Page 1

Janeiro/Março de 2017 - edição nº 25

Intensivismo UTI Adulto do Hospital Santa Cruz mantém índices positivos e busca atingir o nível máximo de excelência.

Hospital torna-se referência na área de terapia nutricional

Pág. 6

Enfermagem do HSC forma Comissão de Ética

Pág. 2

Pág. 11


Luciano Pereira

Editorial A Segurança do Paciente é uma premissa para as ações desenvolvidas na área da saúde, com o intuito de qualificar a assistência de forma segura e eficaz a quem procura atendimento hospitalar. A Portaria do Ministério da Saúde 529/2013 institui o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), com o objetivo de contribuir para a qualificação do cuidado em saúde em todos os estabelecimentos do território nacional. Ela é regulamentada pela RDC 36/2013, a qual institui as Ações Para a Segurança do Paciente em Serviços de Saúde. Em 2010 um grupo de seis enfermeiros do HSC, atentos para as ações de prevenção a agravos intra-hospitalares, criou a Comissão Interna de Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente (Cigersp). Esta comissão foi a pioneira na região em desenvolver iniciativas que visam a segurança do paciente durante a sua internação hospitalar. Em 2016 a comissão passou a ser denominada de Núcleo Interno de Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente, fazendo parte da Rede Brasileira de Enfermagem e Segurança do Paciente (Rebraensp). A partir da existência deste grupo de trabalho, várias ações vem sendo desenvolvidas nas mais diversas áreas de atuação e setores do HSC, tanto aqueles que prestam assistência direta quanto as áreas de apoio. Dentre as ações podemos citar a identificação dos pacientes por meio de pulseiras, a identificação do acompanhante, ações referentes à terapia medicamentosa e nutricional, check list da cirurgia segura, notificações dos eventos adversos, a elaboração de um Plano de Segurança do Paciente (PSP) e demais ações que são norteadas pelas seis metas internacionais as quais também constam no protocolo do Ministério da Saúde. O objetivo do Núcleo é, acima de tudo, desenvolver nos profissionais, estudantes, residentes e preceptores do HSC uma cultura de segurança, acolhedora e com intervenções educativas e não punitivas. As ações de segurança podem ser desenvolvidas pelos profissionais das diversas áreas do cuidado de acordo com as melhores práticas neste campo. Entendemos que este é o caminho a ser seguido para atingirmos a excelência na assistência de maneira resolutiva, integrada e interdisciplinar, reestabelecendo o indivíduo ao meio familiar e social com o intuito de promover o seu bem-estar e a qualidade de vida. Fernanda Ribeiro Gallisa Diretora de Enfermagem do HSC

HSC forma Comissão de Ética de Enfermagem Foi realizada, no dia 3 de março, a solenidade de posse da primeira gestão da Comissão de Ética de Enfermagem do HSC. O evento foi dirigido pela Comissão Eleitoral, representada pelas enfermeiras Patrícia Stragliotto e Laurinês Budel Possebon e pela técnica de enfermagem Jucelaine Pereira Dias. Também estava presente a representante do Conselho Regional de Enfermagem (Coren/RS), enfermeira Gabriela Correa Guerra. A Comissão de Ética é um órgão representativo nas instituições, normatizada pelo Coren, com funções educativas e consultivas do exercício profissional e ético dos profissionais de enfermagem. No HSC foi eleita em novembro de 2016. Como titulares foram empossados os enfermeiros André Carlos Moreira, Monica Franceschet da Rosa, Susimar Souza da Rosa, Vanessa Klesse e Denise da Cunha Nogueira e os técnicos de enfermagem Lovisa Maite Eichherr e Marcelo Alves Correa. Como suplentes, as enfermeiras Adriana Luiza Bulegon Pradebon, Deise Machado Rocha, Eliandra Pontel da Silva e Jaqueline Silveira Peixoto e a técnica de enfermagem Marta Elaine Ehrhardt Braz. A presidente da Comissão, Vanessa Klesse, destacou o entusiasmo da equipe com este novo desafio. “Vamos procurar fazer uma gestão educativa que sirva de referência para as gestões seguintes”, disse. A diretora de enfermagem Fernanda Gallisa elogiou o empenho da equipe responsável pela formação da comissão. “Este trabalho com certeza irá qualificar ainda mais as ações e os serviços da área assistencial”, concluiu.

Expediente O Informativo HSC é uma publicação trimestral do Hospital Santa Cruz. Rua Fernando Abott, 174 - CEP: 96810-072 Santa Cruz do Sul/RS - Telefone: (51) 3713-7410.

