Page 1


2 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


LANÇAMENTO OFICIAL

MONTE VERDE: CARVÃO YAHYA

ELEGANCE. Representante ocial da marca Yahya, o Monte Verde traz para você o prazer de suas sessões, com produtos de alta qualidade.

Produzido na indonésia, o carvão Yahya Elegance dura até 120 minutos em sua sessão , preserva o aroma genuíno da essência, e não contém enxofre. É 100% natural de bras de côco, econômica e ecológica.

Rua Olívia Fosqueira Sotille, 81 Parque Industrial do Guarujá, Cascavel PR (45) 3038 - 7558 2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 3


intensiďŹ que seu estilo.

4 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


Editorial Aqui estamos, na 24ª edição da HBE, nela falaremos um pouco sobre importação, um bate-papo rápido e objetivo com o responsável pela importação de marcas consagradas que estão disponíveis no TioBob Narguiles.

Direção

Nosso querido Sakamoto foi ao evento Hookah Club Show, que aconteceu na Rússia, e traz diversas informações do mundo shisha do maior país do planeta.

Colaboradores

Teremos como sempre a coluna do Hookah Drink que faz uma pergunta sobre importar de maneira independente agora ou esperar que as políticas sejam alteradas. O BDA vem com a continuação da matéria de mitos e verdades da edição anterior. Leia a coluna do Macário com atenção, você com certeza será pego de surpresa. Como sempre o ácido Sidney “Netão” comenta sobre um passado glorioso não tão distante e os dias caóticos atuais. Da espanha vem o texto do Jekelo que fala sobre a nova menta preferida dele e direto de Maringá nosso querido Spider manda o papo sobre o tamanho dos arguiles e sua preferência. Para encerrar, seguimos a parceria com a Hookah Battle que esse ano tera sua liga principal em Curitiba e participaremos também do juri do evento. Monte o rosh, coloca o carvão no fogareiro e aproveite essa nossa volta no amado mundo Shisha.

Guilherme Vieira Lineu Jr. Fábio Vilariño Eduardo Macário Felipe Campanelli Gabriel Sakamoto Raphael Silveira Vinicius Gregoraci Welton “Spider” Roberto Jekelo

Projeto Gráfico Guilherme Vieira

Fotografia

Guilherme Vieira

Jornalista Responsável Sidney Gritti

Gráfica Lineu Jr.

Logística

Caio Costa

Revisão

Barbara Sales

Site

www.hookahbrasilexp.com.br

Facebook A revista HBE não se responsabiliza pelas opiniões aqui emitidas. O conteúdo de anúncios aqui publicados são de total responsabilidade dos anunciantes. O artigo 5 da Constituição Federal, assegura o direito de expressar nossas convicções e alternativas, mesmo sendo contra-hegemônicas, tanto o direito de receber quanto o de difundir informações são garantias fundamentais amparadas nos artigos 13.1 e 13.2 da Convenção Interamericana de Direitos Humanos, 19.1 e 19.2 do Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos e do artigo 4 da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

fb.com/hookahbrasilexperience

Contato

contato@hookahbrasilexp.com.br

Impressão:

6.000 exemplares

CNPJ

27.337.714/0001-46

2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 5


6 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


Sumário //Verdades e mitos sobre o arguile

A continuação sobre mitos e verdades do arguile, sem palhaçadinha com nosso hobbie!

// Importações

Bate-papo com Alex do Tio Bob Narguiles.

pg.12

//Hookah Club Show

Gabriel Sakamoto representando o Brasil na Rússia!

pg.16

//O mal necessário

Dos bons tempos aos tempos caóticos, atuais.

pg.22

Eduardo Macário pg. 11

pg.28 Hookah Drink pg.21

Welton "Spider" pg. 15


8 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


//Espaço Espaço do Leitor

Aproveite sua sessão e registre-a. Nos envie fotos do momento “relax” do seu dia. Encaminhe fotos, textos e artigos para o endereço leitor@hookahbrasilexp.com.br

