Page 1

mercadoeeventos.com.br

REPORTAGEM ESPECIAL

FOLHA DO TURISMO

Compras no exterior Março/2014 - 1ª quinzena - Ano XI - Nº 243 - Tiragem: 16.400 exemplares

A decisão do governo de aumentar o IOF nas compras feitas com cartões pré-pagos no exterior já surte efeitos. Dados do Banco Central revelam que os brasileiros gastaram menos em janeiro de 2014 em comparação ao ano anterior. Página 9

Março de 2014 - 1ª quinzena

ENTREVISTA

1

Oreni Braga

Amazonas será destino internacional convidado da BTL

Cancun

Página 3 AGENDA

Destino recebe edição internacional do Nastur

Encontro Ancoradouro, BTL e Salão Paranaense entre os destaques. Página 30

Praias paradisíacas e resorts com completa infraestrutura atraem muitos brasileiros. Página 10 AVIAÇÃO

BRASIL

CRUZEIROS

Pernambuco lança campanha com descontos de até 30% para Fernando de Noronha

Celebrity Cruises comemora bons números do mercado brasileiro com jantares em São Paulo

Ideia é incrementar ainda mais o fluxo de visitantes que escolhem a ilha como destino. Página 5

Armadora reuniu agentes e operadores na capital paulista e também na sede da Ancoradouro, em Campinas. Página 28

André Correa e Luciana Fernandes, da Empetur

Juarez Cintra Filho, Rufino Rengifo e Ricardo Amaral

FOHB apresenta números da hotelaria do Brasil com previsões até 2016. Página 4 EVENTOS

6

HOTELARIA

Best Western quer 30 novos hotéis no Brasil até 2020

7

EXTERIOR

Randy Garfield deixa a Disney em abril

8

AGÊNCIAS E OPERADORAS

AGÊNCIAS E OPERADORAS

ESFE reúne grandes nomes do trade e debate qualidade das feiras e eventos realizados no país

Delta anuncia investimento de US$ 3 bilhões

CVC revela mais detalhes de seu Workshop & Trade Show, que acontece nos dias 19 e 20 deste mês

Foram 70 expositores e um público estimado de 800 pessoas, que assistiram a diversos painéis. Página 26

Venda Rápida e novos roteiros internacionais fazem parte das novidades. Página 11

Octávio Neto, CEO do Grupo Radar

Roberto Vertemati, diretor de Rede de Varejo da CVC

Atlantica Hotels prevê crescimento de 13% para 2014. Em 2013, foram mais de R$ 653 milhões de receita. Página 7

Flot apresenta seus novos roteiros 11 para 2014 CRUZEIROS

Royal comemora 5 anos de escritório 28 no Brasil VISIT FLÓRIDA

Estado anuncia novidades de seus parceiros

12


2 Março de 2014 - 1ª quinzena


ENTREVISTA

Amazonas: estado convidado da BTL mostra riqueza natural, diversidade cultural e gastronômica Luiz Marcos Fernandes

MERCADO & EVENTOS – Qual a importância do Amazonas como destino internacional convidado da BTL, e como potencializar as ações promocionais no mercado europeu? Oreni Braga – Ficamos muito felizes com o convite da BTL, pois se trata de uma oportunidade única. É o reconhecimento pelo trabalho que já vínhamos realizando em Portugal junto com a Tap e a Abreu. Isso nos vai possibilitar fortalecer a nossa imagem como destino internacional. A ideia é realizar uma série de ações durante este mês, inclusive com o público final. Vamos promover uma mostra do nosso folclore e divulgar nossa gastronomia e artesanato. Será uma ação de fortalecimento da marca e do destino. Junto com a Abreu vamos dar continuidade a um trabalho iniciado há dois anos. E agora vamos intensificar ações com a Tap não apenas em Portugal, mas também na Itália, de modo mais pulverizado, com distribuição de material. O mais importante é promover o nosso estado junto aos destinos nos quais a Tap opera em função do novo voo que começa em junho com saída de Manaus. O sucesso do voo já pode ser comprovado pela venda antecipada de mais de seis mil bilhetes aéreos. Esperamos que com a consolidação do novo voo possamos ampliar o número de operações e, quem sabe, até passar a ter saídas diárias num curto espaço de tempo. M&E – Manaus é uma das cidades-sede da Copa do Mundo. Como a capital amazonense está se preparando para a Copa? Oreni Braga – Realizamos um trabalho de capacitação com o nosso receptivo investindo em cursos de idiomas, inclusive Mandarim. Houve um trabalho de conscientização com os empresários do setor de hospedagem e focando até mesmo questões como acessibilidade para clientes com necessidades especiais. Houve todo um trabalho para valorização da nossa cultura mostrando que somos um povo alegre e hospitaleiro. Temos a obrigação de receber bem. A Copa é um evento de grande envergadura e por isso mesmo a cidade de Manaus está se preparando com uma nova sinalização. O evento coincide com a festa de Parintins. Neste ano, teremos uma atenção especial com a festa e vamos montar uma estrutura especial para receber os visitantes. A vinda de seleções como a dos Estados Unidos, Inglaterra e outras de grande porte trará um volume grande de jornalistas e torcedores. Sei que existe

M&E – Qual sua expectativa em relação aos megaeventos para o turismo amazonense? Quanto deve crescer o turismo internacional? Oreni Braga – Certamente com essa maior visibilidade, o turismo internacional vai ganhar um incremento. Temos recebido um fluxo anual de 805 mil turistas, dos quais quase 50% são estrangeiros. Acreditamos que com a Copa do Mundo e a maior exposição do Amazonas na mídia internacional teremos

Oreni Braga

um incremento de até 12% num espaço de médio e longo prazo. Para isso também estamos trabalhando novos voos. Temos conversado com empresas aéreas tanto no Brasil como no exterior. Já temos charteres para a Venezuela e voos para Lisboa e para os Estados Unidos com a American Airlines. A nossa ideia é ampliar esse leque de opções para favorecer novos mercados. Temos conversado com o pessoal da Tam para um grande projeto com possibilidade de um voo para Lima num futuro breve. Vamos continuar trabalhando neste sentido para transformar o Amazonas num hub da região Norte do país e facilitando assim a vinda de turistas para o Amazonas.

Março de 2014 - 1ª quinzena

O início dos voos interligando Manaus a Lisboa, a partir de junho, três vezes por semana, bem como o fato de receber oito seleções para a primeira fase da Copa do Mundo no Brasil, também em junho deste ano, vão garantir ao Amazonas uma visibilidade internacional nunca vista antes em sua história. Com perspectiva de incrementar em até 12% o fluxo de turistas internacionais, que já somam quase 400 mil por ano, a Amazonastur, órgão responsável pela promoção do destino, tem uma série de ações estratégicas, sendo a principal delas na BTL 2014, na qual se fará presente como o destino convidado internacional. Na opinião de Oreni Braga, presidente da Amazonastur, várias ações estão sendo realizadas ao longo deste ano junto ao mercado europeu e em parceria com operadoras como a Abreu. Confira nesta entrevista os detalhes destas ações.

uma preocupação com o clima tropical e o calor, mas o Amazonas é muito mais do que isso. Estaremos de braços abertos para receber a todos.

3


OPINIÃO

Deveres e direitos

Março de 2014 - 1ª quinzena

Roy Taylor

4

Não é de hoje que as empresas aéreas, tanto aqui, como no exterior, vêm reduzindo custos para equilibrar suas contas. Entre as medidas adotadas está o serviço de bordo oferecido ao passageiro, cada dia mais econômico, e a própria disposição das poltronas, de modo a utilizar todo o espaço possível reduzindo o conforto. Num país que chegou ao final do ano próximo da barreira dos 90 milhões de passageiros, apenas no setor doméstico, questões como conforto e comodidade acabaram num segundo plano. Sem conseguir fazer com que os investimentos avançassem no mesmo ritmo do crescimento na demanda de passageiros, os saguões dos principais aeroportos do país acabaram ficando sobrecarregados. Já as empresas aéreas passaram a usar todo tipo de expediente para redução de seus custos operacionais. Não é novidade para ninguém o péssimo expediente, cada vez mais comum, de cancelar voos e reunir numa mesma aeronave passageiros de dois voos, nem que para isso, se tenha que se alterar o aeroporto de destino e obrigar a longas esperas. Outra questão que precisa ser regulamentada diz respeito a troca de voos por parte do passageiro. Houve época em que na Ponte Aérea o passageiro embarcava no primeiro voo disponível. Com a maior concorrência essa prática ficou impossível. Mas as diferenças tarifárias, cobradas por boa parte das empresas aéreas chegam a preços abusivos. É direito das

empresas cobrarem ao passageiro uma taxa para remarcação quando este muda seu voo. Só que quando a empresa toma a iniciativa de remarcar o bilhete do passageiro nada acontece. São dois pesos e duas medidas. Os órgãos responsáveis por fiscalizar e punir as irregularidades e abusos, como a Anac e a Infraero, têm revelado uma total incapacidade para gerir de modo adequado, tanto os aeroportos como o sistema operacional da aviação comercial neste país. O descrédito da Agência Nacional de Aviação Civil e da Infraero junto ao consumidor é tão óbvio, que a saída tem sido recorrer aos Procons e a Justiça para fazer valer seus direitos. Já se chegou, inclusive, a cogitar a implantação de um marco regulatório por parte da Secretaria Nacional de Aviação Civil, atualmente sob o comando do ministro Moreira Franco. Os preços das tarifas também continuaram nas alturas, apesar dos esforços da Anac, junto as empresas aéreas, na aprovação de voos extras durante a Copa. Ou seja, mais do que nunca é necessário uma ampla discussão sobre direitos e deveres das empresas aéreas, bem como dos passageiros. Não é favor algum que as empresas garantam pontualidade, regularidade e eficiência operacional. A política de céus abertos e a maior concorrência pode ser uma alternativa viável para que tenhamos preços menores e melhores serviços. Roy Taylor é jornalista, publicitário e vice-presidente executivo da FOLHA DO TURISMO e MERCADO & EVENTOS

Só agora você viu? Luciano Palumbo De malas prontas para concorrer a mais um mandado como deputado federal, o ministro do Turismo – que deve deixar a pasta ainda este mês – Gastão Vieira, afirmou que o Brasil é um país caro e não trata o turista estrangeiro como deveria. Ora, se você fosse o ministro e soubesse deste fato, faria tal afirmação somente minutos antes de deixar o cargo ou teria feito algo para mudar [de vez] a imagem do país perante seus visitantes? A afirmação do representante do setor que tem como missão ministerial “desenvolver o turismo como uma atividade econômica sustentável, com geração de empregos e divisas, inclusão social, além de inovar na condução de políticas públicas com um modelo de gestão descentralizado, orientado pelo pensamento estratégico” causa um desencontro assombroso com a atual realidade por ele descrita e por nós [atuantes] vivida a todo tempo. No ano passado, o Brasil cresceu 6% e ultrapassou a média mundial no desembarque de estrangeiros chegando a somar mais de seis milhões de turistas no país. Se isso não bastasse, a Embratur divulgou – no início de 2014 - que o percentual de crescimento é três vezes superior aos 2% de incremento registrados nos demais países da América do Sul. Voltando: o país é caro e não trata o turista bem! Mesmo com esse panorama desfavorável, hoje o turismo movimenta além dos tradicionais serviços – receptivo, traslados, gastronomia, entretenimento e passeios – mais de R$ 50 bilhões por ano. O potencial

econômico do segmento pode ser comprovado via hotelaria que tem uma demanda anual de aproximadamente 120 mil aparelhos de televisão, nove milhões de peças de cama, mesa e banho e 75 mil unidades de frigobar, além de 202,5 mil carros para locação. Parece que, a grosso modo, o governo está preocupado apenas com o marketing. Com o que os estrangeiros vão divulgar em seus países de origem. Mas a preocupação do setor está na regulamentação da profissão do agente de viagem, na regulamentação da Lei de Direitos Autorais dentro da hotelaria, no âmbito trabalhista, com a adequação dos contratos de trabalhos temporários dentro do Turismo e Hotelaria e, ainda, frente a uma substituição tributária. A verdade é que o turismo engatinha no país. O Brasil – diferentemente da divulgação do “oba-oba” - é um dos poucos países do mundo que não devolve nada para o turista. Se não temos desoneração quiçá um ‘tax free’. Se não temos segurança, ofereceremos o que aos turistas estrangeiros? O Brasil do turismo, do futebol e do samba ainda precisar se desenvolver, criar corpo e enxergar as oportunidades do lado de dentro das suas fronteira. Daí sim, veremos o crescimento. Veremos o futuro. E agora, você viu? Boa Leitura! Luciano Palumbo é jornalista e editor-executivo do M&E e Folha do Turismo. Possui especialização em Economia e Planejamento Estratégico.

23º Encontro: a “Copa” da Ancoradouro Juarez Cintra Uma grande (e competente) equipe afina os últimos preparativos para a 23º edição do Encontro Ancoradouro, que será realizado de 20 a 23 de março, no Royal Palm Plaza em Campinas. Guardadas as proporções, trata-se de nossa “Copa do Mundo”, pois pela primeira vez promoveremos o evento na cidade de origem do Grupo Ancoradouro, um sonho particular que realizo após tantos anos. E não se trata somente de mais uma edição. É o maior Encontro já realizado pela Ancoradouro, que reunirá cerca de 800 profissionais (agentes de viagens e fornecedores) em um mesmo espaço. Uma capacitação séria que proporciona excelentes resultados a todas as empresas envolvidas, tanto que, na noite de abertura, registramos uma mesa composta de alguns dos mais altos executivos do trade, representantes estes de companhias aéreas nacionais e internacionais, companhias marítimas, locadora de carros, empresa de sistema de reservas, destinos turísticos, cartão de assistência e imprensa especializada entre outras. Em sua maior edição no número de participantes, ampliamos também a quantidade de expositores. Serão 10 salas nas quais os agentes absorverão o conhecimento imprescindível para manter-se à frente de sua concorrência, ampliar sua carteira de clientes

e o fundamental :fidelizá-los. O “saber” é o maior diferencial que o profissional pode dispor em seu currículo. Por isso, capacitar deveria ser a palavra de ordem diária em todas as empresas. Temos trabalhado para tornar possível trazer para o Encontro todas as agências do interior do Estado de São Paulo que se comunicam com nossos escritórios de Campinas, Bauru, Ribeirão Preto e São José dos Campos, além de São Paulo, Rio de Janeiro e Espírito Santo, e também do Sul do País onde a Ancoradouro está presente por meio de seus home offices. Felizmente, a cada ano os convites são disputados e aguardados com ansiedade. Além de garantirmos um nível de renovação (indispensável em nossa concepção), fazemos questão da participação de agentes que demonstram interesse, fidelidade e seidentificam com os produtos, com a política e com o perfil característicos da Ancoradouro. Tarefa difícil fazer esta seleção anualmente ? Sem dúvida ! Mas o networking proporcionado pelo Encontro e os resultados garantidos para os agentes e fornecedores justificam tanta dedicação desta equipe. Muitos de vocês poderão conferir em breve tudo de bom que o Encontro proporciona. Até lá ! Juarez Cintra Filho - Presidente do Grupo Ancoradouro

TURISMO EM DADOS

Hotelaria tem investimento de R$ 12,2 bilhões até 2016 Desde o anúncio da Copa no Brasil, a hotelaria observou impactos na oferta de empreendimentos no país. Entre 2009 e 2016 serão R$ 12,2 bilhões em investimentos, o que representará um crescimento de 6% no parque hoteleiro em oito anos. Esses números foram apresentados em uma coletiva pelo presidente do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (Fohb), Roberto Rotter. Veja abaixo os gráficos:

Redes + independentes


BRASIL

Campanha “Mais Noronha” espera aumentar em 10% o fluxo de turistas no destino Lisia Minelli e Rafael Massadar

Em Pernambuco, BNTM se renova e muda conceitos Anderson Masetto Quatro anos depois, a Brazil National Tourism Mart (BNTM) voltará a ser realizada no estado de Pernambuco. O evento, que acontece entre os dias 27 e 30 março na Arena Pernambuco, espera receber 2 mil pessoas entre buyers, suppliers, jornalistas e convidados e gerar R$ 200 milhões em negócios. O grande trunfo, desta que é a 23ª edição da feira, é o formato renovado, que contempla novos conceitos tanto nas rodadas de negócios como na promoção conjunta dos nove estados da região. “Acrescentamos o Nordeste ao nome da feira e voltamos a essência do evento, que é vender o Nordeste de forma integrada e em bloco, a exemplo do que faz o Caribe. Juntos, somos muito mais fortes”, afirmou a diretora de Marketing da Empetur, Luciana Fernandes. “A feira está de cara nova, com três ambientes: governamental, institucional e rodada de negócios, além de uma série de treinamentos para os buyers”, complementou. Entre as inovações estão as capacitações. No dia 28 serão ministrados dez treinamentos, de 30 minutos cada, sobre o Nordeste. Serão abordados os principais segmentos da região, como Sol e Praia, Cultura, Incentivos e outros. No ato da inscrição, os buyers serão obrigados escolherem pelo menos quatro apresentações. A área institucional tem agora um novo conceito, com um lounge que contemplará imagens dos nove estados nordestinos. Além disso, a área contará com mais 100 estandes padronizados, que poderão ser de 9, 18 ou 27 m². Já a rodada de negócios contará com 200 mesas. “Pegamos modelos de sucesso, como o Pow Wow, por exemplo, as mesas terão apenas um totem e serão numeradas”, explicou Luciana, lembrando que cada um dos buyers poderá fazer 24 agendamentos. A festa de abertura terá o patrocínio da Prefeitura do Recife, e acontecerá no Instituto Ricardo Brennand. O tema será a história do estado. O encerramento, como já é tradição, fica a cargo do estado que receberá o evento no próximo ano, desta vez, o Ceará. BNTM 2014 em números Buyers

