Page 1

Roteiro cultural do municĂ­pio da amadora

mai | jun | jul 17

biblioteca e bedeteca cineteatro e recreios museus e galerias


b

biblioteca e bedeteca

#amadoracultura #amadoracidade |

Programa Maio Junho Julho 1


|

2 Biblioteca e Bedeteca

Visita guiada à Biblioteca e Bedeteca Conhece a Biblioteca e a Bedeteca da Amadora? Sabe como funcionam? Venha visitar estes espaços e ver como se organizam os fundos documentais, nos seus diversos suportes, qual a melhor forma de aceder a eles, e qual a sua utilidade.

A Arca de Noé Dramatização Teatral e ateliê sobre o livro de Pedro Strech, ilustrado por Carla Pott, recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, para apoio a projetos de cidadania, amizade, entreajuda e perseverança. “…Há milhares de anos atrás encontramos Noé, um homem que tem pela frente uma difícil missão: escolher os representantes de cada espécie animal para salvá-los do Dilúvio que irá devastar o mundo. Para isso, Noé trabalhou dia e noite para construir uma embarcação sólida e resistente (…) e conduziu os animais e a sua família para a arca mas assim que lá entraram começaram os desentendimentos (…) e Noé teve que intervir para apaziguar os ânimos. explicando-lhes que tudo o que é importante está dentro de nós...”

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos todas as terças-feiras Das 10h30 às 11h30 visita guiada Para público escolar e geral Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos todas as terças-feiras Das 10h30 às 12h00 Dramatização Teatral e ateliê Para pré-escolar, 1.º Ciclo e famílias com crianças maiores de 2 anos. Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página


BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos todas as terças-feiras em maio das 10h30 às 11h30 em junho e julho das 14h30 às 16h00 Hora do conto Para pré-escolar, 1.º Ciclo e famílias com crianças maiores de 2 anos.

QUERIDOS LIVROS de Ana Faria, seguida de Ateliê Reciclar e Criar

Com a obra Queridos livros, integrada no Plano Nacional de Leitura e recomendado para leitura autónoma no 4º ano de escolaridade. Uma história sobre a importância dos livros para estimular a imaginação e a criatividade das crianças.

Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos terças, 2, 16 e 30 de maio, 13 e 27 de junho Das 18h30 às 19h30 Formação Para público em geral

Acordar para o teatro Neste curso, e através da adaptação da peça A floresta do Raio Vermelho, de Jomar Magalhães, proporcionamos o contato de crianças e jovens com a linguagem teatral, recorrendo a estratégias da prática artística.

Entrada: Gratuita IInscrição: ver última página BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos segundas, 8 de maio, 12 de junho, 3 e 10 de julho Das 10h00 às 12h00 e das 15h00 às 17h00

Séniores n@ net Estas ações de formação visam desenvolver, especialmente, na população sénior competências de utilização e navegação na Internet.

Formação Para séniores Inscrição: ver última página

|

Programa Maio Junho Julho 3


|

4 Biblioteca e Bedeteca

Silêncios

Apresentação do livro de Maria Margarida Perfeito 50 poemas e textos escolhidos entre a sua vasta coleção de escritos que representam um ciclo da vida da autora. Uma viagem às memórias, paixões, amores e contemplações, onde a Natureza é temática dominante. Esta é uma obra que mergulha o leitor no mundo dos sentidos, através de imagens únicas em que todos os elementos assumem uma significância determinante.

simon bolívar calamity jane albert einstein Encontros imaginários

O confronto de ideias através de personagens marcantes da História da Humanidade. Estarão em palco: Simon Bolívar (1783-1830). Revolucionário venezuelano liderou as lutas de independência contra o domínio do Império Espanhol e fundou a primeira União das Nações Independentes da América Latina à qual presidiu entre 1819 a 1830. Calamity Jane (1852-1903). Ficou famosa por ter participado com o General Custer nas campanhas de conquista da América aos povos nativos, atividade que à época estava vedada à participação feminina. Albert Einstein (1879-1955). Foi um físico alemão, Prémio Nobel da Física em 1921, celebrizado pela sua teoria da relatividade geral que a par da mecânica quântica é um dos pilares da física moderna.

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos terça, 2 de maio às 18h00 Apresentação de livro Para público em geral

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos segunda, 8 de maio Das 21h30 às 23h00 TEATRO Para público em geral Entrada: Gratuita Organização: CMA e Associação Amadora, Passado, Presente e Futuro


BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos sábados, 20 de maio, 15 de julho Das 14h30 às 16h00

Ateliê de Origami para adultos

Entrada: Gratuita IInscrição: ver última página

O origami é uma técnica oriental que consiste em criar determinadas figuras dobrando uma folha de papel, sem a cortar ou colar. Normalmente o papel usado é quadrado, e as faces podem ou não ser de cores e/ou estampas diferentes.

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos

Nu avesso das palavras

Formação Para público em geral

terça, 9 de maio às 18h00 Apresentação de livro Para público em geral

Apresentação do livro de Rita Pea

Livro que teve um período de gestação de sete Outonos. É uma obra construída por cinquenta poemas que abordam emoções humanas. Exprime-se paradoxalmente num universo inquieto e cândido, ao mesmo tempo, delicado e vulgar. A publicação surgiu não só com a missão de cessar um ciclo de vida mas também para sedimentar com lucidez, o seu crescimento pessoal e a sua evolução na escrita. No fundo, trazer à autora a certeza de saber qual é o seu ponto de partida... |

Programa Maio Junho Julho 5


|

6 Biblioteca e Bedeteca

Um dia de praia Apresentação do livro de Marisa Galvão

Livro que nos conta a história do dia de Verão escaldante em que Alice decide ir até à praia sem imaginar que essa decisão seria o início de uma atribulada aventura onde ela se torna a protagonista de um triângulo amoroso. Após uma desilusão amorosa Alice não está interessada em qualquer tipo de relação amorosa e quer o máximo de distância possível do sexo masculino... contudo, o destino coloca na sua vida Alex e Jorge e cabe a ela decidir qual o homem ideal para a sua vida. Optar entre a razão e o coração é o dilema que esta história nos sugere.

Mãos, braços, cotovelos, dedos Mãos, festas e canções, braços poetas, abraços com e sem embaraços, poemas a falar pelos cotovelos, e, claro, os dedos, os nossos primeiros brinquedos. Ana Isabel e Paula Pina de SóHistórias proporcionam aos bebés e seus cuidadores o contacto com jogos, poemas e canções que contribuem para a construção da noção de corpo: o bebé aprende a reconhecer, a nomear, a coordenar várias partes do corpo graças a atividades linguísticas e musicais articuladas com jogos de tonicidade, equilíbrio, lateralidade, coordenação, integração multissensorial e rítmica. 

