Page 1

Partilhar é VIVER Província Nossa Senhora Aparecida Ano VII | nº 42 | maio, junho e julho 2015 | São Paulo | SP

‘O Jubileu será para vós tempo santo’.


Editorial

Chamadas a amar e servir Estamos chegando até vocês com mais uma edição de nosso boletim. Com grande alegria percebemos quantas coisas foram realizadas neste período, e que merecem ser partilhadas. O testemunho de perseverança de nossas Irmãs que celebram seu Jubileu de 60, 50 e 25 anos de Vida Religiosa Consagrada a Deus, no serviço ao Irmão Migrante. A missão scalabriniana, expressada de tantas formas, seja no cuidado, acolhida e acompanhamento dos migrantes, seja na educação das crianças para os valores ou tantas outras atividades realizadas no dia a dia. Este informativo demonstra a força que anima nossa congregação e cada irmã em particular: a força da fé que ultrapassa fronteiras. Agradecemos a todas que colaboraram com notícias e a todas as irmãs e jovens em formação que doam suas vidas para que o Reino de Deus aconteça entre nós e entre toda a humanidade. Missão é partir, caminhar, deixar tudo, sair de si,

Índice Form andas Liturg ia Pereg rinação Novinter Marco Migratório JUPIC Formação permanente Festa cultural Cesprom SP Cesmprom’s Mision Internacional Rede ESI Musical 70 anos Interinstitucional Homenagem Peregrinação Madre Assunta Reorganização interna Capa Lembranças Aniversários Agenda

quebrar a crosta do egoísmo que nos

5 6 7 8 9 9 10 12 13 14 15 16 17 18 19 19 20 21 22 23 24 25

fecha no nosso Eu.

É parar de dar volta ao redor de nós mesmos como se fossemos

o centro do mundo e da vida. É não se deixar bloquear nos problemas do pequeno mundo a que pertencemos:

A humanidade é maior.

Missão é sempre partir, mas não devorar

quilômetros.

É sobretudo abrir-se aos outros como

irmãos, descobri-los e encontrá-los.

E, se para descobri-los e amá-los, é

preciso atravessar os mares

e voar lá nos céus, então missão é partir

Expediente:

até os confins do mundo.

Este é veículo de comunicação e informação das Irmãs Scalabrinianas da Província Nossa Senhora Aparecida. Circulação bimestral | virtual Imagens: arquivos pessoais e sxc.hu Editora: Ir. Eva Lecir Brocco Revisão de texto e diagramação: Nayá Fernandes.

Dom Hélder Câmara

4


Formação

16 A 20 DE JUNHO ENCONTRO DE FORMANDAS SCALABRINIANAS: po Postulantes e Noviças em Formação O encontro de formação com Postulantes e Noviças teve início em 16 de junho com a Celebração Eucarística presidida por Pe. Nelson Ferreira, às 6h30, e foi também um momento de preparação para o retiro. Foram três dias de formação sob a orientação de Ir. Zenaide Martins de Oliveira. Estudamos sobre auto conhecimento, as etapas do desenvolvimento da afetividade e sobre a autoestima, com dinâmicas de trabalhos individuais e grupais, assim proporcionando a integração do grupo e a partilha de todas em cada tema desenvolvido. No dia 19 iniciamos o retiro que foi orientado por Ir. Maria Clélia Alves e neste dia integrou-se ao grupo a Aspirante Polyana e sua Mestra Ir. Gilda. No primeiro dia de retiro rezamos sobre a criação e o amor de Deus para conosco e, no segundo dia, sobre o Sagrado Coração de Jesus trazendo presente as devoções de nosso Fundador e Cofundadores. Esses dias foram enriquecedores, pois tivemos a oportunidade de apreciar o mistério de Deus em nossas vidas, assim como um encontro conosco mesmas e com o Criador que nos ajudou a confirmar o chamado que ele nos fez e de seu amor por cada uma de nós. Concluímos o retiro no sábado com a celebração Eucarística na 12ª Peregrinação Scalabriniana feita como conclusão da 30ª Semana Nacional do Migrante no Santuário Nacional de Aparecida, com presença de padres, seminaristas, leigos (as), missionárias seculares, irmãs e formandas scalabrianianas. Por tudo Deo Gratia! Liz Aguero Nidia Esperança Vitorinha Albuquerque Zulema Beatriz Gonzalez

5


Formação

17º Encontro Nacional de Canto Pastoral e Formação Litúrgica

Participamos do encontro nos dias 5 a 7 de Junho, em Aparecida, SP, com o tema: Alegrai-vos no caminho da musica há 45 anos! Em homenagem a Ir. Miria Terezinha Kolling por seu empenho no canto pastoral na Igreja, com a colaboração da Ir. Idê Cunha e Adenor Leonardo Terra que deram sua contribuição no estudo da formação litúrgica; baseado no estudo 79 da CNBB e na Introdução do Missal Romano. Para nós noviças estes três dias foi um momento privilegiado de conhecer e aprofundar os cantos adequados para cada tempo litúrgico. O canto não é algo a parte da liturgia, mas sim é o complemento da liturgia onde é um sinal sensível da ação de Deus e ajuda o povo a rezar; podemos comparar a liturgia a uma grande sinfonia. Em cada canto da Ir. Miria percebemos que cada composição sua foram inspiradas por fatos da vida real, de suas experiências de vida, e, no entanto inspiradas também nas palavras do Papa Francisco, a partir do documento Alegrai-vos. Cada canto que ela cantava, antes ela explicava a inspiração do canto, isso foi muito enriquecedor. No terceiro dia participamos do coral, com regência da Ir. Miria e Adenor no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Essa experiência foi marcante, pois unidas a todos os integrantes do curso, vivenciamos uma ação concreta em comunhão com os cantos da Ir, Miria Kolling. Agradecemos as pessoas que fizeram possível esse encontro e a congregação por oportunizar-nos este momento rico para nossa formação. Noviças: Zulema Nuñez, Vitorinha Albuquerque, Liz Aguero, Nidia Castro.

6


Em Peregrinação A comunidade do Noviciado América Latina e Caribe, participaram da primeira Celebração Litúrgica da Beata Madre Assunta Marchetti na Catedral Metropolitana da Sé, em São Paulo, às 10h da manhã e à noite na Paróquia São Carlos, na Vila Prudente, também em São Paulo. As duas celebrações foram presididas pelo Cardeal Scherer. Dando continuidade à nossa peregrinação fomos conhecer os lugares onde ela viveu e atuou junto com seu irmão Padre José Marchetti. Também tivemos a oportunidade de conhecer a casa Provincial e o monumento de Dom Pedro I no Ipiranga, figura importante da Independência do Brasil. No segundo dia da nossa peregrinação conhecemos o museu da Santa Madre Paulina e o Orfanato Cristovão Colombo no Ipiranga onde foi a casa das primeiras Irmãs e do Pe. José Marchetti. Realizamos um momento de oração tanto na urna de Madre Assunta como na do Pe. José Marchetti. Tivemos a oportunidades de conhecer a comunidade Santa Teresinha do alto do Pari onde funciona o CESPROM SÃO PAULO. Tivemos momentos de partilha de vida, vocação e missão entre as duas comunidades, que foi um momento de riqueza e muito oportuno para conhecer um pouco as Irmãs que estão inseridas nesta missão e comunidade. Dentro desta peregrinação também fomos conhecer o Museu da Imigração do estado de São Paulo, onde ali vários imigrantes, sobretudo italianos, ficavam hospedados e depois eram encaminhados aos cafezais. Ao fim do dia conhecemos a Casa de Madre Assunta na Vila Prudente, onde Madre Assunta viveu e faleceu. Para nós noviças essa nova experiência foi um momento de graça onde tivemos a oportunidade de conhecer onde nossos Co-Fundadores doaram sua vida e viveram radicalmente a sua Consagração a Deus e aos irmãos migrantes. Concluímos nossa Peregrinação em Jundiaí com a Celebração Eucarística de cinco Irmãs jubiladas 25, 50 e 60 anos de Vida Consagrada. Nossa gratidão à Congregação por abrir-nos este espaço de estarmos conhecendo as raízes fundantes de nossa Congregação e propiciar-nos essa integração entre as Irmãs que vivem e atuam no estado de São Paulo. Noviças: Liz Aguero, Nidia Castro, Vitorinha Albuquerque e Zulema Nuñes

7


Formação

Novinter no Vale do Paraíba SEGUIR JESUS CRISTO

Nos dias 23, 24 e 25 de junho participamos do segundo Novinter, assessorado por frei Antonio Corniatti, OFM. Estudamos sobre o seguimento a Jesus Cristo dentro do voto de Castidade, tema trabalhado em três partes: A necessidade urgente do estudo dos votos; A necessidade Vital e a necessidade livre; votos não são outra coisa do que sim à vocação ao seguimento; e este foi subdivido em: O Celibato ou não matrimônio por causa do Reino e Amizade na Vida Consagrada e Sui Generis; ou seja, toda própria = diferenciada. Sobre a importância do estudo dos votos, vimos que tocam as necessidades poderosas dentro de nós. Tão poderosas que se nós não compreendermos e assimilarmos bem podem ser causas de uma vida insatisfeita, fracassada e infeliz. Isso significa que ao emitirmos o voto de castidade não estamos fazendo um ato puramente espiritual, sublime e belo, mas nos inserindo num modo de pensar, nos termos nas mãos e nos formar. Essa situação modifica profundamente as necessidades do “ter”, “poder” e “prazer”. Portanto, a vida consagrada pertence ao tipo de existência humana que requer uma boa compreensão, assumida, querida e exercitada numa vontade firme e clarividente de nós mesmos para essa existência que escolhemos. Depois estudamos sobre as necessidades vital e livre. A necessidade vital é o que precisamos naturalmente para sustentação de vida física. Já na necessidade livre é o impulso, o vigor, a vigência de uma forma de transcendência. Essa força de transcendência não é natural como a vital. Isto é, ela é livre no conhecer e no querer. O terceiro momento foi sobre o voto como sim ao seguimento. Frei Antonio afirmou: “vocação não é dom, nem talento, nem inclinação,

mas simplesmente chamamento. Chamamento que vem de Jesus Cristo”. Nessa dinâmica da vocação, vimos o celibato e o “não” matrimônio por causa do Reino dos Céus e que em ambos há um estilo próprio de vivência. No matrimônio há uma só carne, comunhão afetiva, exclusividade, família. No “não” matrimônio há uma certa distância; renúncia; pobreza; sobriedade, fraternidade e comunidade. No que se refere à amizade na vida Consagrada foi ressaltado que a amizade é vivida a partir do ‘fraternismo’. Assim, para o convívio fraterno e comunitário na vida consagrada se acentua muito o cultivo da afetividade de coração, do sentimento. Portanto, a essência e o centro gerador de união de uma fraternidade é essa afeição cultivada nas amizades e em todos os os relacionamentos fraternos, relacionando-nos com alma de irmãos, não querendo mudar o outro e aceitando-o como é. Diante disso, agradecemos a oportunidade que nos foi dada, pela congregação que nos permitiu participarmos mais uma vez desse encontro que nos enriquece, tanto intelectualmente, espiritualmente, assim como nos mantém nessa unidade comunitária.

8


Seminário Marco Regulatório

No dia 22 de maio, Ir. Fátima esteve na Câmara Municipal de São Paulo participando do Seminário Marco Regulatório promovido pelo Fórum de Assistência Social - FAS/SP. O objetivo foi aprofundar a Lei 13.019/2014 que institui normas gerais para parcerias voluntárias celebradas, sob a forma de Termo de Colaboração ou Termo de Fomento, entre a Administração Pública (nos três níveis de governo: União, Estados e Municípios) e as entidades civis sem fins lucrativos. Além de uma visão geral sobre a nova Lei de Parcerias, foi apresentada uma síntese do estudo e reflexão realizados nos 3 GTs – constituído pelo FAS, os quais aprofundaram os seguintes aspectos: 1. Institucional Jurídico; 2. Plano de Trabalho e 3. Financeiro e Contábil. Foi apresentada também a minuta do Decreto de regulamentação da mesma.

‘Não deixe a profecia cair’ Aconteceu entre os dias 4 a 6 de junho, em Brasília, o 1º Encontro Nacional de Justiça, Paz e Integridade da Criação – JUPIC, promovido pela CRB Nacional o qual contou com a participação de 75 pessoas (religiosas/os, padres e leigas/os) representantes de 22 estados. Os objetivos foram os de fortalecer a missão profética da VRC, especialmente daquela que está nas fronteiras do mundo, onde as vidas são mais ameaçadas; articular iniciativas e realizações da VR do Brasil na perspectiva da Justiça, Paz e Cuidado da Criação, potencializando interações e parcerias, sobretudo, com talentos humanos de diferentes gerações e criar uma equipe de articulação nacional. Pela PNSA participou Ir. Fátima, representando a nossa caminhada e missão junto aos migrantes. Após um rico intercâmbio de experiências, inspiradas pela práxis de Jesus, que nos impele a partilhar com os outros a beleza da fé, e motivados pelo Papa Francisco que neste ano da VR, nos convida a “renovar nossa fidelidade ao Evangelho, a reavivar o dom da profecia e a fortalecer em nós a esperança”, percebeu-se em toda dinâmica e metodologia do encontro a alegria, o ardor missionário e o testemunho profético de tantas Irmãs/ãos, padres, leigas/os que não medem sacrifícios na doação de suas vidas em favor da justiça, promovendo a paz. “Felizes os que promovem a Paz, por que serão chamados filhos de Deus” (Mt. 5, 9). 9


Formação

Encontros de Formação permanente aprofundam o tema da Consagração Religiosa

Nisto está a grande profecia da Vida Religiosa Consagrada. E o povo de Deus deverá ser o mesmo, presença de participação do mistério da Santíssima Trindade”.

A Província Nossa Senhora Aparecida proporcionou às Irmãs de 4 a 7 de julho e de 9 a 12 de julho, dois momentos intensivos de Formação Permanente para aprofundar a Consagração Religiosa, e buscar compreender alguns conceitos fundamentais da Vida Consagrada. Os encontros foram assessorados por Frei Antonio Corniatti, OFM e tiveram como tema: A Vida Consagrada, compromisso vital e irrevogável.

De acordo com Corniatti a Vida Consagrada como compromisso vital e irrevogável é expressa na formula dos votos que faz do consagrado participante da natureza divina. “Na medida em que o consagrado obedece à fórmula, isto é, se dispõe a receber o vigor nela condensado, o próprio vigor o transforma nele, ou seja ‘eu e o Pai somos um no modo de pensar, sentir e agir”, disse. Essa maneira concreta e encarnada de nos engajarmos na vocação do Seguimento nos faz assumir a Comunidade e a Comunhão do Corpo Místico de Cristo, isto é, o corpo vivo da comunidade eclesial chamada Congregação a que pertencemos, como engajamento pessoal de encontro com Jesus Cristo, Deus encarnado.

Frei Antonio iniciou o encontro afirmando que os consagrados são chamados à radicalização da santidade. Fez referência ao capítulo 6 da Lumem Gentium que trata da Vida Consagrada como expressão viva da santidade. “Santidade significa adquirir qualidade, sancionar. Jesus era santo por ser presença viva do Pai”. Os Religiosos, afirma, “tem de ser memória viva do Reino dos Céus para o povo de Deus, isto é, ser profissionais do divino para cada batizado.

10


Em sua mensagem de abertura do encontro, a Superiora Provincial Irmã Sandra Maria Pinheiro, animou as Irmãs, convidando-as a ser protagonistas da Evangelização e de uma Igreja em saída, parafraseando o Papa Francisco. “Ele nos convoca a ser uma Congregação e Comunidades com as portas abertas, uma mãe de coração bondoso e generoso, que vai em direção aos outros para chegar às periferias humanas, diminuindo os nossos ritmos acelerados, para olhar nos olhos, escutar e acompanhar a quem está caído à beira do caminho (EG 46)”. Segundo Irmã Sandra, ser uma Igreja em saída exige prudência e audácia, coragem e ousadia necessárias nas realidades onde cada Irmã está inserida em missão. E enfatizou os sete imperativos categóricos apontados pelo Papa Francisco: “Não deixemos que roubem nosso entusiasmo missionário!” (EG 80); “Não deixemos que nos roubem a alegria da evangelização!” (EG 83); “Não deixemos que nos roubem a esperança!” (EG 86); “Não deixemos que nos roubem a comunidade!” (EG 92); “Não deixemos que nos roubem o Evangelho!” (EG 97); “Não deixemos que nos roubem o ideal do amor fraterno!” (EG 101); “Não deixemos que nos roubem a força missionária!” (EG 109). Os encontros foram também oportunidade de confraternização, e de muita alegria e animação com a realização da Festa Julina.

11


FESTA CULTURAL NO CESPROM SÃO PAULO

Apostolado

Na tarde do dia 27 de junho, no CESPROM São Paulo, no bairro Pari, encerrando as comemorações do mês do Migrante realizou-se a Festa Cultural do Migrante, visando o fortalecimento da caminhada em conjunto entre as Unidades que atuam na área de Assistência social da AEB e, ao mesmo tempo, proporcionar aos migrantes momentos de convivência, celebração da vida, de suas origens e culturas, interação grupal e resgate dos valores culturais, com apresentações artísticas e culturais. O evento contou com a participação de Irmãs que trabalham no CESPROM, das assistentes sociais, dos instrutores, colaboradores, pais e, sobretudo, a presença significativa de crianças, adolescentes, jovens e adultos envolvidos nos projetos e atividades desenvolvidas no CESPROM. Por meio das apresentações de música ao vivo, danças típicas, quadrilha com um animado grupo de jovens, e da partilha de comidas típicas, percebeu-se o empenho e esforço da equipe local, a beleza, a diversidade e riquezas culturais trazidas na “bagagem” de cada migrante que parte em busca da realização de seus sonhos e esperanças. O evento possibilitou a todos uma tarde alegre de convivência, de reencontro, acolhida, confraternização, solidariedade, partilha e muita animação entre os migrantes.

12


Apostolado

Alegria por mais um objetivo alcançado

...a emigração funde e aperfeiçoa as civilizações e amplia o conceito de pátria para além dos limites materiais, fazendo, do mundo a pátria do homem. (Scalabrini em Conferência pronunciada no XVl Congresso Católico Italiano de Ferrara, 1899).

O CESPROM SÃO PAULO (Centro Scalabriniano de Promoção do Migrante) localizado no Bairro do Pari, São Paulo-SP, concluiu, em 27 de junho, mais uma etapa de cursos profissionalizantes oferecidos aos migrante, com a entrega de Certificado aos beneficiários concluintes. Durante o semestre além dos cursos se ofereceu atividades de formação humana, de integração e interculturação, buscando aprimorar sempre mais a acolhida, o encontro e partilha da riqueza que cada migrante carrega consigo. O CESPROM SÃO PAULO oferece cursos de: Modelagem, Auxiliar Administrativo, Informática Básica e Avançada, Cabeleireiro, Manicure e Pedicuro, Oficina de Beleza e Culinária.

Neste ano de 2015 iniciou o curso de Português em parceria com a Missão Paz. Os imigrantes beneficiários destes cursos são provenientes da Bolívia, Peru, Paraguai, Haiti e do Congo. Contamos também com a presença de pessoas vindas dos estados de Minas Gerais, Ceará e Salvador. O número de migrantes inscritos para os cursos em 2015 foram 171, e deste total, 128 concluíram o programa e receberam o Certificado. Já na reta final dos cursos os participantes manifestavam a alegria por estarem concluindo o curso, o qual os ajudará a abrir novas possibilidades de emprego nesta grande cidade ou ao voltar para a cidade ou país de origem. Essa mesma alegria foram expressos no dia do encerramento através de agradecimentos dirigidos às Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo- Scalabrinianas, nas pessoas da Ir. Juliana Roberta Rodrigues coordenadora e da colaboradora Ir. Dina Elizabeth Mendoza Corea, e à equipe Profissional dos instrutores deste Centro que realizaram as atividades com muita dedicação acolhendo-os a partir de sua cultura, desafios e potencialidades. Além de terem feito um curso, expressaram também a alegria da partilha de vida, a acolhida, a oportunidade de conhecer novas pessoas e criar novos laços de amizade. Assim no aprendizado, no encontro, no intercâmbio das culturas, novas pontes foram construídas, e se logrou colher frutos do trabalho realizado durante o semestre. Colaboração: Ir. Dina Elizabeth Mendoza

13


NOVAS SITUAÇÕES COM DIFERENTES PROPOSTAS Com a finalidade dar respostas significativas às expectativas e necessidades dos imigrantes que chegam em São Paulo, foi implantado no CESPROM Cambuci/SP desde o dia 9 de maio, o Projeto “Vencendo Fronteiras e Construindo Cidadania”, o qual consiste em oferecer espaço de acolhida qualificada, orientações, encaminhamentos, cursos básicos de informática, confeitaria e aulas de português para os imigrantes recém-chegados. Deseja-se facilitar a integração, inclusão social, formação e acesso ao mundo do trabalho dos imigrantes, atendendo atualmente 57 pessoas procedentes do Haiti, Congo, Guiné Bissau, Angola, Bolívia, Paraguay e Peru. Os cursos são realizados aos sábados no período da tarde e aos domingos, no período da manhã, propiciando aos imigrantes que trabalham durante a semana novas possibilidades de participação e acesso. Este projeto é uma extensão daquele desenvolvido pelo CESPROM - São Paulo, que também abre suas portas aos finais de semana para

o

atendimento

e

acolhimento

aos

imigrantes, o qual oferece cursos básicos profissionalizantes em diversas modalidades. O CESPROM Jundiaí/SP também vem oferecendo uma nova modalidade de curso a favor dos imigrantes. No mês de junho foi implantado o curso de Eletricista, realizado duas vezes por semana, com a colaboração de um instrutor voluntário. Vale lembrar ainda que, desde o ano passado, os CESPROM vêm oferecendo aulas de português para os imigrantes, graças ao trabalho e colaboração dos voluntários que com disposição e solidariedade não medem esforços no cuidado e promoção da vida.

No CESPROM de Vicente de Carvalho também foram

desenvolvidas diversas atividades durante o 1º semester e cerca de 90 beneficiários concluíram cursos de Corte e Costura, Informática e Artesanatos. Através do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos são atendidas atualmente no CESPROM, 30 crianças de 6 a 15 anos com suas respectivas famílias, a fim de propiciar espaços de interação grupal, resgate de valores humanos, auto-estima, formação e cidadania.

Colaboração - Ir. Maria de Fatima Pereira

14


Apostolado

MISIÓN SCALABRINIANA PARTICIPA DE LA MISIÓN INTERNACIONAL DE VERIFICACIÓN SOBRE LA SITUACIÓN DE LOS DERECHOS HUMANOS DE LA POBLACIÓN MIGRANTE HONDUREÑA Y SUS DEFENSORES, Y SU DERECHO A LA PROTECCIÓN INTERNACIONAL

Las Misioneras Scalabrinianas Hna. Leticia Gutiérrez, con misión en México y Hna. Lidia Souza, coordinadora nacional de la Pastoral de Movilidad Humana en Honduras y el misionero scalabriniano P. Juan Luis Carbajal, coordinador de la Pastoral de Movilidad Humana en Guatemala, participan de la Misión Internacional de verificación sobre la situación de los derechos humanos de la población migrante hondureña y sus defensores y su derecho a la protección internacional organizada por Consejería en Proyectos, también conocida como PCS por sus siglas en inglés -Project Counselling Service, organización latinoamericana de cooperación solidaria que desde su trabajo en México y Centroamérica. Esta misión permanecerá en Honduras desde el domingo 12 hasta el viernes 17 de julio; su agenda incluye una visita al puesto fronterizo de Corinto, entre Honduras y Guatemala, punto habitual de entrada de los migrantes deportados desde México por vía terrestre. También visitará el Centro de Atención al Migrante Retornado de San Pedro Sula, donde se recibe a las personas migrantes deportadas de EEUU por vía aérea. Asimismo, la Misión mantendrá diversas reuniones en el norte y centro del país. Entre los interlocutores sobresalen autoridades migratorias y de la cancillería hondureña, también emigrantes deportados y organizaciones de sociedad civil que promueven y defienden los derechos de los migrantes y sus familiares, incluyendo las organizaciones afro hondureñas, una vez que va en aumento la emigración de miembros de estas comunidades. El viernes 17 la Misión hará público en rueda de prensa en Tegucigalpa un informe preliminar de su misión, enfatizando la situación de mujeres, niños y niñas, que luego en un acto casi simultáneo entregará a representantes del gobierno. La Misión insistirá en la adopción de mecanismos eficaces de protección internacional y de garantía de los derechos humanos de la población migrante, que reflejen la dimensión actual del desplazamiento forzado y movilidad humana que sufre Honduras por las violencias y el modelo económico neoliberal extractivista, igualmente en la necesidad de dar seguimiento y garantizar la protección integral de la niñez migrante deportada y sus familias. Un propósito evidente es generar espacios de vinculación y alianzas entre organizaciones de la sociedad civil en Honduras, México, Guatemala, El Salvador y EEUU. Busca, así mismo, alcanzar un posicionamiento en el debate público del tema migratorio y las actuales tendencias del desplazamiento en Honduras, con la difusión del informe preliminar y, más tarde, el definitivo de la Misión Internacional de Verificación en espacios de decisión política y antre actores clave.

15


Rede ESI

Diretoras da Rede ESI - Aparecida participam de Curso de Gestão de Pessoas As Diretoras das Unidades da Rede ESI – Aparecida Ir. Vicentina Roque dos Santos, Ir. Edileuza Cruz Silva e Ir. Shirley Anibale Guerra, juntamente Com Ir. Eva Lecir Brocco, participaram, no mês de maio, de um Curso de Gestão de Pessoas em Instituições Confessionais. Marcado por Dinâmicas, estudos, discussões técnicas, atividades culturais e vivências, este curso, destinado exclusivamente aos religiosos consagrados, que desejam aprimorar seus conhecimentos sobre “pessoas” do ponto de vista emocional, foi promovido pelo Instituto AXIS, e aconteceu no Centro de Espiritualidade FlosCarmeli em Mairiporã/SP. O curso de Gestão de Pessoas tem o intuito de capacitar os participantes a agirem corretamente nos diversos momentos e situações que envolvem pessoas, tanto nas organizações quanto fora delas. A gestão adequada das pessoas e dos relacionamentos leva à melhoria do desempenho, a um clima organizacional positivo e a relações profissionais mais verdadeiras e genuínas.

Encontro dos assessores de comunicação e Marketing da Rede ESI Com o objetivo de melhorar a comunicação interna e externa dos colégios, integrar os colaboradores dos setores de comunicação e marketing das unidades, e dar continuidade a campanha de matriculas para 2016, a equipe de comunicação e marketing das Unidades da Rede ESI Aparecida, reuniram-se nos dias 16 e 17 de junho, em Cascavel, Paraná. O encontro contou com a presença de Niura, da ESI Belém de Guarapuava; Priscila, da ESI Santa Teresa de Ituiutaba; Kaire, da ESI Auxiliadora de Cascavel; Renan, da ESI Borromeo de Curitiba; Professor Luiz Alexandre, da ESI São José de santo André, e coordenador de Marketing da Rede ESI Aparecida e Ir. Sandra Maria Pinheiro, Superiora Provincial. 16


Rede ESI

MUSICAL 70 ANOS – ESI SÃO JOSÉ

Como parte dos festejos dos 70 anos de presença do Colégio São José junto à sociedade de Santo André – SP, a direção e professores proporcionou aos pais e convidados, reviver a história através de um bonito Musical contando a evolução do Colégio São José desde sua fundação até os dias atuais. A criação e direção do musical estiveram a cargo de Ivo Pratti e Sonia Mello, e contou com a participação dos alunos dos 2ºs e 3ºs anos do Ensino Fundamental I que, com leveza e graça, encantaram os presentes na noite de 29 de maio, no Espaço Cultural São José.

17


Encontro Interinstitucional  Scalabriniano  da  América  Latina    

EISAL

Nos dias 13 e 14 de maio de 2015, o San Carlo Eventos e Business Center em Caxias do Sul-RS sediou o XXIV Encontro Interinstitucional Scalabriniano da América Latina (EISAL). Os representantes das duas Congregações Scalabrinianas e do Instituto Secular se reuniram para buscar linhas convergentes de atuação que fortaleçam a vivência e visibilidade do carisma entre todos os membros das instituições scalabrinianas, com sede na América Latina. O Encontro teve como tema “Uma reflexão Teológica/espiritual na perspectiva da Comunhão Scalabriniana”. Os participantes buscaram partilhar a caminhada missionária da família scalabriniana, a fim de crescer na comunhão; refletir sobre linhas comuns da pastoral dos migrantes e refugiados, para responder com eficácia aos apelos da mobilidade humana, além de promover e apoiar um trabalho de conjunto nas áreas de comunicação, animação vocacional, pastoral de fronteira, entreoutras. Participaram deste evento as Superioras Provinciais e as coordenadoras do Apostolado das missionarias Scalabrinianas das Províncias do Brasil; o Superior Regional, o Vigário Regional e Conselheiro regional da missão dos Missionários Scalabrinianos; a responsável pelas Missionárias Seculares, e ainda os coordenadores responsáveis dos projetos comuns das equipes Scalabrinianas de comunicação, de fronteira e de Animação Vocacional, e a diretora do CSEM.

18


Homenagem

Ir. Lidia Cardoso de Andrade é homenageada na Vila Prudente

No dia 29 de junho, em sessão solene de entrega da Salva de Prata ao Circulo dos trabalhadores de Vila Prudente, personalidades e Instituições representativas da região de Vila Prudente foram homenageadas em comemoração aos 75 anos do Circulo dos Trabalhadores Cristãos de Vila Prudente. A Missionária Scalabriniana Ir. Lidia Cardoso de Andrade recebeu a homenagem por sua atuação, trabalho, dedicação e empenho na prestação de relevantes serviços e ações em prol da Vila Prudente. A sessão solene foi convocada pela Vicepresidente da Câmara Municipal de São Paulo, vereadora Edir Sales. Parabenizamos Ir. Lidia e nos alegramos com o merecido destaque de seus relevantes trabalhos e ações em prol de Vila Prudente.

Peregrinação da “Família Scalabriniana” ao Santuário de Aparecida No dia 20 de junho, encerando as comemorações da semana do Migrante, realizou-se a Romaria da Família Scalabriniana ao Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, em Aparecida/SP. A celebração Eucaristica contou com a presença das Missionárias Seculares, das Irmãs e Sacerdotes Scalabrinianos, bem como, dos leigos scalabrinianos, de e formandos ligados à “Família Scalabriniana”. Aos pés da Padroeira do Brasil, representantes da Família Scalabriniana participaram da celebração eucarística presidida por Dom José Luiz Ferreira Salles, do setor Pastoral da Mobilidade Humana da CNBB e concelebrada por diversos sacerdotes scalabrinianos. Agradecemos a todas as Comunidades que participaram ativamente deste evento. 19


Relíquea da Beata Assunta Marchetti A Paróquia São Carlos Borromeo, situada ao lado da Casa Madre Assunta na Vila Prudente, foi escolhida pelo Cardeal Dom Odilo Scherer, como local privilegiado para receber e expor a relíquia da Beata Assunta Marchetti para a visita e devoção pública em São Paulo. No dia 14 de junho, na Celebração Eucaristica presidida por Dom Edmar Peron, Bispo da Região Episcopal Belém, foi feita a entrega solene da relíquia pela Superiora Provincial Ir. Sandra Maria Pinheiro, ao Pároco Padre Fausto Marinho, que deu à relíquia um lugar de destaque, num nicho na entrada da Igreja. Em sua homilia, Dom Edmar comparou a ação de Madre Assunta ao acolher o primeiro migrante órfão, ao pequeno grão de mostarda do Evangelho do dia, que ao ser semeado germina e cresce, tornando-se arvore frondosa e acolhedora, proporcionando vida a todos. A ação de Madre Assunta em sua vida diária de doação aos menos favorecidos, revelaram a presença do Reino no mundo, e fizeram surgir vida plena para todos.

Primeira Festa Litúrgica da Beata Assunta No dia 1 de julho, aconteceu, pela primeira vez, a celebração da memória litúrgica de Assunta Marchetti, beatificada em 25 outubros de 2014. Dom Odilo Scherer, presidiu missa às 12h, na Catedral da Sé, com a participação de centenas de religiosas, leigo Scalabrinianos, familiares de Madre Assunta, e fiéis devotos; e, às 20h, na Paróquia São Carlos Borromeo, região onde Madre Assunta viveu cerca de 30 anos. Durante a missa na Paróquia São Carlos Borromeo, o Cardeal Scherer enfatizou o lugar especial que é a Vila Prudente, região em que a Beata viveu em missão de amor junto aos pobres, órfãos e migrantes. D. Odilo pediu aos fiéis que rezem suplicando a intercessão de Madre Assunta, sobretudo nas situações de doença, para que um novo milagre seja alcançado por sua intercessão. Lembrou que não é o santo que faz milagre, mas é Deus quem o realiza pelos santos. Recordou ainda o amor incansável de Madre Assunta pelas crianças órfãs, filhas de migrantes e de todo o bem que ela realizou em seus anos de vida em São Paulo.

20


Comunidades

Encontros Regionais

participam do programa de reorganização Interna da Congregação

Nos meses de maio e junho, as Irmãs da Província Nossa Senhora Aparecida viveram momento privilegiado de acolhida ao Projeto de Reorganização Interna da Congregação, proposto pelo Governo Geral. Para responder ao proposto no Instrumento de reorganização, as comunidades foram organizadas em oito regionais, por proximidade geográfica, e os encontros realizados no período de 2 de maio a 22 de junho, foram acompanhados pela Superiora Provincial e/ou pelas Irmãs Conselheiras. Desta forma, motivadas e orientadas, as Irmãs deram sua contribuição a esta significativa realização da Congregação que é o trabalho de reorganização interna. Percebe-se que as Irmãs assumiram com seriedade e empenho a reflexão proposta, expressando consciência da importância deste momento histórico para a Congregação, e dedicando tempo para o estudo, reflexão e resposta às questões contidas no Instrumento, procurando assim oferecer o melhor de cada uma, por meio da contribuição e participação responsável e ativa de todas, em vista do bom êxito do programa de Reorganização Interna da Congregação.

21


Capa

Irmãs celebram jubileu de Vida Religiosa Consagrada

No dia 4 de julho, as Jubilandas na presença de muitos amigos, familiares e Irmãs de Congregação participaram da Celebração Eucarística na qual renderam graças a Deus pelos anos de Consagração Religiosa:

De 01 a 04 de julho de 2015 as Irmãs Irene Gimenez Reinoso, Luzia Valentini, Maria Eli Morandi, Eli Ana Rui e Maria Vígolo, participaram do encontro de preparação à celebração das festividades do Jubileu de Vida Religiosa no Centro de Espiritualidade Scalabriniana, em Jundiaí – SP.

25 anos – Ir Irene; 50 anos - Ir. Eli Ana Rui, Ir. Maria Eli Morandi e Ir. Maria Vígolo; 60 Anos - Ir. Berenice Lupo e Ir. Luzia Valentini. O evento realizou-se no salão do São Carlos Eventos e Hospedagem, em Jundiaí e contou com a participação de um significativo grupo de religiosas mscs, formandas, sacerdotes e leigos os quais compartilharam com as Jubilandas um gostoso almoço.

O encontro sob a coordenação de Ir. Sonia Delforno, e com a colaboração dos membros da Equipe de Espiritualidade, teve como objetivo “oferecer momentos de encontro, de oração e reflexão para melhor celebrar o jubileu de Consagração Religiosa”.

Às Irmãs Jubilandas desejamos que, este Ano da Graça do Senhor, lhes traga muita alegria e confirmação do grande amor de Deus por todas vocês, propiciando-lhes um profundo renascimento espiritual e renovação da aliança com o mesmo Deus, o qual continua “desposando a cada uma para sempre, pela justiça e pelo direito, pelo amor e pela ternura” (cf. Os 2,21).

