Page 12

acesse o site: www.casadoceara.org.br

Leituras V

Falando do Ceará

Fernando Milfont (*) Hoje eu vou falar do Ceará, “dos verdes mares bravios de minha terra natal”, no dizer do poeta. Ninguém reclame, ninguém diga que é bairrismo, se disser, não importa. Vou falar das minhas doces lembranças, do sol forte, dos dias claros, da brisa constante, das praias maravilhosas de águas mornas, dos peixes trazidos pelos pescadores, nos fins das tardes. Antes do repasto, uma cachacinha com tiragosto de nacos de caju. Ninguém esquece o baião-de-dois, a paçoca, a carne de sol assada, da sobremesa de doce de coco, ou doce de banana em rodinhas. O milho verde cozido, a canjica, a tapioca, tudo muito simples, é de comer e estalar a língua, é de dar água na boca, o gosto fica para sempre. Não é de esquecer o pega-pinto do Mundico, refresco “não sei de quê”, com gelo dentro, servia para matar a sede. Era uma portinhola apenas, ao lado do Cine Moderno. E as frutas? Que sabor! Graviola, sapoti, manga-rosa, goiaba. Lá tem de tudo, é como na Pasárgada do poeta. Tem gente bonita até demais, tem os que trabalham e constroem, os que esperam chover para plantar e comer o sumo da terra, os que acreditam em milagre, os devotos do Padim Ciço, de São Francisco de Canindé, de São José, de todos os santos e santas, com quem se apegam pedindo graças, a graça maior um bom inverno, com água que encha os açudes, para tanger a seca para longe. Assim é o Ceará, que povoa a minha memória, traz de volta a alegre festa que inaugurou a Coluna da Hora, no nascer do ano de 1936, com Pompa e Circunstância, regada a espocar de fogos e banda de música. Os “modernosos” não resistiram, alguns anos depois (nem me lembro quantos), resolveram reformar a praça, substituíram a coluna, puseram outra, não sei se melhor, só a vi através de fotos. Os bancos também terão sido retirados, mudou tudo, restam apenas as lembranças, como da Praia de Iracema original, quando ainda não se pretendia construir o quebra-mar, o início do porto, substituto da Ponte Metálica, que exigia esforço de atletas de circo, para se embarcar numa balsa ou sei lá o quê, para ser levado ao navio, ancorado distante. Ceará, Terra do Sol, também chamado de Ceará Moleque, pois tudo criticava e apupava. Há quem se lembre, teria sido pelo final dos anos de 1940, começo dos anos de 1950, o verdadeiro dilúvio, inusitado pé d´água que desabou sobre Fortaleza, durante uma noite toda, indo até de manhã, por volta das 10 horas. De repente, a chuva estancou e, no meio da Praça abriu-se uma nuvem escura, de lá emergindo um claríssimo raio de Sol. Quem estava presente (inclusive o modesto autor deste rosário de lembranças), não se conteve, vaiou estrepitosamente. Outro pequeno não-esquecer, remonta aos anos finais de 1930. Juízes, advogados, jornalistas, escritores, médicos, enfim a nata intelectual da cidade, reunia-se pelas cinco horas da tarde, em torno de um banco de dois lados, instalado no passeio, entre a rua e Praça do Ferreira, sob imensa árvore, defronte ao Majestic e a Farmácia Oswaldo Cruz, para discutir os assuntos do dia. Pelo hábito, decidiram fundar o Banco, instituição notória. Abriu-se ao lado do banco um buraco, onde foi enterrada uma caixa com fotos, jornais do dia, moedas de mil reis, mensagens e uma Ata Memorial. Solenidade de arromba. A praça foi reformada, é possível que a memória de uma época tenha sido varrida para sempre. Ora, ninguém esquece o Ceará, que está no coração dos que se largaram para as lonjuras do mundo todo, onde a gente encontra sempre um cabeça-chata para falar de saudades. O Ceará dos que vivem de esperança, que é a última que morre e o cearense está sempre de olhos brilhantes, um dia alcança o que espera De lá saí, há mais de 60 anos, para tentar a vida no Rio, enfrentar feras famintas disputando palmos de terra para assegurar seu reino. Escapei, não sei se foi sorte ou a mão do destino, consegui meu metro quadrado para me estabelecer, sem perder o sotaque nem as saudades da santa terrinha. (*) Fernando Milfont (Fortaleza) (milfont90@gmail.com) é jornalista, membro da Academia Cearense e Ciências, letras e Artes do Rio de Janeiro, ocupando a cadeira nº 5, cujo patrono é o escritor Araripe Jr.

