Page 1

Nov.Idade Jornal do Projeto Gugu Edição nº 2 Janeiro/2011

Coluna do Gugu Pág. 7

Musa Aos 72 anos

Pág. 2


2Entrevista

Foto: Antônio Duarte

estilo e alto astral

M

aria Nazaré Silva Andrade é o nome dela. Cheia de graça, esta simpática senhora foi eleita a Musa 2010 do Projeto Gugu, por sua beleza, estilo e alto astral. Representando as participantes dos 37 núcleos do projeto que tem tirado da inércia e dado mais qualidade de vida a esses jovens que já passaram dos 60, a nossa Miss foi escolhida pelo jornal NOVI.IDADE para mostrar mais um pouquinho de sua vida. Dona da mais vasta cabeleira branca da redondeza, o que sustenta com naturalidade, Nazaré decidiu “parar de esconder a idade”. “Hoje tenho muito orgulho de ter chegado a 72 anos”, diz. Nossa musa é originalmente de Campos dos Goytacazes. “Sou campista de nascimento, mas niteroiense de coração. Vim para cá aos 14 anos, e é aqui que sou feliz”, assegura. Participante do Grupo de Dança de Salão, da professora Rose, Maria Nazaré diz que a dança é a sua vida. “Adoro música e amo dançar”, conta ela, que sai de casa, em Piratininga, todos os dias, para ir ao Caio Martins, em Icaraí, participar das aulas de dança. “Amo dançar, mas depois que entrei para as aulas com as meninas e os rapazes do Projeto Gugu, recuperei a alegria e a energia que nem lembrava mais que tinha”, diz a musa. Aluna do Projeto Gugu há 5 anos, Nazaré diz que é a paixão pela vida e pelo movimento que mantém a sua forma, causando inveja a gente de todas as idades. “Sempre gostei de fazer exercícios, afinal, exercício é vida, como sempre diz o próprio Gugu. E comprovei que é verdade. Minha saúde e minha vitalidade se devem ao fato de sempre ter tido o hábito de me manter em movimento e, claro, cuidar bem da minha alimentação, dormir bem e não me esquecer de tirar a maquiagem, hidratando bem a pele ao sair do banho”, ensina a aposentada, prova viva de que saúde não tem idade, e que, com alguns cuidados, é possível ser bonita em qualquer fase da vida. Sempre com um largo sorriso no rosto, Maria Nazaré ressalta como é importante para a terceira idade a prática de algum tipo de exercício ou atividade que devolva o prazer. “Acho que as atividades voltadas para os idosos são, além de um grande resgate da vitalidade, uma forma de integração e de confraternização. E trazendo de volta a alegria, a autoestima melhora, e

Escolhida “Musa do Projeto Gugu”, Maria Nazaré, de 72 anos, conta como faz para continuar bonita por dentro e por fora

as doenças, pelo menos seus efeitos, diminuem”, ensina. Ela manda um recado para quem ainda não participa das atividades do Projeto Gugu: “Não devemos mais perder tempo. A melhor idade é a nossa idade, qualquer que ela seja”.

A Musa do Projeto Gugu

1º lugar - Maria Nazare Silva Andrade, 72 anos, Núcleo Dança de Salão; 2º lugar - Nadir Silva, 87 anos, Núcleo Morro do Castro; 3º lugar - Clementina Pontes Serique, 69 anos, Núcleo Rink Melhor Torcida: Núcleo Palmeiras

M

“Sempre gostei de dançar, mas depois que entrei para o núcleo de dança de salão do Projeto Gugu, recuperei a alegria”, diz

ostrando que na 3ª idade também há charme, beleza e, principalmente, alegria de viver, o Projeto Gugu seleciona anualmente a mais simpática, sorridente e alto astral participante das suas atividades, coroando-a como Musa. Cada um dos 37 núcleos escolhe uma representante acima dos 65 anos. As selecionadas desfilam com roupa de ginástica e com roupa de festa, e a mais carismática, alegre e criativa é eleita Musa. Os critérios clássicos de beleza são deixados de lado, e a animação das torcidas também ganha prêmios. “Essa iniciativa aumenta a autoestima das alunas, e promove a integração, tanto dos núcleos, que se unem na escolha de sua musa, quanto da família, que participa, orgulhosa, da comemoração”, conta Regininha Bittencourt, diretora do Projeto Gugu, que aparece de vestido vermelho, na foto acima, com Gugu na outra ponta.


