Page 1

Geração Y

Porque os jovens prossionais estão infelizes

Negócios

Tempo de crise, tempo de oportunidades

Responsabilidade Social Voluntariado é compromisso

Todas as empresas anunciadas nesta Revista investem nas crianças da Instituição Amélia Rodrigues


Editorial

Tel: (11) 98511-0251 www.barbaraalmeidafotografia.com.br

Crise: ainda tem jeito? Eu estava pensando em que tema focalizar para esta Revista voltada, sobretudo, para o Investidor Social, num momento em que a palavra CRISE se destaca na mídia e nas conversas de rua. Nunca se viu tanta mobilização nas Redes Sociais em forma de protesto. O povo brasileiro que está sentindo na pele os efeitos nefastos da crise (econômica, política, moral) foi para a rua manifestar sua revolta, sua indignação face à vergonhosa conduta de alguns governantes e empresários corruptos. Aliás, a crise afeta quase todos os segmentos empresariais com a alta do dólar, dos juros e tantos outros fatores que culminam com o índice inacionário alto. Há alguma luz no m do túnel (ou fundo do poço)? O que podemos fazer para contribuir com o nosso país, além dos protestos, para reverter essa situação em curto prazo? Parece difícil, face aos grandes desaos a serem enfrentados, pois o vício da

corrupção é antigo e está incrustado na mentalidade de boa parte dos brasileiros, principalmente na administração pública. Ouvi de um Deputado Estadual da oposição, num discurso inamado, que o partido do governo matou a esperança dos brasileiros. Em tudo isso está havendo algo positivo, que é o despertamento da consciência e do patriotismo há muito adormecido na alma brasileira. A palavra de ordem agora é ACORDA BRASIL! O país espera que cada um cumpra com o seu dever de cidadão. Que a corrupção de cima não contamine os de cá embaixo. Que cada um de nós dê sua parcela de trabalho, de honradez, deixando para os descendentes um exemplo de dignidade, de honestidade e de real amor à querida pátria brasileira.

Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller - Tel. (11) 4438.8834

Projeto Investidor Social da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Coordenação: Terezinha Sardano Assessoria: Ariel Diego Silva, Nádila Gilotti e Suzete Botasso Revisão: Miguel Sardano e Rosemarie Giudilli

Impressão: Lis Gráfica e Editora - Tel. (11) 3382.0777 Tiragem: 7.000 exemplares Colaboraram cedendo seus textos para edição: Patricia Martin Alves e Heloisa Cestari Contato e Sugestões: contato@investidorsocial.org.br Rua Silveiras, 17 Vila Guiomar - 09071-100 Santo André - SP - Tel.: (11) 3186-9756 www.investidorsocial.org.br

©Copyright Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta publicação em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem a autorização escrita da entidade.

3


As empresas e profissionais liberais que fazem parte do Projeto Investidor Social contribuem por meio da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues para melhoria de vida de crianças e suas famílias, provenientes de três comunidades em situação de vulnerabilidade social no município de Santo André, no ABC Paulista. Com trabalhos iniciados em 1986, a Instituição Amélia Rodrigues mantém 214 crianças entre 3 meses e 10 anos de idade, com atividades socioeducativas, e precisa do seu apoio para a manutenção desse trabalho. Todas as empresas e profissionais, divulgados na Revista Investidor Social, abraçam essa causa, demonstrando o seu compromisso com a Responsabilidade Social. Saiba mais em investidorsocial.org.br e venha fazer parte desse time do bem!

4


CONSULTORIA CONSULTORIA EMPRESARIAL EMPRESARIAL

ABC Rádio Táxi - www.abcradiotaxi.com.br Aja Alimentos - www.alimentosaja.com.br Alumiplast - www.alumiplast.com.br Arbax - www.arbax.com.br Argentum - www.argentumfarmacia.com.br Banda DM - www.bandadm.com.br Bárbara Almeida - www.barbaraalmeidafotograa.com.br Belga Metal - www.belgametal.com.br Belga Vidros - www.belgavidros.com.br Bonfatti Advogados - www.bonfatti.com.br Bosch Car Service - www.centroautomotivopb.com.br Calêndula - www.calendula.com.br Candinho - www.candinho.com.br Cão de Mel - www.clinicacaodemel.com.br Casa dos Vidros - www.casadosvidros.ind.br Centro Automotivo Gravatinha - egravatinha@uol.com.br Chicaroni Água Potável - www.chicaroni.com.br Churrascaria Varandão - www.varandao.com.br Copafer - www.copafer.com.br Dal Pino - www.dalpino.com.br Diário do Grande ABC - www.dgabc.com.br Elevadores Otis - www.otis.com Eliana Queiroz - www.elianaqueirozadvogados.adv.br Estácio - www.estacio.br Fernandes & Fernandes - www.ffterceirizacao.com.br Fiocon - www.ocon.com.br Foco - www.contabilidadefoco.com.br Frad Calçados - www.frad.com.br Garante Vidros - www.garantevidros.com.br Giglio - www.giglio.com.br Glan Data - www.glandata.com.br Glass Vetro - www.glassvetro.com.br Hausthene - www.hausthene.com.br Hidropig - www.hidropig.com.br Hospital Bartira - www.hospitalbartira.com.br HRS Manutenção Indl. - adm@hrsjateamento.com.br Lab Hormon - www.labhormon.com.br Lis Gráca - www.lisgraca.com.br LISA - www.lisaconsultoria.com.br LV - www.lvdistribuidora.com.br Marco Beller - www.marcobeller.com Mazuco - www.mazuco.com.br Megalivros - www.megalivros.com.br Metra - www.metra.com.br Microcamp - www.microcampabc.com.br Monte Fuji - www.montefuji.com.br MSA - www.msaonline.com.br MSO - www.mso-medicina.com.br MVR Consultoria - marcus@protemp.com.br Norvidro - www.norvidro.com.br Ossel - www.ossel.com.br Pantera Imóveis - www.panteraimoveis.com.br Petit Editora e Distribuidora - www.petit.com.br Phoenix - www.phoenixmemorial.com.br Physis - www.physisjardinagem.com.br Potência - www.potenciadiamante.com.br Power Assessoria - www.powercont.com.br Protemp - www.protemp.com.br Quarup Editorial - www.quarupeditorial.com.br Queijos Joana - www.laticiniosjoana.com.br Real Food - www.realfood.com.br Santil - www.santil.com.br Seara - www.ortopediaseara.com.br Space Glass - www.splaceglass.com.br StoreMix - www.storemixferramentas.com.br Tapeçaria Brejão - www.tapecariabrejao.com.br Toca do Leão Buffet - www.tocadoleaobuffet.com.br Unimed - www.unimedabc.com.br Unitec - www.unitecfriction.com.br Verzani & Sandrini - www.verzani.com.br Viação Guaianazes - viacaoguaianazes@uol.com.br

5


Fique por Dentro

Aqui nossa criança é tratada com amor A Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem ns lucrativos, desenvolve atividades socioeducativas para 214 crianças entre 3 meses e 10 anos de idade, provenientes de três comunidades em situação de vulnerabilidade social no município de Santo André, no ABC Paulista. Conheça um pouco mais das atividades realizadas em nosso dia a dia e que são patrocinadas, entre outros recursos, pelas empresas e prossionais liberais que fazem parte do Projeto Investidor Social. Na Amélia Rodrigues, as crianças recebem até cinco refeições por dia, atendimento médico e odontológico, entre outros. Tudo gratuitamente.

