Page 1

P r é m i o Ta l e n t o 2 0 0 9 Correio de Venezuela

@correiodvzla

@correiodvzla

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Edição n° 660 • Ano 16 • Depósito Legal: 199901DF222 • Bs. 100

Sérgio Marques trouxe conforto e ouviu conterrâneos

Convénios entre Portugal e Venezuela retomados A Comissão Mista de Acompanhamento dos convénios entre Portugal e a Venezuela reúne-se no final do corrente mês. O secretário de Estado da Internacionalização de Lisboa esteve em Caracas com um grupo de empresários. Está feita nova agenda, onde continua a figurar com destaque a cooperação e ointercâmbio entre os dois países.

comunidade Mais estudantes a aprender a língua portuguesa Nas últimas semanas, foram entregues diversos certificados e diplomas aos estudantes da língua de Camões nos diferentes centros de ensino da Venezuela. Representantes do ensino destacam que há um aumento de alunos para o período de 2016-2017. Pag. 6

pub

Pag. 4

O secretário regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus da Madeira esteve na Venezuela. Numa longa ronda de 13 dias pelo País, o governante mostrou-se determinado em saber como vivem os madeirenses, denotando preocupação pelo presente e pelo futuro. Num tempo de dificuldades, Sérgio Marques leva o retrato de uma comunidade trabalhadora afetada pelos problemas que hoje são comuns à situação nacional.

Pag. 5

portugal

desporto

Governo admite crescimento de 1,4% e défice de 2,3%

Venezuela comemorou vitória de Portugal no Euro 2016

De acordo com o relatório que acompanha as alegações fundamentadas de Portugal no âmbito do processo de apuramento de sanções, enviadas pelo executivo de António Costa a Bruxelas, o Governo admite que, num “cenário alternativo”, a economia apresentaria um crescimento de 1,4%, abaixo dos 1,8% anteriormente previstos para 2016.

A seleção portuguesa de futebol venceu o campeonato europeu de futebol. Uma vitória histórica construída com trabalho, sofrimento e emoção. O triunfo da alma guerreira dos lusitanos, da vontade e do querer de um País que se desdobrou pelas terras da Diáspora e que nunca perdeu a esperança. Não há palavras para descrever com exatidão tal determinação e querer.

Pag. 8

Pag. 20


2 Editorial

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho 2016 | Correio da Venezuela

retrospetiva

fotoflash

Sérgio Marques, secretário regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus do Governo Regional da Madeira, esteve na Venezuela numa das mais extensas visitas oficiais de que há memória entre entidades oficiais. Foram 13 dias em que o governante madeirense se deslocou a vários estados e cidades onde se encontrou com as comunidades madeirenses no País, além de audiências com entidades oficiais. Deste forma Sérgio Marques levou as celebrações do ‘Dia da Madeira e das Comunidades Madeirenses’ pela Venezuela dentro, transportando o conforto e a solidariedade da Região Autónoma aos concidadãos que vivem fora das ilhas. E foi importante saber que alguém se preocupa e está presente em ocasiões menos boas, fora dos banquetes e das celebrações das associações, dos clubes e dos centros sociais. Visando todas as camadas sociais, o representante do Governo Regional da Madeira, um político que conhece bem a realidade dos Portugueses na Venezuela, quis saber como vivem, as dificuldades que experimentam e, sobretudo, quis lidar com

dois

1

O Secretário de Estado da Internacionalização do Governo da República Portuguesa, Jorge Oliveira, esteve no início deste mês na Venezuela em visita oficial acompanhado por uma comitiva de empresários lusitanos. O governante português retomou assim a agenda de encontros permanentes entre as duas partes, prosseguindo a já longa e proveitosa agenda económica estabelecida entre os dois países desde o tempo do falecido Presidente Hugo Chávez, em que se estabeleceram as bases dos convénios que hoje estão em vigor e que foram em cada ano aperfeiçoados Naturalmente que a situação económica difícil que se vive na Venezuela não tem permitido um melhor desenvolvimento e progresso dos negócios que estão referenciados. Contudo, como podemos avaliar depois desta visita do governante português nada está parado e, mais uma vez, viajaram até Caracas alguns empresários lusitanos que voltaram a rever as possibilidades de crescimento da cooperação e, nomeadamente, as necessidades que hoje estão à vista e nas quais pode ser fulcral a intervenção portuguesa. As autoridades venezuelanas explicaram a ‘Agenda Económica Bolivariana’, um documento que incorpora os denominados ‘15 motores’ que contribuirão para a transição e diversificação da economia do País, antes totalmente dependente da indústria petrolífera, e na qual está reservado para os empresários e técnicos portugueses um papel de importância central, na sequência de outras intervenções na Venezuela nos últimos anos. Há ainda a assinalar que foram assinados no passado dia 18 de Junho mais 14 novos acordos, integrados nos convénios de cooperação e intercâmbio económicos entre os dois países e que determinam as próximas negociações, cuja agenda ficou combinada nesta visita do secretário de Estado Jorge Oliveira e dos empresários portugueses à capital venezuelana, onde contactaram diversos membros do Executivo Nacional Bolivariano. No final do mês haverá uma reunião da Comissão Mista de Acompanhamento dos Convénios Portugal-Venezuela, na qual se dará seguimento a outros negócios já em fase de exploração.

a realidade dos que aqui vivem. Não prometeu o que não pode, nem está ao seu alcance, mas apontou a atenção com que as autoridades madeirenses seguem o curso dos acontecimentos e a intervenção junto de entidades nacionais e internacionais, se nalguma oportunidade for solicitada. Aliás, em termos de apoio aos emigrantes, na governação do presidente Miguel Albuquerque, com a intervenção de Sérgio Marques, têm sido criadas novas estruturas de apoio aos que vivem fora do arquipélago, a fim de facilitar os contactos e, duma forma particular, abreviar o tempo que demoram os despachos de diversas burocracias que, como é conhecido, no atual sistema de Administração Pública e Local em Portugal, é demorado. Esta visita foi de aproximação e de conforto. Estamos certos de que todos ficaram satisfeitos e com uma melhor ideia do que está a ser feito e à disposição dos Madeirenses que pretendem tratar de qualquer assunto na sua terra. Há problemas graves para resolver, mas esses terão de contar com decisões do Governo da República, as quais têm sido pressionadas pelo Governo da Madeira, atento à defesa dos interesses de quem vive fora das ilhas.

A dinamização do Ensino da Língua Portuguesa na Venezuela passa por uma fase extraordinária de desenvolvimento e implementação nas escolas e centros portugueses, com uma adesão crescente de interessados, não só entre as famílias de origem portuguesa, mas também entre os jovens venezuelanos que consideram que a aprendizagem da Língua de Camões é uma garantia de futuro, encarando novas saídas profissionais e/ou conducente a criar condições para concorrerem a postos de trabalho no interessante espaço em que se movimentam os falantes de Português onde se juntam já cerca de 240 milhões de pessoas. Mas não é apenas nos níveis básicos que esse interesse se verifica. Sempre com a valorosa mão do Instituto Luís de Camões e da Embaixada de Portugal em Caracas e dos seus consulados espalhados pelo País, o ensino da língua em que se comunicavam José Saramago, Jorge Amado ou Fernando Pessoa, todos com um legado invulgar e transversal aos interesses de quem se cruza e entrelaça pelos sons e pelas palavras iguais, também as Universidades da Venezuela estão a adotar cursos de Língua Portuguesa. São centenas de alunos que receberam nos últimos dias os seus certificados, uma prova de que estão ainda mais integrados, agora com responsabilidade maior, na Comunidade Luso-Venezuela.

Grupo Editorial

www.correiodevenezuela.com Rif.: J-40058840-5

Director Aleixo Vieira Subdirector Agostinho Silva Gerente: Sergio Ferreira Soares Endereço: Av. Veracruz. Edif. La Hacienda. Piso 5, ofic. 35F. Las Mercedes, Caracas. Telefones: (0212) 9932026 / 9571 Telefax: (0212) 9916448 E-mail: editorial@correiodevenezuela.com

Chefe de redacção Sergio Ferreira Soares |Jornalistas Ommyra Moreno, Carla Salcedo Leal, Victoria Urdaneta, Kenner Prieto, Antonio Da Silva |Correspondentes Edgar Barreto (Falcón), José Manuel De Oliveira (Falcón), Carlos Balaguera (Carabobo), Sandra Rodríguez (Aragua), Trinidad Macedo (Lara), Silvia K. Gonçalves (Bolívar), Mariana Santos (Nueva Esparta), Luis Canha (Mérida), Carlos Marques (Mérida), Daniela García (Miranda), Antonio Dos Santos (Zulia) |Colaborações Catanho Fernandes, Sónia Gonçalves, Arelys Gonçalves, Antonio López Villegas, Isabel Idárraga, Serafim Marques, António Delgado, Carla Angarita |Publicidade e Marketing Carla Vieira |Paginação Elsa de Sá |Fotografia Francisco Garrett |Administração Cindy Calabria |Distribuição Luis Alvarado, Carlos Agostinho Perregil R. |Impressão Grupo Últimas Noticias. Caracas -Venezuela |Tiragem 15.000 exemplares |Fontes de Informação Agência Lusa, Diário de Notícias, Diário de Notícias da Madeira, Ilhapress, Portuguese News Network e intercâmbio com publicações em língua portuguesa.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

J-00360930-7

SUCESORA DE

4ta. Transversal, entre A. Andrés Bello y Alfredo Jhan. Urbanización Los Palos Grandes, Caracas, ZP 1060

Publicidade 3

RIF. J-00235245-0


4 Venezuela

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

VISITA DE ESTADO

Venezuela e Portugal asseguram relações bilaterais e multilaterais O secretário de Estado para a Internacionalização de Portugal visitou terras crioulas

Alexandre Mendonça: Um exemplo de fé e amor  O sacerdote mais querido da comunidade lusitana celebrou 28 anos de carreira religiosa

Sergio Ferreira Soares sferreira@correiodevenezuela.com

Representantes do Governo Venezuelano realizaram uma reunião bilateral com o secretário de Estado para a Internacionalização de Portugal, Jorge Oliveira. O encontro realizou-se nos dias 2 e 3 de julho e teve como propósito consolidar e ampliar as relações binacionais, concretizando-se no âmbito da visita do representante do governo português, juntamente com uma comissão de empresários lusos interessados em investir no país. Neste evento, realizado no salão Alba da Casa Amarilla, sede da Chancelaria venezuelana, também estiveram presentes o vice-ministro para a Europa, Samuel Moncada, e o vice-ministro para a Cooperação Económica, Ramón Gordils, assim como o representante da Comissão de Portugal. O vice-presidente venezuelano para a área económica, Miguel Pérez Abad, convidou os empresários de Portugal a “voltar a investir” na Venezuela. «Queremos que voltem a investir, dupliquem a sua confiança nesta terra e nos acompanhem nesta aventura de construir uma Venezuela produtiva e de justiça social», disse Pérez Abad desde a sede da chancelaria local, sede do encontro. O também titular da pasta da Indústria e de Comércio explicou aos empresários portugueses presentes a agenda económica bolivariana o plano desenhado pelo governo de Caracas para recuperar a economia local, afetada pela queda dos preços do petróleo. As mesas de trabalho conjuntas decidiram integrar os investimentos de Portugal nos “15 motores” estabelecidos pelo Executivo venezuelano, com a finalidade de conseguir a diversificação económica do país sul-americano. Pérez Abad destacou a «ampla trajetória de cooperação» que prevalece entre Portugal e a Venezuela, que foi alterada no dia 18 de julho com a subscrição de 14 novos acordos de cooperação nas áreas de economia, finanças, energia, infraestruturas, saúde, alimentação e cultura. «Este é um momento de grandes oportunidades para o país apesar da situação difícil. Temos um potencial enorme para explorar e estamos decididos a fazê-lo, com a procura de novos espaços para a transformação do aparato

