Page 1

Localização

PEDRA BRANCA um novo urbanismo

MORAR, TRABALHAR ESTUDAR E SE DIVERTIR num mesmo lugar


Localização

CAMINHABILIDADE CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS O LUGAR IDEAL PARA INSTALAR SUA EMPRESA


Pedra Branca

4


Pedra Branca

5


Editorial

Evolução& Inovação Assim caminha a Cidade Universitária Pedra Branca em sua trajetória de sucesso no mercado imobiliário da Grande Florianópolis. Conheça o último lançamento da Pedra Branca, onde são incorporados os inovadores conceitos do Novo Urbanismo, que a situam no mais elevado estágio de urbanidade: respeito às pessoas, respeito ao meio-ambiente, respeito à vida. Convidamos você a nos acompanhar e descobrir, nesta revista, os novos conceitos aplicados, os caminhos percorridos e as pessoas envolvidas na criação da Nova Pedra Branca. Desfrute o tecido urbano desenvolvido pela DPZ- Architects and Town Planners, que prioriza o espaço público, a vida ao ar livre , o uso misto e o convívio social. Sinta a delicadeza do paisagismo criado pelo Arquiteto Paisagista Benedito Abbud, uma mistura de cores e aromas, um convite à contemplação. Imagine momentos agradáveis no Centro Cultural, um lindo projeto que está sendo finalizado por Jaime Lerner Arquitetos Associados. Disponha da mais moderna engenharia de infra-estrutura urbana, com destaque para a rede subterrânea de energia e telefonia. Aprecie a harmonia dos espaços criados pelos mais renomados arquitetos catarinenses, onde todas as construções enriquecem o ambiente natural: Desenho Alternativo, Studio Domo Arquitetura e Design, RC Arquitetura, Marchetti +Bonetti, Ruschel e Teixeira Neto Arquitetos, MOS Arquitetos Associados, Rita e Mantovani Arquitetura. Avalie as inúmeras oportunidades para morar, trabalhar, estudar e se divertir proporcionadas pela Pedra Branca. Desfrute. Você é parte do nosso DNA. Pedra Branca Um Novo Urbanismo


Sumário

8 Palhoça

28 O Mago da Paisagem

76 Lazer

16 NovoUrbanismo

26 Circuito Cultural

25 Participantes do Projeto

64 Unisul

86 Prédios Verdes

74 O lugar para sua empresa

80

82

AMO

Carta ao Investidor Notas Nova Pedra Branca Novo Urbanismo Participantes do Projeto

Infra-estrutura

6 10 14 16 25

62 64 70 76 80

84

Meio Ambiente

Morar Estudar Trabalhar Se divertir Associação de Moradores

Diretoria: Dilnei Silva Bittencourt / Eduardo Ramos Gomes / Valdir Tomazzi / Valério Gomes Neto Conselho Editorial: Benedito Abudd / Cesar Bastos Gomes / Dilnei Silva Bittencourt / Glauco José Corte / Jaime Lerner / Marcelo Consonni Gomes/ Maximus Rumis / Paulo Bastos Gomes / Silvia Lenzi / Valdir Tomazzi / Valério Gomes Neto Editoras-chefe: Carla Mager / Patricia Lima Editor de Fotografia: Fábio Cabral Textos: Beatriz Sonego de Luca / Kelly Magalhães Projeto Gráfico: Vivian Goldfeder Lobenwein / Catarina Editora Jornalista Responsável: Carla Mager - SC - 01664 - JP Ilustrações: METHAFORA / oficina da imagem A Revista Pedra Branca é uma publicação produzida e editada pela Catarina Editora.

www.catarinacomunicacao.com.br

Expediente


Carta ao Investidor A região da Grande Florianópolis, litoral de Santa Catarina, com uma população de aproximadamente 1 milhão de pessoas, de considerável poder aquisitivo, distribuídas nos municípios de Florianópolis, Palhoça, São José, Biguaçu e Santo Amaro da Imperatriz, destaca-se pelos elevados índices de qualidade de vida e por um vigoroso crescimento econômico e populacional. Os pilares da excelência estão, principalmente, no segmento de serviços, com predominância dos setores de turismo, educação, saúde e tecnologia. O ramo imobiliário e de construção civil, apresenta nesta região, um desempenho excepcional e têm sua produção próxima de 2 m² por habitante/ano, índice superior aos das maiores cidades brasileiras. A revista Newsweek Internacional (www.newsweek.com), em sua edição de 3 de julho de 2006, inclui esta região entre as mais dinâmicas do mundo – the world´s 10 hottest cities – e coloca Florianópolis como primeira entre as capitais brasileiras, segundo o IDH (Índice de Desenvolvimento Humano). No ano de 2000, na cidade de Palhoça, o município de maior crescimento da Grande Florianópolis, a apenas 15 minutos do centro da capital, surgiu a Cidade Universitária Pedra Branca, (www.cidadepedrabranca.com.br) um sucesso como empreendimento inovador, que hoje conta com mais de 2 mil moradores, 30 empresas instaladas e cerca de 4 mil empregos diretos. Na Pedra Branca está instalado o Campus da Grande Florianópolis da Universidade do Sul de Santa Catarina – Unisul (www.unisul.br). São 10 mil alunos matriculados em diferentes cursos, com destaque para as áreas de saúde e tecnologia, que fazem da instituição uma fonte variada de profissionais com alta qualificação. Estamos implantando, agora, a etapa final da Cidade Universitária Pedra Branca. O projeto incorpora os princípios mais atuais do bom urbanismo: “preferência ao pedestre, menor dependência do automóvel,uso misto, diversidade de moradores, sustentabilidade ambiental e densidade populacional ampliada.” Isto se traduz em centralidade para o bairro, onde o desenho urbano, a natureza circundante e o ambiente criam um verdadeiro senso de lugar. Um lugar que promove o espaço público, Um lugar onde a rua é o palco, Um lugar para morar, Um lugar para estudar, Um lugar para trabalhar, Um lugar para se divertir, Um lugar para viver bem. Convidamos você a considerar as inúmeras possibilidades de investimentos rentáveis neste especial “lugar” chamado Cidade Universitária Pedra Branca: • Aquisição de lotes comerciais, residenciais e industriais, • Incorporação e construção de conjuntos habitacionais, • Incorporação e construção de prédios comerciais e escritórios; • Instalação de empresas. Venha nos visitar. Será um prazer atendê-lo pessoalmente. Atenciosamente, Valério Gomes Neto Presidente PEDRA BRANCA Um Novo Urbanismo

Um grande projeto se realiza com a energia das pessoas envolvidas. Os diversos estilos, traços e personalidades somados e regidos por um grande escritório, resultaram no projeto Pedra Branca. Conheça um pouco do trabalho em equipe destes profissionais.


