Page 1

mercadoeeventos.com.br

Estratégias das operadoras para contornar a crise Março/2013 - 1ª quinzena - Ano IX - Nº 219 - Tiragem: 16.400 exemplares

Líderes do setor apontam erros e possíveis saídas para que outras empresas não fechem as portas em 2013. Páginas 10 a 12 ENTREVISTA Calçadão da Praia de Boa Viagem

Copa

Março de 2013 - 1ª quinzena

Rafa Medeiros / Prefeitura de Recife

REPORTAGEM ESPECIAL

FOLHA DO TURISMO

do Mundo

1 Enrico Fermi, presidente da ABIH Nacional

Executivo diz que hotelaria não vai ser a “vilã” dos megaeventos e defende parceria com MTur Página 3 AGENDA

Eventos de março incluem ITB, Workshop Ancoradouro e MinasTur. Página 34

Série especial Cidades-Sede apresenta Recife Capital pernambucana avança na preparação e sedia ainda a Copa das Confederações. Páginas 24 e 25 CARNAVAL 2013

AVIAÇÃO

Korean completa cinco anos de operações em São Paulo

Key Park, Jinkul Lee, John Jackson e Olaf Kaehlert

ENCARTE

Workshop & Trade Show CVC 2013 Suplemento especial com tudo o que aconteceu no evento

Companhia não descarta possibilidade de crescer na AL. Página 13

Folia se espalhou pelas principais capitais do país Cobertura no Rio de Janeiro, Recife, Salvador e São Paulo. Páginas 30 e 31

BRASIL

Orçamento do Turismo cresce 40% neste ano

8

BRASIL

Setur-RJ anuncia investimentos no Turismo Naútico

6

BRASIL

Domingos Leonelli apresentou estrutura montada para Carnaval da BA ao ministro Gastão Vieira

AGÊNCIAS E OPERADORAS

BRASIL

Salão do Turismo e Braztoa vão ocorrer dentro da Abav 2013

Tam Viagens passa a vender Adventure by Disney

Abav vai se reunir com secretários de Turismo para ouvir sugestões. Página 6

Essa é a 1ª operadora autorizada a comercializar os produtos no Brasil. Página 23

Antonio Azevedo, presidente da Abav Nacional

Sylvio Ferraz, da Tam Viagens, e Patrick Yvars, da Disney

Notícias que movimentaram o site do M&E e as notas mais lidas nas últimas duas semanas. Página 32

Pará comemora visibilidade após ser tema da Imperatriz 7 BRASIL

Pesquisa revela altos preços na hotelaria do Rio

8

AVIAÇÃO

Emirates terá novas representações na América do Sul 14 VISIT FLORIDA

Estado divulga todas as novidades de seus parceiros 16


2 Março de 2013 - 1ª quinzena


ENTREVISTA

Enrico Fermi: público nacional é solução para superoferta na hotelaria Juliana Bellegard

MERCADO&EVENTOS - Fala-se muito sobre a superoferta hoteleira durante a Copa. A ABIH tem algum posicionamento sobre isso? Enrico Fermi: Um hotel não é equipamento que recebe um investimento com retorno a curto prazo. Leva-se acima de 20 anos para recuperar o valor. Então, ninguém faz um meio de hospedagem pensando em tirar lucro ali em 40 dias. Na realidade, o grande motivador para o investidor tanto nacional quanto para o internacional, para a construção de hotéis, é o nosso crescente mercado consumidor. A expectativa é que tenhamos na nossa base de consumo do Turismo mais 50 milhões de brasileiros até 2020. Isso mostra nosso potencial. É visando esse crescimento do mercado interno que os investimentos estão surgindo.

MERCADO&EVENTOS - Quanto à polêmica em relação aos preços abusivos da hotelaria durante os grandes eventos esportivos, o que tem a dizer? Enrico Fermi: Toda essa polêmica foi gerada pelo episódio da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, no ano passado. Relembrando: na ocasião, havíamos sido consultados sobre a melhor maneira de proceder em relação à venda dos pacotes para o evento, e sugerimos que a Braztoa era o melhor caminho. O Itamaraty, em vez disso, optou por fazer uma licitação e acabou contratando a empresa Terramar. Eles não tinham nenhum conhecimento do mercado de Turismo, colocaram o lucro lá em cima (30%) e fixaram o pacote em sete dias. Quando a coisa estourou e as delegações internacionais passaram a dizer

Enrico Fermi, presidente da ABIH Nacional

que não viriam, o Itamaraty “rasgou” a licitação e liberou os quartos para venda. Na ocasião, a hotelaria saiu como vilã da Rio+20, sendo marginalizada. Um erro. Na Embratur, o Flávio Dino usou este fato como um fato político, de forma equivocada. MERCADO&EVENTOS - O que está sendo feito para os próximos eventos – Copa das Confederações e Copa do Mundo? Enrico Fermi: A Match Hospitality, que é a empresa que negocia toda a parte de hospedagem para a Fifa, já está vendendo quartos e vem fechando pré-contratos com hotéis desde 2007 muito antes desta polêmica da Rio + 20. Nós, da ABIH, nos posicionamos frente ao MTur de maneira muito clara: não temos o objetivo de resolver a questão de lucro e investimento que foi feito nos hotéis recém-construídos. Foi como expliquei, este tipo de investimento deve ser a longo prazo. Nosso papel é ajudar a coibir a prática dos preços abusivos. Queremos trabalhar junto com o Ministério, nosso discurso é de parceria. MERCADO&EVENTOS - O Ministério do Turismo mencionou a possibilidade de

punir os hotéis que praticarem tarifas abusivas. Qual a posição da ABIH? Enrico Fermi: Não tive conhecimento disso ainda, mas acredito que não existe legislação para aplicar multas neste caso. Se você quer vender o seu carro e pede R$ 2 milhões por ele, quem vai te multar? A multa, a punição, neste caso, é a falta de compradores. A posição da ABIH é trabalhar na informação e conscientização dos hoteleiros em relação às tarifas. Não podemos determinar o que vai ser feito em cada meio de hospedagem, mas buscamos o melhor para o mercado, a união dos profissionais pelas causas comuns. Ninguém quer que o Brasil seja visto como um destino onde os hotéis têm preços abusivos. MERCADO&EVENTOS - Qual será o grande desafio da hotelaria para os próximos anos? Enrico Fermi: O grande desafio da ABIH, se eu pudesse resumir em poucas palavras, eu diria que é a qualificação. Este é o grande legado que nós esperamos ter destes grandes eventos. É o nosso grande desafio para que possamos atender bem este turista que vai chegar aqui, para que possamos ter a casa arrumada. Houve uma paralisação nos esforços neste sentido depois do que aconteceu em 2011 no Ministério do Turismo. Agora, tivemos um aceno deles de que realmente vão retomar este tempo perdido, utilizando as instituições como parceiras. O MTur enxergou que não tem como fazer a qualificação se não for com o apoio das instituições – Fohb, Resorts Brasil, Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação e nós. Já temos capilaridade para chegar nos colaboradores e qualificá-los. E queremos que isso aconteça em breve, porque nós já temos a Copa

das Confederações e a Jornada Mundial da Juventude neste ano. Em 2014 é a vez da Copa do Mundo. MERCADO&EVENTOS - Dentro da ABIH, quais as frentes de trabalho a serem desenvolvidas durante este ano? Enrico Fermi - Estamos trabalhando para consolidar essa nova visão que criamos dentro da entidade, que é uma visão comercial. Potencializá-la, visando fortalecer as parcerias comerciais privadas. O reflexo disso são as duas parcerias que foram fechadas recentemente, com a Ecolab, que é a maior empresa de produtos de limpeza do mundo, e com o Clube de Hotéis, que é uma nova central de reservas de vendas de diárias. Por fim, queremos também fortalecer nosso congresso – o Conotel – e a nossa feira, que acontece em paralelo ao congresso, a Food Hospitality World. MERCADO&EVENTOS – Por falar em Conotel, quais as novidades e expectativas para o evento deste ano? Enrico Fermi: O Conotel é o grande evento da hotelaria brasileira. Nossa estimativa é receber entre 1.000 e 1.200 hoteleiros provenientes não só do eixo Rio-São Paulo, mas do Rio Grande do Norte, Ceará, Rondônia, Alagoas, Pernambuco, entre outros Estados. A grande novidade deste ano é a parceria com a Food Hospitality World, grande evento de produtos voltados para a hotelaria. O congresso acontece entre 25 e 27 de março, em paralelo com a feira, que vem pela primeira vez ao Brasil. No dia 25, além da feira, teremos uma festa promovida pelo Estado de Pernambuco, que divulgará sua ações e atrativos, com show do Alceu Valença. Na terça e quarta teremos painéis sobre diferentes temas.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Um dos tópicos mais discutidos no setor de hotelaria quando o tema são os grandes eventos esportivos que acontecerão no Brasil nos próximos anos, especialmente a Copa do Mundo de 2014, é o risco da superoferta de unidades após as competições. O Placar da Hotelaria, estudo realizado pelo Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (Fohb) e pela Hotel Invest, apontou risco em sete das 12 cidades. Em entrevista ao M&E, Enrico Torquato Fermi, presidente da ABIH Nacional, aponta que há alternativa para que este diagnóstico não seja terminal: o investimento no Turismo nacional. Além disso, o executivo reafirmou a posição da entidade sobre a questão da flexibilização de tarifas durante estes grandes eventos, apontando que a hotelaria não é a vilã da situação e que está disposta a trabalhar em parceria com o Ministério do Turismo.

MERCADO&EVENTOS - A pesquisa do Fohb aponta que há esse problema em algumas cidades. Como você enxerga isso? Enrico Fermi: É uma preocupação. O estudo do Fohb diz que existe, digamos assim, uma luz amarela em Belo Horizonte (MG). Existe hoje também uma luz amarela acendida pela ABIH da Bahia com relação aos muitos projetos que estão sendo desenvolvidos lá. Mas achamos que trabalhando bem este mercado interno, motivando este turista a gastar aqui, deixar divisas aqui, nós vamos conseguir fazer com que isso não aconteça. Não é uma situação irreversível. Muito pelo contrário, nós temos dois destinos que hoje perdem eventos em função da falta de apartamentos, que são o Rio de Janeiro e Recife. São gargalos que já estão sendo resolvidos. O Rio deve ganhar 36 novos hotéis, e Recife 10 mil novos apartamentos. Isso deve amenizar esta questão.

3


OPINIÃO

Hora de retomar o trabalho

Março de 2013 - 1ª quinzena

Roy Taylor

4

Após a folia do Carnaval e as férias de verão, é hora de retornar o trabalho. Ainda mais se levarmos em consideração o fato de que, a partir de julho, o país entra definitivamente na rota dos megaeventos, com a Jornada Mundial da Juventude e a Copa das Confederações. Independente do calendário, é importante que o Turismo avance em algumas questões que possam dar efetivamente uma contribuição no sentido de fomentar o setor. A começar pela implementação de uma nova etapa do Plano Nacional de Turismo. O programa, responsável pelo estabelecimento de metas, permanece em “berço esplêndido” sem que até o momento o Governo se manifeste a respeito do mesmo. A prometida retomada dos programas de incentivo ao Turismo doméstico feita pelo ministro Gastão Vieira em sua posse, em setembro de 2011, praticamente não saiu do papel. Apesar do empenho do ministro em “arrumar a casa” após os escândalos do seu antecessor, o setor carece de políticas de fomento. Outro aspecto preocupante diz respeito à implementação da Lei Geral do Turismo. Desde sua aprovação, a lei não saiu do papel sob alegação, por parte dos Estados, de que não há como fiscalizar os prestadores de serviço. A lei chegou a ser considerada na época da sua aprovação como um marco regulatório do setor. O MTur promete revitalizar programas como o Viaja Mais Melhor Idade e o de Regionalização. Já não era sem tempo. Num momento em que o país ganha maior visibilidade, principalmente junto ao mercado internacional, é fundamental agilizar os programas e investimentos em projetos como o da mobilidade urbana,

melhoria na infraestrutura dos portos e aeroportos, sem esquecer na capacitação da mão-de-obra do setor. É importante que as autoridades estejam atentas ao bom funcionamento dos chamados serviços básicos, e isso inclui aeroportos, rodoviárias e prestadores de serviços. Não basta a hospitalidade e a alegria do povo. É preciso fazer mais. Muito mais. O mesmo diz respeito à qualidade do nosso Turismo receptivo. Falta sinalização turística em outros idiomas, melhor ordenamento de áreas turísticas, como na estação do Cristo Redentor, acompanhamento dos preços e tarifas praticados nos grandes centros urbanos, para evitar abusos. Enfim, ainda temos um longo caminho a percorrer. Outra preocupação do Governo tem sido em relação as altas tarifas praticadas pela hotelaria, principalmente no Rio de Janeiro. Diante da comprovação de que as diárias nos hotéis da Cidade Maravilhosa estão entre as maiores do mundo, perdendo apenas para destinos como Nova York, é importante que Governo e iniciativa privada cheguem a um consenso a fim de evitar abusos, principalmente nos meses em que acontecem os megaeventos, como é o caso de julho deste ano, quando o Rio sedia o Encontro Mundial da Juventude e é também sede de jogos da Copa das Confederações. Em pleno mês de março, é hora do Governo e iniciativa privada colocarem em andamento os programas e ações estratégicas previstos, de modo a fazer com que o Turismo possa ser um instrumento gerador de empregos, renda e investimentos. A sensação que se tem até o momento é que o atual Governo não tem dado ao Turismo a importância que ele merece.. Roy Taylor é jornalista, publicitário e vice-presidente executivo da Folha do Turismo e Mercado & Eventos

Feliz Ano Novo! Luciano Palumbo É verdade que o Réveillon já passou. Mas o ano, definitivamente, começa agora. E com ele, o Workshop Trade Show CVC dá o pontapé inicial para a realização dos grandes eventos do Turismo no país. Nesta edição, o M&E traz a cobertura completa em um encarte especial com os principais lançamentos da operadora, como a incorporação de novos destinos como Bahamas, Chicago e esqui na Europa. Além disso, a especulação do setor sobre o novo presidente da operadora que, segundo a CVC, deve ser do mercado de varejo. Vale lembrar que, mesmo com o déficit do ano passado, a operadora – a maior da América Latina - cresceu cinco vezes mais que o PIB Nacional. O momento é positivo. Neste propósito, as operadoras – também com visões otimistas - esperam um ano diferenciado e apostam em um Turismo mais segmentado, com a exploração de novos nichos. Depois do caos em vendas no ano passado, a expectativa de incremento será por meio de uma “reinvenção” de produtos e investimentos pesados em tecnologia. Muito ainda vai se falar em 2013 em relação à inovação e segmentação do Turismo. Nesse panorama positivista, alguns fatos desfavoráveis de 2012 chamam a atenção do setor, como por exemplo, o resultado da balança comercial do Turismo apresentada em 2012, onde o saldo negativo foi de USD 15,6 bilhões entre o valor que os brasileiros deixaram no exterior e o valor que os estrangeiros trouxeram para o nosso país; a inflação acumulada de 6,15% dos últimos doze meses e a perda de

cerca de 15% na oferta de cruzeiros na costa brasileira e, ainda, o alto custo dos portos pelo país. Tentando impulsionar o progresso, o governo vem fazendo o seu dever de casa. Há quem diga que as desonerações – mesmo em doses homeopáticas –estão sinalizando uma parceria público-privada para o crescimento econômico. Primeiro, a folha de pagamento das aéreas, agora, a hotelaria. A rede de distribuição também tem trabalhado duro para o desenvolvimento e profissionalização. A cada dia investem na capacitação de pessoas e otimização de processos, preparando-se para o ano que se inicia. O que não para de crescer é a expectativa dos grandes eventos. Neste contexto, o M&E lança uma série especial de reportagens que trará os Destinos da Copa, onde as cidadessede serão foco com o desenvolvimento de infraestrutura e atrativos turísticos das 12 capitais destinadas ao futebol nestes próximos dois anos. Agora, mais do que nunca, o Brasil é o país do “Turismo” e do “futebol”, talvez não nesta ordem. Ainda ouviremos muito este ano sobre a superoferta da hotelaria ou de outros temas que envolvam as dimensões do desenvolvimento do transporte aéreo e da sua integração, do Turismo social, da regulamentação dos agentes de viagens, dos canais de distribuição na era da tecnologia da informação e, quem sabe, até a posse de um novo ministro. Agora, definitivamente, tudo começou. Luciano Palumbo é jornalista e editor-executivo do Mercado & Eventos e Folha do Turismo. Possui especialização em Economia e Planejamento Estratégico.

Citações e Reflexões “As viagens são na juventude uma parte de educação e, na velhice, uma parte de experiência” (Francis Bacon)

Uma conta que não fecha Alexandre Sampaio Findo o Carnaval, convém analisarmos a alta temporada sob a perspectiva dos resultados e acontecimentos que envolveram a hotelaria nacional. De maneira geral, ainda carecendo de fechamento de números, houve crescimento na ocupação média da maioria dos destinos de verão. Esse aumento foi fruto de maior demanda dos brasileiros viajando em férias, apesar de a oferta de meios de hospedagem ter aumentado em alguns destinos. O número de turistas estrangeiros não foi expressivo, – em face da continuada crise na Europa e nos EUA e da situação econômica deteriorada na Argentina –, apesar de o gasto médio continuar com tendência de alta, indicando um turista de maior poder aquisitivo. O que, com certeza, não vai gerar maior atração de clientes do exterior ou melhorar a imagem do Turismo nacional é a postura do órgão oficial responsável pela política e pela ação de marketing turístico, a qual argumenta, com embasamento equivocado, que os preços da hotelaria nacional estão caros, comparativamente a outros destinos. Recentemente, fomos convocados à Brasília, junto com outras entidades patronais hoteleiras, para tomar conhecimento do levantamento de preços, que usou como base os sites de busca e compra de hotéis, desenvolvido pela Embratur. Apesar de uma portaria (Port. nº 90 de 19 de junho de 2012) publicada no ano passado mencionar que os dados seriam objeto de discussão, soubemos dos resultados pela imprensa, alguns dias antes, o que resultou em mídia contraproducente para o Brasil como um todo. Melhor seria uma nota conjunta, em que, observadas quaisquer incorreções, iniciativa privada e governo trabalhassem juntos para os ajustes necessários. Atendo-nos à pesquisa em si, constatamos que ela fugiu do escopo básico, legalmente proposto, que era comparar diárias dos grandes eventos em inúmeras cidades mundo afora com as de capitais brasileiras que também estivessem recebendo grandes eventos e expressivo número de clientes. O que se destacou no levantamento impreciso da Embratur foram cotações pré e pós-determinadas datas (como JMJ e Copa das Confederações) na rede hoteleira nacional, com objetivo de ressaltar incremento de valores nos pernoites. Cabe, desde já, uma ressalva importante: o maior volume de reservas nos hotéis brasileiros, em sua política de venda e comercialização dos quartos, é fruto de negociações diretas com operadoras de viagens nacionais e internacionais (por meio de seus atendentes de receptivo local), atacadistas de reservas de hospedagem e agências especializadas no público corporativo. Caso a Embratur se dispusesse a tomar

ciência desses valores médios de contratualização, constataria que as cotações são razoáveis e bem equilibradas, em comparação com as capitais internacionais sugeridas na legislação promulgada. Na realidade, os preços postados diretamente na web pelos hotéis no Brasil são usados para recompor diária média e Revenue Per Available Room (RevPAR), ou receita por quarto disponível, possibilitando uma política de administração tarifária ao sabor da necessidade de ocupação. Deduzir que esses preços postados são os valores médios, praticados majoritariamente, é incorreto e leva a conclusões imprecisas. Outro fator a ser levado em conta é que o brasileiro ainda não compra com antecipação suas férias de lazer, o que devemos incentivar, utilizando, inclusive, os canais tradicionais do trade turístico, prestigiando toda a cadeia de agências de viagens e maioristas, porque, com certeza, comprará mais barato com a devida antecedência. Esperamos que a criação de uma comissão tripartite – Executivo, Legislativo e empresariado – possa desnudar a realidade dos problemas do custo Brasil, no tocante aos meios de hospedagem no país e a outros setores, como aviação e alimentação fora do lar, contribuindo para uma plausível visão comparativa com outros competidores internacionais e principalmente ajudando a aumentar a dotação orçamentária, para divulgação nos principais mercados emissores. Ademais, tanto para a Copa do Mundo quanto para as Olimpíadas, os contratos já estão fechados entre as partes, com custos negociados há bastante tempo, sem percalços. Supor que não possamos chegar a um consenso quanto à Copa das Confederações e à Jornada Mundial da Juventude é não acreditar no bom senso da iniciativa privada, que se preocupa muito mais com o cenário após 2016, quando sairemos da exposição midiática internacional e teremos que garantir a sustentabilidade de nossos empreendimentos. Por isso, acreditamos na sugestão do Ministério do Turismo de promover uma rodada de negociações diretamente nas cidades envolvidas, chamando a hotelaria local, que não se furtará ao diálogo, visando compreender as necessidades oficiais no tocante aos eventos de importância para o governo federal. Por fim, o grande número de empreendimentos que estão em construção em todo o território nacional vai propiciar uma concorrência saudável, em que as condições de mercado prevalecerão, com grande variedade de valores por segmento e qualidade de produto, expressando uma realidade do capitalismo na sua lei de oferta e procura. Alexandre Sampaio é presidente da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA)

Turismo em Dados

Preços da hotelaria brasileira Os dados abaixo fazem parte da Pesquisa Internacional de Preços da Hotelaria e foram divulgados pela Embratur. Os dois rankings mostram a média de todas as pesquisas realizadas sob parâmetros de 14 e 60 dias de antecedência. Veja a matéria completa na página 08 desta edição. Ranking Tarifas Negócios (em US$)

Ranking Tarifas Lazer (em US$)

CIDADE

MÉDIA

CIDADE

MÉDIA

Nova Iorque

245,32

Miami

293,57

Rio de Janeiro

182,73

Punta Cana

278,90

Paris

177,61

Rio de Janeiro

246,71

Dubai

177,45

Nova Iorque

245,82

Londres

172,99

Sydney

201,73

São Paulo

133,23

Paris

196,17

Recife

121,32

Cancun

193,89

Brasília

117,46

Londres

189,10

Milão

116,85

Barcelona

174,72

Tóquio

111,45

Florianópolis

155,55

Belo Horizonte

110,28

Recife

143,45

Frankfurt

106,00

São Paulo

140,39

Buenos Aires

105,86

Fortaleza

126,81

Viena

105,26

Salvador

126,11

Santiago

100,33

Natal

123,71

Porto Alegre

89,76

Manaus

117,36

Curitiba

86,11

Buenos Aires

115,77

Fortaleza

83,40

Foz do Iguaçu

104,66

Salvador

83,17

Santiago

100,49

Belém

76,39


Março de 2013 - 1ª quinzena

5


BRASIL

Recife comemora R$ 603 milhões na economia da cidade com Carnaval Março de 2013 - 1ª quinzena

Anderson Masetto

6

Quando a “quarta-feira ingrata”chegou anunciando o fim do Carnaval, a cidade do Recife ainda tinha motivos para comemorar, ao contrário do famoso verso de “É de fazer chorar” – muito cantado pelos artistas locais. Segundo o secretario de Turismo da capital pernambucana, Felipe Carreras, a Folia de Momo gerou um incremento de R$ 603 milhões na economia da cidade. Com dois novos hotéis neste ano, a ocupação média foi de 95% durante a festa, com uma permanência média de 13 dias, sendo que os visitantes planejaram, em média, ficar 5,9 dias depois do Carnaval. O total de turistas foi de 718 mil nos cinco dias de folia. Segundo a Infraero, foram 66.084 de desembarques no Aeroporto Guararapes entre 7 e 12 de fevereiro. “Este foi o primeiro Carnaval depois do frevo se tornar Patrimônio Cultu-

Prefeito de Recife, Geraldo Júlio, e o secretário de Turismo, Felipe Carreras

ral da Humanidade. E os números mostram que este é o maior Carnaval que já tivemos. O povo tomou conta da cidade e fez uma festa de muita alegria”, garantiu o prefeito Geraldo Júlio. “Tivemos um desafio grande de ajudar a cuidar de uma festa tão grandiosa, a mais democrática do nosso calendário. Temos um diferencial muito grande, que é o nosso cidadão.

O recifense tem um jeito diferente de receber os turistas e fazer com que eles se apaixonem pelo Recife”, complementou Carreras. Entre os emissores de turistas para Recife durante o Carnaval, o próprio estado de Pernambuco é responsável por 19% do total. Os outros estados do Nordeste enviaram 36% dos visitantes, e a soma

dos demais estados ficou em 37%. Os estrangeiros representaram 8%. Individualmente, o maior emissor é São Paulo, seguido por Ceará, Rio Grande do Norte e Paraíba. A Prefeitura investiu um total de R$ 30 milhões para a realização do Carnaval. Foram mais de 1,5 mil apresentações e 800 atrações. Grandes nomes da música brasileira como Caetano Veloso, Milton Nascimento, Titãs, Tulipa Ruiz, Céu e Fafá de Belém, dividiram as atenções com artistas locais. Entre eles Alceu Valença e Elba Ramalho, que fizeram seus shows na última noite. “Só Pernambuco consegue ter esta diversidade”, definiu o presidente da Fundação de Cultura, Roberto Lessa. Olinda - Durante o Carnaval, Recife divide as atenções dos foliões com Olinda. Enquanto a capital oferece shows com grandes nomes da música brasileira durante a noite, a cidade famosa por suas ladeiras e ruas de pedra, recebe o público

Salão do Turismo e Braztoa vão acontecer dentro da Abav 2013 Juliana Bellegard A Feira das Américas – Abav 2013, que acontece de 4 a 8 de setembro, em São Paulo, contará com dois outros eventos dentro da própria feira: o Salão do Turismo, que retorna ao calendário depois do cancelamento de 2012, e o Encontro Comercial Braztoa, que mantém seu formato de anos anteriores. As confirmações da organização dos eventos dentro da Abav vieram do ministro do Turismo, Gastão Vieira; do presidente da Abav Nacional, Antônio Azevedo;

Antonio Azevedo, presidente da Abav Nacional

Gastão Vieira, ministro do Turismo

e da diretora da Promo, Gisele Lima, empresa responsável pela realização da Feira das Américas 2013. “Teremos um espaço somente para o salão”, disse Vieira, em entrevista ao M&E.

Azevedo explicou que haverá reuniões com os secretários de Turismo dos Estados para ouvir sugestões sobre os espaços de exposição. “Será efetivamente uma parceria, eles não se-

rão expositores comuns”, afirmou. A diretora da Promo, Gisele Lima, empresa responsável pela realização da Feira das Américas 2013, revelou mais detalhes da novidade. “De fato estamos fechando com o Ministério do Turismo a criação de um espaço denominado Área Brasil onde os estados poderão divulgar seus destinos junto ao público”. Segundo ela, o evento será aberto ao público nos dias 7 e 8 de setembro, com ingressos a R$ 20,00. “Esperamos para esses dois dias um público visitante na ordem de 50 mil pessoas”, adiantou.

meses, cerca de R$ 5 milhões nessas marinas, que vão gerar empregos, renda, desenvolvimento da indústria offshore e melhorias na área do meio ambiente. Como exemplo, em Arraial do Cabo, que receberá a primeira marina, 120 barcos de médio porte ficarão atracados em total segurança. As prefeituras municipais serão as responsáveis pela manutenção e operacionalização da atividade”, disse. O secretário acrescentou que, aliado à construção das marinas, serão realizados cursos de capacitação e qualificação para os que trabalharão nesses locais e haverá aulas de receptivo e idiomas com o

objetivo de incrementar o Turismo nas localidades. Atualmente, cerca de 90% do trabalho praticado no Turismo náutico é informal. “A responsabilidade ambiental do projeto está presente nos materiais utilizados na construção das marinas que serão flutuantes, em PVC ou Polietileno, e o piso, tipo deck de madeira plástica, 100% reciclável. O processo de construção é simples, seguro e econômico em relação ao sistema convencional, fixo de concreto. Todo o projeto tem baixo índice de risco ambiental e uma excelente eficácia no atendimento às embarcações”, descreveu.

