Page 1

O jornal de comunidade luso-venezuelana • Caracas, 06 de Setembro a 12 de Outubro 2011 • publicação Semanal Nº 427

www.correiodevenezuela.com

Rif.: J-31443138-2

prémio Talento da Comunicação Social 2009 Facebook: Correio de Venezuela • Twitter: @correiodvzla • website: www.correiodevenezuela.com

Petrolíferas convidadas a investir no Orinoco

A Venezuela apelou às empresas petrolíferas privadas para investirem na Faixa do Orinoco, a sudeste de Caracas, onde prevê que em 2020 vai estar a extrair seis milhões de barris diários de crude. p.04

Banca electrónica ganha clientes p.05

Ano 11 • Depósito Legal: 199901DF222 • bsF. 3,00

“O meu desafio é manter o nível”

Portuguesa quer governar o Canadá até 2015 p.05 Luso-descendentes reconhecidos

Enquanto que Joaquim Pereira recebeu um novo reconhecimento de “AVECOFA”, Jorge Gonçalves destacou-se na categoria BD da ‘Incubadora Criativa’ pelo seu trabalho nas artes plásticas. p.18

Esppor continua sem somar pontos p.29 pub

O novo responsável do Consulado Geral de Portugal em Caracas, Paulo Martins dos Santos, mostra-se optimista face ao desafio de assumir as rédeas da entidade consular. Dois períodos curtos de férias passados em diferentes cidades da Venezuela foram suficientes para saber que queria trabalhar neste país. p.03

Madeira elege novos deputados ao Parlamento

p.13


2 a semana

correio de venezuela • 06 de octubre a 12 de outubro de 2011

clasificação

editorial Madeira a votos A Região Autónoma da Madeira vai neste fim-de-semana a votos. Os Madeirenses vão escolher uma nova Assembleia Legislativa, órgão de soberania regional que cria as leis específicas para o arquipélago que tem um governo autónomo desde a implantação do novo regime constitucional, aprovado em Abril de 1976. Uma nova Assembleia que indicará também uma liderança, em função dos resultados apurados. Mais de 35 anos depois, a Madeira apresenta um desenvolvimento estrutural que em nada se parece com os anos anteriores. A maioria dos Portugueses que vive na Venezuela é originária do arquipélago, e mesmo os seus descendentes têm acompanhado a evolução que se tem vivido nas ilhas atlânticas. O novo regime autonómico regional e uma maior abertura dos governantes nacionais às iniciativas dos Madeirenses, que desde 1986 contaram também com o apoio dos fundos estruturais europeus, são razões que contribuíram para o maior desenvolvimento do arquipélago que hoje, está em plano de igualdade com muitas regiões europeias. Contudo, é bom que se diga e releve, em abono da verdade, a importância que a emigração teve nesse estado de desenvolvimento, a contribuição daqueles que mantiveram a sua confiança no progresso e que ali encontraram também uma razão maior que justificou o seu investimento e a expansão até dos seus negócios e da sua vida empresarial, depois de começos auspiciosos em terras de Bolívar. Entre Portugal e a Venezuela e entre a Madeira e a comunidade de lusodescendentes há um fluxo de negócios constante e aquecido pelos recentes contratos, que unem empresas de ambos os lados, num intercâmbio que muito nos apraz registar. Por estas razões, e por muitas outras, em que predominam os laços de sangue, não podemos ficar indiferentes às eleições que agora ocorrem na Madeira. Esperamos que eventuais mudanças ou alterações das preferências dos eleitores, se as houver, não desviem o ciclo de desenvolvimento que a Madeira tem vivido nos últimos anos. A estabilidade é muito importante a qualquer regime político para que a governação se possa ocupar dos reais problemas da população e para que se possa ocupar com o cumprimento do programa escrutinado nas urnas eleitorais. As eleições na Madeira ocorrem depois de a nível nacional ter sido eleito um Governo constituído por uma coligação de centro-direita, liderada pelo social-democrata Pedro Passos Coelho que formou um executivo com o apoio político-partidário do PSD e do CDS/PP. Este governo tem tido por trabalho principal, nos poucos mais de 100 dias que leva de existência, a preparação de um pacote de restrições, de cortes nos custos e nas despesas públicas, com vista ao cumprimento das medidas negociadas e apoiadas por instâncias internacionais (Fundo Monetário Internacional, Banco Central Europeu e União Europeia), um legado do anterior governo socialista liderado por José Sócrates, derrotado nas eleições nacionais de 5 de Junho passado. A situação não está fácil e a constante guerrilha entre políticos tem agora de dar lugar a uma cooperação que tem como objectivo máximo recuperar o País e colocar Portugal entre os países cumpridores, realinhando-o com os que criam riqueza, que proporcionam postos de trabalho e onde dá prazer viver. A esperança e a vontade de fazer mais e melhor alimentam o sonho da recuperação em que todos os Portugueses estão empenhados. Contados os votos, agora na Madeira, segue-se o trabalho. A ingratidão é o pior sentimento nestas ocasiões. Se é certo que os tempos mudam e nos temos de adaptar, a verdade também implica que saibamos reconhecer (ou não) quem contribui (ou não) para a nossa felicidade e bem-estar.

www.correiodevenezuela.com Rif.: J-31443138-2

Director Aleixo Vieira Subdirector Agostinho Silva Editor Sergio Ferreira Endereço: Av. Veracruz. Edif. La Hacienda. Piso 5, ofic. 45H-3. Urb. Las Mercedes, Baruta Caracas. Telefones: (0212) 9932026 / 9571 Telefax: (0212) 9916448 E-mail: correio@cantv.net, editorial@correiodevenezuela.com

▲▲ Muito BoM

▼▼ Muito Mau

Esta semana temos de nos congratular com as notícias que deram conta dos reconhecimentos obtidos por Joaquim Pereira na Venezuela (Prémio AVECOFA) e Jorge Gonçalves em Portugal (Incubadora Criativa). São dois lusodescendentes que se estão destacando e dando muito que falar no âmbito cultural, graças ao seu trabalho, entrega e grande talento. Mas são apenas dois exemplos entre os milhões de cidadãos de origem lusa que têm tomado as rédeas do seu destino nas mais diversas profissões.

A situação que se apresentou nas últimas semanas na Venezuela a respeito de aeronaves, comboios e autocarros que foram envolvidos em acidentes, não são mais que a prova de que é necessário realizar mais esforços no sentido de assegurar a manutenção dos sistemas de transporte. Se não se tomam cuidados hoje, não poderemos evitar este tipo de acidentes fatídicos no futuro. E os cidadãos serão afectados em termos de confiança na utilização de ditos sistemas.

fotoflasH

A Associação Bancária de Venezuela anunciou uma diminuição dos delitos bancários graças à implementação dos cartões de crédito e de débito com chip, pelo que a Superintendência de Bancos decidiu dar até 31 de Dezembro deste ano para que as entidades bancárias adiram a esta modalidade. Até à data, os bancos emitiram um total de 7,6 milhões de cartões de débito com chip e 4,04 cartões de crédito com a mesma tecnologia. Se você ainda não alterou os seus cartões, lembre-se de fazê-lo o mais breve possível, pois a segurança das suas contas bancárias está nas suas mãos.

Chefe de redacção Sergio Ferreira |Jornalistas Andrea Guilarte, Carla Salcedo Leal, Silvia Di Frisco |Correspondentes Shary Do Patrocinio (Anzoategui), Carlos Balaguera (Aragua e Carabobo), Silvia K. Gonçalves (Bolívar), Edgar Barreto (Falcón), Trinidad Macedo (Lara e Portuguesa), Luis Canha (Mérida), Victoria Urdaneta e Fernando Urbina (Miranda), Ricardo Santos (Nueva Esparta), Antonio Dos Santos (Zulia) |Colaborações Raúl Caires (Madeira), Arelys Gonçalves (Londres), Jean Carlos de Abreu, Nathalie Mendonça, Antonio Da Silva, Sandra Rodriguez, Antonio López Villegas, David Rodríguez, Diego Díaz, Mario M. Da Silva |Administração Sharlot Rodríguez |Publicidade Carla Vieira, Deisy De Azevedo, Gloria Cadavid |Paginação Elsa de Sá |Fotografia Paco Garrett, Silvia Di Frisco |Secretariado Anaís Salazar |Distribuição Enrique Figueroa, Carlos Agostinho Perregil, Luis Alvarado |Impressão Editorial Melvin C. A, Calle el rio con Av. Las Palmas, Boleita. |Tiragem 15.000 exemplares |Fontes de Informação Agência Lusa, Diário de Notícias, Diário de Notícias da Madeira, Ilhapress e Portuguese News Network.


venezuela

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

3

CônSuL GeRAL De PORTuGAL eM CARACAS

“Espero estar à altura da comunidade” Paulo Martins dos Santos já assumiu funções e mostra-se entusiasmado ante as novas responsabilidades Sergio Ferreira Soares sferreira@correiodevenezuela.com

Menos de uma semana depois da chegada a Caracas, Paulo Martins dos Santos mostra-se optimista face ao desafio de assumir as rédeas do Consulado Geral de Portugal em Caracas. Com 37 anos de idade, 16 dos quais dedicados à carreira diplomática, o novo responsável da entidade consular assegura que o Ministério dos Negócios Estrangeiros lhe pediu para assumir um cargo que desejava. Dois períodos curtos de férias passados em diferentes cidades da Venezuela foram suficientes para saber que queria trabalhar neste país. A sua carreira diplomática conta com várias experiências exigentes. Depois de se licenciar em Relações Internacionais, no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa, foi aprovado no concurso de admissão aos lugares de adido de embaixada a 27 de Maio de 1995. Seguiram-se missões em Windhoek (Namíbia), Sarajevo (Boznia e

Herzegovina), Habana (Cuba), Cairo (Egipto) e Porto Alegre (Brasil); além de desempenhar funções como Chefe de Divisão das Relações Bilaterais com os Países do Magrebe/Maxerreque e Diálogos do Mediterrâneo, integrada na Direcção de Serviços do Médio Oriente e Magrebe. Ao CORREIO, Paulo Martins dos Santos explicou que já tinha conhecimento da nomeação para Caracas desde Maio. No entanto, o processo de transição revelou-se mais longo que previsto por causa das medidas económicas que Portugal teve de tomar e ainda devido à chegada ao poder de um novo governo. Quando é que ficou a saber que seria o novo Cônsul Geral em Caracas?

O Ministério de Negócios Estrangeiros procede ao movimento do pessoal diplomático uma vez por ano. Abrem um processo de candidaturas e cada colega concorre para cinco cargos. A minha primeira opção foi Caracas e deramma. Soube que viria para cá no mês de Maio, quando se realizou a primeira reunião do Conselho Diplomático. No entanto, o processo arrastouse até à publicação. Ainda que tenhamos dois meses para chegar, em Lisboa pediram-me que viajasse

para a Venezuela com urgência devido à importância que tem este Consulado. Não tive tempo para preparar-me, mas dentro de dois meses devo viajar de férias e também para terminar de recolher tudo e estabelecer-me em Caracas. "Motivação não me falta" assegurou Paulo Martins dos Santos

Porquê Caracas?

Já tinha estado na Venezuela de férias nos anos de 2004 e 2005. Não vim em visitas oficiais mas sim como turista, mas dei-me conta de que aqui existe uma comunidade muito grande e que não vêem os portugueses como turistas, mas sim como residentes. Não vi tudo o que queria, mas vi algumas das grandes cidades. Em segundo lugar, porque é bom para a minha carreira. Todos os diplomatas procuram lugares cada vez mais importantes e que representam um desafio maior. Em nenhum dos países em que estive reside uma comunidade portuguesa tão grande como a da Venezuela. Aos 16 anos de carreira decidi dedicar-me a um trabalho consular puro e não há melhor opção para isso que Caracas.

Como foi o processo de preparação desde Maio até à semana passada?

Tive a oportunidade de compartir com a Isabel Brilhante, em Lisboa, durante três

3 meses, pois trabalhamos na mesma divisão este ano. Tivemos vários encontros que me permitiram chegar à Venezuela com uma ideia fundamentada do país e da instituição. Esclareceu as minhas dúvidas para não ter que perguntar aqui. Sei que o trabalho feito por ela foi muito, muito bom e de alto nível. Agora o meu desafio é manter esse nível. Quero garantir o contacto entre a comunidade luso-venezuelana e Portugal. Parece-me que as grandes comunidades sofrem o risco de distanciar-se da sua terra natal, por sentirem-se autosuficientes; muito mais ainda num país cuja migração ocorreu há mais de 50 anos, o que costuma afastar as pessoas das suas tradições e cultura. Tenho algumas ideias que me deu Isabel; quero fazer como ela: deixar o gabinete e percorrer as diferentes instituições e comunidades que não possam deslocar-se até Caracas. Temos uma boa rede de consulados honorários na Venezuela e

FOTO: SILVIA DI FRISCO

no Caribe. Tentarei na medida do possível aproximar-me de toda a comunidade. Tenho disponibilidade para isso. Qual é a sua impressão sobre o pessoal consular e o trabalho desempenhado em Caracas?

Apesar de cá estar há pouco tempo, notei que é uma equipa muito empenhada. Estou consciente de que estiveram com uma grande carga de trabalho devido à ausência de uma autoridade e quero ajudá-los para que possam concentrar-se novamente nas suas tarefas específicas. Creio que este pessoal tem tanta experiência que, com um pequeno esforço, têm condições para responder a muita gente.

Que mensagem quer deixar à comunidade?

Estou muito motivado com esta nova missão pois era o que queria. Espero estar à altura da comunidade (…) motivação não me falta; estou consciente que o desafio é grande.! Pub


4 venezuela brEVES CoMuniDaDE Damas festejam São Martinho

A Sociedade de Beneficência das Damas Portuguesas levará a cabo o seu tradicional almoço de São Martinho, no domingo 20 de Novembro, a partir do meio dia, na sua “Quinta Lelly”, sede da instituição situada na urbanização Macaracuay de Caracas.

Espetada celebra em Lara

As amigas da Academia da Espetada de Barquisimeto, Estado de Lara, celebram o segundo aniversário de ininterruptas obras em benefício da comunidade, no sábado, 22 de Outubro, nas instalações do Centro Atlântico Madeira.

