Page 1

RURAL SEMANAL Informativo da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

1910 a 2010

EDITORIAL Refletir sobre o presente e pensar o futuro No próximo dia 29/6, às 9h, no Auditório Gustavo Dutra, acontecerá o 1º Debate Público, dando continuidade à discussão sobre o Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) da UFRRJ, a ser elaborado de forma participativa para o período 20122016. O Rural Semanal 16 anunciou em seu Editorial o lançamento dessa discussão, que ocorreu em 26/5. Naquela ocasião, destacou-se a fala do Magnífico Reitor, que reafirmou a importância da participação de toda a comunidade universitária para que o PDI reflita, objetivamente, os desafios que desejamos vencer nos próximos cinco anos e defina, com clareza, as metas a serem perseguidas no período que se inicia a partir de 2012. A dimensão que assume o PDI para uma instituição universitária é da maior importância e relevância, uma vez que suas finalidades, diretrizes e metas serão balizadores para as mais diferentes ações, sobretudo no que diz respeito aos processos avaliativos externos a que a Instituição e os seus diferentes Cursos são sistematicamente submetidos, além de ser o referencial que pode permitir o aporte de novos recursos oriundos de projetos estratégicos a serem submetidos e analisados por agências de fomento. A comunidade universitária neste ano de 2011 encontra-se desafiada a uma constante e acurada reflexão sobre os avanços, os percalços, as possibilidades a serem construídas e as necessárias críticas sobre políticas, processos e metodologias desencadeadas no decorrer do quinquênio de existência do atual PDI, que se encerra em 31/12. É um ano marcante em que se processa a reforma dos principais documentos legais: o Estatuto (já aprovado pelo Conselho Universitário) e o Regimento Geral – que definirá a dinâmica da vida acadêmico-admi nistrativa e, certamente, com uma maior possibilidade de discussão coletiva, em muito contribuirá para aparar algumas arestas ainda existentes, minimizar os impactos provocados pela reconfiguração na forma colegiada elegida para congregar as grandes áreas de conhecimento a partir dos CEPEAs, bem como para definir atribuições, responsabilidades e, sobretudo, reafirmar o avanço conseguido com a participação efetiva dos segmentos que compõem a comunidade universitária, nos processos decisórios, em seus diferentes níveis. É neste mesmo 2011 que está em construção o primeiro Plano Diretor para o campus Seropédica, com um trabalho intenso sendo desenvolvido por diferentes comissões temáticas, contando com a atuação vibrante de um grupo de estudantes de diferentes cursos e que desencadeará, no segundo semestre, discussões importantes para a definição de estratégias de ocupação do espaço físico, novas dinâmicas de interação entre as múltiplas áreas que constituem o campus universitário, buscando principalmente, a partir dos levantamentos e diagnósticos que já se encontram em andamento, apontar soluções possíveis a uma instituição que se pretende socioambientalmente desenvolvida, bem

Feirinha de artesanato do Pavilhão Central Dias 5, 6 e 7 de julho

ANO XVIII - 2011

Um passo para o futuro Em parceria com Petrobras e Fapur, UFRRJ inaugura novo laboratório no IT No dia 8/6, o Laboratório de Escoamento de Fluidos Giulio Massarani foi inaugurado no Instituto de Tecnologia da UFRRJ. Resultado de uma parceria entre a Universidade Rural, a Fundação de Apoio à Pesquisa Cientítica e Tecnológica da UFRRJ (Fapur) e a Petrobras, o novo laboratório contou com investimentos da ordem de R$ 1,6 milhão em infraestrutura e equipamentos. No local será possível avaliar propriedades dos fluidos em tempo real e a interação entre fluidos e rochas salinas do pré-sal. Foto: Profa. Cláudia Miriam Scheid

Visão externa do laboratório: 550 m² de área construída

“Quero enfatizar a importância – não só imediata, como ação acadêmica – mas do que representa para o futuro das universidades públicas o que está sendo feito aqui, agora, com a inauguração deste laboratório”, disse o Reitor da UFRRJ, Prof. Ricardo Motta Miranda, na abertura da cerimônia de inauguração. “Tenho certeza de que, além de cumprir com suas funções de ensino, pesquisa e extensão, as universidades devem funcionar como verdadeiras agências de desenvolvimento local, regional e nacional”, completou. Para a Profa. Cláudia Miriam Scheid – uma das coordenadoras do laboratório, ao lado do Prof. Luís Américo Calçada – a iniciativa favorece o desenvolvimento do setor de perfuração de poços de petróleo. “Temos certeza de que poderemos desenvolver no Laboratório Giulio Massarani uma pesquisa de qualidade internacional que alavanque a tecnologia dessa área e possibilite a formação de recursos humanos de qualidade”, disse a professora, que ainda ressaltou o auxílio da Fapur na execução do projeto.

S

20

JUNHO / JULHO

T

Q

Q

S

S

D

27 28 29 30 01 02 03

CALENDÁRIO ACADÊMICO Veja o calendário na íntegra em www.ufrrj.br/portal/ modulo/reitoria/getCalendario.php?arquivo=39.pdf Além do Reitor e da Profa. Cláudia, compuseram a mesa cerimonial o diretor do IT, Prof. Hélio Fernandes Machado Júnior; o presidente da Fapur, Prof. Eduardo Lima; e a representante da Petrobras, Priscila Moczydlower. Também participaram do evento a Vice-reitora, Profa. Ana Dantas; membros da Administração Superior; o vice-diretor do IT, Prof. Leonardo Duarte Batista da Silva; equipes da UFRRJ e da Petrobras; estagiários do laboratório; além de docentes, técnicos, estudantes e familiares do Prof. Giulio Massarani. Conhecendo o laboratório – Conduzindo a cerimônia de inauguração, o Prof. Luís Américo fez uma apresentação dos objetivos e potencialidades do empreendimento, que nasceu de um projeto intitulado ‘Implementação na UFRRJ de um laboratório de preparo, avaliação e escoamento de fluidos’. Segundo o professor, a ideia surgiu de projetos desenvolvidos junto ao Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes/Petrobras). “O objetivo era construir um laboratório que tivesse condições e infraestrutura de recebimento do material, manuseio e análise do produto formado”, explicou o professor. “Diante dos desafios que hoje o Brasil enfrenta, com o pré-sal e as novas pesquisas do ramo do petróleo, o local teria que ter condições de receber os produtos, realizar análises e preparo do fluido, entre outras”. Fluidos de perfuração são fluidos utilizados durante a perfuração de poços de petróleo, que possuem algumas funções, entre as quais: controlar as pressões de formação, manter a estabilidade mecânica do poço e resfriar a broca de perfuração. Com uma área total de 550 m², a estrutura do Laboratório Giulio Massarani é composta por 280 m² de área de unidades experimentais e 60 m² de um laboratório de análise. Há ainda salas de alunos, professores e de reuniões; banheiro, cozinha e almoxarifado, além de sistema de segurança. Homenagem – O laborátório leva o nome de Giulio Massarani, pesquisador e professor de Engenharia Química da UFRJ por mais de 30 anos. Massarani participou da criação do Instituto Alberto Luís Coimbra de Pós-graduação e Pesquisa de Engenharia, atualmente um dos maiores da América Latina. O professor, falecido em 2004, orientou diversos docentes da UFRRJ, tendo publicado mais de 200 trabalhos técnicos e 20 livros. Por João Henrique Oliveira (Ascom/UFRRJ)

como adequada às exigências legais e às demandas locais. Esse importante esforço permitirá à nossa centenária instituição se lançar para o futuro mais amadurecida em seus propósitos e em suas diretrizes, mais aberta a diálogos construtores de novas dinâmicas de interlocução com a sociedade, mai s reflexiva sobre suas práticas e sobre seu projeto pedagógico institucional. Para tanto, a comunidade acadêmica é convocada a legitimar esses espaços de discussão e a continuar a escrever a história Novo PDI da Rural da UFRRJ, refletindo sobre as lições do passado, as experiências do presente e tecendo, coletiva- Venha participar do 1º Debate Público sobre o Nomente, um futuro que se quer promissor em todas vo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). as dimensões da vida universitária. Dia 29/6, às 9h, no Anfiteatro Gustavo Dutra.

Coral da Rural Grande apresentação Dia 6/7, às 12h15

Reforma do Regimento Geral

Participe desta discussão! Veja na pag.4 e em http://www.ufrrj.br/portal/regimento/


Pág. 2

UNIVERSIDADE E SOCIEDADE

27/6 a 3 /7/2011

Conhecendo a profissão

Foto: Douglas Maços

I Ciclo de Palestras no IZ apresenta perspectivas e desafios da Zootecnia O I Ciclo de Palestras de Zootecnia aconteceu, de em comemoração ao Dia do Zootecnista, em 13/5. 10 a 13/5, no Auditório do Instituto de Zootecnia da Neste dia de celebração, o Prof. Walter Motta FerUFRRJ. Com o tema ‘O Zootecnista como empre- reira, presidente da Associação Brasileira de endedor’, o evento foi organizado pela Vital Jr. (em- Zootecnia (ABZ) e ex-aluno da Rural, palestrou sopresa júnior da Rural) e reuniu professores, antigos bre os ‘Rumos da Zootecnia no Brasil’, contando alunos e trabalhadores da área. Na programação, um pouco da história da graduação no país. temas como gestão empresarial, técnicas aplicadas Também foi realizada a eleição dos melhores ao trabalho, marketing no agronegócio, a importân- profissionais do ano na área, com entrega de dois cia da qualidade na formação em Zootecnia, entre prêmios: o de ‘Zootecnista Educador do Ano no outros. No encerramento, em 13/5, foi realizada so- Rio de Janeiro’, ao Prof. Antônio Assis Vieira, coorlenidade em comemoração ao Dia do Zootecnista, denador do curso na UFRRJ; e o ‘Prêmio de Honra com presença do presidente da Associação Bra- ao Mérito de Zootecnia’, ao Doutor Sérgio Trabali sileira de Zootecnia (ABZ), Walter Motta Ferreira. Camargo Filho, pelo destaque no desempenho Um dos objetivos do Cide atividades e contriclo de Palestras foi mosbuição para o desentrar aos alunos como o volvimento da classe zootecnista deve trabalhar dos zootecnistas. “A e avaliar as oportunidades premiação foi uma surde negócios da área, perpresa para mim. Minha cebendo as nuances que vida é aqui, e o fato de podem existir nos emprereceber esse prêmio endimentos rurais. Contudo, dentro da Universidade o evento não se limitou a Rural é mais emocionanesse aspecto, trazendo te ainda”, disse Sérgio, temas ligados à questão que fez graduação, espeda sustentabilidade e do cialização, mestrado e Dia do Zootecnista: homenagens e premiação impacto ambiental prodoutorado na UFRRJ. aos melhores profissionais vocado pelo agronegócio. Estiveram presentes Nesse sentido, a Profa. Maria Cristina Lorenzon no I Ciclo de Palestras da Zootecnia a Viceministrou a palestra ‘Impactos ecológicos e o uso reitora da UFRRJ, Profa. Ana Maria Dantas; a Prósustentável da agropecuária’, alertando sobre os reitora de Graduação, Profa. Nidia Majerowicz; o perigos que a pecuária extensiva e outras formas diretor do IZ/UFRRJ, Prof. Fernando Curvello; o de exploração desenfreada da fauna e flora presidente do Conselho Regional de Medicina podem causar ao meio ambiente. A pesquisadora Veterinária do Estado do Rio de Janeiro (CRMVda Rural apresentou soluções sustentáveis que os RJ), Rômulo Cezar Spinelli; o presidente da zootecnistas podem usar no dia a dia, sem com- Comissão de Ensino de Zootecnia e conselheiro prometer lucros e produtividade. do CRMV-RJ, José Paulo de Oliveira; e a diretora Celebração – Depois de três dias debatendo temas do projeto Vital Jr., Fernanda Giácomo. relevantes para o futuro dos que pretendem seguir Por Julio Salles e Douglas Maços, alunos de a carreira de zootecnista, foi realizada solenidade Jornalismo da UFRRJ

Súplica

Tentarei ser breve, embora a dor não seja. Hoje (2/6) pela manhã, quando voltava do desjejum, encontrei um pequeno gato agonizando nas encostas dos alojamentos masculinos. E isso está se tornando uma cena tão comum por aqui que se aproxima do cotidiano, particularmente nos últimos 30 dias. Aqui mesmo, nos arredores dos alojamentos, havia uma cadela vira-latas que chamávamos carinhosamente de Lilica. Era super dócil, carente e discreta, e para dizer a verdade, eu nunca a ouvi latir. A Lilica não era só um ser que habitava a região, era uma amiga de todos, mesmo que nem todos fossem amigos dela. Mas mesmo assim não escapou da intolerância que tem assolado esta universidade. E ela foi apenas mais um vítima envenenada. Porém, ela fez tamanha falta que tive que redigir esta súplica. O motivo real destas palavras não é contabilizar outro número de mortalidade, mas uma tentativa de diálogo com quem quer que seja que esteja os envenenando. Os pequenos animais que nos rodeiam por aqui talvez o incomode quando latem, quando miam, ou quando eles simplesmente estão ali, dividindo um espaço que você entende ser seu. E da mesma forma que você os atura fazendo barulho, eles nos aturam com as nossas músicas altas, com

o nosso descaso com o lixo urbano, e até com o estresse que demonstramos quando os enxotamos para longe. Não lhes peço que os ame, mas peço um pouco de tolerância. A vida deles é tudo que eles têm, é seu bem mais precioso. Tirá-la de forma desnecessária e de forma tão imponderável, parece-me frio demais para ser algo humano. Daniel Corban Rodrigues, aluno de Direito da UFRRJ/Seropédica

Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil

“Tenho que dizer que se pinte de negro, que se pinte de mulato, não só entre os estudantes, mas também entre os professores; que se pinte de operário e camponês, que se pinte de povo, porque a Universidade não é patrimônio de ninguém e pertence ao povo”. (Che Guevara) Querem saber quem eu sou? Eu sou a FEAB – Federação dos Estudantes de Agronomia do Brasil – a representação máxima dos estudantes de Agronomia no país. Organizamo-nos nacionalmente em universidades públicas e particulares, na luta pelos estudantes de Agronomia e para a construção de uma nova sociedade, onde a universidade esteja a favor do povo brasileiro. Construímos diversas atividades, dentre elas o Congresso Nacional de Estudantes de Agronomia (Conea), que neste ano acontece na Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), em Belém/PA, de 21 à 29/7. Este é um importante espaço para a FEAB, pois é a instância máxima de decisões, com

RURAL SEMANAL Rural recebe I Fórum da Reari-RJ A UFRRJ sedia o I Fórum da Rede de Assessorias Internacionais das Instituições de Ensino Superior do Estado do Rio de Janeiro (Reari-RJ). O evento ocorrerá no dia 16/8, às 9h, na Sala dos Órgãos Colegiados, Pavilhão Central/Campus Seropédica. Realização: UFRRJ e UERJ.

Professores da FAUBA ministram curso na UFRRJ A Pós-graduação em Agronomia-Ciência do Solo (CPGA-CS) da UFRRJ está oferecendo o curso ‘Procesos Degradatorios em Microcuencas Argentinas’, ministrado por docentes da Faculdade de Agronomia da Universidade Buenos Aires (FAUBA). O curso será realizado nos dias 28/6, das 14h as 17h, com o tema ‘Los paisajes fluviales: el sistema humano total’; 30/6, das 13h às 17h, ‘Procesos de degradación, con énfasis en escurrimiento y erosión hídrica, en microcuencas de la pradera pampeana húmeda argentina’; e 1/7, das 9h às 12h, ‘Degradación de las tierras en regiones semiáridas y áridas de argentina: uso de imágenes satelitarias y GIS’. O evento é gratuito e equivale a uma carga horária de 10 horas. Inscrições na Secretaria do CPGA-CS. Detalhes no e-mail cpsolos@ufrrj.br ou www.ufrrj. br/eventos2/pdf/2011/folderCurso.pdf

Reitor participa de reunião do Forerj No dia 20/6, o Reitor da UFRRJ, Prof. Ricardo Motta Miranda, participou da reunião do Fórum de Reitores do Estado do Rio de Janeiro (Forerj), na Universidade Cândido Mendes (Ucam). O evento contou também com a presença da professora Malvina Tânia Tuttmann, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anisio Teixeira (Inep/MEC). atividades formativas, troca de experiências, integração e, principalmente, onde se constrói coletivamente a organização. Para participar do Conea é preciso participar dos ‘prés-Conea’, espaços de encontro na Rural para debatermos um pouco o que será discutido no Congresso. Para isto, é preciso estar atento às datas: 28/6 - 1º pré-Conea: ‘Questão Agrária’ (Caio Andrade, Geografia/UERJ); 6/7- 2º pré-Conea: ‘O capital e a devastação da Amazônia’ (Thiago Wender, Geterra/UFRRJ); e 13/7 - 3º pré-Conea: Apresentação da Feab e do Conea (Feab Rural). O primeiro será na CAUR, enquanto que os outros dois serão no Auditório Hilton Salles (P1). Todos às 19h. A participação nesses encontros é pré-requisito para garantir a vaga no ônibus. Venha para o Conea! Venha conhecer a FEAB! Nossas reuniões acontecem toda quinta-feira, às 19h30, na sala do Geterra (embaixo do alojamento Feminino 04, antigo Johrei). Contato: feabrural@ hotmail.com. FEAB Rural

Elogio

Queremos elogiar o técnico em Telecomunicações Luiz Alberto Marques da Silva, do Setor de Serviços Comunitários da Prefeitura Universitária, que vem atendendo o Setor de Tíquetes da Próreitoria de Assuntos Estudantis. Quando solicitado para serviços telefônicos, executa suas tarefas com eficiência e presteza, revelando excelente nível profissional. Parabéns. Rosenaldo, Eliana e Ivone, Setor de Tíquetes da PROAE


RURAL SEMANAL

UNIVERSIDADE

Pág. 3 27/6 a 3 /7/2011

Workshop sobre candeia expõe Palestra no IF apresenta a Eleições para representantes junto ao ConsU novas perspectivas de trabalho discussão do Código Florestal O ‘I Workshop PET Floresta – Candeia: uso múltiplo e sustentável em ambientes montanhosos’ aconteceu em 15/6, no Salão Azul, prédio principal do campus Seropédica. O evento, que tratou da produção e uso das plantas fornecedoras de óleo de candeia, utilizado em produtos farmacêuticos e cosméticos, contou com palestras de diversos professores e estudiosos da Rural e da Universidade Federal de Lavras (UFLA), e também de representantes da Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIPAmanhágua) e da Atina Indústria e Comércio de Ativos Naturais Ltda. Nas palestras, foi possível aprender mais sobre detalhes das plantas de candeia e seu cultivo ideal; a realização de planos que possibilitam o manejo florestal sustentado das espécies; e ainda algumas experiências do uso sustentável. Mônica Lopes Buono, da OSCIP-Amanhágua, por exemplo, contou sobre os projetos ‘Viveiros Familiares’, em que a organização ensinou produtores rurais a produzir e vender candeia para ajudar na renda familiar; e sobre os ‘Bosques de Produção Sustentável’, também de orientação a produtores, porém voltado para o corte da madeira. Os projetos foram implementados no sul, sudeste e sudoeste de Minas e são defendidos por Mônica como ações que fazem boa aliança entre educação, produção e preservação. O workshop havia sido idealizado pelo aluno de Engenharia Florestal Rodrigo Condé, que conhecia o Projeto Candeia da UFLA e apresentou a ideia ao grupo PET Floresta, o qual tornou possível realizar o evento. Foi uma das primeiras ações desse grupo PET, criado em dezembro do ano passado. Segundo Alexandre Monteiro, professor tutor do programa, o objetivo do PET Floresta é trabalhar “práticas e vivências do desenvolvimento sustentável”. O professor Heber Abreu, diretor do Instituto de Florestas, elogiou o evento por tratar de um assunto pouco falado na universidade e capaz de expor novas perspectivas de trabalho no instituto. Por Carolina Vaz, aluna de Jornalismo da UFRRJ

A discussão sobre as mudanças no Código Florestal brasileiro entrou em pauta na UFRRJ, em 11/5, na palestra do professor José de Arimatea, do Instituto de Florestas (IF). Com o tema ‘Pontos polêmicos nas mudanças em discussão do Código Florestal’, a apresentação tratou das recentes mudanças no Código, com propostas do deputado federal Aldo Rebelo, que têm provocado polêmica no meio ambiental, político e também na sociedade civil. “O projeto do Aldo Rebelo, em si, é excelente, exceto pelos pontos polêmicos”, diz Arimatea. Os quatro pontos polêmicos em que se baseou o evento tratam da tentativa de redução das áreas de preservação permanente (APPs) no caso das margens dos rios; a isenção das obrigações de fazer a recomposição de reserva legal para propriedades de até 440 hectares; a aceitação de irregulares áreas consolidadas de agricultura em propriedades que aderirem ao Programa de Recomposição Ambiental; e a anistia a quem manteve sua propriedade fora das normas do Código por aderir ao Programa. A opinião do professor é de que, mesmo após as discussões na Câmara e no Senado, esses pontos não serão radicalmente modificados, e terão grande impacto na área ambiental. Arimatea, que leciona disciplinas sobre política, economia e administração ligadas à Engenharia Florestal, trabalha na Rural há 25 anos e também participa de projetos para órgãos federais e estaduais, como o Ministério do Meio Ambiente e o governo de Sergipe. Segundo o professor, “o Brasil poderá ser a maior potência florestal do planeta; só ainda não é porque não decidimos nosso viés florestal”. Por Carolina Vaz, aluna de Jornalismo da UFRRJ

Assédio moral: diga não!

O Diretor do Instituto de Ciências Exatas da UFRRJ, no uso de suas atribuições que lhe confere o Art. 33, item XVIII do Estatuto da UFRRJ, resolve prorrogar por 30 dias o prazo para a conclusão dos trabalhos da Comissão de Sindicância instituída pela Portaria de n° 14, de 19/5/11, incumbida de apurar os fatos relatados no Processo nº 23083.004741/ 2011-53. João Batista Neves da Costa

A Comissão de Implementação de Estudos sobre o Assédio Moral na Rural informa que está recebendo denúncias através do e-mail assedio moralrural@ufrrj.br e na caixa de sugestão e denúncia na entrada do Pavilhão Central. Garantimos sigilo absoluto. Participe! Este projeto só será vitorioso se tiver a participação de toda a comunidade universitária. Ivanilda, Antonio Carlos (Manteiga) e Paulo José (membros do GT-Saúde/ Sintur-RJ). Comissão de Implementação de Estudos sobre o Assédio Moral na UFRRJ

Nota de falecimento É com pesar que registramos o falecimento do servidor técnico-administrativo Isaías Ignácio dos Santos (PU), e do professor (1966-1979) e ex-aluno da UFRRJ Otto Richard Gootlieb, ambos em 20/6.

Trote na UFRRJ Delib. n.º 2 de 8/1/1996 que resolve ‘proibir, terminantemente, a prática de qualquer tipo de trote universitário no âmbito desta universidade’.

Portaria nº 18, de 20/6/11

Portaria nº 84, de 20/6/11 A Pró-reitora Graduação da UFRRJ, no uso das atribuições que lhe confere o inciso VIII, do Art. 80 do Regimento da Reitoria e dos Órgãos Subordinados, resolve: Art. 1º - Designar o Prof. Alexandre Ravelli Neto (matr. 0386830), a Profa. Ana Lúcia dos Santos Barbosa (matr. 0387278) e o Prof. Luiz Holender (matr. 1147132) para, sob a presidência do primeiro, constituírem Comissão de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) para apurar os fatos narrados no processo nº 23083.003575/2011-78. Art. 2º Determinar que esta Comissão, no prazo de 60 dias, contados a partir do dia 22/6/11, apresente as conclusões do PAD em comento.Nidia Majerowicz

Inscrições até 1/7, na Secretaria dos Órgãos Colegiados (sala 121 do P1). Podem se candidatar docentes e servidores técnicos ativos do quadro permanente da UFRRJ . A votação acontece nos dias 12 e 13/7, nos seguintes locais e horários. Docentes: a) IA, IB, IF, IT, IV, IZ, CPDA, CTUR e Campos dos Goy tacazes, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h; b) ICE, ICHS, IE, IM e I T R, das 8h às 11h30 e das 13h às 20h30. Técnico-administrativos: a) P1, PU, IA, IB, IF, IT, IV, IZ, CPDA, CTUR e Campos dos Goytacazes, das 8h às 11h30 e das 13h às 17h; b) ICE, ICHS, IE, IM e ITR das 8h às 11h30 e das 13h às 20h30.

Dissertações e teses Aconteceu no dia 21/6, às 14h, na Sala 34 do IB, defesa de dissertação de mestrado em Biologia Animal, intitulada ‘Comunidades de anfíbios e lagartos da Baía de Sepetiba e do Parque Estadual do Cunhambebe’, Rio de Janeiro, Brasil’, de Daiane Ouvernay Fernandes da Silva, sob orientação do Prof. Alexandre Fernandes Bamberg de Araújo. Dia 27/6, às 10h, no Anfiteatro do DPA/IV, defesa de dissertação de mestrado em Ciências Veterinárias, intitulada ‘Caracterização molecular e avaliação da eficácia de Brevibacillus laterosporus no controle biológico de Ctenocephalides felis felis (Bouché, 1835) (Siphonaptera: Pulicidae)’, de Milene Barbosa Gomes, sob orientação da Profa. Viviane Zahner. Dia 29/6, às 13h30, na Sala 34 do IB, defesa de dissertação de mestrado em Biologia Animal, intitulada ‘Biologia populacional de Ermitão Pagurus criniticornis Dana, 1852 (Crustacea, Decapoda, Anomura), na Baía de Sepetiba, RJ’, de Júlio César Toledo de Almeida, sob orientação da Profa. Lídia Miyako Yoshii Oshiro. Dia 29/6, às 13h30, na sala 34 do IB, defesa de dissertação de mestrado em Biologia Animal, intitulada ‘Morfometria geométrica do crânio de três espécies do gênero Thrichomys (Mammalia)’, de Jeiel Babrir Carvalhaes, sob orientação do Prof. Oscar Rocha Barbosa. Dia 30/6, às 9h, no Salão Verde do IV, defesa de dissertação de mestrado em Medicina Veterinária, intitulada ‘Aspectos clínico-patológicos associados à otite externa de cães domésticos (Canis familiares, Linnaeus, 1758), avaliação da sensibilidade antimicrobiana in vitro e eficácia clínica in vivo’, de Carolina Marotta Ribeiro, sob orientação do Prof. Argemiro Sanavria. Dia 30/6, às 9h, no PPGEA, defesa de dissertação de mestrado em Educação Agrícola, intitulada ‘Representação social da cachaça para os alunos do Curso de Tecnologia em Produção de Cachaça do Instiuto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia no Norte de Minas Gerais (IFNMG)/Campus Salinas ’, de Pedro Paulo Oliveira, sob orientação da Profa. Luciana Helena Maia Porte. Dia 30/6, às 9h, no IB, defesa de tese de doutorado em Biologia Animal, intitulada ‘Distribuição espacial e biologia populacional das espécies de branquiúrios e crescimento somatório de Uca rapax (Smith, 1870) no manguezal de Jabaquara/Paraty/RJ’, de Luciane Marins Bedê, sob orientação da Profa. Lídia Miyako Yoshii Oshiro.

Rural Semanal Uma construção coletiva da comunidade universitária

Os conceitos, opiniões, declarações, comunicados, resenhas e cartas são de total responsabilidade dos autores. Colabore enviando artigos, cartas e notas até 3ª para ascom@ufrrj.br


Informes Gerais

Pós-graduação na Rural

Bolsa Atleta

O Programa de Pós-graduação em Medicina Veterinária (Patologia e Ciências Clínicas) - PPGMV recebe inscrições até 1/7 para a seleção de candidatos ao mestrado (turma com início no 2º semestre). Veja o edital em http://r1.ufrrj.br/wp/ppgmv O Programa de Pós-graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agrigultura e Sociedade CPDA recebe inscrições de 1 a 26/8. Veja o edital em www.ufrrj.br/cpda/static/edital_de_selecao_2011_ 2012_ final.pdf

De 11 a 22/7, estarão abertas as inscrições para a Bolsa Permanência Modalidade de Apoio ao Esporte. Edital e ficha de inscrição em www. ufrrj.br/portal/modulo/ home/getEdital.php? arquivo=350.pdf. A lista final dos selecio nados será divulgada no dia 23/8, no mural da Atlética Central.

Seminário Interno na Botânica DENGUE SE VOCÊ AGIR, PODE EVITAR

Concurso para técnico em Agrimensura A UFRRJ abre inscrições, de 28/6 a 22/7, ao Concurso Público para técnico-administrativo na área de Agrimensura. Interessados devem acessar formulário disponível em www.ufrrj.br/concursos. Informações (Edital 21/2011) em http://migre.me/51a6T

O próximo Seminário Interno do Depto. de Botânica terá como palestrante João Aguilar (Empresa Meristem Biotecnologia Vegetal/Nova Friburgo-RJ). Com o tema ‘Produção de mudas de flores pela técnica de clonagem vegetal’, a palestra acontece em 29/6, às 10h, no Salão Vermelho do IB.

Divisão de Saúde informa Devido à paralisação dos servidores técnico-admi nistrativos, o Posto Médico da UFRRJ estará fechado temporariamente, por não oferecer condições mínimas de pessoal para funcionamento. Dr. César Franco Bernardo, coordenador

Deliberação nº 22, de 8/6/11 O ConsU da UFRRJ, tendo em vista a decisão tomada em sua 267ª Reunião Ordinária, realizada em 8/6/11, resolve: I. prorrogar até 30/9/11 o prazo para o ConsU concluir a votação do novo Regimento Geral; II. estabelecer o dia 22/7/11 como data-limite para toda a comunidade universitária apresentar à Secretaria dos Órgãos Colegiados propostas de alteração, inclusão ou exclusão de pontos presentes no documento-base, disponível na página da Reforma do Regimento, devendo cada proposta indicar com clareza o que é sugerido mudar, seja nos títulos, capítulos, seções, artigos, parágrafos e/ou alíneas; III. incluir seis novos membros na Comissão de Sistematização das Propostas para a Reforma do Regimento Geral, sendo um representante do campus de Nova Iguaçu, um representante do campus de Três Rios, um representante do campus de Campos dos Goytacazes, um representante da Pró-Rei toria de Graduação, um representante da Pró-Reito ria de Pesquisa e Pós-Graduação, e um representante da Pró-Reitoria de Extensão; IV. estabelecer o dia 8/7/11 como data-limite para a Secretaria dos Órgãos Colegiados receber a indicação dos nomes dos representantes especificados no item ‘III’; V. as deliberações da Comissão de Sistematização deverão contar com a presença de um mínimo de seis participantes; VI. a Comissão de Sistematização atualizará o documento-base de 2/6/11, incluindo todas as novas propostas apresentadas até 22/7/11, dispostas na cor

verde e contendo explicitação da origem das mesmas; VII. haverá uma audiência pública em cada campus da Universidade no período de 8 a 22/8/11, bem como no período de 5 a 19/9/11; VIII. imediatamente após cada audiência pública, a Comissão atualizará o documento-base para a audiência seguinte, incluindo todas as propostas surgidas na audiência que obtiverem um ou mais votos entre os membros da Comissão; IX. o documento-base de 2/6/11 e as propostas majoritárias nas votações da Comissão estarão dispostos na cor preta; X. as demais propostas nas votações da Comissão, desde que recebam um ou mais votos, estarão sublinhadas e na cor vermelha, contendo indicação do número de votos recebidos; XI. no dia 23/8/11 a Comissão disponibilizará na página da Reforma do Regimento e entregará à Secretaria dos Órgãos Colegiados o documentobase atualizado, para ser levado à discussão nas diversas instâncias universitárias até o dia 30/8/11; XII. no dia 1/9/11 a Comissão disponibilizará na página da Reforma do Regimento e entregará à Secretaria dos Órgãos Colegiados o documento-base atualizado, com a inclusão das contribuições das diversas instâncias universitárias, respeitando os critérios explicitados nos itens ‘VIII’ a ‘X’; XIII. no dia 21/9/11 a Comissão disponibilizará na página da Reforma do Regimento e entregará à Secretaria dos Órgãos Colegiados a Proposta de Reforma do Regimento Geral; XIV. o ConsU votará o novo Regimento Geral de 22 a 30/9/11. Ricardo Motta Miranda, Presidente

Inscrições abertas para bolsas PQ e DT

O CNPq/MCT abriu o calendário para seleção das Bolsas de Produtividade em Pesquisa (PQ) e de Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora (DT). O prazo de inscrição vai até o dia 18/8. O pesquisador deve atender aos critérios de avaliação dos Comitês de Assessoramento, disponíveis em www. cnpq.br/cas/cas.htm.

Eventos na Rural Cata Rural: 1) Dia 28/6, das 8h às 17h, no Salão Azul, minicurso de Educação Ambiental com o Prof. Francisco Carlos de Francisco. Inscrições no local, com direito a certificado. 2) No mesmo dia, a partir das 20h, Doce Noite Lúdica (Lual), no Lago do IA. Ingresso: copo ou caneca não descartáveis. Dia 29/6, no Salão Azul, fórum Alimentação Escolar: uma oportunidade para a Agricultura Familiar. FEAC 2011 - De 27 a 28/7, de 9h às 17h30, no CPDA, Encontro Regional sobre o Ensino de Ciências no RJ. De 27 a 28/10, no campus Seropédica, I Fórum do Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor (SIASS). Mais informações na página da UFRRJ, link ‘Cursos/Eventos’.

Segurança no campus Faça a sua parte para que não haja violência no campus. Qualquer ocorrência, comunique-secom a DGV, ramal 4645 e tel. 2682-1871. Tenha sempre um documento de identidade, especialmente o que ateste seu vínculo com a UFRRJ.

Convite do CIEC/UFRRJ A UFRRJ foi convidada pelo Inep/MEC a colaborar na elaboração de questões que serão incorporadas ao Banco Nacional de Itens (BNI) do Enem 2012. Dessa forma, com o objetivo de descrever e esclarecer as etapas desse processo, a Coordenação Integrada de Estágios e Concursos (CIEC/UFRRJ) convida os docentes do quadro permanente da Rural,para uma reunião no dia 1/7, às 9h, no Salão Azul (P1).

Apresenta, em 29/6, às 19h, no Gustavão, ‘Mar a dentro’ (Espanha/2004, drama, 125min.). Direção: Alejandro Amenábar; com Javier Bardem, Belén Rueda, Lola Dueñas, Mabel Rivera. Sinopse: Ramón Sampedro (Javier Bardem) é um homem que luta para ter o direito de pôr fim à sua própria vida. Na juventude ele sofreu um acidente, que o deixou tetraplégico e preso a uma cama por 28 anos. Lúcido e extremamente inteligente, Ramón decide lutar na justiça pelo direito de decidir sobre sua própria vida, o que lhe gera problemas com a igreja, sociedade e até com seus familiares.

RURAL SEMANAL : Informativo da Reitoria da UFRRJ fundado em 26/9/1994 Reitor: Ricardo Motta Miranda Vice-reitora: Ana Maria Dantas Soares Pró-Reitores de Assuntos Administrativos: Pedro

Rural Semanal Ano XVIII número 20/2011 - 27/6 a 3/7/2011

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

IMPRESSO

Paulo de Oliveira Silva Assuntos Financeiros : Eduardo Mendes Callado Assuntos Estudantis: Carlos Luiz Massard Graduação: Nidia Majerowicz Extensão: José Claudio Souza Alves Pesquisa e Pósgraduação: Aurea Echevarria Assessora de Informação e Comunicação: Teresinha Sena Pacielo Editor colaborador: Valdomiro Neves Lima Colaboradoras: Aline Avellar (jornalista/Mtb06470MG) e Alline Lemos. Redação/revisão: João Henrique Oliveira (jornalista/Mtb 2432-5) Diagramação: Elcy Rodrigues de Moraes Carvalho Distribuição: Aline da Silveira Figueroa Estagiárias: Caroline Ribeiro e Fernanda Magalhães Impressão: Imprensa Universitária Tiragem: 5000 Redação: Assessoria de Informação e Comunicação - BR 465 - Km7, Pavilhão Central, sala 131, CEP 23890-000 Seropédica/RJ. Tel.: (21) 2682-2915 e 2682-1080/1090; fax: (21)2682-1120. E-mail: ascom@ufrrj.br Portal: www.ufrrj.br ‘A exatidão dos dados dos eventos é de responsabilidade de seus organizadores’.

Rural Semanal 20 (27/6 a 3/7/2011)  

Informativo da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).