Page 1


Fundação Bienal de São Paulo


Fundação Bienal de São Paulo

Conselho Council

Conselho de Administração Board of Directors

Francisco Matarazzo Sobrinho

Jorge Wilheim

1898 - 1977 Presidente Perpétuo do Conselho Perpetuai President

Presicfente Chairman

Mendel Aronis Vice-presidente Vice Chairman

Conselho de Honra Honorary Council

Membros Vitalícios Lifetime Members

Oscar P. Landmann

Benedito José Soares de Mello Pati

Presidente Chairman

Celso Neves

Alex Periscinoto

Ernst Guenther Lipkau

Celso Neves

Giannandrea Matarazzo

Edemar Cid Ferreira

Hélene Matarazzo

Jorge Eduardo Stockler

João de Scantimburgo

Jorge Wilheim

Oscar P. Landmann

I

Julio Landmann

Oswaldo Corrêa Gonçalves

Luiz Diederichsen Villares

Otto Heller

Luiz Fernando Rodrigues Alves +

Roberto Maluf .

Maria Rodrigues Alves +

Roberto Pinto de Souza

Roberto Muylaert

Rubens José Mattos Cunha Lima Sábato Antonio Magaldi Sebastião de Almeida Prado Sampaio Wladimir Murtinho


I

Membros Members

Adolpho Leirner

Jens Olesen

Alex Periscinoto

Jorge Wilheim

Álvaro Augusto Vidigal

Julio Landmann

Andrea Sandro Calabi

Manoel Ferraz Whitaker Salles

Angelo Andrea Matarazzo

Manoel Francisco Pires da Costa

Antonio Bias Bueno Guillon

Marcos Arbaitman

Antonio Henrique Cunha Bueno

Marcos Moraes

Áureo Bonilha

Mendel Aronis

Beatriz Pimenta Camargo

Miguel Alves Pereira

Beno Suchodolski

Miguel Reale Jr.

Caio de Alcântara Machado

Pedro Aranha Corrêa do Lago

Carlos Bratke

Pedro Franco Piva

Carlos Francisco Bandeira Lins

Pedro Paulo de Sena Madureira

Cesar Giobbi

René Parrini

David Feffer

Roberto Civita

David Zylbersztajn

Roberto Duailibi

Diná Lopes Coelho

Roberto Muylaert

Edemar Cid Ferreira

Rubens Ricúpero

Fábio Magalhães

Saio Davi Seibel

Fernando Roberto Moreira Salles

Thomaz Farkas

Gilberto Chateaubriand

Wolfgang Sauer

Horácio Lafer Piva


[ >.

Fundação Bienal de São Paulo


Diretoria Executiva Executive Directors

Carlos Bratke Presidente Chairman

Luiz Sales 1° Vice-Presidente 1st Vice-Chairman

Wolfgang Sauer 2° Vice-Presidente 2nd Vice-Chairman

Edson Jorge Elito Di retor Director

Marcelo Magalhães Diretor Director

I

René Parrini Diretor Director

Diretores Representantes Representative Diredors

Marcos Mendonça Secretário de Estado da Cultura State Secretary of Cu lture

Marco Aurélio de Almeida Garcia Secretário Municipal de Cultura City Secretary of Culture

Embaixador Ambassador Celso Lafer Ministério das Relações Exteriores Ministry of Foreign Affairs

Octávio Elísio Alves de Brito Ministério da Cultura Ministry of Cultural Affairs

Alfons Hug a

Curador-Geral da 2S Bienal de São Paulo Chief Curator 2S a Bienal de São Pa ulo

Agnaldo Farias

Curador do Núcleo Brasileiro da 2S a Bienal de São Paulo Curator of the Brazilian Section/ 2S a Bienal de São Paulo


Fundação Bienal de São Paulo

Mariah Villas Boas Assessora da Presidência Consulta nt to the President

Glória Bayeux Assessora de Cultura Cultural Consultant

Secretaria da Diretoria Director's Office

Lucia Aparecida Rizzardi Anderson de Andrade Maria da Glória de Araújo Roberto Alvarenga

Luiz Carlos Roberto Assessor Jurídico Legal Consultant

Humberto Alves Mendes Assessor de Marketing Marketing Consultant

Assistentes da Curadoria Curator's Office

Denana Jovanovic Melina Valente Vara Kerstin Richter

Flávio Camargo Bartalotti Assessor Financeiro Financiai Consultant

Curadoria Geral da 5a BIA Curatorial Department of the 5th BIA

Paulo Roberto V. Olivé

Ricardo Ohtake Pedro Cury

Engenharia Engineering

Edison Paes de Melo Assessor de Imprensa Press Consu ltant

Pieter lh. ljabbes Gerente de Eventos Internacionais International Events Management

Maurício Marques Netto Gerente Financeiro Finance Management

Maria Rita Marinho Gerente Geral General Management

Dalton Sala Supervisor do Arquivo Wanda Svevo Supervisor of the Arquivo Wanda Svevo

Arquitetura Architecture Department

Mário Biselli & Artur Katchoborian Arquitetos Projeto Expográfico Exhibition Layout

Sérgio Matera Cooráenador do Projeto Project Coord inator

Leandro Alegria Pereira Samuel Pinheiro Guimarães Lucila Monteiro de Barros Martens Estagiária Tra inee

Engenharia Facilities

Luiz Augusto De Biasi Comunicação Visual Visual Programing

Cláudio Ottoni Projeto e Coordenação Project and Coordination

Luiza Zanotti Olivia Padula Hohagen Produção Production

Projeto de Iluminação Lighting Design

Guilherme Bonfanti Assistentes de Iluminação Assistants Lighting Design

Sérgio Siviero Fernanda Carvalho


Arquivo Wanda Svevo Wanda Svevo Archives

Dalton Sala Supervisor Supervisor

Heloísa Liberalli Bellotto Consultora Arquivologia Archive Consultant

Gerência de Eventos Events Department

Liliane Fratto Calazans Salim Mônica Shiroma de Carvalho Tânia Mills Vânia Mamede C. Shiroma Claudia Fernanda de Souza Edouard Fraipont Jacopo Crivelli Lúcia Gouvêa Camila Belchior Margareth Tavares Efistathia Vourakis Ângela Ivanovici Nicácio Pereira de Souza Vara Guarani

Maria Cristina Vendrameto Coordenação Arqui vologia Archive Coordination

Rogério Xavier cooraenação Biblioteconomia Library Coordination

Dalton Delfim Mazieiro Jorge Lody Iraci Cristina Bredariol Palmieri Tatiana Sampaio Ferraz Elaine Regina Lanzoni Juliana Nascimento da Silva Giovana do Carmo Nogueira

Gloria Bayeux Ana Elisa de Carvalho Silva Marize de Almeida Nóbrega Martins

Juliana Camachi Estagiária Tra in ee

Maíra Fernands Bittencourt Sabrina Freschi Estagiária Trainee

Verônica Sala Estagiária Tra inee

Priscila Leopoldo Rodrigues Estagiária Trainee

Veronice Barros Paixão Estagiária Trainee

Gerência de Administração e Financeiro Financiai Department

Kátia Marli Silveira Mario Rodrigues da Silva Adriana Cristina de Lima Pereira Cleise Pereira Araújo Lisania Praxedes dos Santos Bruna Nogueira Azevedo Thiago Macedo Vinícius Robson da Silva Araújo Waldomiro Rodrigues da Silva Assessoria de Imprensa Press Assistance

Regis Motisuki Alexandre Ribeiro Justine Otondo Pedro Bayeux Adriana Feria Fábio Paes Gustavo Garde

Mirian Celeste Martins Gisa Picosque Coordenação Geral Coord ination

Maria Silvia C. Mastrocolla de Almeida Maria Ercíl ia Fama de Castro Assistentes dé Coordenação Coordination Assistants

Estagiária Trainee

Estagiária Tra inee

Núcleo de Projetos e Publicações Projects, & Publication Department

Ação Educativa Guided Tours

Marcos Antônio de Araújo Estagiário Trainee

Manutenção e Montagem Maintenance and Mounting

José Geraldo Faria Eder Santos Emerson Áureo Horst Grimário Lira da Silva Iraildo Brito Silva José Pereira Costa Josué Alves Marcelo de Souza Chrispim Lindomar Raimundo de S. Freitas Luiz Carlos Estevanin Serviços Gerais General Services

Josefa Gomes da Silva Enoque Alves dos Santos Josenita Vitor dos Santos Souza Idelvanda Rosa de Jesus Maria José Sousa Severina Ferreira da Motta Portaria Doormen

Antônio Milton de Araújo Evilazio Pereira Sampaio Gilberto Pereira da Silva Isaias de Jesus Siqueira José Leite da Silva José Antônio dos Santos Nivaldo Francisco da Costa Tabajara de Souza Macieira

Daniella Puliti Laert Machado Junior Richard Calhabéu

GUi.

Supervj,são de Monitoria Tours Supervisors

Nuria Kello Coordenação do Projeto de Educação Especial Special Educati on Project Coordination

Valquiria Prates Assistente De Coordenação do projeto de Educação Especial Special Education Project Assistant


Apoio Institucional Institutional Support

Governo ~ederal Ministério da Cultura Ministério das Rela~ões txteriores Governo do tstado de ~ão Paulo ~ecretaria de tstado da Cultura Prefeitura Municipal de ~ão Paulo ~ecretaria Municipal de Cultura

I

~

J


ratrocinadores da 2Sa Bienal de ~ão Paulo . )ponsors of tne 2Sa Bienal de )ão raulo !

~

'; i

li ~i

1

.

Votorantim

Brade~co )eguro~ tmbratur - tmpre~a Bra~ileira de Turi~mo Icatu Hartford

Uni~y~ Banco )anto~ Gtecn Bra~il Caixa tconômica ~ederal teT · tmpre~a Bra~ileira de Correio~ eTelégrafm

Impren~a Oficial do t~tado de )ão Paulo Banco Itaú

Ripa~a )/A Celulo~e ePapel .

BM&~ - Bol~a de Mercadoria~ &~uturo~ . BOVt)PA - Bol~a de Valore~ de )ão Paulo ,


Receita reaeral MAC . Mu~eu ae Arte Contempor창nea aa Univer~iaaae ae ~찾o Paulo

.Z+Comunica~찾o ~hopping tldorado Unilever .

.j.

.


f.

I

I

Ráaio ~anaeirante~ ~M

~aitora Abril

Reae Globo ae Televi~ão

~olna ae ~, ~aulo

~i~tema ~ra~ileiro ae Televi~ão Ráaio Cultura ~M

O~~taao ae ~, ~aulo Diário ae ~, Paulo

, Revi~ta ~ravo

Reae ~anaeirante~ ' TV Cultura

Ráaio ~Iaoraao Ráaio Tran~américa Ráaio C~N Central ae Outaoor


A~radecimentos

ACKnowledgements .

Agradecimento especial ao Deputado Paulo Kobayashi, coordenador da bancada Paulista no Congresso Nacional, aos Senadores José Serra, Romeu Tuma, Eduardo Matarazzo Suplicy e Pedro Piva, eaos Deputados desta bancada Alberto Goldman Aldo Rebelo Aloizio Mercadante André Benassi Angela Guadagnin Antonio Carlos Pannunzio Antonio Kandir Arlindo Chinaglia Arnaldo Faria de Sá Arnaldo Madeira Ary Kara Bispo Wanderval Celso Russomanno Chico Sardelli Corauci Sobrinho Cunha Bueno De Velasco

Delfim Netto Dr. Evilásio Dr. Hélio Duilio Pisaneschi Emerson Kapaz Fernando Zuppo Gilberto Kassab Iara Bernardi Jair Meneguelli João Eduardo Dado João Herrmann Neto João Paulo Jorge Tadeu Mudalen José Aníbal José de Abreu José Dirceu José Genoíno José Roberto Batochio Julio Semeghini Lamartine Posella Luciano Zica Luiz Antonio Fleury Luiz Eduardo Greenhalgh Luiza Erundina Marcelo Barbieri Marcos Cintra Medeiros

Mendes Thame Michel Temer Milton Monti Moreira Ferreira Nelo Rodolfo Nelson Marquezelli Neuton Lima Orlando Fantazzini Paulo Lima Professor Luizinho Ricardo Berzoini Ricardo Izar Robson Tuma Rubens Furlanz Salvador Zimbaldi Sampaio Dória Silvio Torres Teima de Souza Vadão Gomes Valdemar Costa Neto Wagner Rossi Wagner Salustiano Xico Graziano Zé índio Zulaiê Cobra pelo projeto pioneiro em benefício da cultura do país.


Apoio In~titucional da ~refeitura do MunicĂ­pio de ~ĂŁo ~aulo -lei 10,~n/~O


-

Fundação Bienal de São Paulo

...

MINISTÉRIO DACULTURA


~UMÁRIO INDfX j8 Daniel Acosta

42 Brígida Baltar

a

18 25 Bienal de São Paulo

The 25th Bienal de São Paulo francisco Weffort

20 Brasil: Diversidade eIdentidade Cultural Brazil: Culturalldentity and Diversity Carlos Bratke

22 Hotel das Estrelas The Hotel of Stars Agnaldo farias

46 Ricardo Basbaum )0 Helmut Batista )4 José Bechara )8 ~ábio Cardoso 62 Marcos Chaves 66 JoséDamasceno 10 Oriana Duarte 74 Chelpa ~erro 18 tduardo ~rota 82 Cao Guimarães 86 Carmela Gross

90 Marepe 94 Ana Miguel eKarla Osório 98 Alexander Pilis 102 tliane Prolik 106 José Rufino

110 Sérgio Sister 114 118 122 126

Marcelo ~olá Gil Vicente Carina Weidle Paulo Whitaker


1j~

~AlA~ ~~~mAI~ ~~mAl ~X~I~IIION~ 132 Carlos ~ajardo

14L Karin lambrecht 1~L Nelson leirner

10L N~l A~l 16j Na Rede On the Net

'

Christine Mello

169 Ricardo Barreto 170 lucas Bambozzi 171 Giselle Beiguelman 17L tnrica Bernardelli

173 Diana Domingues 174 lúcia leão 17J Artur Matuck

176 Kiko Goifman eJurandir Müller 177 Gilbertto Prado

178 Biografia dos Artistas Artist's Biography 186 Agradecimentos Acknowledgements


The 25th Bienal de São Paulo

- -Nowadays many museums and art centers around Brazil are holding largescale exhibitions, attracting thousands of visitors every year. This is the natural outcome of a consistent integration and a mature relationship between the Brazilian public and the arts. Now in its 50th year running, throughout its history the Bienal de São Paulo has played a fundamental role in the art education of the Brazilian population. The pioneering initiative and unflagging efforts of the Bienal's organizers in bringing the latest of the Brazilian and international art scene

,

to every exhibition have created a dose bond between the public and the creative artistic process across its entire range of expression. The successive editions of the Bienal de São Paulo have always been instructive, operating through the Brazilian visitor's curiosity to promote understanding and appreciation of the work of art. Over the years, this mega biennial event has catalyzed the growing interest in fine arts throughout Brazi!. Among the Bienal de São Paulo/s many contributions, we call special attention to its role of enlightening the general public, allowing people of ali ages and walks of life access to works by renownedinternational artists that would otherwise remain unknown to a large part of the Brazilian society who cannot afford international travei to visit museums overseas. Therefore, it is always with great enthusiasm that we anticipate each and every Bienal exhibition, produced by curators who elaborate on new themes and work on new findings with their characteristic boldness and idealism. Through carefully selected works and artists, the curators of the Bienal de São Paulo afford us a whole world of contemporary creation from both home and abroad. Fifty years of artistic activities distinguished by competence and success. The Brazilian Ministry of Culture is very proud indeed to take part in such an outstanding initiative as the Bienal de São Paulo.

Francisco Weffort Minister of Culture

,


2SaBienal de São Paulo Se hoje diferentes museus e espaços culturais do país estão montando exposições de grande porte, atraindo milhares de visitantes, é porque existe uma interação consistente, uma relação amadurecida entre o público e as artes. A Bienal de São Paulo exerceu, durante os seus 50 anos de atividades, um papel fundamental na formação artística da população. Foi esse esforço pioneiro, esse empenho em trazer o que se faz de mais atual lá fora, para somar à produção brasileira, em cada edição da mostra, que possibilitou ao público o contato com o processo de criação artística, em todas as suas formas de expressão. As Bienais possibilitaram, de forma didática, o despertar do visitante para a obra de arte, para a sua compreensão e apreciação. Essa megaexposição bianual colaborou, e continua colaborando, no crescimento do interesse pelas artes plásticas no país. São inúmeros os méritos da Bienal de São Paulo, mas, só para citar mais um, devemos lembrar que esse evento possibilita ao grande público, de todas as faixas etárias e condições socioeconômicas, o contato com obras e o conhecimento de artistas de renome internacional, sobretudo para pessoas que não teriam essa oportunidade de outra forma, pois esse contato fica sempre restrito àqueles que viajam e visitam grandes museus no exterior.

É, portanto, com grande entusiasmo que se acompanha a montagem de cada edição da mostra, quando os curadores nos propõem, sempre com a mesma indispensável dose de ousadia e idealismo, novos temas e novas descobertas. Através das obras e dos artistas selecionados, os curadores nos trazem todo o universo da criação contemporânea, nacional e internacional. São 50 anos de atividades marcados pela competência e pelo sucesso. O Ministério da Cultura se sente orgulhoso de participar dessa iniciativa.

Francisco Weffort Ministro da Cultura


Brazil: Culturalldenti~ and Diversi~ The world is today facing two interrelated dilemmas. It is imperative that we work out differences, find solutions to the conflicts engendered by economic, social, ethnic and religious diversity; this, while struggling to preserve the cultural identities within each society. There is furthermore the pressing need to maintain the history, the memory of each nation; this, while moving toward the promise of global integration and a worldwide civilization, the so-called process of globalization. Brazil constitutes an interesting case-study in regard to these challenges, because of its history as a nation where different cultures have proven able to coexist. Unlike other countries, where cultural segregation has often resulted as a defense or survival refi ex, here the pooling of immigrants of various nationalities has led to communication and dialog among the different cultures, and sometimes even their melding within a perfect syncretism. This distinctly Brazilian feature, its anthropophagic capacity for creative development, has historically been reflected in the production of our artists. Multiculturalism, the hallmark of the Brazilian identity, is moreover reflected in the way our cities coexist and interact, each in its distinctive way as determined by the cultural roots and traditions of the regions that make up this vast Brazilian territory, ali together forming an immense range of urban forms and signs. This broad, complex and provocative universe was fully exploited in putting together the Brazilian segment of the 25th Bienal de S達o Paulo. Three special rooms and 31 Brazilian artists from cities ranging throughout the nation's Northeast, Central and South have taken up the challenge of piecing these expressive fragments together, as only artistic creation can do, to form the mosaic of this rich and unending cultural panorama.

Carlos Bratke Presidente da Funda巽達o Bienal de S達o Paulo


Brasil: Diversidade eIdentidade Cultural A necessidade de superação dos conflitos e dos antagonismos provocados pelas diversidades econômicas, sociais, étnicas, religiosas e, ao mesmo tempo, a luta pela preservação das identidades culturais da sociedade constituem uma questão perturbadora frente à tensão existente entre a manutenção da história, da memória de cada país e a promessa de integração global pela constituição de uma civilização planetária, a chamada globalização. Num país das dimensões do Brasil, onde a coexistência histórica de várias culturas foi responsável pela definição de sua identidade como nação, esta questão assume um significado próprio que permite estabelecer uma referência interessante frente à realidade externa atual. Diferentemente de outros países onde a segregação cultural foi gerada muitas vezes pela necessidade de defesa e de sobrevivência, aqui a agregação de imigrantes de várias nacionalidades permitiu a comunicação e o diálogo de culturas diferentes, quando não se integraram num perfeito sincretismo. Esta capacidade antropofágica de promover a ação criadora a partir das diferentes contribuições culturais é, sem dúvida, uma marca brasileira historicamente registrada pela produção de nossos artistas. Expressão desse multiculturalismo, registro de nossa identidade, as nossas cidades coexistem e se interagem num amplo espectro de formas e de signos urbanos determinados por raízes e tradições culturais bem próprias de cada região desse imenso território geográfico. Apropriar-se desse universo tão amplo e complexo quanto instigante é o objetivo da exposição brasileira da 2S a Bienal de São Paulo. Assim, 3 salas especiais e 31 artistas brasileiros de núcleos urbanos tão distintos como aqueles que se situam no Nordeste, na região Central e no Sul do País, têm como desafio compor esse mosaico com fragmentos expressivos que só a criação artística permite abstrair desse rico e inesgotável panorama cultural.

Carlos Bratke Presidente da Fundação Bienal de São Paulo


Hotel das Estrelas

The Hotel of Stars

Agnaldo Farias

A partir de 23 de março até início de junho, período de

From March 23 until early June, while the Bienal de São Paulo is

duração da Bienal de São Paulo, todo aquele que, durante a

taking place, anyone driving at night along the avenue

noite, passar de carro pela avenida que margeia o Parque do

bordering Ibirapuera Park may find it strange to see an

Ibirapuera, ao avistar o prédio da Fundação, onde o evento

immense panel of red neon lights reading HOTEL, affixed to the

acontece, talvez estranhe o imenso painel luminoso aplicado

side of the Bienal Pavilion where the exhibition is being staged.

em sua fachada lateral, com a palavra HOTEL grafada em néon

Some may th ink that the renowned building by Oscar Niemeyer

vermelho. Alguns pensarão que o célebre edifício de Oscar

now has another purpose beyond serving as the venue for

Niemeyer ganhou um outro destino que não o de abrigar feiras

trade fairs and other events, including São Paulo's biennial

variadas, além da bi-anual megaexibição de artes. Pois não se

mega art show. But that's not it at ali, although the irony of

trata disso, embora a ironia de Carmela Gross, autora do

Carmela Gross - the author of the work - is very suiting.

trabalho, venha bem a calhar. In the style of Will iam Burroughs, who once stated that words À maneira de William Burroughs, que um dia afirmou ser a

were viruses that came from outer space, Gross is betting on

palavra um vírus que veio do espaço, Gross aposta na natureza

the contagious nature of the sign, as though it were a parasite

contagiante do signo, como se ele fosse um parasita, cujo

that incurably affects the host who comes into contact with it.

simples contato compromete irremediavelmente seu

An artist of refined gifts, she didn't choose the word at

hospedeiro. Artista de dotes refinados, a palavra escolhida não

random. Written in capitalletters, Hotel not only confuses the

é uma palavra qualquer. Escrita em caixa alta, Hotel não

ordinary citizen, it also calls attention to the fact that anything,

apenas confunde o cidadão comum. De quebra, chama a

from a button to a building, can take on the sense that you

atenção para o fato de que qualquer coisa - de um botão a um

lend to it, particularly when it comes to artwork, which is fertile

prédio - hospeda os sentidos que se lhes empresta. Em

ground for the breeding and hosting of multifarious senses. But

particular as obras de arte, campo fértil para a

Gross's proposal doesn't stop there . It further illustrates how

proliferação/hospedagem de sentidos. Mas a proposta de Gross

the sense of a mega art show has changed over the recent

não pára aí: prossegue ilustrando como, nos últimos anos, foi

years.

alterado o sentido de uma grande exposição artística . For ten weeks, hundreds of works by about a hundred and Durante dez semanas, algumas centenas de obras, de autoria

ninety artists, thirty of whom are Brazilian, will be staying as

de aproximadamente cento e noventa artistas, trinta dos quais

guests in the building of the São Paulo Bienal Foundation .

brasileiros, ficarão hospedadas no prédio da Fundação Bienal de

Inverting the order followed by the hotel industry, these guests

São Paulo. Invertendo a ordem que norteia a indústria hoteleira,

receive high per diems in the way of insurance, transportation,

serão eles a receber altíssimas diárias, sob a forma de seguro,

maintenance costs and, in some cases, a high appearance fee .

transporte, custos de manutenção e, em alguns casos, um alto

And to be dignified enough to host them, the building had to

cachê. E para que se dignassem a vir, o prédio teve de ser

be duly spruced up with resources befitting a five-star hotel. A

devidamente ataviado com recursos dignos de um "cinco

large number of rooms were built, ali painted in white and ali

estrelas" . Um grande número de salas foi construído, todas elas

furnished with several pieces of required equipment. While they

pintadas de branco, todas dotadas dos vários equipamentos

stay as guests with pop-star privileges, the works will be the

exigidos. Enquanto ficarem hospedadas com prerrogativas de

subject to the curiosity of an immense public. Four hundred

popstars, as obras serão alvo da curiosidade de um imenso

visitors are expected, people from ali corners of Brazil and a


público. Estima-se em quatrocentos mil visitantes, gente de todos os quadrantes do país e um número considerável proveniente do exterior. Os primeiros, estimulados pela mídia, pelos anúncios televisivos e pelos out-doors, acorrerão em préstitos com a perspectiva de visitar o espetáculo protagonizado pela arte contemporânea. Os estrangeiros virão principalmente por causa das obras dos artistas locais, movidos, conforme o freguês, por interesses mesclados entre o estético e

considerable number from abroad. The former, encouraged by

o financeiro . Afinal, é fato consabido internacionalmente que a

the media, by TV ads and by billboards, wi ll come together in

arte aqui desenvolvida, conforme se pode cotejar nas

procession with the prospect of visiting the show where

exposições internacionais igualmente focadas na produção

contemporary art is the leading performer. The foreigners will

contemporânea, é boa, além de relativamente barata.

come mainly beca use of the artwork of local artists, driven by a

O público local é uma preocupação à parte, esperando-se que

according to the client. After ali, it is a well-known fact

combination of esthetic and financiai interests, weighted apenas alguns poucos consigam entender o significado da

internationally that Brazilian art is good and relatively cheap, as

grande quantidade de obras apresentadas. O espetáculo, como

can be verified at other international art shows featuring

a maioria logo notará, possui a inacessibilidade de um

contemporary production.

hieróglifo. Não há que estranhar: mesmo tratada como um espetáculo, a Bienal mantém-se um fenômeno cujo sentido é

The local public is another concern . It is expected that only a

quase hermético; críptico, dirão os mais assombrados. Para

few will succeed in grasping the meaning of a great number of

decifrá-lo, o público tentará de tudo: dos monitores de plantão

the works presented. The show, as most people will realize

aos áudio-guides e de toda publicação que lhe caia nas mãos.

right of( is as inaccessible as hieroglyphics. And it is no wonder.