2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 9


Eduardo Macário macario@hookahbrasilexp.com.br

Se Liga! Pensa numa “moda” que tomou conta dos jovens. Muitos pais sequer suspeitam que seus filhos consumam regularmente essa nova moda. Outros, incentivam esse absurdo. Os jovens acham que o gostinho de laranja é saboroso e não faz mal, mas não suspeitam do veneno que está invadindo o próprio corpo. A presença de substâncias cancerígenas pode apresentar sérios problemas no futuro. Além disso, essa nova moda talvez seja um vício. Vício esse, que pode ter sido responsável pela morte de 3,7 milhões de pessoas no ano passado, vítimas de diabetes. Sim! Estou me referindo a refrigerantes gaseificados. Achou que fosse sobre tabaco de arguile? Segundo a Organização Mundial da Saúde, 1 em cada 11 pessoas no mundo possui diabetes e cerca de 60% das mortes cardiovasculares estão ligadas a ela. É uma epidemia. E mesmo assim, você tem acesso a refrigerante em qualquer esquina do planeta. Não passa de uma variação de Soda Cáustica com aroma artificial. Se isso vale para o refrigerante, também deveria valer para tudo que possui flavorizantes para ficar

mais agradável de consumir, correto? Claro que não! O tabaco flavorizado foi banido do estado da Califórnia (EUA) no mês de abril deste ano (2019). O senador José Serra, propôs uma emenda na Constituição sobre as leis antitabagistas, proibindo a importação de tabacos flavorizados. Esse seria o primeiro passo para uma eventual proibição completa. A falta de lógica se aplica quando temos um mesmo peso e utilizamos duas medidas. Querer proibir você de consumir um tipo de tabaco, que comprará com seu dinheiro e prejudicará o seu corpo, é o mais alto absurdo do direito individual de escolha. Chega a soar esquizofrênico ver um país com 13 milhões de desempregados, mais de 60.000 homicídios anuais, média de escolaridade de 7 anos, acesso à universidade para 2% da população, e ser obrigado a ler proposta de político corrupto querendo cercear minha liberdade de escolha.

YOUTUBE.COM/ARGUILECAST

ARGUILECAST

2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 11


//Verdade ou Mito

Verdades e mitos sobre o arguile 2

Verdades e mitos parte 2.

Por: Blog do Arguile Fotos: Guilherme Vieira

Na edição passada, agraciamos vossas senhorias com um mar de informações no que tange os mitos e verdades deste esfumaçado meio no qual nós, em nossa condição de ‘fumeta’, nos situamos. Mas não pense você, caro líder de 12 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019

ginásio, que acabamos por lá. Viemos, por meio desta lhe trazer a segunda parte desse tão famigerado tema, que causa burburinho e alvoroço, além de uma tremenda algazarra, até nas mais remotas rodas de arguile.


//Verdade ou Mito de volume de fumaça e do fato de por vezes o vape ser chamado de “arguile de mão”, eles não são a mesma coisa. Os vaporizadores, como dito no nome, produzem VAPOR, enquanto nosso querido nargos, FUMAÇA. E 6 – Carvão de Fibra de Côco é mais sim, há diferença entre os dois. Quer saber qual? Dá uma conferida na saudável edição 21 desta magnânima revista, pois lá temos uma matéria que vai a VERDADEIRO fundo nesse assunto. Olha... Não quer dizer que 9 em 10 médicos recomendam uma sessão Resumindo: a única semelhança ende arguile com carvão de coco em tre os dois é a produção de gloriosas nuvens saborizadas com sedução e casos de suspeita de dengue. prazer. Mas, comparado a outros tipos de carvão, como por exemplo, o carvão 8 – A furação influencia na sessão de pólvora, carinhosamente apelidado de ‘PORVÃO’, que usa aditivos VERDADEIRO nada ortodoxos para garantir um rápido acendimento, ele é realmente Pode parecer ‘palhaçadinha’, um menos danoso à saúde. Se compa- mero chiste ou até mesmo menisrarmos também com o carvão vege- quência. Mas acredite: não é! A fita é tal, que é praticamente um primo de que a queima da shisha não depensegundo grau do carvão de churras- de apenas da combustão do carvão, co, o saldo ainda é positivo. E bas- mas também do oxigênio e de como tante! Ademais, a incidência de gos- ele se comporta dentro do rosh. E o to do carvão de coco em comparação que vai ditar isso, meu caro paladicom os demais é praticamente nula. no, são os furos e a sua disposição no campo atingido pela calorimetria Portanto, quando chegada a hora, vá dos carvões. de coquinho! “Eita diabo, como assim, Silveira?!” 7 – Vape e arguile são a mesma coisa Calma... MITO Antes de tudo, é importante frisar Apesar da similaridade na produção que o oxigênio é um comburente, Então, se segura na cadeira e fique ligado na lista a seguir, pois se não encontrou a resposta para a sua pergunta antes, com certeza vai encontrar agora!

