Page 1

O jornal de comunidade luso-venezuelana • Caracas, 13 de Setembro a 19 de Outubro 2011 • Publicação Semanal Nº 428

www.correiodevenezuela.com

Rif.: J-31443138-2

Prémio Talento da Comunicação Social 2009 Facebook: Correio de Venezuela • Twitter: @correiodvzla • website: www.correiodevenezuela.com

Ano 11 • Depósito Legal: 199901DF222 • BsF. 3,00

Maracay acolhe a Festa do Desporto

Casa do FC Porto condecorada com o “Dragão de Ouro”

No passado domingo, 9, mais de 500 adeptos do clube luso juntaram-se para celebrar o 12º Aniversário da sua filial em Caracas. P.05

Cinco assassinatos e dois sequestros em menos de sete dias P.05 “El Conde del Guácharo” anima 12 anos do CORREIO

Uma noite carregado de humor e melodias será propícia para o lançamento da primeira produção discográfica em língua portuguesa de Rausseo. P.18 Entre 14 e 16 de Outubro, a cidade-jardim da Venezuela vai acolher mais de 2.290 atletas por motivo da participação na 13ª edição dos Jogos Nacionais Feceporven 2011. Pelo menos sete palcos vão servir de cenário para que os atletas se destaquem em 17 modalidades desportivas. P.16-17

Jardim conquistou mais uma maioria absoluta na Madeira pub

P.14-15

Bósnia no caminho de Portugal rumo ao Euro2012 P.27


2 a semana

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro de 2011

clasificação

editorial

Festa do Desporto No próximo fim-de-semana estima-se que cerca de 10 mil portugueses e luso-descendentes e respectivos familiares se concentrem no Estado Arágua, onde decorrerão, na cidade de Maracay, os Jogos da FECEPORVEN – Federação dos Clubes Portugueses na Venezuela. A estimativa mostra em números a dimensão desta iniciativa que desde há alguns anos, a par do festival anual de folclore, costuma reunir maior número de emigrantes lusos na Venezuela. E neste dia em que devemos destacar o que de bom e útil faz esta comunidade não podemos esquecer todos quantos contribuem para que esta realização atinja os objectivos a que se propõe. Exactamente um grande evento desportivo, de confraternização e de fraternidade, de melhor conhecimento e de disputa sã entre pessoas que comungam as mesmas origens e a vontade inquebrantável de afirmar-se como cidadãos divididos entre duas Pátrias que tudo lhes tem dado: a vida e os meios para sobreviverem e produzirem riqueza e sustento para os familiares. É nesta perspectiva que devemos ver estes eventos que, são, ao fim e ao cabo, um momento para exaltação de valores e para a valorização de ligações que, no futuro, poderão ser úteis para todos. Neste caminhar exibem-se as nossas potencialidades, o valor dos nossos atletas e a sua participação, também, no panorama desportivo da Venezuela, no qual a comunidade luso-venezuelana, tal como noutros sectores de actividade, tem tido uma influência interessante. E cada vez mais enraizada, já que as novas gerações sentem-se mais integradas no território. Esta condição resulta também do trabalho que tem sido desenvolvido ao longo das últimas décadas pelos clubes e associações portuguesas que, tradicionalmente, sempre deram às actividades desportivas uma colaboração muito grande. A grandiosa organização destes jogos foi este ano atribuída à Casa Portuguesa de Arágua, que acolherá os momentos mais marcantes da competição, já que devido à quantidade de jogos e manifestações o programa se dividiu entre outras instituições da cidade de Maracay. Uma colaboração que se regista, já que houve necessidade de expandir, dado o projectado número de participantes. Estão inscritos 2.307 atletas em diversas modalidades e de várias idades. Como habitualmente deslocam-se acompanhados, e no total espera-se que estejam a convergir para Maracay cerca de 10 mil pessoas. Este ano há um recorde de participantes, mas com a ausência do clube Atlântico Madeira de Barquisimeto (Estado Lara) e do Centro Português de Acarigua (Estado Portuguesa). Todos os caminhos vão dar a Maracay e este ano os jogos da Feceporven contarão novamente com as participações dos clubes portugueses de La Vitoria, de Catia La Mar e de Barinas. Gente que vem de muito longe, alguns a fazerem cerca de 1.200 quilómetros pelo prazer e oportunidade de se juntarem aos seus compatriotas num autêntico festival de saudade também, em que os valores que nos unem serão naturalmente exaltados e o desporto prestigiado. A acção dos centros, clubes e associações portugueses têm neste aspecto um papel muito importante a desempenhar e é com muito gosto que noticiamos este recorde de participações, o que mostra que os dirigentes e associados entendem o seu papel e executam bem a obra que se propuseram. Por isso não será demais destacar o trabalho do clube organizador, na pessoa do seu presidente David Alcaria e de toda a sua junta directiva. São muitos dias e noites de dedicação e muito empenho colocados na Casa Portuguesa de Arágua, para que tudo corra bem. Temos a certeza de que resultará em pleno mais esta jornada que dignificará todos quantos nela participarem. Nada se irá sobrepor ao são convívio e desportivismo que são pretexto para mais esta edição dos Jogos da FECEPORVEN. Até ao próximo ano.

www.correiodevenezuela.com Rif.: J-31443138-2

Director Aleixo Vieira Subdirector Agostinho Silva Editor Sergio Ferreira Endereço: Av. Veracruz. Edif. La Hacienda. Piso 5, ofic. 45H-3. Urb. Las Mercedes, Baruta Caracas. Telefones: (0212) 9932026 / 9571 Telefax: (0212) 9916448 E-mail: correio@cantv.net, editorial@correiodevenezuela.com

▲▲ Muito Bom

▼▼ Muito mau

Nunca é demais relevar e destacar a importância daqueles que nos ajudam. No caso particular dos Jogos da FECEPORVEN, não podemos esquecer a cooperação de algumas instituições de Maracay, como são os casos da Casa de Itália, Centro Hispânico, Colégio de Advogados, Polidesportivo Las Delicias, Colégio San José e Telares Maracay, que abriram as suas portas e permitiram a realização de algumas das competições. Bonito e de registar.

Esta semana a insegurança golpeou mais uma vez, e com bastante dureza, a nossa comunidade: três homicídios (Los Teques, Valência e Maracay) e três sequestros (Los Teques, Valência e Ocumare). Tudo isto em menos de 7 dias. Sabemos que as autoridades continuam a esforçar-se, como se evidencia na destruição de armas, em mais planos de segurança rodoviária e operações anti-sequestros. No entanto, parece que já falta pouco para que a população comece a protestar em massa contra estes actos criminosos, que incentivam muitos a querer sair do país.

FOTOFLASH

No passado 4 de Outubro, entrou em vigor o Regulamento Parcial da Lei de Transporte Terrestre sobre o Uso de Motocicletas na Rede Viária Nacional, com o qual o Governo espera controlar a situação dos motorizados em todo o país. Como era de esperar, a decisão gerou opiniões antagónicas e foi apenas acatada por poucos, já a maioria dos mototaxistas fez vista grossa e continua a utilizar o transporte à margem da lei. Como cidadãos, devemos estar conscientes de que este novo regulamento procura, entre outros desideratos, eliminar o grande número de acidentes que ocorre nas grandes cidades e auto-estradas devido às colisões entre motas e veículos particulares; e, além disso, reduzir a elevada criminalidade que em muitos casos está associada a pessoas que circulam em motas. Não é difícil. É tudo uma questão de hábito e de respeito pelos demais condutores. Cumpramos estas normas e façamos da Venezuela um país melhor.

Chefe de redacção Sergio Ferreira |Jornalistas Andrea Guilarte, Carla Salcedo Leal, Silvia Di Frisco |Correspondentes Shary Do Patrocinio (Anzoategui), Carlos Balaguera (Aragua e Carabobo), Silvia K. Gonçalves (Bolívar), Edgar Barreto (Falcón), Trinidad Macedo (Lara e Portuguesa), Luis Canha (Mérida), Victoria Urdaneta e Fernando Urbina (Miranda), Ricardo Santos (Nueva Esparta), Antonio Dos Santos (Zulia) |Colaborações Raúl Caires (Madeira), Arelys Gonçalves (Londres), Jean Carlos de Abreu, Nathalie Mendonça, Antonio Da Silva, Sandra Rodriguez, Antonio López Villegas, David Rodríguez, Diego Díaz, Mario M. Da Silva |Administração Sharlot Rodríguez |Publicidade Carla Vieira, Deisy De Azevedo, Gloria Cadavid |Paginação Elsa de Sá |Fotografia Paco Garrett, Silvia Di Frisco |Secretariado Anaís Salazar |Distribuição Enrique Figueroa, Carlos Agostinho Perregil, Luis Alvarado |Impressão Editorial Melvin C. A, Calle el rio con Av. Las Palmas, Boleita. |Tiragem 15.000 exemplares |Fontes de Informação Agência Lusa, Diário de Notícias, Diário de Notícias da Madeira, Ilhapress e Portuguese News Network.


venezuela

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

língua

3 ›

breves nacionais

Colégio San Agustín iniciou programa de Português

Luz para o Oriente

A Corporación Eléctrica Socialista, através de várias entidades e no quadro do convénio Cuba-Venezuela, pôs em funcionamento, no passado domingo, 9 de Outubro, um conjunto de novas células de 13.8 Kva ligadas à barragem Nº 1 da subestação de Guaraguao com o fim de melhor o fornecimento de energia.

Trujillanos em festa

Alunos e representantes deixaram claro o seu interesse pelo idioma de Camões no Colégio San Agustín de El Paraíso

Balanço positivo para o ensino da língua e número de inscritos nos cursos em Caracas Carla Salcedo Leal

csalcedo@correiodevenezuela.com

Com o início do novo ano escolar, alunos de todas as idades regressaram às aulas de Português. Nesse sentido, o professor David Pinho, coordenador dos cursos de Português na capital e cidades próximas, fez ao Correio um balanço sobre o regresso às aulas em Caracas, Los Teques, Higuerote e Catia La Mar. Uma vez mais, as expectativas foram superadas na capital, no que diz respeito às inscrições, pois os alunos regressaram às aulas em massa, destacando-se um aumento considerável na quantidade de crianças e jovens que se inscreveram nos cursos em Caracas. “Em Higuerote continuamos a dar aulas em pleno centro, onde se manteve a quantidade de alunos inscritos em dois grupos diferentes, tendo sido ajustados os horários, pois agora há aulas das 15 às 17 e das 17 às 19, de maneira a evitar-se um horário mais tardio, em benefício dos alunos e dos professores”, adiantou Pinho, dizendo ainda que muitas pessoas não estão a par de que

há uns meses que o curso já não funciona no Colégio Nossa Senhora de Fátima. “No caso de San Antonio de Los Altos, o número de inscritos manteve-se relativamente igual, enquanto no Colégio Fátima de San Bernardino, que é a instituição com mais alunos depois do Centro Português, também se mantiveram os alunos regulares e registou-se um aumento importante no número de jovens”, adiantou. “Uma vez mais, o Centro Português registou um recorde de inscrições, com um total de 420 alunos, entre os quais há mais ou menos 70 crianças entre os 7 e os 12 anos, filhos dos sócios do clube, que foram exonerados do pagamento pela direcção do clube. O aumento de crianças e jovens nos nossos cursos é muito positivo, pois é através deles que se dá continuidade à língua”, ressaltou Pinho. Entretanto, é esperado que nos próximos dias tenham início as actividades em Vargas, pois o Centro Luso-Venezuelano, num esforço para apoiar a iniciativa, dispôs-se a remodelar as instalações para habilitar uma nova sala na qual os cursos possam desenvolver-se. Novos métodos para melhorar Durante este ano, o grupo

de professores de Português teve de se submeter a uma série de provas durante um curso intensivo com o qual se complementaram os conhecimentos de cada um deles. Este curso fez com os professores coordenados por Pinho sentissem a necessidade de uma mudança na estrutura dos seus cursos de maneira a que os resultados obtidos no final do ano fossem melhores do que os conseguidos até agora. Assim, foram criadas normas que dão aos professores ferramentas necessárias para avaliar os alunos, ao mesmo tempo que estes têm a possibilidade de aprofundar os seus conhecimentos nas diferentes matérias dadas ao longo do curso. “Este ano começa-se a ter em conta a participação dos alunos, para além de atribuir um professor diferente ao da aula para os exames. Decidimos estender o módulo de Cultura Portuguesa para o segundo nível de maneira a que se possa aprofundar mais a matéria, e esperamos que este ano os alunos tenham a oportunidade de realizar o projecto ‘ Migração de Portugal’”, comentou Pinho. Os livros utilizados nos cursos são dirigidos a diferentes grupos por idades, nos quais se diferenciam crianças, jovens e adultos, destacando-se

foto: S.F.S.

a particularidade que este ano, logo que chegaram a Caracas, esgotaram. No entanto, a editora comprometeu-se a repor o stock num prazo máximo de 15 dias. Novas aulas, novos caminhos No passado dia 10, tiveram início as aulas de Português como actividade extracurricular no Colégio San Agustín de El Paraíso, a Oeste de Caracas, onde alunos e representantes deixaram claro o seu interesse pelo idioma de Camões. E apesar de ser uma nova modalidade de estudos, em menos de três dias registou-se um total de 170 alunos, entre eles 60 crianças da educação primária, que têm aulas com três docentes, das quatro e meia às seis da tarde, nesta instituição. “O padre Francisco Javier, director do colégio, gostou muito da ideia de dar um passo em frente com o ensino do Português, para que os jovens estejam melhor preparados no momento que o Português seja incluído no currículo escolar. Estamos muito contentes com o que tem sido conseguido e a receptividade dos pais e alunos”, destacou o professor Pinho, que também se encarrega da supervisão das aulas.!

A cidade de Trujillo, situada na região andina do estado que ostenta o mesmo nome, celebrou os 454 anos da sua fundação, no passado domingo, 9 de Outubro. A jornada iniciou-se com uma missa, à qual assistiram importantes personalidades. Depois, a Praça Bolívar acolheu uma parada militar, à qual se sucedeu uma homenagem à estátua do Libertador.

Água mais económica

O ministro de Alimentação, Carlos Osorio, informou recentemente que o Governo Nacional colocou no mercado uma nova água mineral engarrafada que custa 65% menos que os produtos do mesmo género que são distribuídas no país. Osorio observou que o produto leva o nome de ‘Agua Mineral Montaña Alta’ e é de primeira qualidade e sem “sentido capitalista”.

95 recomendações

A delegação venezuelana que participou no Exame Periódico Universal do Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações, aceitou 95 recomendações daquele organismo sobre Direitos Humanos e recusou outras 38. Entre as recusadas estão a revisão da Lei de Partidos Políticos e a eliminação da Lei de Vilipêndio e Desacato.


4 venezuela

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Beneficência

CP ‘vestiu-se’ de cor-de-rosa

agenda comunidade Damas festejam São Martinho

Festa serviu para angariar fundos para as vítimas do cancro da mama

A Sociedade de Beneficência das Damas Portuguesas levará a cabo o seu tradicional almoço de São Martinho, no domingo 20 de Novembro, a partir do meio dia, na sua “Quinta Lelly”, sede da instituição situada na urbanização Macaracuay de Caracas.

Silvia C Di Frisco

sdifrisco@correiodevenezuela.com

Outubro é o mês internacional de luta contra o cancro da mama, pelo que o Centro Português, em Caracas, vestiuse de cor-de-rosa para comemorar esta importante causa. Foi na passada sexta-feira, 7 de Outubro, que se levou a cabo a Festa Cor-de-Rosa, no salão nobre, um evento desenvolvido pela Comissão de Damas, em colaboração com a ONG Senosalud, organismo que se dedica a fomentar o diagnóstico precoce do cancro da mama, orientar a paciente e dar-lhe apoio psicológico e oncológico durante o tratamento. É a primeira vez que o CP organiza esta festa, pois tradicionalmente, era organizada uma verbena para arrecadar fundos destinados aos pacientes com cancro. Com as entradas para a festa, também foram vendidas camisolas e material POP da Senosalud, assim como doces e sobremesas, e os valores arrecadados serão doados. A abertura da festa Cor-deRosa esteve a cargo do presi-

Academia celebra em Lara

A Comissão de Damas do CP e a Senosalud trabalharam em conjunto para a iniciativa

dente da junta directiva, José Fernando Campos, e da esposa, Luísa Campos, que proferiram umas breves palavras de agradecimento aos participantes, aos organizadores e aos patrocinadores que colaboraram na organização do evento. A noite foi animada pelos grupos S Grupo, Lyri K e pelo DJ Salvatore, que puseram os participantes a dançar, maioritariamente vestidos de rosa para a ocasião. Depois da meia-noite, uma comissão da Senosalud subiu ao palco para uma demonstração dos passos correctos para o auto-exame

da mama. Luísa Campos mostrou-se satisfeita por fazer parte desta nobre causa, para além de sentir-se orgulhosa ao ver materializada a festa, pois “nos tempos que correm, levar a cabo estas iniciativas é bastante complicado”. Aproveitou a ocasião para agradecer especialmente a colaboração do director de relações públicas, Jorge Miranda. Por seu turno, Regina Rodríguez, coordenadora de comunicações e relações públicas da Senosalud, também estava satisfeita com esta primeira

foto: s.d.f.

actividade organizada em conjunto com o CP. “Esta é uma oportunidade que temos para ajudar a gerar consciência e sensibilidade nas pessoas, para além de difundir toda a informação relacionada com esta doença”, disse. Os donativos obtidos com a festa serão entregues à Senosalud e a pessoas da comunidade que sofram da doença. Tanto a Comissão de Damas como o pessoal da Senosalud expressaram o desejo de que esta aliança perdure e permita continuar a desenvolver actividades deste tipo.!