Presume-se que muitos sairão desanimados ou mesmo com a

Even though it is treated as a show, the Bienal continues to be

sensação de que foram enganados. Não estava implícito nas

a phenomenon whose sense is almost hermetic, or, as the truly

propagandas que o espetáculo era acessível? Artistas,

bewildered would say, cryptic. The public tries just about

curadores, ação educativa e demais agentes envolvidos no

anything to decipher it, asking the exhibition guides who are

evento ficarão desconfiados de que, em que pese todo o zelo

standing by, listening to the audio guide and reading every

pedagógico, a arte contemporânea não só não consolidou seu

piece of published information on hand. It is assumed that

público ainda, como provavelmente perdeu parte dele. Mas isso

many will leave disheartened or even with the feeling that they

não importa muito pois, mesmo às custas de traumas, para que

have been duped or cheated. Wasn't it clear in the promotional

o "hotel" funcione a contento, é essencial que o público acorra

advertising that the show would be accessible? Artists, curators,

em massa. Caso contrário, o evento, para desconcerto dos

promoters of educational campaigns and the agents involved in

organizadores e repulsa das empresas cujos logotipos vão

the event will be skeptical that, despite ali the pedagogic zeal,

estampados nos painéis da entrada, não será considerado um

contemporary art has so far not only failed to consolidate its

sucesso.

public, but has probably also lost a good part of it. However, none of this really matters very much beca use, even at the

Passadas as dez semanas de duração, iniciar-se-á o lento

expense of traumas, what is vital for the "hotel" to operate to

processo de check-out das obras. Em pouco mais de uma

the contentment of ali is that the public comes in mass.

semana, só restarão escombros. Depois de um mês, o

Otherwise, the event, to the distress of the organizers and the

gigantesco prédio estará limpo e o hotel temporário só existirá

exasperation of companies whose logos will be stamped on the

na memória daqueles que o visitaram e nas páginas dos

entrance panels, will not be considered a success.

espessos catá logos - em número de três nesta Bienal, em número de quatro, na penúltima -, catálogos como este,

Following the 10 weeks of its duration, the slow process of

produzidos à guisa de documentação.

checking out the artworks will commence. In a little over a week, ali that will remain is rubble. A month later, the gigantic building will be clean and the temporary hotel will exist only in the memory of those who visited it and on the pages of its thick catalogues - three in this year's Bienal and four in the previous Bienal - catalogues that were printed to serve as docu mentation.


More than just timely, Hotel is a necessary work. Aware of the moment the artistic circuit is going through in our country today, the artist touches a sore spot. Thanks to the artist's criticai content, she is taking part in the São Paulo Bienal, but at the same ti me, she is signaling the dangers lurking in the Mais que oportuna, Hotel é uma obra necessária. Consciente

institution and in artistic production itself, dangers that 100m

do momento que o circuito artístico atravessa em nosso país, a

toward us through an amazing process of "spectacularization"

artista põe o dedo na ferida. Graças ao seu teor crítico, ela

of our culture. Hotel alerts us to the fact that if this process is

participa da Bienal de São Paulo, mas o faz sinalizando os

taken as natural and irreversible, art will be treated as an article

perigos que rondam a Instituição e a própria produção artística,

of fast consumption, with the programmed obsolescence

perigos que vêm através de um surpreendente processo de

typica l of articles hyped by the advertising industry.

espetacularização da cultura. Hotel alerta para que, se esse processo for tomado como natural e irreversível, a arte será

THE ART BUSINESS IN RECENT BRAZIL

tratada como um artigo de consumo rápido, com a

What is so surprising about the visual arts in our country is the

obsolescência programada dos artigos alardeados pela indústria

speed at which we have reached the era of spectacular shows,

publicitária .

without having first gone through the stage of museum

o NEGÓCIO DA ARTE NO BRASIL RECENTE

educationa l exhibitions, museum col lections that are well-

consolidation. Such a stage is characterized by coherent, Nas artes visuais do nosso país, surpreende a velocidade com

studied, well-conserved, and without striking gaps. This process

que atingimos a era das exposições espetaculares sem passar

of developing the public is a slow one, since, as the nostalgic

pela etapa da consolidação dos museus, com exposições

former Secretary General of the Bienal Foundation Lourival

fundamentadas e educativas. Com acervos sem lacunas

Gomes Machado often mentioned in his classes, "art requires

gritantes e estudados e conservados de modo condizente. Com

attendance."

um trabalho necessariamente lento junto ao público, posto que a arte, como em suas aulas comentava o saudoso Lourival

Owing to the tax incentive laws that came into effect in the

Gomes Machado, que um dia foi Secretário Geral da Fundação

late 1980s, under wh ich taxpayers were al lowed tax deductions

Bienal, "exige freqüentação".

for making contributions to cultura l programs, the so-called cultural marketing strategy finally emerged in Brazil. Operating

Graças às leis de incentivo surgidas a partir do final dos anos

under its aegis, a legion of professionals specialize in offering a

80, segundo as quais os contribuintes passaram a poder

given company a specific "cultural project" which is supposedly

deduzir parte dos impostos devidos para investir em cultura,

more in tune with the company's profile and which it can

finalmente surgiu no Brasil o assim chamado "marketing

sponsor to obtain income-tax deductions. Up to here, there is

cultural". Sob sua égide opera uma legião de profissionais, cuja

noth ing new. This system has been adopted in various countries

especialidade consiste em oferecer a uma empresa qualquer um

with varying results. In Brazil, this measure, in effect,

determinado "produto cultural", supostamente mais afinado

represented a watershed in the cu ltural milieu as a whole, as

com o seu perfil, e que ela patrocinaria qtravés da isenção de

well as a sharp increase in the activities related to visual artists,

pagamento de impostos. Até aí, nada de novo. Esse sistema

with the corresponding flourishing of museums and like

vem sendo adotado nos mais diversos países, com resultados

institutions.

variáveis. No Brasil, essa medida efetivamente significou um divisor de águas no meio cultural, como um todo, e um

When these tax incentive laws came into effect, there was a

incremento abrupto nas atividades relacionadas com os artistas

sudden awareness that entrepreneurs could now gain dividends

visuais, com o correspondente florescimento de museus e

from cultural projects. It meant that contributions that had

instituições congêneres.

previously been considered as a total loss now offered a fiscal advantage; as more private funding beca me available, more

A entrada em cena dessas leis de incentivo e, com elas, a súbita

and more cultural programs left their former government folds

consciência que os empresários passaram a ter sobre a natureza

to be supported from within the private sector. Once they had

dos dividendos passíveis de serem extraídos de projetos

acquired this status of an investment, cultural projects were

culturais, traduziu-se na recente e vertiginosa passagem para o

often treated as merchandise, whose success - or return, as the

âmbito privado de iniciativas que até então eram tidas como

financiai terminology prefers to term it - is assessed more in

aplicações a fundo perdido e que, como tal, só podiam mesmo

quantitative than qualitative terms.

ser amparadas pelo Estado. Adquirindo o estatuto de investimento, em vários casos, os projetos culturais passaram a ser tratados como mais uma mercadoria, cujo sucesso - ou retorno, como reza a terminologia do setor - é contabilizado antes em termos quantitativos que qualitativos.


A primeira manifestação digna de nota dessa nova ordem das coisas ocorreu no ano 1995, com uma meritória mostra dedicada à obra de Rodin e que foi organizada pela Pinacoteca do Estado de São Paulo. Essa exposição ficaria marcada pelo seu grande público. Foram 150 mil visitantes em pouco mais de um mês, com fi las que, em alguns dias, começava antes mesmo de o museu abrir suas portas. Nada que um europeu não

The first manifestation worthy of note in this new order of

conheça . Mas um feito memorável para a rea lidade brasileira .

things occurred in 1995 with the praiseworthy show dedicated

A década de 90 foi pródiga em eventos dessa natureza. Depois

to the work of Rodin, organized by the São Paulo State

de Rodin chegou-nos Dali, Monet e Picasso e o novo milênio

Pinacoteca. The show was marked by the overwhelming

fez-se anunciar em São Paulo com duas mostras sobre o Egito

attendance of the public. It received 150 thousand visitors in

antigo. Aqui, como na Europa e na América do Norte, embora,

little over a month, who waited in long lines, lines that some

no mais das vezes, sem rigores museológicos e a saudável

days began even before the museum opened its doors. Nothing

preocupação de integrar uma estratégia de formação, o

new to a European, perhaps, but to the Brazilian reality, it was

objetivo precípuo dessas mostras é a obtenção de um público

a memorable feat. The '90s were prodigal with events of this

cada vez maior. Vai daí que elas passaram a ser cada vez mais

nature. After Rodin came Dali, Monet and Picasso, and the new

feéricas e em torno de nomes de grande carisma . Armaram-se

millennium was ushered into São Paulo with two shows on

cenários os mais apoteóticos, capazes de arrebatar multidões

ancient Egypt. In Brazil, as in Europe and North America, the

que, uma vez lá, eram induzidas a realizar uma maratona, e de

foremost objective of these shows was to attract an ever-

alta velocidade. Sem o recurso da câmara fotográfica -

growing public, although here they normally lacked consistent

instrumento interditado - o espectador chegava ao fina l do seu

planning and the healthy concern of putting together an

trânsito intrépido como um turista sem fotografias de souvenir.

educational strategy. Accordingly, these shows beca me

Nem a arte contemporânea, com sua vocação experimental,

increasing more like fairs and focused on names of great

escapou da síndrome dê espetacularização. Nesse sentido, a

charisma . The most glorified scenarios were put together,

Bienal de São Paulo, o maior e mais tradicional evento artístico

capable of capturing the awe of great crowds who, once there,

do país, o único devotado à arte contemporânea, não poderia

were induced to perform a marathon, and a high-speed one at

passar ileso, como, de fato, não passou . De um custo de U$S

that. Banned from using a camera, the spectator would reach

1.000.000,00 na sua edição de 1991, passou a dez vezes isto

the end of his or her intrepid course like a tourist without a

na edição de 1998. Mas, em seu favor e comparando-se com

souvenir photograph.

os surpreendentes descaminhos tomados por alguns dos nossos mais importantes museus, diga-se que sua concessão foi de

Not even contemporary art, despite its experimental vocation,

tom menor, consistindo em deixar que as "salas históricas", isto

was able to escape from the syndrome of spectacularization. In

é, salas devotadas aos grandes nomes da história da arte,

this sense, the Bienal de São Pau lo, the greatest and most

blockbusters como Picasso, Mondrian, Goya, entre outros,

trad itional art event in Brazil, and one devoted to contemporary

tomassem a frente do evento.

art, would have been hard-pressed to emerge unscathed, as in fact it did not. From a cost of one million dollars in its 1991 edition, the event went on to cost ten times this amount in its 1998 edition. Nevertheless, what could be said in its favor, especially in comparison with the surprising wrong turns taken by some of our most important museums, is that it was compromised to a lesser degree. In its case, this consisted of allowing the so-called historical rooms, that is, the rooms devoted to the great names in art history, "blockbusters " such as Picasso, Mondrian, Goya and others, to take the forefront in the event.


Para esta 25 a. edição, o curador Alfons Hug, contraditando a estratégia da quase totalidade das edições da década passada, abriu mão dessa abertura voltada ao passado para insistir exclusivamente na arte contemporânea . Como modo de reforçar seu compromisso com o presente, elegeu como tema o problema da metrópole contemporânea . Considerando que esse tema, conforme nos apressa a defender

For this 25th edition, curator Alfons Hug contradicted the

o autor da idéia, tem a densidade de um Aleph, a antológica

strategy used in almost ali editions of the past decade and

construção de Jorge Luis Borges, "um minúsculo ponto no

broke away from this device of looking back over the past, to

espaço que contém todos os pontos de um cosmo

insist excl usively on contemporary art. Reinforcing his

inconcebível", considerando ainda que a produção artística

commitment to the present, he chose the problem of the

chamada, a propósito, de metrópole contemporânea não se

contemporary metropolis as a theme.

limita a ser uma mera ilustração sua, mas, ao contrário, reage num leque irisado de proposições à infinidade de estímulos

Considering that this theme, as the author of the idea urges us

provenientes desse território multifacetado e, por último,

to realize, has the density of an Aleph, the anthological

considerando ao caráter urgente e verdadeiramente trág ico que

construction of Jorge Luis Borges - "a tiny point in space that

essa questão assume no Brasil, esse é um tema imperativo.

contains ali the points of an unconceivable cosmos" - and also considering that the artistic production summoned to elaborate

AS METRÓPOLES FLUTUANTES

on the theme of the contemporary metropolis is not restricted

Em outro texto para esta mesma edição da Bienal, escrito a

to representing a mere illustration of the metropolis, but rather

propósito dos artistas selecionados para representar a cidade de

reacts to the infinity of stimuli emanating from this multifaceted

São Paulo (Catálogo Cidades), falava sobre a dessemelhança

territory in an iridescent myriad of propositions, and, lastly,

como o elemento característico da cidade de São Paulo, usando

considering the urgent and truly tragic nature assumed by this

como argumento o fato de essa cidade, em cem anos, haver

issue in Brazil, it is evident that this theme is an imperative one.

passado da casa dos 230 mil habitantes para mais de 17 milhões. Transpondo essa discussão para o âmbito do país, os

THE FLOATING METROPOLlSES

números ficam ainda mais impressionantes: se na virada do

Another text for this same edition of the Bienal, written

século XIX para o XX 10% da população residia nas cidades,

about the artists selected to represent the city of São Paulo

em 1940 essa população atingiu a ordem de 26% do total

(in the Cities catalog ue), mentioned dissim ilarity as the

para, em 2000 , esbarrar nos 81 %. Transformando em

characteristic element of the city of São Pau lo. It up held the

números absolutos, isso significa que a população urbana

argum ent that this city grew fro m 230 thousand in hab ita nts

passou de 1,7 milhão de habitantes para 18,8 milhões e daí

to over 17 mi llion in a hundred years. Transposing th is

para 138 milhões.

discussion to a nationwide levei, the figures become even

Assim, em que pese a fisionomia tão particular de cada uma de

20th century, only 10% of the population resided in cities,

more impressive. Although at the turn of the 19th to the nossas grandes cidades; a acomodação de suas massas,

in 1940 the urban population represented about 26% of

edificadas às peculiaridades das regiões onde cresceram; em

the tota l, reaching 81% in 2000 . When we look at the

que pesem a topografia acidentada e o clima encontrados ao

actual numbers beh ind these percentages we see that the

longo da extensa faixa litorânea e do território interior tão

urban population sprang from 1.7 million to 18.8 million

profundo do país, os aromas que se desprendem das suas

inhabitants and then soared to 138 million.

infinitas frutas e flores quando apodrecem sob a canícula; as mudanças tonais do português falado; em que pesem suas

Thus, despite the highly particular physiognomy of each of our

vocações históricas; em que pese tudo isso e ainda outros

major cities where the bui lt-up masses have accommodated

aspectos, que não cabem ser enumerados aqu i, no momento

themselves to the peculiarities of the regions where they grew

em que quase a metade das capitais dos 27 estados, segundo o

up; despite the mountainous topography and climate

censo de 1996, já ultrapassou a casa do 1 milhão de

characterizing the extensive coast line and far-reaching inland

habitantes, o epíteto dessemelhante aplica-se a todas elas.

region of the country, the aromas that exude from the infin ity of its fruits and fl owers when they rot under the sweltering sun, and the tonal changes in spoken Portuguese; despite its historical vocation, despite ali this and despite many other aspects which are beside the point, at this moment when almost half the cap ital cities of Brazil's 27 states have surpassed the one-million population mark (according to the 1996 census), the epithet of dissimilar appl ies to ali of them.

I


Em todas as metrópoles brasileiras, o presente é flutuante e o

In ali of these Brazilian metropolises, the present is fluctuating

passado recente vai sendo tragado à nossa frente, sem deixar

and the recent past is being swallowed up right before our very

resíduo, sem acumular pátina . Todas as nossas grandes cidades,

eyes, without leaving any residue, without accumulating any

mais ou menos drasticamente, passaram igualmente pelos três

patina. Ali of our major cities, more or less drastically, have also

estágios: de cidade a metrópole e de metrópole para "cidade

lived through these stages: from city to metropolis and from

global". Desde o final dos anos 70, os seus habitantes vêm

metropolis to "global city." Since the late '70s, its inhabitants

sentindo na pele o impacto da economia global redefinindo

have been feeling the impact of the global economy swiftly

velozmente sua posição no interior do sistema produtivo do

redefining the city's position at the core of the country's

país, por sua vez, correia de transmissão do sistema produtivo

manufacturing system, which in turn drives the world

mundial. Seus padrões de estruturação espacial vêm sendo

manufacturing system. Its spatial structuring patterns have

profundamente alterados e aos velhos problemas - heranças

undergone sweeping changes, and both old problems and

históricas que um dia se pensaram possíveis de serem resolvidas

historicallegacies, which were once thought of as resolvable,

- somaram-se outros, novos e surpreendentes. Para que se

are being compounded by new and surprising problems. In

tenha uma visão mais clara dessa afirmação, basta recorrer aos

order to gain a clearer view of the ramifications of this situation

dados sobre o período 1991/1996, que dispõem sobre as cinco

just examine the data on the five metropolises with the greatest

metrópoles de maior crescimento periférico: Belém (157,9 %),

peripheral growth from 1991 to 1996: Belém (157.9%),

Curitiba (28,2 %), Belo Horizonte (20,9 %), Salvado( (18, 1 %)

Curitiba (28.2%), Belo Horizonte (20.9%), Salvador 18.1 %)

e São Paulo (16,3%).

and São Paulo (16.3%).

Se os índices coincidirem - crescimento populacional;

While the indexes for population growth, peripheral growth,

crescimento periférico; a alarmante coincidência entre a alta da

and the alarming correlation between the high unemployment

curva de desemprego e a taxa de homicídio -, e isto em razão

curve and the homicide rate ali coincide, and do so according

do modelo de acumulação adotado, sua configuração variará

to the adopted model of accumulation, the city's configuration

em função dos atributos que a cidade possuía anteriormente.

will also vary in terms of its former attributes. From this point of

Sob este ponto de vista, o aforismo do poeta e músico

view, the aphorism of the poet and musician from Pernambuco,

pernambucano, Chico Science, afirmando sua condição a um

Chico Science, asserting his at once global and local condition -

só tempo global e local - "a antena parabólica fincada na

"the dish antenna stuck in the mud" - has reverberations that

lama" - tem reverberações que não são apenas culturais, mas de ordem sociopolítica

eeconômica, constatação que põe por

are not only cultural, but also social, political and economic. This prospect dashes any attempt to alienate art from the world

terra qualquer tentativa de alheamento da arte frente ao

in which it is produced. In the case of Brazil, the question is,

mundo em que é produzida . No caso brasileiro, a pergunta é:

what is the mud and what is the fertile mangrove - understood

qual é a lama, qual é o mangue - aqui entendido como os

here as the empty riverside land that attracts part of the poor

vazios ribeirinhos que atraem para si parte da população pobre,

population, the so-called informal workers who go after mud

trabalhadores informais atrás de caranguejos para vender ou

crabs either to sell or for personal consumption - of each of

apenas para consumo próprio -, de cada uma das metrópoles?

these metropolises?

A súbita e contínua remoção de parcelas do parque industrial em cidades como São Paulo abriu enormes vazios territoriais,

The sudden and continuous removal of portions of the

áreas amorfas que contrastam com as torres reluzentes dos

industrial complex in cities such as São Paulo opened up

megaempreendimentos que foram erigidos em seu lugar;

enormous empty spaces in the land, amorphous areas that

comp lexos arquitetônicos cuja implantação modifica e

contrast with the shining towers of mega business ventures

desequilibra toda a morfologia da ocupação urbana adjacente.

that were often erected in their place - architectonic complexes

Por outro lado, a implantação desses mesmos parques

whose introduction changed and unbalanced the entire

industriais em cidades como Manaus ou Fortaleza, para onde

morphology of the adjoining urban occupation. And, as the

rumaram as indústrias atraídas pelos espetaculares benefícios

displaced industries moved to cities such as Manaus or

fiscais, oportunamente apeli dados de "paraísos fiscais",

Fortaleza - attracted by spectacular tax benefits opportunely

igualmente reorganizou o uso do solo. Em ambos os casos, a

nicknamed as "tax havens" - the installation of these same

voracidade do capital internacional incide sobre esse uso do

industrial complexes also reorganized the use of the soil. In

solo, adequando-o as suas exigências.

both cases, the voraciousness of international capital bears on the use of the soil, adapting it toits own demands.


No caso particular de São Paulo, o fato de esse capital ser

In the particular case of São Paulo, the concentration of this

proveniente do setor de serviços, especialmente financeiro, de

capital in the service sector, especially the financiai, information

informação e do comércio, trouxe como efeito perverso uma

technology and commercial areas, gave rise to a perverse effect

maior polarização social. As feridas abertas na paisagem urbana

of greater social polarization. The wounds opened in the urban

são rapidamente ocupadas por favelas e acampamentos, e seus

landscape are being quickly occupied by shantytowns and

habitantes são os trabalhadores informais, que se inscrevem

campsites, and their inhabitants are informal job seekers who

como podem no mercado oferecido pelos vizinhos ricos .

participate as well as they can in the job market offered by their

Enquanto um número significativo e crescente de pessoas fica

rich neighbors. Whereas a substantial and growing number of

ocioso, outra parcela escoa pelas ruas praticando o comércio

people remain idle, other people spill out into the streets to

volátil dos camelôs, ocupando-se em pequenos expedientes,

practice the volatile trade of a street vendor, take odd jobs, or

quando não opta pelo caminho da ilegalidade pura e simples.

else choose the route of pure and simple illegality. In the case

No caso dos assentamentos populares, remanejados segundo

of the low-income settlements which are shifted around

os ditames do "planejamento estratégico", para longe das

according to "strategic planning" dictates to areas far from

regiões centrais ou dos núcleos produtivos, a falta de dinheiro,

central regions or production centers, the lack of money and

a ausência de uma rede de transporte viário efetivo, terminam

the inexistence of an effective overland transportation network

por forjar guetos, enclaves de alta periculosidade e dotados de

eventually begets ghettos and enclaves that are highly

um poder paralelo. O reverso desses guetos está nos guetos de

dangerous and endowed with a parai lei power. The opposite of

luxo, as fortificações mediante as quais os ricos se separam de

these ghettos is the luxury ghetto, fortifications by which the

seus vizinhos pobres.

rich separate themselves from their poor neighbors.