Setur-RJ vai investir no Turismo Naútico Rafael Massadar O secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro, anunciou a construção de marinas públicas flutuantes nos municípios de Arraial do Cabo, Paraty, Angra dos Reis, Mangaratiba e Armação dos Búzios. Ele também divulgou a aprovação do 1º Termo de Referência do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) que libera, inicialmente, US$ 20 milhões para o Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur). Para Ronald Ázaro, o Projeto de Fomento e Organização do Turismo

Ronald Ázaro, secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro

Náutico do Estado tem importância fundamental para o incremento, não só da atividade turística, como também para o desenvolvimento das regiões. “Investiremos, nos próximos

durante o dia com centenas de blocos, além dos famosos bonecos gigantes. A Prefeitura estima que durante os cinco dias de folia cerca de 2 milhões de pessoas tenham passado pelo destino, movimentando entre R$ 60 e R$ 70 milhões na economia da cidade. “Há ainda um investimento de R$ 7,5 milhões. Mas esta conta é paga principalmente por parceiros e patrocínios. A Prefeitura desembolsa no máximo 10% disso”, disse o secretário de Cultura, Lucilo Varejão. Neste ano, o Carnaval de Olinda contou com 11 polos de animação, 190 atrações e 254 horas de música. Entre os destaques estão os desfiles de blocos, a apoteose dos bonecos gigantes. “Neste ano, o tema do nosso Carnaval foi ‘Pernambuco imortal, imortal’, um trecho da letra do hino do estado”, contou o prefeito Renildo Calheiros. “Toda a nossa decoração usou motivos e as cores de Pernambuco”, complementou.

Rio de Janeiro terá mais dois Centros de Convenções Rafael Massadar O secretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Ronald Ázaro, acenou ao MERCADO & EVENTOS, a possibilidade do estado ganhar mais dois Centros de Convenções. Os locais: Cabo Frio e Friburgo. “O Governo do Estado mostrou vontade de investir R$ 3,5 milhões na construção do Centro de Convenções de Cabo Frio. O local já foi definido e as conversas estão adiantadas. Ainda este ano ele estará pronto”, disse o secretário. Ainda de acordo com Ronald Ázaro, no início de fevereiro, em conversa com o prefeito de Nova Friburgo, Rogério Cabral, a recuperação de centros históricos e a inauguração de um Centro de Convenções foram discutidos. “Uma das principais metas do Governo Federal é desenvolver um Turismo mais competitivo. Por isso, vamos investir na Região Serrana do estado. Vamos evoluir nessa pauta que tem tudo para acontecer. Local ainda não temos, por isso ainda não existe um prazo definido para início da sua construção”, anunciou.


BRASIL

Pará festeja visibilidade internacional como tema da Imperatriz Rafael Massadar

Campanha Mais Noronha visa atrair turistas na baixa temporada Pelo segundo ano consecutivo, a Secretaria de Turismo de Pernambuco (Setur-PE), a Empetur e a Administração de Noronha lançaram, em São Paulo, a campanha Mais Noronha, que pretende atrair cada vez mais turistas na baixa temporada para a Ilha de Fernando de Noronha. A apresentação foi feita a operadores, agentes de viagem e imprensa. De acordo com o secretário de Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa, a campanha tem como objetivo principal o aumento da taxa de ocupação da ilha nos meses de baixa temporada, quando o inverno chega à região. No ano passado, segundo Feitosa, a campanha aumentou em 31% a ocupação. A campanha deste ano terá descontos que variam de 10% a 30% em cima de valores já praticados na baixa estação. Atualmente, a ilha recebe três voos diários, dois operados pela Azul e outro pela Gol.

Olímpia (SP) ganhará dois novos empreendimentos Localizada a 440 quilômetros da capital paulista, a cidade de Olímpia é famosa pelas suas águas termais e já recebe cerca de 1 milhão de turistas por ano. Até o final de 2015, tanto a rede hoteleira quanto o número de atrativos serão ampliados, com o Hot Beach Resort e o Hot Beach Diversões Aquáticas, que juntos somam 140 mil m². O resort contará com 484 apartamentos e o parque aquático terá uma praia artificial, toboáguas e uma série de atrativos. Os empreendimentos são do Grupo Ferrasa, que já conta com um hotel em operação na cidade (Thermas Park Resort & Spa) e com um outro em construção. O investimento é de R$ 130 milhões, sendo R$ 80 milhões no resort e R$ 50 milhões no parque. “A demanda clama por mais um parque na cidade há muito tempo. A ocupação do parque já existente está saturada”, justificou Newton Ferrato, diretor da empresa. No total, serão gerados cerca de 650 empregos diretos, sendo 400 no parque e 250 no resort.

Adenauer Góes, secretário de Turismo do Estado do Pará, sambando na Sapucaí junto ao carro Abre Alas da Imperatriz

7 carros alegóricos e 1 tripé. As fantasias da agremiação tiveram a influência do branco e do verde, cores oficiais da escola, além do marrom e tons de amarelo. Já as alegorias caíram para as cores das florestas - contando a

história do Estado. O desfile seguiu com o legado que o ciclo do ouro e da borracha deixou para o Pará com uma réplica do Teatro da Paz. A comissão de frente trazia uma alegoria na qual os 14 integrantes, representando

Março de 2013 - 1ª quinzena

A Imperatriz Leopoldinense levou a cultura marajoara para a Sapucaí. Com o enredo Pará - o Muiraquitã do Brasil, a quinta escola a desfilar no segundo dia de exibições do Grupo Especial no Rio de Janeiro fez uma viagem pelo norte do país para mostrar sua natureza, comidas típicas, pontos turísticos, os ritmos e festas religiosas. A decisão de homenagear o estado foi acertada, a escola voltou para o Desfile das Campeãs para comemorar o quarto lugar do Carnaval carioca. “Buscando temas de envergadura e importância, a Escola decidiu mostrar o Pará na Marquês de Sapucaí, inclusive apontando o Estado como um verdadeiro amuleto de boa sorte para o Brasil. Com esta homenagem da Imperatriz vamos ganhar ainda mais visibilidade, uma vez que o Carnaval do Rio de Janeiro é uma grande vitrine na qual aproximadamente 140 países mostram imagens do desfile”, disse o secretário de estado de Turismo do Pará, Adenauer Góes. Ele lembrou que além da gastronomia, da música e das belezas naturais, o estado possui ainda os eventos religiosos, com destaque para o Círio de Nazaré, que neste ano chegou à sua 220ª edição, levando 2 milhões de pessoas para as ruas de Belém e milhares para todo o Pará. “Isso tudo associado à questão das belezas naturais que dotam o Pará de cerca de 50% dos atrativos da Amazônia brasileira, fazendo com que o estado seja conhecido como a ‘Obra-Prima da Amazônia’”, exclamou Góes. O desfile - A escola levou para o sambódromo 3.200 integrantes, em 31 alas,

ancestrais indígenas, subiam para entrar em contato com a natureza, que tinha a cantora Fafá de Belém como destaque. A bateria da Imperatriz Leopoldinense foi comandada por Márcio de Souza Cesário, o mestre Noca, que teve a companhia da rainha Cris Vianna. Os ritmistas vestiram roupas inspiradas na cerâmica do Pará, homenageando o artesão popular responsável por transformar barro em arte, em uma relação harmônica entre o povo do estado e a natureza. Os ritmos e as danças do Pará foram lembrados no carro “Pará Tecnoshow”. A escola encerrou o desfile com uma romaria de fiéis, seguidos do último carro, homenagem ao Círio de Nazaré. “O Pará virou vitrine para o mundo inteiro. Quem nunca ouviu falar, vai ter curiosidade de conhecer o destino. O Carnaval do Rio de Janeiro é o maior espetáculo da Terra. O povo do Pará precisa estar muito orgulhoso desse momento tão especial que o Turismo de alguma forma está vivenciando”, finalizou o secretário.

7


BRASIL

Hotéis do Rio estão entre os mais caros do mundo, diz MTur

Março de 2013 - 1ª quinzena

Rafael Massadar

8

No fim de fevereiro, o ministro do Turismo, Gastão Vieira, se reuniu com representantes da hotelaria fluminense para lançar o Observatório Turístico do Estado do Rio de Janeiro. O projeto tem como objetivo fiscalizar as tarifas exercidas pelos hotéis durante os grandes eventos que vão ocorrer no estado. A quatro meses do início da Copa das Confederações, Gastão Vieira assegurou que não haverá “preços abusivos” de diárias de hotéis durante o evento preparatório para Copa do Mundo de 2014. “Preços abusivos, definitivamente, não. Acho que vamos chegar a um entendimento [com o setor hoteleiro] tão bom como o que tivemos durante a Rio+20”, enfatizou o ministro. Um levantamento que avaliou tarifas de hotéis em 29 cidades do

Brasil e do exterior mostrou que o Rio de Janeiro tem a segunda diária média mais cara para viagens de negócios e a terceira para viagens de lazer. Os dados fazem parte da Pesquisa Internacional de Preços da Hotelaria e foram divulgados pela Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) no final de janeiro. A média das diárias nos hotéis do Rio foi de US$ 182,73 (cerca de R$ 363) para viagens de negócios – na simulação desta modalidade, foram pesquisados quartos para uma pessoa com 14 dias de antecedência. A cidade brasileira perde apenas para Nova York, cuja tarifa média foi de US$ 245,32 (R$ 488). O titular do Turismo ressaltou que a questão das diárias dos hotéis fluminenses é “uma preocupação constante” do Governo Federal. Segundo ele, por determinação da presidenta Dilma

Rousseff, o Executivo vai “controlar” o valor cobrado pela área hoteleira nacional em conjunto com os empresários do setor. Imagem do Brasil - O ministro afirmou que há o compromisso dos empresários de não praticar preços excessivos. “Nós entendemos que, durante eventos, há uma demanda aquecida e existem casos normais. O que não vamos aceitar é abuso. Se isso vier a ocorrer o governo vai agir”, avisou Gastão Vieira. Ele citou a conferência ambiental Rio+20, do ano passado, como exemplo positivo de negociação – na ocasião, delegações internacionais criticaram abuso nas tarifas dos hotéis. “Nós tivemos uma crise. A Casa Civil convocou os órgãos do governo e fizemos um acordo com o setor. O que está em risco é a imagem do Brasil. Não queremos que fique com a fama de caro”, enfatizou.

Orçamento do Turismo cresce 40% e chega a R$ 1,8 bilhão Rafael Massadar O orçamento do Ministério do Turismo em 2013 terá um aumento de quase 40%, comparado com 2012. De acordo com o titular da pasta, ministro Gastão Vieira, o valor neste ano chegará a R$ 1,8 bilhão. “Já negociamos com parlamentares e o Governo Federal para chegarmos nessa cifra, que é recorde para o Ministério do Turismo”, comemorou. O Governo Federal, em meados de fevereiro,

pediu a parlamentares aliados para não votarem o Orçamento de 2013 no Congresso Nacional até que o Supremo Tribunal Federal coloque em julgamento uma liminar concedida pelo ministro do STF, Luiz Fux, que obriga a Casa a analisar em ordem cronológica mais de três mil vetos presidenciais à nova Lei do Royalties. Em recente entrevista, o líder do Governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse que a votação ocorrerá ainda este mês.

Em 2012, o bloqueio de recursos no orçamento da União totalizou R$ 55 bilhões. O Ministério da Saúde foi o que mais sofreu, com corte de R$ 2,01 bilhões. Gastão Vieira mostra-se contente com o que deve ser concretizado nos próximos dias. “O Turismo tem a capacidade de construir um Brasil maior, gerando emprego e renda, trazendo soluções ecologicamente viáveis e sustentáveis. O Turismo não traz problemas, só vantagens”, disse.


BRASIL

Domingos Leonelli faz balanço positivo do Carnaval 2013 Rafael Massadar

Espicha Verão termina com 40 apresentações musicais Com 40 apresentações musicais, distribuídas em cinco palcos, durante três dias - tendo sido encerrado no dia 24 de fevereiro - o Projeto Espicha Verão chegou ao fim com um balanço positivo. De acordo com o secretário do Turismo da Bahia, Domingos Leonelli, o projeto coordenado pela Bahiatursa cumpriu bem o papel de garantir opções de lazer para a permanência dos turistas em Salvador. “O que vimos foram muitos turistas se divertindo; idosos e jovens de Salvador presentes e um público que antes nunca havia ido ao Pelourinho, visitar este que é um dos mais belos cartões-postais do mundo”, pontuou o secretário. A quinta edição do Projeto Espicha Verão levou diversas atrações ao Pelourinho como orquestras, grupos de chorinho, filarmônicas e artistas plásticos, além de promover um festival gastronômico e uma homenagem a dona Canô, matriarca da Família Veloso. Os comerciantes do Centro Histórico apontaram um crescimento de até 10% nas vendas durante o fim de semana do projeto. O clima de tranquilidade foi uma das marcas do Espicha Verão 2013. De acordo com o comandante do 18º Batalhão da PM, tenente-coronel Ancelmo Brandão, foram registradas apenas duas ocorrências em três dias de evento.

Bahia busca voos charteres da Itália para Copa das Confederações A presença da Bahia na Feira de Turismo Bit Milão foi marcada pelas articulações para atrair voos charteres para Salvador no mês de junho, período em que a cidade sediará o jogo Brasil e Itália, pela Copa das Confederações. No dia 15 de fevereiro, durante a feira, agentes de viagem e operadores italianos conheceram um dos produtos turísticos da Boa Terra: o São João, com uma apresentação musical do cantor Adelmário Coelho, que mostrou o forró baiano aos profissionais do trade. Entre os presentes na Bit, destaque para os dirigentes da companhia aérea Tap e também da operadora italiana Just Brasil. Quem também esteve no evento foi o secretário de Turismo Domingos Leonelli, que participou de encontros com os representantes da Tap Itália, Match Connections, Alitalia, Jangada Travel, Just Brasil, dentre outros empresários e executivos. Em todos os encontros confirmou-se a importância do jogo Brasil x Itália na Bahia, principalmente pelo que vai significar de visibilidade para Salvador. “Para nós, o mais importante é o antes e o depois dos jogos, visto que o fluxo turístico para os mesmos já está praticamente assegurado pela venda dos ingressos”, disse o secretário.

Domingos Leonelli e Silvio Pessoa com o Rei Momo e a rainha do Carnaval

47,8% eram baianos; 39,2% turistas de outros estados; e 13% estrangeiros. Os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e o Distrito Federal representaram 27,7% dos turistas brasileiros atendidos. Em relação aos estrangeiros, destaque para os argentinos, norte-americanos, espanhóis, israelenses, franceses, chilenos, italianos e alemães. Neste ano, ainda foram registrados muitos aten-

Felipe Vieira, Cassia Magalhões e Fernando Ferrero

dimentos a australianos (497), canadenses (280), japoneses (194) e suíços (154). No Disque Bahia Turismo, foram realizados, entre quinta-feira (07/02) e quarta-feira pela manhã (13/02), 4.025 atendimentos, sendo 2.866 por telefone e 1.159 via chat. O projeto, que atendeu em 12 idiomas e recebeu elogios do ministro do Turismo, Gastão Vieira, funcionou como um piloto para a Copa das

Confederações, em junho deste ano, e a Copa do Mundo, em 2014. Além dos Guias e Monitores do Carnaval, foi montada uma operação especial no Porto de Salvador, que recebeu cerca de 20 mil passageiros de cruzeiros marítimos durante a folia. Um “mini trio”, com a Banda Rixô, do maestro Fred Menendez, recepcionaou os turistas, juntamente com as tradicionais baianas.

Março de 2013 - 1ª quinzena

A Secretaria Estadual do Turismo da Bahia destacou o crescimento na ocupação hoteleira no Carnavael 2013. Durante a folia, a ocupação dos hotéis dos circuitos da festa foi de 94%. Nos estabelecimentos mais afastados, a taxa chegou a 89%, perfazendo uma taxa de 90% para o período momesco na cidade. De acordo com a Infraero, 300 mil pessoas circularam pelo Aeroporto Internacional de Salvador durante a folia. Para o secretário de Turismo, Domingos Leonelli, não houve surpresa, uma vez que essa movimentação estava sendo acompanhada junto a operadores e agentes de viagem. Outro destaque apontado pelo titular da pasta foi a prestação de serviços de receptivo para baianos e turistas. Com 600 profissionais, a operação realizou 127.746 atendimentos até as 7h da quarta-feira de Cinzas, número 45,5% superior ao registrado no mesmo período de 2012. Entre os que receberam atendimento,

9


REPORTAGEM ESPECIAL

Desaquecido, mercado foca na reinvenção em 2013 Depois de um ano difícil para as operadoras de Turismo, a aposta está na tecnologia, segmentação e diversificação de viagens Luciano Palumbo e Anderson Masetto

Março de 2013 - 1ª quinzena

No ano passado, a crise financeira mundial e a alta do dólar prejudicaram as vendas de viagens para o exterior, o que acabou reaquecendo o mercado de viagens domésticas.

10

Mesmo assim, a insuficiência para minimizar os prejuízos levou à falência duas grandes operadoras nacionais. Neste cenário, quais são as expectativas para 2013? O que muda no segmento depois do fechamento de grandes empresas como Tia Augusta e Shangri-lá? O setor está pronto para

absorver novos produtos? No panorama de um mercado não muito distante, quando a Soletur foi à falência em 2001, quase oito mil clientes haviam comprado pacotes para viajar. Todos perderam dinheiro. Houve quem tivesse desembolsado mais de R$15 mil à renomada opera-

dora. Outras três mil pessoas estavam viajando, a maior parte ao exterior, quando a empresa baixou as portas. De acordo com a Embratur, quase uma centena de agências de Turismo fecharam as portas nos últimos anos. A direção da Tia Augusta Turismo, anunciou – em dezembro de 2012 - que estava suspendendo temporariamente suas atividades. No mesmo mês, a carioca Shangri-lá Turismo também anunciou que deixaria de operar. O motivo para as duas operadoras suspenderem suas atividades: dificuldades financeiras, com a alta do dólar e a baixa nas vendas de pacotes. Tudo isso ligado diretamente à falta de diversificação de produtos e atuação em mercados meramente regionais. “A desaceleração econômica do segundo semestre de 2012 gerou uma redução expressiva nas vendas das operadoras”, disse Marco Ferraz, presidente da Braztoa. O número de passageiros afetados? Cerca de 1,5 mil pacotes [entre Tia Augusta e Shangri-lá] foram absorvidos entre os operadores Braztoa por meio de linhas de créditos ou de tarifas com preço neto no caso de empresas como a RCA Turismo, Master Viagens, AIT, entre outras. Entidades de agentes como a Abav,

Avirrp e Aviesp também foram solidárias às ações em prol das operadoras. Os números ainda estão sendo compilados, mas segundo Ferraz, “para 2012, a entidade espera que o faturamento das operadoras deva permanecer igual a 2011, quando gerou cerca de R$ 9,8 bilhões”. A projeção em julho do ano passado era de chegar a R$ 10,8 bilhões. “Em 2013 a evolução do mercado para as vendas online deve aquecer a partir do segundo semestre”, enfatiza Ferraz. Da mesma geração que a extinta Soletur, a CVC vem ganhando mercado nos últimos 40 anos. Ou quase isso. No ano passado, a gigante da América Latina também sofreu com as crises internacionais e as dificuldades financeiras enfrentadas por todos os operadores nacionais. Prova disso foi a saída de seu último presidente, Francisco da Rocha Campos, que deixou a companhia em meados de fevereiro. O fato, segundo comunicado, foi causado por questões pessoais, mas há quem acredite que a baixa nos resultados, como o crescimento de apenas 5% em 2012 - quando a meta era de pelo menos o dobro – e a falha na estratégia de abertura de capital foram fundamentais para a troca do comando.

Crescimento Na Visual, por exemplo, entre as estratégias para o “bom” desempenho estão a descentralização da base de clientes e a segmentação de produtos. As ações iniciadas no ano passado continuarão em 2013. “Estamos com uma previsão mais conservadora para este ano, com um crescimento de 18%”, contou o diretor da operadora, Afonso Gomes Louro. O crescimento do faturamento da Visual Turismo foi de 26% no ano passado, em relação a 2011. O ticket médio também teve um incremento, passando de R$ 1,4 mil para R$ 1,7 mil. Entre as novidades que serão apresentadas neste ano para manter o crescimento, está a criação de um departamento focado em viagens de incentivo. “Este é um segmento que está crescendo muito e vamos ter uma estrutura para atender este mercado. Já temos um departamento de grupos, mas estamos formando uma equipe especializada somente

em incentivo e premiações”, revela. Outra estratégia que vem dando certo é a segmentação do portfólio, com roteiros religiosos e de ecoturismo. Esses núcleos especializados representaram mais de 10% do total de passageiros da operadora em 2012. “Também temos o desafio de aumentar a nossa base de agências, que hoje é de 12 mil. Percebemos que há muitas agências com potencial que ainda não trabalham conosco”, afirma. Juarez Cintra, presidente da Ancoradouro também compartilha da previsão para este ano. Ele acredita que a formatação de novos produtos fará a diferença nas vendas em 2013. “Estamos readequando produtos antigos às necessidades dos novos turistas”, comentou, se referindo às saídas dos roteiros Mapa Plus com guias falando português e ônibus envelopados com o consórcio Agaxtur/Ancoradouro. “É apenas uma mudança de roupagem”, afirma.

Diversidade e mudanças Segundo o vice-presidente de Marketing e Produtos da CVC, Fabio Godinho, a segmentação e a diversificação de viagens são dois importantes pilares que continuarão a integrar as estratégias de produtos da CVC em 2013. “Estes pilares sempre nortearam o crescimento da operadora, e agora em 2013 não será diferente”, disse. De acordo com o executivo, a operadora continuará a buscar novas oportunidades de produtos específicos para públicos segmentados, tais como as parcerias que já existem com o Corinthians, com o Carnaval de Salvador e o Rock in Rio. “Estas parcerias permitem o desenvolvimento de produtos exclusivos para venda na rede de agências exclusivas e multimarcas parceiras da CVC”, afirma, referindo-se à diversificação do portfólio de produtos, e ao fortalecimento do

relacionamento com as franquias e agências cadastradas. Outra proposta ressaltada por Godinho é a estratégia de fidelização de fornecedores baseada especialmente no Programa Parceiro Preferencial CVC, lançado em 2012. O programa concede vantagens exclusivas a um grupo de fornecedores preferenciais, sendo também um incentivo à melhoria contínua de serviços e à busca da inovação. “Fechamos 2012 com 316 hotéis preferenciais participantes, agora em 2013 somamos 324 parceiros, sendo 235 hotéis nacionais e 89 internacionais. Neste mês, novos parceiros devem entrar no programa, que em breve também realizará a premiação final, com a concessão do Selo de Qualidade aos fornecedores que mais se destacarem em quesitos como satisfação do cliente”, comentou.


REPORTAGEM ESPECIAL

Economia serve para alinhar mercado

Marco Ferraz, da Braztoa

Tecnologia Mesmo com o lançamento dos novos cadernos de Europa [com mais de 400 páginas], Multidestinos [200 páginas] e Nacional [80 páginas], a Schultz vai investir pesado em produtos tecnológicos como um novo site e uma ferramenta de compartilhamento de informações em redes sociais para agentes de viagens em 2013. Esta aposta também será feita pela Flytour Viagens, que segundo Michael Barckoczy, presidente da operadora, vai oferecer um sistema eficiente, que é cada vez mais determinante para obter sucesso, uma vez que o consumidor passou a ficar mais exigente. “Hoje o cliente chega à agência munido de muitas informações e quer que a compra seja rápida. Ele quer sair com a confirmação da sua viagem e com o pagamento feito”, explica. “Investimos muito para oferecer isso aos agentes. Um bom sistema e produtos na prateleira” complementa Barckoczy. De acordo com o presidente da Braztoa, Marco Ferraz, o investimento das operadoras em tecnologia, principalmente em sistemas de back-office e front-office, devem favorecer o cenário em 2013. “O crescimento, porém, deve continuar tímido mantendo o embarque de passageiros na média de 70% nacional e 30% internacional”, comenta. Quanto à segmentação, Ferraz ressalta que isso deve agregar valor às vendas. “Hoje a internet oferece venda de bilhetes, hotéis e carros. Já os operadores podem oferecer uma nova experiência de viagem aos turistas acostumados a comprar produtos em separado”, diz. De acordo com Schultz, mesmo com o novo site, a operadora continuará sempre preservando a figura do agente de viagens. Segundo ele, o portal permitirá a compra direta pelo cliente final por meio de agente de viagem geo-indicado ou cadastrado na operadora. “Oferecemos produtos online [com força mais para o front-office, porém sempre investindo no back-office], reduzindo custos de operação e dando a possibilidade de fechamento da compra online para o agente de viagens”, diz. Atualmente, a Schultz trabalha com 10 mil agentes de viagens que possuem a tecnologia desenvolvida “in loco” pela operadora. “Nossa tecnologia está disponível para utilização dos agentes. Nos últimos seis anos os investimentos em tecnologia foram de R$ 7 milhões”, afirma. Outro produto para 2013 será a ferramenta de compartilhamento das informações do site da operadora com Facebook, Twitter e Google+, onde será possível compartilhar com o link da operadora ou agência de viagens, quando logado no portal. A Schultz ainda vai colocar no mercado o “Painel do Fornecedor” – ferramenta com a qual será permitida a colocação de produtos online em destaque para os agentes de viagens, e um aplicativo que permite o recebimento do voucher de seguro ou operação diretamente no aparelho de telefonia móvel. Plinio Nascimento, diretor geral da Nascimento Turismo, também vai investir em tecnologia em 2013. A operadora está preparando um novo portal que deve ser finalizado no segundo semestre de 2013. “Vamos avançar no segundo semestre com uma ferramenta de vendas online”, diz referindose ao crescimento expressivo das vendas via web. “Além disso, vamos priorizar o relacionamento com os agentes de viagens”, conta.

Flávio Gomes Louro, da E-HTL

Aroldo Schultz, da Schultz

Juarez Cintra Filho, da Ancoradouro

Michael Barkoczy, da Flytour

Março de 2013 - 1ª quinzena

Fabio Godinho, da CVC

Afonso Louro, da Visual

Um dos pontos citados pelo presidente da Schultz referente à crise de 2012 é justamente a questão econômica. O presidente da operadora, Aroldo Schultz, disse que o desaquecimento sofrido no ano passado contribuiu para a queda na venda de pacotes e, principalmente, para o encerramento de atividades de operadores em 2012. “O aquecimento tem dois lados. O bom, onde são fortalecidas as empresas sérias. Elas conseguem ampliar suas operações. O lado ruim é estabelecido pela ruptura de empresas devido ao seu foco operacional”, afirmou. Segundo ele, quando a economia está aquecida existe um certo positivismo no mercado. “Hoje a Schultz é uma empresa pequena lutando para se tornar grande”, disse. De acordo com ele, os meses de janeiro e fevereiro de 2013 foram muito bons em operação para a empresa. “Existem ações que diferenciam empresas sérias no mercado atual, como por exemplo, medir custos, investir de bolso próprio e acreditar no segmento. Nós agimos assim”, diz.

11


REPORTAGEM ESPECIAL

Março de 2013 - 1ª quinzena

Capilaridade

12

Desde o início do ano, a Flytour Viagens – que começou a operar efetivamente no dia 21 de maio de 2012 – está formatando pacotes com saídas de diversos pontos do Brasil. Neste primeiro momento, os produtos são focados no mercado doméstico, mas o presidente da empresa, Michael Barckoczy, revelou que destinos internacionais também passarão a ser oferecidos nos principais mercados. A proposta em 2013 é embarcar 75 mil passageiros, cerca de 10% a menos que a meta projetada para os primeiros sete meses de operação, que não foi alcançada. Segundo o executivo, esta é a principal estratégia da operadora para 2013. Oferecer produtos para as grandes praças é, na opinião de Barckoczy, uma maneira de facilitar as vendas para os agentes de viagens e diminuir a dependência de certos mercados. “Vimos as operadoras que pararam de operar em 2012. A Tia Augusta era muito focada no mercado de São Paulo, e a Shangri-lá no Rio de Janeiro”, comenta. “Temos que estar no Brasil inteiro e trabalhar com produtos para abastecer todo o país”, complementa. Barckoczy ressaltou que a operadora priorizou acordos com as companhias Gol e Tam para poder formatar pacotes e destacou Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre e Brasília, além do interior de São

Paulo, como mercados em plena ascensão. “Não nascemos para atender apenas o mercado paulista, mas sim o Brasil inteiro. Hoje a oferta de voos facilita isso e, na nossa estratégia, achamos importante ter produtos com saídas desses locais”, afirmou. Os pacotes internacionais seguirão o mesmo caminho. O executivo lembrou que a Copa Airlines (com voos para Estados Unidos e Caribe) conta com saídas de diversas capitais brasileiras, bem como a Tap, que voa para toda a Europa. Já a Schultz tem uma aposta diferenciada para os próximos três anos. Diversificando o leque de produtos oferecidos para os agentes de viagens, a operadora espera incrementar as vendas de roteiros nacionais. Segundo o presidente da operadora, Aroldo Schultz, hoje as vendas se concentram em destinos europeus. “Temos 70% do share em vendas de Europa e o restante dividido entre Estados Unidos, Américas e Oriente Médio”, comentou com exclusividade ao M&E. De acordo com Schultz, o lançamento do novo caderno de Roteiros e Destinos Nacionais deve alavancar a aposta pelo segmento. “Não podemos nos dar ao luxo de não ter produtos nacionais”, diz. Para ele, o segmento nacional, a longo prazo, deverá representar por 40% de todas as vendas da operadora. “Esperamos chegar neste número nos próximos três anos”, enfatiza.