450

Mercados representados

15

Suppliers

200

Reuniões

5 mil

Estandes institucionais

100

Expectativa de geração de negócios

R$ 200 milhões

Espaços comercializados até o momento

60%

André Correa e Luciana Fernandes, da Empetur

estabelecimentos participantes foi de 64%. No ano passado, os maiores resultados aconteceram em São Paulo, com crescimento de 18,7%, e Minas Gerais, com 30%. Para 2014, a ideia é ampliar os mercados emis-

Luciana Carvalho e Romeu Neves Baptista, da Administração de Fernando de Noronha, com Rosa Masgrau, do M&E

sores, por isso, além das capitais paulista e mineira, a campanha foi lançada no Rio de Janeiro, terceiro maior emissor para o destino, e em Caruaru, com o objetivo de atingir o próprio pernambucano. A intenção é ampliar

Março de 2014 - 1ª quinzena

Com o objetivo de aumentar a ocupação dos hotéis e o fluxo de visitantes em Fernando de Noronha durante a baixa temporada, a Empetur e a Setur-PE lançaram pelo terceiro ano seguido a campanha “Mais Noronha”, que oferece pacotes com até 30 % de desconto no destino. Para o presidente da Empetur, André Correia, a meta é que o fluxo de visitantes aumente em até 10% com a ação, que envolve também uma campanha de mídia orçada em R$ 500 mil. A ação tem a parceria da Azul Linhas Aéreas e Econoronha, além da adesão de 89 estabelecimentos da ilha, entre meios de hospedagem, receptivos, restaurantes e comércio. Os descontos serão válidos entre os dias 10 de março e 10 de junho. “No primeiro ano, crescemos 6%, no segundo 6,7%, mas em 2014 tivemos uma grande adesão do trade e o avanço será ainda maior”, afirmou o executivo, lembrando que o incremento de

a campanha em âmbito nacional. “Esperamos que a campanha também nos ajude na Copa do Mundo. Época de muita incerteza no mercado. Acreditamos que Noronha vá receber os turistas nacionais e estrangeiros que irão assistir os jogos em Pernambuco”, vislumbra Romeu Neves Baptista, administrador geral de Fernando de Noronha. De acordo com dados de pesquisa feita pelo MTur, em 2013, Fernando de Noronha foi um dos destinos mais desejados pelos brasileiros. Para a coordenadora de Ecoturismo da ilha, Luciana Carvalho, a expectativa para esse ano é ainda melhor. “No nosso planejamento estão diversas ações. Dentre elas, a classificação dos hotéis com base na pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo, porém com um foco na sustentabilidade. Além da capacitação dos profissionais ligados ao Turismo. Tudo isso para valorizar quem está se adaptando as regras cada vez mais impostas pelo mercado”, destacou.

5


AVIAÇÃO

Delta espera crescimento de 20%; investimentos serão de US$ 3 bi

Março de 2014 - 1ª quinzena

Luciano Palumbo

6

Com investimentos globais na ordem de US$ 3 bilhões para os próximos dois anos, a Delta Airlines espera crescer 20% em assentos na América Latina em 2014 e ampliar as ligações já existentes entre os Estados Unidos e Brasil. Segundo o vice-presidente da Delta para América Latina e Caribe, Nicolas Ferri, atualmente a companhia tem 42 frequências semanais ligando o Brasil aos Estados Unidos. “Nossa meta, com a chegada do Luciano Macagno [nono diretor para o Brasil] é ampliar as relações comerciais e ofertar mais assentos nos próximos dois anos”, disse em entrevista ao M&E. Na pauta de Macagno, o projeto de expansão comercial da companhia não terá novidades em novas cidades. “Vamos promover o que já temos em parceria com a Gol no Brasil. Hoje atendemos cerca de 99% dos pontos de demanda entre o Brasil e os Estados Unidos com esta parceria”, comentou o novo diretor Brasil da Delta, Luciano Macagno. Segundo ele, hoje a companhia atende a 50 cidades na América

Presidente da Infraero, Gustavo do Vale

Ministro da Aviação Civil, Moreira Franco

Obras de refrigeração do Santos Dumont não ficarão prontas para Copa Samantha Chuva

Luiz Henrique Teixeira, Luciano Macagno e Nicolas Ferri, da Delta

Latina e, no Brasil, a ideia é utilizar a visão de crescimento compartilhada com a Gol e ampliar as ligações no território nacional. “Não vamos, no momento, abrir novos destinos, vamos utilizar a malha da Gol e ampliar nossas chegadas no país”, enfatizou. Próximo voo – A Delta passa a operara mais uma frequência entre o Brasil e os Estados Unidos no começo de março. Mais precisamente, no dia 2 do próximo mês, a companhia terá mais um voo ligando Atlanta, nos EUA a São Paulo. O equipamento utilizado pela companhia será um

737-300 podendo ser trocado pelo 737-400 devido à demanda do voo. Agentes – De acordo com o diretor comercial da Delta no país, Luiz Henrique Teixeira, as ações com os agentes, principalmente com os clientes corporativos da companhia continuarão como estratégia de crescimento da companhia no país. “Hoje temos uma promoção e vendas tripartite [Delta, agências e corporativo] e não é possível mais definir o share de cada uma delas. Tudo faz parte das vendas da companhia de uma maneira geral, envolvendo o Brasil”, comentou.

Os turistas que passarão pelo Rio de Janeiro durante a Copa devem se preparar. O presidente da Infraero, Gustavo do Vale, e o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, se reuniram na sexta-feira (14/02) no Aeroporto Santos Dumont (RJ) para discutir um plano de ação com o objetivo de aperfeiçoar e melhorar o sistema de refrigeração do aeroporto. O projeto, elaborado pela equipe de engenharia da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), prevê um investimento de R$ 20 milhões. Moreira Franco admitiu que as obras não estão sendo realizadas em função da Copa do Mundo e sim visando o conforto e o atendimento dos passageiros. Embora Franco tenha afirma-

do que a área de embarque possa ser terminada antes de junho, ele não deu garantias. De acordo com o presidente da Infraero, a correção no ar-condicionado da área de embarque deve custar R$ 8 milhões. Atualmente, a temperatura do local fica em cerca de 26ºC, após as obras, a expectativa é que a temperatura fique mais amena, em torno dos 22ºC. Em relação à área do desembarque, o presidente da Infraero afirmou que deve ocorrer um atraso maior na finalização das obras, e não existe previsão de quando o terminal ficará pronto. As obras devem começar apenas após a Copa. “Como decidimos reformar todo o Terminal de desembarque, não podemos dizer quando a obra ficará pronta, nem quanto custará, uma vez que não estamos mais falando apenas do valor relativo ao ar-condicionado – que inicialmente era de R$ 12 milhões”, ressaltou do Vale.

Aeroméxico anuncia o inicio da rota Cidade do México - Rio A Aeroméxico inicia, a partir do próximo dia 29 de junho, a nova rota Cidade do México – Rio de Janeiro, com quatro voos semanais diretos. Desta forma, a capital fluminense passa a ser o segundo destino no Brasil no qual a companhia aérea voa e a terceira cidade na América Latina. Com a incorporação deste destino brasileiro, a Aeroméxico atenderá a demanda de passageiros de negócios que existe no Rio de Janeiro, cidade que é considerada como a mais importante em produção de petróleo e gás natural da região.

Azul poderá negociar ações na Bolsa Luiz Marcos Fernandes A Azul S.A., holding controladora das companhias Azul e Trip, obteve decisão favorável da Comissão Mobiliária de Valores (CVM) para realizar seu registro na condição de companhia aberta. Segundo os dirigentes da empresa, esta é uma importante conquista que reforça a confiança da Azul no país e no mercado de capitais, e que elevará a empresa a um novo grau de maturidade em sua governança, estando em linha com as melhores práticas empresariais. “Este é um passo fundamental para o plano de crescimento da Azul. Estamos muito felizes e confiantes com a decisão da CVM”, comemora David Neeleman, Fundador e CEO da Azul. A intenção da empresa é captar o valor de cerca de R$ 1 bilhão para expandir negócios, aportar em aumento de frotas e ampliar as rotas. A Azul conta atualmente

David Neeleman, CEO da Azul

com uma frota de 134 aeronaves, que fazem cerca de 860 voos por dia. A companhia chega a 103 destinos no Brasil e é responsável por 31% do total de decolagens no país. Entre as principais empresas aéreas brasileiras, a Azul e a Avianca destacaram-se com as maiores taxas de crescimento de demanda doméstica em dezembro de 2013, quando comparadas ao mesmo período de 2012, com alta de 67,7% e 19%, respectivamente.

Latam tem redução de oferta e demanda em janeiro Luiz Marcos Fernandes O Grupo Latam anunciou resultados preliminares de tráfego para janeiro deste ano, incluindo o comparativo com o mesmo mês de 2013. O tráfego de passageiros diminuiu 1,4%, enquanto a capacidade diminuiu em 3,5%. Como resultado, o load factor da companhia para o mês cresceu 1,8 ponto percentual, alcançando 83,5%. O tráfego internacional de passageiros representou aproximadamente 50% do total no mês. O tráfego doméstico de passageiros na operação da companhia em países de língua espanhola (Argentina, Chile, Peru, Equador e Colômbia) aumentou 6,8%, enquanto a capacidade cresceu 5,4%. Como consequência, a taxa de ocupação doméstica aumentou 1,1 ponto percentual, chegando a 82,1%. O tráfego do mercado doméstico no Brasil diminuiu 3,7%, enquanto a

capacidade diminuiu 3,1%. Como resultado, o load factor doméstico no país diminuiu 0,5 ponto percentual, mas manteve-se firme, em 83,9%. O tráfego internacional de passageiros diminuiu 2,3%, e a capacidade diminuiu 6,4%. Como resultado, a taxa de ocupação internacional de passageiros para o mês cresceu 3,5 pontos percentuais, alcançando 83,7%. O tráfego internacional inclui as operações internacionais de Lan e Tam nas rotas entre países da América do Sul e de longo curso. O tráfego de carga do Grupo Latam aumentou 0,9% e a capacidade diminuiu 4,8%. Como consequência, o load factor cresceu 3,2 pontos percentuais, fechando em 55,7%. A diminuição na capacidade é resultado de uma menor operação de cargueiros e de uma menor disponibilidade de espaço nos porões de aeronaves de passageiros, refletindo o cenário global desafiador para o setor de cargas.


HOTELARIA Best Western tem meta de 30 novos hotéis no Brasil até 2020

Anderson Masetto A rede Best Western quer ampliar o seu portfólio no Brasil. O objetivo, segundo o diretor de Vendas Internacionais para a América Latina, Matt Teixeira, é abrir ou converter cerca de 30 empreendimentos no país até 2020. De acordo com o executivo, já existem diversos projetos em andamento, como nas cidades de Belo Horizonte e Rio de Janeiro, mas há a intenção de atingir outras praças, como São Paulo, por exemplo. Nos Estados Unidos e Canadá, principais mercados da rede, a meta é abrir entre 130 e 140 hotéis somente em 2014, sendo que 65% deles serão das marcas Best Western Plus e Best Wstern Premier. “Nas demais regiões, a previsão é de termos 200 novos empreendimentos até o final do ano”, revelou Teixeira. Outra novidade para o mercado norte-americano é o lançamento de uma nova bandeira, a Best Western Plus Executive Residence, focada no long stay. Crescimento - No ano passado as vendas da rede no Brasil tiveram um bom desempenho. De acordo com Teixeira, o número de pernoites geradas pelos brasileiros nos hotéis da rede no mundo todo foi 3% maior do que em 2012.

FBHA quer mudanças nos segmentos de Turismo, Hotelaria e Alimentação

Alexandre Sampaio e Marluce Magalhães, da FBHA, com Mari masgrau e Roy Taylor, do M&E

Luciano Palumbo Direito autoral, formatos de contratos de trabalho temporário e substituição tributária são alguns temas na pauta da Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) e da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) para 2014. Em visita a sede paulista do M&E, o presidente da FBHA e do conselho da CNC, Alexandre Sampaio, afirmou que os pleitos são para adequar os impostos, leis trabalhistas e insumos pagos hoje pelo segmento de hospedagem e alimentação em, praticamente, todo o país. “Temos um grupo de discussão, junto ao Ministério da Cultura, para o projeto de regulamentação da Lei de Direitos Autorais dentro da hotelaria, principalmente nas áreas privativas, como o caso dos apartamentos. No âmbito trabalhista, junto ao Ministério do Trabalho, vislumbramos a adequação dos contratos de trabalhos temporários dentro do Turismo e Hotelaria formalizando a empregabilidade – hoje informal no segmento – no país e, ainda, uma substituição tributária, já que cerca de 30% dos insumos utilizados em hotelaria, bares e restaurantes já incorporam a carga tributária designada pelas esferas de governo”, disse.

Luciano Palumbo Depois de apresentar o balanço de 2013, onde obteve crescimento de 10,4% no volume de negócios gerando mais de R$ 653 milhões em receita, a Atlantica Hotels prevê um crescimento 13% maior para o ano de 2014. “Mesmo em um ano atípico, com Copa e eleições, temos uma expectativa boa. Para nós, toda situação gera uma nova oportunidade”, comentou a vice-presidente de Vendas e Marketing da Atlantica Hotels, Annie Morrissey. Segundo ela, as novas aberturas da rede – seis delas aconteceram em 2013 e outras 11 estão previstas para 2014 – ajudarão no crescimento, principalmente nos destinos mistos, onde há espaço para lazer e negócios. “Nosso share tem sua grande representatividade no mercado corporativo com 80% das vendas. Mas o lazer deve crescer durante os meses da Copa”, afirmou referindo-se à regionalização das viagens de férias focadas no Nordeste do

país. Entre as novas inaugurações, destinos como Belo Horizonte que abrigara três hotéis, Rondonópolis, Rio Brando, Bauru, Baixada Fluminense e Santos. A vice-presidente disse ainda que o grande fator de crescimento da Atlantica está diretamente ligado às vendas cruzadas, já que cada executivo não se limita em vender apenas a sua região. “Isso gera um incremento na cadeia produtiva. Não há limites na hora de vender os hotéis, independente da bandeira”, disse. O diretor Comercial Sênior da Atlantica Hotels, Ricardo Bluvol, confirmou o lançamento de duas novas ferramentas tecnológicas – hoje, grande foco de investimentos da hoteleira. “Vamos apresentar o novo portal de clientes e uma ferramenta diferenciada de CRM”, disse. “Teremos, com o novo sistema, respostas mais rápidas dando maior agilidade aos processos internos, com análises e liberações”, afirmou. Outro ponto destacado pelo diretor Comercial foi o treinamento de novos colaboradores

Ricardo Bluvol, Annie Morrissey e Eduardo Gachido, da Atlantica

e do programa de trainee dentro da Universidade Atlantica. “Com as novas aberturas vamos fortalecer o treinamento e a capacitação dos novos colaboradores. Além disso, focar na formação de gerentes Gerais dentro da universidade da rede. Preocupamos-nos com a formação dos nossos colaboradores”, comentou.

Março de 2014 - 1ª quinzena

Matt Teixeira

Atlantica Hotels prevê aumento de 13% na receita em 2014

7


EXTERIOR

Disney: SP é o principal mercado internacional do Golden Oak

Março de 2014 - 1ª quinzena

Pedro Menezes

8

Kofi Annan fará discurso na abertura do WTTC Global Summit, em Hainan, na China Kofi A. Annan , fundador presidente da Fundação Kofi Annan e Secretário Geral das Nações Unidas entre 1997-2006, fará um discurso na abertura do WTTC Global Summit , que será realizado em Sanya, na ilha de Hainan, na China, nos dias 24 e 25 de abril. Em 2001, o Sr. Annan e as Nações Unidas foram agraciados conjuntamente com o Prêmio Nobel da Paz. Desde que deixou a Organização das Nações Unidas , Kofi Annan tem feito um trabalho ativo, pressionando por políticas que vão ao encontro das necessidades dos mais pobres e mais vulneráveis , particularmente na África. Ele continua a usar a sua experiência para mediar e resolver conflitos. A plataforma dos oradores do evento vai contar ainda com mais de quarenta outras figuras de destaque do mundo dos negócios na áerea Viagens & Turismo. A ideia desta edição é explorar o tema “Mudar o mundo, com novas perspectivas”. Líderes do setor público e privado, de fora e dentro da indústria, vão examinar as perspectivas históricas e sua relevância para o futuro. Eles vão olhar para o setor do Turismo a partir de um novo ângulo e procurar desenvolver uma nova proposta para a indústria, que vai além da agenda econômica, identificando como as empresas podem se beneficiar desta nova forma de pensar. “Quando o turismo é casado com políticas sustentáveis, ele tem potencial para transformar não apenas as perspectivas econômicas de uma sociedade para melhor, mas ser uma força fundamental para a mudança justa e positiva em muitas áreas“ , disse Annan. David Scowsill, presidente e CEO da WTTC disse: “Nós estamos honrados em ter o Kofi Annan no WTTC, em Hainan, na China, em abril deste ano. Sua perspectiva de trazer a paz para algumas das regiões mais instáveis do mundo será inestimável para nós e vai ecoar a ambição da nossa entidade em olhar além da contribuição econômica da nossa indústria, visando o seu papel como uma força para o bem social em todo o mundo”. Prêmio

As principais iniciativas de turismo sustentável do mundo serão exaltadas pelo WTTC através do seu já tradicional prêmio Tourism for Tomorrow Awards, que reconhece as melhores práticas de empresas e destinos no mundo inteiro . Neste ano, o WTTC recebeu inscrições de 56 países, representando todos os continentes. Os finalistas foram selecionados em seis categorias , que vão desde destinos locais até grupos globais de hotéis , companhias aéreas internacionais, operadores turísticos de luxo e pequenos eco-lodges.