O tempo e o espaço das metrópoles brasileiras são flutuantes .

Time and space in the Brazilian metropolis are fluctuating. They

Formam um mosaico colossal e fraturado, aparentemente, só

form a colossal and fractured mosaic, which is apparently, but

aparentemente, desconexo. É que sua lógica não se oferece aos

only apparently, disconnected. This is beca use the logic of the

sentidos. Caminha-se por elas correndo-se o risco iminente de

metropolis does not lend itself to the senses, but rather drifts

cair em seus abismos. As imagens não se fixam, as arquiteturas

through the metropolis running the imminent risk of falling into

não se fixam, têm algo do ritmo das edições televisivas, que

its abysses. Images are not set, and architecture is not set, their

mudam com a mesma rapidez com que nos esquecemos delas.

pace resembles that of TV broadcasts, which change as quickly

Das coisas nascem novas coisas ou simplesmente ruínas; como

as we forget them . As things pass away, they give birth either

um arquipélago composto indistintamente de fragmentos

to new things or mere ruins; like an archipelago made up

sólidos, base firme para projetos futuros, e outros frágeis, onde

indistinctly of solid fragments serving as a firm base for future

não se pode flutuar nada .

projects, interspersed by fragile fragments where nothing stays afloat.

A REPRESENTAÇÃO BRASILEIRA DA 25 a BIENAL DE SÃO PAULO

THE BRAZllIAN REPRESENTATION AT THE 25TH BIENAL DE

Ainda que os amavios do mercado sejam um láudano

SÃO PAULO

poderoso, e as dez semanas em que se é tratado como estrela,

However beguiling the appeal of the market, and however

uma miragem estimulante, no Brasil a produção artística

exhilarating a ten-week stint in the limelight proves to be,

contemporânea mais experimental viceja no contrafluxo dessa

Brazil's most experimental contemporary art production runs

tendência, ou dela participa sem abrir mão de um acerbo

against this tide or, if it does join it, remains bitterly criticai of it.

componente crítico. Coerentemente, para a representação

For coherency, although we have tried to assemble a contingent

brasileira buscou-se um levantamento que não se esgotasse no

that would not be restricted to the area covered by the comfy

conforto da ponte aérea que separa São Paulo do Rio de

air shuttle between São Paulo and Rio de Janeiro, the country's

Janeiro, os dois grandes centros artísticos do país, muito

two major art hubs, we have not overlooked the extremely

embora sem descurar a decisiva contribuição de ambos. De

important contributions of both cities. As a matter of fact, the

fato, os últimos dez anos foram decisivos para que o panorama

last ten years have been crucial in that the country's artistic

artístico do país fosse grandemente alterado. Na esteira do

scenario has undergone significant changes. In the wake of

incremento institucional, com a criação de museus, galerias,

increased private-sector sponsorship, which has spawned new

escolas e centros de pesquisa, ocorreram o adensamento e a

museums, galleries, schools and research centers, we have also

difusão do debate e da produção artística de alto nível por todo

witnessed the consolidation and the dissemination of informed

o país. Foram anos formidáveis, de produção e intercâmbio

artistic debate and production throughout the country. These

frenéticos.

have been extraordinary years marked bya boom in artistic production and exchange.


Putting together this selection of artists has, therefore, taken much longer than the fourteen months spanning from the arrival of the invitation to the opening of the event. It is, in fact, the outcome of many years traveling around the country, participating on judges panels, visiting studios and art schools, and being in contact with artists and other scholars from myriad milieus. Twenty-five artists from twelve different cities/regions in Brazil, plus one who lives abroad, com pose a representative though incomplete sample of the range of the esthetic perspectives that flourish in our country. Three of them, Nelson Leirner, Carlos Fajardo and Karin Lambrecht, thanks to the maturity and originality of their works, deserved special exhibits, which are described further on in this catalogue. A montagem da representação envolveu, pois, muito mais que os quatorze meses que separam a chegada do convite e a

As mentioned above, although we focused on making the

abertura do evento. A bem dizer, ela é o resultado de muitos

selection a representative sample by inviting artists who do not

anos viajando pelo país, participando de júri de salões, visitando

dwell in the Rio-São Paulo axis, this did not imply downplaying

ateliers e escolas de arte, em contato com artistas e demais

the importance of these two centers. Ten of the twenty-two

intelectuais dos mais variados quadrantes.

representative artists who live in Brazil come from these two cities. Youth cannot be said to be a distinguishing trait of this

Vinte e cinco artistas de doze cidades/regiões distintas, além de

group of artists. The curators have given preference to artists

um fixado no exterior, compõem um panorama expressivo,

with proven track records, whose uniqueness is the result of a

ainda que incompleto, do elenco de posições estéticas em curso

constant and conscious striving rather than of a run of luck, as

no nosso país. Três deles, Nelson Leirner, Carlos Fajardo e Karin

is the case of numerous young artists, whose careers eventually

Lambrecht, pela maturidade e originalidade de suas obras,

turn out to be something of a flash in the pano We also chose

mereceram sa las especiais, documentadas mais adiante neste

not to feature artists who had participated in the last ten years.

catálogo.

The exception to the rule is Carmela Gross, and the quality of her work presented, which inspired the beginning of this text

Como já foi dito, a preocupação em garantir uma

and lent it its title, fully warrants this exception. Of the six

representatividade maior ao conjunto, através do convite a

artists who have already participated, five did so in the '80s.

artistas residentes fora do eixo Rio-São Paulo, não implicou a

The last one, Nelson Leirner, an artist of artists, for reasons that

redução do reconhecimento da importância desses dois centros.

are irrelevant at this point, has not participated since the '60s.

Dez dos vinte e dois artistas pertencem a eles. Não se trata de artistas exatamente jovens. Esta curadoria pautou seu trabalho

By trying to steer c1ear of the commonplace, which would be

em favor de trajetórias mais maduras, cuja singularidade é o

the case if we repeated artists who, although excellent, are

resultado de um trabalho constante e consciente e não um

already well known at home and abroad, and in most cases

jogo de azar, de que são exemplos inúmeros jovens cujas

already have a na me in the market, we have wished to prove

carreiras começam com um fogo intenso para depois regredir à

that the country's artistic universe is bigger and more diverse

estatura de uma chama piloto. Também optou-se por não

than most people think. The result defies ali description, though

trazer nenhum artista que já se houvesse apresentado nos

a brief outline may be ventured as follows.

últimos dez anos. A exceção é Carmela Gross, cuja e a qualidade do trabalho, à luz do qual este texto principiou e tomou emprestado o título, justifica plenamente esta exceção. Dos seis que já participaram, cinco o fizeram nos anos 80 . O último, Nelson Leirner, artista de artistas, por motivos que não cabem aqui ser enumerados, não o fazia desde os anos 60. Evitando o lugar comum, o que aconteceria repetindo artistas que, embora excelentes, já são suficientemente conhecidos nacional e internacionalmente, artistas no geral já inscritos no mercado, pretendeu-se demonstrar que o universo artístico do nosso país é maior e mais variado do que se pensa. Vamos a ele.


A mudança de coordenadas de Alex Pilis, longos anos fora do

Alex Pilis' change of course, after many years abroad, watching

país, vendo-o à distância, coincide com o cerne conceitual de

the country from afar, coincides with the conceptual core of his

seu projeto Arquitetura Paralaxe que, como sugere o nome,

proj~ct

trata do deslocamento ou diferença na posição aparente de

na me indicates, focuses on the displacement or difference in

algo, causado pela mudança do ponto de observação.

the apparent position of something as a result of a change of

Especulando sobre esse problema, o artista convidará pessoas

perspective. Expanding on this theme, the artist will invite

Arquitetura Paralaxe [Paral lax Architecture] which, as the

provenientes dos mais diversos ramos profissionais para passear

people from a wide range of professional fields to take a stroll

com grupos de deficientes visuais, narrando-lhes suas

with groups of visually impai red persons and tell them their

impressões sobre o evento. A cada um dos setenta dias, pelo

impressions about the event. For one hour, during each of the

espaço de uma hora, um grupo sairá pelas vastas ruas

seventy days, a group will walk along the wide aisles

acompanhado simultaneamente por duas equipes de filmagem.

accompanied simu ltaneously by two film crews. Through this

Ao final da exposição, mediante essa ação coletiva, o artista

collective action, by the end of the exhibition the artist wi ll have

terá arquivado uma miríade de pontos de vista sobre um objeto

recorded a myriad of opinions about an object that is unique

por sua vez único e multifacetado: a Bienal de São Paulo. Terá

and multifaceted: the Bienal de São Pau lo. He will have

demonstrado que a pretensão do olhar em conhecer as coisas

demonstrated that the intention to know things through sight

esbarra inevitavelmente na cegueira.

inevitably runs up against blindness.

A experiência que a Bienal propicia aos sentidos tem muito da

The experience that the Bienal imparts on the senses is very

experiência que se vive na cidade, um espetáculo contínuo,

much like the experience we are subjected to in the cities, a

fragmentado, caótico e, por vezes, tão intenso que, diante da

never-ending show, fragmented, chaotic and at times so

impossibilidade de compreender senão o todo ao menos o

intense that, confronted by the impossibil ity of understanding

sentido de algumas coisas e fenômenos à volta, é comum a

the whole, we focus instead on only some of the th ings and

tendência ao auto-eclipsamento.

phenomena surrounding us, or even drift into a state of sensory withdrawal.

A discussão sobre o que se retém desse mundo em fragmentos ocorre por muitas vias nesta edição da Bienal. O cineasta

The discussion about what can be saved of this fragmented

mineiro (ao Guimarães convidou pares de pessoas que não se

world takes place throug h many different approaches at this

conhecem a trocar de casas durante vinte e quatro horas. De

Bienal. Fil mmaker (ao Guimarães, a native of the state of

posse de uma câmara de vídeo, cada um registrou tudo o que

Minas Gerais, has invited pairs who don't know each other to

lhes pareceu significativo do outro, índices supostamente

swap houses for twenty-four hours. With a video camera, each

capazes de permitir a construção de um retrato falado.

person recorded everything he/she deemed to be significant about the other, clues that are supposedly sufficient to serve as

Nesse mosaico desconexo, tudo é jogo, as partes são móveis e

the basis for a verbal depiction.

infindáveis as imagens que dele extraímos. O espaço realizado pelo carioca José Damasceno fala-nos de jogo também . O que

In this eclectic mosaic everyth ing reminds us of games, the

terá acontecido nesse ambiente em que fileiras de cadeiras de

parts are movable and the images we capture are never-ending.

auditório foram arrastadas, enquanto sobre elas e o chão

The work displayed by José Damasceno, from the state of Rio

acumulam-se pilhas dispersas de planos cortados no formato de

de Janeiro, also speaks to us about games. What was it that

solas de sapatos? Na parede do fundo, desenrola-se algo

happened in these surroundings, where rows of auditorium

semelhante a paisagens, contornos de montanhas e va les

chairs have been shuffled around while on them and on the

profundos, insolitamente desenhadas por longas sucessão de

floor we see scattered piles of cut-outs in the shape of shoe

martelos presos lado a lado. Aproximando-se, vê-se que estão

soles? On the rear wa ll, a landscape-inspired scenario unfolds,

fixados em pregos. Repentinamente as imagens se desfazem e

outlines of mountains and deep va lleys, weirdly fashioned by a

o desenho converte-se em gráficos, curvas de freqüências

long series of hammers fastened side by side. At close range we

sonoras. Uma música ruidosa enche então a sala, o estampido

can see that they are fixed on nails. Ali of a sudden the images

seco e rítmico das marteladas sucedem-se em camadas,

come undone and the drawing becomes graphs, curves 'of

sobrepondo-se ao espanto da platéia .

audio frequencies. A strident music fi lls the room; the dry and

I

rhythmic strokes of the hammering proceed in sequences, overwhelming the spectators.

I


I

The game experience proposed by Eduardo Frota, from the state of Ceará, is of a physical nature. Seen from afa r, his monumental wooden cones dwarf the five-meter-high exhibition area and appear like playing pieces of a game, any A experiência com o jogo proposta pelo cearense Eduardo Frota

game, scattered throughout the space. Upon their approach

é de ordem física. Vistos de longe, seus monumentais cones de

and entrance to the area occupied by the cones, the visitors wil l

madeira apequenam o pé-direito de cinco metros do pavilhão e

perform a careful corporal choreography: before each cone

comportam-se como peças de um jogo qualquer, esparramadas

they wi ll feel tiny, with their vision suspended and their bodies

ao longo do espaço. Avizinhando-se e penetrando o território

leani ng backwards, next they willlean towards the hollow

por eles ocupado, o visitante descreverá uma caprichosa

inside of the cone, in a slow peek, assessing the successive

coreografia corporal: diante de cada um deles sentir-se-á

wooden planes that make it up and, final ly, moving around it,

minúsculo, com o olhar suspenso e o tronco vergado para trás;

their gaze will veer swiftly downward, following its sudden

posteriormente, se inclinará para dentro do cone oco,

sweep from high to low.

espreitando-o com vagar, avaliando os sucessivos planos de madeira que o constituem, por fim, contornando-o, seu olhar

The paintings featu red at this Bienal debunk the myth that the

descerá rapidamente, acompanhando o movimento brusco com

classical support has lost its prestige, that nothing new is to be

que ele se arremete do alto para baixo.

expected from it. The exhibit of Sergio Sister, from the state of São Paulo, should be seen as a benchmark, evidence of the very

A pintura convocada para essa Bienal desmente a suspeita de

high levei reached by our abstract painting. The artist has a

que o clássico suporte esteja em baixa, que dele não se pode

long track record, his work developed slowly, he approached

esperar nada de novo. A sala do paulista Sérgio Sister

painting from the sidelines, concealing the shapes, until he

comparece na qualidade de artista referencial, prova do alto

reached the very limit of conceiving them as monochromatic

nível a que chegou nossa pintura abstrata. Artista de longa

surfaces produced by the strokes of the brush and the ensuing

trajetória, sua obra se fez lentamente, atacando a pintura pelas

effect of the light on them . His more recent paintings are no

bordas, velando as figuras, até chegar ao limite de pensá-Ias

longer monochromatic, they stress the question of lighti ng, the

como superfícies monocromáticas, construídas à base de

complexity of the interaction of various chromatic bodies one

pinceladas e do conseqüente efeito da incidência da luz sobre

with another.

elas. Nos últimos anos, sua pintura abandonou a monocromia para sobrepor-se à discussão da luz, à complexidade das

Going to the other extreme, we have figurative painter Gil

relações entre corpos cromáticos distintos entre si.

Vicente, an important member of the Recife group, which boasts masters José Cláudio and Gilvan Samico, with his

Num outro extremo, o pintor figurativo Gil Vicente, membro

massive works made with India ink on paper. Figurative art is

importante do grupo de Recife, onde se destacam os mestres

revived through these dramatic and gloomy images. The

José Cláudio e Gilvan Samico, com obras de grande formato,

loneliness of the -sleeping man is intensified by the night that

realizadas em nanquim sobre papel. A figuração renova-se

looms over him, and even when the solitude is broken as other

nessas imagens dramáticas e soturnas. A solidão do homem

figures enter the picture, no consolation is offered . In these

adormecido fica ainda mais exaltada sobre a noite que pesa

works even the few objects depicted are untamed, they are

sobre ele. E mesmo quando acontece a companhia de outros,

aggressive, as is the case of the bizarre and aggressive organic

ela é um inútil consolo. Nessas obras, mesmo os poucos objetos

shapes that cling to the neck or hurl themselves out of the

não são domesticados, agridem, como também são insólitas e

body from the stomach .

agressivas as formas orgânicas que se atracam ao pescoço ou que se lançam para fora do corpo desde a barriga .

Initial ly, Paulo Whitaker, from the state of São Paulo, based his painting on a subtle figurative concept, delicate drawings

A pintura do paulista Paulo Whitaker teve seu ponto de partida

organized in the manner of a mosaic of images that almost

numa figuração tênue, desenhos delicados organizados à

submerged in the neutral and blurred backgrounds. In recent

maneira de um mosaico de imagens, que quase submergem em

years, this graphic style has been replaced bya more pictorial

fundos difusos e neutros. Nos últimos anos, esse grafismo foi

discourse . After an initial foray into figurative art his painting

trocado por uma discussão mais propriamente pictórica . Da

migrated to abstractionism, from the silent blue and gray

figura, sua pintura migrou para a abstração, dos fundos

backgrounds to fields that are, at times, brightly colored . His

silenciosos azuis e cinzas para os campos, em alguns casos,

paintings, of which the set exhibited at this Bienal is a

intensamente coloridos. Suas telas, cujo conjunto exposto nesta

representative sample, are dynamic fields where series of

Bienal é exemplar, são campos dinâmicos, onde séries de

shapes made up of laminated spheres spin at different rotations

formas constituídas por esferas chapadas giram em rotações

at the same time that they expand crossways.

diferentes, ao mesmo tempo em que se expandem para as bordas.


The black-and-white paintings by Fabio Cardoso, a Rio de Janeiro resident originally from the state of São Paulo, are situated between abstract and figurative art, and result from a curious process oThe artist hangs the white fabric of his canvases over the wooden chassis and fastens it. He then dilutes the black paint al lowing it to trickle at different speeds, according to its viscosity and to the changes in ang le that he produces by tilting the canvas. There is a random component to the process that requ ires neither instruments, nor a more direct mediation between the hand of the artist and the color. The As pinturas em branco e preto do paulista radicado no Rio de

artist orchestrates the movement of the chromatic material,

Janeiro Fábio Cardoso, situadas entre a abstração e a figuração,

follows its slow spread over the white field, the progressive

resultam de um curioso processo. O artista estende o tecido

reduction of its volume by the attrition being caused by the

branco de suas telas sobre o chassis de madeira e o fixa. Depois

fabric, as each cavity absorbs a part of it, unti l it ceases to flow.

dilui a tinta preta, deixando-a escorrer em velocidade variável, de acordo com sua viscosidade e com as mudanças de ângulo

José Bechara, from the state of Rio de Janeiro, also paints

resultantes da inclinação da tela. Há algo de aleatório nesse

without paint or brushes. The artist's action, rather than aiming

processo, que prescinde de instrumentos, da mediação mais

at the eternalness of exemplary, lofty gestures, restricts itself to

direta entre mão do artista e a cor. O pintor orquestra o

the appropriation and arrangement of layers of different

movimento da matéria cromática, acompanha seu espalhar

densities of steel wool on tarpaulin surfaces, and then wetting

lento pelo campo branco, a progressiva redução de seu volume

them to trigger their oxidation processo The regular patterns of

pelo atrito do tecido; cada alvéolo sorve um bocado, até que

these paintings, the long and thin vertical strips, as well as the

ela cessa de correr.

exact netlike pattern, is a comment on the confrontation

Também na obra do carioca José Bechara não há pintura nem

of the world. This same issue is also high lighted on the

between the homogeneous time of mental space and the time pincel. A ação do artista, em vez de pretender a eternidade dos

polyptych displayed at this Bienal, a set of gray canvases which,

gestos exemplares, grandiosos, resume-se à apropriação e

at close range, turn out to be made of cow skin, with the

arranjo de camadas de espessuras diferentes de palha de aço

marks and scars imprinted on them during their lifespan.

carbono sobre a superfície de lona caminhão usada, para depois molhá-Ias, precipitando seu processo de oxidação. Os

Marcelo Solá, from the state of Goiás, presents us with an

padrões regulares dessas pinturas, as longas e finas faixas

installation that consists of sculpture, drawings and a wall

vertica is, bem como o reticulado exato, fala-nos do confronto

drawing/painting. As in so many other rooms of this

entre o tempo homogêneo do espaço mental e o tempo do

representation - is it an indication that there is nothing to be

mundo. Questão enfatizada no políptico também trazido para

celebrated in contemporary Brazil? - the mood is extremely

esta Bienal, o conjunto de telas cinzas que, de perto,

gloomy. Executed in black and white, the mural bears a

descobrimos serem feitas de pele de vaca, com as marcas e

horizontal strip across its top where the word "air" can be seen

cicatrizes por elas recebidas ao longo de suas vidas.

floating. It hangs like a breath of air over his dramatic version

O goiano Marcelo Solá apresenta-nos uma instalação composta

sequence of tiered tunnels, where series of words have been

of hell: the entire black lower section of the work features a por escultura, desenhos e um desenho/pintura mural. Como

buried. Solá is deeply committed to drawing, and the words,

muitas salas desta representação - sinal de que não há nada a

ever-present in his works, are not part of the scene for any

ser comemorado no Brasil contemporâneo? -, o ambiente é

narrative content they might have, but for their strength as

pesadamente sombrio. Realizada em preto-e-branco, o mural

signs, wrinkled shapes interspersed with meanings. In the

deixa uma faixa horizontal superior, onde flutua a palavra" ar".

middle of the room, as in a three-d imensional drawing, stands

Um respiro para sua dramática versão do inferno: todo o plano

a kind of airplane made up by parts of small carts like the ones

preto inferior do trabalho, com seus túneis que se sucedem em

that carry coffins in cemeteries, pointing towards the outside,

camadas, onde encontramos séries de palavras enterradas. Solá

away from the windows, where the world goes on

é um cultor do desenho, e as palavras, presença constante em

remorselessly.

seus trabalhos, entram em cena não por compromisso narrativo mas por sua força enquanto signo, formas crispadas às quais entrelaçam-se significados. No meio da sala, como um desenho tridimensiona l, uma espécie de avião formado por partes de carrinhos daqueles se conduzem os caixões nos cemitérios, aponta para fora, além das janelas, onde o mundo acontece à revelia.


A pintura mural do baiano Marepe é literalmente um muro de três toneladas e meia, com seis metros de largura por dois e meio de altura, retirado de sua cidade natal, onde reside, Santo Antônio de Jesus. Nele vê-se pintado em letras azuis sobre

The wal l painting by Marepe, from the state of Bahia, is,

amarelo, a maneira de um out-door artesanal e durável, o

literally, a 3.5-ton wall, 6 meters wide by 2.5 meters in height,

anúncio da loja" Comercial São Luís" . A duração de um antigo

which has been removed from his hometown Santo Antonio de

ofício, qual seja, pintores de cartazes sobre muros, é um indício

Jesus, where the artist lives. Its black letters against a yellow

de que nem tudo mudou com o avanço da globalização que,

background, in the style of hand-painted commercia l billboards,

em Santo Antônio, ainda reverbera a presença de um país onde

spel l out the na me of a store: Comercial São Luís. The

as antigas relações interpessoais não se desfizeram . Onde uma

persistence of an old craft - that of painting signs on walls

loja como a Comercial São Luís, antes ser apenas mais um

-indicates that not everything has changed with the advance of

estabelecimento foi, com sua variedade de produtos à venda,

globalization, that the country's trad itional interpersonal

seu rico conteúdo de formas, aromas e cores, a arca de um

relationships are still present in Santo Antonio. A place where a

tesouro que avivou a imaginação do artista quando criança. Foi

shop such as Comercial São Luís, with its wide assortment of

ainda mais: um empreendimento importante para a cidade, no

goods for sale, its wealth of shapes, scents and colors was

qual seu pai trabalhou durante toda a vida até se aposentar. As

more than just another store; it was a treasure chest that

coisas da cidade, diz-nos Marepe, têm sua história que, em

sparked the imagination of the artist during his childhood. It

parte, é também nossa . Éessencial, portanto, que a

was, furthermore, an important enterprise of the city, where his

comentemos à luz dos nossos sentimentos.

father had worked ali his life until he retired. Each thing in the city, says Marepe, has its story, which is in part also our own. It

Da cidade à casa, da casa ao objeto. A trajetória do gaúcho

is, therefore, essential that we report it in the light of our

Daniel Acosta começou pela escultura, através de uma prolífica

feelings.

quantidade de objetos híbridos, posicionados entre a arquitetura e o design de objetos. Seu léxico formal confunde:

From the city to the home, from the home to the object. The

ao mesmo tempo em que se encontram nele óbvias referências

course followed by Dan iel Acosta, from the state of Rio Grande

a construções familiares, metonímias do mobiliário intra e extra-

do Sul, began with sculpture, by way of a wealth of hybrid

urbano, no momento seguinte essa familiaridade desfaz-se

objects situated between architecture and designo His formal

como se elas escapassem para outra direção. Como se pode

lexicon is baffling : at the same time that it features obvious

notar nesse oxímoro trazído para esta Bienal, " Estação

references to fam iliar structures, metonymies of intra- and

avançada com paisagem portátil", que faz uso de materiais

extra-urban furniture, the next moment these familiarities

muito conhecidos, como fórmica e tijolos perfurados, para ao

vanish as though they had run off in another direction. This can

fim e ao cabo não ficar nem cá nem lá, objeto indeciso, nem escultura nem construção, antes um signo que se corporifica

be noted in the oxymoron displayed at this Bienal, Estação avançada com paisagem portátil [Advanced Post with Portable

com a artificialidade da fórmica, cujos falsos veios são uma

Landscapel, which employs well-known materiais such as

citação curiosa da natureza modificada.