Palhoça

Atraindo empresas: um novo olhar sobre Palhoça “Quem vai querer morar e trabalhar aqui, sob que condições e com que expectativas? Se a cidade deixar de avaliar criticamente suas perspectivas e seu potencial, certamente perderá para concorrentes mais atraentes”. Marketing de Lugares, Philip Kotler

A cidade de Palhoça tem um conjunto de atrativos que

é um lugar acertado para investir. Segundo Heiderscheidt, as medidas adotadas foram criar novas áreas industriais, reforçar ao empresariado a questão da logística do município e desenvolver leis de incentivo e fomento às empresas (ver quadro). “Muitos empresários quando pensam nesta região, querem investir em Florianópolis, mas estamos mostrando que, em Palhoça, temos mais espaço físico para a instalação de empresas e, acima de tudo, o custo é muito menor”, ressalta. E os frutos deste trabalho já estão sendo colhidos. Mais de 40 novas empresas estão confirmadas para se instalarem no município, entre elas a Ambev, as Lojas Renner, a Milian Ind. Farmacêutica e a Softway. No setor de infra-estrutura, a cidade também está crescendo. Novas ruas asfaltadas, novos acessos – como o da BR 101 à Pedra Branca – e melhora na infra-estrutura das calçadas e do centro da cidade são algumas das ações. De acordo com o prefeito, a Pedra Branca é um grande contribuinte neste sentido. “Para a Palhoça, o empreendimento é o início do desenvolvimento, da auto-estima, da demonstração de que a melhoria da qualidade de vida é muito importante para o cidadão”, define.

a colocam como um dos municípios mais promissores de Santa Catarina. Entre eles, estão famosos pontos turísticos, como a Guarda do Embaú, o costão da Praia da Pinheira, as cachoeiras que descem os montes do Parque da Serra do Tabuleiro e o Maciço da Pedra Branca. Além de ser privilegiada pela natureza, a cidade está estrategicamente posicionada no mapa do Estado: é cortada pelas BRs 101 e 282, está próxima dos portos de Itajaí e de Imbituba e a menos de 20 km do aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis. Outro ponto forte para atrair empresários ao município é o empreendimento imobiliário Cidade Universitária Pedra Branca. “Quando um empresário chega para conhecer o que podemos oferecer, a Pedra Branca é o início do processo de negociação para que ele se instale aqui”, destaca o prefeito de Palhoça, Ronério Heidersheidt, que tem a aproximação de investidores nacionais e internacionais como prioridade da sua administração. “Estamos buscando quem tem condições de gerar emprego e renda para a população”, destaca. Para isso, a cidade vem se posicionando de forma diferente, não mais vivendo à sombra da Capital, mas mostrando que

Pedra Branca

10


“Isso é Palhoça!” Nova e moderna Lei de Incentivos de Palhoça atrai empresários

Prefeito Ronério Heidersheidt

Praça Central de Palhoça

Com o objetivo de gerar investimentos e criar novos postos de trabalho, a Prefeitura Municipal de Palhoça instituiu o PRODEP (Programa de Fomento Econômico e de Incentivos Fiscais) para empresas do Município de Palhoça, através da Lei 2460, de 25 de outubro de 2006, que prevê entre outros benefícios: - concessão de crédito de fomento sobre mão-de-obra contratada em novos estabelecimentos; - concessão de crédito de fomento sobre novos investimentos realizados em novos estabelecimentos; - isenção de IPTU em relação ao montante acrescido ao imposto em função de novos investimentos realizados; - isenção do ITBI em relação ao montante acrescido ao imposto em função de novos investimentos realizados; - redução em 60% do ISS relacionado aos novos estabelecimentos.


Notas A região onde está localizada a Pedra Branca apresenta uma variedade de atrações. É um lugar excelente para se viver. Belas paisagens de serra e mar, restaurantes especializados, turismo refinado, parque industrial diversificado e dinâmico. Confira algumas dicas: Ilha da Magia Com 42 praias, a ilha de Santa Catarina se tornou, nos últimos anos, não só a cidade turística mais cobiçada do Brasil como também a Capital com a melhor qualidade de vida do país. Através da fama, Floripa ganhou restaurantes com culinária internacional variada, hotéis e pousadas de luxo, shoppings e uma vida noturna para todos os gostos. Ar de cidade pequena em um lugar com toda a infra-estrutura das grandes capitais.

Uma ilha toda sua A Ilha do Papagaio é um dos lugares mais privilegiados pela natureza em todo o mundo. E é lá que está localizada uma única pousada, que leva o mesmo nome, administrada pelo simpático Renato Sehn. São 142 mil m² de pura tranqüilidade, alcançados apenas de barco. Todo esse espaço pode ser aproveitado por hóspedes ou visitantes. A ilha oferece trilhas para caminhadas, passeios de barco, mergulho e flora e fauna ricas. No inverno o lugar ainda recebe a visita das baleias francas.

Certificado gastronômico O bistrô D´Acâmpora foi considerado pela revista Veja Santa Catarina o melhor de Florianópolis. É também o único catarinense integrante da Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, seleção que reúne alguns dos melhores endereços gastronômicos do país. O cardápio conta com sabores da culinária francesa e italiana e leva o toque da comida típica da ilha de Santa Catarina. O chef Zeca DAcâmpora com talento nato para gastronomia transformou o bistrô em referência da cozinha contemporânea no Estado. O bistrô fica na SC 401. Pedra Branca

12


Excelência em navegação Considerado um dos melhores estaleiros do Brasil pela crítica especializada, a Schaefer Yachts está localizada no município de Palhoça, onde produz lanchas de 29 a 50 pés. Com a experiência do proprietário Márcio Schaefer, designer de yachts por mais de 20 anos, as embarcações são exclusivas e desenvolvidas especialmente para a navegação nos trópicos. São mais de mil lanchas produzidas desde a fundação da empresa.

Privê Quatro mesas que têm como paisagem um jardim tropical. Assim é o bistrô Muito Além do Jardim, que faz homenagem ao filme de mesmo nome. Um espaço reservado no caminho entre a Lagoa da Conceição e a Praia da Joaquina, com cardápio intuitivo preparado pelo chef e proprietário André Vasconcelos. Os pratos mudam conforme a inspiração e os produtos da época. A seleta carta de vinhos, uma sala para degustação de charutos e outra para convidados da casa, completam o espaço charmoso, cheio de sabores, texturas, aromas e cores.

Para relaxar

Lolita Cunha

Na paradisíaca Guarda do Embaú, praia situada em Palhoça e famosa pelas ondas perfeitas para o surfe, está a Pousada Zululand. Os proprietários de um dos melhores refúgios da região são o modelo Paulo Zulu e sua esposa Cassiana Mallmann. A pousada é toda inspirada na arquitetura da Ilha de Bali, com dez bangalôs e segue o estilo de vida dos propietários.

Turismo rural Às margens da BR-282, a 40 km do litoral de Palhoça, está o município de Rancho Queimado. Rodeado por belezas naturais, nos contornos da Serra da Boa Vista, mistura a paisagem de montanha com o cenário rural. São rios, cascatas e piscinas naturais que apresentam opções de lazer diferenciadas a poucos minutos das praias. Com colonização alemã, Rancho Queimado ainda oferece a culinária típica e o turismo histórico, como visitas a casa de campo do ex-governador Hercílio Luz e o Monumento ao Tropeiro.

Pedra Branca

13


Pedra Branca 2007

A felicidade estĂĄ mais perto do que vocĂŞ imagina


Nova Pedra Branca

Pedra Branca

16


*Imagem ilustrativa do novo centro do bairro Pedra Branca.