Não existe aquele sonho de toda criança em morar em um parque de diversões? E se este sonho estivesse a US$ 1,8 milhão de se tornar realidade? A Disney Resort Real Estate Development continua as ações de divulgação do seu resort residencial na Flórida, inserido na área pertencente a Walt Disney World: o Golden Oak. Trata-se de um projeto realizado por engenheiros criativos da Disney composto de 450 imóveis luxuosos espalhados em 980 acres, localizado próximo ao Magic Kingdom. Uma oportunidade única para comprar um imóvel inserido no Walt Disney World Resort. O condomínio está em etapa avançada de construção. Neste ano já serão colocados à venda a maioria das casas que fazem parte da primeira fase do Golden Oak, que podem ser adquiridas a partir de US$ 1,8 milhão. Isso é o que afirma o VP do projeto, Page Pierce, em entrevista ex-

VP do Golden Oak, Page Pierce

clusiva ao MERCADO & EVENTOS. “A ideia de construir o bairro dos sonhos saiu do papel há sete anos, quando começamos a construir todo o resort. Há três anos, nós começamos as primeiras comercializações. Eu espero que dentro de quatro a seis anos tenhamos todo o projeto pronto e apto a ser habitado. 85% de nossas propriedades estarão nas mãos dos norte-americanos. Os outros 15% de interessados, se dividirmos em procura por estados,

têm São Paulo como número 1 no desejo de adquirir essas residências! Dou destaque a América do Sul, que é fundamental para o preenchimento de nossas casas.” Ele foi além: “Podemos classificar o Golden Oak como a materialização de um sonho, um produto perfeito, que me deixa muito animado. Visto que podemos morar a 25 minutos do Aeroporto Internacional de Orlando e ao lado do Magic Kingdom. Trata-se de um ponto privilegiado para assistir os fogos diários e o barulho dos trens do parque passando. Um ambiente que é possível ter 100% de relaxamento aliado ao agito de diversas festas temáticas”, destacou Page Pierce. O Golden Oak será composto de três tipos de casas unifamiliares: casas de aldeia(Villages Home), casas comerciais(Estate Homes) e residências de propriedades imensas (Grand Estate Homes) com preços que podem chegar a US$ 8 milhões.

Randy Garlfied deixa a Disney em abril; mais mudanças previstas Natália Strucchi A direção do Walt Disney World passará por mudanças em breve. E o setor do Turismo deve ser um dos mais afetados. Randy Garfield, presidente da Walt Disney Travel Company e vice-presidente executivo mundial de vendas e operações de viagens para destinos da Disney, anunciou sua aposentadoria, a partir de 1º de abril. Quem também deve tomar a mesma decisão é Craig Parsons, vice-presidente de vendas para a indústria de viagens e contas nacionais. Em ambos os casos, a Disney ainda não

Randy Garfield

divulgou os nomes para substituir os executivos. Os dois são bastante conhecidos do trade do Brasil. Garfield passou 20 anos na Disney e garante que apesar do afastamento do trabalho em tempo integral na empresa, ele vai conti-

nuar ativo no setor do Turismo. Ele vai continuar a co-presidir a equipe de consultoria que está lançando o The Travel Effect. Em nota oficial, assinada por Leslie Ferraro, EVP Global de Marketing & Vendas do Walt Disney Parks & Resorts, a empresa afirma: “Os altos padrões e o grande domínio do negócio de viagens de Randy ajudou a desenvolver uma organização que se destacou durante o seu mandato. Eu sei que Randy está animado com a próxima fase de sua carreira, e sente um grande orgulho ao refletir sobre a forte equipe de líderes e de excelência que ele ajudou a criar”.

Noruega de olho no mercado brasileiro Anderson Masetto Sol da Meia Noite, Aurora Bureal, Fiordes, esportes e contato com a natureza. Em 2014 o mercado brasileiro receberá muita informação sobre esses atrativos, que são alguns símbolos da Noruega. No final de 2013, o destino ganhou uma representação no país, a GVA, e está de olho no potencial do Brasil. Somente no ano passado, os brasileiros geraram cerca de 35 mil pernoites, o que representa algo entre oito e 10 mil turistas. No início de fevereiro, a diretora de Mercados Internacionais e o

Heidi Dahl, diretora de Mercados Internacionais e Per Holte, diretor para o mercado de Turismo de Ásia e Brasil, entre Mara Pessoa, da GVA

diretor de Relacionamento com o Trade para Ásia e Brasil do Innovation Norway, Heidi Dahl e Per Holte, estiveram no país para dar início às ações. Entre as iniciativas previstas, estão um site sobre os

atrativos do destino em português, parcerias com operadoras e treinamento para os agentes de viagens. De acordo com Holte, o site para o mercado brasileiro está sendo desenvolvido e deve entrar no ar em abril.

Brand USA registra crescimento de 2,3% no fluxo de brasileiros nos EUA Lisia Minelli De acordo com pesquisa feita pela Oxford Economics, entre os meses de setembro de 2012 até setembro de 2013, o Brasil incrementou o fluxo de turistas em 2,3% para os Estados Unidos, totalizando 1,1 milhão de turistas a mais que no ano anterior. Segundo Jennifer Risi, diretora geral da Ogilvy & Mather, tudo isso só foi possível com as ações realizadas pela Brand USA. “O market share dos EUA no Brasil cresceu 3,1%. Além disso, dos oito mercados que trabalhamos, o Brasil foi o que apresentou maior incremento [na frente de Alemanha, Austrália, Canadá, Coréia do Sul, Japão, México e Reino Unido]”, disse. Este mesmo relatório ainda mos-

Jennifer Risi e Renata Saraiva, da Olvigy

trou um aumento nos gastos dos brasileiros totalizando US$ 3,4 bilhões no ano de 2013. “O retorno de investimento em marketing da Brand USA tem sido grande, sendo a média de US$ 47 de retorno para cada dólar investido, enquanto no Brasil esse retorno é de US$ 96”, comentou. Os gastos desses visitantes impactam a economia dos EUA gerando US$

7,4 bilhões de vendas em negócios, US$ 3,8 bilhões no PIB e US$ 2,2 bilhões em renda pessoal. Bem como a criação de 53 mil novos empregos. “Nossa expectativa é muito alta em relação ao Brasil. Queremos que este seja um mercado exemplo para os nossos trabalhos”, disse. Ainda no país, a representação da Brand USA fará um trabalho muito próximo ao trade, com treinamentos para agentes e operadores, além de participação nas principais feiras. “Estamos também buscando parcerias tanto com fornecedores quanto com destinos para poder oferecer uma maior quantidade de produtos e serviços, sempre com preços competitivos com objetivo de incrementar cada dia mais o fluxo de turistas”, anunciou.


REPORTAGEM ESPECIAL

Aumento do IOF x compras com cartão no exterior Saiba o que pensam os especialistas sobre o impacto que esse reajuste por causar no setor Rafael Massadar

Cartões pré-pagos têm clientes fieis Quem adquiriu o cartão pré-pago antes do aumento e já está acostumado a viajar com ele, não tem optado por outra forma de pagamento. Embora não possa divulgar números objetivos, a American Express afirma que o interesse por novas emissões do seu Global Travel Card diminuiu, no entanto, os consumidores já acostumados a utilizá-los continuam efetuando recargas praticamente no mesmo volume de antes do aumento do IOF. “Entre dezembro e janeiro tivemos uma queda na busca pelo produto, mas as recargas tiveram uma diminuição muito pequena”, contou a vice-presidente para a América Latina e Canadá de produtos pré-pagos da American Express, Rose Del Col. “Isso demonstra que o consumidor que está acostumado com o cartão, reconhece as suas vantagens e continua utilizando”, complementou. De acordo com ela, com planejamento é possível amenizar o impacto do imposto neste meio de pagamento. A executiva explicou que a maioria dos bancos pratica uma taxa de câmbio maior para trocas em espécie do que para recargas em cartões pré-pagos. Isto, somado a descontos exclusivos que o American Express Global Travel Card possui em algumas lojas, acaba tornando a opção pelo cartão pré-pago vantajosa. Há descontos para quem possui este cartão entre 15% e 30% em lojas como Macy’s, Reebok e Perfumeland, por exemplo. “Com os descontos, além da diferença da taxa de câmbio, há como recuperar a diferença do IOF”, afirmou Rose. Outra vantagem apontada é o congelamento da taxa de câmbio no momento da recarga. Desta forma, o cliente não fica exposto a variações da moeda durante a viagem.

Alternativas para ajudar o bolso do cliente Cartão pré-pago: Ainda é atrativo pela segurança e por permitir travar o valor no momento da compra. A compra de diferentes moedas em apenas um cartão também é vantajosa para quem viaja para diferentes países, além de permitir o maior controle dos gastos. O cartão também está sujeito a cobrança de taxas da moeda estrangeira para saques. Cartão de crédito: Já tarifado anteriormente às mudanças, esta alternativa ganhou visibilidade por permitir o pagamento tanto dos impostos como das compras na data de vencimento da próxima fatura. Por outro lado, o valor das compras vai depender da flutuação cambial definida no fechamento da fatura. Débito em conta ou saque no exterior: Opção considerada complementar para às demais formas de pagamento. A operação fica sujeita ao câmbio do dia. Traveller checks: Também está sujeito ao novo valor do IOF previsto para as demais categorias. Apesar disso, ainda existe e é bastante conhecido. No entanto, estes cheques possuem um inconveniente. Precisam ser trocados pelo papel moeda do país de destino quando o turista chega ao local de sua viagem e nem todas as casas de câmbio aceitam. Cartão pré-pago internacional: Para utilizar esses serviços é necessário fazer um cadastro para a abertura de uma conta na empresa que oferece o serviço e para que não tenha a cobrança do IOF é preciso fazer uma transferência bancária internacional, que ainda cobra o IOF de 0,38%. É preciso ficar de olho nas tarifas e taxa de câmbio para saber se compensa a opção.

de Relações Internacionais da Abav Nacional, Leonel Rossi. Segundo ele, os turistas brasileiros buscam alternativas menos convencionais para driblar o custo adicional nos gastos. “Todo mundo se adaptou. Não recebemos nenhuma reclamação das agências. Os clientes estão levando dinheiro. Alguns brasileiros, por exemplo, estão fazendo o cartão pré-pago no exterior. Assim não precisam pagar o IOF”, disse. 2013 - Embora o dólar tenha encerrado o ano passado com alta acumulada de 15% ante o Real, o gasto de brasileiros no exterior foi recorde: US$ 25,34 bilhões, informou o Banco Central. O número representa alta de 14% em relação a 2012, quando os gastos somaram US$ 22,23 bilhões. Só em dezembro, os brasileiros gastaram US$ 2,21 bilhões fora do país. Já os estrangeiros gastaram no Brasil bem menos: US$ 6,71 bilhões - valor pouco acima

do registrado no ano anterior, US$ 6,64 bilhões. Apenas em dezembro, os turistas deixaram no país US$ 579 milhões, número também bem abaixo do que os brasileiros gastaram nas viagens internacionais. Dessa maneira, a conta de gastos no exterior apresentou déficit de US$ 18,63 bilhões no ano passado, ante US$ 15,58 bilhões em 2012. Em dezembro, a conta ficou negativa em US$ 1,63 bilhão para o Brasil. (*) Colaborou – Anderson Masetto

Março de 2014 - 1ª quinzena

Após o governo elevar para 6,38%, ante 0,38%, a alíquota do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nos pagamentos em moeda estrangeira, muitos integrantes da cadeia turística se perguntaram qual seria o impacto da decisão nos gastos do consumidor em viagens internacionais ou até mesmo na hora de definir o destino das próximas férias. Pois bem, os dados do Banco Central revelam que os brasileiros gastaram US$ 2,1 bilhões no exterior em janeiro de 2014 – o que seria o equivalente a R$ 4,95 bilhões. O valor é inferior ao registrado no mesmo mês do ano passado: US$ 2,3 bilhões. Para entender melhor o impacto do aumento da alíquota do IOF em gastos no exterior, o TripAdvisor realizou uma enquete entre os dias 5 e 9 de janeiro com 1.434 usuários. Nela, 64% das pes-

soas afirmaram que o aumento nos cartões pré-pagos alterou os planos de viagem para o exterior. Para o presidente da Associação Brasileira das Corretoras de Câmbio (Abracam), Tulio Ferreira dos Santos, a decisão do governo de elevar o IOF para 6,38% para os pagamentos com cartões de débito no mercado externo e carregamento de cartões pré-pagos com moeda internacional não faz muito sentido. De acordo com ele, se a ideia do governo é elevar a arrecadação e/ou conter o gasto de turistas brasileiros no exterior, a nova tributação também teria de recair sobre o câmbio em espécie. “Não consegui entender o objetivo. Isso só prejudica o usuário, que acabará comprando o papel moeda. Só aumenta o risco do viajante, que passará a andar com mais moeda”, disse. A decisão anunciada pelo Ministério da Fazenda não prejudicou as agências de viagem. Pelo menos é o que garante o vice-presidente

9


RNJ Brasil

DESTINO

Março de 2014 - 1ª quinzena

RNJ Brasil

10

CANCUN Paraíso caribenho foi escolhido para sediar a primeira edição internacional do Nastur

Acima, passeio de caiaque na Isla Mujeres e momento de relax em um dos muitos resortes que compõem a Zona Hoteleira de Cancun

Flutuação no XCaret e nado com os golfinhos estão entre os atrativos. Abaixo, arqueologia em Chichén Itzá

Luiz Marcos Fernandes Fruto de uma parceria entre a Nascimento Turismo e o Escritório de Turismo do México, a primeira edição do workshop da operadora no exterior, e a 12a desde a sua criação, será realizada neste mês em Cancun (a partir do dia 23), e terá seis dias de duração. Plínio Nascimento já definiu com Jesús Salazar, CEO do Convention e Visitors Bureau de Cancun, os detalhes do Nastur 2014. “A nossa ideia é promover um evento neste paraíso mexicano reunindo cerca 350 agentes de viagens”, explicou Plínio. De acordo com ele, a Nascimento começou a vender o destino Cancun em 1992, e desde então os números de vendas são crescentes.

Localizado na Península de Yucatán, na costa sudeste do país, e banhado pelo mar do Caribe, o balneário está cercado por algumas das mais belas praias do mundo. As opções de entretenimento estão a cada dia mais diversificadas. A alta temporada se estende até a Semana Santa, no final de abril. O restante do ano é considerado baixa temporada e os preços dos hotéis no balneário ficam mais atraentes. As taxas de ocupação da hotelaria vêm subindo e grandes cadeias estão presentes na Zona Hoteleira, como Iberostar, Sheraton, Marriot, Hard Rock, entre outros. Há também investimentos locais como o Fiesta Condessa e o Fiesta Americana. Vale lembrar que o sistema all inclusive é oferecido por boa parte dos resorts.

Cancun tem no turismo sua principal fonte de renda. Os investimentos na diversificação de produtos e serviços deu resultado. Em Isla Mujeres, o turista pode nadar com golfinhos ou praticar tirolesa sobre o mar azul do Caribe. Na vizinha Cozumel muitas das praias são particulares e montaram verdadeiros complexos de lazer, como é o caso de Playa Mia. Outro complexo nos arredores de Cancun é o Xcaret, onde existem opções de lazer que vão desde a flutuação, passando por cavernas, a viveiros com pássaros e borboletas, aquários com uma diversidade de flora e fauna, sem esquecer os shows com grupos folclóricos e até a reedição de jogos praticados pelos maias. A caminho de Chichén Itzá, a maior das pirâmides, você tem a

oportunidade de tomar banho de cachoeira num lago formado numa imensa caverna no fundo de um despenhadeiro. O tour para lá tem duração de um dia, já que o complexo maia fica distante três horas de viagem de Cancun. Todos estes programas são oferecidos regularmente por agências de turismo receptivo. A vida noturna também encontra espaço nos night clubs da Zona Hoteleira. Uma das mais badaladas é a Coco Bongo, que funciona de quarta a domingo. No comércio, vale lembrar que o dólar norte-americano é moeda corrente. Pode-se usar o peso mexicano também (US$ 1 = 13 pesos mexicanos). Roupas e perfumarias, bem como artesanato regional têm preços atraentes. Já os eletrônicos

nem tanto. Para quem aprecia não deixe de fazer uma visita ao Museu da Tequila, na Zona Hoteleira, onde estão localizados também os principais shoppings da cidade.