COMUNIDADE

Sergio Ferreira Soares sferreira@correiodevenezuela.com

produtivo», assinalou o ministro de Indústria e Comércio. Pérez Abad apresentou detalhadamente à delegação europeia parte dos investimentos destinados aos diferentes sectores da economia, destacando

o motor agroalimentar, o farmacêutico, turismo e exportação. Pelo seu lado, a chanceler venezuelana assegurou que as relações entre a Venezuela e Portugal «no âmbito bilateral e multilateral são

excelentes», disse, assinalando a necessidade de continuar com a revisão da agenda de cooperação. Oliveira e vários membros da delegação de Portugal visitaram as instalações das Industrias Canaima, C.A., localizada dentro da Base Aérea Generalíssimo Francisco de Miranda, em La Carlota, Caracas. A primeira linha de produção desta indústria foi inaugurada a 16 de julho de 2011. Foi uma iniciativa do comandante da Revolução Bolivariana, Hugo Chávez, e resultado da cooperação com Portugal, que posteriormente deu origem ao Projeto Canaima Educativo. Nesse sentido, o vice-ministro para a Europa, Samuel Moncada, destacou que esta Comissão portuguesa está no país com o intuito de observar o potencial de crescimento na Venezuela e as amplas oportunidades que existem para criar novas empresas e projetos, com novas ideias, tendo como base a cooperação para o crescimento do país, destaca o boletim da Chancelaria. Ainda assim, o vice-ministro para a Cooperação Económica, Ramón Gordils, reiterou o apelo a «fortalecer e ampliar as relações em todos os âmbitos, especialmente no sector económico, para continuar a crescer e diversificar as áreas onde o país europeu coopera com a Venezuela». Da mesma forma, nos finais do mês de julho, realiza-se uma Comissão mista Venezuela-Portugal, onde se espera concretizar os projetos revistos na agenda de trabalho entre ambos os países.

Passaram exactamente 28 anos desde que o padre Alexandre Mendonça foi ordenado sacerdote e iniciou uma vida consagrada a Deus e cheia de demonstrações de amor. É por isso que amigos e membros da comunidade lusitana marcaram presença no Centro Portugués, para acompanhá-lo nesta meta alcançada e desejar-lhe muitos anos de felicidade ao lado da igreja. Nascido a 19 de Outubro de 1954, na paróquia de São Pedro, no Funchal, Alexandre chegou à Venezuela com apenas 12 anos de idade. Posteriormente, ingressou no seminário San José de El Hatillo, aos 26 anos, e foi ordenado padre aos 33 na paróquia Nossa Senhora do Rosário de Antímano, a 16 de Julho, Dia de Nossa Senhora del Cármen. Já estava pronto para iniciar o seu percurso pelo ministério religioso: Começou na paróquia Campo Rico de Petare, onde exerceu durante dois anos e recebeu a pastoral; depois, esteve 13 anos como pároco no local e foi nomeado capelão da Polícia Metropolitana, que naquela altura ficava em Boleita. Com o passar do tempo e terminadas as obras da Missão Católica Portuguesa, mudou-se para San Bernardino e juntou-se a três campos de acção pastoral: O Centro Marítimo de Venezuela, o Centro Português de Caracas e a Eremita Nossa Senhora de Coromoto e de Fátima. A partir dali, como capelão da PM, foi colocado na brigada motorizada que ficava na rua paralela à Missão Católica e tempos mais tarde, assumiria a capela geral da polícia. Isto não seria suficiente e Alexandre Mendonça continuaria a trabalhar em benefício da comunidade; foi assim que há cinco anos foi nomeado reitor do lar dos padres da Casa Sacerdotal e Ecónomo da Arquidiocese, tornando-se canónico da Santa Igreja da Catedral de Caracas.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Venezuela 5

VISITA DE ESTADO

Sérgio Marques ouviu comunidade luso-venezuelana Durante 13 dias pelo País manteve vários encontros com a comunidade lusa e as autoridades locais

Conselheiros visitaram Estado Lara

Ommyra Moreno Suárez omoreno@correiodevenezuela.com

O secretário dos Assuntos Parlamentares e Europeus, Sérgio Marques, acompanhado por Gonçalo Nuno dos Santos, técnico superior do Centro das Comunidades Madeirenses, chegou à Venezuela a 24 de junho para uma visita de 13 dias ao país sul-americano no âmbito do Dia da Madeira e das Comunidades Madeirenses, estabelecido como o primeiro de julho na Constituição Portuguesa de 1976. Em representação do Governo Regional da Madeira, o secretário informou que se tratava de uma «visita de solidariedade com a comunidade e, como tal, foi preparado um programa que foi mais além da cidade de Caracas», declarou. Em Caracas, Sérgio Marques participou na cerimónia comemorativa realizada na sexta-feira 1 de julho no Centro Português. No Estado Vargas, Sérgio Marques visitou o Centro luso-venezuelano do Estado Vargas, onde participou no encontro com os sócios e realizaram um ato comemorativo para o Dia da Madeira nas instalações do centro social. De seguida, o dirigente esteve presente num jantar com a junta diretiva, onde se discutiram temas de interesse para a colónia portuguesa a residir no Litoral. Por sua vez, o Grupo Folclórico do Centro Luso-venezuelano do Estado Vargas esteve presente para animar o evento com vários números musicais. Marques juntou-se às comemorações e dançou ao som de música tradicional da Madeira. Na terça-feira 5 de julho, antes de finalizar a visita oficial, Sérgio Marques e Gonçalo Nuno dos Santos realizaram uma visita à zona do Estado de Vargas afetada pela tragédia de 1999. Naiguatá, Carmen de Uria, Los Corales e Caraballeda foram algumas das zonas visitadas pelo secretário dos Assuntos Parlamentares. Em Los Teques, Estado Miranda, Sérgio Marques e Gonçalo Nuno dos Santos estiveram presentes num almoço familiar, realizado no domingo 3 de julho, no Santuário Virgem de Fátima, localizado no sector Lomas de Urquía no município Carrizal do Estado de Miranda. A iniciativa foi organizada pela Associação Civil Amigos de Nossa Senhora de Fátima e a Academia do Bacalhau Altos Mirandinos. Ao evento, assistiram mais de 800 pessoas, que puderam degustar de um sem número de propostas

REGIÕES

 Portugueses tiveram oportunidade de conversar com autoridades lusas sobre temáticas de interesse para a colónia portuguesa Ommyra Moreno Suárez

VISITA AO LAR Integrada na visita pelo país, o secretário dos Assuntos Parlamentares e Europeus da Região Autónoma da Madeira, Sérgio Marques, juntamente com Gonçalo Nuno dos Santos, técnico superior do Centro das Comunidades Madeirenses, visitou as instalações do Lar Padre Joaquim Ferreira para conhecer quais são as condições atuais do geriátrico luso-venezuelano. No encontro, estiveram presentes vários membros da junta diretiva do lar, a Sociedad de Beneficencia de Damas Portuguesas e a associação civil sem fins lucrativos Nietas del Lar. Durante a visita, o secretário entregou como prenda às Nietas del Lar uma imagem de Nossa Senhora do Monte.

gastronómicas da cozinha tradicional portuguesa e deleitar-se com apresentações musicais a cargo dos grupos folclóricos e conjuntos musicais convidados. Os fundos recolhidos destinam-se à construção do templo e a outras causas de carater social que apoia a academia do bacalhau. Marques mostrou-se satisfeito com o convite e felicitou a comunidade pelo constante apoio para a edificação do santuário. Ainda assim, destacou os avanços na obra e reiterou o apoio do Governo de Madeira com os conterrâneos dessa região. Por sua vez, o autarca de Carrizal, José Luís Rodriguez, enalteceu o trabalho da academia e aproveitou a oportunidade para entregar um reconhecimento ao secretário regional dos Assuntos Parlamentares da Madeira. «Há oito anos nasceu este sonho e hoje vamos ver como se vai transformar esta realidade», disse Rodriguez. Em Valencia, Estado de Carabobo, o secretário dos Assuntos Parlamentares e Europeus da Região Autónoma, Mario Sergio Quaresma Gonçalves Marques, realizou uma

visita às instalações do Centro Social Madeirense, onde foi recebido por membros da Junta Diretiva, com quem manteve uma reunião para trocar opiniões sobre diversos aspetos relacionados com a comunidade portuguesa que está a residir no Estado de Carabobo. Durante a sua visita, destacou que na Venezuela está uma das maiores comunidades portuguesas oriundas da Madeira e que, apesar de estar a atravessar um período com dificuldades devido à situação política, económica e social, neste País se continua a apostar num futuro próspero e com progresso. Numa visita Às instalações ao Centro Social Madeirense de Valencia, também esteve acompanhado pelo cônsul geral de Portugal em Valencia, João Pedro Brito Câmara, e o presidente da Academia do Bacalhau de Valencia, Mario Papel. Em Mérida, Sérgio Marques visitou a cidade de El Vigia. A comunidade mostrou-se satisfeita com a visita e pediu a intervenção do secretário de Estado para que se realizem permanências consulares em Mérida.

Da mesma forma, foi solicitado o apoio para o ensino da língua portuguesa naquela localidade. No dia 27 de junho, os lusitanos da região comemoraram o encontro com uma noite de fados protagonizada pela fadista Iliana Gonçalves, que ficou encarregue por interpretar as canções mais emblemáticas deste género português, nascido nos bairros lisboetas. Em Maracaibo, Sérgio Marques e Gonçalo Nuno dos Santos participaram num jantar com a comunidade lusa daquela cidade. Durante o encontro, os conterrâneos solicitaram melhorias no sinal da RTP Internacional, que, conforme reclamaram, chega com interferências. Nesse sentido, o secretário comprometeu-se a discutir o assunto com a administração da RTP quando chegasse a Portugal. Durante a sua visita, aproveitou para se reunir com os empresários locais, que lhes transmitiram as suas preocupações relativamente à situação que o país vive. Em Barquisimeto, o governante visitou o Centro Luso Larense para se reunir com a comunidade madeirense e conversar com o cônsul honorário na região. No Estado Bolívar, o secretário dos Assuntos Parlamentares visitou o Centro Português Venezuelano de Guayana. Nesta região, escutou os relatos da comunidade sobre as dificuldades que estão a passar. Marques reiterou o apoio do Governo Regional e garantiu que as autoridades não têm esquecido os seus conterrâneos nestes momentos difíceis.

Os conselheiros das Comunidades Portuguesas pela região ocidental, Fátima de Pontes e Leonel Moniz da Silva, fizeram uma visita oficial ao Estado Lara, que se iniciou na no dia 8 de julho com uma participação na jornada consular e um encontro com a comunidade em Barquisimeto. Às 15h00, realizou-se uma reunião entre os conselheiros e o cônsul honorário de Portugal em Barquisimeto, onde se trataram temas relacionados com a situação dos portugueses na região, estratégias para promover o ensino da língua e a difusão da cultura entre os lusodescendentes. Para finalizar a jornada, Pontes e Moniz da Silva assistiram a uma convocatória com os representantes de diversas instituições luso-venezuelanas. No dia 9 de julho, estiveram presentes novamente na jornada consular e mantiveram um encontro com o padre Chulalo e um grupo de jovens na igreja Nossa Senhora de Fátima em Barquisimeto. De seguida, realizaram uma visita ao Centro Luso Larense, onde se reuniram com a junta diretiva e participaram num debate com a comunidade portuguesa, que se realizou nas instalações do centro social. Recorde-se que estes encontros fazem parte dos trabalhos de acompanhamento dos conselheiros na Venezuela, acordados no Conselho das Comunidades Portuguesas, realizado no dia 26 de abril na cidade de Lisboa, onde foram empossados 65 representantes das diferentes colónias lusas ao nível mundial.