Redação: Luciano Pereira, Júlia Carolina Beling (estagiária curricular) e Luana Ciecelski (estagiária curricular do curso de Jornalismo da Unisc). Diagramação: Luciano Pereira. Apoio: Priscila Midon e Gabriele Ayres da Silva (estagiária).

E-mail: hsc@unisc.br Site: www.hospitalstacruz.com.br

Comitê editorial Vilmar Thomé (diretor geral), Daniel Vittielo Wink (diretor do corpo clínico), Egardo Orlando Kuentzer (diretor administrativo), Geraldo Richter (diretor técnico), Giana Diesel Sebastiany (diretora de ensino, pesquisa e extensão), Fernanda Ribeiro Gallisa (diretora de enfermagem), Eliane Hagemann Cauduro (gerente de controladoria) e Neijan Ercolani Konzen (gerente de hotelaria e serviços).

Coordenação Assessoria de Comunicação do HSC - Luciano Pereira, MTb 9234. Comercialização: Priscila Midon - Telefone: (51) 3713-7410 - E-mail: priscilamidon@unisc.br.

Projeto gráfico: Case Marketing - Telefones: (51) 3056-2840 e 81640019 - E-mail: suzi@casemkt.com.

pág. 02 EDITORIAL

Circulação: 1 mil exemplares


O Programa Avante Profissionais do Futuro, projeto criado na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) em agosto de 2016 a partir de uma parceria com a RBS TV de Santa Cruz, beneficiou o Hospital Santa Cruz dentro de suas atividades. O projeto tem por objetivo desafiar jovens estudantes colocando-os em contato com empresas e instituições da região, oportunizando a eles um destaque no mercado de trabalho ao mesmo tempo criando oportunidades para empresários. Dentro do Programa Avante, 24 estudantes selecionados passaram por um período de inscrições, posteriormente por um período de seleção - que levou em consideração a experiência dos jovens no mercado de trabalho e também o currículo acadêmico de cada um - e em seguida foram organizados em seis equipes de quatro integrantes. Essas equipes trabalharam cases empresariais referentes às três empresas patrocinadoras do evento – a Unimed Vale do Taquari e Rio Pardo, a Augusta Transportes e a Souza Cruz – e um case social. O Hospital Santa Cruz, por meio do projeto Amigo HSC, foi esse case social. O objetivo maior do programa é que os jovens desenvolvam projetos inovadores que busquem solucionar problemas apresentados pelas próprias empresas. No caso do case social, os estudantes tiveram como desafio auxiliar o Projeto Amigo HSC a ter mais visibilidade, conforme explica a Assessora de Projetos e Captação de Recursos do Hospital, Izadora Guedes da Silveira. Segundo ela, o desafio proposto aos jovens foi o de aproximar mais a comunidade do projeto, levando até ela mais informações a respeito do que é feito dentro dele, bem como de conseguir mais estabelecimentos parceiros do projeto e amigos do HSC. Como parte do programa os jovens visitaram o Hospital e foram apresentados às suas instalações. A partir daí tiveram a oportunidade de conhecer o que é feito com os recursos arrecadados com o Amigo HSC. O seminário de apresentação das soluções relacionadas ao Amigo HSC o-

Luciano Pereira

Programa Avante beneficia o HSC

correu no dia 28 de novembro e o resultado da equipe vencedora foi divulgado no dia 3 de dezembro. O grupo vencedor recebeu duas bolsas de pós-graduação integrais na Unisc. Amigo HSC Lançado em abril de 2016, o Programa de Fidelidade Amigo HSC tem como principal objetivo a busca por recursos para que o hospital possa continuar desenvolvendo atividades e projetos. Pessoas interessadas podem fazer contribuições de valores a partir de R$ 5 e, dessa forma, obter benefícios em atendimentos dentro do próprio Hospital e em estabelecimentos parceiros do HSC. As doações podem ser feitas por meio da conta de energia elétrica, débito automático ou ainda via pagamento direto nos caixas do hospital. O contribuinte pode aderir a uma das três opções de pacotes: Safira, que é composto por contribuições de R$ 5 a R$ 9,99; Rubi, que tem opções de contribuições de R$ 10 a R$ 19,99; ou Diamante, com contribuições a partir de R$ 20. Há também o plano empresarial, na opção de três pacotes: Empresarial Safira, com contribuições mensais a partir de R$ 100 a R$ 199,99 (empresas com até 30 funcionários); o Empresarial Rubi, com con-