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos terça, 16 de maio às 18h00 Apresentação de livro Para público em geral

BeBeteca sábado, 20 de maio Das 16h30 às 17h30 Sessão interativa para bebés Para Bebés dos 6 aos 36 meses Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página


Bedeteca terça, 23 de maio às 18h00 Apresentação de livro Para público em geral

Cockman: Episódio 1

Apresentação do livro de John River Alves é um alce com factor-cura, Qem-éq é o seu irmão adotivo e consegue falar com os animais. Ambos são os Príncipes de Cannadis – um reino utópico de super-heróis, situado no interior do Canadá. Os 2 heróis estão de passagem por Goddamn City, visitando o seu amigo Cockman, um Super-Herói canadiense. É o ano 2999 da nova era e o mundo está ligeiramente diferente.

|

Programa Maio Junho Julho 7


|

8 Biblioteca e Bedeteca

Fui conquistador O nacionalismo Pop nos anos 80 A história ao fim do dia

Em 1989, o conjunto pop-rock Da Vinci venceu o Festival RTP da Canção com a canção ‘Fui Conquistador’, cujo refrão referia: ‘Já fui ao Brasil, Praia e Bissau, Angola, Moçambique, Goa e Macau. Ai, fui até Timor, já fui conquistador’. O tema recriava alegoricamente a História dos Descobrimentos portugueses, povoando-a de visões conciliadoras e sem fraturas do período colonial. Nesta comunicação o investigador do IHC, Marcos Cardão, pretende circunscrever e analisar os conjuntos pop-rock que procederam a uma releitura da História de Portugal mais próxima da celebração nacionalista do que de um distanciamento crítico, contribuindo assim para banalizar o nacionalismo português.

A menina que sabia usar o coração

Sábados em família na Biblioteca… Espetáculo musical para famílias pelo Teatro Infantil Didático Muzumbos Joana é uma menina que já sabe usar o Coração, o que lhe proporciona uma vivência cheia de amor, harmonia, gratidão e felicidade genuínas! Certo dia, eis que um rapazinho chamado Rui entra na sua vida para desencadear muitas transformações no

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos quinta, 25 de maio às 18h30 debate Para público em geral Entrada: Gratuita Organização: CMA e Instituto de História Contemporânea da FCSH da Universidade Nova de Lisboa

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos sábado, 27 de maio das 15h30 às 16h30 Teatro musical Para público em geral Entrada: Gratuita Organização: CMA


coração de ambos. Rui vai também aprender a usar o seu Coração, abrindo um mar de criatividade que, em contrapartida, fará Joana também evoluir. É a força do Coração, que nos faz sentir mais centrados em relação ao Mundo que nos rodeia! BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos segunda, 12 de junho 1ª segunda de cada mês Das 21h30 às 23h00 TEATRO Para público em geral Entrada: Gratuita Organização: CMA e Associação Amadora, Passado, Presente e Futuro

Erasmo de Roterdão Bismark Berta Maia Encontros imaginários

O confronto de ideias através de personagens marcantes da História da Humanidade. Estarão em palco: Erasmo de Roterdão (1466-1538). Teólogo e humanista holandês que viajou por toda a europa, desistiu dos votos monásticos e optou por uma vida de académico independente e de grande liberdade intelectual. Bismark (1815-1898). Conhecido como o Chanceler de Ferro este diplomata prussiano foi um dos estadistas mais importantes da Alemanha do século XIX, responsável pela criação de um estado único alemão, ou 2º Reich (1871-1918). Berta Maia, viúva de Carlos da Maia - vítima da insurreição de forças da Marinha e da GNR (19.10.1921), em que foram assassinados o chefe do Governo, António Granjo, Carlos da Maia, Freitas da Silva e Machado Santos, o herói da Rotunda - empenhou-se na busca dos mandantes dos assassinos. Conseguiu mesmo entrevistar na prisão «o Dente de Ouro», responsável pela morte do seu marido. |

Programa Maio Junho Julho 9


|

10 Biblioteca e Bedeteca


BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos inauguração dia 15 de Junho de terça a sábado das 10h00 às 18h00 Exposição Para público em geral

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos segunda, 10 de julho 1ª segunda de cada mês Das 21h30 às 23h00 TEATRO Para público em geral Entrada: Gratuita Organização: CMA e Associação Amadora, Passado, Presente e Futuro

Fidjos di Tchon Filhos da Terra Exposição de fotografia de Indi Nunez

Indi Nunez decidiu viajar sozinho, e confessa que a solidão o deixa mais concentrado nos comportamentos, nas expressões, nos hábitos em tantas outras coisas que, no quotidiano, nem sempre nos suscitam curiosidade e nos fazem olhar. Passou pelos Camarões, onde presenciou “a luta pela sobrevivência diária”, pelo Vietname, Laos, Tailândia, Camboja e Myanmar, onde aprendeu o verdadeiros entido de “não ter nada” e “ter tudo para dar”. De regresso a Portugal, partilha as vivências recolhidas na Guiné-Bissau.

Afonso Costa Totò Randolph Hearst

Encontros imaginários O confronto de ideias através de personagens marcantes da História da Humanidade. Estarão em palco: Afonso Costa (1871-1937). Político republicano, advogado e professor universitário, foi um dos principais obreiros da implantação da República em Portugal. Totò (1898-1967). Ator cómico italiano surgiu no cinema em 1937 e participou em mais de 100 filmes. Randolph Hearst (1863-1951). Empresário americano foi proprietário de um dos jornais mais importantes, o The New York Journal e o criador do conceito de “imprensa amarela”, imprensa sensacionalista e de enorme influência política. |

Programa Maio Junho Julho 11


|

12 Biblioteca e Bedeteca

Pernas, coxas, joelhos e pés Pernas, coxas, joelhos e pés: palavras perna acima e perna abaixo, e outras, como coelhos, saltam até aos joelhos, um pé de cada vez. Ana Isabel e Paula Pina, de SóHistórias, proporcionam aos bebés e seus cuidadores o contacto com jogos, poemas e canções que contribuem para a construção da noção de corpo: o bebé aprende a reconhecer, a nomear, a coordenar várias partes do corpo graças a atividades linguísticas e musicais articuladas com jogos de tonicidade, equilíbrio, lateralidade, coordenação, integração multissensorial e rítmica.

A fabulosa viagem pelos mares

Sábados em família na Biblioteca… Espetáculo musical para famílias pelo Teatro Infantil Didático Muzumbos Gaspar descobre um mapa antigo para chegar a uma Ilha misteriosa, algures no mundo! Inicia-se uma grande aventura cheia de surpresas, onde tu e o Gaspar irão conhecer a fantástica e variada vida marinha que existe nos Oceanos do nosso Planeta! Estás preparado para esta fabulosa viagem?

