Page 125

133

foi pertinente. Salientei que estando eles concluindo o ensino fundamental, certamente já estavam pensando em arrumar um emprego. Então, para ser um profissional criativo e com boas ideias é muito importante no mercado de trabalho, atualmente, e por este motivo nossas aulas de Artes poderiam contribuir para instigá-los a pensar. Acredito que é meu dever enquanto professora destes adolescentes tentar provocar a curiosidade, pelo novo, a busca do conhecimento, a possibilidade para novas oportunidades na vida, estimular a autoconfiança e a esperança para um futuro melhor. Como salienta Maria Letícia Vianna: “[...] como educadores, acreditamos no poder de criatividade das pessoas, na individualidade de cada ser humano, acreditamos na necessidade vital que a criança tem de se expressar, porque somos contra a acomodação e desejamos a transformação (1994, p.3)”. No segundo momento da aula distribui a cada aluno um retalho de tecido de diferentes cores, uma revista e organizei uma mesa no centro da sala com cola, tesouras, agulha, linha, lápis de cor, giz de cera, lápis dermatográfico, grafite em bastão, canetas esferográficas e canetas hidrocor. Solicitei que os alunos primeiramente colocassem o nome no seu trabalho, pois já haviam sido entregues vários trabalhos sem nome na ultima aula, e em seguida expliquei a proposta de trabalho. Cada aluno deveria encontrar na revista um retrato que lhe interessasse e fixá-lo no tecido, com cola ou através de costura. Após eles deveriam interferir na figura com os materiais apresentados, criando um fundo, e acrescentando elementos que representassem a personalidade que imaginam para aquele personagem recortado da revista. Fiquei impressionada com os resultados, os meninos foram os primeiros a pegarem agulha e linha para realizar o trabalho. Um aluno que utilizou o lápis dermatográfico ficou impressionado com o material e com a forma que ele era apontado. Ele mostrou para os colegas e todos queriam usar um pouco. Um aluno utilizou a ponta da agulha para riscar a figura selecionada, e o resultado ficou ótimo. A turma se empolgou com o resultado do colega e se empenhou em realizar o trabalho, tanto que já haviam passado cinco minutos do horário do recreio e ninguém havia pedido para sair.

Fotografia e arte na educação  

Trabalho de Curso apresentado por Nátia Pereira Vargas em dezembro de 2010

Advertisement