Nastur 2014 Esta edição do Nastur terá dois dias de trabalho e dois dias direcionados para explorar o destino. Estão confirmadas companhias aéreas parceiras como a Aeroméxico, que vai transportar os passageiros de São Paulo, e a Copa Airlines, que vai levar as pessoas dos demais estados. A programação final ainda está sendo finalizada, mas o certo é que os participantes vão ficar hospedados no hotel Moon Palace e poderão conhecer outros três hotéis onde acontecerão recepções com jantares programados para os participantes.

Mercado

Dicas importantes para quem vai a Cancun >> Em São Paulo funciona o Escritório de Turismo do México (Tel:11-3088-2129). Para quem viaja a Cancun basta o passaporte. Não é necessário visto. Empresas aéreas como Delta, American Airlines ou Copa Airlines têm voos regulares saindo do Rio ou São Paulo para Cancun. >> No aeroporto Internacional de Cancun evite os representantes dos Clubes de Férias (Time Share) que abordam os turistas antes do portão de saída. A maioria vende “gato por lebre” acenando com opções de hospedagem econômicas. >> Como os táxis não utilizam sistema de taxímetro é bom que os turistas chequem antes o preço da corrida. Na Zona Hoteleira há ônibus circulares que se pode utilizar com toda segurança. Nas ruas os turistas podem levar câmeras e filmadoras sem problemas. >> Confira alguns sites de pontos turísticos: Xcaret – www.xcaret. com; Isla Mujeres – www.dolphindiscovery.com; Chincken Itza – www.en-yucatan.com.mx/chichen-itza

O paraíso caribenho que chegou a atrair milhares de turistas brasileiros nas décadas passadas e depois passou por um período de ostracismo, voltou com força total e vem fazendo parte dos pacotes de diversas operadoras brasileiras como CVC, Flot, Nascimento, Flytour, entre outras. Apenas a CVC fez com que nos últimos quatro anos o volume de turistas brasileiros para este destino saltasse de 10 mil para 30 mil passageiros por ano. “Desde o final do ano passado temos a representação da Olympus Tour, com atendimento em português, ônibus e vans com a logo da CVC e o volume de brasileiros nesta temporada de verão tem sido excepcional”, confirma Rodrigo Vaz, gerente de Produtos Sênior da CVC para Caribe, América do Sul e México. O principal destino emissor para Cancun continua sendo os Estados Unidos, mas os brasileiros lideram o mercado sul-americano. O gerente do hotel Fiesta Condessa, Eric Correa, confirma que depois dos americanos, aparecem os brasileiros.


AGÊNCIAS E OPERADORAS

Venda Rápida terá destaque no Workshop CVC Anderson Masetto

Flot apresenta novos roteiros e projeta crescimento de 10% em 2014

Eduardo Barbosa, diretor da Flot

Anderson Masetto Após uma série de 13 eventos pelo Brasil, a Flot apresentou seus novos roteiros para o ano de 2014. Com o tema “O mundo sem fronteiras”, a principal novidade é o trem Transiberiano, que vai de Pequim a Moscou, além de pacotes mais densos por destinos como Bulgária, Romênia e República Tcheca, por exemplo. O diretor da operadora, Eduardo Barbosa, acredita em um crescimento de 10% nas vendas neste ano, mesmo sendo um período atípico devido a Copa do Mundo. “Este ano começa em um ambiente de pessimismo, não apenas no Turismo, mas para a economia como um todo. Teremos a Copa do Mundo que vai movimentar a economia, mas traz uma grande incógnita para o setor de viagens. De positivo, temos as melhorias em diversos aeroportos e uma maior oferta de voos internacionais”, afirmou o executivo, apostando em um crescimento maior do que em 2013, quando a operadora obteve um incremento de 7% nas vendas em relação ao ano anterior. Com relação aos produtos, Barbosa destacou que a principal novidade é a Transiberiana, que ele chamou de cruzeiro sobre trilhos. O roteiro tem 15 dias, sendo 11 no trem Grande Expresso, indo de Pequim até Moscou. Além dos roteiros, os profissionais também conheceram o novo site da operadora, que oferece uma série de funcionalidades.

Roberto Vertemati, diretor de Rede de Varejo da CVC

um. “No outro sistema, se o cliente pedisse um comparativo de destinos internacionais, ele tinha que fazer todos os orçamentos separados e agora ele vê tudo isso em ape-

“Brasileiros na Austrália e Nova Zelândia”, “Brasileiros no Japão e Dubai”, “Brasileiros em Dubai e Abu Dhabi”, “Brasileiros no Taiti e Ilha de Páscoa”, “Brasileiros em Marrocos e Tunísia” e “Brasileiros no Egito com Abu Simbel e Deserto Branco”. A Croácia também ganhará destaque em novos roteiros terrestres conjugados: “Brasileiros na Eslovênia e Croácia” e “Itália e Croácia”, das séries “Sonhos e Conquistas Circuitos Europeus”, com acompanhamento de guia falando português. Em relação aos cruzeiros internacionais, a CVC apresentará sua programação até julho de 2015, com mais de 100 navios, navegando pelas regiões do Alasca, Ásia, África, Austrália e Nova Zelândia, Bahamas, Bermudas, Canadá e Nova Inglaterra, Caribe, Canal do Panamá, Europa, Havaí, Taiti e Pacífico Sul, México e Costa do Pacifico, Oriente Médio, Oceania, Galápagos e, ainda, opções de Volta ao Mundo.

Março de 2014 - 1ª quinzena

A ferramenta Venda Rápida, lançada pela CVC em 2013, será uma das vedetes do 20º Workshop & Trade Show CVC. Desenvolvida em conjunto pelas equipes de vendas e TI da operadora, ela traz novas facilidades aos agentes de viagens, bem como a realização de pesquisas e cotações de pacotes de forma mais rápida. Dentro da programação do evento, que acontece nos dias 19 e 20 de março no Expo Center Norte, em São Paulo, o Venda Rápida será um dos principais temas das capacitações durante o workshop. Serão seis salas no total, com módulos de 30 minutos para capacitar os profissionais. “O Venda Rápida é a evolução do nosso portal de vendas. Fazemos vendas online com os agentes de viagens há 12 anos, mas melhoramos o sistema para facilitar a vida deles. Ele é um grande integrador de todos os produtos que vendemos e o profissional pode fazer isso em apenas um clique”, afirmou o diretor de Rede de Varejo da operadora, Roberto Vertemati. Vertemati explicou que se antes o profissional precisava de dois cliques para cotar um fretamento, por exemplo, hoje ele consegue apenas com

nas uma tela. O ganho de produtividade foi muito grande e, além disso, o profissional consegue atender mais clientes e ser mais assertivo”, destacou. Operadora lançará novidades em roteiros internacionais - Os visitantes do workshop conhecerão uma série de novidades em roteiros e destinos internacionais. Orlando, um dos destinos que mais cresce na operadora, terá uma programação completa, incluindo novidades em produtos Disney, levada ao evento já com tarifários e saídas garantidas até julho de 2015. Outra região de destaque é o Caribe, com novas programações para destinos já consagrados, como Cancun, e outros ainda pouco conhecidos pela maioria dos brasileiros, como Riviera Maya. Também será lançada a programação “Mundo para Brasileiros”, que chegará às prateleiras dos agentes trazendo novidades em destinos exóticos, com roteiros inéditos como

11


VISITFLORIDA.com/portugues

Publieditorial

Março de 2014 - 1ª quinzena

Fotos: Lauren Tjaden, VISIT FLORIDA Adventure e Beach Insider

12

As Cinco Melhores Aventuras Aéreas da Flórida

S

obre a possibilidade de voar, Wilbur Wright afirmou o seguinte: “Mais do que tudo, a sensação é de perfeita paz, misturada a uma empolgação que retesa ao máximo cada nervo de nosso corpo – se é que é possível conceber-se tal sensação. Eu compreendo isso perfeitamente. Quem me conhece sabe que passo grande parte do tempo com a cabeça nas nuvens – ou perto das nuvens – em todo tipo de aeronave mas, principalmente, na asa-delta. Dizer que sou viciado (no perfume que se desprende dos laranjais e sobe ao ar, na visão de falcões e abutres que me tratam como irmão quando estou no ar, na música sibilante e nítida que minha asa-delta compõe quando a manobro com grande rapidez) não é muito, e sim muito pouco. Para mim, voar é como respirar: quando fico algum tempo sem voar, sinto-me sufocar. Para quem tem a mesma doença que eu, apresento cinco das minhas aventuras aéreas favoritas na Flórida.

ASA-DELTA Não; não há montanhas na Flórida. Portanto, você só pode ser levado ao ar atrelando sua asa-delta a uma aeronave leve esportiva (light sport) e rebocando-a até a altitude desejada. Mesmo que você nunca tenha voado, poderá ir junto com um instrutor. E pode ficar tranquilo! A decolagem e a aterrisagem são feitas sobre rodas; portanto, você não vai ter de correr. Eis um blog que escrevi, o qual contém links para os lugares onde você poderá curtir tudo isso na Flórida (também há um vídeo explicando como tudo funciona). PARAQUEDISMO Dos esportes que constam nesta lista, este é o que mais mexe com a sua adrenalina. Alguma coisa no fato de saltar de um planador a algumas milhas de altura tende a fazer com que seu coração bata mais forte. Mas se você acha que isso ainda não é suficiente, a queda livre a 120 milhas por hora sem dúvida vai dar

conta do recado! Você também pode fazer isso ao lado de um instrutor. Eis um link para um blog que apresenta um show de slides sobre paraquedismo; e aqui está outro link que indica os locais onde você pode praticar paraquedismo. E sabe do que mais? Eu só pratiquei paraquedismo uma vez, mas, daqui a uma semana, vou fazê-lo de novo e tudo será filmado em um vídeo para o VISIT FLORIDA.

altitude certa por um avião motorizado e, em seguida, se mantém no ar fazendo círculos sobre as correntes térmicas ascendentes – a diferença é que você está em um avião. É um esporte verdadeiramente espetacular. Confira este blog que escrevi sobre o assunto e que inclui um vídeo, e você vai compreender o que estou falando. BALONISMO Este esporte promete uma orgia de beleza, desde o momento em que os balões são aquecidos e tomam forma em campo aberto, ao amanhecer, até as vistas deslumbrantes que esse voo lento e baixo lhe permite admirar. Quando ando de balão, acho estranho que não exista a sensação de voar; é como se estivéssemos na nossa própria sala, em casa, já que nos movimentamos exatamente na mesma velocidade que o vento. Aqui vai um link que leva a um artigo que escrevi sobre este esporte, no qual você encontrará informações sobre os locais onde poderá curti-lo.

PARASAILING Geralmente, essa forma bastante amena de subir ao ar lhe permite admirar um panorama espetacular, já que o lançamento é feito a partir de um barco. Não estou colocando nenhum link aqui, pois você encontrará este esporte em praticamente qualquer praia que visitar no Sunshine State (Estado Banhado pelo Sol). PILOTAR UM PLANADOR Também conhecido como glider, este esporte é muito parecido com o voo de asa-delta, porque você é rebocado até a

Remando através da Pré-História no Peace River Becky Bragg of Canoe Outpost – Peace River

Por Steve Griffin*

P

elo rio Peace River da Flórida, caiaques de cores vibrantes e canoas de alumínio flutuam sobre vestígios de vida que remontam a dezenas de milhões de anos, emoldurados por imensos carvalhos e ciprestes espanhóis cobertos de musgo, observados por jacarés e pássaros de todos os tipos, tudo formando um contraste sem ironia. Esse rio subtropical permite uma das melhores práticas de canoagem e caiaquismo da Flórida, com observação da maravilhosa vida selvagem local e as melhores opções que existem para quem deseja colecionar fósseis. O Dr. Richard C. Hulbert Jr., do Museu de História Natural da Universidade da Flórida, afirma que o Estado pode atribuir a fama dos seus fósseis às camadas de rochas e sedimentos que jazem na superfície ou próximo a ela. Outros lugares, acrescenta ele, praticamente só possuem fósseis marinhos e, por outro lado, as geleiras apagaram registros que datam de milhões de anos, deixando-os apenas com fósseis antigos demais ou recentes demais. Mas a Flórida possui uma gama completa de fósseis, abrangendo tanto os que datam de apenas alguns milhares de anos até os que remontam a 30 milhões de anos. O Peace River elimina constantemente rochas e sedimentos, expondo seus fósseis. Os mais comuns são dentes de tubarão, dentes de arraia-acauã, mandíbulas de peixe-porco e costelas de dugongo. Os colecionadores de fósseis usam pás ou colheres de cabo curto para levantar as

amostras de sedimentos e filtrá-las através de telas flutuantes. Quer ajuda? Há guias profissionais que podem levar você até um local famoso pela presença de fósseis e ajudá-lo em sua busca. Para extrair qualquer tipo de fóssil animal (com exceção de dentes de tubarão) das terras de propriedade da Flórida, você precisará obter uma licença (que custa US$5,00) e apresentar um relatório anual de tudo aquilo que encontrou, apontando os respectivos locais. O Estado tem a primeira opção de posse dos seus achados – caso contrário, são seus. Os colecionadores de fósseis dividem sua preferência pelo Peace River com os aficionados da canoagem, do caiaquismo, da observação da vida silvestre e dos veículos off-road (quadriciclos). Os que gostam de remar nesse rio popular e às vezes barulhento falam de condições bastante favoráveis, adequadas a esportistas iniciantes e de nível intermediário. Nos meses chuvosos de agosto e setembro, o rio pode apresentar desafios. Quer

observar a vida silvestre? Fique atento aos jacarés: é bem possível que, aqui, você veja um de quase 4 metros! Você pode escolher entre acampamentos particulares e acampamentos primitivos gratuitos. Esses acampamentos são muito populares entre os visitantes que gostam de dirigir quadriciclos e o local pode tornar-se barulhento. Com quase 170 km de comprimento, o rio nasce no Condado de Polk e flui através do Condado de Hardee, tomando rumo sul em Arcadia (no Condado de DeSoto), e seguindo para Charlotte Harbor, onde suas águas doces reabastecem o rico estuário. Durante grande parte de seu curso, o rio Peace corre próximo à Rodovia U.S. 17. Em seus primeiros 113 km (de pouco além de Fort Meade até Arcadia), forma uma Trilha de Remo designada pelo Estado. Com uma população de cerca de 7 mil habitantes, Arcadia é a maior das cidades pelas quais o Peace River flui. Fundada em 1886, atingida por um terrível incêndio

em 1905 e pelo Furacão Charley 99 anos depois, a cidade ainda apresenta o charme da antiga Flórida; quase 400 prédios desse histórico bairro constam no Registro Nacional de Localidades Históricas. Arcadia possui diversos restaurantes, lojas de antiguidades – são mais de duas dezenas agrupadas em apenas quatro quarteirões da Oak Street, no centro da cidade –, bem como outras lojas, rodeios, uma atração com animais, pomares de frutas cítricas e excelentes campos de golfe. Rio acima, ficam Wauchula (antigamente chamada de “A Capital Mundial dos Pepinos”, mas atualmente cercada por inúmeros pomares de frutas cítricas) e Zolfo Springs – ambas localizadas no Condado de Hardee. Com cerca de 5 mil habitantes, a população de Wauchula é aproximadamente três vezes maior do que a de Zolfo Springs. Os passeios para prática de remo no Peace River têm uma faixa de meio dia a oito dias de duração. Há pontos de acesso para quem desejar andar nas águas do rio; o Parque DeSoto, em Arcadia, é considerado um dos melhores lugares para a busca de fósseis na água. Veja em www.dep. state.fl.us/gwt/guide/designated_paddle/ Peace_guide.pdf um mapa excelente do rio e do trecho destinado à prática de remo, contendo informações sobre acesso. *Steve Griffin é um escritor autônomo que, desde 1975, escreve sobre a vida ao ar livre e sobre barcos e navegação. Sua obra inclui características de barcos e testes em barcos, além de pequenos destaques sob o artigo “Short Casts” da revista Boating.


Março de 2014 - 1ª quinzena

13


VISITFLORIDA.com/portugues

Março de 2014 - 1ª quinzena

Publieditorial

14

Diga HELLO a Adora fazer compras? Descubra a conveniência e o valor de comprar num destino chique e descontraído. Em Greater Fort Lauderdale, é fácil de exibir seu senso ensolarado de moda nas várias boutiques, departamentos de lojas e outlets de grife. Há passeios de compras especiais para grupos e ônibus locais da praia. E, a maioria dos hotéis oferecem fácil acesso aos principais centros de compras para o viajantes sem carro. Você pode até mesmo fazer compras de táxi aquático. Então traga malas extras!

Um tesouro de pechinchas Sawgrass Mills é o maior centro de desconto e entretenimento do mundo. Com mais de 350 lojas de marca e lojas de varejo, você está certo de encontrar ofertas tentadoras. Novas lojas do SawGrass Mills Mall incluem Diane von Furstenberg, Gucci, Jimmy Choo, Roberto Cavalli, Versace, Asics, bare Minerals, Converse, Desigual, UGG Australia, Columbia, DKNY, Maxstudio.com Outlet, O’neil, Steve Madden, Superdry, U.S. Polo Assn (2nd Location), Under Armour, Volcom e Old Navy Outlet. Nos Colonnade Outlets da Sawgrass se encontram os principais designers de luxo,

GREATER Fort Lauderdale Greater Fort Lauderdale recebe visitantes do mundo todo. A partir do momento que você deixar o aeroporto, você está cercado por céu azul, palmeiras e rostos sorridentes - das praias de águas azuis cristalinas aos exóticos Everglades da Flórida.

incluindo Prada, Kate Spade, Bloomingdale’s Outlet, Saks Off 5th, Theory, Tory Burch e muito mais. Varejista de Moda Perna e Corpo Wolford e designer italiano de jóias da marca Ippolita acabam de abrir junto com a Dreamhouse Barbie, a única nos EUA. Continue a caça as pechinchas no Swap Shop, o mercado das pulgas, oferecendo um complexo comercial interno e ao ar livre com mercadorias de marca e um drive-in com 14 telas de cinemas e o Festival Flea Market, um mercado coberto com mais de 500 lojas vendendo jóias, roupas, sapatos e qualquer outra coisa que você possa imaginar.

