Issuu on Google+

JET SET: o almoço de Carol Andraus e Matheus Mazzafera para ALESSANDRA AMBRÓSIO

As 10 mais

ESPECIAL

Ranking 2011

15 grandes nomes da moda formam

nosso dream-team de comentaristas Nas fotos: Costanza Pascolato, Lilian Pacce, Lenny Niemeyer, Reinaldo Lourenço, André Lima e Adriana Barra

1 4 6 0 0 8 2 0 0 0 0

“Tive sapos em casa”

Além de Gisele, o ano consagrou estrelas como Camila Pitanga e Deborah Secco. E mais: as tendências e as derrapadas nos figurinos

9 7 7 1 5 1 6

SCARLETT JOHANSSON:

bem-vestidas

1 5 1 6 - 8 2 0 4

TOM CRUISE NO RIO

I S SN

JULIANA PAES FESTEJA 1 ANO DE PEDRO

26/DEZ/2011

ANO 13 N° 641

R$ 9,90


Sexy, clássico, moderno, ousado. São vários os estilos das dez mulheres que estampam as próximas páginas, mas algo elas têm em comum: todas conectaram suas personalidades ao guarda-roupa com muito sucesso. Confira quem são as mais elegantes do ano no ranking de Gente, com comentários de quinze feras da moda

A mais perfeita

tradução do

estilo Costanza Pascolato, consultora de moda

edição Bianca zaramella texto simone Blanes e thalita peres

• “Vista-se mal e notarão o vestido. Vista-se bem e notarão a mulher.” O ensinamento da estilista Gabrielle “Coco” Chanel resume o poder da moda sobre o indivíduo. Mais do que consumo, mais do que tendência, moda é comportamento e interfere nele verdadeiramente. Em 12 anos de eleição das dez mulheres mais bem-vestidas do Brasil, Gente acumulou expertise suficiente para traduzir essa ligação entre a roupa e a atitude de quem a usa. Evidentemente que não é tarefa das mais fáceis. Uma lista com 200 nomes do showbiz nacional deu start ao processo. Fotos delas em festas, no red carpet ou em flagrantes da vida real nos últimos 12 meses serviram como material de estudo. E a avaliação de um time de primeiríssima linha de comentaristas – entre editores, consultoras, estilistas (confira a escalação ao lado) – bateu o martelo nas dez mulheres que melhor fizeram a tradução da moda em 2011. E quem lidera esse ranking é a übermodel Gisele Bündchen, ícone fashion que brilhou num ano onde esteve ausente das passarelas. Como nesta aparição rouge, em maio, no baile de gala do MoMA de Nova York, onde surgiu com um vestido deslumbrante de Alexander McQueen. Nesta edição também apresentamos as tendências que marcaram 2011, a moda praia que brilha nas areias do País, o melhor da noite e, claro, os erros e acertos das personalidades na hora de escolher o figurino. Tem cada coisa... Boa leitura! •

Lenny Niemeyer, estilista

Adriana Barra, estilista

Reinaldo Lourenço, estilista

Lilly Sarti, estilista

Lilian Pacce, editora de moda

Raphael Mendonça, stylist

Regina Martelli, editora de moda

Luís Fiod, stylist

André Lima, estilista

Lara Gerin, stylist

Matheus Mazzafera, stylist

Adriana Degreas, estilista

Manu Carvalho, consultora de moda

Mário Queiroz, estilista


As 10 mais bem-vestidas ESPECIAL 2011

• Bianca Zaramella

Gisele Bündchen

Com um vestido Alexander McQueen, Gisele Bündchen paralisa o tempo e a respiração de quem a viu no red carpet do Costume Institute Gala do Museu de Arte Moderna de Nova York, em maio.


1º Gisele Bündchen

poderosa

• “Ela deveria estar na categoria hors concours. Impecável, sempre chique, nunca escorrega nas proporções, seja de longo, curto ou curtíssimo”, define a editora de moda da TV Globo, Regina Martelli. Eleita pelo segundo ano seguido como a personalidade Mais Bem-Vestida de Gente em 2011, a top pode andar ausente das passarelas, mas cada aparição sua vira notícia, ainda que seja em trajes casuais, como observa a consultora de moda Costanza Pascolato, uma das comentaristas convidadas desta edição. “Ela inventou um estilo athletic chic incomparável, que influencia o mundo. Concorrer com Gisele é roubada!” •

“SeMpRe IMpeCáveL. NuNCA pASSA dO pONtO, veSte jeANS COM t-ShIRt COMO NINGuéM e NuNCA FICA vuLGAR COM ROupAS de NOIte, pOR MAIS exAGeRAdAS Que SejAM”, Lenny Niemeyer

01

ap/ ag istoé/ ag news/ divulgação

O longo prata Oscar de La Renta foi eleito para desfilar no tapete vermelho do 39th AFI Life Achievement Awards, em Londres. Gisele arrematou o look com clutch Raven Kauffman Couture e joias de Jack Vartanian.

