Page 1

Uma Publicação Trimestral da Instituição Amélia Rodrigues | Santo André - SP Ano 13 | Ed. 39 | Jan/Fev/Mar - 2017

De empregado a patrão Desaos e incertezas de quem deseja abrir o próprio negócio

Turismo: Serra Gaúcha alia charme europeu à natureza exuberante

Instituição

Amélia Rodrigues

Reexão: Escolha viver em paz

Todas as empresas anunciadas nesta Revista investem nas crianças da Instituição Amélia Rodrigues


2 Poços Artesianos Profundos, sem utilização de água supercial Captação de água potável, realizada somente em rocha cristalina Caminhões e Carretas com capacidade de 5, 10, 15, 20 e 30 mil litros Indústrias - Comércios Hospitais - Residências Clubes - Condomínios Apoiamos os Projetos Sociais

(11) 4978.1531 agua.chicaroni@gmail.com

Faça uma Cotação:


Editorial

O fundo do poço Em outros tempos caríamos incomodados com essa expressão para ilustrar a situação que o Brasil vive hoje, não só na economia, mas na política e, por que não dizer, na cidadania como um todo. Eu disse em outros tempos porque creio que, como preconiza a sabedoria popular, é só quando se chega no fundo do poço que se começa a empreender esforços no sentido contrário, ou seja: sair dele. Enquanto houvesse espaço para baixo, sempre haveria a sensação de que alguma espécie de salvação mágica viria, obviamente, de forma messiânica, gratuitamente, como uma dádiva, um presente pelo qual ninguém precisaria fazer qualquer tipo de esforço. A salvação não veio! Chegamos ao fundo e agora só existe uma alternativa: sair desse buraco. Primeiro é preciso superar a fase das acusações: de quem é a culpa? Cada um tem um culpado para chamar de seu, mas ainda assim de nada vai adiantar. Passada essa etapa, é hora de arregaçar as mangas e, independentemente do grau de responsabilidade de cada um, até porque nessa catástrofe não há inocentes, colocar a mão na massa. E colocar a mão na massa é trabalhar, é ir atrás de oportunidades e deixar de lado o

oportunismo. O Brasil tornou-se um dos maiores exemplos de corrupção do mundo, porque todos quiseram ganhar mais do que o previsto em suas ocupações, funções e responsabilidades, seja o empresário que superfatura uma obra ou serviço, seja o político que dá ensejo a isso, ou seja o eleitor que não valoriza o seu voto e o troca por qualquer benefício pessoal. A diferença aí é só de cifras, não de princípios. Some-se a isso a turma que acha que “achado não é roubado”, “que o mundo é dos espertos”, “se eu não pegar, outro pega”, e veremos que vai car pouca gente de fora. Pode ser que olhando para o espelho ainda não consigamos enxergar o culpado pelos nossos problemas, mas creio que já dá para encontrar no mesmo reexo o responsável pela solução, a única pessoa que poderá “sacudir a poeira e dar a volta por cima”. Trabalhar, cuidar do coletivo, preservar a natureza, desenvolver a solidariedade e a tolerância e realizar bons negócios, que são aqueles em que todos saem com seu desejo atendido. Como em qualquer relacionamento, no mundo dos negócios só pode haver ganhadores. Se uma parte perde é porque a relação está desequi-

|Divulgação

librada e tal desequilíbrio traz consequências danosas para a sociedade. Basta olharmos à nossa volta. Dá para “virar o jogo?” Claro que dá! Se não acreditássemos piamente nisso, não estaríamos aqui trabalhando por um futuro melhor a partir da solidariedade e da promoção humana. Temos certeza que um mundo melhor está logo ali adiante, mas sabemos também que ele não virá até nós! Nós é que teremos de ir até ele, e de braços dados, pois o poço é fundo e dele ninguém sai sozinho.

Edson Sardano – Voluntário da Instituição Amélia Rodrigues

Impressão: Lis Gráfica e Editora - Tel. (11) 3382.0777 Tiragem: 7.000 exemplares Colaboraram cedendo seus textos para edição: Ana Simão, Arthur Sauer, Heloisa Cestari e Patricia Alves. Projeto Investidor Social da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues

Contato e Sugestões: contato@investidorsocial.org.br

Coordenação: Terezinha Sardano

Rua Silveiras, 17 Vila Guiomar - 09071-100 Santo André - SP - Tel.: (11) 3186-9755 www.investidorsocial.org.br

Assessoria:

Camila Cordioli, Nádila Gilotti, Suzete Botasso e Thaila Oliveira Revisão: Miguel Sardano e Rosemarie Giudilli Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller - Tel. (11) 4438.8834

©Copyright Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta publicação em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a autorização escrita da entidade.

3


As empresas e profissionais liberais que fazem parte do Projeto Investidor Social contribuem por meio da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues para melhoria de vida de crianças e suas famílias, provenientes de três comunidades em situação de vulnerabilidade social no município de Santo André, no ABC Paulista. Com trabalhos iniciados em 1986, a Instituição Amélia Rodrigues mantém 219 crianças entre 3 meses e 10 anos de idade, bem como adolescentes, com atividades socioeducativas, e precisa do seu apoio para a manutenção desse trabalho. Todas as empresas e profissionais, divulgados na Revista Investidor Social, abraçam essa causa, demonstrando o seu compromisso com a Responsabilidade Social. Saiba mais em investidorsocial.org.br e venha fazer parte desse time do bem!

4


ABC Rádio Táxi - www.abcradiotaxi.com.br Aja Alimentos - www.alimentosaja.com.br Alumiplast - www.alumiplast.com.br Arbax - www.arbax.com.br Banda DM - www.bandadm.com.br Bonfatti Advogados - www.bonfatti.com.br Bosch Car Service - www.centroautomotivopb.com.br Candinho - www.candinho.com.br Casa dos Vidros - www.casadosvidros.ind.br Centro Automotivo Gravatinha - egravatinha@uol.com.br Chicaroni Água Potável - www.chicaroni.com.br Churrascaria Varandão - www.varandao.com.br Copafer - www.copafer.com.br Dal Pino - www.dalpino.com.br Diário do Grande ABC - www.dgabc.com.br Ecoamazon - www.ecoamazon.com.br Elevadores Otis - www.otis.com Eletromidia - facebook.com/eletromidiaabcocial Fernandes & Fernandes - www.ffterceirizacao.com.br Fiocon - www.ocon.com.br Fisiologic - www.siologic.com.br Flytour - superbanca@ytour.com.br Foco - www.contabilidadefoco.com.br Frad Calçados - www.frad.com.br Garante Vidros - www.garantevidros.com.br Giglio - www.giglio.com.br Glan Data - www.glandata.com.br Grupo BDA Consulting House - www.grupobda.com.br Hausthene - www.hausthene.com.br Hidropig - www.hidropig.com.br HRS Manutenção Indl. - adm@hrsjateamento.com.br Kerley Bianchi - www.kerleybianchi.com.br Lab Hormon - www.labhormon.com.br Latife - www.latife.com.br Lis Gráca - www.lisgraca.com.br LV - www.lvdistribuidora.com.br Marco Beller - www.marcobeller.com Mazuco - www.mazuco.com.br Mazzetto - www.espacomazzetto.com.br Megalivros - www.megalivros.com.br Metra - www.metra.com.br Microcamp - www.microcampabc.com.br Monte Fuji - www.montefuji.com.br MSA - www.msaonline.com.br MSO - www.mso-medicina.com.br Ossel - www.ossel.com.br Pantera Imóveis - www.panteraimoveis.com.br Phoenix - www.phoenixmemorial.com.br Potência - www.potenciadiamante.com.br Quarup Editorial - www.quarupeditorial.com.br Queijos Joana - www.laticiniosjoana.com.br Real Food - www.realfood.com.br Santil - www.santil.com.br Space Glass - www.splaceglass.com.br Tapeçaria Brejão - www.tapecariabrejao.com.br Toca do Leão Buffet - www.tocadoleaobuffet.com.br Unitec - www.unitecfriction.com.br Verzani & Sandrini - www.verzani.com.br Viação Guaianazes - viacaoguaianazes@uol.com.br