Beleza3

O

retoques na hora certa

Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt

Foto: Divulgação

tempo não pára. Pena que a gente só sinta a ação dele quando as marcas começam a surgir. E é nessa hora que o espelho aponta aquele detalhe, que de detalhe não tem nada. O que fazer então quando notamos que o tempo passou e a gravidade chegou? Sentar e chorar? Não! Chegar à terceira idade não é o fim do mundo e nem da vida. E com a orientação profissional correta e uma boa dose de força de vontade, as marcas do tempo podem ser minimizadas, promovendo uma grande transformação na estética e na autoestima. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, existem atualmente no mundo 600 milhões de pessoas com mais de 60 anos. Segundo as projeções do órgão, esse contingente populacional deve duplicar em 2025, e o planejamento é que o Brasil tenha 33 milhões de pessoas com esse perfil. Paralelo ao crescente número desta faixa etária, nota-se uma gradativa procura de idosos que desejam cuidar da aparência nas clínicas de beleza. Só no Brasil, a cirurgia plástica da face é a terceira mais procurada, perdendo apenas para a lipoaspiração e a de mama, sendo que a correção mais realizada é a de flacidez. “É importante compreender a passagem do tempo, e reconhecer que já não é possível resgatar a aparência dos 18 anos de idade. Hoje, há técnicas importantes para melhorar o visual, menos invasivas do que as antigas plásticas completas que deixavam todo mundo com cara de susto, técnicas e tratamentos localizados que deixam um ar mais jovial, sem exageros”, diz a cirurgiã plástica Beatriz Medina, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Segundo a médica, na terceira idade, uma boa alternativa para atenuar os sinais do tempo é o botox. A toxina é utilizada para diversos tipo de procedimentos e, principalmente, para a elevação dos cantos da boca, em pacientes que apresentam um certo grau de queda nessa região, gerando a famosa “ruga da amargura”. O botox suaviza as

Entre as várias técnicas da medicina estética, o Botox pode ser usado até para A diminuir cirurgia plástica apresenta algumas a possibilidades de rejuvenescimento flacidez do pescoço rugas do pescoço, da testa e da parte superior dos

lábios. E o melhor: dispensa cirurgia e anestesia, além de não deixar hematomas. Quando não é mais possível apenas prevenir, a cirurgia plástica apresenta algumas possibilidades de rejuvenescimento. A ritidoplastia, por exemplo, é indicada para resgatar o formato da face de quando mais jovem, melhorando o aspecto da flacidez, rugas e sulcos proeminentes, e dando aquela levantada no rosto sem ficar com cara de boneca de porcelana. “O procedimento é indicado para quem está perdendo a firmeza da pele, mas não necessita de uma plástica mais invasiva. Ele devolve a jovialidade da fisionomia sem interromper o processo evolutivo do organismo”, garante a médica. No assunto retoque, um detalhe que faz toda a diferença são as pálpebras. “Uma pessoa que faz cirurgia de pálpebra vai ter a sensação de rejuvenescimento no rosto todo, devido à melhora no aspecto cansado. Ela retira o excesso de pele da pálpebra, tornando o contorno mais suave”, afirma a Dra. Beatriz, lembrando ainda que a cirurgia pode ser feita com anestesia local, voltando para casa no mesmo dia. Apesar da passagem de tempo ser um processo natural, é possível tornar o envelhecimento mais suave e menos traumático.