6 Venezuela

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

LÍNGUA

Colégio San Agustín El Paraíso promoveu entrega de certificados Os presentes desfrutaram de uma representação teatral de Luís Vaz de Camões, interpretada por um dos estudantes. Sergio Ferreira Soares

LÍNGUA

CPVG comemora 1ª promoção da língua e cultura portuguesas

 Clube luso-venezuelano continua a promover difusão da língua de Camões em Guayana

sferreira@correiodevenezuela.com Ommyra Moreno Suárez

No passado dia 16 de julho, realizou-se a entrega de certificados do ano escolar 2015-2016 do Curso de Língua e Cultura Portuguesa que é lecionado no Colégio San Agustín de El Paraíso, localizado na zona oeste de Caracas. No local, marcaram presença o Coordenador do Ensino do Instituto Camões na Venezuela, Rainer Sousa, e o corpo diretivo e docente da instituição educativa. A ocasião serviu para que o representante do Instituto Camões e o Agregado Cultural da Embaixada de Portugal na Venezuela fizesse a entrega de reconhecimentos aos vencedores do concurso denominado “Dia de Portugal: Símbolos Pátrios”.

omoreno@correiodevenezuela.com

Ainda, os presentes desfrutaram de uma representação teatral de Luís Vaz de Camões, interpretada por um dos estudantes. Meninas vestidas com os trajes típicos de Portugal e da Venezuela

foram o centro das atenções dos presentes, representando a união e irmandade existente entre ambas as nações, o que segundo os coordenadores se evidencia na forma de ser dos lusodescendentes.

LÍNGUA

Mais de 70 alunos foram promovidos no Centro Social Madeirense Os estudantes de nível básico e intermédio receberam o seu certificado de aprovação do período 2015-2016 Sergio Ferreira Soares

No dia 5 de julho, realizou-se o ato de entrega de diplomas correspondente à primeira promoção de Língua e Cultura Portuguesa 2016 de Guayana. O evento realizou-se no Salão Lusitano do Centro Português Venezuelano de Guayana, localizado no Estado de Bolívar. Os 67 galardoados foram recebidos com uma gala especial, onde foram entregues os certificados de término por parte dos seus professores e da junta diretiva do centro social. «Felicitamos os finalistas da I Promoção da Academia da Língua

e Cultura Portuguesa, que concluíram com aprovação todos os níveis. A persistência tem resultados. Felicidades!», pode ler-se num comunicado publicado na página web do clube. Por sua vez, David Pinto, presidente da Associação Venezuelana de Ensino de Língua Portuguesa (Avelp), felicitou os alunos e destacou no seu discurso o auge registado no Curso de Língua e Cultura Portuguesa ao nível nacional. Ainda assim, assinalou a necessidade de continuar a incentivar a referida iniciativa para preservar a cultura dos antepassados. Para finalizar a jornada, foi realizado um brinde para comemorar com os presentes.

ELEIÇÕES A Comissão Eleitoral do Centro Português Venezuelano de Guayana deu a conhecer os resultados das eleições que se realizaram no dia 10 de julho com a finalidade de escolher os dirigentes para o período de 20162018. Sendo assim, a nova junta diretiva é constituída por: Víctor Vieira, presidente; Francisco de Freitas Gonçalves, vice-presidente; Alexandre Andrade, primeiro secretário; Pedro José Rodríguez, segundo secretário; Benito Martínez Marcano, primeiro tesoureiro; Pablo Rondón, segundo tesoureiro; Wuener Caraballo, primeiro vogal; Daniel Marín, segundo vogal; e António Costa, terceiro vogal. A Mesa da Assembleia é constituída por Domingo Quijada como presidente; Ilda Nogueira como vice-presidente; Irvin Gonzáles como primeiro secretário; e Arnaldo Carvajal como segundo secretário. O conselho fiscal é constituído por Maira Elena Marcano como comissária; Giancarlos Torres como comissária suplente; e Pedro Barros como secretária.

sferreira@correiodevenezuela.com

Na passada quinta-feira 14 de julho, realizou-se nas instalações do Centro Social Madeirense (CSM), a graduação e promoção dos alunos da cátedra de língua portuguesa, que é lecionada nesta instituição em parceria com a Fundação Camões. Neste acto, os estudantes de nível básico e intermédio receberam o seu certificado de aprovação do período 2015-2016, enquanto que os avançados se acreditaram com a máxima distinção por ter culminado todos os conteúdos do curso. Desta vez, foram 78 os estudantes que foram promovidos e graduados. Por sua vez, os representantes d CSM mostraram-se felizes pela forma como esta iniciativa foi acolhida desde o início. Sidónio pestana, presidente do Centro, expressou a sua satisfação pelo aumento de participantes nestas aulas. Recordou que o início desta nova fase de estudos de português deu-se durante a gestão do senhor Guido Pestana, quando ele era secretário-geral e que, desde essa

LÍNGUA

CP promoveu acto de graduação do curso de língua portuguesa Sergio Ferreira Soares sferreira@correiodevenezuela.com

altura até agora, a aceitação deste projeto tem melhorado consideravelmente. Acrescentou que outro sinal positivo é a quantidade de venezuelanos que, sem ser lusodescendentes, se têm juntado a estas aulas, por interesse na língua e na cultura Portugal de uma forma geral. Adicionalmente, a professora responsável por este programa de estudos, Adelina dos Santos, aproveitou a oportunidade para felicitar todos os estudantes, especialmente os

que obtiveram melhores resultados por cada nível, destacando David Otero, atual diretor diretor de Cultura e Imigração, que obteve a qualificação máxima, 20 pontos, no nível avançado. Por último, logo a seguir à entrega de diplomas e da projeção de vídeos alusivos à Venezuela e à Madeira, como parte da prova final dos educandos, os condecorados no salão Madeira levantaram os copos para brindar pelo fim desta etapa e pelos êxitos conseguidos durante a mesma.

Quase 500 alunos receberam os seus diplomas e certificados por ter finalizado com êxito o ano escolar 2015-2016 do Curso de Língua e Cultura Portuguesa na Associação Civil Centro Português, localizada na zona este de Caracas. No evento, que teve lugar na segunda-feira 4 de julho nas instalações do Salão Nobre, contou com a presença do coordenador de ensino da língua portuguesa na Venezuela pelo Instituto Camões, Raines Sousa. Os professores dos diferentes níveis foram encarregues de entregar pessoalmente os diplomas as seus alunos, enquanto o Coordena-

dor de Curso e Presidente da Associação Venezuelana para o Ensino da Língua Portuguesa fez a entrega de reconhecimentos aos alunos que mais se destacaram, com pontuações de 97, 98 e 99, numa prova de certificação de português como língua estrangeira. O momento foi propício para os alunos apresentassem os seus trabalhos de História Portuguesa, assim como para desfrutar de um vídeo de entrevistas a personalidades da comunidade portuguesa, realizado pelos estudantes. A Direção de Cultura do Centro Português, realizou um reconhecimento a dois professores que, por diferentes motivos, deixam de prestar serviços na instituição.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Venezuela 7

ASSOCIAÇÕES

ASSOCIAÇÕES

Academias trabalham sem descanso Netas numa em prol dos mais necessitados “Tarde a Portugal”  Em Maracay e Valencia, realizam-se diversas iniciativas com o propósito de

 Durante o encontro, associação realizou várias atividades destinadas aos residentes do geriátrico luso-venezuelano

angariar fundos

Ommyra Moreno Suárez omoreno@correiodevenezuela.com

Ommyra Moreno Suárez

O trabalho das Academias da Espetada continua a ser imparável um pouco por todo o país. Através de diversas iniciativas, as amigas conseguem angariar fundos que tornam possível o trabalho social que levam a cabo para ajudar instituições, geriátricos, casas de abrigo e pessoas necessitadas. No Estado Aragua, a Academia da Espetada Maracay, conhecida também como a academia-mãe, comemorará o seu 13º aniversário com uma celebração especial, que terá lugar no Restaurante Rodeo Frill, localizado na avenida intercomunal Turmero-Maracay, na segunda-feira 8 de agosto, pelas 19h00. Os presentes poderão desfrutar de um agradável convívio, ambientado musicalmente, enquanto degustam a tradicional espetada de carne e frango, acompanhados de sangria tradicional da academia. Os interessados em par ticipar podem entrar em contacto através dos telefones 0416 6405737/04144594927. Há alguns dias, as amigas da academia, liderada por Ana Maria de Abreu, reali-

zaram uma jornada de donativos a uma família de baixos recursos e à Fundação Martín, que é responsável por prestar apoio a crianças com paralisia cerebral. Recorde-se que a Academia da Espetada Maracay realizou o seu primeiro jantar no dia 11 de agosto de 2003. A ideia surgiu logo após uma reunião da Comissão Feminina do Lar Geriátrico Luso Venezuelano, como resposta a uma necessidade de organizar tertúlias entre mulheres, com o objetivo de apoiar causas benéficas. A primeira junta diretiva da associação foi constituída por Noemi de Coelho, Ana Maria de Abreu, Maria Fátima Fernandes de Pestana, Branca Rosa de Almeida Dias, Maria Graça de Canha, Maria Gonçalves de Pita, Maria Pereira de Faria e Te-

resa de Jesus Correia de Teixeira. No Estado Carabobo, a Academia do Bacalhau Valencia, liderada por Mario Papel, continua a somar cada vez mais tertúlias, o que se traduz num aumento do número de donativos que realiza a associação a diversas causas de caráter social. No passado dia 11, o encontro teve lugar no Restaurante Hermes Orellana, localizado em San Diego. À convocatória assistiram a um total de 43 compadres, os quais puderam desfrutar de um jantar com diferentes propostas de peixes, acompanhados com vinho e whisky. Durante a tertúlia, os compadres realizaram um reconto da atividade associativa no primeiro semestre do ano e discutiram sobre as próximas atividades da instituição.

CLUBES

ASSOCIAÇÕES

Asoludeven apresenta nova junta diretiva A instituição luso-venezuelana tem como propósito enaltecer os costumes e os valores da comunidade portuguesa na Venezuela Ommyra Moreno Suárez

A Associação de Lusodescendentes da Venezuela escolheu no domingo 17 de julho a sua nova junta diretiva correspondente ao período 2012018. A comitiva ficou constituída por José Alberto De Viveiros como presidente geral; Silvia Henriques como vicepresidente geral; Nivaldo Da Silva como secretário geral; Cecilia Da Silva como tesoureira geral; Jany Moreira como diretor de Relações Públicas; Mario Da Silva como diretor de Relações Internacionais; Sergio Ferreira como diretor de Cultura e Educação; Juan Gonçalves como diretor para as Regiões; Sergio Da Costa como diretor de Desporto e Juventude, e Marybel Pereira como diretora de Comunicações. «Somos uma equipa construída por lusodescendentes, na sua

Os membros da associação civil em fins lucrativos “Nietas del Lar” visitaram no dia 30 de junho os avós do Lar Padre Joaquim Ferreira, localizado no setor Los Anaucos do Estado Miranda. A iniciativa integrada num convívio denominado “Tarde a Portugal” serviu para partilhar comida e prendas com pessoas da terceira idade que fazem vida neste importante geriátrico luso-venezuelano. Durante o encontro, as netas aproveitaram a ocasião para comemorar a Portugalidade e ver juntamente com os avós o jogo Portugal-Polónia do Europeu 2016, que estava a decorrer na França, do qual resultou vencedora a seleção portuguesa, que tinha passado para as semifinais. De seguida, foram entregues prendas do Dia da Mãe e do Dia do Pai. Por sua vez, os avozinhos mostraram-se felizes e agradecidos com a visita, onde puderam expressar as suas habilidades artísticas através de desenhos pintados a mão com cores e outros materiais sendo de imediato

expostos num cartaz da instituição. A jornada finalizou com um bolo para comemorar os aniversários do mês. No que se refere ao estado das instalações, as netas asseguraram que a mesma apresenta condições dignas para acolher pessoas de terceira idade que precisem de recorrer à instituição. Contudo, deixam um apelo à colónia portuguesa e à comunidade em geral para que continuem a colaborar em prol da manutenção do geriátrico. Mesmo assim, indicaram que estão recetivas a qualquer donativo para o Lar de todos aqueles que desejem colaborar com medicamentos, alimentos e produtos de higiene, entre outros bens necessários para o bem-estar dos avós. Recorde-se que “as netas” do Lar Padre Joaquim Ferreira são responsáveis por oferecer apoio ao geriátrico através de diversas iniciativas de angariação. Mesmo assim, anualmente, realizam várias visitas com o propósito de selar pelo bem-estar do local e proporcionar tardes de alegria e diversão para os residentes do lar.

maioria de ampla trajetória associativa no seio de diversas instituições, com grande alcance de trabalho e capacidade organizativa. Acreditamos na integração da Comunidade para o fortalecimento dos projetos e a criação de novas propostas que destaquem o orgulho de ser luso-

descendente num país tão longínquo de Portugal como a Venezuela. Nós somos como TU e queremos que te juntes à equipa: Vem e apoia uma liderança em comum! SOMOS COMO TU, SOMOS A FORÇA DA TUA VOZ!”, pode ler-se num comunicado. Recorde-se que a Associação de Lusodescendentes da Venezuela é uma organização sem fins lucrativos criada a 10 de junho de 2000 e registada perante as entidades oficiais correspondentes. O propósito da associação é promover e enaltecer os costumes, as culturas e os valores da comunidade lusitana radicada na Venezuela, como forma de conseguir que estas perdurem no tempo e passem de geração em geração. Ainda assim, procura reunir todos os grupos e associações de lusodescendentes espalhadas pelo território nacional.