2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 13


//Verdade ou Mito ou seja, um catalisador de queima. Então, quanto mais furos no seu formoso rosh, mais oxigênio transitará por entre o tabaco, e, consequentemente, mais calor. Por conta disso, também, o contato direto da brasa do carvão com o tabaco se torna mais intenso. Tudo depende do tipo de tabaco que “vossa mercê” apreciará, da estirpe de sessão que deseja promover, enfim, são diversas possibilidades. No mais: fique ligeiro no seu controle de calor. 9 – É tranquilo fumar com bebidas alcoolicas na base MITO Não, não, não, não, não. Não mesmo! Pelo amor de Deus, NÃO! Se tem uma tecla que nós, dinossauros da era mesozóica do ‘nargos’, batemos desde que começamos a produzir conteúdo, é essa: NÃO FUME COM BEBIDAS ALCOÓLICAS NA BASE! É muito simples, meus comissários: sabe álcool? Então... e fogo, sabe?! Pois é... e você sabe o que acontece quando junta os dois, né?! Exatamente! E te parece uma boa ideia?! 14 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019

Não, né?! ‘Então tá bom então!’ 10 – Arguile é prejudicial a saúde VERDADEIRO Eu sei que muitos de vocês estão decepcionados nesse momento. Mas, a verdade dói amigos. A real é que temos que ser conscientes e assumir que somos tabagistas. E o tabagismo, como aprendemos desde criancinhas, não é uma coisa legal. Nosso tão amado cachimbo d’água faz mal sim, e não é porque faz menos mal que o cigarro que temos que esculhambar. Lembrem-se que o segredo da vida é o equilíbrio. Então, aprecie com moderação, na maciota, na humilde, na tranquilidade, que você poderá desfrutar desse mundo maravilhoso por muito mais tempo. Ah, e me chama também, porque gosto e muito! Inclusive, ‘cês’ vão me dar licença, que a caneta caiu, e a gente vai bem preparar uma sessão aqui na redação. Sem “biricotico”, nem cigarro de artista no meio. Porque tem que respeitar!


Welton "Spider" spider@hookahbrasilexp.com.br

Tamanho é documento? Olá meus caros, tudo bem com vocês? Muita fumaça por aí? Hoje gostaria de dar minha opinião, e trocar com a de vocês. Quando o assunto é o tamanho do seu setup, isso influencia na sessão? Prós? Contras? Cheguem mais ‘xovenssss’!!! Indo direto ao ponto, que é minha preferência desde sempre, meu primeiro arguile foi um grande, sírio lindo (que inclusive na edição número 1 da revista conta um pouco da minha história e ele está lá). Setups grandes sempre tiveram meu apreço, antes pela beleza ou por ser maior que os demais, chamar atenção. Claro que tinha minha ‘China Abobrinha’, que encostava comigo na maioria dos lugares, porém, sempre achei que a fumaça vem quente, pelo caminho ser menor do rosh até o vaso, isso sempre me incomodava, por mais que colocasse gelo, sentia a fumaça quente, coisa que não acontece com os grandes (salvo nos dias quentes, na praia embaixo do sol rs).

fumei por quantidade de fumaça e sim por sabor e por uma boa sessão. Com o tempo e a evolução no nosso mercado e da indústria, surgiram os arguiles médios, ficando no meio termo, nem grande, nem pequeno. Hoje são os que mais uso, acho prático para levar, usar em casa, em todo lugar. Nele não sinto a sensação de fumaça quente e a quantidade de fumaça pra quem gosta, é igual ou similar aos pequenos! Hoje temos arguiles de todas as formas, tamanhos e preços, cabe a você escolher o que melhor lhe atende e caiba no seu orçamento, o importante é sempre ter uma boa sessão e aproveitar esse momento! Abraços e até a próxima ‘xovens’!