Contramão Em meio a incertezas para 2103, Flávio Louro, diretor da E-HTL, diz estar na contramão. Ele acredita que este será um ano muito bom e projeta, inclusive, a expansão dos negócios da operadora. “Vamos dar continuidade a um processo que começamos há dois anos, que é a profissionalização. Para isso, contratamos recentemente o Alexandre Camargo e vamos continuar investindo”, contou. Louro afirma que até o final do ano a empresa estará em pelo menos mais oito cidades por meio de home office. A E-HTL tem nove correspondentes pelo Brasil. “Estamos definindo quais serão as praças. Queremos abraçar o Brasil. O nosso negócio depende de distribuição e com mais locais produzindo, os riscos são menores”, acredita. “O Nordeste, por exemplo, é um mercado fantástico e muito promissor. Hoje há muitas oportunidades fora de São Paulo e do Rio de Janeiro”, completa.

Curiosidade Há 35 anos uma viagem para a Europa não saía por menos de US$ 2640 em tarifa E40 – equivalente a tarifa atual. A tarifa era para viagens de no mínimo 20 dias e no máximo 40. Hoje, o mesmo trecho pode ser encontrado por menos de US$ 850.

Luis Paulo Luppa, da Trend

Plinio Nascimento, da Nascimento Turismo

Cruzeiros

Segundo Cintra Filho, da Ancoradouro, o segmento de cruzeiros deve continuar avançando no próximo ano. “Estamos crescendo em vendas desde o ‘boom’ dos cruzeiros dos últimos anos”, diz. O executivo acredita que as vendas devem, agora, migrar definitivamente para experiências internacionais. “Há pouco mais de dois anos tínhamos 80% de vendas de cruzeiros nacionais e 20% para destinos internacionais. No ano passado esse número chegou a 60%-40% em vendas, respectivamente”, conta. Cintra acredita que o crescimento nas vendas deste tipo de produto deve manter-se entre de 20% a 25%. Outras modalidades segmentadas que devem crescer em 2013 são os destinos esportivos e ecológicos, segundo ele.

Tendência da segmentação é estratégia de marketing O presidente da Trend Operadora e especialista em vendas, Luís Paulo Luppa, acredita que a segmentação do Turismo é uma estratégia de marketing para a venda exclusiva de produtos no mercado. “O mercado está globalizado e generalizado. A generalização não agrega valor à venda do agente”, diz. Segundo Luppa, o agente de viagem precisa ser “educado” em como trabalhar os produtos oferecidos pelo mercado. O executivo acredita que o segmento de Turismo precisa de uma transformação urgente, com relação a elaboração dos produtos. “O mais importante é qualificar o agente para que não exista dificuldade nas vendas , mas a transformação tem que partir dos operadores”, enfatiza. Para 2013, a Trend continua apostando na Tarifa Flex como diferencial. “O agente ganha mais e deixa de perder suas vendas. Além deste diferencial, vamos aumentar nosso portfólio de produtos com novidades a partir deste mês de março”, comenta. Com relação ao mercado, Luppa diz que a oscilação do “negócio” Turismo dos últimos 30 meses foi o grande fator que levou empresas a deixarem de operar ou mudar o foco de suas atividades. “O setor precisa ter obediência tática e educação executiva para não sofrer com os altos e baixos do mercado”, comenta. O executivo ressaltou ainda que o agente de viagens é a força motriz do mercado e que os investimentos também devem contemplar este elo da cadeia produtiva. “A força dos agentes está em seus consolidadores. O mercado precisa, cada vez mais, oferecer crédito, tecnologia, produtos e preço”, afirma.

Fim da chamada “temporada” “Os bloqueios causam problemas para os operadores”. A afirmação é de Juarez Cintra Filho, presidente da Ancoradouro, referindo-se à mudança no perfil do turista brasileiro nos últimos anos, que deixou de consumir produtos nas altas temporadas e passou a viajar mais vezes ao ano. “Hoje, o turista viaja mais vezes ao ano, só que as viagens são mais curtas”, diz. Segundo ele, a baixa expectativa para as vendas fará com que 2013 seja como os últimos três anos, ou melhor, não haverá exageros em vendas ou em prejuízos. “Este será um ano onde os operadores terão que reaprender a vender, se readequar e voltar a ouvir seus clientes”, complementa.

Fretamento Segundo Plinio Nascimento, diretor geral da Nascimento Turismo, na operadora já não se fala mais em “fretamento”. “Estamos buscando vender nossos produtos com voos regulares e optar por bloqueis apenas quando a oferta está aquém da nossa demanda”, comentou. Nascimento acredita que o ano de 2013 será melhor que 2012 em vários aspectos, como na venda de destinos como Punta Cana, Orlando e Santiago.

Franquias ganham espaço no Turismo Outro produto que terá destaque em 2013 será a TZ Viagens, franquia da Schultz que permite a venda de produtos dos principais tour operators nacionais. Hoje já existem franquias em Bragança Paulista, São Carlos e Curitiba (PR). Já estão previstas aberturas para Belém (PA) e Salvador (BA). “Temos outras dez franquias também em processo de licenciamento e estudo para abertura”, disse o executivo. Assim como a Shultz, a CVC aposta também em 2013 no mercado de franquias. “A estrutura do negócio continua a mesma. O que muda é que agora temos um entendimento claro da nossa relação, em torno de uma visão de longo prazo e de uma parceria entre as partes que pode ser renovada a cada dez anos. A escolha do modelo de franquia, que substitui o anterior, que era de cooperação e distribuição comercial, foi feita de forma consensual, envolvendo todos os donos de agências CVC”, diz Fábio Godinho. Hoje a CVC conta com 280 franqueados que formam a rede de distribuição, com 742 agências exclusivas, 34 delas pertencentes à CVC. “Com este modelo, já somos a 14ª maior franquia do país”, completa.


AVIAÇÃO

Completando cinco anos em SP, Korean estuda expansão na América Latina Juliana Bellegard

Volume de passageiros da Avianca Taca cresce 12,3% em janeiro Em janeiro, a AviancaTaca transportou 2,1 milhões de passageiros, o que representa um acréscimo de 12,3% na comparação com o mesmo período de 2012. A oferta registrou um incremento de 6,9%. Apenas para os mercados da Colômbia, Peru e Equador foram 1,1 milhão de passageiros, o que corresponde a 14,9% a mais do que o registrado em janeiro do ano passado. A oferta nestas rotas cresceu 16,5%. As taxas de ocupação domésticas ficaram em 80,2%. Nas rotas internacionais o crescimento foi de 9,2%, totalizando 926.478 passageiros.

KLM lança nova campanha institucional “Jornadas de Inspiração” Para reforçar o compromisso de oferecer aos seus passageiros “Jornadas de Inspiração”, slogan da empresa, a companhia aérea KLM acaba de lançar nova campanha institucional. Assinada pelas agências DDB (Amsterdam) e Havas World Wide (São Paulo), a comunicação destaca alguns aspectos da empresa que são pouco percebidos pelo público, mostrando que uma companhia aérea é muito mais do que aeronaves e tripulantes. Com anúncios para mídia impressa e online, as mensagens giram em torno de temas-chave como: atendimento e suporte ao passageiro 24 horas/7 dias por semana; grande variedade de destinos junto com os parceiros da Aliança SkyTeam; ‘World Business Class”, a classe executiva; “Economy Comfort”, classe econômica mais confortável e espaçosa; atitudes sustentáveis, como o uso de biocombustíveis; e uma série de outros aspectos que enfatizam o compromisso da companhia em oferecer muito mais do que uma experiência de viagem confortável aos seus passageiros.

MTur pretende pesquisar tarifas das aéreas Durante lançamento do Observatório Turístico do Estado do Rio de Janeiro, na zona oeste da cidade, o chefe de gabinete do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Paulo Guilherme Araújo , anunciou que o órgão pretende fazer uma pesquisa semelhante realizada com as tarifas dos hotéis, desta vez, com os preços da aviação. De acordo com ele, a preocupação da Embratur é que Brasil não seja taxado como um país caro no exterior. “Vamos discutir com a presidente Dilma Rousseff sobre esse assunto. Acreditamos que as taxas realizadas pelas empresas brasileiras encontram-se acima da média mundial. Para cobrarmos temos que ter todos os dados pesquisados e é a nossa vontade”, disse o executivo.

Azul conquista todas as capitais do Brasil A Azul Linhas Aéreas está a um passo de chegar a todas as capitais do país e com isso oferecer 102 opções de destinos aos seus clientes. A companhia acaba de pedir autorização à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para operar voos diários para Macapá (AP) e Boa Vista (RR), últimas duas capitais que ainda não são servidas pela empresa. Se os pedidos forem aprovados, esses dois novos destinos serão somados aos 100 hoje atendidos pela Azul. “Apesar do grande marco, o que realmente importa para a companhia é atender aos nossos clientes da melhor maneira, facilitando ainda mais suas viagens”, garantiu o presidente da Azul, David Neelman.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Em 2013, o voo da Korean Air que sai de São Paulo em direção a Seul (Coreia do Sul), com escala em Los Angeles (EUA), completa cinco anos de operações. Uma frequência com alta taxa de ocupação - o trecho Brasil-EUA mantém uma média de 90%, conforme explicou John E. Jackson, vice-presidente de Marketing e Vendas para as Américas - e o crescente interesse do púbico brasileiro são os motivadores para que a companhia considere o Brasil um “mercado importante”, segundo afirmou seu vice-presidente sênior, Jinkul Lee. “Temos três voos semanais para São Paulo e, no último ano, passamos a operá-los com Boeings 777300”, revelou Lee, ressaltando o crescimento da demanda, principalmente pelo passageiro de negócios. Key Park, diretor representante para Brasil,

Argentina, Uruguai e Paraguai da companhia, revelou que metade do público dos voos de São Paulo para Los Angeles é brasileiro, e que eles têm preferência pela Primeira Classe, ou Executiva. Ainda sem previsão para abrir novos voos no Brasil, a companhia estuda a possibilidade de começar a operar em Lima (Peru). Segundo Lee, no entanto, ainda não há definições sobre esta frequência, uma vez que a demanda ainda não é estável. Olaf Kaehlert, gerente geral da Korean Air para América Latina, explicou, no entanto, que a expansão de distribuição na América Latina está acontecendo principalmente por meio do ingresso no BSP (Billing and Settlement Plan) em diferentes países. A companhia está no BSP no México, Colômbia, Bolívia, Chile e Peru, além do escritório brasileiro, e deve ingressar, ainda este ano, na Argentina, Equador e Panamá.

Mari Masgrau, do M&E, com a equipe da Korean: Key Park, Jinkul Lee, John Jackson e Olaf Kaehlert

13


AVIAÇÃO

Nova American tem Doug Parker como CEO

Março de 2013 - 1ª quinzena

Pamela Mascarenhas

14

Foi definida a fusão entre a American Airlines e a US Airways, depois de meses de negociação, criando a maior empresa aérea do mundo, com 6,7 mil voos diários para 336 destinos, US$ 39 bilhões em vendas, valor de mercado de US$ 11 bilhões e 600 aeronaves encomendadas. A nova empresa vai operar com o nome da American Airlines e terá Thomas Horton, chairman da AA, como chairman do Conselho de Diretores das aéreas durante a primeira reunião anual dos acionistas. Já Doug Parker, chairman e CEO da US Airways, será o CEO da nova empresa e membro do Conselho, para assumir a presidência deste quando Horton tiver concluído seus trabalhos. O Conselho terá 12 membros – três representantes da American Airlines, incluindo Horton, quatro da US Airways, contando com Parker, e cinco da controladora AMR Corp. A união das

Doug Parker

duas companhias aéreas depende da aprovação da U.S. Bankruptcy Court do Distrito Sul de Nova York, de aprovações regulatórias dos acionistas da US Airways, de outras condições habituais de fechamento e de confirmação e efetivação do Plano. De acordo com a American Airlines, o processo deve ser concluído apenas

no segundo semestre de 2013. Horton declarou que espera trabalhar em parceria com Doug Parker, a quem se refere como amigo há mais de 25 anos, e com as equipes de liderança de ambas as empresas, para assegurar uma integração harmoniosa. “Juntas, nós estaremos ainda melhor posicionadas para servir a todos os nossos clientes, população, investidores, parceiros e as muitas comunidades nas quais estamos presentes. (...) depois de meses de exaustiva análise e uma revisão completa de todas as alternativas, concluímos que esta fusão é o melhor para a nossa empresa”. Doug Parker comemorou a união: “A nova aérea terá escala, amplitude e capacidades para competir de forma mais eficaz e rentável no mercado global. Isso só é possível por causa do importante trabalho realizado ao longo do ano passado por Tom Horton e a equipe da American. Começamos a nos tornar uma equipe e uma nova

Emirates abrirá representações em cinco países da América do Sul Juliana Bellegard A Emirates expande sua presença na América do Sul este ano com a abertura de cinco novas representações: Paraguai, Colômbia, Bolívia, Equador e Venezuela. A ampliação da atuação da companhia no continente dá-se por conta da abertura das novas rotas no Rio de Janeiro e Buenos Aires, no ano passado. Segundo Ralf Aasmann, diretor da companhia aérea no Brasil, as representações deverão captar os clientes locais e redirecioná-los para os voos na Argentina (Buenos Aires) e

Ralf Aasmann, diretor da Emirates no Brasil

Brasil (São Paulo e Rio de Janeiro). “Já temos representações no Peru, Chile e Uruguai”, apontou, em entrevista durante um almoço comemorativo do Ano Novo Chinês, em São Paulo. “Investimos na compra de mais de 200 aeronaves que devem incrementar nossa frota nos próximos anos”, diz Aasmann, sinalizando a possibilidade da ampliação da presença da companhia na América do Sul. Ainda não há definição, no entanto, para novas rotas no continente. Em 2013, a Emirates passa a voar para Varsóvia (Polônia), Algiers (Argélia), Tóquio (Japão) e Clark (Filipinas).

Gol lança nova malha com 970 decolagens diárias Pamela Mascarenhas A Gol iniciou as operações de sua nova malha com 970 decolagens diárias, o maior número entre as companhias brasileiras. A empresa vai operar voos para 51 destinos domésticos e 14 internacionais, dentro de 10 países nas Américas e Caribe. As principais rotas terão aumento de frequência, com novas possibilidades de voos diretos. São Paulo segue como o principal mercado da companhia. O aeroporto de Guarulhos terá 10 novas decolagens diárias para o aeroporto Santos

Dumont, no Rio de Janeiro. Já no Galeão, a Gol vai inaugurar duas operações diárias, uma para Campo Grande (MS) e outra para Cuiabá (MT). No Distrito Federal, a reprogramação inclui o aumento de frequência para Maceió, Palmas e Teresina, além de um voo diário para Natal. A nova malha terá ainda duas novas operações para Vitória, a partir de Salvador e Recife; e aumento da frequência entre Belo Horizonte e Montes Claros, Recife e Salvador. Além disso, será integrado à malha um voo diário entre a capital mineira

e as cidades de Fortaleza e Natal, com escala em Salvador. Clientes da companhia aérea que adquiriram passagens até 31 de dezembro podem ter alterações nos horários e/ou numeração de seus voos. Caso não tenham recebido alerta da companhia com a informação da alteração, eles devem conferir os dados do voo no site da Gol, na seção “Seu voo” – disponível em http://compre2.voegol.com.br/ retrievebooking.aspx – ou por meio da Central de Relacionamento com o Cliente, no telefone 0800 704 0465.

Nova loga American

companhia aérea”. As duas empresas esperam que as regionais que possuem - American Eagle, da AMR Corporation, e Piedmont e PSA, da US Airways continuem a operar como entidades distintas. A nova American terá sede em Dallas-Fort Worth e promete manter uma presença significativa

societária e operacional em Phoenix. “Temos o orgulho de anunciar que a @AmericanAir & @USAirways ficam juntas para criar a #newAmerican”, dizem a American Airlines e a US Airlines em suas contas no Twitter. Já no site institucional da American Airlines a mensagem é “The new American is arriving” (A nova American está chegando). A American estava em recuperação judicial desde novembro de 2011. “Eles terão ótimos hubs, que tornarão a aérea extremamente atraente aos viajantes de negócios e de lazer, e isso vai representar um desafio para aéreas como JetBlue, United e Delta”, comentou Henry Harteveldt, analista da indústria aérea da Hudson Crossing. De acordo com a agência Reuters, essa é a terceira maior fusão de empresas aéreas nos Estados Unidos desde 2008 e pode elevar os riscos de encarecimento de passagens aéreas e significar menos escolhas para consumidores.

Iberia vive maior greve de sua história Pamela Mascarenhas Os funcionários da Iberia iniciaram uma greve de 15 dias no final de fevereiro e, como consequência, a companhia aérea cancelou 415 voos no final desse mês – 40% dos que estavam programados. Outras 807 operações de empresas como Vueling e Air Nostrum também foram suspensas, pois as mesmas utilizam as equipes da Iberia que trabalham em terra. A greve foi programada para o período entre 18 e 22 de fevereiro, 4 a 8 e 18 a 22 de março. Para a segunda etapa de paralisação, realizada no início deste mês, foram cancelados em torno de 1.300 voos, incluindo operações da Vueling, Air Nostrum e Iberia Express. Voos de São Paulo a Madri, e o trajeto inverso, nos dias 5, 6 e 8 de março, estão entre os voos suspensos. O movimento aderido por 20 mil trabalhadores é o maior da história da companhia. Ele foi convocado pelos sindicatos dos trabalhadores de terra e dos tripulantes, que representam 93% do pessoal, em protesto contra o International Airlines Group (IAG). O grupo controla Iberia e

British Airways e pretende eliminar 19% dos cargos de trabalho, ou 3.800 empregados, além de cortar salários e reduzir as rotas em 15% este ano. “Dos 70 mil clientes afetados, a Iberia realocou em outros voos 60 mil, e outros 10 mil serão reembolsados”, disse a companhia em nota. A companhia também disponibilizou suas contas no Twitter (twitter.com/iberia) e no Facebook (www.facebook. com/iberia) para tirar dúvidas e dar informações adicionais aos clientes. Até o fechamento desta edição, os voos que seriam afetados entre os dias 18 a 22 de março estavam definidos. No primeiro dia de greve, os trabalhadores sindicalizados entraram em confronto com a polícia no aeroporto de Barajas, em Madri, com uso da voz e de buzinas. Em frente ao terminal, a polícia bateu em alguns grevistas com cassetetes e ao menos cinco manifestantes foram presos. A série de paralisações deve custar à empresa e à economia espanhola milhões de euros. A greve da primeira semana, por exemplo, coincidiu com feriados escolares na Grã-Bretanha, a maior fonte de turistas da Espanha.


AVIAÇÃO

Associadas Abear transportam mais de 6,5 milhões de passageiros em janeiro Juliana Bellegard

Abear quer melhor aproveitamento de Congonhas em vez de alocação de slots Os novos procedimentos de utilização de horários e partidas (slots) em determinados aeroportos brasileiros, incluindo o Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, vem sendo discutidos pelo setor. A Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) aponta que é preciso conduzir um estudo técnico para avaliar a capacidade de utilização de Congonhas, visando seu melhor funcionamento, em vez de modificar os slots. “Os últimos dados, que datam da década de 1990, apontavam uma capacidade de 54 movimentos por hora. Houve duas reduções após isso: em 2001, para 48 movimentos por hora, e 2007, para 34/hora”, explica Eduardo Sanovicz, presidente da Abear, referindo-se às mudanças após os acidentes do Piper Navajo e da Tam. O melhor funcionamento do aeroporto é uma questão que, segundo o dirigente, “afeta toda a malha aérea nacional”. Não seria, portanto, uma discussão sobre ampliação de Congonhas, mas sim “aproveitar, pelo menos em parte, a capacidade que o aeroporto já tem”. A Abear é a favor da revisão da Resolução 02 da Anac (que regulamenta os slots), mas contrária ao debate da forma como ele é proposto pela SAC. “Entendemos que a discussão deve ser feita no âmbito da Resolução 02, preservando e fortalecendo o ambiente regulatório que temos hoje no setor”, diz Sanovicz.

Tap apresenta nova carta de vinhos A companhia aérea Tap elaborou uma nova carta de vinhos para oferecer a seus passageiros da Classe Executiva. Os vinhos foram testados numa prova realizada em terra e logo depois a bordo de um avião, uma experiência baseada em estudos que defendem que cerca de 30% da capacidade olfativa e gustativa sofrem alterações em altitude. A ação permitiu perceber quais as características dos vinhos que os tornavam mais interessantes durante o voo e, desta forma, ajudar a companhia aérea portuguesas na escolha final das marcas que integram a nova seleção de bebidas disponibilizados para os seus clientes.

Lufthansa lança preços promocionais na Classe Executiva Termina no dia 8 deste mês a temporada de preços reduzidos na Classe Executiva da Lufthansa. A redução vale tanto para os voos do Brasil para a Europa quanto nos voos para o Oriente Médio e para a Ásia. Para a Europa, São Paulo - Paris, por exemplo, tem preços a partir de US$ 3.198, ida e volta em Classe Executiva. Para Viena, na Áustria, os valores também são bem convidativos e começam em US$ 3.198. Para a Ásia, por exemplo, São Paulo-Hong Kong, a tarifa varia a partir de US$ 6099. Para o Oriente Médio, nesta promoção, o trecho São Paulo – Cairo pode ser encontrado a partir de US$ 4299. As viagens podem ser feitas até 15 de abril.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Os dados da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) referentes ao desempenho das companhias aéreas em janeiro de 2013 apontam para um resultado positivo em relação a dezembro. Gol, Avianca, Azul/Trip e Tam transportaram um total de 6.533.619 passageiros. O número representa um aumento de 2,27% em relação a dezembro de 2012. No período, foram produzidos 10,2 bilhões de assentos-quilômetro (ASK) e houve demanda de 8,1 bilhões de passageiros-quilômetros pagos (RPK). Em comparação com o início de 2012, houve uma queda de 7,19% na oferta; e uma redução também na demanda de passageiros, de 1,36%. Segundo Adalberto Febeliano, consultor técnico da entidade, a queda é reflexo do cenário atual do setor, impactado principal-

mente por conta do aumento dos custos operacionais. A redução da demanda não deve acarretar, no entanto, um aumento de preços de passagens. “Como não há 100% de ocupação, é possível sim reduzir a oferta sem que isso afete o preço”, diz Febeliano. Eduardo Sanovicz, presidente da entidade, destacou ainda os dados referentes ao crescimento das companhias de menor porte. “Os números enterram uma concepção errônea de duopólio entre as companhias aéreas”, afirma. A Trip destacou-se por ter o maior ganho de aproveitamento - 7,15% a mais que no último mês. Juntamente com a Azul, a Trip também ganhou espaço no mercado. Hoje, a Azul tem 11,13% da participação e a Trip 5,32%. “Pouco menos de um terço dos passageiros - ou seja, 31% - foram transportados pelas empresas menores”, diz Sanovicz, referindo-se às duas e mais à Avianca.

Equipe da Abear: Adalberto Febeliano, consultor técnico, Eduardo Sanovicz, presidente, e Ronaldo Jenkins, diretor de Segurança e Operações de Voo

15


VISITFLORIDA.com/Português

Publieditorial

Contributed Photo

Março de 2013 - 1ª quinzena

Ao lado, o Sunrise’s Sawgrass Mills Mall, maior shopping da Flórida. Abaixo, o Dolphin Mall, em Miami Por Frenchie Robles Os muitos shoppings de ponta de estoque da Flórida gozam de grande popularidade entre os compradores provenientes da América Latina, que adoram os grandes descontos sobre os artigos de marca que podem custar até 3 vezes mais em seu país de origem.

16

Sunrise – Armando Neito é o cliente típico do Sawgrass Mills. Ele é brasileiro, tem no rosto a expressão de determinação de um farejador de ‘negócios da China’ e, como a maioria dos outros compradores que visitam o maior shopping center com lojas de ponta de estoque da Flórida, passou pelo local há poucos dias carregando uma mala enorme, ainda contendo as etiquetas de bagagem da companhia aérea. “Assim, não preciso pagar pelo carrinho”, explica Armando (23 anos de idade). “Acabo de chegar e já comprei dois tênis e duas camisas.” Por todo o shopping, os clientes vão puxando as malas que trouxeram no avião, mais aquelas que compraram no shopping. Eles enchem essas malas com sacolas da Nordstrom Rack, Saks Fifth Avenue, Kenneth Cole, Lucky, Burberry e das cerca de 350 outras lojas de ponta de estoque que vendem marcas de grife a preços com desconto. Com quase 214 mil m² de lojas e restaurantes, o Sawgrass Mills tornou-se uma parada obrigatória no itinerário dos turistas. Há ônibus que apanham os compradores em hotéis de South Beach e Fort Lauderdale, no centro da cidade de Miami e, até mesmo, diretamente no aeroporto. Os shoppings oferecem cupons de desconto aos turistas, além de armários com cadeado onde podem guardar os seus pertences.

Greater Miami CVB

Os shoppings que têm lojas de ponta de estoque são especialmente populares entre os compradores provenientes da América Latina, que adoram os grandes descontos sobre os artigos de marca, que podem custar até 3 vezes mais em seu país. Não obstante as cidades da América Latina contarem com enorme quantidade de shopping centers de grande porte, geralmente os artigos de grife ficam fora

Sunrise’s Sawgrass Mills: As “Nações Unidas” das Compras do alcance do comprador de classe média. “Pelo que ouvimos, o ramo de pontas de estoque está em plena expansão”, disse Linda Humphers, editora-chefe da publicação Value Retail News, de Clearwater. Diz ela que a Flórida tem 15 centros comerciais com lojas de ponta de estoque e que um outro ainda será inaugurado em 2014, no Condado de Pasco.

do final deste ano, existirão cerca de 187 desses tipos de shopping centers em todo o país. O Sawgrass é o maior de todos. Os shoppings com lojas de ponta de estoque ficam geralmente localizados a certa distância dos centros comerciais comuns, sempre perto de uma rodovia importante, e são conhecidos por oferecer marcas de grife a preços muito reduzidos.

Desde sua construção, em 1990, o Sawgrass – situado a cerca de 45 minutos de Miami e a 30 minutos de Fort Lauderdale – tornouse o principal esteio do setor de shoppings com lojas de ponta de estoque no Sul da Flórida. Em 2001, o Dolphin Mall – shopping center regional de lojas de desconto situado em West Miami-Dade – uniu-se Segundo uma pesquisa da Northwestern à concorrência com uma série de grandes University, os shoppings com lojas de ponta lojas de descontos, tais como a Marshalls, de estoque existem além das lojas de há mais de 100 anos, ponta de estoque quando as lojas de Last Call Nieman “No Peru, esta mala vestuário e as fábriMarcus, Banana Redeve custar uns $380. cas de sapatos da public Factory Store Talvez eu a encontrasse costa leste começae Bloomingdale’s. em Lima por um ram a oferecer a seus funcionários as merCom 240 lojas em preço aceitável. cadorias que sobrapouco mais de 130 Mas, deste jeito, posso vam ou que tinham mil m² e situado a dizer: “Eu a comprei pequenos defeitos. apenas 8 km do em Miami!’” Na década de 30, um Aeroporto InternaMercy Vargas, fabricante de vestuácional de Miami, o compradora proveniente rio masculino abriu a Dolphin Mall pode de Lima, Peru primeira loja de ponser definido como ta de estoque longe uma parada obrigado shopping e, 40 tória no itinerário dos anos mais tarde, foi inaugurado o primeiro turistas. Há ônibus que fazem o percurso do centro comercial com diversas dessas lojas. shopping de/para o aeroporto seis vezes por dia para buscar pessoas que precisam fazer A primeira loja de ponta de estoque em hora antes de embarcar em um navio de ambiente coberto foi inaugurada em 1980 cruzeiro ou em um voo de longa distância. e sua popularidade cresceu imensamente ao longo dos 20 anos seguintes. Por volta Cerca de 41% dos clientes do shopping são turistas das mais variadas nacionalidades, sendo maior a presença de brasileiros, venezuelanos, argentinos, peruanos e canadenses. Assim como acontece com o Sawgrass, cada vez é maior o número de clientes que chama o Brasil de “lar”. Uma incrível porcentagem de 85% dos compradores que visitam o shopping center são hispânicos, afirmou Madelyn Bello, a porta-voz do shopping. O grupo Simon Property Group, proprietário do Sawgrass, informa que o seu Orlando Premium Outlets-Vineland é o centro mais produtivo de todos os que constam de sua carteira, com vendas acima de US$1.000 por pé quadrado, disse Linda.