tribuições mensais a partir de R$ 200 a R$ 299,99 (empresas com até 50 funcionários); e o Empresarial Diamante, com contribuições a partir de R$ 300 (empresas acima de 50 funcionários). Em cada um dos pacotes há diferentes tipos de benefícios, como descontos nas consultas ambulatoriais e em exames laboratoriais no Laboratório Santa Cruz e no CDII. No caso das contribuições dos pacotes Diamante e Rubi, há também descontos em diárias de internação e nos medicamentos utilizados durante a permanência no hospital. Quanto maior o valor da doação, maiores são os benefícios e os percentuais que o contribuinte tem direito. Quem for cadastrado no Programa de Fidelidade Amigo HSC também contará com valores diferenciados tanto nas consultas quanto nos exames de imagem e laboratoriais encaminhados por meio do Centro de Especialidades Médicas HSC, que o Hospital irá inaugurar em breve disponibilizando consultas médicas com especialistas por preços mais acessíveis à comunidade. Mais informações sobre os benefícios, bem como sobre os estabelecimentos amigos e os pontos de coleta da inscrição ao Amigo HSC podem ser encontradas no site www.hospitalstacruz.com. br/amigo-hsc. (L.C.)

EXTENSÃO pág. 03


Residências Multiprofissional e Médica iniciam atividades

Luciano Pereira

Um seminário de integração realizado nos dias 1º e 2 de março deu início às atividades das novas turmas do Programa de Residência Médica e do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Hospital Santa Cruz. A abertura contou com a fala do diretor geral da Instituição, Vilmar Thomé, e com a apresentação da diretora de ensino, pesquisa e extensão da casa de saúde, professora Giana Sebastiany. A diretora desejou as boas-vindas aos residentes e ressaltou a importância do trabalho em equipe na área da saúde. “Residência é ensino e serviço”, definiu ela. Para Thomé, o Hospital Santa Cruz é grande, qualificado e em movimento. “As residências simbolizam a crença da Apesc na educação, na formação qualificada dos profissionais e na qualificação dos professores, dos tutores e, consequentemente, do próprio Hospital”, disse o diretor geral. A mesa de honra também foi composta pelo coordenador do Programa de Residência Médica, Leandro Luis Assmann, e pela subcoordenadora do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde, Ana Paula Helfer Schneider. “A qualidade tem se mantido ao longo destes anos de atuação da Coreme (Comissão de Residência Médica), e nosso desafio é manter esse trabalho”, avaliou Assmann. Segundo Ana Paula, integrar as oito áreas da saúde que compõem a Residência Multiprofissional é um desafio muito grande. “No final todos saem ganhando, residentes e equipes”, concluiu a professora. A programação teve início com a apresentação de fluxos e rotinas do Hospital, com o enfermeiro Anderson Barreto de Moraes. Em seguida os novos residentes receberam informações sobre o Núcleo Interno de Gerenciamento de Risco do Paciente (Nigersp), encerrando a manhã com a apresentação dos setores e dos responsáveis, com a enfermeira Caroline Martins. Na parte da tarde, o subcoordenador

pág. 04 ENSINO

do Programa de Residência Médica, Marcelo Carneiro, apresentou a Comissão de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar (CCIH) do Hospital. Em seguida foi a vez da técnica em segurança Silvana Gomes Dick e do engenheiro ambiental Fabrício Weiss falarem sobre o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT). Informações sobre recursos humanos também foram abordadas pela funcionária Alessandra Schwingel. Uma reunião com os tutores, preceptores e residentes R2 encerrou as atividades do dia. Os residentes voltaram a se reunir na tarde do dia 2 de março para a

apresentação dos setores de Auditoria e Faturamento e de Desenvolvimento Organizacional. Ao todo foram 135 inscritos no Programa de Residência Multiprofissional em saúde, um aumento de 13% em relação ao processo anterior. A prova para a Residência Médica do HSC também apresentou um aumento de 16% no número de inscritos, chegando a 154 no último processo. “Isso comprova o sucesso alcançado pelas duas modalidades de residências, resultado do esforço e trabalho em conjunto de todos os envolvidos”, elogiou a diretora de ensino, pesquisa e extensão, Giana Sebastiany.