Talvez o arguile pequeno traga mais fumaça, uma concentração maior ou até mesmo só essa sensação, mas nunca 2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 15


//Importações

Importações! As docas.

Por: Redação HBE Fotos: Guilherme Vieira

Nesta matéria falamos com o Alex, responsável pelas importações dos produtos de marcas consagradas fora do país que chegam aqui através do site do “Tio Bob Narguiles”, sem dúvida a maior porta de entrada desse tipo de produto. Mais adiante será possível entender um pouco mais sobre como é o processo de negociação e chegada desses itens aqui. 16 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019

A ideia dessa matéria é fazer, de uma vez por todas, que as pessoas entendam que tudo que vem de fora, carrega um alto custo de imposto e transporte e ainda assim pessoas e empresas se dedicam a trazer essas novidades. HBE: Conte um pouco mais sobre as marcas que o Tio Bob representa no Brasil, nomes e locais de origem.


//Importações Alex: Hoje o TioBob representa as do. Com um design considerado por muitos como o mais moderno seguintes marcas importadas: de todos que existem. É feito em WOOKAH – Produto exclusivo de vidro e permite também a adição um design único. Com suas stems de frutas no vaso para ter um saem madeiras clássicas como o bor exclusivo na sessão. A marca Wenge ou Walnut até madeiras possui modelos que variam dos coloridas em combinações de co- mais simples como os KRAB´s até res lindas. Possui bases de ma- os mais caros da linha ROYALE. É deira e bases de vidros também. produzido na República Tcheca. Muito admirada pelos especialistas em arguile, é produzido na ORCAMP - Fogareiro portátil a gás que permite o uso em qualquer Polônia; local sem energia elétrica; como REGAL – Marca Americana e uma praia, parques, acampamentos, das mais respeitadas no ramo de etc. Assim você não perde sua arguile. Possuem acabamento sessão. Tem ótima eficiência e sem igual e trazem madeiras tra- acende o carvão em um tempo dicionais e exóticas na sua linha de 10 - 15 min., dependendo da de produtos, além dos modelos regulagem da chama. O modelo coloridos, conhecidos como “dia- que temos no Brasil teve o design mond”, difícil não apreciar a be- modificado e aprimorado pela leza de uma stem REGAL. Possui equipe do ‘Tio Bob’, sendo meexcelente fluxo e admiradores por lhor que o original Europeu. Produzido na Turquia. todo o mundo. ODUMAN – Narguile de vidro com design moderno e fluxo leve. Quem fuma um Oduman não esquece jamais, todos os modelos de arguiles vendidos no Brasil classificados como 5 estrelas pelos compradores. Pode-se adicionar frutas, trazendo uma experiência e sabor único a sua sessão. Produzido na Turquia.

TOM COCO – Carvão produzido na Indonésia com altos requisitos de qualidade. É uma marca líder na Europa e fabrica tanto modelos hexagonais como cúbicos. HBE: Como é feita a negociação com as marcas para o Tio Bob ser o representante aqui, quais as etapas? Existe algum requisito por parte deles?

MEDUSE – Simplesmente um dos mais luxuosos arguiles do mun- Alex: É uma negociação que leva 2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 17


//Importações em consideração a confiança mútua entre nós e os fornecedores, todos sabem do potencial de mercado brasileiro, mas desconhecem a burocracia e dificuldade de trabalharmos aqui. As etapas envolvem reuniões físicas, depois por Skype, discussões de preços, prazos de fabricação e pagamento. Normalmente a exigência é de termos um volume de compras anual mínimo.

Alex: Não diria especificamente de uma marca, mas sim de uma situação de viagem internacional em busca de produtos e novidades onde acabamos chegando no meio da China, como se fosse o nosso interior, cidade pequena. O pessoal disse que lá era difícil ir pessoas do ocidente e todos nos olhavam como se fossemos de outro mundo, alguns até pediram para tirar fotos com a gente...

