento 60 Área Comum 62 Esporte Solidariedade e superação.

Que profissão guarda o meu sucesso? - por Elba Magave

C

M

KANDINSKY: Tudo começa num ponto.

Y

78

62

CM

Por que escolhi a academia Fórmula?

MY

CY

Entre curtidas e seguidores, a ordem é aumentar o contador..

CMY

K

Copa de futebol society de condomínios.

Administradora de condomínio: uma boa escolha. - por Márcia Noguchi.

42

Patinação une casais, amigos e escreve lindas histórias de amor.

66 Perfil 70 Turismo 74 Arte 76 Muito particular 78 Arte 82 Conectados 84 Lado B Nilson Chaves.

Dólar em alta não afeta o turismo.

Arquétipo - por Alexandre Rocha.

Saber comunicar: nos deixa limpo ou mata a fome por Guilherme Mendes.

36

Arte Sacra fora do altar. - por Alexandre Rocha. Quem anda conectado? - por Gui Sampaio.

Por Apoena Augusto.

16

12

Revista Alvo - Edição 21

56


governo do estado

Revista Alvo - Edição 21

13


editorial

alexandre rocha Editor Responsável

O porquê da Arte Se conseguirmos saber o motivo pelo qual a arte nos atinge, saberemos qual sua função. Ao contrário, se identificarmos sua função, entenderemos também porquê nos atinge. Ainda assim, é uma questão que não se esgota. Desta forma, trouxemos em nossa capa a arte de um dos mais renomados mestres da pintura abstracionista do século XX, o russo Wassily Kandinsky. Suas obras, que transmitem a essência poética, nos influenciam até hoje. Além disso, temos mais duas matérias sobre as belas artes: Arquétipo, idealizada pelos irmãos Apoena Augusto e Izadora Schettert e Arte Sacra, descrevendo seu conceito fora do âmbito clerical, produzida pelos artistas paraenses Apolo Neves e Marcelo Sousa. Na seção “Traços e ideias”, falamos das tecnologias que facilitam a vida de pessoas com necessidades especiais. E ainda nesta edição fomos saber de como um projeto pessoal pode se tornar realidade por meio das “Vaquinhas virtuais”, as chamadas Crowdfunding, esse texto você encontra na matéria sobre comportamento “De grão e grão” . Seguindo na mesma linha colaborativa, a matéria Solidariedade & Superação nos revela a difícil situação de mulheres que são vitimadas pelo escalpelamento, mas que através da solidariedade de outras mulheres, que doam seus cabelos, são acolhidas e beneficiadas com o retorno da auto estima. Temos ainda a estreia de Márcia Noguchi na coluna “Área comum”, que nos dá importantes dicas de como escolher uma boa administradora de condomínio. Além das já destacadas colunas “Papo seguro” do Marcony Macedo, “Lado B” do Apoena Augusto, “Saber Educar” da professora Elba Magave e “Muito particular” do jornalista Guilherme Mendes. Tudo isso e muito mais pra você caro leitor. Espero que gostem. Boa leitura!

ERRATA:

Na edição 20 (pág. 34), deixamos de informar que o projeto do jardim mostrado na matéria sobre paisagismo é da paisagista Márcia Lima.

Expediente Credenciada

Gráfica: SERZEGRAF Tiragem: 10.000 exemplares Editor Responsável: Alexandre Rocha DRT/PA 2233. Editor de Conteúdo: Thiago Viana DRT/PA 2169 Repórteres: Adriana Pereira Bruna Dias Catarina Barbosa Marcelo Sousa Thiago Viana Atendimento Comercial: Lilian Comesanha Fotografias: Anderson Gomes Marcelo Sousa Marco Nascimento Neto Maia Criação e Design: Marcelo Sousa Social Media: Gerusa Braga Videomaker: Neto Maia

14

Revista Alvo - Edição 21

Fale Conosco Para Anunciar: contato@revistaalvo.com Belém: (91) 3199-2587 / 8122-0670 Atendimento ao Leitor: cartas@revistaalvo.com Cartas: Av. Conselheiro Furtado 1240. Sl. 102 Batista Campos - Belém - PA. CEP 66.035-350 Site: www.revistaalvo.com.br

Foto de Marcelo Sousa A revista Alvo (ISSN 2179-9490) é uma publicação trimestral da Alvo Comunicação LTDA. Todos os artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião da revista. É proibida a reprodução de textos ou imagens sem prévia autorização do editor.


JEEP.COM.BR CAC 0800 7037 150 facebook.com/jeepdobrasil

Pedestre, use sua faixa.

CONHEÇA O JEEP RENEGADE. E PREPARE-SE PARA FAZER HISTÓRIA.

JEEP WAY, A SUA CONCESSIONÁRIA JEEP EM BELÉM. MUNDURUCUS ESQUINA COM A QUINTINO.

3346-7949 Revista Alvo - Edição 21

15


entrevista por Thiago Viana fotos: Marco Nascimento

círio de

nazaré

um desafio anual

Jorge Xerfan

Diretor Coordenador do Círio de Nazaré

Neste ano de 2015 o Círio de Nazaré chegou à sua 223ª edição. Uma das maiores festas religiosas do mundo reúne mais de 2 milhões de pessoas nas ruas de Belém em todo segundo domingo de outubro mas já ultrapassou as barreiras da religiosidade e hoje e vista como uma explosão da cultura paraense, atraindo investimentos e milhares de turistas. Há dois anos à frente da organização do Círio de Nazaré, o diretor coordenador da festa, Jorge Xerfan, conversou com a Revista Alvo sobre os desafios em organizar o chamado Natal dos Paraenses.

e bem planejado. No meu primeiro ano à frente da Alvo – Este foi o seu segundo ano na coordenação coordenação geral tive a oportunidade de ter uma visão do Círio de Nazaré. Qual o comparativo que você faz mais ampla e perceber coisas as quais já trabalhamos entre os dois anos? para ajustar este ano. Jorge Xerfan – Eu faço parte da diretoria do Círio desde 2008 e no ano passado No total, quantas pessoas estão assumi a coordenação geral da ““A organização em si é o grande envolvidas direta e indiretamente festa. A responsabilidade quase desafio justamente por conta da na organização do Círio de que triplicou. Somos oito diretorias Nazaré? executivas e a minha missão magnitude do evento. O primeiro Este número é bastante é coordenar e fazer com que deles é conseguir patrocinador imprevisível. Só na diretoria todas elas tenham as condições para pagar as despesas. Neste ano da festa somos 26 casais, mas necessárias para desempenhar contamos com 17 patrocinadores, sozinhos não seríamos capazes de seus trabalhos, olhar o Círio de um a mais que no ano passado.” organizar uma festa de magnitude Nazaré por todos os aspectos. A tão grandiosa como é o Círio de grande vantagem é que todos os Nazaré. Contamos com a ajuda de milhares de pessoas 26 casais envolvidos nestas diretorias são formados de maneira voluntária, incluindo esferas federais, por pessoas experientes e comprometidas na causa estaduais e municipais, militares, a cruz vermelha etc. da realização da maior festa do povo paraense. Todos O contingente aproxima-se de 30 mil pessoas. extremamente dispostos a fazer o melhor trabalho possível para que tivéssemos um Círio organizado

16

Revista Alvo - Edição 21


Quais são os maiores desafios na realização de uma festa com a grandeza do Círio de Nazaré? A ‘simples’ organização em si é o grande desafio justamente por conta da magnitude do evento. O primeiro deles é conseguir patrocinador para pagar as despesas. Neste ano contamos com 17 patrocinadores, um a mais que no ano passado. Feito isto, um novo desafio surge: organizar as procissões para cumprir rigorosamente o tempo em seus trajetos, especialmente na romaria do Círio. As pessoas precisam saber exatamente o horário de começo e término de cada uma das 12 romarias. O nosso desafio é conseguir colocar em prática tudo aquilo que a gente planeja durante todo o ano.

O Círio movimenta o turismo e a economia. As estimativas apresentaram a vinda de mais de 84 mil turistas e um investimento na economia local superior a R$ 1 bilhão. Como a diretoria avalia os impactos do Círio na economia paraense? Obviamente, com muita positividade. No momento em que vivemos uma grande instabilidade na economia, esses números são extremamente animadoras e nos mostram que o Círio de Nazaré vai além do caráter religioso e movimenta a economia local significativamente nos mais diversos setores. Neste ano, os investimentos na economia local superam em quase R$ 90 milhões os números do ano passado.

O Círio de Nazaré ultrapassa o caráter religioso e envolve toda a cidade. Como a diretoria enxerga a participação de outras religiões dentro do evento? O Círio é um evento da religião católica apostólica romana, mas já ultrapassou os nossos muros. É um evento onde você vê a espiritualidade das pessoas, o reconhecimento da figura de Jesus Cristo em sua mãe, Maria. Um dos exemplos mais marcantes que podemos destacar é a participação dos nossos irmãos da Assembleia de Deus, na esquina da Av. Nazaré com a Dr. Moraes. Há alguns anos eles preparam a igreja para A festividade do Círio de acolher fieis do Círio de Nazaré Nazaré comporta 12 procissões durante a procissão. A igreja tornaoficiais, além de diversas outras se um ponto de atendimento para programações. Há alguma quem precisa de água, comida ou preparação especial para dar algum tipo de auxílio. Esta atitude conta da intensidade destas ““Neste ano, os investimentos programações? na economia local superam em nos deixa extremamente felizes e agradecidos ao nossos irmãos Fazemos um trabalho físico quase R$ 90 milhões os números evangélicos pela solidariedade. para dar conta, sim. Até porque Toda ajuda é sempre bem-vinda. nosso trabalho está além dos do ano passado.” Somos todos cristãos, adoramos o 15 dias da Festa de Nazaré. mesmo Jesus. Quando termina um Círio, imediatamente começa o trabalho da diretoria Como a diretoria trabalha a divulgação do Círio de para a realização do próximo. Todos nós temos Nazaré fora do estado? nossas famílias e nossas atividades profissionais O Círio de Nazaré é a maior festa religiosa do Brasil fora da Diretoria da Festa de Nazaré, por isso que a e a devoção à Nossa Senhora de Nazaré já ultrapassou maior atividade das diretorias é pela parte da noite. os limites do nosso estado. Somos constantemente Mas na medida em que o Círio vai se aproximando, convidados a levar a imagem peregrina a outras abrimos mão de algumas coisas e passamos a nos cidades Brasil. Sempre que podemos atendemos a dedicar quase que inteiramente à realização do estes pedidos e somos muito bem recebidos em cada Círio. Na parte espiritual, fazemos ao longo do ano canto do país. Só neste ano já estivemos em cidades momentos de adoração, encontros de peregrinação, como São Bento do Uma, no agreste pernambucano; missas especiais e retiros espirituais. Tudo sob o Rio de Janeiro; e no interior do nosso próprio estado acompanhamento dos sacerdotes Barnabitas e a como em Terra Santa, Juruti, Óbidos, Oriximiná, Porto interseção de Nossa Senhora de Nazaré. Trombetas, Barcarena, Portel e Cametá. Qua nto c us t a a r e a l i z a ç ã o do C í r i o ? Neste ano os custos ultrapassaram os R$ 3,3 milhões, o que corresponde a um crescimento de 7,14% em relação ao ano passado. Apesar do crescimento, a relação entre as receitas e despesas estão equilibradas porque também há um esforço de toda a diretoria em diminuir os custos. Estamos muito tranquilos e prevemos que até o final do ano estaremos com todas as contas do Círio pagas.

Revista Alvo - Edição 21

17


entrevista

Quais os resultados desta divulgação? A gente já percebeu que as pessoas acabam se emocionando e se envolvendo mais com o Círio de Nazaré, e passam a se interessar em viver a festa de maneira plena, vindo até Belém no segundo domingo de outubro. Um dos resultados mais recentes foi a publicação de um livro dos Estúdios Maurício de Sousa em parceria com a Festa de Nazaré onde, na história, a Turma da Mônica visita Belém e participa do Círio. Ações como estas fazem com o que o Círio de Nazaré e a devoção do povo paraense chegue a cada vez mais longe e ao conhecimento de vez mais pessoas. ““A gente

a corda inteira até o final do trajeto. Esse é o objetivo dele. Se não fosse por isso, ele não estaria ali pagando a sua promessa de maneira tão intensa. A corda é dos promesseiros, e quando ela chega no Colégio Santa Catarina, ela é abençoada pelo Arcebispo e aí sim os romeiros a dividem entre si. Nosso trabalho na campanha pelo não precipitação também quer evitar que as pessoas se machuquem com a utilização de objetos cortantes. Enquanto diretor, em uma das estações, já cheguei a solicitar a retirada de seis pessoas que portavam facas e estiletes. Os órgãos de segurança percebeu também nos ajudam neste sentido.

Esta foi a 223ª edição do Círio de Nazaré, um dos maiores eventos católicos do mundo. Qual a relação que o vaticano tem com a Festa de Nazaré? Há registros da participação de um Papa no Círio de Nazaré? Não há nenhum registro de que um papa tenha participado de um Círio de Nazaré. Porém, anualmente, o Santo Padre envia uma mensagem à Igreja de Belém desejando um feliz Círio a todos e fazendo votos de que tudo ocorra bem. A Santa Sé tem conhecimento da magnitude do Círio de Nazaré e é um sonho nosso que em algum dia o Papa possa participar de um círio conosco.

