__MAIN_TEXT__

Page 1

Renováveis ENERGIAS COMPLEMENTARES

Energia solar fotovoltaica

Construção de usina fotovoltaica de 72 MWP no Estado do Piauí. Energia eólica: Os recordes da energia eólica Energia solar: O sol nasceu para todos ou para poucos? APOIO

Ano 2 - Edição 27 / Setembro de 2018


Apoio

46

Fascículo Por Eng. Alexander Dal Molin, DMS Engenharia*

Construção de usina Fotovoltaica de 72 MWP no Estado do Piauí

Renováveis


Apoio

47

Descrição do projeto: construção de obras civis/mecânica e elétrica da UFV Nova Olinda-PI

Característica da edificação: 700 hectares de área onde está instalada a usina, sendo o local

arrendado para o investidor que utiliza a usina para venda de energia de reserva do 7º Leilão de reserva realizado em 2015.

Características do projeto com destaque para os pontos que o diferenciam de projetos

clássicos e convencionais de mesma aplicação: ▶

usina com utilização de sistema de rastreamento do Sol, para aumento de eficiência de

geração de energia; ▶

utilização de cabos de 34,5KV / automação e comunicação diretamente ao solo sem uso de

tubulações; ▶

sistema de monitoramento e controle por meio de estações meteorológicas descentralizadas

ao processo; ▶

utilização de inversores de CC para CA autônomos e descentralizados ao sistema elétrico da

UFV. Principais componentes: ▶

Obra onde agrega ao resultado da geração elétrica fatores como topografia, tipo de solo,

sistema de alimentação CA e CC, sistema on grid com transformação de 1000VCC para 500KVCA no mesmo sistema elétrico, sendo que a principal carga elétrica neste sistema é o sistema interligado da Aneel. Atendimento às principais Normas técnicas e regulamentos: Algumas das normas aplicadas e este projeto são: ABNT NBR 5410 – Instalações elétricas de baixa tensão - ABNT NBR 14.039 – Instalações elétricas de média tensão de 1,0kV a 36,2kV - ABNT NBR IEC 60439-1 - Conjunto de Manobra e Controle de Baixa Tensão - ABNT NBR 5419 - Sistema de Proteção Contra Descargas Atmosféricas - ABNT NBR 16150 - Sistemas de Fotovoltaicos Regulamentação conectado à rede de distribuição - ABNT NBR IEC 62116 – Procedimento de ensaio anti-ilhamento para inversores SFCR - ABNT NBR 16274 – Requisitos mínimos para ensaios de comissionamento, inspeção e avaliação - ANEEL PRODIST – Acesso ao Sistema de Distribuição - IEC 61724 – Monitoramento de desempenho de SF - Inmetro Portaria 004/11 – Requisitos de avaliação de conformidade para os equipamentos SFCR - RN nº687 – Resolução Normativa ANEEL Sistema de compensação de energia elétrica

No projeto executado, foi de extrema relevância a utilização e aplicação das normas acima

citadas, tendo em vista que como são projetos novos no Brasil, não existe ainda histórico de grandes instalações deste porte onde acreditamos que deveram sofrer rapidamente novas revisões.


Apoio

Fascículo

48

Renováveis

Vantagens para as equipes de manutenção que o projeto proporciona: ▶

Manutenção 100% remota não necessitando pessoal no site para

manutenção, bem como operação dos sistema Em que o projeto pode ser tornar uma referência: ▶

Com certeza em projetos de geração distribuída regida pelas NR 482

e 687 para auto consumidores locais e, principalmente, remotos. Quais as dificuldades e barreiras para a execução do projeto: ▶

incentivos fiscais (ICM em especial de geração, bem como de alguns

produtos); ▶

falta de infraestrutura de ligações elétricas aos sistema interligado;

falta de linhas de créditos específicos para a indústria.

Características e aspectos de Sustentabilidade, eficiência energética, qualidade de energia ▶

Este projeto tem tudo a ver com Sustentabilidade tratando de ser

até este momento o maior projeto da América Latina de geração de

Eletrocentros para instalação dos inversores

energia por meio fotovoltaico, 254MWP, tendo em vista nosso excelente potencial de geração deste tipo de fonte de energia, bem como de uma fonte totalmente renovável e gratuita ▶

Em termo de eficiência energética de geração é a utilização dos

sistema de tracker, e em termos de qualidade de energia é de extrema relevância, pois como o potencial de geração está diretamente interligada com a capacidade diária de geração, temos vários processos de controle e monitoramento da qualidade da energia no sistema elétrico interligado. Características importantes do sistema de iluminação, de automação e distribuição de circuitos que o diferenciem das soluções convencionais ▶

O sistema de iluminação deste projeto é simples, porém com

lâmpadas LED de alta eficiência e apenas utilizado para o sistema de segurança do site; ▶

A automação de muito relevante, pois sem a automação de geração

o sistema simplesmente não funciona, o mesmo está interligado ao sistema elétrico interligado, este é o grande diferencial de sistemas convencionais.