HBE: Quanto tempo em média de- HBE: Qual o fator decisivo para mora entre a primeira conversa e escolher uma marca estrangeira a primeira remessa de produtos? e trazer para o Brasil? Qual foi a mais demorada? Alex: O fator decisivo é ser um Alex: Algumas negociações foram produto diferenciado e ter quamais rápidas, outras com cerca de lidade, trazendo assim para os 2 anos, por envolverem na toma- nossos clientes do Brasil uma da de decisão vários fatores. Diria nova experiência. que o maior tempo foi do carvão HBE: Qual o maior impeditivo Tom Coco. para importação? Por quê? HBE: Quanto tempo em média demora entre a chegada de um lote Alex: Taxas de importação (impostos), pois fazem o produto e outro? chegar com alto preço, o que nos Alex: Depende do tipo de produ- entristece muito, pois se fosse to, mas normalmente 2 vezes ao menor conseguiríamos oferecer ano, devido a todo o trâmite de estes produtos com valores muito colocação de pedido, produção e mais acessíveis aos nossos clientes. envio para o Brasil. HBE: Qual a história mais marcan- HBE: As vendas atingem o espete que envolve o Tio Bob e suas rado? A aceitação supera a exmarcas de importação exclusiva? pectativa? 18 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


//Importações Alex: A aceitação é sempre muito positiva pelo feedback dos clientes, mas as vendas variam sendo alguns produtos com saída mais lenta, outros mais rápido. Sentimos que são produtos para um público que aprecia e pode adquirir produtos deste nível, que devido ao acabamento, design, custos de importação possuem custos mais elevados se comparados a marcas locais. HBE: Qual marca que mais teve problemas tanto na negociação como nos processos de importação? Alex: Não seria justo mencionar uma marca, pois problemas na importação são mais relacionados às dificuldades oriundas da burocracia do Brasil. Infelizmente, o povo brasileiro ainda não acordou para a realidade que vivemos de impostos e taxas, teríamos produtos com preços e variedades muitos melhores se a carga tributária e o processo de importação fossem mais simples.

desgaste e pedimos para incluir no lote. HBE: Quais as tratativas relacionadas a garantia? Quando o Tio Bob troca um produto defeituoso, existe garantia das marcas ou fica por conta do Tio Bob? Alex: É um ponto crítico, pois a definição de produto defeituoso às vezes é difícil de saber até onde é um defeito de fábrica ou um mau uso do cliente. Então sempre pedimos fotos, vídeos, e fazemos a logística reversa para devolução e análise do produto. Uma vez constatado o problema, fazemos a troca, algumas trocas conseguimos recuperar em créditos dos fornecedores, outras não. Porém, sempre protegemos nosso cliente, proporcionando pleno suporte através do nosso canal de pós-venda. Basicamente é isso, um bate bola rápido para expressar porque o Tio Bob é o maior importador de itens diferenciados para o Brasil.

HBE: Como é pensada a parte de Tem mais dúvidas? Mande-nos peças de reposição das marcas que faremos o possível para ter exclusivas do Tio Bob? uma resposta para você e não esqueça, em compras acima de Alex: Quando fazemos a ordem R$150,00 no site do Tio Bob, use de importação discutimos com o o cupom de desconto: HBE10. fornecedor as peças de reposição mais comuns, seja por quebra ou 2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 19


20 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


Hookah Drink O Terror da importação: vale ou não a pena? Que a importação de produtos relacionados ao mundo do arguile é algo antigo, não podemos contestar. No início tudo que se via no mercado brasileiro eram os famosos “chinas”, que vendiam em locais especializados, e Rei/ Rainha era aquele que ostentava um arguile egípcio. Tanto no arguile, quanto em tabacos foi a mesma coisa, assim como em outros tipos de acessórios.

lando apenas sobre arguile, ok? É uma questão política e econômica que unifica todos os produtos. Sendo roupas, brinquedos, a nossa querida shisha e até mesmo bebidas (essa com leis mais rigorosas). Enfim, é esperar para ver se vale a pena ou não. Estamos no caminho para ser facilitado? Não sabemos. Queremos muito isso? Com toda certeza. Afinal, quem aqui não gostaria de comprar uma Cane Mint ou Horchata por apenas 80 reais?!

