1 minute read

Dúvida do Associado

“Que serviços oferecem os distribuidores digitais?”

Revista UBC

Essas empresas surgiram como uma ponte entre os artistas e as plataformas de download e streaming — que, de um modo geral, ainda não permitem que os titulares subam suas canções diretamente. Mas as atribuições dos distribuidores (também conhecidos como agregadores) vêm crescendo e mudando. Uma das razões é uma tendência que, segundo analistas, não deve demorar a se concretizar: a de que os próprios criadores possam fazer o upload das suas músicas em plataformas como Spotify, Deezer ou Apple Music, entre outras.

No caso do Spotify, já há um serviço beta — por enquanto, restrito a alguns artistas e bandas préselecionados, e unicamente nos Estados Unidos — que admite a inclusão da música diretamente no sistema da plataforma, sem passar por um agregador.

Não só: alguns também têm atuado num campo normalmente associado às editoras, intermediando autorizações de reprodução das canções e até buscando oportunidades de sincronização (em filmes, séries e novelas) das músicas dos seus representados.

Enquanto isso não se amplia e expande às demais plataformas, os distribuidores diversificam e já vêm atuando como verdadeiros selos, oferecendo assessoramento de marketing e gerenciamento da presença do artista nas plataformas (através da administração de playlists, da integração com mídias sociais e da elaboração de campanhas em vídeo no YouTube, por exemplo).

São tantos os novos serviços que elaboramos uma tabela no nosso site com alguns dos principais agregadores/distribuidores digitais em atuação no país e o que oferecem. Acesse ubc.vc/DDigital e compare!

E você, tem dúvida?
Entre em contato com a UBC pelo e-mail atendimento@ubc.org.br, pelo telefone (21) 2223-3233 ou pela filial mais próxima.
LEIA MAIS! Qual o melhor distribuidor digital? ubc.vc/DDigital