Serviço: Dra. Beatriz Medina: Tel. 2610-3024

Diretora-Presidente: Rosana Nobre Machado Bittencourt Silva Diretor de Administração e Finanças: Sérgio Emilião Diretora de Desenvolvimento de Projetos: Regina Célia Corrêa Bittencourt Silva

Nov.Idade Jornal do Projeto Gugu

Edição nº 2 - Janeiro/2011 10 mil exemplares Impressão: Gráfica Monitor Mercantil Editor: Marcio.G Repórter/Redator: Fellipe Dias Revisão: Sandra Mello Criação, Projeto Gráfico, Diagramação e Comercialização: Mago Ideias NOV.IDADE é uma publicação da Assessoria de Marketing da FUNCAB Assessor de Marketing: Marcio Gomes Assessor de Imprensa: Fellipe Dias Tel. 2611-9855 E-mail: marketing@funcab.org

FUNCAB

Niterói: Rua Presidente Backer, s/nº, Complexo Caio Martins. Icaraí CEP 24220-040 Brasília: SCN Quadra 02 - Lote D Torre B, Sala 431, Edifício Liberty Mall - DF. CEP 70710-500

www.funcab.org www.projetogugu.com.br


4Lazer

NÚCLEOS DO PROJETO GUGU

Foto: divulgação

desenrolando a língua

P

arlez-Vous Français? Do you speak English? Se a resposta para essas perguntas é “isso para mim parece grego”, então significa que está na hora de dar chance do mundo se comunicar com você. É fato que, quanto mais cedo se adquire um conhecimento, mais rápido ele passa a fazer parte da sua vida. E isso também se aplica às línguas estrangeiras. Por esse motivo, quase todos os cursos de idiomas indicam que se comece cedo o aprendizado de uma segunda língua. Mas então, quem não teve chance de aprender na infância não consegue mais aprender? De forma alguma! Atualmente, cada vez mais cursos de idiomas têm focado no público adulto e mais maduro, que agora pode se dedicar a aprender uma nova língua. Com técnicas diferenciadas e métodos que priorizam o aprendizado e a conversação cotidiana, em detrimento da formalidade gramatical e dos diplomas, esse público cheio de experiências e ávido por novidades tem mostrado que aprender não tem idade. “Desde que começamos, tínhamos em nossas turmas muitas pessoas de idades e faixas etárias diferentes. E isso nem sempre dava tão certo, já que uma criança ou adolescente tem uma forma diferente de um adulto para adquirir conhecimento. Por isso, decidimos abrir turmas de espanhol e italiano básicos para adultos com mais de 55 anos. E tem sido um grande sucesso. Utilizando um método diferenciado, baseado na socialização e na vivência de situações do cotidiano de forma dinâmica, atendemos às

Participantes do Clube da Peteca de Icaraí chamam: “quem quiser jogar, é só parecer”...

necessidades desse público, que quer aprender a língua para viajar e conhecer coisas novas”, diz Elaine Abreu, do curso de idiomas Yspanus. Porém, talvez devido à falta de informação, a procura ainda não é tão grande quanto deveria ser. “Temos turmas especializadas para atender a qualquer demanda, e com o público adulto mais experiente não poderia ser diferente. Para eles, utilizamos métodos que se baseiam na própria vivência e no dia a dia para ensinar a língua. Acreditamos que o interesse deles não é o ensino formal do

Público mais maduro tem se dedicado a aprender novo idioma

idioma, mas a leveza de saber se comunicar para conhecer cada vez mais. Assim, investimos nesse público. Temos turmas de todas as línguas, apesar de ainda não haver muita procura”, comenta Nathaly Magalhães, da escola de idiomas Wizard. "Resolvi aprender francês quando o meu netinho nasceu. Minha filha mora na França e fiquei com medo de que, quando ele crescesse, não conseguisse me comunicar.. Mas descobri muitas outras aplicações para a minha nova atividade. Além de ocupar o meu tempo, conheço coisas novas e me admiro com tudo, como uma adolescente. Agora viajo com amigas e não preciso mais de ajuda para me comunicar", comenta Dilma Andrade, que agora