Formica and perforated bricks, and which winds up remaining

Os móveis domésticos do artista paraibano José Rufino, as

construction, but rather a sign that takes form with the

somewhere in-between, a vague object, neither sculpture nor cadeiras e escrivaninhas marrom escuro empilhadas entre si ou

artificialness of the Formica, whose fake veins are a curious

fixadas nas paredes, exalam o ar sombrio e mesquinho dos

reference to the transformative processes that nature

gabinetes burocráticos, onde as vidas são decididas à revelia

undergoes.

dos interessados. Vidas expressas nas folhas amarelecidas cartas pessoais e frios despachos - que pendem desses móveis

The household furnishings, the dark brown chairs and desks

e que trazem impressas monotipias negras, semelhantes a

piled up on top of one another or affixed on the walls

longas espinhas dorsais. Manchas pretas de Rorschach, cujos

presented by the artist from the state of Paraiba, José Rufino,

significados variam em função do observador. Os carimbos

exude the grim and mean air of bureaucratic offices, where

grudados nas paredes, interligados por fios, aludem à rede

vital issues are decided without any participation of those

invisível formada pela percussão metódica dos funcionários

concerned. Lives that manifest themselves in the faded sheets

batendo sobre almofadas entintadas, dispondo com indiferença

of paper - personal and formal letters - which hang from the

sobre a vida alheia. Professor de Paleontologia da Universidade

furn iture and feature black monotypes, similar to long backbones. Like black Rorschach test blots, whose meaning lies in the eyes of the beholder. The rubber stamps, stuck onto the walls and interconnected by strings, are a reference to the invisible network made by the methodically drumming bureaucrats, pounding stamp pads as they uncaringly determine the fate of someone else's life. As a professor of


Federal da Paraíba, Rufino é um especialista em reconstituição da vida a partir de alguns poucos fragmentos. Com essa Plasmatia a artista traz novamente à luz o problema dos

desaparecidos políticos do nosso país, um capítulo violento da nossa história recente, que ainda se mantém inconcluso. No sentido diametralmente oposto de corpos arrancados de seus lares, do convívio fami liar, a carioca Brígida Baltar afirma a casa como pele e abrigo, questão recorrente no seu trabalho, não fora sua própria casa o núcleo de gestação da sua poética . Artista de obra polimórfica, fundada na delicadeza e no trato com matérias sutis, como é o caso de suas coletas de neblina e

Paleontology at the Federal University of Paraíba, Rufino is an

orvalho, de outra vez ela escavou um buraco com o seu

expert in the art of reconstituting life based on on ly a few

contorno na grossa parede de sua casa em Botafogo, para nele

fragments. With this Plasmatia, the artist again brings to light

aninhar-se e se fotografar. Agora a artista fabrica e veste uma

the problem of the missing political victims in our country, a

roupa feita com o ponto casa-de-abelha, ponto favo-de-mel,

violent and still incomplete chapter of our recenthistory.

roupa-favo, pele-mel. Casa-de-Abelha é o ponto de partida de uma narrativa ficcional que compreende performance,

In a different direction altogether from bodies being torn from

fotografias, desenhos e vídeo. Um conjunto de imagens

their homes, ripped out of the family life, Brígida Baltar, from

centradas na energia e docilidade características do mel, na sua

the state of Rio de Janeiro, affirms the nature of the home as

viscosidade de organismo fértil, no seu corpo transparente e

being skin and shelter. This is a recurring theme in her work,

dourado, encontrável no interior do favo, cuja geometria

and is underscored by the fact that her own home is the

poliédrica exata garante-lhe uma extraordinária segurança.

breeding ground for her poetic art concepts. The artist's work is

A curitibana Eliane Prolik volta à Bienal depois de quinze anos,

subtle materiais, as illustrated by her collections of mist and

polymorphous, based on sensitivity and on her treatment of para apresentar-nos Gargue, um túnel estreito de tecido branco

dew, as well as by the time when she dug a hole with her

com 20 metros de extensão, por 1,30m de largura e 2,5m de

contour in the thick wall of her home in Botafogo district to

altura, através do qual o visitante deverá caminhar. Envolto por

snuggle into and be photographed. This time the artist

uma atmosfera translúcida, efeito do tu le, o visitante

manufactures and wears an outfit made with beehive stitches,

encontrará frases pertencentes à etapa pré-verbal, balbucios

honeycomb stitches, a honeycomb-attire, a honey-skin. Casa cfe

infantis, murmúrios suspensos nas diáfanas paredes de pano,

Abelha [Beehive] is the starting point of a fictitious narrative

como se o túnel fosse uma garganta, espaço de passagem dos

that includes performance, photographs, drawings and video. A

sons. Do lado de fora, o visitante encontrará oito máquinas de

set of images focused on the energy and compliance

vender doces, o outro trabalho de Prolik para esta Bienal.

characteristic of honey, its fertile viscous body, its transparent

Dentro delas, uma grande quantidade de um doce que deverá

and golden body, found in the interior of the honeycomb,

ser comido pelo visitante e cujo formato corresponde ao molde

whose precise polyhedral geometry guarantees its safety.

reduzido do vazio da boca da artista. Enquanto o visitante penetrava no primeiro trabalho, neste ele será penetrado.

Eliane Prolik, from Curitiba, state of Paraná, returns to the

Enquanto o primeiro é uma atmosfera intangível, um

Bienal after fifteen years to present us with Gargue, a narrow

cancelamento do espaço arquitetônico onde está instalado, este

tunnel made with white fabric, 20 meters long, 1.30 meters

é excessivamente material, um concentrado energético, além de

wide and 2.5 meters tall, through which the spectators are to

um considerável obstáculo à expressão verba l daquele que o

walk. Surrounded by a translucent atmosphere, an effect of the

colocar na boca .

tul le, the spectators wi ll be met with sentences that belong to the pre-verbal stage, babyish babblings, murmurs suspended in the diaphanous cloth wa lls, as if the tunnel were a throat, a passageway for sounds. Outside the tunnel , the spectators wi ll find eight vending machines, which is Prolik's other artwork at this Bienal. The machines contain a huge amount of candy to be sampled by the spectators and whose shape is a reducedscale replica of the space inside the artist's mouth. While the first work is an intangible environ ment, an annulment of the arch itectural space that houses it, the latter is essential ly material by nature, an energetic concentrate as well as an obstacle to verbal communication for those who put it in their mouths.


A brasiliense Ana Miguel oferece-nos Construção de um

Ana Miguel, from Brasíl ia, offers us Construção de um Deserto

deserto . Contrapondo-se à massa edificada das cidades, à

[Constru ction of a Desert]. As a counteraction to the cities'

ausência de linha de horizonte a interromper o espraiamento

bui lt-up masses and the absence of a horizon line to check the

dos olhos e da imaginação, a artista nos coloca diante de uma

wandering of the eyes and the imagination, the artist places us

paisagem baixa, um campo leve de areia e vento a alterar

in front of a low-Iying landscape, a light field of sand with the

incessantemente seus contornos, fazendo variar a localização

wind continuously cha ngi ng its contours and shifting the

de suas dunas, estancado entre parede e parede, como o

location of the dunes, firm ly fixed in between the walls, like the

cenário de um pequeno teatro, um lugar fora do tempo e do

setting of a smal l theater, a place out of time and space. On

espaço. Em uma das dunas, a artista colocou uma casa de

one of her dunes the artist placed a house done up in red

crochê vermelho, uma construção insólita, que traz a marca do

crochet, a bizarre construction that already bears the marks of

tempo já na tessitura das linhas e que dentro abriga minúsculos

time in the web of its lines and that houses in its interior

artefatos, instrumentos de perfuração, como agulhas ou

minute artifacts, drill ing instruments such as needles, or small

pequenos brinquedos, simulacros com os quais invade-se e

toys, simulacra used to invade and damage the children's

compromete-se o imaginário infantil. Ainda dentro da casa, a

imagination. Yet inside the house, images of extravagant beings

projeção de imagens de seres extravagantes, quando não a

are projected, fol lowed by the contin uous action of the wind

ação constante do vento perpetuamente desfazendo o gume

that constantly unravels the edges of the sand dunes.

das dunas de areia. Marcos Chaves changes the tone prevailing among the Brazilian Marcos Chaves efetua um corte no diapasão do grupo

group by replacing heavy and serious critique with an iron ic and

brasileiro, propondo, em lugar da crítica pesada e sisuda, um

sharp remark by means of honest, unabashed laughter, meant

comentário irônico e mordaz pela via da risada franca,

to nurse us back to health; a sense of humor which, for that

desbragada, de efeito saneador, bom humor que, de resto, é

matter, is a Brazilian tra it, even among those afflicted by

uma peculiaridade do brasileiro, estranhamente mesmo aquele

extreme poverty. A sense of humor pervades the work of this

constrangido pela pobreza mais extrema. O humor perpassa o

artist from the state of Rio de Janeiro, who was once awarded

trabalho do artista carioca que, certa vez, ganhou o primeiro

the first prize in a local art event with a video that showed only

prêmio de um Salão Nacional, apresentando um vídeo que

the famous image of the Guanabara Bay and an ambiguous

projetava unicamente a festejada imagem da baía da

text that passed over it obsessively: Só Vendo a Vista [I on Iy

Guanabara e sobre a qual passava obsessivamente o texto

sell for cash/I only sell the view - a double meaning]. It is the

11

11

dúbio "Só vendo a vista:'. É o rosto de Marcos Chaves que o

face of Marcos Chaves that the public wi ll watch laug hi ng in

público verá gargalhando nas imagens mudas estampadas nas

the silent images depicted on the wal ls of his room. The

paredes de sua sala . As almofadas espalhadas pelo chão

cush ions spread on the floor invite the spectators to make

convidam-no a se acomodar e a colocar nos ouvidos os fones

themselves comforta ble and use the earphones to listen to a

ali deixados, de modo a que se possa ouvir uma sucessão de

session of serial laughter.

gargalhadas. Unlike those who define image as a product without density, an Contrariando aqueles que definem a imagem como sendo um

epidermal phenomenon, Carina Weidle, from Curitiba, state of

produto sem espessura, um fenômeno epidérmico, a curitibana

Paraná, produces complex images, which after a while we

Carina Weidle fabrica imagens problemáticas, imagens que,

perceive as being volumetric, more aki n to sculpture and

depois de um momento, notamos volumétricas, mais

installation. There is a surrealistic vein to the landscape

aparentadas com a escultura e a instalação. Há um travo

conceived by Weid le for this Bienal: a lawn that rises in two

surrealista na paisagem construída por Weid le para esta Bienal,

waves, with bells arranged at regu lar intervals, with two screen-

no gramado que se eleva em duas ondas, com sinos dispostos

li ke items in the background, in each of which the image of a

em espaços regulares, e, nos dois cenáculos que se vêem ao

car is visible. At close range the images unravel into bodies that

fundo, como duas telas, divisamos, em cada uma delas, a

are definitely real : one of the cars, the one that fades from view

imagem de um carro. De perto, as imagens se desfazem em

going down a hill whose end we cannot see, seems to be made

corpos decididamente reais: um dos carros, aquele que se vai

of chocolate; the other, driving down a steep hill, is prevented

perdendo numa ladeira, cujo fim nossa visão não alcança,

from invading our space and running us over beca use it crashes

parece ser de chocolate; o outro, descendo uma ladeira

into a post. It is as deformed as a Krazy Kat drawing. Made

íngreme, escapa de invadir nosso espaço, atropelando-nos,

with shells, its surface is made of mother-of-pearl, a surface

porque antes disso esborrachou-se num poste. Está deformado

that is precious like the tiny jewels we so enjoy stroking and

como um desenho do Krazy Kat. Feito com conchas, tem a

contemplating.

superfície de madrepérola, uma superfície preciosa como as pequenas jóias, com as quais gostamos de nos perder, acariciando e contemplando.


Chelpa Ferro é o nome de um grupo carioca formado por artistas que trafegam com desenvoltura entre as artes visuais e a música, mais precisamente entre o rock e toda a avalanche visual do nosso tempo. Para o Chelpa, o rock equivale a uma nova ordem musical, uma poética da inclusão, onde todos os sons são aceitos, dos naturais àqueles gerados eletronicamente, passando por todas a sorte de sons incidentais, os mesmos que o nosso ouvido, acostumado com a escala cromática e dodecafônica, insiste em chamar de ruído. Nesta Bienal, a sala destinada ao grupo recolherá o resultado colhido de sua performance Auto Bang, realizada durante a abertura do

Chelpa Ferro is the name of a group from Rio de Janeiro made

evento, quando um lindo e equipado carro esportivo,

up of artists with a fla ir for both music and the visual arts, more

ornamentado com toda sorte de signos e referências visuais dos

precisely, for rock music and the entire visual avalanche of our

artistas, é por eles destruído e tem suas partes remontadas e

time. For Chelpa, rock is synonymous with a new musical order,

transformadas em esculturas sonoras.

a poetic concept of integration, where every single sound is accepted, from natural sounds to those generated electronically,

Oriana Duarte ambiciona a metrópole e mesmo a profunda

including ali kinds of incidental sounds that our hearing,

consciência da impossibilidade de abarcá-Ia em sua completude

accustomed to the chromatic and twelve-tone scale, insists on

não é capaz de desanimá-Ia. O trabalho desta artista avança em

calling noise. At this Bienal the room allotted to the group will

círculos concêntricos múltiplos, cujos produtos podem

house the results of their performance Auto Bang, staged

eventualmente atordoar aquele que se dispõe a compreendê-Ia.

during the opening of the event, when a beautiful and fully

Entrando em sua sala, o visitante mergulha num campo de

outfitted sports car, emblazoned with ali kinds of signs and

forças: em duas paredes, ele vê a projeção simultânea de um

visual references to the artists, will be destroyed by them and,

mar. Numa das projeções, um grupo de pessoas está

subsequently, reassembled in a process that will turn its parts

deliciosamente flutuando em grandes bóias pneumáticas - as

into sound sculptures.

mesmas que estão espalhadas no chão da sala -, ao sabor das águas de Recife, onde vive a artista. Entre as duas projeções,

Oriana Duarte sets her sights on the metropolis and even her

um grupo de nove gaiolas fixadas nas paredes, semelhantes às

deep awareness of the impossibility of grasping its ful l picture

armadilhas com que se pegam os peixes pequenos e em cujo

does not discourage her. The artist's work evolves in multiple

interior encontram-se pedras, vidros, anzóis e uma pequenina e

concentric circles, whose products may perhaps baffle those

tíbia luz. Forrando todo o chão como um tapete, um diagrama

who set out to understand it. Upon entering her room the

em azul, um mar onde se vê o fluxograma do edifício Copan,

spectators are plu nged within a field of energy: on two of the

projeto de Oscar Niemeyer, marco da arquitetura moderna

walls they see the simultaneous projection of a stretch of

fincado no coração da cidade de São Paulo, ponto de

oceano In one of the projections a group of persons is floating

convergência de tensões, desejos, depósito de histórias, um

enjoyably on inflatables - the same ones spread out on the

pouco da glória e da decadência da grande metrópole do

floor of the room - at drift in the waters of Recife, where the

hemisfério sul. Em meio a essa massa heteróclita de

artist lives. In-between the two projections there is a cluster of

informação, o visitante ouvirá, mesclado ao som surdo do

eight cages affixed on the walls, similar to the traps used to

oceano, das vagas batendo, o grito de uma multidão

catch small fish, inside of which are stones, glass objects,

celebrando a vida, como uma torcida festeja seu time.

fishing rods, plus a tiny, faint light. Covering the floor like a carpet is a diagram in blue, a sea where one sees the flowchart of the Copan Building, designed by Oscar Niemeyer and a landmark of modern architecture placed in the very heart of the city of São Paulo, a melting pot of tensions and cravings, a warehouse of stories, depicting a little bit of the glory and the decadence of the great metropolis of the southern hemisphere. Surrounded by this heteroclite mass of information, the spectators will hear, merged with the muffled sound of the ocean and the pounding waves, the scream of a crowd celebrating life, like a crowd of sports fans rooting for their team.


A intensidade dos estímulos mais os quilômetros percorridos

The intensity of the stimu li as well as the many kilometers

são mais que suficientes para ensejar que os visitantes

covered will be more than sufficient to lure the spectators to

ingressem no Transa tra vessamen to, a instalação apresentada

enter Transatravessamento [Transcrossingl, the installation by

pelo carioca Ricardo Basbaum, um conjunto longitudinal de

Rio de Janeiro artist Ricardo Basbaun. It consists of a

ambientes confeccionados com paredes aramadas e separados

longitudinal set of environments with wire-mesh walls,

uns dos outros por pequenas sextavadas, que o visitante deverá

interconnected by small hexagonal openings that the spectator

transpor para aceder a cada um deles. Duas salas são

must negotiate to pass from cell to cell. Two rooms will be

especialmente convidativas: a que contém bolas a serem

especially appealing : the one with balls to be thrown by the

jogadas pelo espectador e a que contém almofadas para seu

spectators, and the one with cush ions, where they can rest and

descanso e devaneio. Basbaum atualiza a lição de Lygia Clark e

daydream. Basbaun rekindles the lesson of Lygia Clark and

Helio Oiticica, que entendiam o espectador como um ser ativo,

Helio Oiticica, who meant the spectator to be an active

no limite, um co-autor, alguém capaz de colocar a obra em

element, a virtua l co-author, capable of setting the work in

movimento. Sua diferença básica reside na ênfase que dá ao

motion. His basic difference consists in the emphasis he places

espectador como aquele que circula por entre as coisas,

on the spectator as the agent who moves among the things,

atirando-as na parede, detendo-se para ler textos nela afixados,

throwing things on the walls, stopping to read texts affixed on

curvando-se para esgueirar-se por entradas estreitas, deitando-

the wal ls, hunkering down to slip through narrow entrances,

se para simplesmente deixarem-se estar.

Iying down to merely enjoy the moment.

Se a representação brasileira desta Bienal começa do lado de

As the Brazilian exhibition at this Bienal begins outside the

fora, a partir do traba lho de Carmela Gross aplicado na

bu ilding, with the work by Carmela Gross emblazoned on the

fachada, nada mais .natural que ela encontre seu termo numa

façade, it is only natural that it should culminate in a mobile

obra móvel, um pequeno espaço com rodas, uma visão sobre a

work, a sma ll space on wheels, an insight into the possibility of

possibi lidade de oxigenação da arte dentro de um espaço

oxygenizing art within an undersized space whose potential is

concentrado, cuja potência é ampliada em função de sua

boosted by its unlimited possibilities of reallocation. The

possibilidade ilimitada de deslocamento. A Banca n° 2 é

artwork Banca no. 2 [Stand No. 2] is exactly th is: a box made of

exatamente isso: uma ca ixa de chapa galvanizada, que mede

galvanized sheet metal, 2.5 meters wide, 4 meters long and 3

dois metros e meio de largura por quatro de comprimento e

meters high . It was created by Helmut Batista, who also goes

três de altura . De responsabilidade de Helmut Batista, que

under the name Capacete [" Helmet," from a corruption of his

também atende pelo ndme de Capacete (corruptela de

first name]. This stand, built in a newsstand factory and

"helmet" ), a banca foi construída numa fábrica de bancas de

equipped with a convertible roof and solar energy, can be taken

jornais e possui teto conversível e energia solar, podendo ser

apart by two persons and transposed into an art gallery, a

11

11

desmontada por duas pessoas, sendo capaz de se converter

studio, a store, a disco or a shelter, you name it! By challenging

numa galeria de arte ou estúdio ou loja ou discoteca ou

the restrictions imposed on art by art itself, the excessive

alojamento, enfim, o que mais vier. Contra o cerceamento da

leverage wielded by the institutional circuit and its increasingly

arte por ela mesma, contra o excessivo peso do circuito

detrimental effects, this stand is a work that carries within itself

institucional que a compromete mais e mais, essa banca é uma

the entire circuit of art and which, for that very reason, is self-

obra que carrega dentro de si todo o circuito da arte e que, por

contained. A portable work, customized for our country, which

isso mesmo, é auto-suficiente. Uma obra portátil, ca librada para

from its inception is bonded with the various alternative groups

o nosso país, que nasce irmanada com os vários grupos

that flourish throughout Brazil and who are equally unhappy

alternativos que florescem pelo Brasi l afora e que são

with the status quo, with the inequities that are fostered, and

igualmente insatisfeitos com o estado das coisas, com os

with the absence of an esthetic debate which, in the end, also

desequilíbrios fomentados e com a ausência de uma discussão

turns out to be political . A work that is ready to set out on an

estética que, ao final das contas, também se revela política .

urgent and ubiqu itous journey meant to convey information

Uma obra pronta para viajar com urgência e ubiqüidade para

and plot new strategies wherever they may be requ ired .

onde se julgar conveniente levar mais informações e elaborar novas estratégias.

Agnaldo Farias

Agnaldo Farias

Professor do Cu rso de Arquitetura da EESC Universidade de São Pau lo

Professor of Architecture, São Carlos School of Engineering, University of São Paulo


Daniel Acosta Estação Avançada com Paisagem Portátil Instalação com MDF, compensado sarrafeado, fórmica, tijolos, pintura automotiva, lâmpadas fluorescentes e acrílico

2002


40


Brígida Baltar Casa de Abelha Instalação com fotografias, tapete, desenhos na parede e video

2002

42


43


45


Ricardo Basbaum Transa tra vessamen to Instalação em ferro, telas de arame galvanizado, chapas de ferro, tinta, com grama artificial, tapete, almofadas, vinil adesivo, bolas e equipamentos 2002 1209 x 906 x 240 cm

46

"Módulo de Transatravessamento do Artista-etc."1

"Transcrossing Module of the Artist-etc 11 1

transatravessamento

transcrossing

autocontenção

self-containment

o trabalho não está dentro de sala nenhuma, é ele mesmo a sala que o contém

the work of art is not in any kind of room, it is the very room that contains it

oferecer espaços, jogos, água, almofadas

providing spaces, games, water, cushions

convite ao esforço de atravessar portas: performance obrigatória

an invitation to the effort of going through doors: mandatory performance

ser visível ao longe, sem privacidade qualquer, ao mesmo tempo ver

being visible from afar, without any privacy, at the same time see

ir com os olhos sem corpo até onde o corpo não pode ir e configurar assim os espaços

going with the eyes without the body to where the body cannot go and thus configure spaces

sistema em tempo real:

a real-time system:

atravessa r, jogar, olhar, perceber as ações no mapa, descobrir relações no mapa

crossing, playing games, seeing, perceiving the actions on the map, discovering relations on the map

- onde estou, onde estamos?