“Os ônibus chegam cheios”, disse ela. “Isto é muito conveniente porque eles não precisam percorrer um trajeto muito longo para encontrar as lojas que procuram. Todo mundo gosta de economizar. E tudo é muito mais caro no país deles.” A Half Price Tours oferece ônibus para

o Dolphin Mall (por US$25,00) e para o Sawgrass (por US$30,00). “Eu acho que eles gostam muito é da incrível variedade”, disse Jeff Bechdel, porta-voz da empresa Half Price Tour Tickets. “Eles vêm da América do Sul e de outras partes da América Latina e, depois que vêm a primeira vez, tendem a retornar. Quando retornam, costumam saber exatamente a que loja vão se dirigir. Quando acabam de fazer compras, procuram uma loja que venda malas de viagem para poderem comprar ainda mais.” “Essas excursões para visita a shopping centers são muito populares nos dias de chuva. Multidões de sul-americanos viajam para cá em julho, nas suas férias de verão”, acrescentou ele. “É verdadeiramente um dia cheio”, diz Jeff. “Se o visitante ficar cansado de tanto fazer compras, poderá relaxar curtindo restaurantes, praças de alimentação e entretenimento.” A Ace Tours oferece transporte para o Sawgrass Mills por US$40,00 (ida) e US$40,00 (volta) para até dois passageiros. Os passageiros adicionais pagam US$15,00 por pessoa, partindo dos hotéis e praias da área de Fort Lauderdale. No balcão de recepção da maioria dos principais hotéis, o visitante pode obter informações sobre como participar dessas excursões de compras. Mercy Vargas disse que ela e sua amiga provavelmente poderiam encontrar em uma loja do Peru os tênis Reebok de estilo clássico que queriam, mas teriam que procurar pela cidade inteira para conseguir encontrá-los. “Nunca ouvi falar nessa loja mas, aparentemente, todo mundo vem aqui”, disse ela, curtindo um almoço no Sawgrass – ponto de parada previsto na excursão ao Sul da Flórida que ganhou quando cumpriu as metas de vendas da empresa de cosméticos para a qual trabalha em Lima. “O problema é que acabo gastando de uma hora e meia a duas horas em uma única loja. Já estou aqui há 4 horas e ainda não vi nem perto da metade do shopping.” Com três filhos para os quais precisa comprar presentes, Mercy vai puxando pelo shopping uma mala nova da marca Calvin Klein que comprou por US$119,00 para poder levar tantas compras. “No Peru, acho que tudo isso custaria uns US $380,00”, disse ela. “Talvez eu até pudesse encontrar tudo por um preço razoável. Mas, deste jeito, posso dizer: “Comprei em Miami!’”


Março de 2013 - 1ª quinzena

17


VISITFLORIDA.com/Português

Março de 2013 - 1ª quinzena

Publieditorial

18

Convenientemente localizado entre Orlando e Tampa, e com fácil acesso às famosas praias da Flórida, o Condado Polk ,no Centro da Flórida, é sede das mais novas atrações do Estado. LEGOLAND® Florida, LEGOLAND Water Park, Safari Wilderness Ranch e Streamsong Resort. LEGOLAND Florida, em Winter Haven, é um parque temático interativo de 60 hectares dirigido às famílias com crianças entre 2 a 12 anos de idade. O parque oferece uma mistura única com mais de 50 jogos, shows e atrações, incluindo os históricos jardins botânicos do parque de atrações Cypress Gardens. Desde a abertura, em outubro de 2011, LEGOLAND® Florida já se expandiu duas vezes, a primeira em maio de 2012 com o Parque Aquático LEGOLAND® Water Park, e a segunda em novembro de 2012 com a adição em novembro do ano passado do LEGO ® Star Wars™ Miniland (construído com 1,5 milhões de peças) ao famoso Miniland USA. O parque LEGOLAND® Florida Water Park abre por temporadas, veja o horário do parque em www.LEGOLANDFLorida.com. Na cidade próxima de Lakeland, como se fosse um mundo diferente, esta o Safari Wilderness Ranch (Fazenda de Safari Selvagem). Os visitantes podem curtir a experiência de um safari Africano em veículos especiais, passeando 105 hectares de selva virgem que mostra rebanhos de animais exóticos. Para quem procura de um safari ainda mais aventureiro pode fazer o tour no lombo de um camelo. www.SafariWilderness.com. Três dos mais famosos arquitetos de campos de golfe de hoje têm se aliado para desenhar 36 dos mais espetaculares buracos de golfe no Sudeste dos Estados Unidos, no Streamsong Resort. Ainda antes da abertura ao publico em Dezembro de 2012, a Revista Golf Magazine nomeou a Streamsong® Red (desenhado por Bill Coore e Bren Crensahw) como “O Melhor

mavera das Grandes Ligas dos Tigres de Detroit (Detroit Tigers), em uma parceria desde 1934, a aliança mais longa das franquias de beisebol de primavera. Visite www.Tigers.com para detalhes sobe compra de entradas para os treinamentos de primavera. Espalhados pelo Condado Polk, você poderá encontrar 554 lagos, parques maravilhosos, reservas e experiências ricas da “Florida Autentica”. Você pode passear numa fazenda de laranjas e recolher cítricos direito da arvore, ver jacarés quando você voa pelas aguas numa eco aventura num barco com propulsão a hélice ou animar aos cowboys num rodeio cheio de ação. Legoland Florida, localizado em Winter Haven, é um parque temático interativo. Abaixo, o Bok Tower Gardens e o Fantasy of Flight, atrações do Condado de Polk City

Campo Novo Para Você Jogar” e deu para Streamsong® Blue (desenhada pelo Tom Doak) Menção de Honra. Construído sobre terrenos de fosfato processado, os campos do Streamsong são atípicos entre a maioria dos campos de golfe na Flórida, oferecendo uma experiência que lembra mais aos campos de golfe com estilo link das Ilhas Britânicas. O magnifico clubhouse do lago dispõe de 12 apartamentos e um restaurante com serviço completo. O hotel principal de 216 apartamentos e Spa serão abertos no final de 2013. www.StreamsongResort. com. Os campos da Streamsong se adicionam a uma lista de campos históricos e de campeonato no Condado Polk que inclui Southern Dunes e The Club at Eaglebrooke, oferecendo aos golfistas uma excitante lista de opções atrativas. Algumas das atrações históricas da Florida também estão localizadas no Condado Polk. A popular atração Fantasy of Flight oferece a maior coleção privada de aviões legendários. É muito mais do que um museu do ar, esta maravilhosa atração art deco inclui uma experiência de imersão na historia da aviação, simuladores interativos, tours guiados por uma área de restauração e manutenção de aeronaves e uma demonstração aérea (se o clima o permite), Os visitantes procurando escapar da gravidade podem reservar um passeio num balão de ar quente ou em um avião biplano, ou tente a nova tirolesa e pista de cordas Wing Walkair. www.FantasyofFlight.com

com shows diários e é anfitrião de muitos eventos anualmente. www.BokTowerGardens.org. O famoso arquiteto Frank Lloyd Wright desenhou sua coleção “Crianças do Sol” (Child of the Sun) no campus do Florida Southern College. Com 12 estruturas completas, esta é a maior coleção num lugar só no mundo do arquiteto Frank Lloyd Wright. Há tours pagos e autoguiados disponíveis. www.FLSouthern.edu/fllwctr/index.htm. O Museu de Arte de Polk (Polk Museum of Art), também em Lakeland, oferece uma coleção permanente de artigos pré-colombianos além de varias coleções e exibições em nove galerias. Visite www.PolkMuseumofArt. com para saber o que esta em exposição. O maior evento do ano no Condado Polk, o 39th Anual Sun ‘n Fun International Fly-in & Expo (39ª Exposição Anual Internacional Sun ‘n Fun) será desde Abril 9 até o 14, 2013 no Aeroporto Regional Linder de Lakeland. SUN ‘n FUN é também a maior convenção no Estado da Florida e o segundo maior show aéreo nos Estados Unidos (depois de Oshkosh, Wisconsin), atraindo pilotos e entusiastas da aviação do mundo todo. A equipe de jatos militares da Força Aérea dos Estados Unidos, os Thundersbirds, terão sua apresentação do 12 ao 14 de Abril de 2013. www.sun-n-fun.org Lakeland é sede do treinamento de pri-

Com muitos lagos de agua fresca, tem muitas oportunidades para curtir os esportes náuticos tais como esqui aquático, wakeboard, caiaque e pesca de classe mundial na capital do mundo em Largemouth Bass. Os lagos estão rodeados por mais de 10.000 hectares de parques de recreio sem explorar, aonde você pode descobrir a beleza natural da Flórida. O Parque Estadual do Lago Kissimmee (Lake Kissimmee State Park) em Lake Wales é sede de mais de 50 espécies raras e em perigo de extinção, oferece mais de 20 quilômetros de trilhas para observar a abundante vida animal, vegetal e pássaros. Nos finais de semana (Outubro a Abril) viva a herança dos Cowboys da Flórida com “Cow Camp” (Campamento das Vacas) um demonstração em vivo da historia da velha Flórida do ano 1876 com os caçadores de vacas. Outro parque de primeira é o Circle B-Bar Reserve em Lakeland, nomeado em 2011 pelo jornal USA Today como “um dos 51 lugares Salvagens para Ver” é o lar do Polk’s Nature Discovery Center (Centro de Descobrimento da Natureza do Condado Polk). Para aqueles desejando um pouco mais de emoção ao ar livre, Westgate River Ranch oferece aos visitantes uma oportunidade única de ensilar o cavalo e viver uma experiência autentica da Flórida cavalgando ou assistindo cowboys verdadeiros num rodeio cada sábado à noite.

Dois monumentos históricos nacionais chamam ao Condado Polk seu lar: Bok Tower Gardens (Jardim da Torre Bok) em Lake Wales e Florida Southern College em Lakeland. Bok Tower é uma “Torre cantora” neogótica de 62 metros de altitude localizada num dos pontos mais altos da península da Florida, rodeada de históricos jardins desenhados pelo famoso arquiteto paisagista Frederick Law Olsmted Jr. O carrilhão de 60 sinos entretém aos visitantes

Para mais informações sobre todas as coisas únicas e entretidas para ver e fazer no Condado de Polk na Flórida Central visite

www.VisitCentralFlorida.org ou siga-nos no Twitter @VisitCentralFL ou no facebook facebook.com/VisitCentralFlorida.


Março de 2013 - 1ª quinzena

19


VISITFLORIDA.com/Português

Publieditorial

SeaWorld Orlando anuncia data da inauguração da Antarctica: Empire of the Penguin

Março de 2013 - 1ª quinzena

A construção da nova atração do SeaWorld Orlando, na Flórida, está totalmente dentro do prazo e o parque acaba de confirmar que a data de inauguração será em 24 de maio.

20

A Antarctica: Empire of the Penguin – que com certeza será uma visita obrigatória em Orlando – irá transportar as famílias para um cenário raro, o mundo do gelo. Todos irão sentir a grandeza do polo sul e contemplar tudo isso através do olhar de um pinguin em uma atração inédita. Os visitantes irão descobrir uma imensa colônia de pinguins em uma área onde serão envolvidos por uma atmosfera de frio extremo e poderão vivenciar o mundo gelado dos pinguins de duas diferentes maneiras, pela superfície e sob ela. Os fãs que quiserem explorar ainda mais essa aventura do SeaWorld, podem curtir desde já as emoções dessa atração por meio do aplicativo gratuito Antarctica App, disponível para iPhones, iPads e aparelhos que utilizam sistema Android. É possível fazer o download do aplicativo no www.seaworldorlando.com/Antarctica.

O app apresenta fotos e vídeos interativos que permitem ao usuário nadar, marchar e dançar com os pinguins. No sistema, o visitante poderá registrar o seu rosto como o novo explorador da Antártica. E sabe qual é a melhor parte deste aplicativo? Todos os vídeos e fotos podem facilmente serem compartilhados com amigos e familiares por meio das mídias sociais – Facebook, Twitter e You Tube, ou mesmo serem enviados por e-mail. No aplicativo há ainda diversas informações sobre os pinguins e o continente antártico, além de vídeos sobre os bastidores da construção dessa incrível nova atração do SeaWorld Orlando. NOVO VÍDEO: Com o anúncio da data de inauguração, a curiosidade sobre a nova atração está ainda maior. E mais uma vez o SeaWorld presenteia seus fãs com um vídeo sobre os bastidores da construção da novidade. O quinto episódio da série apresenta os detalhes de como foi criado e elaborado o novo herói do parque, o PUCK. Assista agora ao vídeo e descubra quem irá guiar os visitantes na aventura da Antarctica: Empire of the Penguin.

SeaWorld Parks & Entertainment lança novo show “Madagascar Live! Operation: Vacation” Busch Gardens Tampa terá a presença dos personagens do Madagascar O SeaWorld Parks & Entertainment acaba de fechar uma parceria com a DreamWorks Animation SKG, Inc.’s (Nasdaq: DWA). A partir de maio, o parques Busch Gardens Tampa (Flórida) vai contar com mais um grande espetáculo para o público - os personagens do filme Madagascar vão garantir a diversão dos visitantes de ambos os parques com o show “Madagascar Live! Operation: Vacation”. O musical de 20 minutos apresenta uma divertida aventura de Alex, Glória, rei Julien, Mort e os pinguins durante as férias. O espetáculo é embalado por músicas de rock e pop tocadas por uma banda ao vivo, incluindo canções clássicas e originais. Além disso, os visitantes poderão encontrar com personagens e cumprimentá-los e adquirir lembranças exclusivas dos parques. O Busch Gardens Tampa (FL) e o SeaWorld San Diego (CA), também da família SeaWorld Parks & Entertainment, serão os únicos parques temáticos dos Estados Unidos onde os fãs poderão se encontrar com os incríveis animais do Madagascar ao vivo. Na Flórida o show estreia no dia 18 de maio. A companhia pode, ainda, incluir o show nos outros parques da família SeaWorld futuramente. “O público do mundo inteiro se encantou pelos personagens do Madagascar, e o SeaWorld e Busch Gardens são os locais perfeitos para as famílias desfrutarem dessa experiência de entretenimento ao vivo” afirma Kerry Phelan, Head of Worldwide Licensing & Consumer Products da DreamWorks Animation. “A equipe de criação dessa versão exclusiva do “Madagascar Live!” fez um trabalho incrível ao trazer esse espetáculo das telas para os palcos”, acrescenta. “Os nossos parques divertem e inspiram os nossos visitantes a cuidar dos animais”, disse Scott Helmstedter, chefe de criação do SeaWorld Parks & Entertainment. “Da mesma forma, os filmes Madagascar também inspiram os amantes de animais, porém de uma forma diferente, com um humor inconfundível. Nós recebemos esses personagens de braços abertos e estamos ansiosos para trabalhar com a DreamWorks Animation neste divertido e engraçado show”, complementa. Madagascar é uma das franquias de filmes de animação CG (computação gráfica) mais bem sucedidas de todos os tempos, arrecadando mais de US$ 1,8 bilhão em bilheterias do mundo todo. Em 2012, o filme “Madagascar 3: Europa Most Wanted” arrecadou mais de US$ 740 milhões em bilheteria mundial, tornando-se o filme de maior sucesso da série.


Publieditorial

New Fantasyland transforma “Era uma vez” em realidade Princesas, circo e gastronomia de alta qualidade marcam nova área do Magic Kingdom

“Existe uma terra em que sonhos viram realidade e em que o ‘Era uma Vez’ acontece todos os dias”, afirmou Ginnifer. As palavras da atriz definem com perfeição o que é a Nova Fantasyland e o conceito do complexo Disney como um todo: um lugar que transforma sonhos em realidade. Na Enchanted Forest (Floresta Encantada) os visitantes são transportados para uma distante vila francesa para passar um tempo com a Bela e participar de sua história. Podem ainda subir a bordo de uma concha para se aventurar nas profundezas do mundo submarino da Ariel. A outra área da New Fantasyland – substituindo a Toon Town com atrações repaginadas - chama-se Storybook Circus e, como o nome deixa claro, é um pedaço dedicado à temática circense. Muitas tendas colorem esse pedaço do Magic Kingdom. Numa delas fica a Pete’s Silly Sideshow, onde você pode tirar fotos com os personagens Disney. Outra opção do local é o Dumbo The Flying Elephant (Dumbo, o Elefante Voador), onde as crianças embarcam no elefantinho e dão voltas no céu nos 32 carrinhos flutuantes. Os pequenos que gostam de “velocidade” podem se aventurar na montanha-russa do Pateta. Ou ainda tomar um “banho” de água no parquinho molhado Casey Jr. Splash ‘n’ Soak Station. Neste ano está prevista a abertura da Princess Fairytale Hall, que permitirá aos visitantes interagir com princesas como Aurora e Cinderela. A atração ficará no pátio do castelo. Em 2014, será aberto o The Seven Dwarfs Mine Train, que levará os visitantes em um passeio musical dentro da mina dos sete anões. A montanha-russa de estilo familiar contará com um pioneiro sistema de passeio e será acompanhada pela música do clássico desenho animado da Disney e pelas figuras animadas de “A Branca de Neve e os Sete Anões”.

Mais novidades para os visitantes A Disney promete “mágicas experiências” ao longo deste ano através do Limited Time Magic (Magia Por Tempo Limitado), que terá duração de 52 semanas. Entre as comemorações especiais: Semana da Independência e Semana Pirata. No Epcot, o novo Test Track da Chevrolet ganhou uma nova roupagem, mais moderno e bem divertido. Os visitantes têm a oportunidade de criar o design do seu próprio veículo virtual. E depois de acelerar, ainda terminam o percurso numa área de exposição de carros onde é possível posar com os modelos da marca. É só escolhar e seu preferido e sorrir para a câmera. Downtown Disney ganhou mais uma atração: Splitsville. E, para finalizar, o Walt Disney World Resort lançará ainda nesse ano o MyMagic+.

Março de 2013 - 1ª quinzena

As princesas Ariel e Bela, que fizeram parte da infância de muitos adultos, estão de casa nova na Disney. O Magic Kingdom, mais tradicional entre os parques do complexo, conta agora com a New Fantasyland, com duas novas áreas. Uma grande cerimônia realizada no dia 6 de dezembro marcou a abertura oficial. As atrações da festa foram a atriz Ginnifer Goodwin, que interpreta a Branca de Neve na série de TV Once Upon a Time, e a cantora Jordin Sparks, vencedora do American Idol em 2008.

VISITFLORIDA.com/Português

21


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Parceiros da Paraíba reunidos no roadshow

Visual e Paraíba iniciam parceria para roadshow Março de 2013 - 1ª quinzena

Lisia Minelli

22

A Visual Turismo e o governo da Paraíba mais uma vez firmam parceria para a divulgação e promoção do destino. Pelo terceiro ano consecutivo, está programada uma série de roadshows que percorrerá diversas cidades brasileiras. O primeiro evento aconteceu em São Paulo, onde a operadora reuniu 50 agentes de viagens. Os eventos ainda contam com o apoio da ABIH-PB, da PBTur e da Luck Receptivo. O calendário do primeiro semestre já está fechado e, além de São Paulo, passará por Belo Horizonte (05/03), Rio de Janeiro (19/03), Goiânia (16/04), Brasília (23/04), Cuiabá (28/05) e Campo Grande (29/05). Segundo Gilca Scoralick, gerente de promoção da Visual, após o início dos Roadshows Paraíba, houve um incremento nas vendas do destino na operadora. “O Nordeste é o nosso carro-chefe de vendas e a Paraíba é um dos nossos principais destinos, estando entre os dez maiores”, disse. De acordo

Christiane Pereira, da Luck Receptivo, Inácio Júnior, da ABIH-PB, e Gilca Scoralick, da Visual Turismo

com ela, a hotelaria da cidade de João Pessoa tem crescido bastante e a malha aérea serve bem aos turistas. “Temos bloqueios durante todo o ano para a João Pessoa e ainda para Recife, que é uma segunda porta de entrada para o destino - já que fica apenas 1h30 de distância. Com isso, aumentamos nossa competitividade com voos que atendem todos nossos passageiros”, comentou. Segundo Inácio Júnior, diretor da

ABIH-PB, desde o início das ações de promoção, o destino teve considerável crescimento no fluxo de turistas. “Em 2011, tivemos nosso melhor ano com cerca de 130 mil turistas, 8% de crescimento no fluxo; e média de ocupação de 67%”, disse. Já Christiane Pereira, da Luck Receptivo, disse que a empresa recebeu 47% mais turistas em João Pessoa, em 2012, do que no ano anterior.

Empetur e Flytour farão ações conjuntas de divulgação Anderson Masetto A Flytour Viagens será uma aliada do Estado de Pernambuco na promoção do destino no Brasil. A operadora e a Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) firmaram um acordo inovador que prevê uma série de ações conjuntas, tanto no material de divulgação como em eventos de Turismo, durante todo este ano de 2013. A informação é do presidente do órgão, André Correa, que revelou com exclusividade ao M&E, os detalhes do acordo. “Todos os produtos e folhetos da operadora terão Pernambuco”, disse. “O Estado será o destino da Flytour Viagens em 2013”, complementou. Correa disse ainda que o acordo contempla também as festas de duas das principais feiras do interior de São Paulo, que são patrocinadas pela Flytour, Avirrp e Aviesp. “Faremos nos dois eventos

André Correa, presidente da Empetur

a noite de Pernambuco para os agentes de viagens”, confirmou. Ele contou ainda que a Empetur também está em negociação com a CVC para ações parecidas. O presidente da Flytour Viagens, Michael Barkoczy, contou que a ideia é promover o destino em diversos segmentos. “É um destino no qual acreditamos muito”, disse. Ele revelou que uma das estratégias será fazer uma série de workshops para apre-

sentar os atrativos de Pernambuco para funcionários de grandes empresas. “Esta é uma ação inédita no mercado. Todos acabam se promovendo nos mesmos canais e este é um novo nicho que vamos explorar”, afirmou. Outro acordo já confirmado é com a Braztoa para a Turismo Week. Pernambuco será o destino oficial da ação promovida pela entidade que oferece uma série de descontos em pacotes durante uma semana. Exterior – No dia 5 de março, em conjunto com a Embratur, será realizado em Berlim, o Goal To Brasil, que terá Pernambuco como anfitrião. Além de mostrar os atrativos do estado para os agentes de viagens, será feita uma ação para jornalistas do mundo todo que estarão no destino para a cobertura da ITB. “Faremos um café da manhã com muito bolo de rolo e tapioca para apresentar o destino para 75 jornalistas”, finalizou.

MMT Gapnet começa a vender hotéis online Anderson Masetto Oito meses após a contratação de Roberto Araújo para estruturar o departamento corporativo, a MMT Gapnet inicia a venda de hotéis online. A operadora fez o lançamento do produto no final de fevereiro, em um coquetel que contou com a presença de hoteleiros de todo o país. De acordo com ele, o principal diferencial é a flexibilidade que o portal oferece aos hotéis. “Estamos lançando algo diferente do que existe no mercado. O hoteleiro pode fazer a gestão das suas tarifas e disponibilidades totalmente online”, explicou o gerente geral de Hotelaria Corporativa da operadora. “Em períodos de grande ocupação, por exemplo, ele pode mudar o preço”, complementou o executivo, lembrando que neste caso a regra é que a tarifa não seja maior a praticada pelo hotel no mercado.

Roberto Araújo e Ana Maria Berto

A venda de hotelaria corporativa da MMT Gapnet já nasce com um portfólio de 855 hotéis no Brasil. A meta, segundo Araújo, é terminar 2013 com pelo menos 1.200 empreendimentos disponíveis no sistema para os agentes de viagens. A superintendente da operadora, Ana Maria Berto, ressaltou que o início das vendas corporativas é um marco importante para a empresa, que completou em 2012 dez

anos de atividades. “Este não é um mercado fácil, mas contamos com o apoio dos hoteleiros e estamos empenhados para fazer com que este produto aconteça”, disse. Super saver – A operadora também lançou em fevereiro o MMT Gapnet Super Saver, que irá oferecer uma série de ofertas para os agentes de viagens toda semana. Os produtos estarão em um hotsite. “Teremos descontos de até 50%”, revelou o gerente de Marketing da operadora, Jorge Souza. Ele explicou que a ideia é fazer com que o agente possa competir com as grandes promoções da internet e ainda ganhar comissão. “Isso não muda a qualidade dos nossos produtos, pois conseguimos preço por meio de negociações pontuais”, complementou. As ofertas entram no ar toda segunda-feira, a partir do meio dia, no site: midiammtgapnet.com.br/supersaver


AGÊNCIAS/OPERADORAS

Palestra

Sylvio Ferraz, diretor comercial da Tam Viagens, e Patrick Yvars, gerente de vendas para o Brasil da Disney

Renato Lima e Marta Rodrigues, da Latam

Anderson Masetto A Disney escolheu a Tam Viagens para vender os seus roteiros Adventure by Disney no Brasil. A operadora é a primeira fora dos Estados Unidos a trabalhar com o produto, que conta com pacotes para diversos destinos no mundo todo e que replicam a forma Disney de receber e entreter os viajantes. O diretor comercial da operadora, Sylvio Ferraz, afirmou que se trata de um produto voltado às famílias e que tem como principal diferencial os serviços oferecidos. “Tudo é cuidado nos mínimos detalhes para que as famílias aproveitem a viagem de uma forma muito intensa”, explicou Ferraz. “Não se trata de vender um destino, mas sim uma experiência totalmente diferente”, complementou o gerente de Vendas para o Brasil da Disney, Patrick Yvars. Com roteiros pela Europa, Ásia e América do Sul, o Adventure by

Disney explora destinos clássicos de uma forma diferente, com serviços exclusivos como salas vips, guias que cuidam de todos os detalhes, como preenchimento de bording pass, carregamento de bagagens e ingressos. Além disso, são organizadas atividades interativas para as famílias, crianças e casais. “É um produto exclusivo da Tam Viagens no Brasil. Esta é a primeira vez que uma operadora fora dos Estados Unidos comercializa os pacotes Adventure by Disney”, ressaltou Ferraz. Incentivo - Outra novidade da Tam Viagens é a campanha “Uma noite no castelo da Cinderela”, que vai premiar um agente com uma viagem de cinco dias para o destino, com direito a uma noite de hospedagem no castelo da Cinderela. O vencedor poderá levar três acompanhantes, sendo duas crianças. A cada US$ 1 na venda de pacotes com hospedagem em

hotel dentro do complexo Disney, a agência ganha três pontos. Já a cada U$S 1 em vendas de pacotes sem hospedagem dentro do complexo, a agência acumula um ponto. No fim da campanha, a empresa que acumular mais pontos será vencedora. Há ainda uma série de outros prêmios para os 33 mais bem classificados. O segundo colocado ganhará um iPhone 5, o terceiro um iPad 3 e os demais uma pipoqueira personalizada da Tam Viagens. Serão computadas na campanha as vendas efetuadas entre 18 de fevereiro e 30 de junho. Informações e inscrições: www. umanoitenocastelo.com.br. Lugares garantidos – A operadora anunciou também que conta com mais de seis mil lugares garantidos até novembro em voos para Orlando e Miami. Além disso, por conta da Latam, há pacotes também disponíveis para a Disneyland, na Califórnia, com voos da Lan.