Hoje temos uma grande facilidade para importar tabaco, carvão, alumínio, até mesmo arguiles, com design completamente diferente dos produzidos nacionalmente. Tendo em vista que o mercado está mais amplo mundialmente, cabe a dúvida quanto as questões burocráticas. Será que ainda vale a pena uma pessoa sozinha fazer grandes compras internacionais? Não é melhor uma distribuidora? A respeito dessas questões, vale a pena aguardarmos a política brasileira trazer menos impostos para importação, visto que este é o maior vilão quando falamos de preços. E não estamos fa2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 21


//Tendências //Hookah Club Show

Hookah Club Show

Hookah Club Show 2019.

Por: Gabriel Skamoto Fotos: Guilherme Vieira

Viajar sempre é bom, não é mesmo? Melhor ainda se for para aprender mais sobre um tema que amamos. Tive a honra de ir à Rússia para participar do ‘Hookah Club Show’, conhecer a cultura local e degustar boas shishas nos lounges mais comentados do mundo inteiro. A cidade escolhida para seis dias de aventura e momentos únicos foi São Petersburgo. Logo de cara pode-se perceber a inigualável arquitetura russa, repleta de lindas construções. 22 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019

A primeira experiência foi a degustação de um genuíno Strogonoff, prato criado no país e levado posteriormente ao Brasil. Feito o almoço, fomos conhecer o renomadíssimo TNG Lounge (Tangiers Lounge). Nunca tinha visto que algo minimamente semelhante. De um ambiente único até um serviço impecável de preparo, comunicação e higiene. Obviamente o tabaco escolhido foi da marca americana que leva o nome do estabelecimento. E consequentemente a experiência se tornou ainda mais intensa em todos os


//Hookah Club Show sentidos. Desde um excelente blend até uma atenção especial por ser um turista! Aprovado! O que vale ressaltar nas visitas à lounges é a preocupação com relação a higiene, seja por parte dos consumidores ao degustar uma sessão, até o próprio ambiente estar bem cuidado para receber toda a clientela. Outra visita sem igual foi ao Hookah Place, franquia de lounges existente há certo tempo e hoje conta com 180 pontos ao redor do mundo. Incrível, né? Além de sermos prestigiados com intensos e incríveis ‘mixes’ clinicamente bem preparados, fui presenteado com um cartão dedicado com meu nome. Uma receptividade fora do normal. O que mais me chamou atenção neste local foi o estilo grunge, voltado para uma temática “rock old school” com leves traços modernos. Ainda tive tempo de visitar muitos outros lounges, mas o resumo da ópera: profissionais capacitados a ponto de um atendimento tão bom quanto um restaurante de qualidade, Hookah Masters (chefes de preparo) com alto conhecimento de marcas, sabores, misturas e o que combina com cada perfil de cliente. O estudo

deles em relação ao mundo do arguile é diário, não trabalham somente como pessoas que despejam o fumo escolhido no rosh e furam o alumínio. Até mesmo, porque na Rússia usa-se muito os controlador de calor. E sem contar na ideia de lounges no estilo sentado e de conversação, o que permite uma degustação mais minuciosa, proveitosa e saborosa. E agora vamos falar do evento. Mais de 10 mil metros quadrados, 8 a 10 mil visitantes em apenas dois dias e expositores de diversos países. A maior feira de arguiles da Rússia apresentou uma estrutura fenomenal como uma exposição precisa ter: corredores padrão, stands bem visíveis, filas organizadas e logística excelente de entrada e saída. De forma impressionante o evento conseguiu comportar todas as pessoas sem que houvesse mínimo questionamento sobre a estrutura. E lá não tem essa de levar seu arguile e arranjar uma mesa para sentar, degustação é feita nos próprios stands. Particularmente acho muito válido pois aproveita-se mais para experimentar do que só degustar daquilo que já nos agrada. Provei bacon, passando por castanha de caju, chá brasileiro e até um clássico limão pra ver como eles pre2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 23


//Hookah Club Show

Hookah Club Show 2019.

