Page 1

CADERNO DO PROFESSOR

UMA ARTE ALÉM DA ARTE: FRANS KRAJCBERG E AS CIÊNCIAS

ARTES VISUAIS | GEOGRAFIA | HISTÓRIA LÍNGUA PORTUGUESA | CIÊNCIAS



guia de Ă­cones

analisar, questionar, elaborar hipĂłteses, comentar (questionando)

apresentar, relatar, compartilhar em voz alta

assistir, apresentar (vĂ­deo)

dica discutir, conversar ler observar, ver (obra de arte)

pesquisar, aprofundar, procurar

recuperar, retomar, relembrar

registrar, criar, destacar, grifar, completar

trabalho interdisciplinar



título

Uma arte além da arte: Frans Krajcberg e as ciências apresentação Partindo da trajetória de Frans Krajcberg, apresentaremos nesta sequência de atividades como a relação entre os conhecimentos e experiências pessoais podem estimular a pesquisa, a reflexão e a criação artística. Ao estudar a poética de Frans Krajcberg, a escolha dos materiais e as simbologias de sua produção, a turma terá a oportunidade de expandir conhecimentos para além da arte contemporânea.

objetivos • Conhecer a biografia do artista Frans Krajcberg; • Relacionar as disciplinas da base curricular com o processo de criação artística; • Desenvolver um trabalho de pesquisa; • Produzir esculturas inspiradas nas obras do artista; • Fabricar tintas com pigmentos naturais.

áreas do conhecimento Artes visuais, geografia, história, língua portuguesa, biologia, química e física.

segmento e habilidades da BNCC Ensino Médio: EM13LGG101, EM13LGG201, EM13LGG202, EM13LGG203, EM13LGG301, EM13LGG302, EM13LGG304, EM13LGG401, EM13LGG402, EM13LGG602, EM13LGG603 e EM13LGG704.


duração De 6 a 8 aulas.

recursos necessários • Computador com acesso à internet; • Projetor ou tablet; • Dicionário; • Cartolina; • Canetas hidrográficas coloridas; • Livros das disciplinas específicas; • Cola; • Barbante ou arame fino; • Pincéis variados. Para a tinta natural: • Cola branca; • Urucum, carvão, café forte coado, açafrão em pó, beterraba e folhas de couve. São Paulo, 2020


desenvolvimento 1º MOMENTO

Apreciação de imagens Para despertar a curiosidade da turma, inicie a aula com a apreciação das obras Conjunto de Esculturas (1980), Conjunto de Esculturas (1988), Escultura (1985) e Sem título (1997). O objetivo é estimular a olharem cuidadosamente as imagens, analisando todos os elementos que compõem as obras. Ressalte que, apesar de o artista ser também fotógrafo, o objeto artístico estudado será suas esculturas. Provoque a turma a descrever e analisar as imagens, questionando: O que vocês estão vendo? O que é isso? De que material é feito: materiais artificiais ou naturais? Quais cores vocês estão vendo no objeto artístico? Há texturas nele? Em que ambiente está inserida a obra? Com base na descrição visual, peça que compartilhem suas interpretações pessoais. Deixe que fiquem à vontade para expor suas impressões sem julgamentos, criando um ambiente que favoreça a participação, uma vez que os comentários particulares revelam seu repertório cultural e podem contribuir para enriquecer a aula.

UMA ARTE ALÉM DA ARTE: FRANS KRAJCBERG E AS CIÊNCIAS

7


Frans Krajcberg Sem título, 1997, Série Queimadas madeira com pigmentos naturais 400 x 115 x 120 cm Acervo Itaú Cultural Reprodução fotográfica Sérgio Guerini/Itaú Cultural

8

CADERNO DO PROFESSOR


2º MOMENTO

Conhecendo a biografia do artista Nascido na Polônia em 1921, Frans Krajcberg encontra no Brasil um ambiente cheio de belezas naturais, que o inspira a criar obras que denunciam as agressões ambientais: “Com minha obra, exprimo a consciência revoltada do planeta1”. Naturalizado brasileiro, o artista expressa a defesa da vida em oposição ao que presenciou no holocausto, deixando um legado que nos alerta para a necessidade de impedir os muitos crimes cometidos contra a natureza e a humanidade. Apresente o verbete de Frans Krajcberg, fazendo uma leitura compartilhada com a turma. Se desejar, complemente com o vídeo Frans Krajcberg – Enciclopédia Itaú Cultural, também presente em seu verbete.