5


Educação

Meu lho é disléxico? Conra brincadeiras que ajudam a identicar esse transtorno de aprendizagem Segundo pesquisa do Instituto ABCD, a dislexia atinge 4% da população brasileira. Esse transtorno de aprendizagem não tem cura, mas quanto mais cedo for detectado, melhor poderá ser trabalhado pelos estímulos corretos, que vão diminuir os reexos no processo escolar. De acordo com Sheila Leal, prossional nas áreas clínica e pedagógica e especialista em dislexia e idealizadora do Projeto Filhos Brilhantes, que produz conteúdo especializado em desenvolvimento infantil, há vários tipos de dislexia, e em diversos graus. “É possível dar um diagnóstico após dois anos do início do processo de alfabetização”, explica a especialista. Sheila alerta que a aquisição tardia da fala, diculdades motoras e de memorização das cores, por exemplo, são elementos a serem observados até mesmo antes do processo de alfabetização. “Problemas em guardar o nome dos objetos e diculdade em aprender a cantar músicas reforçam algumas suspeitas”, destaca, alertando que o diagnóstico completo só é possível com uma

6

equipe multidisciplinar, que inclui neuropediatra, fonoaudiólogo, neuropsicólogo e psicopedagogo. “A forma ideal de encarar a dislexia é identicar as potencialidades da criança, para valorizar o que é positivo”, explica a especialista, que lista cinco brincadeiras que podem ser utilizadas para identicar uma possível dislexia. 1 Cante Sheila sugere que os pais devem começar a cantar para que seus lhos completem a música, especialmente com crianças de 4 a 5 anos. “Observe se seu lho sempre pedirá auxílio ou se chegará a completar a música sozinho”, explica. 2 Brinque com números Os pequenos de 4 a 5 anos já devem ser capazes de contar até cinco, segundo a especialista. “Conte os objetos da casa ou faça bolinhas de massinha, mostrando com os dedos”, indica a fonoaudióloga. Ela explica que é preciso observar se a memorização ocorre com facilidade, especialmente quando é sobre a idade da criança.

|Quanto mais cedo for detectado o transtorno na criança, 3 Desenhe Sheila ensina que uma das brincadeiras mais importantes na infância é o ato de desenhar. A coordenação motora e o esquema corporal podem ser identicados e trabalhados através de um simples desenho. “Desenhe no chão, no papel kraft ou na cartolina, por exemplo, pois desenhos grandes permitem a exploração do papel”, explica. “Observe se a criança tem diculdade em pegar o giz, canetinha ou lápis”. A especialista sugere que os pais brinquem de adivinhar desenhos e veriquem se os pequenos se


forma como a criança resolve o problema. “Observe se ela sempre repete a mesma letra ou se ca chutando qualquer palavra”. 5 Brinque de rima Dentre as músicas infantis mais comuns, quase todas possuem rimas. Sheila sugere que os pais cantem e promovam que os lhos de 6 a 8 anos completem com rimas. A fonoaudióloga destaca que nesta idade as crianças devem ter noção de como rimar.

melhor poderá ser a terapêutica a ser adotada - Foto: Divulgação

recusam a desenhar ou não sabem fazer objetos simples, como quadrados ou círculos. Fique atento se o seu lho com 4 anos ainda tem diculdades para executar esses movimentos solicitados. 4 Brinque de forca Com lhos de 6 a 8 anos, a psicopedagoga indica a importância de brincar do tradicional jogo de forca. “Ao pensar em uma palavra e oferecer uma dica simples para a criança, ela terá de pensar nas letras para descobrir”, explica. Para a especialista, é preciso prestar atenção na

Alerta Além das brincadeiras, Sheila indica uma prática importante para vericar como está o desenvolvimento das crianças na faixa dos 6 aos 8 anos: fazer uma lista de supermercado com os itens que devem ser comprados – mesmo que seja apenas em forma de desenhos ou as letras iniciais – e que depois as compras sejam feitas em conjunto. “Peça que seu lho te ajude a encontrar os itens da lista”. Por m, a especialista adverte que os pais não devem rotular os lhos, nem com o diagnóstico dos prossionais, e jamais chamá-los de preguiçosos ou outro adjetivo semelhante. “Ao fazer isso, o sentimento negativo é enraizado, afetando a autoestima e prejudicando ainda mais o processo de leitura e escrita”, conclui.

Tel. (11) 4229.3233 www.bonfatti.com.br

(11) 4472-7002

Sheila Leal tem 15 anos de atuação prossional nas áreas clínica e pedagógica, é especialista em dislexia e idealizadora do Projeto Filhos Brilhantes, que produz conteúdo especializado em desenvolvimento infantil.

7


Beleza

Batom nude ou vermelhão Qual deles faz mais seu estilo? Batom vermelho fatal é item fundamental no nécessaire. Mas mesmo quem é super fã de cosméticos e adora se maquiar sempre tem aquele dia que quer deixar o rosto clean e usar somente um hidratante e um protetor solar. Nesses dias, até o vermelhão dá lugar para o nude nos lábios. Você consegue falar qual é seu favorito: um visual mais romântico, com cores nudes, ou algo mais femme fatale, trabalhado no vermelhão poderoso? A maquiadora Joana D'Arc, do Studio Tez /Spa do Cabelo, defende ambos. "Sou super fã e apaixonada pelos dois estilos! Cada um em seu quadrado tem algo a dizer, mas levo sempre em consideração a delicadeza sedutora do nude, que deixa um ar angelical e, de certa forma, até sexy por conta da naturalidade. E do outro lado tem o poder fatal dos lábios com nuances marcantes", compara. Batom tudo - Para compor esse look, a pele precisa ser bem corrigida com base e corretivos. "Isso

|Vermelhão está em alta - Foto: Divulgação

faz uma grande diferença para que o batom apareça", diz Joana, que fala um truque: "Ainda apostaria no contorno labial para deixar os lábios perfeitos e arrasar no bocão". Vermelho sem erro - O maquiador Elton Thadeu, também do Studio Tez/Spa do Cabelo, diz que esse make, com batom escuro, é o queridinho das brasileiras. "Elas já se sentem maquiadas só com esse item", comenta. Ele também faz suas apostas de cor para a temporada: "Os tons em alta são os vermelhos, avermelhados, vinhos e berinjela". Nude perfeito - Já para quem busca um visual mais natural, a primeira dica é prestar atenção ao escolher o tom do batom. "O nude é aquele batom que deixa seus lábios apagados, parecido com o corretivo. É bacana achar um nude que se adeque bem para seu tom de pele. Se for

muito claro, pode dar um efeito úor em peles negras. Ou pode car marrom nas peles mais claras se for muito escuro", diz Joana. A sugestão da maquiadora é procurar nuances e ver o que combina melhor com seu tom de pele: "Indico os marrons para a pele negra, e rosados e coral para morenas e mais brancas". Quando optar por um nude, não será tão necessário se preocupar com contorno dos lábios. Mas a especialista diz que a pele também merece atenção nesse visual mais romântico: "A pele deve ser bem corrigida, com contorno facial e um leve blush, para deixar um ar saudável e receber bem uma boca mais apagada. Sem esses cuidados pode parecer uma certa palidez".

Por Francine Olivieri - Fonte: delas.ig.com.br/beleza

Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ

Análises Clínicas Colposcopia / Citopatologia Mamograa Digital Medicina Ocupacional Ultrassonograa Raios-X Digital

Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ

Densitometria Anatomia Patológica Testes genéticos Vacinas

Preços especiais para clientes que não possuem convênio médico.

labhormon

Tel.: (11) 4433-3233 - www.labhormon.com.br 8


9


Gastronomia

Se tudo é gourmet, nada é gourmet Será que não está na hora de voltarmos para o básico?

Rua dos Franciscanos, 20 Jardim Santo André Santo André - SP Fone: (11) 4451-5077 www.garantevidros.com.br

A gastronomia está presente em nosso dia a dia. Antes uma palavra desconhecida e pouco utilizada pelos brasileiros, hoje acompanhada de palavras como gourmet, orgânico, vegano, exclusivo etc. Estou no ramo já faz um tempo e cada vez mais eu ouço sobre o gourmet. Eu me sinto um pouco revoltado como tudo é associado a exclusivo, único, novo. Mas, como algo pode ser exclusivo se todos os ingredientes já existem desde sempre? Imagino como será essa gastronomia daqui 20 anos, com brigadeiros extra-hiper-mega-gourmets. Será que não está na hora de voltarmos para o básico? O clássico? Anal, se é clássico, é muito bom. Ou você considera um sorvete de chuchu com pedaços de fígado acebolado e calda de caramelo um prato gostoso? Eu duvido que seja bom.

