__MAIN_TEXT__

Page 1

ESPAÇO DO PROFESSOR

ELIAS JOSÉ, POESIA E MUSICALIDADE

MÚSICA | 

LITERATURA


guia de ícones ler

ouvir, colocar (música) para tocar

analisar, questionar, elaborar hipóteses, comentar (questionando)

registrar, criar, destacar, grifar, completar

apresentar, relatar, compartilhar em voz alta

comentar, explicar discutir, conversar demonstrar, experimentar, cantar, praticar (exercícios de música) dica


título

Elias José, Poesia e Musicalidade apresentação O plano de aula sobre Elias José propõe brincadeiras e atividades que podem ser desenvolvidas em sala de aula. A ideia é transformar a experiência literária num dinâmico trabalho pedagógico, identificado com as características estruturais da linguagem do autor, com a sua delicadeza, musicalidade e respeito à criança.

objetivos • Conhecer conteúdos musicais (linguagem musical) por meio do texto poético; • Pesquisar sonoridades e formas musicais nos textos literário e poético; • Identificar a cadência rítmica e sonora, pesquisando os poemas de Elias José; • Brincar com poemas e palavras por meio da criação de rimas e quadrinhas; • Conhecer aspectos da obra de Elias José.

áreas do conhecimento

segmento

Música e literatura.

Educação Infantil e Ensino Fundamental I.

duração

recursos necessários

De 3 a 4 aulas.

• Aparelho de som; • Computador com

recursos multimídia (som e imagem) e acesso à internet; • Projetor ou tablet; • Folha para desenhar, material para registro gráfico (lápis de cor, canetinha etc.) e cartolina.


desenvolvimento

E

ste plano de aula apresenta três atividades, baseadas na obra literária de Elias José. A sequência propõe estratégias para conhecer a obra dedicada ao público infantil, indicando possibilidades de trabalho com as manifestações literárias, integrando diferentes linguagens.

Apresente aos alunos a existência de diferentes estilos de texto escrito, enfocando a poesia como um tipo particular. Nela, o texto é interpretado pela cadência, pelo ritmo e pelos sentidos das palavras. Um dos autores que possui vasta produção literária dirigida às crianças é o poeta Elias José. Explique que ele começou a escrever poesia infantojuvenil em 1976 para a sua primeira filha, Iara, como consta no verbete da Enciclopédia Itaú Cultural. Converse com os alunos a respeito do que conhecem sobre poesia e poetas. Peça para que compartilhem alguns versos que saibam com os colegas. Também é possível organizar na sala de aula um espaço com livros de poesias para crianças e criar um momento de leitura com os alunos.

1º MOMENTO

Brincadeira com as palavras: poesia “Eu Vi a Vera” O poema “Eu Vi a Vera”, de Elias José, é excelente para trabalhar a criação de rimas e quadrinhas junto aos alunos da educação infantil e do ciclo de alfabetização. De maneira lúdica e simples, propõe rimas fáceis de compreender que podem ser usadas como modelo estrutural para a invenção de palavras sugeridas pelas crianças. Apresente o poema “Eu Vi a Vera”, do livro O Jogo da Fantasia, para os alunos. Faça a leitura compartilhada do texto em voz alta, observando as pausas entre os parágrafos.

6

ESPAÇO DO PROFESSOR


Eu Vi a Vera

Eu vi a Vera no portão, tem cara de limão! Eu vi a Vera na janela, tem cara de panela! Eu vi a Vera na porta, Tem cara de torta! Eu vi a Vera na varanda, tem cara de quitanda! Eu vi a Vera no jardim, tem cara de pudim! Eu vi a Vera na horta, tem cara de bolota! Elias José In: O Jogo da Fantasia. São Paulo: Paulus, 2001. p. 27.

Eu vi a Vera um tempão, tou com cara de paixão!

Proponha um jogo de leitura com as palavras do poema entre o professor e os alunos. Nele, o nome Vera será substituído pelo de cada aluno, assim como os locais, criando novas rimas para os versos. Por exemplo, “Eu vi o Beto na cozinha, tem cara de farinha!”. Apresente o jogo e proponha que os alunos pensem e discutam as rimas possíveis de serem utilizadas. Caso alguma criança tenha dificuldade em estabelecer a rima com as palavras, o grupo e o professor podem ajudá-la.

ELIAS JOSÉ, POESIA E MUSICALIDADE

7


2º MOMENTO

Cantar poesias... Muitos textos de Elias José são adaptações de cantigas de roda do folclore brasileiro e de brincadeiras populares da nossa cultura. Seus textos estabelecem proximidade com o leitor, especialmente com as crianças. Nesta atividade musical, localizaremos duas poesias dedicadas ao público infantil. Elas ilustram essa característica e incentivam os alunos a estabelecer outra forma de se relacionar com o texto poético, “brincando” com as palavras. Apresente o poema “Piados do Passarinho”, do livro O Jogo da Fantasia. Faça a leitura do texto em voz alta com os alunos e indague-os sobre as características do poema.