Pub

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011

EnERgIA

Petrolíferas convidadas a investir na Venezuela Faixa do Orinoco poderá gerar seis milhões de barris diários em 2020 Correio/Lusa

A Venezuela apelou quarta-feira, 28 e Setembro, às empresas petrolíferas privadas para investirem na Faixa do Orinoco, onde prevê que em 2020 vai estar a extrair seis milhões de barris diários de crude. "A indústria petrolífera tem no oriente venezuelano um território para a sua expansão e o seu desenvolvimento para o futuro", disse o ministro venezuelano de Energia e Petróleo. Rafael Ramírez, que também é presidente da empresa estatal Petróleos da Venezuela

Rafael Ramírez apelou ao investimento no sector petrolífero nacional

S. A. (Pdvsa) falava durante um Congresso de Hidrocarbonetos, que terminou naquele dia na localidade venezuelana de Puerto La Cruz. Segundo aquele responsáveis, "os investimentos na Faixa [Petrolífera do Orinoco] devem fazer-se desde já", prevendo o Estado venezuela-

FOTO: CORTESIA

no fazer um trabalho conjunto com as empresas privadas "durante 100 anos". Segundo a Organização de Países Exportadores de PetróleO a Venezuela possui 296.500 milhões de barris de crude, as maiores reservas certificadas de petróleo do mundo. Segundo dados oficiais,

a Venezuela produz actualmente três milhões de barris diários de crude, número que contrasta com os 2,3 milhões de barris diários que a OPEP reconhece como produção venezuelana. Em 2007 a Venezuela nacionalizou a actividade petrolífera, obrigando as empresas a formar empresas mistas em que a estatal Pdvsa tem uma participação mínima de 60 por cento. Na sequência dessa decisão as petrolíferas norte-americana Exxon Mobil e ConocoPhillips recorreram a instâncias internacionais para exigir compensação pelos projectos que tiveram que abandonar. Ramirez, anunciou que a Venezuela não aceitará sanções impostas por tribunais internacionais.!


venezuela

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

ACTUALIDADE

Banca electrónica ganha clientes Associação Bancária apela à não utilização cheques para evitar fraudes Carla Salcedo Leal csalcedo@correiodevenezuela.com

O presidente da Associação Bancária da Venezuela, Juan Carlos Escotet, expôs, em conferência de imprensa no passado dia 30, a situação de algumas instituições bancárias venezuelanas neste período de 2011. Aquele responsável aproveitou ainda a ocasião para apelar à população que reduza a emissão de cheques, a fim de evitar fraudes. “Fazemos um apelo aos clientes para que não usem cheques a menos que seja estritamente necessário. Os nossos clientes podem aproveitar os benefícios da banca electrónica através do uso de cartões de débito ou de crédito, ou fazer trans-

ferências”, disse o porta-voz das instituições bancárias. Escotet assegurou que o uso do sistema de multibanco, Internet e pontos de venda é a melhor forma de evitar as fraudes bancárias, delitos que preocupam os clientes venezuelanos devido à lentidão das indemnizações. Destacou ainda a importância da implementação do uso de chips de segurança nos cartões de débito e de crédito, sistema que valeu um duro golpe aos criminosos que se dedicam à clonagem de cartões. “A Venezuela detém o recorde de implementação do chip, que decorreu num ano e meio. O processo de actualização foi grande, o que resultou numa redução dramática das fraudes bancárias pelos canais tradicionais”, disse. Segundo a instituição representada por Escotet, o investimento da banca privada

5

BreveS ComuNidAde

Fátima celebrada em Guatire

No dia 13 de Outubro, os fiéis poderão honrar a Virgem portuguesa a partir das 7 da noite com o Santo Rosário, no Centro Sociocultural Virgem de Fátima, sócios e amigos do clube juntam-se numa missa e numa procissão de velas.

Novo Arraial em Guatire Escotet assegurou que o uso do sistema de multibanco evita fraudes

na actualização da plataforma tecnológica é de cerca de 400 milhões de dólares, que se traduziu numa diminuição, em 23%, no uso dos cheques nos últimos dois anos, reduzindo, por sua vez, os gastos operativos das entidades bancárias,

FOTO CORTESIA

pelo que se prevê que nos próximos anos, a banca nacional siga os passos de outros países na eliminação de cheques. “Com o tempo, o uso do cheque tornou-se extremamente caro e excessivamente vulnerável”, concluiu Escotet.!

No domingo 30 de Outubro, a comunidade de Guatire reúne novamente no terreno onde está a ser construído o Santuário em honra à santa lusitana. A jornada começa às 9h00 da manhã, com a Copa 12° Aniversário do Correio da Venezuela. Pub


6 venezuela BreveS CoMuNiDADe

Damas promove Festa Cor-de-rosa

A comissão de Damas da Associação Civil Centro Português, em Caracas, levará a cabo a “Festa Cor-de-Rosa”, na sextafeira, 7 de Outubro, a partir das nove da noite, no Salão Nobre da instituição. A jornada será realizada em benefício de Senosalud.

Novo arraial nos Altos Mirandinos

A AC Amigos de Nossa Senhora de Fátima de Los Altos Mirandinos vai promover mais um Arraial em benefício da conclusão da primeira réplica moderna do Santuário da Virgem de Fátima. A festa foi agendada para domingo, 16 de Outubro.

correio de venezuela • 06 a 12 DE OUTUBRO DE 2011

Tecnologia

BreveS CoMuNiDADe

20 mil Canaimas montados no país

Aulas em Barquisimeto

Os luso-descendentes radicados em Barquisimeto, Estado de Lara, podem inscrever-se até 21 de Outubro no curso de língua portuguesa promovido pela Academia Lusa de Idiomas (ALDI). Para mais informação escreva para contacto. aldi@gmail.com

Silvia C Di Frisco sdifrisco@correiodevenezuela.com

Na passada quarta-feira, o ministro do Poder Popular para a Ciência, Tecnologia e Indústrias Intermédias, Ricardo Menéndez, informou que até à data, a fábrica de computadores Indústrias Canaima embalou um total de 20 mil equipamentos portáteis em todo o país. Inaugurada no passado Maio, a primeira linha de produção foi desenhada para desenvolver cinco mil máquinas. Mas devido a alterações nos processos de engenharia, a capacidade de embalagem foi aumentada até às 130 mil unidades por ano. A segunda linha de produção, que será inaugurada no início de 2012, vai permitir

a fábrica de canaimas embalou 20 mil equipamentos

embalar anualmente 500 mil computadores. Situada no Complexo Tecnológico Simón Rodríguez, em Caracas, a fábrica conta actualmente com 30 funcionários que colaboram no processo de criação de equipamentos com tecnologia lusa, mas com conteúdos educativos criados na Venezuela. “O projecto Canaima possui

FoTo: coRTeSia

uma visão integral que procura uma questão muito simples, mas fundamental: Possibilitar o acesso de todos às tecnologias, e sobretudo àqueles que de outra maneira jamais poderiam ter acesso a um computador”, disse o ministro, que adiantou que o Executivo nacional se encontra a estudar a possibilidade de produzir as Canaimas em Venezuela.!

Ajuda-me a ajudá-los

Representantes da comunidade lusa radicada no Estado de Carabobo participa, a 30 de Outubro, a partir das 11h00 da manhã, no Centro Social Madeirense de Valência, na iniciativa “Ayudame a ayudarlos”, promovida em benefício da Fundação Martins.

PUB

PROJECTO FINANCIADO DE INVESTIGAÇÃO EM TURISMO NA UNIVERSIDADE DE AVEIRO - EMIGRANTES PORTUGUESES CONVIDADOS A COLABORAR Nos últimos anos, temos assistido a um período conturbado na economia portuguesa e o agravamento do desemprego tem sido uma das suas principais consequências. Dinamizar a economia é um grande desao em Portugal e as pequenas e médias empresas têm um papel fundamental na sua recuperação, pela sua capacidade de gerar emprego, aumentar a produção e produtividade e, por conseguinte, atingir o crescimento económico. Neste âmbito, a promoção do turismo é primordial, pois a despesa turística cria mais emprego e rendimento do que qualquer outro sector da economia, bem como gera e mantém emprego em outros sectores da economia que fornecem os visitantes e as empresas turísticas. O regresso denitivo e a participação dos emigrantes portugueses em projectos de desenvolvimento turístico nas suas regiões de origem, que são as mais carenciadas em Portugal, poderão contribuir para estimular a economia regional e nacional, porque trazem competências técnicas e, eventualmente, capital nanceiro obtidos durante a sua experiência de emigração. Na Universidade de Aveiro, encontra-se a decorrer (desde 2008) um projecto de investigação de doutoramento em Turismo, nanciado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, cujo tema centra-se na avaliação do contributo do potencial retorno e xação dos emigrantes portugueses para o desenvolvimento do turismo no seu local de origem, em Portugal. Salvaguardando devidamente todos os aspectos de sigilo de informação, o próprio jornal adere a este projecto esperando dos seus leitores emigrantes, actores-chave do projecto, a mesma atitude de colaboração numa demonstração de verdadeiro espírito de cidadania. A recolha de dados úteis, passíveis de ter um valor cientíco reconhecido, faz-se neste caso, através do preenchimento de um questionário, localizado no link anunciado neste jornal, pelos emigrantes portugueses.

http://questionarios.ua.pt/index.php?sid=24619&lang=pt

VENDO NEGOCIO Y CASA EN BARQUISIMETO • NEGOCIO RAMO CHARCUTERIA (VENTAS MENSUALES Bsf. 600.000) • CASA EN EL ESTE DE BARQUISIMETO DE 600 MTS2 DE TERRENO • 2 CAMIONETAS 2008/2009

CONTACTO: 0424 524 18 61 NOTA: recibo propiedad en Portugal


venezuela

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

rEsponsAbilidAdE sociAl

7

Responsabilidade social é uma secção aberta para dar a conhecer aos leitores o trabalho que as grandes empresas fazem para além da vertente comercial.

caracas

Excelsior Gama realizará jornadas gratuitas de saúde Sucursais da cadeia facilita acesso às comunidades Andrea Guilarte aguilarte@correiodevenezuela.com

"Em Excelsior Gama preocupamo-nos com os venezuelanos, e indubitavelmente, a saúde é a área mais importante para o bem-estar integral. Por isso, estamos orgulhosos de poder estabelecer aliança com organizações do sector privado, público e a sociedade civil

para melhorar a saúde dos venezuelanos", afirmou Liliana Trejo, gerente de marketing de massas da Excelsior Gama no quadro da celebração do Día Internacional do Coração, que se comemorou a 29 de Setembro. Para assinalar a data, a cadeia de supermercados levou a cabo, entre 15 e 25 de Setembro, um parceria com o Centro Médico Docente La Trinidad, várias sessões de despiste de doenças. Durante três fins-desemana seguidos, no Excelsior Gama Plus de Santa Eduvigis,

Este mes realizarán actividades deportivas para sus clientes

foram promovidos exames de pressão arterial, peso e altura, circunferência abdominal, índice de Massa Corporal (IBM) e nível de gordura visceral, junto do público em geral. De igual modo, durante o mês de Outubro, a empresa de supermercados levará a cabo outras jornadas no âmbito da

Feira da Saúde, que se realizará a 29 do corrente na Excelsior Gama Plus La Trinidad. Aqui, entre as 8:00am e as 4:00pm, serão promovidas diversas actividades como: bailoterapia, pilates, debates sobre nutrição, despiste de diabetes, jornada de medição de altura e peso em crianças, área de massagens te-

FOTO: cOrTEsIa

rapêuticos, entre outras. Além disto, nas instalações das farmácias FarmaGama de várias das sucursais da cadeia serão levadas a cabo as jornadas gratuitas de despiste de Osteopenia e Osteoporose, e serão emitidos certificados médicos. Mais informação em: www.excelsiorgama.com.! Pub


8 publicidade

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011


venezuela

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

9

Madeira

Mais de 150 mil euros para arraial no Rosário Irmãos radicados na Venezuela foram os festeiros. Só para os ‘cabeças de cartaz’ investiram 62 mil euros Orlando Drumond dN-Madeira

Bernardo, António, Vicente e Manuel, são os quatro irmãos da família Gouveia, naturais do sítio da Vargem, em São Vicente, mas há muito emigrados na Venezuela, que este ano regressaram à ‘terra Natal’ para serem festeiros do tradicional arraial do Rosário que se realizou no passado fim-de-semana ‘prolongado’.

Prolongado, porque a festa que habitualmente resumia-se ao primeiro sábado e domingo de Outubro, este ano foi antecipada com direito a ‘prólogo’ na sexta-feira (29 de Setembro), tendo o seu ‘epílogo’ só ocorrido no final da noite de segunda-feira (3 de Outubro). Pelo meio ficaram quatro dias de festa junto da paróquia do Rosário, que foi intensamente engalanada para aquele que foi apelidado de ‘mega arraial pimba’, uma vez que teve como ‘cabeças de cartaz’ um quarteto de artistas nacionais de renome no panorama musical, casos dos ‘consagrados’ Emanuel, José Malhoa, Roberto Leal e Quim Barreiros. Um

Pelo meio ficaram quatro dias de festa junto da paróquia do rosário

quarteto de ‘peso’ que prometeu e conferiu a este arraial, já de si tradicionalmente muito participado, um verdadeiro cunho ‘festivaleiro’. Os artistas foram contratados por Bernardo Gouveia, o mais novo dos quatro irmãos festeiros. Fê-lo directamente da Venezuela através da Internet, concretizando depois o contrato por

intermédio de um outro irmão residente na Região (ao todo são nove irmãos). Só estes quatro ‘cabeças de cartaz’ custaram 62 mil euros, entretanto já pagos, assegurou. E para garantir que todos os que se deslocaram ao Rosário pudessem ver os espectáculos com os artistas de nomeada, foi colocado um ecrã gigante

FOTO: COrTeSia

para ‘transmitir em directo’ os concertos, proporcionando assim uma melhor visualização a quem se ver obrigado a ficar mais distante do palco. Já quanto ao custo global do grande arraial do Rosário, o nosso interlocutor alegou não saber, mas admitiu que pudesse aproximar-se dos 150 mil euros.! Pub


10 diáspora

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011

O empresário reformado português António Bacelar Carrelhas apresentou na segunda-feira, em Fortaleza, no Brasil, o livro no qual descreve duas expedições pela selva amazónica, realizadas quando já tinha completado 70 anos de idade.