- where am I, where are we 7

grande escultura, deambular em torno, mirar ao longe

huge sculpture, strolling around, gazing far and wide

transatravessamento & obstáculos

transcrossing & obstacles

repetição da marca, trauma, obsessão: livrar-se dela e sair de si

repetition of the mark, trauma, obsession: get rid of it and out of oneself

envolvimento do pequeno outro e do grande outro coletivo

involvement of the small other and of the big collective other

fantasmática do mundo interior transformada em anedota bioquímica de domingo

a phantasmagoria of the inner world turned into a bio-chemical Sunday joke

transatravessamento & aceleração

transcrossing & acceleration

fruição física, beleza rompendo a pele através do cansaço e do acolhimento

physical fruition, beauty tearing open the skin through weariness and acceptance

jogar: alegria pés encoste a cabeça imagens que passam e pensam

playing games: joy feet lean your head images that pass by and think

contágio rápido todo o pouco tempo do mundo - repetições

instant contagion ali the lack of time in the world - repetitions

mirar o alvo apressado sorrisos de sucesso sem premiação, ainda assim satisfeito

stare hastily at the target smiles of success but no prizes, nevertheless content

sorriso ao círculo em torno de seu pescoço atravesse as passagens músculos em forma

smile to the circle around your neck cross the passages muscles in shape

através da forma desformatá-Ios em ângulos desfavoráveis portadores de promessa

through shape unravel them in unfavorable angles carriers of promise

euvocê aqui agora aqui vocêeu -leve deslocamento

meyou here now here youme - slight dislocation

processo metálico gigantismo quase que solto junto às coisas desviando ventos

metallic process an almost loose hugeness close to things diverting the wind

transatravessamento & outros

transcrossing & others

- eu quero ver: geléia adversa

- I want to see: adverse jelly

v c.P: vivência crítica participante - sem saída, meu bem

C.PE.: criticai participatory experience - no way out, my dear

entrar e sair permanecendo ali dentro atento aos sons

enter and exit remaining inside heeding the sounds

sim, transatravessamento de segunda a domingo

yes, transcrossing Monday through Sunday

ver sem olhos ou com olhos nos pés

seeing without eyes or with eyes on one's feet

paisagem cinema registro de pistas e sombras rumo a novos lances

landscape movie record of paths and shadows towards new events

deflagrar a fala na sala discursos considerados voz como importância fundamental

launching words in the room thoughtful speeches voice as fundamentally significant

& passagens: ultra movimentos sensíveis transbordantes de

& passages: sensitive ultra-movements brimming with

1 Sobre a categoria "artista-etc." cf. meu texto " Mistura + Confronto" no catálogo da

1 On the category "artist-etc" see my text "Mixture + Confrontation" in the catalog of exhibition

exposição homônima, Central Eléctrica do Freixo, Porto, Portugal, 2001.

with same title, Central Eléctrica do Freixo, Porto, Portugal, 2001.

[© Ricardo Basbaum, 2002J

[© Ricardo Basbaum, 2002J


47


-=' N~,s

sempre always

··:·<.. !·: f ~. : ~ ....~.~ ..::.

sensitive ultra-movemen

never

"

:;

- -- -

não

:

.....

. sensíveis transbordantes de ultra movimentos ts brimming with

nunca

\.

- onde estou, onde

estam~s?

N~,s

~

--:'----:\"

»

;~

i nside

eu-você

- where am I, where are we .

me-you

•••• •• •• • • •

. - _::::: :::::::::.- ". ,-:>.,'

° ~;V';;~E \:',,:-,~~ _~~ ____ " . ','

0

0

•••••••• ----..

J::)':'L, •••••

HERE

.... .. ........... __ ......

48

(-ç:::;--

: ' :--- :-- - -, '- -- -,' lado de dentro

SIM YES

---'t'- " ::

'- '-

A

\::-,

: : ~algUém

,~~~- :: :::'/

voces

. ..:: -=- ~ _....

""

,"ybody

/;;:J:.../' 'l~ \) FORA

.•

.(9, \ OUTSIDE },J( (~\. -;:-- Ç'1j\J '--

'\...:..-~

\:::~-


49


A Banca n째 2 Chapas galvanizadas sobre estrutura de metalon 2002 250 x 400 x 320 em

51


52


53


JosĂŠ Bechara

Bois Velhos e Borboletas de Chumbo Couro bovino e chumbo

2002 302 x 531 cm

54


L--------------~-~55


Núpcias Oxidação si algodão e linhas de costura 2002 270 x 750 cm

56


Sem título - série Mercúrio Oxidação s/lona de caminhão usada 2002 290 x 180 em Coleção do artista Sem título - série Mercúrio Oxidação s/lona de caminhão usada 2002 290 x 180 cm Coleção do artista

57


fรกbio Cardoso

58


Lapis Faber Ă&#x201C;leo sobre tela 2001 190 x 310 em 59


L,apis Faber (Abrigo) Oleo sobre tela

2001 310 x 190 em 60


L,apis Faber (Abrigo) Oleo sobre tela 2001 280 x 180 em

, Lapis Faber Oleo sobre tela 2001 310 x 190 em

61


Marcos Chaves Morrendo de Rir Instalação com fotografia e som 2002 16 fotos com 215 x 185 em

62


63


64


65


ose Damasceno


Trilha Sonora Martelos e pregos 2001 Projeção Instalação com cadeiras de auditório e papel de revistas 2002


Trilha Sonora Martelos e pregos

2001

68


Projeção Instalação com cadeiras de auditório e papel de revistas

2002


Dos Eteróclitos",como Campo de Ação Videoinstalação 1997-2002

71


72


73


Chelpa ferro Luiz Zerbini • Barrão • Sergio Mekler • Chico Neves

Autobang Performance e videoinstalação com carro

2002 Cortesia Galeria Fortes Vilaça, São Paulo

Autobang

74

Esse é um trabalho sobre o som

This work is on the sound

do da do do

desejo violência instinto sexo

of desire of violence of instinct of sex

do do do da

risco tempo medo morte

of risk of time of fear of death

dos detalhes do universo

of details of the universe

é um trabalho de macho sobre o amor

it's a he-man's work on love

meio burro truculento desastrado infantil

rather stupid rough awkward chi Idish

profundo precIso caro e pretensioso

profound precise priceyand pretentious

é um trabalho sobre o trabalho

it's a work on work


75


~

-

.u

••

...

........ ' .... 4 • • • • •4

11

1111

....

" I. . . . .

.... II

- ....

.............................

",.".,....

- ~"_"""""'T

11

.... ar em

--

'-

l!iId

J

....

,


77


79


(ao Guimarães

Existir: Sair de Si em Dire~ão ao Outro Exist: Escape the Self Toward the Other

82

Rua de Mão Dupla Super 8 / vi deo digital 2002

... como é que pode ser isso? fiquei

... how can this bel I was asking myself

pensando. O que representa isso nesse

What does this mean at this moment of

momento do mundo para a arte, para as

the world for art for the languages .. .

linguagens .. . você abrir a porta da sua

you open the door of your house and

casa e deixar uma pessoa estranha entrar;

let a stranger come in, to live with you

conviver com você ausente? O que seria

while you are absent? What could this

isso ? o que significaria isso para o

bel What could this mean to the world,

mundo, para a humanidade? Deu um

to humanity? I was somewhat afraid to

certo medo de tocar as coisas, de se

touch things, to impose myself, to leave

impor; de deixar marcas, ao mesmo

traces, and at the same time I was

tempo uma curiosidade muito grande

intensely curious about. .. I was feeling

de ... me senti preso aqui dentro, né? ... e

trapped inside here, right? ... and free

livre ao mesmo tempo, livre nessa

at the same time, free in this

expressão ... nessas expressões que aqui

expression ... in these expressions that I

dentro eu achei. Aí passei mal, fiquei com

found in here. Then I started feeling

dor de cabeça de tanto pensar; fiquei

bad, I got a headache from thinking so

vendo as fotos antigas, vendo

much Ilooked at the old photos,

recordações de família. Quem seria?

looking at family memories. Who could

Quem seria? Eu pergunto! O telefone

it bel Who? I ask! The telephone rings

toca de novo, eu não atendo.

again, I don 't answer it. Who

Quem seria? ..

could it be? ...

Depoimento de Roberto Soares sobre Eliane Marta e sua casa após ter ficado ali sozinho durante 24 horas sem conhecê-Ia.

Statement by Roberto Soares about Eliane Marta and her house after having stayed in it alone for 24 hours without meeting her.


" .. .uns trinta e poucos talvez, um rosto claro.

"... thirty-something maybe, light complexioned.

Inicialmente eu achei que pudesse ser um homem

At first I thought he might be a Negro. Then this

negro. Depois essa idéia se desfez não por outro

idea was dispelled by the hairbrush, though only

sinal mas pelo sinal da escova. Então, como é um

by that. 50, as he has a contradictory character,

personagem contraditório, pode ser que essa

perhaps this brush isn't his at ali, but there is no

escova não seja a dele, mas não há sinal de

sign of hair in any other part of the house, only

cabelo em nenhum outro lugar da casa, só nessa

on this brush. It was the only thing I found,

escova. Foi a única coisa que eu achei, e o

besides the size of the clothes that could give me

tamanho das roupas que pudesse me dar uma

some idea of the size of the person, a clue as to

idéia do tamanho da pessoa, do quê que era a

what he was. He has modest tas te, so there are

pessoa. O gosto é modesto, então não tem muito

few extras, not too many things. But there is

creme, não tem muita coisa. Mas tem alguma

something that also reveals a care for his own

coisa, o que revela também um pouco de cuidado

person. There is dentifrice, there is soap, but I

de si. Tem dentifrício, tem sabonete, mas eu não

don 't know if he takes a bath, or if he takes a

sei se ele toma banho, ou se toma banho aqui.

bath here. There is no shower, there is no bath

Não tem chuveiro, não tem toalha de banho, não

towel, there is no trace of water on the bathroom

tem vestígio de água no piso do banheiro. Então a

floor 50 the existence of the person, of someone

existência da pessoa, do alguém nessa casa é

in this house is very fleeting, as though he had

muito passante, ele é como se fosse um passante

only passed through here. He comes and his

nessa casa. Ele vem e as marcas são antigas.

traces are old. As though he had in some way

Como se ele tivesse um pouco desistido.

given up."

11

Depoimento de Eliane Marta sobre Roberto Soares e sua casa após ter ficado ali sozinha durante 24 horas sem conhecê-lo.

Statement by Eliane Marta about Roberto Soares and his house after having stayed in it for 24 hours without meeting him. 83


Carmela Gross Hotel Luminoso de ferro e neon 2002 11,70 x 3,04 m


11,70m 7

"'\

"lS:::s::

2. Z

~ ~ ~

L

::s:

-----..... -..,..

/

/ \.

3,04m

/

X /

-/ /

Z .L .L /

/

::s:

Z .\. \.

/

3.:

-----

\.

\. \.

z

::s: ::s:

/

~

/

\.

iS..

::s:

~ ~

/

/

\.

~........ :.'S

V

~............ ~

I

--I-

\. .

\.

-

-

/

/ /

- - - t-f - -- - -

/

x \.

\.

\. ~--=

Z Z

\. \. \.

/

--~- .\.

\.

\..

L L

\.

1

\.

I\.

escala 1:100

/

\

\

I

:\.

/ \.

/

\.

/

\. ..

/

\. /

\.

,/

\.

\.

.

\.

/

/ \.

,/

,

/

.\.

/

/

\.

/ \/ X / \ / \

\. / X / \.

./

/

\. \. J

/

/ /

1/ /

88

.

\

\.

/ /

\. /

\.

:/

\. 1\

I

I\.

\. \. \.

\ I\.


)

17

7

_ ~

-

\

_

-

I7

~

-~

_ \. 7 _ \ 1

-'

-

I

~

I

:\.

/

7

/

1J

-

-

I -

\

-

-_ IL_L \

L

/

:\

/

X / \

-

\.

\.

-

\

'/

/

\. /

_IL '\

L

'\ \

/

\

\

~

7

\ \.

/

\ /

-

1\

)

/ -~

/

IJ

\

X

\.

/

..,

-

17 7

/

\:

/

\. /

x /

r--

I

--

\

-

/

~

7

\.

IJ

"""I

7

"

7

I

\. \:

~

\:

7

-

- .\.

-

~

-

\. \: \:

\

89


Ma Comercial Sรฃo Luis - Tudo no Mesmo Lugar pelo ty1enor freรงo Pedaรงo de muro com pintura em uma das superflCles a oleo

2002 225 x 600 x 25 em


ELO MENOR P


93


Ana Miguel eKarla Osório A Construção de um Deserto Instalação com vídeo, crochet, areia rosa, louças, agulhas, brinquedos e tecidos

2002


96


97


Architecture Parallax : Colective Intelligence alexander pilis "Paralaxe, s. Deslocamento aparente, ou diferença na posição aparente, de um objeto, causado pela mudança (ou diferença) do ponto de The Oxford English Dictionary observação." "Arquitetura Paralaxe : Inteligência Coletiva" explora e articula o teorema da paralaxe nos vários movimentos pelos quais os participantes do projeto desterritorializam suas experiências culturais, recodificando seus significados. Esse projeto intersecta a máxima de John Berger, "Modos de ver". Como vemos e o que dizemos está circunscrito em um vasto espaço de comportamentos aprendidos da tradição oral ao pedagógico. "A idéia é desenvolver únicos, múltiplos, públicos; a fim de examinar, articular e atualizar um paradigma parallax para o ver não ver. Tal discurso resolve o problema da articulação da diferença geradora do processo de contínua criação que engendra novos significados para o próprio discurso" como diz Pedro Milliet. 60 dias de Bienal. 60 "Interfaces". Percurso ativos de criação: As 60 interfaces apresentarão na Bienal diariamente para um grupo de pessoas deficientes visuais, cegos ou não, públicos, seus percursos de ressignificação do espaço público (superfície) e ou de seus espaços particulares (profundidade). Duração dos percursos: 1 hora. Os 60 profissionais convidados ("interfaces"): curadores, medicos, críticos, arquitetos, escritores, cientistas, artistas, físicos, músicos, cineastas, matemáticos, atrizes, filósofos, semioticistas, escritores, taxistas, psicanalistas, dançarinas, historiadores, oftalmologista, poeta, ginecologista, afinadores de piano, chef de culinaria, humorista ... Trata-se, genuinamente, de uma ação social que integra a comunidade, as artes, a arquitetura e a ciência, num processo ativo de inteligência coletiva. Tematicamente cada profissional expõe seu ponto de vista, seu trabalho, a questão do ver não ver. O que vemos, como vemos, o que esperamos ver, o que pensamos estar vendo. A Bienal, os diversos trabalhos, as várias ideias, a metrópole, a multiplicidade dos estratos de sentido e objetos mediadores trazidos pelos "interfaces", são recursos para articular a condição existente no momento da cegueira, como metáfora para o colapso da profundidade de campo. Liberta-se o significado de que não há distância para se medir nem para se observar a totalidade de um objeto a partir de apenas um ponto de vista, como visão única. Instiga a um deslocamento do sentido - dá a possibilidade de reexaminar o significado dentro dessa condição de desterritorialização do conteúdo pela reestruturação do espaço do entendimento. Os percursos serão integralmente gravados em vídeo (4 cameras distintas) e áudio com equipes formadas por estudantes da ECA-USP e FAAP, produzindo um acervo disponível para a comunidade. Serão exibidos com outros objetos no dia seguinte na sala de exposição da obra. A gravação de áudio do percurso será efetuada através de um gravador portado pelo interface com um microfone de lapela. 60 dias de Bienal. 60 percursos formarão uma coleção de 60 CDs que serão distribuídos às bibliotecas da rede de escolas públicas pelo Centro de Apoio Pedagógico Especializado da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo e na Web, www.architecture-parallax.com "A medida teórica do espaço é a distância entre o que se espera ver e o que realmente se vê"

alexander pilis

Architecture Parallax: Collective Intelligence alexander pilis "Parallax, n. Apparent displacement, or difference in the apparent position, of an object, caused byactual change (or difference) of position of The Oxford English Dictionary the point of observation." "Architecture Parallax : Collective Intelligence" explores and articulates the theorem of parallax in the various movements by which participants in this project deterritorialize their cultural experiences, recodifying their significations. In some practice the project also intercuts the John Berger maxim, "Ways of Seeing." How we see is circumscribed, and "what we say" covers a vast area of learned behavior, from the oral tradition to the pedagogical. "The idea is to develop singles, multiples, publics; with the aim of examining, articulating and updating a parallax paradigm for sight and blindness. Such a discourse solves the problem of the articulation of difference, driving a process of continuous creation to engender new significations for the discourse itself," as Pedro Milliet states. 60 days at the Bienal. 60 Interfaces. Participatory and creative visits: Each day at the Bienal, one of the 60 interfaces will partake with a group of the visually deficient, blind or not, the public, along a resignification tour through the public space (surface) and or their private spaces (depth) . Duration of the visits: 1 hour. The 60 invited professionals ("interfaces"): curators, doctors, art critics, architects, writers, scientists, artists, physicists, musicians, filmmakers, a mathematician, actresses, philosophers, semioticians, writers, a taxi driver, psychoanalysts, dancers, historians, a clound, an ophthalmologist, a poet, a gynecologist, a piano tuner, a chef, a comedian ... This program is set as a social action for integrating the community, the arts, architecture, and science in an active process of collective intelligence. The idea is for each professional to convey something of his/her viewpoint and background, addressing the issue of seeing/not seeing - what we see, how we see, what we expect to see, and what we think we are seeing. The Bienal, the various artworks, the many ideas, the metropolis, the distinct leveis of meaning and mediating objects brought by the interfaces, are ali resources to articulate the condition existing at the moment of blindness, used here as a metaphor for the collapse of depth of field. This will clearly demonstrate that there is no distance from which to measure or observe the totality of an object from a single viewpoint or particular perspective. This prompts a displacement of meaning - making it possible to reexamine significations from within this state of content deterritorialized by the restructuring of awareness. The guided visits will be recorded in video (four different cameras) and audio by teams of students from ECA-USP and FAAP, producing a collection that will be available to the community. These recordings will be shown with other objects on the day following each visit within the artist's exhibition space. The audio recording of the visits will be made using a tape recorder carried by the interface, who will be wearing a lapel microphone. 60 Days at the Bienal. 60 guided visits will make a collection of 60 distinct CDs that will be distributed to public libraries by the Centro de Apoio Pedagógico Especializado da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, and on the Web, at the site www.architecture-parallax.com "The theoretical measured space is the distance between what one expects to see and what one is actually seeing."

alexander pilis


A

c

B

D

"I \ , \

I

'

\

\

:

I

\

I

I:

\ \1"

I

I I

I I

I

\ \

\

I

\

1

\

I

\

I

I

I

I

\

\

\

I

\

I II

II I I I

I

I

I

I

I I I

i I"

t

I

I I

I

(,'

I

/, I '

I

I

I

I

II

1I I

I

I I

I: II I " I / '

I,,' li,

, ,

I

,"

I

I

I

II I

I I

I I

\

,\

I

I

I

I

I

\

I

\

f

f

:

/\

I

I

/

.(

I

I

I

I I

I

t

\

\

/ V

\

/\

: I

\

\

\ \\

I

'

\\ \

\

\

,

I'

\\1I

1\

I

I

,

I

I

I

A

I I

I

I

\ \

I

\ \

;'

\\

I

\

/I /I

I

\

I I

\

I I

I

I

\

I

\

G

\

II

\

F

I1\\

I

\\

I"

r

E

\ \

\ \

\

\

\ \,

\ \

\ \

,

\

\

\

\

\

'

\ \

\

\ \

\ \ \\ \ \

\\


Eliane Prolik

No mundo não há mais lugar Balas, cápsulas e máq ui nas

2002 Dimensão variável Coleção do artista

102


103


I

Gargue Filó, estrutura de ferro, cabos de aço e equipamento sonoro 2002 Dimensão variável Coleção do artista


Jose Rufino Plasma tio Instalação com têmpera (monotipias) sobre documentos originais, pessoais e institucionais, relativos aos desaparecidos polfticos brasileiros, escrivaninhas, cadeiras, bancos e caixas de madeira, carimbos e cordões

2002


.

'.

,

,.


...

.


....

,.. .... .... ....

.....

....

...

...

\--

..

.......

... •

- ........

... .....~

.....

- ..... ..... ...,.....

, ....

....


Sérgio Sister

Sem título Alum ínio e óleo sobre tela 2001 190x250cm Coleção Prisci la e Marcos Pileggi

110


Sem título Alumínio e óleo sobre tela 2001 180 x 250 em

111


Sem título Alumínio e óleo sobre tela 2001 190 x 250 em

112


Sem título Alumínio e óleo sobre tela 2001 190 x 250 em

113


117


Gil Vicente

Roda Nanquim sobre papel 2001 228 x 280 em

Homenagem a Osman Lins Nanquim sobre papel 2002 156 x 280 em

118


119


Repouso Nanquim sobre papel 2001 228 x 168 em Coleção do artista

Auto-Retrato Rorschach - E.u e José Claudio Nanquim sobre papel 2002 152 x 168 em

120


121


Carina Weidle Semelhança Subterrânea Instalação com diversos materiais

2002


Semelhança Subterrânea (detalhe) Instalação com diversos materiais

2002

124


Semelhança Subterrânea (detalhe) Instalação com diversos materiais

2002

125


Paulo Whitaker

Sem tĂ­tulo Ă&#x201C;leo s/tela 200 1 191 x 251 em


Sem título Óleo s/tela

2001 194 x 249 em


Sem título Óleo s/tela 200 1 192 x 247 em

Sem título Óleo s/tela 2001 192 x254em 128


Sem título Óleo s/tela 2002 192 x 257 em

Sem título Óleo s/tela 2002 192x260em 129


Ao adentrar o espaço museológico do prédio da Bienal de São

When entering the museum space of the building of the Bienal de

Paulo, que tem esse nome por ser a única área provida de controle

São Paulo - a designation that is a direct reference to the fact that

de temperatura, apta, portanto, a receber obras delicadas, cujo

it is the only area equipped with temperature control and qua lified,

empréstimo só acontece mediante essa condição, o visitante irá se

therefore, to house fragile works, as this is a prereq uisite if they are

deparar com a sala projetada por Carlos Fajardo. Um volume cúbico

to be loaned - the visitors will come across the room designed by

de vidro de sete metros e meio por seis, com dois e quarenta de

Carlos Fajardo. A bulky glass cuboid - 7.5m by 6m, and 2.40

altura, disposto no espaço de modo a quase lhe barrar a passagem.

meters tall - is positioned on the premises so as to almost block the

Mas talvez lhe seja mesmo irresistível avançar pela entrada situada

visitors' passage. And yet they might not be able to resist the

em uma de suas paredes laterais. É que a construção possui um

temptation to proceed through the entrance located on one of its

acabamento esmerado, irretocável, posto em evidência pela

lateral walls; the construction boasts a flawless, perfect finish, which

iluminação ambiente, e pelo contraste com as paredes das outras

is underscored by the background lighting, and the contrast with

salas, cuja pintura branca não logra ocultar as irregularidades da

the walls of the other rooms, whose white paint does not manage

superfície da madeira, ou mesmo as falhas perceptíveis das

to disguise the defects of the wooden surface or even the flaws

emendas. Ademais os grandes planos de vidro que perfazem todas

that are perceived at the junctions. Furthermore, the large glass

suas paredes trazem em seu interior uma malha metálica que além

surfaces that make up ali the walls have a metallic mesh in their

de garantir um halo luminescente, também impede que de fora se

interior which, besides ensuring a luminescent halo, also prevents

veja o que há do lado de dentro. O visitante, animado pelo mistério,

one from seeing what is inside from the outside. The visitors,

entrará sozinho ou no máximo junto com mais duas pessoas - o

enthused by the mystery, wi ll enter alone or together with two

acesso será controlado - por um corredor estreito formado por uma

other persons at the most - access will be controlled - through a

das paredes externas. Ao seu final ele vi rará a 90 0 . e prosseguirá

narrow corridor along one of the externai walls. At the end of the

até ser obrigado a virar mais uma vez, e depois outra vez mais,

corridor they wil l turn 90 degrees and will proceed until forced to

como se estivesse penetrando num labirinto, um corredor espiralado

turn once again, and then once more, as if they were entering a

cujas curvas foram retificadas em linhas retas. Por fim, após essa

maze, a spiraled corridor whose cu rves have been unbent into

marcha paulatinamente vagarosa, em que os elementos exteriores

straight lines. Finally, after th is slow, plodding march - during which

foram, por efeito da malha metálica, transformando-se em vultos,

the externai elements, thanks to the effect of the metallic mesh,

em vagos fantasmas, e que ruídos exteriores foram se afastando,

have turned into shadowy forms, indistinct ghosts, while externa i

ele chegará a uma porta. Atravessando, perceber-se-á numa

sounds have been increasingly reduced - they will reach a door.

