Page 1

Julho/Setembro de 2019 - edição nº 35

Ensino, Pesquisa e Extensão

Bem na Tampa e Amigo HSC revertem doações em produtos

Págs. 6 e 7

Segurança do Paciente tem ações no HSC

Pág. 11

Acadêmicos da Unisc e residentes do HSC se inserem cada vez mais em ações na comunidade e no desenvolvimento de pesquisas Págs. 8, 9, 11 e 12


Caroline Silva

Editorial A área de ensino, pesquisa e extensão do Hospital Santa Cruz está com tanto gás, tanta energia que uma edição apenas do Informativo HSC não foi suficiente para publicar todos os projetos e ações em que os estudantes estão envolvidos neste terceiro trimestre de 2019. Tentamos abordar a maioria destas atividades nesta edição, mas algumas foram deixadas propositalmente para o próximo número do Informativo. O Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do HSC, por exemplo, promoveu em setembro a terceira edição de seu simpósio e a terceira mostra de trabalhos científicos, registradas na página 3. Em parceria com a Casa da Amizade e com a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul, também desenvolve um projeto chamado Amigos da Velhice, com atividades voltadas à promoção e à prevenção da saúde física e mental de idosos. Por fim, a presente edição registra a presença de residentes no Encontro Gaúcho de Residentes em Saúde e no Congresso Gaúcho de Terapia Intensiva. A participação de residentes multiprofissionais em disciplina de doutorado da Unisc e a continuidade do Projeto MultiAlegria, capitaneado por eles, tiveram que ficar para o próximo Informativo. E tanto a residência multiprofissional quanto os programas de residências médicas do HSC já iniciaram em outubro o processo seletivo para novas turmas, que começarão suas atividades em março de 2020. Ainda na área de ensino, a página 8 desta edição mostra o trabalho realizado por estudantes do curso superior de Tecnologia em Processos Gerenciais da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), que buscou propor soluções inovadoras para o Hospital. Na pesquisa, o HSC está participando do Projeto Stewardship Brasil, em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O objetivo é avaliar o panorama nacional dos programas de gerenciamento do uso de antimicrobianos em hospitais brasileiros com unidades de terapia intensiva (UTI) adulto. Uma boa leitura!

Colabore com o Informativo HSC. Opine, critique, dê sugestões ou participe com artigos e crônicas. O e-mail para contato é hsc@unisc.br. Expediente O Informativo HSC é uma publicação trimestral do Hospital Santa Cruz. Rua Fernando Abott, 174 - CEP: 96810-072 Santa Cruz do Sul/RS - Telefone: (51) 3713-7410. E-mail: hsc@unisc.br Site: www.hospitalstacruz.com.br Coordenação Assessoria de Comunicação do HSC - Luciano Pereira, MTb 9234. Comercialização: Priscila Midon - Telefone: (51) 3713-7410 - E-mail: priscilamidon@unisc.br.

Atividade aborda o Sinan O Grupo de Trabalho em Tentativa de Suicídio e Situações de Violência do Hospital Santa Cruz, em parceria com o Grupo de Trabalho em Humanização (GTH) da Instituição, promoveu nos dias 5 e 6 de setembro a capacitação Sinan: a importância e os desafios do seu preenchimento. A atividade foi alusiva ao Setembro Amarelo, mês dedicado a campanhas de valorização da vida e prevenção ao suicídio, e voltada a profissionais da Instituição e alunos dos cursos da área da saúde que exercem atividades no Hospital. A notificação do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan) é compulsória em casos de suspeita ou confirmação de violência doméstica/intrafamiliar, sexual, autoprovocada, entre outras situações que foram temas de discussão na capacitação. Sua utilização efetiva permite a realização do diagnóstico dinâmico da ocorrência de um evento na população, podendo fornecer subsídios para explicações causais dos agravos de notificação compulsória, além de vir a indicar riscos aos quais as pessoas estão sujeitas contribuindo, assim, para a identificação da realidade epidemiológica de determinada área geográfica. O seu uso sistemático, de forma descentralizada, contribui para a democratização da informação, permitindo que todos os profissionais de saúde tenham acesso à informação e as tornem disponíveis para a comunidade. É, portanto, um instrumento relevante para auxiliar o planejamento da saúde, definir prioridades de intervenção, além de permitir que seja avaliado o impacto das intervenções. Redação: Luciano Pereira e Caroline Silva (Estagiária curricular do curso de Jornalismo da Unisc) Diagramação: Luciano Pereira Apoio: Priscila Midon Comitê editorial Vilmar Thomé (diretor geral), Marcelo Zanettini Masella (diretor do corpo clínico), Egardo Orlando Kuentzer (diretor administrativo), Geraldo Richter (diretor técnico), Giana Diesel Sebastiany (diretora de ensino, pesquisa e extensão), Fernanda Ribeiro Gallisa (diretora de enfermagem), Eliane Hagemann Cauduro (gerente de controladoria) e Neijan Ercolani Konzen (gerente de hotelaria e serviços). Projeto gráfico: Case Marketing - Telefones: (51) 3056-2840 e 981640019 - E-mail: suzi@casemkt.com.