A pArtir de 2015

Uma portuguesa quer governar o Canadá Alexandra Mendes é candidata à presidência do Partido Liberal do Canadá CORREIO/LUSA A ex-deputada federal portuguesa Alexandra Mendes fez no início deste mês o lançamento oficial da sua candidatura à presidência do Partido Liberal do Canadá. A eleição do novo dirigente máximo daquela força partidária vai realizar-se durante o congresso nacional marcado para Janeiro de 2012. Alexandra Mendes fez o lançamento da candidatura na área do seu distrito eleitoral de Brossard-La Praire, na província do Quebeque. Com o período de candidaturas aberto até 10 de Novembro, deram entrada até ao momento quatro propostas. Sheila Copps, Ron Hartling, Mike Crawley, todos eles do Ontário. "Eu sou a única candidata pelo Quebeque, completa-

mente bilingue e canadiana da primeira geração", enalteceu Alexandra Mendes, que justificou de seguida a sua decisão. "Lancei-me neste desafio com a intenção clara de participar activamente na reconstrução e redinamização necessárias para que o Partido Liberal do Canadá volte a ser a força viva política que soube representar durante mais de um século", justificou. A ex-deputada em Otava que com este projecto vinca a vontade de estar politicamente activa ao mais alto nível, frisou o que a moveu igualmente é a recusa de uma ideia de Partido Liberal terá perdido razão de existência no panorama político canadiano, tendo em conta a arrasadora derrota que obteve nas últimas legislativas federais, em que pela primeira vez deixou de ser o partido de alternância no Poder, ao tornar-se na terceira força política no país. Alexandra Mendes foi declarada eleita deputada federal pelo círculo de Brossard-La

Prairie nas eleições gerais de 2008, após ganhar o recurso de impugnação da contagem de votos. Porém, nas últimas legislativas federais, decorridas a 2 de Maio passado, os 24% dos votos depositados para Alexandra Mendes no seu círculo não foram suficientes para ser reeleita, ficando mesmo longe dos 41% granjeados pelo novo deputado eleito Hoang Mai. "A derrota que vivi nas eleições de Maio foi um golpe difícil de digerir, particularmente quando observo as muito reais ameaças de um governo maioritário conservador à nossa vivência democrática e à identificação como Canadianos", desabafou a ex-deputada nascida em Lisboa. Afirmando-se preocupada com o actual governo conservador em Otava, Alexandra Mendes comentou a situação vivida no Canadá e em Portugal. "Como canadiana de origem portuguesa, sinto que ambos os "meus" países vivem horas de grandes debates de

Alexandra Mendes nasceu em Lisboa há quase 48 anos

identidade, provocados pela crise económica, mas vindos de uma fonte de insatisfação popular profunda e que é urgente que a encaremos de frente", salientou. Segundo defende, "as questões de estabilidade económica só poderão encontrar resposta quando soubermos

realmente que tipo de sociedade queremos deixar aos nossos filhos: uma sociedade justa, de oportunidade, durabilidade e de prosperidade iguais para todos os seus cidadãos ou sociedades de "cada um por si", com governos que só querem poder sem aceitar os enormes desafios de governar".M

Centro de Língua do IC em Toronto CORREIO/LUSA O Centro de Língua Portuguesa (CLP) em Toronto, promovido pelo Instituto Camões (IC) em parceria com uma sociedade luso-canadiana, entrou já em funcionamento com os primeiros alunos a frequentarem aulas no âmbito do novo ano-letivo. A agência Lusa não conseguiu obter a informação sobre o número total de alunos matriculados, dado que até agora "só abriram as inscrições para

o público infantil e jovem", referiu fonte da escola. As instalações do centro, situado no 800 da Avenida Landsdowne, a oeste da baixa da cidade, encontram-se ainda em fase de acabamentos, prevendo-se por isso que a inauguração oficial do primeiro estabelecimento de ensino da língua do IC se realize no início de 2012. Em declarações à agência Lusa, o cônsul português em Toronto frisou que "o CLP oferecerá aulas de português

enquanto língua estrangeira a crianças, jovens e adultos em grupos com o máximo de 12 alunos ou em aulas privadas". O centro terá aulas de português para fins específicos, aulas de português do Brasil, e aulas externas nas empresas, além de palestras, exposições, visionamento de filmes e "workshops. "Os professores serão selecionados de acordo com as suas habilitações e experiência na área do ensino de português língua não materna" , adiantou Júlio Vilela.M


diáspora

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

11

Os funcionários consulares na Suíça decidiram suspender a greve que mantinham há cinco semanas e dar "dois a três meses ao Governo para resolver o problema", disse à agência Lusa o secretário-geral do sindicato do sector.

Segundo crime violento contra comunidade lusa

Comunidades

MNE atribuiu 800 mil euros

Carlos Gonçalves deu conta de queixas sobre a falta de apoios ao movimento associativo

Os valores atribuídos beneficiaram 77 organizações no estrangeiro e em Portugal CORREIO/LUSA O Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) atribuiu no primeiro semestre deste ano quase 800 mil euros de subsídios a centena e meia de instituições no estrangeiro e em Portugal, segundo dados publicados em Diário da República. Dos subsídios concedidos, 623.863,52 euros foram atribuídos pelo Fundo de Relações Internacionais (FRI), enquanto 136.849 euros foram entregues pela Direção-geral dos Assuntos Consulares e das Comunidades Portuguesas. Os valores atribuídos pelo FRI beneficiaram 77 organizações, na sua maioria (64) consulados honorários no estrangeiro, mas também associações em Portugal. Os consulados honorários de St. Helier, nas ilhas do Canal, (39.500 euros) e de Waterbury (30.875 euros), nos Estados Unidos, foram os que receberam valores maiores. Entre as instituições subsidiadas em Portugal, destaca-se o Instituto Português de Relações Internacionais (IPRI) da Universidade Nova, que recebeu em janeiro um subsídio de 16.762,38 euros e, em junho, outro de 50 mil euros. Foram ainda concedidos 45 mil euros ao

CORREIO/LUSA

FoTo: dn

Colégio Português de Kinshasa, 20 mil euros à União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA) e 12.500 euros à Comissão Portuguesa do Atlântico. Entre as associações portuguesas no estrangeiro, o maior apoio foi para a Associação Luso-Americana de Estudantes de Pós-Graduação e para a Coordenação das Colectividades Portuguesas de França, com 15 mil euros cada. O valor mais baixo para uma instituição foram os 300 euros concedidos à Associação "Galeria de Arte Portugal Presente", de França. A criação de uma sala de cinema, celebração de efemérides como o 25 de Abril ou o Dia de Portugal, visitas e bolsas de estudo e aquisição de instrumentos musicais foram alguns dos projectos apoiados pelo Governo português. Foram ainda concedidas verbas entre 50 e 403 euros a título de apoio social a nove cidadãos portugueses no estrangeiro. Os apoios financeiros do Estado ao movimento associativo português no estrangeiro foram na sextafeira objecto de um pedido de explicações do deputado social-democrata eleito pela Europa, Carlos Gonçalves, ao Governo. O deputado pediu a listagem dos apoios concedidos às associações portuguesas no estrangeiro - nomeadamente as da Europa, entre 2009 e o primeiro semestre de 2011 -, com a respectiva indicação dos programas apoiados. M

O assassínio dos três membros de uma família de origem portuguesa, na segunda-feira, 3, em Joanesburgo, é o segundo episódio este ano de criminalidade violenta contra a comunidade na África do Sul, mas o número de homicídios tem diminuído nos últimos anos. No domingo passado, um empresário luso-descendente, a sua mulher, sul-africana, e um filho menor de 13 anos, foram mortos a tiro durante um assalto à sua casa no bairro de Walkerville, no sul de Joanesburgo, depois de o homicida ter violado a mulher. O suspeito do homicídio, de 20 anos, filho de uma empregada do-

méstica das vítimas, foi detido e as autoridades sul-africanas já anunciaram que vão acusá-lo formalmente em tribunal pela autoria dos crimes de homicídio, violação, furto de viatura e de outras propriedades das vítimas. A 17 de setembro passado, um comerciante oriundo da ilha da Madeira foi morto à facada durante um assalto ao seu estabelecimento na localidade de Kendal, na província sulafricana de Mpumalanga. O madeirense, de 48 anos de idade, pai de duas filhas, de 23 e 25 anos de idade, foi morto por um grupo de assaltantes que se puseram em fuga depois de furtarem todo o dinheiro que tinha em seu poder. Os assassinos ainda não foram presos. M Pub


12 historia de vida

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011

Maria da CâMara araújo

Madeirense de nascimento, Portuguesenha de coração Há 37 anos na Venezuela, esta lusitana recorda com especial carinho os seus anos de juventude Trinidad Macedo tmacedo@correiodevenezuela.com

A cultura e as tradições portuguesas ganham vida todos os dias nestas terras venezuelanas e Maria da Câmara Araújo é uma digna representante disso. Proveniente do sítio do Ribeiro Loiro, freguesia de Santa Cruz, Madeira, esta lusitana já está no país há 37 anos, depois de aterrar na Venezuela em Agosto de 1974. Quando chegou a Maiquetía, já trazia consigo os dois primeiros filhos, da sua união com Florentino das Neves Rodrigues. Ainda nasceriam mais dois, mas infelizmente a mais velha viria a falecer anos mais tarde em terras lusas. Como a maioria das mulheres madeirenses, Maria, a mais velha de seis irmãos, foi criada entre a agricultura, as tarefas de casa e a necessidade de conseguir algum dinheiro para o seu sustento. Também trabalharia como bordadeira desde muito pequena. O marido, Florentino, saiu de África e rumou à Venezuela dois meses mais tarde. Seis

anos depois, mandou buscar a mulher. Ela ainda recorda a sua primeira casa com telhado de zinco na cidade de Acarigua e o seu trabalho como ajudante do marido na limpeza do negócio e no trabalho em casa. No início angustiou-se

muito pelas diferenças culturais: Um idioma novo e uma comida à qual não estava habituada. No entanto, em breve viria o maior golpe, quando o marido perdeu o negócio. Mas os tempos melhoraram. Ao acostumar-se ao tipo de

vida e a moldar-se aos costumes crioulos, Maria decidiu mostrar à comunidade tudo o que tinha aprendido na sua infância e juventude, ao ponto de ser famosa na sua localidade pelos seus saborosos bolos do caco. E não é para menos: Chegou ao ponto de partilhar os seus segredos de cozinha e ensinar aos habitantes da zona para que aprendessem a elaborá-los. Uma das coisas pela qual também é famosa na sua zona é pela cura do mau-olhado. E Maria ainda tem tempo para bordar e deixar aos netos algumas recordações. Maria vive orgulhosa por ter conseguido inculcar as raízes lusas nos seus filhos. Participou em peças de teatro com a história da Virgem de Fátima, cantou em grupos folclóricos e reviveu a sua infância em três

visitas a Portugal. Para Câmara, viver em Acarigua é como estar na sua terra natal: Ainda que tenha bons amigos venezuelanos, por coincidência todos os vizinhos são portugueses. E ainda que as visitas ao seu país de origem não tenham sido frequentes, esta mulher faz o impossível por ser uma portuguesa em terras crioulas. Como dado curioso, Maria conta que o apelido Câmara vem da sua avó, nascida em 1882 e abandonada num cesto de vimes à porta de uma mercearia. Um homem que passou por lá recolheu-a e decidiu levá-la à Câmara Municipal, onde lhe colocaram o nome de Maria da Câmara. Para além de ter o mesmo nome que ela, também conserva uma colcha que lhe pertencia e da qual cuida com especial carinho.!

ENCONTRE O CORREIO DA VENEZUELA ATRAVÉS DOS SEGUINTES CONTACTOS Victor Vieira

Centro Portugués de Guayana

Trinidad Macedo José E. De Abreu

Casa Portuguesa de Maracay

Antonio Dos Santos

Programa radial "Así es Portugal"

(0286) 962.6802 / (0414) 8776547

Puerto Ordaz - Edo. Bolívar

(0251) 262.8768

Barquisimeto - Edo. Lara

(0414) 345.6709

Maracay - Edo. Aragua

(0261) 755.7018

Maracaibo - Edo. Zulia

Carlos Balaguera

(0414) 341.2422

Valencia - Edo. Carabobo

Sandra Rodríguez

(0412) 434.5017 / (0412) 756.5448

La Victoria - Edo. Aragua

322.4246

Los Teques - Edo. Miranda

Gabriel Ferreira

Jorge Ruíz Programa radial "Mocedades Portuguesas"

(0414) 244.5611

Los Teques - Edo. Miranda

Joao Nolasco

Consulado de Portugal en Margarita

(0414) 794.8239

Margarita - Edo. Nueva Esparta

Carlos Marques

(0274) 271.6658

Mérida - Edo. Mérida

Fernando David Urbina

(0414) 293.8170

Higuerote - Edo. Miranda

Restaurant El Fogón

(0261) 743.2142

Prolongación Maracaibo

Emisora @lfa 100.9 FM

Programa Gente de Portugal y Venezuela

Valles del Tuy


portugal

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

ElEiçõEs lEgislativas Na MadEira

13

Maioria modesta

Parlamento com nove partidos

Ricardo Miguel Oliveira dN-MadEira

Jorge Freitas Sousa dN-MadEira

Apesar de continuar a perder eleitorado e influência, o PSD deverá ganhar as eleições do próximo domingo, 9 de Outubro, e manter a maioria parlamentar. Contudo, corria alguns riscos: vencer as eleições com o pior resultado de sempre; ser penalizado pela eventual subida dos níveis de abstenção; ter que conviver politicamente no parlamento com as restantes forças políticas concorrentes. As constatações decorrem das intenções expressas no estudo de opinião encomendado pelo DIÁRIO e pela TSF-Madeira à Eurosondagem, realizado entre domingo, 2, e terça-feira, 4, de Outubro. É ponto assente que o PSD não irá esmagar a oposição como pretende Jardim. Quando confrontados com a questão ‘Se fossem hoje (quintafeira, 6) as eleições regionais e

estes os partidos concorrentes, qual seria o seu voto?’, 39,7% dos inquiridos garantiram votar no PSD, o que na prática equivale a menos 7 pontos percentuais face ao valor obtido na sondagem publicada no DIÁRIO a 29 de Julho último. Por seu lado, PS e CDSPP repetem os números de há dois meses, com os socialistas a segurarem o segundo posto regional. Quanto aos outros partidos concorrentes, todos garantem representação parlamentar, já que os inquiridos voltam a ser generosos com a diversidade política em acção na Região. No estudo, mais de 21% não sabiam ou não responderam à questão colocada, o que, partindo do pressuposto que se abstêm no sufrágio deste domingo, permite que na projecção efectuada o PSD atinja 50,5%, valores também inferiores em 7 pontos percentuais quando comparados com a sondagem de Julho e em 14

pontos face às últimas ‘regionais’. Tendo em conta a margem de erro, que é de 3,5%, os social-democratas podem obter uma votação situada no intervalo 49%-52%, aquém do pior resultado alcançado até hoje, os 53,7% de 2004. O PS chega aos 17% e descola ligeiramente do resultado alcançado no sufrágio de 2007, embora não se afirme como a única alternativa à actual maioria. Com base nas percentagens resultantes da projecção, a Eurosondagem procedeu a uma distribuição de mandatos. Nota para o PSD, o único a perder força no parlamento. No mínimo elegerá 24 dos 47 deputados, logo, um acima da maioria necessária, podendo chegar aos 28. O PS mantém na pior das hipóteses os actuais sete parlamentares, embora possa ter mais dois na bancada. No melhor dos cenários, o CDS-PP triplica o número de deputados, passando de dois

Para além da distribuição de mandatos feita pela Eurosondagem, o DIÁRIO fez outra simulação. Tendo por base a projecção dos resultados do estudo de opinião, considerando o número de inscritos (256.481 eleitores) e assumindo que a abstenção irá manter a tendência das três últimas eleições regionais (cerca de 40%), também concluiu que se no domingo se confirmarem os resultados da sondagem, o parlamento regional vai passar a ter nove partidos representados. Outro dado significativo é que o PSD-M irá perder, no mínimo, sete deputados dos 33 que tem para seis. CDU e BE tendem a reforçar com mais um elemento a presença na Assembleia, para a qual entram os

neste momento e ficar com uma maioria absoluta muito menos folgada.Desde logo se constata que haveria um total de mais de 156 mil votantes e que o PSD teria cerca de 79 mil. O partido menos votado, o PND, ficaria acima dos 3 mil. Nesta simulação, a distribuição dos 47 lugares da Assembleia Legislativa da Madeira seria a seguinte: PSD (26 deputados), PS (9), CDS (5), CDU (2), BE (1), MPT (1), PTP (1), PAN (1) e PND (1), ligeiramente diferente da projectada pela Eurosondagem. Todos estes cálculos serão alterados se a abstenção for diferente, o que poderá acontecer, sobretudo porque há, pelo menos, 45 mil eleitores ‘fantasma’ inscritos. estreantes PAN e PTP, na qual se mantém o MPT e talvez o PND, a incógnita nesta distribuição.