pequena câmara . Logo em seguida uma outra porta. Transpondo-a

Going through the door they will find themselves in a square room :

ele estará numa sala quadrada de três metros e quarenta por três

3.40 m by 3.40 m, designed to reduce externai sounds by 80%.

metros e quarenta. Uma sala projetada para reduzir o som exterior em 80% . 134


Karin lambrecht Sem Título Instalação com vestidos brancos com sangue de carneiro, impressões de vísceras de carneiro sobre papel e fotografia Mão com Vísceras 2001

142


A artista acostumou-se ao silêncio. Enquanto sua festejada geração - a

The artist has grown accustomed to silence. While her much fêted

Geração 80 - trouxe para si as luzes da mídia e a bulícia elegante das

generation - the '80s Generation - basked in the lights of the media and

vernissagens, ela rumou para a quietude de seu atelier em Porto Alegre,

the elegant excitement of art-show openings, she pursued quietness in her

numa busca solitária e que depois de vinte anos prossegue sem

studio in Porto Alegre, in a solitary quest which, twenty years later, is still

interlocutor. Sempre isolada, em meio a trama de avenidas

carried out without interlocutors. Always in seclusion, caught in the mesh

movimentadas de sua cidade, Karin Lambrecht foi fabricando os meios

of her city's busy avenues, Karin Lambrecht went on producing her means

de sua expressão. Inicialmente desmontou o quadrilátero canônico da

of expression . At first, she tore down the canonical quadrangle of the

pintura, desmantelou sua estrutura, reorganizando a geometria do chassi

painting, dismantling its structure, reorganizing the geometry of the chassis

em arranjos mais espontâneos, mais próxi mo de certas construções mais

with more spontaneous compositions, which were closer to more primitive

toscas, como estandartes e cabanas. Suas pinturas, fixadas nessas

structures such as pennants and huts. Her paintings, strung these

estruturas, eram feitas em tecidos que podiam ser rasgados e queimados.

structures, were made on fabrics that could be torn and burnt. Some of

Parte delas trazia mesmo o chassi à mostra, quando também não traziam

them even openly displayed the chassis, and would at times also feature

partes soltas, fragmentos de sucatas industriais, sobras de utensílios

loose parts, industrial scrap fragments, leftovers of discarded and forgotten

inutilizados e esquecidos, pequenos volumes realizados em materiais

utensils, small bundles ma de with primitive materiais, such as corrugated


toscos, como chapas de metal corrugado, ripas de madeira. Sob essas

metal plates, wooden laths. Under these assembled parts the artist

partes juntadas a artista deitava sua expressão. Seu trabalho acontecia

emblazoned her expression. Her work took place somewhere in between

entre a pintura e a escultura, nem cá nem lá . Indefinição que se

painting and sculpture, neither here nor there. An ambiguity that has

acentuou nos últimos anos quando incorporou aspectos semelhantes à

grown sharper in recent years, and although she has incorporated features

performance e ao happening sem que igualmente se pudesse enquadrá-

similar to performances and to happenings, she cannot be classified under

lo nessas categorias. Todas essas operações sobre a maneira mais

these categories. It goes without saying that ali these maneuvers, designed

adequada de expressar sempre se deveram, é claro, aquilo que

to find the most adequate means of expression, have always been

efetivamente a artista pretendia expressar, para o que não lhe servia o

intrinsically linked to what the artist actually wished to convey, and to this

que então já existia. O curioso é que ao mesmo tempo em que ela

end she could not make use of what already existed. It is curious to note

enveredava na prospecção de novos suportes, sua expressão mais e mais

that at the same time that she engaged in the exploitation of new

apontava para o passado. Inventariando e indagando sobre a enigmática

supporting structures her expression was increasingly oriented towards the

duração de certos impulsos atávicos, aspectos que não obstante

past, investigating and questioning the enigmatic duration of certa in

ancestrais, mesmo que modificados na aparência, têm vigência em nosso

atavistic impulses, aspects that even though ancestral, and despite changes

presente.

in appearance, are still valid in present times.


o projeto artístico de Karin Lambrecht avança ignorando a arte. As cores de suas telas não são extraídas de tubos de tintas industrializados mas de pigmentos naturais, dos grãos da terra ao sangue derramado no abate de animais. Muitas vezes são realizadas ao ar livre, com a artista tomando uma vassoura como pincel, para depois deixá-Ias ao relento sujeitas a ação do sol, do vento e da chuva, que lhes vai alterando ainda mais a aparência, como se fossem co-autores autônomos da obra, que não compartilham com a artista o rumo que está sendo dado. Como o tecido e a estrutura de madeira, as cores que vão sobre as telas pertencem ao mundo, não são elementos idealizados; dele trazem o peso, a textura, o cheiro. Do mesmo modo os signos - palavras e cifras - que habitam suas obras não são frios. Evidenciam-se como resultado dos ação da artista, gestos que escavam a espessura da matéria cromática, e que trazem consigo o desejo de expressão que fluiu pelo sangue e daí para os músculos do braço e da mão. Nessas telas uma simples cruz, além de signo da cristandade, é, como o gesto que fazemos da testa para o tronco, de um ombro para o outro, a demarcação de um território, a afirmação do lugar onde se est~ .


Karin Lambrecht's artistic project rides roughshod over art. The colors on her canvases are not extracted from industrial paint tubes but from natural pigments ranging from grains of soil to the blood shed during the slaughtering of animais. They are very often executed in the open air, in which case the artist uses a

-

broom instead of a brush, and thereafter leaves them there, exposed to the action of the sun, the wind and the rain, which further modify their appearance as if they were independent coauthors of the work, at variance with the artist's working strategies. Like the fabric and the wooden structure, the colors on the canvases belong in this world, they are not idealized elements; they convey weight, texture and scent. Likewise, the signs - words and figures - that inhabit her works are not impersonal. They are the consequence of the artist's action, gestures that dig into the density of the chromatic substance, and that carry with them the craving for expression that has flowed through the blood and from there to the muscles of the arm and the hand. On these canvases a simple cross, apart from being the sign of Christianity, is like the gesture we make from the forehead to the torso, from one shoulder to the other, a demarcation of territory, as if we were asserting where we stand. 147


Seus trabalhos parecem localizados ora na política, ora na religião. É

Sometimes the thrust of her work seems to be political, at others it

freqüente encontrarmos neles referências ao Sem-Terra, aos Sem-Teto

seems religious. Her pieces feature frequent references to the landless, to

urbanos, signos da cristandade, e até a rituais de sacrifício animal . Mas

the urban homeless, as well as to signs of Christianity, and even to

cedo percebe-se o quanto essa leitura é imediata. Lambrecht não está

animal sacrifice ceremonies. But we soon realize that this is a

interessada neste ou aquele partido político, mas o que motiva os

shortsighted appraisal. Lambrecht is not interested in this or that political

homens a se juntarem na busca de um objetivo, como por exemplo o

party, but in what inspires men to join forces in their quest for an

imemorial desejo pela fixação num pedaço de terra . Do mesmo modo

objective, such as for example the immemorial craving for settling down

não lhe interessa esta ou aquela religião, mas a permanência do

on a plot of land. By the same token, she is not interested in this or that

sentimento do sagrado, a relação de pânico ou de respeito que as

religion, but in the eternalness of the sacred feeling, the relationship of

pessoas estabelecem com aquilo que não compreendem, aquilo cuja

panic or respect that people establish with everything they do not

causa se mantém invisível, sobrenatural.

understand, and whose cause remains invisible, mystical .

Para esta Bienal Karin Lambrecht apresenta-nos um trabalho realizado a

At this Bienal, Karin Lambrecht presents us with a work performed by

várias mãos. Uma experiência compartilhada para a qual as palavras não

several hands: a joint effort that goes beyond words. The starting point

chegam. O ponto de partida foi o contato da artista com um homem,

was her contact with a man, like so many others in the interior of Brazil,

como tantos outros no interior do Brasil, que se ocupa do abate de

who works with sheep slaughtering in an area close to the city of Bagé,

ovelhas, numa região próxima da cidade de Bagé, interior do Rio

in the interior of the state of Rio Grande do Sul, in southern Brazil.

Grande do Sul, no sul do país. Nem sacerdote nem açougueiro, para

Neither priest nor butcher, this man imputes no religious connotation to

esse homem seu trabalho não tem nenhuma conotação religiosa muito

his work, although he resorts to a series of carefu l procedures that, in

embora ele se cerque de uma série de cuidados que na prática

practice, makes the process similar to a ritual. As evidence of this, the

aproxima o processo de um ritual. Como prova disso a artista teve que

artist had to prove the earnestness of her intentions before she was

provar a seriedade de suas intenções para que lhe fosse permitido

allowed to watch the slaughter. Later on, together with a group of

assistir ao sacrifício. Posteriormente, junto com um grupo de amigos

friends who had been invited to participate, she watched the animal be

convidados a participar, assistiu o animal ser suspenso e sangrado até o

hung and bled to death, according to the Jewish rite.

fim, a maneira do rito judaico. The four long white dresses hanging on the crossbar go from

148

Os quatro longos vestidos brancos suspensos na trave variam do

immaculate white, to the one that received the first gush of blood from

imaculado àquele que recebeu o primeiro jorro do sangue do animal,

the animal, to one that is drenched with blood. In the background, a

até aquele mais encharcado. Ao fundo uma fotografia apresenta-nos

photograph features two hands holding a gut. Two hands positioned in

duas mãos portando uma víscera . Duas mãos postas, em concha, como

shell-like fashion, as if making an offering to our eyes. In front of the

se ofertassem aos nossos olhos. Diante dos vestidos, no chão, três

dresses, on the floor, there are three crosses also made of fabric and

cruzes feitas em tecido igualmente tingidos pelo sangue do animal. Por

equally tinted by the animal's blood. Finally, on the left-hand wa ll, there

último, na parede da esquerda, uma sucessão de papéis. Em cada um

hangs a series of sheets of paper. Each one of them bears the imprint

deles a impressão deixada por uma víscera devidamente identificada e

made by a gut, duly identified and signed by the person who performed

assinada pelo autor da ação.

the act.

O que fica de tudo isso? O que fica quando a substância vital flui de um

What is left of ali this? What is left when an act of violence causes the

corpo através de um ato violento para impregnar o tecido de algodão

vital substances to flow out of a body and impregnate the wh ite cotton

branco? Seria o sacrifício um fato comum como o é nossa própria

cloth? 15 slaughter a commonplace event, as is our own passage? What

passagem? O que fica para cada um daqueles que por um momento

is left for each one of those who for a moment held on the paim of

carregou na palma da mão a matéria ainda quente, um dos órgãos

their hand the warm substance, a vital organ responsible for the life

responsáveis pela integridade da vida do animal abatido? A sala de

integrity of the slaughtered animal? Karin Lambrecht's room will remain

Karin Lambrecht ficará na memória como um intervalo, uma ferida por

in our memory as an interval, a wound through which trickle just a few

onde escorre um pouco do muito que há de oculto.

drops of the vastness that still remains concealed.


1?u1/!YJo)Y '<:dt;tr'Y\ lJhN'h"(

IT

I I

149


路.

:~

,~

,- "

t 1 ''(;_

.,

150


151


Nelson Lei rner

â&#x20AC;˘ "'-


A Mesa e Meus Pertences Instalação com mesa de acrílico, 3000 bolinhas e 360 raquetes de tên is de mesa 2002

Entra-se pelo canto na sa la hiperbolicamente clara . Em seu centro,

One enters the hyperbolically bright room from a corner. In its

acompanhando seu formato retangular, iluminada difusa e

center, in perfect harmony with its rectangu lar shape, diffusely and

homogeneamente, uma mesa de ping-pong transparente

homogeneously illuminated, stands a tra nsparent ping-pon g tabl e

confeccionada em acrílico. O móvel destaca-se no ambiente pela

made of acrylic. This piece of furniture stands out in the

nitidez de suas arestas, o fio de seus limites verticais e horizontais,

surroundings thanks to the sharpness of its angles, the sharp edge

as linhas exatas que definem o liso tampo horizontal, os planos

of its vertical and horizontal boundaries, the exact lines that delimit

laterais mais espessos e a estrutura dos pés, onde as travas se

the smooth horizontal top, the thicker lateral planes and the

cruzam e se apóiam em intervalos regulares de modo a garantir

structure of the feet, where the fasteners intersect and are held up

sustentação ao conjunto. A mesa brilha como um cristal somente

at regular interva ls, thereby supporting the entire structu re. The

arrepiado pela textura jateada dos sulcos retos que cumprem a

tab le shines like a crysta l, ruffled only by the sandblasted texture of

função de delimitar as bordas e a divisão do campo em dois de

the straight grooves demarcating the edges and dividing the playing

acordo com as regras do jogo. No lugar da tradicional redinha de

field in two parts, according to the rules of the game. In lieu of the

tecido verde emoldurada de branco, sem a suavidade da longa e

traditional little green fabric net with a white frame, and lacking the

suti l curva catenária provocada por seu peso, um plano plástico,

smoothness of the long and subtle catenary curve produced by its

estático. Um índice da paralisia a que tudo ali está condenado.

weight, there is a static plastic plane. It epitomizes the paralysis that hangs as a doom over everything in the room.

O jogo sempre foi matéria de interesse do artista. A começar pelos esportes corriqueiros, com especial destaque ao futebol. Mas

The artist has always taken a keen interest in games. To start with,

Leirner acompanha de tudo - desde que televisionado, é claro - com

the more-run-of-the-mill sports fields, with special emphasis on

igual atenção: dos esportes individuais aos coletivos; dos

soccer. But Leirner fol lows it ali - as long as it is broadcast on TV, of

imprevisíveis aos integralmente calculados. No esporte como na

course - with the same attention: from individual sports to

vida. Afinal, o que são as relações interpessoais, a amizade, o

collective sports, from unpredictable sports to those whose outcome

casamento, o mundo profissional, os laboriosos e lentos processos

is determined by ca lcu lations. Sport takes after life. After ali,

de sedução, o sexo, enfim, tudo aquilo que nos move, senão jogos?

interpersonal relationships, friendship, marriage, the professional

No esporte como na arte. Desde seu início nos anos 60, quando

environment, the industrious and slow processes of seduction, in

encerrou as atividades da galeria Rex oferecendo seus trabalhos

other words, everything that arouses us, are nothing but games. 153


gratuitamente a quem se dispusesse levá-los, ou quando remeteu

Sport takes after art. From the very beginning, in the '60s, when

um porco empalhado ao Salão Nacional de Brasília, Nelson Leirner

he closed down the Rex Gallery - offering his works for free to

encarou a arte como um jogo de regras complexas e mutantes, a

whoever was willing to take them - or when he sent a stuffed pig

exigir do artista, além de uma eventual capacidade muscular,

to the Salão Nacional in Brasilia, Nelson Leirner has looked upon

cálculo, concentração, e um imenso talento para o improviso. Pois

art as a game with complex and changing rules, one which

o que conta no jogo da arte: a obra de arte em si - seu estilo e

requires the artist to demonstrate not only occasional physical

originalidade, os materiais de que é feita -, ou simplesmente a

strength, but also shrewdness, concentration, and a special talent

assinatura que ela traz? Ou, prosseguindo, a palavra avalizadora

to improvise. After ali, what matters in the game of art? Is it the

do crítico, o prestígio do museu que a expõe, a importância da

work per se, its style and originality, the materiais employed, or

revista que a divulga, o destaque que lhe dá o curador, sua

simply the signature it bears? Or, adding to the list is it the rave

presença em uma coleção importante? O que define o valor em

reviews of the critics, the prestige of the museum exhibiting it, the

arte? Trata-se como se vê de uma matriz composta de muitas

standing of the magazine that publicizes it, the emphasis

variáveis. Em 1980, perseguindo uma resposta a esse problema o

accorded to it by the curator, its presence in an important

artista quase realiza na galeria Múltipla, em São Paulo, a

collection 7 What defines value in art? It is, as can be seen, a

exposição "Pague para ver" onde distribui um impresso em que

matrix made up of many variables. In 1980, in his quest for an

alardeia ter finalmente atingido, após 20 anos de tentativa, uma

answer to this problem, the artist almost managed to stage in the

arte comercial pura, de venda garantida, cuja fórmula ele

Múltipla Gallery in São Paulo the exhibit Pague para ver ("Value

desenvolvia a seguir através de 6 ítens: produto, dimensão, tabela

for Money"), where he handed out a leaflet boasting that he had

de materiais, estética (que apesar de secundário, também deve ser

finally accomplished, after 20 years of striving, apure commercial

levado em conta), marchand e crítica e, por último, o artista. A

art guaranteed to sell, whose formula he had developed through

ousadia levou ao cancelamento da mostra e sua confirmação

6 items: product size, list of materiais used, esthetics (which

como maldito.

although less significant must also be taken into account), art dealer, reviews and, last of ali, the artist. His bravado led to the

A compreensão de Leirner sobre o que seja o jogo da arte não se

canceling of the exhibit and confirmed his reputation as an

esgota na identificação da delicada trama que constitui seu

execrated artist.

circuito. Indo de fora para dentro, a obra de arte vale-se dialeticamente da história da arte; afirma-a para em seguida negá-

Leirner's perception of the meaning of the game of art is not

la. Nesse sentido ocupa lugar de destaque a paródica

exhausted with the identification of the fragile network making

11

Homenagem a Fontana li, de 1967, onde um zíper substitui o

up the art circuit. From its façade to its core, the work of art

corte consagrado pela história da arte. Ali a apropriação revela-se

resorts dialectically to the history of art, initially asserting it and

como jogo subversivo e erótico, animado pelo desejo de apontar

thereafter denying it. In this context the parody Tribute to

o caráter flutuante das coisas, a possibilidade latente de variação

Fontana of 1967 deserves special attention: here a zipper takes

dos sentidos.

the place of the slit consecrated by the history of art. In th is case, the misappropriation comes forth as a subversive and erotic game, driven by the desire to highlight the fleeting nature of things, the underlying possibility of transformation of the senses.

154


-.


Não há movimento no jogo apresentado nesta Bienal. Bolas e

156

There is no motion in the game featured at this Bienal. Balls and

raquetes mantêm-se aprisionados em vitrines. De um lado 2400

paddles are kept incarcerated in glass-case displays. On one side,

bolinhas brancas aguardam enfileiradas. De outro, 250 raquetes

2,400 small white balls are lined up. On the other, 250 paddles

perfilam-se em riste. Suspenso no alto, exatamente sobre o centro

stand in line ready for action. A black plaque, also made of acryl ic,

da mesa, uma placa negra também de acrílico com três quadrados

with three cut-out squares, hangs suspended exactly over the

vazados. Um placar que também é uma alusão à nuvem - a Via

center of the table. The scoreboard is also an allusion to the cloud

Láctea - que paira acima da Noiva do "Grande Vidro", de Marcel

- the Milky Way - hovering over the bride in Marcel Duchamp's

Duchamp. Seriam os três quadrados os portadores das regras do

The Large Glass. Are the three squares the bearers of the rules of

jogo? A ordem mental que deflagrará todos os movimentos

the game! The mental command that will trigger ali the

contidos nas milhares de bolinhas e centenas de raquetes! Eque

movements contained in the thousands of balls and hundreds of

se faz anunciar pelo som que chega aos ouvidos do visitante, sons

paddles? The same is announced by the sound that reaches the

secos de bolinha contra a mesa, abafados de bolinha contra a

ears of the visitors, dull sounds of the little ball hitting the table,

face emborrachada da raquete; de pancadas ríspidas, cortantes,

muffled sounds of the little ball hitting the rubber-covered si de of

estampidos sucessivos entremeados de variações rítmicas e de

the bat, harsh, sharp whacks, successive cracks interspersed with


altura, posto que o que está em jogo é o improviso do jogador

variations in rhythm and volume, beca use what is at stake is the

em aliança com sua disposição física e sua velocidade, que o faz,

improvisation of the player along with his physical fitness and

inclinar-se, curvar-se, espichar-se, recuar, projetar-se para a frente,

speed, which makes him tilt, bend over, stretch, reverse, prop

deslocar-se abruptamente para o lado, sempre retomando a

himself forward, move abruptly to the si de, always resuming the

vertical idade, essencialmente retrátil, por saber que é iminente o

upright position, essentially retractile, as he knows that at the next

momento em que ele terá que se arremessar junto a um lugar em

moment he will have to throw himself around the table to a place

volta da mesa que ele ainda não sabe qual será, e que quando lá

somewhere he cannot yet envision, and that when he gets there

chegar deverá brandir sua raquete com veemência, com força ou

he is to use his bat with vehemence, with more or less vigor,

não, apenas variando com ardilosidade, audácia, astúcia e malícia,

varying only his cunningness, boldness, savvy and wiliness, artfully

matreiramente, fabricando o efeito, lapidando celeremente a

spinning the ball, swiftly honing the drop ball, always with

1/

deixadinha

1/,

sempre com precisão e olhos fixos no outro,

accuracy, with his eyes set on the other player, anticipating his

pressentindo o outro, prevendo-o, alheio a tudo mais, suando por

moves, forecasting them, oblivious to everything else around him,

todos os poros, como se disso dependesse sua própria vida .

sweating through every pore, as his own life depended on it.

157


I


GISELLE BEIGUELMAN São Paulo, Brasil, 1962 Vive e trabalha em São Paulo Exposições Selecionadas 2002. Brazilian Visual Poetry. Mexican Art Museum, Austin, Texas, EUA. 2001. EI Final deI Eclipse (EI arte de América Latina en la Transición aI Siglo XXI) . Fundación Telefónica, Madrid, Espanha · (re)distributions (PDA, Information Apliance and Nomadic Art as Cultural In terven tion). voyd.com/ia, produzida em Los Angeles, EUA. · Netáforas v.3. MECAD, Barcelona, Espanha · Desk Topping - Computer Disasters. Smart Project Space, Amsterdã, Holanda · Shopping Windows (net-art after e-commerce). Telepolis/ Net Art Space, heise.de/tp, Produzida em Londres. Inglaterra/Munique, Alemanha. 2000. Bookmark. ISEA 2000, Forum d'lmages, Paris, França. · pOes1s.Gasteig München, 26 Maio - 16 Jul.; Kunsttempel Kassel, 6 Out. - 12 Nov.; Stadtbücherei Leipzig, 23 - 28 Nov, Alemanha 1999. NET-CONDITION. ZKM (Karlsruhe, Alemanha), AVL (Graz, Áustria), ICC (Tóquio, Japão) MECAD (Barcelona, Espanha) Bibliografia Selecionada ANKERSON, Ingrid. "Art While Doing Other Things" . IN: The lowa Rewiew, University of lowa, English Department, fev. 2002. BOISVERT, Anne -Marie "Das Buch nach dem Buch". IN: WEIBEL, Peter (org .) Im Buchstabenfeld - Entwurf zur Zukunft der Literatur. Graz, Neue Galerie, Droschl Verlag/ Karlsruhe, ZKM, 2001, pp. 67 - 76. Fitzpatrick, Michael. "Drawn to Wap promise" . The Guardian, Londres, 14 de junho de 2001. WILSON, Stephen. Information Arts (intersections of art, science and technology). Cambridge, Mass., MIT Press, 2002, p. 689.

ENRICA BERNARDELLI Brescia-Itália, 1959 Vive e trabalha no Rio de Janeiro Exposições Individuais 2002. Tempo sem Arte, Galeria Laura Marciaj, Rio de Janeiro, Brasil 2001. No Avesso da Serpentina, MAM, Rio de Janeiro, Brasil . 1995. Recipientes, Centro de Artes Caluste Gulbenkian, Rio . de Janeiro, Brasil 1993. Lacrado, Galeria Sergio Porto, Rio de Janeiro, Brasil 1991. Série Matrizes, Galeria Sergio Porto, Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 2001. Imagem em Jogo, Espaço Cultural Contemporaneo Venâncio ECCO - Brasília, Brasil 1998. Der Brasilianische Blick, Haus der Kulturen der Berlin / Ludwig forum fur Internationale Kunst,Aachen / Kunstmuseum Heidenheim, Alemanha 1997. Suspended Instants, Sculpture Center New York City, EUA 1995. Situações Transitivas, Galeria Joel Eldeistein, Rio de Janeiro, Brasil 1993. Um Olhar Sobre Joseph Beuys, MAB, Brasília, Brasil Bibliografia Selecionada Glauber Rocha, Revolução do Cinema Novo. Rio, Alhambra/Embrafilme, 1981. Graciella Iturbide, Sienos de Papel. México, Fondo de Cultura Econômica, 1985. O registro e ficha técnica dos filmes mencionados acima se encontram nas publicações: Filmoteca, Catálogo, Rio de Janeiro, Embrafilme, s.d. Quase Catálogo 1; realizadoras de cinema do Brasil (1930 1988), Rio de Janeiro, CIEC, 1989. Revista Item-4. Revista Item-5. Revista O Carioca 4.