pág. 02 EDITORIAL

Circulação: 1 mil exemplares


O Hospital Santa Cruz iniciou em agosto uma campanha interna sobre o processo de Acreditação Hospitalar que a Instituição está participando junto à Organização Nacional de Acreditação (ONA). Foram realizados encontros em diferentes turnos e horários, na sala de reuniões da casa de saúde, com a participação de funcionários, médicos do corpo clínico e residentes do Hospital. Os encontros foram marcados pela apresentação da identidade visual que será símbolo da campanha, que conta com o desenho de três estrelas que significam os três níveis da certificação ONA e o slogan Acreditar é a nossa conquista. Também foram realizadas orientações de como funciona o processo de certificação, acompanhadas de um vídeo de sensibilização para envolver os colaboradores. A ONA é uma entidade não-governamental e sem fins lucrativos que certifica a qualidade de serviços de saúde no Brasil, com foco na segurança do paciente. Por meio da acreditação, a instituição de saúde garante uma gestão eficiente de recursos e harmonia na integração entre todos os setores e profissionais, por meio da adoção de protocolos reconhecidos, processos bem definidos e funções específicas, gerando um quadro de padronização que advém à referida qualidade assistencial. Para isso, o HSC vem promovendo desde 2018 uma série de ações com o

Divulgação

HSC realiza campanha interna sobre acreditação hospitalar

objetivo de aprimorar ainda mais os recursos humanos existentes, uniformizar os processos e qualificar as estratégias de gestão. Inúmeras estratégias estão sendo pensadas e construídas pelo Comitê da Qualidade para a disseminação da campanha, tendo como foco a qualificação na assistência e a segurança do paciente em todas as áreas. O comitê existe desde março e é composto por gestores de várias áreas com o objetivo de desenvolver, em conjunto, os processos de melhorias em busca da Acreditação. Para ser acreditada, a Instituição deve atender a um rigoroso conjunto de normas e legislações do setor de saúde que, no final, pode atingir três níveis possíveis de acreditação, que dependem do grau de maturidade da cultura de segu-

rança do paciente em que se encontram. Para o nível 1 (Acreditado), a instituição deve atender aos critérios de segurança do paciente em todas as áreas de atividade, incluindo aspectos estruturais e assistenciais. Para atingir o nível 2 (Acreditado Pleno), além dos critérios de segurança deve-se apresentar gestão integrada, com processos ocorrendo de maneira fluida e plena comunicação entre as atividades. Ambos têm validade de dois anos. Já o princípio do nível 3 (Acreditado com Excelência) é a excelência em gestão. Nesse caso o estabelecimento de saúde precisa atender aos níveis 1 e 2, além de demonstrar uma cultura organizacional de melhoria contínua com maturidade institucional. O certificado de excelência é válido por três anos.

INSTITUCIONAL pág. 03


Gabi Jacobs

Moraes oficializa entrega de equipamentos

O Hospital Santa Cruz recebeu, no dia 30 de agosto, a visita do ex-deputado Sérgio Moraes, acompanhado do deputado federal Marcelo Moraes, da deputada estadual Kelly Moraes e dos vereadores Bruna Molz, Mathias Bertram e Zé Abreu, do PTB. A comitiva foi à casa de saúde oficializar a entrega dos aparelhos adquiridos com a Emenda para Aquisição de Equipamentos destinada pelo então deputado federal Sérgio Moraes, no valor de R$ 500 mil. Com a chegada dos recursos foi adquirido um aparelho de radiodiagnóstico fixo digital (Raio X) da marca Shimadzu, modelo RADspeed Pro MF com DR, que possibilita a obtenção de imagens de alta qualidade e definição. O equipamento possui um gerador de alta frequência melhor e mais seguro que os convencionais e uma mesa de exames com tam-