Silvia Karina Goncalves R.

sgoncalves@correiodevenezuela.com

As Amigas da Academia da Espetada de Ciudad Guayana reuniram-se no passado dia 5 de Outubro naquela que foi a sua primeira tertúlia desde que este núcleo foi criado. Estiveram na tertúlia as representantes da Academia mãe, Maracay,

e ainda de Barquisimeto e de Caracas. O Centro Português Venezuelano de Guayana foi o cenário escolhido para o jantar, no qual participaram cerca de 250 pessoas. A presidente da Academia de Guayana, Silvina da Silva, agradeceu, no discurso, a presença dos participantes e comprometeu-se a lutar pelas pessoas que sofrem de cancro e a ajudar em tudo o que seja possível; convidou todos a participar nas actividades que serão organizadas no futuro. Também marcaram presença membros da junta directiva do Centro Português

da região, como o presidente, Victor Pereira, que falou aos novos membros da Academia e colocou à disposição as instalações do centro para as suas próximas actividades. Também agradeceu ao presidente do Centro Ítalo-Venezuelano de Guayana por ter colaborado na tertúlia e oferecer as instalações do clube para futuros eventos. A tomada de posse da junta directiva da nova Academia foi presidida pela presidente da Academia de Maracay, a casamãe, Ana Maria de Abreu, que enviou uma mensagem de solidariedade a todas as Acade-

As amigas da Academia da Espetada de Barquisimeto, Estado de Lara, celebram o segundo aniversário de ininterruptas obras em benefício da comunidade, no sábado, 22 de Outubro, nas instalações do Centro Atlântico Madeira. A entrada terá um custo de Bs.100.

Aulas em Barquisimeto

Os luso-descendentes radicados em Barquisimeto, podem inscreverse até 21 de Outubro no novo curso de língua portuguesa promovido pela Academia Lusa de Idiomas (ALDI). Para mais informação: contacto.aldi@gmail.com.

Ajuda-me a ajudá-los

Academia da Espetada chegou a Guayana Fundos recolhidos no primeiro jantar do recém-criado núcleo destinam-se a ajudar pessoas de baixos recursos que sofrem de cancro

mias, felicitou a iniciativa das mulheres de Guayana e anunciou a abertura de uma Academia em Sydney, Austrália. A Academia de Guayana é gerida por Silvina da Silva, presidente; Cecília Resende, vice-presidente; Teresa Romão, secretária; Gabriela de Freitas, tesoureira; Henriqueta de Freitas, Fátima Barros, Ana da Silva, Maria Teresa da Silva, Yasmín Stenger são vogais; e como juiz de paz, Rosa de Jesus Gonçalves. Os fundos arrecadados neste primeiro jantar destinam-se a ajudar pessoas de baixos recursos que sofrem de cancro. !

Representantes da comunidade lusa radicada no Estado de Carabobo participa, a 30 de Outubro, a partir das 11h00 da manhã, no Centro Social Madeirense de Valência, na iniciativa “Ayudame a ayudarlos”, promovida em benefício da Fundação Martins.

Arraial apoia Lar

O núcleo regional de Valles del Tuy da ASOLUDEVEN levará a cabo um arraial em benefício do Lar Padre Joaquim Ferreira, no domingo, 30 de Outubro, a partir das 10h30 da manhã, nas instalações do geriátrico, situado em los Anaucos.


venezuela

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

5

Comunidade

Casa do FC Porto vai receber um “Dragão de Ouro” Boa nova foi dada por Pinto da Costa, numa mensagem em vídeo gravada de propósito para a festa azul e branco da filial de Caracas Silvia C Di Frisco

sdifrisco@correiodevenezuela.com

O salão Nobre do Centro Português AC recebeu, no passado domingo, 9, mais de 500 pessoas que se associaram às celebrações do 12º aniversário da Casa FC Porto da Venezuela, filial número 43. O evento contou com a presença da antiga glória do futebol português, Rui Barros, que trouxe uma mensagem gravada do presidente Jorge Pinto Da Costa, na qual anunciou que a filial receberá o “Dragão de Ouro”. “Queria dar-vos uma prenda em reconhecimento do vosso trabalho e dizer-vos em primeiríssima mão que no PUB

dia 25 de Outubro irão ser galardoados na festa do FC Porto com o Dragão de Ouro que é atribuído às filiais (…) Este ano, com todo o mérito, vossa filial será condecorada “, disse Pinto da Costa. A festa azul e branca começou com a subida ao palco de Sílvio Moreira dos Santos, presidente da casa filial do FC Porto da Venezuela. Moreira, agradeceu a presença do novo Cônsul Geral de Portugal em Caracas, Paulo Martins dos Santos. Posteriormente, pediu um aplauso e apresentou o convidado especial, o ex-jogador dos dragões, Rui Barros, que enalteceu celebração e a quem Moreira descreveu como “motivo de orgulho para todos os portugueses”. O emotivo discurso do dirigente ressaltou a importância de contar na Venezuela com instituições representativas, como a Casa do FC Porto, que fortalecem a integração e a identidade dos lusitanos fora do seu país. Antes de

Rui Barros, Sílvio Moreira dos Santos e Álvaro Morais Monteiro

finalizar, Moreira convidou dos os assistentes a desfrutar da mensagem gravada em vídeo do Presidente do Futebol Clube do Porto, que se mostrou orgulhoso da comunidade luso venezuelana. Seguidamente, Álvaro Morais Monteiro, Director do FC Porto, membro do Conselho de Filiais e Delegações e Presidente da Casa número 1 do FC Porto, situada em Lisboa, fez questão de agradecer pela forma como foi recebido desde a sua chegada ao país e assegurou que o calor e a sensibilidade dos venezuelanos fizeram-no sentir-se em casa. Depois do almoço, decorreu uma entrega de reconhecimentos à directiva da Casa do FC Porto da Venezuela, assim como aos convidados internacionais.

foto:cortesia

O momento foi ainda aproveitado para prestar homenagem ao saudoso Adelino Oliveira, que dedicou a sua vida ao jornalismo desportivo. Rui Barros teve a oportunidade de compartir com os seus fãs venezuelanos, a quem concedeu autógrafos e posou para a fotografia da praxe. O exjogador comentou que se sentia muito bem recebido na Venezuela e mostrouse impressionado com a candura e a humanidade da comunidade portuguesa no país. “Saber que aqui há tantos seguidores do Porto, a tantos quilómetros de distância, é uma satisfação enorme”, confessou a antiga estrela, que não descartou a possibilidade de regressar numa próxima ocasião.!


6 venezuela

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Compadres de Valência dão posse a direcção

Fátima

“Quero que aqui se construa uma capela em minha honra” Seguindo com fé o pedido de Nossa Senhora de Fátima, os portugueses têm construído capelas e templos em todo o mundo

Carlos Balaguera

cbalaguera@correiodevenezuela.com

CORREIO/LUSA Reza a história que a 13 de Outubro de 1917, milhares de peregrinos viajaram até à Cova da Iria a fim de assistirem à aparição da senhora vestida de branco, anunciada previamente por Lúcia, Francisco e Jacinta. Ainda que apenas as três crianças tenham falado com a Virgem, os peregrinos foram testemunha do chamado Milagre do Sol, e viram como o astro se mostrou da cor da prata e girou como um roda que se aproximava da terra, para finalmente elevar-se à sua posição e forma originais. Com o pedido da Virgem relatado pelos três pastorinhos - “quero que aqui se construa uma capela em minha honra” -, estava lançada a semente: Os fiéis construiriam a Capela das Aparições, entre 28 de Abril e 15 de Junho de 1919. PUB

Actualmente as crenças permanecem mais vivas que nunca

Actualmente, passados 94 anos do acontecimento que revolucionou o mundo do catolicismo, as crenças permanecem mais vivas que nunca, e o pedido da Virgem de ser construída uma capela em sua honra continua a cumprir-se em diversas partes do planeta. É o caso da Venezuela, onde actualmente os portugueses erguem diferentes templos para continuarem fiéis aos pedidos da Virgem de Fátima: Rezar o rosário e pedir perdão pelos pecados. Santuário de Fátima nos Altos Mi-

foto:cortesia

randinos: A celebração da sexta aparição da Virgem começa esta quinta, dia 13, pelas 7:00 pm, com uma missa e a procissão de velas. A festa continua no domingo, dia 16, às 9:00 am, com uma missa, seguida do XI Arraial. Santuário de Fátima em Guatire: O programa começa também a 13, pelas 7:00pm, com um rosário, missa e procissão, no Centro Sociocultural Virgem de Fátima. O programa continua no dia 30, pelas 12:00 am, com uma missa, e a partir das 3:00p m, o arraial.!

A Academia do Bacalhau de Valência, actualmente presidida por Casimiro Mota, vai dar posse à nova direcção que vai reger os destinos da associação a partir deste mês e até Setembro de 2012. A cerimónia decorre a 24 de Outubro na Tasca Jacobeo da Hermandad Gallega da cidade carabobenha. O prato escolhido para a ocasião será o Bacalhau à Galega. As eleições que decorreram recentemente deram a vitória a Manuel Rodrigues Datenda, que tem Jorge Fernández como vice-presidente, Leonel Moniz é secretário, Carlos Papel é tesoureiro, José Alexis Blanquet Huerta é director de relações Instriales, Élio Pereira é director do Conselho Filantrópico e Raúl Pérez é subdirector. A entrada custa Bs.300.!


venezuela

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

Maracay e Valência

Dois jovens mortos a tiro As vítimas tinham 22 anos e 18 anos de idade CORREIO/LUSA Vários indivíduos armados entraram na quinta-feira, 6 de Setembro, num restaurante em Maracay e dispararam indiscriminadamente sobre os presentes, causando a morte de um jovem de 22 anos, filho de emigrantes madeirenses naturais do Estreito de Câmara de Lobos. No mesmo dia, na cidade de Valência, Estado de Carabobo, desconhecidos assassinaram a tiro o jovem Jonny Alexis Ferreira de Almeida, 18 anos de idade, para roubar-lhe a moto. “Pa s s av am p ou c o d a s 21h30. Ele estava jantando com um irmão quando os ladrões entraram ao restaurante e dispararam contra trabalhadores e clientes, ferindo várias pessoas e este jovem de 22 anos foi apanhado por um tiro no coração e morreu”, explicaram à Agência Lusa fontes da co-

Empresário sequestrado em Valência Sergio Ferreira Soares

Na cidade de Valência, desconhecidos assassinaram a Jonny Alexis Ferreira

munidade. As mesmas fontes precisaram que o jovem, que jogava futebol com frequência na Casa Portuguesa de Maracay, foi identificado como André de Faria Gonçalves. No momento em que aconteceu o assalto, a mãe do jovem, Maria Pereira, encontrava-se na cidade de Guayana, com colegas das Academias da Espetada, inaugurando o núcleo local daquele organismo solidário. Segundo Ana Maria de

Abreu, presidente da Academia Mãe das Academias da Espetada, a notícia consternou os participantes e obrigou à suspensão do evento. Responsáveis da comunidade lusa de Maracay explicaram à Lusa que estão revoltados com o que aconteceu, admitindo a possibilidade de unir-se aos venezuelanos que protestam por causa da alta insegurança. “As políticas de combate à insegurança fracassaram”, disse uma amiga da família.!

O paradeiro de Manuel Luís Aveiro dos Reis, de 45 anos, empresário do sector da panificação natural de Machico, permanecia desconhecido na passada quarta-feira à noite (hora de fecho do CORREIO), cerca de três dias depois de ter sido sequestrado quando se preparava para abrir um dos seus negócios. Tanto quanto foi possível apurar, o empresário foi raptado por um grupo de indivíduos armados na Praça de Toros, da cidade de Valência, Estado de Carabobo, a 170 quilómetros a Oeste de Caracas. Os sequestradores levaram a vítima na sua carrinha, a qual veio mais tarde a ser encontrada na povoação de Nirgua, no Estado vizinho de Yaracuy.

7

Luso-descendente assassinado O cadáver de Jordán Mauricio Pestana Andrade, de 39 anos, foi descoberto por elementos da Guarda Nacional Bolivariana na madrugada do passado sábado, 8, num terreno próximo da via Upata. O empresário, que explorava um restaurante no Centro Hípico El Cumaco, de San Félix, que se supõe ser descendente de madeirenses, apresentava vários ferimentos de bala, cortes e golpes contundentes. Estava com os pés e mãos amarrados. A polícia está a investigar o caso e escusou-se a adiantar quaisquer pormenores sobre o inquérito. Pestana era o proprietário de vários negócios. Deixa a mulher com dois filhos menores. Residia em Manoa, Estado de Bolívar.! PUB


8 venezuela

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Assassinado Libertada vítima de sequestro Agricultor Em Los Teques

Comerciante tinha sido raptado em casa por um grupo de homens armados CORREIO/LUSA

Um comerciante português que estava sequestrado desde quinta-feira, 6, em Los Teques foi libertado dois dias depois pelos raptores, noticiou a Agência Lusa citando fonte policial. Sem avançar mais pormenores a fonte revelou que o comerciante português, de 50 anos, foi libertado pelas 6h00 am. O comerciante foi sequestrado na sua casa por um grupo de vários homens armados que o obrigaram a acompanhá-lo. Na quinta-feira, a imprensa venezuelana revelou que os raptores de um outro comerciante português, sequestrado há uma semana em Los Teques, exigiam quatro milhões de bolívares fortes (aproximadamente 700 mil euros) pela sua libertação. PUB

A insegurança tem crescido na zona de Los Teques

Segundo o diário “La Región” os raptores “comunicaram com os familiares e disseram que deveriam pagar (...) caso contrário continuaria cativo”. Na quarta-feira, o mesmo jornal denunciou que também em Los Teques pelo menos uma dezena de comerciantes foram sequestrados por se recusarem a pagar uma ‘vacuna’ (uma espécie de tributo) mensal de 50 mil bolívares fortes (aproximadamente 8.800 euros) para não

CORREIO/LUSA foto:cortesia

serem raptados. Segundo o “La Región”, pelo menos 30 famílias estão a pagar a ‘vacuna’ e, de acordo com uma das fontes citadas se os cidadãos “não pagarem o que lhes pedem correm o risco de ser sequestrados ou de algum familiar ser agredido”. O mesmo jornal acrescenta ainda que, no caso dos donos de estabelecimentos comerciais, o valor a pagar é mais alto porque paga pela segurança pessoal e pelo comércio.!

Um agricultor português de 43 anos, natural da Madeira, foi assassinado com várias punhaladas em San Pedro de Los Altos, uma localidade do município Los Teques, a sul de Caracas, avançaram à Agência Lusa fontes da comunidade portuguesa local, na passada segunda-feira, 10. Segundo as mesmas fontes, o agricultor foi interceptado por um indivíduo com cadastro, conhecido pela alcunha de “grande verdugo”,

pouco depois das 5h00 pm, quando regressava a casa depois de participar numa festa com amigos. “Foi-lhe roubada a quantia de 7 mil bolívares fortes (1.205 euros) e o corpo foi encontrado sem vida, na beira de uma estrada pública, com várias punhadas”, precisou uma das fontes, acrescentando que a polícia está a investigar o caso e manifestando muita preocupação pela alta insegurança na região. O agricultor era casado e pai de quatro filhos.!


venezuela

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

9

ACTUALIDADE

Motorizados à margem da lei Regulamento foi acatado por um pequeno grupo de motorizados. A maioria fez vista grossa CORREIO/LUSA Entrou em vigor no passado 4 de Outubro o decreto N° 8.495, que foi publicado na Gazeta Oficial como o Regulamento Parcial da Lei de Transporte Terrestre sobre o Uso de Motocicletas na Rede Viária Nacional e o Transporte Público de Pessoas na Modalidade Individual Mototaxis, com o qual o governo espera regular a actividade deste serviço em todo o país. “O trânsito de motocicletas no território nacional deverá sujeitar-se às normas e requisitos gerais que sobre o trânsito terrestre se estabeleçam na Lei e no seu Regulamento(…)”, tal como o expressa a normativa nas suas disposições gerais. Neste sentido, o Presidente Hugo Chávez, antes de assinar o decreto, as-

segurava que este respondia à necessidade de dar um tratamento digno ao grémio dos motorizados. Apesar disto, as novas normas foram apenas acatadas por um pequeno grupo de motorizados. A maioria optou por fazer vista grossa. A elaboração do decreto foi acompanhada da realização e um censo dos trabalhadores das motas, ou mototaxistas. Até à data, já se inscreveram mais de 8 mil motorizados, segundo as últimas cifras divulgadas pelo Instituto Nacional de Transporte e Trânsito Terrestre. Divisões e polémicas acerca de vários aspectos da lei têm estado entre os temas mais comentados pelos venezuelanos durante os últimos dias, mas sem dúvida alguma que uma das grandes falhas do decreto prende-se com a aplicação da lei, pois o mesmo estipula que cada região deverá destinar os recursos económicos e humanos para a aplicação e controlo da mesma, o que levou a que quase ninguém a tenha cumprido.!