portugal

06 A 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

13

LEgISLAtIvAS 2011

Nove partidos concorrem às eleições na Madeira CORREIO/LUSA Nove partidos concorrem às eleições regionais da Madeira a 9 de outubro, o que representa a maior participação de forças políticas de sempre no arquipélago, naquele que será o décimo sufrágio nesta região desde o 25 de Abril. Segundo dados da Direcção-geral da Administração Eleitoral, estão recenseados na Região Autónoma da Madeira 256.481 cidadãos nacionais, mais 25.851 pessoas que nas últimas Regionais que se realizaram em Maio de 2007. Nesse ano, com uma nova Lei Eleitoral, o PSD voltou a ser o partido mais votado, com 64,2% dos votos expressos (90.339), garantindo 33 dos 47 deputados que compõem a Assembleia Legislati-

Cabeças de lista das nove candidaturas

va da Madeira. Por seu turno, o PS, o maior partido da oposição, obteve 15,42% (21.669) e viu o seu grupo parlamentar ser reduzido de 19 para 7 elementos. Há quatro anos, a CDU foi pela primeira vez a terceira força da oposição mais votada, seguida do CDS-PP, cada um com um grupo parlamentar de dois deputados. O BE com 4.186 votos (2,97%) também continuou a ter um representante, enquanto o MPT e o PND, que se estrearam nas eleições regionais de 2007, passaram a ter um representante cada no Parlamento insular. Nas eleições do próximo dia 9 de outubro, Alberto João Jardim, volta a ser o cabeça de lista do PSD-M, candidatando-se para continuar a chefiar

o Governo Regional num contexto de crise financeira, com uma polémica dívida pública, cujo valor real diz ainda não estar totalmente apurado e que o obrigou a apresentar um plano de resgate ao Executivo da República de Pedro Passos Coelho. Quanto ao PS-M, apresentou como candidato não o seu líder regional, Jacinto Serrão, que já defrontou Jardim noutros sufrágios, mas o ex-deputado na Assembleia da República, Maximiano Martins. O líder regional e deputado na Assembleia da República, José Manuel Rodrigues lidera a candidatura do CDS/PP-M e os coordenadores regionais da CDU e BE, respectivamente, Edgar Silva e Roberto Almada, são os cabeças de lista

destas forças políticas. Também o MPT voltou a propor o nome do seu dirigente regional, o deputado João Isidoro, enquanto que o polémico Partido da Nova Democracia (PND) apostou no deputado António Fontes. As forças políticas estrean-

tes nestas eleições regionais são Partido Trabalhista Português (PTP), que submete ao eleitorado uma lista encabeçada pelo antigo deputado do PND e candidato às Presidenciais, José Manuel Coelho, e o PAN com o candidato Rui Almeida.

Alberto João Jardim (PSD)

Maximiano Martins (PS)

Edgar Silva (CDU)

Roberto Almada (BE)

Licenciado em Direito, de 68 anos, candidata-se ao décimo mandato consecutivo.

Economista, de 61 anos, foi deputado à Assembleia da República, entre 2005 e 2009.

Deputado e coordenador do PCP Madeira, de 49 anos, fez a licenciatura em Teologia na U. Católica.

Educador social, de 40 anos, é o coordenador regional do Bloco desde 2008.

Hélder Spínola (PND)

João Isidoro (MPT)

José Manuel Coelho (PTP)

Rui Almeida (PAN)

José M Rodrigues (CDS)

Doutorado em Citogenética e Biologia Molecular pela Universidade da Madeira, de 38 anos.

Empregado do comércio, de 56 anos, é o rosto do Partido da Terra, que implantou na Madeira.

Pintor da construção civil, de 59 anos, foi candidato à Presidência da República em Janeiro passado.

Investigador, de 41 anos, reside na Região desde 1994, tendo leccionado na Universidade da Madeira.

Jornalista da RTP-Madeira, de 51 anos, é o líder regional do CDS/PP.


14 portugal

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011

O antigo Chefe de Estado Mário Soares elogiou o discurso do Presidente da Republica, Cavaco Silva, por ter sido o discurso “mais republicano” que ouviu e ter referido que não se pode descurar o crescimento e o emprego.

CavaCO Silva

“Mudança profunda na acção política” Intervenção nas comemorações oficiais do 101.º aniversário da implantação da República

LUSA/CORREIO

LUSA/CORREIO O Presidente da República, Cavaco Silva, defendeu, quarta-feira, 5 de Outubro, que “a cultura republicana implica uma reforma profunda do exercício do exercício de funções públicas” e que os cidadãos exigem uma “mudança profunda na acção política”. Na sua intervenção nas comemorações oficiais do 101.º aniversário da implantação da República, Cavaco Silva declarou que “acabaram os tempos de ilusões” e foi duro nas críticas ao passado, considerando que Portugal perdeu “muitos anos na letargia do consumo fácil” e que agora “o valor republicano da austeridade digna” deve ser redescoberto. Segundo o Presidente da República, estes tempos “muito difíceis” vão exigir “provavelmente os maiores sacrifícios que esta geração conheceu” e tornam urgente “reinventar o republicanismo, fundar um republicanismo ajustado às exigências cívicas do novo século”. “A cultura republicana implica uma reforma profunda do exercício de funções públicas. Precisamente porque se pedem mais sacrifícios, o exemplo dos agentes políticos tem de ser mais autêntico”, considerou. O chefe de Estado reforçou esta ideia afirmando que “os cidadãos da República” são no actual contexto menos tolerantes “perante o despesismo

Merkel diz que Portugal recuperou confiança

O Banco de Portugal vai baixar as suas previsões de não crescimento para 2012

público e o gasto improdutivo” e exigem “uma mudança da profunda da acção política”. Cavaco Silva avisou que há “um longo e árduo caminho a percorrer”, em que “a disciplina orçamental será dura e inevitável”, mas apontou o crescimento económico como decisivo: “Se não existirem a curto prazo sinais de recuperação económica poder-se-á perder a oportunidade criada pelo programa de assistência financeira que subscrevemos”. “A par do inevitável saneamento das contas públicas, tem de existir revitalização do tecido produtivo nacional, investimento privado, combate ao desemprego, aumento da produtividade e da produção de bens e serviços capazes de concorrer nos mercados externos”, disse, acrescentando que, caso contrário, Portugal poderá ficar “na contingência de recorrer à ajuda externa”. Quanto ao passado, sem

precisar o período a que se referia, Cavaco Silva afirmou que, “durante alguns anos, foi possível iludir o que era óbvio, pese os avisos que foram feitos dos mais diversos quadrantes” e que, “agora, estamos confrontados com uma situação que irá exigir grandes sacrifícios aos portugueses”. “Perdemos muitos anos na letargia do consumo fácil e na ilusão do despesismo público e privado. Acomodámo-nos em excesso. Agora, temos de aprender a viver de acordo com as nossas possibilidades e a tirar partido das nossas potencialidades”, acrescentou. Por outro lado, segundo Cavaco Silva, “Portugal vinha acumulando intoleráveis assimetrias” territoriais, de rendimentos e de oportunidades, e “o republicanismo deste novo século deverá ser mais exigente quanto à distribuição da riqueza e na repartição os sacrifícios”.!

A chanceler alemã, Angela Merkel, deu Portugal como exemplo de um país que recuperou a confiança dos mercados por ter implementado de forma apropriada as medidas de austeridade firmadas com a ‘troika’. Questionada ontem em Bruxelas sobre o corte de ‘rating’ da agência de notação financeira Moody’s à Itália, a chanceler deu Portugal como exemplo de um país que voltou a ganhar a “confiança dos mercados” após sucessivas descidas de ‘rating’. “Todos os países europeus voltarão a ter confiança, vimos isso no caso de Portugal, se as medidas forem genuinamente implementadas”, considerou a chanceler. A Moody’s cortou na terça-feira o ‘rating’ da Itália em três níveis, de Aa2 para A2. Merkel, que falava ontem numa conferência de imprensa conjunta com o presidente do Parlamento Europeu, Jerzy Buzek, disse

que a Zona Euro tem de sair da actual crise financeira com mais força: “No futuro vamos precisar de mais Europa”, sustentou. A chanceler apelou também, como havia feito antes em conferência com o presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, ao alargamento do Fundo Europeu de Estabilidade Financeira (FEEF), uma questão de “solidariedade europeia” e uma medida necessária para que todos os Estados-membros “ponham a sua casa em ordem”. Questionada sobre os passos a seguir numa eventual ratificação da banca, Merkel apontou três cenários: um primeiro, onde os próprios bancos assumem o processo; um segundo, quando os bancos não o consigam fazer, que passe pelo uso de fundos disponibilizados pelo Estado; e um terceiro, quando o país em concreto estiver em dificuldades e a “estabilidade do euro estiver em perigo” e em que entra em cena o FEEF.!

Chanceler defende papel pedagógico das agências de ‘rating’.

FOTO REUTERS


portugal

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

15

O Governo pediu esclarecimentos à CP sobre o concurso público para a venda de 39 veículos ferroviários que terá como provável vencedor uma empresa do sucateiro de Ovar Manuel Godinho, avançou, à Lusa, o gabinete do secretário de Estado dos Transportes.

MADEIRA

28% da electricidade de origem renovável Novo parque eólico permite economizar oito milhões de euros/ ano em fuel Orlando Drumond DN-MADEIRA Com a entrada em funcionamento dos dois aerogeradores de última geração que compõem o mais recente parque eólico instalado no Paul da Serra, “a Região atingirá, já este ano, 28% da produção de electricidade de origem re-

novável”, segundo Rui Rebelo, presidente do Conselho de Administração da ‘Electricidade da Madeira’ (EEM). Durante a inauguração do novo centro produtor do Loiral II, o responsável pela EEM anunciou ainda que nas renováveis a Região “se propõe alcançar em 2015 o ‘target’ de 38%, e, provavelmente, mais de 50% em 2020”, perspectivou. Com este parque, o total da potência eólica instalada na Ilha da Madeira atinge cerca de 44 MW, o que, “em ano médio, permitirá uma contri-

buição energética de cerca de 90 GWh, isto é, cerca de 10% do consumo total de electricidade, assegurando as necessidades de consumo (de electricidade) de 35% do sector residencial da Ilha da Madeira”, referiu. Sustentou que com o investimento deste parque, que ascendeu a 6,5 milhões de euros, “fecha-se o ciclo associado à transformação, para funcionamento reversível, da Central Hidroeléctrica dos Socorridos”, quatro anos depois de ter sido inaugurado (2007).!

Desconto social vai abranger 700 mil Orlando Drumond DN-MADEIRA Os descontos sociais vão chegar aos 5 euros numa factura média de 30 e vão abarcar 700 mil famílias carenciadas, anunciou, segunda-feira, 3, o ministro da Segurança Social, Pedro Mota Soares. “Numa factura média de 30 euros, o apoio para estes grupos será de 5 euros por mês”, referiu o governante, sublinhando que aquelas 700 famílias vão pagar menos de energia do que pagavam mesmo antes do aumento do IVA. Recorde-se que os descontos sociais começam segundafeira para a energia. Idosos com pensões mais baixas, desempregados de longa duração, famílias com rendi-

mentos “muito baixos e com filhos a cargo” e beneficiários da pensão social de invalidez serão os grupos contemplados. Mota Soares lembrou que o aumento do IVA da electricidade e do gás natural “não foi opção deste Governo”, mas resultou do memorando de entendimento que Portugal assinou com a troika “para

garantir a sua solvência”. “Mas foi um opção clara deste Governo tomar medidas que possam mitigar o impacto deste aumento”, referiu. Mota Soares garantiu ainda que o processo para pedir os descontos sociais “é muito simples”, devendo ser feito junto do respectivo operador de energia.!

A Região atinge, este ano, 28% da produção de electricidade de origem renovável

Madeirense desvenda dados do Vaticano A obra ‘Arquivo Secreto do Vaticano’ em três volumes, que foi apresentada segundafeira, 3, na Universidade de Lisboa, “é só uma ponta do iceberg”, disse à agência Lusa o seu coordenador, o historiador e académico madeirense José Eduardo Franco. A edição, em três volumes e um CD-Rom, integra 14 mil documentos “apenas relativos” ao Fundo da Nunciatura de Lisboa, do século XV até ao papado de Bento XV (1914-1922), referiu o historiador, que salientou que a obra “desmistifica” o Arquivo da Santa Sé, que é uma “base de dados mundial riquíssima da relação da Igreja com o mundo”. O historiador reconheceu

a “auréola de mistério” que envolve este arquivo, mas que na realidade “é acessível a qualquer investigador credenciado por uma instituição académica que saiba latim, italiano e paleografia, e tenha muita paciência”. “É um trabalho como o do mineiro, que exige paciência para se escavar até se encontrar as pepitas e diamantes”, comentou.!


16 publirreportagem

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011

PROGRAMA FESTAS DO CONCELHO De 23 De Setembro a 21 De outubro Exposição das Jornadas Europeias do Património - Machico Fórum Machico – 17h00 28 Setembro (Quarta-feira) Instalação de Hugo Olim Forte de Nossa Senhora do Amparo – 19h00 29 De Setembro Lançamento de livro “Jangalinha - Uma Quinta no Porto da Cruz”, de Manuel Cruz Pestana de Gouveia Centro Cívico do Porto da Cruz – 19h00 29 De Setembro a 4 De outubro Torneio de Veteranos - Futebol Campo de Futebol Tristão Vaz Teixeira 3 a 8 De outubro Workshop de Aguarela “Capturar o Essencial da Paisagem através da Aguarela”, com o artista Eugen Chisnicean Atelier Municipal e praças do centro de Machico 8 De outubro Hastear da Bandeira – 09h00 Recepção às Autoridades pela Banda Municipal de Machico Actuação do Grupo Coral das Casas do Povo do Concelho de Machico Sessão Solene do Dia do Concelho – 10h30 Cidade de Machico a partir De 10 De outubro Exposição de Aguarela – Machico 2011 Solar do Ribeirinho 11 De outubro Lançamento da Colectânea “Camões Pequeno” Salão Nobre da Junta de Freguesia de Machico – 18h30 16 De outubro (Domingo) Concerto com a Orquestra de Sopros do GCEA e a Banda Militar da Madeira Fórum Machico – 19h00 15 De outubro (SábaDo) “Canções ao Desafio”, de Miguel Ângelo e Miguel Gameiro DJ Bryan Wilson Parque Desportivo de Água de Pena

Festas do Co de Machico A

20 De outubro Conferências do Museu – Solar do Ribeirinho Quotidiano de Machico em Finais do Século XVIII (a partir das Posturas Municipais) Orador: Filipe dos Santos Núcleo Museológico Solar do Ribeirinho – 18h30 22 De outubro Espectáculo Teatral Dramas e Papaias Fórum Machico – 21h00 27 De outubro Conferências do Museu – Solar do Ribeirinho Expedições Científicas Estrangeiras na Madeira - Século XIX Início do Século XX Orador: Nélio Pão Núcleo Museológico Solar do Ribeirinho – 18h30 28, 29 e 30 De outubro Eva Perón, O Espectáculo 28 De outubro Espectáculo para as escolas – 11h00 e às 15h00 Espectáculo de Teatro (estreia) – 21h00 29 De outubro Espectáculo de Teatro – 21h00 30 De outubro Espectáculo de Teatro – 17h00

Programadas iniciativas socioculturais e desportivas que se realizarão até o final de Outubro

Câmara Municipal de Machico, no âmbito do Programa Município da Cultura 2011, tem programado um conjunto de iniciativas socioculturais e desportivas que se realizarão entre os meses de Setembro e Outubro. As iniciativas visam congregar sinergias das diferentes instituições culturais em torno da celebração das festividades do Concelho de Machico, que têm o seu momento solene, no dia 9 de Outubro, Dia do Concelho. As iniciativas arrancaram a 23 de Setembro, no Fórum Machico, com a abertura da Exposição alusiva às Jornadas Europeias do Património, e a 28 de Setembro, com a instalação de Hugo Olim, no Forte de Nossa Senhora do Amparo. As duplas Miguel Gameiro/Miguel Ângelo e Bryan Wilson/Sebastian Crayn são os cabeças-de-cartaz das Festas do Concelho de Machico 2011 que prometem muita animação. Os bilhetes para este espectáculo já se encontram à venda na Câmara Municipal de Machico, no Parque Desportivo de


publirreportagem

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

17

“Orgânicos” - Exposição de fotografia e vídeo No âmbito do Município da Cultura e integrado no programa das Festas do Concelho, a Câmara Municipal de Machico promove na Sala de Exposições Temporárias do Forte de Nossa Senhora do Amparo, em Machico, a exposição de fotografia e vídeo “Orgânicos” da autoria do artista Hugo Olim, natural do Concelho de Machico. “Orgânicos” é uma série fotográfica que

reflecte sobre a identidade e a decomposição da vida através do tempo. Esta iniciativa com abertura oficial agendada para o próximo dia 28 de Setembro, quarta-feira, pelas 19h, tem como objectivo dinamizar os espaços culturais, proporcionando aos visitantes e à comunidade local, momentos de fruição cultural através das diferentes expressões artísticas.