Os idosos querem saber mais “para viajar e conhecer coisas novas”, diz professora

ensina às amigas e passa suas experiências pelo velho continente. Escolas mais tradicionais de ensino de idiomas, como a Cultura Inglesa, a Aliança Francesa e o Instituto Cultural Germânico apostam na socialização de todos os alunos adultos, independente de idade, em prol do bom ensino da língua. “Temos alunos de todas as faixas etárias, literalmente dos 8 aos 80, e acreditamos que essa troca de experiências é uma das partes mais importantes no aprendizado de uma nova língua. Nosso método é tradicional, porém o nosso interesse é o conhecimento do idioma, então o cotidiano é imprescindível, independente da idade”, diz Rose Camargo, do Instituto Cultural Germânico, o ICG. Agora que vimos que só não aprende quem não quer, o próximo passo é decidir que língua aprender primeiro, e o método que se encaixa melhor na sua expectativa. E voilá! Serviço: Aliança Francesa: 2610-3966 Cultura Inglesa: 2714-9695 ICG: 2714-0879 Wizard: 2722-1000 Yspanus: 2714-1877

Ginástica Icaraí I (praia, em frente à Pça. Getúlio Vargas), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h, e sáb. e dom., de 8h30 às 9h30. Santa Bárbara (Pça. João Saldanha), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h. Hortifruti (estacionamento da loja na Av. Marquês de Paraná), de 2ª a sáb., de 7h às 8h. S. Rosa (Posto de Saúde Santa Rosa Vital Brazil), de 2ªª a 6ªª, de 7h às 8h. Ilha da Conceição (Clube Azul e Branco), de 2ª a 6a, de 7h às 8h. S. Lourenço (Igreja do Ponto Cem Réis), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h. Fonseca (Horto Florestal), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h. Largo da Batalha (Pça. Levi Carneiro Est. Caetano Monteiro s/nº), de 2a a 6ª, de 7h às 8h. Morro do Castro R. Teixeira de Freitas (pátio da Igreja Evangélica), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h. Piratininga (praia, em frente ao quiosque Loura Gelada), de 2a a 6ª, de 7h às 8 h. Rink (Praça ), de 2a a 6a, de 7h às 8h. Jurujuba (Centro de Saúde), de 2a a 6ª, de 7h às 8h. Engenhoca (Clube 11 Unidos), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h. Cantagalo (Ciep do do Cantagalo), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.


NÚCLEOS DO PROJETO GUGU (continuação) Palmeiras (R. Célio Gouveia - Pça. da Palmeira), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Bay Market (Centro) de 2ª a sáb. de 8h30 às 9h30h

Cafubá (Pça. da Rótula), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Maria Paula (Pça Tancredo Neves), de 2a a 6ª, de 8h30 às 9h30.

Ititioca R. Padre José Euger, n° 35 (Sec. Regional ), de 2ª a 6ª, de 7h às 8h.

Ponta da Areia (Pça. Dr. Vitorino), de 2ª a 6ª de 8h30 às 9h30.

Caramujo (Ciep), de 2a a 6a, de 8h30 às 9h30.

Jacaré (Est. Frei Orlando 124 A /Qd Comunitária), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30.

Preventório (Praia de Charitas, em frente ao Hospital Psiquiátrico), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Barreto II (Pça. Enéas de Castro ), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Rio do Ouro (Centro Comunitário Paulo Henrique), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Barreto I (Parque Palmir Silva) de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. São Francisco (praia, em frente ao Restaurante A Mineira), de 2ª a 6ª, das 8h30 às 9h30. Largo do Marrão (Pça. Raul de Oliveira Rodrigues), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30.

Coronel Leôncio (Campo de Futebol), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Bairro Chic Pça. Guadalajara, de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30h. Campo de São Bento (Qda. cimentada), de 2a a 6a , de 17h. às 18h. Madureira (Pça. Armando Cruz Shopping Tem Tudo), de 2ª a sáb., de 8h às 9h. Dança de Salão Caio Martins - 2ª, 4ª e 5ª feira, de 13h às 18h, e 6ª, de 13h às 17h. Coral

Engenho do Mato (Pça. Irene Lopes Sodré, em frente ao Médico de Família), de 2ª a 6ª, de 8h30 às 9h30. Cubango (ao lado do Colégio Dr. Memória), de 2a a 6ª, de 8h30 às 9h30. Ingá (Pça. em frente às Sendas) de 2ª a 6ª, de 8:30 às 9:30h.

ASPERJ - Rua Dr. Celestino, 107/4º, Centro, 2ª e 6ª, das 14h às 17h.