Mais de 8 mil motorizados já se registaram no censo

foto:cortesia

O que deve saber sobre lei

✓ Para circular, as motas devem estar inscritas no Registo Nacional de Veículos e apresentar uma matrícula em bom estado. ✓ As motocicletas não poderão ser modificadas ao nível das suas características originais. ✓ A capacidade máxima de ocupantes é de duas pessoas, incluindo o condutor. ✓ Está proibido circular entre canais as ruas e avenidas, e em outras vias que não seja nas bermas das vias rápidas ou auto-estradas. ✓ Está proibido circular sem capacete, assim como o uso de equipamentos electrónicos de comunicação. ✓ Não poderão ser transportadas nas motos crianças menores de 10 anos, mulheres grávidas e adultos maiores de 60 anos. ✓ Não se poderão utilizar motocicletas de nenhum tipo em cortejos fúnebres. PUB


10 ipc

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

José e Pilar : Fernão Mendes Pinto: uma vida que foi uma Peregrinação Conversas Inéditas Em Montemor-o-Velho, antiga vila cujos vestígios remontam à Pré-história, designadamente ao período Neolítico, e que recebeu o primeiro foral em 1212, nasceram alguma figuras cujos nomes dão brilho à história da terra e também de Portugal. O registo mais antigo – ainda Portugal não tinha nascido – corresponde a Sesnando Davides (m. 1093), um moçárabe de Tentúgal. Supõe-se que era filho de judeus, mas sabe-se que foi companheiro de El Cid, o Campeador, e que exerceu altas funções na corte de Sevilha. Um pouco mais perto no tempo, temos Diogo de Azambuja, fidalgo português, que acompanhou Afonso V de Portugal na conquista de AlcácerCeguer. E outra grande figura é a de Jorge de Montemor ou Jorge de Montemayor, que foi músico, dramaturgo, poeta e escritor português – também escreveu em castelhano pela época em que lhe tocou viver – e que acompanhou Filipe II de Espanha quando este visitou Flandres. Contudo, a figura de maior vulto nascida em Montemor-o-Velho (terra da lenda das arcas, mas isso será estória para outro momento) é Fernão Mendes Pinto, que terá nascido ali em 1509 ou talvez alguns anos depois. Assim sendo, estamos perfeitamente a tempo de recordar brevemente este aventureiro e explorador português, que, neste ano de 2011, foi homenageado com uma moeda comemorativa de 2 euros. Nasceu em família modesta, mas aparentemente com certo grau de nobreza como parece ficar demonstrado pela forma como foi recebido na capital e em Setúbal, quando saiu da “miséria e estreiteza da pobre

em formato de livro

casa” de seus pais. De ele escreveu Teófilo Braga que foi, de todos os aventureiros portugueses, o que mais audácia patenteou e o “mais extraordinário pela coragem das suas remotas investigações em regiões desconhecidas, pela resistência a incessantes contrariedades e sofrimentos, tudo observando e tudo conservando por uma assombrosa retentiva”. Depois de algum tempo ao serviço do Duque de Coimbra, quando tinha 20 anos começou a sua “peregrinação” com uma viagem à Índia e por outras regiões da Ásia, por onde andou mais de duas décadas e onde, segundo relata, foi cativo três vezes e vendido dezassete! Esses 20 anos de viagens atribuladas foram bem aproveitados. Esteve na China, em Sião, Tartária e também no Japão, onde conheceu S. Francisco de Xavier e aonde os portugueses chegaram pela primeira vez em 1542. É certo que Mendes Pinto não fez parte dessa primeira expedição, mas sucede que quando ele lá chegou os governantes locais não tinham

ainda visto outros ocidentais e por isso afirmaram que ele tinha sido o primeiro a chegar. Sabemos que não foi assim, como sabemos igualmente que a chegada dos portugueses ao Japão foi assunto de muita celebração e perdura ainda na memória cultural desse país, porque foi nesse então que souberam da existência das armas de fogo. Fernão Mendes Pinto relata o espanto e o interesse do rei local quando viu um dos seus companheiros alvejar um animal com uma arma de fogo. Depois de muito “peregrinar” por aquelas terras novas para o europeu de então, regressou a Portugal numa grande pobreza e retirou-se a viver do outro lado do Tejo, no Pragal, onde escreveria um livro, um só, mas que é considerado “excepcional” e ao qual pôs o título de Peregrinações em que dá conta de muito estranhas coisas, que viu e ouviu e que ele nunca viu publicado, pois teve o seu passamento em 1583 e Peregrinação, que ele escreveu entre 1569 e 1578, só veria a luz 1614.

José e Pilar – Conversas inéditas, do realizador Miguel Gonçalves Mendes, será editado pela Quetzal no dia 18 de Outubro, com um prefácio de Valter Hugo Mãe. Durante quatro anos, Miguel Gonçalves Mendes filmou José Saramago e Pilar del Río, na intimidade de Lanzarote, em viagens de trabalho por todo o mundo, em festas com os amigos e a família. Desse intenso registo resultaram, primeiro, o filme, «José e Pilar» -- candidato ao Oscar – e, agora, o livro, que se compõe, essencialmente,

de material inédito: centenas de horas de conversas que exploram grandes temas como a política, o amor, o trabalho, a literatura e a morte. O que o trabalho de Miguel Gonçalves Mendes tem representado para o tesouro do testemunho de Saramago é de valor inestimável. É o melhor dos legados para todos quantos vivem e viverão, permitidos que ficam para o acesso à intimidade com o grande mestre, ou, por outras palavras, para o acesso a um diálogo eminentemente desmascarado com o mestre.

Escritora Inês Pedrosa vence Prémio Máxima de Literatura A escritora Inês Pedrosa (Coimbra, 1962) venceu com o seu último romance, ‘Os Íntimos’, o Prémio Máxima de Literatura, no valor de quatro mil euros, informou a sua editora, a Dom Quixote. “Foi uma grande alegria, pois o reconhecimento é sempre bom. Procurei mexer em feridas actuais e muito concretas. Tinha a esperança de que o livro fosse compreendido”, disse a escritora aos jornais. Inês Pedrosa estreouse na literatura em 1991, com o livro infantil Mais Ninguém Tem, seguindo-se o seu primeiro romance, A Instrução

dos Amantes, em 1992. Nas Tuas Mãos, de 1997, valeulhe o Prémio Máxima de Literatura, e Fazes-me Falta, em 2003, consolidou-a como uma principais romancistas da actualidade.

Visite o nosso blogue! www.institutoportuguesdecultura.blogspot.com Informações em português, castelhano, inglês e francês. Actualizações diárias


DIÁSPORA

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

11

A Câmara de Miranda do Douro passou a contar com um Gabinete de Apoio ao Emigrante (GAE), no âmbito de um protocolo a celebrado com a Direcção-geral dos Assuntos Consulares e Comunidades Portuguesas.

Moçambique e Angola

Emigrantes lusos relevam “grande desconhecimento” CORREIO/LUSA A antropóloga moçambicana Paula Meneses manifestou-se preocupada com o “grande desconhecimento” que os portugueses que estão a emigrar para Moçambique e Angola revelam desses países, podendo estar a criar-se uma “nova fartura” entre povos. “A realidade destes países mudou muito (desde a independência) e esta tentativa de aproximação a Moçambique e a Angola com um grande desconhecimento preocupa-me”, disse a investigadora do Centro de Estudos Sociais (CES) da Universidade de Coimbra, que

interveio no “Encontro sobre Inclusão Social e Cidadania”, organizado pela Casa de Moçambique em Coimbra, na primeira semana de Outubro. Na sua opinião, “o risco que se pode correr é de uma nova fractura, de pessoas que vão com grandes expectativas dizerem que são mal recebidas, porque não há conhecimento do que mudou do lado de lá”. Por outro lado, acrescentou, naqueles países africanos, “não se criaram as condições para acolher” os portugueses que encaram a emigração para aqueles países como uma saída para a crise que enfrentam em Portugal.

Em Angola e Moçambique “não se criaram as condições para acolher” os portugueses

A investigadora do CES, que actualmente trabalha em debates pós-coloniais e no pluralismo jurídico no contexto africano, considera que a língua portuguesa “deve ser um “elemento de aproximação e ligação entre os países” mas questiona se o novo acordo ortográfico não estará a ir em sentido contrário. “O Português tem-se desenvolvido

foto:cortesia

do ponto de vista de gramática e estruturas, voltar a colonizá-lo, domesticá-lo através de um acordo é algo que me parece um pouco problemático”, afirmou. Paula Meneses diz ter dúvidas se os países africanos terão capacidade de implementar o novo Acordo Ortográfico de língua portuguesa, que este ano começou a ser adoptado nas escolas em Portugal.! PUB

VENDO O ALQUILO CON OPCIÓN DE COMPRA, PEQUEÑO HOTEL AL LADO DEL BOULEVARD DE SABANA GRANDE, CON AGUA PROPIA Y ESTACIONAMIENTO. SIN DAMNIFICADOS. NO INTERMEDIARIOS. Sr. Gómes: (0212)7618657


12 venezuela

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Daniel Pita apela, a partir de Maracay, às novas gerações de portugueses e lusodescendentes para que se envolvam nas actividades da, e pela comunidade

“Se os jovens não participam não há maneira de preservar o que temos” Andrea Guilarte Rincón

nostalgia mas sim com alegria”, diz.

O pai, António Pita, chegou à Venezuela vindo de Portugal quando tinha apenas 8 anos. Hoje, Daniel Pita preserva os costumes e as recordações que o seu progenitor partilhou com ele desde que decidiu semear a sua esperança e luta em terras crioulas. Daniel não nasceu em Portugal, mas desde muito jovem que sentiu germinar a semente da tradição lusa a partir de Maracay, a cidade que acolheu o pai. Destaca que a mãe, Maria Gonçalves, filha de portugueses e nascida na Venezuela, também se encarregou de alimentar o seu amor pelo folclore e pela cultura lusitana. Na sua memória guarda as paisagens de Fátima, Lisboa e Madeira e reconhece que a receptividade das gentes é um aspecto que distingue venezuelanos e portugueses. “ Lá há a cultura do turismo, as pessoas recebem de maneira diferente quando sabem que vens da Venezuela, um país que abriu as portas à comunidade”, comenta. Recorda ainda que nos passeios por Portugal, o pai partilhava algumas experiências que ainda guarda em terras lusas. “Quando temos oportunidade de ir, leva-me a ver os campos de uvas, esse trabalho da terra que não recorda com

Pela cultura portuguesa na Venezuela Com 23 anos, já é reconhecido por ser um dos jovens mais activos na comunidade portuguesa e luso-descendente da Casa Portuguesa de Maracay, no estado Aragua, centro social que define como “um cantinho de Portugal na Venezuela”. Pertenceu ao Comité de Natação, criou o Comité de Ténis e participou no Comité Juvenil do clube. Ainda que já não tão activamente, esteve ligado às actividades da Associação de Luso-Descendentes da Venezuela (ASOLUDEN), organização com a qual continuará a colaborar. “Se os jovens não participam, não há maneira de preservar o que temos, é importante que os jovens façam eco das tradições”, convida. Confessa-se amante da cultura lusitana, desde muito pequeno que começou a tocar acordeão, depois entrou no grupo folclórico da Casa Portuguesa, no qual actualmente exerce as funções de tesoureiro. Em Maio de 2007, participou no VI Encontro de Gerações ‘Venezuela e Portugal – uma só paixão’, no qual partilhou o palco com importantes figuras da cena política de ambos os países, Dina Tovar, docente de Português, o

aguilarte@correiodevenezuela.com

Daniel Pita pertence ao grupo folclórico da Casa Portuguesa de Maracay

modelo e actor Deive Garcês, o presidente da Associação de Médicos LusoVenezuelanos, João Marques, entre outras personalidades. Naquela altura, então com 19 anos, já se sabia do seu amor por Portugal e das importantes aproximações entre as autoridades e a comunidade lusa na Venezuela. “Felizmente posso constatar que tem havido uma maior aproximação por parte das actuais autoridades portuguesas. Os meus familiares mais velhos vêem com grande alegria esta situação porque em tempos passados, até parecia que eles não existiam para Portugal”. Estuda Contabilidade e é empresário,

FOTO:CORTEsia

e conseguiu assumir e dividir o tempo com a liderança em diversas actividades da comunidade. “Com o grupo La Barraca, organizámos uma viagem a Fátima, e em breve chegaremos ao terceiro ano da organização das festas da santa padroeira, porque essas tradições têm de ser seguidas”, defende. Daniel recorda ainda que a comunidade luso-descendente é grande, pelo que “devemos aproveitar esta oportunidade para nos unirmos. A Venezuela deu-nos as boas-vindas e devemos darlhe ainda mais, por isso apostemos na cultura, no folclore, na língua Portuguesa, vamos mais além.”!

PUB

ENCONTRE O CORREIO DA VENEZUELA ATRAVÉS DOS SEGUINTES CONTACTOS Victor Vieira

Centro Portugués de Guayana

Trinidad Macedo José E. De Abreu

Casa Portuguesa de Maracay

Antonio Dos Santos

Programa radial "Así es Portugal"

(0286) 962.6802 / (0414) 8776547

Puerto Ordaz - Edo. Bolívar

(0251) 262.8768

Barquisimeto - Edo. Lara

(0414) 345.6709

Maracay - Edo. Aragua

(0261) 755.7018

Maracaibo - Edo. Zulia

Carlos Balaguera

(0414) 341.2422

Valencia - Edo. Carabobo

Sandra Rodríguez

(0412) 434.5017 / (0412) 756.5448

La Victoria - Edo. Aragua

322.4246

Los Teques - Edo. Miranda

Gabriel Ferreira

Ruiz Sr. Import Programa radial "Mocedades Portuguesas"

(0414) 244.5611

Los Teques - Edo. Miranda

Joao Nolasco

Consulado de Portugal en Margarita

(0414) 794.8239

Margarita - Edo. Nueva Esparta

Luis Canha

(0424) 704.45.84

El Vigia - Edo. Mérida

Fernando David Urbina

(0414) 293.8170

Higuerote - Edo. Miranda

Restaurant El Fogón

(0261) 743.2142

Prolongación Maracaibo

Emisora @lfa 100.9 FM

Programa Gente de Portugal y Venezuela

Valles del Tuy


13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

publicidade

13


14 Especial Legislativas na Madeira 2011

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Três vencedores

A vitória divide-se por três: Jardim, Rodrigues e Coelho. A derrota distribui-se por quase todos os outros. Mas atinge sobretudo o PS e o BE. Num dia houve quatro demissões: Rui Caetano, João Isidoro e Roberto Almada e o delegado da CNE, Paulo Barreto.

