Issuu on Google+


Janeiro / 2012

Carta ao Leitor

Estimado leitor,

T

emos muita satisfação em compartilhar com você nossa primeira edição de 2012, como sempre, recheada de novidades, dicas, notícias, informações e muita arte. Contamos com a parceria de mais um colaborador fixo na sessão de filmes, o jornalista Luis Dalle, que inicia neste mês com suas dicas. Em janeiro, comemoramos datas importantes como dia Mundial da Paz, dia Global da Família e dia da Confraternização Universal. E nesse espírito de renovação e de esperança, queremos aproveitar esse espaço com você, caro leitor, para que possamos refletir juntos e começar o ano com energia total. Iniciando então, temos o ensaio fotográfico de Thyane Brito, do Estúdio Triz, que comemora o dia internacional do sorriso – mais uma importante data comemorada este mês – e estampa nossas páginas de genuína alegria. Assim como 2011 foi um ano bastante positivo, conquistamos o apoio e confiança de muitos leitores e parceiros, também tivemos uma perda irreversível e lamentável. No dia primeiro deste ano, nosso colaborador, o sociólogo político Olavo Diniz faleceu na capital paulista, para a tristeza de sua família, amigos, equipe e leitores da Très. Olavo, que com sua formação – Tufts e Harvard – e carreira brilhante, tanto no exterior (onde trabalhou para o prefeito de Boston Thomas Menino e o ex-senador Ted Kennedy) quanto no Brasil, atuando como assessor político de vários ministros deixou também seu cargo no maior administrador de fundos imobiliários do país, o Grupo Ourinvest S.A. A Très se solidariza com sua família e amigos e tem a grande honra de publicar seu último artigo para esta edição. E aproveitamos para citar Tom Jobim, que dizia que “Quando uma árvore é cortada, ela renasce em outro lugar.” Ele dizia que quando morresse, gostaria de ir para esse lugar, onde as árvores vivem em paz. Desejamos que nosso amigo e para sempre colaborador Olavo tenha muita paz, e que seu sorriso, continue brilhando em nossa memória. Desejamos um ano repleto de saúde, paz e muitas realizações a todos vocês. Boa leitura! Ilustração: Tile Amato


Colaboradores

Janeiro / 2012

Colaboradores 1

5

2

6

3

7

4

8

9 1 - Olavo Diniz analisa em termos gerais a crise mundial, o clima de instabilidade gerado pelas decisões do presidente americano e os desafios que o país terá que enfrentar caso a economia mundial desande ainda mais. 2 - Este mês, Tile Amato faz uma ilustração em homenagem a memória de nosso colaborador Olavo Diniz.

Expediente

Publicação: Grupo Très (Claudia Junqueira e Amanda Carvalho) ** Jornalista Responsável: Claudia Junqueira ** Revisor de texto: Mariangela Fazano ** Fotografia: Amanda Carvalho ** Proj. Gráfico e Diagramação: Daniel Franco Luizari . Entre em contato com a nossa redação. disque: (18) 8113-0736 / (18) 9737-7566 ou envie um email: contato@revistatres.com.br. / Todas as imagens utilizadas em nossas matérias são cedidas e de responsabilidade de seus autores ou representantes do conteúdo. Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução parcial ou total sem autorização. Capa: Thyane Brito

3 - Aparecido Jr, que deixa a rádio comercial para fazer parte da equipe da rádio 1010 AM a partir deste ano, faz uma bela reportagem com o ciclista prudentino Téo Grandi. 4 - Camila Galindo e Maria Fernanda Pires, do Bien Gourmand, refrescam nosso começo de ano com um “primo” italiano do nosso sorvete: o Sorbet! Fica a dica de nossas gourmets para um ano leve e refrescante. 5 - Catarina Cunha começa o mês dando dicas para sair de viagem com o mínimo de produtos e acessórios possíveis, ou seja, fazer uma mala compacta e útil, garantindo o essencial para ficar linda neste verão. 6 - Antônio Cézar Leal, dá continuidade à sua abordagem de dezembro a uma Nova Cultura da Água. Neste mês relata alguns trabalhos que vem sendo realizados em nossa região, relacionados à Educação Ambiental e Gestão das Águas. 7 - Paulo Brazyl nos brinda com uma reportagem interessantíssima do artista plástico brasileiro Claudio Ethos, que faz sucesso mundialmente e atualmente vive em Amsterdam, na Holanda. 8 - Graduada em Letras (UNESP/Assis) e mestre em Comunicação(UNESP/Bauru), Mariangela Fazano tem como foco de trabalho a linguagem, mas esta em quaisquer contextos, sejam eles verbais ou não- verbais. Ministra as disciplinas de Redação Publicitária e Semiótica na FACOPP (UNOESTE) entre outros cursos e disciplinas, desde 2002. Em dezembro, entrou para a equipe Très como revisora e colaboradora de matérias. 9 - Luiz Dalle é jornalista formado pela Facopp e pósgraduando em Cinema e Documentário, na cidade de Londrina-PR. Dirigiu o videodocumentário Era Uma Vez, que resgata a história das salas de projeção da cidade de Presidente Prudente e Entre Luzias, filme sobre a capela de Santa Luzia de Anhumas, que possui em seu acabamento interno pinturas do artista sacro Bruno Di Giusti.


Janeiro / 2012

Cartas à Redação

Cartas à Redação: Neste mês, nossa sessão de cartas a redação irá publicar os vencedores do sorteio de Natal que realizamos em dezembro, concorrendo a uma assinatura anual da revista. O vencedor foi Líceo Colombo, e os outros dois concorrentes ganharam a revista com um brinde especial de Natal. “A revista Très veio para ser o diferencial em cultura e informação de qualidade e bom gosto. O que faltava na cultura do Oeste Paulista.” – Líceo Colombo “A revista Très veio para triplicar o seu sucesso” – Rodo Inox “A revista Très veio para ser a informação dentro de todas as áreas, que dá a bons leitores a satisfação sobre o conhecimento.” – Natalia Talarico >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Gostaria de parabenizá-la pela matéria, supra referenciada, na edição do mês de outubro/2011 da Revista Três. Fiquei maravilhado com a sua exposição e a forma tão feliz como fez a abordagem de um assunto que merece toda a atenção de toda nossa nação, autoridades educacionais e políticas deste país. Desejo informá-la que enviei à Assembléia Legislativa de Minas Gerais, uma proposta de Projeto de Lei para efetuar mudanças no modelo educacional (Ensino Médio e Fundamental) onde uma das mudanças seria a inserção da LITERATURA como uma matéria específica

Nei Silveira de Almeida

O Livro do Chico e... Impossível negar a grandeza do Chico. Em “... letras e músicas, todas as músicas que ainda hei de ouvir...”, livros, textos para teatro, entre outros, e é claro, sua inestimável contribuição, quanto formador de opinião, nas questões políticas. E tem mais, o que digo aqui nem de longe intenciona criticar a obra em questão, até porque contextualizar toda essa trajetória, essa e a de outros, como promete o autor de “histórias e canções” é louvável e importantíssimo. Porém, o que me chama a atenção é a estática que permeia a visão de autores que se furtam das oportunidades de contemporizar a História do Brasil, pelas mesmas vias, como se História fosse pertinente a passado. Inúmeros movimentos, que buscam transformações sociais através das artes, em especial da música, estão em franca efervescência cultural e, ainda que respeitando o glamour de discorrer sobre o Chico, hoje, rappers, sambistas, roqueiros, entre outros, se lançam em projetos das mais variadas performances, todos com o mesmo propósito: minimizar as desigualdades sociais! Sem a menor sombra de dúvida, a mídia, em todas as suas vertentes, tem papel principal garantido em meio aos artistas que na ausência dela serão meros coadjuvantes, caso não aconteça a publicidade disso tudo e consequentemente não role o tão sonhado feedback social por um mundo melhor. Principalmente no “Mundo Tupiniquim”.

Bill Duque


Sumário

Janeiro / 2012

34

Ensáio Fotográfico: “Abram-se as cortinas”

Um pouco mais

16 Graffiti - Cláudio Ethos. Chica da Silva

22 A história da escrava Brasileira que virou Rainha.

26

Señorita Nail

GarimpArte

42 Garimpo de arte, cultura e muita alegria!

51

Mídia Digital Out of Home

8 Notícias 9 Quem 10 Política 12 Saúde 14 Gastronomia 19 Passou por Aqui 20 Ócio criativo 24 Moda 30 Coluna Social Bonjour 32 Artes 44 Cinema 46 Dica de Livro 47 Música 48 Dica de Viagem 52 Meio Ambiente 54 Esporte 56 Coluna Social Bonsoir 59 Homenagem Olavo Diniz 60 Crônica


Fontes: http://portalprudentino.com.br http://veja.abril.com.br - http://www.rollingstone.com.br

Notícias

Notícias

Locais, Nacionais e Mundiais

Locais Campanha de desarmamento A Campanha do Desarmamento de 2011 recolheu 273 armas na área de atuação do Deinter-8, que abrange as Delegacias Seccionais de Adamantina, Dracena, Pres. Prudente e Pres. Venceslau. A mesma teve início no dia 18 de julho e foi realizada pelas Polícia Civil e Federal.

Nacionais Carnaval do Rio será transmitido em 3D para o mundo Da Marquês de Sapucaí para o mundo, em três dimensões. Esta é a novidade que a TV Globo apresentará, no Carnaval 2012, aos telespectadores que vivem fora do Brasil. Espetáculo das escolas de samba também vai ganhar versão tridimensional para os cinemas.

Instabilidade climática

8

Enquanto São Paulo está em estado de atenção pelas chuvas e no Rio de Janeiro bairros inteiros viraram mar pelas fortes enxurradas, no Rio Grande do Sul já somam 98 os municípios em estado de emergência pela estiagem. Segundo a Defesa Civil, 415 mil pessoas já foram afetadas pela seca. Perdas com safras de milho, soja e feijão são estimadas em 877 milhões de reais. Revista Très - Janeiro / 2012

Grafite Legal tem inscrições prorrogadas em Prudente As inscrições para o projeto Grafite Legal de Verão foram prorrogadas para o dia 27 de janeiro. A iniciativa da Assessoria Municipal da Juventude contemplará nesta nova empreitada os jovens moradores do Brasil Novo e da Cohab. Podem se inscrever adolescentes e adultos, com idades entre 15 e 29 anos.

Mundiais Cristina Kirchner livre do Câncer Segundo o porta-voz da presidente da Argentina, Cristina Kirchner não teve câncer de tireóide, conforme os médicos suspeitavam. Kirchner passou por uma cirurgia no dia 04 de janeiro e no pós-operatório, testes haviam definitivamente rejeitado a presença de células cancerígenas.

Gipsy Kings no Brasil O grupo Gipsy Kings anunciou que vem ao Brasil para duas apresentações no Rio de Janeiro e em São Paulo nos dias 27 e 28 de março, respectivamente. A prévenda de ingressos acontece entre 9 e 15 de janeiro, Formada por músicos ciganos franceses, a banda de rumba flamenca fará show no Citibank Hall e em São Paulo o local escolhido foi o Credicard Hall.


O famoso quem

Quem

O famoso

Très: Além do Núcleo TTerê, você dedica-se a alguma outra atividade filantrópica? Irene: Sim. Geralmente organizo um almoço para o asilo em minha casa, onde reunimos muitos idosos e passamos uma tarde maravilhosa. Em dezembro tive uma grande oportunidade e prazer em ajudar, juntamente com meu marido, seus companheiros e Rosângela Capuci, na realização do Leilão em prol da fundação do Hospital do Câncer, que foi um sucesso e contou com apoio maciço dos agropecuaristas e comércio Prudentino.

Irene Coimbra Jacintho

Très: Qual sua maior realização pessoal? Irene: Conseguir manejar as minhas crenças para poder reestruturar a consciência, criar novas realidades e continuar minha caminhada com fé e coragem.

C

Très: Quando não está trabalhando, gosta de se dedicar a quê? Irene: Sempre gostei muito de esportes e quando tenho oportunidade, adoro ir a SPAS. No entanto, ultimamente gosto de me dedicar aos netos, a minha mãe, minha sogra e aos 11 cachorros.