Como ficou resolvido o caso dos fogos de encerramento e dos periquitos da Praça Santuário? Em primeiro lugar, é importante dizer que, para a realização do Círio, temos a ajuda de dezenas de órgãos reguladores nas três esferas de governo. Cada órgão confere as circunstâncias que lhe compete e nós temos a missão de nos organizarmos diante das orientações que estas instituições nos dão. Dito isto, também é importante dizer que não há nenhum estudo que comprove a relação entre os fogos e a morte de periquitos. Porém, por algum motivo, os periquitos migraram das Samaumeiras da Praça Santuário para um outro local, de modo que o problema não mais existe.

já que as pessoas acabam se emocionando e se envolvendo mais com o Círio de Nazaré, e passam a se interessar em viver a festa de maneira plena.”

Ao longo dos anos a diretoria tem intensificado a campanha pelo não corte antecipado da corda. Isso tem dado resultado? De alguma forma, sim. Ainda há essa precipitação de algumas pessoas, mas ela vem acontecendo cada vez mais tarde. Nosso objetivo é que consigamos, enfim, chegar com a corda até o Colégio Santa Catarina de Sena. Dizemos que o verdadeiro promesseiro quer levar

18

Revista Alvo - Edição 21

Mas eles eram encontrados mortos após a queima de fogos. Não é considerada a hipótese que a migração se deu por causa desse incômodo? Mais uma vez, não há qualquer estudo que comprove a relação entre os fogos e a morte ou a migração dos periquitos. As mortes acontecem de maneira eventual, quando eles se chocam no ar durante as revoadas.


Revista Alvo - Edição 21

19


traços & ideias por Camilla Guimarães

Acessibilidade: A palavra da vez A automação além de oferecer conforto, comodidade e segurança, traz ainda benefícios para pessoas com necessidades especiais.

G

especiais,

comodidade e segurança que a automação pode

iluminação ambiente, tudo isso apenas com um

trazer para o nosso dia a dia. Mas, quase não

toque no celular, do que se deslocar ao local para

ouvimos falar dos benefícios e utilidades que ela

fazer isso manualmente.

eralmente se fala de forma geral no conforto,

pode trazer para a vida das pessoas idosas e/ou portadoras de necessidades especiais. Atividades

20

abrir

uma

cortina,

comandar

a

Automação é a solução

simples do nosso cotidiano, podem se tornar uma

Pessoas com problemas de memória podem

árdua tarefa para essas pessoas. Em situações

ser lembradas por meio de sinais audiovisuais ,

em que a mobilidade está comprometida, a

utilizando sensores no ambiente. É comum que essas

possibilidade de controlar sua casa por um celular

pessoas, no dia a dia deixem, por exemplo: o fogão

ou tablet, com apenas um toque, é muito importante.

ou uma torneira ligada por algum tempo, esquecem

Isso pode fazer toda a diferença para que vivam de

de tomar seu medicamento em um determinado

forma independente e feliz. Evidentemente, é muito

horário. Implantando tais sistemas, o familiar ficará

mais fácil para uma pessoa com necessidades

despreocupado quanto a possibilidade da pessoa

Revista Alvo - Edição 21


causar e/ou sofrer um acidente caseiro mais sério. O cuidador é notificado imediatamente também através de SMS (mensagem

Cenas e agendamento de comandos A criação das “Cenas” também são muito importantes

de texto) , podendo ter a opção de acessar as imagens das

um

câmeras instaladas na casa,

mais

em

casas

necessidades e

apagam e você tem a certeza de que não irá gastar energia

segurança

caso,

trazendo

autonomia total para essas pessoas. Muitos idosos podem se assustar com a idéia de comandar sua casa através de tablets ou smartphones, mas, hoje em dia as empresas já

customizam

e

de forma indevida. Você pode

especiais,

até mesmo morando sozinhas. Nesse

seu

Todas as luzes da casa se

com

para que elas mantenham sua independência

em

exemplo, a Cena “Sair de casa”:

residencial

pessoas idosas e/ou portadoras de

toque

ocorram simultaneamente. Por

deve ser implementada cada vez

único

uma série de acontecimentos

verificar o ocorrido. automação

caso,

dispositivo (celular ou tablet),

a qualquer hora e lugar, para

A

nesse

pois elas permitem que em

criam

o

também, Camilla Guimarães Diretora da empresa SMART - Casa Inteligente

Em situações em que a mobilidade está comprometida, a possibilidade de controlar sua casa por um celular ou tablet, com apenas um toque, é muito importante. Isso pode fazer toda a diferença para que vivam de forma independente e feliz.”

aplicativo para que fique de forma bem intuitiva e fácil de mexer, com cores, tamanhos, tudo personalizado.

agendar

acontecimentos

certos

dentro

de

sua casa, como por exemplo progamar o ar condicionado para ligar ou desligar, nos dias que desejar, em um certo horário, ou acordar com o som de sua música preferida. Tudo isso de forma customizável, de acordo com a necessidade de cada cliente.

Comando por voz Todas as funções da automação podem ser alcançadas com apenas um toque, mas você

Revista Alvo - Edição 21

21


traços & ideias

já imaginou nem precisar disso? Hoje em dia já existem tecnologias que recebem comando por voz, através de uma assistente virtual, trazendo cada vez mais acessibilidade para pessoas com algum tipo de dificuldade motora. Através do comando por voz, a assistente virtual, faz o que você desejar, como ligar a luz e abrir as cortinas, e até mesmo, informar a previsão do tempo, hora e temperatura ambiente. Sem que você precise se locomover para isso.

caso de sucesso Existe um caso em Curitiba de uma moça tetraplégica, que faz uso, há algum tempo, da assistente virtual com sucesso. Ela ficou bastante emocionada quando descobriu que poderia voltar a realizar ações rotineiras dentro de sua casa, como por exemplo, trocar o canal da TV sozinha, sem precisar da ajuda de ninguém. Para concluir, gostaria de enfatizar, que segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), a expectativa de vida da população global, aumentou em média seis anos. Que tal começar a vivenciar hoje essa realidade, na companhia perfeita da Automação Residencial?

22

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

23


papo seguro

marcony macedo Consultor de Segurança

A IMPORTÂNCIA DA CENTRAL DE MONITORAMENTO DE CÂMERAS E ALARMES NO CONTEXTO DA SEGURANÇA DOS CONDOMÍNIOS. A

apenas ter equipamentos avançados é preciso globalização ocorrida na década de 90 trouxe ter um profissional trabalhando diuturnamente grande vantagem ao mercado de segurança no acompanhando os eventos e agindo preventivamente Brasil. A disponibilização de novas tecnologias quando surgir uma não conformidade ou possibilidade resultou na criação de um modelo avançado de da ocorrência de um evento delituoso. A central de segurança, integrando ferramentas como alarme, monitoramento surgiu para funcionar como cérebro CFTV, recursos humanos e etc. Com esta mudança, da nova segurança, tanto para condomínio como o modelo baseado somente em recursos humanos, para empresas de todos os portes. foi superado. O mercado passou a exigir serviços Uma estrutura completa de monitoramento deve implantados com reduzida mão de obra integrada ter profissionais altamente com a tecnologia. equipamentos As ferramentas tecnológicas É importante saber antes de contratar treinados, modernos, tanto de alarme estão cada vez mais os serviços, se a equipe que irá realizar quanto CFTV e funcionamento aperfeiçoadas e funcionando como elemento de detecção a tarefa tem a devida capacitação nos 24hs, pronta para atuar com de evento. As práticas de sistemas instalados, se a empresa tem eficiência e rapidez sempre patrulhamento tradicionais, rotina de treinamento e conhecimento que houver qualquer violação do ambiente que está sendo com uso intensivo de homens técnico em estratégia de segurança, monitorado. É importante a pé ou motorizados, por exemplo, estão sendo evitando descontinuidade na solução.” saber antes de contratar os serviços, se a equipe que substituídas por aparatos irá realizar a tarefa tem a devida capacitação nos de segurança cada vez mais modernos, que são sistemas instalados, se a empresa tem rotina de operacionalizados executando rondas virtuais, treinamento e conhecimento técnico em estratégia necessitando cada vez menos recursos humanos e de segurança, evitando descontinuidade na solução. mais equipamentos eletrônicos. A premissa da central de monitoramento é Todas as informações de sinais e imagens geradas garantir a integração das ferramentas de segurança pelos equipamentos instalados, sistema de alarme, entre todos os subsistemas de forma a tornar proteção perimetral ou CFTV, são encaminhadas automática a atuação da segurança frente a um a central de monitoramento, que tem uma função evento. Desta forma considera-se imperativo que integradora no processo de segurança, acionando profissionais do monitoramento estejam integrados a força de pronta resposta local ou externa ao a equipe de pronta resposta como forma de eliminar condomínio ou outro tipo de negocio. falhas operacionais. Para proteger bens mais valiosos, não basta

24

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

25


informe por Adriana Pereira fotos: Marco Nascimento

Equipe Quartzo Administração

Quartzo

por mais garantia de segurança e comodidade nos condomínios Empresa investe na capacitação de seus funcionários e oferece segurança, bem estar e transparência aos seus clientes.

Q

uartzo Imóveis é uma empresa do Grupo F. Moura especializada em negócios imobiliários e administração de condomínios, com capacidade técnica para orientar você de acordo com o cenário de mercado.” Trabalhamos com uma gama de produtos e serviços para cada tipo de estabelecimento compreendendo desde o grande até o de pequeno porte, com cobranças, terceirização de mão de obra, entre outros segmentos”, pontua Fábio Moura - diretor executivo da Quartzo Administração . “Entre os pontos em destaque da empresa podemos acrescentar que fazemos parte do seleto grupo de imobiliárias que são correspondentes bancários da Caixa Econômica Federal, o que nos permite maior agilidade na hora de financiar um empreendimento”, completa. Há quase duas décadas de atuação, a Quartzo trabalha com elementos essenciais para o fortalecimento da empresa: competência, agilidade, clareza e controle dos serviços. Com isto, um novo

26

Revista Alvo - Edição 21

leque passou a ser explorado no setor imobiliário: a administração de condomínios.

investimento A empresa investiu em um moderno sistema de administração, na qual oferece mais segurança, bem estar e transparência aos condôminos. Como funciona? O Cliente Quartzo opera através de um sistema totalmente virtual, “full time”, onde o acesso pela internet poderá utilizar dos serviços de emissão de boleto bancário, balancete mensal, contas a pagar do condomínio, dentre outros serviços que estão a disposição do síndico e dos condôminos. Além disso, ao terceirizar mão de obra em condomínios residenciais e comerciais as possibilidades de serviços são diversas de portaria a zeladoria, jardinagem, serviços de ronda, faxineiro dentre outros. Uma das vantagens da terceirização é a redução de custos com funcionários, pois todos os investimentos são com qualificação, treinamento,


acompanhamento e supervisão são realizados pela Quartzo sem qualquer custo para o condomínio, além do que a substituição e troca de funcionários e em caso de faltas é de responsabilidade da Quartzo sem qualquer onus para o condomínio. Para um atendimento eficaz, nossos funcionários participam frequentemente de cursos de capacitação e ampliação de seus conhecimentos. Eles são observados e , antes de admitidos. passam por uma série de avaliações”, observa Fábio Moura. Além do recrutamento de funcionário e da qualificação, fica o cargo da Quartzo, as obrigações que são comuns em todas as empresas , tais como: pagamento de salários, benefícios, encargos sociais, obrigações trabalhistas, substituição de pessoal, treinamento das equipes, supervisão dos trabalhos e tudo que se relaciona ao gerenciamento das atividades do pessoal contratado. Com todo o trabalho oferecido, o síndico do empreendimento se torna um porta voz entre empresa e os condôminos, contribuindo com os feedbacks dos serviços contratados. “Tiramos o peso da obrigação de um síndico, em administrar um condomínio inteiro, por muitas vezes, trabalho que ele exerce sozinho, sem recursos ou investimentos” explica Fábio.

““Tiramos o peso da obrigação de um síndico, em administrar um condomínio inteiro, por muitas vezes, trabalho que ele exerce sozinho, sem recursos ou investimentos.” Fábio Moura Diretor Executivo da QUARTZO

Entre as vantagens na hora de contratar uma empresa para oferecer a mão de obra terceirizada estão: economia na folha de pagamento, economia nos custos anuais, (pois ao computar 13°, férias, gastos com uniformes e outras verbas, podese economizar cerca de 30%); eliminação dos riscos e reclamações trabalhistas, para suprir faltas e não obrigação de gerenciamento dos funcionários. “A Quartzo torna-se referência no mercado imobiliário e na gestão de condomínios com transparência, qualidade e otimização dos resultados, tudo sob amparo jurídico”, conclui Fábio Moura.