Voltarmos nossa atenção (e fome) para a comida gostosa, saborosa e que nos traz uma memória afetiva é a melhor opção. O nhoque da vó, o pavê da tia e a carne de panela da sogra. Quer coisa melhor? Receita

Nhoque de batata ao molho bolonhesa e bechamel Nota do prato: 4 estrelas País de origem: Itália História: pela primeira vez citado por um membro da família Médicis no século 15, era consumido também em ensopados. Famoso em toda a Itália, hoje tem muitas variações e molhos para acompanhá-lo. Primeira vez que usei: A primeira vez que z nhoque foi em casa, com minha mãe. Diculdade: médio Número de porções: 2 porções Tempo de preparo: 40 minutos

Engenharia e Sistemas de Combate a Incêndio

(11) 4977-8720 www.protecin.com.br 10


Foto: Divulgação |Receita resgata a simplicidade do Nhoque da vovô

Tempo de cozimento: 10 minutos Processo de preparo: fogão Com o que combina: Ao lado de um paillard de mignon ou frango, é um prato saboroso, simples e divertido de fazer. Com qual bebida servir: Vinho tinto leve ou branco. Dica: O cará tem muito amido e, apesar de ter um sabor delicado, combina com muitos ingredientes. Ingredientes da massa 500 g de Batata Asterix (cará) 4 gemas 250 g de farinha de trigo 20 g de sal 5 g de pimenta-do-reino 200 ml de leite 20 g de manteiga 20 g de farinha de trigo Ingredientes do molho 5 g de sal 5 g de pimenta do reino 2 g de noz-moscada

3 colheres de manteiga 200 ml de molho de tomate 200 g de acém moído 50 g de cebola 30 g de manteiga 20 g de sal 10 g de pimenta-do-reino 30 g de salsinha Modo de preparo da massa Ÿ Cozinhe o cará com casca, cortado em pedaços grandes. Ÿ Descasque e amasse o cará. Ÿ Adicione as gemas. Ÿ Coloque a farinha de trigo aos poucos até obter uma massa homogênea. Ÿ Coloque o sal, a pimenta-do-reino e a noz-moscada. Ÿ Estique a massa e corte os nhoques. Cozinhe em água fervente salgada até subirem. Reserve. Modo de preparo do molho Ÿ Em uma panela, coloque a manteiga e a farinha e faça um roux. Ÿ Adicione o leite e mexa até engrossar. Reserve. Ÿ Em uma panela grande, refogue a cebola com a manteiga. Ÿ Frite a carne na manteiga até que que sequinha. Ÿ Adicione o molho de tomate com a salsinha e cozinhe até engrossar. Ÿ Acerte o sal e a pimenta-do-reino e reserve. Ÿ Aqueça o nhoque em água fervente novamente e escorra. Ÿ Sirva o nhoque no prato com o molho de tomate cobrindo-o por inteiro. Ÿ Sirva o molho branco ao centro.

Por Arthur Sauerbronn de Souza “Arthur Sauer”, Chef de cozinha brasileiro. Foi indicado chef revelação nos anos de 2009/2010 e 2010/2011 por uma grande revista brasileira. Formado pelo Institut Paul Bocuse, Lyon, França.

11


Nutrição

Doze passos para uma alimentação saudável Mudança de hábitos exige disciplina e determinação

|Invista em saladas - Foto: Divulgação

Uma boa refeição deve ser variada e por isso rica em nutrientes que podem melhorar as defesas do organismo.

uso de assados e grelha2 Faça dos, evitando alimentos gordu-

Para que a alimentação seja saudável, ela deve ser composta de proteínas, carboidratos, gorduras, bras, vitaminas, cálcio e outros minerais.

bastante água que pode ser 3 Beba saborizada ou aromatizada.

Variar os tipos de cereais, de carnes, de verduras, de legumes e de frutas, alternando as cores dos alimentos, garante uma alimentação saudável, mas importante: tudo deve ser consumido com moderação, nada em excesso. Contudo, devemos observar se estamos cumprindo os “Doze Passos” para uma alimentação saudável e aguardar os bons resultados, lembrando que mudança de hábitos exige disciplina e determinação, mas o sucesso é garantido.

1

Coma frutas, verduras e legumes variados diariamente, sem fazer refeição baseada em um único tipo de alimento.

rosos e/ou frituras imersas em óleo.

suas refeições à mesa, 4 Faça sentado de forma confortável, em um ambiente calmo, nunca olhando o celular, assistindo à televisão, andando, lendo ou conversando em excesso.

mastigação diminui a ansiedade e aumenta a sensação de satisfação. o almoço e o jantar não 8 Durante tome nenhum líquido, somente quarenta minutos antes ou depois da refeição. O líquido interfere na digestão dos alimentos. água saborizada ou aroma9 Tome tizada, sucos de frutas ou chás, em lugar de refrigerantes e bebidas alcoólicas.

As sobremesas à base de doces, estiver nervoso(a) ou 10 chocolates e confeitos devem ser 5 Quando ansioso(a) evite comer. Neste momento, beba um copo de água, pois o corpo necessita de oxigênio. o tempo entre uma 6 Diminua refeição e outra e coma 06 (seis) vezes no dia: café da manhã; fruta; almoço, fruta; jantar e ceia.

consumidas moderadamente, pois levam ao ganho de peso.

uso do sal deve ser sempre mo11 Oderado e não se deve salpicá-lo se o mesmo já foi utilizado no preparo do alimento, pois isso aumenta a vontade de líquido durante a refeição.

digestão começa pela boca, alimento deve ser nosso 12 Nosso 7 Aentão... mastigue bem, de forma remédio, pois uma alimentação moderada e principalmente prazerosa, identicando o sabor e a textura de cada alimento. A

saudável e equilibrada preserva nosso bem mais precioso que é a saúde.

Por Dra. Ana Maria Penharbel Simão (Nutricionista) CRN3-11135.

12


Meio Ambiente

Mudanças Climáticas: o que tenho a ver com isso? Mesmo sendo um assunto bastante comentado na televisão, nos jornais, revistas e até mesmo eixo principal para acordos mundiais, as Mudanças Climáticas ainda parecem estar distantes da realidade da maioria das pessoas. Talvez porque muitos acreditem que as consequências dessas mudanças do clima façam parte de um risco futuro. Infelizmente isso não é verdade. As Mudanças Climáticas atualmente já causam uma série de impactos negativos não somente para a natureza, mas também para a economia global e saúde da população. A partir de agora vamos entender um pouco sobre essa mudança no clima, suas causas e consequências e o mais importante: o que nós cidadãos podemos fazer para minimizar esse problema. Aquecimento Global Consideramos Mudanças Climáticas a alteração no clima, direta ou indire-

14

tamente atribuída à atividade humana, que afeta a composição da atmosfera e que se soma àquela provocada pela variabilidade climática natural, observada ao longo da história da Terra. Pesquisadores do IPCC – Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas – têm mostrado que a temperatura média global subiu, aproximadamente, 5°C em 10 mil anos, mas que pode aumentar os mesmos 5°C em apenas 200 anos, a continuar o ritmo de aquecimento global que se observa nas últimas décadas. Esse aquecimento global é causado principalmente pela emissão do que chamamos de gases de efeito estufa – GEE. Entre esses gases estão o dióxido de carbono (CO2) e o metano (CH4). As principais atividades humanas que liberam dióxido de carbono para a atmosfera são a queima de combustíveis fósseis, na

geração de energia, indústrias e transporte. Já o metano é proveniente principalmente da atividade pecuária, mudanças do uso do solo e decomposição de lixo. Muitas são as consequências das Mudanças Climáticas e algumas delas já podem ser vistas, como por exemplo, o derretimento das calotas polares e consequente elevação do nível do mar. Além da elevação do nível do mar o aumento de temperatura


|Desequilíbrio no clima causa problemas para natureza, economia e saúde da população - Foto: Divulgação

nesse local tem causado também a interferência no crescimento de corais, o que pode comprometer toda uma cadeia alimentar marítima. Além disso, a elevação da temperatura global pode culminar com extinção de espécies de animais e plantas e também maior frequência de eventos climáticos extremos como tempestades tropicais, furacões e tsunamis. No nal do ano de 2015, países membros da ONU assinaram um

acordo visando à diminuição da emissão de gases de efeito estufa, limitando assim o aumento da temperatura global em 2°C até o ano de 2100. Para isso, cada país estipulou um plano de ação com metas e programas. No caso do Brasil, as principais ações são: acabar com o desmatamento ilegal da Amazônia, reorestar áreas degradadas e investir em energia limpa. Além dessas grandes metas estipuladas pelo governo brasileiro a população como

um todo também pode ajudar e muito no controle da temperatura global. Você sabia que até mesmo a forma de se alimentar e de construir casas e edifícios pode inuenciar na questão climática? É isso mesmo! Caso você deixe de comer carne em um dia da semana já estará reduzindo aproximadamente 136 Kg de CO2 na atmosfera por ano. Ao deixar o carro em casa e optar por transporte público ou uma pedalada também reduz a emissão de gases de efeito estufa. Ao planejar sua casa pode optar por um tipo de construção que se utiliza de barro ao invés de cimento já que a indústria cimenteira é uma das que mais poluem a atmosfera. Enm, são várias as formas de participação cidadã pelo controle das mudanças climáticas. Quer uma boa dica? Calcule suas emissões no site: www.climaeconsumo.org.br/ e a partir daí estipule suas metas individuais e familiares. Nesse site além de calcular a quantidade de dióxido de carbono emitida por você durante o ano, também encontra dicas preciosas para consumir e viver de forma mais sustentável.