Foto: Amanda Carvalho

arinhosamente chamada pelos prudentinos de “Ireninha”, Irene Coimbra Jacintho é, sem dúvida, uma personalidade prudentina. Juntamente com as amigas Maria Ester Junqueira, Helena Junqueira e a saudosa Rosa Peretti, fundaram o Núcleo TTere de Trabalho e Realização há 20 anos, visando profissionalizar gratuitamente, pessoas carentes com deficiências física, intelectual, visual e auditiva. Atualmente, o Núcleo já inseriu 450 pessoas no mercado de trabalho e atende 300 alunos com a mesma meta. Mãe, esposa e avó dedicada, Ireninha nos concede essa agradável entrevista.

Très: Gosta de cozinhar? O que faz, que é mais elogiado? Irene: Adoro! Pão de queijo, torta de nozes, vatapá e, principalmente as tortinhas de banana que sempre foram um sucesso nos eventos no Núcleo TTere. Très: Uma frase? Irene: ”Sofremos demasiado pelo pouco que nos falta e alegramos-nos pouco pelo muito que temos.” Janeiro / 2012 - Revista Très

9


Política

2012: um ano de desafios

2012:

Um ano de desafios cia.  Como isso não é um problema pontual e sim sistêmico, a única solução s Mayas preveram centenas é a adoção de medidas de anos atrás que o mundo drásticas e impopulares, chegaria ao fim em 2012.  como a aprovação de Não é para tanto, mas esse pacotes com profundos ano será sem a menor dúvida um dos cortes no orçamento e mais desafiadores para o mundo desde reformas no sistema prea Grande Depressão da década de 1930.  videnciário, por exemplo. São tempos de incertezas políticas e Os países emergentes econômicas espalhadas por todos os conseguiram sair pracontinentes.  A zona do Euro vive seu pior ticamente ilesos da crise momento levada quase que a lona pela de 2008, mas o cenário é situação da Grécia e da Itália – que tro- bastante diferente dessa caram seus primeiros-ministros - além vez. A economia da China das dúvidas que pairam sobre a situação não está mais crescendo da França e da Alemanha.  Isso está sendo no mesmo ritmo de antes, refletido no valor dos juros que o mer- e a Rússia mostrou indícado está disposto a pagar pelos títulos cios de que está voltando de cada um desses países.  O crédito está a sofrer uma grave interescasso e os governos mal estão tendo ferência política por recursos para honrar seus pagamentos parte do partido goverbásicos como os da saúde e da previdên- nista, capitaneado pelo Texto: Olavo Diniz Fotos: arquivo

O

10

Revista Très - Janeiro / 2012

Primeiro Ministro Vladimir Putin, após as graves denúncias de fraude eleitoral nas eleições do fim do ano passado. Tanto a China quanto o Brasil, Rússia e Índia, adotaram políticas monetárias fortes para frear a inflação. Se por um lado ela acabou ficando praticamente dentro da meta do Banco Central brasileiro, iremos começar a sentir na pele os efeitos colaterais dessas medidas esse ano. Mas a maior pergunta de 2012 é, como irá se comportar a maior economia do mundo, os Estados Unidos da América, já que esse ano é um ano eleitoral. Após três anos da administração do Presidente Obama, os EUA se encontram na sua posição mais vulnerável desde a Grande Depressão de 1930. Com sua economia praticamente estagnada, o governo fe-

Os países emergentes conseguiram sair praticamente ilesos da crise de 2008, mas o cenário é bastante diferente dessa vez. 

deral ameaçou suspender o pagamento do funcionalismo público mais de uma vez por falta de verbas, isso sem falar em um possível calote na dívida externa, algo inédito e até então impensável por qualquer economista, seja ele conservador ou liberal. O calote só foi evitado após intensa negociação entre a Casa Branca e a oposição - que detém o controle do Congresso – o que resultou no aumento do teto da dívida externa que já


passa de vários trilhões de dólares. Esses últimos anos não têm sido fáceis para Obama e o Partido Democrata que herdou duas guerras impopulares além de uma economia cambaleante do expresidente Republicano George W. Bush (2001-2008). Ele sabia que o desafio era grande, e foi justamente por causa disso que sua retórica ganhou tamanha força e o catapultou ao posto de ‘Commanderin-Chief’ da única superpotência do mundo. Porém, chegamos em 2012 sem a tão sonhada recuperação econômica.  Durante seus três primeiros anos de governo, o PIB americano patinou, permanecendo praticamente no mesmo patamar, além da classe média ter sido quase que extinta. Houve um aumento exponencial no número de pessoas que entraram com pedido de seguro-desemprego, pois apesar de ter recuado um pouco, o índice de desemprego no país é o maior desde a década de 1930. Além disso, os números mostram que houve um aumento significativo na concentração de riqueza entre as pessoas mais ricas do país. A insatisfação dos americanos com a atual administração pode ser medida pela varredura eleitoral que eles fizeram dos Democratas nas eleições para o Congresso de 2010.  Quando tomou posse em Janeiro de 2009, o partido

de Obama tinha ampla maioria no Congresso e no Senado. Obama e os Democratas tiveram por quase dois anos o poder nas mãos para implementar o que quisessem, e o que elem fizeram? Obama aprovou pacotes bilionários de estímulo econômico que se mostraram inúteis, e que só serviram para aumentar a já trilhionária dívida americana. Isso sem falar no ‘Obamacare’, uma espécie de Sistema Único de Saúde –SUS- americano, que foi tão decantado pelo então candidato a presidente nas eleições de 2008, mas que tem se mostrado insustentável, tanto na parte orçamentária quanto na área prática. Obama prometeu que se fosse eleito, traria de volta prosperidade para a economia, beneficiando principalmente a classe média – onde se concentra o maior volume do eleito-

rado americano, e organizaria o sistema de saúde do país, dominado por lobistas e grandes companhias de seguros.  O que se vê é que ele não obteve êxito em nenhuma das duas frentes, e pior, houve um inchaço da máquina pública.  Sua grande vitória até o momento foi a retirada das tropas americanas do Iraque

Obama e os Democratas tiveram por quase dois anos o poder nas mãos para implementar o que quisessem, e o que elem fizeram?

e do Afeganistão, o que pouca gente sabe é que na verdade, isso já havia sido acertado e assinado pelo ex-presidente Bush nos seus últimos meses de governo.  Ou seja, isso não pode ser atribuído à administração do Presidente Obama como grande parte da imprensa fez.  Obama teve a sorte de poder cumprir o cronograma de retirada durante o momento mais delicado da sua presidência.  Mas e agora? Ele irá conseguir se reeleger em novembro? E como vai ser 2012 para nós brasileiros? Isso vai depender do tamanho do impacto da crise e de como irão se comportar nossas respectivas economias.

11 Janeiro / 2012 - Revista Très


Como a diabetes pode afetar sua visão

Saúde

Como a diabetes pode afetar sua visão Por Dr. Ricardo Bernardes e Dr. Marcelo Hosoume Fotos: Amanda Carvalho / arquivo

E

xistem cerca de 12 milhões de indivíduos que são portadores de diabetes no Brasil. Destes, metade ignora sua condição, ficando assim mais suscetíveis a uma série de problemas decorrentes da doença. Estudos recentes mostram que diabéticos com bom controle metabólico têm chance 10 vezes superior de manter uma boa visão do que indivíduos mal controlados. A principal razão da perda de visão no diabético, é sua evolução silenciosa, o que desestimula a procura pelo auxílio médico. Os riscos de desenvolver retinopatia diabética, aumentam quanto maior o tempo em que o indivíduo convive com o diabetes. Hoje, estudos apontam que 80% das pessoas que tenham sofrido de diabetes por pelo menos 15 anos, apresentam algum tipo de lesão nos vasos sanguíneos da retina.

12 Revista Très - Janeiro / 2012


A retinopatia diabética pode levar ao envolvimento importante da retina, causando inclusive seu descolamento, hemorragia vítrea e cegueira. Retina é uma parte do olho humano responsável pela formação de imagens, ou seja, pelo sentido da visão. É como uma tela onde se projetam as imagens e as traduz para o cérebro, através de impulsos elétricos enviados pelo nervo óptico. Uma queixa comum dos diabéticos é a flutuação da visão, ora boa, ora ruim, que muito provavelmente está relacionada a grandes oscilações da glicemia. O açúcar não varia apenas no sangue, mas nos líquidos corpóreos como um todo. No olho ele provoca refração (grau de óculos). Realizar exame de óculos com a glicemia controlada é um cuidado importantíssimo. Somente um exame preventivo de fundo de olho com as pupilas dilatadas (mapeamento de retina), nos dará tranquilidade de uma avaliação precisa e correta da saúde ocular. Esse exame é classificado como obrigatório, uma vez ao ano em toda pessoa com diabetes, pela Associação Americana de Oftalmologia e endossada pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia. Com esse exame podemos classificar a retinopatia e tomar decisões para seu tratamento. Dependendo do estágio da retinopatia, outros exames mais complexos podem ser realizados, com o objetivo de avaliar tanto a circulação da retina como a integridade dessa estrutura. A Tomografia de Coerência Ótica (OCT) é um método de diagnóstico por imagem não invasivo e de alta resolução, para detectar as anormalidades retinianas. Por fornecer informações detalhadas da morfologia arquitetural da retina chegando ao nível de suas camadas, o OCT tem sido proposto como o novo teste padrão de referência (padrão ouro), para detectar anormalidades estruturais retinianas. As imagens de OCT podem ser analisadas qualitativa ou quantitativamente, mas a interpretação das imagens fornecidas pela OCT, requer um oftalmologista com experiência acumulada com este método diagnóstico. É imperativo para pacientes com diabetes, entender que um estilo de vida saudável e o cumprimento de cuidados médicos, podem reduzir muito o desenvolvimento e a progressão das complicações de sua doença nos olhos, assim como em outros órgãos.

Retina normal

13

Retina com diabetes

Janeiro / 2012 - Revista Très


Gastronomia

Sorbet

ou

Sorvete?

14 Revista Très - Janeiro / 2012

Sorbet ou Sorvete?

Por: Bien Gourmand Gastronomia E-mail: biengourmand@live.com / Foto: Arquivo

N

o mês de janeiro, não há nada mais apropriado do que falarmos de coisas refrescantes! Por isso, nessa edição resolvemos apresentar para vocês o sorbet! Para quem não conhece, o sorbet é praticamente um primo do sorvete, porém muito mais leve e light. Enquanto o sorvete tradicional contém basicamente gemas e creme como base, o sorbet é composto na maioria das vezes por suco de frutas, gelo e/ou açúcar. Ele vem do oriente. Os chineses utilizando algas marinhas, descobriram uma forma de deixar o suco de frutas gelado e endurecido. Foram eles também que levaram para a Pérsia e a Arábia, mais tarde chegando à Itália onde recebeu o nome Sorbetto, e é daí vem a palavra Sorbet. Além da composição, outra diferença entre sorbet e sorvete é o momento ideal para ser servido. O sorvete como todos sabem, é servido como sobremesa, enquanto o sorbet é indicado para compor a refeição. Mais uma lição dos franceses que o consumiam como entremets, ou seja, entre um prato e outro. O sorbet renovava o paladar para a próxima etapa da refeição, devendo sempre ser servido em quantidade moderada. Atualmente já não há mais a regra de servi-lo somente como entremets, apesar de ainda ser, na maioria das vezes, consumido como tal. Você pode utilizar essa iguaria na sobremesa também! Uma ótima ideia é o sorbet de manjericão acompanhando uma bela salada de frutas! Transformando uma sobremesa comum em algo novo. Geralmente é feito com suco de frutas cítricas, hortelã, manjericão, framboesa, vinho, licor. É uma ótima dica para refrescar nossos dias de verão!