3º MOMENTO

Pesquisa Recorde os pontos principais da leitura feita na aula anterior, do verbete Frans Krajcberg. Em seguida, divida a turma em 7 grupos para pesquisarem as relações entre as obras do artista e outras áreas de conhecimento, levando-os a especificar novos saberes. Sorteie para cada grupo uma ficha de roteiro de pesquisa referente a uma das disciplinas: língua portuguesa/ estrangeira, biologia, geografia, física, química, arte e história (anexos 1 a 7). A pesquisa pode ser feita na própria escola, em livros didáticos disponíveis e/ ou na internet. Convide professores e professoras de outras disciplinas para desenvolverem os roteiros de pesquisa com você, ampliando a interdisciplinaridade e complexidade das investigações. Sugira que todos os integrantes do grupo participem do preenchimento da ficha. Serão necessárias pelo menos 2 aulas para que consigam reunir as informações indicadas nos roteiros e desenvolver o mapa conceitual: uma espécie de fichamento visual, com um resumo em forma de palavras-chave, contendo imagens ou não (figura 1). Se necessário, amplie esta etapa da investigação com mais um encontro.

1 Cf. FRANS Krajcberg revolta. Rio de Janeiro: GB Arte, 2000. p. 165.

UMA ARTE ALÉM DA ARTE: FRANS KRAJCBERG E AS CIÊNCIAS

9


Designed by raw

epik pixel.com / Fre

Em seus processos de criação, explora diferent es técnicas como: pintura, escultura (esculpindo e gravando), e também é fotógrafo.

“Com a minha obra,

exprimo a consciênci

revoltada do planeta.

a

Polônia Nasceu na iu sua e reconstru sil, vida no Bra m grande depois de u devido à sofrimento Mundial. 2ª Guerra

10

Figura 1 Exemplo de mapa conceitual com o tema “O que descobri sobre Frans Krajcberg”.

CADERNO DO PROFESSOR


4º MOMENTO

Compartilhando as descobertas Nesta aula, cada grupo deverá compartilhar suas investigações, consultando os roteiros de pesquisa e o mapa conceitual. Valorize esse momento apontando como é rica a produção do artista. Além do grande impacto visual, suas esculturas apresentam simbolismos e conhecimentos científicos associados a reações químicas, efeitos físicos, históricos e sociais, como as relações recíprocas entre o homem, o meio e a diversidade cultural. Avise à turma que na próxima aula irão desenvolver esculturas utilizando somente elementos da natureza, que devem ser coletados previamente, sempre respeitando o que ela tem a oferecer, e trazidos para a aula. Dica: a coleta também pode ocorrer no ambiente escolar, observando o entorno, analisando a presença da natureza e recolhendo o que estiver caído no chão, como galhos, pequenos troncos, cipós e folhas secas (de diferentes tamanhos e formas).

5º MOMENTO

É hora de criar! Proponha que, em grupos ou individualmente, façam uma escultura com os elementos coletados. A proposta é estimular a turma a relacionar o que foi pesquisado, para criar esculturas com elementos naturais, inspiradas na obra de Krajcberg. Nesse momento, leve os estudantes a refletir que, apesar de a criação ser livre, sem a necessidade de ser figurativa ou abstrata, a experimentação os levará a estabelecer significados simbólicos. Durante a montagem das esculturas e objetos tridimensionais, a amarração com barbante e arame pode ser necessária para dar sustentação às partes. Peça ao grupo que pesquisou o Roteiro de Pesquisa de Química para auxiliar na fabricação das tintas com pigmentos naturais. Para dar cor aos trabalhos, será preciso produzir as tintas, misturando a cola com os pigmentos naturais – urucum, carvão e couve – em recipientes separados. Para o açafrão em pó e o café forte coado, basta adicionar a cola até conseguir uma mistura homogênea. Para o uso da beterraba, rale-a, extraia o líquido e misture com a cola. Se não houver tempo para fabricar as tintas naturais para pintar as esculturas, utilize tinta guache, por ser menos tóxica ao meio ambiente.