02

03

1. Com o vestido vermelho Colcci, ela circulou nos corredores do SPFW em janeiro. 2. Com um tubinho amarelo de Pedro Lourenço, ela foi a estrela do Fashion’s Night’s Out, em setembro. 3. Em novembro, apareceu combinando vestido branco e um blazer preto assimétrico para uma ação de beleza em São Paulo, com joias de Jack Vartanian.


As 10 mais bem-vestidas ESPECIAL 2011

2º CAMilA Pitanga

“A CAMILA é SOLAR e veSte MuItO BeM eStAMpAS, de pReFeRêNCIA ACIMA dO jOeLhO, vALORIzANdO SuAS LINdAS peRNAS” Lilian Pacce, editora de moda

exuberante • Se Camila Pitanga sempre foi notada por sua elegância fora do ar, seu papel na novela Insensato Coração este ano a transformou em ícone fashion definitivo. Pudera, além do figurino de sua personagem Carol, a atriz apareceu em horário nobre com os cabelos mais curtos e fez o maior sucesso. “É uma das atrizes mais elegantes, ousada e discreta ao mesmo tempo. Tem a imagem da mulher contemporânea”, resume o estilista Reinaldo Lourenço. •

O pretinho básico NK Collection ganhou elegância com saltos altíssimos e uma charmosa clutch, em maio, no Rio.

01

1. Modelito estampado da estilista Andrea Marques, em abril. 2. Em janeiro, a atriz apostou no minivestido de Philip Lim para valorizar as pernas. 3. No lançamento de uma linha de sandálias assinada por ela, um vestido leve e floral.

02 03

26/12/2011

| 35


3º LUIZA Brunet

chique

• Figura na lista das mais elegantes de Gente desde 2008. Dona de uma beleza clássica, acerta ao abusar de decotes. “Luiza é um orgulho nacional e a prova de que a cada ano ela cresce em beleza e equilíbrio”, sentencia Costanza Pascolato. Aos 49 anos, a ex-modelo exibe uma forma invejável, que colabora com seu estilo. “A postura dos tempos de modelo fazem dela uma mulher especial, que conhece bem seu corpo e seus melhores ângulos”, analisa a editora de moda Lilian Pacce. •

o clássico navy com blusa em azul e branco ficou chique com o colar de pérolas e o sapato nude escolhidos por Luiza para complementar o look.

01

02

03

1. O vestido de seda bordada Mabel Magalhães valorizou sua beleza clássica. 2. Ousar nas estampas não é tarefa fácil, mas Luiza conseguiu manter a elegância com a escolha de acessórios neutros. 3. O tailleur preto ganhou ares de Chanel com a tradicional bolsa de correntes da marca. O cinto definiu a silhueta e deu um toque ainda mais elegante à produção.

“Luiza atravessa as décadas e os modismos iguaLmente bonita e eLegante, sem deixar a sensuaLidade de Lado. se veste com coerência e adequação”, Regina Martelli, editora de moda


As 10 mais bem-vestidas ESPECIAL 2011

4º GRAZI Massafera

feminina

• Definitivamente, ela sabe das coisas. E aprendeu logo a usar isso a seu favor, como atesta Costanza Pascolato: “É uma das pessoas mais rápidas e hábeis para conseguir um estilo que conheço!”, Este ano, Grazi apostou em peças com mais informação de moda, sensuais, além de vestidos longos que, em sintonia com um bocão vermelho, ficaram de arrasar. No dia a dia, preferência por roupas leves, ainda mais agora, com a chegada do verão e grávida de três meses. Tem tudo para ser a mamãe mais sexy de 2012. •

01

02

“eLa se veste com uma simPLicidade chique. nunca Passa do Limite. adoro como eLa vaLoriza o cabeLo, soLto, Preso, de quaLquer jeito é Lindo”, Lenny Niemeyer, estilista

03

1. Adepta do conforto, a atriz elege minivestidos estampados e sapatilhas para o seu dia a dia. 2. Grazi também valoriza sua boa forma com a cintura marcada e saltos altos. 3. O decote ousado do vestido assinado pela estilista Lia Souza revelou a nova imagem da atriz na festa da novela Aquele Beijo, em outubro.

em 2011 grazi mazzafera deixou um pouco de lado seus looks românticos para apostar um uma imagem mais sexy e com informação de moda, como este look preto que usou para um evento em são Paulo. o batom vermelho fez toda diferença.


5º GIovAnnA Ewbank

fashion

• Tem se revelado uma fashionista supreendente e, o melhor, faz isso com muita desenvoltura e segurança. Formada em moda, Giovanna gosta da mistura de estampas e texturas, alterna comprimentos, brinca com brilhos e paetês. Em 2011, foi da animal print até uma difícil aparição de barriga de fora, tendência dos anos 90, mas que ela tirou de letra. “Tem uma beleza jovem que segura todas as estripulias fashion. Um estilo moderninho”, resume Regina Martelli. •

“iLuminada! Fica Linda com rouPa de noite e sabe vaLorizar o corPo que tem”, Lenny Niemeyer, estilista

01

com um look de cores sóbrias e sem exageros, ela deixou para surpreender nos detalhes como o cinto e as sandálias de estampa de onça da marca studio tmLs.