Novo Urbanismo

Novo Urbanismo

PreferĂŞncia ao pedestre, menor dependĂŞncia do automĂłvel, uso misto, diversidade de moradores, sustentabilidade ambiental e densidade populacional ampliada

Pedra Branca

18


Ter trabalho, escola e lazer ao alcance de uma caminhada de cinco minutos de casa. Deixar o automóvel em segundo plano e desfrutar mais da vida ao ar livre. Conviver em harmonia com a natureza, na segurança e comodidade da sua vizinhança. Estas são algumas das propostas do new urbanism, ou novo urbanismo, uma tendência da arquitetura que está transformando, em todo o mundo, o desenho do ambiente construído, utilizando princípios urbanos que melhorem os padrões e a qualidade de vida, através da criação de excelentes lugares para se viver. No Brasil, o conceito começa a tomar forma, e o primeiro empreendimento do gênero está sendo projetado na Cidade de Palhoça, grande Florianópolis, no bairro Pedra Branca. Mais de um milhão de metros quadrados serão transformados em uma verdadeira cidade, privilegiada por um dos cenários mais belos da região, o Parque Ambiental do Maciço da Pedra Branca. “O correto desenvolvimento urbano deste novo século requer o equilíbrio da administração apropriada dos recursos naturais e o melhoramento do capital humano, assim como uma extrema atenção e controle da forma como as cidades crescem e como elas se relacionam entre si e com o meio ambiente. E é nisto que o novo urbanismo está centrado”, afirma Maximus Rumis, diretor da DPZ Latin America, empresa que coordena todo o desenvolvimento da Pedra Branca. Entre os 250 projetos já construídos pela DPZ em todo o mundo, está o Seaside, na Flórida, iniciada na década de 80. Ela é o símbolo do novo urbanismo e, segundo a revista americana Newsweek, “é, provavelmente, o mais influente projeto residencial comunitário desde Versalhes”. As referências estão, de certa forma, no passado, quando o automóvel ainda não era fator decisivo no planejamento urbano. “Na época em que as distâncias não podiam ser vencidas através do carro, as cidades se organizavam com tudo mais próximo. Existia muito mais essa coisa da vizinhança e é isso que o novo urbanismo resgata”, define a arquiteta e urbanista Valéria Bechara, do Escritório Jaime Lerner, um dos autores do projeto Pedra Branca. Apesar de buscar idéias no passado, um projeto deste gênero não é uma simples réplica das cidades antigas. Muito menos pode ser definido como um loteamento comum. No conceito, as casas devem prover espaços modernos de convivência e os cidadãos, que também são consumidores, devem ter a mão tudo o que precisam no seu dia-a-dia. “Os benefícios sociais destas comunidades incluem um menor gasto com transporte, maior interação social e melhoramento da saúde pessoal. O novo urbanismo propõe espaços públicos de qualidade, o que faz com que os vizinhos se relacionem e se conheçam, melhorando a segurança coletiva”, afirma Maximus Rumis. Segundo ele, o desenvolvimento de bairros compactos, com limites determinados permite que mais terras rurais e espaços abertos sejam preservados, provendo importantes benefícios ambientais, tais como a Pedra Branca

19


Novo Urbanismo

proteção do habitat natural, redução da poluição, da erosão e da contaminação das águas. O Novo Urbanismo ainda propõe organizações espaciais que viabilizam a adoção de padrões de vida menos estressantes, sem dispensar as oportunidades encontradas nos grandes centros urbanos, como esclarece a arquiteta e consultora do projeto da Pedra Branca, Sílvia Lenzi. “Ele oferece espaços públicos com maior qualidade estética e tratamento especial, facilitando os encontros, as trocas e os acessos aos diversos usos em distâncias confortáveis para serem percorridas a pé”. Esta nova etapa da Pedra Branca vai contar com diversas quadras de uso misto, cada uma delas projetada por um escritório de arquitetura e que vai abrigar lojas, escritórios e residências de diversos tamanhos e valores. A metodologia de trabalho empregada incluiu intensas discussões, através das “Charretes” (método de trabalho que reúne especialistas de vários campos para a resolução de projetos), onde foram definidos os elementos arquitetônicos, que serão utilizados para compor a imagem do conjunto urbano da Pedra Branca. “Tudo baseado na harmonização com a paisagem natural e com os referenciais culturais locais para criar uma identidade própria do lugar”, afirma Sílvia Lenzi. Outro princípio do novo urbanismo é misturar pessoas de diferentes classes sociais, idades, etnias e níveis culturais. Para promover o encontro dessa variedade de tipos, a Pedra Branca tem áreas comuns que convidam as pessoas a atravessar o limite de suas casas e desfrutar as largas calçadas, as alamedas arborizadas com lojas e cafeterias, as áreas de preservação permanente, as praças e o centro cultural, que conta com cinema, teatro e salas de exposições. A estimativa é de que a Cidade Universitária Pedra Branca tenha cerca de 30 mil habitantes em um período de dez a quinze anos. Hoje, o empreendimento já tem dois mil moradores e quatro mil empregos. “A Cidade Universitária Pedra Branca apresenta um grande potencial para se tornar uma centralidade urbana de primeira grandeza, por estar localizada na região litorânea de Santa Catarina, onde se encontram as maiores densidades populacionais do Estado”, conclui Silvia Lenzi.

Referências Bibliográficas:


Links relacionados:

www.cnu.org www.uli.org www.newurbanism.org www.newurbanism.com www.newurbannews.com www.landdevelopmenttoday.com


Planta Geral da Cidade Pedra Branca

Pedra Branca

22


O Novo Centro do Bairro Pedra Branca 1째 fase

Pedra Branca

23


*Imagem ilustrativa do futuro Anfiteatro projetado pelo arquiteto Jaime Lerner

O caráter de um lugar “O projeto urbanístico revela muito sobre o caráter de um lugar e redefine como esse caráter é transmitido de uma geração a outra. Entrelaçar um leque diversificado de estruturas físicas na trama global de um lugar é uma arte. O projeto urbanístico faz revelações sobre o lugar porque reflete como valores e decisões se mesclam em questões que afetam o desenvolvimento”. Philip Kotler

Pedra Branca


Construindo Sonhos O desenvolvimento dos estudos de arquitetura das quadras que compõem a Nova Pedra Branca, em três charretes coordenadas pela DPZ– Duany Plater-Zyberk & Company, envolveu renomados escritórios de arquitetura do Brasil e resultou na forma de ocupação das quadras, na escolha dos elementos de arquitetura e num conjunto de elementos que definirão o estilo Pedra Branca. Veja o resultado dos Estudos Preliminares dos nove escritórios de arquitetura nas páginas a seguir. Pedra Branca

25


Coordenadores do Projeto

DPZ Latin America

Maximus Rumis

www.dpz.com

Marcela Leiva


Participantes do Projeto

26

www.jaimelerner.com.br

28

www.beneditoabbud.com.br

32

andre@desenhoalternativo.com.br

36

www.mantovanierita.com.br

40

www.marchettibonetti.com.br

44

mosarq@terra.com.br

48

rcarquitetura@rcarquitetura.com.br

52

www.rtna.com.br

56

www.domo.com.br

Desenho Alternativo


Circuito Cultural Com o objetivo de proporcionar atividades intelectuais e formar uma identidade coletiva na Pedra Branca, foi criado um circuito cultural, composto por dois equipamentos, um Anfiteatro e um Centro Cultural e de Eventos, cujo estudo preliminar de arquitetura foi elaborado pela equipe do escritório Jaime Lerner Arquitetos Associados, de Curitiba. O espaço se apresenta como um contraponto entre as demais quadras. A arquitetura singular é outro diferencial, integrando-se com as ruas ao redor através de passagens, galerias, rampas e generosas aberturas. “É um convite para entrar, conhecer e divertir todos os que por ali passarem”, afirma a arquiteta Valéria Bechara, uma das responsáveis pelo projeto no escritório. O Centro Cultural fica em frente à praça central, com um teatro de aproximadamente 800 lugares, abrigando também dois cinemas, salas de exposições, estúdios de criação, galerias de arte e design, livraria e cafeteria. Os espaços serão permeados por praças, ruas internas e um grande espelho d´água. “A idéia é que este espelho dê início a um percurso expositivo sobre a importância da água na vida do planeta, sua história na formação das cidades e sua utilização para geração de energia”, explica Valéria. Para a equipe do escritório Jaime Lerner, o espaço cultural é uma peça importante para a integração de quem vive ou visita a Pedra Branca. O espaço cultural permite o encontro das pessoas e das diversidades que compõem o empreendimento.