Por Patricia Martins Alves, Coordenadora do Projeto SustentABC e professora especialista na Universidade Anhanguera – UniAN.

SUA EMPRESA NECESSITA DE QUALIDADE, RESPONSABILIDADE E SERIEDADE. A Glandata possui Softwares Gerenciais, Administrativos, ERP, Contábil, Depto Pessoal, Escrituração Fiscal e Sped Contábil P.C.P.

Solicite uma Demonstração Inf: (11) 2176.8500 - gsuporte@glandata.com.br www.glandata.com.br

15


Casa e Decoração

Vai viajar? Quem cuidará das plantas? Este ano está repleto de feriados. Após a escolha do destino, já com as reservas em hotéis e malas prontas, vem o dilema: – E agora, quem cuidará das plantas? Não precisa entregar as chaves de casa para um vizinho aguar, nem muito menos deixá-las sofrendo. Conra algumas dicas para viajar tranquilo, sabendo que a sua plantinha não vai morrer de sede. Vasos pequenos: agrupe seus vasinhos, encha uma vasilha com muita água, e coloque-a próxima a eles. Utilizando pedaços de barbante, você deverá colocar uma ponta dentro do recipiente e a outra nos vasos que deseja aguar. Por capilaridade, a água vai naturalmente da vasilha até o vaso, via barbante. A plantinha sugará o que necessitar e cará hidratada. Para você facilitar o processo, escolha um recipiente baixo e largo, mais alto que os vasinhos com as plantas. Importante: para evitar focos do mosquito da dengue, deixe a vasilha t a m p a d a . Va l e u s a r u m  l m e plástico, deixando apenas um orifício para passar os barbantes. Vasos grandes: não jogue suas garrafas PET fora. Elas podem ser utilizadas como regador para os vasos grandes que você tem em

|Garanta que as plantas não morram de sede - Foto: Divulgação

casa ou no escritório, quando você estiver fora. É bem simples: pegue o vasilhame e faça pequenos furos próximos da boca e também na tampa. Antes de viajar, encha-o de água, vire-o cabeça para baixo e enterre-o no vaso. Essa dica fun-

ciona mesmo. Utilizo-a há muito tempo. Importante: não se esqueça de tampar a garrafa para evitar o Aedes Aegypti. Use nossas dicas, que tranquilo e boa viagem!

Por Zenaide Crisostomo, Paisagista e Relações Públicas, especialista em Solo e Paisagismo Urbanístico e proprietária da Ecoamazon Garden, desde 2008.

16


recriando com arte Materiais descartados e dados como obsoletos viram matéria-prima e ressurgem através de criações ecléticas e conceituadas na prática do reúso em objetos exclusivos e manualmente executados. A partir desses materiais garimpados, a Loft66 praticando o Design Industrial, recria de forma harmoniosa e estética apurada, móveis, arte decorativa e luminárias com personalidade, permitindo que essas peças continuem sua história ao longo do tempo.

9 7338 2968

/loft66luminarias

/loft66industrial


Carreira

5 Sinais de Inteligência Emocional Aprenda a lidar com as emoções no ambiente prossional Será que você possui inteligência emocional? Será que sabe lidar com as diversas emoções da vida pessoal e prossional? Quero ressaltar que geralmente as pessoas confundem o conceito de inteligência emocional. Será que você acredita que ser inteligente, emocionalmente, é simplesmente deixar de sentir raiva, medo ou tristeza? Se você pensa assim, está enganado, pois inteligência emocional não é deixar de sentir medo, tristeza ou raiva… Mas sim, saber lidar com essas emoções! Mas vamos direto ao ponto, veja os 5 sinais de inteligência emocional:

01 Você percebe os seus sentimentos? Quando acontece alguma coisa que não está legal e que te trouxe um problema, você consegue em uma palavra denir o que está sentindo? Medo, tristeza, raiva, angústia? Se sim, esse é um grande sinal de inteligência emocional.

18

02 Você sabe lidar com a emoção? Após identicar o que está sentindo e saber denir em uma palavra, você consegue lidar com essa emoção? Quando está com medo, raiva ou tristeza, você geralmente vai para o lado positivo ou negativo? Ou seja, quando você está com muita raiva, reclama muito e não entra em ação? Pelo contrário, você destrata e briga com todo mundo e não tem uma atitude concreta para resolver o que tem de ser resolvido? Ou você consegue, mesmo sentindo raiva, ter uma ação para solucionar o que gerou aquele sentimento? E então pensa: “Poxa, já que aconteceu e o estrago já está feito, o negócio agora é resolver”. Resumindo, o segundo sinal é usar os sentimentos de forma positiva, mesmo quando são ruins.


Se sim, você tem mais um forte sinal de inteligência emocional.

04 Ajudar a outra pessoa. Quando você consegue perceber os sentimentos das pessoas ao seu redor, logo tenta ajudá-las a lidar com esses sentimentos? Quer dizer, ao invés de colocar mais medo, você tenta mostrar o lado positivo e não entra na pilha deles?

05 Automotivação. A pessoa que é inteligente, emocionalmente, é automotivada, ou seja, ela não terceiriza a sua motivação, não deixa na mão das pessoas. Quem ainda não possui inteligência emocional terceiriza a sua motivação, ou seja, espera que o governo faça coisas extraordinárias para que sua vida que melhor, espera que o chefe, sua empresa, a esposa (ou marido), façam coisas legais para que seja motivado e feliz. Pessoas inteligentes, emocionalmente, sabem exatamente o que as motivam… Você sabe o que te motiva ou o que te deixa muito feliz? Você corre atrás para conquistar tudo isso?

03 Perceber as outras pessoas. Você consegue perceber as outras pessoas? Perceber os sentimentos das pessoas que estão ao seu redor? Seu chefe, seu cônjuge, lho ou amigo?

Bom, esses são os 5 sinais, se você percebeu que alguns desses sinais não estão legais na sua vida, talvez precise buscar desenvolvimento pessoal e conhecimento para saber lidar com cada um desses sinais.

Por Ricardo Piovan, administrador de empresas com formação em técnicas de expansão de consciência, Master em PNL, com comportamento humano e liderança situacional e diretor da Portal Fox, empresa especializada em consultoria organizacional, coaching, palestras e treinamentos. www.portalfox.com.br

Tel.: (11) 4902-3970 19


Capa

Abrir ou não uma empresa? Eis a questão Investir em um negócio próprio é tarefa que exige planejamento, paixão, muito trabalho e espírito empreendedor Certamente, já deve ter passado pela sua cabeça abrir o próprio negócio. Bem-vindo ao grupo. Somos um país de empreendedores. De acordo com dados do Sebrae, 98% das empresas no Brasil são de pequeno porte, ou seja, com até 10 funcionários, muitas tocadas por integrantes da família.

oportunidades e aquele que age por necessidade. Em períodos de recessão, aumenta o número de empreendedores por necessidade. Estamos com uma taxa de desemprego alta e, sem dúvida, empreender é uma opção para quem precisa de uma fonte de renda”, observa o gerente do Sebrae SP - ABC.

Para aqueles que desejam tirar o sonho do papel e engrossar os dados acima, vai um alerta. Mais de 50% das empresas abertas em solo nacional fecham as portas antes dos primeiros cinco anos de existência.