1

2

4 3

/instituicaoameliarodrigues

6 5

6

01.Oficina de Jogos 02.Atividade Externa - Parque 03.Desfile Miss Simpatia 04.Projeto Alimentação 05.SESC Experiência de Arte Ed. Infantil e *S.C.F.V 06.Jogo de Dama - *S.C.F.V *S.C.F.V - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos


Boas Práticas

|Foto: Divulgação

Consumo Colaborativo em tempos de crise Atualmente muito se fala em crise, seja ela econômica, hídrica, energética e até mesmo política. Diante desta situação, cou mais comum ouvir falar em não desperdício e planejamento do dia a dia para que se enquadre nos limites. Limites estes que podem ser nanceiros, variando de acordo com a renda de cada família e também limites ambientais, como por exemplo, a disponibilidade de recursos naturais. Uma boa oportunidade em tempos de crise é colocar em prática nosso lado colaborativo. Em um primeiro momento pode parecer estranho, mas faça a seguinte reexão: Por que camos tanto tempo ensinando as crianças a compartilhar seus brinquedos enquanto que para os adultos o conceito de compartilhamento seja encarado de forma tão pesada? Compartilhamos nossas ruas, escolas e outros espaços públicos, mas nos recusamos a fazer o mesmo com nossos bens. Talvez o modo individualista criado pelo capitalismo não nos deixe enxergar as

vantagens do compartilhamento e do consumo colaborativo. O consumo colaborativo é uma nova prática comercial que possibilita o acesso de bens e serviços sem que haja a aquisição de um produto ou troca monetária entre as partes envolvidas no processo. Nada mais é do que bom-senso. Por exemplo, se um vizinho tem um carrinho de bebê, com os lhos já criados, por que não trocá-lo ou doá-lo para quem será pai em alguns meses, se estiver em boas condições de uso? São vários os tipos de consumo colaborativo: trocas de ferramentas, brinquedos e livros, compartilhamento de carros ou outros meios de deslocamento, compartilhamento de locais de trabalho (coworking), carona, cooperativas de alimentos, hospedagem, aulas de idiomas, feiras de vestuário, calçados e games, enm, a lista é grande. Até mesmo o aplicativo para dispositivos móveis, o Waze, é uma forma de consumo colaborativo, já que as pessoas

colaboram com informações sobre problemas nas vias, trânsito, acidentes e até mesmo preços de combustível ao longo da rota traçada. As vantagens do consumo colaborativo são diversas, entre elas, a redução do impacto na natureza, já que por meio desse processo as pessoas têm acesso à variedade mais ampla de produtos sem que haja a necessidade de aumentar a produção dos mesmos e consequentemente a redução do consumo de recursos naturais. Além disso, reaproxima as pessoas e eleva o espírito de coletividade. São vários os sites na internet que oferecem diversas alternativas de consumo colaborativo. Entre eles está o www.consumocolaborativo.cc. Neste endereço você pode ltrar os processos de colaboração de acordo com seus interesses: alimentação, vestuário, viagens e carros, entre outros.

Por Patricia Martin Alves, coordenadora do Projeto SustentABC e professora especialista na Universidade Anhanguera – UniAN

7


Negócios

Chegou a hora de aproveitar as oportunidades O enfraquecimento da economia extrapolou as conversas de bares. A crise está estampada nos indicadores econômicos, nos números de queda do emprego, de alta dos juros, de queda do valor do real e de fechamento de fábricas e do comércio. O Brasil engatou a marcha à ré. Esse é o discurso da maioria das pessoas. Mas, para uma minoria, o que chegou foi o período de oportunidades. Perceba: por causa da crise, muitos estão perdendo empregos. Pela mesma razão, aqueles capazes de realizar múltiplas tarefas ou de reduzir custos estão sendo contratados. Por causa da crise, os juros subiram, tornando os nanciamentos quase

que inviáveis. Porém, a alta dos juros está fazendo a festa dos que possuem recursos investidos, mesmo com perl conservador. A crise está levando ao desespero construtoras e incorporadoras. O mesmo ocorre com montadoras e lojas de veículos. Neste instante, quem está capitalizado para boas compras conseguirá ótimas negociações. Alguns vendem imóveis em desespero, a preços baixos, para dar fôlego ao orçamento de seus negócios ou de sua família. Esse é o cenário em que o sonho da casa própria ocorre a preços menores do que há dois anos. Com o dólar alto, famílias cancelam suas viagens à Disney. No mesmo

instante, cidades do interior do Brasil celebram a safra recorde com o dólar melhor para eles. A palavra crise é inadequada. Deveríamos chamar de tempos de ajuste os períodos de economia recessiva, resultantes de erros cometidos em tempos de bonança. A crise ocorreu lá atrás, na forma de fazer escolhas. Em tempos de bonança, de economia a todo vapor, o otimismo faz com que pessoas saiam de casa para comprar um automóvel de R$ 30 mil e voltem para casa com um de R$ 40

Publicado originalmente na Revista Época em 11/07/2015. Fonte: www.maisdinheiro.com.br

Táxi rápido e seguro Baixe do seu celular o aplicativo disponível em abcradiotaxi.com.br, e solicite um táxi com mais rapidez e segurança.

8


|

Cenário favorece a compra da casa própria: preços estão menores do que há dois anos - Divulgação

mil. “Dá para pagar, vale o sacrifício!”, é o que dizem. Então, a boa compra se transforma em uso do cheque especial e empréstimos para pagar o custo de vida que aumentou. Com diculdades, quem comprou mal deixou de consumir, sumiu das lojas, afundou em problemas e fomentou a crise. Em tempos de bonança, outros preferiram criar reservas nanceiras. Não assumiram gastos maiores do que podiam pagar. Começaram o 2015, que prometia ser difícil, com

dinheiro no banco. Conaram na segurança da renda xa, já que os juros vinham subindo. Agora, começam a socorrer aqueles que zeram más escolhas, dar liquidez em troca de boas oportunidades. Assim se constrói riqueza. Aproveitando as vacas gordas, para acumular reservas que darão saltos de valor nas próximas crises. Qual é sua estratégia? Aproveitar o momento? Ou lamentar e esperar o m da crise para voltar a errar?

PETIT

Por Gustavo Cerbasi, consultor nanceiro e autor de Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, Investimentos Inteligentes e Adeus, Aposentadoria, todos pela Editora Sextante. Acesse GustavoCerbasi no Instagram e a fanpage Gustavo Cerbasi (Ocial) no Facebook.

9


Investidor Social

Dedique-se aos seus negócios e deixe o resto com a Candinho Há 75 anos no mercado, empresa é especialista nas áreas contábil, scal e trabalhista Quando o assunto é abrir uma empresa, tudo que a pessoa mais precisa é de tempo e de tranquilidade para gerir os negócios, sem ter de esquentar a cabeça com as áreas contábil, scal e trabalhista, certo? Nesse quesito, a melhor saída é terceirizar. E nada melhor do que contar com uma assessoria sólida, como é a Candinho, que completou este ano 75 anos de mercado. Segundo Glauco Pinheiro da Cruz, diretor da Candinho, é comum o principiante deixar a empresa parcialmente irregular, por desconhecimento das regras. “No ramo alimentício, por exemplo, a pessoa busca apenas a junta comercial, a receita e o Estado. Mas se esquece da prefeitura e da vigilância sanitária”, observa. Outro erro comum, mencionado por Cruz, é não solicitar a vistoria do corpo de bombeiros, ou ainda, de alugar um imóvel e depois descobrir, pela prefeitura, de que não pode abrir o tipo de comércio que deseja naquele local. “Todo setor tem suas particularidades. Às vezes, você faz o que é o

|Foto: Divulgação

básico e deixa de buscar outros órgãos que, futuramente, podem pedir a lacração”, explicou o diretor. Na área tributária, Cruz observa que é possível a empresa estar enquadrada em situação errada, tendo de pagar mais impostos ou deixando de cumprir obrigações que vão acarretar em multas. Por que terceirizar? A equipe de prossionais da Candinho tem vivência diária nas áreas contábil, scal e trabalhista. “O custo é mais barato do que ter na sua empresa um prossional para isso”, explicou. Outro ponto importante mencionado

por Cruz é a constante mudança nas Leis Trabalhistas, Previdenciárias, na Receita Federal, nos Estados e Municípios. “Não apenas as leis, mas os procedimentos mudam”, armou. “Há 75 anos a Candinho vem amparando o pequeno, o médio e o grande empresário. Tudo para que ele tenha mais tempo para gerir o próprio negócio”, concluiu.