Para você que deseja patrocinar um núcleo: Tel. 2611-9855

www.projetogugu.com.br

Clube Novidade

O CARTÃO DE DESCONTOS DO PROJETO GUGU Agora, os mais de 4 mil participantes do Projeto Gugu, que há 15 anos promove aulas de ginástica gratuitas na cidade, vão ganhar descontos especiais em estabelecimentos comerciais e de serviços, dos segmentos os mais variados, em Niterói. Roupas, Acessórios, Medicamentos, Perfumaria, Diagnósticos Médicos, Presentes, Salões de Beleza, Móveis e Decoração, Escolas, Cursos etc.

Filiando-se ao Clube Novidade, sua logomarca aparece no Jornal Nov.Idade, que circula em Niterói e entre todos os integrantes do Projeto Gugu. VOCÊ, PARTICIPANTE DO PROJETO GUGU, PEÇA JÁ SEU CARTÃO. VOCÊ, EMPRESÁRIO OU PROFISSIONAL LIBERAL QUE DESEJA PARTICIPAR DO CLUBE, OFERECENDO DESCONTOS, ENTRE EM CONTATO: 2611-9855 ( das 14h. às 17h.)

SEU PRODUTO E/OU SERVIÇO FILIADOS AO CLUBE NOVIDADE GARANTEM CONSUMO E VISIBILIDADE À SUA EMPRESA

Qualidade de vida e autoestima sempre em alta...

5


6Corpo

Q

uando nosso corpo atinge uma certa idade, os reflexos dos anos bem vividos e de uma vida nem sempre tão regrada começam a aparecer. E o pior, surgem levando todo o bom humor. São as dores no corpo, na coluna e nos músculos em geral, que tiram do sério quem já passou um pouco da flor da idade. E, apesar de muitos considerarem normal, dizendo que é “coisa da idade, não tem jeito”, na verdade, existem tratamentos bem eficazes no intuito de diminuir esses efeitos. Para que a dor de cabeça de preocupação não entre na lista desses males, apresentamos uma das técnicas mais aplicadas para ajudar nesse problema, o RPG.

questão de postura. RPG aumenta músculos, e trata dores e traumas

Você sabe o que é RPG? Quer dizer Reeducação Postural Global. “Tratase de uma técnica fisioterapêutica desenvolvida na França a partir do trabalho de Françoise Mézières, e de vários anos de estudos e pesquisas em áreas da Biomecânica e Biofísica. Ela considera sistemas musculares e esqueléticos com uma visão global, e procura tratar de forma individualizada músculos de estrutura diferente, chamados de músculos estáticos”, define Gizelle Porto Fulim,

fisioterapeuta especialista em RPG, que atende a vários pacientes idosos em domicílio. Com o envelhecimento, surgem alterações como a diminuição da flexibilidade, equilíbrio, força e mobilidade. Diante disso, na tentativa de minimizar estas alterações, há compensações posturais como forma de adaptação, o que pode causar dores e desconfortos. É aí que entra o RPG, corrigindo essas compensações para melhorar as dores.

Foto: Fellipe Dias

O que o RPG visa é ao aumento da elasticidade dos músculos estáticos.

As posturas feitas durante o tratamento são realizadas em


a elasticidade dos s na coluna...

Gizelle Porto: “sentindo e percebendo seu próprio corpo, as pessoas conseguem modificar a postura” posição de “frear” a força da gravidade, levando-se em conta os diferentes tipos de contrações musculares. “É um trabalho músculo-articular associado a uma conscientização corporal: sentindo e percebendo seu próprio corpo, as pessoas conseguem modificar a postura. Através da elasticidade muscular alcançada, modifica-se a estrutura óssea, restabelecendo os espaços articulares e a boa morfologia, evitando-se os bloqueios e as compensações, que são as principais causas de desvios e dores”, diz a fisioterapeuta. A Reeducação Postural Global no idoso tem como objetivo a manutenção da capacidade funcional, com consequente melhora da qualidade de vida, bem como a prevenção de quedas, devido à melhora do equilíbrio.