po flutuante, que facilita o posicionamento do paciente e possui maior alcance nos movimentos laterais e longitudinais. No total o HSC realiza em média 3,5 mil exames de RX por mês, sendo 1,2 mil na Emergência SUS. Em torno de 500 exames serão realizados ao mês no novo equipamento. Com os recursos também foram adquiridos 30 microcomputadores com monitores de 21,5 polegadas, teclados e mouses para as unidades de assistência no atendimento direto aos pacientes. A comitiva foi recebida no Hospital pela presidente da Associação Pró-Ensino em Santa Cruz do Sul e reitora da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), professora Carmen Lúcia de Lima Helfer, e pelo diretor geral da Instituição, Vilmar Thomé. Também estavam presentes integrantes da direção do HSC, médicos e funcionários.

Repasses Outras duas emendas de custeio em favor do Hospital Santa Cruz foram publicadas no Diário Oficial da União, totalizando R$ 900 mil. Além da emenda de R$ 500 mil do deputado Sérgio Moraes (PTB), foram R$ 200 mil da deputada federal Yeda Crusius (PSDB) e outros R$ 200 mil do senador Luiz Carlos Heinze (PP). Os repasses irão possibilitar o incremento das ações, em caráter temporário, dos procedimentos e serviços de média e alta complexidade prestados pelo Hospital, respeitando os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. Os recursos contribuem também para amenizar o déficit gerado pela defasagem histórica da tabela de procedimentos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, parte da verba será aplicada na aquisição de materiais e outra para pagamentos de contas de água, luz, telefone, entre outras necessidades. Heinze também repassou o valor de R$ 250 mil do Ministério da Saúde referente a recurso do Orçamento Geral da União – OGU/2018, que deverá ser utilizado no custeio de serviços prestados à população. O senador destacou que a qualidade desses serviços é um dos seus principais compromissos como parlamentar.

Centro de Especialidades oferece gastropediatria O Centro de Especialidades Médicas do Hospital Santa Cruz passou a oferecer o atendimento em gastropediatria. Esta especialidade é responsável por prevenir, diagnosticar e tratar as doenças do aparelho gastrointestinal da criança e do adolescente, que é composto pela boca, faringe, esôfago, estômago e intestinos delgado e grosso, duodeno, fígado e pâncreas. Agora são 19 especialidades médicas disponibilizadas no Centro, além dos serviços de fisioterapia, nutrição e fonoaudiologia e de exames de espirometria.

A proposta é oferecer à população consultas médicas a preços acessíveis, proporcionando soluções em saúde em diferentes áreas da medicina com atendimento de segunda a sexta-feira, nos turnos da manhã e da tarde, bem como o encaminhamento e agendamento de exames de imagem e laboratoriais. As consultas são disponibilizadas de forma eletiva, particular e mediante agendamento. Para quem é cadastrado no Programa de Fidelidade Amigo HSC (http:// amigohsc.com.br/), os valores são diferenciados tanto nas consultas quanto

pág. 04 CAPTAÇÃO DE RECURSOS

nos exames de imagem e laboratoriais realizados pelo Centro de Diagnóstico e Intervenção por Imagem (CDII) e pelo Laboratório Santa Cruz, respectivamente. Quem possui o cartão de fidelidade Amigo HSC também tem acesso a outros benefícios junto às empresas parceiras. Localizado junto ao hospital, tem entrada pela rua Marechal Deodoro, 855. O atendimento é de segunda a sextafeira, das 7h às 18h30min. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (51) 98057-2114 e 3713-7464 ou no site http://centrodeespecialidadeshsc.com.br.