MIGUEL SILVA DN-MADEIRA

Foi certamente uma das mais ‘saborosas’ vitórias de Alberto João Jardim. Mas também foi uma das mais suadas. O PSD mantém a maioria absoluta mas, desta vez, por um fio. Os socialdemocratas nem chegaram aos 50 por cento dos votos (ficaram com 48,56%) e perderam 18.800 votos em relação às eleições de 2007. Mais significativo do que o número de votos, foi a perda de oito deputados na Assembleia regional. E agora, independentemente dos resultados de domingo, 10 de Outubro, fica claro que se inicia um novo ciclo. Para o PSD, para a Oposição, para a Madeira. Na prática, Jardim vai continuar a mandar como sempre fez mas com uma margem de manobra muito mais curta. A maioria de que passa a dispor é reduzida, embora suficiente para continuar a governar ao seu estilo. O grupo parlamentar do PSD é que vai ter de mudar de comportamento. A maioria dos deputados, como se disse, é curta e não permite faltas nem entradas atrasadas. Consequência dessa obrigatória mudança de atitudes será certamente a alteração do Regimento do Parlamento de forma a evitar sustos nos momentos das votações. De qualquer forma, ninguém tira a vitória eleitoral de Jardim- a 45.ª - e do PSD-Madeira. Nem mesmo a direcção nacional dos social-democratas que reagiram à vitória com um discurso de

derrota. Nem as acusações de ‘chapelada’ eleitoral. Nem o transporte dos eleitores. A vitória é clara, não é contestada e é anunciada para durar quatro anos. A profissional máquina do PSD ganhou por poucos, é certo, mas ganhou em toda a linha. Em todas as câmaras e em todas as juntas. E, se fossem eleições municipais, o PSD arrasava. Se há eleições em que mais de um candidato podem reclamar vitória, essas eleições foram as de domingo. José Manuel Rodrigues e José Manuel Coelho não ganharam as eleições, é certo, mas ganharam posições importantes no xadrez político regional. Rodrigues passa a segunda força política regional, ultrapassando claramente o Partido Socialista e Coelho passa a quarta força política numa votação que terá surpreendido até o próprio candidato. Para o CDS, foi a confirmação do bom momento que o partido atravessa. Desde a eleição de José Manuel Rodrigues para a Assembleia da República que esse momento se faz notar. Rodrigues trabalha e sabe mostrar trabalho e essa postura teve reflexos nas urnas. O CDS nunca esteve tão bem, tão organizado e tão profissional como está agora na Madeira. Justamente por causada imagem de Rodrigues, quer na Madeira, quer em Lisboa. Isto apesar de estar agora numa posição desconfortável, em que é Poder no País e Oposição na Madeira. Apesar de Rodrigues ter escolhido ir para Lisboa, uma coisa é certa: o CDS passou de dois para nove


13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

Especial Legislativas na Madeira 2011

15

Parlamento com 16 caras novas

MIGUEL SILVA DN-MADEIRA

deputados, entre eles dois nomes novos no partido de Portas: Isabel Torres e Mário Pereira. José Manuel Coelho foi a surpresa da noite. Depois de um estrondoso resultado nas Presidenciais, o candidato foi claramente derrotado nas legislativas nacionais e agora recompensado pelos eleitores madeirenses. O PTP de três homens (Coelho, Rocha e Gomes), o Partido Trabalhista obtém três lugares no Parlamento madeirense, algo perfeitamente impensável, mas factual. Advinham-se momentos de alguma tensão no Parlamento. Além do já polémico Coelho, vai parar ao hemiciclo também José Luís Rocha, não menos polémico, embora menos mediático. Por enquanto. O grupo parlamentar do PTP – que não tem nenhum eleito ao nível nacional - contará ainda com Raquel Coelho, a filha do próprio Coelho. Ele que tantas vezes acusou Jaime Ramos de beneficiar “o filhote” Jaime Filipe Ramos leva também a sua filha para a Assembleia. A noite eleitoral foi também saboreada pelo novo Partido pelos Animais Pela Natureza. O inexperiente Rui Almeida conseguiu fazer passar a mensagem e entra para a Assembleia na primeira eleição em que concorre. Outro fenómeno eleitoral, embora previsto nas sondagens, que não deixa de surpreender, sobretudo pela forma algo apática como o PAN fez campanha. Pelo contrário, o PND mantém

apenas um deputado apesar de uma campanha muito mediática e corrosiva. A Nova Democracia não conseguiu derrubar o jardinismo e fica muito aquém do que certamente estariam à espera os dirigentes do partido que mais duras críticas tem feito aos social-democratas. O lote dos derrotados é claramente liderado pelo Partido Socialista. Revelou-se errada a estratégia do PS na Madeira. Nem a ideia de um governo alternativo, nem um candidato a presidente que não o líder do partido, nem um programa de governo, nem propostas concretas, nem uma campanha sóbria. Nada. O PS não só não subiu como desceu em toda a linha. Perde um deputado e milhares de votos. E adivinha-se um período bastante conturbado para os próximos meses. Com demissões, congresso, candidaturas avulso e o regresso das divisões internas. Também a CDU não fica bem nesta fotografia eleitoral. A coligação perdeu um dos dois deputados e ficou bastante longe da velha ideia de ter ‘mais CDU’ no Parlamento. O facto de ter sido a força que mais trabalho apresentou não teve qualquer efeito prático nestas eleições, antes pelo contrário, os eleitores mostram que também castigam quem mais trabalha. Que o diga Roberto Almada. O líder do Bloco de Esquerda ficou fora da Assembleia regional numa derrota sem precedentes desde os tempos da UDP. De nada valeram as ajudas

de Francisco Louçã nem o esforço de Almada. Que se afastada liderança do Bloco e que foi o único cabeça-de-lista entre nove candidatos que não chegou a ser eleito. Se na Madeira houve três vencedores, em Lisboa houve apenas um: Paulo Portas. O ministro que anunciou o despesismo de Jardim pode agora recolher os louros. Já Passos Coelho, sendo líder nacional do partido ganhador, é também ele um perdedor. Como se viu pela frouxa declaração de ontem embrulhada num directo aviso aos madeirenses. António José Seguro regista na Madeira a sua primeira derrota. Jerónimo e Louçã foram claramente derrotados. Curioso que o líder do BE, no dia em que o seu partido perde a representatividade parlamentar, anuncia o fim, não do Bloco, mas do Jardinismo... Uma análise mais fina - e mais numérica- como a que se fará ao longo dos próximos dias, mostrará discrepâncias importantes. Tornará evidente que esta é a maioria mais frágil de Jardim, que é o ponto alto do CDS e o bater no fundo do PS. Os números mostram claramente a pulverização do eleitorado dividido por nove candidaturas. Mostram também que houve milhares de votos que se perderam, que não serviram para eleger ninguém nem retirar a maioria absoluta ao PSD. Mas para a história, fica apenas um facto: a 10.ª maioria absoluta do PSD de Alberto João Jardim.!

As grandes alterações nos resultados eleitorais, em comparação com 2007, também se traduziram num desenho muito diferente do parlamento, onde a relação de forças entre os partidos é substancialmente alterada, mas também no número de caras novas que vão entrar para a Assembleia Legislativa. Pela primeira vez, entre a maioria social-democrata e os partidos da oposição há uma diferença de apenas três deputados. Até agora, o PSD-M tinha mais 19 deputados do que o conjunto dos outros seis partidos. Na prática, para garantir a maioria absoluta em todas as sessões plenárias, os social-democratas só poderão registar uma falta. As estreias no parlamento serão 16, a maioria nas bancadas do PSD e do CDS: José Pedro Correia, Jaime Freitas, Maria João Monte, Ana Serralha, Edgar Garrido, todos do PSD, Avelino da Conceição e Carina Ferro, ambos do PS, José Rocha e Raquel Coelho, do PTP, Isabel Torres, Rui Barreto, Mário Pereira, Roberto Rodrigues e Teófilo Cunha, todos do CDS-PP, Hélder Spínola, do PND e Rui Almeida, do PAN. Substituições garantidas Dos 47 deputados eleitos, pelo menos quatro deverão ser substituídos. Desde logo Alberto João Jardim, o único garantido no Governo Regional, o que permitirá a entrada de Ana Mafalda Pereira. No PS-M, o lugar na Assembleia Da República será ocupado por Jacinto Serrão ou por Isabel Sena Lino, o que garante a entrada de Carlos Pereira para o parlamento. O mesmo deverá acontecer no CDS-P, com Carlos Morgado a substituir José Manuel Rodrigues. João Isidoro Gonçalves já garantiu que irá renunciar ao mandato, pelo que é certa e entrada de Roberto Vieira para a ALM.!


16 ESPECIAL

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Celebrar o desporto nos jo BOLAS CRIOLLAS Fecha

Hora

Equipos

Categoría

Cancha

Sábado 15

09:00 a.m.

GRUPO A - CPA vs CPV

Libre Femenino

Club Telares Maracay #1

09:00 a.m.

GRUPO B - CLL vs CMV

Libre Femenino

Club Telares Maracay #2

09:00 a.m.

GRUPO A - CLV vs CSM

Libre Femenino

Club Telares Maracay #3

09:00 a.m.

GRUPO B - CLL vs CPG

Libre Femenino

Club Telares Maracay #4

10:30 a.m.

GRUPO A -CPA vs CLV

Libre Femenino

Primera Desocupada

GRUPO A - CPV vs CSM

Libre Femenino

Segunda Desocupada

GRUPO A- CPV vs CLV

Libre Femenino

Tercera Desocupada Cuarta Desocupada

GRUPO A - CPA vs CSM

Libre Femenino

GRUPO B - CPG vs CMV

Libre Femenino

Quinta Desocupada

09:00 a.m.

1ero A vs 2do B

Libre Femenino

Club Telares Maracay #1

SEMIFINALES 09:00 a.m.

1ero B vs 2do A

Libre Femenino

Club Telares Maracay #2

Domingo 16 Domingo 16

10:30 a.m.

Ganador juego 10 vs Ganador juego 11

Libre Femenino

Club Telares Maracay #1

FINALES

10:30 a.m.

Perdedor juego 10 vs Perdedor juego 11

Libre Femenino

Club Telares Maracay #2

Sábado 15

09:00 a.m.

GRUPO A - CPA vs CPV

Libre Masculino

Centro Hispano Vzlno #1

09:00 a.m.

GRUPO B - CLL vs CMV

Libre Masculino

Centro Hispano Vzlno #2

09:00 a.m.

GRUPO A - CLV vs CSM

Libre Masculino

Centro Hispano Vzlno #3

09:00 a.m.

GRUPO B - CPG vs CSPB

Libre Masculino

Centro Hispano Vzlno #4

10:30 a.m.

GRUPO A - CPA vs CLV

Libre Masculino

Primera Desocupada

10:30 a.m.

GRUPO B - CLL vs CPG

Libre Masculino

Segunda Desocupada

10:30 a.m.

GRUPO A - CPV vs CSM

Libre Masculino

Tercera Desocupada

10:30 a.m.

GRUPO B - CMV vs CSPB

Libre Masculino

Cuarta Desocupada

12:00 m

GRUPO A - CPV vs CLV

Libre Masculino

Quinta Desocupada

12:00 m

GRUPO B - CMV vs CPG

Libre Masculino

Sexta Desocupada

12:00 m

GRUPO A - CPA vs CSM

Libre Masculino

Séptima Desocupada

12:00 m

GRUPO B - CLL vs CSPB

Libre Masculino

Octava Desocupada

09:00 a.m.

1ero A vs 2do B

Libre Masculino

Club Telares Maracay #3

BOLAS CRIOLLAS

Domingo 16

SEMIFINALES 09:00 a.m.

1ero B vs 2do A

Libre Masculino

Club Telares Maracay #4

Domingo 16

10:30 a.m.

Ganador juego 13 vs Ganador juego 14

Libre Masculino

Club Telares Maracay #3

FINALES

10:30 a.m.

Perdedor juego 13 vs Perdedor juego 14

Libre Masculino

Club Telares Maracay #4

TENIS DE MESA Fecha

Mais de 2.200 atletas competem durante três dias Silvia C. Di Frisco Carla Salcedo Leal Foi certamente uma das mais ‘saboro De 14 a 16 de Outubro, a cidade jardim da Venezuela veste-se de festa para receber mais de 2.200 atletas que participarão nos 13.ºs Jogos Nacionais Feceporven 2001. Pelo menos sete localizações diferentes servirão de palco para que os atletas possam mostrar o que valem em 17 disciplinas desportivas, num encontro

onde participa uma dezena de clubes portugueses de todo o país, sob a coordenação do clube anfitrião, a Casa Portuguesa de Aragua. Num esforço para conseguir uma boa logística para estes atletas, o clube conseguiu o apadrinhamento dos jogos por parte do Governador do estado, Rafael Isea. O evento servirá ainda para eleger a Madrinha dos Jogos Feceporven, com a participação das representantes das 12 delegações durante o desfile inaugural, que terá lugar no campo de futebol do clube esta sexta-feira, 14, pelas 8 da noite. O evento de encerramento está marcado para domingo, 16, no salão Luiz Vaz de Camões, pelas duas da tarde.

Hora

Categoría

Cancha

Viernes 14

02:30 p.m.

Equipos

Casa Portuguesa Aragua

Sábado 15

08:30 a.m.

Dobles

Casa Portuguesa Aragua

Sábado 15

02:30 p.m.

Individual

Casa Portuguesa Aragua

Alimentação e transporte interno A Casa Portuguesa de Aragua, através da direcção de coordenação de eventos, dispôs um menu de preços solidários para a alimentação dos participantes, pelo que serão servidos pequeno-almoço (Bs.40, 00), almoço (Bs.65,00) e jantar (Bs.60,00) no segundo piso do edifício, área preparada para o efeito. Competidores e espectadores contam ainda com um serviço de autocarros executivos que realizarão a ‘Rota do Desporto’, ajudando as delegações a se movimentarem entre os diferentes campos destinados aos jogos, entre

os quais se destacam as instalações do Colégio San José, Telares Maracay, Colégio de Advogados, Centro Hispano e o Polidesportivo Las Delicias, para além das instalações preparadas na Casa Portuguesa. Jogos de mesa As disciplinas desportivas de mesa serão levadas a cabo num só local, para comodidade das diferentes delegações, pelo que os competidores de dominó, malha, matrecos, sueca, pool português e xadrez decorrem na Casa Portuguesa de Aragua no sábado, dia 15, com as competições a terem início pelas 9 da manhã. !


ESPECIAL

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

17

jogos FECEPORVEN 2011 FUTBOL CAMPO Fecha Hora Viernes 14

Sábado 15

Equipos

Categoría

02:30 p.m.

CPA vs CMV

Sub 16

Casa Italia

02:30 p.m.

CPA "A" vs CMV "A"

Sub 12

Telares Maracay

03:00 p.m.

CSM vs CPG

Sub 18

Colegio de Abogados

03:30 p.m.

CPA vs CSM

Sub 14

Telares Maracay

03:30 p.m.

CPG vs CLL

Libre

C.H.V Cancha B

04:00 p.m.

CSM vs CPG

Sub 16

Casa Italia

04:30 p.m.

CVF vs CPG

Sub 14

Telares Maracay

04:30 p.m.

CPA vs VSM

Libre

Colegio de Abogados

05:00 p.m.

CPA vs CSM

Veteranos

C.H.V Cancha B

05:30 p.m.

CPA vs CLL

Sub 18

Casa Italia

06:30 p.m.

CPG vs CLL

Veteranos

C.H.V Cancha B

08:00 p.m.

CPA "A" vs CPV "A"

Súper Veteranos

C.H.V Cancha A

09:30 p.m.

CSM "B" vs CLL "B"

Súper Veteranos

C.H.V Cancha A

08:00 a.m.

CPA vs CVF

Sub 14

C.H.V Cancha A

08:00 a.m.

CPA vs CSM

Sub 18

Telares Maracay

08:30 a.m.

CPCS "B" vs CLL "B"

Sub 12

Colegio de Abogados

08:30 a.m.

CPA vs CPG

Veteranos

Casa Portuguesa

FUTBOL SALA Fecha Hora Viernes 14

Equipos

Categoría

Cancha

CPA vs CPG

Sub 16

Andrés Pita CPA

03:00 p.m.

09:30 a.m.

CPA "A" vs CPG "A"

Sub 12

Colegio de Abogados

09:30 a.m.

CSM vs CPG

Sub 14

C.H.V Cancha A

04:00 p.m.

CMV vs CLV

Sub 16

Andrés Pita CPA

C.H.V Cancha B

05:00 p.m.

CSM "B" vs CLL "B"

Libre

Andrés Pita CPA

Telares Maracay

06:00 p.m.

CPA "A" vs CLLV "A"

Libre

Gim. Mauricio Jonhnson

07:00 p.m.

CPA vs CSM

Veteranos

Gim. Mauricio Jonhnson

09:00 a.m.

CPCS vs CSM

Veteranos

Andrés Pita CPA

10:00 a.m.

CPA vs CMV

Veteranos

Andrés Pita CPA

11:00 a.m.

CSM "B" vs CMV "B"

Libre

Andrés Pita CPA

12:00:00 m.

CPA "A" vs CSPB "A"

Libre

Andrés Pita CPA

01:00 p.m.

CPA vs CMV

Sub 16

Andrés Pita CPA

02:00 p.m.

CPG vs CLV

Sub 16

Andrés Pita CPA

09:30 a.m. 09:30 a.m.

Domingo 16

Cancha

CPG vs CSM

Libre

CLL vs CPG

Sub 18

10:00 a.m.

CSM cs CMV

Veteranos

Casa Portuguesa

10:30 a.m.

CPCS "B" vs CSM "B"

Sub 12

Colegio de Abogados

11:00 a.m.

CMV vs CSM

Sub 16

C.H.V Cancha A

11:30 a.m.

CPA vs CLL

Libre

Colegio de Abogados

12:00:00 m.

CPA "A" vs CMV "A"

Súper Veteranos

Casa Portuguesa

12:30 p.m.