Diante desse cenário, é tentador usar o valor recebido da indenzação, fruto de desligamento da empresa, ou ainda, a verba de contas inativas do FGTS para montar uma microempresa. “Esse tipo de empreendedor, normalmente, corre um risco maior”, relata.

Segundo o gerente do Sebrae-SP no Grande ABC, Arthur Achoa, o número é relativamente alto. “A falta de planejamento constante e a falta de empatia com o negócio contribuem para isso”, observa. “Muitas pessoas se iludem ao verem perto de si um negócio no ramo que pretendem empreender, e seguem o mesmo caminho, achando que será fácil. Uma empresa não é algo tão simples de se administrar”, arma. A estatística, que pode vir como um balde de água fria, não deve desencorajar os futuros patrões. Muito pelo contrário. Empreendedorismo e planejamento são palavras de ordem para não ver o barco naufragar. Comportamento empreendedor “Basicamente, há dois tipos de empreendedor”, ressalta Achoa. “Aquele que tem faro para identicar

20

No Brasil, metade das empresas é formada por microempreendedores Individuais (MEI), que é o empresário trabalhando por conta própria, sozinho. “Nesse momento, se ele não car atento às características do negócio, vai à falência”, observa. A boa notícia é que, por meio de treinamento e consultoria, é possível ampliar as chances de sucesso, como o suporte disponibilizado pelo Sebrae. “Oferecemos um curso em que são trabalhados 10 comportamentos empreendedores que, sem dúvida nenhuma, fazem diferença para o sucesso de uma empresa”, relata Achoa. “O empreendedor se preocupa sempre com a qualidade dos serviços prestados, com atendimento aos clientes, ca atento às

mudanças do mercado e procura fazer melhorias. Além disso, tem uma grande rede de contatos e isso faz uma grande diferença”. Começo certo O Sebrae orienta aqueles que desejam empreender, seguir alguns passos: identicar o que está faltando no mercado, montar um plano de negócios, avaliando localização do estabelecimento, ponto de venda, equipamentos, se for produzir algo, fornecedores etc.


riência na área de administração da própria empresa é algo bem diferente. “Uma economia de 20 anos pode ir embora em seis meses, se a pessoa não tiver uma orientação adequada”, alerta o consultor. Outro aspecto fundamental para um negócio de sucesso é ter empatia com aquilo que se vai fazer. “Não adianta apenas identicar uma oportunidade. Se não gostar da área em que vai empreender, há grandes chances de não dar certo”, observa o gerente do Sebrae. Um exemplo simples, mas bem elucidativo: “se no meu bairro não há padaria e tenho intenção de abrir uma, preciso responder às seguintes perguntas: Sei fazer pão? Conheço o negócio de padaria? Estou disposto a acordar às 4 horas da manhã, para atender aos clientes às 6hr?, pontua Achoa. Quem pensa que abrir loja no shopping é mais fácil, está enganado. “O local é muito bom pela segurança e uxo de pessoas. “Mas você está disposto a trabalhar de domingo a domingo, inclusive aos feriados? É preciso ter em mente as características do negócio que se escolhe”, orienta.

|Divulgação

E não basta apenas fazer apenas o planejamento inicial, essa prática deve permanecer por toda a vida da empresa. O cenário mudou? Entrou nova tecnologia no mercado? Houve mudança econômica? Tudo isso pode impactar o seu negócio. É preciso também ter domínio das ferramentas de Gestão. “Muitas vezes a pessoa é boa prossional, faz um serviço de excelente qualidade, mas nunca foi dono de um espaço”, diz Achoa, asseverando que a expe-

Vida de rei? Às vezes, o novo empreendedor tem a falsa ideia de que vai virar patrão e não precisará trabalhar muito, o que pode ser um grande engano. “A partir do momento que a pessoa resolve empreender, ela terá o chefe mais cruel que poderia ter, que é o consumidor”, diz o especialista. Quando se trabalha para uma empresa e ocorre algo de errado, normalmente se chama o gerente, o supervisor, o diretor para resolver a questão. Já quando você é o dono, o grande risco é que o consumidor não reclama, vira as costas e vai embora. “Muitas vezes se perde o cliente e sem saber o motivo. E não se tem oportunidade para corrigir isso”, comenta.

Quem pensa em montar um negócio e deixar nas mãos dos funcionários deve levar em conta o ditado que diz: "o olho do dono é que engorda o porco". “Sem dúvida, é preciso estar à frente do negócio”, comentou. Passados os primeiros cinco anos de existência, a empresa entra em uma fase mais madura, resistente ao fechamento. Quem optar por franquia, certamente já terá um caminho mais bem estruturado. O franqueador tem todo o estudo de capital pronto. Assim, o franqueado é orientado à melhor localização da empresa, como trabalhar, política comercial etc. “Mas se a pessoa não tem comportamento empreendedor, mesmo com uma boa franquia nas mãos, dicilmente conseguirá êxito”, alerta o consultor. Nas ondas da web As orientações para que pretende empreender no campo virtual também são idênticas para quem vai abrir algo tangível. Achoa lembra que é preciso estar preparado para saber onde se quer chegar. “A internet funciona 24 horas, o internauta está conectado horas, e quer uma resposta rápida, senão vai buscar o concorrente. “Quando se coloca empresa na Internet, a abrimos para o mundo. É preciso delimitar a área de atuação. Sei fazer exportação? Não. Então, começar pelo Brasil”, exemplica. Para todo o tipo de atividade que se deseja empreender, o Sebrae oferece um time de consultores especializados, veja em www.sebrae.com.br. Além das orientações que requerem investimento nanceiro, o Sebrae também oferece uma série de cursos gratuitos, por meio de seu portal de Educação a Distância, que estão divididos de acordo com o perl e a necessidade do empreendedor. As informações podem ser obtidas pelo site: www.ead.sebraesp.com.br. Certamente, com orientação adequada, planejamento, amor pelo que faz e trabalho, as chances de sucesso serão muito maiores.

21


Capa

Como aumentar as chances de sucesso Todos podem empreender, mas alguns requisitos são fundamentais para que o sonho não vire um pesadelo. Veja a seguir algumas dicas de Erik Penna, especialista em vendas, consultor e palestrante.

Ÿ Gostar do que vai fazer: lembre-

-se que a empresa será sua segunda família. Não pense exclusivamente no lado nanceiro, anal, o lósofo chinês Confúcio já disse: “Encontre um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida”.

Ÿ Plano

de negócio: anote detalhadamente os objetivos do seu negócio e quais passos devem ser dados para que os resultados desejados sejam alcançados. Lembre-se que uma meta sem planejamento é mera intenção.

Ÿ Aprender

com os erros do outros: busque informações do segmento que pretende empreender com especialistas das áreas e, se

Ÿ Parcerias:

faça parcerias com não concorrentes, desde a troca do banco de dados/mailing de um negócio parceiro até promover eventos para atrair clientes de um para outro negócio.

Ÿ Uso da tecnologia: utilize a tecpossível, com outros empresários do setor. Desta forma, você minimizará seus equívocos aprendendo não com os próprios erros, mas sim, com os dos outros.

Ÿ Recursos: uma das formas que a

empresa tem para crescer é, à medida que ela for dando lucro, você conseguir reinvestir no próprio negócio. Se ao abrir a empresa e logo nos primeiros meses você precisar fazer muitas retiradas, o capital de giro pode minguar.

nologia tal qual grande aliada na busca de novos clientes, como o link patrocinado do google e facebook, por exemplo, e procure estar sempre conectado às novidades do setor e do que vem fazendo a concorrência.

Ÿ Qualicação própria e da equi-

pe: Jim Collins, autor de Empresas feitas para Vencer já escreveu: “O principal ativo das organizações não são as pessoas, são as pessoas CERTAS”. Portanto, seja muito assertivo ao contratar, motive e qualique seus funcionários, pois eles devem ser seus primeiros clientes .