BeBeteca sábado, 17 de junho 3º sábado de cada mês Das 16h30 às 17h30 Sessão interativa para bebés Para Bebés dos 6 aos 36 meses Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página

BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos sábado, 24 de junho das 15h30 às 16h30 Teatro musical Para público em geral Entrada: Gratuita Organização: CMA


BIBLIOTECA MUNICIPAL Fernando Piteira Santos quinta, 29 de junho às 18h30 debate Para público em geral Entrada: Gratuita Organização: CMA e Instituto de História Contemporânea da FCSH-UNL

Bebeteca sábado, 15 de julho 3º sábado de cada mês Das 16h30 às 17h30 Sessão interativa para bebés Para Bebés dos 6 aos 36 meses Entrada: Gratuita IInscrição: ver última página

Milagre de FátimA A história ao fim do dia Iniciativa realizada em colaboração com o Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Tronco (barriga, umbigo, ombros, peito, costas) Um...bigo! Dois umbigos, três umbigos! 1, 2, esquerdo, direito, encolhe a barriga e estica o peito...Palmadinhas e palavrinhas nas costas! Gostas? Ana Isabel e Paula Pina, de SóHistórias, proporcionam aos bebés e seus cuidadores o contacto com jogos, poemas e canções que contribuem para a construção da noção de corpo: o bebé aprende a reconhecer, a nomear, a coordenar várias partes do corpo graças a atividades linguísticas e musicais articuladas com jogos de tonicidade, equilíbrio, lateralidade, coordenação, integração multissensorial e rítmica. 

|

Programa Maio Junho Julho 13


|

14 Cineteatro e Recreios


cineteatro e recreios

#amadoracultura #amadoracidade |

Programa Maio Junho Julho 15


|

16 Cineteatro e Recreios

18ª Mostra

de Teatro das Escolas

A Mostra visa promover o teatro através da divulgação do trabalho desenvolvido nas escolas do Município no âmbito da expressão dramática. Esta iniciativa proporciona às crianças e jovens novas experiências e aprendizagens e facilita o contacto salutar com o palco e com os diferentes públicos. Este projeto destina-se a todas as escolas que pretendam participar, sejam do 1º ao 3º ciclo do ensino básico ou do ensino secundário. A apresentação pública das peças decorre no mês de maio de cada ano letivo.

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 2 de maio Inauguração: terça às 18h30 3 de maio a 9 de junho (exceto segundas, dia 23 e fim de semana 27 e 28 de maio) Durante a semana às 15h00 | sábados às 21h30 | domingos às 16h00 Teatro Para público em geral Entrada: Gratuita, mediante o levantamento de ingresso e limitada à lotação da sala Organização: Escolas do concelho e CMA


CINETEATRO D. JOÃO V 7 de maio domingo às 16h00 TEATRO MUsicaL Para maiores de 3 anos Entrada: 10€ Organização: CMA e AVENTURA DA CULTURA

5 Anos 5 Musicais Oportunidade de ouro para revisitar as obras-primas do teatro musical com o espetáculo que assinala os 5 anos de atividade dos Estúdios de Teatro Musical da Companhia Primeiro Acto. Numa esmerada produção, com cerca de 40 pessoas em palco, são recriados momentos emblemáticos dos musicais “Miss Saigão”, “Ópera do Malandro”, “The Rocky Horror Show”, “13” e “Rent”. O exotismo oriental numa história de amor, um grito de revolta social, a excentricidade e a perda da inocência, a energia de 13 adolescentes que levaram a Broadway ao rubro e o amor como medida da vida.

|

Programa Maio Junho Julho 17


|

18 Cineteatro e Recreios

Em Cantos e Contos Este é um trabalho de relação entre a música e a palavra, especialmente dirigido a famílias e aos mais pequenos, com idades entre 1 e 6 anos. Contos, lengalengas, poesias, trava-línguas, músicas, canções, danças, gestos, afetos e brincadeiras, para experimentar e levar para casa e enriquecer a vivência familiar. É um convite para subir ao palco, acordar memórias e explorar formas ancestrais de expressão e interação, recorrendo ao repertório tradicional português e mundial. Cantamos juntos e contamos convosco?

CINETEATRO D. JOÃO V 14 de maio domingo às 16h00 Teatro Infantil Para público em geral Entrada: 5€ Organização: CMA e AVENTURA DA CULTURA


CINETEATRO D. JOÃO V 20 de maio sábado às 21h30 Teatro de comédia Para maiores de 14 anos Entrada: 12,5€ Organização: CMA e AVENTURA DA CULTURA

Pernocas ao Léu Uma comédia bem à portuguesa a transbordar de humor e malandrices lusitanas com os atores Paulo Matos (também autor dos textos), Vitor Emanuel e Ana Catarina. Num bar, as histórias entre clientes cruzam-se e as peripécias vão-se multiplicando. O Barman, experiente, logo percebe: “a noite vai dar sarilho, ai vai vai...” Nos desencontros entre personagens acabamos por não saber muito bem quem é que faz de si próprio, de outro, ou será até que pelo meio não teremos ao barulho um travesti?... Se todos procuramos “o encontro que muda as nossas vidas”. Será neste bar que vai ter lugar “o tal encontro” para os personagens da peça?

|

Programa Maio Junho Julho 19


|

20 Cineteatro e Recreios

Empresa Solidária

Sessão de entrega de selos e prémios A distinção municipal Empresa Solidária, pretende reconhecer e premiar o trabalho das empresas do município ao nível das suas práticas de responsabilidade social; Sensibilizar, envolver e mobilizar empresas do município para participação sistemática e concertada em projetos e ações de responsabilidade social que envolvam a comunidade através da atribuição de selos solidários a todas as empresas que participaram em projetos ou ações de responsabilidade social no município e da atribuição de um prémio às 3 empresas que mais se destacaram nesta área.

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 23 de maio terça às 16h30 entrega de prémios Para público em geral Entrada: Gratuita, limitada à lotação da sala (As empresas serão convidadas a estar presentes na sessão) Organização: CMA


CINETEATRO D. JOÃO V 28 de maio domingo às 16h00 Dança contemporânea/ moderna Para maiores de 3 anos Entrada: 10€ Organização: CMA e AVENTURA DA CULTURA

Tradições Este espetáculo procura a tradição de um indivíduo, de uma cultura, de um povo ou povos, de nações. Uma busca entre o indivíduo e o expoente máximo da sua marca na história: a sua cultura. Com direção artística de Joana Mestre - coreógrafa e diretora da Academia de Artes Estúdio 3 - somos convidados a viajar pela música de Júlio Resende e excertos da sua obra Amália e a embarcar na sua profundidade e sensibilidade. Partimos depois para outro porto, onde a expressão de Diego El Gavi nos emociona com a garra e força da cultura flamenca. Terminamos a viagem com as sonoridades de Rua da Lua, a banda que transforma cada estória da rua portuguesa numa canção, que recria Carlos Paredes com o sentimento dos seus descendentes, que relembra a chula do norte e nos canta canções de amor feitas a partir de estórias dos nossos avós e que são também as nossas próprias.

|

Programa Maio Junho Julho 21


|

22 Cineteatro e Recreios

Assembleia de Mulheres

Encontro de Teatro Sénior Identidades Cansadas da incapacidade e da corrupção dos homens no governo, as mulheres de Atenas, neste caso as mulheres da Damaia, decidem assumir o poder, e eliminar a pobreza e os estratagemas gananciosos. Para elas, não existe diferença entre o governo de uma casa e de um país. Mas o problema surge no modo de conquistar uma mulher… que faz um homem se não tiver dinheiro para um presente? Assembleia de Mulheres, encenada por Amélia Videira, é uma adaptação livre da peça do comediógrafo grego Aristófanes. O processo artístico-pedagógico é uma metodologia teatral, que desenvolve a criatividade, a recuperação da capacidade de jogo e da presença cénica dos intérpretes criadores, explorando a teatralidade inscrita nas histórias do corpo do idoso. O desafio do Teatro de Identidades é o de poetizar a vida.

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 13 de junho terça, horário a definir teatro Para público em geral Entrada: Gratuita, mediante o levantamento de ingresso e limitada à lotação da sala Organização: ESTC e CMA


RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 17 e 18 de junho sábado às 21h30 domingo às 16h00 Bailado Para maiores de 6 anos Entrada: 5€ Organização: MOVIUNE - Escolas d’Artes do Espetáculo e CMA

Glitz

Bailado em Ato Único História de uma menina que, inesperadamente, se torna artista num palco, e brilha. Glitz é uma palavra que na terminologia do Espetáculo se refere ao estilo cintilante, brilhante, glamoroso e, neste espetáculo, é a luz que anima e nos faz passar do pensamento à ação, da vontade ao desígnio. Uma história sobre a importância das nossas aspirações, sonhos, ou das histórias que nos contam ou lemos, a que assistimos, e que transformam o querer em poder.

|

Programa Maio Junho Julho 23


|

24 Cineteatro e Recreios

Bamba, Vamba, Wamba

Teatro dos Aloés (Acolhimento) BAMBA−VAMBA−WAMBA as três palavras significam mais do que uma designação antroponímica locativa ou uma simples substituição de letras. Elas corporizam variantes fonéticas que designam tempos e arquiteturas culturais corpóreas e imateriais diferenciadas. São sílabas que concedem forma a uma irisada carta-rota wambiana peninsular, tecida de lendas, de lugares, de acontecimentos onde a memória e o maravilhoso se entrelaçam em esquecidas cronologias e em geografias difusas (…).

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 23 a 25 de junho sexta e sábado, às 21h30 domingo às 16h00 Bailado Para maiores de 12 anos Entrada: 10€ (sujeito a descontos) Organização: Teatro dos Aloés, Este Estação Teatral e CMA


RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 28 de junho quarta, horário a definir teatro Para público em geral Entrada: Gratuita, limitada à lotação da sala Organização: ESTC e CMA

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 30 de junho sexta, às 21h30 teatro Para maiores de 6 anos Entrada: Gratuita, mediante o levantamento de ingresso e limitada à lotação da sala Organização: CMA

A Idade da Almofada

Encerramento do ano letivo 2016/2017 A Idade da Almofada é um grande espetáculo de teatro comunitário que envolve mais de 30 jovens, 25 crianças e 102 idosos. Esta é uma peça sobre os valores que a idade transmite e que jamais podem ser um obstáculo à vida. A juventude como uma forma de estar na vida, hoje e sempre e a almofada como a fofura desejada por qualquer ser, para as horas menos boas. A nossa arte é assim um poema coletivo escrito por todos e apoiado na almofada.

Teatro Ocasional dos Trabalhadores da CMA A peça que se apresenta é uma adaptação de alguns quadros das revistas “Rambóia” e “Água-Pé”, do século passado, complementados com outros quadros da autoria do grupo, que resultam num espetáculo de crítica social porque, como se verá, há alguns costumes que mudaram muito pouco em quase um século.

|

Programa Maio Junho Julho 25


|

26 Cineteatro e Recreios

amadora Mostra Jovens Criadores de Teatro 2017

Teatro dos Aloés Acolhimento

Três espetáculos originais para diferentes públicos concebidos por jovens criadores teatrais que escrevem os seus próprios textos e são capazes de trabalhar sem rede a partir do improviso.

Morrer é Divertido 7 julho

Aborda a relação entre a vida e a obra de Nabokov, e as motivações que levam

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 7 a 9 de julho sexta e sábado às 21h30 domingo às 16h00 teatro Para maiores de 6, 16 e 12 anos respetivamente Entrada: 10€ (sujeito a descontos) Organização: Teatro dos Aloés, Delphos – Núcleo de Intervenção Cultural, Os Paus Mandados, Terceira Linha e CMA


ao não cumprimento de uma promessa, levantando questões sobre os valores humanos e a ética na arte.

E AGORA? 8 julho

Três atores improvisam diversas cenas baseadas em ideias do público. O público lança dois dados gigantes e sugere, a partir do que lhe dita a sorte, inspirações para lhes dificultar a vida. Tudo é criado no momento, sem guião nem cenas previamente combinadas.

A Princesa Aborrecida 9 julho

Sebastião, o simpático guarda do Palácio Real conta-nos a história da Princesa Beatriz, que estava sempre muito aborrecida. Uma história muito divertida, cheia de aventuras e de cores e que mostra a força da amizade e lembra os amigos de infância… e quem não os teve! CINETEATRO D. JOÃO V 8 e 9 de julho sábado às 15h00 e 19h00 domingo às 19h00 Dança Para maiores de 6 anos Entrada: 8€ (sujeito a descontos) Organização: CMA e AQK – ASSOCIAÇÃO CULTURAL

Espetáculo Final Quorum Academy

2017

Fruto de uma parceria com a Câmara Municipal da Amadora e em colaboração com o Quorum Ballet, a Quorum Academy apresenta o espetáculo final do ano letivo 2016/17 onde será exibido o trabalho de todos os professores e alunos ao longo de mais um ano letivo repleto de criatividade e dedicação. |

Programa Maio Junho Julho 27


|

28 Cineteatro e Recreios

Música para a Alma Concerto Solidário

Encontro entre a música e a palavra. Concerto de Violino e Piano pelas professoras Bogumila Burfin e Helena von Oertzen e seus alunos.

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 13 de julho quinta às 18h00 Música Para público em geral Entrada: Contribuição voluntária Organização: Escola Tutti Appassionati e LInQUEe CMA

Orientalism Inspirado na obra de Edward Said, este espectáculo visa desmistificar e ilustrar o clamado Oriente demográfico através das suas sonoridades e movimento. Partimos numa caravana pelas ruas estreitas da Andaluzia, atravessamos o Grande Deserto, percorremos os turbulentos Souks e Caravancerais até os palácios Otomanos forrados de mosaicos turquesa e perfumados de incenso. Prometemos um serão repleto do exotismo dos lugares além do Sol nascente, onde povos distintos vestem hábitos que estão nas nossas raízes e possuem oferendas

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 15 de julho sábado às 21h30 Dança Para maiores de 6 anos Entrada: 7€ Organização: Irina Almeida (Safiyah) e CMA


que percorrem os nossos sonhos numa curva em quarto de tom… Dança Oriental: Safiyah Música: Nilson Dourado (Brasil) – clarinete | Gulami Yesildal (Turquia) - saz, oud, voz | Tiago Santos - darbuka, davul | Baltazar Molina darbuka, riqq, davul, tar | Fakir (a confirmar) | Stefano Bottai (Itália)

RECREIOS DA AMADORA ESPAÇO CULTURAL 20 a 23 de julho consultar programa Teatro Entrada: 3€ / 5€ Organização: CMA

Jornadas de Teatro Associativo da Área Metropolitana de Lisboa Os Recreios da Amadora recebem, entre 20 e 23 de Julho de 2017, as Jornadas de Teatro Associativo da Área Metropolitana de Lisboa, um evento dirigido aos amantes da arte de Talma, oferecendo um programa  de espetáculos para diferentes públicos e faixas etárias, animação de rua e uma mesa redonda sobre teatro associativo.  |

Programa Maio Junho Julho 29


|

30 Museus e Galerias


mg museus e galeria

#amadorapatrimรณnio #amadoracultura #amadoracidade |

Programa Maio Junho Julho 31


|

32 Museus e Galerias

O G.E.A.R.

Grupo de Esquadrilhas Aviação República Criado em 1919, o G.E.A.R. Grupo de Esquadrilhas de Aviação República, estava sediado na Amadora e aqui funcionou até 1938. Durante quase 20 anos a Amadora foi o palco da partida e de alguns regressos, de várias viagens aéreas com destino às colónias portuguesas em África e na Ásia. Nas instalações do G.E.A.R. decorreram também grandes festivais aéreos que trouxeram à Amadora inúmeros visitantes. Esta exposição recorda os acontecimentos mais relevantes que decorreram nesta unidade e que espalharam o nome da Amadora pelo país e, por vezes, além-fronteiras.

Mostra de Escultura de Ar Livre 2016 O espaço envolvente da Casa Aprígio Gomes é o cenário ideal para o encontro com a Arte na Rua. Uma aposta da Galeria Municipal Artur Bual na promoção de uma cultura de proximidade e na fruição pública dos objetos artísticos. Nesta edição salientam-se a liberdade criativa e a diversidade das técnicas e materiais utilizados nas obras das escultoras: Andreia Mateus, Beatriz Cunha, Luísa Barros Amaral, Maria Leal da Costa, Maria Morais, Olga Neves, Susana Miranda, Susana Piteira e Teresa Frazão.

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] de terça a sábado das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00 e domingos das 14h30 às 17h30 Exposição Público em geral Entrada: 0,99€ Gratuito aos sábados de manhã

GALERIA MUNICIPAL ARTUR BUAL - CASA APRIGIO GOMES até 26 de junho exposição ao ar livre Exposição Para público em geral Entrada: Gratuita


GALERIA MUNICIPAL ARTUR BUAL - CASA APRIGIO GOMES de 4 de maio até 4 de junho de terça a domingo das 10h00 às 18h00, incluindo feriados Inauguração: dia 4 de maio, às 18.30 horas Exposição Para público em geral Entrada: Gratuita

CASA ROQUE GAMEIRO até 26 de agosto Exposição temporária Para público em geral Entrada: Gratuita Organização: CMA, com a colaboração da Biblioteca Nacional de Portugal/Museu de Lisboa/Hemeroteca Municipal de Lisboa

Exposição da Coleção Particular de Arte de Hernâni Leal Destaque para as obras originais dos conceituados artistas plásticos nacionais, designadamente, Abel Salazar, Abílio Febra, Agostinho dos Santos, Almada Negreiros, Arpad Szenes, Artur Bual, Carlos Eurico da Costa, Cruzeiro Seixas, D. Carlos I, Francisco Relógio, Jaime Isidoro, Joana Vasconcelos, João Cutileiro, João Hogan, Luís Dourdil, Maluda, Mário Cesariny, Noronha da Costa, Rogério Ribeiro, Sónia Delaunay.

Roque Gameiro na Imprensa “a desenhar e documentar graficamente” Nesta mostra apresentam-se alguns dos aspetos mais substantivos do trabalho litográfico e editorial e a presença de Roque Gameiro na imprensa, enquanto colaborador mas, também, os ecos que a sua vida, familia e obra, tiveram nos jornais e revistas entre o final do século XIX e início do século XX. Ao contrário das aguarelas que pintou as obras expostas não foram criadas para serem emolduradas ou apresentadas em vitrinas. Porém em cada uma destas peças habitam |

Programa Maio Junho Julho 33


|

34 Museus e Galerias

as memórias de escritores e tipógrafos, ilustradores e litógrafos, gravadores e impressores, editores, livreiros e ardinas, agora resgatadas para dar voz a uma história que vale a pena desvendar: a obra gráfica de Roque Gameiro, sua parcela menos abordada, entra no mundo do papel impresso.

Roque Gameiro na Imprensa Visita à exposição

Visita conduzida por Luís Costa Dias, investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS 20), com particular enfoque no enquadramento das transformações sociais, culturais e urbanísticas, operadas na transição dos séculos XIX e XX e no desenvolvimento, nesse contexto, de uma cultura urbana de massas marcada pela proliferação de objetos impressos e na apresentação de uma faceta menos conhecida de Alfredo Roque Gameiro: a sua obra gráfica e o trabalho desenvolvido, em particular, na Companhia Nacional Editora, nos jornais O Século, e o Diário de Noticiais e na Empresa História de Portugal.

CASA ROQUE GAMEIRO 6 de maio Inauguração às 16h00 Visita guiada Para público em geral Entrada: Gratuita IInscrição: ver última página Organização: CMA e colaboração do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS 20) da Universidade de Coimbra.


CASA ROQUE GAMEIRO 13 de maio sábado às 15h00 Conferência Para público em geral Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página Organização: CMA e colaboração do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS 20) da Universidade de Coimbra.

Roque Gameiro e a civilização do Impressso

Conferência realizada por Luís Costa Dias, investigador do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS 20) Entre o final do século XIX e início do século XX, acompanhando idênticas transformações europeias, a sociedade portuguesa assistiu a um desenvolvimento que concorreu para a emergência urbana de uma cultura de massas marcada pela proliferação de objetos impressos – uma civilização do impresso. Não obstante a vulgarização da fotografia nos jornais e revistas por volta de 1908, a ilustração artística prosseguiu na imprensa e, sobretudo, nas coleções literárias de bolso ou em edições especiais em que Roque Gameiro se destacou desde os seus começos.

|

Programa Maio Junho Julho 35


|

36 Museus e Galerias

A Fábrica de Espartilhos Santos Mattos A fábrica de espartilhos Santos Mattos instalou-se na então Porcalhota, em 1895, e teve uma fase de grande expansão no início do século XX. Em 1911 empregava cerca de 200 operárias, e produzia em média 75.000 espartilhos por ano, vendidos em todo o país e exportados para as colónias, e para o estrangeiro. Foi por ação dos industriais da Santos Mattos que, entre 1912 e 1914, foram construídos os equipamentos desportivos e culturais dos Recreios Desportivos da Amadora. Esta exposição de documentos e de peças que evocam a memória desta indústria contou com a colaboração do Museu Nacional do Traje e descendentes dos industriais.

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] a partir de 20 de maio de terça a sábado das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h00 e domingos das 14h30 às 17h30 Inauguração: dia 20 de maio, às 16.00 horas (no âmbito do Dia Internacional dos Museus) Exposição Público em geral Entrada: 0,99€ Gratuito aos sábados de manhã


GALERIA MUNICIPAL ARTUR BUAL - CASA APRIGIO GOMES 27 de maio sábado das 10h00 às 17h00

VI Feira de Arte de Pequeno Formato

Exposição Para público em geral Entrada: Gratuita

A Feira de Arte de Pequeno Formato, que se realiza no espaço envolvente da Galeria Municipal Artur Bual, é uma iniciativa organizada em parceria com o Circulo Artístico e Cultural Artur Bual. Esta é uma forma dos artistas mostrarem o seu trabalho, de trazerem a Arte para a rua e é, sobretudo, uma forma de convívio entre artistas e visitantes.

CASA ROQUE GAMEIRO 3 de junho sábado às 15h00 Conferência Para público em geral Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página Organização: CMA

Litografia Digital

Conferência realizada pelos autores de banda desenhada José Ruy e João Amaral Desenvolvida e aperfeiçoada por Roque Gameiro, no sec. XIX, a litografia destinava-se à reprodução de imagens e sua publicação. Com a introdução das novas tecnologias esta ferramenta foi adaptada ao formato digital. Agora, em pleno séc. XXI, os autores de BD José Ruy e João Amaral, mostram-nos o processo e a utilização da litografia digital. |

Programa Maio Junho Julho 37


|

38 Museus e Galerias

Do pedaço ao fragmento

Exposição Coletiva de Pintura, Escultura e Cerâmica Exposição com obras dos seguintes autores: Fernando Barrué, Mariona Brines, Fuencisla Francés, Pasqual Gomes, Martí Rom, Pablo Noguera, Joan Paton, Francisca Revert, Carmen Sánchez, Hans-Dieter Zingraff.

GALERIA MUNICIPAL ARTUR BUAL - CASA APRIGIO GOMES de 8 de junho até 9 de julho de terça a domingo das 10h00 às 18h00, incluindo feriados Inauguração: dia 8 de junho, às 18.30 horas Exposição Para público em geral Entrada: Gratuita

Exposição do Acervo Municipal

GALERIA MUNICIPAL ARTUR BUAL - CASA APRIGIO GOMES

Nesta mostra, a Galeria Municipal Artur Bual apresenta uma parte do seu valioso acervo de artes plásticas que conta com obras de Artur Bual, Cruzeiro Seixas, Luís Vieira-Baptista, Fernanda Páscoa, Gil Teixeira Lopes, Guilherme Parente, entre muitos outros.

Inauguração: dia 20 de junho, às 18.30 horas

de 20 de julho até 20 de agosto de terça a domingo das 10h00 às 18h00, incluindo feriados

Exposição Para público em geral Entrada: Gratuita


CASA ROQUE GAMEIRO de maio a agosto de terça a sexta, das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 17h30 Oficinas Temáticas Grupos escolares do pré-escolar até ao 3º ciclo, grupos organizados (máximo 25 participantes).

Oficinas Temáticas Oficinas de atividades práticas desenvolvidas no âmbito da Exposição Roque Gameiro na Imprensa, a desenhar e documentar graficamente.

Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página Organização: CMA CASA ROQUE GAMEIRO até junho terças das 14h00 às 17h30 Tertúlia Literária Para público em geral

Tertúlia Literária Tertúlia Literária pelo Grupo de Leitores da Casa Roque Gameiro (Monitora Feliciana Caleiro)

Entrada: Gratuita Organização: CMA

CASA ROQUE GAMEIRO até junho terças, das 14h00 às 17h30 quintas, das 10h00 às 12h30 Ateliê de artes decorativas Para público em geral

Ateliê de Artes Decorativas Ateliers de Artes Decorativas - Pintura em Porcelana (Professoras Albertina Jorge e Anunciação Pinho)

Entrada: Gratuita Organização: CMA

|

Programa Maio Junho Julho 39


|

40 Museus e Galerias

Museu em Ação É um projeto de animação sociocultural que realiza oficinas pedagógicas de temática patrimonial e visitas guiadas para escolas e grupos organizados.

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] até julho de terça a sexta das 10h00 às 12h00 e das 14h30 às 16h30 Oficinas pedagógicas e visitas guiadas Para escolas e grupos organizados Inscrição: ver última página Entrada: Gratuita

Da Falagueira à Porcalhota

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA]

Neste passeio pretende-se dar a conhecer a Amadora rural, a partir da Aldeia da Falagueira e da zona de serviços da Porcalhota, passando pelo Chafariz e o Pedro dos Coelhos.

27 de maio sábado das 15h00 às 17h30

Passeio pedestre

Visita guiada Participantes individuais e famílias Inscrição: ver última página Entrada: Gratuita Organização: CMA e ARQA – Associação de Arqueologia da Amadora


MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] 2 de junho sexta das 21h00 às 23h00 Comemorações do Dia Mundial da criança Dos 4 aos 14 anos

Caça ao tesouro noturna Sábados em família

Vamos comemorar o Dia Mundial da Criança com um jogo de pistas e atividades, que levam à descoberta de um tesouro e do próprio Museu de Arqueologia.

Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] 24 de junho sábado das 15h00 às 17h30 VISITA GUIADA Participantes individuais e famílias Entrada: Gratuita Inscrição: Inscrição prévia

Pelo património Histórico da Amadora Caminhada

Sabia que a construção da linha de caminho-de-ferro, em 1887, levou à transformação do atual território da Amadora? Venha conhecer estas e outras histórias sobre a Amadora, numa caminhada através do tempo.

Organização: CMA e Associação de Arqueologia da Amadora

|

Programa Maio Junho Julho 41


|

42 Museus e Galerias

Roque Gameiro na Imprensa Visita à exposição

Visita com particular enfoque no enquadramento das transformações sociais, culturais e urbanísticas, operadas na transição dos séculos XIX e XX e no desenvolvimento, nesse contexto, de uma cultura urbana de massas marcada pela proliferação de objetos impressos e na apresentação de uma faceta menos conhecida de Alfredo Roque Gameiro: a sua obra gráfica e o trabalho desenvolvido, em particular, na Companhia Nacional Editora, nos jornais O Século, e o Diário de Noticiais e na Empresa História de Portugal.

Férias de Verão na Casa Projeto Jovem Criativo

Atividades diversas com grupos de crianças no sentido de as sensibilizar para o património cultural e artístico através de oficinas temáticas – Descobrir os Jardins e a Casa da Família de Roque Gameiro.

CASA ROQUE GAMEIRO 24 de junho às 15h00 Visita guiada Para público em geral Entrada: Gratuita IInscrição: ver última página Organização: CMA e colaboração do Centro de Estudos Interdisciplinares do Século XX (CEIS 20) da Universidade de Coimbra.

CASA ROQUE GAMEIRO 3 turnos: 1º turno: 27 a 30 de junho 2º turno: 4 a 7 de julho 3º turno: 11 a 14 de julho de terça a sexta das 9h00 às 17h30 Oficinas pedagógicas Para maiores de 6 até 12 anos (máximo 12 participantes) Entrada: 20€ Inscrição: ver última página Não inclui almoço e lanche Organização: CMA


MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] 3 turnos: 1º turno: 27 a 30 de junho 2º turno: 4 a 7 de julho 3º turno: 18 a 21 de julho de terça a sexta das 9h00 às 17h30

Jovem Explorador Vamos realizar atividades relacionadas com a ocupação humana do território da Amadora, com o objetivo de iniciar os mais jovens, de modo divertido, nas temáticas do património histórico e arqueológico.

Atividades pedagógicas Dos 6 aos 12 anos Entrada: 20€ IInscrição: ver última página Não inclui almoço e lanche Organização: CMA/Atalaia Plural

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] 3 turnos: 1º turno: de 4 a 7 de julho 2º turno: de 11 a 14 de julho 3º turno: de 18 a 21 de julho de terça a sexta das 9h00 às 17h30 Atividades pedagógicas Dos 13 aos 15 anos

Jovem Explorador

escavação arqueológica O Município da Amadora é rico em vestígios arqueológicos de diferentes épocas, existindo, na freguesia da Falagueira-Venda Nova, uma parte considerável de sítios de época romana, onde se vão centrar os trabalhos arqueológicos. Participação dos jovens numa escavação arqueológica e em trabalho de laboratório.

Entrada: 20€ Inscrição: ver última página Não inclui almoço e lanche Organização: CMA

|

Programa Maio Junho Julho 43


|

44 Museus e Galerias

villa romana da Quinta da Bolacha e sítio do Moinho do Castelinho Visita guiada às escavações em curso

Vamos conhecer os trabalhos arqueológicos, a cargo da Câmara / Museu Municipal de Arqueologia, e a sua importância para a preservação e conhecimento da ocupação humana do Município da Amadora, nomeadamente, a romana.

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] de 4 a 28 julho de segunda a sexta, das 9h30 às 16h00 visitas guiadas Para público em geral Entrada: Gratuita Necessita de inscrição prévia

Visita guiada Vamos visitar dois sítios romanos de importância considerável, no panorama nacional e regional e conhecer os últimos resultados obtidos nas escavações que decorreram em 2017.

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MUSEOGRÁFICO DO CASAL DA FALAGUEIRA] 29 julho sábado das 10h30 às 12h00 visita guiada Para público em geral Entrada: Gratuita Inscrição: ver última página


CASA ROQUE GAMEIRO de janeiro a dezembro de terça a sexta das 10h00 às 12h30 e das 14h30 às 17h30 visitas guiadas Grupos escolares do pré-escolar até ao 3º ciclo, secundário, superior, associações culturais, grupos organizados (máximo 25 participantes)

Visitas Guiadas à Casa Roque Gameiro Visita Guiada à Casa – Monumento de Interesse Público - e às Exposições: Vida, família e obra de Alfredo Roque Gameiro e Roque Gameiro na Imprensa “a desenhar e documentar graficamente”

Entrada: Gratuita Inscrições: ver última página Organização: CMA

MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA [NÚCLEO MONOGRÁFICO DA NECRÓPOLE DE CARENQUE] abertura regular sábado e domingo Horário de funcionamento: Verão - das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 18h00 Inverno - das 10h00 às 16h000

NECRÓPOLE DE CARENQUE Exposição Permanente sobre a Necrópole de Carenque e visita ao sítio arqueológico

Situa-se no topo da Avenida Luís de Sá, Serra das Brancas, Mina.

Exposição Para público em geral Entrada: Gratuita

|

Programa Maio Junho Julho 45


|

46 Museus e Galerias

Vida, Obra e Família de Alfredo Roque Gameiro Na casa que construiu e viveu mais de duas décadas, está patente uma exposição de alguns originais a aguarela e desenho do pintor a par de objetos pessoais, manuscritos e fotografias do álbum de família, como suporte documental ao visitante. Roque Gameiro, sendo um artista da segunda geração do Naturalismo, registou o mundo em que viveu e que desejava preservar nos seus desenhos e aguarelas. Atento sobretudo à realidade rural, às tradições populares e também às paisagens, os seus ideais estéticos têm um grande paralelo na cultura portuguesa contemporânea.

Conversas na rua Em Agosto regressa a iniciativa “Conversas na Rua”. Este ano voltamos a convidar artistas de renome nacional e internacional para pintar vários locais da cidade da Amadora. Melhorar a paisagem urbana, estimular a arte e a criatividade, dialogar com as comunidades locais, são alguns dos objetivos da iniciativa que promete continuar a surpreender em cada esquina ou fachada perto de si.

CASA ROQUE GAMEIRO de janeiro a dezembro de terça a sexta, das 10h00 às 12h30 e das 14h30 às 17h30 Exposição Permanente Para público em geral Entrada: Gratuita

CASA ROQUE GAMEIRO em agosto aRTE URBANA Para público em geral


CASA ROQUE GAMEIRO A próxima exposição a não perder Para público em geral

A mão inteligentE

Exposição de Ilustração e Aguarela de Raquel Roque Gameiro (1889-1970)

Entrada: Gratuita

A exposição A mão inteligente: Raquel Roque Gameiro (1889-1970) - Ilustração e Aguarela apresentará, pela primeira vez, um panorama retrospetivo da obra da artista. O seu notável talento para o desenho manifestou-se cedo e a capacidade de entender a realidade através do risco conferiu-lhe uma personalidade artística ímpar que convém conhecer. Discípula de seu pai estreou-se como ilustradora no livro Contos tradicionais portugueses de Ana de Castro Osório, e cedo recebeu o prémio internacional do Petit journal illustré de la jéunesse, indício de uma fama que ultrapassou fronteiras. Participou, em 1909, na exposição da Sociedade Nacional de Belas-Artes e muitas outras se sucederam firmando-a como hábil aguarelista. A exposição será organizada em diversos núcleos: contexto biográfico; pintura de costumes; caricatura;  ilustração e artes gráficas; botânica. Sandra Leandro (Comissária da Exposição) TODA A PROGRAMAÇÃO E HORÁRIOS podem sofrer ALTERAÇÕES SEM AVISO PRÉVIO

|

Programa Maio Junho Julho 47


Informações úteis Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos – Bedeteca (piso 2) Av. Conde Castro Guimarães, 6, 2720-119 Amadora Coordenadas GPS: Latitude de 38.75250 (38º 45’ 9’’ N) e Longitude de -9.2331 (9º 13’ 59’’ W) Tel. 214 369 054 | Fax. 214 948 777 | bibliotecas@cm-amadora.pt | bedeteca@cm-amadora.pt Horário: (Piso 0) 2.ª feira e sábado das 10h00 às 18h00 | 3.ª a 6.ª feira das 10h00 às 19h00 (Piso -1 e 2) de 3.ª a sábado das 10h00 às 18h00 For@ de Horas (Piso 0) de 2.ª a sábado das 20h00 às 24h00 Inscrições: telf: 21 436 90 54 ou pelos e-mails: bibliotecas@cm-amadora.pt / isabel.arsenio@cm-amadora.pt Transportes: CP e Autocarros 114 e 20 - Algés Autocarros: 113 - Belém; 154 e186 - Hosp. Amadora-Sintra; 107 - Marquês de Pombal Cineteatro D. João V Largo da Igreja - Águas Livres (Damaia), 2700-295 Amadora | Tel: 214 975 187 Coordenadas GPS: N38.746029º, W9.218823º Bilheteira: 5ª e 6ª feira (exceto feriados), das 10h00 às 18h00 e, em dias de espetáculo das 10h até ao início do espetáculo. Horário sujeito a alterações sem aviso prévio. Transportes, Táxis e Parque Público de Estacionamento Comboio da CP: Estação Santa Cruz-Damaia (500 mts. / 7 minutos a pé) | Carris: n.º 711 (Alto Damaia – Ter. do Paço) | n.º764 (Damaia de Cima - Cidade Universitária) | Lisboa Transportes: n.º108 (Reboleira-Caxias) | n.º 109 (Reboleira-Damaia de Cima) | nº144 (Belém-Cacém) | n.º162 (Algés-Falagueira) | n.º185 (Amadora-Lisboa) | n.º186 (AmadoraFalagueira) | Táxis: Praça de táxis a 500 mts. | Parque público de estacionamento (a 20 mts.). RECREIOS DA AMADORA - ESPAÇO CULTURAL Av. Santos Mattos, 2, Venteira, 2700-748 Amadora | Tel: 214 369 055 Coordenadas GPS: N38.758323º, W-9.235262º Bilheteira: de 4ª a sábado (exceto feriados), das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00 Em dias de espetáculo à noite, estará ainda aberta das 20h00 até ao início do espetáculo. Aos domingos, quando há espetáculos, a bilheteira funciona das 14h00 até ao início do espetáculo. Horário sujeito a alterações sem aviso prévio. Não há lugares marcados nem reservas. Espaço expositivo (Salão nobre): das 14h00 às 19h00, de 3ª a domingo (Entrada Livre)


Transportes, Táxis e Parque Público de Estacionamento CP: Est. da Amadora - Linha de Sintra - Lisboa | Vimeca: n.º 20 - Amadora - Algés Lisboa Transportes: n.º 114 trajeto Amadora - Algés | n.º 113 trajeto Amadora - Belém Táxis (Praça de táxis a 100 mts.) Parque público de estacionamento (a 20 mts.) Galeria Municipal Artur Bual - Casa Aprígio Gomes R. Luís de Camões, n.º 2, Venteira, 2700-535 Amadora | Telefone: 214 369 059 Horário: terça a domingo (incluindo feriados), das 10h às 18h Casa Roque Gameiro Pct. 1.º Dezembro, 2, Venteira, 2700-688 Amadora | Telefone: 214 369 058 Horário:Terça a sábado: 10h00-12h30 e 14h00-17h30; Domingos das 14h30 às 17h30; Encerra segundas e feriados. Inscrições: telf: 21 436 90 58 ou pelos e-mails: veraferreira@cm-amadora.pt / eugenia.ribeiro@cm-amadora.pt Museu Municipal de Arqueologia Pq. Aventura, Beco do Poço, Falagueira - Venda Nova, 2700 Amadora Telefone: 214 369 090 | museu.arqueologia@cm-amadora.pt Horário: De terça a sábado das 9h às 13h e das 14h às 17h; Domingo das 14h30 às 17h30 Inscrições: telf: 214 369 090 e-mails: museu.arqueologia@cm-amadora.pt

Edição: Câmara Municipal da Amadora Dep. Educação e Desenvolvimento Sociocultural Divisão de Intervenção Cultural Design e produção gráfica: Estrelas de Papel, Lda. Tiragem: 1000 exemplares Impresso em papel reciclado

Av. Santos Mattos, 2, Venteira 2700-748 Amadora Tel: 214 369 055 cultura@cm-amadora.pt


|

50 Biblioteca e Bedeteca

Mais informaçþes: www.cm-amadora.pt/cultura www.facebook.com/amadoracidade www.facebook.com/municipioamadora

Agenda Cultural - maio a julho de 2017  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you