Três mil agentes capacitados em 19 cidades Luiz Marcos Fernandes Durante capacitação para cerca de 120 agentes de viagens no Hotel Pestana, no Rio de Janeiro, o gerente de Vendas da Disney para o Brasil, Patrick Yvars, e o responsável pela gestão de franquias da Tam Viagens, Edson Akabane, confirmaram que até o final de março serão efetuadas capacitações para cerca de três mil agentes de viagens em todo o país do produto Disney. “Atualmente, o Brasil lidera o mercado latino-americano e vamos intensificar essas ações para manter aquecido este destino que vem crescendo ano a ano”, destaca Yvars. Por sua vez, Edson Akanabe lembrou que a Tam Viagens, além de preços, oferece aos agentes de viagens produtos exclusivos, como campanhas de incentivo. Segundo ele, o objetivo das capacitações é oferecer aos agentes de viagens melho-

res ferramentas para venda de produtos como Disney, um dos carros chefe da Tam Viagens As capacitações da Tam Viagens e Disney prosseguiram no dia 26, em Brasília, dia 27, em Belo Horizonte e dia 28 em Campinas, seguindo para Recife e outras 14 cidades do país, num roteiro até o dia 20 deste mês. Prestigiaram o evento o diretor Comercial da Tam Viagens, Sergio Barbosa, a gerente Comercial, Suelen Martins, além de Paulo Machado, Serio Barbosa e Leandro Macharet, todos da Tam Viagens Rio. Da Latam Rio, Marta Rodrigues e Renato Lima. Os roteiros da Tam Viagens na baixa temporada têm pacotes com 7 a 14 noites, sendo que em julho há saídas com 12 a 14 noites. No programa de 12 noites, incluindo passagem aérea, hospedagem, ingressos e seguro, há preços desde R$ 6.251,00. Os parcelamentos podem ser feitos em até 10 vezes.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Tam Viagens é primeira a vender roteiros Adventure by Disney

Patrick Yvars e equipe da Tam Viagens

23


Frevo e futebol em plena sintonia

CIDAD

DESTINO

E-S

E DE

Começou a contagem regressiva. A menos de 500 dias da Copa do Mundo e poucos dias da Copa das Confederações, o MERCADO & EVENTOS ENTOS iniciou um balanço sobre os preparativos das 12 cidades-sede para o evento maior do futebol do mundo. A capital do estado de Pernambuco, co, que intensifica as obras para melhorar a infraestrutura, é a primeira da série de matérias especiais. O governo estadual tem pressa. É preciso entregar regar boa parte dos projetos até maio deste ano – um mês antes do início da Copa das Confederações, campeonato que o estado também vai sediar.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Rafael Massadar

24

“A capital pernambucana já tem a experiência em organizar grandes eventos”. É assim que o secretário de Turismo da cidade do Recife, Felipe Carreras, destaca a capacidade do destino para receber a Copa das Confederações e a Copa do Mundo. De acordo com o titular da pasta, diversas obras de infraestrutura estão sendo realizadas para que o turista aproveite a capital pernambucana. Dentre as obras, a revitalização do Recife Antigo é uma das mais festejadas. O Marco Zero foi escolhido para receber a Fan Fest

Filipe Carreras, secretário de Turismo de Recife

da Copa do Mundo de 2014. A praça, que fica na região portuária, e sedia o Museu Luiz Gonzaga e o Centro de Artesanato, será palco do evento durante os 32 dias de torneio e receberá transmissão das 64 partidas do Mundial. “O local é um ponto turístico tradicional do Recife. Da praça, que tem desenho de Cícero Dias, é possível ver o parque de esculturas do também artista plástico Francisco Brennand. A opção agradou aos gestores da Prefeitura do Recife e do Governo do Estado justamente por possibilitar vender uma imagem de cidade cheia de riquezas culturais e arquitetônicas. O local recebe tam-

bém os principais shows do Carnaval recifense”, disse Felipe Carreras. Ao lado, o Porto de Recife também passa por reestruturação e, segundo o secretário, vai ficar pronto em abril deste ano, com maior capacidade para receber cruzeiros. “Com o novo terminal, os passageiros irão desembarcar em galpões estruturados, integrados ao projeto de revitalização do porto, que já conta com a Central do Artesanato”, comemorou. Outro empreendimento que passa por reforma é o Aeroporto Internacional do Recife/Guararapes - Gilberto Freyre. Intervenções estão sendo realizadas para atender melhor o fluxo. “Além das melhorias nas estruturas físicas, o terminal passará a contar, a partir deste mês, com o Projeto Eficiência Operacional, que tem como objetivo promover mudanças em processos simples, como o check-in e a inspeção de passageiros”, descreveu. Para receber todos com qualidade, a qualificação de profissionais também é política da Secretária de Turismo em parceria com outras pastas. Recepcionistas de hotéis e permissionários dos mercados públicos do Recife serão os beneficiados nesta etapa, com cursos de qualidade no atendimento, pa-

trimônio e educação ambiental, tal, inglês instrumental e boas prátiáticas alimentares. “Vamos qualificar recepcionistas, cozinheiros, guias de Turismo, barraqueiros de coco, artesãos, taxistas, garçons, guardas municipais e permissionários dos mercados. Tudo para que quem venha ao Recife sinta-se a vontade e queira voltar”, afirmou o secretário. Atualmente, o Recife possui 11.500 leitos disponíveis. O número é maior,

contando com os mais de quatro mil que há em Olinda e Jaboatão. A previsão é que na Copa do Mundo esse número aumente. “Vamos chegar a 21 mil leitos. Junto com a ABIH-PE estamos sensibilizando os empresários da área para que os preços das diárias não aumentem tanto para que não fiquemos com a fama de um destino caro”, finalizou.

Aeroporto Internacional dos Guararapes, em Recife

Divulgacao Odebrech

Por dentro da preparação  Os investimentos públicos em Pernambuco relacionados aos dois eventos já atingem a estimativa de R$ 2,2 bilhões, entre recursos locais, orçamento federal e financiamento federal. A maior parte desse montante - R$ 1,4 bilhão -, será empregado nas obras consideradas prioritárias para o estado receber os eventos.  Dentro da Matriz de Responsabilidades da Copa, a Prefeitura do Recife realiza uma intervenção viária batizada de Via Mangue, com investimento de R$ 433,2 milhões (R$ 331 milhões de financiamento federal e R$ 102,2 milhões de contrapartida municipal). A Via Mangue será composta por faixas de rolamento para veículos, calçadas para pedestres e ciclovia, se constituindo na primeira via expressa da cidade, com velocidade média de 60 km/h. No sentido Centro/Boa Viagem, terá 4,75 quilômetros. Já no sentido Boa Viagem/Centro, a extensão é de 4,37 quilômetros.

Cartaz pernambuco divulgando a Copa, projeto da Arena Pernambuco e imagem que revela como estão as obras do estádio

 Atualmente, o comitê organizador estima que 30 mil leitos estão à disposição dos turistas. No entanto, a soma leva em consideração toda a Região Metropolitana do Recife, além de cidades afastadas da capital, como Gravatá e Bezerros, que ficam a 111 quilômetros da cidade. A expectativa é que pelo menos quinze hotéis sejam construídos até a Copa do Mundo de 2014 no litoral sul de Pernambuco. Se os projetos saírem do papel, o estado irá elevar o número de leitos para 37 mil.


DESTINO

Destino Plural

Março de 2013 - 1ª quinzena

25

Ponte Maurício de Nassau com vista para o rio Capibaribe e, ao fundo, o bairro do Recife Antigo. Pátio de São Pedro e Praia de Boa Viagem

Cultura, gastronomia, história e natureza. Todos esses ingredientes se misturam perfeitamente em Recife, capital pernambucana, oferecendo ao visitante uma experiência única. Comece a viagem por uma caminhada pelas praias urbanas e tome um banho nas piscinas naturais de águas mornas da praia de Boa Viagem. O calçadão, que se estende por nove quilômetros, é bastante movimentado. Se preferir um passeio a céu aberto, embarque no famoso catamarã. Deslizando pelos rios Capibaribe e Beberibe, o visitante conhece a arquitetura de Recife marcada por avenidas à beira rio e belas pontes – algumas são tão baixas que os passageiros precisam se abaixar para cruzá-las. Pelas águas calmas dos rios, a embarcação navega em frente aos prédios históricos do Centro (casarões, palácios e praças) e passa pelas ilhas de Santo Antônio, São José e Boa Vista. O passeio pode ser feito durante o dia ou à noite. Sob a luz noturna, o clima é mais romântico, com todo o conjunto arquitetônico iluminado. O roteiro cultural pela cidade também inclui visita à importantes monumentos como a Oficina Francisco Brennand. Lá, estão expostas esculturas inspiradas em figuras mitológicas e literárias. Há ainda pinturas e painéis de azulejos do artista e um jardim todo projeto por Burle Marx, com lagos e fontes.

Visite também a Capela Dourada, uma das igrejas mais bonitas da cidade. O teto e as paredes são repletos de pinturas sacras. O próprio Recife Antigo é um passeio imperdível. A invasão holandesa no século 17 marca as fachadas coloridas dos casarões. Se preferir um contato maior com a natureza, Recife traz como atrativos o Parque Dois Irmãos, as trilhas ecológicas do Jardim Botânico e o parque da Jaqueira. Depois dessa caminhada, a sugestão é dar uma parada e degustar o melhor da culinária recifense. No Mercado da Madalena, o turista pode experimentar um café da manhã composto por cuscuz e munguzá (iguaria feita de grãos de milho). Para o almoço, a dobradinha ou a galinha de cabidela são os pratos típicos. Não saia de Recife sem provar o bolo de rolo. A guloseima pernambucana é uma delícia. Parecido com um rocambole, o bolo de rolo se diferencia pelas camadas finíssimas alternadas com goiaba cremosa. Esse é o sabor tradicional, mas também pode ser recheado com chocolate, doce de leite e maracujá. A programação se estende até à noite e atende a todos os públicos. É possível dançar aos ritmos da tradição pernambucana como o frevo e o maracatu, na sede do Galo da Madrugada, principal bloco de Carnaval da cidade, ou “arrastar as chinelas” ao ritmo do forró.

Mais detalhes  A última estimativa da construtora responsável mostra que as obras na Arena Pernambuco chegarão a 93,6% de conclusão ainda este mês. O trabalho de instalação da cobertura já foi iniciado. A entrega será em abril. A cor predominante dos assentos da Arena Pernambuco será o vermelho, por estar presente nos escudos dos três principais clubes do estado: Náutico, Santa Cruz e Sport. O projeto da Arena Pernambuco inclui a construção de um bairro planejado a 19 quilômetros do Marco Zero de Recife e do Aeroporto Internacional Guararapes/Gilberto Freyre.  Na Copa das Confederações, o público pernambucano poderá assistir a três campeões mundiais em campo nas partidas que Recife sediará. Os jogos são da fase de grupos. Na primeira partida, no domingo 16 de junho às 19h, jogarão a atual vencedora da Copa do Mudo da Fifa (2010), a Espanha e o Uruguai, bicampeão (1930 e 1950), pela primeira rodada do grupo B. O segundo jogo será disputado na quarta-feira 19 de junho, também às 19h, por Japão e Itália, tetracampeã do Mundial de futebol (1934, 1938, 1982 e 2006). A partida é válida pela segunda rodada do grupo A. A última partida, pela rodada decisiva da fase inicial, traz a campo novamente duas equipes do grupo B, Uruguai e Taiti, e será disputada no dia 23 de junho, domingo, às 16h.


EXTERIOR

Com nova diretora, SAT investe em gerente e escritório no Brasil

Março de 2013 - 1ª quinzena

Juliana Bellegard

26

WTTC prevê contribuição 3,2% maior do Turismo no PIB mundial em 2013 O WTTC prevê que a indústria de viagens e Turismo irá expandir sua contribuição total no PIB em 3,2% neste ano, número maior do que os 2,4% previstos para o crescimento econômico global. A indústria deverá apoiar cerca de 266 milhões de empregos em 2013 e, novamente, superar muitas outras áreas. David Scowsill disse: “O ano de 2012 demonstrou novamente o quão resistente a indústria de viagens e Turismo é. Apesar de muitas dificuldades econômicas, no ano passado, pela primeira vez, vimos mais de um bilhão de viajantes internacionais passando por portos, aeroportos, estradas e estações de trem de todo o mundo, muitos pela primeira vez. Esta indústria é um importante motor para o desenvolvimento econômico dos países e para as estratégias de crescimento. Nossa indústria é responsável por criar empregos e tirar as pessoas da pobreza, ampliando horizontes. Mas nós precisamos que as instituições internacionais e governos reconheçam a sua força, para retirar vistos restritivos e mudar regimes fiscais, trabalhando com o setor privado para estimular esse crescimento”. Ele concluiu: “É claro que a indústria vai ser um importante motor do crescimento global e de empregso para a próxima década. O aumento nos destinos emergentes explica parte do crescimento forte em viagens e Turismo (particularmente os empregos). A China está crescendo mais rápido do que qualquer outra economia. As previsões do WTTC mostram que a China vai ultrapassar os Estados Unidos em número de viajantes e como economia do Turismo em 2023”. Ano de 2012 - A indústria de viagens e Turismo superou a economia global em 2012 - crescendo mais rápido do que a fabricação, varejo, serviços financeiros e comunicações. A indústria tem crescido e sua contribuição total para o PIB aumentou em 3%, o número de postos de trabalho chegou a 260 milhões. Isso significa que, pela primeira vez, um em cada 11 de todos os empregos do mundo é agora suportado pelo setor do Turismo. Mais de 10% de todos os novos empregos criados em 2012 eram da indústria. De acordo com a pesquisa econômica do WTTC, em 2012, a contribuição total do Turismo na economia - tendo em conta os seus impactos diretos, indiretos e induzidos - foi de US$ 6,6 trilhões no PIB (um aumento de US$ 500 bilhões de dólares ano a ano), US$ 765 bilhão dólares em investimentos e US$ 1,2 trilhão em exportações (todos os preços 2012). Essa contribuição representa 9% do PIB total, 5% do investimento total e 5% das exportações mundiais. Contagem regressiva - O evento anual do World Travel & Tourism Council (WTTC) acontece em Abu Dhabi entre os próximos dias 9 e 10 de abril. Co-organizado pela Abu Dhabi Tourism & Culture Authority (TCA Abu Dhabi) e Etihad Airways, a Cúpula Global será realizada num hotel cinco estrelas da rede Jumeirah, com um jantar de gala no Hotel Emirates Magic Palace. O M&E é media partner do WTTC no Brasil e fará a cobertura completa do evento. “Nossa reunião explora as implicações para população e para o Turismo em conseqüência das mudanças radicais na economia mundial. Quatro meses depois que o mundo celebrou o seu bilionésimo viajante internacional, vamos analisar o que precisamos fazer coletivamente para nos prepararmos para o próximo bilhão”, justificou David Scowsill. James Hogan, presidente e Chief Executive Officer da Etihad Airways, disse: “A cúpula do WTTC é uma oportunidade extraordinária para mostrar o surgimento notável de Abu Dhabi como um centro econômico mundial e um centro de Turismo e aviação. Para enfrentar os desafios globais de hoje, o Emirado é um exemplo vivo do que é possível fazer quando a visão é apoiada por compromisso de investimento e ação decisiva”.

Monika Iuel assumiu a diretoria regional para as Américas da South African Tourism (SAT) e, agora, veio ao Brasil para uma “passagem de bastão” oficial. Isso porque, anteriormente, Evelyn Mahlaba, diretora para Ásia e Austrália, era quem respondia pelo mercado brasileiro. Agora, com o crescimento deste, assim como dos mercados do Canadá e Estados Unidos, foi criado um portfólio regional das Américas. Segundo Monika, os dados mais atualizados do escritório são referentes a setembro e apontam um crescimento de 70% no volume de brasileiros que chegam à África do Sul, somando aproximadamente 68 mil passageiros. Por conta disso, o órgão oficial local está investindo mais no país. Além da nova diretora, será contratado também um gerente de relações com o trade para estreitar o contato com os profissionais

Monika Iuel, diretora regional para as Américas, e Evelyn Mahlaba, diretora regional para Ásia e Australásia, ambas da South African Tourism

brasileiros. Outra novidade é a abertura de um escritório para o Brasil. “Estamos esperando trazer o gerente até o fim de março. O escritório vai demorar um pouco mais do que prevíamos, por conta das legislações brasileira e sul-africana”, diz. Neste seu primeiro ano de trabalho, Monika afirma que um dos grandes desafios é di-

vulgar mais a África do Sul como destino turístico entre o público brasileiro. Ela já prevê uma nova viagem ao país em abril, quando participará de eventos como a Travelweek, nos dias 16 a 19, e a WTM Latin America, de 23 a 25. “Vamos avaliar que tipo de público, que tipo de buyer visita estes eventos”, diz ela.

Malga Di Paula lança pacote Maravilhosa Turquia Pamela Mascarenhas Malga Di Paula, presidente da Serendipity International Business Agency, lançou o pacote Maravilhosa Turquia em parceria com a agência turca Potencial Travel. O roteiro de nove dias custa US$ 390 (sem passagem aérea e taxas), com saídas nos dias 11 de abril, 30 de maio e 10 de junho. Primeira agente de Relações Públicas da Turkish Airlines no Brasil, Malga é consultora da novela Salve Jorge e foi quem apresentou o destino à autora da novela, Glória Perez. “Há cinco anos poucas pessoas conheciam a Turquia. O país só começou a ser mais divulgado após a companhia aérea começar a voar para o Brasil”, comentou. O roteiro conta com atividades como passeios no Templo de

Malga Di Paula, presidente da Serendipity International Business Agency

Artêmis, uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo, na casa de Virgem Maria e na região de Pamukkale (que significa Castelo de Algodão), considerada Patrimônio Mundial pela Unesco. O pacote inclui estadia nos hotéis cinco estrelas em Izmir e Capadócia, e quatro estrelas em Pamukkale

e Istambul, além de café da manhã nos hotéis, ônibus com ar-condicionado, guia em língua portuguesa, entradas aos museus, transfers, excursões previstas no roteiro e seguro viagem. Informações: www.portalturquia. com/turquia/roteiro1.html.

Mercado irlandês cresce 223% nas reservas da JacTravel em três anos Pamela Mascarenhas A JacTravel aponta um crescimento de 223% da indústria turística da Irlanda entre 2009 e 2012, com maior movimentação no último ano, enquanto a do Reino Unido teve um aumento de 111%. A empresa baseada no Reino Unido, especializada na prestação de serviços de hotéis online e de receptivo de turistas, divulgou os números do mercado da região com base em seu registro de reservas. A empresa atribui o crescimento irlandês às medidas tomadas pelo governo do país, no início de 2011, quando começou a aceitar visitantes com visto do Reino Unido, reduziu a Air Passanger Duty, de €10 em 2010 para €3 em 2011, e a aplicação do VAT (value added tax) ao Turismo de 21% em 2010, para 9% em 2011. “Não tenho dúvida de que a presença da Irlanda como destino tem sido fortalecida pelas medidas pró-turísticas tomadas pelo governo irlandês, que evidentemente entende o valor do Turismo como um ótimo

Terry Williamson destaca medidas adotadas pelo governo irlandês

caminho para receber moeda estrangeira. Belfast (que está na Irlanda do Norte) tem sido uma beneficiária acidental desta iniciativa, porque, apesar de não ter reduzido os impostos, lucrou com o aumento no número de visitantes para a Irlanda como um todo. Se Westminster seguisse o exemplo de Dublin, a nossa indústria seria aclamada por estar no centro de uma recuperação líder das exportações”, declarou Terry Williamson, CEO da JacTravel.


EVENTOS

Abreu lança Catálogo 2013 no Rio e novidade é o Europa Imperdível Luiz Marcos Fernandes

Feiras e eventos no RJ movimentaram US$ 365 milhões em 2012

Paulo Senise, diretor-executivo do Rio CVB

Rafael Massadar O Turismo de Eventos continua aquecido no Rio de Janeiro, prova disso é que a cidade superou no último ano o número de eventos agendados em comparação a 2011, com um crescimento de 24%. Segundo levantamento do Rio Convention & Visitors Bureau, a agenda da cidade reuniu, de janeiro a dezembro, 169 congressos e feiras contra 136 do ano anterior -, que foram responsáveis por atrair 241 mil visitantes e gerar uma receita de US$ 365 milhões. “O setor de feiras e congressos atraiu 255 mil turistas para o Rio de Janeiro no ano passado. O número representa uma alta de 53% na comparação com o ano anterior. A estimativa é que os eventos tenham gerado uma receita de US$ 390 milhões (cerca de R$ 774 milhões) - expansão de 54%. A tendência é que até as Olimpíadas de 2016, o Rio permaneça em alta dentro do mercado mundial”, disse o diretor-executivo do Rio CVB, Paulo Senise. A entidade contabiliza a Saúde como a principal área a atrair feiras e congressos para o Rio de Janeiro. O setor responde por 28% dos eventos agendados em 2012. Dados comprovam também a força dos eventos internacionais para a cidade, que representam 40% do total. O calendário do Rio reuniu 67 congressos e feiras internacionais contra 102 nacionais, e são os eventos estrangeiros que atraem mais visitantes e geram maior receita para a cidade. A estimativa é de que apenas a agenda internacional tenha atraído cerca de 102 mil participantes e resultado em um faturamento de mais de US$ 192 milhões para o Rio. “Esse cenário deve permanecer pelos próximos anos. A exposição da cidade com a Copa do Mundo, Olimpíadas, investimentos em infraestrutura e a política de segurança elogiada no exterior estão contribuindo para esse cenário positivo. Se a cidade continuar em alta - e tudo indica que deve continuar -, então teremos grandes chances de assumir o ranking da ICCA relativo às Américas (hoje liderado por Buenos Aires) até o fim de 2016”, observa Paulo Senise.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Cerca de 100 agentes de viagens participaram do lançamento oficial do Catálogo 2013 de roteiros da Abreu 2013, ocorrido no Rio de Janeiro. A grande novidade foi o programa Europa Imbatível, que oferece nove roteiros pela Europa, com programas de nove dias, a partir de € 655 a parte terrestre. Segundo o gerente de produtos, Luca Souza, a decisão de oferecer preços mais acessíveis, mas mantendo o padrão de qualidade Abreu, foi para fazer frente a concorrência, principalmente das operadoras espanholas. “Estamos com isso, ampliando o leque de ofertas dos nossos programas para os agentes de viagens”, adiantou o executivo. O evento foi realizado no Hotel Windsor Guanabara, no Centro do Rio. Na ocasião, também foram anunciadas algumas novidades para a temporada deste ano, como a inclusão de pacotes para as estações de esqui de Chapelco e Ushuaia, programas para o Peru com guia portu-

guês, além do tour da Costa Leste dos EUA que começa e termina em Nova York. As estações de esqui dos EUA e Canada que antes eram oito agora são 18 no novo catálogo. Há também novidades nos programas para China e África. Segundo o gerente da Abreu no Rio, Alexandre Silva, o incremento nas vendas em 2012 foi em torno de 15% e mesmo com a crise europeia a procura se manteve. “Os resultados foram muito bons e a expectativa é manter essa média de crescimento para esse ano”. Luca Souza também ressaltou as boas expectativas para essa próxima temporada de verão na Europa. “As vendas estão aquecida e há programas, como o Turquia com Capadócia, que estão vendendo muito bem”. Antes de finalizar, o guia da Abreu, João Mateus, destacou a pontualidade e a qualidade dos hotéis nos roteiros oferecidos pela operadora. Ao final do café da manhã foram sorteados entre os agentes de viagens dois pacotes para roteiros da Europa. Os vencedores foram Daniele Cascardo, da MM Eventur, e Gilmar Cortez, da Premium Viagens.

Equipe Abreu no workshop

27


HOTELARIA

Paes promete monitorar aumentos em hotéis do Rio

Março de 2013 - 1ª quinzena

Rafael Massadar

28

O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, contou ao MERCADO & EVENTOS que o Carnaval de 2013 é a mostra que a capital fluminense encontra-se preparada para receber a Copa das Confederações e Jornada Mundial da Juventude em 2013, Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016. “O Carnaval de 2013 já é um sucesso. De acordo com Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Rio (ABIH-RJ), a taxa de ocupação dos hotéis chegou perto dos 100%. Nossa expectativa para os eventos que estão por vir é ainda melhor. A experiência que estamos ganhando vai permitir que façamos eventos ainda mais bonitos. Prometo monitorar possíveis aumentos do valor das diárias dos hotéis durante a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas 2016, quando a cidade vai receber milhares de pessoas”, afirmou.

Prefeito Eduardo Paes em momento de descontração no Carnaval

De acordo com o prefeito, o Rio de Janeiro é uma cidade de múltiplas rotas turísticas. “Temos belas praias, parques, montanhas e cachoeiras. O Cristo Redentor foi eleito uma

das novas sete maravilhas do mundo em 2007 e recebe turistas ao longo de todo o ano. Também temos o Pão de Açúcar, o Jardim Botânico, a Pedra da Gávea… Nosso principal estádio, o Maracanã – que vai receber sete jogos da Copa de 2014, incluindo a final – é o segundo ponto turístico mais visitado no Rio de Janeiro”, destacou. Eduardo Paes disse ainda que o maior desafio do setor é melhorar a qualidade dos serviços prestados aos turistas que chegam à cidade. Segundo ele, investir na qualificação dos profissionais que têm contato direto com os visitantes é essencial. “Vamos ampliar a oferta de cursos que qualifiquem e permitam que as pessoas tenham noções básicas de inglês, para que possam receber bem os visitantes que vão passar pelo Rio de Janeiro nos próximos quatro anos. A prefeitura pretende investir muito nessa qualificação de pessoas na prestação de serviço na nossa cidade”, disse Paes.

Vert Hotéis foca estratégia no cliente e anuncia 19 hotéis Luiz Marcos Fernandes Durante convenção realizada pela rede Vert Hotéis, no Ramada Rio de Janeiro, com a participação de cerca de 100 funcionários, a presidente do grupo, Érica Drumond, e o diretor de Operações, Acácio Pinto, ressaltaram a nova estratégia a ser adotada esse ano nos empreendimentos da rede, com foco na satisfação do cliente. “Realizamos uma pesquisa junto aos nossos clientes para saber os itens mais importantes e promovemos uma rica troca de experiências entre nossos funcionários para que sejam aperfeiçoadas nossas práticas”, adiantou Acácio. Na pesquisa foram apontados itens como conforto da cama, eficiência no atendimento, qualidade no banho, silêncio e alimentação, entre outros itens. O dirigente confirmou também os planos de expansão da rede, que entre novembro e fevereiro de 2014, tem previsão de inauguração de oito novas unidades, sendo sete delas em Minas e uma em Tatuí, no interior de São Paulo. “Em dezembro estaremos inaugurando o Ramada Minas Casa, com 200 apartamentos em Belo Horizonte, além de outras unidades na capital mineira e interior”, adiantou. Ele confirmou também que até o final de 2014 serão mais 11 hotéis, entre eles o Ribalta, no Rio de Janeiro. Os resultados de 2012 segundo o dirigente superaram as expectativas, com taxas médias de ocupação entre 48% a 72% nos hotéis do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas. As diárias médias oscilaram entre R$ 230 a R$ 280. “Os resultados mostram que estamos no caminho certo”. A Vert Hotéis fechou ainda uma parceira com o Senac para programas e oficinas no Ramada Lagoa Santa.

Leading Hotels comemora 85 anos e premia agências Luiz Marcos Fernandes A Leading Hotels reuniu no Copacabana Palace cerca de 60, dos 430 associados de diferentes países, para comemorar os 85 anos da entidade. O estilo hollywoodiano da festa foi justificado por seu presidente, João Annibale: “A data coincide com o mesmo número de anos da Academia que organiza a festa do Oscar. Além disso, muitos filmes premiados tiveram como cenários hotéis do grupo”, destacou ele. Na ocasião, foi realizado um workshop para agentes de viagens onde o único estabelecimento nacional presente foi o Copacabana Palace. Após o coquetel e jantar, foram entregues placas e prêmios para as 10 agências que mais venderam diárias da Leading. Também foram sorteadas diárias entre os agentes de viagens. “Os agentes de viagens são nossos parceiros e as vendas devem ser feitas através deles”, ressaltou Annibale. A Leading também está com novas regras mais exigentes aos hotéis que se candidatam a fazer parte da associação. Atualmente, no Brasil, apenas seis hotéis estão na relação, entre eles o Fasano e o próprio Copacabana Palace. Copacabana Palace - Já o diretor de Marketing e Vendas Brasil do Copacabana Palace, Rodrigo Lovatti, lembrou que o grupo Orient Express vai intensificar suas ações de promoção dos dois hotéis - o Copacabana Palace e o Hotel das Cataratas - por meio das redes sociais. “Essa é uma ferramenta que pode nos ajudar a ampliar a presença do mercado brasileiro nos nossos hotéis”, destacou ele.