Um pouco mais

Graffiti Tempo (livre?) - Cláudio - mercadoria Ethos fora de circulação

Graffiti

Claudio Ethos

A

16

arte de rua, particularmente o graffiti, desde os anos 1980, cumpriu uma trajetória marcada pela liberdade de expressão e criação. Conquistou espaço adiante das apropriações das superfícies urbanas e desafiou conceitos, como podemos observar a partir do perfil dos seus próprios autores. Neste cenário, nomes como Rui Amaral, Binho Ribeiro, Zezão, Mundano e Os Gêmeos, integraram o grupo de brasileiros que ganharam destaque internacional e fizeram o mundo voltar seus olhos mais uma vez para o potencial brasileiro de produzir arte num segmento muito difícil de mensurar, afinal, o graffiti está em todo lugar. Nesta edição, a Très apresenta aos seus leitores o trabalho de um desses nativos sul-americanos: Cláudio Ethos. Ethos concedeu sua entrevista no momento em que participava do “R.U.A. – Reflexo on Urban Arte” na cidade videnciada pelo artista: ...”quantas vezes saio de casa com o olhar atento, sempre a espreita de algo que me estimule e me lance em alguma dimensão escondida pelo caos de concreto das cidades. As grandes cidades oprimem. O ruído ensurdecedor dos carros, suas buzinas. Para quem se condiciona a esta frequência, talvez não fique muito mais do que um conjunto de espaços mortos pelas garras do capitaRevista Très - Dezembro / 2012

lismo. Porém, existe a possibilidade de afiar o olhar, buscar o lúdico entre as colunas, sob ou sobre as marquises. O progresso disfarçado em ideal encobre nossos verdadeiros desejos enquanto homens, que temos por natureza viver de forma equilibrada, funcional. Temos que buscar desenvolver essa nossa habilidade de separar as noites de lucidez para aquecer nossas almas com nossos próprios sonhos”. O mundo onde vivemos está sempre a nos impor novos desafios. E os desafios parecem cada vez mais complexos à nossa capacidade de compreensão do novo, à nossa capacidade de administrar a velocidade de mudança das coisas. Quando perguntado acerca das enfermidades que assolam o homem contemporâneo, Ethos lembra que “desde a minha infância, mesmo antes de iniciar meus desenhos, minhas pinturas nas ruas, eu adorava os domingos pela manhã. Era


como se a cidade estivesse pegando um fôlego com poucos carros nas ruas e a maioria das pessoas descansando em sono profundo. Muitas são as coisas das manhãs de domingo que ficaram em minha mente: o time de futebol do meu bairro jogando o campeonato de várzea entre as comunidades, o céu frio e repleto de balões do mês de junho, os

fogos de artifício que acordavam a todos anunciando a alegria de um dia inteiro livre com a família, o ruído das crianças correndo atrás das pipas... E, em meio a todas essas lembranças, a maior diferença que eu notava estava na luz – na luz exclusiva das manhãs de domingo – mais tranquila, mais alegre. Outros artistas de rua sabem do que eu estou falando. A luz que me convidava a sair de casa e a levar o olhar para percorrer a cidade – com algumas tintas na mochila – a procura de um espaço que estivesse lá, aguardando por

mim. Uma luz que alimentava uma força em meu espírito... talvez aprimorar nossa capacidade natural de conviver com o nosso meio seja um caminho para amenizar essas enfermidades”. Também foi a partir da década de 1980 que o mundo passou a experimentar, de fato, os efeitos da globalização, aproximando culturas e, entre outras coisas, evidenciando semelhanças entre as grandes cidades, principalmente aquelas relacionadas aos grandes traumas urbanos. Como o graffiti é uma forma de arte que originalmente acontece em espaços públicos e a partir deles, fica mais fácil para o artista efetivar seu diálogo com o público, esteja ele onde estiver? “Olha, se você pretende uma resposta diretamente relacionada às grandes cidades, a minha vai ter forte influência estrangeira. Pois pintei muito mais lá fora do que no Brasil, em grandes centros. Passei por algumas cidades norte-americanas como São Francisco, Miami e NY. E por outras em países da Europa como Itália e Alemanha. Em minhas experiências, seja no “Cityleaks 2011” na

17 Dezembro / 2012 - Revista Très


Graffiti - Cláudio Ethos

cidade de Cologne2, ou na “Casa das Caldeiras” em São Paulo, todas programadas, não me fazem esquecer que nada pode ser considerado inviolável. E da mesma forma que nenhum espaço pode assim ser considerado, nenhuma história, nenhum patrimônio cultural deveria ser mantido de forma inviolável. E não apenas isso. É preciso atuar para que haja o refinamento necessário na capacidade de percepção do indivíduo, na capacidade do olhar. O olhar capaz de nos fazer enxergar os pequenos fragmentos que passam pelas malhas da peneira. Acredito que em todas as grandes cidades podemos olhar através da peneira e encontrar seus pequenos presentes. E por onde eu passo, procuro acordar um pedaço que eu encontro com minha pintura: sejam com os homens que dormem, com os acidentes emocionais ou com o amor e o ódio, vamos acordar bem cedo no domingo e andar na ponta dos pés para não acordar a máquina, levando em baixo dos nossos braços nossa arte”. 1 - h t t p : / / w w w. r e f l e x o n u r b a n a r t . o r g / w o r d p r e s s / w a l l s / ethos-rollin-in-the-foelie/ 2- http://vimeo.com/29510445 Outros endereços: www.claudioethos.blogspot.com www.claudioethos.com

18 Revista Très - Janeiro / 2012


Passou por Aqui

Janeiro / 2012

“Passou por Aqui”

Texto: Claudia Junqueira

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Zeca Baleiro

Para fechar o ano com chave de ouro, o Sesc Thermas trouxe para Prudente no dia 15 de dezembro o cantor, compositor e colunista “Zeca Baleiro”, no Ginásio do Tênis Clube. Completando 13 anos de carreira, Zeca fez uma retrospectiva em um show incrível, que reuniu um repertório com releituras de canções já consagradas pelo público como “Salão de Beleza”, “Babylon”, “Telegrama” e “Vai de Madureira”, levando seus fãs ao delírio. Em entrevista exclusiva a revista Très, pergunto-lhe sobre seu novo álbum “Concerto”, na qual introduz canções que vão de Cartola a Foo Fighters. O álbum conta com algumas canções inéditas: “A Depender de Mim”, “Mais um Dia Cinza em São Paulo” e “Canção pra Ninar um Neguim”. Colunista há 4 anos da ISTO É, Zeca publicou recentemente o livro “Bala na Agulha – reflexões de boteco, pastéis de memória e outras frituras”, que reúne textos onde o artista escreve desde 2005 em seu site WWW.zecabaleiro.com.br, que segundo o próprio Zeca diz, é ele mesmo quem posta tudo!

Foto: Amanda Carvalho

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Flow e Zeo

Para os amantes da boa música eletrônica, a noite do dia 9 de dezembro foi marcante e inesquecível. O Pub Music’n Bar teve a honra de receber o duo Flow & Zeo da cidade do Rio de Janeiro. Desde 2000 tocando juntos, os DJ’s e produtores musicais, também gerenciam o label Tropical Beats. Se apresentam nos principais clubs do Brasil, tocam ao lado de grandes artistas internacionais como Sven Väth, Anja Schneider, Sasha, Dubfire, MANDY, Trentemöller, JamieJones, DJ T., Booka Shade, D-Nox, além de estarem presentes nos maiores festivais de música do país. No exterior, já tocaram em mais de 7 grandes países, em Berlim, tocaram na Love Parade de 2010 para um público de mais de 1 milhão de pessoas. De uma energia contagiante e um talento inesgotável, o casal fez desta noite, simplesmente, como todas as outras que tive o privilégio de prestigiar, mágica!

Foto: Claudia Junqueira

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Janeiro / 2012 - Revista Très

19


Ócio criativo

Janaine Gazzani

Janaine Gazzani Texto: Claudia Junqueira Fotos: Cedidas

“O teatro não pode desaparecer porque é a única arte em que a humanidade enfrenta a si mesma”,

20

pronunciou certa vez o grande dramaturgo americano Arthur Miller. Se depender da jovem prudentina Janaine Gazzani, de 20 anos, o teatro não desaparecerá nunca! No teatro há sete anos, Janaine iniciou em 2005 as oficinas de teatro com o diretor Denílson Biguete. Em 2007, começou o curso de Técnico em Ator no Senac. O curso teve duração de dois anos e garantiu à jovem atriz, seu DRT (registro como atriz) na carteira de trabalho. Em 2009, recebeu um convite para entrar na Cia de Teatro “Mênades e Sátiros”, dirigida por quem a ensinou muita coisa, Denílson Biguete. Com esse grupo, Janaine participa de mais três trabalhos de pesquisa, que são as peças: ���Mal Secreto”, “A Serpente” e “Até que a Morte nos Separe”, na quais segundo ela, são todos trabalhos muito gratificantes. Contudo, Janaine não é apenas atriz. Eis o que nos chamou a atenção para a matéria. Formada em Técnico ator e radialista pelo Senac e cursando o segundo termo de Comunicação Social na Unoeste, trabalhou durante três anos nas emissoras de rádio, Globo e Nova 99 FM. Atualmente, trabalha em um consultório odontológico, como administradora e secretária. De manhã, jaleco. De noite, abrem-se as cortinas, e sobe ao palco a Janaine atriz! Sempre envolvida no meio cultural, desenvolveu na infância sua paixão pelo teatro, Revista Très - Janeiro / 2012

nas comemorações escolares e religiosas, sempre atuando, cantando e dançando. Com seu atual grupo teatral, viajou para diversas cidades apresentando seus espetáculos em inúmeros festivais. Já passaram por Rancharia, Paraguaçu, Avaré, Adamantina, Dracena, Bernardino de Campos, Araçatuba, Adamantina, Luisiânia, Dracena, Araraquara e Campo Mourão (onde obteve em 2010, sua primeira indicação como melhor atriz). Também representaram a região de Prudente no Sesc Ipiranga em São Paulo, no “Mapa Cultural Paulista”, onde venceram em toda região no ano de 2010. Neste ano, venceram novamente com outras peças, em outras cidades. A jovem atriz, que pretende enveredar para o Jornalismo, pretende continuar evoluindo na carreira de atriz, e, apesar de o teatro lhe transmitir “pura emoção, preparação e fascínio”, revela que a televisão sempre foi seu sonho. Como autor, tem admiração por Nelson Rodrigues. Como atriz, faz jus à Fernanda Montenegro e como ator cita Selton Mello. Gosta muito do teatro de pesquisa, onde estuda todo o universo do autor da peça que irá trabalhar, desde livros, textos, poemas e revistas. Diz que entender o universo do autor, ajuda a entender o personagem, como ele pensa, fala, anda e age. Segundo a atriz, o teatro em Prudente tem crescido e evoluído bastante. Enfatiza a dificuldade de trabalhar nesta área, pela falta de valorização da cultura e da arte, principalmente local. Diz que “fazer teatro no interior é matar um leão por dia”, citando as dificuldades da profissão. Contudo, é muito feliz por fazer por amor à arte, amor ao que faz e prazer em levar um pouco de conhecimento e lazer a uma população carente de cultura.


Um pouco mais

Chica da Silva

Chica da Silva A história da escrava brasileira que virou rainha. Texto: Claudia Junqueira / Fotos: Arquivo

F Foto externa da casa em que morou

22

Foto interna da casa em que morou

Revista Très - Janeiro / 2012

rancisca da Silva é uma das personagens mais populares da história do Brasil. Sua trajetória, que já foi transportada para o cinema e para a televisão, mais parece um conto de fadas. Mulata e escrava, Chica da Silva nasceu em 1732 na Vila do Príncipe, no estado de Minas Gerais. Filha de um relacionamento extraconjugal do português Antônio Caetano de Sá e da escrava Maria da Costa, Chica da Silva foi libertada por solicitação do contratador de diamantes João Fernandes de Oliveira, uma das pessoas mais ricas da época no Arraial do Tijuco, atual Diamantina, em Minas Gerais. Quando ganhou a liberdade, Chica tornou-se amante de João Fernandes de Oliveira, seu libertador, com quem teve 13 filhos. Antes de conhecer o contratador de diamantes, também fora escrava do sargento-mor Manoel Pires Sardinha e, deste relacionamento teve dois filhos: Plácido Pires Sardinha, que se formou em Engenharia pela Universidade de Coimbra e Simão Pires Sardinha, também educado na Europa. Com sua influência e poder alcançados através do relacionamento com o contratador de diamantes, Chica recebeu o apelido de “Chica que manda”. A ex-escrava costumava frequentar as missas, coberta de diamantes e acompanhada por 12 mulatas muito bem vestidas.