Aumentando o Estilo Visite o Galleria Mall, um ambiente sofisticado para suas compras, onde você encontrará varejistas mundialmente famosos como Macy’s, Neiman Marcus e Dillard’s, juntamente com restaurantes de luxo e o Red Door Spa de Elizabeth Arden. Las Olas Boulevard é conhecido como “Mile

Style” de Greater Fort Lauderdale, repleto de butiques, restaurantes com lounges animadas e cafés com mesas na calçada. Las Olas é também uma importante parada ao longo do sistema de Water Taxi de Greater Fort Lauderdale. The Village no Gulfstream Park, em Hallandale Beach e The Promenade em Coconut Creek são alguns dos mais recentes shopping ao ar livre e de entretenimentos com grandes varejistas, complementados por lojas de acessórios, restaurantes, cafés e bares.

Descontos de Verão O verão é a época perfeita para visitar Greater Fort Lauderdale. Quando você quiser fazer uma pausa para as compras, você pode desfrutar de infinitas maneiras para economizar com 2-por-1 nas atividades mais quentes da área. Mergulhe e snorkel, veleje em uma aventura de barco nos 480 quilômetros de canais navegáveis, descubra o seu lado selvagem em um passeio de barco nos Everglades, ou chegue de barco ou paddleboard para uma experiência descontraída em um dos vários restaurantes à beira dos canais. Visite sunny.org/ summer para saber mais.


Março de 2014 - 1ª quinzena

15


VISITFLORIDA.com/portugues

16

DESCUBRA PALM BEACH

Março de 2014 - 1ª quinzena

Publieditorial

A melhor maneira de vivenciar a Flórida

Palm Beach foi o primeiro destino de Resort dos Estados Unidos, originado em 1800. Hoje, esse paraíso da Flórida ainda oferece tudo o que os turistas precisam para o escape perfeito. Com areia fofa, água morna, vida noturna excitante e shoppings a nível mundial. Seja uma aventura com sua família ou uma viagem romântica, Palm Beach oferece inúmeras opções para todos os gostos e bolsos.

Praias No total, 47 quilômetros de areias finas e macias separam as cidades de Boca Raton a Júpiter. Estas praias desertas são locais lendas da Flórida que permanecem intactas até hoje. Perfeitas para aproveitar o sol.

Compras Eles não se referem ao “Worth Avenue de West Palm Beach” como o “Rodeo Drive da Costa Leste” por acaso. Esta rua histórica e encantadora é um verdadeiro centro de moda, fazendo inveja a qualquer rua de Nova York, Milão ou Paris. Recentemente uma reforma de 10 milhões de dólares tornou a paisagem do local ainda mais charmosa. Você também vai encontrar shoppings e passeios incríveis ao ar livre em Palm Beach, incluindo o Town Center de Boca Raton e o City Place em West Palm Beach.

O Maior Shopping de Outlets da Flórida! Não há nada mais emocionante do que quando a alta moda se torna totalmente acessível! Inaugurado recentemente, o Palm Beach Outlets é o maior shopping center do estado. Com 84 hectares, o local conta com seus outlets favoritos. Lojas de departamentos, sapatos, artigos de decoração e

mobília, principais designers e muito mais. Se seus planos de férias incluem compras, certamente vale a pena explorar Palm Beach.

Golfe & Spa - Premier Experiência Palm Beach conta com mais de 200 hotéis e resorts. Muitos deles estão entre os destinos premier de golfe e Spa do mundo. Do lendário Breakers Resort, PGA National ao Boca Raton Resort & Club, você vai encontrar lugares incríveis para jogar e relaxar na Capital do Golf e Spa da Flórida.

Restaurantes Com um extenso menu, Palm Beach oferece uma mistura eclética de opções de restaurantes interessantes. Uma noite, você está sentado em um restaurante de um fabuloso resort. Na próxima, você está saboreando o prato mais recente de um dos cozinheiros mais famosos dos Estados Unidos. Do Gourmet à comida para levar para casa, passando pelo cinco estrelas aos chinelos de dedo, os restaurantes de Palm Beach é uma experiência deliciosa.

Atrações O estilo de vida de Palm Beach é uma incrível mistura de atividades ao ar livre, opções culturais, atrações infantis divertidas e uma série de espaços musicais e artísticas. Desfrute da pesca e do mergulho em águas tranquilas do Oceano Atlântico. Assista a um show em um dos mais de 200 teatros e palcos. Voe sobre dos Everglades em um aerobarco. Passeie pelos jardins botânicos e museus de arte de tirar o fôlego. Leve as crianças para descobrir uma verdadeira área de preservação de tartarugas marinhas. A lista é interminável e, com tantas opções, planejar as férias em torno de suas preferências pessoais não poderia ser mais fácil.

Para explorar pacotes especiais de hotéis e resorts na área, visite PalmBeachFL.com/Portuguese


Março de 2014 - 1ª quinzena

17


VISITFLORIDA.com/portugues

Março de 2014 - 1ª quinzena

Publieditorial

18

KISSIMMEE: O Caminho para a Diversão

Tudo tem um começo Em 1881, um jovem empresário chamado Hamilton Disston salvou a Flórida da falência quando foi contratado pelo Estado para comprar e drenar quatro milhões de hectares de pântanos inúteis. Disston criou a sede no centro de Kissimmee e começou a dragagem de um rio/estrada desde Orlando até Okeechobee, abrindo o vasto interior da Flórida para desenvolvimento. Logo depois, as margens do Lago Tohopekaliga foram transformados em um grande porto de embarque. Kissimmee entrou na indústria de construção naval, e os fazendeiros vieram de todo o estado para transportar o gado para Cuba e outros lugares. O desenvolvimento permitiu que o empresário Walter Elias Disney fixasse os olhos na terra que eventualmente iria se tornar em um lugar

Passeios de balão, vida noturna agitada, belíssimo pôr do sol no lago e imponente prédio do tribunal fazem parte das atrações de Kissimmee

Fotos: Divulgação Experience Kissimmee

A

o longo da comunidade turística, Kissimmee é conhecida por suas acomodações e atrações que complementam o Walt Disney World Resort e outros parques temáticos nas proximidades da Flórida Central. Localizado 20 minutos do centro de Orlando, Kissimmee é a maior cidade e sede do governo do Condado de Osceola. Moradores e visitantes, podem descobrir uma população multicultural e bilingue que estabelece Kissimmee como uma metrópole em expansão com todas as comodidades de qualquer destino de cidade grande, mas mantendo o charme de suas pequenas raízes sul da cidade.

onde as familias pudessem brincar juntas, onde os sonhos iam se tornar realidade. A primeira entrada para o Walt Disney World Resort, ainda transportando os visitantes a um mundo de fantasía, foi feita em Kissimmee. Não é à toa que Kissimmee é hoje, e sempre será, a porta para a diversão.

Muito mais do que Parques Temáticos Em Kissimmee tem de tudo! Centros comerciais trazem as mais famosas marcas a preços super acessíveis, atrações para entreter à familia toda, uma grande variedade de restaurantes com diversos tipos de culinária, atividades ao ar livre, entre outras. A cidade oferece inúmeras opções de compras, pois está localizada próxima ao Paraíso das Compras na Flórida e aos mais importantes outlets e shoppings: The Loop, o principal centro de compras e entretenimento de Kissimmee, o complexo anexo The Loop West, Orlando Premium Outlets, o luxuoso The Mall at Milllenia e The Florida Mall, o maior centro comercial da Florida Central.

Sinta-se em casa Os mais de 46,000 quartos disponíveis na área de Kissimmee oferecem variedade de opções de acomodação para os viajantes, desde resorts de luxo a hotéis econômicos variando de acordo com o tamanho do grupo

e orçamento e o maior estoque de casas de férias para alugar disponíveis na Flórida Central. O Gaylord Palms Resort tem mais de quatro hectares de experiências temáticas sob a cúpula de vidro do resort, onde os hóspedes podem experimentar alguns dos locais mais visitados da Flórida, como Saint Augustine, Key West e os Everglades. O maravilhoso Reunion Resort de 2.300 hectares oferece acomodações de um, dois, e de três quartos e casas, A grande maioria com vistas espectaculares do campo de golfe do resort. O Omni Resort at ChampionsGate, além de 730 apartamentos, possui seis restaurantes, onde os hóspedes podem desfrutar de uma ampla variedade de experiências gastronômicas que extendem-se de asiático a cozinha mediterrânica e norte-americana.

Outras propriedades que oferecem um excelente serviço aos visitantes e clientes da América Latina e Brasil incluem Celebration Suites at Old Town, Seralago Hotel, Holiday Inn Maingate East, Clarion Suites, Worldgate Resort, Oak Plantation e Star Island Resort. A área de Kissimmee também tem um grande estoque de casas de férias para alugar ideal para famílias, grupos grandes e viajantes interessados em uma experiência home-away-from-home com todas as comodidades e conforto de uma casa, como quartos, cozinha e piscinas privadas e muito mais.

O Meliá Orlando Suite Hotel é um elegante resort com suites de um e dois quartos na pitoresca área de Celebration. Sua rica arquitetura neoclássica acrescenta a experiência de luxo e sofisticação. Este resort, que é a segunda propriedade do Meliá nos Estados Unidos e o único hotel Meliá na Flórida, oferece serviços VIP, tais como serviços de portaria, entrega de produtos de supermercado na suíte e transporte direto para os parques temáticos e pontos turísticos na área de Celebration. O Celebration Hotel é um hotel tipo boutique que dispõe de 115 quartos e suites no centro da elegante comunidade de Celebration. Com vista para um lago de águas cristalinas, o hotel fica perto de tudo: lojas, restaurantes, entretenimento na área e muito mais.

ViveKissimmee.com/Brasil


Março de 2014 - 1ª quinzena

19


VISITFLORIDA.com/portugues

Publieditorial

Março de 2014 - 1ª quinzena

Com inauguração da nova atração, Busch Gardens Tampa ganha área temática

20

Nomeada como Pantopia, a área está sendo totalmente reformulada e será o local onde estará a nova atração Falcon´s Fury

O

Busch Gardens Tampa, na Flórida, acaba de anunciar que o local que rodeia a Falcon’s Fury - a nova atração do parque que será inaugurada no segundo trimestre de 2014 - também passará por uma reforma completa e irá se transformar em um nova área do parque, a Pantopia. Atualmente conhecida como Timbuktu, a área remodelada contará com elementos inspirados no mundo das joias elaboradas e contará com atrações radicais, novas opções de alimentação, compras e muito mais. O teatro Timbuktu também será totalmente reformado. Esse novo paraíso criativo terá, ainda, influências trazidas por viajantes-exploradores do mundo e oferecerá entretenimento para todos os membros da família. “Além do poder e emoção da Falcon’s Fury, a área Pantopia irá celebrar o espírito animal e dará as boas-vindas aos aventureiros de todas as partes do mundo. Lá eles poderão explorar sabedorias antigas e uma arquitetura incrível”, explica Jim Dean, presidente do Busch Gardens. “Os

visitantes encontrarão vários portais e irão aprender sobre as lendas que guiaram os desbravadores de todo o mundo em busca da Pantopia. Além disso, as atrações preferidas das famílias, como a Scorpion, Phoenix, Bush Flyers, Desert Runners e o Kiddie Train, estarão de volta”, acrescenta. Localizada no coração do Busch Gardens, a atração central da Pantopia será a Falcon’s Fury. Essa torre de queda única terá 102 metros de altura e levará os visitantes a um mergulho vertical emocionante. No ponto mais alto da torre os aventureiros serão surpreendidos: assim como o pássaro que dá nome a essa experiência, todos irão girar 90 graus e ficar de cara para baixo em uma posição de mergulho. Instantes depois, irão despencar a 96 km/h sentindo a força de 3,5 Gs em uma velocidade e potência nunca vivenciada anteriormente.

Mais Novidades por aí No próximo verão no hemisfério norte, os visitantes irão enfrentar uma queda livre bem molhada na novíssima atração radical do Aquatica Orlando, na Flórida, parque da família SeaWorld Parks & Entertainment. Prevista o segundo trimestre deste ano, o parque já anunciou o nome dessa aventura: Ihu´s Breakaway Falls. Esse escorregador de queda será o mais alto, o mais íngreme e o único multi-escorregador nesse estilo de Orlando. O nome da atração foi inspirado na Ihu, a lagartixa colorida que faz parte do grupo de personagens do Aquatica Orlando. A Ihu está sempre em busca das aventuras mais altas, das escaladas mais íngremes e dos mergulhos mais refrescantes.

Recentemente, o Busch Gardens Tampa divulgou novas imagens da construção da Falcon’s Fury. O processo de colocação das centenas de blocos que vão fazer o contrapeso já começou. Cada bloco pesa cerca 68 quilos e no total serão 68 toneladas que farão o contrapeso dos carrinhos, similar ao funcionamento de um elevador. Depois que todos os blocos estiverem instalados, será iniciado o processo de colocação da última parte que forma

a torre vertical, a 102 metros de altura. Os fans do parque estão tendo a oportunidade de acompanhar todos os passos dessa construção e as curiosidades. Como é o caso da quantidade e peso de peças que formam a torre. No final do ano passado, após uma longa viagem, chegaram ao Busch Gardens as peças menores que compõem a torre. Essas peças menores vieram de diversos países da Europa, como Eslováquia, Suíça e Alemanha. Cada um dos nove cilindros que formam a torre vertical tem 6 metros de diâmetro e pesa mais 95 toneladas. Muitas dessas peças viajaram durante um mês de navio por mais 7 mil quilômetros desde o Porto de Tarragona, na Espanha, até o Porto de Tampa, na Flórida. Depois de cruzar o Oceano Atlântico, as peças seguiram de caminhão por mais dois dias até chegar ao parque.


Março de 2014 - 1ª quinzena

21


VISITFLORIDA.com/portugues

Publieditorial

‘Disney Festival Parade Fantasia’ promete encantar visitantes

Março de 2014 - 1ª quinzena

E

22

m março deste ano, os hóspedes do Walt Disney World Resort irão se deslumbrar com os figurinos mais elaborados e exuberantes da história dos Parques Disney, quando o elenco do novo desfile ‘Disney Festival Parade Fantasia’ dançar pelas ruas do Magic Kingdom. O novo desfile, realizado durante o dia, é uma celebração da New Fantasyland no Magic Kingdom. A parada trará personagens queridos encontrados na terra encantada com inovadores carros alegóricos, uma nova trilha sonora com clássicos favoritos dos filmes da Disney e uma música tema original, além de uma impressionante variedade de trajes deslumbrantes.

Desde o primeiro esboço até o ponto final, o processo de produção levou quase um ano para ser finalizado. Os designers das fantasias foram criados pela figurinista Mirena Rada, que já desenhou diversos projetos para os parques Disney. Seu currículo inclui o Disneyland Resort, Tokyo Disney Resort e Hong Kong Disneyland Resort. Mas essa foi a primeira vez que Rada realizou um projeto para o parque temático Walt Disney World Resort. “Este foi o meu primeiro projeto pessoal, e acabou por ser uma experiência muito diferente dos outros”, afirmou Rada. “Tudo no Magic Kingdom é feito em uma escala consideravelmente maior e os recursos são em grande quantidade”. Dos bandidos de “Enrolados” se balançando como pêndulos, até a trupe de dançarinos escoceses anunciando a chegada de Mérida, de “Valente”, Rada cuidadosamente planejou e executou os detalhes de cada peça. Decisões visuais, como cores e texturas, foram decididas a partir de cada carro alegórico e incorporadas nos figurinos. Rada ainda estudou cuidadosamente o estilo de cada filme, desde detalhes caprichosos a padrões de tecidos para capturar a essência individual das histórias. Um leve toque moderno aos elementos clássicos é a assinatura dos designs de Rada. O processo de produção reflete as tendências da moda atual, utilizando uma nova tecnologia para projetar e imprimir

tecidos personalizados. Rada, em parceria com os clientes da Walt Disney World Resort selecionou tecidos para suportar o clima da região central da Flórida e ao mesmo tempo acomodar as necessidades de cada artista. Depois de reunir o material, a figurinista e um artista gráfico trabalharam juntos para criarem cerca de 40 estampas personalizadas. Incluindo caras barbatanas para o carro da “A Pequena Sereia”. A inovação da impressora 3D trouxe à vida até mesmo os conceitos mais complicados de Rada, com os bicos assombrosamente elegantes dos corvos em “A Bela Adormecida” sendo um excelente exemplo. Usando um programa de origami 3D, um bico de papel foi criado e colocado na cabeça dos artistas para obter a escala

e forma inicial. Em seguida um escultor digital trabalhou no projeto, que foi equipado e refinado até sua forma final. Cada bico foi revestido de bronze e pedras preciosas Swarovski em tom de fogo.