22


Lembranças

Às nossas Irmãs e amigos (as), a sincera saudação

de condolências pelo falecimento de seus entes queridos, os quais fazem parte da nossa Família Scalabriniana:

9/5 – Sra. Vera Lucia Correa Mecenas (sobrinha de Ir. Marinês Correa). 9/5 – Sra. Irene Richetti Zanotto (cunhada de Ir. Clair Maria Zanotto). 14/6 – Sr. Nelson Carosio (tio de Ir. Jucelaine Aparecida Soares) 20/6 – Ir. Dina Menegat (Instituto São Carlos Jundiaí – SP – PNSA) 7/7 – Sra. Julia Delforno Bordin (irmã de Ir. Sonia Delforno). 16/7 – Ir. Domitila Menegat (Instituto São Carlos – Jundiaí – SP – PNSA) 21/7 – Sra. Catarina Peroni (Cunhada de Ir. Adiles Peroni)

23


O dom de viver! Às Irmãs aniversariantes dos meses de Maio, Junho e Julho nossos sinceros cumprimentos e votos de muita paz, alegria e felicidades.

Que o Senhor da vida as cumule de todas as graças e bênçãos em sua missão. Maio 06/05/1944 09/05/1960 09/05/1954 09/05/1970 13/05/1967 18/05/1929 20/05/1942 21/05/1980 29/05/1931 30/05/1966 31/05/1962

Ir. Teresinha Bertoletti Ir. Janete Maria Santos Ribeiro Ir. Luiza de Paula Martins Ir. Gláucia Maria dos Santos Ir. Marlene Vieira - GG Ir. Ildefonsa Zeferino Ir. Maria Eli Morandi Ir. Lídia Mara Silva de Souza Ir. Lisete Maria Broeto Ir. Maria Aparecida dos Anjos Ir. Lídia Cardoso de Andrade

Junho 01/06/1964 02/06/1965 05/06/1972 11/06/1936 15/06/1947 20/06/1951 23/06/1955 24/06/1951 24/06/1946 28/06/1932

Ir. Shirley Anibale Guerra Ir. Maria Aparecida de Souza Ir. Kelisane Aparecida Honorato Ir. Eneida Pereira de Souza Ir. Lourdes dos Santos Battisti Ir. Maria Clélia Alves Ir. Maria Aparecida Chaves Ir. Jaira Oneida Mendes Garcia Ir. Maria Nancy Alves de Lima Ir. Áurea Canalli

Julho 02/07/1976 04/07/1963 05/07/1959 10/07/1936 12/07/1981 13/07/1928 14/07/1960 16/07/1967 26/07/1980 27/07/1981 30/07/1966

Ir. Renilda Teixeira Pereira Ir. Sandra Maria Pinheiro Ir. Janete Aparecida Ferreira Ir. Apparecida Mathias Ir. Dora Elena Suaza Arenas Ir. Berenice Lupo Ir. Eva Lecir Brocco Ir. Maria do Carmo Gandra Ir. Mariza Roberta Ruas Ir. Jucelaine Aparecida Soares Ir. Maria de Lourdes Araújo

24


Anote aí

Agosto 01-02

Seminário das Pastorais Sociais – SP – Regional Sul I – CNBB.

11-12 13-14

Reunião de Coordenação do SPM. Reuniões do Organismo da Formação.

15 14-20

Celebração do Dia da Vida Religiosa Consagrada. Visita da Animadora Geral da Formação ao Noviciado Interprovincial.

17-21

Reunião da Comissão do Projeto Missionário da Congregação.

Porto Alegre RS

22

Reunião Comissão de Comunicação Social – GG.

Porto Alegre RS

20-22 22-23

Evento ESI Interprovincial – Formação de Professores Encontro da Animadora Geral da Economia com as Ecônomas Provinciais.

Curitiba - PR Porto Alegre RS

23-30

Reunião da Superiora Geral e Conselho com os Governos Provinciais.

Porto Alegre RS

31

Encontro da Secretária Geral com as Secretárias Provinciais e Irmãs encarregadas da comunicação.

Porto Alegre RS

31

Encontro da animadora Geral da Formação com as Coordenadoras Provinciais da Formação.

Porto Alegre RS

31

Encontro da animadora Geral do Apostolado com as Coordenadoras Provinciais do Apostolado.

Porto Alegre RS

25

São Paulo SP Paraíba - RN Santo André SP Potim - SP


A simplicidade de Francisco… Dentro das limitações humanas, nas preocupações do dia a dia, os consagrados e as consagradas vivem a fidelidade, dão razão da alegria que vivem, convertemse em testemunho luminoso, anúncio eficaz, companhia e proximidade para com as mulheres e homens do nosso tempo que procuram a Igreja como casa paterna. Francisco de Assis, tomando o Evangelho como forma de vida, « fez crescer a fé, renovou a Igreja; e, ao mesmo tempo, renovou a sociedade, tornando-a mais fraterna, mas sempre com o Evangelho, com o testemunho. Pregai sempre o Evangelho e, se for necessário, pregai-o também com as palavras!

Papa Francisco em Alegrai-vos, 1

Boletim Informativo Partilha é Viver nº 42  
Boletim Informativo Partilha é Viver nº 42  

Irmãs Missionárias Scalabrinianas

Advertisement