Depois de liberta, foi morar em um casarão construído em forma de castelo, com capela particular e teatro totalmente equipado, o único existente na região. Dentro da casa, grandes jardins e árvores exóticas além de um grande lago artificial adornavam o imenso espaço. Alguns historiadores descrevem Chica da Silva como linda e sensual, outros dizem que era feia e sem atributos físicos. O fato é que, escrava e semi-alfabetizada, Chica da Silva tinha tudo para ficar no anonimato, caso não tivesse conhecido João Fernandes de Oliveira. O contratador satisfazia seus mínimos desejos e Chica, passou a viver em pleno luxo. O mundo conheceu a cidade de Diamantina com o lançamento do livro “Memórias do Distrito Diamantino”, escrito pelo advogado Joaquim Felício dos Santos, mais de meio século após a morte da ex-escrava. Depois da publicação, a vida de Chica da Silva ganhou notoriedade que jamais ela própria poderia sonhar na época em que era apenas uma escrava. Conhecer Chica da Silva, aliás, é descobrir que a

Dentro da casa, grandes jardins e árvores exóticas além de um grande lago artificial adornavam o imenso espaço.

pretensa “democracia racial” do Brasil é um mito tão sem fundamento, como o da própria escrava que foi rainha. Chica frequentava a elite branca da cidade e todas as irmandades brancas do Tejuco e, ao morrer, foi enterrada no cemitério da Igreja de São Francisco de Assis, privilégio dos brancos endinheirados. Tudo isso prova que era uma mulher que se portava de acordo com os

padrões sociais e morais da época. A ex-escrava tornou-se proprietária de escravos e adotou valores da elite para poder pertencer de alguma forma a ela. Chica foi usada como o mo-

O Cinema Novo viu na negra que dominava os brancos com seu sexo, uma musa libertária.

inverte o mecanismo por meio do qual os homens brancos garantiram a dominação sobre sua raça, ao utilizar as mulheres de cor para satisfazer seu apetite sexual”, observa Júnia Furtado, historiadora. “Chica, como as outras forras da época, alcançou sua alforria, amou, teve filhos, educou-os, buscou ascender socialmente para diminuir a marca que a condição de parda e forra impunha para ela mesma e para os seus descendentes”, continua. “Pois, sob o manto de uma pretensa democracia racial, sutil e velada, a sociedade mestiça procurava se branquear e escondia a fria exclusão social e racial, simbolizando o que se passava no Brasil.” Exclusão que tirou de boa parte dos negros e por bom tempo a sua autoestima. “Daí a falta de um movimento unificado como nos Estados Unidos. Aqui o racismo era e é escamoteado e os negros compram o discurso das elites do ‘para que lutar se posso me integrar`. Até Machado de Assis agiu dessa forma após ascender à elite intelectual.” Dona Francisca da Silva de Oliveira morreu em fevereiro de 1796. João Fernandes já havia morrido em 1779. No testamento do contratador não constava o seu nome. “Isso não foi sinal de esquecimento ou ingratidão: ao omitir a existência de Chica em seus legados, ele buscou dignificar os filhos perante a sociedade elitista do reino.

delo de democracia racial, quando na verdade, ela reforça a hipocrisia desse conceito e mostra como se davam – e ainda se dão – as relações raciais no Brasil. O mito ganhou muitas versões e até mereceu versos de Cecília Meireles em seu Romanceiro da Inconfidência: “Contemplai, branquinhas/ na sua varanda,/ a Chica da Silva,/ a Chica-que-manda”. O Cinema Novo viu na negra que dominava os brancos com seu sexo, uma musa libertária. Em 1976, com roteiro de João Felício dos Santos (sobrinho-neto de Fonte: Chica da Silva e o Contratador Joaquim Felício), Cacá dos Diamantes (Companhia das Letras, Diegues filmou Chica da 400 pág., R$ 48,50), Silva. “No filme, a redenção é alcançada por meio de Chica: ao colocar a sexualidade a seu favor, ela

Janeiro / 2012 - Revista Très

23


Moda

Bon Voyage - Praia, sol e muito calor?

Bon Voyage! Praia, sol e muito calor?

As férias chegaram e janeiro, então, é invariavelmente,

mês de fazer as malas! Texto: Catarina Cunha / Fotos: arquivo / Blog: www.catarinacunha.com

Aqui você vai descobrir o que levar em uma mala compacta, sem perder o estilo. É hora de relaxar e sair da rotina, por isso é bom não exagerar na hora da mala.  O segredo é a organização e lembre-se: Nem tudo que você usa em casa, vai precisar nas tão aguardadas férias.

roupas:

Queremos estar lindas e estilosas sempre, mas lembre-se: praia não é passarela! Não há necessidade de um conjunto diferente para cada dia. Dica: Mudar somente as peças de cima que podem sujar com mais facilidade. Peças como calças, saias ou shorts jeans são ótima pedida, combinam com 99,9% das roupas e demoram mais para sujar.   Além dos biquinis, leve uma roupa por dia, para usar no pós praia com sapatos, bolsa e acessórios. Não se esqueça das rasteirinhas, chapéus e saídas de banho! Abuse dos vestidos e saias longas de malha ou algodão, que são tendência e ideais para o clima quente. Não se esqueça: Mesmo indo para um lugar quente, leve algo para se aquecer. As pashminas ou os cardigãs são opções leves e que fazem a diferença na produção.

24 Revista Très - Janeiro / 2012


• acessórios: Sapatos e bolsas pesam muito, então só leve o que realmente for usar. Para evitar exageros, coordene as cores das peças com um mesmo padrão, como preto ou camelo, por exemplo, e que, aliás, é uma das cores fortes dessa estação. Leve no máximo três sapatos na mala, mais o que você viajará. Quanto às bolsas, opte por dois modelos: uma maxi bag para o dia, e uma clutch para a noite. As cores também devem ser neutras, assim, podem ser combinadas a vontade. Óculos de sol são fundamentais. Além de protegerem os olhos do sol, deixam o look com um ar cool. Os chapéus também são importantes quando se vai à praia. Os panamás estão em alta, mas opte pelos modelos de fibra sintética, são mais baratos, não estragam com a água e podem amassar na mala. Colares e pulseiras são muito bem-vindos. Mudam e incrementam qualquer look, além de serem leves para levar na mala. Invista!

• beauté:

Não se esqueça de levar protetor solar, bronzeador, repelente e hidratante corporal e labial. Shampoos e Máscaras para o cabelo também são importantíssimos, já que eles sofrem muito com os danos causados pelo sol. Dica: Aproveite as embalagens menores para a necessaire, tanto para os cremes, quanto para as maquiagens. Leve estojos compactos, que supram sua necessidade básica. Janeiro / 2012 - Revista Très

25


Um pouco mais

Señorita Nail

! Señorita Nail É mais que um salão. É uma boutique de esmaltes! Texto: Abdalla Daichoun / Fotos: Amanda Carvalho / Arquivo

S

exta-feira, onze e meia da noite: em um dos bares mais agitados da cidade, cinco mulheres comentam entusiasmadas sobre um novo espaço em Presidente Prudente. Entre um drink e alguma paquera o assunto em pauta vinha à tona novamente: “Chanel amiga, Chanel” dizia a mais empolgada. Seria uma nova boutique na cidade? Muitas dúvidas, e claro, curiosidade. Duas opções: Disfarçadamente tentar entrar no assunto e descobrir enfim do que falavam, ou angustiar a espera (infindável, diga-se de passagem) de esperar o burburinho ganhar a cidade e descobrir junto com todos o que estaria por vir... Uma indicação, alguns telefonemas, e muitas boas novas para você. Très antecipa o que promete se tornar ponto de encontro de dez entre dez mulheres antenadas de nossa cidade. Chegamos até Maria Paula Brondi, a idealizadora da novidade. Advogada de formação, deixou Presidente Prudente em meados de 1994, foi morar e estudar nos Estados Unidos. Quando voltou ao Brasil decidiu morar em São Paulo, lá se casou, criou seu filho, trabalhou em dois  dos maiores escritórios de direito internacional do mundo e com bagagem de sobra para iniciar uma nova jor-

26 Revista Très - Janeiro / 2012


nada, decidiu trazer parte do hype que viu nos Estados Unidos e São Paulo para nossa cidade.Sorte a nossa. Marcamos então um encontro: do que se trata tudo isso? Tantos detalhes, tantas informações, dessa vez uma matéria-entrevista diferente, bem ao estilo de sua mentora. Descubra conosco o “Señorita Nail Boutique”, o novo lounge de cuidados de mãos e pés de Presidente Prudente. Sábado, pôr do sol chegando. Chegamos à casa de Maria Paula, e somos levados à sala. Lá a anfitriã e suas amigas se divertem. À primeira vista um encontro

Bou tique

fora, um grande lounge foi erguido, influências familiares definiram o tema que embala o espaço: España! O que também explica o nome “Señorita”. Em uma como qualquer outro, a não ser por um conversa leve e sem afedetalhe e começamos então a entender tações, entendemos enfim o motivo de tanto êxtase feminino: incon- do que se trata: táveis vidrinhos de esmalte de todas as cores fazem os olhos de qualquer mulher Très: De onde surgiu a brilhar. Brilham ainda mais se entre eles inspiração para criar o estão dezenas de marcas importadas “Señorita Nail Boutique”? (Chanel, MAC, OPI, Deborah Lippmann, Maria Paula Brondi: Já Sephora, entre tantas outras), e isso logo em 1994 quando morei em estará à disposição de toda mulher mo- NY,  conhecí uma tendência mundial de locais especialiderna de Prudente. Nos juntamos à turma. Maria Paula zados somente em unhas logo diz: “Esta é a prata da casa, no Seño- e esta tendência se prolirita os esmaltes serão as estrelas”. Dife- ferou ao longos dos anos e rente do habitual, o espaço proposto pelo mundo, chegando à SP não é mais um salão de beleza, e sim um nos últimos 2 anos, por isso verdadeiro spa para mãos e pés, mas sem decidi abrir o “Señorita”, esquecer dos serviços tradicionais que não queria abrir mais um toda mulher necessita. Maria Paula então salão de beleza comum, por nos entrega uma pasta com o projeto do isso optei por um espaço espaço: com a assinatura de Carolina Viá- em que pudesse ser único.

Très: E esse fascínio por esmaltes? Maria Paula Brondi: Confesso que desde pequena roía minhas unhas e sempre tive admiração por quem tinha belas e compridas unhas. E cada vez mais fui me interando desse universo de unhas e esmaltes. Portanto para mim, ter unhas bonitas tornou-se quase uma questão de honra! Meu primeiro esmalte importado, não me esqueço ate hoje, foi um Revlon bem escuro que comprei no extinto Mappim, em 1995! Faz tempo!!! Très: Mas será um local apenas para esmaltar as mãos e pés? Maria Paula Brondi: Os esmaltes serão as estrelas (são mais de 200 importados), mas toda uma constelação de serviços serão prestados. Depilação, escalda pés, podologia, tratamentos faciais e capilares, massagens corporais, make-up artist... será completo mas com grande foco voltado para às unhas. Très: E  cabelo? Maria Paula Brondi: Se teremos hairstylists? Sim, mas faremos basicamente Janeiro / 2012 - Revista Très

27


Señorita Nail

o que a mulher de hoje em dia precisa sempre, ou seja, hidratação com bons e diferenciados produtos, tintura, uma bela escova e  um corte inspirado. Durante o papo alguns detalhes traduzem o conceito, mais que isso, alguns cuidados que Maria Paula teve ao idealizar o espaço: “Por ser mãe, e sempre ter trabalhado na agitada São Paulo, meus momentos de cuidados pessoais eram um dilema: se misturavam com os momentos que eu tinha para estar com meu filho. E o meu sonho era encontrar um salão com um espaço para ele brincar. Por isso, quando pensei em criar o Señorita, uma das primeiras ideias foi implantar este espaço para os filhos das minhas clientes, com video-games para os meninos, e para as “niñas”: bonecas de pano, brinquedos variados, e esmalte infantil da Califórnia, elaborados especialmente para crianças. Essa preocupação se extendeu à grávidas, que também precisam de esmaltes diferenciados,  assim como esmaltes anti-alérgicos diferenciados e bem coloridos.” dispara a empresária. Très: E a boutique que também dá nome ao lugar? Maria Paula Brondi: Passei praticamente um ano pesquisando produtos de beleza em blogs e revistas especializadas. Quis fugir dos produtos triviais e oferecer às clientes novidades do mercado e que de repente ainda não chegaram à nossa cidade. Tive o cuidado de testar um a um para oferecer somente aquilo que realmente proporciona resultado e não somente encher as prateleiras com alguns já manjados produtos de beleza. Enfim, cada espaço dentro do salão foi muito bem pesquisado e idealizado. E eu, sendo uma frequentadora assídua de salões, abolí  tudo aquilo que via e não gostava e implementei pequenos detalhes mas que fazem toda a diferença para o bem-estar da cliente. Foram meses de muita dedicação, reuniões e troca de ideias, para que cada detalhe não passasse desapercebido.