02

03

1. Pantalona vermelha Carlos Miele e blazer preto Sisley, com uma blusa por dentro, de animal print, da Zara. O look ficou mais charmoso por conta do coque, típico dos anos 50. 2. Tons básicos para jaqueta e saia da NK Store um colar de miçangas, no melhor estilo étnico, em janeiro. 3. Ousadia com a transparência do vestido de paetês da Corporeum e ankle boots Schultz.


As 10 mais bem-vestidas ESPECIAL 2011

6º DéboRA Bloch

clássica

• Sinônimo de um estilo cool, a atriz aposta em looks mais clássicos, minimalistas e sem exageros. Débora é aquela mulher que se veste de uma forma natural, com cores e acessórios na medida certa. “Sempre bem vestida, com muita personalidade e seu estilo casual chique”, observa Lenny Niemeyer. A consultora Costanza Pascolato é mais sucinta ainda: “Ela é chique e muito bacana”. •

“a eLegância da débora é maior do que a rouPa. é uma muLher que entende o temPo deLa, conhece seu corPo e suas vontades”, Reinaldo Lourenço, estilista

1. Casual de jeans, camisetão e blazer preto com detalhe de arremate nas mangas. 2. Um drapeado rosa no vestido cinza lhe conferiu ainda mais charme. 3. Para a noite, black total é perfeito para uma mulher poderosa como ela, com brilho no vestido de paetês e sandálias altissímas.

03

01

02

adepta do minimalismo, prefere deixar as cores para os detalhes. como o vestido branco romântico com detalhe em renda combinados com a máxi bolsa e sapatos coral.

26/12/2011

| 39


7º carolina Dieckmann

moderna

• Sempre atual, a atriz possui um estilo feminino que transita bem em todas as ocasiões. Carolina gosta de roupa confortável e não é de seguir tendências, mas não tem medo de arriscar em produções mais ousadas em que as cores, brilhos, rendas e acessórios dão o tom, mesmo se compostas com o jeans, peça-chave no seu guarda. “Sempre brilha num vestido de noite e sabe escolher o que lhe cai bem. Adoro quando usa cabelo preso na produção”, pontua Lenny Niemeyer. •

“CArOlinA ADOtA A linhA hiGh-lOw, COm PeçAs COntrAstAntes, umAs mAis simPles, OutrAs PrODuziDAs, semPre nAturAl e DesPretensiOsA”, Regina Martelli, editora de moda

01 Para compor com o jeans, blusa azul de paetês e recortes nas mangas by Cris Barros, e bolsa Dior.

02

1. O vermelho do vestido da marca carioca Ateen alonga a silhueta. 2. Para o dia a dia, um modelo mais curto e igualmente confortável. 3. Capricho na produção da noite, com um longo Lethícia Bronstein todo em renda preta.

03


As 10 mais bem-vestidas ESPECIAL 2011

8º guilhermina Guinle

sofisticada

1. Sexy, com calça de couro preta justa, deu o toque final com uma blusa com estampa de onça. 2. Em um momento mais clássico e monocromático, porém não mesmo elegante. 3. Aqui, a bolsa vermelha faz a diferença num simples passeio ao shopping.

• Classe é com ela mesma. Guilhermina virou notícia este ano ao mudar o visual dos cabelos: do curtinho moderno para o de fios longos, por conta de seu papel sensual na macrossérie O Astro. “Ela sabe valorizar suas curvas com vestidos mais justos e bons decotes”, avalia Lilian Pacce. Não importa se as peças que usa são clássicas ou mais ousadas: no corpo da atriz, elas ganham sempre um ar elegante, especialmente quando combinadas com sapatos mais fashion e joias modernas. •

01

“eDuCADA e sexy De mAneirA meiO VintAGe, GuilherminA é hArmOniOsA”, Costanza Pascolato, consultora de moda

Guilhermina Guinle não abre mão de seu pretinho básico, como este Burberry, combinado com sapatos da mesma marca. O plus aqui são as joias, como os brincos de Ara Vartanian.

02

03 26/12/2011

| 41


9º sabrina Sato

sexy

• Seu jeito irreverente se reflete também no modo como ela se veste. Resultado: Sabrina é figurinha fácil e querida dos sites e blogs de moda nacional. Seja investindo no corpaço que tem, com pernas lindas, seja em um look mais clássico, a apresentadora é versátil e acertou quase tudo em 2011. “Sabrina é, antes de tudo, dinâmica. Sua energia faz dela uma onipresente camaleoa”, resume Costanza Pascolato. Por esse motivo, Sabrina figura pela terceira vez consecutiva no ranking das Mais Bem-Vestidas de Gente. •

01

02

“sABrinA entenDe A mODA e tirA PrOVeitO DelA A seu fAVOr. elA COnseGue ir DO ClássiCO AO exuBerAnte, semPre COm suA simPAtiA COntAGiAnte. é umA DAs PessOAs De mAis PersOnAliDADe e CArismA que COnheçO nO shOwBiz”, Reinaldo Lourenço

03

1. Puro rock’n’roll, com saia curta, camiseta de franjas e jaqueta preta de couro. 2. Romântica com o vestido preto de modelagem anos 50 assinado por Alexandre Hercovitch. 3. Microvestido com decote vertiginoso de Pucci, ressaltando a sensualidade, que é marca registrada da humorista.