A eleição para coordenador e vice-coordenador da Comissão de Residência Médica (Coreme) foi realizada no dia 21 de fevereiro, com a definição dos médicos e professores Leandro Luis Assmann e Marcelo Carneiro para os cargos, respectivamente. Já os preceptores eleitos foram os seguintes: CLÍNICA MÉDICA Supervisor – Marcelo Carneiro Vice – Cynthia Caetano

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA Supervisor – Leandro Luis Assmann Vice – Adriana Cristina Funk

MEDICINA DE FAMÍLIA E COMUNIDADE Supervisora – Izadora Joseane Borrajo Moreira Vice – Luciano Nunes Duro

PEDIATRIA Supervisora – Fátima Cleonice Souza CIRURGIA GERAL Supervisora – Dóris Lazzarotto Swarowsky


EMTN vai a capacitação em São Paulo tando grande evolução e caminhando paralelamente aos avanços da medicina, com inúmeros resultados na prática clínica. “Esses avanços ocorrem graças à contribuição de profissionais da área multiprofissional, com o objetivo de detectar precocemente os riscos de desnutrição dos pacientes e utilizando métodos terapêuticos para recuperação do estado nutricional”, disse. A EMTN se faz necessária no ambiente hospitalar e, no HSC, é responsável por monitorar e atender a todas as solicitações de avaliação do estado nutricional de pacientes, indicando, acompanhando e modificando a terapia nutricional, quando necessário. Além disso, seguem os protocolos, em comum acordo com o médico responsável pelo paciente, até que sejam atingidos os critérios de reabilitação nutricional preestabelecidos. A equipe é multiprofissional, composta por médico, nutricionista, enfermeiro, farmacêutico, médico residente, dentre outros colaboradores. (J.B.)

Divulgação

Nos dias 8 e 9 de março, a nutricionista Carolina Testa Antunes e a enfermeira Caroline Martins, que fazem parte da Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional (EMTN) do Hospital Santa Cruz, participaram de uma capacitação em EMTN no Hospital do Coração (HCor), em São Paulo. O curso é financiado pelo Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS) e desenvolvido pelo HCor em parceria com o Ministério da Saúde. O objetivo geral do curso foi promover a capacitação da equipe multidisciplinar para utilizarem procedimentos, diagnósticos e terapêuticos adequados à manutenção ou à recuperação do estado nutricional dos pacientes. A nutricionista explica que o curso foi estruturado em um modelo pedagógico bimodal, no qual primeiramente tiveram um processo de aprendizagem pelo ambiente virtual durante o ano de 2016 e agora finalizado de forma presencial em São Paulo. No encontro foram discutidos casos

clínicos, foi realizada simulação realística, utilização de equipamentos e acessórios específicos para cada terapia, prática monitorada, entre outras ferramentas necessárias para o processo de ensino e aprendizagem dos participantes. Carolina enfatiza que, nos últimos trinta anos, a Terapia Nutricional vêm apresen-

Uma série de ações realizadas no dia 22 de março deu início às atividades de 2017 do Programa de Qualidade de Vida - Equilibre-se do Hospital Santa Cruz. Embora as atividades estejam sendo oferecidas de maneira contínua, o lançamento de 2017 busca valorizar a identidade do programa e chamar a atenção dos colaboradores para a sua saúde física e emocional. O programa existe há três anos e é desenvolvido por uma equipe multiprofissional, com envolvimento dos setores de Desenvolvimento Humano e de Serviço de Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT), atrelados ao setor de Recursos Humanos da Instituição. A equipe gestora destas atividades é composta por profissionais de diversas áreas, entre elas a enfermagem e a segurança do trabalho, a psicologia e a educação física, com apoio de estudantes/estagiários de cursos da área da saúde da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). Tem como objetivo proporcionar espaços

de promoção e prevenção em saúde do trabalhador por meio de estratégias de cuidado e reflexão. O planejamento das atividades é elaborado a partir dos eixos temáticos relaxamento (massoterapia, reiki e meditação), alongamento (técnicas de reeducação postural e consciência corporal ginástica laboral), jogos cooperativos (atividades lúdicas e recreativas), oficinas (construção participativa e interativa de objetos artesanais) e rodas de conversa. Este último consiste em espaços com temas previamente estabelecidos, voltados para o autoconhecimento e desenvolvimento individual, oportunizando espaços de discussão e reflexão. O lançamento ocorreu pela manhã com o plantio de sementes de chás e temperos (foto) que já estão sendo usados no refeitório da Instituição. Após foi realizada a abertura oficial do evento, com a fala da equipe gestora do programa seguida pela roda de conversa intitulada Conhecendo as Práticas Integrati-

Divulgação

Programa Equilibre-se recomeça as atividades

vas e Complementares em Saúde, com a professora do Curso de Enfermagem da Unisc Ana Zoe Schilling. Uma Oficina de Mandalas ao ar livre encerrou as atividades da manhã. No turno da tarde ocorreram as mesmas atividades. (J.B.)