HOTELARIA

Porto Bay Rio investe R$ 5 milhões em reforma da cobertura O Porto Bay Rio Internacional planeja transformações em sua estrutura este ano. A cobertura do hotel, que abriga piscina e pool bar, será reformada, para oferecer novos serviços e mais comodidade. De acordo com o CEO do grupo no Brasil, Claudio Santos, serão investidos R$ 5 milhões no local. “Em 2013, vamos concretizar as reformas na cobertura. O espaço Sheraton Barra vai reformar apartamentos para Copa O Sheraton Barra Hotel & Suítes, localizado na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, vai investir numa modernização nas suítes e apartamentos, que vão ganhar, gradativamente, novo mobiliário, troca do carpete por piso, troca do piso do banheiro, entre outras mudanças. A reforma deverá estar concluída no início de 2014. “Neste ano, completamos dez anos e vamos modernizar nossos apartamentos visando a Copa do Mundo. Ano passado já reformulamos nossos restaurantes e a área da piscina”, disse a gerente geral, Sintia Gomes. De acordo com diretora de Vendas & Marketing, Ana Claudia Nery, a ocupação média do hotel vai crescer em 2013, alcançando percentual de 82%.

Best Western abre primeiro hotel Premier no México A Best Western, rede de hotéis com mais de quatro mil empreendimentos em cem países, dando continuidade ao seu plano de expansão, conta agora com o primeiro hotel da categoria Premier, localizado em Apodaca, Nuevo León, no México. O hotel de luxo BestWestern Premier Monterrey Aeropuerto é voltado para turistas de lazer e de negócios. O empreendimento fica a cinco minutos de distância do Aeroporto Internacional de Monterrey. Ele oferece 97 quartos e suítes, com TV LCD de 42”, micro-ondas, frigobar e wifi. Os hóspedes também podem contar com restaurante, bar, piscina externa aquecida, business center, além de instalações multiuso para reuniões de negócios e eventos.

NH já tem primeiro contrato no Brasil e foca em SP e RJ A NH Hotels voltou a ter um escritório no Brasil no final do ano passado, mas já tem motivos para comemorar. A rede já tem o seu primeiro contrato para administrar um empreendimento no Brasil assinado. Trata-se do The Five Curitiba, empreendimento multiuso que contará com lojas e escritórios corporativos. Serão, no total, 180 apartamentos, mas com a possibilidade de ampliação em uma segunda etapa do projeto. No entanto, a diretora de vendas da rede no Brasil, Milai Moniz, ressaltou que um dos principais objetivos é estar presente em São Paulo e no Rio de Janeiro, praças consideradas estratégicas pela NH. “Recebemos muitas propostas e já temos algumas em negociação”, revelou. “Este é um processo demorado, mas esperamos ter algo concreto já em 2013”, emendou. Segundo Milai, a rede também deverá mudar de endereço em breve no país. Hoje na Vila Olímpia, a intenção é se instalar em breve em uma região mais central da capital paulista.

Nobile quer crescimento de 100% A Nobile Hotéis tem, para os próximos cinco anos, a meta de crescimento de 100%. Atualmente, a Nobile tem 34 contratos assinados e 21 hotéis em operações em seu portfólio, e deve fechar 2013 com um faturamento de R$ 108 milhões. Entre as unidades em desenvolvimento já anunciadas estão empreendimentos em Recife, Fortaleza, Cuiabá e Brasília. Roberto Bertino, diretor executivo da Nobile, adianta ainda que será aberto um Nobile Express em Juiz de Fora (MG) e está em negociações empreendimentos em São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e Curitiba. Uma das ações promovidas pela companhia para atingir esta meta foi a realização, no final de fevereiro, do workshop “Vencedores por Opção”. O evento, ocorrido no Beach Class Muro Alto (PE) reuniu aproximadamente 80 gestores da rede, que participaram de palestras e treinamentos focados nas áreas de operações, vendas, desenvolvimento, controladoria e jurídico.

já deve estar disponível aos hóspedes no próximo Réveillon”, informou Cláudio ao M&E. O CEO comentou ainda sobre as tentativas do grupo de abrir um novo hotel no Rio de Janeiro. As negociações para atuação da marca no Leblon ou Botafogo, anunciadas no último ano, não foram à frente, e o grupo agora articula o surgimento de um novo hotel da bandeira em Copacabana. “Está bastante difícil encontrar um novo espaço no Rio, mas

Ao lado, a atual cobertura do Porto Bay. Acima,Claudio Santos, CEO do grupo no Brasil

março de 2014, o Porto Bay Liberdade. O grupo registrou um lucro líquido de 61 milhões de euros no ano passado, número 3,5% maior que o do ano anterior, conforme informou Antonio Trindade, presidente do Porto Bay. Entre 2010 e 2012, o crescimento nas receitas totais foi de 13%, com destaque para a atividade do grupo no Brasil, que registrou um aumento de 27% no período, de acordo com informações do Ambitur Online. A taxa de ocupação nos três hotéis no Brasil (em Búzios, São Paulo e Rio de Janeiro) ficou em torno de 80%.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Pamela Mascarenhas

ainda estamos em busca”, comentou. “No segundo semestre, teremos mais espaço na cobertura e uma área para eventos. Planejamos ainda oferecer sushi man e DJ lounge na piscina, de quarta à sábado”, ressaltou Sofia Santos, gerente geral do hotel. O Porto Bay Rio iniciou um novo serviço este mês, em um quiosque instalado na praia de Copacabana, bem em frente ao hotel, de acordo com a gerente de Alimentos & Bebidas, Sara Frada. “Esse serviço permite que nossos hóspedes aproveitem a praia de Copacabana sem terem que se preocupar com coisas como levar dinheiro para a praia”. Hélida Cristina, gerente de Vendas do Porto Bay Rio, sem citar números, acrescenta que 2012 foi um ano excepcional para o empreendimento, o melhor já registrado. “O último ano teve um desempenho incomparável, que será difícil de superar. Recebemos muitos eventos e congressos. O Brasil estava em evidência no ano passado. O ano de 2013 será o da reconquista”, conclui. Resultados do grupo em 2012 - O Porto Bay possui três hotéis no Brasil e oito em Portugal, um deles com previsão de abertura para

29


CARNAVAL 2013

M&E cobre Carnaval pelo Brasil

Março de 2013 - 1ª quinzena

Rio de Janeiro

Ana Hickman foi uma das musas da Vai-Vai

Frankenstein foi um dos personagens retratados pela campeã Mocidade Alegre

O casal Andrea e Marcelo Rehder, ao lado de Luciane Leite, da SPTuris

Deputado federal, Gabriel Chalita, em conversa com o prefeito Fernando Haddad

O secretário de Turismo da cidade do Rio de Janeiro, Antonio Pedro Figueira, disse ao MERCADO & EVENTOS que o Carnaval 2013 na capital fluminense foi de recordes. De acordo com ele, a cidade recebeu mais de um milhão de turistas, que, junto com a população do Rio, ajudaram a realizar o maior Carnaval do mundo. Ainda segundo o secretário, neste ano, foram autorizados 492 blocos carnavalescos. O número representa um aumento de 15,76% em relação a 2012. Já na Sapucaí, a campeã do Carnaval 2013 do Grupo Especial do Rio de Janeiro foi a G.R.E.S. Unidos de Vila Isabel. A escola do bairro homônimo contou a história da vida do agricultor brasileiro e foi a única a levar o público a cantar o samba, o mais elogiado das 12 escolas, de autoria de Martinho da Vila, Arlindo Cruz e mais três compositores. A Imperatriz Leopoldinense levou a cultura marajoara para a avenida e terminou em quarto.

30

São Paulo

Alegoria da Vila Isabel; Roy Taylor, do M&E, com Adenauer Góes, secretário de Turismo do Pará; Sabrina Sato, rarinha de bateria da Vila Isabel; e bloco do Cordão do Bola Preta Riotur

O Carnaval de São Paulo recebeu, para sua edição de 2013, um investimento de R$ 33,9 milhões da prefeitura municipal. O valor, que subsidiou os cinco dias de festa, é superior aos recursos de outras cidades conhecidas por seu Carnaval, como Rio de Janeiro e Salvador. A estimativa da São Paulo Turismo (SPTuris) é de que o Sambódromo do Anhembi tenha recebido uma média de 30 mil espectadores nos três dias de desfile. Durante a festa, foi utilizada a nova estrutura do local, o Espaço Anhembi, uma área fixa com capacidade para até três mil visitantes, acesso para cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida. A Mocidade Alegre consagrou-se, pelo segundo ano consecutivo, a campeã do Carnaval paulistano, com o samba enredo “A sedução me fez provar, me entregar à tentação... da versão original, qual será o final?”, recriando algumas histórias e figuras conhecidas.

Recife A cidade de Recife teve em 2013 o seu primeiro Carnaval depois do Frevo ter sido nomeado patrimônio cultural imaterial da humanidade pela Unesco. Por este motivo o ritmo foi o principal homenageado durante a folia da capital pernambucana. Na abertura, o show “Frevo: Patrimônio do Mundo” deu o tom da festa, com a participação de nomes como Roberta Sá, Geraldo Azevedo, Otto e Lenine. O percussionista Naná Vasconcelos e o fotógrafo Alcir Lacerda também foram homenageados neste ano. Outro destaque foi o Galo da Madrugada, considerado o maior bloco do mundo pelo Guiness Book. Neste ano, foram 25 trios elétricos, que também celebravam o frevo. Entre os destaques, artistas locais como Gustavo Travassos, Maestro Spok, Elba Ramalho e outros, que dividiram os trios comnomes grandes nomes da música brasileira como Carlinhos Brown e Fafá de Belém.

Galo da Madrugada; André Correa, presidente da Empetur, com a esposa Cecília; o governador Eduardo Campos, entre o secretário de Turismo de Pernambuco, Alberto Feitosa, e o prefeito de Olinda, Renildo Calheiros. Abaixo, a Ladeira da Misericórdia, em Olinda, repleta de foliões


CARNAVAL 2013

Bahia Salvador recebeu durante o Carnaval cerca de 500 mil turistas, dentre os quais, mais de 40 mil estrangeiros, segundo dados da Setur Bahia. Este ano os visitantes tiveram a assistência dos Guias e Monitores do Carnaval com receptivo especial no Aeroporto Internacional de Salvador. A iniciativa foi da Secretaria do Turismo da Bahia. “Este é o nosso principal projeto no Carnaval, pois é relacionado ao ‘bem receber’, diferenciando Salvador de outros destinos do país. Além dos guias e monitores nas ruas, tivemos o call center (Disque Bahia Turismo), funcionando 24 horas e habilitado para receber ligações em até 12 idiomas, além de atendimento via chat”, ressalta o secretário Domingos Leonelli. Nos corredores da folia marcou presença o rapper sul-coreano Psy, que subiu ao trio de Claudia Leitte com o bloco Cocobambu, no circuito Barra-Ondina. Os blocos afro, com seus tambores e o som dos afoxés, foram outro destaque. No total, foram mais de dois milhões de foliões baianos e turistas.

A exemplo dos anos anteriores, a edição da Feijoada de Carnaval do Hotel Sol Victória Marina foi um sucesso. O encontro virou tradição e já consta no calendário de eventos da cidade. Além do buffet completo de Feijoada, uma referência para turistas e habitantes de Salvador, os participantes puderam desfrutar da ótima infraestrutura do hotel e curtir a apresentação das bandas Sentimento de Posse (Partido Alto) e Censura Livre (Axé). Os convidados puderam saborear a tradicional feijoada oferecida pelo empresário e diretor do Conselho de Turismo, Sílvio Pessoa. Autoridades e representantes do trade prestigiaram o evento, entre eles Fernando Ferrero, diretor de Relações Nacionais da Bahiatursa, Roy Taylor, vice-presidente executivo do MERCADO & EVENTOS, Rosa Masgrau, diretora de Marketing Internacional do M&E, entre outros.

Silvio Pessoa, Fernando Ferrero e Roy Taylor. Abaixo, Rosa Masgrau com a baiana Lu

Feijoadas na Cidade Maravilhosa Os hotéis do Rio de Janeiro deram as boas-vindas ao Carnaval com uma festa gastronômica. Os cardápios incluíam saladas e sobremesas, além da tradicional feijoada. O Royal Tulip Rio de Janeiro atraiu cerca de cem pessoas em festa e o Windsor Barra promoveu sua folia ao ritmo da bateria da Unidos da Tijuca, acompanhada por passistas, ritmistas e pela rainha, Juliana Alves, que estreou na escola neste ano. A feijoada do Sheraton Barra foi animada pela bateria da Vila Isabel, com a presença de 450 pessoas. O Othon Copacabana atraiu a mesma quantidade de pessoas em seu evento, que contou com a bateria da escola de samba do Salgueiro e de suas passistas. O Sofitel contou com apresentação da bateria da escola de samba Imperatriz Leopoldinense. Já no Porto Bay Rio Internacional o sucesso foi tamanho que a organização teve a necessidade de estender a festa para o andar superior.

A Royal Caribbean contou com um espaço especial no camarote da Brahma, durante o desfile das campeãs do Carnaval de São Paulo. A ação foi resultado de uma campanha de incentivo para os agentes de viagens. Mais de 120 pessoas compareceram. Eles foram os que mais venderam navios da companhia no período de 21 de dezembro a 31 de janeiro. Por isso, tiveram a oportunidade de ver a campeã Mocidade Alegre desfilando mais uma vez na avenida. “Esta foi uma oportunidade de adicionar vendas para os agentes e ainda mantermos um relacionamento com o trade, que é tão importante para nós”, disse Alexander Haim, gerente de Vendas da armadora. Com o fim dessa campanha, uma nova já está em andamento desde o dia 7 de janeiro. Segundo Haim, esta terá foco nas vendas da Celebrity e tem validade até final de março para embarque até dezembro. Para participar, basta o agente cadastrar suas vendas no site www.manualdoagente.com.br.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Sol Victória Marina (BA)

Royal Caribbean Tatiana Azeviche

Tatiana Azeviche

Domingos Leonelli recebeu o ministro Gastão Vieira e mostrou que a Bahia estava preparada para a folia; Chiclete com Banana e Ivete Sangalo

Alexander Haim, Ricardo Amaral, Fernanda Dominicis, André Pousada e Alex Calabria, da RCCL

31


WWW.MERCADOEEVENTOS.COM.BR

Onde você encontra tudo sobre o mercado turístico global Acesse o portal e acompanhe, em tempo real, o que acontece no Turismo do Brasil e do mundo. Entrevistas, matérias especiais e vídeos. Além da cobertura das principais feiras do setor, tanto nacionais quanto internacionais. Abaixo, notícias que movimentaram o site nesses últimos dias.

Março de 2013 - 1ª quinzena

Gestão online

32

A partir deste mês, a Argo IT vai disponibilizar ao mercado um aplicativo para gestão online e pessoal de custos. A ferramenta mobile é um complemento para o sistema de self-booking Travel Managemant System (TMS). Aliado ao TMS, o mobile visa facilitar ainda mais a gestão, permitindo, por exemplo, que o usuário fotografe uma nota fiscal de um restaurante e envie ao sistema. As funcionalidades do aplicativo ainda devem ser ampliadas, possibilitando a contagem de quilometragem, entre outras funções. Segundo Alexandre Arruda, diretor geral da Argo IT, a tecnologia permite que o usuário interaja com a ferramenta por meio de qualquer dispositivo móvel, incluindo - a partir do smartphone ou tablet - novos dados de gestão. “Esta é apenas uma das novidades que a empresa lançará ao longo deste ano”, disse. O donwload do novo app terá um custo adicional aos usuários do TMS.

Alexandre Arruda e Luigi Botto, da Argo IT

Economia reforçada no Rio

Class Tour Rio comemora um ano e responde por quase 10% das vendas A expectativa do governo fluminense é que o Carnaval 2013 tenha movimentado aproximadamente US$ 655 milhões (cerca de R$ 1,3 bilhão) no Rio de Janeiro, número 5,8% superior ao registrado no ano passado. O governador do Estado, Sérgio Cabral, destacou a diversificação econômica do Rio de Janeiro. “A economia vai do pré-sal ao Carnaval. O Rio tem vocação para a economia criativa, que gera renda e emprego à uma vasta gama de trabalhadores”, declarou. Sérgio Cabral lembrou ainda que os festejos geram mais de 250 mil novos postos de trabalho, o que, financeiramente, corresponde a 30% do esperado em movimentação financeira. “No período, 89% do montante movimentado vem das atividades de turistas e foliões, que incluem transportes, alimentação e bebidas, eventos e compras, e alojamento”, enumerou.

Na comemoração do primeiro ano de funcionamento, a filial Rio da Class Tour confirmou não apenas sua estratégia de investir no segmento corporativo, como também os resultados operacionais que garantiram uma margem próxima de 10% nas vendas do grupo. O diretor Comercial da Class Tour, Constantino Karacostas, destacou que a Class Tour também pretende incrementar o departamento receptivo em função dos megaeventos que o Brasil terá pela frente. “O país está ganhando maior visibilidade e vamos investir no nosso receptivo, pois há um grande mercado em potencial tanto no segmento luxo como corporativo”, explicou.

Fernando Sztrajtman assume gerência de Vendas da Latam no Brasil Fernando Sztrajtman assumiu a gerência sênior de Vendas Brasil da Latam. O profissional agora é responsável pelo relacionamento comercial da companhia. A gerente Comercial em São Paulo, Júlia Arjonas, continua na empresa e ficará subordinada ao novo dirigente. O contratado atuou por três anos na Benner Company e, por sete anos, na área comercial da Ambev. “O intuito da Latam é investir, cada vez mais, no mercado de São Paulo, que é a maior base do grupo e um dos maiores do mundo”,afirmou o diretor comercial da Latam, Klaus Kühnast.

 FUTURO DAS FEIRAS NO BRASIL A oitava edição do Encontro do Setor de Feiras e Eventos (Esfe) - organizado pelo Grupo Radar - reuniu, em meados de fevereiro, nomes como Arthur Repsold, presidente da GL events; Toni Sando, diretor presidente do São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB); Caio Carvalho, do Grupo Bandeirantes; e Guilherme Paulus, presidente do Conselho da CVC, para discutir o futuro das feiras no Brasil. O evento teve como tema “Novos Rumos” e recebeu cerca de 800 pessoas no WTC Convention Center, em São Paulo. Segundo dados da União Brasileira dos Promotores de Feiras (Ubrafe), em 2012 cerca de 5,5 milhões de pessoas visitaram feiras no Brasil. Foram 50 mil expositores em mais de 800 eventos. “O setor de feiras e eventos é pouco discutido, pois é muito voltado para ele mesmo e acaba não se valorizando. Mas por tudo que representa, precisa ter uma voz”, afirmou o diretor do Grupo Radar, Octavio Neto.  GASTOS EM VIAGEM Os brasileiros gastaram US$ 2,2 bilhões em janeiro no exterior, número 14,6% superior ao registrado no mesmo período de 2012 (US$ 2,01 bilhões), de acordo com dados do Banco Central. Trata-se do maior número registrado desde o início da série, em 1969. Já as despesas dos estrangeiros no Brasil cresceram 4,4%, chegaram a US$ 695 milhões contra os US$ 666 milhões registrados em janeiro de 2012. Com isso, o déficit na conta de viagens internacionais (gastos de brasileiros no exterior e de estrangeiros no Brasil) ficou em US$ 1,5 bilhão em janeiro deste ano, contra US$ 1,33bilhão do mesmo mês de 2012. Em 2013, o BC espera que os gastos de brasileiros no exterior superem as receitas deixadas por estrangeiros em viagens ao Brasil em US$ 16,3 bilhões. No ano passado, a diferença foi de US$ 15,5 bilhões.  NOVAS REGRAS Começou a funcionar nos aeroportos de Brasília, Rio de Janeiro (Galeão) e São Paulo (Guarulhos) o pagamento de impostos incidentes sobre o excesso na bagagem do passageiro que vem do exterior com cartão de débito. A Receita informou que, antes, o turista era obrigado a ir a um banco para pagar o imposto devido. Atualmente, estão dispensados da declaração de bagagem acompanhada os turistas brasileiros que fizerem compras no exterior dentro da cota estabelecida de US$ 500 e voltarem ao país de avião ou navio. As medidas também valem para quem usa transporte fluvial, lacustre ou terrestre, porém, no caso, o limite é US$ 300. As regras estão na Instrução Normativa 1.059.

TOP 10 MAIS LIDAS De 18 a 22/02 1 - Veja fotos do Desfile das Campeãs do Rio 2 - Funcionários da Iberia entram em conflito com polícia em aeroporto 3 - Visual fatura 26% mais em 2012 4 - Pará encanta a Sapucaí no Desfile das Campeãs 5 - MMT Gapnet apresenta portal de hotelaria corporativa

De 10 a 17/02 1 - Carnaval 2013 do Rio de Janeiro abre com previsão de recordes 2 - CVC lança pacotes para o desfile das campeãs do Rio 3 - Portal Você Vai Viajar investe no Turismo do bem 4 - Veja fotos do 1° dia de desfile das Escolas de Samba do Rio 5 - Dira Paes é um dos destaques da Imperatriz


al

CRUZEIROS

Rio bate recorde internacional de atracação simultânea de navios Pamela Mascarenhas

Américo Samu e Cristina Scielzo

Área externa do navio

Piscina do Silver Cloud

Discover investe no fortalecimento da marca Princess no Brasil Pamela Mascarenhas A Discover Cruises se tornou representante exclusiva da Princess Cruises no Brasil este ano e, por isso, pode agora fortalecer a divulgação da marca no país, ressaltaram os diretores Américo Samu e Cristina Scielzo, durante visita ao Grand Princess. De acordo com Samu, a Discover vai promover diversas ações de capacitação em 2013. Estão agendados treinamentos, road shows, com início em

março deste ano e realização até 2014, além de uma campanha de incentivo às agências. “Programamos uma série de ações no trade para explorar ao máximo a marca Princess, nos jornais e revistas, por exemplo. Nosso foco são as agências de viagem, mas também estamos trabalhando a marca nessas mídias, para que as pessoas tenham mais acesso às ofertas da Princess”, declarou Samu. A Discover já comercializa pacotes para o Royal Princess, que será inaugurado em junho deste

ano. Samu também destacou o lançamento do Sun Princess no Japão, no feriado nacional desse país, o Golden Week. Serão realizados cruzeiros de nove a 12 noites, de abril a julho de 2013. O Grand Princess esteve no Rio de Janeiro pela primeira vez em meados de fevereiro. Ele foi remodelado em 2011, tem capacidade para 3.100 passageiros, possui 700 cabines com varanda, um deck inteiro de mini-suítes, cinco piscinas - uma delas preparada para natação contra-corrente -, sete restaurantes, spa e pizzaria.

Março de 2013 - 1ª quinzena

O porto do Rio de Janeiro recebeu oito navios no domingo de Carnaval, no dia 10 de fevereiro. Um recorde mundial de atracações simultâneas. Cerca de 40 mil cruzeiristas passaram pela cidade, movimentando - apneas neste dia - uma cifra em torno de US$12 milhões. Para a ocasião, a diretoria de Operações do porto, em acordo com as companhias marítimas, estabeleceu um cronograma de desembarque para liberar os passageiros de maneira gradativa. Também houve reuniões para organizar o trânsito do lado de fora do porto, com o município e a CET Rio. O Grand Princess e o Maasdam estiveram na cidade pela primeira vez, e o Costa Favolosa e o Costa Fascinosa retornaram após a estreia no Rio no início desta temporada. Durante os quatro dias de Carnaval, houve uma movimentação média de 70 mil turistas, com injeção de 21 milhões de dólares na economia da cidade. “Esse recorde demonstra a importância da cidade do Rio de Janeiro no cenário internacional de cruzeiros marítimos. Esse recorde internacional revela a capacidade do Rio em termos de marca, tanto no Brasil quanto no exterior. Esses momentos de pico são planejados com dois a três meses de antecedência. Há três anos recebemos sete navios, mas, se você for comparar, os navios cresceram bastante em capacidade”, comentou Américo Rocha, diretor de operações do porto. Ao sair do porto, os turistas já se deparavam com carros alegóricos que disputavam o espaço com ônibus e táxis. “Com esse projeto Porto Maravilha, o terminal vai ter uma infraestrutura melhor. Vai diminuir a disputa entre vias e carros alegóricos no período de Carnaval”, acredita Américo. “Nossa intenção é evitar que os turistas tenham problemas de qualquer natureza, mesmo em setores onde não temos autonomia para agir, como a fiscalização de taxistas que não cumprem as determinações da lei municipal”, completou. Já os taxistas que prestam serviço no local reclamavam da organização do trânsito e da distância do ponto de táxi. Um deles foi multado por desembarcar um casal de 70 anos próximo à entrada principal. “Não tem sinalização e nem fomos informados de nada. Não tem diálogo, só multa. É preciso bom senso. Não faz sentido deixar um idoso a cem metros da entrada”, desabafou o taxista Paulo César de Almeida, que trabalha naquela área há quase 10 anos. O grande número de transatlânticos no mesmo dia causou ainda alguns atrasos na chegada dos mesmos. Enio Guilhermino Neto, um dos passageiros que aguardavam seu cruzeiro, que estava atrasado, comentou sobre a situação: “Não recebemos nenhuma informação, nem satisfação”, lamentou.

33


AGENDA

PASSAPORTE

Março de 2013 - 1ª quinzena

Indonésia é o país convidado da ITB, que terá representantes de 187 países

34

A ITB Berlim terá nesta edição, que começa neste dia 6, a Indonésia como país convidado. Os três primeiros dias do evento são destinados a profissionais e a feira funcionará das 10h às 18h. Nos dias abertos ao público, 9 e 10, o horário será o mesmo. Para essa edição foi reservada uma área de 160 mil metros quadrados divididos em mais de 30 pavilhões. Está confirmada a participação de mais de 10 mil representantes de empresas de 187 países. Os organizadores esperam superar o número de visitantes da última edição, que chegou a 172.132, dos quais 112 mil profissionais do trade. A organização da ITB Berlim elaborou uma lista de 100 empresas que estarão na feira sob o rótulo de Business Travel Partner. O congresso técnico que comemora 10 anos recebeu ao longo de uma década mais de 100 mil participantes nos debates e painéis. Nesta edição serão realizadas 25 palestras, rodadas

de discussão e workshops no Fórum ITB Business Travel. O Hall 5.1 do Berlin Exhibition Grounds vai abrigar expositores e encontros sobre oportunidades de trabalho na indústria turística. O ITB Berlin Career Center vai contar com 50 expositores. Este ano, pela primeira vez, a Hochschule Rhein Waal e o Institute Paul Bocuse da França terão representação no evento. M&E – O jornal M&E fará uma cobertura online para o portal e, posteriormente, divulgará na edição impressa fotos e novidades do evento. No estande do M&E haverá a distribuição da revista FOLHA DO TURISMO BRASIL, editada em alemão. O M&E é mídia partner da ITB de Berlim. Já a Embratur terá um estande com 604 metros quadrados e 50 co-expositores, dos quais 20 destinos. A Embratur promove também o Goal to Brasil no dia 5, tendo Recife como cidade anfitriã. Informações: www.itb-kongress.de/businesstravel.

Workshop Ancoradouro terá 38 salas de capacitação De 7 a 10 de março, Atibaia sedia um dos mais profissionais eventos de capacitação do país: o 22º Encontro Ancoradouro de Turismo do Interior do Estado de São Paulo. Ele será realizado no Bourbon Atibaia Resort, Spa e Convention, e promete ser maior que a edição de 2012, já que desta vez conta com mais duas salas para palestras. Agora são 36. Cresceu também o nome de profissionais do segmento. Serão 800 convidados no total, sendo 500 agentes de viagens. “É sempre importante renovar”, fala Juarez Cintra, presidente do grupo Ancoradouro. Na abertura do evento, no novo Theatro Bourbon, Ana Maria Donato, da Imaginadora, fará a palestra de abertura sobre “a importância de conhecer o destino que se vende”. Para essa edição estão confirmados

seis novos expositores: Equador, Budget, Oceania, Bradesco Cartões, Etihad e Pullmantur, que somados aos tradicionais, Aeromexico, Alitalia, Delta, Emirates, Royal Caribbean, Celebrity / Azamara, Latam, Travel Ace, Tap, South African, Qatar, Air Canadá, Air France/ KLM, Azul, Amadeus, Imaginadora, SeaWorld, Santur, Sky Team, Gol, Meliá, Patagônia, Orlando, USA, Portal, Europa, Mercado & Eventos, Bourbon e Cone Sul. Os agentes virão de cerca de 70 cidades do interior do estado, litoral, capital e do sul de Minas Gerais. O formato do Encontro Ancoradouro é um dos diferenciais do evento. As palestras acontecem sexta e sábado, com 20 minutos cada, em sistema de rodízio. O MERCADO & EVENTOS fará cobertura completa do evento.