VISITFLORIDA.com/portugues

Publieditorial

PACOTE

Sobre o

TRUE

Morgans Hotel Group

ROMANCE

O

amor está no ar! Desfrute de uma escapadela romântica em South Beach e se apaixone de novo em propriedades do Morgans Hotel Group! É hora de comemorar a sua ligação especial com o pacote TRUE ROMANCE ; compartilhe uma noite inesquecível com o seu amor em um dos nossos hotéis. O pacote inclui:  Acomodações durante a noite  Champagne e trufas de chocolate na chegada  Café da manhã continental para duas pessoas por dia  02:00 pm late check-out  Presente especial de Agent Provocateur contendo um saco de lingerie, um chaveiro coração de ouro e um convite para a sua boutique

Válido 1 fevereiro - 31 março, 2014 - A partir de $ 349 dólares no Shore Club, $ 569 dólares no Delano, e 419 dólares no Mondrian. * Com base na disponibilidade. “Quem não ama uma boa história de amor? Queremos garantir que nossos clientes compartilhem uma noite inesquecível com o seu Amor em um dos nossos hotéis de South Beach “, disse JP Oliver, Gerente Geral do Delano. “É por isso que uma parceria, até o final de março, com a Agent Provocateur, que acredita que a paixão e intimidade devem ser toleradas e que explora seus desejos profundamente enriquece a sua vida. Nós acreditamos em romance, e Miami é o destino perfeito para entrar no clima! “

www.morganshotelgroup.com

Março de 2014 - 1ª quinzena

O AMOR ESTÁ NO AR!

O Morgans Hotel Group Co. (NASDAQ: MHGC) é amplamente reconhecido como o criador do primeiro hotel “boutique” e um líder contínuo do setor boutique da indústria hoteleira. O Morgans Hotel Group opera o Delano em South Beach, o Mondrian, em Los Angeles, Nova York e South Beach, Hudson em Nova York, Morgans e Royalton em Nova York, Clift em San Francisco,Shore Club em South Beach, e o Sanderson e St Martins Lane em Londres. Morgans Hotel Group tem participações ou é proprietários de vários destes hotéis. O Morgans Hotel Group tem outras transações imobiliárias em vários estágios de desenvolvimento, incluindo cinco hotéis em construção, como as propriedades Delano em Las Vegas, Nevada e Moscou, Russia; e propriedades Mondrian em Baha Mar em Nassau, Bahamas, Londres na Inglaterra, e Doha no Catar. O Morgans Hotel Group também possui uma participação majoritária de 90% no The Light Group, uma empresa líder de alimentação e bebidas. Para mais informações, visite:

23


AGÊNCIAS E OPERADORAS

Viagens corporativas tiveram impacto de 69,4 bi na economia em 2013

Março de 2014 - 1ª quinzena

Anderson Masetto

24

As viagens corporativas seguem com um forte crescimento no Brasil. Os Indicadores Econômicos das Viagens Corporativas (IEVC) apontam um incremento de 13,83% em 2013 em relação ao ano anterior nas receitas do setor, que alcançaram R$ 32,31 bilhões. O impacto total na economia foi de R$ 69,54 bilhões. O IEVC é feito anualmente pelo Senac, com o apoio da Alagev, Abracorp e Fohb. Para este ano, a previsão é de um avanço menor, na casa dos 12%. De acordo com a presidente da Alagev, a percepção do setor é de que não será um ano fácil para as viagens corporativas, embora os números de eventos e incentivos não devem sofrer um grande impacto. “Fizemos um levantamento com as empresas e o resultado foi que 68% adotará medidas restritivas nas viagens para o

Hildemar Brasil, do Senac, Edmar Bull, da Abracorp, Viviânne Martins, da Alagev, e Daniel Guijarro, do Fohb

período da Copa do Mundo”, revelou. Por outro lado, o presidente da Abracorp, Edmar Bull, ressaltou que as agências estão atuando em nichos antes não explorados para aumentar, ou mesmo manter, o faturamento neste período. “Estamos tendo muitas solicitações para receptivo e contratação de outros serviços”, disse. “Por isso, acredito que o setor terá um crescimento de dois dígitos”, complementou.

Dos R$ 32,31 bilhões que o setor gerou de receitas, a maior parte vem do setor aéreo, com 46,75%, seguido da hospedagem com 34,36%, locação de veículos (6,09%), alimentação (5,24%), agenciamento (5,24%) e tecnologia (2,57%). O número de empregos diretos gerados foi de 332,987, um crescimento de 5,42%. Levando em conta os empregos indiretos, foram 744.192 no total.

Abav Nacional e Aviesp assinam termo de cooperação Luciano Palumbo A Abav Nacional e a Aviesp firmaram um termo de cooperação que torna a Aviesp associada congênere da Abav Nacional e possibilita uma série de atividades correlacionadas entre as duas entidades. O termo – assinado pelos presidentes das duas entidades – Antonio Azevedo, da Abav Nacional e Marcelo Matera, da Aviesp, garante que, a partir de agora, as duas entidades promoverão em conjunto programas, cursos e palestras, além de uma participação efetiva no agrupamento de caravanas na participação dos eventos como Aviestur – que acontece nos dias 16 e 17 de maio, em Holambra (SP) – e da Expo Internacional de Turismo de 24 a 28 de setembro, em São Paulo. “Hoje – depois de três anos – celebramos a união de duas entidades do setor envolvendo ideais e ações para juntas incrementar o desenvolvimento do setor”, disse Azevedo. “Essa aproximação nos fortalece para defender os interesses dos agentes de viagens em todo o país”, emendou Matera.

Antonio Azevedo, da Abav, e Marcelo Matera, da Aviesp

Política – O trabalho em conjunto em defesa do fortalecimento da cadeia produtiva do turismo foi um dos pontos destacados por Azevedo, que afirmou ampliar o apoio, considerações técnicas e jurídicas sobre temas como a regulamentação da profissão. “Teremos também uma participação política no que tange a regulamentação da profissão que já está na pauta de votação do Congresso Nacional”, disse Azevedo. Feiras – Segundo Matera, a

Tam Viagens amplia seu portfólio para o Caribe

Antonio Marco de Freitas e Elizangela Peres, da Tam, com Monika Balzani e Fabbri, da Tam Viagens

Lisia Minelli A Tam Viagens aumentou seu portfólio de produtos para o Caribe. Segundo Luiz Fabbri, de Produtos, a operadora já trabalhava com o Caribe, mas de forma a atender a demanda solicitada. Agora o objetivo é ofertar produtos já formatados. De acordo com ele, a oportunidade surgiu após a fusão da Tam com a Lan – que oferece frequências para destinos como Aruba, Cancun e Punta Cana. Para divulgar a novidade, a Tam Viagens promoveu uma capacitação para cerca de 50 agentes de viagens. Os novos produtos serão anunciados

oficialmente em março de 2014. Além dos pacotes, a operadora está com novos contratos firmados diretamente com fornecedores locais nesses destinos. São bloqueios em hotéis e parcerias com receptivos. Entre as parcerias estão: Hard Rock Hotéis, Palace Resorts, Riu Hotéis, Sando Hotéis, Rede Meliá, Divi Resorts, entre muitos outros. Além da Latam, que disponibiliza voos do Brasil com conexão em Miami e Cidade do México pela Tam, e via Bogotá e Lima com a Lan. A companhia chilena oferece voos diários para Punta Cana e Lima e dois voos semanais para Cancun.

Aviestur – que este ano terá os seminários realizados nos mesmo dias da Feira, já tem 90% dos espaços comercializados. Já Azevedo, ressaltou que as reservas para a Abav 2014, chegam a 60%. Participaram da assinatura Constantino Karacostas, da Abav-SP, Edmar Bull, da Abracorpo, Leonel Rossi, Ana Carolina, Salvador Saladino e Marcelo Marcos, da Abav-Nacional, Fernando Santos, Sebastião Martins e Daniel Biancarelli, da Aviesp.

Portfolio comemora cinco anos e anuncia lançamentos e campanha A operadora Portfolio Travel Solutions comemorou com um cocktail, num restaurante no Leblon, o 5º aniversário da empresa, com a presença de cerca de 50 agentes de viagens. Na ocasião, foi anunciada a representação do eco-resort na ilha The Branco, na Polinésia Francesa, empreendimento que pertenceu ao ator Marlon Brando. Segundo a diretora, Diana Prudencio, da Portfolio, a operadora será a primeira a comercializar o produto no Brasil com tarifas exclusivas, válidas entre julho e setembro. Para a temporada deste ano, a empresa também apresentou os cruzeiros na costa da Croácia, os Cruceros Austrális na Patagônia Chilena, e a linha de produtos ‘Caribe Chic’. Todos roteiros e produtos apresentados, estão disponíveis no site da empresa www.portfoliotravel.com. br. A empresa também destacou a Campanha de Incentivo - Mundo PortFolio Travel 2014, direcionada às agências de viagens que cumprirem metas de vendas.


EVENTOS

Mundo Agaxtur: parceiros anunciam novidades Lisia Minelli

Windsor terá mais três hotéis até 2015

Marcos Bezerra e Leandro Carvalho

Pedro Menezes O Windsor Barra realizou a 4ª edição de sua feijoada pré-carnavalesca, reunindo cerca de 900 convidados, no último dia 15 de fevereiro. Em meio a folia, a unidade localizada na Barra da Tijuca-RJ recebeu o novo gerente de Marketing da Rede Windsor, Leandro Carvalho, anunciado no começo de dezembro, que comentou sobre os novos desafios que terá pela frente. “Entro para um cargo de muitos desafios e planos estratégicos. O principal objetivo, sempre, é auxiliar na expansão da rede. Eu fico no Windsor Atlântica, em Copacabana, mas minha atenção especial será a Barra da Tijuca. Até 2015, abriremos mais três hotéis no bairro: o Windsor Oceânico (4 estrelas), o Windsor Marapendi (5 estrelas) e o Windsor Tower, ao lado do Windsor Barra, que terá um centro de convenções para 14 mil pessoas. Ao todo, cerca de 1000 quartos serão incluídos na rede do Rio de Janeiro até o fim do ano que vem”, destacou o gerente de Marketing. Marcos Bezerra, gerente geral do Windsor Barra, falou sobre o começo de ano para a unidade, “Este ano começou relativamente bom. Tivemos 70% de ocupação durante o mês de janeiro e esperamos manter essa média em fevereiro. Nossa estratégia se seguirá até a Copa, onde prezaremos pela tranquilidade e segurança, principalmente durante os jogos”.

Tradicional corte da fita durante o 6º Mundo Agaxtur

Turismo do México, em 2013 os brasileiros conseguiram alcançar a quinta posição no ranking de maiores emissores para o destino. Foram 267 mil visitantes. “Os brasileiros ocupam hoje o lugar que era da Argentina, que caiu para sétima posição, atrás da Colômbia”, disse. Com isso, Diana reafirma os investimentos em promoção no país.

Pernambuco – Durante sua palestra no workshop, Maria Cláudia de Paula, gestora de Marketing Nacional da Empetur, destacou a inauguração do paço do Frevo em Recife. E ainda a inauguração do novo museu Cais do Sertão, no porto de Recife, que terá em sua estreia a exposição de Humberto Freire.

Março de 2014 - 1ª quinzena

A sexta edição do Workshop Mundo Agaxtur, que teve como tema “Atendimento: o futuro do agente de viagens”, reuniu cerca de 2 mil agentes e mais de 200 expositores - em sua maioria internacional (80%). Com uma área 60% maior que a edição anterior, o workshop apresentou novidades como o Lounge de Luxo e o Lounge de Esportes – dois segmentos que ganharam investimentos neste ano, além das Ilha de Caras e da Sustentabilidade. Na ocasião, Aldo Leone, presidente da operadora, lançou um livro em comemoração aos 60 anos da Agaxtur; e ao final do evento um carro UP 0km foi sorteado para um agente de viagem. Veja as novidades dos parceiros no evento: Clube Brasil Itália – Com o objetivo de vender todas as 20 regiões da Itália, cinco operadoras se uniram para criar um pool de vendas. São elas: Agaxtur, Flot, New Age, Soft Travel, Monark e ainda a companhia aérea Alitalia. Entre as regiões que estão sendo trabalhadas pelo pool está a Ilha Romana, Umbria, Veneto e Toscana. Segundo Salvatore Costanzo, da Enit, apesar de muitos brasileiros irem para o destino poucos conhecem de verdade a Itália. Em 2012, a Itália recebeu de 1 milhão de turistas brasileiros. Em 2013, as operadoras brasileiras incrementaram em 20% suas vendas para o destino. A previsão é que em 2014 com o Clube Brasil Itália esse volume de turistas aumente 10% e em 2015, 25%. Aruba – O destino Aruba registrou recorde de brasileiros em janeiro de 2014. No total foram 3,1 mil, um crescimento de 37% em relação ao mesmo período do ano anterior. Melhor marca já registrada desde 2008. Para este ano, a estimativa é receber 25 mil brasileiros em 2014, contra os 23,8 recebidos em 2013. México – Segundo Diana Pomar, do

SPTuris – De acordo com Luciana Canto, coordenadora da SPTuris, a entidade quer se aproximar mais do trade. A intenção é promover mais São Paulo para os agentes e operadores da capital e interior. Uma das ações já acontece é o projeto Porta a Porta, que roda as agências do interior de São Paulo com informações sobre o destino. Além disso, a SPTuris tem uma agenda de capacitações com o trade programada para o ano e a participação de feiras. Jatiúca – O complexo Jatiúca Hotéis & Resorts está com um plano de investimentos de R$ 20 milhões. Segundo Alexandre Cequetin, executivo da empresa, até o momento o resort já inaugurou um centro de convenções e terminou os obras do complexo aquático e dos restaurantes. Agora, o próximo passo é fechar parcialmente o hotel Jatiúca para uma reforma geral. O complexo ainda construirá um novo hotel de categoria luxo com 47 apartamentos, com obras que iniciam ainda em 2014.

25


EVENTOS ESFE

9ª edição do ESFE tem foco na qualidade dos eventos Lisia Minelli e Luciano Palumbo

Março de 2014 - 1ª quinzena

Consolidado como o principal evento do setor de Turismo, Feiras de Negócios e Eventos do Brasil, aconteceu no último dia 18 a 9ª edição do Encontro do Setor de Feiras

Octavio Neto, CEO do Grupo Radar

e Eventos (ESFE). Com o tema “Crescimento Econômico Sustentável”, o evento evidenciou a qualidade do segmento MICE no Brasil. O ESFE teve a participação de 70 expositores e um público estimado de 800 pessoas, que assistiram a diversos painéis e debates

Marisa Marrocos, Elisabete Sorrentino e Juliana Pestana, da SPTuris, com Gilmara Machado, do SPCVB

referentes ao tema; e ainda o M&E como media partner. “O objetivo é promover ideias criativas, reunir líderes e abordar o crescimento do setor de Turismo de Negócios”, disse o CEO do Grupo Radar de Comunicação e idealizador do evento, Octavio Neto.

Segundo pesquisa feita pela Ubrafe, este setor movimenta cerca de R$ 16,2 bilhões somente no Estado de São Paulo, além de agregar o desenvolvimento econômico e industrial. “O desafio do Brasil é voltar a crescer, mas desta vez, car-

regando um real desenvolvimento, melhorando sua infraestrutura, gerando empregos, qualificando a mão de obra, reorganizando sua estrutura econômica e tributária para obter o crescimento econômico sustentável”, afirmou Octavio Neto.