UMA ARTE ALÉM DA ARTE: FRANS KRAJCBERG E AS CIÊNCIAS

11


6º MOMENTO

Apreciação das produções individuais Terminados e secos os trabalhos, convide a turma a exibir e compartilhar sua criação. Na sala de aula ou no pátio da escola, forme uma roda de conversa e peça ajuda para organizar no centro todos os trabalhos. Incentive a valorização de todas as produções, mantendo um ambiente de respeito e cordialidade. Deixe que expressem o que sentiram e aprenderam com esta sequência de aulas sobre Frans Krajcberg, e apontem de que maneira as obras do artista extrapolam a materialidade das esculturas.

reflexão final

C

onverse com a turma a respeito da visão sistêmica que envolve a criação da obra de arte contemporânea, concluindo que Frans Krajcberg é o exemplo de um artista atento às questões de sua época e, sobretudo, preocupado em criar e lutar pela causa ambiental.

12

CADERNO DO PROFESSOR


referências BARBOSA, Ana Mae; COUTINHO, Rejane. Arte-educação como mediação cultural e social. São Paulo: Unesp, 2009. BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: <http:// basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_ site.pdf>. Acesso em: jul. 2020. CONJUNTO de Esculturas. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia. itaucultural.org.br/obra6822/conjunto-de-esculturas>. Acesso em: jul. 2020. Verbete da Enciclopédia. CONJUNTO de Esculturas. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia. itaucultural.org.br/obra35122/conjunto-de-esculturas>. Acesso em: jul. 2020. Verbete da Enciclopédia. ESCULTURA. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural. org.br/obra14584/escultura>. Acesso em: jul. 2020. Verbete da Enciclopédia. FRANS Krajcberg. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural. org.br/pessoa10730/frans-krajcberg>. Acesso em: set. 2020. Verbete da Enciclopédia. FRANS Krajcberg revolta. Texto Frederico Morais; fotografia André Morain, Paulo Scheüenstuhl; projeto editorial Márcia Barroso do Amaral; versão em inglês Carolyn Besset, Derrick Phillips; apresentação Pierre Restany. Rio de Janeiro: GB Arte, 2000. p. 165. SEM Título. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org. br/obra14590/sem-titulo>. Acesso em: out. 2020. Verbete da Enciclopédia. VISITA a Krajcberg - Encontros, 1997. Direção: Roberto Moreira. São Paulo: Itaú Cultural, 2012. Disponível em: <https://www.itaucultural.org.br/busca?q=V%C3%ADdeos+Frans+Krajcberg>. Acesso em: jul. 2020.

UMA ARTE ALÉM DA ARTE: FRANS KRAJCBERG E AS CIÊNCIAS

13


ANEXO 1 ROTEIRO DE PESQUISA Nome dos alunos:

DISCIPLINA: ARTE Ano:

BIOGRAFIA: Nacionalidade, data de nascimento, local do ateliê no Brasil e eventos importantes da vida do artista Frans Krajcberg.

PROCESSOS DE CRIAÇÃO: Pesquise quais são os assuntos que influenciaram o desejo criador e quais são os procedimentos do início ao fim das esculturas.

MATERIAIS: Espaço reservado para fazer uma lista dos materiais utilizados pelo artista para criar as esculturas.

Resumo da pesquisa com palavras-chave para criar um mapa conceitual


ANEXO 2 ROTEIRO DE PESQUISA

DISCIPLINA: LÍNGUA PORTUGUESA/ESTRANGEIRA

Nome dos alunos:

Ano:

CRIAÇÃO DE VERBETES: Após a leitura da biografia, selecione palavras do texto para a criação de verbetes (palavras de caráter informativo que definem conceitos de forma breve e objetiva). Pesquise, crie o texto e liste abaixo as palavras com seus significados.

GLOSSÁRIO DE EXPRESSÕES EM POLONÊS: A língua materna do artista é o polonês, então, pesquise em sites específicos de tradução algumas expressões brasileiras que comumente usamos, por exemplo: Bom dia! ou Estou com muita fome!, entre outras. Faça uma lista abaixo:

ALFABETO POLONÊS/POLACO: Pesquise e escreva abaixo as letras do alfabeto da língua materna do artista Frans Krajcberg.

