__MAIN_TEXT__

Page 1

Meu livro de poesias Ligia Camolesi GuimarĂŁes


Meu livro de poesias Ligia Camolesi GuimarĂŁes


Apresentação Desde criança fui fascinada pelos livros, pelas artes e por aquilo que é belo. Aos sete anos comecei a escrever minhas primeiras historinhas no papel, ilustradas por mim mesma a lápis de cor. Ao crescer, comecei a escrever alguns romances, minhas meninas dos olhos, que foram muitas vezes o universo paralelo onde busquei refúgio da vida real. No entanto, aos 17 anos tive que tomar a decisão de qual carreira escolher para a minha vida. Como eu tinha paixão pelo desenho, além da escrita, a carreira de designer me atraiu. E assim, logo fui aprender a diagramar, produzir peças gráficas e identidades visuais. Mesmo que eu tenha talvez me distanciado um pouco do mundo literário - parei de escrever meus romances para me dedicar mais ao desenho e à faculdade - as poesias sempre permaneceram vivas em mim. E chegou a hora de utilizar aquilo que aprendi para fazer a elas uma homenagem. Este livro foi criado com o intuito de compilar algumas de minhas poesias que sempre ficaram guardadas em um caderninho, e dentro do meu coração, mas que resolveram adquirir vida e tomar para si um espaço especial neste que é o primeiro livro escrito, ilustrado e projetado por mim mesma.

4


Sumário Inspiração...............................................8 Em ebulição............................................9 À Toa.....................................................10 Chuva ...................................................11 Alegria...................................................12 Sonho....................................................13 Livro......................................................14 Melodia.................................................15 Historinha de Amor...............................16 Você......................................................17 Minha imaginação feliz.........................19 Dias de primavera.................................20 Coração de poeta..................................21 Como é que deve ser.............................22 O que nunca ninguém falou..................23 Tolices....................................................24 O que é saudade....................................25 À procura do meu lar.............................26 O mundo dos meus sonhos...................27 Bertioga.................................................29 Poetas não sabem chorar......................30 A Estrela................................................31 Tão só....................................................32 Esperança..............................................33 Arte.......................................................34 Dentro de mim .....................................35

6


Inspiração Inspiração é assim, Uma coisa esquisita Que ás vezes aparece pra mim Em uma breve visita Inspiração vem a qualquer hora Pode ser em casa ou na escola, Inspiração é uma canção, Uma coisa gostosa Que dá vontade de fazer alguma criação. Ela não tem data nem hora Pode vir amanhã ou agora. Nunca ouvi dizer Que inspiração pode ter nome... Mas eu sei bem Que o que me inspira É simplesmente você.

8


Em ebulição Quando você está por perto Meu coração perde o controle Não me obedece mais, Parece querer saltar do peito Não me deixa em paz. Meu corpo todo entra em ebulição Como é que você mexe tanto Com o meu coração? Basta te ter perto de mim Te tocar ou ouvir o som da sua voz assim Isso só acontece com você e ninguém mais... Não quero dizer isso Não quero admitir, Mas não posso evitar Muito menos fugir. Você me deixa assim Me inspira essa canção... Meu bem, você me faz Entrar em ebulição.

9


À toa Às vezes eu fico assim À toa, Viajando em sonhos O pensamento voa. O pensamento me trás Até o sorriso Daquele rapaz. Ao me lembrar, a dor amenizo.

Quando ele sorriu, O mundo todo parou O mundo todo ouviu Que meu coração acelerou. Agora entendo, Que amor não tem aviso... Pode vir devagar ou correndo Pode aparecer em um simples sorriso.

Me pego pensando No seu olhar. As horas passo escrevendo Fantasias em que quero estar. É tão fácil, é só imaginar. Meus sonhos não têm regras Mas lá ele sempre vai estar.

Agora eu fico à toa, Gostando dessa canção, Que sempre toca no meu coração. Eu fico à toa... Pois não posso esquecer.

Um príncipe encantado Que veio para a realidade. Ele não é perfeito, ele é de verdade. Fico pensando onde é que ele tem estado Eu gostaria que estivesse aqui bem ao me lado Pois finalmente percebi Algo que nunca vi.

Meu pensamento voa, Voa, voa... Até você.

Toda noite eu perguntava as estrelas... Podiam ser uma ou dezenas. A resposta eu esperava... Mas de repente o mundo Mudou de cor Coloriu até lá no fundo Com esse tal de amor.