look para o dia, com ar mais romântico, do estilista Alexandre hercovitch. salto anabella by schultz


As 10 mais bem-vestidas ESPECIAL 2011

10º deborah Secco

versátil

• Seus personagens no ano – a Natalie L’Amour na novela Insensato Coração, e Raquel, no filme Bruna Surfistinha – chamaram a atenção pelo figurino com pouca ou nenhuma roupa que usavam. Tudo pela arte. Fora de cena, Deborah mostrou que sabe de moda e surgiu sempre em grande estilo nas festas e eventos. Além disso, estreou cabelos novos, mais curtos, há dois meses. “Esse novo visual valorizou muito a Deborah. Adoro quando ela se veste com roupa mais longa, no joelho”, opinou Lenny Niemeyer. •

“elA tem infOrmAçãO De mODA e sABe COmO usálA A seu fAVOr. é semPre muitO mAis ClássiCA e reCAtADA DO que seus PersOnAGens”, Lilian Pacce

02

01

03

1. Clássica com vestido ajustado Vitor Zerbinato e cardigan Iódice. 2. Jeans e salto alto para ir ao aeroporto, com bolsa Hermés. 3. Transparência no nude plissado da marca Cavendish e bolsa Celine.

Vestido estampado em preto e branco Pucci, fez sucesso. Para arrematar o look, sandálias Jimmy Choo, e joias de Carla Amorim.

14/01/2011

| 43


Diversão & Arte

cinema • gastronomia • livros • música • teatro • televisão

avalia: ★★★★★ indispensável ★★★★ muito bom ★★★ bom ★★ RegulaR ★ fRaco

MÚSICA •

“Já TiVE lagartos sapos e rãs no APArTAmENTo”

Scarlett JohanSSon Atriz interpreta uma zeladora em Compramos um Zoológico, conta que na infância tinha répteis de animais de estimação e fala do seu senso de estilo “nova-iorquino” • Nascida em Nova York, Scarlett Johansson, 27 anos, tinha lagartos, lagartixas e sapos como bichos de estimação. Por isso, ela conta que foi fácil ajudar a equipe de Compramos um Zoológico a recapturar cobras que haviam escapado no set. No filme, ela é Kelly, a zeladora de um zoo. Completamente dedicada ao trabalho, ela coloca a relação com um colega, interpretado por Matt Damon, em segundo plano. A atriz fala também do próximo trabalho, o aguardado Os Vingadores, que reunirá todos os super-heróis da Marvel – ela interpreta a Viúva Negra mais uma vez. Considerada um ícone de moda, diz que sempre gostou de roupas masculinas e que tem um senso de estilo “nova-iorquino”. E diz que, embora se considere bonita, não quer ser rotulada.

Divulgação

• Você tem algo em comum com a personagem? E que traço da sua personalidade você imprimiu nela? • Sempre fui uma espécie de “zeladora” para minha família e meus amigos. Eu coloquei nela um pouco de delicadeza, uma característica difícil de ser observada nesse tipo de mulher. Frequentemente, mulheres que comandam um negócio são retratadas como duronas. Ela não é assim. • E como foi trabalhar com animais? • Durante o período de preparação, tive de fazer de tudo, desde alimentar abutres até limpar barracas para onde


os animais eram levados e medicá-los, levá-los de jaula para jaula. Isso é um trabalho pesado, de levantar peso. Tivemos todo tipo de animais: macacos, cobras e aqueles com casco, inclusive camelos e zebras. • Qual o momento mais assustador que teve com os animais? • Não se vai a um set de filmagem pensando que colocar 70 cobras dentro de um balde é uma coisa normal (risos). Todos tivemos de entrar e recapturar cobras exóticas que tinham escapado, incluindo pythons, uma anaconda e outras espécies não venenosas. Mas eu fiquei bem, porque quando era criança, eu tinha répteis de estimação. • Que tipo de répteis você teve? • Tive lagartos, uma lagartixa, tartarugas, sapos e rãs. Foram muitos répteis, porque minha mãe era alérgica a pelo. Então, eu não podia ter gatos e cachorros. Eu queria animais de estimação e a convenci a me deixar a ter. Morávamos em um apartamento em Manhattan. • Tem algum animal de estimação atualmente? • Agora tenho cachorros em casa. Tenho uma chihuahua e um golden retriever. O nome do garotão é Baxter e da pequena é Maggie. • Com quais animais você passou mais tempo no set do filme? • Foi com a Crystal, a macaca, que agora é uma sensação internacional depois que apareceu em Se Beber, Não Case!. Ela é como uma pessoa. É tão estranho ficar com ela. Ela realmente parecer ter senso de ironia.