PUBLICIDADE

Concelho o 2011 Água de Pena, na discoteca La Barca e na FNAC, com o preço de 7,5 euros, se adquirido até o dia 30 de Setembro, e com o preço de 10 euros a partir de 1 de Outubro. Do programa de festas constam muitas actividades de índole cultural e desportivo, procurando assim oferecer a toda a população um leque de opções variadas. Numa aposta clara da Autarquia na divulgação da Cidade mais a leste da ilha, o ponto alto da animação musical está marcado para o dia 15 de Outubro, no Parque Desportivo da Água de Pena. Assim sendo, a noite do dia 15 de Outubro terá o duo Miguel Gameiro/Miguel Ângelo que sobe ao palco, às 22h30 para apresentar "canções ao desafio" revivendo assim alguns dos grandes êxitos dos "Delfins" e dos "Pólo Norte". Após esta actuação o palco fica a cargo de Bryan Wilson e Sebastian Crayn. O artista madeirense actua pela primeira vez em Machico, na discoteca ao vivo, trazendo consigo alguns êxitos das pistas de dança.


18 CULTURA BREVES CultuRAIS

CoRReio de venezUeLA • 06 a 12 de outubro de 2011

FotograFia

› AVECOFA reconhece

“Mais um e a conta” As actrizes Amanda Gutiérrez, Rebeca Alemán e jornalista Mari Montes reflectem acerca da felicidade e as formas de a alcançar no Espaço Experimental do Centro Cultural BOD-Corp Banca, às sextas-feiras e sábados, a partir das 8h00pm, e domingos, às 6:00pm. O trio transforma-se em muitas outras mulheres e inclusivamente em artistas.

"Concerto Regresso às Aulas" Na próxima sextafeira, 28 de Outubro, Servando e Florentino, Caramelos de Cianuro e Guaco, sobem ao palco do terraço do Centro Ciudad Comercial Tamanaco para interpretar os seus maiores êxitos num espectáculo que foi baptizado de “Concierto Regreso a Clases”.

"Veio a Rainha" O grupo Tumbarrancho Teatro regressa ao espaço Plural do Trasnocho Cultural com uma nova produção: “Vino la Reina” (Veio a Rainha), uma tragicomédia, As funções são às sextasfeiras e sábados, às 9h00pm, e nos domingos às 7h00pm.

Festival de Cinema espanhol A 15ª edição do Festival de Cinema Espanhol da Venezuela decorrerá entre 13 e 20 de Outubro. Doze películas integram o programa exibições divididas pelas salas de Caracas, Maracay, Maracaibo e Barquisimeto. O Festival procura um equilíbrio entre as obras de autores consagrados e de realizadores emergentes.

arte de Joaquim Pereira Jornalista e fotógrafo foi um dos vencedores do concurso anual da associação Andrea Guilarte Rincón aguilarte@correiodevenezuela.com

Joaquim Pereira voltou a receber um novo reconhecimento, no passado dia 2 de Outubro, desta vez pelo seu trabalho como fotógrafo. O júri do concurso organizado pela Associação Venezuelana da Comunidade Fotográfica e Afins (AVECOFA) entregou um reconhecimento ao lusodescendente ao nomeá-lo um dos vencedores da competição, que pretende incentivar a arte criativa dos profissionais da fotografia. “Este reconhecimento é muito importante para mim pela relevância da instituição que o outorga: A AVECOFA é uma das organizações de maior percurso e conhecimento a nível fotográfico na Venezuela”, disse Pereira, destacando que o concurso anual da organização contou com quase uma centena de fotos. ‘Toccata e Fuga’ é o título

‘toccata e Fuga’ será exposta no hotel alba Caracas

da peça que o tornou vencedor da menção, com a foto de um violinista a escapulir por um estacionamento escuro. “Dá a sensação de ser um músico-espia secreto a fugir. A foto foi muito complicada de fazer. O sótão do Teatro Teresa Carreño é escuro, aproveitei quando a minha personagem caminhava contra a luz projectada por um holofote para conseguir a contra-luz adequada. Esta foto faz parte de um trabalho documental que fiz sobre o jovem director de orquestra Ron Alvarez, coordenador do Sistema de Orquestras Juvenis da Venezuela, núcleo Guarenas-Guatire”,

F oto: Joaquim Pereira

descreveu o artista. ‘Toccata e Fuga’ fará parte de uma exposição no Hotel Alba Caracas no âmbito do evento ‘Expoimagen Caracas 2011, que decorre de 23 a 25 de Outubro. Joaquim Pereira prepara-se ainda para encabeçar o Curso de Fotografia Criativa no Centro Português em Caracas, onde se prepara para partilhar os seus conhecimentos com 20 alunos. “Conforme os grupos vão avançando, serão seleccionados os melhores trabalhos para serem expostos no recinto que reúne a comunidade portuguesa de Caracas”, anunciou.M

Jorge Gonçalves venceu 'Incubadora Criativa 2011' Lenda de São Jorge inspirou o artista, nascido na Venezuela, que apresentou um trabalho de muito boa qualidade Jorge Freitas Sousa DN-MADEIRA

A 'Incubadora criativa 2011', incluía dez áreas artísticas, entre as quais a banda desenhada e pretende encon-

trar jovens dispostos a arriscar, a apresentar trabalhos e a enfrentar um júri. Foi esse o caso de Jorge Gonçalves, nascido na Venezuela há 29 anos mas desde os 11 na Madeira, que venceu na categoria BD. O trabalho apresentado, que publicamos nesta página, apresenta um nível muito bom que permite prever um futuro interessante para este artista madeirense. A qualidade do desenho de Jorge Gonçalves, desde que associada a bons ar-

gumentos, justifica uma aposta em mais altos voos, sobretudo em editores da especialidade. Desde sempre virado para as artes plásticas, Jorge Gonçalves, segundo a biografia que foi fornecida pela organização o evento, estudou na Universidade da Madeira e prosseguiu a sua formação na Universidade de Praga (República Checa). Fotografia, design gráfico e banda desenhada são algumas das áreas em que desenvolve a sua actividade.M

BREVES CultuRAIS Curta "Conto do Vento" premiada na Grécia A curta-metragem "Conto do Vento", de Cláudio Jordão e Nelson Martins, foi distinguido com o Prémio Animação, na 8.ª edição do NIFF - Naoussa International Film Festival, na Grécia, que terminou no domingo, 2. Esta curta estreou-se no Festival de Cinema AVANCA 2010 e, desde então, foi seleccionado por vários festivais de cinema.

Morreu Mário Alberto, fundador de A Barraca

O cenógrafo Mário Alberto, co-fundador do Teatro Adoque e do grupo de A Barraca, morreu terça-feira, 4, em Lisboa, aos 86 anos, confirmou à Lusa um familiar do cenógrafo. Mário Alberto encontrava-se doente há já algum tempo, estando internado no Lar dos Antigos Alunos da Casa Pia. Pintor, cenógrafo, figurinista, profissional de teatro, cinema e televisão Mário Alberto nasceu no Lubango, a 20 de Julho de 1925, e cresceu no Alentejo.

Vitorino comemora 35 anos de carreira Vitorino subiu esta semana aos palcos dos coliseus de Lisboa e Porto para comemorar 35 anos de carreira e outros tantos de actualidade portuguesa, pois a sua música "acompanhou sempre à flor da pele" a evolução social. A afirmação foi feita pelo músico durante uma entrevista à agência Lusa.


cultura

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

CULTURA

AGenDA CuLTurAL

Alex Gonçalves assume desafios fora do país Jovem lusodescendente vai animar ‘Protagonistas’, o novo reality show da Univisión Silvia C Di Frisco

sdifrisco@correiodevenezuela.com

O conhecido animador e locutor Alex Gonçalves anunciou, dia 28, através do seu blogue e do twitter, um novo projecto que deverá impulsionar a sua carreira e levar o seu talento para fora das fronteiras venezuelanas. Esta será a primeira vez que Alex irá trabalhar fora do país, aproveitando a oportunidade proporcionada pelo produtor Hugo Devana, que voltou a decidir apostar no talento do jovem luso-descendente. Alex Gonçalves vai participar num novo reality show que terá o nome de ‘Protagonistas’, e que será transmitido pelo canal latino Univisón, de costa a costa, em todo o território dos Estados Unidos. Para cumprir este compromisso, Alex terá de viajar todos os fins-de-semana à cidade de

Esta será a primeira vez que Alex irá trabalhar fora do país

Miami, mas assegura que não está no seus planos mudar-se para a Florida. ‘Protagonistas’ será uma plataforma para todos os aspirantes a actores que queiram demonstrar as suas capacidades frente às câmaras. Os

F OTO: CORTEsiA

participantes nesta produção, para além de lutar para superar provas e desafios complicados, deverão conviver numa casa/estúdio na qual serão monitorizados 24 horas por dia. O segmento que Alex irá

Carla Salcedo Leal

csalcedo@correiodevenezuela.com

Biella da Costa Gomes é uma cantora venezuelana de raízes portuguesas e sefarditas que se dedica sobretudo ao jazz e aos blues, ritmos com os quais conquistou o público dentro e fora da Venezuela, partilhando os palcos com artistas como Eric Clapton, Ray Charles, Chuck Mangione, Dave Valentin, Nestor Torres,

Chucho Valdez, entre outros. Actualmente, enquanto prepara uma nova produção discográfica, Biella da Costa actua às quartas-feiras no Auyama Café, no âmbito de uma experiência que o espaço lançou para promover a cultura urbana durante a semana. “Carlos Sanabria, gerente do espaço, propôs-nos participar numa actividade que promovesse a cultura, fazer música que nos agradasse e chamasse a atenção do público”, conta da Costa sobre a iniciativa na qual participa há cerca de um mês. Costa dá aulas de Canto Popular na Universidade Na-

cional das Artes (Unearte), em Sartenejas. “Quando não estamos a tocar, o meu marido e eu damos aulas. Este foi um espaço que se abriu na Universidade porque no Sistema de Orquestras sempre houve espaço para a música clássica mas não para a música popular, e as pessoas ficaram muito interessadas em conhecer alguns dados importantes sobre a música popular”, acrescenta Costa. No mês de Janeiro, da Costa viaja até a Colômbia para interpretar ‘La Pasión según Marco’, obra que levará também aos palcos argentinos no

“O Príncipe feliz” conduzir aos sábados, durante dois meses, vai chamar-se ‘Aquí todo se vale’ e o seu trabalho consistirá em animar uma ‘rumba’ na qual os concorrentes poderão aligeirar a carga de stress provocada pela competição. O apresentador propõe-se animar, todas as semanas, a audiência e os concorrentes com jogos, diversas actividades e artistas convidados. O tempo de Alex Gonçalves será distribuído principalmente entre o magazine ‘Lo Que Ellas Quieren’, conduzido todas as manhãs junto com Antonella Baricelli e Michelle Dernerssisian, pelo canal de televisão aberta La Tele; e o seu programa de rádio ‘Apaga la tele’, transmitido por La Mega 107.3FM, que partilha com Verónica Gómez. É esperado que em Outubro, Alex Gonçalves estreie, junto com Eglantina Zingg, o ‘Pepsi Stream’, projecto através do qual serão levados ao público semanalmente, através da internet , os últimos acontecimentos musicais, e serão apresentados diferentes talentos venezuelanos.M

Biella da Costa anima noite caraquenha Cantora de origem lusa actua às quartas no Auyama Café

19

mês de Março. Questionada sobre se cantará fado, assegura que fica tentada, pelo ritmo das suas raízes, e não perde a esperança de se envolver neste tipo de música. “Nunca cantei o fado, mas tive oportunidade de conhecer a Mafalda (Arnauth) no Uruguai e gosto muito da forma como interpreta os seus fados, é sem dúvida um música que um dia tenho de abordar, tem um som que podia custarme muito se tentasse interpretar (risos). Se calhar tenho de ir ao Centro Português procurar alguém que me guie”, conclui.M

O musical “El príncipe feliz” continua no Teatro Premium do CC Galerias Los Naranjos. Protagonizada por Fernando Da Silva, a obra conta a história de uma admirada estátua que tenta levar um pouco de alegria às pessoas que carecem dela. As funções têm lugar aos sábados e domingos, às 3h00pm.

Maestro distinguido

José António Abreu recebeu, em Berlim, o prestigiado Prémio Echo Klassik, que é atribuído pela indústria discográfica alemã. Os prémios Echo homenageiam diferentes figuras da música clássica e estão reconhecidos como dos mais importantes a nível internacional.

“Tudo para elas” A obra “Todo para ellas” começa, a 8 de Outubro, uma digressão pelas principais cidades do país, desta vez em Margarita. O actor Henry Licett, incorporou-se à peça dirigida por José Ascensao. Licett interpretará “Jacinto” numa peça carregada de muito baile, erotismo, comédia e sensualidade. Entradas à venda em: www.ticketmundo.com.

Gaélica em concerto No próximo 6 de Novembro, a partir das 6h00pm, os amantes da música celta poderão desfrutar do repertório do grupo venezuelano Gaélica numa apresentação muito especial e que comemorará o 10º aniversário do Centro Cultural BOD-CorpBanca.