Piados do Passarinho

O passarinho piou, piou numa boa. O passarinho piou, piou lá na lagoa. O passarinho piou, piou, é bom sinal. O passarinho piou, piou lá no quintal. O passarinho piou, piou e olhou pra mim. O passarinho piou, piou lá no jardim.

8

Elias José In: O Jogo da Fantasia. São Paulo: Paulus, 2001. p. 28.

ESPAÇO DO PROFESSOR


O passarinho piou, piou lá na avenida. Todo mundo escutou, ficou melhor a vida.

Após uma breve discussão com o grupo sobre o tema, afirme que o texto também pode ser entoado em forma de canção, fazendo-se uma paródia com cantiga de roda tradicional, “A Canoa Virou”. Repita o mesmo procedimento utilizado para apresentar o poema anterior, agora com um texto adaptado de uma brincadeira da cultura popular, o Corre Cotia. Trata-se do poema “Corre-Corre”, presente também no livro O Jogo da Fantasia.

Corre-Corre

Corre, Maria, na casa da tia. Corre, Filó, na casa da avó. A tia da Maria já nem fia. A avó da Filó já nem tira o pó. Se a Maria não fia no lugar da tia, a panela fica vazia.

Elias José In: O Jogo da Fantasia. São Paulo: Paulus, 2001. p. 6.

Se a Filó não tira o pó no lugar da avó, vira um forrobodó.

ELIAS JOSÉ, POESIA E MUSICALIDADE

9


Corre, Maria, na casa da tia. Corre Filó, na casa da avó.

Após a leitura do poema “Corre-Corre”, pergunte aos alunos se conseguem identificar a música ou brincadeira presente na estrutura desse texto. Sugira que brinquem em roda com a brincadeira Corre Cotia. Relembre a melodia cantada nessa brincadeira. Em seguida, peça que as crianças façam uma paródia com esse canto, utilizando agora o texto “Corre-Corre”. Todos vão perceber que se trata de uma adaptação “sonora” da brincadeira.

3º MOMENTO

Sonoplastia de poemas: paisagem sonora Uma atividade interessante de se realizar com os alunos é sonorizar poemas. A proposta a seguir baseia-se na pesquisa e no registro de sons, ruídos e/ou trilhas sonoras que buscam uma identidade entre som, enredo e texto na poesia. Utilizaremos algumas referências da obra de Elias José que nos remetem à criação de sonoplastias.

10

ESPAÇO DO PROFESSOR


A Cabra Atrapalhada

A cabra, se abre a boca, baba que baba, meio boboca. Mas se abraça algum capim, a cabra cabreira se abrasa muito ligeira. E masca que masca o capim até dar-lhe fim. Mas, que Carnaval, se a cabra acha um capinzal! A cabra fica boba, abre bem a boca e só berra e erra.

Elias José In: O Jogo da Fantasia. São Paulo: Paulus, 2001. p. 14.

A cabra não sabe se masca ou se brada: - ABRACADABRA! ACABRADABRA! ACABRADABRA!

Faça a leitura compartilhada em voz alta do poema “A Cabra Atrapalhada” junto com os alunos e identifique o tema e o enredo da poesia (do que trata a narração). Divida a classe em grupos e peça às crianças que inventem sons que combinem com o tema do poema. Explore diferentes formas de se emitir sons, utilizando o corpo, a voz ou materiais que produzam ruído. Por exemplo, vocalizações dos animais citados (cabras), ambiente rural (fazenda) etc. Escolha um ou mais alunos de cada grupo para interpretar a leitura do texto, ou seja, serão os “narradores” (ou declamadores) do poema. Os demais parti-

ELIAS JOSÉ, POESIA E MUSICALIDADE

11


cipantes farão a trilha sonora, utilizando a voz, os sons do corpo ou quaisquer outros materiais convenientes para retratar o ambiente sonoro identificado com cada etapa da leitura do texto. Com auxílio de um gravador de voz, ou computador com sistema multimídia e microfone, registre a leitura do poema com a respectiva trilha. Apresente à classe a gravação obtida e avalie a qualidade do áudio, observando se a leitura do texto está audível e a dinâmica da trilha está compatível com o clima do enredo sugerido pelo texto, entre outros aspectos. Para um melhor resultado na gravação, é aconselhável posicionar os narradores mais próximos ao microfone, e o grupo que executará a trilha sonora um pouco mais afastado. Assim, o texto lido ficará mais audível e os sons ficam restritos ao segundo plano. Você e sua turma se surpreenderão com o resultado! Utilize esse mesmo procedimento para sonorizar outros poemas de Elias José. Eis algumas sugestões de poesias para realizar sonoplastias: “O Sonho do Saci”, “O Bico do Galo” e “O Pato” (indicações bibliográficas adiante).

4º MOMENTO

fechamento Finalize a atividade trazendo referências e informações sobre a obra de Elias José. Ressalte o significado de conhecer e ampliar nossa cultura literária. Converse com os alunos sobre criação poética e a importância de as crianças poderem brincar com palavras, sons e música. Proponha aos alunos que desenhem numa folha de papel as características mais marcantes dos poemas que aprenderam, das melodias escutadas e do que mais gostaram nas atividades. Se possível, disponibilize em CD ou mídia similar as gravações produzidas pelos alunos. O registro do processo pode ser resgatado como recordação ou como material de apoio, protagonizado pelas próprias crianças.