Orlando Souza, da Tur.SP, Toni Sando, do SPCVB, e Agostinho Turbian, da GCSM

26

Abertura oficial do ESFE

Saiba como foram os debates promovidos no ESFE Respício Espírito Santo, Liliane Fernandes e Hugo Lamberg, do Grupo Águia

José Efromovich, da Avianca, entre Rosa Masgrau e Roy Taylor, do M&E

Caio Luiz de Carvalho, da Rede Bandeirantes

Tarcício Gargioni, da Avianca, Valdir Walendowisky, da Setur-SC e Roy Taylor, do M&E

Paulo Menezes, Maitê Uhlmann e Bruno Herbert Lima, do Recife CVB

Paulo Castelo Branco, do Grupo Águia

Painel 1: Infraestrutura – “Desatando o nó” – Iniciando os trabalhos no ESFE, o presidente do Grupo Águia, Paulo Castelo Branco, declarou: “A Copa em 12 cidades é quase que uma insanidade.” Para ele, faltou investimento do governo em readequação de malhas aéreas, rodoviárias, ferroviárias e portuário no país – que não acompanhou o crescimento do país nos últimos dez anos. “Enquanto países como China e Vietnã investem mais de 11% de seu PIB, o Brasil investiu só 2,1%”, anunciou. “Perdemos o tempo de investir em infraestrutura e ampliar o legado que a Copa deixaria no Brasil. Não há nenhum aeroporto 50% pronto para a realização do evento. A Copa em 12 cidades é quase que uma insanidade”, afirmou. O presidente da Abear, Eduardo Sanovicz, acrescentou que este problema não compete às companhias aéreas. “Estamos no final da cadeia e 99% dos usuários aprovam o serviço prestado dentro das aeronaves. O problema está do lado de fora. Na política, nos tributos, com o QAV que corresponde a 40% dos custos de uma companhia”, comentou. Para Guilherme Paulus, presidente do conselho da CVC, o problema do país é político. “O Brasil não tem comando. Não há continuidade de governo. Precisamos renovar o quadro político no país”, afirmou. Painel 2: Feiras – “Reengenharia de mercado” – O palestrante Juan Pablo de Vera, presidente da Reed Alcântara Machado, falou da importância em se reinventar para acompanhar as mudanças do setor de feiras e eventos – que em 2013 movimentou mais de R$ 16,3 bilhões na economia de São Paulo, de acordo com pesquisa da Ubrafe e SindEventos. Como exemplo ele citou a própria Reed, que ao longo dos anos se reinventou e hoje já possui 5% do mercado mundial de feiras, com mais de 500 realizações por ano. “E ainda temos espaço para crescer. Nos associando a parceiros certos e tendo uma plataforma eficiente para oferecer os melhores serviços”, disse.Segundo ele, o mercado hoje é mais complexo e exige superação de desafios. “O Brasil parece não enxergar esse potencial. O contexto das oportunidades é enorme no país. Como São Paulo, que possui um mercado consistente e forte, com o cenário propício para se promover como destino de eventos”, comentou. Para Juan De Vera, o Brasil possui

uma diversidade muito grande de produtos e serviços de qualidade, além de uma economia ávida por novidades. “O grande desafio é entender o cliente e saber trabalhar o relacionamento com eles. Além de trabalhar junto com os governos e investidores privados para melhorar a infra”, finalizou. Painel 3: “Destinos que fazem a diferença” – Destacando a vocação da cidade de São Paulo como polo de turismo de negócios, eventos e congressos, o presidente executivo do São Paulo ConventionandVisitors Bureau, Toni Sando, abriu o terceiro painel do evento. “O destino hospitaleiro é dinâmico. A eficiência do destino está ligada à organização em receber o visitante”, disse. Segundo Toni, o marketing do destino é o desenvolvimento econômico produzido por ele, com envolvimento, estrutura e organização. “Isso resulta em ações inteligentes de hospitalidade”, afirmou.O presidente da SPTuris, Wilson Poit, reforçou o potencial da cidade e ressaltou a parceria publico privada para ampliar o bem estar na cidade de São Paulo, oferecendo ao morador e turista maior qualidade. Outro ponto destacado por Poit foi a reforma do Anhembi com ampliação dos pavilhões e melhorias no setor de eventos na cidade. Além de São Paulo, outros cases de sucesso na captação de eventos e turistas de lazer foram apresentados, como o turismo na Turquia e pela Companhia Promoção de Turismo do México. Painel 4: “Agenda positiva da Copa e benefícios” - O CEO do núcleo de Copa do Mundo do Grupo Ágia, Gilmar Caldeira, encerrou a 9ª edição do ESFE com um painel que bordou os desafios e benefícios da Copa no Brasil. Entre os temas abordados pelo executivo, a questão dos tickets corporativos, conhecidos como hospitality e as etapas da aquisição e desenvolvimento do segmento corporativo dentro de um evento mundial.Caldeira apresentou os passos dos executivos que virão ao país para acompanhar os jogos da Copa e ainda a cadeia produtiva envolvida no desenvolvimento logístico para cada jogo que inclui “todo processo de elaboração parte da compra do ticket, acomodações, compra do aéreo, eventos e meeting point, reservas em restaurantes e ainda tours pelas cidades-sede e arredores”, disse.


EVENTOS ESFE

ESFE homenageia lideranças Luciane Leite e Wilson Poit, da SPTuris

Diana Pomar, da CPTM, e Mari Masgrau, do M&E

Guilherme Paulus, da CVC e Rosa Masgrau, do M&E

Pedro Luiz Sorrentino e Rodrigo Napoli, da Avianca

Marco Lomanto, da Embratur, e Eduardo Sanovicz, da Abear

Octavio Neto, do Grupo Radar e Roberto Silva, da Sanchat

Ralf Aasmann com Mari Masgrau

tônio Roberto Cortes, da Man Latin America. Núcleo Saúde: Maurício Hirata, da Clínica Bio Hirata; David Uip, da Secretaria de Saúde do

Estado de São Paulo; Roberto KasuoMiyake, da Clínica Miyake; Alexandre Senra, da Clínica Alexandre Senra.

Grupo de homenageados com Octavio Neto e Rogério Haman

Março de 2014 - 1ª quinzena

Amauri Morais, da CVC, e Eden Alvarenga, do Sheraton

Durante a ESFE 2014, o Grupo Radar de Comunicação homenageou os executivos que se destacaram em liderança e colaboração para o desenvolvimento do Brasil no ano de 2013. Os homenageados do evento foram: Abdala Jamil Abdala, da Francal Feiras; Afonso Mamede, da Sobratema; AngeloDerenze, da Casa Cor; Antonio do Vale, da Henkel; Arthur Repsold, da GL Events Brasil; Carlos Clur, do Grupo Eletrolar; Carlos Corrêa, da APAS; José Efromovich, da Avianca Brasil; Giovanni Marins Cardoso, da Mondial; Guilherme Paulus, da CVC; Heber Garrido, do TransaméricaHospitalityGroup; João Doria Jr., do Grupo Doria; Juan Pablo de Vera, da Reed Exhibitions; Mauro Jordão, da Laço; Osmar Gonçalves, da Rede CNT; Oswaldo Melantonio, da Edenred; Ricardo Aronovich, da Flex Editora; Rodrigo Rumi, da Reed Exhibitions; Sergio M. Pasqualin, do Expo Center Norte; Tarso Jordão, da Grafite Feiras; Toni Sando, do SPC&VB; Roberto Baumgart, do Center Norte; Valdir Walendowsky, da Santur; LuisCalainho, da Aventura Entretenimento; Douglas Costa, do Grupo Petrópolis; AtagunKutluyuksel, da Turkish Airlines; Carlos Eduardo Jung, do Grupo Diretriz; Luiza Helena Trajano, do Magazine Luiza; An-

27

Juan Pablo de Vera, da Reed Exhibitions, com Wilson Poit

José Efromovich, da Avianca, recebe homenagem

Roy Taylor entrega homenagem a Ana Luísa Diniz Cintra, do Centro de Convenções Rebouças

Valdir Walendowsky também foi homenageado


CRUZEIROS

Março de 2014 - 1ª quinzena

Brasil pode se tornar maior mercado da Celebrity Cruises na América Latina

28

Juarez Cintra Filho, presidente do Grupo Ancoradouro, Rufino Rengifo, chef executivo da Celebrity, e Ricardo Amaral, vp da Royal Caribbean para a América Latina

Anderson Masetto e Lisia Minelli O Brasil ocupa atualmente a segunda colocação entre os principais mercados da Celebrity Cruises na América Latina, atrás apenas do México. Este cenário, no entanto, pode estar mudando. Em 2013 a companhia embarcou 35% mais brasileiros do que na temporada anterior e este número segue crescendo. De acordo com o vice-presidente da Royal Caribbean (detentora da marca Celebrity Cruises) para a região, Ricardo Amaral, o país pode se tornar o maior emissor da companhia na América Latina já em 2014. Ele afirmou que o conceito de luxo moderno, adotado pela armadora em seus navios, casa com as demandas dos passageiros brasileiros, o que explica o crescimento. Para ampliar ainda mais o interesse dos brasileiros pelo produto, foram realizados dois eventos no Brasil para mostrar um dos pontos mais fortes das embarca-

ções da Celebrity: a gastronomia. O chef executivo da companhia, Rufino Rengifo, preparou dois jantares para agentes, operadores e clientes no país, um em São Paulo e outro em Campinas, na sede do grupo Ancoradouro. “Intensificamos a nossa promoção em São Paulo no ano passado e agora escolhemos Campinas porque tem uma parcela da população apta a consumir este tipo de produto”, ressaltou Amaral, lembrando que a ideia foi mostrar um pouco da culinária a bordo dos navios. No cardápio, pratos servidos a bordo dos navios da Celebrity, com destaque para o Carré de Cordeiro, especialidade do restaurante Murano, presente nas embarcações da classe Solstice. “Receber este jantar na nossa sede é um prêmio”, disse Juarez Cintra Filho, presidente do Grupo Ancoradouro. “Trouxemos as dez agências que mais vendem Celebrity conosco e alguns clientes que já viajaram”, complementou. Em 2013 as vendas de roteiros da Celebrity aumentaram 40% na Ancoradouro. Em São Paulo, o evento aconteceu no Museu da Casa Brasileira e recebeu os agentes top sellers da marca. Novidades – A Celebrity firmou uma parceria com o programa de gastronomia Top Chef, com uma programação exclusiva da séria televisiva a bordo dos navios da companhia.

Royal Caribbean reúne top sellers para comemorar cinco anos de escritório no Brasil Anderson Masetto Uma data especial, convidados importantes e uma visita ilustre. Estes foram os ingredientes que a Royal Caribbean juntou no início de fevereiro para dar início às comemorações dos cinco anos da implantação do seu escritório no Brasil. A armadora reuniu as agências e operadoras top sellers no Bar des Arts, em São Paulo, para celebrar a data e ainda recebeu o vice-presidente Global da empresa, Dominic Paul. O anfitrião, Ricardo Amaral, vice-presidente da Royal Caribbean para a América Latina, destacou o progresso da empresa no país neste período. “Tivemos avanços significativos, tanto no posicionamento da marca, quanto nas vendas”, afirmou. “Iniciamos com um foco muito forte nos cruzeiros locais, mas hoje temos

Dominic Paul, vice-presidente Global, e Ricardo Amaral, vice-presidente para a América Latina da Royal Caribbean

também as vendas internacionais muito fortes”, complementou. Paul falou sobre o grande potencial do mercado brasileiro, especialmente nas vendas de roteiros no exterior, uma vez que a Royal conta com cruzeiros em diversos destinos. “Tivemos um crescimento muito rápido no Brasil e esperamos

seguir assim, pois teremos quatro novos navios entrando em operação nos próximos quatro anos”, disse o executivo. “O país tem um mercado fantástico, mas os altos custos de operação, além das taxas, dificulta a vinda de mais navios”, adicionou. Para a temporada 2014-2015 a Royal confirmou apenas o Spleandour of the Seas para a costa brasileira. Ele fará roteiros de sete noites passando por Montevidéu e Punta del Este, no Uruguai, e Buenos Aires, na Argentina. O vice-presidente Global da empresa ressaltou ainda que os investimentos no país não deixarão de ser feitos, uma vez que o Brasil é considerado pela Royal Caribbean como um dos mercados mais importantes. “Continuaremos olhando para o país. Estamos muito otimistas e esperamos este mesmo sucesso nos próximos cinco anos”, finalizou.

Pullmantur, Avianca e Proexport firmam parceria Luciano Palumbo A Pullmantur, Avianca e Proexport anunciaram uma parceria que visa ampliar o numero de turistas para Cartagena. Trata-se de um cruzeiro a bordo do navio Monarch,voando Avianca com saídas de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre via Lima (Peru) ou Bogotá (Colômbia). A parceria envolve 10 operadores brasileiros. “Nossa ideia é dobrar o numero de passageiros no cruzeiro oferecido pela Pullmantur que tem como roteiro os

Ian Guillesp, da Avianca, Carolina Ulloa, e Alexandre Zachello, da Pullmantur

destinos de Cartagena, Curaçao, Aruba, La Guaira e Panamá”, disse o diretor Geral da Pullmantur no Brasil, Alexandre Zachello. Segundo Zachello, a parceria com a Avianca envolve a garantia do aé-

reo no Brasil para o cruzeiro que estará disponível durante todo o ano no Caribe. De acordo com Ian Gillespe, a Avianca – que opera saídas diárias dos aeroportos – espera incrementar em 20% os passageiros de lazer nas rotas para Cartagena, via Colômbia ou Peru. “Vamos garantir aos agentes de viagens saídas regulares durante todo o ano sem a necessidade de bloqueio por parte dos operadores parceiros da Pullmantur”, comentou. A assessora de Turismo da Prexport, Carolina UlloaAcevedo, acredita que a parceria com a aérea e a marítima vai potencializar o destino Cartagena entre os brasileiros.

Novas bases em São Paulo e Brasília e Select Blue são apostas da Blue Sea Luciano Palumbo Depois de fechar o ano de 2013 com 40% de acréscimo nas vendas, a Blue Sea Cruises apresenta mais novidades aos agentes de viagens e passageiros de cruzeiros internacionais. Trata-se das novas unidades da operadora em São Paulo e Brasília, e da criação do Select Blue, cartão fidelidade para passageiros que comprarem cabines acima de US$ 8 mil. “Com o cartão, o passageiro tem acesso às promoções por e-mail, kits Blue Sea personalizados para compras acima de US$ 8 mil, bônus de US$100 na aquisição da segunda cabine, e ainda 1% de desconto no mês de aniversário até o ano seguinte da data”, disse a diretora geral da Blue Sea, Marcia Trojman. Quanto á expansão, o diretor de vendas da operadora, Mario Trojman, acredita que São Paulo é o coração de negócios do país. “São Paulo é predominante nos negócios. Vou entrar e abrir as portas porque vendemos qualidade e não quantidade”, disse. Hoje, a Blue Sea está sediada no Rio de Janeiro e inaugura os escritórios de São Paulo e Brasília. “Nossas vendas são fortes no Nordeste, Rio de Janeiro, Florianópolis e Curitiba”, comentou. Vendas - O diretor de vendas da

Marcia e Mario Trojman apresentam o cartão Blue Sea

Sea Blue Cruises, Mario Trojman, espera com as novas filiais crescer 20% em vendas este ano. “2013 foi um ano muito bom para nós. Crescemos 40% nas vendas de cruzeiros – nossa especialidade – e nosso faturamento se aproximou dos R$ 10 milhões”, disse. Segundo ele, atualmente as vendas de Silversea representam cerca de 45% do share da operadora que tem os navio da Seabourn em constante crescimento. “A Seaborn é uma companhia que vai crescer no mercado. Hoje possui três navios novos e outros três cegarão até 2020”, disse. Atualmente a operadora comercializa os produtos da Silversea, RegentSevenSeasCruises, Seadream, Seabourn, Disney Cruise Line, Oceania, Avalon, Uniworld, Paul Gauguin e Un Cruise.


WWW.MERCADOEEVENTOS.COM.BR

Últimas galerias de fotos  Esfe abre discussão sobre turismo e eventos  Celebrity Cruises embarca 35% mais brasileiros em 2013  Windsor apresenta novo gerente de MKT e anuncia mais 3 hotéis até 2015  Best Western quer 30 novos hotéis no Brasil até 2020  Tam Viagens amplia seu portfólio para o Caribe

EM ENQUETE, O M&E QUESTIONOU AOS INTERNAUTAS: Para você qual o fator decisivo na escolha de um hotel, para passar as suas férias?

TOP 10 mais lidas no site do M&E 01 a 07 de fevereiro 1ª - La Torre Resort tem nova gerente comercial regional para MG, DF e GO 2ª - Tam inaugura Belém Miami com 82% de ocupação 3ª - Azul, Gol e Tam fazem promoção com passagens a partir de R$ 39 4ª - Embratur anuncia presença em 25 feiras e terá novo modelo de inscrição 5ª - Turismo de luxo é tema de evento em São Paulo

Vai

&

Vem

do Turismo

 Carsten Spohr foi escolhido o futuro chaiman do Conselho Executivo e CEO da Lufthansa.  Hotelaria Brasil anunciou Sheila Saldanha para atuar como gerente de projetos de implantação.  O Grupo Ancoradouro contratou Fabiana Andrade (ex-Firstar), João Fernando Gonçalves (ex-Royal Caribbean), Miguel Jenotti (ex-Leiser) e Rafaela Soares (ex-Gap Net).  O Sabre anunciou Yannis Karmis para liderar a divisão Corporate Global Solutions no Sabre Travel Network.  Fabiana Boghossian é a nova gerente de Marketing & Marcas da Nobile Hotéis.  A Bematech anunciou os executivos Claudio Alves e Fabio Adriano nas gerências das áreas de Negócios e Comercial da Vertical Hotéis, respectivamente.  Na Assist Card, Jin Tae Ho foi promovido ao cargo de Country Manager da Coreia do Sul. Outra executiva que passa a fazer parte da equipe é Fiona Tse, que assume a função de Regional Service Support Manager para Assist Card.  João Paulo Stropaissi assumiu a gerência Sênior da CVC no Sul do país.  A Nascimento Turismo anunciou a contratação de Kleber Silva como novo gerente do departamento marítimo.  Ipanema Plaza criou o Departamento de Qualidade e contratou nova gerente de contas, Ana Carolina Azevedo.  Valetur Viagens apresentou Gabriel Rodrigues como novo executivo de contas nos Estados de Mato Grosso (MT) e Mato Grosso do Sul (MS).  Carolina Mogames assumiu a gerência Comercial do Hotel Unique.  Sabre anunciou VP Sênior de Estratégia e Desenvolvimento de Negócios.  Emanoel Lima foi promovido na Trend Operadora. O executivo, que ocupava o cargo de diretor de Tecnologia, Qualidade e Processos, assume a recém-criada Diretoria de Estratégia e Inovação.