CPA vs CPG

Sub 16

C.H.V Cancha A

01:30 p.m.

CSM "B" vs CPG "B"

Súper Veteranos

Casa Portuguesa

01:30 p.m.

CLL vs CSM

Sub 18

Colegio de Abogados

02:00 p.m.

CSM vs CVF

Sub 14

C.H.V Cancha A

02:30 p.m.

CMV "A" vs CPG "A"

Sub 12

Telares Maracay

03:00 p.m.

CPA vs CPG

Libre

C.H.V Cancha B

03:00 p.m. 03:00 p.m.

CPA vs CPG CPG vs CMV

Sub 18 Veteranos

Colegio de Abogados Casa Portuguesa

03:30 p.m.

CPA vs CPG

Sub 14

C.H.V Cancha A

04:00 p.m.

CLL "B" vs CSM "B"

Sub 12

Telares Maracay

04:30 p.m.

CPA vs CLL

Veteranos

Casa Portuguesa

06:00 p.m.

CPV "A" vs CMV "A"

Súper Veteranos

Casa Portuguesa

Sábado 15

Domingo 16

03:00 p.m.

CMV vs CPCS

Veteranos

Andrés Pita CPA

04:00 p.m.

CLL "B" vs CMV "B"

Libre

Andrés Pita CPA

05:00 p.m.

CLLV "A" vs CSPB "A"

Libre

Andrés Pita CPA

06:00 p.m.

CPA vs CPCS

Veteranos

Andrés Pita CPA

07:00 p.m.

CMV vs CSM

Veteranos

Andrés Pita CPA

08:00 a.m.

CPG vs CMV

Sub 16

Andrés Pita CPA

09:00 a.m.

CPA vs CLV

Sub 16

Andrés Pita CPA

10:00 a.m.

Ganados A vs Ganador B

Libre FINAL

Andrés Pita CPA

07:30 p.m.

CLL "B" vs CPG "B"

Súper Veteranos

Casa Portuguesa

09:00 p.m.

CSM vs CLL

Veteranos

Casa Portuguesa

10:30 p.m.

CPA vs CMV

Veteranos

Casa Portuguesa

08:00 a.m.

FINAL Ganador "A" vs Ganador "B"

Sub 12

Casa Portuguesa

Fecha

Hora

Equipos

Cancha

09:00 a.m.

CLL vs CMV

Veteranos

Colegio de Abogados

Viernes 14

02:00 p.m.

CPA vs CSM

Club Telares Maracay

SOFTBOL-GRUPO UNICO

09:00 a.m.

CPA vs CSM

Sub 16

Telares Maracay

04:00 p.m.

CLL vs CPV

Club Telares Maracay

09:30 a.m.

FINAL Ganador "A" vs Ganador "B"

Súper Veteranos

Casa Portuguesa

07:00 p.m.

CSM vs CLL

Centro Hispano Venezolano

10:30 a.m.

CSM vs CPG

Veteranos

Casa Portuguesa

09:00 p.m.

CPA vs CPG

Centro Hispano Venezolano

10:30 a.m.

CMV vs CPG

Sub 16

Colegio de Abogados

08:00 a.m.

CSM cs CPV

Club Telares Maracay

10:30 a.m.

CLL vs CSM

Libre

Telares Maracay

10:00 a.m.

CLL vs CPG

Club Telares Maracay

02:00 p.m.

CPV vs CPG

Club Telares Maracay

04:00 p.m.

CLL vs CPA

Club Telares Maracay

08:30 a.m.

CPA vs CPV

Club Telares Maracay

10:00 a.m.

CPG vs CSM

Club Telares Maracay

Sábado 15

Domingo 16

TENIS DE MESA Fecha

Hora

Categoría

Cancha

Viernes 14

02:30 p.m.

Equipos

Casa Portuguesa Aragua

Sábado 15

08:30 a.m.

Dobles

Casa Portuguesa Aragua

Sábado 15

02:30 p.m.

Individual

Casa Portuguesa Aragua


18 cultura agenda cultural

Luis Fonsi na Venezuela

O cantante porto-riquenho visitará sete cidades venezuelanas no decurso da digressão ‘’Tierra firme’’. Luis Fonsi apresenta-se 3 de Novembro em Maracaibo, a 4 em Mérida, 5 em San Cristóbal, 6 em Valência, 11 em Puerto Ordaz, 12 em Puerto La Cruz e a 13 no terraço do Centro Comercial Ciudad Tamanaco, em Caracas. Para mais informação visite: www.solidshow.com.

“Mía y el Reino de los Caramelos” Entre 15 de Outubro e 6 de Novembro, a Sala de teatro 1 da Casa de Rómulo Gallegos (Celarg) receberá o elenco da obra infantil “Mía y el Reino de los Caramelos”, a história de uma princesa que deseja ser escritora e viajar pelo mundo. O problema é que o seu pai deseja que a rapariga case cedo. A obra sobe ao palco todos os sábados e domingos às 3h00pm.

“Situaciones” no Teatro Premium

A humorista Norah Suárez celebra 40 anos de vida artística com a montagem “Situaciones”, no Teatro Premium de Los Naranjos, cujo palco divide com “Coco” Sánchez. A intérprete de “Fátima” no programa “La Radio Rochela” se estará apresentando entre 20 de Outubro e 3 de Novembro, pelas 9h00pm. Entradas à venda em www.teatropremium.com.

OSMC na Argentina

A Orquestra Sinfónica Municipal de Caracas (OSMC) vai actuar em sete cidades da Argentina entre 2 e 12 de Novembro. Buenos Aires, Rosario, Córdoba, San Juan, Salta, Jujuy e Posadas, são as cidades escolhidas para receber a digressão internacional.

Exposição fotográfica

De 23 a 25 de Outubro, os amantes da fotografia poderão desfrutar de exposições e paletas da autoria de alguns dos mais destacados talentos da câmara. Entre as peças que serão expostas estará ‘Toccata e Fuga’, do luso-descendente Joaquin Pereira. Esta iniciativa terá lugar no Hotel Alba Caracas, Salão Rouge.

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Beleza

Chegou a noite mais esperada do ano… Luso-descendente tenta ser coroada por Vanessa Gonçalves como Miss Venezuela 2011

bernautas entregaram as primeiras faixas a Grabriela Ferrari (Distrito Capital, Miss Beleza Integral e Miss Melhor Presença), Maria Gabriella Criollo (Zulia, Miss Interactiva), Astrid Lozada (Barinas, Melhor Corpo), Milagros Manrique (Táchira, Miss Naturalidade), Sara Coelho (Vargas, Miss Passerelle), Fanny Otati (Bolívar, Miss Personalidade); Andrea Baptista (Portuguesa, Miss Pele mais Bonita) e Blanca Cristina Algive (Guárico, Miss Rosto). Mas outras misses ganham favoritismo na imprensa nacional, graças aos seus dotes, simpatia e poses perante as câmaras: Irene Sofía Esser (Sucre), María De Los Angeles Vera (Trujillo), Ivany Nayexi Guzman (Delta Amacuro), Isabel Zamora (Miranda), Isabela Ramos (Carabobo) e a única luso-descendente no concurso, Carla Rodrigues (Lara).

Sergio Ferreira Soares

sferreira@correiodevenezuela.com

A contagem decrescente está quase a terminar. Com ela, um ano de reinado de Vanessa Gonçalves como a mulher mais bela do país. No próximo sábado, 15, a partir das 7h00 pm, o Estúdio 1 da Venevisión recebe as 24 candidatas que pretendem lutar pelo título de Miss Venezuela 2011, num espectáculo que apesar de contar com um orçamento mais reduzido, não deixará de ser “a noite mais bela” do ano. Com apresentação de Daniela Kosán e Leonardo Villalobos, o grupo de concorrentes e os bailarinos prometem deslumbrar o público com uma superprodução que fará lembrar a época dourada do rock and rol, contando, para isso, com vestuário confeccionado pelo designer zuliano Hugo Espina, e que será abrilhantada com a presença dos vencedores dos Grammy latinos Chino y Nacho, que vão interpretar o tema ‘El poeta’. Luis Fonsi e Ana Isabelle Acevedo serão os convidados internacionais, que levam a sua música a um espectáculo produzido por Joaquín Riviera. A produção ‘Alma Mestiza’, do grupo Venezuela Viva, será o número central do concurso, no qual 40 bailarinos se movem ao ritmo de ‘Pajarillo’, ‘Gavilán’ e ‘Diablo suelto’, tempo que servirá para o júri, composto por 15 pessoas do mundo do espectáculo e por patrocinadores, descansar da pressão de eleger a mulher mais bela da Venezuela.

Tudo parece indicar que o concurso de beleza continuará a ser o espectáculo televisivo mais visto da Venezuela. Quatro momentos, várias favoritas Como todos os anos, o público do concurso Miss Venezuela poderá desfrutar de três momentos chave para as 24 candidatas: O baile do ‘openning’ e o desfile de apresentação; a passagem em fato-de-banho e também em traje de gala. Com a redução para as 10 finalistas, junta-se mais um momento: A ronda de perguntas. Sem dúvida que desde o início da edição de 2011 deste concurso as expectativas têm crescido, e junto com elas alguns nomes de misses começaram a destacar-se. Umas destacaramse na Gala Interactiva, onde os ci-

Sobre Rodrigues… Natural do estado que representa (Lara) e com família de origens lusitanas, Carla Rumaría Rodrigues de Flaviis aspira a que Vanessa Gonçalves coloque sobre a sua cabeça a coroa que a torne vencedora do título de beleza mais importante da Venezuela. Com 19 anos de idade e 1,76 cm de estatura, esta jovem tem já dois semestres de Psicologia feitos, e é ainda amante da dança e da natação. Os pais, Rui Rodrigues e Maria de Flaviis, acreditam que a simpatia desta jovem pode levá-la a cumprir os objectivos da noite de 15 de Outubro, ideia confirmada pela irmã, avós, amigos e conhecidos. E esta beleza nacional sabe quais são os seus atributos e não hesita ao definir-se como “reservada, bela e inteligente”.!

‘El Conde del Guácharo’ anima festa do CORREIO Grande Festa do 12.° Aniversário do semanário português na Venezuela inclui a actuação do humorista crioulo Sergio Ferreira Soares

sferreira@correiodevenezuela.com

O salão nobre do Centro Português de Caracas vai vestir-se de gala para receber a Grande Festa do 12.º Aniver-

sário do CORREIO da Venezuela, que decorre a 10 de Novembro. Na ocasião, para além da música de dança e do som das gaitas, o público poderá ainda desfrutar de um espectáculo exclusivo do humorista venezuelano Benjamim Rausseo, mais conhecido por todos como ‘El Conde del Guácharo’. Um espectáculo carregado de humor e melodias para o lançamento e estreia da sua primeira produção discográfica em língua portuguesa, uma

faceta do artista que poucos conhecem e que será dada a conhecer em primeira mão nesta grande celebração.!


cultura

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

Beleza

Luso-descendente representa Bolívia no Miss Hispanidad Luso-descendente concorre ao lugar de mulher mais bela dos países hispanófonos Jean Carlos de Abreu

jabreu@correiodevenezuela.com

A Associação Civil Unión Canaria de Venezuela, no Estado de Vargas, recebe, este sábado, a 38.ª edição do concurso Miss Hispanidad, onde mais de 15 jovens competem pelo galardão de mulher mais bela das nações hispanófonos. Entre elas a luso-descendente María Paola Pereira Fernandes, de 16 anos, estudante do 5.º ano do bacharelato, que representa a República da Bolívia. “Fiz um curso de férias, de modelo, para acompanhar uma amiga e distrairme (…). A certa altura, o director da academia convocou-me para uma reunião na A.C. Unión Canaria de Venezuela, mas nunca imaginei que era para entrar no evento Miss Hispanidad. Fui seleccionada para representar a Bolívia”, contou a luso-descendente. María Paola assinalou que por ser a primeira vez que participa num evento desta magnitude “tratei de conciliar as minhas outra actividades com os ensaios do concurso”. Indicou ainda que o tempo de preparação é curto, mas “a união que existe entre todas as minhas companheiras torna tudo mais fácil”. A luso-descendente referiu ainda que a preparação para o concurso é rigorosa. No entanto, disse que não tem tempo de ir ao ginásio e atribui a sua figura aos hábitos alimentares, que são equilibrados. “Só tive que sacrificar os doces, que adoro”, acrescentou. Ano de disciplina e metas María Paola Pereira comentou ainda

que neste concurso será avaliada a beleza, a desenvoltura na passerelle e a expressão. Serão entregues diversas faixas, entre elas a Miss Amizade, Elegância e Fotogenia. E “este ano o evento destacará as diferentes disciplinas desportivas de cada país participante”, explicou a jovem luso-descendente. A participante no Miss Hispanidad disse ainda que a competição é bastante forte e referiu que a maioria das concorrentes “tem experiência neste mundo, enquanto eu sou uma novata”. María Paola ainda não sabe se vai dedicar-se à moda, mas diz que se está a preparar para uma nova etapa da sua vida, que é entrar na Universidade. “Assim como este evento chegou sem que eu procurasse, quem sabe aparece outra oportunidade como esta (…). Tudo é possível”, sublinhou. A luso-descendente recebeu o apoio dos pais e do irmão, que ficaram surpreendidos quando lhes deu a notícia. “A emoção e apoio esteve sempre comigo, também por parte dos meus avós, madrinha, tias, primos e amigos. Senti muito entusiasmo e energia positiva a todo o momento”, concluiu a jovem modelo.!

csalcedo@correiodevenezuela.com

No próximo dia 16 de Outubro, decorre mais uma edição do concorrido ‘Cambalache de libros’, actividade que tem roubado a atenção de habitantes e visitantes do município Chacao. O evento foi divulgado através de comunicado pela Cultura Chacao e a ReLectura. A partir das 3 da tarde, a Plaza Los Palos Grandes recebe os participantes, que terão oportunidade de trocar livros que já não querem por outros que lhes interessem.

Ao aderir ao ‘Cambalache’, os participantes terão a oportunidade de trocar até 10 livros. Cada pessoa recebe

James Morrison em Lisboa e Porto

O britânico James Morrison vai actuar nos Coliseus de Lisboa e Porto, nos dias 27 e 28 de Março do próximo ano, respectivamente. O músico vai apresentar “The Awakening”, editado em Setembro deste ano e que entrou para o primeiro lugar do top de vendas no Reino Unido. Com 21 anos, Morrison alcançou o primeiro lugar de vários tops em todo o mundo com o álbum “Undiscovered”, devido ao êxito do single “You give me something”.

“A Bela e o Paparazzo” vai à China O filme “A Bela e o Paparazzo”, de Antonio-Pedro Vasconcelos, representará Portugal no 4º Festival de Cinema da União Europeia na China, que decorrerá em Novembro em Pequim e em duas outras cidades. Iniciado em 2008 para mostrar ao publico chinês “os filmes europeus de maior sucesso”, o festival inclui este ano uma secção de curtasmetragens, com cinco obras de outros tantos autores.

Fado, Pessoa e Santo António

‘Cambalache de libros’ em Caracas Carla Salcedo Leal

breves culturais

19

um cupão por cada um dos livros que leve. Estes cupões serão trocados por qualquer livro do seu interesse que se encontre em exibição no local. Os organizadores asseguram que os cupões que sobrem poderão ser usados em futuros ‘cambalaches’, da mesma forma que este domingo serão recebidos cupões de actividades anteriores. Nesse mesmo dia, realiza-se o evento ‘Presencia Suiza en Venezuela’, um espectáculo de Comédia à La Carte dos reconhecidos mimos e comediantes suíços ILLI & OLLI, acompanhados pelo cronista Ernst Gmünder como convidado especial.!

O fado, o Santo António e o poeta Fernando Pessoa são símbolos de Lisboa que deverão ser valorizados e utilizados para projectar internacionalmente a cidade, defendeu o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, António Costa. “Lisboa tem de ser competitiva e inovadora. Uma cidade cosmopolita e tolerante, mas que não deve esquecer os seus símbolos identitários”, sublinhou o autarca durante a Convenção Autárquica do PS Lisboa.

Mexefest na Avenida da Liberdade A primeira edição do festival de música Vodafone Mexefest, decorre nos dias 2 e 3 de Dezembro em vários espaços da Avenida da Liberdade, em Lisboa. A primeira edição do festival, que se dividirá por mais de nove salas, é composta por mais de vinte bandas, nacionais e estrangeiras. Entre os portugueses estão os PAUS, You Can’t Win Charlie Brown, We Trust, Aquaparque, Capitão Fausto, Old Jerusalém.