Tomada de posse de novos dirigentes do CSM de Valencia Ommyra Moreno Suárez

O Centro Social Madeirense, localizado em Valencia, Estado de Carabobo, deu posse na passada sexta-feira, 17 de junho, à nova Junta Diretiva e ao Conselho Fiscal para o período de 2016-2018. A Comissão Eleitoral do centro social foi encarregue de contar os votos, onde resultou como presidente o empresário lusodescendente Sidónio Pestana e Danny Barradas como vice-presidente; Guido Pereira é o secretário-geral, Higgins Patiño secretário de finanças, Carlos de Abreu subsecretário de finanças, Gabriela González secretária de atas, Alexis Fernández diretora de relaciones institucionais, David Otero diretor de cultura e imigração, Alexis Franquet diretor de desporto, David Figueira diretor de evento e festas, e Reinaldo Ospino segundo suplente. Já no Conselho Fiscal

FESTIVAL DA SOPA No próximo dia 24 de julho, a partir das 12h00, realiza-se o Festival da Sopa no Salão Madeira do Centro Social Madeirense. No evento, os presentes poderão desfrutar de uma tarde em família, degustando de uma grande variedade de sopas, preparadas a partir das receitas mais tradicionais da cozinha portuguesa. foram proclamados José Antonio da Maia, José Manuel Goncalves, Rafael Oliveros, Agustinho Simoes e Luis Jaier Salazar. O ato de juramento e tomada de posse teve lugar no Salão Madeira e contou com a presença de um grupo composto de sócios e representantes dos grémios portugueses, assim como de personalidades de distintos sectores da sociedade de Valencia.


8 Portugal

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

ECONOMIA

Costa pede decisões rápidas da Europa e Banco de Portugal sobre sistema financeiro O primeiro-ministro disse que o seu Governo “está fortemente empenhado na estabilização do sistema financeiro” Diário de Notícias da Madeira editorial@correiodevenezuela.com

O primeiro-ministro considerou urgente que instituições europeias, Banco de Portugal e Governo atuem “prontamente” para eliminar todas as “incertezas” relativamente ao sistema financeiro e aludiu a Estados-membros europeus que não estão a assumir estes problemas. António Costa falava num almoço com empresários da Câmara do Comércio e Indústria Luso-Espanhola, numa intervenção em que defendeu que uma das primeiras prioridades na atual conjuntura passa por “eliminar as incertezas relativamente à real situação do sistema financeiro - incertezas que vão minando a confiança no sistema e a limitar a capacidade de crescimento da economia”. “Por isso, é fundamental que

Governo, Banco de Portugal e instituições europeias respondam prontamente de forma a concluir este processo e a contribuir para que todas as instituições se sintam sólidas e sejam percecionadas pelos mercados como sólidas”, declarou o líder do executivo. António Costa disse depois que

o seu Governo “está fortemente empenhado na estabilização do sistema financeiro”. “Só um sistema financeiro sólido e forte terá capacidade de financiar a economia e de transmitir à economia real as condições de política monetária únicas que têm vindo a ser proporcionadas pelo Banco Central Europeu (BCE)”, sustentou. A seguir, o primeiro-ministro deixou uma nota de preocupação em relação a Estados-membros europeus, que não identificou, e que poderão estar a não assumir a existência de problemas nos respetivos sistemas financeiros. “O problema que existe é comum ao sistema financeiro da Europa. Só esperamos que a sua não assunção em outros Estados-membros não venha a prejudicar o conjunto da economia europeia”, advertiu.

SEGURANÇA SOCIAL

1.500 beneficiários de subsídio de doença chamados para provarem que estão doentes Estão ainda em curso procedimentos adicionais por parte dos serviços da segurança social Diário de Notícias da Madeira editorial@correiodevenezuela.com

Cerca de 1.500 beneficiários de subsídio de doença estão a ser convocados para as Juntas Médicas verificarem se estão ou não aptos para o trabalho, além das convocatórias de rotina, informou o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. Trata-se de um “processo extraordinário de convocatórias de beneficiários de subsídio por doença a Juntas Médicas da segurança social”, ao qual acresce o processo de rotina de convocatórias. As convocatórias dos beneficiários de subsídio de doença ao Serviço de Verificação de Incapacidades Temporárias (SVIT), designado por Juntas Médicas, é “a forma mais eficaz de deteção de fraude numa prestação social desta natureza é através da convocatória a juntas médicas, as quais verifi-

cam se o beneficiário de subsídio de doença está ou não apto para o trabalho”. Em comunicado, o ministério especifica que “estão a ser convocados extraordinariamente a Junta Médica, pelos respetivos Centros Distritais de Segurança Social, cerca de 1.500 beneficiários de Subsídio por Doença, com baixa há mais de 40 dias consecutivos e que não

tenham ainda sido convocados ou que, tendo sido, não compareceram ao SVIT”. “Estão ainda em curso procedimentos adicionais por parte dos serviços da segurança social, com o objetivo de, ainda no decurso do corrente mês e nos meses seguintes, serem convocados, com caráter extraordinário, outros grupos de beneficiários”.

ECONOMIA

Governo admite pior desempenho com crescimento de 1,4% e défice de 2,3% O executivo realizou uma “análise de sensibilidade” para avaliar o impacto que as medidas previstas podem ter no cumprimento do objetivo orçamental deste ano Diário de Notícias da Madeira editorial@correiodevenezuela.com

O Governo indicou segunda-feira à Comissão Europeia que, num cenário alternativo que considera os “riscos macroeconómicos”, a economia portuguesa deverá crescer 1,4% este ano e o défice será de 2,3%, projeções mais pessimistas do que as anteriores. De acordo com o relatório que acompanha as alegações fundamentadas de Portugal no âmbito do processo de apuramento de sanções, enviadas pelo executivo de António Costa a Bruxelas, o Governo admite que, num “cenário alternativo”, a economia apresentaria um crescimento de 1,4%, abaixo dos 1,8% anteriormente previstos para 2016. Quanto ao défice orçamental, o executivo admite agora que poderá ficar nos 2,3% do Produto Interno Bruto (PIB), acima dos 2,2% esperados inicialmente, e, relativamente ao ajustamento estrutural, espera-se que atinja os 0,2 pontos percentuais do PIB. Sublinhando que a execução orçamental até maio e a informação preliminar para junho “aponta para

desenvolvimentos tanto na receita fiscal como na despesa que são compatíveis com a meta orçamental”, o Governo admite que, “como normalmente, há riscos macroeconómicos”, neste caso, com origem externa. Entre os riscos identificados estão o “Brexit [a saída do Reino Unido da União Europeia] e os relativos aos amplos choques negativos que afetam parceiros comerciais importantes e que eram anteriormente dinâmicos, nomeadamente Angola e Brasil”. Assim, o executivo realizou uma “análise de sensibilidade” para avaliar o impacto que as medidas previstas podem ter no cumprimento do objetivo orçamental deste ano. Neste “cenário alternativo”, é esperada uma redução da receita fiscal de 0,3 pontos percentuais do PIB. No entanto, o executivo reitera que este impacto não é confirmado pelos resultados da receita fiscal até junho. Para compensar esta eventual queda da receita fiscal, refere-se que, neste cenário, “as cativações que equivalem a 0,2% do PIB não vão ficar disponíveis” para fazer despesa.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

LEI DAS COMUNICAÇÕES ELETRÓNICAS

Portugueses podem ter contrato de telecomunicações sem fidelização Paulo Fonseca disse que a única pretensão que não foi acolhida na legislação foi a redução do período máximo de fidelização dos 24 meses Diário de Notícias da Madeira editorial@correiodevenezuela.com

As operadoras de telecomunicações estão a partir do dia 17 de julho obrigadas a oferecer contratos sem qualquer tipo de fidelização ou com seis e 12 meses de fidelização, em opção ao período máximo de 24 meses. A alteração à Lei das Comunicações Eletrónicas entrou em vigor no domingo e é já considerada pela DECO como “uma vitória para os consumidores” e um reflexo de um conjunto de reivindicações da Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor e de cerca de 270 mil consumidores, manifestadas numa petição (sobre a fidelização em 2013) e um abaixo-assinado (sobre refidelização em 2015). Em declarações à agência Lusa, o jurista e coordenador do departamento de estudos e apoio ao consumidor da DECO, Paulo Fonseca, descodificou o texto da lei e disse que a única pretensão que não foi acolhida na legislação foi a redução

do período máximo de fidelização dos 24 meses, que foi mantido, mas sublinhou ter-se encontrado uma forma de garantir a liberdade de fidelização. “A alteração obriga todas as operadoras, para toda a sua oferta comercial, a disponibilizar vários tipos de fidelização”, ou seja, a oferecer contratos sem qualquer tipo de fidelização ou contratos com seis e 12 meses de fidelização, em opção à fidelização máxima de 24 meses, explicou. Paulo Fonseca destaca também a maior transparência nos contratos e que na fidelização “o ónus é totalmente colocado no operador”. “Se o consumidor não tiver qualquer informação sobre o período de fidelização não pode ser cobrado nada pela rescisão antecipada do contrato e isto é muito importante”, afirmou. As operadoras passam então a ser obrigadas, quer a nível pré-contratual, quer durante o período do contrato, “a informar o consumidor

sempre do período de fidelização e dos custos pela rescisão antecipada em cada momento do contrato em que o consumidor se encontra”. Os avanços estendem-se ainda à fixação de critérios e limites para os custos da rescisão antecipada, passando a ser proibidos entraves injustificados na mudança para outro operador. “Se eu celebro um contrato em que não há qualquer vantagem que

me é atribuída ou uma subsidiação do equipamento que me foi disponibilizado ou promoção da qual efetivamente beneficie, não pode existir fidelização”, exemplificou. Além disso, há proporcionalidade, uma vez que os encargos para o assinante, decorrentes da resolução do contrato por sua iniciativanão podem ultrapassar os custos que o fornecedor teve com a instalação da operação, têm que tem que ser proporcio-

Venezuela 9

nais à vantagem que lhe foi conferida e não podem corresponder automaticamente à soma do valor das prestações vincendas à data da cessação, ou seja, aos antigos 24 meses. A Anacom - Autoridade Nacional de Comunicações passa também a ter maior responsabilidade no controlo e monitorização do período de fidelização, podendo interferir, pedir justificação e eventualmente sancionar um operador, caso este esteja a cobrar um período de fidelização em que na verdade não existe a tal vantagem objetiva. Quanto à refidelização, que até agora não estava regulamentada, passa a estar limitada e só pode existir até um limite de 24 meses se as alterações contratuais implicarem a atualização dos equipamentos ou infraestruturas tecnológicas, sempre com a ideia de vantagem para o consumidor, o que significa que um mero aumento de velocidade no canal ou na internet não é refidelização. “Era comum os consumidores quando estavam a terminar o seu período de fidelização receberem uma chamada do seu operador a propor um novo canal ou um ‘upgrade’ [melhoria] na velocidade da internet, e o consumidor aceitando [...], ou dizendo que não tinha nada contra, acabava vinculado por mais 24 meses”, lembra Paulo Fonseca. Ora, acabam assim as situações em que um consumidor “estava há quatro, cinco, seis anos presos a um contrato sem perceber como ou sem ter uma vantagem objetiva relativamente a esse período de refidelização”.