Rússia. Ali pude sentir como jamais havia sentido que o arguile O ponto alto de toda essa cami- uniu tanta gente diferente em um nhada por São Petersburgo foi o só momento. Hookah Battle, competição criada pelos Russos para julgar quem De fato, só tenho a agradecer é o mais habilidoso e técnico ao a organização da Hookah Club construir um arguile inusitado. É Show por me proporcionar este como assistir e participar da Copa momento único. Teve ainda uma do Mundo no Brasil. Cada ideia hora de palestra minha no primeifora da caixa que me deixou de ro dia de evento na qual abordei boca aberta, e um esforço des- bastante sobre o nosso mercado. comunal para chegar no topo da E também dizer que o Hookah Babatalha. Fora as apresentações ttle já se tornou um grande pariniciais antes de degustarmos ceiro e não mediu esforços para os arguiles, comidas que foram que estivesse presente também. servidas de diversos países e a Ano que vem estarei de novo. E conectividade criada entre o júri. quem quiser fechar a van, basta Participaram comigo Brandon me avisar! dos EUA, Mehmet da Turquia, Norberto da Espanha e Oleg da Spasiba (obrigado em russo). ferem os cítricos.

24 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


//Hookah Battle 2019

Hookah Battle South América Fala galera! Vocês sabiam que agora o Hookah Battle iniciou um novo projeto? É o Hookah Battle Júnior, são eventos menores, segundo os organizadores, muitas pessoas cobravam a presença do evento em mais locais, eventos teste aconteceram a partir de 2013 na região da CIS (antiga USSR) e em 2019 será realizado ao redor do mundo. A Liga Junior será realizada em geral por amigos ou parceiros de longa data dos organizadores do Hookah Battle.

Stan: Nós temos um amigo que queria e irá realizar a liga Júnior lá, o rapper Nemo. Atualmente estamos procurando por parceiros que queiram realizar junto a liga Júnior pelo Brasil. HBE: Vimos que o patrocinador Master da liga Júnior é a Afzal, por que a escolheram?

Stan: A Afzal é nossa parceira na liga Júnior desde o início na região da CIS, então apenas continuamos a parceria com a marca. Além disso, é possível montar Fizemos algumas perguntas so- projetos com marcas mundiais bre como funcionará o evento a (com distribuidores em mais países). um dos criadores, Stanislav. HBE: Como foram escolhidos os HBE: E o Brasil terá alguma etapa países que receberão a liga Jú- da Liga Sênior? nior? Stan: Sim, estaremos no Brasil Stan: Nós estudamos a comuni- em breve, na Cartel Hookah Fest, dade Hookah em diferentes paí- em Curitiba no mês de maio. ses, tentamos calcular número de lojas e lounges, por exemplo, Então é isso, um pouquinho mais para ver se era razoável ou não fa- sobre a Hookah Battle que volta zer a Hookah Battle Júnior, após ao Brasil com a Liga Sênior e Liga isso conversamos com patrocina- Júnior, e nós da Revista HBE somos um dos 4 parceiros de Infordores em cada país. mação. HBE: E no Brasil, por que escolheAbraços e até maio em Curitiba. ram o Rio de Janeiro? 2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 25


//Predileção

A menta preferida Por: Roberto Jekelo 26 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


//Predileção Starbuzz é uma marca estabelecida no mercado internacional há anos. Mas há algum tempo a qualidade com a qual nos deslumbramos no começo com a Blue Mist, o Green Savior, a Geisha e a Lebanese Bombshell têm diminuído.

a saudade e recuperando meu amor pela marca.