SERVIÇO

QUARTZO Administração Av. Duque de Caxias, 449. altos -Marco (entre Chaco e Curuzu)- Belém - PA Telefone: (91) 3246-8371 / 98390-0066 Revista Alvo - Edição 21

27


comportamento por Catarina Barbosa

crowd funding de grão

em grão

Crowdfunding,a vaquinha virtual que ajuda a finaciar ideias das mais variadas vertentes. Ao investir em um projeto você recebe uma recompensa e ainda ajuda alguém a tirar uma ideia do papel

D

apoio de qualquer pessoa que se identificar com a izem que antes de morrer todos nós devemos sua ideia. Dessa forma, o modelo se torna uma mão plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. na roda para quem quer realizar algo, mas tem pouco Mas e quando além disso você quer, por exemplo, recurso, porque sejamos realistas: quase ninguém fazer um jogo de videogame ou o videoclipe da tem dinheiro suficiente para sair por aí realizando sua banda? Sim, porque os nossos anseios não tudo o que sonha em um estalar de dedos. são os mesmos, mas de uma coisa todos eles precisam: capital para serem realizados. É aí que o crowdfunding – tradução literal para financiamento O músico paraense Félix Robatto, 32, sabe público em português – surge como alternativa para bem o que é isso. Atualmente ele conta com um concretizar ideias, que antes demorariam muito para CD e um DVD que serão lançados com ajuda da serem concluídas. lei de incentivo municipal A iniciativa tem por objetivo Tó Teixeira e uma turnê que estimular artistas, cineastas, ““Soube da ideia por um amigo será feita com auxílio da lei fotógrafos, ONGs, enfim, e gostei muito do resultado. O de incentivo estadual Semear. pessoas criativas a realizarem processo foi muito divertido e Ele confessa que é muito difícil seus projetos. É como se fazer tudo o que pretende o modelo virtual fosse um esse tipo de iniciativa aproxima a apenas com que o ganha, aprimoramento daquela coleta gente do público.” por isso viu no financiamento pra comprar lanche que você Félix Lobato coletivo uma forma de provavelmente fez um dia na Músico produzir o videoclipe da sua escola: reuniam-se amigos, música ‘Eu quero cerveja’. “Soube da ideia por um cada um dava um pouquinho de dinheiro e no fim amigo e gostei muito do resultado. O processo foi todo mundo ficava feliz com a aquisição, que era muito divertido e esse tipo de iniciativa aproxima a compartilhada por todos. O crowdfunding pega a gente do público”, explica. mesma base, com a diferença de que quanto mais Félix arrecadou R$ 6mil em 45 dias de campanha – você colabora financeiramente, mais recompensado o suficiente para pagar todos os custos. A satisfação é. Ele tem também uma plataforma que reúne vários foi tanta que ele pensa em repetir o processo em projetos para serem financiados em um só lugar e ao uma outra oportunidade, mas admite que essa não invés de ter a ajuda só dos seus amigos, você recebe

IDEIAS

28

Revista Alvo - Edição 21


será uma prática constante. “A divulgação foi feita basicamente com o auxílio das redes sociais, então, é preciso esperar um momento certo para lançar uma nova campanha, porque senão você cansa o público”, admite. No crowdfunding quanto mais você investe na ideia, mais recompensando é, e isso vale para todo e qualquer projeto. No caso do videoclipe do cantor, os investimentos menores ganharam agradecimentos nos créditos; e o maior incluía a participação da pessoa no próprio clipe.

AS PLATAFORMAS

O mercado conta hoje com uma gama de sites de financiamento coletivo espalhados pelo Brasil. A escolhida por Félix Robatto foi o financiamento colaborativo paraense Eu Patrocino. O fundador Mauro Matos, 34, afirma que eles são a única plataforma do Norte e, apesar de atender todo tipo de projeto, eles têm um público muito mais ligado à cena musical. “Há uma tendência de que as novas plataformas trabalhem com nichos. Umas atendem mais projetos sociais, outros culturais, esportivos e por aí vai. Nós vamos continuar abertos e nos focando no Norte e Nordeste, porque há muitas oportunidades a serem buscadas nessas regiões”, afirma. O formato já é bem explorado em países fora do Brasil e ao que tudo indica tem grandes possibilidade de crescimento por aqui. Em 2013, o mercado mundial representou U$ 6 bilhões, sendo que em 2012, foram U$ 2.66 bilhões, segundo pesquisa realizada pela Massolution Report. E a estimativa para 2025 gira ao entorno de 96 bilhões de dólares anuais. Um dos fatores que fazem com que as empresas acreditem no modelo de negócio é a relação dos brasileiros com as redes sociais, uma que vez que o Brasil, em número de usuários, está no top 3 do Facebook, top 2 do Instagram, top 10 do Twitter e o crowdfunding é exatamente a capitalização da rede de contatos de maneira viral, que impulsiona os resultados. O Kickante – outra plataforma existente hoje no mercado – fundada pelos irmãos Candice e Diogo Pascoal junto a investidores estrangeiros, existe há

Equipe Catarse na Belisário

um ano e quatro meses e arrecadou só nos primeiros cinco meses R$ 508 mil. “Um dos nossos diferenciais é que não selecionamos projetos que podem ou não integrar a página. Somente verificamos elementos legais e orientamos os criadores sobre como conduzir e otimizar suas campanhas”, explica Tahiana D’Egmont, CEO da empresa. Além disso, D’Egmont explica que com o investimento direto do público alvo, o idealizador do projeto tem mais liberdade criativa que teria caso uma empresa privada ou até mesmo uma iniciativa governamental o patrocinasse. Felipe Caruso, coordenador de comunicação do Catarse – outro site de financiamento coletivo –, diz que o crowdfunding se tornou uma ponte de aproximação da sociedade civil com a própria sociedade civil. “Dar dinheiro para um desconhecido através de um pagamento online exige confiança. Isso significa que as plataformas estimulam a confiança entre os indivíduos”, defende Caruso, completando que há estudos que apontam que sociedades com níveis de confiança elevados são mais prósperas. A ideia é justamente essa: promover, por meio do financiamento coletivo, um empatia entre os envolvidos em um mesmo projeto. É como se todo mundo lutasse pelo mesmo propósito. E como diz o ditado “uma só andorinha não faz verão” – talvez o mecanismo tenha entendido a fundo essa afirmação.

lançando um livro

Se a prosperidade de uma sociedade passa pela realização pessoal dos seus integrantes, o jornalista Anderson Araújo, 35, já realizou o sonho dele de publicar um livro. Por amar escrever, ele tinha um blog no qual publicava seus contos. Depois surgiu a ideia de reunir as histórias e transformá-las em livro. O Catarse foi indicado por um amigo e para lancálo Anderson entrou em contato com o pessoal da plataforma em junho de 2012. Em 25 de outubro, o projeto entrou no ar, no dia 25 de dezembro a campanha encerrou. Aí ele esperou até a primeira semana de janeiro de 2013 pelo repasse da verba. Em fevereiro, a gráfica entregou o livro e no dia 5

O jornalista Anderson Araújo realizou o sonho de publicar um livro por meio do crowdfunding. Revista Alvo - Edição 21

29


comportamento

Equipe Catarse

de março, ele estava na Livraria Fox, em Belém, todo orgulhoso participando do lançamento e autografando o exemplar para os fãs.

Quero colaborar

No financiamento coletivo, projetos não existem sem colaboradores. O publicitário Andrey Dias, 24, é uma dessas pessoas que contribui com o modelo crowdfunding há mais ou menos quatro anos. “Se não me engano, o primeiro que financiei foi um jogo independente no kickstarter. Como não tinha como dar uma quantia muito alta, geralmente dava de 5 a 15 dólares. Nesse valor, na maioria dos casos, são creditados apenas agradecimentos na página do projeto ou no jogo”, explica. Para Andrey, só o prazer de ajudar e poder jogar a

ideia de alguém, já é um grande prêmio. Muitas vezes ele se interessou por projetos que ainda se encontravam no roteiro, sem ver o visual e isso já o estimulava a contribuir. Quando indagado se ele mesmo recorreria ao mecanismo, Andrey afirma que sim, porque é muito complicado arrumar incentivo de empresas. “A vantagem desses sites é que tu podes fazer um projeto e conseguir alcançar o público que mais tarde irá consumi-lo, e a possibilidade desse público investir no que vai participar ou comprar é muito empolgante. Já comprei alguns jogos e financiei outros. A emoção de brincar um jogo que vi desde o papel, ver a ideia crescendo e no final poder jogá-lo é muito legal. Parece que fizeste parte da criação do jogo. É emocionante”, conta.

Financie uma ideia Tenho uma ideia e quero financiar. Então, entre em contato com os realizadores das plataformas. Alguns disponibilizam até uma orientação inicial para que você formate o seu projeto. Dá uma olhadinha na lista abaixo, porque agora não tem mais desculpa. Kickstarter.com: é o maior site de financiamento coletivo do mundo e aquele que serviu de inspiração para os idealizadores brasileiros. Vale a pena dar uma olhada, porque tem muitos projetos interessantes. Indiegogo.com: fundado em 2008 também serviu de modelo para os brasileiros. Segundo informações deles, cerca de nove milhões de pessoas do mundo visitam o site mensalmente, então, não custa nada conhecer as iniciativas que eles financiam. Cartarse.me: em janeiro de 2011 a plataforma foi ao ar. Hoje a equipe conta com 18 pessoas que se dividem para tomar conta do negócio. Acesse a plataforma, caso vocês queiram financiar uma ideia ou para conhecer melhor.

30

Revista Alvo - Edição 21

Eupatrocino.com: até o momento é o único site de

financiamento coletivo do norte. Ela foi ao ar no final de 2011, mas o primeiro projeto só foi divulgado em janeiro de 2012. Se você é músico, conheça os caras, porque eles têm experiência nessa área.

Kickante.com: criado em outubro de 2013, a plataforma não seleciona projetos que podem ou não integrar nossa página, somente são verificados os elementos legais, com orientação aos criadores. Eles também oferecem benefícios para quem quer financiar mais de um projeto. Ou seja, tá cheio de ideias? Entre em contato, porque cliente fiel tem vantagem.


+ design

Revista Alvo - Edição 21

31


saúde

joão oliveira lima Optometrista CROO - 0051

o OPTOMETRISTA - o profissional da visão ““M

Podemos notar que o avanço tecnológico eu povo pereceu por falta de conhecimento”_ propiciou o desenvolvimento de lentes oftálmicas esta frase foi pronunciada por Jesus cristo há mais de em resinas orgânicas e cristal que possibilitou que dois mil anos e ainda hoje existem, pois percebemos pessoas parcialmente cegas portadoras de miopia, que existem pessoas que só procuram conhecer hipermetropia, astigmatismo, e presbiopia pudessem aquilo que lhes é conveniente. enxergar normalmente . A optometria, por exemplo, é uma profissão O oftalmologista estuda a ciência médica e depois de milenar. Encontramos nos evangelhos inúmeras formado o profissional ainda precisa fazer especialização passagens citando a obra de Jesus Cristo na cura em oftalmologia que dura entre dois a três anos para dos cegos e de pessoas com problemas visuais, enfim torna-se habilitado para cuidar das patologias quando não existia especialidade em oftalmologia. do globo ocular, realizando consultas, aplicações de Jesus Cristo curava os cegos utilizando elementos da medicamentos e procedimentos cirúrgicos. natureza, como o barro e o lodo associado ao grande A optometria é um ramo da física que estuda a poder divinal. ciência da física ótica. O profissional Optometrista, Ainda hoje se usa estes elementos da natureza depois de formado está habilitado a cuidar dos para curar pessoas possivelmente cegas portadoras problemas referente á variação anatômica do globo de miopia hipermetropia e astigmatismo e ocular e os seus efeitos presbiopia com os mesmos No estado do Pará a optometria ainda refrativos, tais como: miopia, elementos da natureza com lentes oftálmicas de é pouco conhecida, pois muitas pessoas hipermetropia, astigmatismo rezina orgânicas e de cristal ainda confundem a optometria com e presbiopia . Estas anomalias são consideradas de rocha etc. pois essas a oftalmologia. Atualmente, existem não patologias e sim alterações anomalias não são doenças, vários centros de formação a nível da anatomia do globo ocular e sim defeitos refrativos do técnico e superior. Até o papa foi visto onde os raios luminosos globo ocular . No estado do Pará a realizando exame de vista com o Ottico incidem anteriormente ou optometria ainda é pouco - Optometrista Alessandro Spiezia posteriormente a retina. Vale ressaltar que tanto conhecida, pois muitas em uma ótica. Será que ele estava o optometrista quanto pessoas ainda confundem o médico oftalmologista a optometria com a cometendo crime? Claro que não!” possuem habilidade para oftalmologia. Atualmente, tratar destes tipos de problemas no globo ocular, existem vários centros de formação a nível técnico porém quando há um caso patológico detectado, e superior. No Brasil esta profissão é reconhecida este é competência direta e exclusiva do médico por várias instituições entre elas: Ministério da oftalmologista. Pois quando detectado um caso Educação – Mec, Organização Mundial de Saúde patológico, o profissional optometrista deve OMS, Organização Pan-americana de Saúde – OPAS, encaminhar para um medico oftalmologista, Organização das Nações Unidas – ONU,Organização atendendo ao estabelecido na Port.N°322.305 do Internacional do Trabalho – OIT, Ministério do Trabalho Ministério do Trabalho. e Emprego – MTE, Instituto Brasileiro de Geografia e Diante do exposto, o optometrista segue uma Estatística _ IBGE e Ministério da Saúde - MS. Quem conduta extremamente profissional, seria e pensa que o profissional optometrista é apenas um competente. Portanto, quando houver suspeita de curioso sem qualificação, engana-se totalmente , pois má conduta deste, solicite a apresentação da sua o curso de formação exige o cumprimento de uma documentação, pois assim como existem os falsos grade curricular de estudos que dura de 3 (três) a 5 médicos, há os falsos optometristas também. (cinco) anos.

32

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

33


informe por Bruna Dias fotos: Neto Maia

Oficina da Água disponibiliza o filtro

mais adequado para o seu dia-a-dia Eliminando impurezas, veja os benefícios dos filtros da Oficina da Água.

H

á mais de 20 anos no mercado, a Oficina da Água,

disponibiliza filtros Industriais

em aço inoxidável

para residências, prédios, condomínios, padarias,

mostrando os benefícios que nossos produtos trazem

para

a

sociedade”.