Neal Preston/ Divulgação

‘‘Temos de aceitar que a perda é parte dessa aventura que é a vida. Isso nos faz introspectivos. A gente cresce a partir das perdas”

Com matt Damon em Cena Do filme

• Apesar de haver uma morte, o filme é bastante positivo, não é? • O filme é sobre conexões humanas. A vida é uma aventura, com dores, surpresas, romances e possibilidades. Claro que eu já passei pela experiência da perda e muitas pessoas que conheço também. Muitas pessoas, lá pelos 20 anos, perderam amigos ou avós. Temos de aceitar que isso é parte dessa aventura de alguma forma. Isso nos faz introspectivos e nos faz crescer. A gente cresce a partir das perdas. • Foi um trabalho que exigiu muito esforço físico? • Foi difícil porque eu também estava treinando para Os Vingadores (filme que reunirá todos os heróis da Marvel, com estreia prevista para 2012). Estávamos trabalhando para aproveitar a luz do dia. Então, eu tinha de sair às 4h30 da manhã, dirigir por uma hora até o trabalho e estar no set às 7h30 e, então, treinar. Isso é insuportável. E no outro dia, tudo de novo. Foi um horário difícil. • Pode falar algo sobre viver a Viúva Negra novamente em Os Vingadores? • Não brigue com a Viúva. Ela sempre vence. Quando se está filmando, é uma luta constante, especialmente para mim, que não voo. Não sou mestre de computação gráfica. Sou apenas eu e há muito combate. Então, estou sempre com hematomas e quebrada (risos). Tenho de enrolar o corpo em ataduras.

• Você sempre quis atuar, desde criança? • Queria me apresentar na Broadway quando era criança. Eu amava musicais, gostava de cantar e dançar. Tive aulas de sapateado e de voz, fui para escola de interpretação. Meu objetivo era estar no elenco de Oklahoma! (clássico da Broadway, de Rodgers e Hammerstein) e terminei fazendo testes para tevê, para comerciais e para cinema, mas nunca pude fazer comerciais porque minha voz era muito grave. • Você é considerada um ícone de beleza e de moda no cinema. Pode falar sobre seu estilo? • Sempre tive um senso de estilo novaiorquino. Sempre gostei de roupas masculinas para mim, não para tapetes vermelhos, mas para minha vida. Gosto de YSL (Yves Saint Laurent), Margiela, Hermés e Ralph Lauren. Na minha vida de tapete vermelho, gosto daquele glamour da época de ouro de Hollywood, que é muito feminino. • Você se considera bonita? • Sim, claro. Às vezes eu me sinto bonita. Mas, como todo mundo, tenho dias bons e ruins. Há tantas mulheres bonitas pelas ruas, tanto dentro quanto fora da indústria cinematográfica. É ridículo ter essa espécie de título que pregam à gente. Toda mulher quer ser considerada bonita, mas não quero ser rotulada por qualquer coisa. Como atriz, quero ser capaz de ser anônima e não ser classificada de maneira alguma. 14/01/2011 26/12/2011

| 93


“Lula falou para eu ficar esperto” Depois de fazer história no Corinthians como o dirigente que trouxe o jogador Ronaldo e fez do clube um sucesso de marketing, Andrés Sanchez fala, com seu estilo chuta-canela, do seu futuro na CBF, do salário, dos conselhos que recebeu do ex-presidente da República e do que gosta de fazer quando está fora de campo POR BRUNA NARCIZO E GISELE VITÓRIA FOTO GABRIEL CHIARASTELLI / AG. ISTOÉ

• Muitos o chamam de autêntico. Outros acreditam que há nele uma dose extra de bravataria. Conversar com Andrés Sanchez, expresidente do Corinthians e recém-nomeado chefe de seleções da CBF, é ter a certeza de se entrar em campo para enfrentar um zagueiro do tipo que chuta de bico ou acerta uma canelada para defender sua equipe. Com ele, não adianta firula: a resposta vem sem meias palavras – ou palavrões. Na quinta-feira 15, seu último dia como dirigente do clube paulistano, recém-pentacampeão brasileiro, Andrés recebeu Gente diante da nova piscina do clube para falar de seu futuro. E do jeitão quase folclórico de ser, que atrai novos fãs e inimigos em igual número, e que pode ser notado em cada frase. Exemplo? Como só assume na Confederação em fevereiro, Andrés aproveita o fim do ano para estar com os dois filhos, Lucas, de 19 anos, e Marina, de 15. E o que mais gosta de fazer nesse tempo livre? “Trepar pra ca...!” Vixe. Ou quando perguntado sobre o seu futuro salário na CBF: “Quanto você ganha?”. – “Vou ganhar R$ 65 mil. Mas só pode publicar se você publicar o seu”, disparou para uma das duas jornalistas. Gente avalia que o salário da repórter não é de interesse público e, portanto, fica o registro. Filho de um feirante, Andrés aprendeu desde cedo a suar a camisa. Acordava de ma-