20 cultura

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011

TEATRO

pEnSA vERDE

‘Escândalos pessoais’ no Cultura Chacao Luso-descendente Marisol da Silva encarna a ‘ A governanta’ e ‘A viúva’ nesta peça Andrea Guilarte Rincón aguilarte@correiodevenezuela.com

A Sala Cabrujas de Cultura de Chacao em Los Palos Grandes será, até 30 de Outubro, o palco da obra ‘Escándalos personales’ (Escândalos pessoais, em português), protagonizada por Gerardo Soto, que se submeteu a uma transformação física e emocional para encarnar o dramaturgo russo Anton Chéjov em cinco histórias, em aparições quotidianas, que se transformam em divertidas comédias ou em escuros dramas. Soto é acompanhado no palco pela luso-descendente Marisol da Silva, e ainda por Germán Anzola, Ivonne Vela, Patricia Pacheco, Stella Guerrero, Fulvio Quintana e Carlos Clemares, membros do Grupo Teatral Emergente de Caracas. Nesta peça, Marisol da Silva tem dois papéis nos contos curtos de Chéjov que integram

a montagem: ‘A Governanta’ e ‘A Viúva’, ambos ligados à história da personagem principal. “Anton Chéjov é um escritor russo do início do século XX e apesar das suas peças terem mais de 100 anos, a actualidade é surpreendente. Ele reflectia sobre a realidade do ser humano, claramente plasmada nos contos curtos que apresentaremos na obra”, disse a actriz e produtora. ‘Escándalos personales’ rende ainda homenagem à directora venezuelana Elia Schneider, importante orientadora de talentos da interpretação, cujas linhas se baseiam na obra do também russo Konstantin Stanislavski. Tal como Silva, muitos dos actores que protagonizam esta obra estudaram em alguns dos seus workshops e tornaram-se discípulos da corrente artística. “Esta é uma peça para todo o mundo, é uma prenda para o público para que possam ver a vida do ser humano como se estivessem num aquário”, convidou Marisol da Silva. As sessões são às sextas e sábados às 8:00 da noite, e aos domingos às 6:00 da tarde.M

Alterações climáticas aumentam número de deslocados Silvia C Di Frisco

A peça baseia-se na vida do dramaturgo Anton Chéjov

F OTO: CORTESIA

AS hiStóRiAS A viúva: O comerciante Iván visita a viúva Popova para cobrarlhe uma dívida que tinha com o seu defunto marido. Uma força arrebatadora os una inexplicável paixão. O Arranjo: O pai de Antón Chéjov leva-o a uma casa de ‘meninas’ para que este tenha a sua primeira experiência sexual, no entanto, umas quantas coisas a resolver para poder materializar o acordo. A Governanta: Uma senhora ajusta contas com Júlia, governanta que cuida dos seus filhos. A senhora reduz o salário de Júlia, tornando-a vítima de humilhações cruéis. A Audição: Anton Chéjov convoca uma audição para jovens actrizes para encontrar a protagonista da sua nova obra. Nina, uma actriz amadora, apresenta-se, e deverá demonstrar que a paixão em seguir a sua vocação é capaz de superar qualquer obstáculo. O Espirro: É a noite de estreia de uma peça de teatro e entre o público está um trabalhador do Ministério dos Parques Públicos, que tem a oportunidade da sua vida, mas em plena sessão de teatro, espirra, e a partir desse incidente, a sua vida muda.

Sabor crioulo em terras lusas CSLV em Aveiro acolhe espectáculo do grupo venezuelano Tinaja Sergio Ferreira Soares sferreira@correiodevenezuela.com

O Centro Social Luso Venezuelano situado em Nogueira da Regedoura, Aveiro, Santa Maria da Feira, recebe, a 22 deste mês, e pela primeira vez em Portugal, o grupo venezuelano Tinaja. Criado em Maio de 2003 e dedicado à divulgação da música folclórica e popular da Venezuela no

mundo, este grupo actua agora em terras lusas, no salão nobre do Centro. O espectáculo, com duração de cerca de duas horas, permitirá uma viagem no tempo

através dos sons da Venezuela, país rico em celebrações e tradições culturais, dependendo das diferentes regiões do país, graças à mistura étnica. O programa inclui a actuação de um

DJ, que promete fazer dançar os presentes com os sons do merengue, salsa, reggaetón e a ainda a ‘hora loca’. Serão também vendidos diferentes produtos típicos da Venezuela. As entradas são limitadas e devem ser reservadas com antecedência através do correio electrónico tinaja@ centrolusovenezolano.com ou através dos números de telefone 227640204/910327501. Para mais informações, visite www.centrolusovenezolano. com ou www.facebook.com/ lusovenezolano.M

O director executivo do Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONUHabitat), Joan Clos, alertou recentemente que em 2050, o número de pessoas deslocadas devido às alterações climáticas poderá ascender a 200 milhões, se não foram tomadas as medidas urbanísticas adequadas. Foram declarações proferidas durante uma conferência de imprensa na qual Clos, que ocupa o cargo de secretário geral adjunto da ONU, vaticinou que muitos destes deslocados teriam de deixar as suas casas devido ao aumento do nível da água junto à costa ou às constantes inundações e secas, fenómenos que desencadeariam outros problemas relacionados com o abastecimento de alimentos, e também doenças. Clos recomendou que para fazer frente a este problema e começar a evitar as suas consequências, os residentes dos centros urbanos, principais contaminantes, deverão começar a consciencializarse sobre a situação e ajudar em acções que permitam reduzir a emissão de gases nocivos para a atmosfera, promovendo um sistema sustentável. “A prevenção deve ser observada através da planificação urbana e de construção para que os habitantes das cidades, especialmente os mais pobres, fiquem protegidos perante os desastres”, referiu aquele responsável da ONUHabitat. Lembre-se que cuidar hoje é proteger o futuro das novas gerações.


sociales

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

Banquetes

Gales

Salón Majestic

Janneth Sofía celebrou 15 anos Silvia C. Di Frisco sdifrisco@correiodevenezuela.com

O salão Windsor do Grupo de Banquetes Gales vestiu-se de vermelho na noite do passado sábado, 1 de Outubro, para receber os 250 convidados que se associaram à celebração do 15º aniversário de Janneth Sofía De Gouveia Orsao, que foi acompanhada pelos seus pais, Diva Orsao e José Manuel De Gouveia. Janneth entrou no recinto na posse de uma folha que serviu para ajudar a apresentar uma coreografia baseada em Hollywood, dirigida pela reconhecida

Anita Vivas. A sua irmã mais velha, Stephany Alejandra, também bailou com ela. A quinzenária brilhou com um vestido da autoria de Marisabel Garoto, elaborado numa delicada tela vermelha; e com uma maquilhagem do salão D’Thais. Os serviços de decoração, pastelaria e música foram oferecidos pela agência Diamante. Na porta do salão foi colocado um cartaz com fotografias da jovem, da autoria do fotógrafo César Félix, para que os convidados ali pudessem deixar mensagens à aniversariante. A hora louca contou com uma sessão musical de tambores venezuelanos.•

21


22 opiniÃo

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011

falaNDo com a NoSSa geNte

Falhas no transporte aéreo? David Rodriguez

C

hama a atenção os diferentes acidentes e incidentes aéreos que ocorreram a nível nacional durante as últimas semanas e que os meios de comunicação resenharam nas suas páginas e emissões. É preocupante, não só ser recorrente algo que devia ocorrer com pouca regularidade, mas também porque isto parece indicar uma crise no transporte aéreo venezuelano. Os recentes incidentes e acidentes aéreos trazem à análise muitas hipóteses e ideias pre-

alta tRibuNa

os recentes incidentes e acidentes aéreos trazem à análise muitas hipóteses

ventivas, dado que ainda não existem conclusões precisas sobre o que aconteceu. Primeiro, analisar em tempo real as aeronaves nacionais, a sua manutenção e normas universais que devem ser cumpridas no quotidiano e regularmente. Segundo, estabelecer uma auditoria ao sistema aéreo e comparar e formalizar uma modernização das frotas de equipas aeronáuticas no nosso país; situação que talvez ficaria limitada devido ao estado do nosso país. Mas são procedimentos necessários e urgentes que se exigem. Em terceiro lugar, determinar com exac-

tidão os relatórios completos dos acidentes e incidentes dos casos registados e que foram notícia no nosso país. Estes casos devem ser apresentados para que sejam apuradas as responsabilidades e as causas, e também para que as companhias aéreas adoptem medias para prevenir a sua repetição. Além disso, com os referidos relatórios seria possível determinar as causas e estabelecer hipóteses quanto a futuras consequências, determinando precauções a ter e quais as manutenções oportunas a realizar. Isto é, manter a confiança num estilo de transporte massivo de

pessoas, susceptível de trazer segurança e confiança na viagem para o destino escolhido, tanto ao nível nacional como internacional, segundo o protocolo e as leis estabelecidas pelas autoridades aeronáuticas. Também devemos determinar com estes acontecimentos como está o sistema aéreo nacional e outros tantos sistemas de transportes de pessoas, seja aéreo, terrestre ou marítimo. Isto permitirá criar confiança no transporte: um problema e uma preocupação colectiva e particular, que oxalá possa resolver-se o mais cedo possível.

Já não há espaço para a indiferença antonio lopez Villegas

T

alvez esteja enganado. Mas nesta fase do jogo, acho que já não há dúvidas de nenhuma natureza de que a maioria do povo venezuelano, cerca de 80%, vai dizer que futuro deseja para esta ‘terra de graça’. O que acho que está claro, e já o sabemos, é o que não queremos, por o termos vivido ao longo de vários anos: Insegurança (de todos os tipos), inflação (uma das mais elevadas do mundo), desenganos

talvez seja necessário sofrer as dores que agora sofremos

(a cada momento), mentiras (cada vez que abrem a boca), promessas (até ao cansaço), impunidade (demasiadas), desemprego (elevado para um país com as possibilidades que tem). Não necessariamente por esta ordem. Acho que tê-lo compreendido já é o bastante. Ter entendido que os messias não existem é uma grande lição que seguramente conseguimos aprender. Que é necessário o concurso das melhores vontades e melhores talentos para avançar rumo a um futuro melhor é im-

prescindível. Que rodear-se de medíocres incondicionais que nos aplaudam tudo, inclusive as mais disparatadas ocorrências surgidas de uma desvelada noite de insónia é um erro que nem sequer um principiante deve cometer. Enfim, resta à oposição democrática encarregar-se do papel de evitar que sigamos por este barranco. Estar de acordo, todos sem excepção, ainda que seja numa emergência nacional como a que nos afecta, é um dever patriótico iniludível. A indiferença de alguns que

invadem a realidade que nos preocupa neste momento, mais do que inocência, é um pecado mortal. Esses indiferentes devem entender que ou saímos agora do pesadelo ou acabaremos, definitivamente, como outros países que tiveram de recorrer a outras soluções mais drásticas e extremas, que provocaram muito mais sangue do que o esperado. Talvez seja necessário sofrer as dores que agora sofremos para podermos entender que a paz e a liberdade jamais se negociam.

"Se queres ser colunista de opinião neste meio de comunicação, candidata os teus textos através do correio electrónico correio.prensa@gmail.com. Necessitamos do teu nome completo, um título para a coluna e um texto de 2500 caracteres máximo"


opiniÃo

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

Cartas

23

Favor enviar as suas cartas e comentários ao endereço electrónico: correio.prensa@gmail.com

Mais cuidado com a condução

Estejam atentos às conversas…

Reflectir sobre a Madeira

Orgulho luso

Estimados amigos do Correio. Esta carta é especialmente dedicada a todos os nossos amigos condutores. Bem estejam ao volante de um camião, de um autocarro ou de um veículo particular. Quero pedirlhes, caridosamente as estes mestres da condução, que tenham mais prudência, responsabilidade e, sobretudo, atenção. Recordem sempre ao circular na estrada têm vidas valiosas nas suas mãos e à vossa volta. Digo isto porque, desde há um tempo a esta parte, tenho recebido notícias terríveis sobre acidentes de viação que acabaram com pessoas importantes para mim e que têm desmembrado muitas famílias. Isto tem de acabar. Mais cuidado com a condução!

Tomo a liberdade de escrever para o vosso meio de comunicação para agradecer, não só a vocês como também às instituições lusas, pelo esforço que têm feito para combater os sequestros neste país. Há alguns dias recebi uma estranha chamada no meu telemóvel depois de ter colocado um anúncio no jornal, no qual vendia um bem imóvel. Logo que atendi a chamada, o homem, com uma fala muito má, começou a tratar-me pelo meu nome e a assegurar que me conhecia de uma experiência que jamais vivi com ele, e que implicava ter comprado mercadorias retidas nas alfândegas. Como não caí no seu jogo, tratou de confundirme perguntando pelo apartamento, ao que decidi enfrentá-lo. Desde o primeiro momento estive atenta ao que o homem estava a dizer e, por alguma razão, apenas escutei o seu tom de voz, lembrei-me o que há alguns meses tinha dito o comissário do CICPC na palestra que deu no Centro Português sobre segurança: os delinquentes, hoje em dia, dedicam-se à caça de vítimas pelo que devemos estar atentos e fazer caso das indicações que as autoridades dão, pois eles sabem como actuam estes grupos organizados. Ontem fui eu, qualquer dias destes pode ser você!

Como português natural da Madeira, não compreendo porque é que os políticos da Madeira e do Continente falam mal do presidente Alberto João Jardim. De facto choca-me a fraca memória dos madeirenses mais velhos como eu e choca-me mais ainda não saberem transmitir aos mais novos toda a evolução e desenvolvimento que teve a Madeira graças ao empenho e ao esforço de este homem. Pior do que isso é ver na RTP Internacional como os partidos políticos da oposição na Madeira, em vez de estarem ao lado dos madeirenses, estão contra os nosso próprios conterrâneos, dando a razão ao governo nacional contra as nossas conquistas como povo ilhéu… Embora não esteja de acordo com muitas das atitudes arrogantes do Dr. Jardim, a verdade é que nunca vou estar contra ele, pois sempre defendeu os direitos dos madeirenses como eu. Nestas eleições, os madeirenses ditarão mais uma vez as regras da democracia e oxalá elas sirvam também para que a oposição da Madeira aprenda e amadureça na defesa dos interesses da nossa ilha para bem de todos nós no futuro.

Olá a todos. Pretendo com esta carta sublinhar o orgulho que sinto por ser lusitano e pertencer a esta extensa comunidade que nos faz cada vez mais sentir honrados. Nesta ocasião quero dirigir-me especialmente a todos aqueles portugueses ou luso-descendentes que conseguiram elevar bem alto o nome do nosso país, em diferentes áreas que são reconhecidas internacionalmente. Vanessa Gonçalves, no Miss Universo; Kimberly Dos Ramos, no canal internacional Nickelodeon; e a banda La Vida Boheme, agora nos prémios Grammy Latinos, são uma pequena amostra. Eles, como muitos outros, são pessoas que com enorme dedicação e amor pelo seu trabalho, lograram cumprir os seus sonhos, e, com isso, encher-nos, a todos os que os seguimos, de alegria e orgulho.