Utilização de caixas de passagem de cabos de BT em PVC

Algumas fotos da obra:

Construção de vala para lançamentos dos cabos

Subestação de 500 KV com 2 transformadores de 245MVA cada


Apoio

50

Fascículo

Renováveis

Sistema de motor elétrico para movimentação dos módulos de geração

Montagem dos módulos

Movimentação do sistema por meio dos motores

Foto aérea de local onde trabalhamos 72 Mwp


Energia Eólica

51

Elbia Gannoum é presidente executiva da Associação Brasileira de Energia Eólica (ABEEólica).

Os recordes da energia eólica

No domingo, 19 de agosto,

o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) registrou um novo recorde horário de geração eólica, com máxima diária de 8.247 MW às 9h28, atendendo 98% da demanda do Nordeste. No período de 8h às 10h, a energia eólica atendeu a praticamente 100% da demanda da região. Mesmo considerando que aos domingos a demanda por energia é mais baixa, esses percentuais de atendimento são muito significativos.

Pouco mais de um mês antes,

em 23 de julho, uma segundafeira, o recorde de geração batido foi o de média diária: naquele O sucesso da eólica no Brasil

dados de 2017 do Climatescope

dia as eólicas abasteceram 72%

mudanças bruscas de velocidade

da demanda do Nordeste, com

ou de direção. O Brasil tem a

também pode ser explicado

da BNEF, o Brasil é o 2º país

uma geração de 7.062Mwmed.

sorte de ter uma quantidade

pelo rápido desenvolvimento

mais atrativo mundialmente e o

O cenário, portanto, mostra que

enorme deste tipo de vento, o

de uma cadeia produtiva local

1º colocado neste ranking para

estamos acumulando recordes

que explica em grande medida

e eficiente, que começou com

a América Latina e Caribe para

de forma consistente, tanto

o sucesso da eólica no Brasil

índice de nacionalização próximo

atratividade de investimentos em

aos finais de semana como

nos últimos anos: saímos de

de 60% e alcançou a fabricação

energias renováveis.

nos dias de semana, tanto em

menos de 1GW de capacidade

em território nacional de 80%

médias diárias como em horários

instalada em 2010 para 13,4

de um aerogerador, conforme

nosso enorme potencial, uma

específicos. Todos estes recordes,

GW em agosto de 2018. Já são

regras de financiamento do

eficiente cadeia produtiva,

juntos, demonstram a força da

mais de 500 parques eólicos

Programa FINAME do Banco

atração de investimentos

energia eólica no Brasil.

em funcionamento, com mais

Nacional de Desenvolvimento

e a consolidação de leilões

A qualidade do nosso vento,

de 6.600 aerogeradores em 12

Econômico e Social (BNDES).

competitivos colocam, portanto,

da eólica brasileira? Bom, em

Estados. Outro fator que explica

O desenvolvimento da eólica

o Brasil em posição de destaque

primeiro lugar, pelos nossos

o eficiente desenvolvimento da

no Brasil já acumula um

no cenário mundial de geração

bons ventos. Para produzir

energia eólica no Brasil é o seu

investimento de mais de US$ 32

de energia eólica. São estes os

energia eólica, são necessários

grande potencial. Estimamos

bilhões nos últimos sete anos,

fatores que explicam porque a

bons ventos: estáveis, com

que o Brasil tenha, em terra, um

segundo dados Bloomberg New

energia eólica cresceu tanto e

a intensidade certa e sem

potencial de mais de 500 GW.

Energy Finance (BNEF). Segundo

seguirá crescendo no Brasil.

E como explicar a força


Energia solar fotovoltaica

Ronaldo Koloszuk é presidente do Conselho da ABSOLAR.

52

Barbara Rubim é VicePresidente do Conselho de Administração da ABSOLAR para geração distribuída e diretora na Bright Strategies.

Rodrigo Sauaia é presidente executivo da ABSOLAR.