Maio/17

12

Grupo trabalhará em transição do Aeroporto Pinto Martins de Fortaleza

Criação da equipe foi definida em reunião entre repre- que Fortaleza está numa posição geográfica estratégica sentantes do Governo do Estado e da empresa alemã. e, por isso, tem todas as condições para ser transformada “Ceará e Fraport. Juntos para voar ainda mais alto”. em um hub. Foi com esta mensagem que o governo cearense recebeu, No último dia 12, o governador Camilo Santana e o em 24.04 executivos da empresa alemã que passará a prefeito Roberto Cláudio se reuniram com a presidente da administrar o Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Latam, Cláudia Sender, para tratar do hub que a compaFortaleza, a partir do próximo dia 28 de julho. Em reunião nhia aérea pretende instalar na região Nordeste. Fortaleza, que ocorreu no Palácio da Abolição, ficou definida a cria- Natal e Recife disputam o equipamento. Na ocasião, ção de um grupo de trabalho formado por representantes Sender informou que a Latam iria marcar uma reunião da Fraport AG, do Estado e da Prefeitura de Fortaleza. A com a Fraport, pois “é muito importante que a questão do companhia também anunciou investimento de quase R$ hub seja vista como uma política pública pela Prefeitura 2 bilhões para o terminal cearense “nos próximos anos”. de Fortaleza e pelo Estado do Ceará, como algo que pode Os integrantes do grupo serão escolhidos e divulgados alavancar investimentos, gerando renda e negócios”. o mais rápido possível. O objetivo principal da equipe é Disponibilidade trabalhar, principalmente, durante a transição da adminisNa reunião, Camilo destacou que o Estado está à distração do Aeroporto, que passará da Empresa Brasileira posição da Fraport, observando que a empresa vai admide Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) para a Fraport. nistrar o Aeroporto pelos próximos 30 anos, necessitando A Fraport já tem uma equipe formada por cerca de 30 do diálogo permanente com o poder público. Segundo pessoas que será responsável por atuar diretamente na ele, governo e Prefeitura apresentaram aos executivos da transição. Com o auxílio de representantes do Governo companhia o que vem sendo feito, em termos de “invesdo Ceará e da Prefeitura de Fortaleza, a companhia deseja timentos estratégicos”. “Nossa parceria com a Fraport extrapola a concessão compartilhar informações e ações em prol do desenvolvimento do Aeroporto e da Capital cearense, em áreas como do Aeroporto, trazendo uma expectativa da dinamização infraestrutura, turismo e da economia de Fortaleza, finanças. de outros setores e segmentos. Queremos que os Na reunião de ontem, ficou claro que a Fraport busbenefícios sejam além do ca tornar o Pinto Martins investimento físico, mas um dos principais terminais também de oportunidades aeroportuários do Brasil, de emprego. Precisamos priorizando a qualidade dos estar juntos, o poder público e iniciativa privada, para serviços e das operações, tirarmos os bons frutos obedecendo os “padrões internos da companhia”, que dessa parceria importante administra 24 aeroportos para o Ceará e Fortaleza”, na Europa, Ásia e América finalizou Camilo. do Sul. Além do governador, “Temos certeza de que participaram do encontro existem ótimas oportunide ontem secretários do O governador Camilo Santana, o prefeito Roberto Cláudio e secretários estaduais e municipais se reuniram, ontem, no Palácio da Abolição, com dades e temos confiança no Estado e da Prefeitura. A representantes da Fraport ( Foto: José Leomar ) desenvolvimento próspero Fraport foi representada do Aeroporto. Existe um enorme compromisso do governo por Klaus Jeschcke, pelos também diretores de projetos e da Prefeitura para nos apoiar nesse desenvolvimento. Cecil White e Leonardo Carnielle, e pelo gerente de Queremos saber tudo sobre o Aeroporto”, afirmou o di- projetos sênior Andreas Montag. O evento teve ainda a retor de projetos da Fraport, Klaus Jeschcke, chamando presença do cônsul honorário da Alemanha em Fortaleza, a atenção para a importância das “pessoas que conhecem Hans Jürgen Fiege. a realidade daqui”. Opinião do Prefeito de Fortaleza De acordo com ele, os interesses do Estado, do MuniAtuação conjunta é a chave para o sucesso cípio e da Fraport devem “estar na mesma direção para A mensagem mais forte dessa reunião foi que a Fraport que seja feito o melhor possível”. A ideia é que o grupo veio para trabalhar com o Estado e a Prefeitura. A emprede trabalho comece as atividades “imediatamente, a sa acha que o grande sucesso da operação aeroportuária partir desta primeira visita” oficial ao Ceará, desde que a depende do compartilhamento de ações e de um trabalho empresa venceu o leilão de concessão do Aeroporto, no conjunto de 30 anos. Temos muito trabalho a ser feito até o início da operação, prevista para julho, focando dia 16 de março. em áreas como incentivo tributário, zoneamento urbano, Hub da Latam Sobre a possível construção de um hub (centro de acessibilidade, inclusive, demandas nacionais que preconexões de voos) da Latam Airlines no Aeroporto de cisem de alguma atuação política nossa. Os executivos Fortaleza, Jeschcke disse apenas que ninguém cria um estão muito entusiasmados com essa rotina de trabalho conjunto que vai começar. A Fraport vai usar sua experihub “da noite para o dia”. Ele reforçou o que já foi sinalizado por outros executi- ência competitiva para transformar o nosso Aeroporto no vos da Fraport. Neste momento, a prioridade da empresa melhor equipamento possível, de grande referência. Isso é investir na qualidade do Aeroporto, nos mais diferentes nos dar possibilidade de ganhar em volume de passageiros aspectos, conversando sempre com todas as partes inte- e de cargas, o que, na perspectiva econômica, é o mais ressadas. “Precisamos de todos os stakeholders. Sabemos importante para a gente. como operar um hub”, acrescentou Jeschcke, lembrando por Raone Saraiva - Repórter

acesse o site: www.facebook.com/casadoceara

Ceará em Brasília

Profile for shadown shadown

Jornal maio2017  

Jornal da Casa do Ceará

Jornal maio2017  

Jornal da Casa do Ceará

Profile for shadown21
Advertisement