TRANSPORTES

EMPRESAS

Utentes buzinam quinta-feira pelo fim de portagens em agosto na Ponte 25 de Abril

TAP doa cadeiras de avião para leilão solidário

A Comissão de Utentes de Transportes da Margem Sul promove esta iniciativa Diário de Notícias da Madeira editorial@correiodevenezuela.com

A Comissão de Utentes de Transportes da Margem Sul promove na quinta-feira um buzinão na Ponte 25 de Abril para exigir a reposição de isenção de portagens no mês de agosto. “Aqueles que residem, trabalham e estudam na margem sul do Tejo são os únicos portugueses que têm de pagar portagens nas pontes sobre os rios em Portugal”, refere, em comunicado, a Comissão de Utentes de Transportes da Margem Sul. Para aquela comissão, a situação representa uma “discriminação inaceitável”, recordando que tem ao longo dos anos exigido a abolição de portagens e que os vários governos “nada fizeram”. A Comissão de Utentes de

Diário de Notícias da Madeira editorial@correiodevenezuela.com

Transportes da Margem Sul apela a todos os utentes daquela ponte para a partir das 08:00 de quinta-feira “façam chegar ao Governo, através da buzina do seu automóvel, a exigência pela reposição da isenção de portagens no mês de agosto”. No comunicado, a Comissão de Utentes de Transportes da Margem Sul lembra que durante vários

anos houve isenção de pagamento de portagens naquela ponte durante o mês de agosto, que o anterior Governo de Pedro Passos Coelho decidiu acabar. “Denunciamos prontamente este roubo e os utentes da Ponte 25 de Abril apoiaram um dos maiores protestos feitos contra as portagens na forma de buzinão”, salienta a comissão.

A TAP está a realizar pela primeira vez um leilão solidário das suas cadeiras de avião já sem uso comercial. A ideia partiu de um grupo de trabalhadores da empresa, os Voluntários com Asas que, entre as várias iniciativas de voluntariado e apoio social que promovem, sugeriram a realização de um leilão solidário das antigas cadeiras de avião dos modelos A340, A330 e A320. O valor obtido com este leilão, que está a decorrer online desde se-

gunda-feira, reverterá integralmente para a Associação Salvador. “Estas cadeiras sem utilidade no mercado da aviação e que já viajaram por todo o mundo, podem encontrar uma nova vida num escritório ou sala de estar, dado o bom estado de conservação em que se encontram”, afirmou Fernando Pinto, Presidente Executivo da TAP. As primeiras 30 cadeiras que pertenceram à classe executiva e classe económica dos aviões da TAP estão disponíveis para licitação no site da eSolidar até ao próximo domingo, dia 24 de julho.


Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

J-30891864-4.

10 Publicidade

Competencia a la altura de sus expectativas Esta es nuestra marca.

www.novobanco.com.ve


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Publicidade 11


12 Publicidade

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Publicidade 13


14 Publicidade

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Publicidade 15


16 Cultura

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

Clubes Ommyra Moreno

Happening em Caracas Liu Bolin esconde-se entre a realidade venezuelana para a nova exposição da Galeria Freites: Liu Bolin. Happening em Caracas. A obra, desenvolvida pelo artista chinês Liu Bolin, teve em conta a realidade venezuelana, durante a sua estadia no país em novembro de 2013, e vai ser exibida numa exposição intitulada Liu Bolin. As filas, a falta de abastecimento, a insegurança, a inflação, o alto custo de vida e a violência inspiraram Bolin na seleção dos eixos temáticos que desenvolveu em Caracas. Data: a partir do 17 de julho. Local: Galeria Freites.

Pinturasparadaltónicos A Sala Trasnocho Arte Contacto (TAC) da Fundação Trasnocho Cultural apresenta a exposição “pinturasparadaltónicos” do artista venezuelano Sigfredo Chacón (Caracas, 1950). A mostra reúne uma seleção de obras sobre tela e papel realizadas entre 2011 e 2016, onde o autor propõe um analfabeto cromático diferente ao que se conduz convencionalmente, baseado na perceção dos seus dois filhos daltónicos. Aqui, como em parte da sua obra anterior, estabelece um contraponto entre o visual e o textual, pondo a nu a não coincidência entre a cor standard e os seus equivalentes daltonianos. Data: até 18 de setembro Local: Trasnocho Cultural

Etnia Warao

“Venezolanos Desesperados” anima Centro Português

Ommyra Moreno

Clube da capital será palco de autêntico desfile com grandes figuras da televisão Sergio Ferreira Soares

A Associação Civil Centro Português, localizada na zona este de Caracas, continua a apostar fortemente no crescimento da vertente cultural dentro das suas instalações. A principal finalidade é proporcionar aos seus sócios momentos de distração na comodidade e segurança que oferece este clube luso. E é por isso mesmo que o Salão Nobre será palco de um verdadeiro desfile de destacadas figuras da televisão durante a apresentação da obra “Venezolanos Desesperados”, na próxima sexta-feira 22 de julho, às 19h30. A reconhecida peça, original de Daniel Ferrer Cubillán e dirigida por Javier Vidal, vai deliciar a grande família do Centro Português logo depois de se ter convertido na obra mais vendida dos últimos tempos na Venezuela. Astrid Carolina Herrera, Jean Carlos Simanca, Hilda Abrahamz, Luis Gerónimo Abreu, Amanda Gutiérrez, Greysi Mena e Maria Ga-

Roupa preta não te pode faltar no vestuário

briela Silva serão responsáveis por narrar esta história que dará ao público numerosas razões para continuar a apostar na Venezuela. Na Venezuela, a ideia de emigrar é recorrente. Por alguma razão, acreditamos que qualquer país é melhor que o nosso. Contudo, o emigrante passa a vida a sentir saudades e, com a distância, a dar valor ao que tinha. No exterior, sempre serás um estrangeiro. Existem milhares de

Clubes

Casa Portuguesa de Aragua levou a Caracas “Desnúdame”  Entre a comédia e o drama, a obra fala sem pudor e com sarcasmo sobre o sexo

razões para ficares na Venezuela: desfrutar e apreciar o que só nós temos. É este o convite que se faz no meio de uma irónica e reflexiva história de “venezuelanos desesperados”. O salão será dividido em três setores: lateral esquerdo, lateral direito e preferencial central. Os espetadores devem chegar 20 minutos antes da hora marcada. Para mais informações sobre as entradas, deve dirigir-se à direção de cultura.

Clubes

Escola de Flamenco do Centro Português celebrou “La Taberna Andaluza”

Sergio Ferreira Soares Sergio Ferreira Soares

A essência da etnia Warao, sob o olhar credor da artista espanhola Andrea Santolaya, poderá ser apreciada através da exposição fotográfica Waniku, na Sala Oeste da Galeria Freites. Andrea Santolaya vai mostrar o resultado de um projeto que assumiu em 2012, quando veio apresentar o seu trabalho pela primeira vez na Venezuela e, posteriormente, organizou um convívio com a comunidade Warao no Delta del Orinoco. No total, podem ser apreciadas 40 imagens de diferentes tamanhos, trabalhadas artesanalmente sob a supervisão direta da autora em ‘gelinobromuro’ de prata sobre papel baritado com dobras. Data: até setembro de 2016 Local: Galeria Freites.

Moda

O grupo “Os Lusíadas Theater”, da Casa Portuguesa do Estado Aragua, atuou nas instalações do “Bar A Nau” do Centro Português, em Caracas, para entreter o público da capital com a sua obra “Desnúdame”, no passado sábado 16 de julho às 20h00. Os membros deste grupo de teatro realizaram este intercâmbio cultural com o clube caraquenho com a finalidade de dar a conhecer o projeto que já fez rir nas diferentes casas cheias onde tem sido apresentado na zona central do país. Sob a premissa de que “as más-línguas criticam” enquanto que “as boas dão orgasmos”, a obra tem lugar no quarto de Maria: uma mulher que, aos seus 40 anos, é capaz de falar sobre a sua vida sexual, contando a experiência vivida com cada um dos seus cinco maridos, com os quais teve cinco filhas. O mais pecu-

liar desta história é que se consegue combinar a comédia com o drama de uma forma sarcástica, sem pudor. Maria, com o apoio da sua empregada, Arminta, desenvolve a história entre realidades e fantasias vividas por cada uma delas. “Desnúdame” procura despertar o apetite sexual com inteligência, demonstrando a forma como deve viver uma mulher a sua vida económica e sexual em plenitude, aproveitando as oportunidades que a vida lhes oferece.

Mais uma vez, a Escola de Flamenco do Centro Por tuguês deleitou os sócios do referido clube capitalino durante a tradicional gala anual, que este ano foi denominada “La Taberna Andaluza”. O encontro realizou-se no dia 15 de julho de 2016, a partir das 19h00, nas instalações do Salão Nobre. Sem qualquer dúvida, tratou-se de uma ocasião perfeita para que os assistentes se deleitassem com os avanços deste complexo grupo de dançarinas que semana a semana recebe aulas de flamenco no nosso centro social. Para além do mais, a jornada esteve coordenada por Diana Patrícia “La Macarena”, que teve uma participação especial nesta gala.

São infinitas as combinações que se podem fazer a partir de uma peça de vestuário preta. É uma cor versátil, ideal para quase todas as ocasiões. O clássico vestido preto. Tal como dizia Chanel, um vestido preto clássico com boas proporções pode tirar-nos de situações aflitivas. Combinado com diferentes acessórios, pode ser usado em mais de uma ocasião, tanto em eventos formais como informais. Casaco. Um casaco preto pode ser o complemento ideal para muitas roupas, dando-lhe atitude e personalidade. As combinações que se podem fazer com esta peça são infinitas. Se procuras um casaco de cabedal preto, procura sempre investir num de qualidade para que possas usá-lo muitas vezes sem correr o risco de ficar deteriorado. Botas. Um par de botas retas podem ser o complemento ideal para todo o tipo de estilo e, consoante o modelo de calçado, pode-se combinar em diferentes estios. Contudo, se o teu objetivo é combiná-lo no, o melhor é optar por botins. Sapatilhas. Se o que procuras é uma alternativa cómoda, mas que te faça parecer um pouco mais formal, umas sapatilhas pretas são ideais para o teu closet. São perfeitas para qualquer ocasião. Na hora de as comprar, certifica-te de que não te magoam os pés e que são fabricadas com um bom material. Roupa interior. A roupa interior de cor preta pode ser usada com roupa de cores escuras, mas lembra-te sempre de ter em conta o tipo de tecido da peça de roupa para evitar que se veja através dela. Carteira. Uma carteira preta é o acessório básico no closet de todas as mulheres, inclusive é recomendável comprar carteiras de vários tamanhos nesta cor para que possas utilizá-las em muitas ocasiões. Combina com qualquer cor e é sempre apropriada. Blazer. Um blazer ou cardigan preto pode ser uma peça muito versátil na hora de vestir. Fica muito bem para a maior parte das ocasiões, mas se a ocasião é mais casual, pode-se combinar com um jean para parecer elegante.