Tel.: (11) 3405-8500 - www.candinho.com.br

ABC Inglês Design de Games MC Informática (Windows 8) Montagem e Manutenção Tecnologia da Informação Vip Santo André Rua General Glicério, 412 - Tel.: (11) 4435-3300 São Bernardo do Campo Rua Marechal Deodoro, 330 - Tel.: (11) 4122-6868

Web Design Desenho Artístico Técnicas Administrativas

www.microcampabc.com.br

10

Tel. (11) 4990-8541 www.centroautomotivopb.com.br Av Pereira Barreto, 290 - Sto André (Estacionamento do Carrefour)


Empresa sem personalidade é uma empresa em crise A crise é o momento certo para uma empresa inovar e conquistar o mercado, aproveitando da inércia da concorrência devido à situação econômica do país. Aproveite deste momento para analisar se seu produto e/ou serviço é competitivo e se o consumidor se identifica com ele. Melhore e atualize sua Identidade Visual, a marca, o logotipo, a embalagem, os catálogos e folders, os anúncios, a apresentação da sua companhia: sinalização interna, uniformes e frotas. Dê mais valor e personalidade à sua empresa, a seus produtos e serviços e fidelize clientes e consumidores.

11 9 7338 2968 | www.marcobeller.com

11


Investidor Social

Glass Vetro agora no Youtube Empresa apresenta vídeos com dicas e curiosidades para prossionais Sempre próximo de arquitetos e de prossionais do ramo vidreiro e ferragista, o Grupo Glass Vetro – líder no segmento de ferragens e acessórios para o setor vidreiro – disponibiliza em seu canal ocial no Youtube vídeos com dicas técnicas sobre os produtos representados pela empresa. Apresentado pelo simpático Sr. João, responsável pelo departamento técnico da Glass Vetro, o vídeo mais recente aborda técnicas de aplicação da cola UV Italiana Loxeal, produto exclusivo da empresa no Brasil. “Com o canal Mundo Glass Vetro (www.youtube.com/user/glassvetro/ featured) esperamos oferecer mais uma ferramenta com conteúdo inédito e de acesso rápido para os prossionais da arquitetura e vidro”, explica Flávia Libonatti – Gerente de Marketing da Glass Vetro.

12

|Foto: Divulgação

Qualidade reconhecida A Glass Vetro possui o compromisso e a responsabilidade de desenvolver e oferecer produtos de Qualidade reconhecida, com Design e Tecnologia diferenciados, a m de abastecer os mercados Vidreiro, Ferragista e Moveleiro com o que há de mais moderno em produtos destinados ao setor.

www.glassvetro.com.br Televendas: (11) 3124-4022 Conra endereços das lojas no site


Investidor Social

Giglio: compromisso com o meio ambiente Empresa é pioneira no reaproveitamento de resíduos e materiais orgânicos A Giglio, empresa que faz parte do Projeto Investidor Social, é uma das primeiras empresas a praticar o reaproveitamento de resíduos e materiais orgânicos transformandoos em matéria-prima para vários produtos como sabão, medicamentos e biocombustíveis. Desde a fundação essa é a losoa da empresa que mantém ações de respeito ao meio ambiente. O Grupo Giglio nasceu na década de 30, quando o imigrante italiano Carlos José Giglio começou a coletar subprodutos de açougues e frigorícos em uma carroça e vendê-los às indústrias da região. Em 1932, o negócio já tinha evoluído. Carlos comprou o primeiro equipamento e fundou a Giglio.

No início a empresa fazia apenas o processamento dos subprodutos, transformados em sebo derretido e farinha de carne e osso – matérias-primas para as indústrias de sabão e de adubos. Em 1986, foi criada a Fabril Paulista Perfumaria Ltda., que utiliza o sebo derretido e outras substâncias na composição de produtos de higiene e limpeza do lar. Doze anos depois, em 1998, a Giglio passou a fabricar duas linhas de rações para animais: Conde Dog e Gran Duque. Desde 1998, a empresa realiza a coleta de óleo de cozinha, a recicla-

|Divulgação

gem e produz a matéria-prima para produção de produtos como sabão e rações que são encaminhados para outras indústrias, inclusive de biodisel.

Tel.: (11) 3382-1188 www.giglio.com.br

13


Responsabilidade Social

Voluntariado é uma escolha O voluntário doa sua energia e criatividade, mas ganha em troca satisfação de se sentir útil O voluntariado é um serviço comprometido com a sociedade e alicerçado na liberdade de escolha. Qualquer ação realizada pelo trabalho voluntário é uma escolha. Mas este fato não deve tornar os Programas de Voluntariado em ações conduzidas pelas instituições e empresas de uma forma amadora e baseada apenas na “boa-vontade”. Para que as ações resultem em transformações verdadeiras para a sociedade, especialmente para os beneciários dos Programas de Voluntariado, é necessário entender as implicações destas ações, as questões éticas e jurídicas e também ter um bom conhecimento sobre gestão incluindo monitoramento e avaliação. Há que se estruturar o programa pensando em uma relação “ganhaganha-ganha”: Ganham os voluntários porque constroem relações

14

humanas ricas e solidárias, com a possibilidade de fazer novos amigos, ampliar o conhecimento sobre outras realidades e viver novas experiências. O voluntário doa sua energia e criatividade, mas ganha em troca contato humano, convivência com pessoas diferentes e satisfação de se sentir útil. Ganham a sociedade e os beneciários das ações de voluntariado adquirindo novos conhecimentos e, especialmente, possibilidades de uma real transformação da realidade presente. O tecido social se fortalece. As virtudes cívicas estabelecem laços de solidariedade e conança mútua que nos protegem a todos em tempos de crise, tornando a sociedade mais unida. E nalmente ganham as instituições/empresas porque inserem valores de responsabilidade individual e social no ambiente de

trabalho, pela promoção e incentivo de uma cultura de cidadania. Além de rearmar seu compromisso ético, de relações duradoras e de conança com a sociedade. Voluntariado é um compromisso!


A ação voluntária contribui para ajudar pessoas em diculdade, resolver problemas e melhorar a qualidade de vida da comunidade

Apesar de cada um contribuir à medida de suas possibilidades, o compromisso assumido deve ser encarado com muita responsabilidade, pois envolve expectativa de outras pessoas, lembrando sempre que a ação voluntária contribui para ajudar pessoas em diculdade, resolver problemas e melhorar a qualidade de vida da comunidade. É uma ferramenta de inclusão social e envolve compromissos éticos. O trabalho voluntário traz uma grande oportunidade para participar da construção de um mundo mais justo e sustentável.

|Imagem: Divulgação Por Flávia Moraes, sócia-diretora da FCM Consultoria em Sustentabilidade e professora do curso Sustentabilidade e Responsabilidade Social Empresarial da FGV. (Artigo originalmente publicado no Gife).