O Hospital Santa Cruz recebeu, no dia 20 de setembro, a visita do deputado federal Carlos Gomes (PRB). O objetivo do encontro foi apresentar ao parlamentar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal e Pediátrica da Instituição, beneficiada com a Emenda para Aquisição de Equipamento / 2017, de autoria do deputado, no valor de R$ 250 mil. Com os recursos foram adquiridos cinco incubadoras neonatais e três ventiladores pulmonares. A UTI Neonatal e Pediátrica do HSC é referência para toda a região, uma vez que é o único hospital no Vale do Rio Pardo que conta com unidade de terapia intensiva para crianças. Atualmente dispõe de oito leitos neonatais, ocupados pelos bebês recém-nascidos, e dois leitos pediátricos, ocupado por crianças de 0 a 12 anos de idade. No ano de 2018 foram atendidos 124 bebês recém-nascidos e 54 crianças, com uma taxa de ocupação de 85% dos leitos. Dos pacientes atendidos na unidade ao longo do ano, 80% apresentaram doenças respiratórias, justificando a necessidade do uso dos ventiladores

Divulgação

Emenda beneficia UTI Neonatal e Pediátrica do Hospital Santa Cruz

pulmonares. Já as incubadoras neonatais são equipamentos que proporcionam aos recém-nascidos um ambiente termoneutro, controlado pelos fatores de fluxo de ar interior, umidade e temperatura. O diretor geral do Hospital, Vilmar Thomé, agradeceu ao deputado pelo a-

poio destinado à casa de saúde. “Os equipamentos adquiridos contribuem para que o atendimento prestado aos pacientes seja de qualidade, reduzindo possíveis chances de mortalidade, aumentando as perspectivas de recuperação, qualidade de vida e bem-estar”, explicou.

No dia 26 de setembro foi realizada a cerimônia de reinauguração da Sala de Espera da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal e Pediátrica, Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) e Programa Mãe Canguru do Hospital Santa Cruz. A reforma e revitalização do espaço partiu da iniciativa de estudantes e professores do Colégio Marista São Luís, por meio de trabalhos que envolveram projeto e orçamento para a obra. A reforma consistiu em colocação de piso novo, substituição de parede de madeira por gesso, pintura das paredes, colocação de cortinas e aquisição de novos mobiliários. As cadeiras de espera foram substituídas por poltronas de descanso e foram disponibilizadas mesas e cadeiras para lanches. Ao todo foram investidos cerca de R$

Luciano Pereira

Unidade também tem sala de espera reformulada

6 mil. Os estudantes arrecadaram aproximadamente R$ 3 mil por meio de eventos e campanhas no colégio e o restan-

te foi obtido pela própria casa de saúde.

GERAL pág. 05


O Hospital Santa Cruz prestou contas do primeiro ano do Projeto Bem na Tampa. Em seus primeiros 12 meses foram arrecadados 2.207 kg de tampas e lacres metálicos, revertidos em recursos para a aquisição de 40 toucas para recém-nascidos, 36 travesseiros e 20 colchões piramidais para a Instituição. A prestação de contas à comunidade é feita periodicamente. O Bem na Tampa consiste na coleta de tampas plásticas de qualquer tipo (refrigerantes, sorvete, creme dental, margarina, café, produtos de limpeza etc) e de lacres metálicos de latinhas para, com sua venda, reverter fundos para o HSC. O objetivo é conscientizar a população de que esse material pode ser reciclado, diminuindo o lixo ambiental, além de contribuir com a perspectiva institucional de sustentabilidade. Para participar basta recolher as tampas plásticas e depositá-las nos coletores que estão disponíveis em diferentes pontos da cidade, além do próprio Hospital. Os lacres metálicos devem ser acondicionados em garrafas pet de dois litros para facilitar o envio à reciclagem. Após uma primeira etapa desenvolvida internamente na casa de saúde, no ano passado o projeto estendeu-se à Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e à escola Educar-se. Em seguida foram estabelecidas parcerias com

Crianças do bairro Santa Vitória aderem ao Projeto No dia 29 de julho o HSC esteve no Centro Social Marista Nossa Senhora da Boa Esperança, no Bairro Santa Vitória, em Santa Cruz do Sul, para apresentar o projeto Bem Na Tampa às crianças do local que vão ajudar no recolhimento das tampas e lacres metálicos para a casa de saúde. As crianças receberam informações sobre a importância da reciclagem e o que é feito com esses materiais após serem recolhidos. Também foram abordados assuntos como meio ambiente, poluição e sustentabilidade. O contato para participar do Bem na Tampa foi feito pela assistente social Luciane Diehl Porto, que convidou o Hospital para visitar a entidade. Segundo ela, o Centro Social Marista atende a 120 crianças e adolescentes nos turnos da manhã e da tarde. escolas, grupos de escoteiros, comércio e empresas, motivados pela conscientização ambiental por meio da reciclagem de plásticos e metais, desenvolvendo atitudes para a preservação.

Gincana escolar arrecada tampinhas Um grupo de crianças da Escola Municipal Normélio Boettcher, de Santa Cruz do Sul, acompanhado da supervisora escolar Fernanda Schenkel, visitou o Hospital Santa Cruz com o objetivo de entregar as tampas plásticas e lacres metálicos arrecadados durante uma gincana realizada pelo estabelecimento de ensino. Na atividade os alunos foram divididos em quatro equipes, que tiveram como uma das tarefas a arrecadação do material. A escola também já doou tampas plásticas e lacres metálicos para o projeto Cavalo de Lata e, desta vez, optou pelo HSC após conhecer o projeto Bem na Tampa. O pai de uma das crianças ajudou no transporte e acompanhou a entrega.

pág. 06 MANCHETE

Luciano Pereira

Caroline Silva

Divulgação

Bem na Tampa reverte doações em produtos para o Hospital

Interessados em participar da campanha podem solicitar um bombona coletora identificada com o Bem na Tampa pelo telefone (51) 3713-7493, com Evandro ou Luiza.


Luciano Pereira

Hospital adquire mais de 2 mil itens com o Amigo HSC

O Programa de Fidelidade Amigo HSC já proporcionou ao Hospital Santa Cruz a compra de mais de 2 mil itens, adquiridos por meio da contribuição dos mais de 1.800 amigos cadastrados. A prestação de contas à comunidade é feita periodicamente pela Instituição. Ao se tornar um Amigo HSC, os usuários do Hospital contribuem para que o

maior centro de saúde do Vale do Rio Pardo continue a desenvolver suas atividades e, em contrapartida, têm direito a descontos em consultas ambulatoriais adulto, tanto na emergência como em diversas especialidades, internações e exames laboratoriais e de imagem, medicamentos e serviços em caráter particular. Também dispõem de opções de

Itens já adquiridos: 133 instrumentais para o bloco cirúrgico, sala de espera do bloco cirúrgico (reforma, pintura, obra), 110 cobertores lisos - Padrão HSC, 72 travesseiros, 650 lençóis de cama, 161 lençóis de maca, 519 fronhas, 400 lençóis de berço, 78 camisolas infantis, 25 capas de colchão, 12 aventais impermeáveis, seis capas de almofada p/ amamentação, 18 capas de ninho para UTI Neonatal e Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) e dois sofás de dois lugares. parcelamento e benefícios em mais de 70 estabelecimentos parceiros. Para saber mais sobre as modalidades e benefícios do programa basta acessar o link http://amigohsc.com.br ou entrar em contato com a Assessoria de Projetos e Captação de Recursos do HSC. O telefone é (51) 3713-7493 e, o e-mail, amigohsc@unisc.br. (C.S.)

MANCHETE pág. 07


Estudantes da Unisc propõem soluções inovadoras ao Hospital Santa Cruz

Divulgação

A turma do curso Superior de Tecnologia em Processos Gerenciais da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), por meio da disciplina ministrada pela professora Andréa Konzen, apresentou em julho um conjunto de soluções inovadoras para um desafio lançado pelo Hospital Santa Cruz, representado pelas funcionárias Eliane Cauduro e Fernanda Haas. A ideia surgiu a partir de uma visita que a turma fez à casa de saúde, com a finalidade de conhecer os processos automatizados da Instituição. Na oportunidade foi lançado o desafio para que os estudantes pudessem pensar em novos processos direcionados aos serviços que o HSC oferece e para que estes pudessem ter maior visibilidade na comunidade. Conforme Andréa, os estudantes ficaram motivados e abraçaram a causa. Consequentemente, apresentaram ideias excelentes, superando as expectativas do Hospital.

Durante a visita, os alunos já propuseram sugestões e uma delas já está em implantação. “Essas atividades trazem um grande ganho para os estudantes, pois eles têm a possibilidade de aplicar

em casos reais os conhecimentos adquiridos em sala de aula, revertendo um bem para a comunidade. Além do mais, suprir necessidades externas é um dos papeis da Universidade”, salientou a professora.