20 cultura

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

TALENTO LUSO Marisol da Silva

pensa verde

“Um artista tem de o ser de forma integral” Actriz guarda os ensinos da família portuguesa e deseja continuar nos palcos venezuelanos Andrea Guilarte Rincon

aguilarte@correiodevenezuela.com

Há quase seis anos no teatro venezuelano, Marisol da Silva foi produtora e actriz em quase uma dezena de peças. Como produtora, participou em dois festivais, um na Colômbia e também no Festival do Oriente, que decorreu na Venezuela. Agora prepara-se para duas curtas-metragens e para a assistência na direcção num monólogo teatral. “Acho que um artista tem de o ser de forma integral, não sou do tipo de pessoa que se envolve apenas numa área da arte, prefiro fazê-lo de forma o mais integral possível”, destaca. Actualmente tem dois papéis na peça ‘Escándalos Personales’, em cena na Sala Cabrujas do Cultura Chacao. Algumas palavras em Português fluem durante a entrevista. Os pais nasceram na Ponta do Sol, na ilha da Madeira, e herdou deles a essência da cultura lusa. “Uma boa parte do que sou deve-se aos pais e avós que tive, há que

Actualmente participa na peça ‘Escándalos personales’

honrá-los e respeitar a tradição”, sublinhou. O país luso enamorou-a desde muito pequena, quando se começaram a armazenar na sua memória as recordações do calor português: O pai a pisar as uvas com os pés para fazer vinho, as ruas com paralelepípedos, as flores ao longo

foto:cortesia

da estrada, o pão caseiro sobre a mesa e o tratamento respeitoso entre os transeuntes. Desde os 7 anos que vai à terra natal dos pais e apesar de achar que em Portugal há um número significativo de venezuelanos, acha que faz falta a este país um pouco da cultura lusitana. “Aqui há ne-

cessidade de adoptar a cultura de cuidado do português”, admite. Da Ponta do Sol guarda ainda a vista nas manhãs de Inverno. “Todas as manhãs abria as janelas, e apesar do frio, precisava de tomar o meu café a olhar para a paisagem”, recorda. Os pais vivem na Venezuela há 45 anos. Conta que eles casaram à distância, e recorda o peculiar retrato daquele dia. “A minha mãe aparece vestida de noiva e o meu pai está pintado à mão no retrato”, conta. Em San António de Los Altos, estado Miranda, o seu pai era festeiro da Virgem de Fátima, e inclusive lembra-se de interpretar, aos 9 anos, a pastorinha Jacinta nas peças que se levavam a cabo na povoação para homenagear a santa portuguesa. Revive a época em que, na companhia da sua única irmã, interpretava pequenos papéis em peças que fazia para a família, e aí começou o gosto pelos palcos, apesar de se ter licenciado em Gestão de Empresas. “Sigam os vossos sonhos. Fazer teatro neste país é quase missão impossível mas graças a Deus consegui participar nessa peça. Convido-vos a apoiar o teatro nacional”.!

IPC homenageia Rainha do Fado Filme sobre a vida de Amália será projectado no Centro Português, em Caracas Andrea Guilarte Rincon

aguilarte@correiodevenezuela.com

‘A Arte de Amália’ será exibido no bar do clube social

foto:cortesia

A rainha do fado, Amália Rodrigues, será homenageada no próximo dia 15, no bar A Nau, do Centro Português em Caracas. Ao longo de 90 minutos, os amantes deste género musical poderão recordar a cantora, com a projecção de ‘A Arte de Amália’, um documentário que capta alguns dos melhores momentos da carreira artística da cantora

portuguesa, uma compilação audiovisual que reúne algumas das suas actuações desde 1920 até 1999. A projecção é uma iniciativa do Instituto Português de Cultura (IPC), com a colaboração do clube social. O filme de Bruno Almeida comemora os 12 anos da morte de Amália Rodrigues, a figura mais conhecida e influente fora das fronteiras de Portugal através das suas múltiplas actuações internacionais, incluindo televisão e filmes. A entrada para assistir ao filme é gratuita para os sócios do Centro Português em Caracas.!

Chocolate em vias de extinção Silvia C Di Frisco

Segundo um estudo desenvolvido pela fundação Bill e Melinda Gates, o chocolate poderá tornar-se num bem de luxo nos próximos anos. Esta afirmação surge das conclusões que revelam que, em 2050, o Gana e a Costa do Marfim, países que actualmente produzem metade do cacau que é exportado para todo o mundo, não poderão continuar a cultivar a planta, devido aos efeitos das alterações climáticas. As projecções de outra investigação do Centro Internacional de Agricultura Tropical apontam que a temperatura média da terra aumentará 2,5 graus antes de 2050, pelo que as terras onde a planta do cacau é cultivada já não serão férteis. Este facto leva a pensar que se houver menos cacau, o preço desta matéria-prima terá tendência a aumentar, isto somado à crescente procura de chocolate gerada recentemente em países como a China. Algumas das soluções propostas pelos especialistas passam por desenvolver novas formas de rega, seleccionar castas mais resistentes ao calor ou mudar o cultivo do cacau para outras zonas mais frescas da África Central. Caso o problema ambiental não melhore, quando o termómetro global aumentar um grau, em 2030, vão começar a notar-se os efeitos nas plantações. Cuidar hoje é proteger o futuro das novas gerações.


13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

publicidade

21


22 opiniÃo

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Eles não são tontos Filipe Mendonça ... Gostava que a Madeira tivesse virado a página. Não virou. Mas compreendo a decisão dos madeirenses. Se vivesse num canto perdido da Calheta ou de São Vicente, talvez estivesse eternamente grato ao homem que me ligou ao mundo, que me mostrou que o Funchal, afinal, é já ali, e que plantou um centro de saúde à minha porta. Talvez. Gostava que a Madeira tivesse virado a página. Mas percebo a escolha dos madeirenses. Se vivesse perdido numa esquina da Ribeira Brava, talvez estivesse eternamente grato ao homem que ergueu a escola para o meu mais novo, ali mesmo ao lado da rotunda - a dois

Gostava que a Madeira tivesse virado a página. Não virou. Escreveu outra. Porque os madeirenses são assim.

Uma espécie de “sova”

passos cá de casa - e avançou com o subsídio para o mais velho poder estudar em Lisboa, na universidade. Talvez. Jardim ganha porque oprime, gritam os adversários. Jardim ganha porque torna possível, responde o povo. A opressão, para quem não tem pão, é outra coisa. Jardim sabe disso. A história está cheia de homens como ele, mas faltam homens com obra assim. A gratidão esquece a opressão, seja lá o que isso for para gente que há 35 anos vivia na segunda região mais pobre do país, e que hoje levanta a cabeça para falar do segundo canto mais rico de Portugal. É a dívida, gritam os cubanos. A dívida na Madeira está na vida das pessoas, como aqui

está nos nossos bolsos. Com uma diferença: a dívida na Madeira tornou possível. E pagase, aqui ou lá. Está na hora de deixar de olhar para os madeirenses como um bando de iletrados, “semi-tontos”, brincou a Helena Matos. Atenção aos resultados desta noite. Jardim ganha, mas tem o pior resultado de sempre. Governa sozinho, mas enfrente a maior oposição da história. O PS, fabricante da dívida de todos, tem um castigo exemplar. E a esquerda? Desaparece (ou quase) do Parlamento Regional e descansa no discurso de Jardim. “Face a este capitalismo selvagem impõe-se o intervencionismo disciplinador do Estado nos meios financeiros”. Bloco e CDU? Para quê?

Olhem para os concelhos mais pobres da Madeira e vejam os resultados do PSD. Esmagadores. Os madeirenses são tudo menos “semi-tontos”. E em relação à falta de saúde democrática do “regime”, outro rasgo de ironia: dos nove partidos concorrentes a estas eleições, oito conseguiram votos suficientes para terem representação parlamentar. Até o partido dos animais (PAN). E nós, aqui no canto iluminado do continente, do alto da nossa intelectualidade, mais não temos conseguido do que meter os cinco de sempre em São Bento. Gostava que a Madeira tivesse virado a página. Não virou. Escreveu outra. Porque os madeirenses são assim.

exige transparência e saber, responsabilidade e determinação, a margem de erro é bem menor. O PSD terá que transformar balda em assiduidade, desleixo em compromisso e autoritarismo em diálogo. Mas não é o único a ter que mudar de vida. O PS também está obrigado a regenerar-se de vez, dando lugar à competência, para que não repita equívocos, se é que ainda quer ser olhado como uma alternativa geradora de consenso. Foi importante ter um projecto de poder e caras alternativas. Contudo, entre outros pormenores, esqueceuse que só os candidatos a deputados é que seriam eleitos. A CDU e o BE, ao registarem perdas, nalguns casos surpreendentes, deverão repensar estratégias, sem perder o ânimo que bem conhecem, de que “a luta continua”, apesar da ingratidão da política. E até o CDS-PP, a viver horas de júbilo merecido, é chamado a honrar propostas concretas para que a Madeira não perca de vez o pouco que lhe resta.

O descontentamento expresso nas urnas, gerador da fragmentação, de um Parlamento com oito forças e do desperdício de votos, é severamente flutuante. Mais, tem tendência a castigar os que agora cantam vitória e se preparam para prolongar a comédia. O tempo que aí vem desaconselha excessos e exibicionismos ridículos. Os dados essenciais estão lançados. No tempo de austeridade e de ajustamento financeiro que nos espera, os madeirenses aconselham o futuro governo a proceder a cortes cirúrgicos, de preferência sem afectar os rendimentos já escassos de cada contribuinte. A ordem é para que reduza na despesa pública e em particular na pesada máquina administrativa madeirense. E para que não dê cabo da economia regional, das empresas e dos empregos. Ao novo governo e também à oposição, o eleitorado pede o impossível, o rigor e a exigência a que não estão habituados. Aos madeirenses de boa vontade

exige-se monitorização permanente até porque, por muito repetitivo que possa parecer, convém lembrar que a democracia não se esgota nas eleições, nem nos partidos. Aliás, as eleições de ontem têm nuances repugnantes. Deram azo a mais uns atentados à qualidade da democracia regional. As irregularidades que configuram crimes denunciados durante o dia pela Comissão Nacional de Eleições envergonham uma Autonomia que se diz superior e que não recebe lições de ninguém. Devia aprender. Não deixa de ser preocupante que alguns festejem atirando explosivos contra quem partilha notícias, gritando ser seu sonho ver “o DIÁRIO a arder”. Não confundimos as vozes. Acreditamos que a socialdemocracia dos valores não se revê na mediocridade, nem nas ofensas às mães de quantos aqui trabalham com um único propósito de informar com rigor para que os madeirenses possam decidir com mais certezas.

Ricardo Miguel Oliveira

A nova maioria está

Os madeirenses são soberanos. No domingo, 10 de Outubro, embora não dando a maioria dos votos a quem sempre ganhou, escolheram preferencialmente o modelo de desenvolvimento a que se habituaram e o estilo populista que apreciam, feito de inaugurações, festas e jantares onde não há lugar para discutir consequências e a ‘fome’ que aí vem. Presume-se que quem se dignou votar, ou a tal foi ilegalmente obrigado, escolheu em consciência, foi honesto e nada deve à lucidez. O voto garantiu ao PSD mais deputados que a toda a oposição junta, uma opção que, sem ser esmagadora, dá aos social-democratas as condições necessárias para governar num novo ciclo. Afinal, como o próprio partido admite, em jeito de “sova”, a vitória é uma “nova oportunidade” para que Jardim e seus pares “mudem de atitude” em termos de gestão financeira. No mandato em que se

obrigada a mudar de atitude. Por não ser esmagadora. Por estar já a perder.

"Se queres ser colunista de opinião neste meio de comunicação, candidata os teus textos através do correio electrónico correio.prensa@gmail.com. Necessitamos do teu nome completo, um título para a coluna e um texto de 2500 caracteres máximo"


opiniÃo

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

Cartas

23

Favor enviar as suas cartas e comentários ao endereço electrónico: correio.prensa@gmail.com

Onde estão os bancos portugueses?

Estimados conterrâneos da comunidade. Escrevo esta carta pois nos últimos meses notei uma ausência quase absoluta, para não dizer absoluta, dos representantes dos bancos portugueses com representações comerciais na Venezuela nos mais diversos eventos da comunidade. Sabemos que temos inúmeros centros sociais e associações que, semana após semana, realizam iniciativas, muitas das quais precisam do apoio destas instituições financeiras para seguir em frente com o seu trabalho. Parece que os bancos só estão para a comunidade quando precisam do nosso dinheiro e que se escondem quando nós precisamos de algo deles. Isto só traz perguntas à minha cabeça: Será que a crise os afecta ao ponto que já não poderem apoiar iniciativas? Será que estão à procura de clientes no interior do país e esqueceram-se da capital? Será que estas representações comerciais só pensam no dinheiro e aborrece-os estes eventos realizados com o orgulho de ser português? Vemos logótipos e slogans, mas de intenções, não sabemos… Rosário da Costa Rocha

inquérito

Porque não chega o computador Magalhães ao estado Zulia? As nossas autoridades deveriam estar mais activas nas coisas que relacionam Portugal com a Venezuela, como por exemplo o caso dos computadores Magalhães, que permitiram à empresa JP Sá Couto um encaixe financeiro muito bom. Mas acontece que pese embora o esforço feito pelo Governo venezuelano por maximizar o programa escolar, há sectores neste país empenhados em contrariar o Governo, e por conseguinte, os avanços nas relações diplomáticas entre Portugal e a Venezuela. É inacreditável que um funcionário governamental faça o impossível para torpedear a entrada no primeiro ciclo dos computadores Magalhães, aqui chamados ‘Canaima’. Nós mesmo somos vítimas, porque na escola dos nossos filhos não há computadores Canaima ou Magalhães, o que impossibilita os nossos filhos de terem acesso à nova tecnologia educativa. São estes tipos como Pablo Perez & Lda que vamos eleger para Presidente da República e acabar com o pouquinho de bom que o Chávez tem feito? E as nossas autoridades, principalmente as de Maracaibo, que deveriam denunciar isto, pelo contrário, fazem vista grossa e apoiam estes vagabundos da quarta república.

Mário Luís Varela Duarte

Sobre os motorizados

Viva João jardim!

Estudando um pouco da recente lei que regula os veículos motorizados, dei-me de conta de uma série de situações irregulares que impedem a execução dessa mesma lei com êxito. Se bem que é certo que os ‘cavalos de aço’ têm uma responsabilidade fundamental no caos do tráfego citadino, os veículos automotores e todo a rede viária também têm a sua percentagem de pecado. Primeiro, se não há autoridades de trânsito em número suficiente para controlar as irregularidades que acontecem actualmente, haverá para sancionar os motorizados que infrinjam as normas…? Uma parte da lei estabelece que estas pessoas (os motorizados) deverão utilizar as margens nas autoestradas e vias rápidas. Então e as vias, em especial as margens, estarão num estado adequado para que uma moto possa circular livremente? E se há um carro acidentado na via? Adicionalmente, o sistema deve garantir a segurança dos motorizados quando transitem pela margem, “arriscando-se a que os roubem”. Estes e muitos outros cenários são os que me fazem pensar que criar normas para regular os motorizados será inútil enquanto não se solucionarem as falhas de todo o sistema de trânsito terrestre, somando-se, claro, à consciencialização e consideração de todos os utentes do sistema.

No passado domingo, fiquei feliz ao saber dos resultados das eleições legislativas da Madeira. Ainda que muitos o tenham criticado, principalmente os seus opositores e os portugueses do continente, fica demonstrado que Jardim é o nosso maior orgulho. Já basta que o governo luso e os seus diferentes ministérios queiram brincar com a nossa ilha como se se tratasse de um boneco qualquer a quem podem vestir como lhes dê na gana. A Madeira é nossa, Jardim é nosso e o PSD -Madeira é respeitado. Oxalá que os portugueses do continente consigam ter a adesão e a força organizativa que os madeirenses demonstraram nos últimos 30 anos; só assim conseguirão sair desta grande crise na qual estamos por má gestão, péssimas decisões e falta de boas ideias. Tomem Jardim como exemplo e verão que podemos chegar longe como nação produtiva e pioneira nas mais diversas áreas. Viva João jardim!

Andreina Gouveia

Zé António Vieira

As Eleições Legislativas na Região Autónoma da Madeira, realizadas a 9 de Outubro último, culminaram com nova vitória do PSD de Alberto João Jardim, que conseguiu somar 48,5% de votos expressos. Contudo, a abstenção voltou a ser elevada, 42. 5%. Como vê esta ausência dos madeirenses nas urnas?

Fabiana de Sousa

Lucía Alves de Pita

Quiçá para os madeirenses não é tão importante votar como para nós aqui. Na Venezuela, cada vez que há eleições, mais pessoas vão votar, mas lá não. Isto está mal, porque eles também têm o seu direito e o dever de decidir. E se quase metade não se interessa, então depois no terão direito a queixar-se.

Parece-se que à colónia portuguesa estabelecida na Venezuela não lhe chegou a informação que merecia sobre este tema. A comunidade aqui não está bem informada sobre como devem ser as votações à distância, fora do país. Contudo, eu sinto que há muita concordância na Madeira, independentemente das falhas económica. Muita gente tem presente que Jardim fez coisas muito boas pela ilha.