drugada todos os dias para ajudar o pai a montar a barraca nas feiras da Vila dos Remédios. Sem fugir de bola dividida, ele diz que não pensa em entrar para a política, mas que também não recusaria um convite vindo do ex-presidente Lula, de quem é amigo, caso ele volte ao Planalto. Conta também do preconceito que sofreu pela pouca escolaridade e de seu gosto pela leitura de biografias. Entre as preferidas, a de Che Guevara e Adolf Hitler. “Concordando ou não (com os métodos deles), tinham os seus ideais e acho que o homem tem que ter ideais. Contentar a todos, ninguém contenta.” • Como será o seu trabalho como diretor de seleções da CBF? • Andrés Sanchez. Existia uma distância muito grande entre a presidência da CBF e as comissões técnicas, o cargo é um intermediário. Quero aproximar a Seleção do povo, os jogadores têm que conviver mais com a torcida. • Qual vai ser o seu salário no cargo? • Vou ganhar R$ 65 mil. Mas só pode publicar se você publicar o seu. • Como seus filhos (Lucas e Marina) reagiram com a notícia? • Eles ficaram um pouco tristes por um lado e contentes por outro. É uma missão impor-

tante para a nação brasileira e eles sabem que talvez eu tenha menos tempo ainda para eles, mas estão crescendo e espero que compreendam. A Marina cobra mais. • Ela é corintiana? • Lógico. Eu sou um cara democrático, mas não muito... Ela vai aos jogos, chora, não perde em hipótese alguma, tem todas as camisas... • Qual o segredo do seu sucesso com os torcedores? • Isso vem da arquibancada, porque eu vim de lá. Antes de ser presidente do Corinthians eu ia às quadras, viajava nas caravanas, então, eles sabem que eu vou errar e acertar, mas vou fazer o melhor possível. • Como torcedor, alguma vez deixou a emoção falar mais alto do que a razão em alguma decisão? • Um monte de vezes. Por exemplo, em algumas contratações ou não de jogadores. • Contratou Ronaldo na emoção? • Ronaldo foi razão, foi emoção, foi tudo o que você quiser dizer. Ele está acima de tudo isso. Às vezes, o time não está bem e você vê que um jogador vai resolver, você gasta mais, um dinheiro que você não tem, e não resolve o problema...


Gente entrevista

Andrés Sanchez no Centro de Treinamento do Corinthians, em seu último dia como presidente do clube: ele ganhará R$ 65 mil como diretor de seleções da CBF 26/12/2011

| 71


“Eu não trabalho para isso (ocupar cargo público). Não seria candidato a vereador, deputado, nada disso, mas, se o Lula me pedisse alguma coisa, jamais diria não a ele.”

“Gosto muito de biografias como as do Che Guevara e do Hitler, cada um com seus débitos e méritos. Concordando ou não, eles tinham seus ideais e eu acho que o homem tem que ter ideais. Contentar a todos, ninguém contenta”

• E a vinda do Adriano? Ficou satisfeito? • Ninguém está satisfeito com o Adriano, nem ele mesmo. Infelizmente, ele teve uma contusão grave e não rendeu tudo aquilo que podia. Mas o grande nome do Corinthians é o próprio Corinthians. Nós somos uma equipe, o Adriano é um jogador normal, não tem regalia. • Em tempos do politicamente correto, o Garrincha, por exemplo, seria um jogador discriminado? • Todos os jogadores são discriminados. Porque se você vê um jogador de vôlei, por exemplo, fumando maconha, dizem: “Ah coitadinho, se perdeu, tem que se tratar”. Mas se for um jogador de futebol é mais marginalizado. Qualquer coisa que um jogador faz, vira um escândalo.

Andrés Sanchez

“Ninguém está satisfeito com o Adriano, nem ele mesmo”

• Há preconceito contra cartolas também? • Eu mesmo por não falar o português correto, por falar o que penso, uma parte da mídia e da elite discrimina. Se até o presidente Lula é discriminado, quem sou eu? São comentários pejorativos, de pessoas que nem te conhecem pessoalmente. É um pouco triste, mas faz parte do processo. Denúncias contra os cartolas? Há muitas insinuações, mas provar, ninguém provou nada ainda. Se provar alguma coisa, tem que prender. Mas se insinua e ninguém afirma. É inacreditável. • O que gosta de fazer nas horas vagas? • Trepar pra ca... • E o que mais? Ouvir música. Samba, MPB. Gosto do Arlindo Cruz, do Zeca Pagodinho, do Chico Buarque. • O que gosta do Chico Buarque? Não sei, não conheço ele pessoalmente. Gosto da música. Dos ícones. • Vai ao cinema? Assiste a novelas? Lê livros? Novela não. Quando era mais jovem, lia mais, mas nos últimos anos, li pouco. Gosto de biografias como as do Che Guevara e do Hitler, cada um com seus débitos e méritos.