1ª - Carnaval em Porto Seguro terá Bell Marques entre atrações principais 2ª - Aeroporto de Brasília estará pronto para os turistas em maio 3ª - Tam finaliza pintura especial com rosto de clientes 4ª - Setur-BA e Bahiatursa discutem acessibilidade de turistas 5ª - Recife inaugura Paço do Frevo, em projeto de mais de R$13 milhões

Março de 2014 - 1ª quinzena

08 a 14 de fevereiro

29


AGENDA

PASSAPORTE

Março de 2014 - 1ª quinzena

Ancoradouro espera 800 participantes em evento em Campinas

30

Campinas – cidade onde o Grupo Ancoradouro está sediada – recebe entre os dias 20 a 23 deste mês, a 23ª edição do Encontro Ancoradouro. O evento acontece no Royal Palm Plaza e, segundo os organizadores, deve contar com de 800 participantes, número 35% maior do que o registrado na edição anterior. A novidade são os profissionais de Vitória (ES) e do Sul do país, regiões que passaram a contar com escritório e home offices do Grupo Ancoradouro no ano passado. Juarez Cintra Filho, presidente da empresa, revelou ao M&E que o número de salas também será ampliado neste ano. Serão ao todo 38 fornecedores e

parceiros que mostrarão os seus serviços e produtos aos agentes de viagens. “Teremos muitos destinos neste ano, entre eles St Maarten, Foz do Iguaçu e Equador, por exemplo”, afirmou. A expectativa do executivo para o evento é grande. “Esta é a primeira vez do evento em Campinas, nossa principal novidade. Estamos muito felizes com isso. O Royal Palm tem um charme especial e tínhamos a vontade de fazer o encontro lá há bastante tempo”, contou. Para 2015, Cintra espera que o evento agregue também os agentes de viagens do Nordeste, uma vez que a consolidadora deve abrir bases na região neste ano.

Salão Paranaense divulga programação de palestras A relação entre o Facebook e o Turismo, e as novidades do Universal Orlando Resort e do SeaWorld estarão em pauta durante o 20º Salão Paranaense de Turismo, que acontece entre os dias 13 e 15 deste mês, no Expo Unimed Curitiba (PR). Os temas serão abordados na programação técnica da manhã de sábado. “Os assuntos selecionados tem grande identificação com o turismo brasileiro. Os parques de Orlando – das redes Universal e SeaWorld – recebem anualmente milhares de visitantes do país, e esse número cresce gradativamente, pois o destino é muito procurado pelos brasileiros. Já o Facebook é uma ferramenta de comunicação e divulgação importante para uma

agência de viagens e para o profissional de turismo. Ainda temos muito o que explorar e aprender a trabalhar com a rede online”, justifica o presidente da Abav-PR, Roberto Bacovis. Além da programação de palestras de sábado, o 20º Salão Paranaense também conta com a programação técnica, que será realizada na sexta-feira, dia 14, por meio do 2º Encontro Paranaense de Hospitalidade. Além dos apoiadores confirmados - Abrasel-PR, ABIH-PR, FCVB, Fecomércio, Infraero, Sebrae-PR e Transtupi -, o Salão passa a contar agora com o apoio do Festival de Turismo das Cataratas. Mais informações sobre o evento no site www.salaoparanaense.com.br.

Encontro Braztoa no RJ dobra de tamanho neste ano A Braztoa promove neste dia 18, na sede da Firjan, no Rio de Janeiro a 7a edição do Encontro Comercial Braztoa (ECB-RJ). O Encontro Comercial terá um crescimento de 100% em comparação ao do ano passado e mais de 60 expositores já confirmados. A feira agora ocupa dois andares no edifício da Firjan, no Centro do Rio de Janeiro. Novos parceiros, como a Alemanha, Parque Beto Carrero World, Cotação e Foz do Iguaçu, chegaram para somar ao lado da Argentina, Bahia, Pullmantur, Pernambuco, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Intermac. “No ano em que a Braztoa comemora 25 anos, o Encontro Comercial do Rio de Janeiro toma proporções dignas de comemoração. É muito satisfatório ver a evolução de anos de trabalho resultando em

benefícios para toda cadeia turística”, diz Marco Ferraz, presidente da entidade. O evento é direcionado aos agentes de viagens. As inscrições para a entrada no ECB são gratuitas quando feitas antecipadamente e exclusivamente no site: www.braztoa.com.br. Após o encerramento das inscrições gratuitas, serão aceitas somente inscrições feitas no local, mediante apresentação de 1 kg de alimento não perecível. Os agentes do interior fluminense interessados em participar do Encontro Comercial Braztoa ainda podem se inscrever. Haverá caravanas de Petrópolis, Três Rios, Juiz de Fora, Resende, Barra Mansa e Volta Redonda. As vagas são limitadas e podem ser feitas por meio do site da Braztoa.

BTL começa dia 12 e homenageia o Amazonas A partir deste dia 12 até o dia 16, acontece no Parque das Nações em Lisboa, mais uma edição da Bolsa de Turismo de Lisboa. O evento ocupará uma área de 40 mil m² e terá, mais uma vez, a participação da Convenção Braztoa, além de uma missão empresarial realizada pela Abav Nacional. Segundo os organizadores são esperados mais de 65 mil visitantes que terão oportunidade de conhecer produtos e serviços de alguns dos 900 expositores. O evento também conta com uma ampla programação de workshops, espaços de networking para os profissionais e atividades culturais para o público em geral. Um dos destaques do Brasil é o Amazonas, estado convidado. A ideia é divulgar o novo voo da Tap entre Manaus e Lisboa, bem como o potencial desta região marcada pelo ecoturismo. Durante a feira será apresentada a primeira bola ecológica produzida com a borracha

da Floresta Amazônica, a EcoBall Caramuri. Além do Amazonas, marcam presença, pela primeira vez na BTL, Gramado e Vitória. Já o Pará voltará a destacar a festa do Círio de Nazaré, que acontece em outubro. Para esta edição a distribuição dos pavilhões foi organizada seguindo um cronograma inicial. No Pavilhão 1, os estandes vão divulgar as regiões turísticas de Portugal. No Pavilhão 2, estará a parte dos hotéis, turismo gastronômico e serviços. Os tours operadores, os agentes de viagens, as companhias áreas, a animação turística e os parceiros internacionais vão marcar presença no Pavilhão 3. O Mercado & Eventos vai distribuir em seu estande a revista FOLHA DO TURISMO BRASIL com ênfase nas cidades-sede e subsedes da Copa do Mundo Fida 2014. Uma equipe vai realizar a cobertura online com fotos e novidades.

Tome Nota BNT Mercosul - A 20ª edição da Feira de Negócios Turísticos da BNT Mercosul vai reunir mais de 400 empresas expositoras e apresentará inúmeras opções de produtos e serviços com foco em famílias. O evento, considerado um dos mais completos do gênero da América Latina, trará mais de cinco mil agentes e operadores de todo o Mercosul interessados em conhecer as novidades turísticas e realizar negócios por meio de vendas ao público final. O evento acontecerá nos dias 23 e 24 de maio. Por mais um ano será realizado no Castelo das Nações do Beto Carrero World, em Santa Catarina. EBS - A Senator Turismo LCC foi confirmada como a agência oficial da Feira EBS 2014, que acontecerá nos dias 26 e 27 de março, no Centro de Convenções Frei Caneca, na capital paulista. A Feira EBS é a única feira que agrega destinos, espaços e fornecedores para eventos corporativos, esportivos, shows e gastronomia do Brasil. Festuris JPA - A capital paraibana já tem data para sediar a quarta edição do Festuris JPA - Festival de

Turismo de João Pessoa. Nos dias 17 e 18 de outubro de 2014, no Centro de Convenções Ronaldo Cunha Lima, acontece o maior evento de turismo na região em número de participantes. Voltado exclusivamente para agentes de viagens e operadores, o Festuris JPA vai contar com fórum acadêmico, fórum empresarial, feira de exposição, rodada de negócios e diversas capacitações, além de atividades sociais, culturais e de lazer e incluindo a presença de jornalistas especializados convidados especialmente para a cobertura do evento. Salão Baiano - Inicialmente previstos para acontecerem entre 27 a 30 de março, a Feira de Turismo Abav Bahia e o Salão Baiano já tem nova data: 10, 11 e 12 de abril no Centro de Convenções de Salvador. A decisão foi tomada pelos organizadores para evitar a coincidência de datas com a BNTM, que será realizada no final de março. A Feira e o Salão serão realizados em paralelo com a Feira de Equipamentos, Produtos e Serviços da ABIH Bahia e a Feira de Alimentos e Bebidas da ABRASEL Bahia.

>> Segundo o Anuário Estatístico de Turismo de 2013, um número cada vez maior de russos está desembarcando no país. O aumento foi de 150% entre 2010 e 2012, saltando de 10.038 para 25.141. Hoje, a Rússia é o sexto país emissor de turistas estrangeiros do mundo. Foram 27,2 milhões de viagens, segundo o ranking da Organização Mundial do Turismo da ONU. O turista russo também apresenta gastos representativos no exterior. Eles ocupam o 5ª lugar no último ranking da OMT, atrás apenas da China, Estados Unidos, Alemanha e Reino Unido. No ano passado, os russos gastaram US$ 43 bilhões em viagens internacionais. >> Depois da suspensão dos voos da Tam para Londres, mas uma aérea deixou de operar no Galeão. A Ethiopian Airlines suspende a partir de maio as operações entre Rio de Janeiro e seus dois hubs, Addis Abeba e Lomé. As operações em São Paulo continuam com três voos semanais. >> O relatório da IATA (Associação Internacional de Transporte Aéreo) mostra um aumento em 2013 de 5,2% na demanda de passageiros em relação a 2012. Houve também um aumento da capacidade de 4,8% e da taxa de ocupação média que subiu 0,4 % em relação ao ano anterior alcançando um total de 79,5%. A demanda no mercado internacional expandiu 5,4%, enquanto o doméstico somente 4,9%. O Oriente Médio foi a região que apresentou maior crescimento, com 11,4%, seguido pelas da região Ásia-Pacífico (7.1 %), América Latina (6,3%) e África (5,2%). O crescimento mais lento ocorreu em mercados desenvolvidos da América do Norte (2,3%) e Europa (3,8%). >> O segmento de turismo de negócios tem gerado cada vez mais visibilidade para a economia turística, como o mostra o novo vídeo da série “Turismo em Cena”. O Brasil lidera o ranking de países que mais sediaram eventos internacionais na América Latina e ocupa a sétima colocação entre os demais países do mundo, de acordo com a Associação Internacional de Congressos e Convenções. Os turistas de negócios representam uma parcela significativa (25,6%) dos estrangeiros que vistam o país. Seu gasto médio diário, de US$ 127, é quase duas vezes maior que o de turistas de lazer. O Ministério do Turismo já investiu R$ 1,2 bilhão na construção e reforma de centros de eventos, beneficiando 900 cidades brasileiras. Atualmente, onze centros de convenções finalizam suas obras de reforma ou construção com um aporte de R$ 461 milhões. >> O Aeroporto Internacional de Viracopos é o melhor aeroporto do Brasil, de acordo com pesquisa realizada pela SAC - Secretaria da Aviação Civil da Presidência da República, no quarto trimestre de 2013. Foram ouvidos passageiros nos 15 aeroportos que serão utilizados na Copa do Mundo. Viracopos teve a média geral de 4,12, em uma escala que vai de 1 (péssimo) a 5 (muito bom). >> A Match Connections, empresa do Grupo Águia, montou um ranking dos países que mais trarão turistas corporativos para a Copa do Mundo no Brasil. México, EUA e Chile lideram. Na sequência, vêm Colômbia, Inglaterra, China, Costa Rica, Espanha e Portugal. A demanda é maior para os três primeiros jogos de cada seleção. Pensando ainda no Mundial da Fifa, o Grupo Águia planeja faturar R$ 350 milhões com pacotes turísticos para o período dos jogos. >> O ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, afirmou, no início de fevereiro, que as obras dos Aeroportos de Guarulhos e Viracopos, em São Paulo, serão entregues no dia 11 de maio. “Os operadores estão cumprindo o cronograma e nós supervisionaremos para que tudo saia como o esperado. Tanto em Viracopos como em Guarulhos temos agora uma data de entrega dos terminais novos, das vias de acesso, do estacionamento, um aeroporto pronto para atender o passageiro brasileiro e aqueles que vierem para a Copa”, falou o ministro. >> Em cerimônia no município de Caçapava (SP) com o prefeito Henrique Rinco e com o presidente da Aerovale, Rogério Penido, o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Moreira Franco, assinou, em meados de fevereiro, portaria que autoriza a exploração do aeroporto de Caçapava – Aerovale, pela iniciativa privada. Esse é o terceiro aeroporto autorizado no território paulista e está sendo construído às margens da rodovia Carvalho Pinto. “O Brasil tem a segunda frota de helicópteros mundial e estamos como uma das mais importantes frotas de aviões executivos do mundo, o que mostra a necessidade de se criar uma infraestrutura capaz de absorver esse grande crescimento. Queremos que iniciativas como essa se propaguem pelo país”, destacou o ministro. >> A ITour Inteligência em Turismo anuncia oficialmente que é a agencia escolhida como a representante oficial no Brasil para a ilha caribenha de Sta Lucia. Devido à sua localização, no leste caribenho, a ilha é banhada de um lado pelo Mar do Caribe, e do outro pelo oceano Atlântico. Barbados Martinica e St Vicent são as ilhas mais próximas. A ITour trará as novidades constantes sobre o destino para os profissionais e consumidor. A agência confirmou presença na WTM Latin America entre outras ações. E-mail para contatos: inffo@itour.com.br. >> O segmento de turismo corporativo vem ganhando força nos últimos anos no mercado hoteleiro. E 2014 poderá ser, com a ajuda do chamado “Padrão Fifa”, um marco para esta atividade no país. Esta é a expectativa da Resorts Brasil (Associação Brasileira de Resorts), entidade que reúne alguns dos principais empreendimentos hoteleiros com capacidade para sediar grandes eventos. O presidente da Resorts Brasil, Daniel Guijarro, lembra que o turismo de eventos tem aumentado a participação no faturamento dos resorts. “Foi o segmento de melhor performance em 2013. Em alguns hotéis, essa fatia chega a ser de mais de 50%”, explica. >> Uma comitiva do Botswana Tourism Organization liderada por Bernadette Rathedi, embaixadora do país, esteve no Brasil para promoção do destino. Na ocasião, a delegação reuniu um grupo de operadores e agentes para apresentar os principais atrativos do país. Segundo Obenne Mbaakanyi, gerente de Marketing do Botswana Tourism, anualmente o país recebe dois milhões de turistas. Em relação ao Brasil, por ser um mercado novo, ainda não há um registro do volume de visitantes, mesmo que o país tenha apresentado um crescimento orgânico nos últimos anos.

www.mercadoeeventos.com.br Circulação nacional através de mala direta Presidente Adolfo Martins Vice-presidente Executivo Roy Taylor (roytaylor@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3233-6319 Diretora de Marketing Internacional Rosa Masgrau (rosamasgrau@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3233-6316 Diretora Geral de São Paulo Mari Masgrau (mari.masgrau@mercadoeeventos.com.br) - (55-11) 3123-2247 Editora-chefe Natália Strucchi (natalia.strucchi@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3233-6263 Editor-executivo Luciano Palumbo (luciano.palumbo@mercadoeeventos.com.br) - (55-11) 3123-2240 Chefe de Reportagem Luiz Marcos Fernandes (luiz.fernandes@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3233-6262 Chefe de Reportagem SP Anderson Masetto (anderson.masetto@mercadoeeventos.com.br) - (55-21) 3123-2239 Diretor de Internet Fernando Martins | Diretora de Planejamento Andréa Martins Diretor Jurídico José Manuel Duarte Correia | Gerência de Tecnologia GRM | Fotógrafo Eric Ribeiro | Designer Daniel Costa Reportagem Rio (55-21) 3233-6353 | Reportagem São Paulo (55-11) 3123-2239/2240 Lia Bianchini (lia.bianchini@mercadoeeventos.com.br) Lisia Minelli (lisia.minelli@mercadoeeventos.com.br) | Rafael Massadar (rafael.massadar@mercadoeeventos.com.br) Pedro Menezes (pedro.menezes@mercadoeeventos.com.br) | Samantha Chuva (samantha.chuva@mercadoeeventos.com.br) Atendimento ao leitor redacao@mercadoeeventos.com.br - (55-21) 3233-6353 Departamento Comercial Rio de Janeiro (55-21) 3233-6319 São Paulo (55-11) 3123-2222 Rio de Janeiro Rua Riachuelo, 114 - Centro - CEP 20.230-014 - Telefone e Fax (55-21) 3233-6201 São Paulo Rua Barão de Itapetininga, 151 - Térreo - Centro - CEP 01042-001 - Tels (55-11) 3123-2222 - Fax (55-11) 3129-9095 Representante Comercial em Brasília CPM Consultoria Planejamento Mídia Ltda. (márcio@marketingcpm.com.br) (55-61) 3034-7448 / SHN Quadra 2 - 15º Andar - Salas 1514/1515 / Executive Office Tower - Brasília/DF - CEP 70702-905 Representante Comercial nos Estados Unidos Brazil Travel Media - Claudio Dasilva (www.braziltm.com - claudio@braziltm.com) +1 (954) 647-6464 / 401 E Las Olas Blvd # 130 - Fort Lauderdale - Florida - 33301 - USA Os artigos e opiniões de terceiros publicados na edição não necessariamente refletem a posição do jornal.

Mercado & Eventos é uma publicação do


Março de 2014 - 1ª quinzena

31


32 Março de 2014 - 1ª quinzena


Mercado & Eventos Edição 243  

Mercado & Eventos Edição 243

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you