FÁBIO CARDOSO São Paulo, 1958 Vive e trabalha em São Paulo Exposições Individuais 2001. Museu de Arte Moderna, Rio de Janeiro, Brasil 1999. Palazzo Pretorio, Veneza, Itália 1998. Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil 1997. Galeria Millan, São Paulo, Brasil 1989. Projeto macunaíma, Galeria Sérgio Milliet, FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 1999. Projeto caminho do Mar, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil 1992. Casa das Rosas, São Paulo, Brasil 1991. BR-80, Instituto Culturalltaú, São Paulo, Brasil 1990. 4 Artistas, Museu de Arte de São Paulo, São Paulo, Brasil 1989. São Paulo Arte Contemporânea: perspectivas recentes, Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil MARCOS CHAVES Exposições Indviduais 2001. Galeria Laura Marsiaj, Rio de Janeiro, Brasil 2001. Paço das Artes, São Paulo, Brasil Exposições Coletivas 2001. Panorama da Arte Brasileira Contemporânea 2001, MAM, São Paulo, Brasil · A Imagem do Som de Antônio Carlos Jobim, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil · Coleções I e /I, Galeria LCG, Rio de Janeiro; Galeria Luisa Strina, São Paulo, Brasil · Mistura + Confronto, Central Elétrica do Freixo, Porto, Portugal · Cyfuniad 2001, Trangle Arts, Liverpool, Grã-Bretanha JOSÉ DAMASCENO Rio de Janeiro, 1968 Vive e trabalha no Rio de Janeiro Exposições Individuais 2001. Cinemagma, exposição itinerante: Museu Ferroviário do Espírito Santo, MAM Rio de Janeiro, MAM Bahia, MAM Recife, Espaço Cultural Contemporâneo Venâncio, Brasília 2000. Utopia Presente, Galeria presença, Porto, Portugal 1998. Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil 1995. Octopus, Galeria Camargo Vi laça, São Paulo, Brasil 1994. Reunião Imprevista, Centro de Artes Calouste Gulbenkian, Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 2001. /lI Mostra do Programa de Exposições, centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil · Experiment - Art in brazi11958-2000, Museum of Modern Art, Oxford, Grã-Bretanha 2000. Politicas de la Diferencia. Arte Iberoamericano fin de siglo, exposição itinerante: Pinacoteca do Estado, São Paulo; Museo Nacional de Bellas Artes, Buenos Aires; Museo Sofia Imber, Caracas; Museo de Arte Contemporáneo de México, Cidade do México · Mostra do Redescobrimento: Brasil +500, Associação Brasil 500 Anos, São Paulo, Brasil 1997. Brasil: Novas Propostas, galeria Ruth Benzacar, Buenos Aires; Art in General, Nova Iorque Bibliografia Selecionada Fernando Cocchiarale, cat. exp. Mensa/Mensae, Ministério da Cultura / Funarte, Rio de janeiro, 1996. cat. exp. I Bienal de Artes do Mercosul, Porto Alegre, 1997. Holly Block, C. Calirman, Fernando Cocchiarale & N. Princethal, cat. exp. Suspended Instants, Art in General, New York, 1997. Nelson Aguilar (org.), cat. exp. Mostra do Redescobrimento: Arte Contemporânea, Fundação Bienal de São Paulo, 2000. Lauro Cavalcanti, A. Niemeyer, C. Saldanha, Luiz Camillo et alli, Os 90, Rio de Janeiro, 2000.

DIANA DOMINGUES Paim Filho, 1947 Vive e trabalha em Caxias do Sul, RS Exposições Individuais 2001. INSN(H)AK(R)ES - Ciberinstalação e Evento Robótico Interativo, Galeria Municipal de Arte, Casa da Cultura Percy Vargas de Abreu Lima, Caxias do Sul, Brasil 2000. TRANS-E, My Body, my Blood, 7a• Bienal de Havana, Centro Wifredo Lam , Havana Vieja, Cuba 1996/4. TRANS-E - O Corpo e as Tecnologias, Galeria do Séc. XXI, Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, Brasil. 1990. CONNEXIO (videoinstalação), Museu de Arte Contemporânea, São Paulo, Brasil. 1989. MIGRAÇÕES, Centro Cultural Cândido Mendes, Rio de Janeiro, - Galeria Municipal de Arte - Casa da Cultura Percy Vargas de Abreu Lima - Caxias do Sul, Brasil 1982. ELETROURBS, ELETROGRAVURAS, Galeria Sérgio Milliet, FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 2000. MEDI@TERRA 2000 -International Exhibition INSN(H)AK(R)ES, instalação e evento robótico. Fournos, te nas, Grécia 2000. TRANS-E, My Body, my Blood, Exposição: Brasil. Plural y Singular, Museu de Arte Moderno de Buenos Aires, Argentina 1999/2000. Mostra: Ciberarte: Zonas de Interação, /I Bienal do Mercosul, Usina do Gasômetro, Porto Alegre, Brasil 1997. TRANS-E, My Body, My Blood -Instalação InterativaISEA 1997 - Oitavo Simpósio da International Society for The Electronic Arts, Galeria G2, Art Institute, Chicago, EUA 1991. Paragens, Instalação multimídia, 21 a• Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo, Brasil 1990. Copy Art e Fottografia in Elettronica - Galleria Fovea e Artmedia IV - Salerno, Itália Bibliografia Selecionada Ascott, Roy. Instrumental poetics: the interactive art of Diana Domingues, catálogo INS(H)AK(R)ES, Lorigraph, Caxias do Sul. Bureaud, Annick. In: ISEA Chicago. ART PRESS 230, December 1997. p.66, Paris. Couchot, Edmond. "La Technologie Dans l'Art". De la photographie à la réalité virtuelle. Editions Jacqueline Chambon, Nimes, 1998, Págs. 220-221, Paris. Herkenhoff, Paulo Estellita. "Paragens". Texto de apresentação do catálogo da videoinstalação de mesmo nome. 21 a Bienal Internacional de São Paulo, 1991, São Paulo. Machado, Arlindo. "As Formas Migrantes de Diana Domingues" . IN: cat.exp.Migrações. Centro Cultural Cândido Mendes, 1989, Rio de Janeiro.

181


CARLOS FAJARDO São Paulo, 1941 Vive e trabalha em São Paulo Exposições Individuais 2000. Escultura, Galeria de Arte André Millan, São Paulo, Brasil 1999. Instalação, Galeria de Arte e Pesquisa - Centro de Artes - UFES, Vitória, Brasil 1998. Pintura e Escultura : A Profundidade e a Superfície (defesa de Tese de Doutorado - depto. de Artes Plásticas), ECA-USp, São Paulo, Brasil 1997. Escultura, Desenhos, A.S . Sutdio, São Paulo, Brasil 1992. Galeria de Arte André Millan, São Paulo, Brasil Exposições Coletivas 2001. Trajetória da Luz na Arte Brasileira, Itaú Cultural, São Paulo, Brasil · Jardim das Esculturas, MAM, São Paulo, Brasil 2000. Mostra do Redescobrimento, Fundação Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil 1999. heranças Contemporâneas 111, MAC -USP Ibirapuera, São Paulo, Brasil 1998. 24a• Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo, Brasil Bibliografia Selecionada Ricardo Ribemboim (ed.), cat. exp. Tridimensionalidade, São Paulo, Instituto Culturalltaú, 1997. Sônia Salztein, "Carlos Fajardo: um coeficiente mínimo de estilo" IN: cat. exp. A.S. Studio, São Paulo, 1997. Agnaldo Farias, "Carlos Fajardo" IN : cat. exp. 45th. Biennale Internazionale di Venezia, Veneza, 1993. Gerardo Mosquera, "Cambiar para que todo siga igual", Lapiz Magazine, Madrid, Abril 1995. Walter Zanini (org.), História Geral da Arte no Brasil, São Paulo, Instituto Moreira Salles, 1983. CHELPA FERRO O Chelpa Ferro é um grupo multimídia fundado em 1995 pelos artistas plásticos Luiz Zerbini, Barrão, o editor de cinema e televisão Sérgio Mekler e o produtor musical Chico Neves.

Exposições Individuais 2001. Galeria Fortes Vilaça, São Paulo, Brasil 2000. Na Garagem do Gabinete de Chico (performance), Espaço AGORA/CAPACETE, Rio de Janeiro, Brasil 1998. Performance no evento Quinta dos'lnfernos, Rio de Janeiro, Brasil 1997. Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil · Alerta Cabra da Peste (vídeoclipe), dirigido por Andrucha Waddington, produzido pela Conspiração

Exposições Coletivas 2001. Panorama da Arte Brasileira, MAM, São Paulo, Brasil · O Galerista como Curador, Casa das Rosas, São Paulo, Brasil 1998. 11 Vídeo Brasil, Rio de Janeiro, Brasil

182

EDUARDO FROTA Fortaleza, 1959 Vive e trabalha em Fortaleza Exposições Individuais 2001. MAUC, Museu de Arte da Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, Brasil 2000. Torreão, Porto Alegre, Brasil 1998. Artista Convidado, Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil 1993. Galeria Cândido Mendes, Rio de Janeiro, Brasil 1988. Galeria Macunaíma, FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 2001.111 Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil 2000. Deslocamentos do Feminino, CEF, Rio de Janeiro, Brasil 1999. Nordestes, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil 1989. XI Salão Nacional de Artes Plásticas, FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil 1989. Rio Hoje, MAM, Rio de Janeiro, Brasil Bibliografia Selecionada Manoel Ricardo de Lima, "Empenho e Outros Sentidos", Revista Sibila, pp . 74-77 . Leonor Amarante, "Torreão: Espaço para Ousadia ", Juliana Monachesi, "Ações Coletivas", Carta Capital, 28/11/2001, pp. 64-66

CARMELA GROSS São Paulo, 1946 Vive e trabalha em São Paulo Exposições Individuais 2001. Alagados e Monumentos, Galeria Selma Albuquerque, Belo Horizonte, MG 2000. Alagados, Centro Universitário Maria Antonia, São Paulo, SP 1999. Comedor de Luz, Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo, SP 1998. 300 Desenhos, Instituto de Artes da UFRS, Porto Aleg.re, RS 1997. Feche a Porta e Projeto para a Construção de um Céu, Centro Cultural São Paulo,SP Exposições Coletivas 2001. Trajetória da Luz na Arte Brasileira, Itaú Cultural, São Paulo, SP · Tangências, Gabinete de Arte Raquel Arnaud, São Paulo, SP · Experiment Experiência/Art in Brazil 1958-2000, Museum of Modern Art Oxford,UK · Politicas de la Diferencia-Arte Iberoamericano fin de siglo, Centro de Convenções, Recife,PE · Caminhos da Forma - Tridimensionais da Coleção MACUSP, Galeria de Arte do SESI, SP Bibliografia Selecionada AMARAL, Aracy. Carmela Gross 1993:um olhar em perspectiva. In: GROSS, Carmela . Hélices. Rio de Janeiro, Museu de Arte Moderna, 1993. SALZSTEIN, Sônia. Desgaste, historicidade e mudança. In: Facas. Rio de Janeiro, Centro Cultural Banco do Brasil, 1994. MILLlET, Maria Alice. O que resta da noiva? In: Por que Duchamp? Leituras duchampianas por artistas e críticos brasileiros. São Paulo, Itaú Cultural/Paço das Artes, 1999. p. 32-40. BELLUZZO, Ana Maria. Carmela Gross. São Paulo, Cosac & Naify, 2000. MAMMI, Lorenzo. Carmela Gross e lole de Freitas. In : O trabalho do artista. São Paulo, Itaú Cultural, 2000. (Em preparação.)

CAO GUIMARÃES Belo Horizonte, 1965 Exposições Individuais 2002. Galeria Selma Albuquerque, Belo Horizonte, Brasil 1995. FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil · Fotografia, Universidade Federal Fluminense, Niterói, Brasil 1992. Depois do Dilúvio, Itaú Galeria, Belo Horizonte, Brasil Exposições Coletivas 2001. Panorama da Arte Brasileira 2001, MAM, São Paulo, Brasil 2001. Trienal de Arte de Barcelona, Barcelona, Espanha 1999. Objeto Anos 90: Cotidiano/Arte, Itáu Cultural, São Paulo, Brasil 1997. Projeto Arte Cidade 111- A Cidade e suas Histórias, São Paulo, Brasil 1996. Contemporary Brazilian Photography, The Photographer's Gallery, Londres, Grã-Bretanha Bibliografia Selecionada Cao Guimarães, Histórias do Não Ver, publicação independente, 2001. Marcelo Coelho, "As Imagens que não conseguimos ver", Folha de São Paulo, Caderno Ilustrada, 21/11/2001 . Kátia Canton, cat. exp. A Forma e os Sentidos, Museu ferroviário Vale do Rio Doce, 2000. Lisette Lagnado, cat. exp. O Cotidiano e a Arte: o Objeto, Instituto Culturalltaú, 1999. Nelson Brissac, "Retrato de uma Canção " IN: cat. exp. Antártica Artes com a Folha, São Paulo, Cosac & Naif, 1998. KARIN LAMBRECHT Porto Alegre, 1957 Vive e trabalha em Porto Alegre Exposições Individuais 1997. Terra, Instituto Goethe, São Pau lo, Brasil · Modernidade - la. Bienal do Mercosul, Novo Hamburgo, Brasil 1996. Projetos Eventos Especiais, Galerias Sérgio Milliet e Lygia Clark, FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil 1994. Galeria Camargo Vilaça, São Paulo, Brasil · A Cruz e a Torre, Torreão, Porto Alegre, Brasil Exposições Coletivas 2001.111 Bienal de Artes Visuais do Mercosul, Porto Alegre, Brasil · Messagers de la Terre, Galerie Ephémere, Montigni-IeTilleul, Bélgica · O Espírito de Nossa Época - coleção Dulce e João Carlos de Figueiredo Ferraz, MAM, São Paulo, Brasil 2000. A Leitura Contemporânea da Carta de Pero Vaz Caminha - Mostra do Redescobrimento, São Paulo, Brasil 1998. QUASE NADA, Nassau ischer Kunstverein Wiesbaden, Alemanha Bibliografia Selecionada Nelson Aguilar (org .), "Carta Pero Vaz de Caminha " IN; cat. exp . Mostra do Redescobrimento, Fundação Bienal de São Paulo, 2000, p. 208. Nelson Aguilar (org .), cat. exp. Bienal Brasil Século XX, São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo, 1994, p.516 . Aracy Amaral, cat. exp. Brasil: Una Nueva Generación, caracas, Fundación Museo de Bellas Artes, 1991, p.16. Icléia Borsa Cattani, La Main en Procés dans les Arts Platiques - "Le Corps, La Main, La Trace, Paris, Direction de Recherche Éliane Chiron, Publications de la Sorbonne, 200, p.312. Karin Stempel, cat. exp. QUASE NADA, Wiesbaden, Nassauischer Kunstverein, 1998, p.32.


LÚCIA LEÃO São Paulo, Brasil, 1963. Vive e trabalha em São Paulo Exposições Individuais 2001. Labirinto, Centro de Comunicação e Artes do SENAC, São Paulo, Brasil. 1990. Itaugaleria de Arte, Penápolis, Sp, Brasil. 1987. Chroma Galeria de Arte, São Paulo, Brasil. 1986. Galeria de Arte do SESI, São Paulo, Brasil. 1985. Museu de Arte Contemporânea de Campinas, São Paulo, Brasil. Exposições Coletivas 2002. Rhizome Art Database (http://rh izome. org/object -report. rhiz? userjd=1004986) 2001. /I Mostra Interpoesia: a poética das Hipermídias, Universidade Mackenzie, São Paulo, Brasil. 2000. ISEA2000 - 10e Symposium International des Arts Electroniques, Forum des Images, Paris, França. 1999. 31 a. Anual de Arte da FAAP - Fundação Armando Álvares Penteado, 1999. Seção: Artistas convidados, Categoria Web arte, São Paulo, Brasil. 1998. Mostra de Arte e Mídia, Centro Cultural Maria Antonia, São Paulo, Brasil. Bibliografia Selecionada Arlindo Machado, "A respeito de O labirinto da hipermídia." Iluminuras, 1999, São Paulo,Brasil. Christine Mell ,Extremidades: vídeo no Brasil. Projeto de Doutorado em Comunicação e Semiótica, PUC-Sp, 2000, São Paulo, Apoio CAPES. Gilbertto Prado, "Permeios e percursos de Lucia Leão". Catálogo da exposição Labirinto, Centro de Comunicação e Artes do S AC, 2001, São Paulo, Brasil. João Rossi, "O ser e o espaço: pinturas e esculturas". Catálogo da exposição no MACC - Museu de Arte Contemporânea de Campinas, 1985, São Paulo, Brasil. Enock Sacramento, "Sonâncias: as metamorfoses gráficas de Tilu". Catálogo da exposição na Chroma Galeria de Arte, 1997, São Paulo, Brasil. NELSON LEIRNER São Paulo, 1923 Vive e trabalha no Rio de Janeiro Exposições Individuais 2002. Galeria Canvas, Porto, Portugal 2002. Nelson Leirner: arte e não arte, Galeria Brito Cimino, São Paulo, Brasil 2000. Fase Rio de Janeiro, Galeria Paulo Darzé, Salvador, Brasil 1999. Clonagem, Galeria Ana maria Niemeyer, Rio de Janeiro, Brasil 1994. Retrospectiva, Paço das Artes, São Paulo, Brasil Exposições Coletivas 2002. The Overexcited Body: Sport and Art in Contemporary Society, Queens Museum, Nova Iorque, EUA 2001. The Overexcited Body: Sport and Art in Contemporary Society, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil . Projeto Parede, MAM, São Paulo, Brasil 2000. The Fifth Element, Money and Art, Kunsthalle Düsseldorf, Alemanha 1999. 48th Biennale Internazionale di Venezia, Veneza, Itália

MAREPE Santo Antônio de Jesus, 1970 Exposições Individuais 1995. Casco de Cavalo, Galeria ACBEU, Salvador, Brasil 1994. Tem Pastas, seu Costa? Não nega besta, tem bosta! Você gosta? Mas que resposta, seu Costa, Restaurante Cia. das índias, Salvador, Brasil 1992. Latein-Amerika-Woche, Badberlebuc, Alemanha 1990. Espelho no Escuro, Centro Cultural Cruz das Almas, Cruz das Almas, Brasil Exposições Coletivas 2001. O Fio da Trama, EI Museo dei Barrio, Nova Iorque, EUA 2000. Mostra do Redescobrimento, São Paulo, Brasil . Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil 1999. /I Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil . Nordestes, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil Bibliografia Selecionada Jens Hoffmann, "Marepe", Flash Art, May/June, 2000, p. 105.

ANA MIGUEL Rio de Janeiro, 1962 Vive e trabalha em Bruxelas, Bélgica Exposições Individuais 2001. As Flores também ficam Instáveis e podem Ferir, Galeria ECCO, Brasília, Brasil 2000. Florezinhas, Galeria São Paulo, São Paulo, Brasil 1999. Trazia as mãos frias, Galeria de Bolso da Casa da América Latina, UnB, Brasília, Brasil 1998. Ostras, Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil · A Posteriori, Galeria Athos Bulcão, Brasília, Brasil Exposições Coletivas 2001. Terrotório Expandido, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil · Tell me no lies, Museu da República, Rio de Janeiro, Brasil 2000. Brasil. Plural y Singular, MAM Buenos Aires, Argentina 1999. O Objeto 1Anos 60-90, MAM, Rio de Janeiro, Brasil • /I Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil

ARTHUR MATUCK São Paulo, Brasil, 1949 Vive e trabalha em São Paulo, Sp, Brasil Exposições Individuais 1993. Arte Visionária: Sonorigrafias e Gravuras Eletrônicas, Espaço Waldemar Cordeiro, Palácio Campos Eliseos, São Paulo, Brasil 1990. Alproksimigo: Fotografias Digitais, Galeria Itaú, São Paulo, Brasil 1983. Arte? Faça Você Mesmo!, Galeria SESC Paulista, São Paulo, Brasil 1981. Processes of Dialectical Regeneration, Universidade da Califórnia, San Diego, EUA Exposições Individuais 1994. Arte Cidade /1- a cidade e seus fluxos, São Paulo, Brasil 1991. 21 a Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo, Brasil 1983. 17a Bienal Internacional de São Paulo, São Paulo, Brasil 1981. Video From Latin America, Museum of Modern Art, New York, EUA 1977. Décima Bienal Internacional de Jovens Artistas, Paris, França Bibliografia Selecionada M. Vanessa Cavalcanti, Linguagens Experimentais em São Paulo11976, Centro de Pesquisa em Arte Brasileira, Secretaria Municipal de Cultura, 1976, pp. 45-54, São Paulo. Walter Zanini (ed.), História Geral da Arte no Brasil, Instituto Walther Moreira Salles, 1983, São Paulo. Wayne Draznin, "Some Notes on the Reflux Project", Interface, 1991, Columbus, Ohio. Ana Maria Ciccacio, "Na Bienal, um embrião do estudio de quarta dimensão", Jornal da Tarde, 4 de Outubro de 1991, São Paulo. Frank Popper, L'Art a /'age électronique 1Art at the Electronic Age, Editions Hazan, 1993, Paris.

JURANDIR MULLER & São Paulo, 1960 KIKO GOIFMAN Belo Horizonte, 1968 Exposições Individuais 2001. Morte Densa, Palácio das Artes, Belo Horizonte, Brasil Exposições Coletivas 2001. Aurora - Rede de Tensão, Paço das Artes, São Paulo, Brasil · Morte Densa- Território Expandido 3, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil 2000. Valetes em slow motion, Bienal de Lima, Peru 1998. Jacks in slow motion: experience 02 - 24a Bienal de São Paulo, São Paulo, Brasil 1998/1999. Jacks 02 - Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil Bibliografia Selecionada Silvana Arantes, Cineastas abordam a morte e as razões dos assassinos. São Paulo, Folha de São Paulo, cad. /lustrada, 14 mai. 2001. REDE DE TENSÃO. Publicação Oficial. Paço das Artes, São Paulo: 2001. Angélica de Moraes, IN Território Expandido 3. SESC São Paulo, São Paulo: 2001. FUNDAÇÃO BIENAL D ARTES VISUAIS DO MERCOSUL. Segunda Bienal de Artes Visuais do Mercosul: catálogo geral Fundação Bienal de Artes Visuais. Porto Alegre: FBAVM, 1999. Patrícia Decia, Valetes detecta lentidão e morte do tempo na cadeia. São Paulo, Folha de São Paulo, cad. /lustrada, 26 de maio de1998.