10


Chuva Eu olho lá fora A chuva batendo na janela Não sei quanto tempo estou aqui Não sei há quantas horas. Sou paciente como quem espera Como quem tem esperança, E ela nunca se cansa. A chuva cai e não para de cair Tlic, tlac, tlic, tlac... As nuvens choram Como eu faço agora Quando fico triste, A chuva vem me fazer companhia. As gotas caem com uma triste melodia Combinando comigo Mas eu não ligo. Pois a chuva vem e vai, Tenho esperança de que um dia Minha tempestade vai passar Os raios de sol vão surgir, Para o dia clarear. E um arco-íris pra mim No céu irá se formar...

11


Alegria Alegria que dá vida Alegria que cura ferida Alegria que transforma Alegria que colore Alegria que contorna Alegria diz explore Tira o medo do será Faz valer a pena Está no canto do sabiá. Alegria em todos os cantos, Ela tem gosto de chocolate, Tons de azul, rosa e escarlate. Alegria que sorri, Alegria que ilumina Alegria que cria, Alegria de criança Na velhice, juventude ou na infância. Ela faz dançar na chuva, Sem medo de se molhar. Ela é quem dá sentido à vida Onde quer que possa estar.

12


Sonho Vento que sussurra para as árvores Silenciosos olhos que observam Quem se aventura nessa floresta. Floresta de sonhos, luar e encantos. Trilha que não tem fim, Caminho que não leva a lugar algum Um príncipe chama por mim. Fadas dançam embalando O brilho do seu olhar. Pego sua mão e me vejo a voar. Sinto o calor do seu abraço tenro Do qual não quero me libertar. Não há impossível, Apenas o infinito Entre o pra sempre e o nunca. Pra sempre quero estar aqui, Ouvindo a melodia da sua voz Nunca quero acordar, Porque aqui é o meu lugar. Posso tocar as nuvens, Entrar num guarda-roupa Voar num cavalo alado Acordar com o beijo Do meu príncipe encantado. Ele estará lá, esperando por mim Onde apenas eu Vou o encontrar. Fecho meus olhos e enxergo Te deixo me levar Onde a realidade não irá me achar. Viajo em seu sorriso, Seremos felizes para sempre... Até o sonho acabar.

13


Livro Abro um livro E começo a ler Pode ser fantasia, Aventura ou romance Dentro de um livro Tenho o mundo inteiro ao meu alcance. Fujo da vida real, Sem nada de especial. Prefiro os personagens A companhia de outro alguém. Dentro de um livro Meu mundo vai além. Conheço vários lugares, Sem sair de um só. Não me importa o livro, Novinho ou cheio de pó. Eles são os meus melhores amigos, Estão sempre abertos pra mim. Quando começo a ler, A imaginação não tem fim. Não me sinto sozinha, Vou a qualquer lugar Entro na história E começo a viajar. É isso que é um livro, Muito mais que palavras, É um sorriso, É um conto de fadas.

14


Melodia Som que vai e vem Som que nos detém, Na boca de um passarinho, No assobiar de um menino. Melodia tão suave, Soando no tinir de um sino Embala sonhos, sonos e canções. Melodia que entra nos corações, Tão perfeita como deve ser Uma equação formada pelo som Dá um tom diferente para a vida, Uma trilha sonora sentida. É o que dá cor no filme Seja real, ou do cinema A melodia é que dá o tema. As notas dançam no pentagrama, Cada uma no seu ritmo. Pode ser dó ou mi, Quando as notas se unem Podem fazer sorrir ou chorar. Podem fazer o coração saltar. De um jeito diferente, A melodia surge de repente. Como num soar do vento, Ou no balançar do mar. Na vibração das cordas de um violão Pode se formar uma canção. Seja colcheia, mínima ou semínima... A música toca seu coração.

15


Historinha de amor Era uma vez Uma historinha de amor Começou com um olhar Trocado sem impor. O coração bateu mais forte E percebeu que algo novo aconteceu, A troca de olhares se repetiu, Por dias, semanas, meses E o efeito surtiu. Até que ele criou coragem E num certo dia puxou Um assunto qualquer. Não demorou um segundo sequer, Para o coração dela dizer Que ele era especial

Ficaram os dois naquele abraço, Tão gostoso, sem espaço. Passaram os anos E aquela cena se repetiu, Mas dessa vez com um anel de casamento. E ela aceitou chorando quando ele pediu. Se mudaram para uma casinha onde criaram Os três filhos que tiveram. Vieram as dificuldades, mas tudo passaram E hoje os dois estão bem juntinhos, De mãos dadas, mesmo velhinhos...