Equipe de Arquitetos: Jaime Lerner Valéria Bechara Fernando Popp Felipe Guerra

Pedra Branca

28


Centro Cultural e Eventos

*Imagem ilustrativa do Centro Cultural

Anfiteatro em praça pública


Opaisagem mago da

*Imagem ilustrativa da Praรงa Pedra Branca. Pedra Branca

30


Arquiteto: Benedito Abudi


O princípio do “novo urbanismo” foca na convivência das pessoas nas áreas externas e o paisagismo é essencial para a organização desses locais. O projeto paisagístico da Pedra Branca foi desenvolvido pelo arquiteto e paisagista Benedito Abbud, um dos mais conceituados do país. O verde percorre todo o empreendimento e, de certa forma, entra na arquitetura. As calçadas são pontos-chave e ganham vida com caráter humano e social. Elas recebem vegetação como árvores de pequeno porte para amenizar o calor, além de embelezá-las. Os moradores da Pedra Branca também vão contar com uma praça central para lazer e esportes. A praça fica em frente ao centro cívico e poderá ser utilizada também para comércio e atividades culturais. De acordo com Benedito Abbud, a questão ambiental está muito presente neste projeto. “Trabalhamos muito com elementos que tenham relação com os cinco sentidos”, explica. Cores, aromas e formatos diferenciados de plantas, por exemplo, estimulam visão, olfato e tato. A paisagem é agradável tanto ao olhar de quem está caminhando como de quem está no carro. Segundo Abbud, quando se está de carro, é necessário ter flores e plantas em abundância. “Para quem está caminhando, é possível trabalhar mais com os detalhes porque a pessoa pode se aproximar para ver o desenho, tocar”, explica. Já nas ruas exclusivas para pedestres, estarão presentes as árvores frutíferas, como referência ao paladar. O trabalho da equipe de Abbud envolve toda a parte externa da Pedra Branca e para ele este projeto é um marco na história do urbanismo do país. “Este é um cenário que não se vê no Brasil. É como as cidades européias, com os jardins participando das ruas, as mesinhas dos cafés nas calçadas e os parques e praças sendo bem utilizados”. Com ruas e calçadas pensadas, projetadas e dimensionadas, as pessoas poderão aproveitar mais o ambiente externo. Segundo Abbud, “a prioridade é a vida. Todas as áreas estão rodeadas pela vida”.

Pedra Branca

32


* imagem de carater ilustrativo do futuro hotel na Praรงa Pedra Branca


Desenho Alternativo Segundo André Schmitt, os projetos têm suas particularidades de acordo com os diferentes usos, mas sempre seguindo as orientações do projeto Nova Pedra Branca. Ele cita os eixos de acessos que são bem demarcados e que, em casos específicos, viabilizam ligações das ruas com os miolos comuns a todos os edifícios. “Outra propriedade são as galerias e estruturas de borda, como pérgolas e toldos, propostas como elementos convidativos de circulação e vivência perimetral”, explica. Escritórios, habitações e comércio vão ocupar a quadra Nu-4. Pelas dimensões mais generosas, ela também possui o único supermercado da Pedra Branca. Além disso, dois restaurantes farão parte do espaço, que possui edifícios de um, seis, oito ou doze pavimentos. Já o diferencial da quadra Nu-12 é a instalação de um hotel em um dos blocos de 12 pavimentos, que fica de frente para a Praça Pedra Branca. A quadra também terá uma parte residencial, onde estão apartamentos de um, dois ou três dormitórios, com térreos comerciais.

Equipe de Arquitetos: André Schmitt Daniel Ceres Rubio Maria Inês Laurentino Simara Callegari Gizilaine Patrício Equipe Técnica: Gabriel Dutra Ana Carolina Ogata


* imagem de carater ilustrativo

Quadra nu-4

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo


Quadra nu-12

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo

* imagem de carater ilustrativo


Mantovani Rita As quadras Nu-7 e Nu-20 são de uso misto, seguindo os padrões do novo urbanismo. Do espaço residencial, 60% dos apartamentos são de 2 dormitórios e os outros 40%, de três. Os tipos variam entre apartamentos comuns, duplex, penthouses e towhouses. Entre as particularidades do projeto está a dupla abertura dos prédios, o que permite uma interação maior entre os miolos das quadras e as ruas. “Quem estiver sentado nas áreas de lazer dos miolos de quadra, vai poder ver quem está passando pela rua, e vice-versa”, explica Marcelo Martins. Outra preocupação da equipe Mantovani e Rita está na escolha dos materiais da fachada. Na base das edificações predominam elementos mais pesados, como o tijolo, e no corpo e coroamento estão materiais mais leves, como a madeira. Já as sacadas e balcões são leves e transparentes, utilizando aço, madeira e vidro na composição, sempre primando pela sobriedade dos elementos.

Equipe de Arquitetos: Sylvio Mantovani Roberto Rita Rafael Alschinger Marcelo Martins


* imagem de carater ilustrativo


Quadra nu-7

planta baixa tĂŠrreo

* imagem de carater ilustrativo

planta baixa tipo


* imagem de carater ilustrativo

Quadra nu-20

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo


* imagem de carater ilustrativo


Marchetti+ bonetti A mescla de usos, transformando o ambiente urbano em um lugar mais rico e vivo está presente em todo o projeto desenvolvido pelo escritório Marchetti + Bonetti nas quadras Nu-2/Nu-6 e Nu-11. Os edifícios, utilizados para moradia, comércio e escritório, variam nas dimensões e gabaritos. “São prédios de 2 a 12 pavimentos, cada qual dando uma resposta urbana diferente, conforme o seu uso ou tipologia”, comenta Giovani Bonetti. Há vários tipos de unidades, como os lofts, penthouses, duplex e liveworks, que integram trabalho e moradia. Bonetti também destaca como ponto principal no desenvolvimento das quadras da Pedra Branca o uso dos miolos como pátios internos. “Isso vai dar um charme enorme no empreendimento”, afirma.

Equipe de Arquitetos:

Giovani Bonetti Tais Adriana Marchetti Bonetti Daniel Quadros Ana Paula Sant´Anna Locatelli

Equipe Técnica:

Adriano Kremmer


* imagem de carater ilustrativo

Quadra nu-2 / nu-6

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo


Quadra nu-11

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo

* imagem de carater ilustrativo


Mos Arquitetos Associados Um estacionamento com oito pavimentos – dois no subsolo – está sendo projetado na quadra Nu-13 pelo escritório MOS Arquitetura. O local vai suprir a necessidade de toda a parte central do empreendimento. “Mas essa quantidade de carros não será percebida por quem passa, porque o prédio do estacionamento será envolto por outras edificações para escritórios”, explica Ricardo Monti. O espaço do terraço será usado para a construção de um jardim e a quadra NU-13 ainda conta com edifícios residenciais e comerciais, assim como as outras da Pedra Branca. A equipe da MOS também projeta as quadras Nu-18/Nu-19. Seguindo os padrões de múltiplo uso do novo urbanismo, a N conta com prédios de apartamentos, lojas e escritórios construídos nos princípios do green building. Nos apartamentos, um dos destaques está nas sacadas que, segundo Monti, deixam de ser uma espaço com características formais dos edifícios. “Elas vão ser uma real extensão da residência, como um terraço. Será um prolongamento da sala de estar”, explica. Já as quadras Nu-1 e Nu-5, onde estão sendo construídos os edifícios Pedra Branca I e Pedra Branca II, abrigarão respectivamente a empresa Softway, de call center, e a Unisul - laboratórios e biblioteca.