DESENVOLVIMENTO pág. 05


HSC é referência em Terapia Nutricional Enteral e Parenteral

Fotos: Luciano Pereira

Luciano Pereira O Hospital Santa Cruz conquistou a habilitação de Unidade de Alta Complexidade em Terapia Nutricional Enteral e Parenteral. A Portaria, de número 2.534, foi publicada no Diário Oficial da União de 29 de dezembro de 2016. A nova referência da Instituição considera a necessidade de organizar a assistência hospitalar aos pacientes com deficiência nutricional, com base nos princípios da universalidade e integralidade das ações de saúde. Essa assistência exige uma estrutura hospitalar com área física adequada, equipe multiprofissional nas áreas de terapia enteral e parenteral e suporte de serviços auxiliares de diagnóstico e terapia, proporcionando condições técnicas, instalações físicas, equipamentos e recursos humanos adequados à prestação de assistência hospitalar e especializada a pacientes em risco nutricional ou desnutridos. A Terapia Parenteral e Enteral, quando devidamente indicada, é fundamental para a diminuição da morbi-mortalidade hospitalar. Conforme a coordenadora do Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital, Carolina Testa Antunes, a Instituição já vinha prestando esse serviço e agora recebeu o reconhecimento pelo trabalho já executado em beneficio da comunidade. “É o único hospital na região com

pág. 06 MANCHETE

esta credencial”, afirma a nutricionista. “Foi um trabalho de mais de cinco anos visando esta habilitação, com o apoio da nossa Assessoria de Projetos e Captação de Recursos”, comemora. Para o diretor geral do HSC, Vilmar Thomé, trata-se de mais uma importante conquista para os santa-cruzenses e para os demais usuários dos serviços do HSC. “O Hospital Santa Cruz está continuamente qualificando a assistência hospitalar contribuindo também para a qualificação ainda maior dos tratamentos aqui realizados”, enfatiza.

Referências O HSC também é referência para Alta Complexidade em Traumatologia/Ortopedia – cirurgias eletivas e de urgência para os municípios que compõem a 8ª Coordenadoria Regional de Saúde (sede Cachoeira do Sul) e 13ª Coordenadoria Regional de Saúde (sede Santa Cruz do Sul) – e em gestantes de alto risco para a 13ª Coordenadoria Regional de Saúde, além de ser um Centro de Referência em Alta Complexidade Cardiovascular.


Nutricionistas apresentam Manual de Dietas O Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital Santa Cruz, juntamente com o curso de Nutrição da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), lançou no final de 2016 o Manual de Dietas Hospitalares da Instituição, elaborado pela nutricionista Carolina Herberts do Nascimento. Ainda como estudante Carolina havia realizado a revisão e atualização do manual como trabalho de conclusão da graduação. O novo Manual de Dietas Hospitalares do HSC foi apresentado para integrantes da direção e para a equipe de profissionais da Copa e da Cozinha em dois turnos. O objetivo do trabalho foi readequar o manual de dietas do serviço de nutrição do Hospital promovendo a atualização e a revisão dos cálculos das dietas hospitalares utilizadas na Instituição, visando atender aos pacientes internados de acordo com as exigências nutricionais atuais, bem como se adequar às leis da alimentação e às necessidades do serviço de nutrição hospitalar.

Para isso foi feita uma revisão bibliográfica com busca de informações pertinentes ao tema. Os cálculos dietéticos foram executados no software Dietwin Plus. O novo Manual está disponível no Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) para melhor acesso e consulta assim

como em todas as copas do Hospital. O trabalho contou com o apoio das nutricionistas da casa de saúde Carolina Testa Antunes, Cinara dos Santos e Kelly Labres Figueiredo e da professora do curso de Nutrição da Universidade, Fabiana Assmann Poll.