Roberto da Silva

Zeila Agostini

É provável que os madeirenses não estejam de acordo com o sistema da política, porque não estão cumprindo com as metas que as pessoas esperam. Eu creio que as pessoas abstiveram-se de votar porque não há nenhum candidato que verdadeiramente represente a vontade do povo, com que ele possa identificar-se.

42,5% de abstenção é bastante considerável. É uma percentagem assinalável. Poderá significar que as eleições foram bastante competitivas. Sempre há abstenção, assim como sempre há descontentes devido a problemas de índole diversa.


24 lazer

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro de 2011

Horóscopo

SUDOKU

Carneiro

21/03 - 20/04

Touro

21/04 - 20/05

Gémeos 21/05 - 21/06

Amor: Preste mais atenção ao que se passa

Amor: Um acto de grande generosidade

Amor: Uma amiga muito especial necessi-

em seu redor. Olhe tudo com amor, assim a

poderá comovê-lo. Saúde: Modifique o seu

tará da sua ajuda. Saúde: Nesta fase, siga

vida será uma festa!

modo de pensar para que a sua saúde seja

à risca as recomendações do seu médico.

Saúde: Proteja-se de correntes de ar.

uma constante, tenha pensamentos positi-

A doença é alimentada pela nossa emissão

Dinheiro: Aconselhe-se acerca dos novos

vos. Dinheiro: Nunca é tarde para investir na

mental negativa! Dinheiro: A sua situação

planos de investimento financeiro.

sua formação académica.

financeira tenderá a melhorar.

Caranguejo

Leão

22/06 - 21/07

Virgem

22/07 - 22/08

23/08 - 22/09

Amor: Não descarregue nos outros as suas

Amor: Está previsto um dia marcado por mo-

Amor: Faça uma surpresa à sua cara-meta-

inquietações. Saúde: Poderá vir a sofrer

mentos de grande paixão. Saúde: Não seja

de. Não julgue o seu próximo! Saúde: Não

de tendinites. Expulse a sua enfermidade,

pessimista, vencerá todos os obstáculos

fume quando estão outras pessoas ao pé de

confiando na sua cura, você tem o poder!

que se atravessem na sua vida. Dinheiro:

si. Dinheiro: O seu chefe poderá chamá-lo a

Dinheiro: O seu esforço profissional será

As poupanças que fez assegurar-lhe-ão um

atenção devido aos objectivos que tem que

recompensado.

bom nível de vida.

cumprir.

Balança

23/09 - 22/10

Escorpião

23/10 - 21/11

Sagitário 22/11 - 21/12

Amor: Quantas vezes as aparências enga-

Amor: O afastamento físico entre si e a

Amor: Relação feliz e duradoira com o seu

nam e o que pensamos ser um erro é o que

pessoa amada poderá causar grande sofri-

amor de toda a vida. Saúde: Aconselhe-se

está certo na vida dos outros? Saúde: Cuide

mento. Saúde: Tenha cuidado com alguns

com o seu médico assistente sobre os cui-

da sua saúde. Dinheiro: A sua competência

insectos. Dinheiro: Um amigo convidá-lo-á

dados que deve ter nesta fase da sua vida.

estará em causa. Esteja atento para intervir

para integrar um negócio que se revelará

Dinheiro: Afaste-se de pessoas interessei-

no momento certo.

muito lucrativo.

ras e invejosas.

Capricórnio

21/12 - 20/01

Aquário

21/01 - 19/02

Peixes 20/12 - 20/03

Amor: Poderá envolver-se numa forte dis-

Amor: Os desentendimentos existentes en-

Amor: Siga a sua intuição, pois sabe exacta-

cussão com um grande amigo. Saúde: Vá

tre si e o seu par terminarão dentro de pouco

mente o que quer e o que não quer da vida.

com maior regularidade ao médico. Din-

tempo. Saúde: O inchaço nos pés poderá

Enfrente a vida tal como ela se lhe apresen-

heiro: Todos temos as nossas lutas, mas só

incomodá-lo, descanse mais. Dinheiro: Pon-

ta, com as suas alegrias e tristezas. Seja co-

quem sabe superá-las pode ser considerado

dere bem antes de tomar qualquer decisão

rajoso! Saúde: Coma mais lacticínios. Din-

vencedor!

a nível financeiro.

heiro: Situação instável a nível profissional.

cine ! as estreias da semana ... na Venezuela

No Me Quites A Mi Novio

Barneys Version

Moneyball

Travesia Del Desierto

El Rey Leon 3D

A Outra Verdade Route Irish

A Casa dos Sonho Dream House

... em Portugal

Contágio Contagion

Identidade Secreta Abduction

Os Três Mosqueteiros The Three Musketeers

Solução anterior - Edição 427

labirinto


13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

publicidade

25


26 saúde ›

Saúde ao día

Tuberculose recua

A tuberculose recuou pela primeira vez no mundo, anunciou a OMS, que apela aos países para apoiarem mais a luta contra as variantes da doença resistentes aos medicamentos. De acordo com o relatório anual da OMS sobre a tuberculose, 8,8 milhões de pessoas apanharam o bacilo da doença no ano passado, contra 9,4 milhões em 2009, uma descida de 1,4 milhões nos infectados.

Melhorar medicamentos

A Comissão Europeia quer melhorar a informação dos medicamentos sujeitos a receita médica, nomeadamente a disponibilizada via Internet, tendo apresentado propostas legislativas nesse sentido. Neste sentido, Bruxelas quer que a informação sobre estes medicamentos seja disponibilizada apenas por canais de comunicação restritos.

Complementos inúteis

“Descobrimos que diversos complementos vitaminados ou minerais frequentemente utilizados, como os produtos multivitaminados, as vitaminas B6, ácido fólico, ferro, magnésio, zinco e cobre, estão relacionados com riscos mais elevados de mortalidade”, dizem os autores de um estudo publicado nos EEUU.

Excessivo de cafeína A Direcção-geral de Saúde de Portugal alertou para o elevado consumo de cafeína pelos jovens, sublinhando que pode “mascarar problemas de falta de sono”, aumentar a pressão arterial ou causar insónias e tremores; explicou o coordenador da Plataforma Contra a Obesidade da DGS, Pedro Graça.

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Actual

Os riscos de sobrealimentar as crianças Excessivo consumo de proteínas na infância pode trazer consequências nefastas para a saúde a longo prazo. Andrea Guilarte Rincón

aguilarte@correiodevenezuela.com

Durante o XV Congresso Nacional de Nutricionistas e Dietistas da Venezuela, o especialista em alimentação infantil Rafael Quevedo explicou porquê que o tipo de nutrição que o lactante recebe durante os primeiros meses de vida é determinante para o seu correcto desenvolvimento e para a saúde da criança a longo prazo. Existe a tendência de exagerar a alimentação dos recém-nascidos, sobretudo dos prematuros ou dos que nasceram com peso mais baixo, para acelerar o seu crescimento. Hoje sabemos que o importante é que o peso e o tamanho da criança estejam de acordo com a sua idade e que sejam controlados pelo pediatra ou especialista, de acordo com as curvas de crescimento propostas pela Organização Mundial de Saúde (OMS), de 2006, baseadas em vários estudos de crianças alimentadas exclusivamente com leite materno feitos em todo o mundo. Segundo Quevedo, so-

Consumir certos alimentos em excesso traz consequências prejudiciais

brealimentar as crianças durante os primeiros anos de vida, longe de beneficiar o seu crescimento, pode aumentar o risco de desenvolvimento de doenças crónicas na vida adulta, tais como hipertensão, diabetes tipo II e doença cardiovascular, para além de poderem ocorrer casos de obesidade. Para um adequado desenvolvimento da criança, os peritos recomendam leite materno como melhor alimento. Alguns estudos científicos dizem que o aleitamento materno na infância pode proteger contra o risco, a longo prazo,

de desenvolver obesidade, hipertensão, níveis elevados de colesterol e diabetes. Isto relaciona-se com um crescimento mais proporcional da criança, já que o leite materno tem energia e proteínas que são óptimas para o crescimento e desenvolvimento do bebé. O especialista destacou outro aspecto importante da nutrição infantil: O consumo de proteínas, mas não em excesso, já que a elevada ingestão das mesmas durante a infância leva a um crescimento acelerado, aumentando, posteriormente, a acumulação excessiva de gordura no orga-

Ganhar ou perder importa Os sinais gerados quando alcançamos o êxito ou fracassamos são processados por todo o cérebro Silvia C Di Frisco

sdifrisco@correiodevenezuela.com

Um estudo levado a cabo pela Universidade de Yale, no Connecticut, Estados Unidos, e publicado na revista Neuron, diz que ganhar ou perder importa muito, pelo menos na área da saúde cerebral. Os sinais gerados quando uma pessoa alcança o êxito ou quando fracassa não se processam numa zona específica do córtex cerebral, como acontece, por exemplo, na zona encarre-

gue de processar as recompensas. Neste caso, as conexões neuronais estendem-se praticamente por todo o cérebro. Este facto leva à conclusão de que todo o cérebro se preocupa com o êxito e com o fracasso, com o ganhar ou o perder, pelo que as referidas experiências são realmente importantes para a aprendizagem em todos os campos. Ou seja, todo o órgão cerebral está envolvido no processo de sinais gerados a partir dos resultados das decisões tomadas. A experiência decorreu em indivíduos com idades compreendidas entre os 19 e os 37 anos, cujas respostas cerebrais foram submetidas a observação quando praticavam jogos simples, como por

exemplos ‘pedra, papel ou tesoura’. O estudo foi realizado durante uma hora e meia, durante a qual os sujeitos permaneceram ligados a um scanner cerebral de ressonância magnética funcional. “Estas descobertas poderão servir para diagnosticar e tratar diversos problemas psiquiátricos, como o abuso de substâncias ou quadros obsessivos compulsivos que influenciam a capacidade de utilizar as recompensas para alterar os comportamentos de forma flexível”, explicou Timothy Vickery, investigador do Departamento de Psicologia da Universidade de Yale e autor principal do estudo.!

foto:cortesia

nismo, trazendo, no futuro, consequências nefastas à saúde. Quevedo apontou ainda que as crianças devem ser alimentadas preferivelmente com leite materno ou com fórmulas infantis que tenham níveis de proteínas adequados à promoção de um óptimo crescimento e desenvolvimento. “É importante que os pais se deixem guiar pelo seu pediatra de confiança no que diz respeito à alimentação adequada dos seus filhos, para lhes proporcionar uma vida mais saudável durante todas as etapas da sua vida”, disse.!


desporto

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

27

Euro2012

Portugal repete Bósnia no ‘playoff’ Derrota na Dinamarca obrigou selecção lusa a disputar mais dois jogos CORREIO/LUSA A repetição do embate entre Bósnia-Herzegovina e Portugal e o confronto entre Turquia e Croácia marcaram o sorteio para os ‘playoff ’ de apuramento para o Europeu de 2012, que será realizado conjuntamente pela Ucrânia e pela Polónia. O sorteio, realizado quintafeira, 13, na cidade polaca de Cracóvia, ditou que a selecção portuguesa volte a defrontar a sua congénere bósnia, depois de há dois anos ter afastado a equipa dos Balcãs no ‘playoff ’ de apuramento para o Mundial da África do Sul. As duas selecções acabaram por ser relegadas para o ‘pla-

yoff ’ após uma ronda final em que cederam nos momentos cruciais, tendo Portugal sido relegado para o segundo lugar do grupo H após derrota por 2-1 em Copenhaga diante da Dinamarca, quando um empate bastava para a equipa das “quinas” garantir o primeiro posto. A Bósnia tinha uma tarefa mais complicada, já que tinha de vencer em França, mas um golo de Dzeko, aos 40 minutos, deixou os bósnios a sonhar com a presença directa no Europeu, vindo a “despertar” aos 78 minutos, quando Nasri, na conversão de uma grande penalidade, igualou a contenda e “atirou” a Bósnia para o ‘playoff ’. Há dois anos, na corrida para o Mundial da África do Sul, Portugal conseguiu ultrapassar este obstáculo, ao vencer

na primeira mão do ‘playoff ’ por 1-0, golo de Bruno Alves, tendo Raul Meireles garantido nova vitória por 1-0 na segunda mão, “selando” definitivamente a presença da selecção lusa em África. Sendo classificada como o adversário mais incómodo do pote 2, os não cabeças de série, a Turquia saiu à Croácia, no que constitui o confronto teoricamente mais forte dos ‘playoff ’. Apesar da excelente prestação no Euro2008, em que foi terceira, a Turquia não conseguiu reunir “ranking” que lhe permitisse ser cabeça de série neste sorteio, tendo sido ultrapassada pela República da Irlanda. Os irlandeses ficaram mesmo com a selecção que era preferida por todos no arranque para o sorteio, a Estónia,

Ao perder na Dinamarca, selecção lusa adiou a qualificação para o Euro2012

formação que nunca conseguiu se apurar para uma fase final, enquanto a outra selecção menos cotada, o Montenegro, vai defrontar a República Checa, crónica participante em fases finais. Os jogos da primeira mão estão agendados para 11 e 12 de novembro, estando a segunda mão marcada para 15 de novembro. Os vencedores dos ‘playoff ’ apuram-se para o Europeu, que decorrerá na Ucrânia e na Polónia entre 8 de junho e 1 de

julho de 2012. O sorteio para a fase final realiza-se em 2 de dezembro em Kiev, ficando as 16 equipas apuradas repartidas em quatro potes, sendo já conhecidos os quatro primeiros cabeças de série: Ucrânia e Polónia, países organizadores, Espanha, detentora do título, e Holanda. O Europeu de 2012 será o último cuja fase final é disputada por 16 selecções, sendo que o Europeu de França, em 2016, será o primeiro a contar com 24 selecções.! PUB


28 desporto

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

Mundial 2014

Venezuela bate Argentina Vinotinto protagonizou uma das maiores surpresas da segunda jornada CORREIO/LUSA A Venezuela protagonizou uma das maiores surpresas da segunda jornada da fase de qualificação sul-americana ao Mundial2014 em futebol, ao bater a favorita Argentina em Puerto la Cruz. Num jogo em que Otamendi (titular) foi o único “português” a pisar o relvado, bastou um golo solitário de Fernando Amorebieta, aos 61 minutos, para a Venezuela somar os três primeiros pontos neste torneio sul-americano. Ao contrário do central do FC Porto, o sportinguista Insua e o benfiquista Gaitan estiveram entre as opções do seleccionador Alejandro Sabe-

lla, mas não saíram do banco de suplentes. Na Bolívia, o ex-portista Radamel Falcao voltou aos golos decisivos, sendo do agora jogador do Atlético de Madrid o tento que garantiu a “suada” vitória da Colômbia em La Paz. Depois de uma primeira parte sem golos, os forasteiros inauguraram o marcador três minutos depois do descanso, por intermédio de Dorlan Pabon. O resultado voltou a mexer a cinco minutos do fim, desta vez para a Bolívia, com o golo de Walter Flores, embora os anfitriões tivessem deixado escapar o ponto já em período de compensações. Relegado para o banco de suplentes, Falcao entrou para o lugar de Teofilo Gutierrez, aos 72 minutos, e acabou por ser decisivo para a selecção colombiana, pela qual também

Bastou o golo solitário de Fernando Amorebieta para a Venezuela somar três pontos

jogaram os portistas Guarin e James Rodriguez. Com os portistas Cristian Rodriguez e Alvaro Pereira e o benfiquista Maxi Pereira, o Uruguai deixou fugir a vitória nos descontos na visita ao Paraguai, num confronto entre dois grandes candidatos ao apuramento. Diego Forlan inaugurou o marcador já no segundo tempo, aos 68 minutos, mas os paraguaios conseguiram empatar nos últimos instantes dos descontos, por intermédio de Richart Ortiz. O seleccionador paraguaio,

Francisco Arce, apostou na titularidade de Oscar Cardozo, mas o goleador do Benfica ficou em “branco” e foi substituído logo depois do golo de Forlan, por Luis Caballero. O Chile, que contou com o sportinguista Matias Fernandez nos últimos cinco minutos, foi o autor da goleada da ronda, ao bater por 4-2 o Peru, onde o também “leão” Alberto Rodriguez foi titular. Como anfitrião do Mundial2014, o Brasil aproveitou esta jornada de qualificação para um particular no México e só na recta final do jogo con-

FOTO: CORTESIA

seguiu inverter uma desvantagem madrugadora. Uma infelicidade do exbenfiquista David Luiz, logo aos 10 minutos, colocou o México por cima do marcador no Estádio Corona, uma vantagem virada do “avesso” nos últimos 10 minutos. Ainda com Hulk, que mereceu a titularidade de Mano Nunes, em campo, Ronaldinho empatou para o Brasil a 11 minutos do fim. O avançado portista foi substituído logo depois, por Jonas, e três minutos volvidos a “canarinha” deu a volta ao resultado, graças a Marcelo.!