Equipe de Arquitetos:

Ricardo José Monti Valdir Humberto Secco Emilia Kazumi Okuda


* imagem de carater ilustrativo


* imagem de carater ilustrativo

Quadra nu-13

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo


Quadra nu- 18/19

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo

* imagem de carater ilustrativo


RC Arquitetura Para os arquitetos da RC, um dos pontos mais importantes do projeto da Pedra Branca são as charretes. “Esta oportunidade ímpar de diversos escritórios estarem reunidos em um mesmo local e, simultaneamente, criando as funções para a arquitetura dos programas estabelecidos, gera a troca de informações e experiências”, complementa Renee Gonçalves. As quadras Nu-8 e Nu-17 do empreendimento da Pedra Branca serão predominantemente residenciais e apenas duas das ruas que contornam as mesmas têm funções comerciais restritas ao térreo. O miolo é reservado a atividades de lazer dos moradores e representa cerca de 25% da área das quadras. Na quadra Nu-8, os apartamentos são de um, dois ou três dormitórios – 225 unidades – e há espaço para dez lojas. Já na quadra NU-17, os prédios terão residências – 160 unidades – de dois e três dormitórios e oito lojas. Os ambientes seguem as propostas do novo urbanismo: volumetria variada, afastamentos frontais e laterais, articulações entre as diversas edificações das quadras, entre outros elementos arquitetônicos determinados.

Equipe de Arquitetos: Renee Gonçalves César Prazeres


* imagem de carater ilustrativo


Quadra nu-8

planta baixa tĂŠrreo

* imagem de carater ilustrativo

planta baixa tipo


* imagem de carater ilustrativo

Quadra nu-17

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo


* imagem de carater ilustrativo


Ruschel e Teixeira Netto Arquitetos “Apesar das quadras terem muitos princípios comuns, cada escritório expressa sua individualidade na busca de uma linguagem própria, associada à expressão e ao caráter do local, em termos geográficos, climáticos, sociológicos e de desenvolvimento cultural”, define o arquiteto Nelson Teixeira Netto, do escritório Ruschel e Teixeira Netto Arquitetos. A equipe é responsável pelas quadras Nu-9 e Nu-15/16. A quadra Nu-9 tem localização privilegiada, sendo um dos pontos focais da praça central, com três edifícios. A rua que passa em frente à praça terá um prédio misto, com térreo reservado ao comércio e restaurantes. O segundo edifício será exclusivamente residencial, com seis pavimentos e o terceiro com 12 andares, com lojas na base. Já a quadra Nu-15/16, terá dois prédios de 12 pavimentos que vão ajudar a configurar os eixos urbanos da praça à área de preservação permanente. “E no interior projetamos prédios residenciais de quatro pavimentos, com apartamentos criados como se fossem casas individualizadas”, explica Netto. Trata-se de duplex, com sacadas, galerias e terraços, que estimulam a utilização dos miolos das quadras e reforçam a vida comunitária.

Equipe de Arquitetos: Nelson Teixeira Netto Marília Ruschel Rafael Rodrigues Sérgio Rhee

Equipe de Estagiárias: Lara Titon Anelise Bagnati


* imagem de carater ilustrativo

Quadra nu-9

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo


Quadra nu-15/nu-16

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo

* imagem de carater ilustrativo


* imagem de carater ilustrativo


StudioDomo Arquitetura & Design Uma arquitetura com ar tropical. Esta é a proposta das quadras Nu-3 e Nu-14, projetadas pelos arquitetos do Studio Domo. Para “tropicalizar” os espaços, os edifícios valorizam o verde e são projetados com o máximo de varandas e janelas. “Assim permite-se usufruir mais dos visuais proporcionados pelo empreendimento e pelo cenário natural da Pedra Branca”, explica Roberto Simon. Com a utilização dos materiais propostos – tijolo à vista, vidro e madeira –, o Studio Domo dá destaque especial ao vidro, tanto nas janelas quanto no guarda-corpo das sacadas. A articulação entre volumes e vazados ameniza a monotonia da volumetria contínua. Também compõem os desenhos dos prédios brises, pérgulas, muxarabis e telas integradas para proteção solar. Os edifícios são tanto comerciais quanto residenciais, com apartamentos duplex, penthouse e lofts de dois e três dormitórios, mantendo a idéia de múltiplo uso dos espaços. Os chamados miolos de quadra são altamente aproveitados na convivência de bares e restaurantes que compartilham o local. “É um enriquecimento desta área, o que não existe nos desenhos urbanos convencionais”, destaca Simon. Em resposta ao projeto de paisagismo presente em toda a Pedra Branca, os terraços são bem aproveitados e funcionam como área comum dos prédios, com jardins e piscinas. As quadras ainda valorizam os pontos focais, levando em consideração as vias urbanas.

Equipe de Arquitetos: Roberto Simon Emerson da Silva Luana Mores Renata Athanasio Eduardo Leandro Guilherme Simon Benhur Basso


* imagem de carater ilustrativo

Quadra nu-3

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo


Quadra nu-14

planta baixa tĂŠrreo

planta baixa tipo

* imagem de carater ilustrativo


Destaques Pedra Branca

“um lugar completo”


Moradia Estudo Trabalho Lazer Num mesmo lugar


Morar

Estudar Trabalhar Se divertir

Morar ou Viver? Na dúvida, fique com os dois! “Espaços públicos com maior qualidade estética e tratamento especial, facilitando os encontros, as trocas e os acessos aos diversos usos em distâncias confortáveis para serem percorridas a pé”. Silvia Lenzi, arquiteta Da concepção do projeto à implantação da primeira etapa, a Pedra Branca significou o surgimento de um conceito inovador de vida em sociedade e de convivência com a natureza. A intenção era criar uma cidade inovadora, onde as pessoas pudessem encontrar o que precisassem em uma mesma localidade, sem ter que se deslocar para cidades vizinhas. Já nessa primeira fase, o projeto foi um sucesso: foram vendidos mais de dois mil terrenos. Hoje, mais de 600 famílias vivem no bairro, que recebe cerca de cinco ou seis casas novas por mês e conta com infra-estrutura de colégio, universidade, mercado, imobiliária, livraria, cafés, farmácia e outros serviços. Na nova Pedra Branca as moradias serão exclusivamente multifamiliares, prédios compostos por apartamentos de todos os tamanhos. Do compacto ao duplex, todos terão vistas privilegiadas e serão projetados de maneira alternativa para aproveitar o contato com o ambiente externo. Isso não acontece com a maioria dos apartamentos existentes em nosso país, já que as construções não têm comunicação

com a área que as envolve. Grande parte dos lares estão cercados por muros e portões, fazendo com que o contato das pessoas com a rua seja apenas de passagem e não de participação. Em algumas das quadras da nova Pedra Branca, os apartamentos situados no térreo terão contato com a rua tal qual acontece com as townhouses inglesas, que têm a saída das portas de frente para as calçadas. A cada cinco ou dez metros, haverá uma porta direcionada para a rua para que esse espaço seja usufruído pelos moradores. Nas áreas residenciais haverá determinadas quadras que permitem comércio de conveniência, o chamado comércio vicinal, que pode ser acessado sem a necessidade do automóvel, mas através das vias rápidas: as calçadas e ciclovias. Essa proximidade faz com que a rua tenha sempre movimento, trânsito de pessoas, o que a transforma em uma extensão das moradias, em um ambiente mais seguro e agradável de se viver.

Pedra Branca

64


Imagens de carater ilustrativo dos diversos estudos arquitetĂ´nicos, realizados nas “charretesâ€?.