Gente entrevista

Concordando ou não, eles tinham seus ideais e acho que o homem tem que ter ideais. Contentar a todos, ninguém contenta. • Para você, como vai ser o futebol brasileiro no futuro? • O mais forte do mundo. Não só tecnicamente, que já é, mas financeiramente. Ninguém sai do Brasil para ir para a Europa por causa de cultura ou para conhecer outro país, mas sim por causa de dinheiro. A vinda do Ronaldo trouxe mais credibilidade ao futebol brasileiro e as receitas estão aumentando em todos os clubes. • Aconselhou Ronaldo antes de ele assumir o Comitê Organizador Local da Copa? • Ele é grande o suficiente e inteligente o bastante para saber o que quer e o que não quer. Sabe o que faz e o peso que tem. Vai desempenhar um papel muito bom. • O que Lula lhe disse ao saber da sua ida para a CBF? • Falou para eu ter cuidado, ficar esperto, não mudar o que sou. E o que eu precisar dele em opiniões é só falar. • Se Lula o convidasse para ser ministro do Esporte se voltar a se eleger, aceitaria? • Não trabalho para isso. Não seria candidato a vereador, deputado, nada disso, mas, se o Lula me pedisse alguma coisa, jamais diria não a ele. • No campo político, você estaria mais para o centroavante, o zagueiro ideológico ou um camisa 8 articulador? • Camisa 8. Porque você tem que ouvir, ter a convicção num jogo político que nem sempre você decide as coisas, que você tem que sempre ter a maioria do seu lado. E para ter maioria, você tem que se movimentar bastante. Então, é melhor ser um camisa 8. É o que mais se movimenta em campo. •

“Todos os jogadores são discriminados. Se você vê um jogador de vôlei, por exemplo, fumando maconha, dizem: ‘Ah coitadinho, se perdeu, tem que se tratar’. Mas se for um jogador de futebol é mais marginalizado”

(COLABOROU SIMONE BLANES)

CONFIRA A ENTREVISTA NA ÍNTEGRA EM WWW.ISTOEGENTE.COM.BR

26/12/2011

| 73


Fotos Renata Xavier / Divulgação

Juliana com o primogênito e o pai do menino, Carlos Eduardo: a atriz se divertiu mais do que o filho e estava muito feliz, segundo a irmã mais velha, Rosana

Parabéns, Pedro! Juliana Paes e Carlos Eduardo Baptista festejam o primeiro ano do filho com festa no Rio POR AnA CorA LimA

• Pedro era o dono da festa, mas foi a mamãe Juliana Paes quem se divertiu a valer no aniversário de 1 ano do filho, no domingo 18. Animadíssima, a atriz dançou, pulou e participou de todas as brincadeiras com o menino, que, a exemplo da mãe, cativou os convidados com sua simpatia. “Ele é muito risonho. A cara e o jeito dela! Como já está dando os primeiros passinhos, queria porque queria acompanhar os mais velhos nas travessuras. Uma coisa! A Ju estava radiante”, entregou a atriz Carla Marins, uma das primeiras a chegar à comemoração, realizada na cobertura de Ike Cruz, empresário de Juliana, no Leblon. O espaço foi todo decorado com bolas coloridas e painéis inspirados no tema da festa, o desenho animado Galinha Pintadinha. A atriz chegou na companhia da mãe, Re-

gina, e da irmã, Mariana, por volta das 16h30. Meia hora depois, Dudu chegava com o filho e as babás. “Ele passou a semana inteira ensaiando o “Parabéns pra você” com os pais. Batia as mãozinhas e chegava a balbuciar as letras”, revelou uma convidada. O Buffet Brincando Com Você assinou a produção do evento, criado para 300 convidados. Um time de babás para os menores foi contratado, além de um animador vestido de Galinha, que foi o ponto alto da festa. No cardápio, o sucesso ficou com os doces: brigadeiros, choco ball, beijinhos e casadinhos. O bolo tinha três andares, com massa branca e de chocolate, recheado de chocolate e nozes. A pedido de Juliana, o DJ da festa tocou de funk a sertanejo, além, claro, de hits da Xuxa. Entre os convidados, Sheron Menezzes, Jo-

ana Ballagher e Daniele Suzuki, que chegou na companhia do marido, Fábio Novaes e do filho do casal, Kauai, de seis meses. “Adorei! A festa foi linda e caprichosa. A Ju teve muito bom gosto com a mesa, os enfeites e os brindes. Uma superprodução”, disse a atriz, que levou para casa uma galinha pintadinha de pelúcia e uma miniatura da ave com ovinhos de chocolate. “Comi tudo que tinha e não tinha direito. Em festa de criança eu não me controlo mesmo!”, disse ela, às gargalhadas. Rosana, a irmã mais velha e sócia da atriz no salão Espaço Vip, em Niterói, falou sobre felicidade de Juliana. “Hoje é um dos dias mais felizes para a Ju. Ela curtiu tudo, desde a correria pela preparação, a organização, até o último convidado sair da festa.” • (COlabOROu Simone BLAneS)


Aniversário

Na festa do 1o ano de Pedro, 300 convidados, bolo de três andares, DJ e decoração com o tema do desenho A Galinha Pintadinha 26/12/2011

| 69


14 horas com Tom cruise Ator lança filme no Rio e cumpre agenda “impossível”: malhação, uma dormidinha, engarrafamento, festa e churrascaria. Tudo sem perder a simpatia com os fãs POR Thiago Lucas