Relata

Laurênio

restaurantes, lavanderias, entre

Cavalcante,

outros. Estes filtros são capazes

diretor da Oficina da Água.

de eliminar todas as impurezas bacteriológicas e físicas tais como: Ferrugem (ferro), areia, limo, lodo, extinguindo o odor e gosto da água, deixando-a pronta para o consumo humano direto da torneira. Um

líquido

““Tiramos o Eu sempre aconselho que sejam feitos esses exames, faço a coleta e sugiro que o contratante faça uma contra prova. Após o resultado, somos capazes de dizer qual é o filtro mais adequado para o local.”

contaminado

de sujeiras sólidas, como a

Laurênio cavalcante

Proprietário da Oficina da Água

O

engenheiro e

resultado

equipamentos através laboratoriais

é

destes mostrado

de pré

exames e

pós-

instalação dos filtros. A água no Estado do Pará é muito rica no minério de ferro, causa pelo qual, a água fica amarelada com odor e sabor

ferrugem, é capaz de deixar a roupa encardida,

ruim. Os microrganismos (bactérias, salmonelas,

entupir chuveiros e torneiras, corroer

válvulas e

germes) presentes na água, são os principais

transmitir doenças

causadores de problemas como diarreias, vômitos,

hídricas na ingestão ou no contato com a pele,

febres, viroses, hepatites e Síndrome Urêmica

cabelo e/ou na lavagem de frutas e verduras no

(deficiência renal).

registros de metal , além de

preparo de alimentos.

34

“Tratamos a água, retirando as impurezas e

Revista Alvo - Edição 21

Laurênio também observa que devemos nos


Laurênio Cavalcante

Metafiltro

preocupar com as sujeiras que existem nos

menos uma vez na semana. A troca do material

encanamentos antigos, nas cisternas e caixas

filtrante e a sua manutenção devem ocorrer de seis

d’água

superiores,

das

empresas

pela

manutenção

que

sejam

exigindo

à doze meses, dependendo

responsáveis

da qualidade da água filtrada,

e

feitas

limpeza,

com o uso o material filtrante

análises

tende à saturar e não mais

bacteriológicas e exames físicos

filtrará

químico, para observar o teor de

de ainda poder contaminar a

ferro, turbidez, odor, nitrogênio

água. Os filtros que não fazem

amoniacal, pois estas caixas são

retrolavagem, não conseguem

sempre lavadas com cloro.

limpar a água”, Diz Laurênio.

Nos são

hospitais

de

pois

suma

são

os

filtros

ALIMENTAÇÃO

importância,

utilizados

com eficiência, além

nos

Uma água livre de impurezas

centros cirúrgicos antes das

ajuda

Autoclaves,

alimentos. “É importante se

equipamentos

responsáveis por esterilizar os ferramentais cirúrgicos.

ÁGUA ÁCIDA Um

dos

problemas

enfrentados nas águas minerais vendidas

em

garrafões

é

o

percentual do PH, que em sua maioria vem abaixo de 7,

o

que torna o líquido mais ácido e prejudicial à saúde. “Como a

““Consumir água de qualidade é uma questão de saúde mesmo, tanto na ingestão quanto para lavar roupa ou loucas. é importante para que esses objetos sejam descontaminados, a água livre de poluentes, conservando as máquina por mais tempo.” Laurênio cavalcante

atentar água

na

durabilidade

para usada

dos

qualidade na

da

confecção

de alimentos, eles ajudam a diminuir o teor das substâncias impróprias. Tenho vários filtros instalados

em

restaurantes,

padarias, etc, o que torna o alimento mais durável”.

Proprietário

nossa água possui muitas impurezas sólidas, é preciso

realizar constantemente a operação de

retrolavagem nos filtros, isso deve acontecer pelo

SERVIÇO

Empresa OFICINA D’ÁGUA Tv. Antônio Barreto, 222 - Fátima Telefone: (91) 3228- 1696 / 98805 - 0312 / 98150-4129

Os especialistas aconselham a beber dois litros de água por dia, pelo menos. Mas de nada adianta seguir a recomendação se o líquido não estiver puro e cristalino. Por isso, ter um bom filtro em casa é fundamental. Revista Alvo - Edição 21

35


responsabilidade social por Bruna Dias / Thiago Viana por Adrixxxx fotos: Marco Nascimento fotos: Mxxxxx

solidariedade & superação Acidentes com escalpelamento vitimou mais de 500 mulheres no Pará nos últimos 33 anos. Na maioria dos casos as consequências físicas e psicológicas são irreversíveis. Mulheres que passaram pelo trauma contam com o apoio mútuo e a solidariedade da sociedade. Mulheres doam cabelos para confecção de perucas e até homens se sensibilizam e se engajam na causa.

“‘E

onde o uso dessas pequenas embarcações é m 1995, Regina Lima morava no município bastante utilizada. Tornou-se uma das maiores de Muaná, na Ilha de Marajó. Saiu para fazer um preocupações dos órgãos ligados à navegação passeio de barco. O eixo do motor da embarcação e das secretarias de saúde pública. estava descoberto. “Foi apenas um puxão muito Segundo a Secretaria Estadual de Saúde rápido. Arrancou tudo até a sobrancelha”, lembra. (Sespa), dos 144 municípios paraenses, 21 têm Aos 22 anos de idade ela foi vítima de um dos mais grande incidência de casos, são eles: comuns e preocupantes acidentes ”Foi apenas um puxão Abaetetuba, Afuá, Anajás, Bagre, envolvendo embarcações pelos rios da Amazônia, o escalpelamento. muito rápido. Arrancou Barcarena, Breves, Cametá, Chaves, Curralinho, Igarapé-Miri, Juruti, O escalpelamento ocorre tudo até a sobrancelha.” Limoeiro do Ajuru, Melgaço, Moju, quando os cabelos – geralmente Regina Lima Muaná, Oeiras do Pará, Oriximiná, de mulheres e crianças – prendem Gurupá, Portel, Prainha e São Sebastião da Boa no eixo descoberto dos motores de pequenas Vista. De 1982 até 2015 foram registrados 505 embarcações e funcionamento do motor acaba acidentes com escalpelamento, uma média de arrancando, de maneira total ou parcial, o 10 a 12 casos por ano. No ano passado foram couro cabeludo da vítima. Esse tipo de acidente 11, incluindo uma morte. Em 2015 a secretaria já é comum na Região Amazônica, principalmente conta oito acidentes. em comunidades indígenas e ribeirinhas,

36

Revista Alvo - Edição 21


tratamento com uma equipe multiprofissional e apoio psicossocial. Além disso, os pacientes e familiares vindos do interior do Estado são abrigados no Espaço Acolher. No local, para não haver prejuízo escolar, às vítimas - e até acompanhantes - recebem aulas de equipe do Programa Classe Hospitalar mantido pela Sespa. A secretaria atua com diversas ações de forma articulada e em várias frentes: pedagógica, mobilização social e assistência às vítimas. Em parceria com o Conselho Federal de Medicina e a Organização Não Governamental ‘Humanos Direitos’, foi desenvolvida uma campanha nacional de combate ao escalpelamento, onde foram produzidos materiais informativos (cartaz, revista, VT e spot). A campanha Para atuar junto às vítimas, foi lançada no Dia Nacional de a Sespa mantém - através Combate ao Escalpelamento, da Diretoria de Políticas de no dia 28 de agosto de 2013, e a Atenção Integral à Saúde e ”Uma criança pulou da cadeira madrinha é a atriz paraense Dira da Coordenação Estadual de quando eu cheguei e disse que Paes. Desde 2008, a Capitania Mobilização Social - intensas agora a mãe dela teria como dos Portos também realiza políticas públicas com o acabar a sua peruca. Depois ações para a cobertura do eixo objetivo educativo, preventivo disso prometi a mim mesma que motores de embarcação e de assistência às vítimas. O iria deixar meu cabelo crescer dos e o procedimento tornoutrabalho também se propõe a, sempre que possível para doar.” se obrigatório por lei federal juntamente com a Comissão já no ano seguinte. Até hoje, Estadual de Erradicação dos tatiana ribeiro - jornalista mais de três mil embarcações Acidentes com Escalpelamento, receberam a proteção, e o procedimento não eliminar o trauma. A Fundação Santa Casa de tem custos para os proprietários, porque é Misericórdia do Pará mantém, em Belém, o patrocinado por empresas privadas. Programa de Atendimento Integral às Vítimas de Escalpelamento, onde é realizado todo o Quando a vítima escapa do óbito, as marcas físicas e os danos psicológicos são arrasadores. “Fiquei cinco meses no hospital e passei por quatro cirurgias. No começo sempre é muito difícil, nos causa uma revolta. Depois vem um período longo de recuperação física e psicológica. A luta é muito grande e quase sempre o trauma permanece por toda a vida”, conta Regina que destaca ainda o preconceito a dificuldade para arranjar emprego como umas das principais barreiras. “Ao mesmo tempo em que somos preteridas em uma seleção, por causa da aparência, o acidente não nos permite pleitear uma vaga para pessoas portadoras com deficiência, por exemplo”.

ASSISTÊNCIA

Revista Alvo - Edição 21

37


responsabilidade social SOCIEDADE CIVIL TAMBÉM MOBILIZA NA CAUSA Outro

apoio

escalpelamento Ribeirinhos

recebido vem

Vítimas

de

da

pelas

SE

Jaciara Sabbá viu uma reportagem sobra a de

ONG e resolveu doar seu cabelo para ajudar. “As

dos

imagens eram muito fortes e fiquei com aquilo

Motor

na cabeça”, conta a pedagoga que sempre

vítimas

Organização

Acidentes

de

Com cabelos negros, na altura da cintura,

teve muito apego ao cabelo,

(ORVAM). A Organização Não Governamental foi fundada há quatro anos para auxiliar no apoio das vítimas com campanhas de

arrecadação

de

cabelos

para a produção de perucas e cursos de capacitação para as integrantes. Regina faz parte da organização que atende mais de 100 mulheres e, hoje, além de produzir perucas, também compartilha

sua

experiência

”O drama de centenas de mulheres começa nos rios da Amazônia. Essas mulheres perdem muito mais que os cabelos, perdem auto estima, o convívio social, por vezes, tem o afastamento de seus companheiros além de seu estado psicológico abalado.”

com outras mulheres. “Sempre

Cassius - Empresário

e chegou a ficar com receio, mas que teve ajuda de uma criança para tomar a decisão final.

“Quando

cheguei

à

Orvan, uma criança pulou da cadeira e disse que agora a mãe dela teria como acabar a sua peruca. Naquele momento senti vergonha por ter ficado em dúvida e me prometi que iria deixar meu cabelo crescer sempre

que

possível

para

doar. Acho que é por isso que

digo que apesar da revolta, e necessário enfrentar o problema e se erguer.

ele está crescendo tão rápido (risos)”, desabafou.

Agir naturalmente, pois o medo de se expor só

Empresário dono de uma rede de salão de

acaba nos fazendo mal. Precisamos reaprender

beleza, Cassius Martins é outra pessoa que se

a encarar as pessoas novamente e nos reerguer

sensibilizou com o drama dos escalpelados.

para ter uma vida normal”, pontua.

Após conhecer a situação de perto começou a

UMA PONTE ASSIM NÃO MUDA

GRIFFO

PONTE DE IGARAPÉ-MIRI. É O GOVERNO DO ESTADO TRABALHANDO PARA MELHORAR A SUA VIDA. Tão importante quanto o tamanho de uma obra é o tamanho do bene-fício que ela traz. Construída pelo Governo do Estado na PA-151, moderna e segura, a ponte de Igarapé-Miri chega mudando para melhor o dia a dia de milhares de paraenses em Igarapé-Miri, Abaetetuba, Barcarena, Acará, Moju, Mocajuba, Cametá e Baião, dentre outros municípios. A ponte Clóvis Almeida Mácola é um antigo sonho da região do Baixo Tocantins que finalmente virou realidade. Revista Alvo - Edição 21

38

A nova ponte vai facilitar a vida de quem produz, permitindo o transporte da produção em menos tempo, sem depender do horário da balsa. Melhora também para quem precisa chegar mais rápido ao trabalho e à escola, e mais cedo em casa. Uma obra que representou também oportunidade de emprego para mais de 200 trabalhadores, 90% deles moradores da região. Ponte de Igarapé-Miri. A paisagem ficou bem melhor com ela. A vida, nem se fala.


incentivar a doação de cabelo entre suas clientes e pelas redes sociais. “O drama de centenas de mulheres começa nos rios da Amazônia. Vejo campanhas nacionais para a doação de cabelos para mulheres acometidas pelo câncer. Graças a Deus, os cabelos dessas mulheres voltam a crescer depois do tratamento. Já no caso das escalpeladas isso não acontece, já que o couro cabeludo é arrancado. Elas perdem muito mais que os cabelos, perdem autoestima, o convívio social, por vezes, tem o afastamento de seus companheiros,

além

do

estado

psicológico

abalado. Por isso passei a me dedicar na ajuda a essas mulheres”, explicou Cassius.

QUER AJUDAR TAMBÉM? VISITE A ORVAN Avenida João Paulo II, Lote 134. Entre as ruas Mariana e Coração de Jesus, no bairro Castanheira. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Ou acesse o Facebook da ONG: www.facebook.com/orvam.ong

SÓ A PAISAGEM. MUDA A VIDA. Use a ponte com segurança. Respeite a sinalização e o limite de velocidade. Pedestres e ciclistas, usem a calçada e a ciclovia. Não jogue detritos no rio. Proteja o meio ambiente.

A ponte Clovis Almeida Mácola é mais segura. Os pedestres ficam isolados dos carros por uma mureta. Os pilares são protegidos por “dolfins” contra possíveis colisões por balsas.

A ponte tem 560 metros de extensão, totalmente sinalizada. O moderno sistema de iluminação conta com placas de captação de energia solar.

Secretaria de Transportes

TRABALHANDO PARA MELHORAR A SUA VIDA Revista Alvo - Edição 21

39


saber educar

elba magave Pedagoga

Que profissão guarda o meu sucesso? A

lgumas pessoas parecem desde cedo já saberem Refletir sobre quais disciplinas se tem ou teve que carreira profissional seguir, que profissão mais afinidade no ensino fundamental e médio escolherem para sua vida. Mas infelizmente, para pode ser uma outra forma de avaliar qual área outros, essa pode ser uma tarefa muitas vezes difícil de atuação você mais se identificará. Porém e angustiante. é preciso ter cuidado. Algumas disciplinas O momento dessa decisão fica mais próximo que você acredita que não existam em com o advento do vestibular, e já que hoje em dia determinado curso ou área, podem aparecer muitos jovens passam por essa prova cada vez e te surpreender. E para evitar tais possíveis mais cedo, é normal que ainda tenham diversas surpresas, é aconselhável que pesquisemos dúvidas sobre essa importante escolha. Algumas sobre a profissão que temos em vista. dicas podem contribuir no momento de tomar essa Quando já se consegue ter uma noção de decisão tão importante. algumas possíveis opções, é chegado esse A primeira consta em esquecer o chamado “mito momento, o de pesquisar: o que o profissional da profissão para toda a vida”. Essa decisão acaba dessa área faz, onde ele pode atuar e como anda tendo um peso maior, devido o mercado para o campo o fato de acreditarmos que a É primordial refletir sobre quem que ele atua, são alguns profissão que escolhermos é você, pensar no que você gosta. dos questionamentos que agora, será a única para Isso pode até parecer banal, mas você deve fazer. Pesquise toda nossa vida, mas isso a grade curricular do muitas vezes esquecemos das nossas curso e veja a ementa das nem sempre é verdade. É comum que as pessoas principais motivações no momento da disciplinas. Muitos eventos mudem de profissões escolha de nossa profissão.” profissionais e estudantis algumas vezes, já que em são abertos ao público algumas circunstâncias elas percebem que aquilo geral, você pode buscar participar de algum no que elas acreditavam saber sobre a sua primeira desses eventos para verificar sua afinidade ou escolha profissional, não representava exatamente não com a área. a realidade, e por isso vão em buscas de outras Fazer um teste vocacional é uma outra saída opções que atendam melhor suas necessidades. que muitos buscam nesse momento. Um teste Também é primordial refletir sobre quem é você, vocacional é uma espécie de avaliação que você pensar no que você gosta. Isso pode até parecer pode fazer com um psicólogo ou mesmo em banal, mas muitas vezes esquecemos das nossas algumas feiras vocacionais oferecidas por escolas principais motivações no momento da escolha de e universidades. Esse exame irá analisar algumas nossa profissão. Sendo assim, é importante que você de suas características e irá lhe apresentar reflita sobre quem você é hoje e quem pretende ser um resultado básico de que possíveis áreas e daqui a uns anos. Faça uma lista das coisas que você profissões você parece se encaixar melhor, e que mais gosta de fazer, das atividades que considera talvez, dependendo de sua escolha, poderá seguir. mais prazerosa. Isso lhe ajudará a se conhecer Passar por todas essas etapas não garante melhor e a perceber aquilo que quer e o que não quer que no final você escolherá uma profissão para sua vida profissional. Buscar reconhecer suas adequada às suas pretensões, mas diminui os qualidades lhe ajudará em sua escolha, pois nem riscos, principalmente quando tudo é feito com o sempre somos bons naquilo que gostamos de fazer, acompanhamento de profissionais capacitados por isso é necessário se conhecer e reconhecer o que que contribuirão para a tão importante decisão você faz de melhor e aquilo que não consegue fazer sobre qual profissão escolher. E lembre, tão bem. Contudo, é claro que se deve também estar sempre, nunca desista do sonho de realizar-se atento ao fato de que mesmo você não sendo bom profissionalmente e assim ter uma vida feliz com em algo agora, poderá aprimorar seu conhecimento as atividades que você desenvolverá para ajudar nisso futuramente. na construção de um mundo cada vez melhor.

40

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

41


capa

42

Revista Alvo - Edição 21


texto e fotos: Marcelo Sousa

kandinsky tudo começa num ponto Revista Alvo - Edição 21

43


capa

D

esde novembro do ano passado esteve

impressiona pela quantidade de obras e itens das

circulando por algumas capitais brasileiras o maior

mais diversas fases do pintor, levando os visitantes

acervo de obras já catalogado

a

de um artista estrangeiro de

principais obras do artista russo,

renome mundial. O Ministério

mas também suas referências

da Cultura e o Banco do Brasil

e influências de outros artistas.

trouxeram ao país a exposição

“Tudo

‘Kandinsky: Tudo começa num

apresentou

ponto’ que passou por cidades

antológica de Kandisnky que

como Brasília, Rio de Janeiro,

nos conduz para além das

São Paulo e Belo Horizonte

experimentações gráficas do

entre novembro de 2014 e

artista e transmite a essência

setembro deste ano. Em São Paulo, a exposição do

artista

Kandinsky

russo

Wassily

(1866-1944),

um

dos mais renomados mestres da pintura moderna, pioneiro e fundador do abstracionismo que revolucionou toda a arte do século XX, tomou quatro andares do Centro Cultural

““Sempre que possível gosto de tirar um tempo dessa correria cotidiana para visitar uma exposição de arte como essa. É fundamental para refrescar a mente, renovar os pensamentos para o trabalho e até mesmo para a vida pessoal.” Igor Lobato Professor

Banco do Brasil (CCBB) com um acervo que

44

Revista Alvo - Edição 21

conhecerem

não

começa

poética

num

ponto”

uma

que

as

frase

aponta

essa

complexa trama de referências, vontades

e

sensações.

Ao

lado de trabalhos de seus contemporâneos

e

de

artistas que o influenciaram, a exposição trouxe a obra de Kandinsky de forma que entendamos influências

como

essas

ecoam,

ainda

hoje, na arte contemporânea. O acervo tem como


base a coleção do Museu Estatal Russo de São

culta popular. ”Sempre que possível gosto de tirar

Petersburgo, enriquecido com obras de mais sete

um tempo dessa correria cotidiana para visitar uma

museus da Rússia e coleções

exposição de arte como essa.

procedentes

Alemanha,

É fundamental para refrescar a

Áustria, Inglaterra e França,

mente, renovar os pensamentos

além de obras de oito museus

para o trabalho e até mesmo para

do interior da Rússia e de

a vida pessoal”, afirma.

da

coleções particulares. Ao

realizar

Centro

a

Cultural

mostra, Banco

KANDINSKY

o do

Mas não só de pintura, vivia

Brasil possibilitou o contato da

sociedade

com

o

brasileira

obras-primas

de

grandes nomes da história da

arte

e

reafirmou

comprometimento

seu

com

a

formação de público e com o acesso cada vez mais amplo à cultura. Para o professor Igor Lobato, morador da capital paulista,

exposições

dessa

magnitude são fundamentais para o desenvolvimento da

artista.

Kandinsky

também

embrenhava-se no campo da

““A jornada criativa iniciada por Kandinsky ecoa na arte até os dias de hoje e entender esse gênio criativo implica também em compreender a sensibilidade que marca a arte desde o início do século XX.” Wanessa Biel Artista Plástica

escrita

através

textos

teóricos.

de

inúmeros

Convocando

toda a influência da arte popular e a mítica ancestral dos povos do Norte da Rússia, como parte desse despertar para a expressão de um sensibilidade lírica da alma, o artista também passou uma longa fase sobre influência xamânica,

que

podiam

ser

observados em inúmeras obras

Revista Alvo - Edição 21

45


capa

e experimentações. “A jornada criativa iniciada por Kandinsky ecoa na arte até os dias de hoje e entender esse gênio criativo implica também em compreender a sensibilidade que marca a arte desde o início do século XX”, comenta com entusiasmo a artista plástica Wanessa Biel, que aguardava a vinda das obras ao país desde que se iniciou na vida artística. A exposição apresentou o prólogo dessa história enriquecida que é a arte moderna e contemporânea: o modelo em que se forjou a passagem para a abstração, os recursos a partir dos quais a figuração deixou de ser a única via possível para representar os estados mais vitais do ser humano e, finalmente, o novo caminho desbravado a partir dessa ruptura. Esse salto para o vazio que a abstração representa e a abertura de um universo sem fronteiras para a criatividade infinita da arte, podem ser vivenciados no final desse mostra que, com um toque de tecnologia, permitiu aos visitantes por meios de óculos de realidade virtual, adentrarem nas obras do artista russo e interagir com um novo modo de pensar a arte.

46

Revista Alvo - Edição 21

Wassily Kandinsky

Artista plástico russo, professor da Bauhaus e introdutor da abstração no campo das artes visuais. Apesar da origem russa, adquiriu a nacionalidade alemã em 1928 e a francesa em 1939. Morreu em 1944, aos 77 anos, na França.


Revista Alvo - Edição 21

47


acelerar

por que escolhi a academia fórmula? ”Porque gosto de coisas boas e o método de trabalho da minha professora que faz parte do time da formula.” Rafaeli Sobral

”Academia com ótima estrutura física associada a aparelhos de ponta e excelente qualidade profissional.” Marco Túlio

48

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

49


acelerar

”Academia com aparelhos de ponta, um ambiente maravilhoso e de muitos amigos.” Alberto Jorge (Capacidade) e professora Andrewa Silva

”Porque temos tudo que precisamos em um só lugar , além de amigos que também frequentam o espaço. Praticamente uma segunda casa pra nós.” Família Torquato

SERVIÇO

Academia Fórmula Complexo Esportivo SpaceBall Rodovia Mário Covas, 575 - Coqueiro Telefone: (91) 3245.8441 www.formulaacademia.com.br Horário de funcionamento: segunda à sexta, das 6h as 22h; sábados, das 9h as 18h; domingos e feriados, das 10h as 13h (*) sujeito a mudanças. Estacionamento gratuito para clientes.

50

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

51


redes sociais por Bruna Dias fotos: Marco Nascimento

Eu curto, você curte... Eu te sigo e você me segue de volta! A troca de curtidas nas redes sociais mudou o jeito de se comportar na internet. Hoje, quem tem dinheiro, compra amigos!

Entre curtidas e seguidores, a ordem é aumentar o contador

52

Revista Alvo - Edição 21

C

erca de 650 horas por mês nas redes sociais. É isso que o brasileiro gasta utilizando as mídias, de acordo com a pesquisa “Futuro Digital em Foco Brasil 2015” (Digital Future Focus Brazil 2015), divulgada pela consultoria comScore. A busca pelo like e pelos seguidores está cada vez mais acirrada. Após olhar o Facebook, que possui mais de 58 milhões de usuários, o que representa um alcance de 78% do total no Brasil, o internauta procura se informar nos portais de notícias e entretenimento, com 290 horas de navegação mês. A busca pelo likes e seguidores também segue no Instagram. Após ser comprado pelo Facebook, a rede


social se popularizou bastante, com um total de Mas acredito que esses seguidores comprados, com mais de 300 milhões de usuários ativos mensais em o tempo, passam a ´cair´ e a rede diminui”, explicou. todo o mundo. Diferente das demais redes, o “Insta” Com mais 2.500 seguidores no Instagram, mais tem usuários bem mais participativos, ou seja, quem de 2 mil o Twitter e quase 1.500 no Facebook e mais gosta, curte e muito postar fotos e vídeos. de 1,3 milhões de acessos no blog Olhar na TV, Fa A intenção hoje é ser famoso das redes sociais, Mariano tem conquistado cada vez mais seu espaço. ganhar o maior número de curtidas e se tornar A blogueira Natasha Rodrigues também é um conhecido. A popularidade está diretamente ligada ao exemplo de referência profissional na rede. A jovem número de likes das postagens. O ‘’sigo de volta”, “troco começou atuando em 2004, no site de fotografias likes” e “curto a última foto” se torna cada vez mais Fotolog e em seguida migrou para o Facebook. presente nos comentários das “Eu adoro postar fotos, e como ““Eu adoro postar fotos, e como sempre fui muito ativa, em 2011 postagem de alguns usuários. E tem gente que não se importa em sempre fui muito ativa, em 2011 resolvi fazer um blog e abrir pedir para ser curtido... resolvi fazer um blog e abrir uma conta no Instagram. Ai as Fa Marianno, 29 anos saiu do uma conta no Instagram. Ai as coisas foram me acontecendo Orkut e migrou para o Facebook. coisas foram me acontecendo naturalmente”, contou. Vendo a expansão da ferramenta Natasha revela que seus naturalmente.” e as suas diversas oportunidades, seguidores sempre pediam aproveitou para escrever sobre o dicas de onde fazer as unhas, as Natasha Rodrigues Blogueira mundo da televisão. sobrancelhas, o cabelo, além das “Novelas e mundo das celebridades são alguns dicas de moda. Hoje, a blogueira se sente responsável dos assuntos que eu abordo. Tenho um blog também, pelo que indica aos seus seguidores, que já somam onde acabo escrevendo mais sobre os temas. Entrei mais de 20 mil pessoas. no Facebook na modinha do boom de lançamento, A jovem paraense fez da “brincadeira” um trabalho, mas mesmo assim fiquei um bom tempo sem usar, além de aproveitar a oportunidade e se especializar no achava difícil. Depois veio o Twitter, o Instagram...”, assunto. “Vivi praticamente um ano só do Instagram. E contou. hoje sou mais ligada em tudo, fico de olho no que os O paraense, que hoje mora em Fortaleza (CE), meus seguidores gostam, o que mais curtem, o que se tornou repórter da Tv Diário, confessa que nunca gera mais comentários e discursões. Escolho os dias comprou seguidores e nem curtidas. Tudo foi para postar e os melhores horários”. conquistado com o seu carisma e trabalho. “Acho que quem compra seguidor em rede social, busca ser uma subcelebridade virtual. Quer ser visto de Focado em atrair mais pessoas em seus perfis, qualquer maneira, sem ter uma proposta ou trabalho alguns sites são especializados nas compras de likes midiático que a exponha automaticamente. Mas é e usuários. Basta ter um cartão de créditos nas mãos aquilo, quem quer, paga! Se ela se sente feliz tendo e definir quantos novos seguidores e novas curtidas seguidores sem fundamento, então é com a pessoa. vocês quer receber. Os valores para o Instagram

COMPRA DE LIKES E USUÁRIOS

Revista Alvo - Edição 21

53


redes sociais

humano de querer se mostrar e a internet facilitou muita coisa para as nossas vidas, incluindo a super exposição. Antes, pra ser famoso, você tinha que ser artista de cinema, cantor, político. Hoje qualquer um com um blog, canal no Youtube ou mesmo piadinhas boas no Twitter pode ganhar destaque dos outros”, disse A jornalista diz que não se pode generalizar o comportamento do usuário de redes sociais, mas que a ingenuidade e o desconhecimento pode levar a uma super exposição desnecessária. “Publicar algo na internet é tipo colocar um outdoor com essa informação ““Publicar algo na internet é na rua: todo mundo passa e fica tipo colocar um outdoor com sabendo. A diferença é que fica essa informação na rua: todo muito mais fácil compartilhar essa A jornalista Marilia Jardim está mundo passa e fica sabendo. informação na web”, acrescentou Marilia garante que é muito sempre ligada na movimentação A diferença é que fica muito melhor pensar antes de fazer nas redes sociais, este ano mais fácil compartilhar essa seu post. “Falta educação para ela participou a primeira vez informação na web.” as pessoas saberem como lidar do Intercom como “oficineira”, com a internet ou com as redes falando um pouco sobre o Marília Jardim Jornalista sociais. Muita gente vê internet só processo de comunicação na como Facebook e Instagram e não para pra pensar internet. Marilia também é colaboradora do site “Nós nas enormes possibilidades que esse mundo oferece. Vamos Assim”, assinado ainda por Amanda Campelo Tipo, um mundo mesmo de informação! Uma boa e pela Natália Costa. maneira é ter bom senso e limites, sempre”. “Acho que existe uma necessidade natural do ser variam de R$ 19,00 a R$ 25,00 para em torno de 1000 seguidores. Para o Facebook 500 curtidas custam em média R$ 49. Outra dica é o usuário se tornar ativo na rede, essa pode ser a primeira estratégia a ser tomada antes da compra de seguidores e likes. Postar uma imagem diariamente em horários estratégicos, por exemplo, no meio da tarde durante a semana pode aumentar o numero de seguidores no seu perfil. Ao fazer sua postagem, não esqueça de colocar hashtags populares e a sua localização, isso também ajuda na captação de seguidores.

REDES SOCIAIS: CASO SÉRIO

54

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

55


evento

Vitória d

ou-se r g a s n o c y r a o M ag u

campeã

litana Metropo bol o iã g e R de Fute do ios da ndomín Copa Nissan o niza c o it O nto orga m o e da v e m O a . r s co a particip os Condomínio em parceria ua, d o açã naninde ig A ic n Society m u e m , ll o o C ceba arias B pela Alv Esportivo Spa te, Drog poiaram li E o o x p u le do Gr Comp des. A demia trocínio BM brin teve pa o Emops e J r. Jardim, Aca D up ben, Gr a Jefferson, foram: tiv vi-PA. o ia c ic e S in a certame press con/ o d in m S a r e y Fórmula es que disputa II, Ilha Bela, C nze e ip le e il u ir v As eq II, Green go, Oásis, Villa F im d r a J a Cidade it Mirante do L OÁSIS ,F Garden Maguary. UARY E rios e G A M o IA á Vitória d ipes do VITOR s seus advers rtida u lo pa q e e a p s r A ssa ouve iram pa Antes disso h encedor foi o u g e s n v co al. cado, o RDEN. m a fin chegara o terceiro colo o CYPRESS GA ados u c nir pra defi LE II que derroto os dois times fo ” de IL o V m ç o la s GREEN eletrizante, c dois “go GUARY, a o i it fo e l ir d MA A fina tivemos me do VITORIA ue quase , e u q ta ti m, q s. O no a te no s equipe sima arbitrage s s empa ARY ambas a é ó p p a a . d lo a u v c GU reclama eteu o espetá o VITORIA MA is e d m alt compro rmal a equipe puta de pen DE o is n d S NIS AN . A tempo har a P n O a C g 5 da iu IOS 201 consegu u-se campeão DOMÍN N O o C r g S a O cons TY D L SOCIE FUTEBO

01

02

Assista os vídeos da Copa Nissan em nosso canal no YouTube.

03

56

Revista Alvo - Edição 21


fotos: Neto Maia

05

04

06 07

09 08

11

10

Revista Alvo - Edição 21

57


evento 12

13

14

15 16

fotografiaS:

01-Entrega Premiação: Vice-Campeão Oásis. | 02-Entrega de medalhas aos campeões. | 03-Partida da semi-final: Grenville II e Cypress Garden. 04-Equipe Grenville II. | 05-Equipe Ilha Bela. | 06-Equipe Cypress Garden. | 07-Equipe Mirante do Lago. | 08-Equipe Cidade Jardim II. | 09-Equipe Oásis. | 10-Equipe Vitoria Maguary. | 11-Equipe Villa Firenze. | 12-Entrega premiação a equipe Vitória Maguary. | 13-Apoena Augusto, Alexandre Rocha e Guilherme Mendes. | 14-Exposição dos veículos do patrocinador Tropical Nissan. | 15-Ação com as promotoras do Grupo Emops. 16-Troféu Copa Nissan.

58

Revista Alvo - Edição 21


01 – Nova Frontier SV Attack Mecânica, 4x4, 2.5 Diesel, 190 CV, 2015/2015, completa, preço público sugerido de R$123.490,00 com desconto de 24%, a partir de R$93.928,40 à vista através do canal de vendas diretas de fábrica. 02 - Novo Sentra 2.0 SV Automático, 2015/2016, completo, à vista R$67.631,10 à vista através do canal de vendas diretas de fábrica. Oferta exclusiva para CNPJ e produtores rurais, com unidades limitadas para todo o Brasil. Todas as ofertas são em cores sólidas e conforme o modelo ou cor deverão ser acrescidas do valor de até R$1.550,00, sendo as pinturas metálicas ou perolizadas opcionais ao cliente, conforme disponibilidade de estoque. Frete não incluso. As imagens contidas neste anúncio são meramente ilustrativas podem não representar a versão anunciada, para mais informações visite a concessionária Nissan mais próxima. As ofertas são válidas até o dia 31/08/15 ou enquanto durarem os estoques. A Nissan do Brasil e a Tropical Veículos, reservam-se o direito de alterar as ofertas sem aviso prévio em função da disponibilidade dos veículos ou a variação de taxas do mercado financeiro. Informações da Etiqueta Nacional de Conservação de Energia do veículo Nissan, categoria grande, modelo Novo Sentra, versão 20S, motor 2.0-16V, transmissão M-6; combustível Etanol cidade 7,2 l/km e estrada 8,7 l/km, combustível Gasolina cidade 10,5 l/km e estrada 12,9 l/km. Valores medidos em condições padrão de laboratório (NBR-7024) e ajustados para simular condições mais comuns de utilização. O consumo poderá variar para mais ou para menos, dependendo das condições de uso, para mais informações acesse www.inmetro.gov.br e www.conpet.gov.br.

Revista Alvo - Edição 21

59


área comum

Márcia Noguchi Administradora

Administradora de Condomínio: Uma boa escolha. A

fazer retenções de impostos de seus trabalhadores s vezes, o barato sai caro, ou seja, deixar de autônomos e até dos empregados das suas empresas contratar uma administradora de condomínios para terceirizadas. Caso esses impostos não sejam economizar determinada quantia poderá se mostrar, recolhidos corretamente, serão aplicadas multas no futuro, uma postura muito mais dispendiosa, se pesadas onerando assim o condomínio. houver algum erro ou omissão. Para se contratar uma administradora de Uma administradora oferece muitas facilidades, condomínio o síndico deverá convocar a assembleia já que a empresa contratada faz toda a parte chata apresentando aos condôminos uma empresa de e burocrática. Ela assume diversas responsabilidades sua confiança, relacionando o tipo de prestação de que facilitam a rotina de trabalho no condomínio, como serviços, honorários cobrados e por exemplo: folha de pagamento dos funcionários, lançamentos Uma administradora deve prazo do contrato. Contudo, uma administradora bancários e a escala de trabalho. ser bem escolhida, para que deve ser bem escolhida, para que Dessa forma, a prestação de ela, em vez de solução, não ela, em vez de solução, não seja contas do condomínio fica um problema a mais. Aqui vão mais organizada, e com isso o seja um problema a mais.” alguns cuidados para escolher uma condomínio ainda desfruta de uma administradora: boa economia em seu orçamento. - Peça proposta para três empresas; Temos que considerar também que uma - Consulte empresas indicadas por síndicos ou administradora de condomínios consegue atuar condôminos satisfeitos; como mediadora de conflitos internos, pois, ao Desconfie de honorários muito baixos; participar de assembleias gerais de condôminos, ela Visite a empresa e seu site antes de contratá-la; com seu know-how, consegue interferir positivamente Discuta com o conselho antes de se decidir por sugerindo medidas coerentes e conciliadoras esta ou aquela empresa; aos moradores, evitando assim um desgaste - Opte por empresas com boa administração de desnecessário. recursos humanos, que tenha bons profissionais; É bom alertar que hoje temos uma legislação cada Analise a experiência da administradora e verifique vez mais exigente em relação às questões fiscais do quanto tempo de atuação ela possui nesta área. condomínio, que passaram a ter obrigatoriedade de

60

Revista Alvo - Edição 21


Trav. WE-57 (Cidade Nova V) 712-A, SALA 3 Ananindeua - Pará - Brasil

Revista Alvo - Edição 21

61


esporte por bruna Dias fotos: Marco Nascimento e Anderson Gomes

Patinação une casais, amigos

e escreve lindas histórias Diversão e lazer sobre rodas faz a diferença na vida de muitas pessoas. Sintonia, equilíbrio e parceria constroem relações amorosas e amizades.

62

Revista Alvo - Edição 21


P

atinar tem sido uma diversão nas ruas de

Belém. Centenas de pessoas e dezenas de

fomos morar juntos”, contou. Mais dois meses se passaram e o casal já

grupos de patinação tomam as

estava noivo. “Noivamos pelas

ruas da capital paraenses em

ruas de Belém,

passeios noturnos. A prática

5km a caráter: eu vestida de

tem unido pessoas, estreitando

noiva e ele de terno e gravata.

amizades, descobrindo amores,

Motoristas

além de ajudar na saúde.

de ônibus, carros e motos

A

passavam por nós buzinando,

jornalista

Tatiana

Ribeiro,

percurso de

e

passageiros

30 anos, é um exemplo de

aplaudindo,

que o esporte tem feito bem.

emoção imensa que rendeu

Voltando a patinação há três

até uma matéria de TV pra um

anos, quando ela voltou a morar em Belém, ela só tem tido boas recompensas. A jovem conheceu seu marido no grupo em que patinava, e há cerca de três meses ela criou seu próprio grupo. “Nossa começou

história

de

amor

nos

passeios

de

”Nossa história de amor começou nos passeios de patins entre amigos em comum e não levou muito tempo para gente se conhecer. Trocamos contatos, duas semanas depois do primeiro beijo, namoramos.” tatiana ribeiro - jornalista

patins entre amigos em comum

sorrindo,

uma

jornal local”, explicou. O

casamento

também

foi

marcado pela patinação. Nove meses após o noivado, o casal selou a união com uma grande festa, e a valsa dos noivos? “Dançamos de patins com os amigos, e

tudo

postado

está no

gravado YouTube”,

concluiu.

e não levou muito tempo para gente se conhecer.