Foi pra casa voando, Nos sonhos que nasceram. Se ele sentiu o mesmo, Ela não percebera. Mas ficou esperando Quando ele apareceria de novo. E foi bem assim As conversas se repetiram, Ficaram maiores, E dias iluminados surgiram. Com uma surpresa diferente, Coisa que só o amor entende. Até que ele apareceu com uma flor, E mesmo tímido se declarou. O sorriso dela foi de uma ponta à outra E ela o beijou.

16


Você Todo momento eu imagino Se o que eu penso você pensa Se o que eu vejo você vê. Eu reparo em cada detalhe, Guardo cada segundo Em que há você. Minha vida não tem sentido Sem algo pra a preencher Eu adoro seu sorriso, Seu jeitinho lindo. Eu queria saber Se você também sente Borboletas no estômago Quando me vê. Eu quero você Você não consegue entender? Não dá pra deixar pra lá Não dá pra te substituir; Você é o único que me faz Sentir assim.

17


Minha imaginação feliz Quando eu olho nos seus olhos Me perco no colorido Que o mundo parece exalar. De repente não consigo Parar de sorrir, Sem ter como explicar. Você está lá, Eu quero te pegar pra mim. Quero te fazer sorrir Assim como você me faz. Já perdi as contas dos suspiros Que você me arranca sem saber. Como eu posso explicar Uma coisa assim tão espontânea? Eu queria que você soubesse O que eu daria para te ter perto E poder te abraçar, Isso é certo. Todas as músicas de amor Levam minha mente até você. Você lembra? Por favor diga que sim, Diga que não foi só Minha imaginação feliz.

19


Dias de primavera Todo o ar alegre E a vida sem preocupação Me faz lembrar Desses dias de primavera. Eu sempre à espera Do amor Devagarinho ou apressando Tudo para te encontrar. Céu mais azul não há Do que naqueles dias Nestes dias, nossos dias. Só me lembro das flores Do meu coração. Ah, a todo momento Eu queria cantar uma canção. Com um sorriso no rosto Com o Sol a raiar no céu, Toda a vida era um sorriso A descer e subir a rua. Dias coloridos De primavera Do amor e imaginação, Da primavera e de verão.

20


Coração de poeta Gosto de juntar palavras, Formar sentimentos, Brincar com rimas e versos, Falar do meu coração. Sou só uma poeta, Só uma sonhadora Que traduz seus sonhos em poemas Apenas uma sonhadora Que sonha de olhos abertos, Sem destino certo. Talvez eu nunca seja Como Fernando Pessoa, Mário de Andrade, Vinícius de Moraes, Cecília e Shakespeare. Talvez eu nunca tenha poemas Nos livros escolares, Ou uma cadeira na academia de letras. Talvez eu nunca seja citada Nas aulas de literatura. Mas apesar disso tudo, Meu coração é de poeta. As palavras são minhas amigas, São sempre bem vindas, Pois me abraçam Em sua doce compreensão, E dizem tudo que guardo No fundo do coração.

21


Como é que deve ser Como é que deve ser Sentir o cheiro da chuva Com teus braços a me aquecer Ficar longe Sem medo de você me esquecer Caminhar devagarinho Ao teu lado, pelo amanhecer. Deixar o tempo passar Sem me preocupar. Pegar no sono embalada, Pela voz do teu falar. Como é que deve ser Conversar por horas e horas A olhar o céu Segurar tua mão E ouvir-te dizer "Eu te amo". Como é que deve ser Receber uma pequena carta tua Que me faça lembrar Que pertenço a algum lugar Nunca mais me sentir só E fazer-te sorrir, Fazer-te sonhar. Como é que deve ser Significar algo a mais Do que uma garota qualquer…

22


O que nunca ninguém falou Nós dois sabemos O que nunca ninguém falou Só nós dois sabemos O que aconteceu nesses silêncios. Não é preciso palavras Pra conversar. Tivermos muitas conversas Sem nos falar. Ele mexeu em tudo Sem saber. E agora sumiu Sem se despedir. Levou embora Um pedaço invisível de mim Seus olhos me prenderam Para sempre consigo. As ondas na praia, As montanhas, As estrelas e nuvens no céu Me trazem de novo teus olhos. E fico a imaginar Se algo te traz os meus...