183


ALEXANDER PILlS Rio de Janeiro Vive e trabalha em Barcelona, Espanha Exposições Individuais 2001. YYZ Gallery, Toronto, Canadá 1999. Box 23, Barcelona, Espanha 1998. Institut für Auslandsbeziehungen (IFA), Stuttgart, Alefianha 1996. Akademie Schloss Solitude, Schloss Halle, Stuttgart, Alemanha 1993. Museu de Arte Contemporânea, USp, São Paulo, Brasil Exposições Coletivas 2001. SESC Pompéia, São Paulo, Brasil 2000. Museu de Arte Contemporânea, USp, São Paulo, Brasil . Videoscopia, Web, Espanha . Archive Art Gallery, Toronto, Canadá 1999. C3 e Budapest Contemporary Museum, Budapeste, Hungria Bibliografia Selecionada "Architecture parallax: Blind Spot - Virtual Section" IN: cat. exp. Território Expandido 111, SESC Pompéia, São Paulo, 2001. "The Legacy of the Future is the Burden of the Present", Border Crossings, Winter Issue, Winnipeg, 1995. "MatrixModa", Public 9, Winter Issue, Toronto, 1994. Kathryne Walter, "Points of Interest, Points of View", The Banff Center for the Arts, 1994. "Architecture Body parallax", AlphabetCity, Falllssue, Toronto, 1993. GILBERTTO PRADO Santos, Brasil, 1954 Vive e trabalha em São Paulo Exposições Individuais 1989. Doppo II Turismo Viene II Colonialismo, Centro Lavoro Arte. Milano, Itália 1987. Par e Impar, Centro Cultural São Paulo, Brasil Exposições Coletivas 2001. Link_Age - Muestra internacional de arte participativo, Gijon, / MECAD, Barcelona, Espanha 2000. AAA: Archiving as Art, Centre Saint Charles, Univ.Paris 1/ISEA -International Symposium on Electronic Art, Paris, França. 1999. /I Bienal fio Mercosul, Porto Alegre, Brasil 1998. City Canibal, Paço das Artes, São Paulo, Brasil 1997. Mediações - Arte e Tecnologia, Instituto Cultural ltaú, São Paulo, Brasil Bibliografia Selecionada Edmond Couchot, La technologie dans /'Art: de la photographie à la réalite virtuelle, Ed. Jacqueline Chambon, 1998, p. 205, Paris. Fred Forest, Pour un art actuel: I'art à /'heure d'lnternet, L'Harmattan, 1998, pp. 105, 150, 151, 181. Paris. Gilberto Prado, "Desertesejo: um projeto artístico de ambiente virtual multiusuário na Internet", Cadernos da Pós-Graduação, Instituto de Artes, Unicamp, Vol 4, n° 1, 2000, pp. 40-53. Julio Plaza e Monica Tavares, Processos Criativos com Meios Eletrônicos: Poéticas Digitais, Editora Hucitec, 1998, p.229-230, São Paulo.

184

ELIANE PRÔLlK Curitiba, 1960 Exposições Individuais 1999. Tuiuiú, Espaço Cultural Sérgio Porto, Rio de Janeiro, Brasil 1998. Esculturas, Museu de Arte Contemporânea do Paraná, Curitiba, Brasil 1997. Ruminantes, Museu Alfredo Andersen, Curitiba, Brasil 1996. Apesos, Galeria Valu Oria, São Paulo, Brasil 1995. Galeria Joel Edelstein, Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 1999. Objeto Anos 90, Instituto Itaú Cultural, São Paulo, Brasil 1998. Salão Nacional de Artes Pláticas, FUNARTE, Rio de Janeiro, Brasil 1997. Arte Cidade, São Paulo, Brasil . I Bienal de Artes Visuais do Mercosul, Porto Alegre, Brasil 1995. Panorama da Arte Brasileira, MAM, São Paulo, Brasil Bibliografia Selecionada Tadeu Chiarelli, "The Object in Emerging Brazilian Art", Latin American Literature and Arts, n. 44, America Society, New York, 1991. Tadeu Chiarelli, "O Tridimensional na Arte Brasileira dos Anos 80 e 90: genealogias, Superações" IN: cat. exp. Tridimensionalidade na Arte Brasileira do Século XX, Instituto Itaú Cultural, São Pau lo, 1997. Agnaldo Farias, "Eliana Prolik na Casa da Imagem", Revista Guia das Artes, 33, São Paulo, 1993. Paulo Herkenhoff, cat. exp. Prolik, Ar e Lapso, Galeria casa da Imagem, 1992. Ivo Mesquita, cat. exp. Esculturas, Centro Cultural São Paulo, 1989. JOSÉ RUFINO João Pessoa, 1965 Vive e trabalha em João Pessoa Exposições Individuais 2001. Murmuratio, Museu Ferroviário, Vila Velha, Brasil 1999. Cartas de Areia, Museu do Brejo Paraibano, Areia, Brasil 1998. Galeria Ruben Valentin, Espaço Cultural 508 Sul, Brasília, Brasil 1997. Galeria Vicente do Rego Monteiro, Recife, Brasil 1996. La cryma tio, Espaço Cultural Sérgio Porto, Rio de Janeiro, Brasil Exposições Coletivas 2001. Autoretrato - Espelho do Artista, Centro Cultural FIESp, São Paulo, Brasil 2000. O Particular, Centro Cultural Cândido Mendes, Rio de Janeiro, Brasil 1999. /I Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil . Nordestes, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil 1998. Instituto Cultural Brasileiro, Berlim, Alemanha Bibliografia Selecionada Kátia Canton, Novíssima Arte Brasileira, um guia de tendências, São Paulo, Iluminuras, 2000. Agnaldo Farias, O Livro de Areia de José Rufino, Adriana Penteado Arte Contemporânea, São Paulo, 2000. Kátia Canton, "Antenas da Nova Sensibilidade", Bravo, Janeiro 1997. Kátia Canton, "José Rufino", Artforum, New York, December 1998. Moacir dos Anjos, "Quinze Notas sobre Identidade Cultural no Nordeste do Brasil Globalizado", Cadernos de Estudos Sociais, vol. 14, n.1, pp. 5-16, recife, Janeiro/Junho 1998.

SÉRGIO SISTER São Paulo, 1948 Exposições Individuais 2000. Galeria São Paulo, São Paulo, Brasil 2000. Paço Imperial, Rio de Janeiro, Brasil · Museu de Arte de Ribeirão Preto, Ribeirão Preto, Brasil 1996. Marilia Razuk Galeria de Arte, São Paulo, Brasil · Galeria Casa da Imagem, Curitiba, Brasil Exposições Coletivas 2000. Ao Redor do Desenho, Centro Cultural Maria Antônia USP, São Paulo, Brasil 2000. Desenho Contemporâneo, Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil 1999. Panorama da arte Brasileira 99, MAM, São Paulo, Brasil 1998. Programa de Exposições do Centro Cultural São Paulo, Artista Convidado, Centro Cultural São Paulo, São Paulo, Brasil 1997. ARCO (Stand Galeria Casa Triângulo), Madri, Espanha GIL VICENTE Recife, 1958 Vive e trabalha em Recife Exposições Individuais 2000. Desenhos, Museu de Arte do Rio de Grande do Sul, Porto Alegre, Brasil 1999. Desenhos, Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil 1998. Sessenta Cabeças e Outros Desenhos, Museu de Arte Moderna da Bahia, Salvador, Brasil 1997. Pinturas com Modelo, Paulo Darzé galeria de Arte, Salvador, Brasil · Sessenta Cabeças, Galeria Nara Roesler, São Paulo, Brasil Exposições Coletivas 2001.111 Bienal do Mercosul, Porto Alegre, Brasil 2000. Ateliê Pernambuco, Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, Recife, Brasil 1999. Nordestes, SESC Pompéia, São Paulo, Brasil 1998. Art International New York, Neuhoff Gallery, Nova Iorque, EUA · Contrapartida /I, workshop Brasil/Alemanha, Hdk, Berlim, Alemanha Bibliografia Selecionada Moacir dos Anjos, "Outros desenhos" IN: cat. exp. Gil Vicente - Desenhos, Drawings, Rio de Janeiro, Museu de Arte Moderna; Recife, Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, 2000. Agnaldo Farias, cat. exp. Gil Vicente - Desenhos, Drawings, Rio de Janeiro, Museu de Arte Moderna; Recife, Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães, 2000. Frederico Morais, "Ofício e Silêncio" IN: cat. exp. Gil VicenteFiguras, Recife, Galeria Futuro 25, 1996. Beatriz Viégas-Faria, Pampa Pernambucano, Porto Alegre, Uniprom, 2000. Maria do carmo Nino, "Gil Vicente, o anti-flâneur" IN: cat. exp. 111 Bienal do Mercosul, Porto Alegre, 2001.


CARINA WEIOLE Novo Hamburgo, 1966 Exposições Individuais 2000. dentro?, galeria Casa da Imagem, Curitiba, Brasil 1997. Esculturas e Relevos, Ybakatu Espaço de Arte, Curitiba, Brasil 1996. Carina Weidle, Galeria camargo Vilaça, São Paulo, Brasil 1995. Carina Weidle, Todd Gallery, Londres, Grã-Bretanha · Fotografias e Esculturas, Museu Alfredo Andersen, Curitiba, Brasil Exposições Coletivas 2000. O Particular (desenhos), Cândido Mendes, Rio de Janeiro, Brasil · Mostra da Gravura da Cidade de Curitiba, Curitiba, Brasil · Paralelo 25° 28' 00" / Meridiano 490 17' 00", Galeria casa da Imagem, Curitiba, Brasil 1999. Olhos Blindados, Ybakatu Espaço de Arte, Curitiba, Brasil · Inventário do Presente, Galeria Casa da Imagem, Curitiba, Brasil Bibliografia Selecionada cat. exp. The Saatchi gift to the Arts Council Collection, Hayward Gallery, London, 2000. cat. exp. Canibal, Paço das Artes, São Paulo, 1998. Felipe Chaimovich, "Carina Weidle", Poliester, 1997. cat. exp. Excesso, Paço das Artes, São Paulo, 1996. Grey Watson, "Olympic Chickens" IN: cat. exp. The British Council Window Gallery, Praga, 1995. PAULO WHITAKER São Paulo, 1958 Exposições Individuais 2000. Galeria Kalil e Lauar, Belo Horizonte, Brasil 1999. Casa da Imagem, Curitiba, Brasil · Galeria Casa Triângulo, São Paulo, Brasil 1997. Galeria Ruta Correa, Freiburg, Alemanha 1995. Art Frankfurt (Stand Galeria Ruta Correa), Frankfurt, Alemanha Exposições Coletivas 2000. ARCO 2000 (Stand Galeria Casa Triângulo), Madri, Espanha 1999. Arte Contemporânea Brasileira sobre Papel, MAM, São Paulo, Brasil 1999. O Brasil no Século da Arte: A Coleção do MAC-USP, Galeria FIESp, São Paulo, Brasil 1998. Anos 80 e 90, MAC -USp, São Paulo, Brasil . 1996. Pluralidade: Arte Brasileira Contemporânea - doações recentes, MAM, São Paulo, Brasil Bibliografia Selecionada Eva Bacia & Maria Schumann, cat. exp. Sol dei Rio Arte Contemporáneo, 1995/1998. Wayne Baerwaldt, "Panorama de Paulo Whitaker" IN: cat. exp. Panorama da Arte Brasileira, MAM, São Paulo, 1995. Tadeu Chiarelli, "Paulo Whitaker e seu território movediço" IN: cat. exp. Galeria Casa Triângulo, 1997. Ivo Mesquita, cat. exp. Galeria Adriana enteado, 1993. Stella Teixeira de Barros, "Paulo Whitaker na Plug In", Revista Guia das Artes, ano 9, n. 37, 1995.

185


CRÉDITOS E AGRADECIMENTOS CREDITS AND ACKNOWLEDGEMENTS

Acrílicos Paulista - MR Akzo Nobel Antel Atual Propaganda Avanti-carpet Ind. Têxtilltda. Bazar das Tintas BrasilConnects Cultura Câmera 1 Segurança Eletrônica CE BRACE/DIVI NAL Celulose Irani S.A. Chandon Brasil Charlex Corporation/lnline Corpo Cromus Embalagens Di Palma & Bruno ltda. Elevadores Atlas Schindler Espírito de Minas Fademac S/A Fotoline Serviços Gráficos Gold Quality HR-High Resolution Kia Motors do Brasil Knauf-Isopor Lukscolor Tintas Metier-Acessórios e Assessoria para ·quem cria Microsoft do Brasil Paulo's Comunicação e Artes Gráficas PI4 Probjeto SI A Produtos e Objetos Projetados Purificadores de Água Europa Rohr SIA Estruturas Tubulares Rosset & Cia. Ltda. Saint Gobain Glass-Pilkington Santista Têxtil SIA Satipellndustrial Sennheiser STM Sul Técnica de Montagens Studio Rivera TEGAPE Importação e Comércio de Tecidos Técnicos Ltda Tintas e Massas Futura Tramontina UNIBRAC Ind. e Com. de Embalagens ltda. X-Row

186


LUCAS BAMBOZZI

ENRICA BERNARDELLI

CARLOS FAJARDO

META4WALLS Realizado durante residência no centro CAiiA-STAR Reino Unido Programação Limbomedia (Iimbomedia.co.uk)

Equipe Criação e Direção Enrica Bernardelli Design e Desenvolvi mento Bernardo Van de Schepop Assistência de Arte Heloisa Salles Guerra Assistência de Produção Mariana Scarambone Consultoria de imagem Mariana Felix Suporte Técnico Bruno Peixoto Vídeo Editor Bruno Valente Videografia Rodrigo Raposo Apoio Betadesign

Este trabalho tem origem em uma proposta feita para o Projeto Itau Fronteiras que forneceu condições para seu estudo preliminar. Todo o seu desenvolvimento foi feito em associação com os arquitetos Guilherme Paoliello e André Vainer.

Agradecimentos Associação Cultural Videobrasil RICARDO BARRETO Agradecimentos Paula Perissinotto Eliane Weizmann Fabio Prata Ana Paula Felicissimo Fabiana Krepel Camila Giffoni Naná Lavander Drica Guzzi Luciano Rocha Cecília Osório Talita Miranda Katz .

RICARDO BASBAUM Agradecimentos Câmera 1 Segurança Eletrônica Marcelo Cucco Oficina de Escultura do Museu do Ingá Studio XV Arquitetura TV Zero

Ag radeci mentos Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro Gilberto Chateaubriand Rosangela Rennó Luisa Duarte Domingos Bulgarelli Beatriz Caiado Raquel Couto Jorge Marcelino Fabian Remy Arlete Regina Rhaver Sônia Barreto

187


CHELPA FERRO Artistas Convidados Lauffer Bacalhau Domenico Lancellotti Léo Massacre Produção Rosa Almeida Técnico de Som L. C. Varella Sonorização R4 Som Profissional Iluminador Marcos Olivio Design Gráfico Ludmila Machado Assistente de Produção Mariana Coutinho Apoio Galeria Fortes Vilaça Conspiração Filmes Magnetoscópio Spectrum Atlantis Art Rock It! Agora Ag radeci mentos Adriana Moura Alessandra Vilaça Andrucha Waddington Angelo Venosa Arnaldo Antunes Caetano Veloso Camila Kfouri Carlos Nader Christiano Kerti

Dani Fortes Drauzio Gragnani Evangelina Sei ler Fábio Soares Fernanda Villa-Lobos Hermano Vianna Jimmy Leroy Karla Osório Ludmila Machado Luiza Mello Luiz Camillo Osório Manoel Francisco Brito Marcelo Dantas Marcia Fortes Marcos Olivio Mini Kerti Paola Vieira Patricia Viotti Pedro Buarque Quito Ribeiro Rafael Wollny Raul Mourão Regina Casé Ricardo Rêgo Ricardo Sardenberg Waldick Jatobá

DIANA DOMINGUES

Grupo de Pesquisa Integrada: NOVAS TECNOLOGIAS NAS ARTES VISUAIS UCS/CNPq/FAPERGS Projeto e Direção de Criação Prof. Dra. Diana Domingues - Arte e Comunicação Automação e Robótica Prof. Getulio Martins Lupion Engenharia Mecânica Gustavo Brandalise Lazzarotto Luciano Traiber Técnico Operacional Software André Luis Martinotto IC FAPERGS - Ciências da Computação

Gustavo Brandalise Lazzarotto IC CNPq - Ciências da Computação Gelson Cardoso Reinaldo IC CNPq - Processamento de Dados Edgar Stello Junior IC CNPq - Ciências da Computação Ciências Biológicas Dranda. Paula Jaqueline Demeda Museu de Ciências Naturais UCS

Dranda. Márcia M. Dosciatti de Oliveira Diretora do Museu de Ciências Naturais UCS Erivelton Gonçalves Bolsista de Iniciação Científica Valquiria de Lima Tavares Bolsista de Iniciação Científica Apoio Técnico

Solange Rossa Baldisserotto Apoio Técnico CNPq Stelamaris de Oliveira Assessoria de Comunicação Agradecimentos CNPq FAPERGS Universidade Caxias do Sul Museu de Ciências Naturais UCS

188


KIKO GOIFMAN E JURANDIR MULLER

NELSON LEIRNER

Artistas Jurandir Muller e Kiko Gofman

Agradecimento Casa do Acrílico

Design e Web Master Alberto Blumenschein Assistente de Arte Ivan Martinez Produção Claudia Andrade Realização PaleoTV

LÚCIA LEÃO Concepção e Direção Lucia Leão Desenvolvimento em Flash Roger Tavares Programação e Gerenciamento do Sistema Roger Tavares Produção Ivan Mello Ag radeci mentos Rádio Eldorado Eletromídia TV Alphaville . Paço das Artes Casa das Rosas Ecovias

ARTUR MATUCK Ag radeci mentos União Brasileira Pró Interlíngua Emerson José Silveira da Costa (ENSJO) Lauro de Lauro

ANA MIGUEL Agradecimento Athos Bulcão

SÉRGIO SISTER Agradecimento Coleção Priscila e Marcos Pileggi

GIL VICENTE Equipe Técnica Coordenação Artur Matuck

Agradecimento Ministério da Cultura Cooperativa Hidroelétrica do São Francisco

Programação e Design Marcos Luciano Fernandes

GILBERTTO PRADO

Desenvolvimento e Programação Joao Luis Terreiro

Projeto e Direção Gilbertto Prado

Desenvolvimento e Programação Jarbas Souto Galhardo

Realização Programa Rumos Itaú Cultural Novas Mídias

Assessoria em Teoria Literária Claudia Amigo Pino

Produção Flávia Gonsales

Patrocinios Neotag Informatica Dualtec Informatica

Modelagem 3D e VRML Nelson Multari

Apoio Cultural Lauro de Lauro

Webdesign Jader Rosa Apoio MinC Ilntel-Pentium 111

189


A~oio Institucional Institutional )u~~ort

GOVERNO

FEDERAL

Trabalhando em todo Brasil

MINISTÉRIO DA CULTURA

MRE ~ ...,

.:

......,

GOVERNO DO ESTADO DE

""

SAOPAULO

SECRETARIA t*J DE ESTADO Jll m l l DA CULTURA

Sao Apél'ülo ~

GOVERNO DA RECONSTRUÇÃO

SECRETARIA MUNICIPAL DA

Cultura 190


ratrocinaaores aa 2J a ~ienal ae ~ão raulo a ~ponsors of tne 2J ~ienal ae ~ão raulo

V

Votorantim

~

Bradesco Seg u ros MINISTÉRIO DO ESPORTE E TURISMO

EMBRATUR INST ITUTO BRASILEIRO DE TURISMO

SEGUROS DE VIDA, PREVIDÊNCIA E CAPITALIZAÇÃO .

• UNISYS 191


~atrocinaaore) aa 2)a ~ienal ae ~ão ~aulo ~~on)or) of tne 2)a ~ienal ae ~ão ~aulo

••

BANCO SANTOS ••

li -

~

BRASIL

PETROBRAS

GOVERNO A qui o

Br a s i I a c o n t e c e

FEDERAL

Trabalhando em todo Brasil

CORREIO< 100%

192

BRASIL


ratrocinaoore~ oa 2J a Bienal oe )ão raulo a )pon~or~ of tne 2J Bienal oe )ão raulo

IMPRENSA OFICIAL SERVIÇO PÚBLICO DE QUALIDADE

III

rlpaSa

SOVESPA Bolsa de Valores de São Paulo 193


Dizem que, em e-business, leva-se uma eternidade para juntar o passado e o futuro.

Alguns consultores de e-business vão dizer que para integrar os sistemas da sua empresa pode levar muito tempo e custar muito caro. Eles aconselham a jogar no lixo os sistemas que você já tem e a confiar naquilo que eles estão vendendo naquele dia. Os profissionais da Unisys conseguem integrar o que você já tem hoje com aquilo que você pode precisar. Para isso, a Unisys usa décadas de experiência e criatividade somadas a um duro trabalho de planejamento. E olha que nós fazemos isso todo dia, em mais de 100 países. É hora de integrar o passado e o futuro.

E, contando com a Unisys, isso não vai levar muito tempo. Visite nosso oo N

@

Web site: www.unisys.com.br. .Q

E I:) (.)

ui

,1;'

UNISYSI Pensamos e-business.

j


A Icatu Hartford atua no mercado brasileiro há 10 anos. Sua especialidade é oferecer aos seus clientes, corretores e parceiros produtos e serviços diferenciados nos segmentos de seguros de vida, previdência e capitalização. A empresa surgiu da união do Grupo Icatu, símbolo de solidez e especialização na administração de recursos no mercado brasileiro, com a tradição e a tecnologia do Grupo The Hartford, há mais de 190 anos símbolo de qualidade e segurança no mercado norte-americano. Com sua postura inovadora e qualidade em serviços, a Icatu Hartford obteve o maior crescimento no seu segmento ao longo destes 10 anos de atividade - um sucesso que se reflete nas posições que vem ocupando no ranking do mercado brasileiro. SEGUROS DE VIDA, PREVIDÉNCIA E CAPITALIZAÇÃO.

É a firme atuação de mais de 5 mil corretores e centenas de parcerias bem-sucedidas em diversos segmentos da economia, como bancos, redes de varejo e empresas de cartões, entre outros, que fazem a companhia garantir, hoje, mais de 2 milhões de vidas em seguros e previdência e administrar mais de 1 milhão de títulos de capitalização e reservas da ordem de R$ 1,4 bilhão.

Praça Vinte e Dois de Abril, 36 Tels.: (Oxx21) 3824-3900/3231-3900 CEP 20021-370 - Centro - Rio de Janeiro - RJ

Esse desempenho a Icatu Hartford faz questão de renovar e multiplicar por muitos anos - e comemorar com você.

Central de Atendimento 0800 90 3000 www.icatu-hartford.com.br


EDiÇÃO DO CATÁLOGO CATALOGUE EDITION Editor . Publisher

Agnaldo Farias Editora Assistente Publishing Assistant

Ana Gonçalves Magalhães Coordenadora de Produção Gráfica Print Production Coordinator

Mari Pini Tradução English Version

Izabel Murat Burbridge Elizabeth Jensen Revisão Proofreading

John Norman Vera loledo Piza Fotografia Design

Juan Guerra Edouard Fraipont fotos photos pago 155,156/157, 158/159,160/161 Eduardo Orte~a fotos photos pago 110/111, 112/113 Fabio Del Re foto photos pago 142 Paulo Meira fotos photos pago 70, 71, 72, 73 Rômulo Fialdini fotos photos pag.152 Projeto Gráfico/Editoração Eletrônica Design

Ricardo Ohtake Lígia Pedra Monica Pasinato Mariana Dreyfuss Supervisão Gráfica Graphic Supervision

Valéria Mendonça

Fotolito Film

Ponto & Meio Impressão Printing

Pancrom

Papel Paper Patrocínio RIPASA Este livro foi impresso em Capa: Papel Cartão Royal 270g/m 2 Miolo: Papellmage Mate 145g/m2 Produzidos pela Ripasa S/A Celulose e Papel a partir de eucaliptos plantados em seus parques florestais Printed on: Covert: Papel Cartão Royal 270/m 2 Body: Papellmage Mate 145g/m2 Produced by Ripasa S/A Celulose e Papel from eucalyptus trees grown at their own plantation


Copyright©2002 by Fundação Bienal de São Paulo

Fundação Bienal de São Paulo

Edição Published by FUNDAÇÃO BIENAL DE SÃO PAULO Parque Ibirapuera Portão Gate 3 04098-900 São Paulo Brasil Tel (55 11) 55745922 Fax (55 11) 55490230 E-mail bienalsp@uol.com.br www.bienalsaopaulo.org

Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta edição pode ser reproduzida ou utilizada em qualquer meio ou forma, seja mecânico ou eletrônico, fotocópia, gravação etc., nem apropriada ou estocada em sistema de banco de dados sem expressa autorização da editora. Ali rights reserved. No part of this publication may be reproduced, stored in a retrieval system or transmitted in any form or by any means electronic, mechanical, photocopying, recording or otherwise, without the permission of Fundação Bienal de São Paulo.

Março March 2002


Profile for Bienal São Paulo

25ª Bienal de São Paulo (2002) - Brasil  

Catálogo da 25ª Bienal de São Paulo - Iconografias metropolitanas (2002), livro Brasil Idiomas: português / inglês

25ª Bienal de São Paulo (2002) - Brasil  

Catálogo da 25ª Bienal de São Paulo - Iconografias metropolitanas (2002), livro Brasil Idiomas: português / inglês

Profile for bienal