Assim como Tatiana, Anderson Gomes, 31 anos,

Trocamos contatos, duas semanas depois do

tem colhidos frutos sobre as rodas. Patinando

primeiro beijo, namoramos. Passou um mês e

desde os 19 anos, o fotógrafo guarda soma

Revista Alvo - Edição 21

63


esporte

histórias com os patins, mas a melhor delas

GRUPOS DE PATINS

aconteceu nos últimos meses, quando conheceu

Atualmente, o Pará sedia diversos grupos de

Cinthia Haber.

patins. O Patinadores do Pará foi um grupo

“Comecei com 12 anos depois que vi na televisão

criado pela Tatiana Ribeiro que conta com

uma matéria sobre o assunto. Fiz meu tio comprar um patins e minha mãe me levava na Praça do Can para patinar’’, contou. O casal se conheceu em um passeio no dia 26 de maio, e depois

do

primeiro

encontro,

Anderson não desgrudou mais

mais de 700 participantes

““Hoje dedico meu tempo aos passeios, pois é o único tempo que tenho para ficar com ela. Compensa muito, porque fazer o que se gosta com quem se ama é muito mais especial.” Anderson Gomes - Fotógrafo

da amada. “Hoje dedico meu tempo aos passeios, pois

e já tem realizado dois passeios.

A

intenção

é

sempre abrir as portas e agregar o maior número de pessoas possíveis. Existe ainda os Patinadores Belém,

Patins

In

Line,

Ananinline, Patinadores de Icoaraci, entre outros.

é o único tempo que tenho para ficar com ela. Compensa muito, porque fazer o que se gosta com quem se ama é muito mais especial”, concluiu.

64

Revista Alvo - Edição 21

SAÚDE Em 1996, uma pesquisa realizada pelo Conselho de Medicina dos Estados Unidos,


concluiu que a patinação é uma atividade física capaz de regular, prevenir ou retardar o desenvolvimento da hipertensão arterial, bem como a pressão sanguínea em pessoas hipertensas.

““Comecei com 12 anos depois que vi na televisão uma matéria sobre o assunto. Fiz meu tio comprar um patins e minha mãe me levava na Praça do Can para patinar.” Anderson Gomes - Fotógrafo O ato de patinar é um trabalho aeróbico, capaz de auxiliar no controle de peso, além de trabalhar a flexibilidade, equilíbrio, agilidade, força e resistência. Ajuda no desenvolvimento da coordenação motora global e da lateralidade. Modela a musculatura dos membros inferiores e dependendo da posição em que é realizada, trabalha também costas e abdômen. Além de todos esses benefícios, a patinação ajuda a eliminar o stress e reduz a ansiedade, promovendo o bem estar psicológico. Andar de patins a 20 Km/h, um patinador queima 6 calorias por minuto, ou 360 calorias por hora.

Revista Alvo - Edição 21

65


perfil por Catarina Barbosa fotos: Marco Nascimento

nilson chaves UMA VOZ QUE CANTA O AMOR E A AMAZÔNIA

As letras de Nilson Chaves são um verdadeiro tributo à natureza e ao amor. Dono de uma voz suave, ele canta as belezas do Pará com muita sensibilidade e poesia. 66

Revista Alvo - Edição 21


N

recorrente quando se pretende discorrer sobre ascido em Belém - mais precisamente no a iguaria para turistas, por exemplo. Mas não é bairro do Umarizal - o cantor, compositor e só nessa melodia que você pode ouví-lo embalar intérprete, Nilson Chaves, 63, começou sua temas regionais. Suas letras são verdadeiros carreira participando de festivais e compondo tributos à natureza ou ao amor. Talentoso, Nilson músicas para peças de teatro. Chaves vai ser sempre um desses músicos dos Em algum momento da vida algo nos inspira. qual você nunca vai deixar de ouvir falar. Pode ser uma pessoa, um filme, um acontecimento. É esse algo ou alguém que nos impulsiona a seguir um sonho, a trilhar um caminho. No caso Com a ajuda de cartas de recomendação do Nilson Chaves essa inspiração veio toda escritas pelos maestros Waldemar Henrique e do pai. Foi ele quem o inspirou e incentivou. Guilherme Coutinho, em 1968 Nilson foi para o Rio “Nossa relação era maravilhosa e ele sempre de Janeiro em uma tentativa de foi um grande companheiro e cúmplice”, diz. O pai era ”Comecei a compor modestamente aprimorar seus conhecimentos musicais. Foi aí que ele dono da aparelhagem Som até que conheci o Vital Lima e conheceu Sebastião Tapajós e Personal, mas não foi pelos aí começamos a compor para o o maestro Guerra Peixe e por bailes dançantes que a criança meio dessas amizade, ele fez de oito anos se apaixonou. Foi teatro.” outras. O cantor paraense Mano pelos discos que o pai não Rodrigues e o maestro Guerra levava para as festas. E eram Peixe foram de suma importância, nas palavras muitos. Maysa, Dolores Duran, Cauby Peixoto, de Nilson, para que ele tivesse o conhecimento Tito Made, entre outros. O garotinho ficava por e habilidade que tem hoje. Guerra Peixe, por horas apreciando o som dos artistas até que, aos exemplo, o deu aulas de música por seis meses, 11, além da paixão pela música, Nilson descobriu onde ele aprendeu técnicas de composição, também o interesse por aprender a tocar violão, e instrumentos, entre outros. quem o ensinou foi um amigo chamado Lucival.

CARREIRA

“Comecei a compor modestamente até que conheci o Vital Lima e aí começamos a compor para o teatro”, lembra. Com uma voz suave, Nilson canta as belezas do Pará com muita sensibilidade e poesia. Uma de suas músicas mais conhecidas fala do fruto mais amado pelos paraenses, o açaí, e é tema

A CENA MUSICAL PARAENSE “Tenho muita música brasileira em geral”, diz Chaves, ao responder que não é muito de ouvir artistas estrangeiros. Mas sobre a nova safra musical paraense, ele afirma que o Pará tem excelentes cantoras e cantores, os quais ele

Revista Alvo - Edição 21

67


perfil

carioca de ações musicais na internet, que vai prefere não enumerar para não ser injusto, caso se encarregar profissionalmente dos meus CDs esqueça de citar algum nome. Hoje a internet é e DVDs. Fiz também um CD novo chamado muito usada por artista com o intuito de divulgar “Amores” para um selo japonês da iTunes, que seus trabalhos. Ele avalia o fenômeno como foi lançado em 37 países. Acho que dessa forma uma possibilidade de levar a música brasileira e, consigo recuperar o tempo perdido”, brinca. em específico, a regional, a um número maior de pessoas. Isso porque em sua avaliação, o espaço das rádios comerciais são mais direcionados para música de fora do Brasil. Se alguns são exigentes e precisam de silêncio Logo, juntando a divulgação absoluto, música clássica ou quatro meses fechei até meia luz para inspirar, e a aceitação do público, é ”Há possível equilibrar – ou pelo contrato com uma empresa Nilson não precisa de nada menos tentar – a divulgação carioca de ações musicais na DISSO. Para ele não existe um entre o que é produzido internet, que vai se encarregar método a ser seguido na hora musicalmente aqui e lá fora. de compor uma música ou profissionalmente dos meus melodia. Ele brinca dizendo que “O que me preocupa nesse processo é que hoje o mercado CDs e DVDs. Fiz também um CD pega músicas e coloca letras novo chamado “Amores” para um está apenas preocupado com nelas, simples assim, da mesma o resultado financeiro e dessa selo japonês da iTunes, que foi forma que o seu parceiro Flávio forma a qualidade diminui. lançado em 37 países. Acho que Venturini – que também utiliza Eu gosto da música popular dessa forma consigo recuperar do mesmo mecanismo. dançante, mas temo que hoje Precisando de inspiração o tempo perdido.” pouco desses compositores ou não, o que se sobressai é populares se preocupem em que ele se diz um compositor contribuir com a arte chamando atenção para a comprometido com a natureza, com os flagrantes beleza poética e reflexões que acredito mais do e, lógico, com o amor. “Não existe lugar para mim. que nunca serem necessárias. Acredito que o Existem sentimentos e situações que provocam a mundo necessita de reflexão e a arte, em geral, criação. Se estou triste, a música me traz equilíbrio deve ter esse compromisso”, defende. emocional. Compor me traz equilíbrio. As letras No que se refere à sua própria produção que recebo mexem com o meu sentimento e musical, ele admite ser pouco atuante na internet. em qualquer lugar posso começar a escrever. O Mas o fato de muitas pessoas admirarem e lugar não importa, mas sim o que sinto dentro de respeitarem o seu trabalho acaba o ajudando. “Há mim”, finaliza. quatro meses fechei contrato com uma empresa

PROCESSO CRIATIVO

68

Revista Alvo - Edição 21


821420 - An Moveis Rv ALVO 225x155.indd 1

14/05/15 10:09

Revista Alvo - Edição 21

69


turismo

dólar em alta não Nesta baixa temporada, viajar pode custar até 30% menos que no mesmo período do ano passado. Elevação da moeda tem sido compensada com promoções de passagens e hotéis. A melhor saída é programar a viagem para não cair em armadilhas

A

crise política brasileira tem tido reflexos claros na economia do país e impulsionado o dólar americano que, no final de setembro teve a maior alta em 12 anos, chegando a fechar em R$ 4,05. A disparada da moeda tem, inicialmente, inibido os planos de quem estava planejando viajar para o exterior neste ano, em especial para os Estados Unidos. O designer gráfico Luciano Andrade viajou para Nova York pela primeira vez no final do ano passado, período em que o dólar alcançou R$ 2,60. Na época, auxiliado por uma agência de viagens, fechou um pacote de aproximadamente 3 mil dólares por uma viagem de 17 dias. Disposto a voltar aos Estados Unidos em julho deste ano, desistiu da viagem quando percebeu a instabilidade na cotação do dólar. “Desta vez a passagem sairia por aproximadamente R$ 1.500, mas a insegurança maior foi na hora de comprar a moeda. Desisti dos Estados Unidos e fui para o Rio de Janeiro, pagando um preço de passagem equivalente, mas sem preocupação com contas e câmbio no final da viagem”, explica.

70

Revista Alvo - Edição 21

Porém, segundo Rita Kanai, proprietária de agência de turismo em Belém, planejando a viagem com antecedência é a melhor solução para quem quer viajar para o exterior sem se preocupar com a alta da moeda americana. Ainda segundo ela, essa alta não teve nenhuma grande influência na demanda por pacotes turísticos. “Variações cambiais acontecem todos os dias e se você se programar e tiver segurança no pacote que você está adquirindo, elas pouco vão lhe afetar e você conseguirá fazer a sua viagem de forma tranquila”, afirma a profissional que garante que a presente demanda é até maior que a que foi verificada no mesmo período do ano passado. “A alta do dólar tem sido compensada pelas promoções em passagens aéreas. No ano passado, por exemplo, quando o dólar não estava tão alto, um bilhete para Miami estava custando 800 dólares, na promoção. Hoje você encontra a mesma passagem por 300 dólares, logo os preços em reais estão quase equiparados”, compara Rita que explica ainda que o trade turístico se preparou


por Thiago Viana

afeta o turismo pode levar um susto com um câmbio mais alto para absorver este aumento desde 2013, quando o no dia do fechamento da sua fatura e na casa de governo federal aumentou para 6,38% o Imposto Sobre câmbio sempre haverá aquela dúvida se você está Operações Financeiras (IOF) para a compra de moeda fazendo um bom negócio ou não, pois cada uma é em cartões pré-pago de débito (Travel Money) e nas livre pra praticar o preço que quiser, desde que não compras internacionais no cartão de crédito. seja abusivo”, alerta. Para ela, aproveitar a baixa temporada é uma boa alternativa, pois os preços de passagens e hotéis ficam mais ““Desisti dos Estados Unidos e fui em conta e os passeios turísticos Os Estados Unidos é um dos para o Rio de Janeiro, pagando um destinos também, com a vantagem de não preferidos do engenheiro ter que enfrentar grandes filas em preço de passagem equivalente, civil Otávio Cavaleiro, que há algum parques, por exemplo. Em relação mas sem preocupação com contas tempo visita o país ao menos uma à compra da moeda e compras e câmbio no final da viagem.” vez por ano. A última vez foi no no exterior, devem-se levar em último mês de julho, quando a Luciano Andrade consideração duas coisas: o moeda começou a disparar, mas Designer Gráfico câmbio do dia e a incidência o preço promocional da passagem do IOF. “No cartão de crédito ou pré-pago, toda foi determinante na decisão de apostar na viagem. a conversão é feita no dólar comercial, que é “A passagem custou R$ 1080, o que é um preço bom mais barato, porém o IOF é de 6,38%. Já na casa para o trecho São Paulo – Nova York – São Paulo, de câmbio, o preço da moeda aumenta porque o tendo em vista que quando morava em Belém pagava valor considerado é o do dólar turismo, que é um o mesmo preço em uma passagem pra Miami, o que pouco mais caro. Neste caso, a incidência de IOF é uma distância menor”, compara. é de apenas 0,38%”, explica Rita, que orienta: “Uma Com U$ 500 em dinheiro e outros U$ 500 no cartão das transações mais seguras é o cartão pré-pago. de crédito, Otávio viajou sabendo exatamente quanto Pois você tem como ir carregando e poupando até poderia gastar. “Uma das maiores incertezas foi quanto chegar o dia da viagem. No cartão de crédito você ao câmbio na hora do fechamento da fatura do cartão

VIAJANDO SEM MEDO

Revista Alvo - Edição 21

71


turismo

500 dólares em média, com a vantagem de que não precisa de visto”, sugere Rita que faz uma ressalva apenas em relação à moeda europeia. Assim como o dólar, é preciso ficar atento à cotação do Euro, e fazer uma pesquisa até encontrar um valor mais em conta. Outros destinos como Tailândia e Bali, no sudeste asiático, tem pouca demanda entre o público paraense, Mas se o dólar ainda assusta e mas oferecem experiências frustra os planos de viajar para os sensacionais. Em casos como Estados Unidos, saiba que também estes é sempre bom pedir uma é completamente possível realizar ajuda a agências de viagens que o sonho da viagem internacional. tem expertise no assunto e pode Deixar a viagem dos sonhos de lado, ajudar você a fugir de armadilhas. somente por enquanto, e apostar “Às vezes as pessoas programam no destino que cabe no bolso, ““Variações cambiais acontecem as suas férias sozinhas pesquisando pode ser uma ótima experiência e todos os dias e se você se na internet e caem em armadilhas oportunidade para conhecer lugares programar e tiver segurança no de promoções cheias de restrições. novos e inusitados. “Os destinos pacote que você está adquirindo, Aqui na agência a gente sempre na América do Sul ainda são uma elas pouco vão lhe afetar e você procura investigar ao máximo para boa alternativa e compensam. conseguirá fazer a sua viagem de eliminar estes riscos”, explica a Temos muitas promoções para forma tranquila.” Rita que finaliza com a dica. “Não países como Argentina e Chile, Rita Kanai - Agente de Turismo deu pra ir para os Estados Unidos? onde as moedas são mais baixas. A Considere países como Canadá, Europa também pode ser um bom negócio. Hoje você Austrália, Nova Zelândia e África do Sul. São destinos encontra passagens para Madrid, na Espanha, por U$ extraordinários com preços mais acessíveis”. de crédito, mas eu consegui me preparar e isso não me complicou no final. Uma decisão que também foi fundamental foi ter economizado o dinheiro do hotel ficando hospedado no apartamento de um amigo. Hotel em Nova York é muito caro e, provavelmente impossibilitaria a viagem”, relata.