João Gonçalves

andreína Gomes Da Costa

José Manuel G. Pereira

João antónio Ferreira Fernandes

inquérito

A poucos dias do início de uma nova temporada de beisebol, o CORREIO foi saber junto de alguns dos seus leitores porque razão escolheram as equipas que seguem nesta modalidade.

rosana Caiazzo administradora

Daniel alves Comerciante

Soy ‘magallanera’ por rebeldia, porque quis ser contrária a toda a gente. Além disso, o Magallanes, inicialmente, foi uma equipa de Caracas. O seu nome era o Magallanes de Catia.

Sou ‘caraquista’ porque quando tinha 8 anos, fui ao estádio com o meu irmão ver um jogo entre o Caracas-Magallanes. Nós dois éramos ‘magallaneros’ e nesse dia jogou Omar Vizquel. O jogo foi ganho pelo Caracas por uma jugada de Vizquel e, desde então, converti-me em ‘caraquista’.

rosana Dupuoy Comunicadora social

Greisson Pereira Engenheiro

Na realidade, não gosta muito de beisebol, mas simpatizo com os Tigres de Aragua porque o meu bisavô foi um dos fundadores da primeira equipa de beisebol profissional dessa entidade.

Não sou adepto de qualquer equipa de beisebol. Tenho mais preferência pelo futebol, pelos motores e outros. Mas de beisebol, muito pouco. Dá-me sono e não sei porquê, mas penso que deve ser porque só vi jogos pela televisão e foram aborrecidos, com pouca acção. Quem sabe se no estádio será outra coisa.


24 lazer

correio de venezuela • 06 a 12 de outubro de 2011

HOróScOpO

SUDOKU

Carneiro

21/03 - 20/04

Touro

21/04 - 20/05

Gémeos 21/05 - 21/06

Amor: Através da comunicação pode-

Amor: Poderão surgir problemas na

Amor: Proporcione a si mesmo alguns

rá impressionar a pessoa que ama.

sua relação. Use a sabedoria. Saúde:

momentos para reflectir. Saúde: Seja

Saúde: Descanse e medite mais de

Adopte uma postura mais tranquila

cauteloso na forma como gere a sua

modo a encontrar o equilíbrio interior.

perante a vida.

saúde. Dinheiro: Aproveite para se in-

Dinheiro: Não seja tão distraído, con-

Dinheiro: Com persistência e determi-

formar sobre a melhor forma de apli-

centre-se seriamente no que faz.

nação será mais fácil chegar ao topo.

car as suas economias.

Caranguejo

Leão

22/06 - 21/07

22/07 - 22/08

Virgem 23/08 - 22/09

Amor: Não dê ouvidos a conversas de

Amor: Dedique mais tempo ao seu

Amor: A sua vida afectiva fluirá nor-

pessoas que não conhecem a reali-

amor. Reúna a sua família. Saúde:

malmente, não se preocupe. Saúde:

dade da sua vida. Saúde: Leve a vida

Previna-se contra possíveis proble-

Modere a quantidade de café que

com mais moderação. Dinheiro: Igno-

mas intestinais. Dinheiro: Altura ideal

toma diariamente. Dinheiro: Deve

re as atitudes maldosas e sem funda-

para realizar aquela viagem que há

analisar a sua vida profissional.

mento de um superior hierárquico.

tanto deseja.

Balança

23/09 - 22/10

Escorpião

23/10 - 21/11

Sagitário 22/11 - 21/12

Amor: Deverá agir com cautela para

Amor: Aproveite melhor os momen-

Amor: A sinceridade conquistará em

não comprometer a sua vida conjugal.

tos com a família. Saúde: Cuidado

cheio o coração da sua cara-metade.

Saúde: Caso esteja doente, o descan-

com o que come, poderá ocorrer uma

Saúde: Período sujeito a uma infe-

so será importante. Dinheiro: Poderá

reacção alérgica. Dinheiro: Deposite a

cção urinária. Dinheiro: Tome mais

sentir que a dedicação não está a ser

sua energia na actividade que exerce

atenção à forma como gasta o seu

recompensada.

neste momento.

dinheiro. Organize-se melhor.

Capricórnio

21/12 - 20/01

Aquário

21/01 - 19/02

Peixes 20/12 - 20/03

Amor: Não perca o contacto com as

Amor: A sua criatividade dará um en-

Amor: A sua forte intuição ajudá-lo-á

coisas mais simples da vida. Saúde:

canto especial à sua relação. Saúde:

a resolver um problema amoroso.

Poderão surgir algumas complicações

Vá ao dentista com maior regularida-

Saúde: Poderá sentir um ligeiro des-

a nível do aparelho respiratório. Din-

de. Dinheiro: O bom senso será seu

conforto devido a dores nas costas.

heiro: Poderá ser elogiado pela entre-

aliado em diversos sectores da sua

Dinheiro: Trabalhar é importante, mas

ga total à sua actividade profissional.

vida.

dê mais atenção aos seus filhos.

mUSica ! OS maiS vEnDiDOS ... na Venezuela

Sounds Of The Universe Depeche Mode

Entre Los Que Quieran Calle 13

The Last Aventura

Musica Alma Sexo Ricky Martin

Sin Otro Sentido Lasso

The Art of Amália Amália Rodrigues

Fado em Mim Mariza

... em Portugal

21 (Ed. Especial) Adele

Best of Fado Vários

Mútuo Consentimento Sérgio Godinho

Solução anterior - Edição 426

EncOntrE aS DifErEnçaS


06 A 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

publicidade

25


26 saúde ›

SAúdE Ao díA

Células podem tratar doenças do coração As células estaminais que se encontram no coração podem servir para prevenir malformações deste órgão durante o crescimento e tratar pacientes com insuficiência cardíaca. A descoberta é de João FerreiraMartins, investigador da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto e da Universidade de Harvard.

Local e tipo de parto na origem de alergias A forma como o bebé nasce e o local onde o parto acontece podem ter impacto no desenvolvimento de alergias e asma mais tarde na vida. Investigadores da Universidade de Maastricht, na Holanda, descobriram que os bebés, e sobretudo os que nasceram através de cesariana, têm mais probabilidade de ter nos intestinos um certo tipo de bactérias. Essas bactérias estão relacionadas com o aparecimento de alergias e asma.

Ecstasy modificado para tratar cancro O ecstasy é uma droga perigosa, mas cientistas britânicos e australianos modificaram-na para que esta substância tenha um papel importante no combate ao cancro, avança a BBC. O ecstasy é composto por anfetaminas, que já se sabia terem capacidade de acabar com algumas células cancerígenas, mas o grupo de cientistas da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, e da Universidade da Austrália, conseguiram aumentar a eficiência da droga em cem vezes.

correio de venezuela  06 a 12 de outubro de 2011

ACTUAL

Venezuela impulsiona doação de órgãos Existem no país 3,47 dadores por cada milhão de habitantes Andrea Guilarte aguilarte@correiodevenezuela.com

Durante a palestra ‘Mitos e Realidades da Doação de Órgãos’, organizada pela Pfizer Venezuela, em aliança com a Organização Nacional de Transplantes da Venezuela (ONTV), Glenda Arcamone, pediatra oncologista e coordenadora hospitalar de transplantes da área metropolitana, indicou que depois de 44 anos de actividade da ONTV, 45% de todos os transplantes foram feitos em 11 anos. A especialista disse que hoje em dia, na Venezuela, realizam-se cerca de 300 transplantes, entre renais, hepáticos e da córnea, e anunciou o início dos procedimentos com válvulas cardíacas, esperando que no final do ano se realize o primeiro transplante de coração.

Na Venezuela, a doação de órgãos pode acontecer de duas maneiras: Em vida, quando as pessoas expressam essa vontade, bom estado físico e tendo ficado demonstrada a compatibilidade com a pessoa que irá receber o órgão; ou depois de se ter declarado a morte cerebral de um paciente. A actual Lei sobre Transplantes de Órgãos no país estipula que devem ser os familiares que, no momento de ser diagnosticada morte cerebral, a tomar a decisão de doar, ou não, os órgãos e tecidos do familiar. Por isso, neste processo, o papel da família é fundamental e depende da consciência, da cultura, da religião e até da sensibilidade dos mesmos a este assunto. Por esta razão, se uma pessoa quiser ser dador, é importante que comunique o seu desejo à família. Os órgãos e tecidos do corpo que podem ser transplantados são: Coração, rins, fígado, pâncreas, pulmão, medula óssea, córneas, válvulas

É importante que os dadores informem a família sobre a sua intenção

cardíacas, cartilagem, tendões, artérias e veias. No entanto, na Venezuela só se realiza o transplante de rins, fígado, válvulas cardíacas e córneas. Arcamone disse ainda que actualmente existem milhares de pessoas em listas de espera para doação de órgãos e tecidos. Por exemplo, para transplantes de rins, há 1.500 pessoas à espera, das quais 30% são crianças, que nasceram com malformações, e muitos

FOTO: CORTESIA

delas estão em diálise deste o nascimento. Os voluntários que desejem registar-se como dadores na Venezuela devem ser maiores de idade e expressar, por escrito, a sua vontade de ser dador, através do Modelo de Dador Voluntário (‘Planilla de Donante Voluntario). Este modelo pode ser obtido na ONTV, através do ‘0800-donante’, ou no sítio www.ontv-venezuela. org.M

Vacinação previne absentismo laboral Andrea Guilarte aguilarte@correiodevenezuela.com

Cumprir o esquema de vacinas tornou-se um problema de consciência e carácter social. Ainda que as vacinas contenham uma grande quantidade de antígenos para a produção de anti-corpos, as mortes por doenças que podem ser prevenidas através da vacinação continuam a fazer parte das estatísticas. O pediatra e puericultor Guillermo Stern explicou que o rendimento de uma empresa pode ser afectado pelo absentismo dos funcionários, que têm de guardar repouso devido a doenças que podem ser totalmente prevenidas através

Vacinar os funcionários é uma vantagem para o sector empresarial

da vacinação. O trabalhador vacinado, para além de proteger o seu núcleo familiar, desprende-se da sua condição de portador assintomático de bactérias que coabitam no seu organismo, as

FOTO: CORTESIA

quais podem afectar as pessoas à sua volta que tenham as defesas imunológicas baixas. Neste sentido, o doutor Stern explicou que os referidos microrganismos são capazes de viajar através das condutas

de ar condicionado dos escritórios e elevadores, formando, assim, a síndrome do edifício doente. Actualmente, as diferentes vacinas existentes oferecem protecção para mais de 25 doenças, das quais se destaca a gripe, que sofre mutações todos os anos, pelo que é requerido o reforço anual. O doutor Stern considera que na medida em que o adulto saiba que a vacinação previne uma grande quantidade doenças, das quais algumas são transmitidas a crianças, que podem ser mortais, tomará consciência e completará o seu esquema de vacinação, construindo, assim, um ambiente laboral são.M


desporto

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

27

LIgA ZoN SAgRES

‘Grandes’ vencem e Braga escorrega Benfica e FC Porto seguem ‘colados’ no topo da classificação Pedro Freitas Oliveira DN-MADEIRA A avaliar pelo início de campeonato, esta época teremos muito provavelmente uma luta bastante renhida pelo título. Benfica e FC Porto seguem ‘colados’ no topo da classificação, mas no passado fim-de-semana distanciaramse do Sp. Braga, equipa que perdeu pela primeira vez no campeonato. Mas na luta pelo topo é preciso contar com o Sporting, que embalou para os bons resultados, afastando o cenário de crise que prevaleceu durante as primeiras jornadas.

Os leões, orientados por Domingos Paciência, parecem crescer jogo após jogo e, com isso, continua na perseguição a Benfica e FC Porto. Ao fim de sete jornadas, líder e quinto classificado estão separados por apenas três pontos, o que ilustra bem a ideia de equilíbrio. Benfica, FC Porto e Sporting venceram os respectivos jogos na 7.ª ronda da I Liga e aproveitaram o deslize (0-1) do Braga frente à União de Leiria. As ‘águias’ confirmam, que têm realmente todos os argumentos para efectuar uma época de grande qualidade. Na Luz, golearam o Paços de Ferreira (4-1), num jogo marcado por uma grande exibição de Saviola. O FC Porto, por seu turno, afastou as críticas recentes e, ao vencer (3-0) em Coimbra, impediu

o FC Porto regressou às vitórias em Coimbra

que se alastrasse a onda de descontentamento relativamente ao trabalho do treinador Vítor Pereira. Quanto ao Sporting, parece que a pior fase está ultrapassada. Em Guimarães, a equipa leonina venceu por 1-0 e somou o quinto triunfo consecutivo no campeonato, reforçando o bom momento que atravessa. Mantendo um lugar no

FoTo: CoRTESIA

top-5, o Marítimo continua a ser, por agora, uma das agradáveis surpresas do campeonato. No passado domingo, os verde-rubros empataram 2-2 frente ao Feirense, somando o quinto jogo consecutivo sem perder. Com uma equipa bastante jovem, o Marítimo melhorou ao nível da finalização, em relação à época passada, e até ao nível de futebol pratica-

do também se notam francas melhorias. Já o Nacional regressou às vitórias (1-0) frente ao Olhanense. Uma exibição que valeu sobretudo pelo resultado, pois os alvinegros continuam a denotar algumas dificuldades em vários aspectos, daí que Ivo Vieira tenha ainda muito trabalho pela frente, no sentido de melhorar o rendimento da sua equipa.! Pub


28 desporto

correio de venezuela  06 a 12 de oUtUBro de 2011

EuRo 2012

Faltam quatro pontos Um golo madrugador de Jumisse foi suficiente para o Leixões se impor à equipa serrana Pedro Freitas Oliveira DN-MADEIRA A selecção portuguesa está a quatro pontos de carimbar o passaporte para o Europeu 2012. As contas até são simples de fazer, embora seja necessária atenção redobrada no sentido de evitar desilusões de última hora. Portugal recebe a Islândia esta sexta-feira, 7, e quatro dias depois viaja até Copenhaga, para defrontar a Dinamarca, no tal jogo que deverá decidir tudo no que diz respeito ao apuramento. Portugal é favorito frente aos islandeses, mas vencer essa partida é apenas a primeira parte da missão. Segue-se o duelo com os dinamarqueses e, se a lógica imperar, deverá bastar um ponto, nesse jogo, para consumar a qualificação para o Campeonato da Europa do próximo ano. Recorde-se que a PUB

selecção lusa efectuou uma corrida de trás para a frente, já que arrancou bastante mal na fase de qualificação e por pouco não hipotecou as possibilidades de marcar presença no Euro 2012. A chegada de Paulo Bento, que substituiu Carlos Queiroz no comando técnico de Portugal, foi o melhor tónico para encontrar, de uma vez por todas, o caminho dos bons resultados. A selecção nacional deu a volta a um cenário negro e a verdade é que agora depende exclusivamente do seu trabalho para concretizar o objectivo. As atenções, de resto, centram-se no jogo da próxima terça-feira, em Copenhaga. Será esse o palco da decisão. Mas antes, recorde-se, é fundamental derrotar a Islândia, num jogo em que Portugal se assume como claro favorito, ainda para mais ao jogar perante o seu público. Portugal e Dinamarca, equipas que se encontram em melhor posição para lutar pelo primeiro lugar do grupo H, assumem-se como favoritos nos respectivos jogos, esta sexta-feira. Os nórdicos deslocam-se a Chipre e também