Resumo da pesquisa com palavras-chave para criar um mapa conceitual


ANEXO 3 ROTEIRO DE PESQUISA Nome dos alunos:

DISCIPLINA: BIOLOGIA Ano:

ELEMENTOS DA NATUREZA: Volte a ler a biografia de Frans Krajcberg e liste abaixo os elementos da natureza que o artista usou para fazer suas obras de arte.

“Com minha obra, exprimo a consciência revoltada do planeta”. O que o artista quis dizer com a frase? Responda abaixo:

Pesquise na biografia quais as relações de Frans Krajcberg com a ecologia, escreva-as e faça suas considerações abaixo.

Resumo da pesquisa com palavras-chave para criar um mapa conceitual


ANEXO 4 ROTEIRO DE PESQUISA Nome dos alunos:

DISCIPLINA: GEOGRAFIA Ano:

A GEOGRAFIA DA POLÔNIA: A missão deste grupo é pesquisar a localização territorial do país de origem de Frans Krajcberg.

Informações sobre o clima, a economia, o IDH (índice de desenvolvimento humano) e a atividade agrícola do país:

CONFLITOS GEOPOLÍTICOS: Pesquise a existência de combates de interesses políticos, econômicos, sociais, históricos ou territoriais que envolvem a Polônia atualmente.

Resumo da pesquisa com palavras-chave para criar um mapa conceitual


ANEXO 5 ROTEIRO DE PESQUISA Nome dos alunos:

DISCIPLINA: FÍSICA Ano:

INÉRCIA: Leia sobre os processos de criação das esculturas de Frans Krajcberg e associe-os à 1ª lei de Newton, registrando aqui um pequeno relato teórico sobre a aplicação da inércia na criação das obras de arte.

AÇÃO E REAÇÃO: Na devastação da natureza, como observado por Frans Krajcberg, o homem age sobre o meio ambiente de forma agressiva e irresponsável. Explique como a 3ª lei de Newton se apresenta nesse fato.

Resumo da pesquisa com palavras-chave para criar um mapa conceitual


ANEXO 6 ROTEIRO DE PESQUISA Nome dos alunos:

DISCIPLINA: QUÍMICA Ano:

REAÇÕES QUÍMICAS: Pesquise as reações químicas que as queimadas produzem na atmosfera. Faça um pequeno relato.

TINTAS: Pesquise quais são os pigmentos de algumas tintas industriais e os elementos químicos presentes nelas que podem oferecer danos à natureza.

TINTAS NATURAIS/ORGÂNICAS: Para a receita de tintas naturais, quais as possibilidades de ingredientes e quais as cores obtidas com eles? Registre aqui o passo a passo.

Resumo da pesquisa com palavras-chave para criar um mapa conceitual


ANEXO 7 ROTEIRO DE PESQUISA Nome dos alunos:

DISCIPLINA: HISTÓRIA Ano:

FICHAMENTO BIOGRÁFICO: Volte a ler a biografia de Frans Krajcberg e faça um resumo com as principais ideias, destacando as partes mais importantes da vida do artista.

MARCO HISTÓRICO: Leia novamente a biografia e descubra qual foi o fato histórico que mudou completamente a vida de Frans Krajcberg. Escreva abaixo, relatando sua influência para a vinda do artista ao Brasil.

CATÁLOGO ARTÍSTICO: Faça uma lista em ordem cronológica com o nome das principais obras presentes na biografia do artista.

Resumo da pesquisa com palavras-chave para criar um mapa conceitual



núcleo enciclopédia Gerência Tânia Rodrigues Coordenação Glaucy Tudda Produção e Pesquisa Beatriz Pastore (estagiária) Elaine Lino Karine Arruda Revisão Vânia Valente Redação Laura Teixeira Machado (terceirizada) O conteúdo desta publicação foi lido e comentado por professoras e professores atuantes em diferentes etapas de escolarização.

núcleo comunicação Gerência Ana de Fátima Sousa Coordenação Carlos Costa Direção de Arte Arthur Costa Projeto Gráfico Serifaria Design Girafa Não Fala Produção Editorial Victória Pimentel