Morar

Estudar Trabalhar Se divertir

Unisul: foco na saúde e na tecnologia Uma das maiores universidades do Estado, a Universidade do Sul de Santa Catarina – Unisul, está instalada na Pedra Branca e atende a mais de 10.000 alunos nos cursos de graduação e pós-graduação em todas as áreas do conhecimento. Destaque para o complexo de esportes aquáticos, destinado à formação de atletas olímpicos, que deve congregar estudantes, atletas e técnicos de várias partes do país. A Unisul ultrapassou os limites do campus para assumir uma proposta ousada: transformar a Pedra Branca no próprio laboratório da universidade, inédito pelo envolvimento direto da comunidade. A Biblioteca da Unisul, à ser instalada no edifício Pedra Branca 2 (projeto MOS), construído sob os padrões mais modernos de engenharia e arquitetura, é um exemplo: “vamos multiplicar o atendimento, inclusive à comunidade”, entusiasma-se a diretora Salete de Souza. Ambulatórios vinculados ao Curso de Medicina, centro de fisioterapia, clínica de psicoterapia e complexo desportivo são outros empreendimentos da Unisul que implementam essa realidade. O diretor do Campus, Professor Ailton Soares, explica que não se trata de um novo projeto, mas de uma configuração natural do processo, em que a cidade se estruturou e a Unisul cresceu com qualidade, ensejando uma interação entre dois principais objetivos: ensino interdisciplinar avançado e a qualidade de vida para toda a cidade. Mais de 600 adolescentes, grávidas e diabéticos, são atendidos por mês nos postos de saúde de Palhoça, graças ao envolvimento dos alunos e professores do Curso de Psicologia. O curso também trabalha com a gestão de pessoas, preparando recursos Reitor – Professor Gerson Luiz Joner da Silveira

Pedra Branca

66


www.unisul.br

“São 10.000 alunos matriculados em diferentes cursos com destaque para as áreas da saúde e tecnologia, que fazem da instituição uma fonte de profissionais com alta qualificação. Em decorrência disso, há uma estímulo para no rápido surgimento de empresas de base tecnológica, de clínicas médicas e inclusive de hospitais na Pedra Branca” humanos para empresas. Apenas a Softway, que a partir de abril de 2007 estará instalada na Pedra Branca, deverá contratar cerca de dois mil colaboradores. A nova piscina olímpica será uma referência nacional em desporto aquático, principalmente nas modalidades de natação, nado sincronizado, pólo aquático e saltos ornamentais. Quem adianta essa informação é o professor Jerson Cunha, coordenador-adjunto do programa Universidade do Esporte. Para ele, a região pode se transformar em um celeiro de atletas. A Escola de Esporte da Unisul encerra o ano concentrando dois mil jovens e crianças de todo o Estado. “Em 2007 teremos mil participantes da comunidade só em Palhoça”, prevê Cunha. Além de futebol, handebol, atletismo, futebol de salão, vôlei e tênis, a Unisul está concluindo o Complexo Aquático, onde o atendimento social e a preparação de atletas com investimento na alta performance vão se constituir em estratégias inéditas no Brasil. Atividades interdisciplinares ganham reforço e colocam a Unisul na vanguarda. O esporte, a fisioterapia, enfermagem, medicina e a nutrição, além de outros cursos, apostam na Clínica de Saúde, onde os atletas receberão todos os cuidados de preparação. Mas o projeto não visa somente ao atendimento de atletas. “A Pedra Branca vai receber muita gente”, observa a orientadora pedagógica Flávia Wagner, que se entusiasma em ver a universidade envolvida com a comunidade na preparação das novas gerações, através do Projeto AMO-UNISUL.


Morar

Estudar Trabalhar Se divertir

Futura Biblioteca e centro de pesquisa


www.unisul.br

* imagem de carater ilustrativo

Unisul, uma das maiores instituições de ensino superior do Estado, irá instalar no edifício Pedra Branca II a Biblioteca Central e o Centro de Pesquisas, que serão referências no Brasil. Pedra Branca

69


Morar

Estudar Trabalhar Se divertir

www.colegiovisao.com.br

Colégio Visão

Instituição prioriza a busca interativa do saber A

educação é fundamental para o desenvolvimento das pessoas. Escolher uma boa escola para os filhos é a garantia de que eles terão uma orientação adequada para descobrir o mundo. Com uma de suas cinco unidade instaladas na Cidade Pedra Branca, o Colégio Visão oferece turmas de Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio com Terceirão, proporcionando ao estudante um ambiente de aprendizado que favorece a construção do conhecimento de forma criativa e agradável. Uma das propostas da escola é oferecer múltiplas possibilidades para o desenvolvimento das habilidades dos educandos. As ações pedagógicas e o profissionalismo dos professores são muito importantes dentro do processo de ensino. Por isso, a instituição investe na qualificação e na pedagogia interativa, que inclui discussões sobre valores humanos como ética, amizade e respeito. Toda a infra-estrutura do colégio foi pensada para proporcionar condições ideais para a aprendizagem integral do aluno. São salas climatizadas, biblioteca, área de lazer, ambientes arborizados, laboratórios e salas multiuso com recursos audiovisuais para dinâmicas em grupo. Respeito aos saberes da criança, valorização de sua individualidade, parceria e interação entre os pais e a escola são prioridades do Colégio Visão.

Pedra Branca

70


Morar Estudar Trabalhar Se divertir

Grupo

escoteiros

da Pedra Branca No momento em que o mundo passa por uma série de problemas, que vão desde a crise ecológica até a crise dos valores humanos, muitos conceitos relacionados à educação estão sendo repensados e reformulados. Um movimento que ganhou destaque nesse contexto é o do Escotismo, criado em 1908 pelo inglês Robert S. S. Baden Powell. A organização propõe uma educação social fundamentada em exercícios que estimulam a inteligência, a lealdade, a coragem e a responsabilidade nas pessoas. Atualmente, mais de 70 moradores da Pedra Branca e de bairros vizinhos compõem o grupo, que se reúne semanalmente em uma área coberta cedida pela Associação dos Moradores (AMO). São poucas as atividades em grupo que oferecem tantos benefícios à formação e ao desenvolvimento do ser humano quanto o Escotismo. Desde 2003, a Pedra Branca conta com seu próprio grupo de escoteiros. São técnicas de aventura e desbravamento aliadas ao ensino de valores como respeito, educação, coragem, inteligência e companheirismo. Para atingir esses objetivos, pratica-se atividades em grupos e patrulhas, onde todos trabalham e aprendem a comandar e serem comandados.

www.escoteiros.org

“Se queremos que nossos rapazes sejam felizes na vida, devemos fazer com que eles assimilem o costume de praticar o bem ao próximo, além de ensinar-lhes a apreciar as coisas da natureza.” Robert S. S. Baden Powell (1857-1941)*

Pedra Branca

71


Morar Estudar

Trabalhar Se divertir

Softway empresa lĂ­der no

mercado de call center 2.000 novos empregos na Pedra Branca


www.softway.com.br

* imagem de carater ilustrativo

A Softway Contact Center ocupa o Edifício Pedra Branca I (Projeto MOS), primeiro prédio da Nova Pedra Branca recém-concluído e que incorpora os elementos de identidade arquitetônica criados nas “charretes” e os conceitos de construção eco-sustentável (confira na matéria sobre Prédios Verdes). Nele foram aplicados as mais modernas ferramentas de layout e equipamentos de última geração para call-center, fruto da larga experiência da Softway no setor. O Edificio Pedra Branca I conta com ar-condicionado

central, gerador de energia, amplas áreas de convivência, auditórios, 1000 células de atendimento, salas de reunião e áreas multiuso, que poderão ser adaptadas conforme as necessidades da empresa. Criada em 1996, a Sofway é reconhecida nacionalmente pelos programas de qualificação que provê aos colaboradores e pelo serviço de ponta oferecido aos clientes do mercado nacional e internacional.