A prática do RPG é importante para todas as pessoas que apresentem problemas que requerem fisioterapia, sejam eles morfológicos, articulares, neurológicos, traumáticos, respiratórios ou esportivos. É uma técnica que traz muitos benefícios para a saúde, além de prevenir problemas gerados pelo desequilíbrio postural ao longo dos anos. Para ter sucesso pleno, sempre é melhor começar cedo, mas o RPG é indicado para todas as idades, sem contra-indicação, principalmente para quem já não é mais adolescente. “Os pacientes idosos também podem contar com essa técnica para

reduzir o quadro de dor; melhorar a qualidade de vida e o autoconhecimento corporal”, assegura Gizelle, que tem inúmeros pacientes da chamada terceira idade. O tempo médio para os resultados começarem a aparecer é de dois meses, mas é sempre bom lembrar que cada caso é um caso. A prática do RPG, aliada a exercícios como natação, yoga, pilates e caminhadas, além do auxílio da acupuntura, ajuda muito no processo, e os resultados aparecem bem mais rápido.

SERVIÇO: Fisioterapeuta Gizelle Porto Fulim: Telefone: 99679795

Apareça e cresça!

Criamos e produzimos jornais, revistas e impressos para sua loja, sua farmácia, seu consultório, seu clube, seu hospital, seu estaleiro, sua clínica, sua padaria, seu supermercado, sua associação, seu condomínio, seu gabinete, sua festa, sua academia e até, quem sabe, para sua empresa jornalística! Criamos, inclusive, este jornal que agora você lê! Quem não aparece não cresce!

Mago Ideias Sempre uma boa nova para seu negócio.

contato@magoideias.com

Fala, 7 Gugu! T de volta ao começo

udo nasceu com o Projeto Gugu. Criei este projeto para atender a 34 senhoras que, depois de assistirem a uma palestra minha na Univert, sobre problemas de saúde dos idosos, me procuraram e pediram para que as ajudasse, pois, com o que ouviram na palestra, ficaram com vontade de fazer ginástica, mas não sabiam aonde. Aí então surgiu em mim a ideia. Este desejo eu já acalentava há muito tempo, porque não havia nada relativo a ginástica em nossa cidade, naquela ocasião. Como eu que tinha uma experiência muito boa em São Pedro da Aldeia, quando ministrei durante 4 anos um curso de exercícios físicos para meus pacientes de lá, senti que a ocasião era essa. Combinei então que daria uma aula de ginástica diária para elas na Praia de Icaraí. O nome escolhido foi “Ginástica na praia”. No dia 10 de abril de 1995, aconteceu a primeira aula, que apresentou algumas novidades naquele tempo. Música acompanhando os movimentos, um bastão para apoio dos idosos durante os exercícios, e passos de dança durante a ginástica para descontrair. O sucesso foi muito grande, e cada vez havia mais pessoas fazendo parte do projeto. Uns dois anos depois, o prefeito eleito, um mês antes de tomar posse, me chamou e perguntou se eu queria fazer parte do “Projeto Nomes”, da Prefeitura, e que me daria uma verba para aumentar o projeto. O prefeito era Jorge Roberto Silveira, que, mais uma vez, demonstrou que é um homem de visão. Foi ele quem batizou com o nome de Projeto Gugu. Com a ajuda da Prefeitura, o projeto começou a crescer, e os núcleos foram surgindo em vários bairros de Niterói. Hoje são 37 núcleos, sendo um no Rio de Janeiro, em Madureira, no Shopping Tem Tudo. Entendo que o projeto cresceu tanto por algumas regras básicas que adotei. Primeiro, apesar de o projeto ser basicamente para a terceira idade, desde o começo abri para todas as idades. O idoso precisa conviver com gente mais jovem e, graças a esta mistura, os núcleos viraram verdadeiras famílias. Muito amor, mas também algumas brigas. Qual é a família que não tem uma briguinha de vez em quando? Segundo, fazer as atividades de ginástica todos os dias. Ginástica só presta se for feita todos os dias. O ideal é fazer diariamente. Quem quiser melhorar o máximo possível, tem de fazer a ginástica todo santo dia. Duas ou três vezes por semana são melhor do que nada, mas não o ideal. Terceiro, ter participantes como o projeto tem. Vocês que comparecem às nossas aulas, nossos passeios, nossos bailes, todas as atividades, são realmente os responsáveis pelo sucesso em que se transformou o Projeto Gugu.