Por Suzete Botasso, jornalista voluntária do Projeto Investidor Social e Coordenadora de Captação de Recursos da Instituição Amélia Rodrigues

22


Economia

Dívidas antigas, solução agora O primeiro passo para quitar dívidas antigas é reduzir as despesas atuais Se na sua casa as despesas multiplicaram-se e a situação nanceira cou complicada em 2016, você esteve como a maioria dos brasileiros. No último semestre, a Confederação Nacional de Comércio, Bens, Serviços e Turismo divulgou um dado preocupante: 58,2% das famílias do país estavam endividadas, e muitas delas declararam não ter condições de pagar boletos, carnês e faturas de cartões de crédito pendentes. Diante de uma situação como essa, a primeira coisa que fazemos é nos questionarmos sobre o que zemos para chegar a tal condição. Acontece que, em meio ao desespero, as respostas parecem não chegar; e, quando não identicamos as causas do problema, solucioná-lo se torna praticamente impossível. Embora cada família tenha suas peculiaridades, todas estão sob algumas condições semelhantes e enfrentam diculdades parecidas. A

maior delas é, sem dúvida, resistir às ofertas do comércio. Estrategicamente, o mercado nos estimula a consumir de maneira desenfreada, criando necessidades que não temos. O primeiro passo para quitar dívidas antigas é reduzir as despesas atuais, e, para isso, é indispensável distinguir gastos necessários e supéruos. Essa não é uma tarefa fácil, e o ideal é que seja feita com o consentimento de toda a família. Identicados os exageros, é hora de cortá-los. Abrir mão de alguns caprichos é um sacrifício necessário para sair do vermelho. Despesas imprevistas também estão entre as principais causas do endividamento. É verdade que muitas vezes erramos porque não temos reserva destinada a um acidente, problema de saúde, viagem de emergência, pagamento de uma multa e ans, e esses gastos, além de inesperados, podem ser fre-

quentes, enormes e nos colocar em uma situação muito difícil. Algumas pessoas resolvem “fugir” das dívidas e voltar a pensar nelas “quando as coisas melhorarem”. Esse pensamento nos leva a um abismo nanceiro, já que esse período de “esquecimento” provavelmente não virá acompanhado de uma interrupção no consumo. Renegociar as pendências nos permite mensurar o tamanho do problema e estabelecer prazos para

PPRA (NR 9) Programa de Prevenção de Riscos Ambientais PCMSO (NR 7) – ASO Exames Médicos: Admissional, Periódico e Demissional CIPA (NR 5) Constituição e Gerenciamento Perícia Médica e de Insalubridade

Tel. (11) 4990-4382 www.mso-medicina.com.br

24

Av. Papa João XXIII, 4833 Polo Ind. de Sertãozinho Mauá | São Paulo Acesso pelo Rodoanel Sul Tel: 55 11 4544.1696 www.hausthene.com.br


|Abrir mão de alguns caprichos é o primeiro passo para sair do vermelho - Foto: Divulgação

solucioná-lo denitivamente. Ainda que você descubra que regularizar sua situação será um processo demorado, saberá que, em um momento denido, as circunstâncias melhorarão. Durante o período de renegociação e acerto de contas, é necessário pensar em nossos equívocos a m de que, futuramente, não os repitamos.

las no papel é importantíssimo para estimar suas proporções. Para aqueles que não têm grandes problemas nanceiros, registrar os gastos é uma alternativa interessante para garantir que, em algum momento, você não vá consumir mais do que arrecada. Que tal enfrentar as contas e começar um período revolucionário para o seu orçamento?

Encarar os números ainda é a dica mais simples e ecaz para lidar com eles. Para quem tem dívidas, colocá-

Por Dora Ramos, educadora nanceira e diretora responsável pela Fharos Contabilidade & Gestão Empresarial (www.fharos.com.br).

Inovação, Tecnologia e Qualidade A Hidropig é líder no fornecimento de pigs e acessórios para tubulações nos segmentos de óleo, gás, saneamento e indústria alimentícia, entre outros. Nossos - Pigs Produtos - Acessórios para pigs

- Transmissores - Bloqueadores de Fluxo (Plug)

Pigs e Acessórios Av. Antártico, 401 - Jd do Mar SBCampo - Tel.: (11) 4331-5353 vendas@vidropig.com.br

Nossos - Limpeza (Pigging) - Furo em Carga - Bloqueio de Fluxo Serviços - Secagem - Congelamento

- Rastreamento de Pig

Serviços Av. Antártico, 38 - Jd do Mar SBCampo - Tel.: (11) 4331-5353 comercial@hidropig.com.br

25


Seja um Investidor Social Fotos: Bárbara Almeida

Benefícios: Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ

Utilização do Selo Investidor Social e produtos/serviços Anúncio na Revista Investidor Social* Anúncio na facha da Instituição Amélia Rodrigues* Divulgação de sua marca em nossas Redes Sociais Participação em 2 Seminários de Capacitação, por ano Recebimento de Certificado Investidor Social

* mediante plano contratado Saiba mais:

Instituição

Amélia Rodrigues

Tel. (11) 3816-9788 contato@investidorsocial.org.br

www.investidorsocial.org.br Santo André R. das Pitangueiras, 461 Bairro Jardim (11) 4316.4777 94703.9516

Tratamento de coluna, joelho e quadril

Pilates Clínico

São Caetano Al. Terracota, 185 Sl. 1525/1526 Espaço Cerâmica (11) 2311.4777 94715.4219

www.siologic.com.br

26


Reflexão

Viver em paz é uma escolha que só depende de você É preciso observar aquilo que te faz infeliz e realizar importantes ajustes na sua vida Nós, seres humanos, estamos sempre tentando nos harmonizar com a correria da nossa sociedade. Viver em paz é um estilo de vida, tanto internamente quanto externamente. Veja aqui dicas e atitudes simples para viver em paz consigo mesmo. Mas tenha em mente que será preciso passar a observar aquilo que te faz infeliz e realizar alguns importantes ajustes na sua vida. Aprenda a se amar: o primeiro passo para viver bem consigo mesmo talvez seja o mais importante. Primeiramente, você deve aprender a se amar, o que signica dizer que deverá desenvolver o amor próprio. Evite se comparar com as outras pessoas. Esse tipo de comparação só fará e trará mal para sua vida.

Todos nós somos diferentes uns dos outros, e pode ter a certeza de que não há ninguém completamente igual a você em todo o mundo. Também não há alguém que tenha tido o mesmo tipo de criação e que tenha vivido as mesmas experiências que você vivenciou na sua vida e, principalmente, não existe ninguém com as mesmas aptidões e habilidades que você possui. Então, aproveite e deslumbre-se pela delícia de ser o que você realmente é. Seja autoconante: acima de tudo, é preciso desenvolver a autoconança. Essa é a chave mestra para passar a se amar agora e no futuro, e ajuda a nos sentirmos bem conosco. Isso pode levar um certo tempo, mas mantenha o foco. Lembre-se sem-

pre que você é uma pessoa muito incrível e única no mundo. Uma boa dica para – pelo menos parecer – ser mais autoconante é caprichar na linguagem do corpo como, por exemplo: ao invés de olhar para o chão, mantenha o olhar alto, para frente. Você possui muitas qualidades, orgulhe-se delas: faça uma pequena lista das qualidades que você possui e que adora em si mesmo. Se sentir diculdade para preencher essa lista, consulte as pessoas pró-

9 4798-1259 11 2021-5841 ecoamazongarden - www.ecoamazongarden.com.br 28


melhor procurar a ajuda de um prossional.

| Aprenda a exercitar o autoamor - Foto: Divulgação

ximas. Peça que eles citem seus pontos fortes. Tenho absoluta certeza que algumas delas irão te surpreender. Dias ruins sempre existirão: se o dia hoje foi ruim, amanhã poderá ser melhor. Mas tenha sempre em mente que este não será o primeiro nem o último. Isso vai passar. Se a tristeza não cessar, procure conversar com um amigo próximo e desabafe. Mas se a situação persistir por pelo menos seis meses ininterruptos, é

Seja positivo: reconheço que é difícil manter a positividade 100% do dia. Mas comece a se esforçar para que, em pelo menos uma parte de sua vida, você consiga tomar atitudes mais positivas. Esforce-se para transformar os pensamentos negativos em positivos. Adotando essa atitude, ela cará mais fácil de ser incorporada com o passar do tempo. O otimismo é um sentimento que contagia. Procure conviver com pessoas que sejam positivas. Ofereça-se para ajudar: quando vivemos ou passamos por alguma situação ruim, acabamos nos sentindo diminuídos, tendo a sensação de que não somos úteis. Por isso, converse com os amigos e parentes próximos para que eles lhe digam o quão importante você é para a vida deles, e o quanto a sua presença se faz necessária. Agradeça sempre: outra boa atitude que você pode tomar para viver em paz consigo mesmo é mentalizar as coisas boas que acontecem na

sua vida e agradecer. Perceba que há muita esperança, sorte e felicidade ao seu redor. Transforme essa atividade em um exercício diário. Compense cada situação ruim com pensamentos positivos. Não ligue tanto para a aparência: como já dissemos aqui, cada indivíduo é único. Existem tipos diferentes de beleza. Por isso, é de extrema importância que a sua autoestima se baseie no seu caráter e nas suas qualidades, e não na sua aparência. Desprenda-se das amarras que a sociedade impõe, sobre o que é padrão de beleza, o que é belo, o que é feio. Suas prioridades devem ser baseadas na sua personalidade. Sendo assim, procure ignorar as críticas, os comentários de cunho negativo. Às vezes, quem muito te crítica, no fundo tem o desejo de ser igual a você. Viver em paz é uma escolha que só depende de você. Reita sobre as suas atitudes e coloque em prática as mudanças necessárias para uma vida mais leve e feliz.