Pedra Branca

73


Morar Estudar

Trabalhar Se divertir

Centro Empresarial Pedra Branca

Lojas, restaurantes, bares, escritórios e a Escola de Gastronomia da Unisul compartilham o mesmo espaço Um grupo de empresários criou o Centro Empresarial Pedra Branca (www.cepedrabranca.com.br) que, em pleno funcionamento, abriga lojas comerciais, escola de gastronomia, clínica odontológica e escritórios de empresas de diversos setores, em concordância com a filosofia da Nova Pedra Branca. Abriga também a Unisul Virtual (ensino à distância) e o Plantão de Vendas da Pedra Branca (0xx48-3286 1110). Preferência à prestação de serviços e à instalação de escritórios e lojas comerciais, compõem um mix de atividades

ao mesmo tempo diversificada e dinâmica. Essa perspectiva é reforçada com a implantação de ruas de comércio, de prédios de escritórios e dos Centros Empresariais, que abrigarão empresas de diversos segmentos e principalmente as de base tecnológica. Os projetos recuperam as divisas frontais, colocando os edifícios perto da calçada estimulando circulação dos pedestres e promovendo a integração entre as pessoas: um alegre convite para o caminhar.

Pedra Branca

74


Morar Estudar

Trabalhar Se divertir

Shopping Universitário Instalado no Campus Unisul e aberto à comunidade, oferece praça de alimentação, agência bancária, farmácia, livraria, salão de beleza, papelaria entre outros serviços

Pedra Branca

75


Morar Estudar

Trabalhar Se divertir

Um lugar atraente para sua empresa O Techno Park possui 204 lotes destinados a operação de empresas não-poluentes que têm como filosofia conciliar desenvolvimento econômico e social com respeito ao meio ambiente. A completa infra-estrutura oferecida aos edifícios resulta em praticidade e economia de custos de construção e manutenção. Além disso, graças à proximidade com a Unisul, é facilitado o acesso a profissionais qualificados para ocupar as vagas de trabalho oferecidas. São disponibilizados terrenos planos com energia elétrica, luz, água, esgoto, drenagem pluvial, telefone, vias pavimentadas, espaços para lazer e qualidade ambiental. No Tecno Park estão instaladas dezenas de empre-

sas responsáveis pela formação de um dos maiores e mais variados parques industriais da Grande Florianópolis. A primeira etapa do empreendimento teve suas vendas esgotadas, e já conta com 32 indústrias não-poluentes de pequeno e médio porte, que geram centenas de empregos. Esse sucesso do ponto de vista empresarial se consolidou graças à credibilidade que a Pedra Branca conquistou em setores bastante diversificados da indústria. Em poucas quadras é possível encontrar empresas de tecnologia, alimentação, móveis, design, publicidade, perfumaria, e até mesmo uma fábrica de coletes à prova de balas.

Pedra Branca

76


Morar Estudar Trabalhar

Se divertir

www.unisul.br

Um dos maiores centros aquáticos do Brasil

Salto para o Sucesso

Esportes aquáticos da Pedra Branca serão referência para o Brasil Um show de tecnologia. Essa é a melhor maneira de de-

Mais que ajudar na preparação de atletas em modalidades de alta performance, a piscina proporcionará um atendimento social, visando descobrir e preparar novos talentos olímpicos. Isso será possível porque o complexo será aberto à comunidade interessada em praticar atividades físicas. Essa expansão no atendimento confirma a vocação de inclusão social e de referência nacional em esportes de alta performance, presentes na Cidade Pedra Branca.

finir o que significa a implantação da piscina olímpica que integra o Complexo Aquático da Unisul. A missão do equipamento construído sob padrões esportivos internacionais é garantir que o endereço seja uma referência nacional em desportos aquáticos. As principais modalidades atendidas são a natação, o nado sincronizado, o pólo aquático e os saltos ornamentais.

Pedra Branca

78


Morar Estudar Trabalhar

Se divertir

www.unisul.br

Parceria por uma vida mais saudável Moradores tem acesso à estrutura esportiva da Unisul

São muitas as faces do lazer. Uma pessoa pode divertir-se no cinema, em uma livraria, na vida noturna, na vida ao ar livre, mas, sem dúvida, o esporte é o lazer mais saudável que existe. Por isso, a Associação dos Moradores da Pedra Branca (AMO) e a UNISUL estabeleceram uma parceria denominada Projeto AMO-UNISUL, cujo objetivo é compartilhar todo o complexo poli-esportivo da universidade com a comunidade representada pela AMO. Segundo o coordenador-adjunto de esportes da Unisul, Jerson Cunha, a Pedra Branca será uma referência nacional em esportes de alta performance e de integração com a comunidade.

Pedra Branca

79


Morar Estudar Trabalhar

Se divertir

Diversão ao ar livre Esportes promovem integração saudável com a natureza

É

impossível pensar em praticar esportes na Pedra Branca sem pensar no convívio saudável com a natureza. Os parques e praças, além de servirem como locais de contemplação, de passatempo e de convivência, são ideais para a prática de exercícios ao ar livre. A região propicia atividades desportivas em áreas externas, algumas destas modalidades são trilhas e caminhadas. Além de receber praticantes de atividades radicais como arvorismo, rappel e escalada, o parque do Maciço da Pedra Branca, projeto da Prefeitura Municipal de Palhoça, contará com instalações e equipamentos para aqueles que querem apenas contemplar a natureza, observar a fauna e a flora exuberantes daquela reserva nativa da Mata Atlântica.

Pedra Branca

80


Morar Estudar Trabalhar

Se divertir

Lazer para todos os estilos Diferentes formas de entretenimento dividem espaço na Pedra Branca

Está no dicionário: “lazer”, substantivo masculino que significa ter disposição de tempo para fazer determinada atividade.* Talvez muitos não saibam, mas essa definição vai perfeitamente ao encontro da proposta inovadora de vida em sociedade, que está presente na nova fase da Pedra Branca. Dentro do conceito de um bairro com vida própria é necessário proporcionar ao cidadão todos os serviços que ele precisa: saúde, segurança, moradia, educação e, claro, lazer. Com as necessidades básicas de trabalho, estudo e comércio atendidas rapidamente, graças às distâncias curtas, as pessoas passam a ter mais tempo para se dedicar às atividades que lhes dão prazer. À medida que a cidade configura seu ambiente construído, expandem-se as formas de entretenimento urbano. São opções variadas de lazer cultural, com cinema, biblioteca e teatro. Quem gosta de música, dança e diversão noturna, pode conferir as atrações dos bares, cervejaria e danceteria. A intenção é fazer uma mistura de funções para agradar a todos os cidadãos. * Fonte: Novíssimo Dicionário Escolar

Pedra Branca

81


AMO www.unisul.br

AMO

Associação de Moradores Atuação organizada dos moradores garante qualidade de vida Está mundialmente comprovado que as organizações so-

monumentos, a AMO adota praças e ruas da Pedra Branca, para que todas recebam o cuidado devido, a fim de manter a beleza e a harmonia paisagística da região. Cuidar da comunidade e coordenar a segurança do bairro, através de ronda e monitoramento, também são ações de responsabilidade da AMO, em parceria com o Conseg (Conselho Comunitária de Segurança). Outra ação da Associação dos Moradores da Pedra Branca é a publicação mensal do informativo “AMO Notícias”. O jornal traz as principais notícias do bairro junto com dicas de educação, segurança, cultura e ecologia; entrevistas com autoridades, depoimentos de moradores e anúncios de empresas locais.

ciais, quando mobilizadas e atuantes, são de fundamental importância para o crescimento e desenvolvimento sócioeconômico das regiões. Em uma comunidade, a associação de moradores ajuda a manter e melhorar a qualidade do bairro, através de reparos físicos, organização de eventos e elaboração de planos de convivência. Partindo dessa idéia, a Associação dos Moradores da Pedra Branca (AMO) tem proporcionado integração social, investimentos e melhorias em benefício do bem estar coletivo. Assim como existem empresas que adotam determinados

O programa AMO-UNISUL é o grande diferencial para os associados da AMO pois, entre outras atrações, disponibiliza para uso a praça poliesportiva e o centro de natação olímpica.