PUB

A 19 de Outubro, Venezuela Contacto apresenta a história de Joaquim Santiago, carregada de perseverança e luta ante as adversidades. Veterano da guerra colonial, chegou ao nosso país forçado a abandonar a sua terra natal. Também podermos desfrutar da festa luso-venezuelana que é uma celebração que se leva a cabo por motivo do fortalecimento dos laços de irmandade entre Portugal e Venezuela, que se realizou pela segunda vez na Ribeira Brava, Madeira; organizada pela fundação sem fins lucrativos “O Chapéu da Esperança”, em colaboração com o Cônsul Geral da Venezuela no Funchal Félix Méndez Correa e o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Brava, Ismael Fernandes, entre outras organizações. “Contacto Venezuela” é tr ans-

mitido quinzenalmente, todas as

sextas-feiras, em três emissões. É produzido por Roteiro Filmes C.A., Produtora Nacional Independente que desde Novembro de 2007 é responsável do programa “Contacto Venezuela” para RTPI.

Através do endereço electrónico: http://ww1.rtp.pt/multmedia/lindex.php?tvprog=17736 poderão consultar o arquivo dos programas emitidos recentemente. VENEZUELA CONTACTO Quarta-feira, 19 de Outubro. Hora venezuelana: 4:30am 3:30 p.m. – 9:30 p.m.

roteirofilms@gmail.com

venezuelacontacto@gmail.com

Na edição de sexta-feira, 14 de Outubro, a Academia de Campeones apresentará a cerimónia da entrega de prémios da III Copa Compotas Humboldt, que se realizou nas instalações do colégio Tirso de Molina. No mesmo programa vamos dar continuação ao torneio de futebol disputado entre mães e filhos, cuja apresentação iniciámos na edição anterior, e no qual participaram as equipas dos colégios Fray Luis de León, San Agustín, Tirso de Molina, Deportivo los Ilustres e o anfitrião do evento colégio Humboldt. Para todos, O FUTEBOL é um desporto; para muitos é uma paixão e para a ACADEMIA DE CAMPEONES é o nosso COMPROMISO, exaltar o futebol jovem da Venezuela. Acompanham-te ,Te acompañan con mucho cariño, todos los

Sexta-feira às 5:00 p.m.

viernes a las cinco de la tarde (5pm) por Meridiano Televisión, Bibiana Vieira y Gisell de Sousa. Todos as sextas-feiras às cinco da tarde (5pm) na Meridiano Televisión, os especialistas em desporto.

academiadecampeones@gmail.com

Av. Principal San Luis,Torre Mayupan, Piso 1, Ofic. 1-4, Urb. San Luis El Cafetal. Distrito CApital. Caracas-Venezuela. Zona Postal 1061


desporto

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

29

COPA VENEZUELA

Esppor falha quartos de final Merengues não marcaram golos suficientes como visitantes para passar à fase seguinte da competição Carla Salcedo Leal

csalcedo@correiodevenezuela.com

Parece que a ‘malapata’ do Real Esppor continua, porque o onze merengue não só não viu a luz no Torneiro Abertura como também sofreu um irreparável revés no seu último encontro da Copa Venezuela, que, apesar de ter tentado reparar, acabou com as aspirações de seguir para os quartos-definal. Ida e volta dolorosa Na quarta-feira, 5 de Outubro, os pupilos de Noel Sanvicente viajaram até ao estado Bolívar para enfrentar os Mi-

neros de Guayana num traumático encontro que os caraquenhos perderam por 2-1. Ainda durante a primeira parte, o Esppor mostrou-se na sua melhor forma, mas ao regressar do descanso, a história mudou. Apesar disso, os merengues não baixaram a cabeça e continuaram a lutar para igualar o marcador. Ao minuto 71, com apenas um minuto em campo, Jonathan Guerra aproveitou uma bola parada que surgiu de uma disputa entre Chará e Piñango para conseguir a igualdade no marcador. Mas todo o esforço foi derrubado quando o encontro já estava no tempo extra, depois de um erro de Víctor Rivero, que permitiu o golo de Julio Gutiérrez, sentenciando o resultado final. Javi Campos foi um dos jogadores que mostrou mais eficácia durante o primeiro en-

O rendimento da equipa melhorou em campo

contro, gerando claras oportunidades no terreno. Ao regressar a Caracas, o Esppor saltou para o campo disposto a ganhar o encontro. E assim foi, ainda que os golos de Luiyi Erazo, Ángel Chourio e Lewis Zapata não tivessem bastado. O marcador fixou-se nos 3-2 mas a vitória de Sanvicente em casa não chegou para seguir em frente pois não alcançou a diferença de pontos em golos marcados fora de casa. Em traços gerais, ambas as equipas mantiveram-se bastan-

FOTOS: CORTESIA REC

te equilibradas, apesar das tácticas ofensivas dos guayaneses, que deram frutos no final, acabando com a festa do Esppor quando o encontro já se jogava fora do tempo regulamentar, com uma jogada bastante confusa ao minuto 90+1. União sólida Apesar da dificuldade que o Esppor sentiu para ganhar os jogos e dos rumores gerados pelas derrotas na actual campanha, o presidente do clube, Ricardo González, seguiu em

frente e assegura que a direcção confia plenamente nas decisões do professor Noel Sanvicente. “Nós confiamos no projecto de Noel. Temos um projecto de clube a longo prazo. Este ano tivemos que reduzir o investimento para levar por diante projectos como a casa clube e não tivemos problemas em fazê-lo. Estou certo de que chegará o momento de sucesso para o Real Esppor porque estamos a trabalhar para isso”, disse González, através do programa de rádio do clube.! PUB


30 desporto

correio de venezuela • 13 a 19 de outubro DE 2011

SURF

Sérgio Martins: “Quero ser campeão mundial” Madeirense representará a Venezuela no Mundial de Surf Master 2011 Carla Salcedo Leal

csalcedo@correiodevenezuela.com

Poucos sabem que nas fileiras da selecção venezuelana de Surf há um campeão de origem portuguesa. Trata-se de Sérgio Martins, um madeirense oriundo da freguesia do Monte, Funchal, que chegou à Venezuela aos 3 anos de idade. Actualmente, Martins vive em San Diego, Califórnia, onde é team manager e assessor de marketing e competições da Billabong, actividades que combina com o surf e o trabalho como editor da revista ‘Ripeando’. Martins partiu na passada terça-feira, 11 de Outubro, para El Salvador, onde representará a Venezuela no ISA World Master Surfing Championship 2011, entre os dias 16 e 23 de Outubro, e antes de partir conversou em exclusivo com o CORREIO sobre a sua carreira. Como chegou a esta disciplina? Comecei a surfar aos 11 anos graças ao meu irmão. Praticava bicicross naquela altura e o meu irmão começou a levarme para a praia e desde a primeira vez que toquei na água nunca mais parei de surfar.

da Venezuela usam ou usaram as pranchas feitas por Gilberto. Comentava que este não era um desporto do qual se pudesse viver quando começou. Como foi que os seus pais receberam a notícia de ser surfista? Compensava com o que ganhava nos prémios e com algum trabalho. Os meus patrocinadores sempre me deram a oportunidade de trabalhar nas suas empresas. Os meus pais sempre me apoiaram incondicionalmente, somos uma família muito humilde, a minha mãe era porteira e o meu pai fazia móveis de bambu e ‘rattan’ e acabaram por trabalhar no Centro Português como porteiros. Eles não podiam dar-me um apoio económico para levar em frente a carreira no surf, mas sempre me apoiaram com o que queria fazer, o que agradeço porque hoje em dia faço o que gosto. Já surfou em Portugal? Fui a Lisboa há cinco anos como treinador da selecção júnior venezuelana. Estivemos na Costa da Caparica e na Ericeira, mas estou louco por ir à Madeira um dia, é algo que me tem deixado inquieto. Não posso deixar de ir à Madeira, ainda mais quando sei que as ondas lá são como um Hawai no Atlântico.

Há alguma competição que tenha sido memorável para si? A primeira prova internacional onde correu bem, nas Barbados. Ali fiquei em quarto, e uma das coisas que mais me motivou é que o campeão nessa altura foi Kelly Slater, campeão do mundo hoje em dia. Depois disso, em 2000, quando fui campeão no Peru, onde competi com três peruanos na final. E há dois anos, numa competição em Los Caracas, em que pensei que estava numa etapa de queda, mas estava inspirado e ganhei. Onde estão as melhores ondas? No Panamá há ondas muito boas, mas o meu local favorito para surfar é nas Barbados, foi ali que aprendi a surfar boas ondas. Ainda não fui à Indonésia, mas pelo que vi em vídeos parece-me um lugar incrível. A nível pessoal, quem te deixou ser surfista? Sou uma pessoa normal, como outra qualquer, com problemas, virtudes e defeitos, mas o surf ajudou-me a gerir a parte pessoal com muita paciência. O surf ensinou-me a levar a vida com calma e a pensar bem nas coisas antes de fazê-las. De onde surgiu a ideia de fazer ‘Ripeando’? Queria dar algo ao surf porque

a modalidade deu-me tudo. Em 2002, tentei, junto com os meus dois melhores amigos, fazer uma revista, a ‘Sesión Magazine’, mas veio a crise do petróleo e não pudemos continuar. Agora com ‘Ripeando’, a Billabong, ao ver que o meu ciclo desportivo estava a acabar, deu-me a oportunidade da revista, e esta é uma forma de fazer carreira no surf. Pareceume atractivo porque continuo a fazer o que gosto e estou a ajudar as novas gerações com algo que a minha geração não teve, pois naquela época não havia revistas nem programas de televisão dedicados ao surf. Como se prepara para o Mundial? Não penso muito no facto de ir a um mundial, mas sim que tenho de ir escalando série por série. Quero ser o campeão mundial, mas primeiro estou

a estudar o movimento das ondas no local que se presta ao meu estilo de surf, embora tenha ido apenas uma vez. Tenho que observar muito, antes de surfar temos de ler o mar, tem de haver uma conexão entre nós e o mar. Há muitos luso-descendentes a praticar surf. Que conselho lhes dá? Que acreditem neles e entendam que tudo o que fazemos na vida tem a ver com a constância e a perseverança. Ninguém nasceu ensinado e se traçamos uma meta, podemos cumpri-la. Se estão a planear uma carreira profissional, têm de estar bem cientes de que há que haver um equilíbrio entre todos os aspectos da vida, estar bem nos palcos e também nos estúdios, e cumprir os compromissos assumidos.!

Amor à primeira vista? Sem dúvida alguma desde esse momento que me dediquei totalmente ao surf. Tudo o que tenho feito na minha vida tem sido em torno do surf. O surf foi um elemento comum na sua família, o seu irmão (Gilberto Martins) é considerado o melhor ‘shaper’ da Venezuela… mas como faziam para surfar naquela altura? Quando éramos mais novos, todas as férias e fins-de-semana íamos para Los Caracas, onde o meu padrinho, Gabriel Briceño, tinha um supermercado no qual o meu irmão era o gerente, mas arranjávamos tudo de forma a irmos para a praia surfar (risos). Hoje em dia quase todos os profissionais

As ondas de Punta de Roca complementam a técnica de Martins

FOTO: Angie de Martins


desporto

13 a 19 de outubro DE 2011 • correio de venezuela

Casa Portuguesa de Maracay consegue a primeira vitória

AUTOMOBILISMO

Goncalvez quer chegar ao pódio em Las Vegas Quinta jornada encerrou com o resultado 2 -1 a favor dos lusitanos

Quinta jornada encerrou com o resultado 2 -1 a favor dos lusitanos

Carla Salcedo Leal

csalcedo@correiodevenezuela.com

A perseverança e a constância foram os melhores aliados de Jorge Andrés Goncalvez, que no seu primeiro ano na Indy Lights alcançou o quinto lugar da tabela geral, colhendo o êxito que esperava desde o primeiro momento. ‘El Pollito’ procura manterse no mesmo lugar durante a ronda final da competição, que decorre este domingo, dia 16, na pista de Las Vegas, Estados Unidos, sem descartar a possibilidade de ficar no lugar de honra no pódio, pois há duas semanas, Goncalvez foi laureado com o terceiro lugar no Kentucky.

Silvia C Di Frisco

sdifrisco@correiodevenezuela.com

Goncalvez ocupa o quinto lugar na tabela classificativa

Durante as treze rondas do circuito, que é equivalente ao GP2 Séries da Europa, Goncalvez só abandonou as pistas em duas ocasiões, por falhas mecânicas, pelo que cumpriu 733 das 768 voltas nos diferentes palcos.

31

FOTO: Cortesia

Na próxima prova, correspondente ao fecho da temporada, que decorre na pista de 1.5 milhas de Las Vegas Motor Speedway, terá de percorrer 67 voltas a partir das 9:45 da manhã, hora do estado de Nevada.!

A Casa Portuguesa de Maracay venceu por 2 a 1 o Ortíz FC, no passado dia 8, no estádio José Rodolfo Nieto de La Victoria, num encontro da jornada número 5 da segunda divisão B do futebol venezuelano. O comportamento dos portugueses durante este encontro foi “bastante bom, pois os rapazes fizeram o que se lhes pediu”, disse o professor Manuel Gonçalves, director técnico da equipa. O

domínio da bola concentrouse na equipa lusa, que sofreu um primeiro golpe quando, ao minuto 15, William Rodríguez foi expulso. No entanto, a solidez dos jogadores da Casa Portuguesa e algumas alterações técnicas posteriores permitiram conseguir a tão desejada vitória. O primeiro golo chegou ao minuto 40 do primeiro tempo, e o segundo a apenas 10 minutos depois de se ter iniciado a segunda parte do jogo. Ambos os golos foram marcados por Alfonso Neiva. Por seu turno, Bladimir Gómez marcou pela equipa de Ortíz. O árbitro principal do encontro foi Elvis Monasterios (Carabobo).! PUB


O jornal da comunidade luso-venezuelana Caracas,

13 a 19 de Outubro de 2011

www.correiodevenezuela.com

Encontro com: Marisol Rodríguez, animadora

“Sinto-me feliz por ser lusitana, sinto que é um dom” Começou na televisão como animadora do programa ‘Ají Picante’ e desde então tem tido uma carreira bemsucedida. Daniel Pereira Sergio Ferreira Uma animadora que tem chamado a atenção é sem dúvida a jovem promessa da televisão venezuelana Marisol Rodríguez, mais conhecida por todos como ‘la Corroncha’. Esta luso-descendente, nascida a 26 de Setembro de 1984 em Caracas, tem uma curta mas bem-sucedida carreira nos meios de comunicação da Venezuela: Iniciou-se na televisão como animadora da primeira temporada de ‘Ají Picante’, com apenas 18 anos de idade, e desde então passou pelas fileiras de ‘De Boca en Boca’, ‘Brujas’, ‘Los 10 mas i’, ‘De antessala’ e ‘Un momento diferente’. No entanto, nem tudo foram vitórias e celebrações para Marisol: Sofreu com o fim das transmissões da RCTV e da CNB, o que a levou a estar afastada, durante oito meses, da audiência crioula. O público apoiou-a e fê-la sentir que nada estava perdido, o que lhe permitiu criar novas metas e superar qualquer obstáculo que se lhe apresente.

Qual ou quais são as suas maiores paixões? Partilhar com a minha família, dançar, viajar e ir às compras. Se fosse Deus por um dia, o que faria? Acabaria com a delinquência (que é o princípio de muitas coisas), e também eliminaria as armas do mundo. Diz tudo o que pensa ou pensa em tudo o que diz? Digo sempre o que penso (risos), não tenho filtro. Quando ouve a palavra ‘Português’, qual a primeira coisa que lhe vem à cabeça? A minha família, a comida, os nossos costumes. Sinto-me feliz por ser lusitana, sinto que é um dom. Somos uma das comunidades mais unidas do mundo, para além de sermos tão trabalhadores. Qual a sua opinião sobre a comunidade portuguesa na Venezuela? Que definitivamente é parte importante do crescimento do nosso país. Os portugueses trabalham como ninguém e lutaram muito pela Venezuela.

Pode contar-nos algum episódio ou algum contacto com portugueses? (Risos) São muitos, cresci rodeada de portugueses e o meu dia-a-dia é com pessoas da comunidade que tanto amo, “la portuguesa”. Quais são os seus novos projectos? Continuar no Canal i, continuar na corretagem de seguros, enfim, continuar a evoluir cada vez mais a nível profissional. Que mensagem envia aos leitores do Correio da Venezuela, único semanário português no país? Acho maravilhoso que a nossa cultura seja cada vez mais conhecida. E temos de nos manter em ‘pé de canhão’ na luta por este país.! PUB

Correio da Venezuela 428  

Edición 428

Correio da Venezuela 428  

Edición 428

Advertisement