HSC é representado no Stewardship Brasil da Anvisa O Hospital Santa Cruz está participando do desenvolvimento do Projeto Stewardship Brasil, em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), com a Associação Brasileira dos Profissionais em Controle de Infecções e Epidemiologia Hospitalar (ABIH), com a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e com o Mestrado em Promoção da Saúde da Unisc. A Ins-

tituição é representada no projeto pela farmacêutica clínica Rochele Mosmann Menezes, pela enfermeira Eliane Krummenauer e pelo médico infectologista Marcelo Carneiro. Os representantes do HSC participaram das etapas de elaboração e apoio técnico, onde o objetivo geral é avaliar o panorama nacional dos programas de gerenciamento do uso de antimicrobia-

pág. 08 PESQUISA E EXTENSÃO

nos em hospitais brasileiros com unidades de terapia intensiva (UTI) adulto. Nos dias 10 e 11 de junho eles realizaram o curso Stewardship em hospitais: melhorando o gerenciamento dos antimicrobianos por meio da educação e da implementação de intervenções eficazes, ofertado pela Anvisa em parceria com a British Society of Antimicrobial Chemotherapy (BSAC), ocorrido em Brasília (DF).


Nos dias 2 e 3 de setembro foram realizados o 3º Simpósio do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Hospital Santa Cruz e a 3ª Mostra de Trabalhos Científicos. O evento ocorreu no Memorial da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e teve como objetivo a troca de conhecimento entre profissionais, professores e alunos, tendo como área temática A equipe multiprofissional no hospital geral: pensando a integralidade do cuidado. Na programação foram debatidos temas relevantes à atuação multiprofissional no contexto hospitalar, por meio de mesas redondas e discussão de casos clínicos. Houve também a oportunidade de submissão de trabalhos científicos, apresentados em forma de pôsteres com publicação em anais. A primeira mesa redonda teve como tema Benefícios e desafios do trabalho multiprofissional no contexto hospitalar. A segunda abordou O impacto do cuidado em saúde no meio ambiente: o descarte de resíduos. A tarde se encerrou

Felipe Nopes/Asscom Unisc

HSC realiza simpósio e mostra da Residência Multiprofissional

com a apresentação de pôsteres e, após, de um caso clínico de paciente fictício UTI Neonatal. No dia 3, a primeira mesa redonda discutiu O cuidado com o profissional de saú-

de e, a segunda, Emergências psiquiátricas: da crise à estabilização. A apresentação de pôsteres ocorreu no final da tarde seguida de caso clínico de paciente fictício - UTI Adulto, encerrando o evento.

Projeto aborda prevenção de quedas para idosos Pessoas de todas as idades podem sofrer queda independentemente da idade. Porém, para a pessoa idosa, uma queda pode representar um problema grave levando, inclusive, a limitações funcionais que antes não existiam. Por esse motivo, o Programa de Residência Multiprofissional em Saúde (PRMS) do Hospital Santa Cruz participou, no dia 10 de setembro, de uma atividade na Casa da Amizade de Santa Cruz do Sul sobre prevenção de quedas, com a residente de fisioterapia Litiele Evelin Wagner e a residente de educação física Cláudia Daniela Barbian. A ação integra o projeto Amigos da Velhice, coordenado pela presidente da Casa da Amizade, Solange Basso, em parceria com o HSC e a Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul. O objetivo é desenvolver a prática de atividades vol-

tadas à promoção e à prevenção da saúde física e mental de idosos atendidos pela Estratégia de Saúde da Família (ESF) do Bairro Bom Jesus. Na atividade do dia 10, as residentes abordaram a prevenção de quedas com orientações, alongamentos, exercícios de fortalecimento muscular, de equilíbrio e de coordenação com todos os idosos envolvidos. Segundo elas, após uma queda um idoso que era ativo pode passar a depender de cuidados de outras pessoas, sendo a fratura de fêmur uma das mais graves nas pessoas com 60 anos ou mais. “Por ser o maior osso do corpo humano, esse rompimento pode causar perda da funcionalidade e aumento da mortalidade na população idosa”, explicam. A coordenadora do PRMS do Hospital Santa Cruz e docente do curso de Fisioterapia da Universidade de Santa

Cruz do Sul (Unisc), professora Dulciane Paiva, ressaltou os dados do Ministério da Saúde que apontam a alta prevalência de quedas e seus fatores associados, que são multidimensionais. “Gestores públicos, profissionais de saúde e toda a população devem se envolver em ações de prevenção que vão além do setor da saúde”, afirma. O projeto Amigos da Velhice conta também com a participação de residentes das áreas de Enfermagem, Farmácia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Serviço Social. Segundo Dulciane, esse trabalho contribui de modo relevante para a saúde e promoção de bem-estar das pessoas dessa comunidade, cumprindo um papel social importante por promover melhorias no serviço prestado à população.