Carteira de Associado Jornal da AMO

Pedra Branca

82


eventos

segurança

piscina olĂ­mpica

paisagismo


Engenharia / Infra-estrutura

Infra-estrutura de qualidade “O design urbano confere caráter a um lugar, e a infra-estrutura torna o design possível.” Philip Kotler Um dos objetivos do Novo Urbanismo é fazer com que as pessoas tenham trabalho, escola, comércio e lazer ao alcance de uma caminhada de, no máximo, cinco minutos de suas casas. Mas deixar o automóvel de lado para desfrutar de um convívio saudável com a natureza e a comunidade exige um alto investimento em infra-estrutura e planejamento urbano. O cuidado e a inovação no que se refere às instalações de drenagem, esgoto e pavimentação são alguns itens que já estão fazendo da Cidade Pedra Branca um ícone em empreendimento sustentável no Brasil. Ruas e calçadas recebem atenção no que se refere à qualidade estética e arquitetônica, tudo para facilitar os encontros, a comunicação entre as pessoas e delas com o meio

ambiente. A estrutura do empreendimento prevê acessibilidade a todos, projetando calçadas e acessos para pessoas que possuem dificuldade de locomação. A fiação da rede elétrica, telefonia, tv a cabo, internet, iluminação pública, rede de água potável e estação de tratamento de esgoto será distribuída em dutos subterrâneos para evitar contato com a população e não poluir visualmente a bela paisagem da região. Com relação à drenagem, adotamos diversas técnicas inovadoras para redução do escoamento superficial das águas de chuva, entre elas citamos: cisternas de retenção de cheias, calçadas permeáveis, ilhas de infiltração etc.

Pedra Branca

84


Meio Ambiente

Preservação e saúde Pedra Branca terá complexo montanhoso transformado em monumento natural

O Maciço da Pedra Branca é composto por uma extensa vegetação nativa de Mata Atlântica preservada. Para valorizar este patrimônio natural insubstituível, está sendo projetado pela Prefeitura Municipal de Palhoça, o Parque Ambiental Pedra Branca, uma maneira legal e organizada de zelar pela preservação da natureza e divulgar as potencialidades turísticas do complexo. Melhorar a qualidade ambiental da região, compatibilizar desenvolvimento econômico com preservação ambiental e oferecer opções de recreação e lazer à comunidade e aos visitantes são objetivos a serem alcançados com a criação do parque. Outra proposta é incentivar a realização de pesquisas científicas, práticas relacionadas à educação ambiental e o trabalho comunitário. Com a implantação do projeto, a região da Pedra Branca será um centro de referência em ecoturismo e esportes de aventura, atrações que terão acessibilidade, segurança e infra-estrutura garantidas.

Pedra Branca

86


Água Mineral O subsolo da Pedra Branca possui uma importante reserva de água mineral, que em breve se transformará numa atividade econômica, com a instalação de uma engarrafadora.


Prédios Verdes/ Green Buildings

Estratégias Bioclimáticas Os termos construção bioclimática, sustentável, ecológica, orgânica ou verde referem-se ao modo alternativo de construção de edifícios, onde as condições climáticas locais são consideradas e a tecnologia solar passiva é utilizada para uma maior eficiência energética. O assunto está cada vez mais em voga. O fato é que a preocupação com a adaptabilidade da construção faz parte da própria história da humanidade e de sua relação com o meio ambiente. A adoção de técnicas bioclimáticas como uma tentativa de adaptação da edificação às condições climáticas locais remonta aos primeiros abrigos do homem. O aprimoramento do conhecimento e a aquisição de tecnologias e materiais sofisticados ao longo do desenvolvimento humano, acrescidos às facilidades na oferta de energia, fez com que muitas vezes se deixasse de lado conceitos adquiridos e consolidados, próprios de cada região e cultura. A realidade atual exige o comprometimento com o futuro ambiental do planeta. A construção e o uso de edificações consomem uma grande parte dos recursos naturais, entre eles água, madeira, combustíveis fósseis e materiais manufaturados. Desde a década de 70, o conceito “ construção sustentável” vem sendo usado como orientação para construir na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, medidas para aumentar a eficiência energética e promover o uso racional da água estão, aos poucos, modificando a prancheta dos projetistas, de acordo com o professor Dr. Roberto Lamberts, PhD em construções eco-sustentáveis e consultor da Pedra Branca.

Pedra Branca

88


As futuras construções da Pedra Branca tem como referência para a Eco-sustentabilidade o projeto do Edifício Office Green (em Florianópolis), atualmente em certificação pelo sistema LEED, junto ao USGBC-Unidet States Green Building Council.

* Imagem ilustrativa do Edifício Office Green

Na fachada do edifício, materiais de baixa manutenção e brises para controle da iluminação natural

Materiais recicláveis/ Uso de água da chuva

Ambientes com iluminação e ventilação naturais


Referências Bibliográficas:

A incorporação de estratégias de sustentabilidade nas edificações, de acordo com o local de implantação – tais como orientação; uso de ventilação e iluminação naturais; e consideração das propriedades térmicas dos componentes como janelas, paredes e coberturas – podem influenciar principalmente no seu desempenho, diminuindo a necessidade de sistemas artificiais, como diz a arquiteta Silvana Laynes de Castro. O uso racional da água é outro critério importante. Entre as estratégias, estão a utilização de água da chuva e a redução do consumo de água potável, assim como um tratamento mais adequado de efluentes. Na maioria dos climas, as energias naturais que aquecem, resfriam, umidificam e secam as construções estão disponíveis o ano todo. A astúcia consiste em fazer apelo a estas energias nos momentos em que elas participam do conforto. É preciso, portanto, estudar os edifícios para que eles aceitem ou rejeitem e para que estoquem ou liberem as energias naturais nos momentos apropriados. O enfoque bioclimático também proporciona resultados positivos na redução do consumo de energia elétrica, do uso de combustíveis não-renováveis, das emissões de dióxido de carbono, da poluição do ar e da inversão térmica, e promovem maior conforto aos seus ocupantes. A Pedra Branca, consciente da importância do tema meio ambiente, incorporou no desenho urbano e nas normas de construção os principios da sustentabilidade. Para tanto, é sócia do recém criado conselho brasileiro de CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS e do USGBC-United States Green Building Council.

Links relacionados:

www.officepark.com.br www.officegreen.com.br www.usgbc.org www.labeee.ufsc.br www.labcon.ufsc.br www.antac.org.br www.paladinoandco.com www.cbcs.org.br


Vista do Maciรงo da Pedra Branca com 500 metros de altitude.


PEDRA

BRANCA um lugar com alma

MORAR, TRABALHAR, ESTUDAR E SE DIVERTIR num mesmo lugar

Revista Pedra Branca  

Publicacao customizada da Pedra Branca.

Advertisement