MANCHETE pág. 07


Entre os dias 9 e 12 de novembro foram realizados, em Belo Horizonte, o 15º Congresso Brasileiro de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar e o 1º Simpósio Internacional da Associação Panamericana de Infectologia em Infecções Associadas à Atenção à Saúde. O Hospital Santa Cruz foi representado na ocasião pelo médico Marcelo Carneiro e pela enfermeira Eliane Carlosso Krummenauer, ambos integrantes da Comissão de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar da Instituição, contribuindo como palestrantes em três salas do evento que reuniu 150 palestrantes nacionais e internacionais. O tema central do evento foi Segurança do Paciente: o que mudou na prática e no comportamento dos profissionais de saúde e as perspectivas após a publicação da Portaria 529 de 2013. A maior ênfase foi no envolvimento do paciente pela sua própria segurança, a proposição de indicadores nos diversos protocolos de segurança do paciente, o impacto nas ações previstas para o controle de infecção e o Núcleo de Segurança do Paciente, Gerência de Risco e de Qualidade.

Lançamento de livro e eleição da diretoria Na oportunidade também foi lançado o livro Segurança do Paciente: como garantir qualidade nos serviços de saúde, do enfermeiro Guilherme Augusto Armond (na foto, com alguns profissionais colaboradores da obra). Além disso, foi realizada a eleição da nova diretoria da Associação Brasileira de Controle de Infecção – ABIH (gestão 2017-2018), que empossou um novo grupo de trabalho permanecendo como presidente para o próximo biênio o médico Marcelo Carneiro. O próximo Congresso Brasileiro foi marcado para a cidade de Porto Alegre, em 2018.

pág. 08 PESQUISA

Divulgação

Hospital Santa Cruz participa de evento sobre controle de infecção e epidemiologia

Profissionais também integram Grupo de Trabalho da Anvisa A enfermeira Eliane Carlosso Krummenauer e o médico infectologista Marcelo Carneiro, da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital Santa Cruz, foram nomeados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para integrarem grupos de trabalhos que irão revisar, respectivamente, os critérios diagnósticos de infecção de trato urinário e de infecção de corrente sanguínea relacionadas à assistência à saúde, assim como elaborar as medidas de prevenção. As Portarias, de 23 de novembro de 2016, foram publicadas no Diário Oficial da União do dia 24, quinta-feira. Eliane e Carneiro também representam a Associação Brasileira dos Profissionais em Controle de Infecções e Epidemiologia Hospitalar. Os integrantes do Grupo de Trabalho têm como atribuições participar das reuniões, das discussões e demais atividades com a finalidade de subsidiar a revisão dos respectivos documentos e

executar as atividades definidas pelo coordenador do grupo, respeitando o cronograma de atividades proposto. Deverá ainda elaborar minuta dos documentos, analisar as contribuições encaminhadas à minuta por meio de consulta restrita sobre os documentos elaborados pelo grupo e participar da atualização técnico-científica desses documentos, sempre que necessário, além de apoiar a produção de materiais educativos com base nos documentos produzidos e participar de eventos científicos promovidos pela Anvisa ou outras instituições para a divulgação dos documentos produzidos. A coordenação dos grupos de trabalho será exercida pela Gerência de Vigilância e Monitoramento em Serviços de Saúde da Gerência Geral de Tecnologia em Serviços de Saúde da Anvisa (GVIMS/ GGTES/Anvisa). A conclusão dos trabalhos deverá ocorrer no prazo de seis meses a partir da data de publicação da Portaria.


Adoção é tema de capacitação com a área materno infantil Fotos: Divulgação

O Serviço Integrado de Atendimento Psicossocial (SIAP) e as residentes de Psicologia e Serviço Social do Hospital Santa Cruz (HSC) realizaram, durante o mês de dezembro, capacitações com técnicos de enfermagem e enfermeiros da Maternidade e da Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) da Instituição. O objetivo foi de aprimorar os processos de adoção e acolhimento institucional de crianças atendidas na casa de saúde. O foco das ações foi desmistificar os processos e apresentar os fluxos de atendimentos de ambos os casos às equipes, pensando na prevenção de riscos sociais envolvendo o público infanto juvenil, cujos direitos à proteção e à vida estejam ameaçados. Também, esclarecer que a entrega do filho para a adoção é um direito assegurado às mães e gestantes, visando ao princípio fundamental da adoção – Art. 43 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA). Os processos vigentes possuem interface com a Promotoria e Juizado da Infância e Juventude das comarcas que atendem à cidade de origem da criança e/ou gestante. As capacitações terão continuidade no ano de 2017, atingindo ainda o Centro Obstétrico e as equipes noturnas da área materno infantil. Capacitação

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

No dia 3 de dezembro enfermeiras e técnicas de enfermagem da área materno-infantil do Hospital Santa Cruz participaram de uma capacitação sobre reanimação neonatal. A atividade ocorreu na própria Instituição e foi ministrada pela médica pediatra Fabiani Renner.