12

ESPAÇO DO PROFESSOR


reflexão final

O

professor pode avaliar o trabalho segundo o envolvimento dos alunos na realização das atividades propostas. Pode investigar o conhecimento adquirido por meio das produções gráficas e do relato dos estudantes nas conversas e discussões sobre o tema. Organize um mural na sala de aula com a exposição das produções elaboradas pelos estudantes e com informações, fotos e referências que considere significativas ao processo de aprendizagem do grupo. É desejável também que documente a sua prática em relatórios pedagógicos (ou mecanismo similar que lhe pareça mais conveniente) para que, futuramente, possa retomar a atividade junto aos alunos.

sugestões complementares

A

obra literária de Elias José é importante para a cultura infantil. Seus livros retratam com sensibilidade os temas lúdicos pertinentes à infância. O autor consegue estabelecer proximidade com as crianças, e os textos sugeridos são parte do potencial de trabalho pedagógico com seus poemas. O professor pode recorrer às sugestões apresentadas como referência para adaptar outros conteúdos, literários ou não, de sua área de conhecimento. Pode, também, utilizar outros autores com essa mesma inclinação aos temas do mundo da criança. Com projetos editoriais bem cuidados, os livros de Elias José, oferecem, ainda, a possibilidade da leitura e interpretação das imagens ilustrativas que acompanham os textos.

ELIAS JOSÉ, POESIA E MUSICALIDADE

13


Em seu livro A Poesia Pede Passagem, Elias José aponta diferentes autores que produziram textos e músicas calcados no gênero poético infantil. Cita a importância da divulgação desses poetas, em especial Toquinho e Vinicius de Moraes, que, na sua opinião, operam “casamento perfeito, harmônico” entre texto e melodia. Vale conferir a obra deles. Lembre-se da importância para o processo de aprendizagem das crianças de retomar as atividades sugeridas no plano de aula em diferentes momentos. Você pode retomá-lo na íntegra ou por atividade de maior relevância, dependendo da compreensão e necessidade do grupo.

referências ELIAS José. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org. br/pessoa3924/elias-jose>. Acesso em: fev. 2018. Verbete da Enciclopédia. ISBN: 978-85-7979-060-7. GEM Cinquentenário. Blog da escola. Disponível em: <http://gemcinquentenario. blogspot.com.br/>. Acesso em: fev. 2018. JOSÉ, Elias. A poesia pede passagem. São Paulo: Paulus, 2005. JOSÉ, Elias. O jogo da fantasia. São Paulo: Paulus, 2001. JOSÉ, Elias. Corre-corre (audiopoesia). Disponível em: <http://mais.uol.com. br/view/14588645>. Acesso em: Fev. 2018. JOSÉ, Elias. Piados do passarinho (audiopoesia). Disponível em: <http://mais. uol.com.br/view/14588648>. Acesso em: fev. 2018. JOSÉ, Elias. A cabra atrapalhada (audiopoesia). Disponível em: <http://mais. uol.com.br/view/14588650>. Acesso em: fev. 2018.

14

ESPAÇO DO PROFESSOR


JOSÉ, Elias. Eu vi a Vera (audiopoesia). Disponível em: <http://mais.uol.com. br/view/14588656>. Acesso em: fev. 2018. JOSÉ, Elias. O pato. (audiopoesia). Disponível em: <http://mais uol.com.br/view/ gc258ezol6o/o-pato--poesia-de-elias-jose 0402CC9A3670E0A94326?types=A&>. Acesso em: fev. 2018. JOSÉ, Elias. Lua no brejo com novas trovas. Porto Alegre: Projeto, 2007. JOSÉ, Elias. Cantos de encantamento. Belo Horizonte: Formato, 1996. TOQUINHO. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org. br/pessoa429498/toquinho>. Acesso em: fev. 2018. Verbete da Enciclopédia. ISBN: 978-85-7979-060-7. VINICIUS de Moraes. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2018. Disponível em: <http://enciclopedia. itaucultural.org.br/pessoa2746/vinicius-de-moraes>. Acesso em: fev. 2018. Verbete da Enciclopédia. ISBN: 978-85-7979-060-7.

ELIAS JOSÉ, POESIA E MUSICALIDADE

15


núcleo enciclopédia Gerência Tânia Rodrigues Coordenação Glaucy Tudda Equipe Camila Nader Elaine Lino Lucas Rosalin (estagiário)

núcleo comunicação Gerência Ana de Fátima Souza Coordenação Carlos Costa Direção de Arte Arthur Costa Luciana Orvat (terceirizada) Projeto Gráfico Serifaria Produção Editorial Victória Pimentel

Profile for Itaú Cultural

Poética e musicalidade de Elias José  

O plano de aula sobre Elias José propõe brincadeiras e atividades por meio das quais as crianças podem identificar as estruturas da linguage...

Poética e musicalidade de Elias José  

O plano de aula sobre Elias José propõe brincadeiras e atividades por meio das quais as crianças podem identificar as estruturas da linguage...