OUTROS DESTINOS

72

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

73


arte

arqué

tipo

Assista o video Arquétipo em nosso canal no YouTube.

74

Revista Alvo - Edição 21

por Alexandre Rocha


A

rquétipo, segundo a Psicologia Analítica, significa a forma imaterial à qual os fenômenos psíquicos tendem a se moldar. Jung usou o termo para se referir a estruturas inatas que servem de matriz para expressão e desenvolvimento da psique. Ainda segundo Jung, “os arquétipos são os elementos inabaláveis do inconsciente, mas mudam constantemente de forma”. Considerando que sua origem não é conhecida e eles se repetem em qualquer época e lugar do mundo, este ensaio traz um arquétipo à Cidade Velha, em Belém, encarnado na figura de um ser que interage com os elementos de uma das primeiras ruas da cidade, representando os vários sentimentos que por ali podem transitar. Feito a seis mãos, “Arquétipo” une os talentos de três irmãos: Apoena Augusto, fotógrafo, Izadora

Schettert, atriz e Michel Schettert, fotógrafo e videomaker. Izadora e Michel são paraenses, mas residentes no Rio de Janeiro e vieram à Belém somente para a realização deste trabalho. Segundo Izadora, que idealizou o projeto, “foi a oportunidade que vi de finalmente juntar os três para produzir algo que tivesse o DNA da família e pudesse se transformar num registro para nossa própria história”. Créditos: Conceito: Izadora Schettert Produção, cabelo e maquiagem: Izadora Schettert e Michel Schettert Modelagem: Izadora Schettert Fotos e tratamento de imagens: Apoena Augusto Locação: Cidade Velha – Belém/PA Fev/2015

Revista Alvo - Edição 21

75


muito particular

Guilherme Mendes Jornalista

Saber comunicar: Nos deixa limpo ou mata a fome. É

engraçado quando observamos um bebê resmungando, falando um monte de “ahhh”, “buuuu” ou até mesmo “mulabucabi”, até parece algum linguajar islâmico. O fato é que literalmente não entendemos nada, apenas sorrimos e retribuímos com um carinho ou afago. Exceto quando o mesmo bebê abre o berreiro, neste caso, há duas alternativas: ou é muita fome ou caquinha. Vamos refletir, evidentemente não compreendemos os bebês através da fala, mas o entendimento chega depois da convivência com eles. O choro, diferente a cada necessidade do bebê, comunica o que precisam. Enfim, eles nos fazem entender e atender as suas necessidades.

Apesar de toda tecnologia disponível hoje para traduções online, é importante, saber pelo menos, um outro idioma.” Agora imagine um turista árabe vindo ao Brasil? Quando aqui chega, vai para o hotel e começa, com um tom bem educado: “min fadlik qul li ‘ayn alhamam ?”. O recepcionista olha sem entender nada. Deve ser gentil, o sorriso no rosto e tentará arriscar o inglês: Hello, how are you? O nobre turista responde “la yatahaddathun alllughat al’iinjliziat , ymkn ‘an tukhbarani ‘ayn alhamam ?”, o atendente do hotel já percebe uma certa irritação e entrega um bloco de papel para o turista na tentativa de entender alguma coisa por escrito e mais uma vez sem sucesso. Neste momento resolveu chamar a gerente. A governanta da hospedaria, bem mais experiente, logo percebeu o drama do momento. E num estalo, lembrou dos aplicativos de tradução de idiomas. Pegou o celular e pediu que ele escrevesse. Pronto! Finalmente, todos ficaram sabendo o que o visitante do Oriente Médio dizia - “Por favor, me digam onde fica o banheiro?” Os dois funcionários então rapidamente apontaram para o local e o turista assim foi atendido em sua necessidade. Ufa! Foram quase vinte minutos para ter uma informação básica, simples, mas extremamente desesperadora para quem a necessita. Para um bebê, neste caso, a comunicação seria muito mais simples, bastava chorar. Comunicar é preciso e salva as calças. Por isso a lição que aprendemos com esta situação é que, apesar de toda tecnologia disponível hoje para traduções online, é importante, saber pelo menos, um outro idioma, a fim de não passar apertos como este. Vale a dica.

76

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

77


arte por Alexandre Rocha

arte sacra

fora do altar Obras com caráter eclesiástico ganham nova roupagem e invadem a capital paraense e trazem um novo olhar para a arte religiosa.

78

Revista Alvo - Edição 21


A

nteriormente restritas a igrejas e ambientes

clericais,

a

arte

sacra

ganha

uma

nova

roupagem nas mãos de artistas plásticos que vêm trazendo um olhar mais contemporâneo para ícones religiosos. Nascido

em

Belém

do

Pará,

Fernando

Ricardo Paiva Neves, conhecido artisticamente como Apolo Neves, desde criança manifestou habilidades para pintura. Aproximadamente aos 12 anos de idade

recebeu um convite

de seu avô para pintar em sua casa, já que era um exímio Artista Plástico da época pelas suas pinturas diversas com técnicas à óleo, nanquim, aquarela, carvão vegetal, acrílica, pastel seco. Essa experiência com seu avô deu ao artista ainda criança a vivência com as tintas e as cores que resultaram no futuro inúmeras pinturas artísticas, cujas exposições iniciaram ainda jovem no Museu da Marinha, seguindo com exposição na PARATUR, Vila Toscana, entre outras, que ampliaram a vida pública do autor com o sucesso de obras espalhadas hoje pelo mundo. Sua formação Agostiniana foi decisiva para a construção de sua identidade artística, pois apesar dos variados objetos de estudo encontrados em sua formação acadêmica pela Universidade Federal do Pará, em 2010, suas obras hoje recheadas de caráter eclesiástico fundamentam a maior característica do autor, que já elaborou trabalhos arquitetônicos em várias capelas de Belém, como a capela da Paróquia de São José de Queluz, da ordem de Santo Agostinho, capela do interior do Colégio Marista Nossa Senhora de Nazaré, além de produzir obras utilizando um estilo contemporâneo denominado Action Pentiun, Pintura de Ação ou Pintura em tempo real em episódios históricos da cidade de Belém.

Revista Alvo - Edição 21

79


arte

santo de casa Outro artista que também faz uso dos ícones religiosos, é Marcelo Sousa, que se utiliza do graffiti para dar vida a antigos objetos, e transforma-los em obras de arte.

““Eu gosto da dramaticidade que os santos transmitem, e por conta do trocadilho “santo de casa” eu resolvi pegar uma porta antiga e fazer ali a primeira obra da série.” Marcelo Sousa Artista Plástico

“Eu gosto da dramaticidade que os santos transmitem, e por conta do trocadilho “santo de casa” eu resolvi pegar uma porta antiga e fazer ali a primeira obra da série.” , afirma com entusiasmo o publicitário de 30 anos, que descobriu nos materiais abandonados, um novo suporte para a arte. Marcelo diz que seu trabalho não se restringe somente a santos católicos, e que também gosta de explorar as cores e riqueza de ícones de todas as religiões sem restrição.

80

Revista Alvo - Edição 21

e credos,


Revista Alvo - Edição 21

81


conectado

www.guisampaio.com

Jaja Vieira e Renata Vieira

Luiz Eduardo Feio, Welson Pantoja e Paulo André Sena

quem anda

conectado?

82

Karine Barreto, Paulo Dalagnoli e Jose Carlos Santos

Piragibe Jr. e DJ Duda

Adriana tavares e Renato Costa

Bárbara Lima e Thiago Brito

Kamila Fonseca e Kariane delazeri

Beto, MC Gui e Naldo

Bruno, Neto e Rafael Remor

Laiz Ponce, Luiz Carlos, Luila Ponce e Uilton Souza

Deisy Leite e Simy Leite

Dj.Tarrika, Alda Dantas, Gui e Nadime Dahas

Marcio e Indhira Vinagre

Fernanda Maneschy e Tadeu Tremura

Gyselle Bastos, Alexandre Rocha e Charles Paraventi

Rodrigo Mutran, Sonya, Kleber Barros e Luciano Manga

Revista Alvo - Edição 21


Revista Alvo - Edição 21

83


lado b

apoena augusto

Administrador de empresas

Gelaaaaaaaada! Verão na porta, sabe como é... se quiser aproveitar o período e faturar um extra tem que convencer o cliente de que a cerveja é a mais gelada das redondezas. Com esse argumento aí, não tem pra ninguém.

Delamare O nome desta coluna é “Lado B”, mas pede-se licença ao leitor para a publicação de uma muito bem sucedida estratégia de comunicação para venda de veículos que já se viu em tempos de vacas tão magras no setor automobilístico. Há quem diga que nem a Mãe Delamare consegue resultados mais rápidos.

Gênio do Marketing Quando o designer das sacadinhas encontra o empresário sem-noção e todos ficam sem ar com o resultado.

84

Revista Alvo - Edição 21

Piada pronta Esse é o tipo de barbeiragem que os maldosos atribuiriam ao pobre do estagiário de produção industrial, mas melhor que isso é poder dizer, literalmente, que esta Coca é Fanta.

Veado da Bike E por falar em calor, quente mesmo está a disputa, digamos, paralela para escolha da melhor logomarca alusiva aos 400 anos de Belém. O bem humorado perfil “Belém 400 logos”, criado no Facebook para criticar os critérios da promoção da Prefeitura, até o fechamento desta edição já se aproximava dos 2.500 membros, todos muito imbuídos em desenvolver a melhor opção para nossa cidade. Na opinião deste escriba, até então, nenhuma superou a que usa um dos mais icônicos e alegres personagens urbanos da outrora cidade das mangueiras, o “escolioso” Veado da Bike, desenvolvida pelo designer Celso Mendes. Fez tanto sucesso que virou camisa na Eubelem.

Crise Qualquer semelhança com o que o Governo Federal tem usado em você, cidadão de bem, nos últimos tempos, não é mera coincidência.


Revista Alvo - Edição 21

85


NOTA FISCAL CIDADA

O QUE VOCÊ FAZ DE BOM SEMPRE VOLTA PRA VOCÊ.

Já pensou em comprar um sapato e ganhar R$20.000,00? Não, não é promoção da loja. É a Nota Fiscal Cidadã, que traz prêmios em dinheiro pra você. Você faz o cadastro no site do programa, pede sempre para incluir o CPF na nota e,

CPF NA NOTA.

EU PEÇO.

automaticamente, concorre a prêmios em dinheiro. E ainda ganha a certeza de que o imposto que você pagou será mesmo repassado para o Governo do Estado e aplicado em obras e serviços para toda a população. Tem Nota Fiscal Cidadã no shopping, no posto de gasolina, no restaurante, na loja de materiais de construção, na padaria, no açougue, no supermercado e muito mais. Então, cadastre-se, peça a nota, concorra e entre pra lista dos mais de 30 mil cidadãos que já foram premiados.

Secretaria da Fazenda

CADASTRE-SE: www.sefa.pa.gov.br/nfc • MAIORES INFORMAÇÕES: 0800-725.5533 • nfc@sefa.pa.gov.br


NOVO JEEP GRAND CHEROKEE

Pedestre, use sua faixa.

AINDA MAIS ENTRETENIMENTO. E NEM ESTAMOS FALANDO DOS LUGARES AONDE ELE VAI LEVAR VOCÊ.

JEEP.COM.BR CAC 0800 7037 150 facebook.com/jeepdobrasil

NOVO JEEP CHEROKEE A VIDA É BELA: TEM DESIGN MODERNO, TECNOLOGIA DE PONTA E 271 CAVALOS.

JEEP WAY, A SUA CONCESSIONÁRIA JEEP EM BELÉM. MUNDURUCUS ESQUINA COM A QUINTINO.

88

Revista Alvo - Edição 21

3346-7949

Revista ALVO ed 21  

Leia na matéria de capa sobre o artista russo Wassily Kandinsky, um dos mais renomados mestres da pintura moderna. Pioneiro e fundador do ab...