15


Investidor Social

|Foto: Divulgação

Automatize sua empresa com a Glan Data Ganhe em produtividade com Sistemas de Gestão Integrados Deseja ganhar em produtividade e qualidade de trabalho com sistemas de gestão totalmente integrados? Então, conheça a Glan Data Sistemas. A empresa destaca-se pela conança e pela especialização em desenvolvimento, implantação e manutenção de sistemas administrativos e gerenciais. Ao longo de mais de 30 anos de atividade, a Glan Data desenvolve e aperfeiçoa produtos que auxiliam o cotidiano prossional dos administradores empresariais modernos, que buscam na tecnologia melhorar a produtividade e a competitividade de suas empresas com o melhor custo/benefício.

oferecendo inclusive o pacote de integração completo, tornando a troca de informações totalmente automatizada entre os diversos departamentos das empresas clientes. Suporte técnico Quem busca a Glan Data sabe que pode contar com uma estrutura de prossionais experientes e preparados para desenvolver soluções capazes de atender a diferentes especicações. Faz parte de seu time de colaboradores: analistas, programadores, pesquisadores, equipe de testes e atendimento; todos comprometidos com a satisfação dos clientes.

No mercado de informática, a Glan Data destaca-se pela correta adaptação software/hardware e pela facilidade operacional e perfeita integração entre os vários módulos de seus sistemas.

Travessa Portugal, 19 Jd Bela Vista - Santo André Tel: (11) 4438-6802

16

Mais do que acompanhar o mercado, a empresa foi uma das pioneiras no desenvolvimento de sistemas multiusuários, possibilitando mais agilidade e manipulação de dados,

Soluções SPED, Contábil, Empresariais e Cooperativa Tel.: (11) 2176-8500 - www.glandata.com.br


Investidor Social

Que venham as ores Floral Mundi é a nova coleção Primavera/Verão da Frad Calçados A nova coleção Primavera/Verão da Frad Calçados é inspirada nas ores e jardins de todo o mundo, permeada pela natureza e cheia de expressão. Como o nome mesmo diz, as ores tomam conta desse tema. As opções são inúmeras para todos os gostos: pequenas ou grandes, coloridas ou discretas. O empenho é traduzir a principal essência jovial da temporada nas estampas, que recebeu destaque tanto em coleções nacionais quanto em desles internacionais. Protagonistas da próxima temporada, as estampas tropicais dessa vez foram elevadas à categoria luxo. Frutas, ores e folhagens da ora exótica invadem as peças com muita opulência, sendo chamadas tropical wonders (maravilhas tropicais). E ganham aqui de um jeito bem brasileiro e bonito por natureza.

Já há algum tempo, as ores recebiam a riqueza do moodartsy (arte com humor), mas agora também as estampas botânicas assumem destaque com traços que mais parecem desenhos feito à mão e pinturas aquareladas. Tudo isso traz um ar colorido e supermoderno para a temporada. Simplesmente um arraso! Uma das marcas registradas da Frad Calçados é a vivacidade das cores e as opções de modelos, acessórios e estampas. E para a Primavera/Verão, a coleção chega ainda mais vibrante, reetida em lançamentos mais alegres do que nunca!

Tel.: (11) 4220-4788 www.frad.com.br

Tel. (11) 4991.3920 www.casadosvidros.ind.br

PPRA (NR 9) Programa de Prevenção de Riscos Ambientais PCMSO (NR 7) – ASO Exames Médicos: Admissional, Periódico e Demissional CIPA (NR 5) Constituição e Gerenciamento Perícia Médica e de Insalubridade

Tel. (11) 4990-4382 www.mso-medicina.com.br

Ortopedia, Traumatologia e Fisioterapia Artroscopia Coluna Fixador Externo Geral Joelho Medicina Esportiva Ombro Pé/Tornozelo Quadril

17


Capa

Porque os jovens prossionais da Geração Y estão infelizes Expectativas fora da realidade e resistência em aceitar críticas estão entre as razões Ana é parte da Geração Y, a geração de jovens nascidos entre o m da década de 1970 e a metade da década de 1990. Ela também faz parte da cultura Yuppie, que representa grande parte da geração Y.

É muito simples – quando a realidade da vida de alguém está melhor do que essa pessoa estava esperando, ela está feliz. Quando a realidade acaba sendo pior do que as expectativas, essa pessoa está infeliz.

“Yuppie” é uma derivação da sigla “YUP”, expressão inglesa que signica “Young Urban Professional”, ou seja, Jovem Prossional Urbano. É usado para referir-se a jovens prossionais entre os 20 e os 40 anos de idade, geralmente de situação nanceira intermediária entre a classe média e a classe alta. Os yuppies em geral possuem formação universitária, trabalham em suas prossões de formação e seguem as últimas tendências da moda. (Wikipédia)

Para contextualizar melhor, vamos falar um pouco dos pais da Ana. Os pais dela nasceram na década de 1950 – eles são “Baby Boomers”. Foram criados pelos avós da Ana, nascidos entre 1901 e 1924, e denitivamente não são GYPSYs.

Eu dou um nome para yuppies da geração Y – costumo chamá-los de “Yuppies Especiais e Protagonistas da Geração Y”, ou “GYPSY” (Gen Y Protagonists & Special Yuppies). Um GYPSY é um tipo especial de yuppie, um tipo que se acha o personagem principal de uma história muito importante.

Na época dos avós da Ana, eles eram obcecados em estabilidade econômica e criaram os pais dela para construir carreiras seguras e

estáveis. Eles queriam que a grama dos pais dela crescesse mais verde e bonita do que a deles próprios. Eles foram ensinados que nada podia impedi-los de conseguir um gramado verde e exuberante em suas carreiras, mas que eles teriam que dedicar anos de trabalho duro para fazer isso acontecer. Depois da fase de hippies insofríveis, os pais da Ana embarcaram em suas carreiras. Então nos anos 1970, 1980 e 1990, o mundo entrou numa era sem precedentes de prosperidade econômica. Os pais da Ana se saíram melhores do que esperavam, isso os deixou satisfeitos e otimistas. (gura 01)

Expectativas dos “Baby Boomers” sobre a carreira (pais de Ana)

Para entender a fundo o porquê de tal infelicidade, antes precisamos denir o que faz uma pessoa feliz, ou infeliz. É uma fórmula simples:

Realidade Expectativas Felicidade 18

Sucesso

Então Ana está lá, curtindo sua vida de GYPSY, e ela gosta muito de ser a Ana. Só tem uma pequena coisinha atrapalhando: Ana está meio infeliz.

Trabalho duro durante muitos anos

Tempo


Tendo uma vida mais suave e positiva do que seus próprios pais, os pais da Ana a criaram com um senso de otimismo e possibilidades innitas. E eles não estavam sozinhos. Baby Boomers em todo o país e no mundo inteiro ensinaram seus lhos da geração Y que eles poderiam ser o que quisessem ser, induzindo assim a uma identidade de protagonista especial lá em seus subconscientes.

viver seu próprio sonho.

Isso deixou os GYPSYs se sentindo tremendamente esperançosos em relação à suas carreiras, a ponto de aquele gramado verde de estabilidade e prosperidade, tão sonhado por seus pais, não ser mais suciente. O gramado digno de um GYPSY também devia ter ores.

GYPSYs vivem uma ilusão Na cabeça de Ana passa o seguinte pensamento: “mas é claro… todo mundo vai ter uma boa carreira, mas como eu sou prodigiosamente magníca, de um jeito fora do comum, minha vida prossional vai se destacar na multidão”(Figura 02). Então se uma geração inteira tem como objetivo um gramado verde e com ores, cada indivíduo GYPSY acaba pensando que está predestinado a ter algo ainda melhor: Um unicórnio reluzente pairando sobre um gramado orido.

Isso nos leva ao primeiro fato sobre GYPSYs: são ferozmente ambiciosos. O GYPSY precisa de muito mais de sua carreira do que somente um gramado verde de prosperidade e estabilidade. O fato é, só um gramado verde não é lá tão único e extraordinário para um GYPSY. Enquanto seus pais queriam viver o sonho da prosperidade, os GYPSYs agora querem

Cal Newport aponta que “seguir seu sonho” é uma frase que só apareceu nos últimos 20 anos, de acordo com o Ngram Viewer, uma ferramenta do Google que mostra quanto uma determinada frase aparece em textos impressos num certo período de tempo. Essa mesma ferramenta mostra que a frase “carreira estável” saiu de moda, e também que a frase “realização prossional” está muito popular. Para resumir, GYPSYs também querem prosperidade econômica assim como seus pais – eles só querem também se sentir realizados em suas carreiras, uma coisa que seus pais não pensavam muito. Mas outra coisa está acontecendo. Enquanto os objetivos de carreira da geração Y se tornaram muito mais especícos e ambiciosos, uma segunda ideia foi ensinada à Ana durante toda sua infância: você é especial

Mas por que isso é uma ilusão? Porque isso é o que cada GYPSY pensa, o que põe em xeque a denição de especial: ES-PE-CI-AL adjetivo - melhor, maior, ou de algum modo diferente do que é comum

De acordo com esta denição, a maioria das pessoas não são especiais, ou então “especial” não signicaria nada. Mesmo depois disso, os GYPSYs lendo isto estão pensando, “bom argumento… mas eu realmente sou um desses poucos especiais” – e aí está o problema. Outra ilusão é montada pelos GYPSYs quando eles adentram o mercado de trabalho. Enquanto os pais da Ana acreditavam que muitos anos de trabalho duro eventualmente lhes rendiam uma grande carreira, Ana acredita que uma grande carreira é um destino óbvio e natural para alguém tão excepcional como ela, e para ela é só questão de tempo e escolher qual o caminho a seguir. Infelizmente, o mundo não é um lugar tão fácil assim, e curiosamente carreiras tendem a ser muito difíceis. Grandes carreiras consomem anos de sangue, suor e lágrimas para se construir – mesmo aquelas sem ores e unicórnios – e mesmo as pessoas mais bem sucedidas raramente estarão fazendo algo grande e importante nos seus vinte e poucos anos. Mas os GYPSYs não vão apenas aceitar isso tão facilmente.

Carreira de Ana Carreira dos outros GYPSYs

(gura 02)

19


Paul Harvey, um professor da Universidade de New Hampshire, nos Estados Unidos, e expert em GYPSYs, fez uma pesquisa onde conclui que a geração Y tem “expectativas fora da realidade e uma grande resistência em aceitar críticas negativas” e “uma visão inada sobre si mesmo”. Ele diz que “uma grande fonte de frustrações de pessoas com forte senso de grandeza são as expectativas não alcançadas. Elas geralmente se sentem merecedoras de respeito e recompensa que não estão de acordo com seus níveis de habilidade e esforço, e talvez não obtenham o nível de respeito e recompensa que estão esperando”. Para aqueles que contratam membros da geração Y, Harvey sugere fazer a seguinte pergunta durante uma entrevista de emprego: “Você geralmente se sente superior aos seus colegas de trabalho/faculdade, e se sim, por quê?”. Ele diz que “se o candidato responde sim para a primeira parte mas se enrola com o porquê, talvez haja um senso inado de grandeza. Isso é por que a percepção da grandeza é geralmente baseada num senso infundado de superioridade e merecimento. Eles são levados a acreditar, talvez por causa dos constantes e ávidos exercícios de construção de autoestima durante a infância, que eles são de

20

alguma maneira especiais, mas na maioria das vezes faltam justicativas reais para essa convicção”.

tantemente atormentada por um fenômeno moderno: Compartilhamento de Fotos no Facebook.

E como o mundo real considera o merecimento um fator importante, depois de alguns anos de formada, Ana se encontra assim: (gura 03)

As Redes Sociais criam um mundo para a Ana onde: A) tudo o que as outras pessoas estão fazendo é público e visível a todos, B) a maioria

A extrema ambição de Ana, combinada com a arrogância, fruto da ilusão sobre quem ela realmente é, a faz ter expectativas extremamente altas, mesmo sobre os primeiros anos após a saída da faculdade. Mas a realidade não condiz com suas expectativas, deixando o resultado da equação “realidade – expectativas = felicidade” no negativo. E a coisa só piora. Além disso tudo, os GYPSYs têm outro problema, que se aplica a toda sua geração: GYPSYs estão sendo atormentados Obviamente, alguns colegas de classe dos pais da Ana, da época do ensino médio ou da faculdade, acabaram sendo mais bemsucedidos do que eles. E embora eles tenham ouvido falar algo sobre seus colegas de tempos em tempos, através de esporádicas conversas, na maior parte do tempo eles não sabiam realmente o que estava se passando na carreira das outras pessoas. A Ana, por outro lado, se vê cons-


das pessoas expõe uma versão maquiada e melhorada de si mesma e de suas realidades, e C) as pessoas que expõem mais suas carreiras (ou relacionamentos) são as pessoas que estão indo melhor, enquanto as pessoas que estão tendo

diculdades tendem a não expor sua situação. Isso faz Ana achar, erroneamente, que todas as outras pessoas estão indo super bem em suas vidas, só piorando seu tormento.

pouco frustrada e insatisfeita. Na verdade, seu início de carreira provavelmente está indo muito bem, mas mesmo assim, ela se sente desapontada.

Então, é por isso que Ana está infeliz, ou pelo menos, se sentindo um

Aqui vão meus conselhos para Ana: 1) Continue ferozmente ambiciosa. O mundo atual está borbulhando de oportunidades para pessoas ambiciosas conseguirem sucesso e realização prossional. O caminho especíco ainda pode estar incerto, mas ele vai se acertar com o tempo, apenas entre de cabeça em algo que você goste. 2) Pare de pensar que você é especial. O fato é que, neste momento, você não é especial. Você é outro jovem prossional inexperiente que não tem muito para oferecer ainda. Você pode se tornar especial trabalhando duro por bastante tempo. 3) Não dê tanta importância às outras pessoas. Essa impressão de que o gramado do vizinho sempre é mais verde não é de hoje, mas no mundo da autoarmação via Redes Sociais em que vivemos, o gramado do vizinho parece um campo orido maravilhoso. A verdade é que todas as outras pessoas estão igualmente indecisas, duvidando de si mesmas, e frustradas, assim como você, e se você apenas se dedicar às suas coisas, você nunca terá razão para invejar os outros.

Por Tim Urban, formado em Ciências Políticas por Havard, é colunista do site Wait But Way e cofundador da empresa ArborBridge. Fonte do texto em inglês: http://www.waitbutwhy.com/2013/09/why-generation-y-yuppies-are-unhappy.html. Traduzido por Renato Naciff, professor e coordenador de cursos de graduação e pós-graduação na área de Gestão.

21


Investidor Social

Mão amiga em horas difíceis No Phoenix Memorial do ABC você encontra apoio em assistência funerária Quando chega o momento de se despedir de um ente querido, nada mais reconfortante do que conar em uma empresa especializada em assistência funerária. No Phoenix Memorial do ABC, você encontra toda a infraestrutura oferecida no Cemitério Vertical, situado em 33 mil metros quadrados de área construída, com 40 mil lóculos, que são os espaços individuais destinados ao sepultamento. Você também conta com equipe preparada para atender às suas necessidades tais quais: Aquisição de lóculos Por que não cuidar do futuro, evitando que outros da família se ocupem desse tema tão delicado em um momento de grande emoção? É possível adquirir espaços para toda a família, com planos diversicados.

Tel.: (11) 4996-6666 www.hospitalbartira.com.br

22

|Foto: Divulgação

Aquisição de nichos/ossários Para quem deseja manter toda a família em um mesmo local, o Phoenix Memorial do ABC oferece também a possibilidade de manter as ossadas em seu espaço. Seus prossionais também auxiliam com todas as informações para que o processo de traslado seja o menos trabalhoso possível. E ainda: O Phoenix Memorial do ABC oferece toda a manutenção necessária para que o local seja digno de receber e honrar seus entes queridos. Locação de lóculos Se a perda de alguém querido acontece de maneira súbita, e a família não conta com jazigos – e nem pode arcar com o investimento imediatamente – é possível alugar um lóculo, espaço individual de sepultamento, por 37 meses, no Phoenix Memorial do ABC.

Total Service - Assistência Funerária Com o intuito de prestar o melhor serviço possível, o Phoenix Memorial do ABC dispõe aos seus clientes assistência funerária diferenciada. Os cuidados vão desde o transporte de retirada até a funerária, traslado em carro fúnebre até o cemitério, preparação do corpo, entre outros, até a colocação de arranjos orais, livro de condolências, etc.

Tel.: (11) 4991-9910 www.phoenixmemorial.com.br


Investidor Social

Elevadores verdes Equipamento da Otis economiza até 75% de energia elétrica nos edifícios Com mais de 100 anos de história no Brasil, a Elevadores Otis usa tecnologias avançadas, inteligentes e ambientalmente corretas para produzir equipamentos sustentáveis e com alta eciência energética. Um dos equipamentos verdes que a Otis oferece é o elevador Gen2™ com drive regenerativo ReGen™, que reduz o consumo de energia em até 75% em comparação com sistemas convencionais com drives não regenerativos. De acordo com os padrões europeus (VDI 4707), o índice de eciência de energia combinada para toda a gama de sistemas Gen2 com congurações padrões é o de classe A. O Gen2 é um elevador sem casa de máquinas e o primeiro a usar sistema de cintas de aço revestidas com poliuretano para tracionar a cabina. Tanto as cintas quanto a máquina sem engrenagem com rolamentos selados não necessitam de lubricação. As cintas de poliuretano são até 20% mais leves e duram até 3 vezes mais que o cabo de aço convencional. A tecnologia usada para reaproveitar e economizar energia elétrica é o drive regenerativo – ReGen™. Estes drives, combinados com uma máquina sem engrenagem (Gen2) possibilitam que a energia desperdiçada em sistemas tradicionais, em forma de calor, possam realimentar a rede elétrica interna do edifício, onde pode ser reutilizada por outros elevadores, para a iluminação elétrica, para o ar condicionado e até por outros equipamentos que estiverem conectados à mesma rede elétrica

do edifício. Este pacote tecnológico pode trazer redução de consumo de energia de até 75% se comparado a equipamentos convencionais. Sistema Compass™: tecnologia avançada – sistema de antecipação de destino, que permite aos usuários de elevadores evitarem os inconvenientes das longas las e aglomerações de pessoas no saguão do prédio, cabinas lotadas e inúmeras paradas durante a viagem. Sucesso no mercado internacional, o Compass caracteriza-se por oferecer um serviço personalizado aos usuários e melhorar o uxo de tráfego do edifício. Isto porque à medida que as chamadas ocorrem, o sistema faz uma distribuição inteligente dos passageiros ainda no saguão do prédio, criando grupos de pessoas que farão viagens para o mesmo andar ou pisos próximos. Em comparação aos sistemas convencionais de despacho de chamadas, o Compass reduz em até 40% o tempo total de viagem.

www.otis.com

Rua dos Franciscanos, 20 Jardim Santo André Santo André - SP Fone: (11) 4451-5077 www.garantevidros.com.br

23


Saúde

Leite de vaca é o maior vilão das alergias alimentares Sintomas se apresentam no sistema digestivo e na pele Alergia alimentar é uma reação adversa provocada pelo alimento em um indivíduo com suscetibilidade a essa condição. Sua real incidência e prevalência não são muito bem conhecidas em função das diferenças nos diagnósticos, com mais frequência na infância. De 3% a 5% das crianças são acometidas por um quadro de alergia alimentar, enquanto nos adultos varia entre 2% e 3%. “Um dos fatores que pode ser responsável pelo surgimento de alergia alimentar no primeiro ano de vida relaciona-se à elevada velocidade de desenvolvimento no sistema imunológico do intestino”, avalia o Dr. Mauro Batista de Morais, pediatra e presidente do departamento de gastroenterologia da Sociedade de Pediatria de São Paulo (SPSP). Com o passar do tem-po, o indivíduo que apresenta alergia a determinado alimento pode desen-volver tolerância e não apresentar mais reação. Principais alimentos e sintomas Os alimentos que com maior frequência determinam o desenvol-

24

vimento de alergia alimentar são: leite de vaca, clara de ovo, frutos do mar, nozes, castanhas e amendoins, soja, e todos que contenham proteínas com potencial de provocar reação envolvendo o sistema imunológico intestinal. A cada novo contato, a pessoa reage da mesma forma. “Em bebês até um ano, a alergia mais comum é à proteína do leite de vaca (APLV). Isso ocorre principalmente quando ele deixa de ingerir leite materno e passa a tomar o de vaca”, comenta Dr. Mauro. Os sintomas são variados e se apresentam no sistema digestivo e na pele. As manifestações digestivas mais comuns são os vômitos, irritabilidade, choro contínuo, cólica, diculdade de alimentação, reuxo, diarreia crônica, diarreia com sangue e constipação intestinal. “É difícil para o médico denir o que é sinal de alergia ou de outras causas. Por exemplo, cólica pode ter relação com alergia; entretanto, na maioria das vezes, não tem qualquer ligação. O mesmo pode acontecer na pele”, arma o pediatra.

|Foto: Divulgação

Tratamento O único tratamento aceitável é a exclusão completa da proteína na dieta da pessoa. A alergia alimentar, na maior parte dos casos, ocorre com um único alimento. Existem casos de alergias múltiplas, no entanto, são mais raros. Para o bebezinho que toma mamadeira e apresenta APLV não é tão simples assim. É necessário encontrar fórmulas especiais para suprir as necessidades nutricionais, com pequenos peptídeos (proteína extensamente hidrolisada) e aminoácidos que impedem a manifestação do quadro alérgico. As fórmulas de soja não são recomendadas para os menores de seis meses. Atualmente não existem testes diagnósticos para alergia alimentar, especialmente a APLV. “É importante que as pessoas consultem o pediatra para vericar se realmente aquele quadro clínico é compatível com APLV. Neste caso, o Pediatra dene a melhor conduta em termos de alimentação e planeja como estabelecer o diagnóstico”, conclui Dr. Mauro.


Carreira

Redes sociais: saiba usá-las a seu favor Uso adequado dessas ferramentas de comunicação pode potencializar as carreiras Muitas pessoas pensam nas Redes Sociais apenas como uma ferramenta para descontração, o que não está errado, desde que tomados os devidos cuidados, contudo, uma boa parcela mais antenada já percebeu que o uso adequado dessas ferramentas de comunicação pode potencializar as carreiras, promovendo o crescimento prossional e o network.

Amplie seus contatos qualicadamente – É interessante ter um amplo grupo de amigos, assim busque amizade online com pessoas que tenha contato e ache interessante prossionalmente. Contudo, se preocupe mais com a qualidade do que com a quantidade, não precisa ir convidando todo mundo que conhece ou que é ''amigo do amigo'' para ser seu amigo, isso pode não soar bem!

Mas, como saber esse limite? Simples, basta levar em conta que nesse novo mundo online que muitos estão descobrindo são necessários muitos cuidados similares aos que tomamos em nosso dia a dia, nos passeios, no trabalho ou em casa. O recomendável para se valorizar é dar foco adequado ao que é positivo e evitar exposições desnecessárias.

Valorize suas conquistas prossionais – Mostre ações que realizou que tiveram sucesso, resultados de projetos que foram interessantes ou titulações alcançadas, contudo, evite se autopromover demasiadamente, pois isso pode soar arrogante. E busque, com permissão prévia, marcar as pessoas que estavam envolvidas nos trabalhos, de forma elegante, pois isso aumenta sua visibilidade.

Para isso preparei algumas dicas para quem quer crescer prossionalmente utilizando as redes sociais, seja ela mais prossional, como o Linkedin, ou mesmo o Facebook:

Publique com inteligência – Cada vez mais se multiplicam publicações vazias, assim busque se diferenciar

Tecnologia em corte de carne, sempre perto de você! 26

com publicações pertinentes. Evite posts irrelevantes que possam atrapalhar sua imagem. Busque levantar assuntos relacionados ao seu campo de atuação. Evite debates inúteis – Nas Redes Sociais existem momentos tensos, de debates políticos, religiosos e outros similares, contudo, por mais que possa ''coçar'', evite entrar nesse tipo de conversa. Repare que geralmente essas não levam a lugar nenhum e não terminam bem. Sem contar que

Assessoria e Consultoria Área Contábil e Fiscal Área Trabalhista Legalização


Pense antes de curtir uma publicação ou página – Antes de curtir e compartilhar um texto, leia atentamente para ver se não há nada nas entrelinhas. E se for curtir uma página ou participar de uma comunidade, pesquise antes, evite as que incitem o ódio ou o preconceito. Antes de escrever algo pense – Analise os pontos positivos e negativos de uma postagem. Sei que parece chato, e tira um pouco a graça dessas redes, mas essa é a única forma de garantir que o postado nas redes sociais não interferirá no lado prossional. As pessoas hoje têm acesso ao que você faz 24 horas. Por isso, preserve sua imagem.

você não sabe qual o posicionamento de seus parceiros de negócios. Cuidado com as características das redes – Não é por que o Linkedin tem um lado mais prossional e o Facebook é mais aberta que deverá tratar a segunda com mais desleixo, saiba que parceiros e recrutadores também entrarão nessa rede. Assim, é importante que a pessoa tome cuidado em não colocar coisas irrelevantes em cada um deles.

Evite situações não prossionais – Multiplicam-se as fotos de baladas, roupas de banho e bebedeiras nas redes, será que é interessante? Não cabe a ninguém julgar o estilo de vida das pessoas, mas se expor de forma inadequada trará consequências negativas para imagem de um prossional. Todos estão expostos a avaliações, por isso pode ter certeza que isso contará na hora que olharem, e não adianta bloquear o acesso das pessoas às suas fotos nas redes sociais e achar com isso que está segura, ledo engano, pois outras pessoas poderão compartilhar a mesma foto, e assim de nada adiantou essa preocupação.

Por Celso Bazzola, consultor em recursos humanos e diretor executivo da BAZZ Estratégia e Operação de RH

Tel. (11) 4425-5147 www.lvdistribuidora.com.br

Av. Papa João XXIII, 4833 Polo Ind. de Sertãozinho Mauá | São Paulo Acesso pelo Rodoanel Sul Tel: 55 11 4544.1696 www.hausthene.com.br

27


Investidor Social Existem detalhes muito importantes quando você estiver participando de entrevistas de emprego:

Ÿ Cumprimente o selecionador e mantenha um contato visual

Ÿ A pontualidade é sempre importante Ÿ Cuidado com o perfume e o traje usual Ÿ Não fale mal de seu último emprego Ÿ Cuidado com as informações sobre a |Foto: Divulgação

Em busca de novas oportunidades Conra as dicas da Protemp para recolocação no mercado de trabalho Se você está em busca de uma nova vaga no mercado de trabalho, vale a pena conferir as sugestões preparadas pela Protemp. O primeiro passo é ser transparente com o Selecionador. O trabalho dele é representar os candidatos no mercado. Portanto, esteja certo de que ele tem interesse em encontrar as melhores oportunidades. O Selecionador deve ser visto como um parceiro na construção e consolidação de sua carreira. Procure escolher uma agência ou consultoria de recrutamento e Sele-

28

ção que tenha credibilidade, avalie o tempo que a empresa atua no mercado, certique-se que não haverá nenhum custo para participação nos processos seletivos. Mantenha sempre um bom contato com o Selecionador, isso pode trazer boas oportunidades para sua carreira. Quando receber uma convocação para entrevista de emprego, valorize essa oportunidade. Manter um contato próximo com o prossional de seleção pode cultivar um bom relacionamento.

empresa na qual você trabalhou, geralmente são condenciais Ÿ Mostre entusiasmo e seja sincero quanto aos motivos do seu desligamento do último emprego Ÿ Faça perguntas sobre a vaga para a qual você está concorrendo, isso demonstra interesse pelo cargo Utilizar as Redes Sociais pode ser uma ótima ferramenta para buscar oportunidades de emprego, mas é preciso saber aproveitá-las. Lembre-se que essas redes estão sendo usadas pelos selecionadores das empresas na hora de decidir que funcionários contratar.

Santo André - Tel.: (11) 4433-6444 São Paulo - Tel.: (11) 3337-5739 www.protemp.com.br


Investidor Social

Dê um toque de classe na sua decoração Belga Vidros oferece produtos com formas e acabamentos diferenciados Atendendo com excelência às indústrias, lojas de móveis e clientes nais em todo território nacional, a Belga Vidros rmou-se como referência no mercado, ao longo de 42 anos de existência. Na Belga Vidros você tem a certeza de encontrar produtos com qualidade e sosticação nas mais variadas formas, em diversos acabamentos: lapidado, bisotê, 3G, boleado, pintado, serigrafado e temperado. O tampo de mesa, carro-chefe da Belga Vidros, é fabricado com todo preparo necessário para atender ao alto nível de qualidade exigido pelos clientes. A empresa também conta

|Divulgação

com equipe especializada na realização de projetos especiais tanto para o mercado moveleiro quanto para o cliente nal. Renovação constante Atenta às exigências do mercado, a empresa renova e investe em seu parque industrial, constantemente. Para que o produto chegue ao cliente com pontualidade, agilidade e segurança, a Belga Vidros embala seus produtos em máquinas especiais, o que garante maior conabilidade no transporte, que é realizado por frota própria. Entre em contato com a Belga Vidros

e descubra tudo o que a empresa pode oferecer para atender com qualidade e sosticação às indústrias, às lojas de móveis e também a seus projetos pessoais.

Tel.: (11) 4398-6633 www.belgavidros.com.br

Planos Empresariais Tel. (11) 4432-1180 - unimedabc.com.br 30


#ficaadica

5 passos bem práticos para vencer a timidez Insegurança emocional pode ser vencida com a percepção de que o mundo não é o inimigo A timidez é um problema sério, faz a gente car vermelho, se enrolar em situações que nos complicam posteriormente, aumentando ainda mais nossa insegurança. Embora não seja considerada uma doença, sob o ponto de vista clínico, a timidez é um problema de segurança emocional. Para enfrentar os problemas, a psicoterapeuta e líder-coach Maura de Albanesi dá cinco dicas de fácil execução:

O mundo não é seu inimigo. “A primeira coisa que se deve fazer é entender que o mundo não é seu inimigo. Por mais que você ache que sim, as pessoas não estão ali para te atacar ou ridicularizar. Elas buscam trocas”.

Você não é o centro das atenções! “Inconscientemente, todo tímido é orgulhoso e acha que, assim que ele

adentrar um lugar, todos vão parar o que estão fazendo e olhar para ele. Isso não acontece! Relaxe!”.

Não exija ser perfeito! “Você não precisa ser o melhor, basta ser você mesmo, o que já é excepcionalmente incrível”.

Respeite as diferenças! “Ser igual a todo mundo é chato. Normalmente o tímido se espelha em quem quer ser. E isso não gera o menor interesse. O belo da vida e das pessoas são as características individualizadas”.

Permita-se falar a primeira coisa que lhe vier à mente. “Quanto menos você pensar nas reações dos outros, melhor. Até porque elas são meras invenções da sua cabeça”.

Por Maura de Albanesi, mestranda em Psicologia e Religião pela PUCSP, Pós-Graduada em Psicoterapia Corporal, Terapia de Vivências Passadas (TVP), Terapia Artística, Psicoterapia Transpessoal

Monte Fuji Atendimento exclusivo para sua Empresa

(11) 4472-7002 31


Turismo

República Dominicana: o outro lado da ilha Paraíso tropical é repleto de cultura e de povo hospitaleiro Quando se pensa em Caribe, a primeira imagem que vem à cabeça é sempre a de praias de um azulpiscina irretocável, gente alegre, sol o ano todo e muita sombra e água de coco fresca. E a República Dominicana não foge à regra. Basta aterrissar no aeroporto Internacional das Américas, em Santo Domingo, no entanto, para descobrir que na capital o belíssimo mar caribenho não passa de pano de fundo, mero coadjuvante no espetáculo estrelado pela cultura dominicana. Além da aula de história protagonizada pela cidade – a primeira a ser fundada na América, em 1496 –, a terra do merengue tem o povo como um de seus maiores tesouros.

|Turismo de luxo é atrativo na ilha

32

O guia Prudêncio Ferdinand, o Prudi, é o exemplo de um autêntico dominicano: é gentil, faz careta só de imaginar abacate misturado a açúcar, adora Juan Luís Guerra – El Rey Del Merengue – e, quando tira uma dama para bailar, exibe um rebolado que faria qualquer professor de dança de salão do Brasil sentir uma pontinha de inveja. Também não liga para Pelé ou Ronaldinho. Característica, aliás, comum a todo dominicano. Em vez de samba e futebol, lá as preferências nacionais são merengue e beisebol. E eles levam o esporte a sério: exportam jogadores, têm nomes conceituados no exterior, promovem importantes competições no Estádio Quisqueya, e quem não é prossional faz questão de reunir os amigos nos ns de semana para bater, ou melhor, rebater uma bolinha. Os ricaços que visitam o país, por sua vez, encontram terreno fértil para a prática de outro esporte: o golfe. Considerada o destino favorito dos

|Catedral de Santo Domingo: riqueza cultural

ex-presidentes americanos Bill Clinton e George W. Bush, a República Dominicana abriga mais de 30 campos, alguns de frente para o mar, projetados por grandes mitos da modalidade, a exemplo dos golstas Pete Dye, Robert Trent Jones, Nick Faldo, Gary Player e o lendário Jack Nicklaus, conhecido como The Golden Bear (O Urso Dourado).


|Região apresenta praias de um azul-piscina irretocável, gente alegre e sol o ano inteiro - Fotos: Divulgação

O turismo de luxo, por sinal, é um dos grandes atrativos da República Dominicana. Além de campos de golfe, o país ostenta um sem número de resorts, hotéis-butique caríssimos, marinas repletas de iates milionários e restaurantes chiquérrimos de comida internacional na região de Punta Cana, espécie de Ilha da Fantasia no Caribe. A maior parte dos 9 milhões de habitantes do país, no entanto, vive modestamente. Muitos deles vieram do Haiti, país com o qual a República Dominicana divide o território da Ilha Hispaniola. Para fugir dos conitos e da miséria em sua terra natal, os haitianos cruzam ilegalmente a fronteira da nação vizinha – que ocupa dois terços da ilha – e movimentam a economia dominicana prestando-se a

executar os serviços de menor remuneração. E como o turismo é a fonte de receita número um à frente, inclusive, das produções de açúcar e rum, governo e iniciativa privada têm investido pesado no setor, fazendo a roda da economia girar e os cofres dominicanos engordarem. Como diria a música de Caetano Veloso, denitivamente, o Haiti não é aqui...

|Restaurantes agitam a vida noturna

Por Heloisa Cestari, autora de guias de viagem e vencedora por dois anos consecutivos do Prêmio Europa de Jornalismo, concedido pela Comissão Europeia de Turismo na América Latina.

33


Investidor Social

Conheça o Grupo Verzani & Sandrini Companhia atua em quase todo o território nacional Em atividade há mais de 45 anos, a Companhia – que nasceu e continua sediada em Santo André – atua em quase todo o território nacional. Conra, a seguir, três informações essenciais sobre o nosso trabalho! Ÿ Ÿ

Quem somos Em 1967, entrou em operação, na cidade de Santo André, a VS Serviços, primeira Empresa do Grupo Verzani & Sandrini. Anos mais tarde, a Companhia caria completa com o surgimento da VS Segurança, da VS Parking, da VS Tech e da Veman.

2

O que fazemos Se você já esteve em um shopping center, trabalha ou trabalhou em uma indústria ou mesmo frequenta estabelecimentos comerciais, aeroportos e instituições médicas, muito provavelmente conhece nosso trabalho. Isso porque, hoje, atuamos em cada um desses segmentos em quase todo o território nacional. A VS Serviços está presente na higienização e

Ÿ Ÿ

| Grupo investe nas crianças da Amélia Rodrigues - Foto: Divulgação

conservação ambiental, limpeza técnica industrial, jardinagem, paisagismo e suporte industrial. Por sua vez, a VS Segurança realiza Segurança Patrimonial e Pessoal, além de Escolta de Cargas. A VS Parking fornece mão de obra para a operação e valet de estacionamentos, além de desenvolver projetos e gerir empreendimentos. A VS Tech oferece soluções de vigilância eletrônica para controle de acesso, gestão de frotas, manutenção de equipamentos e monitoramento de alarmes. Por m, a Veman, especializada em Engenharia de Manutenção e Gestão de Ativos, oferece tecnologia, inovação e qualidade aplicada às soluções.

3

essencial e irrevogável. Não à toa, hoje, colaboramos com diversas iniciativas e instituições, tais como o Programa Guri, a Casa dos Velhinhos Dona Adelaide, a Casa Ronald McDonald ABC, a ADERE (Associação para Desenvolvimento, Educação e Recuperação do Excepcional), além da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. Ao assumir esse compromisso, buscamos fazer a diferença na vida das pessoas beneciadas diretamente por cada um desses programas – o que, acreditamos, resulta diretamente na construção de uma sociedade mais justa.

Ÿ

O que pensamos sobre Responsabilidade Social Ÿ Para nós, a Responsabilidade Social é uma missão constante,

www.verzani.com.br

Tel. (11) 4229.3233 www.bonfatti.com.br 34


Investidor Social 33  

A Revista Investidor Social é uma publicação da Instituição Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que mantem atividades socioeducat...