Serpent é um intervalo com o qual a Starbuzz aposta num tabaco preto curado. A folha é preta virgínia e, é curada no estilo "Kettle Cured". Não sei se o tabaco é Recuperamos nossa ilusão com infundido ou qual é o processo de a linha The Vintage, que tinha cura no "bule". sabores tão bons quanto o Delhi Tea, Fresh Lime ou Tiramisú. Mas, A coisa maravilhosa é que tem mais uma vez nos esquecemos uma hortelã chamada Sting Mint, dessa marca devido ao apareci- que só para esse gosto já vale a mento incessante de muitas va- pena a sessão. É muito encorpariedades de tabaco preto, como do, dá uma sensação de nicotina Trifecta Dark Blend ou Azure Bla- na garganta e o sabor do mentol é ck. poderoso. Como o Alchemist foi adquirido Já fazia tempo que não curtia tanpela Starbuzz, parece que algo de to com um arguile, você terá uma bom foi aprendido. É sobre mace- sessão espetacular. rar o tabaco para curá-lo. Para preparar o rosh, recomendo Alchemist tornou-se conhecida deixar o denso estilo do tabaco por macerar seu tabaco em Bour- Tangiers, porque ele rende muibon Barrels e, mais recentemen- to melhor e prolongará a sessão te, por seu novo método de cura com um sabor ótimo. "KFC" (Kentucky Fire Cured) tabaco fumado com madeiras nobres O resto dos sabores não me chano estilo Kentucky. mam muito atenção, sinceramente, mas já posso dizer que tenho O caso é que a Serpent apresen- uma segunda hortelã favorita detou há meses um tabaco muito in- pois do Cane Mint da Tangiers. teressante e que conquistou meu coração, afastando mais uma vez Boa sessão!

2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 27


//Polarização

O mal necessário O desconhecido.

Por: Sidney Gritti Fotos: Guilherme Vieira

Mesmo sendo um espaço aberto a matérias informativas, tenho por base sempre escrever ou discorrer assuntos pertinentes ao núcleo do arguile, ou como costumamos dizer ‘dos bastidores’. O arguile no Brasil passou de um simples hábito nunca quisto por parte da sociedade para uma saída de muitos jovens que querem

se trágico, no ‘boom’ do arguile existiam alguns personagens emblemáticos, fossem eles os desbravadores do mercado ou os famosos “quem”, aqueles que de alguma forma eram bem conhecidos por frases prontas ou por histórias e ‘causos’ que somente quem vive o arguile vai saber e se Tudo isso seria mui- recordar, e olha que to bonito se não fos- poderia ficar uma edi-

buscar de alguma forma o famoso status, seja ele pelas mídias sociais “restritas ao público da Shisha”, ou quem sabe fazer parte desse mundo que está se tornando alvo do entretenimento e para quem olha de fora, um modo fácil de ganhar dinheiro.

28 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


//Polarização

ção inteira escrevento, o que mais se esdo sobre isso! cuta neste núcleo é Pois bem, até agora a mesma coisa: dias muito saudosismo difíceis, mercado em e melancolia, mas baixa, marcas sumina parte começa a fi- do, lojas fechando e car estranha daqui personagens mudanem diante, nesse do de hábitos. Antes mesmo bastidor já todo cheio de pose, comentado acima, hoje se infiltrando sabíamos quem era em pequenos eveno que, hoje entrou tos fazendo ser visto tanta gente que nem e quem sabe lembrasabemos quem são, do, grandes nomes onde vivem e do que sendo apenas mais se alimentam, o fato um no meio desse que aquela pizza que mundo, é galera... antes dava para uma parece que esse é o boa parte se alimen- momento da divisão, tar, hoje está sendo em que as potências dividido em peque- ditaram as regras e nas porções ou aque- quem não tem um sule famoso aperitivo, porte físico, emocioou seja, não há mais nal ou financeiro está como viver com isso. fadado a virar mais Sempre foi falado de uma página desse um enxágue neces- tablóide, ou melhor, sário, e isso além desse magazine bide tempo viria com mestral sendo lemsuas vertentes, pois brado em algumas bem esse parece ser sessões movidas a o momento, em um álcool e a longas lemperíodo de recessão, branças de longos ou mais um momen- tempos que não pas-

Fatia para repartir.

sam de 1, 2 ou quem sabe 3 anos, nem é tanto tempo assim. Porém, como tudo mudou e ficou bagunçado, temos a certeza que pra muitos além do ferro, a modinha também passa, para outros isso estará presente todos os dias seja na sessão antes de dormir ou nas rodas de bate-papo com aquela frase: bons tempos!

2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 29


30 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019


TambĂŠm no varejo:

Televendas

(11) 9 4800 6646

/Oficialtiobob Tiobob.com.br 2019/Maio - Hookah Brasil Experience | 31


32 | Hookah Brasil Experience - Maio/2019

Profile for Hookah Brasil Experience

Hookah Brasil Experience - 024 - Maio 2019  

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded