Page 1

não pode ser vendido separadamente Domingo, 15 de abril de 2018

O último herói da Amazônia parabéns curumim pelo dia do índio!

hoje vamos contar a saga do nosso povo!

indiozinho tá todo pávulo!

dia 19 de abril!

Nº2 JUN/2017 Nº45 ABR/2018

curumim também festeja o dia do livro infantil!


Domingo, 15 de abril de 2018

2

contato@curumimdaamazonia.com

(92) 98114-2776

FaLe C om

curumim_am

curumim

curumim_am

Os sete livros de Harry Potter vão ganhar novas capas de edição especial de 20 anos Em comemoração aos 20 anos da publicação de Harry Potter and the Sorcerer’s Stone, vai lançar novas edições de todos os sete livros da série com capas ilustradas por Brian Selznick. As capas com as ilustrações de Selznick chegam às livrarias no dia 26 de junho em brochura. Em setembro, os livros serão vendidos numa caixa especial para colecionadores que também será ilustrada por Selznick, mas ainda não sabemos se essa caixa vai conter os livros em brochura ou se a Scholastic pretende fazer uma tiragem limitada em capa dura.

CURI

SIDADES

Os índios • Terra de Índio

cheiro, provavelmente ruim, dos visitantes.

O estado brasileiro que concentra a maior • Limpeza pura quantidade de índios é o Amazonas. E a cidade que tem a maior quantidade de índios Enquanto os índios se banhavam até é São Gabriel da Cacheira (Amazonas) com mais do que uma vez por dia, os europeus estavam acostumados a ficar vários dias 29 mil indígenas. sem tomar banho.

• Fedidos

Quando entraram em contato pela primeira • Água fresca vez com os portugueses, em abril de 1500, os Os indígenas, neste primeiro contato, também não gostaram da água que os indígenas brasileiros estranharam muito o

Fatos divertidos que você nem imaginava

portugueses ofereceram a eles. Os indígenas estavam acostumados a tomar água sempre fresca das fontes. A água que os europeus levavam nas caravelas ficava muito tempo parada e, por isso, deveriam ter um gosto ruim.

• Línguas

Quando os portugueses chegaram ao Brasil em abril de 1500, existiam cerca de 1.300 línguas indígenas faladas por diversas nações e tribos.

• Aprendemos com eles

Existem várias palavras que foram incorporadas pela Língua Portuguesa

que são de origem indígena. Exemplos: açaí, caipira, canoa, mandioca, uirapuru, arapuca, caju, pipoca, tapioca e canga.

• Bairros e cidades

Existem também vários nomes de bairros, cidades e rios que são de origem indígena. Exemplos: Jundiaí, Mooca, Anhangabaú, Ipanema, Uberaba, Mairiporã, Bangu, Grajaú, Itapemirim, Ibirapuera, Tuiuti, Guarujá e Paraná.

• Almoço na aldeia

Exemplos de pratos típicos da culinária brasileira, que são de origem indígena são: tapioca, pirão, beiju, pipoca.


Domingo, 15 de abril de 2018

3 Somos todos índios! O Curumim tem tudo para estar festejando o Dia do Índio. Afinal, nosso personagem é um indiozinho da Amazônia que vaga pela floresta defendendo as árvores, rios, animais e a liberdade. Onde houver algo que coloque em risco nossa floresta, a natureza, os bichos, a vida… lá vai estar o “ultimo herói da Amazônia”. Atento, defendendo a Amazônia e passando sabedoria para as crianças. No fundo, todos nós somos indígenas. Às vezes, no dia-a-dia, algumas pessoas discriminam os índios. “Isso é programa de índio”, “Em Manaus só tem índio! “, “Aqui parece terra de índio”. Na verdade, quem age assim, age por burrice! Somos feitos de uma mistura bem calibrada de indígenas de diversas etnias. E desconsiderando nossas origens verdadeiras, perdemos muito. Se fôssemos mais inteligentes, deveríamos, sim, aprender com eles. Eu não me lembro de ver índio com cárie, espinhas no rosto, careca. Isso é porque eles sabem conviver em harmonia com a natureza e comer

expediente Curumim é uma publicação da

Avenida Constantino Nery, edifício Empire Center, Chapada - Manaus

contatos: 9984-8570 Diretor Presidente Mário Adolfo Diretor de Criação Marcus Vinícius Diretor Executivo Mário Adolfo Filho Desing e Lustração Carol Cavlcante Editoração eletrônica Michael Newman

alimentos saudáveis e respirar ar puro. Com já dissemos perdemos muito ao discriminar os índios. Perdemos em conhecimento sobre as nossas riquezas naturais, nossa biodiversidade, sobre a medicina dos pajés e sobre a forma harmoniosa que o indígena tem de se relacionar com a natureza. Deixamos também de aprender com eles como se educam filhos saudáveis e como se contam estrelas à noite. Vejam só o que o cacique Piracuman disse sobre como as mudanças climáticas afetam as terras indígenas: —A demarcação é importante não só para nós, é para todos. Nós conhecemos a floresta muito bem. Ela é para nós um filtro, tem oxigênio, muitas ervas medicinais. Hoje, os produtores não estão mais respeitando a nascente. O desmatamento chega até lá. Não deixa nem um pezinho de árvore ali. Por tudo isso, mais respeito aos nossos irmãos índios! Bom domingo, Curuminzada!

Repórter Curumim Dia do livro infantil e uma Homenagem a Lobato O Dia Nacional do Livro Infantil é comemorado anualmente em 18 de abril. Esta data também é conhecida como Dia de Monteiro Lobato, considerado um dos mais importantes escritores da literatura brasileira. O dia 18 de abril foi escolhido como Dia Nacional do Livro Infantil por ser a data do nascimento de Monteiro Lobato, um colosso da literatura infantil brasileira. Esta data foi oficializada a partir Lei nº 10.402, de 8 de janeiro 2002. Escritor vinculado ao pré-modernismo brasileiro que contribuiu com obras célebres para o público adulto, Lobato deixou também um enorme legado para a literatura infantojuvenil, já que mais da metade de seus livros era dedicada a esse público. Sua primeira história infantil, A menina do narizinho arrebitado, foi publicada em 1920, e o sucesso do livro fez com que outros tantos surgissem, imortalizando as personagens Dona Benta, Pedrinho, Narizinho, Tia Nastácia, Emília, o Visconde de Sabugosa, entre outros, que posteriormente seriam eternizados no famoso programa de TV, O Sítio do Pica-Pau Amarelo”, produzido no final dos anos 1970 até meados dos anos de 1980 e retomado no final dos anos de 1990 até meados dos anos 2000.

Amazônia O último herói da


4

Filme pode começar a ser rodado em 2019 O astro The Rock deu uma esperança para os fãs da DC. Segundo o Dwayne Johnson, o filme pode sair mais cedo do que os fãs imaginavam. “O roteiro já chegou”, revelou o ator. “É ótimo! Estamos trabalhando nele. Se as coisas acontecerem como antecipamos que elas aconteceriam, sinto que esse é um filme para 2019.” Shazam! estreia em 5 de abril de 2019. Adão Negro ainda não tem data para estrear

Game of Thrones A produção da oitava temporada de Game of Thrones encerrou as filmagens da maior batalha de toda a série. As gravações duraram 55 noites consecutivas e passaram por três locações diferentes. Para efeitos comparativos, a Batalha dos Bastardos foi gravada em 25 dias — ou seja: teremos algo ainda mais épico do que aquilo. A oitava temporada de Game of Thrones estreia em 2019.

O Exterminador do Futuro 6

De acordo com o THR, a Paramount adiou a estreia do filme, mudando de 26 de julho de 2019 para 22 de novembro de 2019. Exterminador do Futuro 6, que ainda não tem título oficial, será uma continuação direta de O Exterminador do Futuro 2: O Julgamento Final e vai ignorar os longas que saíram depois. A direção será de Tim Miller (Deadpool) e o projeto contará com o retorno de Arnold Schwarzenegger (T-800) e Linda Hamilton (Sarah Connor). James Cameron vai supervisionar tudo.

Novo livro chegará em agosto A Terra-média de J.R.R. Tolkien será expandida ainda mais em 2018. A editora HarperCollins anunciou que vai lançar o livro The Fall of Gondolin neste ano — o volume foi editado pelo filho do autor, Christopher Tolkien e conta com ilustrações de Alan Lee, artista conhecido por seu trabalho com as obras do escritor. Tolkien escreveu sobre a Queda de Gondolin diversas vezes em sua carreira — a mais conhecida foi publicada como parte de O Silmarillion. The Fall of Gondolin será lançado no Reino Unido e nos EUA em 30 de agosto.

Jake Gyllenhaal nega que vai substituir Ben Affleck Jake Gyllenhaal negou rumores de que foi chamado para substituir Ben Affleck em The Batman. Confrontado com a pergunta em recente, o ator gargalhou, dizendo: “Uau, que pergunta difícil. A resposta para ela é ‘não’.O próximo filme do Batman, que fará parte do atual universo cinematográfico da DC, deve começar a ser rodado somente em 2019.


Domingo, 15 de abril de 2018

(92) 98114-2776

curumim_am

curumim

5

curumim_am

SALV EO

contato@curumimdaamazonia.com

TA E N A L P

Antártica perdeu “uma Londres” de gelo marinho subterrâneo em seis anos Um novo estudo publicado na revista Nature Geoscience mostra que oceano Antártico perdeu uma área de 1.463 quilômetros quadrados de gelo submarino entre 2010 e 2016, o equivalente à área de Londres. A península Antártica é um dos lugares de aquecimento mais rápido no planeta. As temperaturas na costa oeste subiram cerca de 2,9 graus Celsius (ºC) nos últimos 60 anos,

cerca de três vezes a média global, enquanto as temperaturas da superfície do mar subiram mais de 1ºC. A equipe produziu o primeiro mapa completo mostrando que a borda submarina das geleiras, também chamada “linha de aterramento”, está mudando. Ela representa o limite entre a geleira e seu apoio sobre o leito marinho.

Casa de palha na Amazônia

O amazonense de baixa renda, principalmente as populações do interior, cobrem suas casas com palha. As casas dos ribeirinhos têm coberturas de palha, de influência indígena ou de telhas metálicas. Na maioria delas não há energia elétrica e nem saneamento básico. Em geral, as pessoas dormem em redes. A casa tipicamente amazônica é, na verdade, feita com telhado de palha, paredes de paxiúba, pequeno fogão feito de madeira com terra batida para preparar sua comida e jirau para lavar seus utensílios. As moradias tradicionais das populações ribeirinhas da Amazônia são as palafitas e as casas flutuantes. Também é chamada de “tapirí”. Essas construções são próprias para uma região regida por épocas de seca e cheia. As palafitas são casas muito simples feitas de madeira e erguidas à beira dos rios e igarapés sobre estacas. Já as casas flutuantes são construídas sobre toras de madeiras e adaptadas para boiar.

COISAS DA TERRA COISAS DA TERRA


Domingo, 15 de abril de 2018

6

O Dia O Curumim entrou na aldeia tocando sua flautinha de bambu com a música gravada pela cantora Baby do Brasil: “Todo dia/ Era Dia de Índio/ Todo dia/ Era Dia de Índio/ Mas agora ele só tem o Dia 19 de Abril. “ Murupi, Sarah Patel, Jacaré Thinga e Lourival entraram na roda para dançar. Mas aí, a tartaruguinha questionadora quis saber. — A gente está festejando o que mesmo, hein? — Não acredito que tu não sabes, Sarah Patel? – Surpreendeu-se a indiazinha Murupi. — Palavra maninha. Que dia é hoje mesmo? — Ah, bobinha. Hoje é dia 19 de abril, e nesta data festejamos o Dia do Índio! – Explicou Murupí. Curumim parou de tocar e explicou: — Minha querida tartaruga, comemoramos todos os anos, no dia 19 de abril, o Dia do Índio. Esta data comemorativa foi criada em 1943 pelo presidente Getúlio Vargas, através do decreto lei número 5.540. — Ah, tá! Mas por que eles escolheram

justamente o Dia 19 de abril? — Sim, a senhora quer saber a origem da data, certo? Pois bem, para entendermos a data, devemos voltar para 1940. Neste ano, foi realizado no México, o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano. Além de contar com a participação de diversas autoridades governamentais dos países da América, vários líderes indígenas deste continente foram convidados para participarem das reuniões e decisões. Porém, os índios não compareceram nos primeiros dias do evento, pois estavam preocupados e temerosos. Este comportamento era compreensível, pois os índios há séculos estavam sendo perseguidos, agredidos e dizimados pelos “homens brancos”. — Para variar, né! –, cutucou Murupí. Curumim continuou: — No entanto, após algumas reuniões e reflexões, diversos líderes indígenas resolveram participar, após entenderem a importância daquele momento histórico. Esta participação ocorreu no dia


Domingo, 15 de abril de 2018

7

do índio 19 de abril, que depois foi escolhido, no continente americano, como o Dia do Índio. O papagaio Lourival, que o comunicador da floresta, também fez uma crítica à forma como alguns civilizados maus tratam os índios: — Devemos lembrar também, que os índios já habitavam nosso país quando os portugueses aqui chegaram em 1500. Desde esta data, o que vimos foi o desrespeito e a diminuição das populações indígenas. Este processo ainda ocorre, pois com a mineração e a exploração dos recursos naturais, muitos povos indígenas estão perdendo suas terras. — Na chegada de Pedro Álvares Cabral, em 1500, estima-se que os índios brasileiros fossem entre um e cinco milhões. Os tupis ocupavam a região costeira que se estende do Ceará a Cananeia (SP). Os guaranis espalhavam-se pelo litoral Sul do país e a zona do interior, na bacia dos rios Paraná e Paraguai. Em outras regiões, encontravam-se outras tribos, genericamente chamados de tapuias, palavra tupi que designa os índios que falam outra

língua – disse o indiozinho. — Muitos de nossos irmãos foram dizimados pelos invasores de nossas terras, mas o importante é que a gente vai sobrevivendo com bravura, com nossa cultura, coragem e amor à terra dos nossos ancestrais –, falou Murupí. Depois disso, Curumim o último herói da Amazônia bradou: — Então, meu povo: todo dia é....? — DIA DE ÍNDIO!!! – Responderam todos.

em t s i x e s o i d n í s o t Quan hoje no Brasil? 2010, do Instituto

ordo com o Censo De acordo com de ac BGE), o Brasil tem (I as tic ís at st E e fia Brasileiro de Geogra nacional, somando a o ri itó rr te o do to em to 896,9 mil indígenas genas (63,8%) quan dí in as rr te em o nt ta população residente mil se autodeclararam 9 7, 81 l, ta to se es D sem em cidades (36,2%). il, embora se declaras m ,9 78 e ça ra ou r 5%), se índios no quesito co palmente parda (67, ci in pr , ça ra ou r co de outra costumes. Entre as e s õe iç ad tr s la pe s mil consideram indígena região Norte (342,8 na tá es e nt ge in nt regiões, o maior co il). Considerando a m 8 8, (7 l Su no , or maior indígenas), e o men s terras indígenas, a da ra fo e nt de si re população indígena Nordeste, 126,6 mil. concentração está no


Domingo, 15 de abril de 2018

8

Aryce Maria Carolina 9 anos

Menta Santos

Jasmim Gon รง Jadson Gab alves de melo - 9 ano s riel Gonรงal ves de - 8 a nos

Jad Vitรณria Gonรงalves d 4 anos e Melo

ar William Ali Janc 10 anos

contato@curumimdaamazonia.com


Domingo, 15 de abril de 2018

9 (92) 98114-2776

curumim

curumim_am

curumim_am

g ib it e ca

Mogli Personagem do “Livro da Selva”, do inglês Rudyard Kipling. É o menino criado entre lobos e animais das selvas indianas. A versão em quadrinhos foi publicada nos Clássicos DisneyMogli, o Menino-Lobo. Inspirado em “O Livro da Selva”, escrito por Rudyard Kipling em 1894. Foi Walt Disney Criou em 1966 a Animação que deu Origem à essa Adaptação em Quadrinhos. O Filme foi a última Produção do Estúdio em que Disney trabalhou, lançado um ano após a sua morte, em 1967. O sentimento de Amizade presente na História atravessa gerações, imortalizando os personagens principais: Mogli, a Pantera Baguera e o urso Balu.

É verdade que O Brasil já teve um Deputado índio? Sim, é verdade. Ele se chamava Mário Juruna. O cacique xavante foi o único índio a ser eleito para o Congresso Nacional, assumindo o mandato de deputado federal pelo Partido Democrático Trabalhista (PDT) do Rio, entre os anos de 1983 e 1987. Ficou famoso porque andava com um gravador e gravava tudo que as autoridades prometiam, porque dizia que “o homem branco mente muito”. O índio concorreu às eleições para deputado federal em 1982, pelo Rio de Janeiro, e foi eleito com mais de 30 mil votos. Tomou posse em fevereiro de 1983 e, durante seus quatro anos de mandato, atuou como embaixador da causa indígena. Criou a Comissão Permanente do Índio — embrião da atual Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados — e conseguiu a aprovação de um projeto que alterava a composição da diretoria da Funai, que deveria ser integrada por índios ou indigenistas reconhecidos. Juruna morreu no dia 18 de julho de 2002, aos 58 anos.


Domingo, 15 de abril de 2018

10 Encontre

Relacione

PASSATEMPOS Cruzadinhas


Domingo, 15 de abril de 2018

VAMOS COLORIR

11


APRESENTA

Domingo, 15 de abril de 2018

curumim, os biopiratas estão roubando tudo da amazônia!

O último herói da Amazônia

O ÚLTIMO HÉROI DA AMAZONIA

é verdade sarah patel...

eles podem querer roubar meus ovos!

precisamos ficar alertas!

é muita prentensão!

pra que eles iriam querer teus ovos? ORA...

para fazer bola de ping-pong!

FIM.

Curumimindio  

jornal infantil curumim dia do indio

Curumimindio  

jornal infantil curumim dia do indio

Advertisement