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

cinema Sergio Ferreira Soares

Os temas mais ouvidos Portugal

Flor Elena González brilha na curta-metragem “Aurora” Audiovisual conta história de uma mulher venezuelana que emigra para os EUA Ommyra Moreno Suárez

A conceituada atriz luso-venezuelana Flor Elena González protagoniza, juntamente com Odel Hernández, a curta-metragem Aurora, um filme que procura mostrar a realidade migratória. A estreia do audiovisual teve lugar no passado dia 20 de junho no Miamia Theater Center, na Flórida, Estados Unidos. Um ano de trabalho foi o suficiente para o diretor venezuelano Marcano levar a cabo a curta-metragem que conta a história de Aurora, uma mulher venezuelana que emigra para os Estados Unidos. «Plasmam-se realidades que vivemos os que saímos dos nossos países e os diferentes motivos que nos levam a fazê-lo. Identifico-me muito com o tema, pois agora interpreto uma imigrante», “Gyal You A Party Animal” / Charly Black “Don’t Let Me Down” / The Chainsmokers Feat. Daya “This Girl (Kungs vs. Cookin’ On 3 Burners)” / Kungs & Cookin’ On 3 Burners “Duele El Corazon” / Enrique Iglesias Feat. Wisin “Do You No Wrong” / Richie Campbell

Venezuela

destacou Flor Elena González. Acompanham Flor os venezuelanos Henry Zakka e o jovem ator Carlos Rivero, a atriz argentina Pilar Brú e o ator cubano Carlos Acosta Milián. A semana passada, a curta-metragem projetou-se no Festival de Cine-

espectáculos

Karen Ferreira e Alex Gonçalves apostam no público venezuelano  Lusodescendentes vão transmitir programas através da plataforma VivoPlay Ommyra Moreno Suárez

“Ojitos” / Sixto R, El Potro y Farruko “Sayonara” / Jonathan Moly y Jerry Rivera “Ahorrate el llanto” / Guaco “Como tu” / Juan Miguel “Obsesionado” / Farruko

ma Venezuelano que se realizou em Guayana de 11 a 14 de julho. A tournée continua por várias cidades dos Estados Unidos e de outros países. «Pode-se dizer que é a representação de muitas pessoas que atrevem a fazer o mesmo, o que mostra que vão conseguir tudo o que pensam, entre outras coisas», destacou. Como parte da campanha para conseguir juntar o montante necessário para a concretização do projeto, a produção da curta-metragem lançou uma campanha, através da plataforma Indiegogo, onde dezenas de pessoas colaboram para conseguir tornar a curta-metragem uma realidade. Por sua vez, Marcano descreve este trabalho como «uma história universal». Esta temática destaca o que significa começar do zero e ser imigrante.

O comediante e locutor Alex Gonçalves e a sua mulher Karen Ferreira continuam no país e, embora não descartem a possibilidade de sair das fronteiras, prometem não abandonar o público venezuelano. Atualmente, Gonçalves está a trabalhar em transmissões pela Internet, neste caso com a segunda temporada de NoSiTV, um web show transmitido anteriormente pelo seu canal de Youtube, e que agora poderá ser visto através da plataforma Vivolay, que transmite determinados conteúdos de forma gratuita para a Venezuela. «Estou feliz e agradecido porque VivoPlay tenha gostado deste show. Compraram-no e continua a ser uma produção totalmente minha. É preciso entender que o meio mudou e é possível fazer-se conteúdo com várias coisas, pois graças a Deus não se têm verificado grandes mudanças no projeto», disse. O animador assegurou que nes-

pasarelas

Luísa de Freitas sucesso no mercado internacional

Cultura 17 Teatro Ommyra Moreno

Terror O Grupo Actoral 80, sob a direção de Héctor Manrique, estreia uma montagem que a partir da difícil decisão de salvar umas vidas à custa de outras, explora os cantinhos escuros da conflituosa personalidade humana. Um avião comercial com 164 passageiros a bordo é sequestrado por um terrorista, a sua intenção é espatifá-lo contra um estádio com 70 mil espetadores. Ara impedi-lo, um major do exército alemão decide derrubar o avião, acabar com a vida dos passageiros, vida inocentes… Apresenta-se no Trasnocho Cultural do C. C. Passeio Las Mercedes.

Relatos de Cães Sob a direção de Dario Piñeres, chega ao Teatro Urban Cuplé a divertida comédia “Relatos Perros”. Um disparatado exercício em que o ser humano se põe no lugar de um cão? Alguma vez já pensaste nisso? Alguma vez te passou pela cabeça o que pensa ou sente um cão perante determinados comportamentos dos humanos? O público poderá desfrutar de um espetáculo divertido composto por monólogos e cenas intituladas: “Cão mendigo”, “Amanheci em quatro”, “Amor cão”, “A minha doce vingança”, “Simples cães”, “Fico louco” e muito mais. A obra apresenta-se às sextas e sábados às 19h00 e aos domingos às 18h00. Entradas à venda em www.tickemundo.com

Próximo outono

Ommyra Moreno Suárez

tas conversas surgiu a produção de um projeto para a sua mulher Karen Ferreira, nomeadamente um show dedicado ao entretenimento que a animadora descreveu como bastante variado. «É um programa de informação nacional e internacional bastante pontual, é um UpDay que te vai pôr em dia com o que acontece no mundo do entretenimento, nomeadamente na informação que surge nas redes sociais», acrescentou Ferreira.

A modelo luso-venezuelana Luísa de Freitas está a destacar-se no mercado internacional com a sua participação nas passarelas, campanhas publicitárias, propagandas e vídeos musicais de destacados artistas internacionais. A sua carreira começou aos 16 anos no concurso Super Modelo f Venezuela, realizado pela agência internacional Ford Models. Em Caracas, deu os seus primeiros passos no mundo da moda num registo de hobbie. A sua oportunidade chega quando a agência Xene Produções a convida a fazer parte do seu portfólio de modelos e lhe oferece uma plataforma para os seus primeiros passos no estrangeiro.

No âmbito do II Festival de teatro contemporâneo estadunidense que se está a realizar em La Caja de Fósforos, localizada na Concha Acústica de Bello Monte, estreou-se “El próximo otoño”, de Geoffrey Nauffts, dirigida pelo reconhecido jovem dramaturgo e diretor Fernando Azpúrua. Na sala de espera de uma clínica de Nova Iorque, Adam encontra os familiares do seu par, Luke, que acaba de sofrer um acidente muito grave. Contudo, Adam deve encarar a realidade, pois os pais não sabem nada sobre o namoro longo de ambos. A obra nostálgica vagueia entre a música e as lembranças dos personagens que tentam compreender a vida entre o amor e os sentimentos religiosos.


18 Cultura

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

música Ommyra Moreno Suárez

Yo Antes de Ti Baseada na conhecida novela de Jojo Moyers, “Yo Antes de Ti” é protagonizada por Emilia Clarke e Sam Claflin, sob a direção de Thea Sharrock, fazendo o seu debut na direção de uma larga-metragem. Quando Louisa Clark, também conhecida como Lou, perde o seu trabalho como governanta, inesperadamente, tem que tentar substituir o salário que detinha e conseguir continuar a sustentar a sua família. O desespero empurra-a para um trabalho como enfermeira de Will Traynor, um homem que era um rico bancário mas que teve um trágico acidente e ficou paralítico. Lou trata-o com delicadeza e sujeita-se ao seu humor. A sua fabulosa personalidade e a sua amável natureza são difíceis de ignorar, até para Will, pois rapidamente cada um se converte no que o outro precisa.

Devolvido ao remetente A enfermeira Miranda Wells (Rosamund Pike) tem um encontro às escuras com um homem, mas infelizmente outra pessoa chega antes dele. William Finn (Siloh Fernandez) faz-se passar pelo rapaz em questão, entra na casa de Miranda e agride-a brutalmente sem motivo algum. Tudo vai mudar desde então para a protagonista quando William é detido e ela começa uma curiosa relação com o seu agressor. Este thriller psicológico é dirigido por Fouad Mikati.

Concerto em Barquisimeto de Candy 66  Banda de metálica surpreendeu fãs de rock com o melhor do seu repertório Ommyra Moreno Suárez

Na passada sexta-feira 15 de julho, a banda Candy 66, da qual faz parte o lusodescendente Jean de Oliveira, realizou um concerto no Anfiteatro Don Pio Alvarado, dentro do complexo ferial da cidade de Barquisimeto, Estado Lara. Desta forma, a banda metálica, constituída por Jean Carlo de Oliveira (voz e guiterra), Gustavo Morantes (bateria e percussão), José Alejandro Morantes (guitarra), Ray Díaz (baixo), Let Arteaga (teclado) e Felipe Gueber (guitarra), pôs a plateia a dançar ao som do rock, interpretando o seu repertório musical que inclui temas como “Sombras do sol”, “No más violencia” e “Veneno”. Recorde-se que a banda Candy 66 foi constituída na cidade de Caracas no ano de 1988. Consagrou-se com o público no ano de 2000, quando resultou vencedora do Festi-

val Nuevas Bandas e começou a ter mais destaque nessa altura, quando começou a ser mais admirada por muitos seguidores do ‘metálico’ na Venezuela. As influências da banda proveem de artistas como Faith No More, Ozzy Osbourne, Korn, Sepultura, Nirvana e outros. A banda conta com o talento de Jean Carlos de Oliveira, vocalista e um dos seus

sambil model

Lusodescendente obtem a faixa de primeira finalista e vence na categoria “Rostro Vivo Play”

A era do gelo O filme mostra que a caça épica da bolota catapulta Scrat ao espaço, onde acidentalmente se estabelece uma série de eventos cósmicos que transformam e ameaçam a era do gelo. Para se salvar, Sid, Manny, Diego e o resto da manada devem sair da sua casa e embarcar numa travessia cheia de comédia que os levará por terras exóticas e lhes permitirá encontrar-se com uma série de personagens muito pitorescas. Com data de estreira prevista para 22 de junho, o filme conta com a direção de Mike Thurmeier e Galen T. Chu. Sob as suas ordens estão Ray Romano, Denis Leary, John Leguizamo, Queen Latifah,Keke Palmer e Wanda Sykes. Para além do mais, estão presentes também Seann William Scott, Josh Peck, Simon Pegg, Jennifer Lopez, Stephanie Beatriz e Adam DeVine.

fundadores, que é o principal escritor das letras da banda e quem compõe uma parte importante da música. É engenheiro de som (membro da AES) e realizou a produção musical e a pré-masterização do lançamento independente P.O.P. de Candy 66. Destaca-se com a guitarra, o baixo e a bateria. Foi baterista na banda n.u.m.b.

Ommyra Moreno Suárez

música

Gaélica interpreta a banda sonora de Game of Thrones  Grupo folk caraquenho continua a somar êxitos com os seus caraterísticos arranjos de música celta Sergio Ferreira Soares

O ensamble de música celta e ritmos latinos Gaélica, da qual faz parte o lusodescendente Gabriel Figueira, foi a encarregue de interpretar “A Song of Ice and Fire”, a banda sonora da série Game of Thrones, sob a direção do reconhecido Christian Vásquez, como parte de uma antestreia do último capítulo da temporada da série da cadeia

HBO. A produção desta versão contou com arranjos de Aquiles Delgado e a composição de Ramin Djwadi e a câmara de José Flores, assim como a Produção Geral de Elizabeth Rodriguez e Marielig Barroso. A mostra musical esteve a cargo de William González e Alírio Vegas nos violinos, David Peralta na viola e Andreína Sánchez no violoncelo, todos juntos a Gaélica, constituída por Gabriel Figueira, Rubén Gutiérrez, Armando Álvarez e Víctor Mora.

