Page 1

Partilhar é VIVER Província Nossa Senhora Aparecida Ano VII | nº 43 | agosto de 2015 | São Paulo | SP

“Liderança como dom e serviço”


Editorial

Tempo de florescimento

É setembro e logo começa a primavera, tempo do florescer da vida em todos os lugares. Nosso boletim também está cheio de flores e frutos das atividades e encontros realizados no mês de agosto que foram semeados e colhidos pelas irmãs scalabrinianas e pelas pessoas que, de alguma maneira fazem parte desta grande e bela missão. Entre tantos acontecimentos, eventos, testemunhos de missão e serviço, todos cheios de vida e significado, destacamos o encontro do Governo Geral com os Provinciais, que aconteceu em Porto Alegre (RS) no fim do mês de agosto e a apresentação do projeto de Reorganização Internada Congregação. A primeira reunião da Comissão Internacional de Comunicação da Congregação das Irmãs Scalabrinianas também é um motivo de alegria para todos, pois representa um passo a mais no caminho da comunicação do Evangelho da Vida.

Com o sentiment0 de estarmos em busca da primavera eterna no nosso servir cotidiano, desejamos a todos uma boa leitura e uma feliz primavera!

Ressonâncias do “Partilhar é Viver” nº 42 Índice Feira vocacional Novinter Vale Paraíba Formação – Ir. Marileda Visita Ir. Etra Visita Província São José Fen en la causa Ir. Valdete Willeman Missão scalabriniana e Acnur Missão Honduras Comissão de Comunicação Capa Rede ESI Aniversários Lembranças Agenda

4 5 6 7 7 8 9 10 11 11 12 e 13 14 e 15 16 16 17

Expediente: Este é veículo de comunicação e informação das Irmãs Scalabrinianas da Província Nossa Senhora Aparecida. Circulação bimestral | virtual Imagens: arquivos pessoais e sxc.hu Editora: Ir. Eva Lecir Brocco Revisão de texto e diagramação: Nayá Fernandes.

“Missão é partir, deixar tudo, sair de si..." ir ao encontro do outro para acolhê-lo. Apreciei muito o Boletim, sobretudo a poesia de Dom Helder. Obrigada pelo envio do boletim, traz muitas notícias e eventos. Saudações e preces, Ir. Oneide – Jundiaí

Obrigada pelo envio do Boletim “Partilhar é Viver”. Realmente é muita vida para ser celebrada! Parabéns e bênçãos, Ir. Maria Clélia – Aparecida Obrigada pelo envio do partilhar é viver! Nos deixa sempre em unidade com a vida da Província! Abraços fraternos, Ir. Daiane - Curitiba


Formação

“Não fostes vós que me escolhestes, mas fui eu que vos escolhi”. (Jo. 15, 16)

16 A 20 DE JUNHO ENCONTRO

No dia 22 de agosto, no Seminário Diocesano Nossa Senhora de Belém em Guarapuava-PR, aconteceu a Feira Vocacional, com o tema: “Com Maria Vocacionados a Servir”. Estiveram presentes os crismandos das paróquias, congregações DE FORMANDAS SCALABRINIANAS: religiosas, movimentos e pastorais da Diocese. No primeiro momento, os crismandos po foram acolhidos com uma animação musical e dinâmicas, depois puderam visitor os stands e participar de momentos de oração. A conclusão do dia aconteceu com a Celebração Eucarística presidida pelo Pe. Jose Alir Moreira, assessor regional e diocesano da Pastoral Vocacional e concelebrada pelos padres: Renato, Adriano, e Frei José. A animadora vocacionai da Província Nossa Senhora Aparecida, Ir. Maria Aparecida dos Anjos e as Irmãs Jucelaine Aparecida Soares e Maria de Lourdes Araújo, marcaram presença na Feira Vocacional, apresentando a Congregação Scalabriniana. Peçamos ao Senhor da Messe que faça florescer à semente da vocação scalabriniana semeada no coração dos crismandos. Ir. Maria Aparecida dos Anjos Pastoral Vocacional - PNSA

4


O voto de obediência na Vida Consagrada. “Jesus se fez obediente até a morte e morte numa cruz” (Fl. 2,8)

Entre os dias 25 e 27 de agosto, participamos do terceiro Novinter do Vale do Paraíba (SP), realizado em Caçapava e assessorado pelo Frei Aloísio OFM. Neste terceiro Novinter estudamos sobre o voto de Obediência, tema desenvolvido pelo assessor em seis partes das quais são: O ser humano se torna palavra que escuta: trouxe a experiência histórica dos personagens Bíblicos Adão e Eva, Noé, Abraão, João Batista e Maria Santíssima onde os mesmos “tornaram-se a palavra” que escutaram. Jesus filho obediente: Jesus se coloca como aquele que veio fazer a vontade do Pai o evangelista São João é um dos que mais enfoca essa questão da obediência de Jesus ao Pai. Ele se despoja para fazer a vontade do Pai, permanecendo unido a ele. Da terceira à sexta parte refletimos sobre a parábola do Filho pródigo e falamos sobre a desobediência como distanciamento da casa do Pai. Refletimos sobre a figura do filho mais velho com desobediência transvertido de obediência e o pai na obediência como escuta do jeito de ser divino e vontade de Deus.

Chegando à conclusão das reflexões feitas por Frei Aloisio e grupos de noviços/as, percebemos que no ser humano está presente o filho mais velho e o filho mais novo da parábola que se distancia do pai por não reconhecer o amor gratuito que o mesmo revela dia a dia, e por vezes temos a tendência de agir como o filho mais velho, que mesmo estando junto do Pai não percebeu sua bondade e misericórdia. Portanto, o pai da parábola representa esse Deus que é presença constante na nossa vida e que sempre está com os braços abertos para nos acolher, pois seu coração arde de desejo de trazer de volta para casa todos os filhos e filhas. Para nós noviças, ficou marcante o questionamento: “O que é obediência para a Vida Religiosa?”. Ficou claro para nós que obediência é a escuta atenta da voz de Deus e que nós nos tornamos a palavra que escutamos. Assim, o mais importante é fazer a vontade de Deus a partir da escuta, da comunhão e oração constante ao Senhor. Somos gratas à Congregação por nos oportunizar a formação desenvolvida e refletida no Novinter.

Liz Aguero, Nidia Castro, Vitorinha Albuquerque e Zulema Nuñez.

5


Formação

Formação com a Irmã Marileda Baggio “Onde está o povo que trabalha e sofre, ali está a Igreja” (Scalabrini).

Nos dias 23 e 24 de julho de 2015, esteve conosco a superiora provincial da Província Imaculada Conceição, Irmã Marileda Baggio, que compartilhou sua tese de doutorado “Entre dois mundos: a Igreja no pensar e agir de Giovanni Battista Scalabrini”. Estudamos o lV e o V capítulos que falam sobre “G.B Scalabrini: um pensamento eleito que evoluiu na leitura teológica e eclesiológica de seu tempo” e “Imagem de Igreja derivante do pensamento de G.B Scalabrini”. Em cada um deles se destaca o período em que Scalabrini viveu em a Igreja ainda continuava vivendo o estilo do Concílio de Trento, sendo uma Igreja fechada e distante do povo sofrido, que era servida e não servidora. Mesmo Scalabrini pertencendo a este tipo de Igreja ele começou a ter uma nova visão na perspectiva de uma Igreja em saída, e em suas visitas começava a ver e sentir a realidade de seus paroquianos e do contexto social de sua cidade. Então, a partir dessas visitas, Scalabrini como o bom pastor começou a agir entre os surdos mudos, migrantes, carvoeiros, crianças de catequeses, formação do clero; pois ele viu as necessidades de seus irmãos padres, serem bem formados para melhor servir aos fiéis. Quando Scalabrini era ainda jovem encontrou-se muitas vezes frente a seus paroquianos que pela crise da indústria têxtil, não encontravam outra via de saída senão na migração-fuga da fome, da miséria. Sua intervenção no fenômeno das migrações se constituía em dois elementos característicos:O esforço em criar uma consciência civil do problema; e Unir forças conscientes para amenizar tais situações. A eclesiologia Scalabriniana é fruto de um carisma dinâmico que lhe foi dado pelo espírito e que ele soube fazer frutificar na sua ação pastoral. Por tanto a igreja é o corpo de Cristo composto por muitos membros mãe e mestra. Para nós esses dias foram muito significativos, pois, tivemos uma nova visão a respeito do nosso fundador João Batista Scalabrini que a partir disso nos motivou a olharmos a Igreja do nosso tempo com novas perspectivas e nos questionarmos o que nós enquanto noviças poderemos fazer a respeito da migração e dos novos desafios que a Igreja pós-moderna nos proporciona. Nossa gratidão pela disponibilidade da Irmã Marileda e também a Congregação por nos propiciar esse tempo de formação e aprofundamento da vida e testemunho de nosso Fundador João Batista Scalabrini. Noviças: Liz Aguero, Zulema Nuñez, Vitorinha Bernardino e Nidia Castro

6


Visita de Ir. Etra, animadora geral da formação da Congregação MSCS. Nos dia 14 a 17 de agosto de 2015 esteve em visita ao Noviciado São Carlos América Latina e Caribe, Ir. Etra Luana Modica, animadora Geral da Formação. Durante sua visita realizou reunião com as irmãs responsáveis da formação no noviciado, e conversas pessoais com irmãs e noviças. Nesse period, tivemos também formação sobre a Traditio Scalabriniana onde destacamos que são três os elementos bases: Acolhida: Participação ao projeto do amor do Pai; Itinerância: Para traduzir na vida a mistério pascal do filho e Comunhão na diversidade: Acolher a nova criação do Espírito. A palavra traditio vem do verbo latim tradere que significa entregar, ou seja, entrega de uma herança. Tivemos a honra de celebrar o aniversário de Ir. Etra em nossa comunidade do noviciado no dia 14 de agosto. Foi um momento de alegria e partilha de nossa comunidade e de ação de graças a Deus pelo dom da vida. Para nós, a presença e convivência de Ir. Etra foi motivo de alegria, esperança, abertura e testemunho missionário. Agradecidas por sua visita, rogamos à Virgem Maria que abençoe a sua vocação e missão de conduzir a formação na Congregação. Noviças: Liz Aguero, Nidia Castro, Vitorinha Albuquerque, Zulema Nuñez.

Visita das Irmãs da Província São José Nos dias 19 a 22 de agosto recebemos na casa do Noviciado São Carlos as Irmãs da Província São José Irmã Milva Caro (Superiora Provincial) Virginia , Therese e Otília. Durante esses dias tivemos momentos de convivência e partilhas fraternas com estas nossas coirmãs. Para nós foi uma oportunidade de vivermos a comunhão congregacional e de maneira concreta acolher a diversidade cultural de cada uma. Tivemos momentos de lazer e confraternização e também partilha com perguntas e curiosidades feitas pelas noviças sobre a Província São José. Dentre as perguntas, destacamos a missão em que as Irmãs atuam-nos diversos países onde elas estão presentes e também ouvimos a partilha vocacional de cada uma delas. Agradecemos a presença das Irmãs que durante esses dias partilharam conosco um pouco daquilo que é essencial de uma missionária Scalabriniana. Noviças: Liz Aguero ,Nidia Castro ,Vitorinha Albuquerque e Zulema Nuñez

7


Condecoração

MISION SCALABRINIANA FUE CONDECORADA POR AGREGADURIA MILITAR DE COLOMBIA EN ECUADOR.

La Misión Scalabriniana recibió la condecoración “FE EN LA CAUSA” y/o monda de Acción Integral otorgada por La Agregaduría Militar de Colombia en Ecuador por la labor social que realiza en Ecuador con la población en Movilidad Humana. La Misión Scalabriniana junto a su asociada Catholic Relief Services ofrece atención humanitaria a las personas en condición de refugio en el Ecuador, a quienes se les escucha y se les apoya con información legal, derechos humanos, atención psicosocial; se apoya y fortalece emprendimientos y negocios productivos. La condecoración fue parte de la ceremonia de conmemoración por el 196 aniversario de la Creación del Ejército Nacional de Colombia que se realizó este lunes 17 de agosto en la casa del Embajador de Colombia en Quito Ecuador. La Hna. Leda Reis coordinadora de Quito de la Misión Scalabriniana, junto a representantes de otras instituciones y representantes del sector empresarial recibieron “La moneda del Ejercito de Colombia” de manos del embajador Fernando Panesso Serna. En su alocución el embajador de Colombia agradeció a las instituciones y empresas reconocidas, por su aporte al desarrollo de la comunidad colombiana en Ecuador y al Ejército en su aniversario. Asimismo se refirió al proceso de Paz que se impulsa en Colombia, textualmente dijo: “Hay una esperanza que ese conflicto en el corto plazo llegue a su fin”.

8


Irmã Valdete Willeman recebe prêmio de reconhecimento da Secretaria de Direitos Humanos de Honduras A secretaria de Direitos Humanos, Justiça, Governo e Descentralização da República de Honduras concedeu à irmã Valdete Willeman, missionária scalabriniana, um reconhecimento pela dedicação e entrega “incondicional” ao serviço, apoio e defesa dos direitos das pessoas migrantes – refugiadas, repatriadas, deportadas e marginalizadas). O prêmio, condecido em Tegucigalpa, no dia 6 de agosto de 2015 no Salão do Instituto Militar e foi entregue também a outras pessoas que, de acordo com a Secretaria de Estado, na pessoa do senhor Rigoberto Chang Castillo, secretário de Estado, tiveram “ações de destaque no País e contribuíram de maneira positiva para a sociedade em diferentes âmbitos”. O reconhecimento entregue à irmã, demonstra a importância da missão scalabriniana em todo o mundo, sobretudo àqueles e àquelas que estão mais próximos das realidades de imigração que merecem mais atenção e colaboração da nossa parte.

9


Apostolado MISION SCALABRINIANA Y ACNUR SISTEMATIZAN ESTRATEGIAS CON ENFOQUE DE GENERO- GENERACIONAL Y MOVILIDAD HUMANA

Diversos productos comunicacionales como cuñas radiales, videos, blogs; informes de experiencias y estudios, recogen el trabajo sistematizado de las actividades cotidianas que realizan la Misión Scalabriniana y ACNUR en diversas provincias y cantones del país (Quito, Lago Agrio, Tulcán, Ibarra, San Lorenzo y Esmeraldas) con personas y familias en movilidad humana. Fue en el marco del taller “Sistematizando y proyectando nuestro proceso” realizado entre el 19 y 21 de agosto de 2015 en Quito. Estos productos y resultados es parte del proceso Género-Masculinidades, GeneraciónJuventudes, que empezó en junio del 2014 con la realización de talleres, visitas, asesorías y coordinaciones cuya facilitación estuvo a cargo de Klaudio Duarte y Fabiola Falconí. Durante el proceso, en un primer momento se buscó sensibilizar en género, generación y movilidad humana a través de diagnósticos de contextos territoriales, de la sensibilización de profesionales técnicos y educadores de la Misión Scalabriniana, Catholic Relief Services y ACNUR. En un segundo momento se realizó el diseño de acciones de cambio a partir de diagnósticos en cada provincia y un diagnostico global; se especificó el análisis de las construcciones de masculinidades en contextos de desplazamientos forzados y migraciones con enfoques de género y generación. En esta última jornada el equipo de San Lorenzo presentó un informe denominado “Sistematización de las experiencias recogidas con enfoque de género”. Recordemos que en esta zona fronteriza de cada 10 mujeres 8 son violentadas, en ese sentido el trabajo de la misión y ACNUR ha estado enfocado en la sensibilización, concientización sobre género y masculinidades. El equipo de esta provincia refirió que es sumamente difícil lograr resultados inmediatos cuando el patriarcado esta enraizado en nuestras culturas.

El acompañamiento, la escucha fraterna, las oportunidades a través del programa medios de vida a mujeres víctimas de violencia son estrategias que se llevan a delante así como ser partícipes activos de las mesas de trabajo que se han instalado en la zona con diversas instituciones y autoridades para enfrentar la violencia contra la mujer. En Quito se presentó el trabajo que se realiza con jóvenes en movilidad humana con una perspectiva de género - masculinidades y enfoque de derechos. En Ibarra, La Misión Scalabriniana y ACNUR en coordinación con La Universidad Católica de Ibarra crearon un blog con productos comunicacionales referidos a género, racismo, equidad etc. Pueden visitar el sitio en la siguiente dirección http://radioalternativa8vo.jimdo.com/

10


Missão Honduras

Reunión de Consulta Regional con Diásporas de América Latina y El C a r i b e Ciudad de México, 11 y 12 de agosto de 2015. “Solo cuando nos unidos es que podemos hacer cambios.”

La Reunión de Consulta Regional con Diásporas de América Latina y El Caribe sobre Migración y Contexto Humanitario está siendo organizada por Naciones Unidas Oficina de Coordinación de Asuntos Humanitarios – OCHA, World Humanitarian Summit, The Humanitarian Rorum y United Muslin Relief. El propósito de esta reunión es aportar a las discusiones celebradas en el marco de las consultas regionales de Latinoamérica y Caribe, desde el punto de vista de la diáspora, como una contribución para el proceso hacia la Cumbre Mundial Humanitaria de Estambul en 2016. La consulta se centrará sobre dos enfoques claves: a) Analizar a través de un diálogo constructivo los factores que exponen migrantes y poblaciones en tránsito a riesgos relacionados con su seguridad y bienestar (riesgos de origen natural y/ o antrópico), y b) discutir sobre el rol de la diáspora como un actor humanitario en caso de desastres de origen natural o creados por el hombre. Abrir un espacio de dialogo especifico con las diásporas de la región significa valorar y escuchar su voces, enriqueciendo el proceso de consulta global. Como representantes de las Hermanas Misioneras de San Carlos Borromeo Scalabrininas participan Hna. Leticia Gutiérrez, Servicio Migrante y Refugiado de México y Hna. Lidia Mara Silva de Souza, Pastoral de Movilidad Humana de Honduras. Participan ONGs de la Diáspora, migrantes, refugiados y desplazados de diferentes países de Latinoamérica y el Caribe; representantes de Alto Comisionado de las Naciones Unidas para Refugiados ACNUR, Organización Internacional para las Migraciones – OIM, Consejo Noruego para Refugiados, Fondo de las Naciones Unidas para la Infancia - UNICEF y Movimiento Cruz Roja y Media Luna.

Comissão Internacional de Comunicação realiza sua primeira reunião. Nos dias 22 e 23 de agosto, em Porto Alegre, aconteceu a primeira reunião da Comissão Internacional de Comunicação da Congregação das Irmãs Scalabrinianas. Esta reunião teve como objetivo a elaboração de um programa de comunicação a ser otimizado em âmbito geral e provincial, visando qualificar a comunicação ad intra e ad extra como caminho de comunhão e meio de evangelização no serviço aos migrantes, promovendo a circulação de informações e utilizando os meios de comunicação social para dar a conhecer a missão da Congregação. Essa Comissão é coordenada por Ir. Elizabeth Pedernal, Conselheira e animadora Geral da comunicação e fazem parte da mesma as Irmãs Rosa Maria Martins Silva, Maria Lélis da Silva, Nyzelle Juliana Dondé, Mirela Jaku, Rodita Pelobello Rogador, Lucilene Carolina da França e Silvana Ribeiro. 11


Governos Geral e Provinciais

Porto Alegre acolhe o Encontro do Governo Geral com os Governos Provinciais Durante os dias 23 a 31 de agosto estiveram reunidas na Casa de Eventos Capuchinhos em Porto Alegre - RS, as irmãs do Governo Geral e dos Governos Provinciais da Congregação. O grupo era composto de 32 religiosas de diversas nacionalidades: Brasil, Itália, República Democrática do Congo, Filipinas, Portugal, Paraguai, México e USA. Nas palavras de abertura, Ir. Neusa de Fátima Mariano, Superiora Geral, assim se pronunciou: “somos um grupo expressivo e trazemos presente conosco a vida, as inúmeras realidades e situações presentes na Congregação, em nossas Províncias e comunidades, e, ao mesmo tempo, a universalidade e a beleza do nosso ser consagrado e missionário como Irmãs Missionárias Scalabrinianas, no serviço aos migrantes e refugiados”. Durante os primeiros dois dias, Pe. Carlos Palácio, sacerdote jesuíta, esteve assessorando o encontro, e refletiu sobre o tema “Liderança como dom e serviço”, com o objetivo de favorecer o aprofundamento e confronto do serviço da Liderança na Congregação e elementos que iluminem a vida religiosa apostólica. 12  


Pe. Palácio afirmou ser uma importante função dos governos, manter a unidade dos seus membros, mesmo dispersos em missão. Ao concluir sua explanação, disse ser preciso voltar ao seguimento autêntico a Jesus Cristo, para que as pessoas se desenvolvam com qualidades evangélicas, e acentuou ser um ato de coragem fazer a passagem de um governo tradicional para um de liderança apostólica. Outro momento e enriquecedor do encontro foi a partilha que cada Província realizou referente aos aspectos significativos da Província e o desenvolvimento dos programas “reencantar-se por Jesus Cristo e humanizar as relações”.   O Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios (CSEM) que tem como missão à pesquisa, estudo e divulgação de informações sobre a mobilidade humana, também se fez presente num dos dias do encontro. Ir. Marlene Wildner, diretora e Tuíla Botega, membro da equipe, apresentaram o Plano Estratégico, salientando a importância de que o Centro se torne conhecido e reconhecido como uma referência internacional sobre a temática migratória. Um dos momentos mais esperados do Encontro foi a apresentação do projeto de Reorganização Internada Congregação. As Superioras Provinciais apresentaram como o processo aconteceu em cada uma das seis Províncias, bem como as reações suscitadas durante o estudo realizado. Todas as irmãs manifestaram alegria e confiança de que é a reorganização aconteça. É unanime a necessidade e o desejo de que se concretize na Congregação a reorganização em vista da missão e da qualidade evangélica da vida das irmãs. Ao término do encontro, Ir. Neusa de Fátima Mariano, Superiora Geral, assim se expressou: “Com renovado ardor assumimos as conclusões emanadas deste encontro, as quais visam dar ainda mais vitalidade à nossa Congregação, que esta possa atuar de maneira articulada, eficiente, fiel à sua missão, dando maior visibilidade ao carisma Scalabriniano de serviço aos migrantes e refugiados”. Confirmou ainda o seguimento a Jesus Cristo, dando testemunho da beleza da consagração religiosa e a certeza de contribuir no crescimento do Reino de Deus, na Igreja e na Congregação com força e sabedoria de Deus.     13  


Rede ESI

Evento ESI: “Neurociência e desenvolvimento de habilidades sócio emocionais Nos dia 20 a 22 de agosto, 120 educadores da Rede ESI, dos níveis Educação Infantil e Ensino Fundamental I, reuniram-se em Curitiba, no Hotel Lizon, para o Evento ESI/2015. O Evento ESI acontece anualmente e tem como objetivo uma formação integrada de todos os educadores das Unidades de Rede. Em cada ano é priorizado um dos níveis de ensino com a participação dos educadores, e a escolha dos temas de estudo são específicos para aquele nível. O tema central deste Encontro foi: “Neurociência e desenvolvimento de habilidades sócio emocionas”, e foi assessorado pela Drª Elvira Souza Lima, com o objetivo de capacitar os educadores para maior compreensão do desenvolvimento dos educandos em vista de uma educação plena que considere o ser humano em sua integridade. Elvira Souza Lima é pesquisadora em desenvolvimento humano, com formação em neurociência, psicologia, antropologia e música. Trabalha com pesquisa aplicada às áreas de educação, mídia e cultura. É Doutora em Ciências da Educação pela Sorbonne/Paris; Pós-doutorada em antropologia e Linguística pela Stanford University; e em Educação Multicultural pela University of New México. Em sua fala Drª Elvira ressalta que a neurociência lança luz na docência, revelando como ocorrem os processos de aprendizagem. E ainda que ela detalha as particularidades de cada período de desenvolvimento do aluno e nos permite entender melhor como ocorre o aprender na escola.

14

O desenvolvimento da Neurociência é um momento muito interessante da evolução da ciência, pois temos mais condições de encaminhar a docência para a aprendizagem. O professor, de posse de alguns conhecimentos da neurociência, transforma sua prática e aumenta sua autoestima. A neurociência revela que o cérebro do adulto também não é estático, é altamente plástico e se reformula de acordo com a vida. Ora, um adulto que educa as novas gerações está sempre em “movimento” interno. Todos os dias, ele está em interação muito ativa com o conhecimento e com os alunos. Então ele é sujeito da ação educativa e sua pessoa se transforma pela ação profissional que ele exerce.


Foram apresentados também os temas: Letramento e alfabetização e Alfabetização matemática, respectivamente pelos educadores Lucianne Lautenschkager e Vera Lucia Petronzelli, da equipe pedagógica do Positivo, que ajudaram a aprofundar o processo da aquisição da leitura e da escrita nas áreas de Português e matemática, identificando e propondo as melhores práticas educacionais para a formação de escritores e leitores competentes. E, no ultimo dia foi desenvolvido o tema: A Caridade na Vida de Madre Assunta e vivência atual desta virtude em nossa missão junto à Rede ESI, assessorado por Ir. Sandra Maria Pinheiro, Superiora Provincial; com o objetivo de compreender melhor como viveu Madre Assunta Marchetti a virtude do amor ao próximo na sua missão com as crianças e adultos, e quanto isto interfere na vida das pessoas, quando elas são compreendidas em suas necessidades físicas, psíquicas, sócio emocionais, dando aos educadores pistas para a missão junto à Rede ESI. O Evento foi também momento de grande integração e partilha de experiências e conhecimentos entre todos os Educadores da Rede ESI.

Colégio da Rede ESI: 1º lugar no Exame Nacional do Ensino Médio

Parabenizamos a ESI – Colégio Nossa Senhora de Belém, pelo 1º lugar no ENEM entre as Escolas de Guarapuava. O ENEM – Exame Nacional do Ensino Médio é uma prova elaborada pelo Ministério da Educação para verificar o domínio de competências e habilidades dos estudantes que concluíram o ensino médio. O Enem tem uma série de funções. É usado como um vestibular nacional de uma série de universidades públicas. Com a nota do Enem, o estudante pode se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), sistema criado pelo governo para selecionar alunos para as instituições públicas de ensino superior. Os estudantes também utilizam o Enem para conseguir uma bolsa de estudos em uma universidade particular por meio do Programa Universidade Para Todos (Prouni). Outro programa de acesso ao ensino superior que exige o Enem é o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), que concede bolsas restituíveis a estudantes que não tem condições de pagar as mensalidades da graduação. E, por último, o Enem também é necessário para os estudantes de graduação que queiram fazer um intercâmbio no exterior pelo programa Ciência sem Fronteiras.

15


O dom  de  viver  

Lembranças

Às nossas Irmãs e amigos (as), a sincera

saudação de condolências pelo falecimento de seus

entes queridos, os quais fazem parte da nossa Família Scalabriniana:

11/08 - Em Cuiabá - MT - Thusnelda Iockheck Cortese - (Tia de Ir. Eva Lecir Brocco). 02/09 – Em Serra Negra – SP – Sra Ramira Zeferino (Irmã de Ir. Eldefonsa Zeferino). 04/09 – Em Cascavel - PR – Sr. João Batista Chaves (Irmão de Ir. Maria de Lourdes Chaves).

Às Irmãs aniversariantes dos meses de agosto e

setembro nossos sinceros cumprimentos e votos de muita paz, alegria e felicidades. Que o Senhor da vida as

cumule de todas as graças e bênçãos em sua missão.

Agosto: 01/08/1938 ............. Ir. Elza Pieta 06/08/1963 ............ Ir. Neusa de Fátima Mariano 07/08/1926 ............ Ir. Leonardina Maria Sana 08/08/1934 ............ Ir. Therezinha Salute Franchin 11/08/1934 .............. Ir. Escolástica Bossularo 11/08/1984.............. Ir. Luciana Rodrigues da Silva 14/08/1968..............Ir. Etra Luana Modica 13/08/1961 .............. Ir. Ana Maria da Silva 15/08/1936 ............. Ir. Inês Boggio 18/08/1929 ............. Ir. Marisa Bernardi 22/08/1982 ............. Ir. Daiane dos Santos 25/08/1943 ............. Ir. Aparecida Nicolete 31/08/1941 .............. Ir. Fábia dos Anjos

Amor pra mim é ser capaz de permitir

Setembro 03/09/1931 ............. Ir. Felícia Teixeira Mesquita 04/09/1924 ............ Ir. Irinéia Bueno de Andrade 05/09/1947............. Ir. Inês Facioli 07/09/1956............. Ir. Joana D'arc da Fonseca 10/09/1951 .............. Ir. Maria do Carmo da Rosa 11/09/1964.............. Ir. Maria Cléia Franca Santos 13/09/1959 ............. Ir. Alvarina Aparecida de Rezende 18/09/1960............. Ir. Conceição Aparecida da Silva 22/09/1928 ............. Ir. Adiles Peroni 26/09/1924............. Ir. Augusta Peixoto 27/09/1941 ............. Ir. Márcia Faria 28/09/1932 ............. Ir. Maria do Carmo Álbara

que aquele que eu amo exista como tal,

como ele mesmo.

Isso é o mais pleno amor.

Dar a liberdade dele existir ao meu lado

do jeito que ele é. Adélia Prado

16


Anote aí

SETEMBRO DATA 01-03

ATIVIDADES Encontro da Comissão de Organização Interna da Congregação. V Assembleia Geral do Movimento LMS.

16-20 19-20

Encontro Provincial das Animadoras Vocacionais das Comunidades. Realização dos Jogos ESI

25 a 27

LOCAL Porto Alegre - RS Tijuana México Aparecida - SP Santo André SP

OUTUBRO 15 e 16 17 e 18 18 21 e 22 25 25 29 30-31 31

Encontro ecônomas locais, colaboradores e diretoras Reunião da Equipe de Espiritualidade Encontro das Famílias Migrantes – CESPROM São Paulo. Reunião das Coordenadoras Rede ESI Interprovincial Celebração Festiva pelos 120 anos de Fundação da Congregação. Divulgação do Projeto Missionário da Congregação MSCS. Reunião de Coordenação Nacional Ampliada do SPM. Assembleia Geral do SPM. Celebração Festiva do Ano da Vida Consagrada PNSA.

17

Jundiaí -Sp

Pari - SP São Paulo Comunidades Roma - Itália São Paulo - SP São Paulo - SP Jundiaí - SP


Prioridades… “Primeiro purificar-se e depois purificar; primeiro deixar-se instruir pela sabedoria e depois instruir; primeiro converter-se em luz e depois iluminar; primeiro aproximar-se de Deus e depois elevar os outros até Ele; primeiro ser santo e depois santificar. ” (São Gregório Nazianzeno)

Boletim "Partilhar é viver" n º 43  
Boletim "Partilhar é viver" n º 43  

Boletim "Partilhar é viver" nº 43 Irmãs Missionárias Scalabrinianas

Advertisement