CAPACITAÇÃO pág. 09


Luciano Pereira

Trote Solidário ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

O HSC recebeu a doação de fraldas e de produtos de higiene pessoal por meio do trote solidário promovido por residentes, tutores e preceptores do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Instituição. Foram arrecadadas 513 fraldas pediátricas e alguns materiais de higiene pessoal, como oito vidros de shampoo, 48 unidades de absorventes, escovas de dentes, cremes dentais, hidratantes corporais e sabonetes que serão destinados a pacientes internados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e que encontram-se em condição de vulnerabilidade social e/ou com vínculos familiares rompidos. A entrega foi feita às assistentes sociais do Serviço Integrado de Atendimento Psicossocial (Siap) do Hospital. Pessoas ou empresas interessadas em doar podem entrar em contato com o Siap pelo telefone (51) 3713-7443. Luciano Pereira

Prevenção à Tuberculose

○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Dia 24 de março é o Dia Mundial de Combate à Tuberculose e o HSC promoveu uma campanha interna de prevenção da doença. Teve conversa com colaboradores do Hospital no cartão ponto sobre os cuidados no atendimento a pacientes com tuberculose, coordenada pela equipe da Comissão de Controle de Infecção e Epidemiologia Hospitalar (CCIH) e do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), e distribuição de folders informativos nas recepções e nas salas de espera. Um banner foi instalado e cartazes explicativos foram colocados nos murais internos da Instituição, além de conversas de alunos da área da saúde com as equipes de atendimento nas unidades. Júlia Carolina Beling

Capacitação para liderança ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

No mês de março enfermeiras e enfermeiros do Hospital Santa Cruz realizaram um treinamento nas dependências da Instituição sobre aspectos relacionados à liderança e, principalmente, às responsabilidades que a profissão de enfermeiro requer. O foco do trabalho foi em aspectos básicos de liderança simulando atividades apresentadas no dia a dia, identificando riscos e dinâmicas. Ainda, identificaram a abordagem correta do gestor em situações pelas quais há necessidade de desenvolvimento pessoal, considerando a expectativa, feedback e recursos como parte principal de suas responsabilidades. Emenda Parlamentar ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

No dia 29 de março o vereador Alberto Heck (PT), de Santa Cruz do Sul, esteve reunido com a direção do Hospital Santa Cruz representando a Deputada Federal Maria do Rosário (PT-RS). O HSC foi contemplado com uma emenda parlamentar no valor de R$ 200 mil de autoria da deputada, referente ao Orçamento da União 2017. Conforme o diretor geral da Instituição, Vilmar Thomé, o valor será destinado para aquisição de equipamentos necessários para que o Hospital continue desenvolvendo suas atividades com qualidade e resolutividade.

pág. 10 COMUNIDADE EM FOCO


Seja pelo índice de mortalidade, que está abaixo da média nacional, ou seja pela taxa de resolutividade, que supera os 80%, a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Adulto do Hospital Santa Cruz está na expectativa para atingir o nível 3 de excelência, que é o nível máximo que pode ser alcançado por uma UTI. Atualmente a casa de saúde é nível 2 neste setor e conta com 10 leitos na unidade. Conforme o médico intensivista Rafael Botelho Foernges, coordenador médico da unidade desde 2014, atingir o nível de excelência para a UTI Adulto foi uma das metas estabelecidas no Plano de Gestão de Especialização em Medicina Intensiva, implementado por ele na casa de saúde em 2015. Para isso o Hospital contratou novos intensivistas visando atender à demanda com mais eficiência utilizando a mesma infraestrutura. “Com a integração de três novos médicos intensivistas atingimos 100% de especialistas no atendimento de rotina e 50% no plantão, tornando o HSC apto a atingir o nível 3”, explica Foernges. O plano inclui ainda a ampliação do espaço físico voltado para a área de ensino, uma nova sala de espera (foto) e espaço interno para visitas e informações médicas e a modernização constante dos equipamentos. “A implantação de serviço próprio de hemodiálise na unidade, por exemplo, deu mais agilidade e proporcionou terapias de última geração a pacientes que