Por Flávia Faria, que faz parte da equipe eusemfronteiras.com.br

A Giglio sabe que preservar o planeta é importante e se conseguir auxiliar a sociedade com produtos reaproveitáveis de ótima qualidade, será melhor ainda.

29


Compor tamento

A força do elogio A falta de elogio e ou o excesso de críticas pode causar uma catástrofe emocional na vida das pessoas É muito comum e natural criticarmos quando algo sai diferente do que esperávamos. Criticamos, às vezes, um deslize com tanta força, e, no entanto não damos, na maioria das vezes, atenção e nem endereçamos um pequeno elogio para as várias coisas boas e sucessos que conseguimos. A falta de elogio e ou o excesso de críticas pode causar uma catástrofe emocional na vida das pessoas. Esta ausência pode gerar, dentre outras coisas, desestímulo, baixa autoestima e diculdade em tomar decisões por conta própria, anal, os erros são tão mais valorizados que os acertos que as pessoas tendem a se sentir enfraquecidas. E por que temos tanta facilidade em criticar e diculdade em elogiar?

Vários autores dizem que é preciso ter coragem para elogiar. O elogio é um ato de desprendimento e de

|É preciso ter coragem para elogiar - Foto: Divulgação

conança em si mesmo e no outro que o recebe. Elogiar implica lançar uma pessoa para cima e ela pode car acima de você, mais notada e importante. Por isso é difícil elogiar, pois precisamos abrir mão de nosso orgulho e reconhecer que, muitas vezes, outros fazem coisas de forma melhor que nós. Ato de Coragem Oferecer um elogio talvez seja um ato de mais força que alguém pode ter com o próximo, pois exige que estejamos bem com a gente mesmo para poder elogiar de forma sincera alguma atitude, trabalho e outras situações que são merecedoras de destaque. É recomendável o exercício cons-

tante de elogiar para fortalecer relações e para nos fortalecermos. Muitos chegam ao CVV (Centro de Valorização da Vida) relatando se sentirem desvalorizados, julgados e diminuídos. Talvez tenham ouvido poucos elogios em sua vida. Talvez não tenham contado com este pequeno gesto que faz enorme benefícios na vida de todos. Todos merecem elogios em algum momento da vida. Elogiar verdadeiramente alguém desperta nesta pessoa a sensação de pertencimento, de reconhecimento por ser quem ela é, e esta sensação proporciona bem-estar. Que tal fazer um elogio hoje?

Por Adriana - CVV Araraquara * Precisando conversar? Ligue 141 ou acesse www.cvv.org.br e veja as formas de atendimento disponíveis.

30


31


Negócios

Exercite sua capacidade de percepção Na contemporaneidade é imprescindível que as empresas sejam exíveis para conseguirem sobreviver Você sabe o que signica “temporariedade”? Pouco conhecida, mas diariamente vivida, essa expressão anda lado a lado com as constantes mudanças no cenário corporativo, e signica a necessidade que as empresas têm em obter respostas rápidas, que atendam à demanda de seus clientes com ecácia e excelência, que consigam lidar com as adversidades externas e internas e estejam aptas a buscarem métodos capazes de solucionar as questões que surgem, referentes ao contínuo processo de transformação. Na “contemporaneidade” os novos comportamentos sociais e os avanços tecnológicos se combinam, tornando imprescindível que as empresas sejam exíveis para conseguirem sobreviver. O resultado disso é que tanto os empregados quanto os dirigentes trabalham em um clima que pode ser denido como temporário, porém de alto aprendizado, construção de conhecimento e interatividade.

Os empregados vêm sendo continuamente redesenhados, as tarefas sendo realizadas cada vez mais por equipes multifuncionais e exíveis, e as grandes necessidades de mudança são entendidas como projetos. Os trabalhadores que pretendem manter sua empregabilidade têm buscado continuamente atualizar seus conhecimentos e habilidades para atender às novas exigências do mercado de trabalho. Segundo o lósofo Heráclito, tudo na vida é composto de fenômenos, valores ou tendências totalmente opostas, mas complementares. Ponto de Vista Se alguém diz, por exemplo, que o copo de água está meio vazio, enquanto outro arma que está meio cheio, os dois interlocutores estão falando sobre o mesmo copo, e não acerca de copos distintos. Outro exemplo é a estrada que tem uma subida e uma descida, mas que mesmo assim, é uma estrada só, não duas. Em ambos os casos, o

copo e a estrada são os mesmos. O que muda são as percepções opostas a seu respeito que, por mais que pareçam, não são contraditórias, mas sim complementares. O correto é exercitarmos sempre nossa capacidade de percepção, que é a primeira de nossas virtudes, pois ela permite a compreensão e a adaptação ao meio. Por esse motivo, proponho a todos os gestores, líderes ou qualquer pessoa que esteja à frente de uma

Primeiro Buffet por quilo especializado em

Culinária Árabe Shopping ABC Av. Pereira Barreto, 42 - Vila Gilda - Santo André - SP

(11) 4436-8008 Piso Térreo - www.latife.com.br 32


Tel. (11) 4425-5147 www.lvdistribuidora.com.br

Tel. (11) 4990-8541 www.centroautomotivopb.com.br Av Pereira Barreto, 290 - Sto André |Clima de cooperação deve ser sempre estimulado entre os colaboradores - Foto: Divulgação

empresa, independente do seu porte, a reetir sobre a necessidade de se desenvolver um trabalho interno que gere aprendizado e um clima de cooperação, em que as pessoas participem efetivamente do negócio assumindo compromissos maiores, possibilitando e comprometendo cada funcionário com o crescimento contínuo, com o objetivo de melhorar os processos, utilizar bem mais a tecnologia e manter um clima saudável e produtivo nas empresas.

(Estacionamento do Carrefour)

Líderes, aproximem-se das pessoas, ajudem-nas a descobrir suas capacidades e a desenvolvê-las. Somente vocês são capazes de fazer com que elas se comprometam consigo mesmas e com os valores da organização. Estimulem cada uma delas a trabalhar em equipe, somando as diferenças de cada um em busca de um único objetivo: ser um só, e assim como o copo e a estrada, terem percepções não contraditórias, mas sim complementares.

Por Paulo Paiva, Palestrante, Psicanalista, Coach e Especialista em Gestão de Pessoas – www.paulopaivapalestrante.com.br

Tecnologia em corte de carne, sempre perto de você!

Tel.: 2896-1444 www.ytour.com.br/superbanca superbanca@ytour.com.br Av. Lino Jardim, 1.180 - Santo André

33


Tecnologia

É melhor zerar a bateria do celular e carregar até 100%? Não é bem assim Veja as dicas dadas pela startup I2GO, especializada em acessórios para celulares A gente sabe: baterias são uma das maiores preocupações em termos de celulares – pesquisa recente colocaram melhorias no item como principal desejo dos brasileiros em 2017. Como a energia dos smartphones dura pouco e temos de usar sempre os carregadores, é bom fazer direito, né? Primeira coisa: se você deixa a bateria zerar e carrega até 100%, pare com isso. Separamos algumas dicas muito importantes: Ÿ Posso deixar o celular carregando à noite inteira? Poder até pode, mas não é bom. Não tem nenhum problema deixar o celular plugado na tomada em termos de energia – os aparelhos param de receber carga quando atingem os 100%. O ruim é deixar a energia atingir 100%. As baterias de lítio atuais se desgastam quando atingem extremos – 0% ou 100%. A dica é deixar entre 20% e 80%. Ÿ É melhor carregar o celular com ele desligado? Essa parece