A 30 de junho, o anfiteatro do Centro Sambil Caracas converteu-se numa passerelle onde a modelo luso-venezuelana Andrea Bastos se destacou. Embora não tenha obtido a faixa de Sambil Model 2016, conseguiu seduzir o público com a sua participação, posicionando-se como primeira finalista no certâmen e vencedora na categoria Rostro Vivo Play. O certâmen teve início oficial no anfiteatro do Centro Sambil Caracas com um openin inspirado no rock, onde as 18 participantes desfilaram desenhos de Carlos Aquilar e acessórios de Adriano Russell. O evento esteve a cargo de Osmariel Villalobos, Anmarie Camacho e Alicia Dolanyi, acompanhados pelo ator Eduardo Orozco. A vencedora da noite foi Francis Galindo.

Victoria Urdaneta

Futebol entre letras O escritor português José Saramago, que ganhou o Prémio Nobel da Literatura em 1998, conhecia muito bem o poder do futebol: Durante um debate na Biblioteca Municipal de Oeiras, Lisboa, em 2006, comentou: “Mal andam as coisas se é necessário estimular a leitura, porque ninguém precisa de estimular o futebol, que tem uma fabulosa operação de propaganda.” Assim é o futebol, parte da vida de milhões de adeptos, inclusive entre os próprios escritores, como veremos mais adiante. No último Mundial, foi rendido tributo a Saramago, através do uso de uma braçadeira negra no braço, e o seleccionador nacional Carlos Queiroz dedicou-lhe uma mensagem, por ter sido “uma referência da cultura portuguesa, um exemplo de jovialidade na busca permanente de pensar, reflectir e estimular o debate sobre a cultura, os valores e a ética da sociedade.” Acima das polémicas, “uniu as pessoas de Portugal na discussão sobre as grandes questões da vida.” Há escritores que são fãs do futebol venezuelano, como Francisco Massiani ou Carlos Drummond de Andrade, grande poeta da literatura brasileira e parte da Geração de 30. Escreveu que “o futebol é um desses raros exemplos de arte corporal e mental que promove uma felicidade unânime, ainda que divida a massa consumidora em grupos antagónicos. Antagonismo formal, no fim de contas, pois a fusão íntima opera-se em torno da beleza do gesto, venha do corpo que vier (…). O difícil, o extraordinário, não é fazer mil golos, como Pelé. É fazer um golo como Pelé. Esse golo que gostaríamos tanto de fazer, mas, diabolicamente, não se deixa fazer.” O escritor uruguaio Eduardo Galeano, vencedor do prémio Casa das Américas de 1975, afirmou que o futebol é “um símbolo poderoso, um assunto misterioso” e que “muita gente encontra no futebol o único espaço de identidade em que se reconhece (…). Nas Olimpíadas da Grécia, a selecção de futebol do Iraque, em plena guerra, venceu vários jogos, e chegou a disputar as semi-finais do torneio.” Para o filósofo nascido na Argélia, Albert Camus, pai do Existencialismo e vencedor do Prémio Nobel da Literatura em 1957, o futebol significava regressar às raízes.


SAÚDE EM DIA

Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Decadência mental pode preceder um AVC Sergio Ferreira Soares

Um estudo publicado pela HealthDay, revela que a decadência na memória e nas faculdades do pensamento relacionados com a idade poderão aumentar o risco de acidente vascular cerebral (AVC) e consequente morte. Os investigadores incluíram no estudo mais de 7.200 norte-americanos, a partir dos 65 anos e idade, que foram submetidos a testes a cada três anos para avaliar a sua memória de curto e longo prazo, atenção, consciência e outras funções mentais. Os que obtiveram as pontuações mais baixas nas provas apresentavam 61 por cento mais de probabilidades de sofrer um AVC que os que registaram pontuações mais altas. Em comparação com os brancos, os negros com decadência mental possuíam um risco cinco vezes más alto de AVC. Após um AVC, a função mental declinou duas vezes mais rapidamente que antes do AVC. O AVC juntamente com a decadência mental aumentou, assim, o risco de morte, segundo estudo publi-

cado na revista Stroke. “Um AVC numa idade avançada pode ser provocado por uma má função cognitiva, enquanto que uma decadência mais rápido na função cognitiva pode ser causada pelo acidente vascular cerebral”, explicou, num comunicado de imprensa da revista, o autor líder, Kumar Rajan, professor assistente de medicina interna do Centro Médico da Universidade de Rush, em Chicago. “Uma função cognitiva baixa é

As fotografias enganam?

Não temos a aparência física que julgamos ter. Isto mesmo demonstra um estudo da Universidade New South, Austrália, a qual assinalava que o conhecimento da nossa aparência influencia diretamente na nossa autoperceção. Segundo o estudo, nem nas fotografias em que consideras que há maior parecença com a realidade há uma coincidência com a perceção dos outros. A nossa visão está distorcida, em maior ou menos medida. A má notícia é mesmo que a nossa mente nos visualiza muito mais atrativos do que na realidade somos. Segundo a ciência, somos mais feios do que acreditamos ser e por isso

Pensa Verde

Reutilizar em casa Sergio Ferreira Soares

associada com má saúde neurológica e função cerebral. O agravamento da saúde neurológica pode conduzir a vários problemas de saúde como o AVC”, acrescentou. As investigações anteriores mostram que uma má saúde cardiovascular pode aumentar o risco de decadência mental, mas os investigadores afirmam que este é o primeiro estudo a mostrar que a decadência mental pode aumentar o risco de AVC.

sabia que...?

Ommyra Moreno

Miscelânea 19

mesmo quase ninguém gosta de ser ver em fotos! Quando pensas que ficaste mal numa fotografia, e não te reconheces com aquela imagem, fica sabendo que é assim que os outros te veem. A culpa de tudo isto é da nossa visão num espelho. O efeito de mera exposição é que faz com que prefiramos a nossa imagem do espelho, pois estamos familiarizados com ela mas não com a imagem em que nos identificamos na fotografia. Tudo isto também tem a ver com a simetria. Todos somos assimétricos e o nosso cérebro relaciona um maior grau de simetria com a beleza. Numa foto vemos claramente a nossa assimetria. Contudo, a selfie é a exceção. Uma

foto que nos fazemos a nós mesmos e com a que estamos felizes tinha que ter alguma coisa escondida. Não somos tão atrativos comos nos vemos nas nossas selfies. Em primeiro lugar, temos tendência para pensar que se nos tiramos nós mesmos a foto ficamos melhor… E, segundo o estudo referido, num selfie vemo-nos com um nível de atratividade maior. Da mesma forma, os cientistas australianos asseguram que as pessoas que não nos conhecem mostram mais certeza do que nós mesmos na hora de escolher as fotografias que mais fielmente reproduzem o nosso aspeto real. No estudo, pediu-se a 130 estudantes para elegerem dez fotos suas do Facebook e classificá-las segundo refletiram em maior ou menor medida o seu rosto real. Num inquérito feito a 16 pessoas que não conheciam os estudantes, foi feita a mesma classificação comparando as fotos de Facebook eleitas pelos estudantes com duas fotos “reais” (uma com uma cara neutra e outra com uma expressão sorridente) tiradas durante a experiência. Parece contraditório que uns estranhos que tenham visto a cara de uma pessoa durante menos de um minuto sejam chamado a nos avaliar no momento de tirar semelhanças. Contudo, apesar de que vivemos com o nosso próprio rostro diariamente, o conhecimento da nossa própria aparência tem um custo.

Alguns dizem que o lixo de uns é o tesouro de outros, mas isto é muitas vezes esquecido, e não descortinamos uma forma criativa de utilizar o que deitamos para o lixo nos nossos lares, para embelezá-los. Quantos de nós gostamos de plantas e dizemos que não temos espaço para elas em casa? Quantas vezes deitamos coisas para o lixo sem saber que podemos usá-las com a mesma qualidade da primeira vez? Pois bem, hoje trazemos uma pequena lista de dicas para converter o seu lixo em objectos estéticos que podem funcionar, inclusive, para prendas, tendo em conta o princípio que é melhor reutilizar que reciclar, já que assim, podemos diminuir consideravelmente a quantidade de desperdícios que produzimos numa semana. Talvez à primeira vista não consiga visualizar como algo possível, mas depois de ler estas dicas, pode procurar na Internet alguns tutoriais sobre como criar os objectos que lhe recomendamos. Por exemplo, depois de beber uma garrafa de vinho com os amigos, a rolha vai normalmente para o lixo,

mas em vez disso, pode fazer pequenos potes para mini-plantas, que pode colocar numa parede, ou fazer chaveiros flutuadores para levar para a praia ou para a piscina, de forma a que não perca as chaves. Se gosta de aves, e se é daquelas pessoas que gosta que estas apareçam em sua casa, pode construir um comedouro de pássaros utilizando garrafas de plásticos de qualquer tamanho, e até pode lá colocar as migalhas do pão que normalmente vão para o lixo, pois são um dos alimentos favoritos das aves. Também pode usar as garrafas de plásticos, fazer-lhe alguns buracos pequenos, enchê-las de café e colocá-las no carro, no frigorífico, nas gavetas ou nos armários para neutralizar cheiros fortes.

segredos de cozinha

Bifes de frango com molho de queijo Receita por: Maria Silvana Catanho

Ingredientes 1 sapateira | 1 folha de louro | 200 g de maionese | 1/2 limão | 1 colher de chá de mostarda | 1 ovo cozido | vinho verde q.b. | sal | pimenta em grão

Preparação Coloque numa panela água, o limão, sal grosso , o louro, e uns grãos de pimenta. Quando estiver a ferver junte a sapateira, e deixe-a cozer durante 25 minutos. Depois de cozida retire a sapateira e deixe arrefecer. Abra a carapaça e retire para uma tigela tudo o que houver comestível, acrescente a maionese, o ovo picado a mostarda e um pouco de vinho verde. Misture tudo muito bem até obter uma massa homogénea. Recheie a carapaça da sapateira com este preparado e sirva bem fresco. Pode servir com torradas, dá uma entrada deliciosa.


20 Desporto

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

futebol

Luso-venezuelanos comemoram em grande vitória de Portugal no Europeu Com bandeiras, acordeões, apitos e caravanas, os fãs festejaram em todo o país a vitória lusa

futebol

Ommyra Moreno Suárez Sergio Ferreira Soares

No passado domingo 10 de julho, a colónia portuguesa na Venezuela reuniu-se nos centros sociais em todo o território nacional para apoiar a seleção lusa, que venceu a França por 1-0, conseguindo-se a Taça do Europeu 2016. Desta forma, Portugal, que perdeu a final em 2004, frente à Grécia, em terras lusas, conseguiu o seu primeiro título num grande torneio deste género. A equipa de Fernando Santos conseguiu a façanha ainda sem contar com o português Cristiano Ronaldo, que se viu obrigado a abandonar o partido ao minuto 24 devido a uma lesão. O desportista luso-guineano Éder, converteu-se na peça chave que mudou a história da Final e da seleção de Portugal. Ao minuto 79 e consolidou a vitória com o único golo do jogo marcado com um remate marcado ao longe. Mais de vinte ecrãs gigantes foram colocados em muitas cidades portuguesas para acompanhar a grande final. Em Caracas, a Associação Civil Centro Português, localizada em Macaracuay vestiu-se de verde e vermelho para receber dezenas de fãs que puderam visualizar o jogo num dos ecrãs gigantes, um na Fonte de Soda e outro no Salão Nobre. Adultos, jovens e crianças encheram o centro social, vestidos a rigor com camisolas, cachecóis e bonés da seleção lusa. Ao minuto 108, com o histórico golo de Éder, os lusos fizeram o CP vibrar com o grito de “Golo” e “Força Portugal”, celebrando assim a primeira vitória de Portugal na UEFA EURO 2016, seguindo-se uma caravana por várias ruas da cidade capital. Em Guayana, Estado de Bolívae, o Centro Português Venezuelano de Guayana colocou um ecrã gigante no Salão Lusitano do centro social, onde um grande número de famílias se juntaram para ver o jogo enquanto entoavam a toda a voz hinos a apoiar a seleção portuguesa. Com apitos e gritos de comemoração, os sócios do clube luso-venezuelano festejaram a vitória de Portugal na final da Eurocopa 2016, disputada no estádio de Saint-Denis, em França.