8Moda s bijuterias de verão estão bem despojadas e coloridas, capazes de contribuir com o visual de mulheres de todas as idades. As peças estão maiores e descontraídas, fazem a combinação de diferentes materiais, e algumas procuram abusar da delicadeza. As bijuterias grandes e de cores vivas combinam perfeitamente com a proposta da estação mais quente do ano, que valoriza os tons vibrantes, em contraste com roupas neutras. Referências étnicas, geométricas, florais e românticas estão de volta com força total, para ditar as novas tendências de acessórios neste verão. Colares, pulseiras, brincos e anéis podem ser usados de uma forma bem descontraída, ajudando a compor um visual alternativo. Os anéis aparecem em tamanhos grandes, com muitas pedras e flores. A dica é usar vários deles juntos.

Lilda Moura combinou o cinza da pulseira com os poás da blusa de seda. Pouca maquiagem, brincos discretos e um colar para compor o decote

Foto: Antônio Duarte

A

fomos à rua para ver como as Sras.

LIVROS DIDÁTICOS MATERIAL ESCOLAR AMBIENTE CLIMATIZADO

1+5X SEM JUROS

e-mail:falecom@enfoquepapelaria.com.br site: www.enfoquepapelaria.com.br

Tel.: 2729-1600 Fax: 2729-1608 Rua Maestro Felício Toledo, 551, Centro de Niterói

Icaraí: 2714-1877 (Rua Otávio Carneiro 100/sala 612) Piratininga: 2609-0746 (Estrada Francisco Cruz Nunes, 6266/sala 218

Sabe a Nov.Idade? Niterói agora tem um jornal para falar exclusivamente sobre o universo dos mais experientes. Os hábitos de consumo e de lazer, dicas de nutrição e saúde, o estilo de vestir, a vida em família dessa geração que será de 30 milhões de pessoas até 2020.

Anuncie: 2611-9855


Foto: Antônio Duarte

da cidade andam ‘trabalhadas na bijou’...

Foto: Marco Wandel

Maria Teresa Woelffel compôs o visual despojado com o charme do chapéu e as bijoux na cor turquesa. A maxi-bolsa deu o toque final

Quanto maior, melhor: as pulseiras estão cada vez mais graúdas e coloridas

Ciléia Souza acertou no visual: optou pelas pulseiras coloridas para ir à Moreira César. Brincos discretos compõem o visual

Nossa Capa

Maria Nazaré fotografada por Antônio Duarte, no MAC, com vestido da grife Betina. (Tel. 2719-6392)

O Ingá está na internet! Agora só falta você. www.inga-tai.com

Anuncie: comercial@inga-tai.com

NITERÓI COROA FASHION

O PROJETO GUGU APRESENT A APRESENTA A 1ª SEMANA DE MODA DO BRASIL EXCLUSIV A EXCLUSIVA PARA A TERCEIRA IDADE. FAÇA SEU DESFILE, MOSTRE SEU PRODUTO. TEL. 2611-9855

9


10Badalação estreia com animação...

Gugu e Regininha, diretores do Projeto Gugu

A equipe do Centro Auditivo Telex

Adão, do Palácio do Ingá, com a mulher

O vendedor de bolas levou um colorido especial ao lugar

Gente chique e estilosa marcou presença Chamego no au-au


11 O Grupo Negros e Vozes da Grota fez show especial

A

festa de lançamento do jornal NOV.IDADE parou a cidade, com um aulão de ginástica, além de shows de música e de dança de salão, no Campo de São Bento, em Icaraí. Centenas de pessoas marcaram presença. Veja as fotos.

A platéia ficou atenta na hora do show

As crianças também se divertiram

Fotos: Marcio.G

A charmosa encarou a câmera

A animação era constante

O show do núcleo de Dança de Salão foi um espetáculo

Os professores, incansáveis


JORNAL NOV.IDADE Nº 2  

Jornal do Projeto Gugu, voltado para a terceira idade. Projeto Gugu é uma iniciativa da Funcab que atende mais de 8 mil idosos de Niterói (R...

Advertisement