ENSINO pág. 09


Priscila Midon

Polvinhos de crochê ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

O grupo Amigas do Bem, de Linha Henrique D'Ávila, interior de Vera Cruz, realizou mais uma entrega de polvinhos de crochê para o projeto Meu Amiguinho dos Sete Mares, do HSC. Os polvos são utilizados como recurso terapêutico para as crianças recém-nascidas internadas na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) da casa de saúde, transmitindo tranquilidade e proteção ao recém-nascido durante o seu processo de recuperação. Com o lema Fazer o bem faz bem, o grupo é formado por voluntárias com o objetivo de realizar ações sociais. As amigas confeccionam os polvinhos para o HSC desde 2017 e contam com o apoio de empresas de Vera Cruz, que doam o material necessário, as linhas e as agulhas de crochê. Divulgação

Aleitamento materno ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

Em comemoração à Semana Mundial de Aleitamento Materno, o Agosto Dourado, o Hospital Santa Cruz sorteou uma cesta com brindes entre as gestantes que tiveram bebê entre os dias 1º e 8 de agosto. A vencedora foi Catia Susana Schvaickardt, mãe da Maria Luiza Berlt. Ela teve parto normal e amamentou exclusivamente com leite materno no período que esteve internada. Divulgação

Doação de livros ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

No início do mês de julho o Hospital Santa Cruz recebeu uma doação de livros do fisioterapeuta Daniel Cruz, da Clínica Fisiovida StudioD. Os exemplares foram doados pelos pacientes que frequentam a clínica. São mais de 100 livros, que foram distribuídos nas estantes da Ala São Francisco. Ética na enfermagem ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○ ○

O Hospital Santa Cruz sediou, no dia 17 de julho, o curso sobre Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem, promovido pelo Conselho Regional de Enfermagem do Rio Grande do Sul (Coren-RS). A atividade foi gratuita e ocorreu no auditório da Unidade Acadêmica da Instituição, com duração de quatro horas. Os objetivos do curso foram conhecer os preceitos éticos e legais da profissão, capacitar os profissionais para o exercício legal da atividade de enfermagem e estabelecer relações entre a prática diária e a aplicação do Código de Ética dos Profissionais de Enfermagem nas instituições de saúde.

pág. 10 COMUNIDADE


Divulgação

HSC e a prática das seis metas de Segurança do Paciente O Núcleo Interno de Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente (Nigersp) lançou um novo portal no site institucional como estratégia de ação educativa sobre assuntos relacionados à segurança do paciente, voltado à prevenção de incidentes, fortalecendo assim o compromisso dos profissionais em prol de práticas seguras para a qualificação do cuidado em saúde. Ao acessar o link “Segurança do Paciente”, está disponível a apresentação de seis folders relacionados a cada Meta Internacional de Segurança do Paciente, que segundo o Ministério da Saúde são: Identificação correta do paciente (1); Comunicação efetiva (2); Segurança na prescrição e administração de medicamentos (3); Cirurgia segura (4); Higienização das mãos (5); e Redução do risco de queda e lesão por pressão (6). Os folders educativos contém informações sobre o objetivo geral das metas com recomendações de como colocá-las em prática durante a assistência ao paciente, e se propõem a mostrar e incentivar as principais medidas já implementadas pelo serviço na assistência à saúde. Assim, os materiais foram idealizados a partir das boas práticas adotadas pelo hospital e são destinados, especialmente, aos profissionais do serviço, mas também aos pacientes, familiares e acompanhantes, que junto à equipe de saúde são protagonistas na prevenção de riscos e danos, tendo importante contribuição com a cultura de segurança. O projeto foi sendo planejado e desenvolvido em reuniões do Núcleo durante o primeiro semestre do ano e, para o sucesso da sua construção, se fez importante a identificação ao tema pela estagiária Carolina Rauber Alves, do Curso de Enfermagem, que estava em prática supervisionada pelo Serviço de Educação Permanente da Instituição. Com isso, acredita-se que a ação educativa busca auxiliar os profissionais de saúde na compreensão de que a segurança do paciente depende de uma comunicação efetiva e do trabalho em equipe. Para mais informações e acesso a conteúdos voltados à segurança do paciente, acesse o link www.hospitalstacruz. com.br/seguranca-do-paciente/