MinasTur terá oficinas de capacitação e novas operadoras A Promove Eventos já comercializou 100% dos espaços para o 8º MinasTur, que acontece neste dia 6, em Belo Horizonte. Segundo a diretora da empresa, Cláudia Miranda, estão programados treinamentos em oficinas direcionadas aos agentes. “Serão seis capacitações destinadas aos agentes de viagens. Esta era uma iniciativa que não tínhamos nos eventos anteriores e, tanto as operadoras que irão participar como o público, aprovaram a ideia”, complementou. Outra novidade da Promove é a nomeação de Ana Cláudia Miranda para o cargo de vice-diretora. Uma das tradições do MinasTur é o “Troféu Amigos

do MinasTur”, que premia personalidades do Turismo que contribuem para o sucesso do evento. A solenidade acontece durante coquetel de abertura no dia anterior à realização do Salão. O coquetel será realizado no Alambique Cachaçaria e tem o patrocínio da Prefeitura Municipal de Campina Grande e apoio da MMTGapnet e da Tam. São Luís do Maranhão patrocina a festa de encerramento, e fará a divulgação do São João da cidade. O secretário de Turismo de São Luís, Lula Fylho, é um dos maiores incentivadores da participação no evento. A festa tem o apoio da operadora Viagens Master. Informações: www.promoveeventos.com

Nastur terá 37 fornecedores e espera 350 agentes de viagens A 11ª edição do Nastur, que acontece entre os dias 13 e 17 deste mês, em Foz do Iguaçu, receberá 37 fornecedores para apresentar produtos e serviços. Entre eles estão alguns que participam pela primeira vez do evento, como é o caso do Greater Miami Convention & Visitors Bureau, Chicago, o receptivo peruano Viajes Pacífico e o Resort Atlantis Paradise Island, em Bahamas. De acordo com os organizadores, a expectativa é reunir cerca de 350 agentes de viagem de todo o Brasil. Paralela à programação do evento, um grupo de agentes fará um famtour pelos principais pontos turísticos da cidade, além de um workshop exclusivo sobre Foz do Iguaçu.

A festa de abertura será oferecida pela Empresa de Turismo de Pernambuco (Empetur) e a de encerramento terá como anfitriã a Royal Caribbean, cujo principal acontecimento é a tradicional premiação Top Ten, com homenagem às 10 agências que mais se destacaram em volume de vendas no ano comercial 2012/2013. A Nastur 2013 terá três patrocinadores: Iguassu Convention Visitors e Bureau, Itaipu Binacional e Fundo Iguaçu. Além disso, há 19 apoiadores, podendo chegar a 23 com a confirmação de outros quatro hotéis participantes. Informações: www.nascimento.com.br

>> Foi confirmada a contratação de Leonel Andrade pela Smiles S.A, subsidiária da Gol, para ocupar o cargo de diretor-presidente da Smiles. Segundo Constantino Junior, a contratação de Leonel Andrade irá agregar valor à Smiles. Leonel Andrade atuou nos últimos seis anos como executivo do Banco Citibank >> O Ministério da Justiça, através da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon/ MJ), multou as empresas Gol e Tam por irregularidades na venda de passagens aéreas em conjunto com seguro de viagem, prática conhecida por venda casada e proibida pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC). Cada companhia aérea foi multada em R$ 3,5 milhões. >> As obras para a construção de Hotel no Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/ Galeão – Antonio Carlos Jobim (RJ) seguem em ritmo acelerado. O empreendimento, cujas obras tiveram início em dezembro de 2011, já está com toda a parte de infraestrutura pronta. No momento, na área, serão completados mais três andares, e também serão instalados os sistemas hidráulicos e elétricos, assim como os forros dos apartamentos. Já no anexo do hotel, estão sendo levantadas as paredes para a disposição de áreas como o lobby, a recepção, lojas, academia, salas de reunião, restaurante, café e área de piscina. >> Com a expectativa de circulação de mais de 3,5 milhões de turistas (entre brasileiros e estrangeiros) durante a realização da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014, o Ministério do Turismo inicia neste ano uma série de ações que visa conscientizar o setor receptivo brasileiro quanto à proteção aos direitos das crianças e dos adolescentes por meio de trabalhos de conscientização do turista. Para este ano, o departamento de Turismo Sustentável e Infância (TSI) do MTur vai realizar três mobilizações para sensibilizar o país e os turistas sobre o tema, em maio, junho e novembro, meses referentes ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, Copa das Confederações e o começo do verão brasileiro, respectivamente. >> Tendo como tema principal as oportunidades de desenvolvimento turístico de Mato Grosso, o presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Flávio Dino, recebeu o senador Pedro Taques, o deputado estadual Ezequiel Fonseca, o prefeitos de Curvelândia, Eli da Farmácia, acompanhado de vereadores, se reuniram para discutir a construção de um novo atrativo para o estado. O projeto em causa é um complexo turístico na Caverna do Jabuti, em Mato Grosso, considerada a maior da região. De acordo com o grupo, a iniciativa irá trazer desenvolvimento ao turismo da região conhecida como Circuito das Águas. >> A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) realizou mais uma campanha de promoção turística do Brasil na América do Sul. A ação ocorreu durante a 32ª edição da Vitrina Turística Anato, em Bogotá, na Colômbia. No estande do Brasil participaram 14 co-expositores, entre eles destinos turísticos, companhias aéreas e empresas de receptivo. A participação da Embratur em eventos de promoção turística na Colômbia faz parte da estratégia divulgar o Turismo do Brasil em 18 países. >> O SeaWorld Parks & Entertainment anunciou a centralização do seu departamento de comunicação para a América Latina no escritório da Imaginadora Marketing de Destinos, em São Paulo. A empresa representa as áreas de Vendas, Marketing e Relações Públicas do SeaWorld no Brasil desde 2010 e agora expande a atuação para outros países do continente, sob o comando da gerente de Comunicação Marjori Schroeder, com apoio de um representante baseado na Colômbia. >> A Etihad Airways confirma a conclusão da transação de US$ 70 milhões com a Jet Airways para comprar três pares de slots da companhia aérea indiana em Heathrow, Londres. A compra faz parte de um acordo de venda e leaseback assinado no dia 26 de fevereiro de 2013. Vale ressaltar que a Jet Airways continuará a operar voos para Londres utilizando esses slots. O acordo fortalece ainda mais a existente relação comercial entre as empresas, que entrou em vigor em julho de 2008 e que prevê acordo de codeshare entre as duas companhias aéreas. Como informado anteriormente, a Etihad Airways continua a progredir com as discussões sobre novos investimentos na Jet Airways. >> Com um lucro de 15,9 milhões de euros em 2012, resultado bem mais expressivo do que os 3,1 milhões obtidos em 2011, a Tap manteve resultados positivos pelo quarto ano consecutivo. Em 2012, a dívida total da Tap foi reduzida de 1.042 bilhão de eruos para 862 milhões, o que traduz uma melhoria de 21%. A obtenção de um resultado líquido positivo pelo quarto ano consecutivo foi possível graças ao crescimento da companhia, que transportou 10,1 milhões de passageiros, ultrapassando pela primeira vez na sua história a barreira dos 10 milhões. Os resultados operacionais chegaram a 43,4 milhões de euros, resultado 5,6% melhor do que os 41,1 registrados em 2011. Embora tenha aumentado a oferta em 4,1%, a companhia nacional registrou um crescimento na demanda de 4,8%, o que permitiu, igualmente, melhorar a taxa de ocupação nos voos de 76,3% em 2011 para os 76,8% em 2012. >> A Ambiental Viagens conta com um novo diretor de marketing: trata-se de Luiz Filipe Fortunato. O executivo é ex-diretor da Tia Augusta, que encerrou suas atividades no último mês de dezembro. Na operadora dos sócios José Zuquim e Israel Waligora, Fortunato terá duas missões principais: implantar uma gestão integrada de marketing e a ampliar o portfólio de destinos da operadora. “A Ambiental mantém sua proposta ligada ao Turismo de Natureza, que eu sempre achei um dos mais interessantes produtos da indústria do Turismo. Esse segmento sempre se destacou com uma operação baseada no tripé de qualidade, conforto e a segurança e o bom disso é que esse conhecimento acumulado do ecoturismo será agregado à oferta a novos destinos”, comentou Fortunato em comunicado divulgado à imprensa na segunda quinzena de fevereiro.

o jornal de maior circulação no mercado de turismo

Shultz promove Convenção em Sauípe com 200 agentes Tudo pronto para a VII Convenção Schultz entre os dias 3 a 6 deste mês. O local escolhido pelo Grupo Schultz é a Costa do Sauípe, no litoral baiano. Pela primeira vez, a Schultz levará em torno de 200 agentes de viagem para o evento, que vai reunir treinamentos com fornecedores, palestras, sorteios e relacionamento. No total, o evento reunirá aproximadamente 400 pessoas entre agentes de viagem, fornecedores, consolidadores e colaboradores Schultz.

As agências de viagem convidadas foram escolhidas pelos 91 consolidadores Schultz espalhados por todo país. Além disso, a escolha foi pulverizada, selecionando até cinco agências de cada cidade. “A ideia é que os agentes de viagem convidados repassem nossas informações de forma imediata, atuando como nossos multiplicadores”, explica Aroldo Schultz, presidente das Empresas Schultz. Informações: www.convencaoschultz.com.br.

Presidente Adolfo Martins Vice-presidente Executivo Roy Taylor (roytaylor@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6319 Diretora de Marketing Internacional Rosa Masgrau (rosamasgrau@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6316 Diretora Geral de São Paulo Mari Masgrau (mari.masgrau@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2247 Diretor de Projetos Especiais Juan Torres (juan.torres@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2222 Editora-chefe Natália Strucchi (natalia.strucchi@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6263 Editor Executivo Luciano Palumbo (luciano.palumbo@folhadoturismo.com.br) - (55-11) 3123-2240 Chefe de Reportagem Luiz Marcos Fernandes (luiz.fernandes@folhadoturismo.com.br) - (55-21) 3233-6262 Chefe de Reportagem SP Anderson Masetto (anderson.masetto@folhadoturismo.com.br) Diretor de Internet Fernando Martins | Diretora de Planejamento Andréa Martins Diretor Jurídico José Manuel Duarte Correia | Gerência de Tecnologia GRM | Designer Daniel Costa Reportagem Rio (55-21) 3233-6353 | Reportagem São Paulo (55-11) 3123-2239/2240 Catarina Lopes (catarina.lopes@folhadoturismo.com.br) | Juliana Bellegard (juliana.bellegard@folhadoturismo.com.br) Lisia Minelli (lisia.minelli@folhadoturismo.com.br) | Pamela Mascarenhas (pamela.mascarenhas@folhadoturismo.com.br) Rafael Massadar (rafael.massadar@folhadoturismo.com.br) Atendimento ao leitor mercadoeeventos@mercadoeeventos.com.br - (55-21) 3233-6353 Departamento Comercial Rio de Janeiro (55-21) 3233-6319 | São Paulo (55-11) 3123-2222 Geraldo Ramos (geraldo.ramos@folhadoturismo.com.br) | Renata Araújo (renata.araujo@folhadoturismo.com.br)

Tome Nota WTM-LA - O programa de Compradores Convidados (Hosted Buyers) da World Travel Market Latin America despertou grande interesse em profissionais do setor. Cerca de 900 compradores de diferentes nacionalidades se inscreveram para participar da feira que acontecerá no Transamerica Expo Center, em São Paulo, entre os dias 23 e 25 de abril. Mais informações podem ser obtidas no site www.wtmlatinamerica.com.

www.mercadoeeventos.com.br

Agaxtur - A quinta edição do Workshop Mundo Agaxtur será realizada no dia 12 de março, no novo Centro de Exposições Frei Caneca (SP) e uma das novidades da edição é a criação de quatro salas de treinamentos - dividas por atrativos -, oferecendo ao agente de viagens a chance de se capacitar e conhecer ainda mais destinos como Argentina, Chile e Disney, entre outros.

Rio de Janeiro Rua Riachuelo, 114 - Centro - CEP 20.230-014 - Telefone e Fax (55-21) 3233-6201 São Paulo Rua Barão de Itapetininga, 151 - Térreo - Centro - CEP 01042-001 - Tels (55-11) 3123-2222 - Fax (55-11) 3129-9095 Representante Comercial em Brasília CPM Consultoria Planejamento Mídia Ltda. (márcio@marketingcpm.com.br) (55-61) 3034-7448 / SHN Quadra 2 - 15º Andar - Salas 1514/1515 / Executive Office Tower - Brasília/DF - CEP 70702-905 Representante Comercial em Minas Gerais BH Brasil Comunicação Limitada. Weber Oliveira (weber.wbo@gmail.com) (55-31) 3371- 0769 / (55-31) 8859-1953 / Avenida Silva Lobo, 2019 / Sala 1501 - Grajaú - Belo Horizonte /MG - CEP 30460-000 Representante Comercial nos Estados Unidos Brazil Travel Media - Claudio Dasilva ( www.braziltm.com - claudio@braziltm.com) +1 (954) 647-6464 / 401 E Las Olas Blvd # 130 - Fort Lauderdale - Florida - 33301 - USA Os artigos e opiniões de terceiros publicados na edição não necessariamente refletem a posição do jornal.

Mercado & Eventos é uma publicação do


Março de 2013 - 1ª quinzena

35


36 Março de 2013 - 1ª quinzena


FOLHA DO TURISMO

Março/2013 - 1ª quinzena - Ano IX - Nº 219 - Tiragem: 16.400 exemplares

Março de 2013 - 1ª quinzena

1

Em busca de novos mercados Além da apresentação de outros destinos, o 19º Workshop Trade & Show da operadora teve como tônica a segmentação do portfólio e a procura pelo próximo presidente


Autoridades na cerimônia do corte da fita na abertura do Workshop & Trade Show CVC

Março de 2013 - 1ª quinzena

19º Workshop & Trade Show CVC

2

recebeu 10 mil agentes A 19ª edição do Workshop & Trade Show CVC registrou a participação de 10,2 mil agentes de viagens de todo o Brasil, e contou com 508 expositores de 28 países. O evento foi realizado nos dias 20 e 21 de fevereiro, no Expo Center Norte, em São Paulo, com o tema “Juntos Podemos Mais”. Na ocasião, foram divulgadas 600 marcas do mercado turístico, entre redes de hotéis, companhias aéreas, parques temáticos, locadoras de automóveis, empresas de receptivo, órgãos e secretarias de Turismo. O presidente do Conselho de Administração e presidente executivo interino, Guilherme Paulus, declarou que o workshop é um momento especial, em que a operadora reúne todos os envolvidos na cadeia produtiva do Turismo. “O objetivo é estimular o encontro das autoridades e nossos parceiros, para que possamos juntos gerar novas oportunidades de negócios”, explicou. Para ele, o tema Juntos Podemos Mais simboliza o elo que pode transformar o Brasil em uma potência do Turismo mundial. João Fernando Vassão, diretor geral da Publicis Red Lion – empresa que organiza o evento – destacou algumas inovações da edição deste ano. Uma delas diz respeito à montagem, que envolveu o trabalho de sete empresas, outra foi o Espaço do Agente. “Tivemos um retorno muito bom. O profissional está buscando cada vez mais se capacitar”, afirmou.

Números do evento:  10,2 mil participantes  2 mil agentes de viagens em 40 caravanas  240 redes de hotéis nacionais e 123 internacionais  9 companhias aéreas  13 locadoras de automóveis  4 parques temáticos  24 empresas de receptivo  26 secretarias de Turismo municipais e estaduais  13 órgãos internacionais de Turismo

Em tom de brincadeira, Paulus cota Bento XVI e Jobs para CVC Guilherme Paulus respondeu em tom de brincadeira à pergunta sobre quem será o novo presidente da CVC. De acordo com ele, foram cogitados três nomes, entre eles, o de Steve Jobs, fundador da Apple, e o do papa Bento XVI. Mas, como o primeiro já faleceu e o segundo está se aposentando, a escolha sobrou para o terceiro candidato à presidência interina, o próprio Paulus. Voltando à seriedade, o fundador da maior operadora da América Latina confirmou o processo de escolha para a sucessão de Francisco da Rocha Campos, conhecido como Xiko, que deixou a presidência da empresa no início de fevereiro, após um ano e dois meses no cargo. “Ficarei na presidência interina até definirmos o novo nome. Mas o novo presidente

será da área de varejo”, revelou. Ele afirmou que seu retorno ao comando da empresa foi tranquilo, uma vez que já estava à frente de diversos comitês e que tem recebido o auxílio dos seus vice-presidentes. Nos bastidores, nomes de executivos de companhias aéreas são cogitados para assumir a presidência. Um deles é o de Luiz Eduardo Falco, outro é Wagner Ferreira. Maior do mundo – Paulus falou ainda sobre o sonho de tornar a CVC a maior empresa de Turismo do mundo. A operadora já é líder na América Latina e, segundo o empresário, no mercado global, fica atrás apenas da Tui, importante parceira da CVC. A operadora brasileira trabalha com os produtos comercializados pela empresa espanhola na Europa, para o período da Copa do Mundo de 2014.

João Fernando Vassão, diretor geral da Publicis Red Lion

Guilherme Paulus

MTur reforça parceria público-privada para fortalecimento do Turismo O ministro do Turismo, Gastão Vieira, esteve presente na abertura do Workshop & Trade Show. Na ocasião, ele afirmou que a pasta está engajada em promover uma agenda economicamente viável, na qual o Turismo é instrumento fundamental para vencer as dificuldades econômicas do país. “Minha presença na abertura deste evento da CVC é para homenagear a importância das parcerias público-privadas, que ajudam a fortalecer e desenvolver o Brasil. O Turismo é um segmento que gera emprego e renda e as empresas privadas são responsáveis por grande parte disso”, declarou o ministro. De acordo com ele, a presidenta Dilma Rousseff reafirmou a necessidade de um número maior de parcerias entre o poder público e a iniciativa privada. A orientação é que todos os ministros do governo busquem essa sociedade, que, para ela, é indispensável para aumentar a competitividade do País. Uma das metas do MTur, informou o ministro, é posicionar o Brasil entre as três maiores potências do Turismo no mundo. Em um ranking de 139 países, o Brasil possuia a 52ª posição. “Isso é muito pouco

Gastão Vieira, ministro do Turismo

para o potencial e atrativos que temos”, acredita. Gastão Vieira também destacou as ações do Ministério para este ano: trabalhar com a Embratur com foco em países em desenvolvimento – BRICs – e não somente nos tradicionais; promover ações para aumentar a competitividade, como a desoneração tributária; e aprovar a Medida Provisória (MP) dos portos, para uma maior participação de investimentos privados.


Guilherme Paulus e Gastão Vieira com Roy Taylor, vice-presidente do M&E

Tarcísio Gargioni, da Avianca, com Orlando Souza, da TUR.SP

Fabio Mader, da CVC, e Claudia Pessoa, secretária de Turismo de Maceió

Milton Longobardi e Fred Guidoni, secretário de Turismo e prefeito de Campos do Jordão, respectivamente

Cláudia Lobo e Allan Moura, do Visit Orlando

Paulo Renato Fonseca, secretário de Turismo de Vitória, com Paulo Gaudenzi, do Hotel da Bahia

GALERIA DE FOTOS

Março de 2013 - 1ª quinzena

Margareth Grantham e Adriana Martins, da Alemanha

Marco Ferraz, presidente da Braztoa e Mari Masgrau, do M&E

3

Marcelo Pedroso, da Embratur

Enrico Fermi, presidente da ABIH Nacional

Federico Flores, do Turismo de Mendoza

Oreni Braga, da Amazonastur

Vinicius Lummertz, secretário de Politícas do MTur

André Correa, presidente da Empetur

Rômulo Gouveia, vice-governador da Paraíba, Renato Feliciano, secretário de Turismo, Ruth Avelino, presidente da PBTur e Temistocles Cabral, diretor de marketing da PBTur

João Claudio Bourg, presidente executivo da Abla

Marta Rossi, do Festival de Turismo de Gramado

Juan Torres do M&E, com Gisele Narazaki, Mariana Trevisan e Carlos Antunes, da Etihad

Wagner Ferreira, da ABVET, Fábio Mader, da CVC, Cláudia Sender, da Tam, Fábio Godinho, da CVC, Klaus Kühnast e Jaime Fernandez, da Tam

Patrick Yvars, da Disney


Março de 2013 - 1ª quinzena

CVC transportou 3,2 milhões de passageiros em 2012 Mesmo considerado por muitos um ano ruim para o Turismo, 2012 registrou um crescimento cinco vezes superior ao PIB Brasileiro para a CVC. Em relação a 2011, a operadora teve um incremento de 5% no número de passageiros transportados no ano passado, chegando a 3,2 milhões de clientes, recorde para a empresa. O resultado foi considerado bom por Fábio Godinho, vice-presidente de Produtos e Marketing da CVC. “O faturamento cresceu um pouco acima disso porque tivemos um aumento no ticket médio. Transportamos mais de 200 mil passageiros a mais do que no ano anterior”, revelou. Para este ano, as previsões são otimistas. Embora não fale em números, o executivo lembrou que, se a previsão de crescimento de 4% do PIB se confirmar, o desempenho da empresa em 2013 será superior ao do ano passado. Modernização da oferta – Um dos destaques desta edição do workshop, segundo Godinho, foram os novos destinos internacionais, além dos produtos especiais da operadora. “Estamos disponibilizando novos destinos no exterior, que não existiam em

Acima, Sandro Sant’anna, Guilherme Paulus e Fábio Godinho. Abaixo, VPs, diretores e gerentes da operadora no workshop

nosso portfólio”, disse o executivo, para citar Chicago e Bahamas, além de pacotes de esqui na Europa, em países como Alemanha, Áustria e Suíça, entre mais de 900 opções de viagens nacionais e internacionais. Os produtos tradicionais da CVC também foram apresentados aos agentes, como as férias de julho em

Bariloche e no Caribe, a Nova Temporada dos Circuitos Europeus, além dos pacotes nacionais para a baixa temporada, Natal e Réveillon 2013 e Verão 2014. “Estamos aumentando em 15% a capacidade para Bariloche. Conseguimos também baixar o preço. Temos hoje pacotes a partir de US$ 1,4 mil”, exemplificou.

4

Foco nos agentes de viagens O vice-presidente de canais da CVC, Sandro Sant’anna, reiterou o foco da operadora no canal das agências de viagens multimarcas. Ele ressaltou que em 2012 foram criadas duas gerências seniores voltadas apenas para as agências, o que fez, segundo ele, a empresa crescer em todos os canais de vendas. Sant’anna revelou ainda que este canal representa 20% do total de vendas da operadora, enquanto o online corresponde a 5%. “As agências são hoje o nosso segundo canal mais importante em volume de vendas. Começamos a tratar as agências de uma forma diferenciada no ano passado, justamente para garantir que elas fossem bem atendidas”, contou. Uma campanha de premiação voltada aos agentes está em fase de desenvolvimento para complementar essas ações da operadora. “Estamos terminando de formatar os últimos detalhes para lançá-la anda em março”, contou. Segundo ele, será uma campanha agressiva e diferente das que existem hoje no mercado, com o objetivo de valorizar o agente de viagens.

Mais novidades da operadora Rodoviário – Rose Barili retorna à CVC, depois de dois anos afastada para trabalhar como franqueada. Ela comanda agora o Departamento de Produtos Rodoviários e Rodoaéreos, área que esteve à frente por 28 anos na empresa. “Acabei de voltar para participar do workshop. O Fábio Godinho me fez o convite. Estava pensando em me aposentar e agora estou de volta à operadora, onde passei a maior parte da minha vida”, declarou. Online – Sandro Sant’anna, vice-presidente de Canais de Vendas da CVC, revelou que será lançada uma nova versão do portal de vendas online da CVC ainda em 2013. “Queremos replicar na internet o mesmo sucesso que temos no mundo real. Temos que estar disponíveis em todos os canais para que o cliente possa escolher onde comprar”, finalizou. Alemanha – Pela primeira vez, a CVC preparou um caderno especial do destino Alemanha. De acordo com Margareth Grantham, diretora do Centro de Turismo Alemão (DZT), a procura dos brasileiros pelo destino tem aumentado. Ela ressalta que o país é um dos poucos da Europa que não sofreu tanto com a crise econômica. “Este caderno foi feito por Berlim, em parceria com as 11 Magic Cities”, informou. Até o mês de novembro de 2012, a Alemanha teve um incremento de 20% no fluxo de turistas brasileiros, em relação ao ano anterior. Tui – A maior operadora do mundo tem uma parceria com a CVC para os produtos relacionados à Copa do Mundo de 2014 e Copa das Confederações 2013. O vice-presidente de Produtos e Marketing da empresa, Fábio Godinho, anunciou que a operadora brasileira vai atender no Brasil os passageiros da Tui que vierem ao país nessas datas.


Formaturas, eventos exclusivos e esportes são destaques de 2013 Autoridades durante a abertura do Workshop CVC

Marcio Cabral, Sâmia Possamai e Cora Chiappetta, da Setur-RS, com Rosa Masgrau, do M&E

Renato Fernandes e Sandro Pachêco, do Rio Grande do Norte

GALERIA DE FOTOS

Março de 2013 - 1ª quinzena

A edição de 2013 do workshop contou com novidades da operadora em diferentes frentes. A CVC lançou um canal de vendas voltado especificamente para as viagens de formatura, além de ampliar a atuação nos segmentos de esporte e de entretenimento. “Vamos entrar mais firmes no segmento de formandos do segundo grau”, disse Sandro Sant’Anna, vice-presidente de Canais de Vendas da operadora. A programação de viagens para os estudantes tem saídas em julho, setembro e outubro deste ano, para um dos destinos mais concorridos pelos formandos: Porto Seguro, na Bahia. O pacote inclui aéreo, hospedagem com café da manhã e jantar, passeios, visitas às praias, traslados e festas, além de carros de apoio e equipe de segurança particular. “Fizemos esta aposta nos produtos especiais. Temos várias opções, já que a CVC tem exclusividade em diversos eventos”, destacou Fábio Godinho, vice-presidente de Produtos e Marketing da operadora. Entretenimento - Entre os eventos vendidos pela CVC está o Rock in Rio, realizado nos finais de semana entre 13 e 22 de setembro, para o qual a companhia comercializa mais de 20 mil pacotes. Outro destaque, segundo Godinho, é a parceria firmada com o XGames, que será realizado em Foz do Iguaçu nos próximos três anos. A CVC será a distribuidora oficial de pacotes turísticos para o evento. “Temos também diversos eventos regionais, como a Paixão de Cristo em Nova Jerusalém e a Festa do Peão de Barretos”, acrescentou. A venda da festa country é parte da parceria com a Santarena, que organiza os rodeios de Barretos, Jaguariúna e Americana, no interior de São Paulo. Os roteiros da operadora incluem ainda eventos internacionais como o Built Ford Tough World Finals, em Las Vegas (EUA). “Renovamos com a Central do Carnaval e as vendas para a folia de 2014 já começam agora. Só na CVC é possível comprar pacotes com abadás para o Carnaval de Salvador com 12% de desconto e em 12 vezes sem juros”, comentou. Além da festa baiana, já estão sendo comercializados os pacotes para o Natal Luz 2013, em Gramado, no Rio Grande do Sul. Esportes – A parceria com o Corinthians segue em 2013. “Vamos continuar investindo em produtos segmentados. Já estamos conversando com outros clubes também”, afirmou Sant’Anna. Além do time paulista, a CVC aposta na formatação de outros roteiros, como idas aos jogos de basquete da NBA, que acontecem em Orlando (EUA), e a Disney Cup, a Copa Internacional da Disney de Futebol Juvenil.