Portugal domina ‘onze’ ideal da UEFA Diário de Notícias da Madeira

A seleção portuguesa de futebol, com o guarda-redes Rui Patrício, os defesas Pepe e Raphael Guerreiro e o avançado Cristiano Ronaldo, domina o ‘onze’ ideal do Euro2016 da UEFA. Na escolha feita pelos 13 observadores técnicos do organismo que rege o futebol europeu, além dos quatro jogadores que conquistaram pela primeira vez um título continental para Portugal, constam ainda os alemães Joshua Kimmich, Jerôme Boateng e Toni Kroos, os franceses Antoine Griezmann e Dimitri Payet, assim como os galeses Joe Allen e Aaron Ramsey. O ‘onze’ foi escolhido pelo grupo de observadores técnicos liderado pelo Diretor Técnico da UEFA, Ioan Lupescu, e que inclui Alex Ferguson, Alain Giresse, David Moyes, Packie Bonner, Mixu Paatelainen, Savo Milosevic, Peter Rudbaek, Gareth Southgate, Thomas Schaaf, Jean-François

Domergue, Ginés Meléndez e Jean-Paul Brigger. Em declarações ao sítio da UEFA na Internet, Alex Ferguson explicou os critérios da escolha: “Após um período de deliberação, os observadores escolheram uma equipa composta pelos jogadores que tiveram os melhores desempenhos das melhores equipas no UEFA EURO 2016”. “Escolhemos defesas centrais dominadores, laterais que conseguiram atacar e defender, trincos capazes de controlar o jogo e a sua dinâmica, atacantes flexíveis e criativos, com capacidade de criar e marcar golos. Acreditamos que os onze selecionados representam o melhor da competição”, explicou Alex Ferguson ao sítio da UEFA na Internet. O ‘capitão’ da seleção lusa já tinha incluído o melhor “onze” de sempre dos Campeonatos da Europa e antes já havia sido também escolhido para os 23 melhores em 2004 e 2012, o mesmo sucedendo com Pepe em 2008 e 2012.

futebol No Estado Lara, a par tir das 14h00, os portugueses começaram a chegar ao Centro Luso Larense, localizado em El Manzano, para se juntarem e ver o jogo da final do Euro 2016. Os presentes disfrutaram de uma amena tarde a comemorar o orgulho português. No Estado Carabobo, a Casa Portuguesa Venezuelana também comemorou a vitória da seleção lusa e, depois do jogo, os sócios, juntamente com os seus familiares e amigos, invadiram as ruas da cidade de

Valencia, cantando a música “Apita o comboio” ao mesmo tempo que entoavam bandeiras de Portugal. Por sua vez, o Centro Social Madeirense recebeu uma multidão de fãs que viu o jogo também num ecrã gigante. Finalmente, refira-se que no estado Aragua, a “Paixão Vermelha e Verde” se fez sentir na Casa Portuguesa, onde um grande número de lusitanos estiveram presentes para comemorar o grande trunfo da seleção portuguesa.

Ronaldo: “Faltava-me algo pela selecção” Diário de Notícias da Madeira

Cristiano Ronaldo exultou com a conquista do título de campeão europeu, lembrando após a vitória na final do Euro2016 que já ganhou tudo a nível de clubes e que lhe faltava o êxito com Portugal. “São momentos muito felizes na minha vida, em termos de carrei-

ra. Chorei, festejei com a minha família, os meus amigos, os que me estão próximos. Sempre disse que ganhei tudo o que tinha para ganhar a nível de clubes, a nível individual, nas faltava-me algo pela seleção, graças a Deus consegui”, afirmou. O ‘capitão’ não escondeu o “desgosto” por ter abandonado o relvado no Stade France,


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Desporto 21

futebol

Caracas Futebol Clube derrota Desportivo La Guaira Com esta vitória, o conjunto caraquenho escala a segunda casa do Hexagonal Ommyra Moreno Suárez

Na passada terça 12 de julho, na categoria sub-18 feminino, o Caracas Futebol Clube, onde joga a lusodescendente Paola Pereira, venceu o Desportivo La Guaira num intenso jogo que terminou com a vitória das carquenhas por 3-1. O jogo teve lugar em Cocodrilos Sports Park, localizado a oeste da cidade capital. Um contragolpe de Johamy Del Valle, no minuto 22, começou a ofensiva que lhe permitiu obter a bola a Raiderlin Carrasco. Com o jogo a seu favor, as ‘avilenhas’ conseguiram gerar um vendaval de ocasiões por intermédio de Yofraimir Pacheco, Andrea Zeolla e Daicelis Guzmán, que procuravam marcar na baliza guairenha a partir de larga e média distância, o que não foi possível apenas ao minuto 38 com um tiro livre por parte de Alessia Bianchini, que permitiu emparelhar as ações do partido. No segundo tempo, Caracas prosseguiu com o seu avanço em pro do golo e o seu esforço foi recompensado por intermédio de Guzmán, que aproveitou Isabel Massa na metade da baliza e com uma feroz corrida se demarcou da saída

futsal

Clubes lusos disputaram a Supertaça Portugal-Venezuela Ommyra Moreno Suárez

de Crisbel Sánchez e assim se concretizou o segundo golo do encontro. Isto fez com que o Desportivo de La Guaira procurasse o partido e adiantasse ainda mais as suas linhas, mas as caraquenhas com o seu caraterístico toque junto ao chão diminuíram toda a possibilidade e a dez minutos

da final Pacheco aproveitou outro enorme espaço que foi deixado na linha defensiva de La Guaira, habilitando de excelente forma Daicellis Guzmán que selou definitivamente o marcador com 3-1 e fez com que a sub-18 avilenha subisse assim à segunda casa do Hexagonal Final.

No dia 2 de julho, realizou-se a grande final da Supertaça Portugal-Venezuela de Futsal, disputada na categoria Futsal Máster 50. A atividade teve lugar no campo de honra do Centro Marítimo da Venezuela, localizado em Turumo, Estado de Miranda. O vencedor do campeonato foi o Centro Português de Caracas. O vice-campeão da jornada foi o Sporting Clube Venezuela e o terceiro lugar foi para o Centro Social Madeirense. Por seu lado,

Fernando Rodrigues, conseguiu ser o “Melhor Jogador” do encontro desportivo. Importa destacar que o concurso de futsal foi transmitido em diferido pelo Meridiano Televisão, através do programa Futsal TV, do lusodescendente António da Silva. Para o próximo mês de novembro, está agendada a Supertaça de Futebol Sub 18 com a participação de doze clubes portugueses. Para este evento, espera-se a visita de vários caça-talentos provenientes de Portugal à procura de jogadores durante este torneio.

futebol clubes

Portistas luso-venezuelanos festejaram São João com uma sardinhada CORREIO da Venezuela

“O almoço em honra de São João do Porto é uma atividade cultural e social, enquadrada dentro dos nossos objetivos em manter vivas as tradições, usos e costumes da comunidade portuguesa na Casa ‘Azul e Branca’ na Venezuela. Num país com tantos feriados e tantas pontes, escolher datas para qualquer tipo de atividades com toda a gente disponível é uma tarefa árdua. Porem, não é por isso que íamos deixar passar por debaixo da mesa uma festa tão popular como o São João, santo padroeiro da invicta cidade”, declarou Alvarinho Sílvio Moreira, presidente da direção. Cerca de meia centenas de adeptos portistas saborearam as tradicionais sardinhas na brasa com pimentos assados e broa de milho,

regado com vinhos tintos e brancos do norte de Portugal. O evento associativo teve lugar na sede nacional da Casa do FC Porto em Caracas. “Foi uma tarde com muita irmandade entre os portistas luso-venezuelanos, um bom momento de amizade e confraternização como é costume na grande família ‘azul e branca’ na Venezuela”, indicou Alvarinho Sílvio Moreira. A secção portista na Venezuela foi fundada no ano de 1967 e teve a sua primeira sede nacional em “Alfaitaria Maia” em La Candelaria (#Caracas). Suas atividades associativas suspenderam-se em 1982. Para reativar a sede “Azul e Branca” na Venezuela, Alvarinho Sílvio Moreira visitou o então Presidente das Delegações e Filiais do FC Porto, Álvaro Pinto, em 1998 no estádio das Antas no Porto. Dois anos mais

tarde, em data simbólica do 13 de maio de 2000, um grupo de adeptos reativaram a Casa do FC Porto na Venezuela e elegeram sucessivamente o Presidente Alvarinho Sílvio Moreira. Em 20 de julho de 2013, mais de um milhar de portistas luso-venezuelanos homenagearam o Presidente Jorge Pinto da Costa no salão nobre do Centro Português em Caracas com um jantar de reconhecimento pela obra e record de títulos desportivos do dirigente nacional à frente do clube “Azul e Branco” A Casa do FC Porto na Venezuela é a filial Nº 43 do Futebol Clube do Porto, conta com mais de 250 sócios e recebeu a máxima distinção do Dragão de Ouro em 2011. O portista Alvarinho Sílvio Moreira foi agraciado com o “Pin de Ouro” do FC Porto em 2012.

Futebolistas venezuelanos realizam trabalhos de pré-temporada com o União da Madeira Ommyra Moreno Suárez

Os futebolistas venezuelanos Carlos Manuel Gouveia e Breitner da Silva estão a realizar trabalhos de pré-temporada com o CF União, uma equipa que vai jogar na Segunda Liga de Portugal, depois de descer na passada campanha da categoria máxima. O grupo madeirense contou na temporada 2015/2016 com até cinco jogadores crioulos: Jhonder Cádiz, Edder Farías (Caracas FC), Renny Vega (DANZ) e os já mencionados Carlos Manuel e Breitner; iniciou na passada segunda-feira 4 de julho as sessões de treino no seu complexo desportivo

localizado na Camacha, em Santa Cruz, na ilha da Madeira, sob o comando do novo diretor técnico Filipe Rocha. Contudo, Breitner se integrou no grupo na tarde da quinta-feira dia 7 de julho. O União da Madeira realizou, a 9 de julho, o último treino da semana e disputou na quarta-feira dia 13 de julho o seu primeiro jogo de pré-temporada perante o CD Nacional, a nova equipa do também venezuelano Jhon Murillo. O Nacional da Madeira empatou com o União da Madeira a uma bola. O reforço Tiago Rodrigues inaugurou o marcador logo aos dois minutos de jogo, mas a um do final Breitner empatou.


22 Publicidade

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela


Correio da Venezuela | Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016

Publicidade 23

Banquetes

Gales Salão Windsor

Francis Relva e José Luis Sardinha contraem matrimónio Ommyra Moreno Suárez

Perante os seus orgulhosos pais, Dionisia Faria, Elías Relva, Trinidad Ramos e José Teodoro Sardinha, emigrantes oriundos da ilha da Madeira, Francis e José uniram as suas vidas em feliz matrimónio no passado dia 23 de abril. Para comemorar o enlace, os agora marido e mulher optaram por fazer uma receção no Salão Windsor de Banquetes Gales, bastante íntima, utilizando na decoração cores como branco e rosa pastel par dar um toque elegante e romântico que quiseram re-

criar. Igualmente, dispuseram um set original de fotos inspirado na cidade de Nova Iorque, onde se comprometeram. A noiva vestiu um delicado vestido com decote em forma de coração e drapeado na parte de baixo, o cabelo apanhado e uma tiara. Por sua vez, o noivo vestiu um elegante fato preto. Com a música a cargo do grupo Kliche, os namorados abriram a pista de dança com muitos aplausos por parte dos seus familiares e amigos mais chegados. Como surpresa, teve lugar a atuação do Grupo Folclórico do Centro Português, com as danças típicas.


24 Publicidade

Sexta-feira 22 a Quinta-feira 28 de Julho de 2016 | Correio da Venezuela

Correio de Venezuela 660  

Edición 660

Correio de Venezuela 660  

Edición 660

Advertisement