Ÿ

Ÿ

Ÿ

óbvia e realmente é: sim, é melhor. O aparelho desligado consome menos energia em funções de tela e aplicativos. Logo, a bateria carrega mais rápido. Posso usar o celular que está carregando em dias de temporais? Importante: não faça isso. Descargas elétricas podem atingir a rede elétrica da sua casa durante uma chuva forte e, consequentemente, afetar o celular e a pessoa que o utiliza. O recomendado é não deixar o aparelho na tomada nessas situações. Tirar e colocar o celular da tomada toda hora estraga o aparelho? Não, não tem problema você deixar o celular em uma carga mínima e alternar a ligação na tomada apenas para que ele não zere. Vale o que foi dito no início do texto: o importante é não deixar chegar sempre a 0% ou 100%. Como carregar mais rápido o celular no carro? Não espere grandes carregamentos do celular em carros – a corrente (também

| Energia do aparelho dura pouco - Foto: Divulgação

Ÿ

chamada de amperagem) é bem mais baixa. É comum que, às vezes, o carregamento seja mais baixo do que o uso do dispositivo em si, ou seja, torna-se "inútil". Mas usar o carregador veicular, ligado à saída do acendedor de cigarros, pode ser melhor do que usar a porta USB do rádio do carro. Há alguma diferença entre as baterias externas? Sim. É importante ter uma bateria que consiga carregar até 100% de seu smartphone – mas a regra de não deixar a carga chegar ao máximo continua valendo aqui. As baterias têm capacidades que variam de 2.200 mAh a 10 mil mAh, então é bom escolher uma com potência maior do que seu celular. E não se esqueça de deixar sempre a bateria externa carregada. Fonte: tecnologia.uol.com.br

34


Cemitério Vertical

Phoenix Memorial do ABC Respeitando sentimentos e eternizando memórias Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ

Aquisição e locação de lóculos;

Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ Ÿ

Segurança monitorada 24h;

Aquisição de ossários; Sepultamento 24h; Salas de velório climatizadas com ambiente de repouso e toalete privativo;

Conservação e limpeza; Ecologicamente correto; Amplo estacionamento; Atendimento personalizado.

Av. Lauro Gomes, 5000 - Vila Palmares - Santo André Central de Vendas: (11) 4991-9910 - Fax: (11) 4473-3580

www.phoenixmemorial.com.br


Turismo

Bem-vindo à Serra Gaúcha Curta o charme europeu de Gramado, aventure-se em meio à natureza exuberante de Canela e prove os melhores vinhos do Brasil em Bento Gonçalves A profusão de cafés coloniais, vinícolas, pousadas charmosas e casas em estilo enxaimel fazem muito turista se sentir em um vilarejo do interior europeu, à espera dos ocos de neve que, vez ou outra, forram os jardins de branco. Mas não se deixe levar pelas aparências.

Gramado, Canela e Bento Gonçalves atrás de badalação ou de momentos românticos, como uma fondue regada a vinho, de frente para a lareira. A programação cultural se encarrega de esquentar as noites desde maio até a entrega do Kikito no famoso Festival de Cinema, em agosto.

Apesar da arquitetura, do clima de montanha e dos costumes herdados principalmente de colonos alemães e italianos, esse cantinho ca no Brasil e compõe um dos melhores destinos de viagem do país. No inverno, muita gente segue para as cidades de

Para todos Ao contrário de alguns destinos serranos que só são indicados a casais ou solteiros em busca de paquera, no entanto, há atrativos na Serra Gaúcha para absolutamente todas as idades: as crianças vibram com os eventos do Natal Luz, os brinquedos do Alpen Park, os bichos do Gramadozoo e se sentem gigantes em meio aos acervos do Mundo a Vapor e do Mini Mundo. Enquanto isso, a velha guarda brinda Baco nas vinícolas do Vale dos Vinhedos, viaja aos tempos da colonização a bordo

|Arquitetura impressiona - Foto: Ricardo Reginato

|Clima de montanha e tradições

de uma maria-fumaça e cantarola hits de Elvis em meio aos carrões do Hollywood Dream Cars. Para os demais, bater perna pelo centro de Gramado, namorar as vitrines da Avenida Borges de Medeiros ou tomar um café na Rua Coberta já é, por si só, um programaço. Isso sem falar na excelente oferta de bons restaurantes, que servem desde o tradicional churrasco gaúcho até fondues, massas italianas, os renados pratos da cozinha francesa e receitas típicas alemãs.

ABC Inglês Design de Games MC Informática (Windows 8) Montagem e Manutenção Tecnologia da Informação Vip Santo André Rua General Glicério, 412 - Tel.: (11) 4435-3300 São Bernardo do Campo Rua Marechal Deodoro, 330 - Tel.: (11) 4122-6868

Web Design Desenho Artístico Técnicas Administrativas

www.microcampabc.com.br

36


|Estrada de Gramado- Foto: Divulgação

tes fotos do mirante ou do elevador panorâmico. Outros parques completam a diversão, como o da Ferradura, o das Sequoias e o Alpen Park, que tem circuito de arvorismo, cinema 4D, tirolesas e até um trenó para acelerar nos trilhos em meio à mata. alemães e italianas atraem visitantes - Foto: Fabiane Michaelsen

Pura aventura Impossível não retornar com alguns quilinhos a mais na consciência! Para expurgar os pecados da gula, basta seguir até Canela, onde parques bem preservados propiciam diversas atividades em meio à natureza exuberante: caminhadas, rapel, passeios a cavalo e até rafting em águas estupidamente geladas. Um dos cartões-postais é a Cascata do Caracol, com 131 metros de altura. O acesso à base é feito por uma extenuante escada com 750 degraus, que permite tirar excelen-

E se o excesso de adrenalina exigir calorias extras, siga até o Castelinho Caracol para visitar a casa, de 1910, pertencente à família Franzen, e provar o imperdível apfelstrudel com sorvete de creme, acompanhado de chá de maçã ou chocolate quente. Anal, Canela também tem seu sabor.

|Agroturismo - Foto: Divulgação

Por Heloísa Cestari, autora de guias de viagem e vencedora por dois anos consecutivos do Prêmio Europa de Jornalismo, concedido pela Comissão Europeia de Turismo da América Latina

Organize sua Vida Palestras Consultoria Personal Organizer

Tel.: (11) 99494-6703 - www.kerleybianchi.com.br 37


Boa Forma

Corrida ou caminhada Qual o melhor exercício? Estudo responde Você decidiu começar uma atividade física e está na dúvida: corrida ou caminhada, qual a melhor opção? Para quem não está procurando resultados de atleta prossional, caminhada e corrida são duas escolhas de exercícios físicos igualmente boas. Dados recentes de uma pesquisa conduzida pela Universidade da Califórnia, Estados Unidos, mostram que pessoas que caminham rápido ou correm têm ganhos semelhantes quanto à saúde geral. Para começar, vale ir devagar. A ideia é optar por uma caminhada leve e ir acelerando aos poucos. Se tiver um condicionamento físico melhor, pode apostar na corrida, também iniciando com um ritmo mais moderado. Quanto tempo? Se optar pela caminhada, órgãos internacionais de saúde recomendam pelo menos 30 minutos cinco vezes por semana. Se a atividade for mais intensa, como a corrida, a ideia é fazer 15 minutos cinco vezes por semana.

Qual exercício escolher? Corrida e caminhada têm seus benefícios. Na corrida, o gasto calórico é maior, por exemplo. São 10 calorias por minuto. Na caminhada moderada, o valor cai para 5,5 calorias por minuto. Já a caminhada tem menos impacto e pode ser mais "segura" para o corpo. E esse impacto atua na reciclagem dos ossos, com a vantagem de causar menos fraturas por estresse do que a corrida. Estudos mostram que andar é recomendado até para quem já sofre com osteoporose. Se a ideia é passar da caminhada para a corrida, que atento. O movimento de trotes castiga mais as articulações, portanto, para acelerar o ritmo é preciso um trabalho conjunto de fortalecimento muscular. Roupa e calçados Tanto na corrida quanto na caminhada, é fundamental escolher bem roupas e calçados. O tênis deve respeitar o tipo de pisada do praticante. Para descobrir qual é sua pisada e qual tipo de amortecimento indicado, consulte um ortopedista. |Corrida gasta mais calorias - Foto: Divulgação Fonte: Saúde - iG www.saude.ig.com.br/bemestar

Tel. (11) 4991.3920 www.casadosvidros.ind.br 38


Investidor Social 39  

A Revista Investidor Social é uma publicação da Instituição Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que mantem atividades socioeducat...