5

Cléa Cortez, da Riotur

Ricardo Kaiser e a equipe da Hertz

Elisa Gonzalez, Alexander Haim, Erika Aguilar e André Pousada, da Royal Caribbean

Carlos dos Santos, secretário adjunto do Maranhão

Bruno Omori, da ABIH-SP,

Paulo Kugelmas e Danielle Novis, da Setur-AL com Rosa Masgrau e Roy Taylor, do M&E


GALERIA DE FOTOSMarço de 2013 - 1ª quinzena

Adriana Tolentino, Ulysses Cortez e Renata Bernardo, da Tap

Anabela Alvim e Cristiana Barbosa, da Accor

Ivan Blanco, da Aerolíneas Argentinas, e Rosa Masgrau, do M&E

Eduardo Gachido, diretor, e Ricardo Bluvol, diretor comercial sênior, ambos da Atlantica Hotels

Alexandre Zachello, country mananger da Pullmantur, entre Luiz Fernando Fogaça e Miguel Alcantara, da CVC

Cândido Neto e Silvio de Oliveira, do Rafain Palace Hotel

Guilherme Laurindo, de Itaipu, com Solange Pereira e Ana Bisek, da Semtur de Foz do Iguaçu

6

Cássio Affonso e Fernando Ferrero, da Bahiatursa

Emerson da Silveira e Normando Pierini, da Avirrp

Carlos Carvalho e Nelson de Abreu Pinto, da CNTur, com Cláudio Valverde, secretário de Turismo de São Paulo

Leandro de Oliveira, secretário de Turismo de Canela, com Juan Torres, do M&E

Ian Gilespe, da Avianca, e Eduardo Sanovicz, da Abear

Lula Fylho, secretário de Turismo de São Luís, Nan Souza, do Brisamar, e Nadna Barros, da Semtur São Luís

Ricardo Domingues, da Resorts Brasil, e Manoel Carlos Cardoso, do Rio Quente Resorts

Edi Guerreiro, da MSC, e André Turquetto, da CVC

Marcelo Matera, Juliana Assumpção, Danilo Gonçalves e Ana Paz, da Aviesp

Clement Balestra, da Rextur e Ralf Aasmann, da Emirates

Alexandra Cruz, Lana Paganini e Adriana Rosa, da Gol


Gisele Torrano e equipe do Meliá

Luciana Canto e Marisa Marrocos, da SPTuris

Roberto Trinca, da American Airlines, e Valter Patriani

Paulo Renato Fonseca Júnior, secretário de Turismo de Vitória, e Anita Pires, presidente da Abeoc

GALERIA DE FOTOS

Março de 2013 - 1ª quinzena

Cassio Lucas e Franklin Gomes, da South African

Carlos Bauke, Elton de Oliveira, Luiz Fogaça e Miguel Alcantara, da CVC

7

Toni Sando, do SPCVB, Antonio Azevedo, da Abav, e Edmar Bull, da Abav-SP

Valdir Simão, secretário executivo do Ministério do Turismo, e Fabio Mota, secretário nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo

Virgílio Carvalho, da CNTur, Roberto Rotter, do Fohb e Alexandre Sampaio, da FNHRBS

César Nunes, do Royal Palm, e Heber Garrido, do Transamérica Hospitality Group

Marcos Barros e sua equipe da Universal Orlando

César Araújo e Judith Hidaldo, do Bourbon

Felipe Timerman, Maurício Alexandre e Renato Gonçalves, do SeaWorld

Klaus Becker, da Aviareps, e Gebre Alemu, da Ethiopian

Rogério Xavier, Rosmário Santa Cruz, Paula Souza e Fábio Mazzini, do Palladium


Inovações dos expositores do Workshop CVC 2013

Março de 2013 - 1ª quinzena

 Iberostar é show Segundo Orlando Giglio, diretor comercial do Iberostar, o resort terá a cada seis meses o lançamento de um show diferente. “A ideia é ter sempre uma nova atração para entreter os hóspedes”, disse. Outra novidade apresentada foi a criação do Teens Club e de um buffet especial para crianças. No semestre, mais novidades serão apresentadas para datas como São João, Semana Santa e férias de julho. Em 2012, o resort teve um crescimento de 10%, com ênfase nas vendas online – que hoje representam em torno de 4% das receitas. O setor de eventos também registrou um desempenho importante, sendo responsável por 33% do faturamento.

8

 Agente Premiado Palladium A campanha de incentivo Agente Premiado do Palladium Resort está na reta final. De acordo com Fábio Mazzini, coordenador de marketing, os agentes têm até o dia 31 de março para cadastrar vendas e concorrer aos prêmios. O vencedor levará para casa um Sandero completo e o segundo colocado, uma moto Burgmann. Já o terceiro, quarto e quinto colocados poderão trocar o equivalente a R$ 12 mil (divididos em R$ 5 mil, R$ 4 mil e R$ 3 mil, respectivamente) por produtos. “Esta foi uma primeira iniciativa, e que nos deu uma base da produtividade dos agentes. Com isso, poderemos criar outras campanhas mais direcionadas”, disse.  Vela Branca reformado Desde 2011, o Vela Branca Resort Hotel, em Porto Seguro, está passando por uma modernização geral – com investimento de R$ 1,5 milhão, de recursos próprios. Segundo Luis Fernando Oliveira, proprietário do empreendimento, até o final do ano as obras serão finalizadas. Entre as modificações, está a reforma de todos os apartamentos e as melhorias relacionadas à sustentabilidade. Além disso, as quatro quadras de tênis terão os pisos trocados por saibro e mais outras quatro de beach tennis serão construídas. As obras nas

Nilva Meirelles e Luciano Von Bloedou, do Mavsa

quadras custaram R$ 120 mil e devem ficar prontas ainda neste mês. O resort quer dar mais ênfase ao esporte e ao lazer. O proprietário pensa em montar uma escolinha de tênis dentro do hotel, em parceria com o professor Luis Pedreira. “Queremos algo para envolver a comunidade local”, contou. A ideia é também viabilizar três torneios de tênis no resort ainda este ano, além de captar torneios internacionais. Também serão realizadas parcerias com faculdades locais, para estágios dos cursos de Educação Física.  Teleférico do Unipraias O parque Unipraias apresentou aos agentes de viagens presentes no workshop sua mais nova atração, o Zip Ride, inaugurado no final de 2012, com 240 metros de altura e 750 metros de descida. Segundo Mario Oliveira, gerente comercial do parque, a descida leva cerca de um minuto e chega a até 60 km por hora. Outras atrações também estão programadas. Um teleférico será inaugurado na cidade de Gramado (RS), ainda em 2013, e outro será instalado na cidade de Aparecida do Norte (SP).  Nova ministra no México O México tem uma nova Ministra do Turismo. Claudia Ruiz Massieu foi designada pelo presidente Enrique Peña Nieto para assumir o cargo. Segundo Diana Pomar, diretora do conselho de promoção turística do México, o foco do governo é posicionar o país como um dos principais destinos turísticos não apenas em sol e praia, mas também nos segmentos de cultura, saúde, esporte e ecologia. Outros destinos mexicanos terão mais atenção no novo plano estratégico – Los Cabos, Riviera Nayariti, Puerto Vallarta e Cidade do México. “A segmentação será prioridade, assim como o Brasil continuará a ser nosso principal foco de investimento”, disse.  Ampliação do Cana Brava O Cana Brava Resort vai ganhar 120 novos apartamentos, a metade neste ano e a outra no próximo.

Luigi Rotunno, diretor geral do La Torre, mostrando a nova atração do resort

Vitor Bauab e a equipe do Beto Carrero: Rafaela Marques, Ana Pegorara, Kátia Leães e Malu Barreto

De acordo com Rafael Espírito Santo, diretor comercial do resort, será construída também uma nova área infantil, chamada Espaço da Criança. O investimento feito nas obras está estimado em R$ 5 milhões. “As novidades e reformas de 2012 foram uma preparação para a ampliação que será feita agora. A construção deste novo prédio é para atender a demanda da alta temporada e também dos eventos corporativos que recebemos durante a baixa temporada”, revelou.  Restaurante Serra Verde Express A Serra Verde Express investiu em um restaurante próprio, em Morretes (PR), local que integra o passeio de trem Curitiba-Morretes. De acordo com Adonai Aires de Arruda Filho, diretor da Serra Verde, o estabelecimento recebeu investimento de R$ 250 mil e busca atender a demanda por um local de gastronomia diferenciada. Inaugurado em dezembro, já teve um feedback positivo: em janeiro, recebeu mais de 1.500 clientes, a maioria participante do passeio do trem. Mas, como explica o diretor, a ideia é atender também ao público externo.  Treinamento do Mavsa Para ampliar as vendas por meio dos agentes de viagens, o Mavsa Resort – localizado em Cesário Lange, interior de São Paulo - espera capacitar mais de três mil agentes até o final de 2013. O treinamento terá início em São Paulo, no dia 8 de março, e deve percorrer as cidades do interior como Campinas, Sorocaba, Bauru, Ribeirão e São José do Rio Preto, além de Curitiba e Londrina, no Paraná. De acordo com a gerente comercial do Mavsa, Nilza Meirelles, a proposta é ampliar as vendas por meio dos agentes de viagens e favorecer a parceria com o trade. “Temos um público habituado ao resort, mas queremos incrementar as vendas com a ajuda dos agentes, um canal importante para nós”, comentou. O gerente executivo de contas do Mavsa, Luciano Von Bloedau, afirmou que, a partir dos treinamentos, o Mavsa lançará uma campanha de incentivo para os 40 melhores vendedores do hotel. “Vamos levar os 40 melhores para um famtour no Mavsa com o sistema all inclusive”, disse. Para abril, o resort prepara a inauguração de mais 21 apartamentos dos 94 previstos para 2014.  Megapromoção da Aerolineas Depois de confirmar três novos voos para as cidades de Belo Horizonte, Brasília e Curitiba, a Aerolineas Argentinas anunciou, com exclusividade ao M&E, a nova megapromoção em voos do Brasil em direção à Argentina. A novidade consiste em bilhetes a US$ 199 em qualquer local da aeronave. O detalhe é que com mais US$ 1 o pax voa para qualquer outro destino dentro daquele país ou, com mais US$ 50, para outro na Patagônia. Segundo Ariel Rodrigues, diretor geral da companhia no Brasil, os trechos promocionais serão operados a partir de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre. “O mercado brasileiro é o mais importante para o Turismo argentino, e hoje estamos ampliando a oferta de voos para atender a todas as regiões no Brasil”, disse.  Inprotur no Brasil A Argentina identificou o Brasil como principal alvo de suas ações de promoção e, pela primeira vez, a Inprotur terá investimentos focados no país e uma pessoa para cuidar apenas deste


Adonai Aires de Arruda Filho, da Serra Verde Express

Ariel Rodriguez, da Aerolíneas Argentinas

Elber Batalha, secretário de Turismo de Sergipe

Diana Pomar e Mayra Castillo, do Turismo do México

Orlando Giglio, diretor comercial do Iberostar

Sonia Pimentel e Mario Oliveira, do Unipraias

Março de 2013 - 1ª quinzena

Mauro e Maurinho Vasconcelos, do Ponta Verde

Filipe Carreras, secretário de Turismo de Recife

9

Fábio Mazzini, coordenador de marketing do Palladium

Luis Fernando Oliveira, proprietário do Vela Branca

mercado, e não da América Latina. Jaime Rios é o novo coordenador para o mercado brasileiro. Em entrevista em vídeo, ele contou um pouco sobre as ações que serão desenvolvidas no País. “Uma das estratégias é melhorar as conexões aéreas entre os países”, disse. Ele ainda adiantou que no dia 7 de março as presidentas Dilma Rouseff e Cristina Kirchner assinam um acordo de cooperação turística, na Argentina.  Recorde do Beto Carrero O Beto Carrero World teve o melhor mês de sua história em janeiro. Segundo o diretor comercial do parque, Vitor Bauab, o mês bateu todos os recordes de visitação desde que o empreendimento foi inaugurado, com mais de 300 mil visitantes. Durante a feira da CVC, os agentes de viagens puderam conhecer um pouco mais sobre o parque. “Trouxemos uma réplica do nosso castelo, que é o principal cartão postal do parque, além dos personagens da DreamWorks Shrek, Kung Fu Panda e Madagascar. Inovamos na nossa apresentação na feira para demonstrar o nosso posicionamento de estar cada vez mais próximos do trade”, afirmou.  Sucesso do Ponta Verde Inaugurado no início do ano, o Ponta Verde Praia do Francês já é considerado um sucesso. O diretor comercial da rede, Maurinho Vasconcelos, ressaltou que os hóspedes que estiveram no empreendimento nos primeiros dias ficaram muito satisfeitos. “O hotel foi inaugurado em 19 de janeiro

Jaime Rios, do Inprotur

Lia Somavilla, da Methabook

e já estamos com a equipe bem afinada. Somos um grande hotel, mas com um clima de pousada, ideal para lua de mel e casais”, comentou. O empreendimento tem 98 apartamentos, em quatro categorias: superior vila, superior frente, suíte e suíte presidencial. Há ainda dois restaurantes e piscina de hidromassagem.  Reformulação no Recife A cidade do Recife quer aumentar suas ofertas turísticas. O secretário de Turismo, Filipe Carreras, revelou ao M&E que uma das metas da nova gestão é reformular seis mercados para criar um novo circuito turístico. “Temos o Mercado de São José, o mais antigo do Brasil, que foi inaugurado em 1875”, exemplificou. A expectativa do secretário é que até o Carnaval de 2014 o primeiro mercado seja reinaugurado e que, até o final do próximo ano, todos estejam prontos. Outro projeto de Carreras é a instalação de ciclofaixas de lazer na cidade, a exemplo das existentes em São Paulo. “Vamos nos reunir com os responsáveis pelo projeto de São Paulo para tentar replicar em Recife, pois o que é bom precisa ser copiado”.  Methabook em terras brasileiras A empresa espanhola especializada na venda de hotéis online Methabook está se instalando no Brasil e já conta com a CVC como cliente. Segundo a representante no Brasil, Lia Somavilla, a broker de hotéis tem contrato direto com mais de 10 mil hotéis em toda Europa e quer captar novos clientes no Brasil, com foco nas operadoras. Ela ressaltou

Rafael Espírito Santo, diretor comercial do Cana Brava Resort

que já há uma estrutura para atender ao mercado, com brasileiros trabalhando na sede da empresa, para que o suporte seja feito em português. “Vamos fazer o nosso grande lançamento durante a WTM Latin American, que acontece em abril”, revelou.  Nova ponte nordestina Foi inaugurada no início de fevereiro a Ponte Gilberto Amado, que liga as cidades de Estância e Indiaroba, na fronteira entre os estados de Sergipe e Bahia. “Isso vai diminuir em 50 quilômetros a viagem entre Salvador e Aracaju”, disse o secretário de Turismo de Sergipe, Elber Batalha. A obra é fruto de uma parceria entre o Governo de Sergipe e o Ministério do Turismo. Foram investidos R$ 110 milhões no total. “A Bahia já é o nosso maior emissor de turistas e a ponte vai aperfeiçoar o fluxo entre os dois estados”, afirmou.  La Torre nas redes sociais O La Torre, de Porto Seguro (BA), está tem investido na integração do registro fotográfico dos seus hóspedes nas redes sociais. O diretor geral do resort, Luigi Rotunno, chama a ação de “férias em tempo real”. Quando o cliente chega ao hotel, recebe uma pulseira eletrônica e pode tirar fotos em um totem ou em tablets que estão com fotógrafos no complexo. “Apenas pelas informações da pulseira, a foto vai direto para o Facebook do hóspede”, contou. O sistema foi instalado no início de fevereiro, mas já é um sucesso. De acordo com Rotunno, há uma média de 60 cadastros de pulseiras e 300 fotos por dia nas redes sociais.


Reuniões e capacitações se destacam

Março de 2013 - 1ª quinzena

Uma das inovações deste ano foi o Espaço CVC, área dedicada a treinamentos, que ofereceu 40 palestras para 1.200 agentes de viagens. Diversas entidades também escolheram o evento para a realização de suas reuniões, foram 13 no total, que contaram com a presença de mais de 60 autoridades do Turismo nacional. A equipe da CVC realizou 139 reuniões com grupos de agentes de viagens no Espaço CVC. O espaço disponibilizou material de apoio de 59 temas, entre folhetos, catálogos, cadernos de destinos, mapas e miniguias de diversos destinos. “Esta foi uma inovação que veio para ficar e quem sabe até ser ampliada no ano que vem”, disse João Fernando Vassão, diretor geral da Publicis Red Lion.

10

Criador do primeiro curso de Turismo do Brasil é homenageado Durante o Workshop da CVC, a Academia Brasileira de Eventos e Turismo homenageou o Prof. Gabriel Mario Rodrigues, que criou, em 1971, o primeiro curso de Turismo do Brasil, na Universidade Anhembi Morumbi. Segundo o presidente da entidade, José Wagner Ferreira, a homenagem é um reconhecimento à contribuição de Rodrigues ao Turismo nacional. “Esta é uma homenagem muito especial para aqueles que de algum jeito ajudaram no desenvolvimento do segmento. A história do professor e sua obra para o

país é de extrema importância.”, disse. Esta é a segunda outorga dada pela ABVET. A primeira foi para o ex-ministro do Turismo, Walfrido dos Mares Guia. Além dos dois já homenageados, a Academia pretende outorgar outras pessoas. “A ideia é que seja feita uma homenagem por ano, sempre no aniversário da entidade - que completou sete anos no dia 7 de fevereiro”, antecipou. Participaram do evento os membros da entidade e também Ibrahim Tahtout, aluno da primeira turma de Turismo do Brasil.

ABLA discute planejamento estratégico e edição 2013 do Fórum O workshop foi a ocasião escolhida para a realização da primeira reunião do conselho gestor da Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (ABLA). A próxima edição do Fórum Abla, que acontece no segundo semestre, e as estratégias de atuação para este ano foram os temas em pauta no encontro. “A locação de carros conversa muito com o segmento de Turismo, seja de lazer, seja de negócios. Quando o passageiro chega a seu destino, o automóvel é um facilitador e uma ferramenta para ele”, apontou João Claudio Bourg, presidente executivo da entidade, destacando a sinergia entre a atividade da associação e o workshop. Para este ano, quando o país

receberá eventos como a Copa das Confederações, em junho, e a Jornada Mundial da Juventude, em julho, o setor terá como grande desafio “atender da melhor maneira possível o visitante e ter uma frota sempre disponível e renovada”, segundo o presidente. Já para o Fórum & Salão Nacional da Indústria de Aluguel de Automóveis, que será realizado em setembro, a expectativa é positiva. “São dois dias em que as montadoras expõem seus produtos – como um mini-Salão do Automóvel. Haverá também seminários para os profissionais do setor”, conta Bourg. A expectativa é receber, em dois dias de evento, cerca de três mil visitantes.

MTur reitera interesse em trabalho conjunto com ABIH Em prol do bom desenvolvimento do Turismo nos próximos anos, principalmente por conta dos grandes eventos esportivos, a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) e o Ministério do Turismo buscam maneiras de realizar um trabalho conjunto. A reunião promovida durante o workshop CVC, aberta por Bruno Omori, presidente da entidade hoteleira de São Paulo, foi uma das ocasiões nas quais o ministério pode expor suas propostas aos hoteleiros. “São Paulo é um mercado importante e, por isso, precede a série de reuniões que faremos nas cidades-sede da Copa das Confederações”, aponta Valdir Simão, secretário executivo do Ministério do Turismo. “A mensagem que quero passar é que estamos juntos. O setor, hoje, movimenta US$ 70 milhões ao ano, mas podemos dobrar isso”, revelou. Ele ainda explicou que a atenção que o ministério vem dando à questão das altas tarifas não significa uma tentativa de regulamentação dos preços, mas sim um acompanhamento. “O pior dos mundos é que se fique com a imagem de que o Brasil é um país caro, com preços abusivos”, justifica. Dados para crescimento - “A palavra é competitividade”, completa Fábio Mota, secretário nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo. A proposta do ministério é pesquisar e levantar dados sobre o setor. Vinícius Lummertz, secretário nacional de Políticas de Turismo, detalha que as pesquisas visam levantar as melhores práticas de competitividade, buscar onde estão as oportunidades de negócios e onde estão os impedimentos. “Isso deve nos permitir inovações no setor”, afirma. Além disso, os dados servirão de base para o desenho do Prêmio Nacional do Turismo.

Semanas Aviesp já têm datas definidas A Aviesp também se reuniu durante o workshop. Uma das metas da entidade para 2013 é estar mais próxima das agências de viagens e a primeira ação neste sentido é a criação de semanas temáticas em diversas cidades do interior, com uma série de eventos. A ação começará no mês de abril e deve abranger dez municípios até o final de 2013. “Faremos quatro neste primeiro semestre e as outras seis no segundo”, disse o presidente da entidade, Marcelo Matera. Neste primeiro semestre as cidades de Campinas (03/04), Ribeirão Preto (10/04), Presidente Prudente (29/05) e Bauru (19/06) receberão o evento. Durante uma semana inteira, os executivos da entidade farão visitas nas agências locais.


Confira mais notas e fotos  Celebridades Os agentes de viagens que visitaram o 19º Workshop & Trade Show CVC tiveram a oportunidade de tirar fotos com as celebridades do momento. Entre eles estava Bruno Gissoni, que interpretou o Iran da novela Avenida Brasil; e a atriz Mariana Rios, que interpreta a Drica, na atual novela Salve Jorge. Estiveram presentes ainda, durante os dois dias, nas estações fotográficas montadas no pavilhão do workshop, os modelos Paulo Zulu, André Segatti e Ellen Roche. Os agentes tiravam fotos que eram impressas na hora.

 Na prateleira A Capital Federal deverá ser o próximo destino a ser operado pela CVC. A informação é do secretário de Turismo de Brasília, Luís Otávio. Segundo ele, para que isso ocorresse, foi feito um trabalho de segmentação e de elaboração de produtos durante dois anos. “Hoje temos roteiros que podem estar na prateleira das operadoras. Neste mês, a CVC vai nos visitar pra conhecer os roteiros e elaborar os pacotes”, disse. De acordo com o secretário, os roteiros arquitetônicos e cível são os grandes destaques da cidade, patrimônio cultural da Unesco. “Temos desenvolvido roteiros diferenciados para

Isabel Quiñones, da Viajes Pacífico, com Rosa Masgrau e Roy Taylor, do M&E

Equipe da Emprotur (RN)

 Navegando Alexandre Zachello acaba de assumir a presidência da Pullmantur no Brasil. Vindo do departamento financeiro, o executivo ressaltou o desafio de estar à frente da companhia, focando nas vendas dos produtos via agentes de viagens. O coordenador de Marketing da armadora, José Maruilson, confirmou também que para este ano será desenvolvida uma campanha de incentivo para os agentes. Outra novidade apresentada no evento foi a temporada 2013 - 2014 de cruzeiros marítimos no Brasil, Caribe, Uruguai e na Argentina. Os quatro países serão atendidos pelos navios da armadora.  Voo para Aruba Ana Maria Ostrower, diretora do escritório de Turismo do destino no Brasil, volta a confirmar que o Brasil terá um voo direto da Aruba Airlines em breve. “O voo estava programado para dezembro, mas devido a um problema na liberação da companhia, ele teve que ser adiado. Agora a previsão é que em junho o voo já esteja em operação, coincidindo com a alta temporada de Aruba”, disse. De acordo com ela, a estimativa é que o destino tenha um incremento de pelo menos 15% no fluxo de turistas brasileiros. Com o novo voo, esse volume deverá aumentar ainda mais. Hoje, o Brasil é o quinto maior emissor para Aruba, e o primeiro em gastos.  Mais Aruba Outra novidade do destino é a abertura de dois novos hotéis. O Hitz Carlton, em 2013, e Hard Rock Hotel, em 2014. Ana Maria ainda comentou sobre os segmentos que Aruba irá trabalhar com mais ênfase neste ano. “O MICE

Ellen Roche tira foto com agente de viagens

está se consolidando. Além disso, voltaremos a investir no segmento de mergulho”, contou. O destino tem ainda promoções para a família. Em uma delas a criança se hospeda de graça para cada adulto pagante. Na outra, a criança ganha um passaporte para as atrações da Ilha e depois, com ele, poderá concorrer a uma viagem de volta à Aruba com a família – com aéreo e hospedagem inclusos. Informações no site www.aruba.com.br.  Paradisus Cancun Resort O Paradisus Cancun Resort, no México, acaba de passar por uma reforma. Segundo Javier Lorza, gerente de vendas América Latina da Meliá, o hotel agora conta com nove restaurantes e uma discoteca. Além disso, foi criada uma área chamada Family Concierge. Estas suítes são destinadas para família e possuem serviços específicos para crianças, incluindo recepção privativa e mordomo falando em português. “Os pais ainda recebem um celular para estar em contato o tempo todo com o mordomo para saber das atividades das crianças”, disse.  JN Representação Três hotéis da JN estavam representados no evento, e todos com novidades. O Carimã Hotel, de Foz do Iguaçu, está reformando todos os 331 apartamentos e aproveitou e criou uma nova categoria, a Master. A área de eventos também foi reformada. Em Manaus, a novidade é a abertura do hotel boutique Juma Opera. A previsão de abertura é dezembro de 2013. Ainda em Manaus, o Juma AmazonLodge está equipado suas 21 cabanas com energia solar. Já o Hotel Continental, em Canela, reforma suas UHs, investe em tecnologia e está trocando seu sistema de reservas e equipando os apartamentos com fechaduras e cofres eletrônicos.

Átilo Medeiros, da Santur, com a rainha e as princesas da Oktoberfest

Mortadela do Michelão marcou presença no estande de São Paulo

Março de 2013 - 1ª quinzena

 Nova gestão O novo secretário de Turismo de São Luís, Lula Fylho, já definiu uma série de ações que serão executadas durante a sua gestão. A primeira delas foi o treinamento de servidores da prefeitura sobre os atrativos turísticos da capital maranhense. “Elaboramos o ‘Conhecendo minha cidade’, que tem o objetivo de mostrar para o cidadão um pouco do destino, que é desconhecido de boa parte da população”, explicou. Segundo ele, nesta primeira etapa cerca de 80 servidores participarão da ação.

diferentes nichos. O Brasil ainda não conhece Brasília como deveria”, comentou.

11


Campanha de incentivo com parceira TipGroup da carro de prêmio O workshop foi cenário para a etapa final da campanha de incentivo realizada pela CVC com a TipGroup, operadora exclusiva da CVC no Chile e Argentina. Após uma seleção das 14 agências que mais venderam os dois destinos entre outubro de 2012 e janeiro de 2013 foi realizado o sorteio. Representantes de cada agência retiraram uma chave de uma urna e testaram no automóvel parado no corredor da feira. Ivan Rodrigues, representante da Interglobe, foi o sortudo cuja chave ligou o carro. Leila Verrone, gerente de produtos CVC para a América do Sul, explicou que esta é a primeira ação que premia os participantes com carro. O automóvel sorteado no workshop foi o primeiro - na convenção de vendas da operadora será sorteado outro, desta vez a competição será entre os melhores vendedores. “Com esta ação, tivemos um aumento de 10% a 15% nas vendas dos dois destinos operados com a TipGroup - Chile e Argentina”, disse.

Ivan Rodrigues, da Interglobe, com Sandro Sant’Anna, da CVC, e Gustavo Batica, daTipGroup

Março de 2013 - 1ª quinzena

CVC levou 190 funcionários para workshop O staff da CVC durante o 19º workshop da operadora teve 190 pessoas trabalhando, divididos em seis áreas, sendo recepção, comunicação, distribuição de folhetos, transporte, artistas e treinamentos, mais a área dos agentes de viagens. Segundo Roberto Vertematti, diretor de expansão de rede da operadora, todos são funcionários da empresa que deixaram suas funções nesses dois dias. Este time ganhou o reforço de mais 100 pessoas da PublicisRed Lion, agência responsável pela organização do evento.

12

Informação em tempo real com o M&E durante o Workshop Trade & Show da CVC Como tradição nas principais manifestações do Turismo Nacional e Internacional, a presença do MERCADO & EVENTOS / FOLHA DO TURISMO fez a diferença na cobertura completa da 19ª edição do Workshop Trade & Show da CVC, nos dias 20 e 21 de fevereiro em São Paulo. Além de um estande para a distribuição das últimas edições do Jornal M&E e da Revista Folha do Turismo, as principais novidades e os grandes lançamentos das empresas expositoras foram publicadas em tempo real no portal de notícias – www. mercadoeeventos.com.br. Galerias de fotos e entrevistas em vídeo também marcaram a cobertura que teve início há quase um mês com a difusão do evento, apresentando suas novidades, expositores, expectativa de publico, entre outros. Assista todos os vídeos no link http://mercadoeeventos.com. br/site/noticias/view/93050.

Acima, estande do M&E recebendo agentes de viagens e, no detalhe, a edição especial do M&E que circulou no evento. Abaixo, equipe do M&E responsável pela cobertura; e Roy Taylor e Rosa Masgrau com Luciane Leite e Marcelo Rehder, da SP Turis

Mercado & Eventos Edição 219  

Março/2013 - 1ª quinzena - Ano IX - Nº 219 Copa do Mundo - Capital pernambucana avança na preparação para a Copa do Mundo e sedia ainda a Co...