Cinema

• Topete arrepiado, óculos Ray-Ban, camisa xadrez, jeans e sorriso estampado no rosto. Assim, às 10h da quarta-feira 14, Tom Cruise atravessava a sala de desembarque do Aeroporto Internacional do Galeão e dava início a uma agenda de apenas 14 horas em solo carioca. Divulgando o longa Missão Impossível, Protocolo Fantasma, o ator fez valer cada minuto de sua quarta visita ao Brasil. Sem a mulher, a atriz Katie Holmes, nem a filha, Suri, de 5 anos, Tom mostrou sua habitual simpatia. Cercado por fãs, o astro acenou e posou para fotos antes de seguir até o Copacabana Palace. No hotel, malhou na academia montada em uma das duas suítes reservadas em seu nome e, na sequência, fez um lanche. Depois, descansou por cerca de duas horas antes de cruzar o tapete vermelho estendido no Cinépolis Lagoon, na Lagoa, onde aconteceu a première que reuniu 3.200 convidados ao som do DJ holandês Tiësto – autor do remix para o tema da série. Por conta do trânsito na cidade, Tom Cruise ficou mais de 40 minutos parado no percurso. A aparição ao lado da atriz Paula

Nos braços do povo: com 2h30 de atraso, Tom Cruise chega para o lançamento do seu novo filme no Brasil, sem deixar de atender as fãs

26/12/2011

| 27


Cinema

Lorem eget

Adrenalina total Com Tom Cruise em grande forma, Missão: Impossível – Protocolo Fantasma, investe no humor e em sensacionais cenas de ação Tom Cruise ficou maravilhado com os incríveis, e a primeira coisa que fez ao fim da animação que daria o primeiro Oscar a Brad Bird (o segundo saiu por Ratatouille) foi ligar para o diretor e dizer que, se um dia filmasse em live action, seria o primeiro da fila. O fruto dessa parceria estreia na quarta 21. Missão: impossível – Protocolo Fantasma fecha a temporada 2011 com as melhores cenas de ação do ano. A produção de estimados US$ 140 milhões é uma poderosa cartada de Tom Cruise para reconquistar seu público. Prestes a completar 50 anos, ele dá um banho de energia. “De todas as sequências, só conseguimos convencê-lo a não fazer duas, e justamente nessas os dublês se machucaram”, conta o cineasta Brad Bird à Gente. “Mas em todas as outras, inclusive na espetacular escalada do prédio, era Tom o tempo todo.” Os fãs mais puristas da série podem estranhar o estilo de Bird. Distante do universo

de intrigas e suspense que Brian De Palma imprimiu no original, de 1996, a quarta aventura do agente Ethan Hunt é mais familiar e bem-humorada. “A abordagem é um pouco mais leve, mas tive o cuidado de não deixar a comédia se sobrepor ao tenso universo da espionagem”, diz Bird. Outra novidade na trama deflagrada pela explosão do Kremlin é a dissolução da agência IMF, que força Hunt e os agentes vividos por Simon Pegg, Jeremy Renner e Paula Patton a atuar na clandestinidade. (12 anos) Suzana Uchôa Itiberê

O filme é uma cartada para reabilitar a carreira do ator

Brad Bird, Tom e Paula Patton, no red carpet carioca

Patton, sua parceira no filme, atrasou 2h30. Paula, aliás, chamou a atenção em um modelo Dolce & Gabbana estampado. Sorridente e muito bonita, ela declarou ser apaixonada pela música brasileira, em especial samba e bossa nova. “Adoro Seu Jorge e Tom Jobim e estou muito feliz por estar aqui. O Brasil é lindo, tem paisagens e praias maravilhosas”, disse ela, e ainda se declarou fã dos nossos biquínis. “Vou usá-los na praia”, prometeu. No evento, Tom falou sobre o quarto filme da série Missão Impossível e disse ter curtido este episódio pela dose de humor (leia mais no box ao lado). “Amo todos, não tenho um predileto. Foram todos igualmente desafiadores, tanto fisicamente quanto na interpretação. Mas Protocolo Fantasma tem muito mais humor e cenas absurdas”, afirmou. O ator, que completará 50 anos de idade em julho de 2012, garantiu ter muitos planos para continuar fazendo longas de ação. Antes de embarcar para Nova York, por volta da meia-noite, ele jantou na churrascaria Porcão de Ipanema. O pedido? Caipirinha de vodca de limão, picanha, filé-mignon e costela de cordeiro. • coLaBoRou aNa coRa LiMa


ASSINE AGORA ISTOÉ GENTE

JET SET: o almoço de Carol Andraus e Matheus Mazzafera para ALESSANDRA AMBRÓSIO

As 10 mais

ESPECIAL

Ranking 2011

JULIANA PAES FESTEJA 1 ANO DE PEDRO

Nas fotos: Costanza Pascolato, Lilian Pacce, Lenny Niemeyer, Reinaldo Lourenço, André Lima e Adriana Barra

CLIQUE AQUI

4 6 0 0 8 2 0 0 0 0

nosso dream-team de comentaristas

9 7 7 1 5 1 6

15 grandes nomes da moda formam

1 5 1 6 - 8 2 0 4

“Tive sapos em casa”

Além de Gisele, o ano consagrou estrelas como Camila Pitanga e Deborah Secco. E mais: as tendências e as derrapadas nos figurinos

I S SN

SCARLETT JOHANSSON:

1

bem-vestidas

TOM CRUISE NO RIO

26/DEZ/2011

ANO 13 N° 641

R$ 9,90


ISTOÉ Gente 641