28 Revista Très - Janeiro / 2012


29 Janeiro / 2012 - Revista Très


Coluna Social

Coluna Bonjour

Débora Marangoni reúne amigos na chácara da amiga Luciana Camargo para sua despedida. A prudentina mudou-se com sua família e filho Murilo para a capital paulista em dezembro deixando saudades.

30

Jornalista Juliana Saraiva, passageira da CI - Intercâmbios e Viagens em Nova York durante o programa de Au Pair Revista Très - Janeiro / 2012

Bonjour

Fim de ano, verão, férias, festas. A época mais esperada do ano chegou a Prudente que, mesmo sem os estudantes de fora, continuou cheia de gente. Eventos, inaugurações, cocktails e festas não faltaram para fechar o ano com chave de ouro! Por: Claudia Junqueira

Luciana Camargo e o filho Isaac em momento de muito amor na piscina de sua casa na chácara a poucos quilômetros de Prudente.

Luis César Gaspar e Mateuzinho Umbigaê, donos do Espaço Cultural Casuá posam para a foto com amigos em tarde de música e animação.

Kelly Parisi, em viagem de cruzeiro de uma semana, faz pausa para retratar as belezas de Ilhéus na Bahia.


Cacá Filippi em tarde de cocktail de lançamento de sua linda coleção de joias. Alessandra Luchesi foi conferir as novidades em joias da amiga Cacá Filippi em tarde de lançamento de coleção.

A futura jornalista Rebeca Alfaro em momento descontração em ensaio fotográfico do estúdio Triz especial para a Très de dezembro.

A fotógrafa Thyane Brito e Jeferson Luz durante cruzeiro pelo litoral brasileiro.

Lilian Coimbra reúne as amigas e alunas de francês em uma “petite reunion” em tarde agradável de “savoir faire” e descontração.

Fernanda Coimbra, Maria Fernanda Pires, Juliana Viáfora, Veridiana Mello, Thaissa Junqueira e Camila Mello no chá de bebê de Veridiana que espera Nina para fevereiro.

Leonan Dantas comemora aniversário com festa para amigos. Na foto com o inseparável amigo e sócio Giu Masetti. Janeiro / 2012 - Revista Très

31


Artes

Artes

Local, Nacional e Mundial

Local • Do dia 2 ao dia 31 deste mês, de segunda a sexta, das 8:30 às 12h e das 13h às 17h na Biblioteca Municipal Dr. Abelardo de Cerqueira César tem Literatura com o autor do mês: Júlio Verne. • Para quem gosta de cinema, no dia 27 de janeiro às 19:30 na área de lazer do Bairro Jardim Rio 400 tem o Projeto Cine Pop que é uma programação de cinema itinerante cujo objetivo é democratizar e popularizar esta arte. Atividade gratuita. Informações no Matarazzo. • Ainda no Matarazzo, haverá sessões especiais às sextas, às 19:30 e sábados e domingos às 17h. Do dia 13 ao dia 15 tem “O Piano”, classificação 14 anos, de 20 a 22 tem “Culpado por Suspeita”, classificação livre e do dia 27 ao dia 29 tem “Os Imorais” com classificação livre. • Para as crianças, o Matarazzo reservou uma programação especial com oficinas e outras atividades do dia 9 ao dia 19 de janeiro. Sempre às 9h, no atelier 2, haverá oficina de confecção com material reciclado. Às 14h, na sala 3, tem contação de histórias e recreação e às 15:30 na sala de cinema Condessa Filomena Matarazzo, haverá mostra de curtas infantis. Inscrições para as oficinas de 2 a 6 de janeiro das 9h às 17h. (Gratuito). • Do dia 3 de janeiro ao dia 5 de fevereiro na Galeria Takeo Sawada tem a exposição de telas: “Sociedade” do artista Edson Freitas. Já na sala de exposições há a mostra coletiva “Novos Rumos” de alunos do curso de artes plásticas do Projeto de Terceirização com a coordenação de Cido Oliveira. Atividades gratuitas.

32

• O Sesc Thermas traz para Prudente no dia 21 de janeiro a banda de rock 365 de São Paulo às 16h na área de Convivência. Dia 28, tem MPB com Gerson Conrad e banda Trupi também da capital paulista, no mesmo horário e local. Atividades gratuitas. Dia 26 tem samba com Nañaña da Mangueira e banda, às 20:30 na área de Convivência. Convites a R$3,00 para sócios, R$ 6,00 estudantes e R$ 12,00 inteira. Revista Très - Janeiro / 2012


Nacional •

Para quem passa as férias na cidade maravilhosa, vai até o dia 15 deste mês às 19h a peça teatral “Amor Confesso” a partir de contos de Artur de Azevedo no Centro Cultural Correios, que fica na Rua Visconde de Itaboraí número 20, centro. Informações pelo telefone (21) 2253 1580.

Em Curitiba, a cidade receberá os grandes nomes da música nacional e internacional em um grande espetáculo de música erudita e antiga e música popular brasileira, dos dias 8 a 28 de janeiro, com a “Oficina de Música” que completa sua trigésima edição em 2012. O evento será no grande auditório do Teatro Guairá.

• Na capital do país, Brasília, acontece de janeiro a abril • Na capital paulista, de 7 a 29 de janeiro, haverá o espeo projeto “Nada” no Centro Cultural Banco do Brasil, com entrada franca. O projeto da área de Ideias do CCBB discutirá a interação entre a palavra e a imagem para o público adulto e infantil. Informações pelo telefone (61) 3108 7600.

táculo de Dança Contemporânea “De tudo... um pouco”, com diversas atividades gratuitas entre diálogos, workshops, exposições fotográficas entre outros. Fica na Rua Guaicurus, número 1110, Lapa.

Mundial

• Para quem está ou vai para Los Ange-

les, do dia 19 ao dia 22 de janeiro, acontece o “Art Los Angeles Contemporary” Eko Chamber: Recentes trabalhos de Eko Nugroho, que ocorre pela pelo terceiro ano consecutivo, que é uma primeira vez no Art Gallery of South Australia, em Adelaide, Austrália. exposição de arte contemporânea que A entrada é gratuita e o site oficial da mostra é o http://www.artgallery. acontece no Hangar Baker. O site oficial é sa.gov.au/agsa/home/Exhibitions/Eko_Nugroho.html o http://artlosangelesfair.com/

• Começou no dia 18 de novembro e vai até o dia 29 deste mês, o “The

• Para quem passa férias na cidade luz, vai até o dia 26 deste mês o

projeto cultural “SAM Art Projects” que fica em Villa Raffet em Paris. Ao final do projeto, haverá uma apresentação solo no “Musée d’Art Moderne de La Ville de Paris”. O site do projeto é o http://ekonugrohosamart.tumblr.com/

Para quem estiver em Barcelona, dos dias 24 ao dia 27 de janeiro haverá o “ASVOFF Barcelona” que é o festival internacional de cinema e moda. Acontece na 6-8 Avinguda del Marquès de Comillas de segunda a domingo das 10h às 20h e sábado das 10h às 22h. O site oficial é o http://www.asvoff.es/ Janeiro / 2012 - Revista Très

33


Ensaio Fotográfico

Ensaio Fotográfico “Abram-se as cortinas”

34 Revista Très - Janeiro / 2012


35 Janeiro / 2012 - Revista Très


36 Revista Très - Janeiro / 2012


Ensaio Fotográfico “Abram-se as cortinas”

37 Janeiro / 2012 - Revista Très


Ensaio Fotográfico “Abram-se as cortinas”

38 Revista Très - Janeiro / 2012


39 Janeiro / 2012- Revista Très


40 Revista Très - Janeiro / 2012


Ensaio Fotográfico “Abram-se as cortinas”

Making Of Thyane Brito

Fotos: Thyane Brito Make Up: Isabella Carvalho Modelos: Nathalia Germiniani, Carolina Marino, Jaqueline de Souza e Ana Clara Zago ( Estúdio Desirée Soares) Jéssica Loren, Giovana Arroio e Mariana Vasconcelos (AZ Models). Agradecimentos: Retrô, Donna Calçados, Maison Castelo- Aluguel de Trajes e Fantasias, AZ Models, Estúdio Desirée Soares, Camila Brito e Amplifique Som e Iluminação. Janeiro / 2012 - Revista Très

41


Um pouco mais

GarimpArte

GarimpARTE Garimpo de arte, de cultura e de muita ALEGRIA Textos: Ana Carolina Di Giorgi Fotos: Cedidas

A

qualidade de vida que uma cidade oferece a seus moradores, se mede pela presença de entidades capazes de proporcionar atendimento qualificado a suas diversas necessidades, incluindo entretenimento, cultura e arte. Em Prudente, uma dessas entidades é o Espaço Garimparte. Em papo descontraído, Nadiele (Nadi) Elias, uma das fundadoras do local, contou um pouco da história do Espaço que, em pouco tempo, já tem feito diferença no cenário cultural prudentino. O Garimparte tem seis meses de existência – foi fundado em junho de 2011e nesse curto espaço de tempo já contabi-

42 Revista Très - Janeiro / 2012

liza cerca de 90 alunos que descobriram e compartilham o prazer de fazer arte nos cursos do Espaço, que são: teatro, iniciação clownesca (palhaço), maquiagem artística, malabares, canto coral, violão e dança de salão. Para este ano, o Espaço contará com muitas novidades como a inclusão de novas atividades, novas aulas como hip hop, street dance e grafite, além da criação de uma biblioteca aberta a comunidade, a

qual será montada a partir da doação de livros, revistas e outros materiais. A fundação da entidade ocorreu devido a necessidade de um lugar para pesquisas e ensaios da Companhia Teatral Garimparisos. A Companhia, que comemora seu sexto aniversário este mês, surgiu a partir de um grupo de estudos, com 40 integrantes que vinham de oficinas teatrais realizadas pela Secretaria Municipal de Cultura. Deste grupo original sobraram 8 , dentre os quais estavam Nadi Elias e Hannael Mendes, outro idealizador do Garimparte. Em seu blog, a Garimparisos se define como “uma Companhia de Teatro que se formou do desejo de Garimpar arte e artistas”. A


Companhia, antes de ter endereço próprio, já teve que ensaiar nos mais diversos lugares mas, com o passar do tempo e com a grande quantidade de espetáculos produzidos – 15 ao todo- foi preciso encontrar um ambiente só para ela. De todos os cursos ofertados, a Cia. Garimparisos fica responsável pelas aulas de teatro, iniciação clownesca e maquiagem artística. Os demais cursos são ministrados por contatos do grupo, artistas parceiros que colaboram por também acreditarem que a arte é direito de todos. As matrículas e as atividades terão início a partir do dia 10 de janeiro e 2012 e começa com energia total, já que, além das aulas, neste ano terá início também a produção do “Festival do 1,99” - teatro mais barato que banana. O objetivo do festival é a popularização do teatro, por meio de apresentação de cenas curtas, de 10 a 30 minutos. Como o nome sugere, a entrada terá o valor de R$ 1,99 e o público assiste de duas a três cenas independentes, mas com ligações entre si, sempre do gênero comédia. A receptividade do público prudentino aos trabalhos da Companhia tem sido cada vez melhor ao longo dos anos. Além do público cativo, que sempre assiste as apresentações, a Garimparisos visa também atingir o público que não tem acesso

ao teatro, que não frequenta o Municipal, que acaba não sabendo o que acontece culturalmente na cidade. Contudo, Nadi afirma que a ideia não é trocar um público por outro e sim somar, democratizar a arte para que esta seja acessível a toda população da cidade. Dos espetáculos produzidos pelo grupo, um dos mais conhecidos do público de Prudente e região é “Quem escolhe seu futuro?”, que tem uma narrativa adolescente e trata de problemas da juventude, tais como drogas, HIV, gravidez na adolescência, entre outros. A peça já foi vista por cerca de 10 mil pessoas e volta em cartaz no ano que vem, para mais 12 apresentações no Teatro Municipal. Através das histórias vivenciadas pelos personagens, o espetáculo é um convite à reflexão dos jovens, para que esses

pensem sobre sua própria vida e suas escolhas. A democratização cultural proposta pelo Espaço é tamanha, que há no Garimparte um programa de bolsas para aqueles que se interessam pelos cursos, mas não têm condições de pagar as mensalidades. Além disso, Nadi faz questão de enfatizar o convite a toda comunidade prudentina para conhecer o espaço, que está de portas abertas para visitas, bate- papo ou mesmo para acompanhar uma das atividades desenvolvidas.