Luciano Pereira

UTI Adulto está próxima de atingir nível máximo de excelência

desenvolvem insuficiência renal aguda, patologia com prevalência de 25 a 40% em pacientes críticos”, destaca o médico. “A aquisição de um ecógrafo portátil passou a permitir a realização de procedimentos invasivos, diagnósticos de urgência e monitorização de pacientes dentro da própria UTI”, completa. Outro aspecto fundamental do Plano de Gestão, aponta Foernges, foi a implementação de uma equipe multidisciplinar para abordagem dos pacientes, com a participação dos profissionais da Residência Multiprofissional em Saúde do Hospital Santa Cruz. “Nesse período

buscamos de forma incansável o equilíbrio financeiro da unidade de tratamento intensivo, o que ainda não foi possível devido, principalmente, à baixa remuneração dos serviços prestados a pacientes atendidos pelo Sistema Único de Saúde”, ressalta. Para o futuro, segundo ele, a meta é formar intensivistas dentro do Hospital por meio de um programa de residência médica em intensivismo. Além disso, há o projeto de individualização dos leitos, que permitirá a presença de um acompanhante junto ao paciente tornando o atendimento ainda mais humanizado”.

DDos 10 leitos da UTI Adulto do Hospital Santa Cruz, oito são destinados ao Sistema Único de Saúde (SUS) e dois para os demais convênios e particular. Dos oito leitos SUS, dois são reservados para a alta complexidade cardiovascular. Do total, dois leitos são isolados. DRafael Botelho Foernges é formado em Medicina pela Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre, em 2007, com especializações em Clínica Médica, no HSC, e em Medicina Intensiva, na Santa Casa de Misericórdia, de Porto Alegre. Em 2014 atuou como plantonista da UTI Adulto do Hospital Moinhos de Vento, da capital, vindo no mesmo ano a assumir a coordenação médica da UTI Adulto do Hospital Santa Cruz. INFRAESTRUTURA pág. 11


Fotos: Divulgação

Hospital Santa Cruz desenvolve programa de capacitação de gestores Considerando o papel estratégico dos gestores e sua importância no processo de gestão de pessoas, o setor de Recursos Humanos/Desenvolvimento Humano do Hospital Santa Cruz vem, desde 2013, trabalhando com suas lideranças por meio do Programa de DesEnvolvimento de Gestores – Alçando vôo de liderança. A iniciativa visa criar espaços de formação contínuos para os gestores da instituição. A primeira atividade de 2017 ocorreu no dia 8 de março. Os encontros ocorrem de forma sistemática, com temas que impactam no processo de gestão de pessoas, considerando a especificidade do ambiente hospitalar. O objetivo é a qualificação contínua dos gestores da Instituição e dos processos de gestão de pessoas (avaliação de desenvolvimento, trabalho em equipe, gestão de conflitos etc.), bem como o investimento no desenvolvimento de formas comuns de ser gestor do Hospital Santa Cruz. Ao final de cada ano os par-

pág. 12

ticipantes recebem um certificado. Em 2015 os encontros passaram a ser divididos em três grupos distintos: Futuros Líderes, Jovens Líderes e Líderes. O primeiro inclui os funcionários que desempenham cargos de liderança em substituição do gestor ou na tomada de decisão. É um treinamento mais inicial e técnico dividido em módulos. A ideia é facilitar o desenvolvimento de habilidades de gestão. O grupo Jovens Líderes é oferecido para os funcionários com menos de dois anos no cargo de gestor na Instituição. O treinamento é mais informativo e também dividido em módulos, buscando a qualificação dos gestores nos processos concernentes à gestão de pessoas. Por fim, o grupo Líderes é voltado para os funcionários com mais de dois anos no cargo de gestor, com treinamento voltado para o desenvolvimento do autoconhecimento e da autogestão. No ano de 2016 foram realizados 19 encontros, com uma participação mé-

dia de 32 gestores. Foram trabalhados os temas O papel da liderança, Processos de comunicação e o impacto na gestão de pessoas, As diferentes gerações e seu impacto no relacionamento interpessoal, Feedback e as avaliações de desenvolvimento e Resiliência e processos de mudança. O encerramento das atividades do ano se deu com a realização de um workshop, com o propósito de trabalhar a autopercepção das emoções e seus efeitos no ambiente organizacional. Para o ano de 2017, o Programa de DesEnvolvimento de Gestores ocorre em formato de workshop. O objetivo, segundo a equipe de Desenvolvimento Humano do Hospital, é estimular recursos internos que possibilitem autoconhecimento e desenvolvimento de novas perspectivas no processo de gestão de pessoas, potencializando espaços de planejamento de vida que englobem aspectos pessoais e profissionais.

Informativo Nº 25  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you