23


Tolices Eu fico pensando Às vezes demais, Em certos olhos castanhos Que não me deixam em paz. Um dia, eu sei Você vai esquecer. Mas até lá eu te peço Que sonhe. Sonhe à noite E deixe-me te encontrar. Nem que só por uma vez Deixe-me dizer que te amo. Estive sonhando De olhos abertos. Tenho te visto Quando você não está por perto. E Shakespeare dizia Uma frase tão viva "Se não te lembras das tolices Que fizeste por amor É porque jamais amaste" E quantas tolices Me trazem teu nome... Sou culpada, admito. Mas que importa? Fiz tolices porque amei.

24


O que é saudade Quando de alguém a presença No coração continua, Mas os olhos não o veem Só esta dor é o que nos resta. Dor misturada com amor Que chamamos de saudade. Saudade não é a ausência, É apenas a grande presença De alguém em nossa mente. Alguém em nosso coração Que se recusa a sair Mesmo que já não o possamos ter. Saudade é a prova do que resta De que não acabou. É a prova do que importa, Daquilo que restou. Saudade é uma ferida aberta Que dói o mais que pode Pela lembrança feliz e triste De algo que não mais existe. Quem deseja sentir saudade É quem primeiro a alegria deseja, Pois apesar dos espinhos e dores, A saudade é privilégio De quem um dia já teve algo para amar.

25


À procura do meu lar Às vezes me parece Que esse mundo não me cabe Tudo para em um entrave Tudo agora é estresse. Onde foram parar as cartas? Onde estão os olhares sinceros? Existe ainda amor à primeira vista? Eu simplesmente não entendo Por que tudo tem de ser tão realista O que é que não se encaixa neste enredo? Será que estou sendo pessimista? Vou me mudar pra Hollywood Talvez para a Terra do Nunca, Ou o mundo da Disney. Sou fugida de lá, Perdida no caminho Aqui não é o meu lugar, Esse mundo sem carinho. Estou cansada de ilusões, Só bato a cara na parede Pode me chamar de romântica, Inocente ou bobinha Mas sei que não estou sozinha... Vou procurar quem ainda resta, Quem ainda acredita em finais felizes Vou juntar todos os românticos E juntos faremos um mundo só nosso, Um mundo onde ninguém Ninguém poderá dizer: Isso jamais vai acontecer.

26


O mundo dos meus sonhos Num mundo distante Muito longe daqui Há dias de sol, Dias que não têm fim. Noites de um milhão de estrelas Iluminando o céu.

As casas são como casas de vó Aconchegantes e gostosas Com cheiro de biscoitos Recém-assados... Bolos só de chocolate, E de cenoura só se for com cobertura.

Existem sorrisos sinceros Tudo é doce Não há lágrimas. Lá não existem multidões, Apenas aqueles que mais desejamos Ter ao nosso lado.

Lá se escrevem cartas de amor, Lá existem amizades verdadeiras, Lá o amor é recíproco, E existem finais felizes.

A vida tem uma trilha sonora Nenhum dia é igual ao outro, Mas toda manhã é alegre E o fim da tarde também. Os pôr-do-sol nunca são vistos sozinhos, Mas com alguém segurando a nossa mão. Não existe dor, Há praia lindíssimas Os fins de semana são quando bem queremos E não existem segundas-feiras. Todo domingo tem sorvetes, Toda família é unida. Lá o seu coração É a prova do seu mérito. Não existem provas nem vestibulares, E há flores em todos os cantos. Flores em buquês nas mãos dos namorados, Flores em jardins coloridos.

27

Lá existem finais felizes... Não exitem injustiças... Lá existem finais felizes... Finais felizes...


Bertioga Que tempo bonito Eu me lembro Do sol de verão, Da brisa de então. A andar em meio ao verde, Ouvir o som das ondas A quebrar no mar... Que delícia é Bertioga. Pedalando ao sabor do vento, Acordando com o cantar dos pássaros. Que delícia é Bertioga. Que saudade Da música a noite Na lanchonete... Que saudade de Bertioga. De sentar e ler um livro, De sorrir e deixar Tudo sem me importar. Que delícia é Bertioga. Deitar nas redes coloridas, A observar o mar azul E o verde das palmeiras. Deixar o sono me embalar Sem me preocupar... Descansar nas costas do mar Os raios de sol a me tocar. Ouvir o som da alegria E deixar a vida me levar.

29

Que delícia é, Que delícia é Que delícia é Bertioga


Poetas não sabem chorar Os poemas não têm sentido, Não se forem de tristeza. Esse tema já está muito batido Só resta disfarçar em nostalgia. Poetas não sabem chorar apenas, Mas precisam derramar suas lágrimas Na essência do seu ser, Em tudo que veem no mundo, Nas palavras que pingam no papel. É por isso que poetas sofrem Mais do que qualquer um. E seu sofrimento grita sem que falem, Mas no silêncio do que são.

30


A Estrela Lá está ela, Com a sombra atrás de si. E a luz da lua a banhar a sala A observar a janela tão só. Na verdade não está só Seu coração diz que não, Mesmo que todos sintam dó. Lá no alto há uma estrela A estrela com quem conversa Por horas e horas, ali imersa. Sua estrela lhe ouve compreensiva E ela lhe conta o que seu íntimo Esconde... Sua estrela não a abandona onde Todos deixaram-na para trás Sua mente passeia pelas memórias Tão lindas que guardou. Como joias preciosas, Ela nunca as deixou. Agora só tem sua Estrela Com quem conversar. Todas as noites, sem cansar... Centelha de luz e esperança, Em um mundo sem bonança. Estrela eu lhe peço Envie-lhe uma mensagem Pelos céus, pelas nuvens em viagem. Ache-o e diga-lhe por favor Que ainda existe em meu coração Amor.

31

"Talvez você nunca saiba..." Ela murmura, sem suspiro Que lhe caiba "... mas é a estrela mais linda do céu." Em outra janela, não muito distante, Com ela alguém fala No mesmo instante. "Onde quer que você esteja, Saiba que sempre será para mim A estrela mais linda do céu..."


Tão só Só, Somente tão só É assim que vou seguindo. Velejando na imensidão Azul escura Deste mar de solidão Guiada pelo vento Que me leva para longe. Tento sentir o sol Mas ele se escondeu. Nasceu mesmo para todos? Perguntei e ninguém nunca respondeu. Até mesmo os passarinhos Têm alguém com quem voar, Porém eu sempre voo sozinha E ninguém vem me encontrar. Algum dia vou buscar o céu, Vou tocar as nuvens brancas E ser livre pra viver. E meus pés não vão Não vão mais se prender ao chão. Serei livre para voar, Para bem longe Para onde vou me libertar...

32


Esperança Esperança Que nome tão bonito Que aparece quando mais precisamos. Ela que vem nos dar a mão Quando tudo nos vira as costas. Esperança, Que já sumiu de tantos corações Vem me acalentar No seu carinho de mãe. Esperança que sorri Mesmo em uma tempestade, É você quem nos ajuda a continuar E nos dá certeza de que amanhã O sol irá brilhar.

33


Arte Neste mundo eu me acho E me expresso sem dizer Uma palavra sequer. Eu traço um risco qualquer E é isso que me faz viver. A arte preenche minha vida Mesmo quando me sinto sozinha Sem saída. A arte colore meus dias, E tudo fica melhor ainda.

Sempre há mais para frente Muitas coisas pra criar E algo em que melhorar. E o melhor de tudo! Não há regras. Vem de dentro, Vem de dentro de você.

Como é bom Voltar a ser criança, E pegar um papel Sem me preocupar. É a mágica desta tinta De trazer algo à vida, Algo que antes não existia A não ser na nossa cabeça. É a mágica de criar beleza Usando o coração e as mãos. A arte me faz sonhar Num mundo colorido E cheio de vida. A arte me faz entrar Neste mundo que criei E me faz querer conhecer de verdade Os personagens que desenhei. A arte para mim É uma coisa fluída, Uma coisa gostosa, Um desafio sem fim.

34


Dentro de mim Olho para dentro e vejo Tantas coisas dentro de mim. Tantos sonhos e desejos, Fantasias que vivi. Existe música tocando A todo momento em minha mente, Estou sempre pensando Em algo diferente. Multidões de estrelas E pássaros no céu. Muitas cores de aquarela Em um pincel. Me distraio porque vivo Em um mundo que é só meu. Me distraio porque imagino Um lugar só com você e eu. E sou viajante o tempo todo Viajando em um mar de ideias De nostalgia e momentos Que já foram e serão. Não consigo viver sem Um lápis e um papel. Uma outra história para viver Um outro mundo para criar.

35


Profile for Ligia Camolesi

Meu livro de poesias  

Livro autoral de poesias. Todo escrito, ilustrado, diagramado e encadernado por mim.

Meu livro de poesias  

Livro autoral de poesias. Todo escrito, ilustrado, diagramado e encadernado por mim.

Advertisement