O sol nasceu para todos ou para poucos? alterações referentes a este ponto

dos brasileiros quer gerar energia

crescendo exponencialmente nos

processos de revisão mais ampla

para o próximo ciclo de revisão - ou

renovável em casa e, de acordo com

últimos anos no Brasil e projeções

– que deram origem às alterações

seja, este de 2018/2019 -, com

pesquisa realizada pelo DataSenado

oficiais e de mercado mostram que

trazidas pela REN 687 e REN 786,

especial foco no aspecto econômico

em 2015, 85% da sociedade

estamos apenas começando o ciclo de

de 2015 e 2017, respectivamente,

do marco regulatório;

apoiam mais investimentos públicos

desenvolvimento desta fonte renovável

nenhum deles foi alvo de tanto

e limpa na matriz elétrica brasileira.

debate e causa de tantos receios ao

Hoje, a fonte solar fotovoltaica

setor quanto o processo de revisão

pela revisão atual não serão

representa menos de 1% da matriz

atualmente em debate.

retroativas: em diversas ocasiões,

respeito à estabilidade regulatória,

elétrica como um todo. Projeções do

inclusive reuniões gravadas de

ampla participação da sociedade

governo apontam que, até 2030, a

por meio da abertura da Consulta

Diretoria e documentos registrados

civil e soberania do interesse público.

fonte representará pelo menos 10%

Pública 010 da ANEEL (CP

- como a própria CP 010/2018 -,

Este é o conjunto de princípios e

da matriz, enquanto a Bloomberg New

010/2018), e com conclusão

já manifestou a ANEEL que haveria

valores que se traduzem dos pontos

Energy Finance sinaliza que, até 2040,

prevista para o segundo semestre

o respeito aos consumidores

elencados acima e que devem,

ela será 32% da matriz, momento em

de 2019, esta revisão tem por

que se conectem à rede antes de

necessariamente, orientar o poder

que ultrapassaremos a fonte hídrica,

finalidade principal discutir

eventuais alterações vindouras, de

público, tanto no executivo quanto

assumindo a primeira colocação dentre

se a forma como ocorre hoje a

tal forma que continuariam eles a

no legislativo, bem como na Agência

todas as fontes em potência instalada.

compensação de créditos de

ser faturados no modelo atual, ao

Regulatória, em suas propostas,

energia - ou seja, integralmente,

menos por um período de tempo

deliberações e ações.

perspectiva vem acompanhada por

abatendo-se todos os componentes

previamente alinhado e divulgado;

uma boa dose de incerteza jurídica e

da tarifa - deve permanecer como

regulatória.

está ou não.

• o setor terá ao menos duas

Brasileira de Energia Solar

A energia solar fotovoltaica vem

Infelizmente, tamanha

Apesar de já ter passado por dois

Iniciado em maio de 2018,

em fontes renováveis de energia. eventuais alterações trazidas Previsibilidade e transparência,

É sob esta ótica e com base

nestas diretrizes que a Associação

Em situações como essa, que

audiências públicas para debater as

Fotovoltaica (ABSOLAR) elaborará

autorizada aos brasileiros a

parecem trazer apenas incertezas

alterações com a ANEEL: de acordo

e defenderá propostas construtivas

possibilidade de gerar sua própria

e nas quais as comunicações

com o rito de revisão, teremos

para o avanço da geração distribuída

energia a partir de fontes renováveis

públicas são divergentes, se faz

uma audiência ainda no segundo

solar fotovoltaica no Brasil. Com tais

e, a partir da conexão de sua micro

necessário resgatar os pontos deste

semestre de 2018, para discutir

pontos em mente, é essencial que o

ou mini usina distribuída à rede

processo que já são conhecidos e as

os impactos trazidos em cada

setor se una, se prepare e participe

elétrica, utilizar a energia produzida

importantes mensagens que eles

cenário de possível alteração da REN

ativamente dessa discussão, que

por tais sistemas, simultaneamente

nos trazem.

482, e outra no primeiro semestre

moldará o futuro da REN 482 e

Desde abril de 2012, foi

de 2019, já para contribuir na

determinará não só o ritmo do

posteriormente abatidos de suas

• a revisão já estava prevista: já em

construção de uma minuta de texto

desenvolvimento da geração

contas de luz. Conhecido como

2015 entendia a ANEEL que, em

de aprimoramento da resolução

distribuída solar fotovoltaica, mas

Sistema de Compensação de Energia

algum momento, seria oportuno

vigente; e

também se o Brasil continuará

Elétrica (SCEE), este mecanismo é

avaliar a forma pela qual ocorre a

regulado pela Resolução Normativa

compensação de créditos de energia

• a geração distribuída possui amplo

mais relevante no movimento e

482 (REN 482), de autoria da

elétrica. Contudo, após forte reação

apoio da população: pesquisas do

tendência mundial de empoderar e

Agência Nacional de Energia Elétrica

do setor e da sociedade, a Diretoria

Ibope Inteligência realizadas em

dar autonomia ao seu consumidor e

(ANEEL).

da Agência entendeu por bem adiar

2017 e 2018 mostraram que 89%

cidadão.

ou na forma de créditos a serem

ou não a ter um papel cada vez


Profile for Revista O Setor Elétrico

Renováveis (edição 152 - Set/2018)  

Renováveis (edição 152 - Set/2018)  

Advertisement