Aproxima-se a ‘hora do tudo ou nada’ para a selecção de Paulo Bento

terão de ganhar para não perder o comboio da qualificação. Se a lógica imperar, dinamarqueses e portugueses devem chegar a Copenhaga com os mesmo pontos, mas nesse cenário o empate dará a qualificação à equipa lusitana – na 1.ª volta Portugal venceu por 3-1. De resto, a Noruega também continua na corrida pelo primeiro lugar, em-

FoTo: CoRTESIA

bora com menos hipóteses já que tem somente um jogo para efectuar. Recorde-se que o melhor segundo classificado dos 9 grupos também tem entrada directa no Euro 2012. As restantes oito selecções que terminarem em segundo lugar discutem as últimas quatro vagas através de um ‘play-off ’. O Campeonato da Europa do próxima ano realiza-se na Polónia e Ucrânia.!


desporto

06 a 12 outubro de 2011 • correio de venezuela

29

1ª Divisão

Esppor não consegue pontos no Torneio Abertura Ibéricos caíram ante o Caracas, somando três derrotas no campeonato Carla Salcedo Leal

csalcedo@correiodevenezuela.com

Numa calorosa tarde de sábado, 1 de Outubro, o Real Esppor Club visitou o actual líder da tabela classificativa, o Caracas Futebol Club, num encontro que incluiu bom futebol e o reencontro do professor Sanvicente com os adeptos da sua antiga casa, onde foi o director técnico mais vencedor da Venezuela. No entanto, o conhecimento técnico do director merengue e a preparação da equipa não foram suficientes e os

vermelhos de Ávila conseguiram, uma vez mais, vencer os ibéricos, por 2-0. Durante a primeira metade, o encontro manteve-se igual entre ambas as equipas, que ameaçavam as balizas contrárias sem grande êxito, enquanto ao fundo soavam os cânticos dos adeptos vermelhos, ao mesmo tempo que adeptos e comentadores discutiam as duvidosas decisões do árbitro, Rafael López, e do primeiro assistente, Pedro Izzo. Ao minuto 32, a armada defensiva da equipa merengue desarmou-se quando Fernando Aristeguieta recebeu uma bola que lhe chegou depois de uma combinação entre Amaral e Ángelo Peña, aproveitando para fuzilar Toyo com um golaço. Ao regressar do descanso, o Esppor

A arbitragem do encontro deixou muito a desejar

começava a ganhar confiança no terreno de jogo quando aconteceu o segundo golo dos ‘avileños’, sentenciado por Josef Martínez. A equipa merengue regressou a casa com as mãos vazias, e o mau sabor de não conseguir posicionar-se no Torneio como tinham planeado. No entanto, desta vez, a equipa soube impor um trabalho limpo, cheio de tácticas e técnicas com as quais podem obter os pontos que não conseguiram alcançar até agora.

FoTo: silviA Di Frisco

Com este resultado, o Real Esppor soma a sua terceira derrota da temporada, resultados que esperam reverter nas próximas jornadas, pelo que seguramente os treinos da equipa serão reforçados durante estas semanas, pois devido ao calendário FIFA, o calendário oficial da Federação Venezuelana de Futebol faz uma paragem. No próximo dia 16 de Outubro, o Real Esppor regressa a casa para enfrentar o Llaneros F.C. na luta pelos pontos.! Pub


30 desporto

correio de venezuela  06 a 12 de outubro de 2011

Torneio Superior de FuTSal

Marítimo de Margarita eliminado pelo Caracas Um ponto em 12 possíveis nas séries jogadas com os ‘varguenses’ e os ‘capitalinos’ ditou a sentença Antonio Carlos Da Silva magneticaudiovisuales@gmail.com

O Marítimo de Margarita foi eliminado na penúltima jornada do Torneio Superior de Futsal, ao ser derrotado no Domo Bolivariano de San Juan de Los Morros, na série disputada ante o líder Caracas FSC. A equipa verde-rubra já tinha sido encostada às cordas anteriormente, quando conseguiu apenas um ponto ante o Bucaneros de Vargas (ex-La Riviera), que desse modo a ultrapassou na tabela de classificação. Por isso os insulares precisavam de trazer os 6 pontos do jogo com o Caracas e depois recorrer à calculadora… e à fé.

No primeiro dos encontros, Kevin ‘Jirafa’ Rengifo, do Caracas, com os seus habituais ‘mísseis’ de longa distância, abriu o caminho do triunfo. Com o marcador a fixar-se nos 4 a 0 ao intervalo, adivinhava-se uma goleada ampla a favor dos de Hermes. Puro engano. O Caracas jogou um segundo tempo no meio de bocejos e apatia, o que a juntar a uma mudança de atitude dos verde-rubros, fez com que estes conseguissem aproximar-se no resultado e ameaçar com um ‘golpe de estado’ ao jogo. No final, os pontos ficaram na casa do Caracas e o marcador encerrou 4 a 2. O Marítimo ficava matematicamente eliminado. No segundo jogo, antes que caísse a primeira gota de suor aos rapazes de Hermes, os verde-rubros anotavam o primeiro golo. O Caracas empatou e organizou-se, mas um inconformado Marítimo reforçou-se quando o árbitro mandou as equipas para os bal-

Marítimo caiu ante o Caracas

neários. E se a primeira parte do jogo começou com um ‘golo de camerino’ na baliza de Mendoza, outro golo ocorreu quando o talentoso Marcelle Cesteros anotou o 2-3 a favor das visitas, na primeira chegada à área. Cesteros assinaria mais um que deixaria o marcador do Domo Bolivariano com um surpreendente 2-4 a favor dos insulares. Mas sobravam ainda 10 minutos

FoTo: CorTeSia

por jogar e, sob pressão, pôde-se viver o melhor futebol da ‘Fúria’. O Caracas meteu o turbo e consolidaram um merecido 6-4, que os coloca no primeiro lugar. O Marítimo encerra a sua participação em casa, em Margarita, recebendo o Táchira com vontade de complicar a classificação aos ‘aurinegros’.!

Pub

A 19 de Outubro, Venezuela Contacto apresenta a história de Joaquim Santiago, carregada de perseverança e luta ante as adversidades. Veterano da guerra colonial, chegou ao nosso país forçado a abandonar a sua terra natal. Também podermos desfrutar da festa luso-venezuelana que é uma celebração que se leva a cabo por motivo do fortalecimento dos laços de irmandade entre Portugal e Venezuela, que se realizou pela segunda vez na Ribeira Brava, Madeira; organizada pela fundação sem fins lucrativos “O Chapéu da Esperança”, em colaboração com o Cônsul Geral da Venezuela no Funchal Félix Méndez Correa e o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Brava, Ismael Fernandes, entre outras organizações.

“Contacto Venezuela” é transmitido quinzenalmente, todas as sextas-feiras, em três emissões. É produzido por Roteiro Filmes C.A., Produtora Nacional Independente que desde Novembro de 2007 é responsável do programa “Contacto Venezuela” para RTPI. VENEZUELA CONTACTO Quarta-feira, 19 de Outubro de 2011 Hora venezuelana (ou de acordo com o fuso horário): 4:30am 3:30 p.m. – 9:30 p.m.

roteirofilms@gmail.com

venezuelacontacto@gmail.com

Na edição de sexta-feira, 7 de Outubro, a Academia de Campeones apresentará a cerimónia da entrega de prémios da III Copa Compotas Humboldt, que se realizou nas instalações do colégio Tirso de Molina. No mesmo programa vamos dar continuação ao torneio de futebol disputado entre mães e filhos, cuja apresentação

Sexta-feira às 5:00 p.m.

iniciámos na edição anteiror, e no qual participaram as equipas dos colégios Fray Luis de León, San Agustín, Tirso de Molina, Deportivo los Ilustres e o anfitrião do evento colégio Humboldt. Todas as sextas-feiras às cinco da tarde (5pm) na Meridiano Televisión, os especialistas em desporto.

academiadecampeones@gmail.com

Av. Principal San Luis,Torre Mayupan, Piso 1, Ofic. 1-4, Urb. San Luis El Cafetal. Distrito CApital. Caracas-Venezuela. Zona Postal 1061


desporto

06 a 12 de outubro de 2011 • correio de venezuela

C.P. Aragua soma primeiro ponto

AUTOMOBILISMO

‘El Pollito’ Goncalvez no pódio do Kentucky

Equipa dirigida por Gonçalves quer mais três pontos no próximo jogo

Piloto conseguiu o seu terceiro pódio no Campeonato, que termina a 16 de Outubro

C.S.L.

Carla Salcedo Leal csalcedo@correiodevenezuela.com

Jorge Andrés Goncalvez, mais conhecido como ‘El Pollito’ dentro e fora das pistas, regressou vitorioso ao pódio na 10.ª terceira prova da Indy Lights, onde alcançou o terceiro lugar da competição, que decorreu a 2 de Outubro, no óvalo Kentucky Speedway, nos Estados Unidos. Goncalvez partiu na quarta posição, ao comando de uma máquina da equipa Belardi Auto Racing, retrocedendo até ao sexto lugar nas

O luso-descendente conseguiu o terceiro lugar na competição

primeiras voltas. No entanto, a recuperação foi imediata, e conseguiu conquistar o seu terceiro pódio este ano, numa corrida em que se esquivou a um acidente que ocupava a quase totalidade das vias. Goncalvez partilhou o quadro de honra com o britâ-

31

FOTO: CORTESIA

nico Stefan Wilson e o norteamericano Josef Newgarden. Por agora, ‘El Pollito’ prepara-se para enfrentar a 14.ª prova, correspondente à última do campeonato Indy Lights, que se disputa a 16 de Outubro em Las Vegas, Nevada.!

A equipa da Casa Portuguesa do estado Aragua teve o seu primeiro empate da temporada, conseguindo somar o primeiro ponto na tabela classificativa do Torneio Abertura da Segunda Divisão B do futebol venezuelano. Num concorrido encontro, disputado no campo do clube português perante a equipa do Centro Ítalo de Valência, Pedro Hernández tomou a dianteira e trouxe o ansiado golo à equipa lusitana ao minuto 32. Mas no minuto 57, a equipa carabobenha chegou ao empate, com um golo de An-

drés Barrios, e o marcador manteve-se igual até final do encontro. A equipa dirigida pelo professor Manuel Gonçalves manteve um bom ritmo no campo durante o primeiro tempo, pondo em prática as tácticas defensivas que vêm praticando desde o início do projecto. No entanto, no segundo tempo, a equipa confiou demasiado e deixou os visitantes empatarem o jogo. Apesar do entusiasmo dos jogadores e das alterações feitas pelo técnico, a equipa não conseguiu recuperar o jogo. Por agora, os luso-araguenhos preparam-se com mais força para enfrentar a equipa de Ortiz, este sábado, 8 de Outubro, pelas três e meia da tarde, em La Victoria, onde precisam ganhar para somarem os três pontos necessários na tabela classificativa.! Pub


O jornal da comunidade luso-venezuelana Caracas,

06 a 12 de Outubro de 2011

www.correiodevenezuela.com

Encontro com: Alvaro Pérez Kattar

“O dinheiro não traz felicidade…” Silvia C Di Frisco sdifrisco@correiodevenezuela.com

Alvaro Pérez Kattar nasceu a 21 de Junho na cidade de Caracas. Ainda que tenha estudado biblioteconomia na UCV, este comunicador social definese profissionalmente como “um especialista em fazer o que me dá na gana”. O seu percurso nos meios de comunicação começou na rádio, uma plataforma que lhe deu experiência e ferramentas para saltar para a televisão e para a imprensa digital. Actualmente, apresenta as ‘cápsulas’ televisivas ‘140 segundos’ para o canal de sinal aberto La Tele; mantém a coluna ‘140 caracteres’, na Revista UB; e também conduz o programa ‘Piense y Hágase Rico’, através da emissora Planeta 105.3 FM, junto com a jornalista Melisa Rauseo e o humorista Reuben Morales. ‘Piense y Hágase Rico’ foi levado a outro nível pelos seus animadores, que agora apresentam-no em forma de espectáculo, sobre os palcos de um teatro. Entre outros projectos significativos na vida deste profissional está o papel de pai, um facto que considera muito importante, mas para o qual ainda não sabe se está completamente preparado. De que te desfruta mais na sua carreira? Da liberdade de trabalhar ao meu ritmo, de levantar-me quando quero, e a garantia de saber que cada dia será diferente do anterior. Em que momento decidiu que queria dedicar-se a esta área? Sempre soube. A minha mãe conta que desde os 3 anos ficava em frente à televisão e imitava os pivots das notícias.

Que profissão nunca teria escolhido? Nunca poderia ser contabilista nem advogado (…). Tão pouco teria escolhido a profissão que toda a gente queria para mim: Medicina. Dizem-me muitas vezes que tenho cara de médico. Tem alguma recordação de infância que gostasse de partilhar? Nenhuma em especial, mas recordo que tive uma infância feliz, de uma forma geral. A quem mais admira? Profissionalmente, a minha inspiração e mentor sempre foi Eli Bravo. Para além dele, admiro todo aquele que seja capaz de viver do que gosta de fazer, sempre e quando seja uma actividade legal (risos). Que coisas mais gosta de fazer e o que mais o chateia? Gosto de dormir, dormir muito; e detesto sobretudo as pessoas escandalosas e as pessoas falsas. É possível fazer humor sem ofender ninguém? É muito difícil conhecer o ponto em que se chega a ofender a susceptibilidade de uns e de outros. É claro que não se pode satisfazer toda a gente, mas tão pouco o humor se deve basear na ofensa ou no desrespeito pelos outros.

tas e íntimas que tive a oportunidade de conhecer na Europa.

Qual o segredo para ficar rico? É fácil: Ouvir o meu programa de rádio, que vai para o ar de segunda a sexta pelas 11 da manhã, na Planeta 105.3 FM.

peça de teatro ‘Piense y Hágase Rico: El Show’, que estarei a apresentar todas as quintas, pelas 8 da manhã, no Teatro Bar de Las Mercedes. Por outro lado, o meu programa de televisão, que se chama ‘140 segundos’ e que vai para o ar todas as terças-feiras, pelas 10 da manhã, no canal La Tele, passará a ser transmitido às terças e quintas na SinCable TV.

Quais são os seus próximos projectos? Especificamente, e a curto prazo, são dois. Estou a arrancar com a minha

Quando ouve a palavra ‘Portugal’, em que pensa? Penso no supermercado, na padaria e em Lisboa, uma das cidades mais boni-

Que mensagem envia aos leitores do Correio da Venezuela? “O dinheiro não traz felicidade… mas sim o que se compra com ele”.!

Como se tem relacionado com a comunidade lusa ao longo da sua vida? Principalmente através dos meus vizinhos. Vivo numa zona de Caracas que poderia ser considerada como uma comunidade portuguesa e italiana.

Correio da Venezuela 427  

Edición 427

Correio da Venezuela 427  

Edición 427

Advertisement