Para conhecer o Espaço Garimparte: Endereço : Rua Professor Noé de Azevedo, n 108, Parque Cedral – Presidente Prudente – SP. Para mais informações: Telefone: (18) 3906 5638 Facebook: Espaço Garimparte Blog: http://ciadeteatrogarimparisos.blogspot.com Twitter: @garimparte

43 Janeiro / 2012 - Revista Très


Cinema

Dicas de filmes

Dicas de Filmes Textos: Luiz Dalle / Fotos: Arquivo

Sai ano, entra ano e a galera que curte cinema quer saber: o que vai rolar de bom nas telas durante os próximos meses? O ano de 2012 promete ser de novos recordes. O 3D deu um novo fôlego ao setor exibidor e levou novamente as pessoas para dentro do cinema e, com isso, grandes produções prometem fazer deste ano o momento definitivo da nova tecnologia.

O ano começa comandado por Martin Scorsese - de longe, o melhor diretor em atividade. Com um roteiro sensível e para todas as idades, promete levar milhões às salas de projeção e ainda ensinar um pouco da história dos primórdios do cinema, sob a perspectiva de um garoto abandonado que cuida dos relógios de uma estação de trem.

1 - Hugo

2 - Branca de Neve e o Caçador A protagonista de Crepúsculo lidera o elenco de um dos filmes mais esperados dos últimos anos. O trailer apresentou o tom épico da obra e Charlize, à frente do espelho, protagoniza o que já pode ser considerado a cena do ano: Espelho, espelho meu...!

3 - Django Unchained Os filmes de Tarantino sempre chegam às salas escuras cercados de grandes expectativas. Mas o que dizer da história de um escravo que precisa fazer um serviço sujo para um caçador de recompensas alemão? Imperdível.

4 - Valente

44

Roteiros sinceros, visuais caprichados e histórias bem contadas e desenvolvidas fazem da Pixar o estúdio com a maior – e melhor – oferta criativa no cenário mundial. Se o filme possuir este selo, pode comprar seu ingresso sem medo. Revista Très - Janeiro / 2012


5 - Os Homens que Não Amavam as Mulheres Filme policial que assegura ressuscitar o cinema noir, promete suspense do início ao fim, assim como o livro no qual é baseado. A direção é do sempre competente David Fincher.

6 - Cavalo de Guerra Formulesco como quase todos os filmes de Spielberg, o novo longa do diretor promete emocionar com a história de amizade entre homem e animal (cavalo) durante a Primeira Grande Guerra.

7 - O Espetacular Homem Aranha Uma nova leitura para as aventuras de Peter Parker parece um tanto duvidosa após o sucesso da trilogia de Sam Raimi. É ver para crer!

8 - Os Vingadores A expectativa é grande e as primeiras imagens mostram o que podemos esperar: muita ação e aventura em um filme repleto de heróis e efeitos especiais.

9 - Batman – O Cavaleiro das Trevas Ressurge Embora muitos não tenham aprovado a escolha do diretor de colocar o homem morcego em conflito com Bane (o vilão é o menos querido pelos fãs), o último trailer divulgado entrega todo o tom dark estilizado do longa. Grandes cenas em um grande filme. Podemos confiar.

10 - O Hobbit Qual a melhor maneira de encerrar 2012? Com O Hobbit, é claro. O longa precede a narrativa de O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel e a paixão de Peter Jackson por seus projetos é de deixar qualquer amante da sétima arte ansioso.

45 Janeiro / 2012 - Revista Très


Dicas de Leitura

Dicas de Leitura

Sugestões de Livros Textos: Marília Libório - Claudia Junqueira / Fotos: Arquivo

O Poeta da Paixão - uma Biografia José Castello. São Paulo: Companhia das Letras, 1994.

E

mbora não seja de edição recente, este livro trata de uma das personalidades mais importantes da literatura brasileira – Vinicius de Moraes - e merece ser lido, principalmente por aqueles que sentem prazer em cultivar poemas e canções. O autor constrói o texto baseando-se em diversos eixos que se cruzam continuamente e que traduzem as inúmeras e ricas facetas desta magnífica, apaixonada e apaixonante criatura que tem embalado, com seus versos, os nossos sentimentos e emoções vivenciados nas diversas fases de nossa jornada. Para a construção desta biografia, o jornalista carioca José Castello, dono de um consistente e importante currículo, entrevistou centenas de pessoas e consultou milhares de páginas, muitas inéditas, para nos oferecer um retrato completo do ”poeta da paixão”, envolvendo seu leitor em um encantamento ainda maior sobre a arte de viver.

O Despertar da Terra - O cérebro Global O Despertar da Terra – O Cérebro Global – Peter Russel – Editora Cultrix

E 46

xpandindo as ideias de Pierre Teilhard deChardin e Sri Aurobindo, o visionário físico Peter Russell afirma neste livro interessantíssimo, que a humanidade tem avançado até o ponto em que sua jornada evolutiva, onde é preparada para fazer o “próximo salto evolutivo” - a mudança crítica pessoal para a consciência global. Com os últimos avanços em telecomunicações e globe-spanning - redes de computadores, já estamos vendo os sinais de um embrião “cérebro global”, diz ele. “A interligação da humanidade, que começou com o surgimento da linguagem já progrediu ao ponto onde a informação pode ser transmitida a qualquer pessoa, em qualquer lugar, à velocidade da luz. Bilhões de mensagens ligando bilhões de mentes da humanidade juntas em um único sistema”. É um livro essencial para entender a evolução planetária e do ecossistema, onde de acordo com Russel, criando uma consciência planetária, também envolve transformações da consciência humana individual. “Sem uma revolução global na esfera humana”, diz ele citando Vaclav Havel, “nada vai mudar para melhor na esfera do nosso ser como seres humanos, e a catástrofe para a qual o mundo está fadado, o demográfico, ecológico, social ou colapso geral da civilização – será inevitável”.

Revista Très - Janeiro / 2012


The Skatalites

Música

The Skatalites Texto: Claudia Junqueira / Fotos: Arquivo

P

ara começar o ano bem animado: reggae e ska! O “The Skatalites” é uma banda de ska da Jamaica, formada entre 1963 e 1965, pelos músicos Lloyd Knib, Lester Sterling, Doreen Shaffer, Sparrow Thompson, Azemobo Audu, Natty Frenchy, Kevin Batchelor, Val Douglas, Andrae Murchison e Cameron Greenlee. Apesar de ser uma banda antiga, escolhi escrever sobre ela, pois quase ninguém no Brasil a conhece e, para quem realmente aprecia uma boa música, se deliciará com a dica. Uma de suas melhores canções “Guns of Navarone”, foi gravada nos anos 60 e até hoje faz muito sucesso mundo afora. Além dos shows ao vivo, os músicos foram a banda de apoio para vários vocalistas e bandas famosas como Bob Marley, Jimmy Cliff, Toots, The Wailers, Alpha Blondy e The Maytals. Seu estilo é o reggae raiz, e inclui o rocksteady, reggae, rap, dub, punk, wake, ska-jazz, entre outros. Neste ano, comemorando seus 47 anos de existência, a banda continua a agradar multidões por todo o mundo.

São vários álbuns lançados no decorrer da trajetória desta banda serão listados aqui, apenas seus álbuns gravados em estúdio. Seus álbuns ao vivo, em colaborações e outras compilações somam uma quantidade enorme de músicas que agradam públicos de todas as idades. Gosto muito do estilo deles e tenho algumas músicas favoritas, entre elas: “Guns of Navarone” , “Have a good time”, “African Roots Dub”, “James Bond”, “Skalloween”, “Confucius”, “Rock Fort Rock” e “Swing Easy”. DISCOGRAFIA DE ÁLBUNS EM ESTÚDIO: • Ska Authentic (Studio One, 1964) • Ska Boo-Da-Ba (Top Deck/Doctor Bird, 1966) • Ska Authentic Vol. 2 (Studio One, 1967) • Celebration Time (Studio One, 196?) • The Skatalite! (Treasure Isle, 1969) • The Legendary Skatalites/African Roots Lloyd Brevett with the Skatalites (Jam Sounds, 1975/United Artists, 1976) • Rolling Steady: The 1983 Music Mountain Sessions (Motion, recorded 1983, released 2007) • Return of the Big Guns (Island, 1984) • Ska Voovee (Shanachie, 1993) • Hi-Bop Ska (Shanachie, 1994) • Greetings from Skamania (Shanachie, 1996) • Ball of Fire (Island, 1998) • Bashaka with Ken Boothe (Marston Recording Corporation, 2000) • From Paris with Love (World Village, 2002/Wrasse, 2009) • On the Right Track (AIM, 2007) Janeiro / 2012 - Revista Très

47


Dica de Viagem

Faxinal

Faxinal Explore as maravilhas desta região paranaense conhecida pelas belíssimas e inúmeras cachoeiras e natureza exuberante. Texto: Claudia Junqueira Fotos: Claudia Junqueira / Arquivo

S

48

e por um lado estamos a mais de 700km da praia mais próxima de Prudente, por outro, estamos próximos de pequenos paraísos – ainda pouco explorados pela maioria dos brasileiros. Faxinal, uma cidade ao norte do Paraná, a 100km de Londrina e com pouco mais de 16.000 habitantes, possui em sua região 68 cachoeiras, onde as mais abruptas – ultrapassam os 100 metros de altura, favorecem a prática de esportes radicais como o rapel, oferecido por guias que podem sem encontrados no próprio município. Revista Très - Janeiro / 2012

O significado do nome Faxinal é “campos abertos de matos curtos”, provavelmente remete a seus largos campos de café, soja e outras plantações que observei pelo caminho de terras roxas e férteis, em busca das mais belas cachoeiras e vegetações. Contudo, ainda hoje é desconhecido o real significado do nome dado pelo município. Sabe-se apenas que denominaram “Faxinal” por ser a região formada por campos de pastagens entremeados de arvoredos esguios. A incrível paisagem formada por rios, mata nativa e quedas d’água, onde em algumas destas, só é possível


O melhor das cachoeiras de Faxinal, é que a maioria delas você pode entrar e banhar-se, sem perigo algum.

chegar com a ajuda de um guia, que vai com um facão abrindo o caminho, cortando galhos pela frente, é uma expedição extremamente prazerosa. Algumas trilhas culminam no topo de alguma cachoeira, algumas delas com 80, 100 metros de altura, onde a vista é incrível e a descida, um tanto desengonçada. Extremamente íngreme e lamacenta, há de agarrar-se em cipós e galhos para não sair rolando monte abaixo. Mas o mergulho em suas águas refrescantes e calmas após a aventura é recompensador! O melhor das cachoeiras de Faxinal, é que a maioria delas você pode entrar e banhar-se, sem perigo algum. Não há correnteza forte dos rios, a profundi-

49 Janeiro / 2012 - Revista Très


Faxinal

dade dos “pequenos lagos” que formam a cachoeira é razoável e a água é extremamente limpa e agradável, como o clima na maior parte do ano. A estrutura hoteleira é modesta, porém suficiente para garantir bons momentos junto à natureza. Além de cinco hotéis e restaurantes na área

Cachoeira Luar de Agosto

50 Revista Très - Janeiro / 2012

urbana, Faxinal ainda tem dois hotéis-fazenda e um camping, onde segundo muitos aventureiros e ecoturistas, disseram ser muito bons. O hotel mais antigo e estruturado é o Hotel Luar

Pensando no ecoturismo da região, empreendedores da cidade investiram na melhoria de estradas e acesso às cachoeiras, onde hoje é possível transportar idosos e deficientes físicos em carros.

de Agosto, cercado de montanhas e banhado pelo rio São Pedro, que também batiza o salto de 125 metros onde muitos praticam rapel. Outra atração do hotel é a piscina com capacidade para 400 mil litros de água corrente, que vem diretamente de uma mina situada nas montanhas da própria fazenda, com tobogã e outra piscina aquecida. Tudo dentro dos princípios ecologicamente corretos, que norteiam o empreendimento, que utiliza energia solar. Os preços são acessíveis, com diárias que variam de 18 reais por pessoa para ficar no camping do hotel, 100 para ficar nos chalés – que cabem duas pessoas, apartamentos por 60 e há opção de ficar em uma casa para 10 pessoas, pelo valor de 300 reais. Pensando no ecoturismo da região, empreendedores da cidade investiram na melhoria de estradas e acesso às cachoeiras, onde hoje é possível transportar idosos e deficientes físicos em carros. O melhor de Faxinal, além das belezas naturais, é a distância que está de Prudente. Em aproximadamente três horas de carro, você pode passar o fim de semana em um recanto de águas mágicas e vegetação encantadora. e voltar renovado para enfrentar mais uma semana de trabalho.


Mídia Digital Out of Home

Um pouco mais

Mídia Digital Out of Home Texto: Claudia Junqueira

J

á faz muitos anos que o “mundo digital” tomou conta de nossas vidas. Internet, celular, iTunes, iPhone, iPad e uma série de tecnologias que o mundo digital nos proporcionou com uma velocidade impressionante. O termo “mídia digital” (oposto de mídia analógica) refere-se à mídia eletrônica, que trabalha com codificador digital. Em sentido mais amplo, a mídia digital pode ser definida como o conjunto de veículos e aparelhos de comunicação baseados em tecnologia digital, permitindo a distribuição ou comunicação digital das obras intelectuais, escritas, sonoras ou visuais. Já o conceito “Out of Home” (fora de casa), permite que essa veiculação seja transmitida para fora de casa, ou seja, em restaurantes, academias entre outros locais de fácil acesso à população.

Foto: Cedida

Em Prudente, a Monkey Mídia, uma empresa de Mídia Digital Out of Home que oferece proposta de estratégia para atingir o consumidor, em um cenário onde a busca pela atenção do cliente está cada vez mais competitiva. Mas afinal, o que seria esse tipo de mídia? Em linhas gerais, a mídia digital Out of Home pode ser definida como um conjunto de displays (telas de LCD, LED), gerenciados por uma central remota (PC, internet) que exibem informação segmentada, publicidade, entretenimento, notícias, etc. As telas são instaladas em locais de grande fluxo de pessoas ou em locais de espera.

O alto poder de segmentação, atingindo o público nos estabelecimentos favoráveis ao anunciante; o custo benefício comparado com outras mídias; a marca ou produto exposto em pontos estratégicos; conteúdo especializado intercalando publicidade e informações de utilidade pública e social em tempo real, é apenas algumas das vantagens de anunciar neste tipo de mídia. A Revista Très, o site UOL e Sinomar Calmona, são exemplos de parceiros de notícias, assim como a própria Monkey Mídia também atualiza os painéis com dicas e variedades. Informações pelo facebook da Monkey www.facebook.com/monkeymidia ou pelo telefone 3916 1584.

51 Janeiro / 2012 - Revista Très


Meio Ambiente

CBH Pontal do Paranapanema

CBH PONTAL DO PARANAPANEMA

A

a Efetividade na Gestão! Texto: Antônio Cezar Leal / Fotos: Cedidas

E

52

m nosso encontro anterior, abordamos a Nova Cultura de Água que deve ser progressivamente construída em nossa sociedade, para se garantir a sustentabilidade da vida e o líquido precioso para as atuais e futuras gerações. Ficamos de comentar alguns trabalhos que vem sendo realizados em nossa região relacionados a Educação Ambiental e a Gestão das Águas. Vamos começar pela Gestão das Águas, pois o mês de dezembro de 2011, além da alegria natalina, nos trouxe a boa nova da premiação do Comitê da Bacia Hidrográfica do Pontal do Paranapanema (CBH-PP) como o grande vencedor do Prêmio COFEHIDRO 2011 de Efetividade. Trata-se de uma premiação que integra a comemoração dos 20 anos da Lei das Águas do Estado de São Paulo, a Lei 7.663/1991, com o objetivo de identificar, valorizar e divulgar iniciativas que Revista Très - Janeiro / 2012

contribuem para a gestão eficiente da água, otimizando a aplicação de recursos do Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO). Foram avaliados os trabalhos dos 21 Comitês de Bacias Hidrográficas do Estado de São Paulo, considerando-se os critérios de celeridade na tramitação dos empreendimentos (projetos) indicados ao FEHIDRO, pelos Comitês de Bacias e o efetivo desembolso dos recursos. O CBH Pontal do Paranapanema foi premiado porque é o Comitê que melhor aplica os recursos disponíveis pelo FEHIDRO atendendo aos critérios mencionados, o que evidencia a qualidade dos projetos elaborados em nossa região e do processo democrático de avaliação e decisão colegiada das prioridades de investimento e de seleção desses projetos, facilitando sua avaliação e trâmite nas demais instâncias do sistema de gestão das águas.

Essa maior agilidade e qualidade na elaboração e avaliação regional de projetos, tramitação dos contratos financiados e a efetiva aplicação dos recursos, é fruto de um trabalho sério, árduo, competente e permanente do CBH-PP na implantação da Política Estadual de Recursos Hídricos no Pontal do Paranapanema, uma das unidades de gerenciamento de recursos hídricos do estado de São Paulo, contando-se com o apoio das várias instituições que compõem esse colegiado regional. Essa política hídrica, como estabelecido na Lei 7.663/91, tem como objetivo assegurar que a água, recurso natural essencial à vida, ao desenvolvimento econômico e ao bem-estar social, possa ser controlada e utilizada, em padrões de qualidade satisfatórios, por seus usuários atuais e pelas gerações futuras, em todo território do Estado de São Paulo. Entre seus princípios básicos, que devem ser adotados e


implantados na gestão das águas, estão: gerenciamento descentralizado, participativo e integrado; a adoção da bacia hidrográfica como unidade físico-territorial de planejamento e gerenciamento; reconhecimento da água como um bem público, de valor econômico, cuja utilização deve ser cobrada, observados os aspectos de quantidade, qualidade e as peculiaridades das bacias hidrográficas; combate e prevenção das causas e dos efeitos adversos da poluição, das inundações, das estiagens, da erosão do solo e do assoreamento dos corpos d’água; e compatibilização do geren-

Vice-Presidente e Secretaria Executiva, contando com apoio de Câmaras Técnicas que subsidiam a tomada de decisão na Plenária, órgão máximo do Comitê. Sua área de atuação é o Pontal do Paranapanema, que pode ser considerado uma mesopotâmia paulista, pois está cercado pelas muitas águas dos rios Paraná e Paranapanema, transformados em reservatórios para gePara tanto, foi implantado ração de energia elétrica. no Estado de São Paulo um As águas subterrâneas sistema de gerenciamento também são muitas, espede recursos hídricos... cialmente nos Aquíferos Bauru e Guarani (um dos ciamento dos recursos hídricos com o maiores reservatórios de desenvolvimento regional e com a pro- água doce subterrânea teção do meio ambiente. do mundo). Além disso, Para tanto, foi implantado no Estado tal qual o antigo berço da de São Paulo um sistema de gerencia- civilização, também está mento de recursos hídricos, organizado fazendo história na gestão em vários colegiados (central ou estadual das águas. A riqueza e regionais ou comitês de bacias hidrográficas), tripartites e paritários, com- hídrica do Pontal postos por membros da Sociedade Civil, do ParanaEstado e Municípios. Essa nova forma de panema aumenta gestão das águas, em síntese, se trata de a responsabiliuma grande oportunidade de mudança dade de gestores, de conceitos, de procedimentos e das usuários e morainstituições, com a finalidade de cons- dores no gerentrução coletiva de uma democracia viva ciamento e uso e participativa nas bacias hidrográficas. da água, com O CBH-PP foi fundado em 1996, nas cuidado e parmargens do Rio Paraná, no município cimônia, para a de Presidente Epitácio, e reúne prefei- devolvermos em tos, órgãos de Estado e entidades da melhores conSociedade Civil de 26 municípios. Tem dições às gerauma Diretoria composta por Presidente, ções futuras.

Ao longo desses 15 anos, o CBH Pontal do Paranapanema tem propiciado a realização de vários projetos na região, envolvendo parcerias institucionais, contrapartidas financeiras, materiais e profissionais, com destaque para investimentos em: estudos sobre a situação hídrica regional, planejamento e gestão de bacias hidrográficas, obras e serviços aplicados em saneamento básico (água, esgoto, lixo e drenagem urbana), controle de erosão rural e urbana, capacitação e formação de recursos humanos e Educação Ambiental. A história do CBH Pontal do Paranapanema demonstra que é o melhor fórum regional para se discutir, analisar e encontrar soluções para os problemas regionais no que se refere às águas, com um papel importantíssimo no desenvolvimento regional, pois a água pode ser seu grande indutor ou redutor. Cumprimentamos a Diretoria e os membros do Comitê de Bacias por esta grande conquista, que engrandece e abrilhanta o Pontal do Paranapanema, nos cenários estadual e nacional. Com a premiação que recebemos (sentimento que deve ser de todos da região), os olhares do estado e do país estarão voltados para nós, para o que fazemos ou deixamos de fazer com nossas águas. Nossa responsabilidade aumentou e o compromisso dos membros do CBH-PP e dos moradores do Pontal do Paranapanema na proteção das águas, também será igualmente ampliado e fortalecido. Um desafio que nos une para seguirmos adiante nos caminhos das águas! Janeiro / 2012 - Revista Très

53


Esporte

“Grandi” até no nome

“Grandi” até no nome Texto: Aparecido Jr. / Fotos: Gabriela Nehring

54 Revista Très - Janeiro / 2012

N

a maioria das vezes a falta de apoio deixa campeões literalmente pelo caminho. Mas não foi o que aconteceu com Téo Prado Grandi. O garoto prudentino, hoje com 21 anos, tem em sua história pessoal um exemplo de perseverança e amor pelo ciclismo. Ainda com 13 anos começou a pedalar com o pai e uma turma de amigos, onde costumeiramente aos sábados saiam para fazer trilhas em Prudente e região. No mesmo grupo existiam pessoas que levavam o esporte mais a sério. Isso o motivou a treinar. Apaixonado pelo esporte, o menino, que tem grandeza até no sobrenome, venceu aos 14 anos o primeiro Campeonato Paulista de montanha de sua carreira, realizado em São Roque. Correu por São Caetano do Sul o título Brasileiro e, logo viu que sua escolha era certeira. Isso mudou sua vida. Quando contratado por Sorocaba, disputou suas principais provas: como o pan-americano, fato que o fez chegar a tão sonhada seleção brasileira. Com mais experiência, aos 19 anos e competindo por Assim, chegou ao Ciclismo Elite. Em uma das competições mais difíceis de sua vida, a “Volta do Paraná”, vivenciou uma das provas mais sofridas de sua carreira, pois competiu em uma semana, por tão pouca recompensa, o que o fez parar para refletir sobre a profissão. Entretanto, o ciclista que já conquistou títulos como o Brasileiro, três vezes campeão Paulista de resistência,


campeão Paulista de montanha e contra-relógio, campeão de uma das provas mais tradicionais realizada no Brasil a “9 de julho” (em Interlagos), vencedor e recordista de uma prova de 800 km com mais três atletas no revezamento, campeão por equipe no torneio de verão da baixada santista e vice campeão no individual, terceiro lugar no brasileiro

Em conversa com a prima que morava na Itália resolveu tentar a sorte e em 15 dias estava no país da “velha bota”.

de resistência e contra relógio, disputou um Pan e chegou a seleção brasileira, não poderia desistir facilmente de seu sonho. Foi quando arriscou. Em conversa com a prima que morava na Itália resolveu tentar a sorte e, em 15 dias, estava no país da “velha bota”. Chegou em janeiro de 2010 na Itália e assumiu uma vaga na equipe Téo Esporte. Uma semana depois já estava treinando e de quebra conquistou durante o ano 13 títulos, entre eles o vice-campeonato mundial amador e campeão norte da Itália. O ano de 2011 tinha tudo para ser bom, afinal, disputaria as competições por uma equipe mais experiente. Infelizmente, viu

a crise vivida pela Itália afetar o esporte e levar a FWR Bata Ciclismo ir a falência, o que o deixava sem equipe. O apelo do garoto em disputar a última prova da temporada fez com que a equipe se comovesse e oferecesse a última chance ao ciclista. Era tudo ou nada. Apesar da pressão, Grandi sabia da importância de terminar bem colocado essa prova, e que seria uma vitrine para ele. Téo competiu com 199 adversários em uma prova de 170 km e de muita chuva. A 14ª colocação rendeu muita emoção. Um amigo se aproximou logo após a prova e mostrou a mensagem no celular: era o técnico da equipe Team Brilla/Pasta Montegrappa solicitando a presença do guerreiro prudentino nas instalações da equipe, para fechar contrato imediatamente. O dia chuvoso, tenso e cheio de dúvidas se tornou

um dos principais de sua carreira, a alegria e alívio tomaram conta do ambiente. Com salário, nutricionista, moradia, e todos os cuidados que um atleta de ponta necessita, 2012 promete. Téo Prado Grandi estará na principal equipe de sua carreira. A passagem por Prudente termina na primeira semana de fevereiro, quando retorna à Itália e se apresenta na Team Brilla/Pasta Montegrappa, onde já começa a competir no final do mesmo mês. Antes de finalizar a entrevista, Téo lembra que o objetivo é vencer o PAN e o mundial, depois se profissionalizar no esporte, viver apenas de ciclismo, levar seus familiares para a Itália e traçar novas metas na profissão.

-----------------------Interaja comigo através do twitter: @aparecidocruzjr ou no Facebook: Aparecido Junior. Debatam e deem sugestões para as futuras matérias.

-----------------------Janeiro / 2012 - Revista Très

55


Coluna Social

Bonsoir

Coluna Bonsoir Noites agitadas e iluminadas fizeram parte do mês de dezembro em Prudente. A cidade contou com inúmeras atrações, festas e eventos que contou com o prestígio maciço da população prudentina, já em ritmo de fim de ano! Por: Claudia Junqueira

Gabriel Jardim, Camila Galindo, Bruna Galindo e Kaue Lourenção em noite de hip hop e luta de UFC no Deck Bar.

Nathália Arques, Karina Batistão e Bianca Ciabattari também foram curtir o som agradável do DJ Mike Soul no Deck Bar.

A Equipe do Sesc Thermas, sempre simpática e profissional, no camarim com Zeca Baleiro, na noite do dia 15 de dezembro, em show que encheu o Ginásio de Esportes do Tênis Clube de Prudente.

O casal Juliana e Daniel Prudêncio também foi dar um abraço e cumprimentar o cantor e compositor Zeca Baleiro no camarim. A jornalista e empresária Vela Basso e a amiga Cíntia Manoel curtem o show de Zeca Baleiro

56 Revista Très - Janeiro / 2012


Foi inaugurado no dia 13 de dezembro o Parque Aquático da Cidade da Criança. Tom Zambrini com a esposa Nani e a filha Bia foram conferir o projeto.

As amigas Claudia Bongiovani e Daniela Ribeiro não saíram da pista de dança, no Pré-Natal animado de Di Jacintho.

A jornalista Bell Nunes entrevista a arquiteta e empresária Carolina Viáfora, que participou do projeto de decoração final do Parque Aquático.

Os irmãos médicos Gabriel e Leonardo Quialheiro foram prestigiar o amigo Di Jacintho no tradicional Pré-Natal

Na noite do dia 15 de dezembro, também foi inaugurado o novo Grêmio Prudente. O prefeito Milton Carlos de Mello (Tupã) com os diretores e profissionais do novo time da cidade.

Lucas Silva, Norton Carvalho, Ribeiro (Caiado Fiat), Eduardo Pasquini e André Luchesi compareceram à noite de cocktail de lançamento do Grêmio Prudente na Casa dos Médicos. Janeiro / 2012 - Revista Très

57


Os DJ’s Zeo e Marian (Flow & Zeo) com o DJ Digo Cavalcante na noite do dia 9 de dezembro, que reuniu muita gente bonita e animada com o melhor da música eletrônica em Prudente.

A BAND reuniu amigos e empresários para sua tradicional festa de fim de ano na noite do dia 6 de dezembro no Ristorante Mantovani. Na foto, a equipe Band.

Daniel Molinari (Agência Crie) com os pais Élcio Molinari (Gráfica Bartolo) e Rosi Peres e a namorada Camila Coelho.

Sarah Kuniochi, Dj Marcelo Khapz, Dj Dimitri Nakov e Mayara Castro na festa Warung, que reuniu muita gente bonita com uma estrutura impecável, realizada no espaço J.A. Leilões dia 3 de dezembro.

As amigas Natalia Dolcimasculo, Anna Claudia Ferreira e Natália Ferro curtindo a festa Warung O casal Rafaela e Gabriel Ferraz também na pista do Warung, durante apresentação do Dj Dimitri Nakov.

58 Revista Très - Janeiro / 2012


Homenagem em memória de Olavo Diniz

Há Momentos

Esta é uma homenagem da revista Très em memória de nosso saudoso colaborador político Olavo Diniz, que com sua amizade, carisma e inteligência fascinante, nos cativou, e cativou nossos leitores.

“Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la. Sonhe com aquilo que você quiser. Seja o que você quer ser, porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chance de fazer aquilo que se quer. Tenha felicidade bastante para fazê-la doce. Dificuldades para fazê-la forte. Tristeza para fazê-la humana. E esperança suficiente para fazê-la feliz. As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas. Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos. A felicidade aparece para aqueles que choram. Para aqueles que se machucam. Para aqueles que buscam e tentam sempre. E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas. O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido. Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado. A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade. A vida não é de se brincar porque um belo dia se morre.” Clarice Lispector

59 Janeiro / 2012 - Revista Très


Crônica

O mundo não acabou?

O mundo não acabou? Texto: Claudia Junqueira Ilustração: Arquivo

H

60

á tempos a imprensa marrom ou a imprensa sensaciona-lista, que transgride a ética, ou pior que isso, que insiste em transmitir fatos ridículos, em geral ruins à população, vem me incomodando muito. Fatos do tipo “Morre com fraturas cranianas ciclista atropelado no Quênia”, ou “Mulher é estuprada em frente ao namorado no interior de São Paulo”. Perguntome a quem isso deve interessar? Como escreveu uma vez o escritor americano Peter McWilliams, “Os meios de comunicação são, na maioria das vezes, os portadores de más notícias... e não é inteiramente culpa da mídia. A má notícia ganha classificações mais elevadas e vende mais do que a boa notícia”. E esta é uma triste verdade. Nessa onda de registrar apenas as boas notícias, atrevo-me a fazer uma pequena retrospectiva de 2011, os principais fatos que marcaram o ano: Primeiro de janeiro, Dilma Rousseff toma posse como a primeira mulher presidente do Brasil e agora em novembro é eleita pela Forbes como a 22ª pessoa mais influente do mundo, sendo a única brasileira a ocupar a lista. Ainda em janeiro e falando de política, o governo egípcio derrubou o ditador Mubarak, livrando o país de 30 anos de ditadura militar. Em fevereiro, o mundo tecnológico teve destaque no tapete vermelho com “A Rede”, de David Fincher.

Revista Très - Janeiro / 2012

O filme sobre Mark Zuckerberg, criador do Facebook, já tinha recebido o Globo de Ouro de melhor filme e recebeu mais quatro prêmios Oscar. Natalie Portman arrebentou em “Cisne Negro” e garantiu a estatueta. O casal Kate Middleton e o príncipe William trocaram alianças no dia 29 de abril na abadia de Westminster, em Londres, tornando-se respectivamente duquesa e duque de Cambridge. A história da plebeia que virou princesa emocionou o mundo todo. E chega de preconceito! O Supremo Tribunal Federal aprovou no dia 5 de maio por unanimidade o reconhecimento da união homossexual. Segundo o juiz Luiz Fux: “O homossexual, em regra, não pode constituir família por força de duas questões que são abominadas por nossa Constituição: a intolerância e o preconceito”. Com relação ao meio ambiente, atualmente, novas tecnologias foram desenvolvidas para contribuir com a prevenção, monitoramento e descontaminação das águas urbanas. Mais de 20,8 milhões de toneladas de gases do efeito estufa deixaram de ser emitidos, graças a programas de créditos florestais desde 1990. Aprovaram, enfim, a abolição das sacolas plásticas híper poluidoras a partir de janeiro de 2012 e a Amazônia registrou a menor taxa anual de desmatamento em 23 anos. Em resumo, estamos adentrando uma nova era, é tempo de mudarmos nosso conceito de que: “Tudo é difícil”, “O mundo está se acabando”, “Não temos recursos naturais o suficiente”, “Haverá guerra e fome no mundo”, “A política no mundo não tem solução”, “O mundo é injusto” e por aí vai... Estamos tão acostumados a receber esse bombardeio de “mídia destrutiva” todos os dias, que o medo nos assombra a todo instante. Se mudarmos nossa postura em relação ao que “consumimos” enquanto notícia, mudaremos esse conceito negativo em que vivemos hoje. Ignore as notícias ruins que elas começarão a ignorá-lo também. Ótimo 2012!


UM D OS MA I O R ES E MA I S M O D E R N O S PAR Q U E S G R Á F I CO S D O I N T ER I O R D O E S TAD O D E S ÃO PAU LO

Ao e qu a c io n a r q u a l i da de, o r i gi n a l i da de, pro fi s s i o n a l i s m o, o rç a m e nto s ju s to s, c re d ib i l i d a de e a l ta te c n o l o gi a , a I M P R E S S G R ÁF I C A E E D I TO R A co n ce i tu a s u a exce l ê n c i a e m p re s t a çã o d e s e r v i ço s grá fico s n o s s e gme nto s e d i to r i a i s e p ro m o c i o n a i s.

IMPRESSÃO COM PERSONALIDADE POSSUI MARCA REGISTRADA. A NOSSA !

L AMI N AÇ ÃO B O P P - P LA S T I F I C AÇ ÃO - R E LE V O - V E R N I Z U LT R AV I O LE TA - H OT- S TAM P I N G FAC A S ES PECI A I S - CO S T U R A D E M I O LO D E LI V R O S - P R O D U Ç ÃO D E A R AM E E M E S P I R A L COLOC AÇ ÃO D O S E S P I R A I S - CO LO C AÇ ÃO D E A N E L D U P LO ( WI R E - O) - F U R AÇ ÃO G R AMPEA D E I R A AU TO MÁT I C A PA R A R E V I S TA S E C ATÁ LO G O S - LO M B A DA Q UA D R A DA ( H OTMELT ) - A LC E A D E I R A PA R A M I O LO D E LI V R O S - D O B R A D E I R A CO M P O S S I B I LI DA D E S D E MÚ LT I P LA S D O B R A S - CO R T E E V I N CO - P R E N S A D O R A D E M I O LO D E LI V R O S .



Revista Très Janeiro/12 - #6