Hospital celebra Dia da Segurança do Paciente No dia 17 de setembro é celebrado o Dia Internacional da Segurança do Paciente. Neste dia, a Organização Mundial da Saúde (OMS), por meio de seus estados-membros, lançou uma campanha mundial para promover a conscientização sobre a segurança do paciente, pedindo que todos mostrem seu engajamento em tornar o cuidado de saúde mais seguro para os pacientes. Contribuindo com a campanha da OMS, o Hospital Santa Cruz realizou atividades alusivas à data com os profissionais da saúde. O HSC apoia as seis Metas Internacionais de Segurança do Paciente, que são identificar corretamente o paciente, melhorar a efetividade da comunicação, melhorar a segurança das medicações de alta vigilância, cirurgia segura, reduzir o risco de infecções associadas ao cuidado em saúde e reduzir o risco de lesões decorrentes de quedas. A Segurança do Paciente no HSC está alinhada com o mapa estratégico da Instituição e tem como compromisso a garantia de uma assistência segura e de qualidade ao paciente. O tema da campanha, escolhido pela OMS, é Segurança do Paciente: uma prioridade global de saúde, e o slogan é Fale pela Segurança do Paciente. (C.S.)

Residentes multiprofissionais participam de encontro As residentes profissionais de Educação Física do Programa de Residência Multiprofissional do Hospital Santa Cruz participaram, no dia 12 de julho, do Encontro Gaúcho de Residentes em Saúde, em Lajeado/RS. O evento foi organizado pela Universidade do Vale do Taquari (Univates), que sediou o encontro, em parceria com o Hospital Bruno Born. As residentes Cláudia Daniela Barbian e Priscila Tatiana da Silva apresentaram os trabalhos científicos intitulados Atuação do Profissional de Educação Física na Residência Multiprofissional em Saúde em um hospital geral no Sul do país e Ginástica laboral em um hospital de ensino: relato de residentes profissionais de Educação Física. Elas tiveram como preceptora a profissional de educação física do HSC, Ana Carolina Franceschette, e como tutora a professora do curso de Educação Física da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), Miriam Beatris Reckziegel. Na oportunidade foi debatido o atual cenário das residências em saúde, bem como foram expostos trabalhos científicos e realizadas rodas de conversa. As atividades abrangeram temas da conjuntura nacional e estadual que permeiam as residências em saúde, refletindo sobre os avanços e desafios, em defesa dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS). O evento também oportunizou a integração e a troca de experiências entre residentes de diferentes regiões do estado.

GERAL pág. 11


Divulgação

40ª Sipat

Residentes participam de congresso em Gramado Residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Hospital Santa Cruz participaram, de 13 a 15 de junho, do 9º Congresso Gaúcho de Terapia Intensiva, realizado em Gramado. O evento foi promovido pela Sociedade de Terapia Intensiva do Rio Grande do Sul (Sotirgs) e teve como tema central Humanização na Unidade de Terapia Intensiva. Entre os assuntos abordados no congresso estavam os benefícios de um atendimento humanizado nos cuidados intensivos e de que modo tal medida pode modificar o desfecho dos pacientes, bem como suas implicações práticas e desafios de implementação. A programação também incluiu palestras sobre temas atuais como as ações necessárias para aumentar a segurança do paciente, abordagem multidisciplinar dos profissionais no atendimento ao paciente crítico, avaliação do prognóstico, indicação e benefícios da internação na UTI, formas e manejo da insuficiência respiratória e manejo das infecções, entre outros. Os residentes do HSC, sob orientação de preceptores da Instituição e de professores da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), participaram com

pág. 12

vários trabalhos científicos aprovados no evento. As residentes farmacêuticas Ana Beatriz Kuhnen, Vanessa Oliveira, Christine Brasil Bevilacqua e Marina Pippi Barin apresentaram seus trabalhos científicos sob orientação da preceptora farmacêutica Rochele Mosmann Menezes e da tutora professora Ana Paula Helfer Schneider. As residentes nutricionistas Vanessa Regina Limberger e Denise Wojahn de Lima tiveram a orientação da preceptora nutricionista Carolina Testa Antunes e da tutora professora Fabiana Assmann Poll. Já as residentes enfermeiras Luisa Gelsdorf e Kemberly Godoy Basegios apresentaram seus trabalhos sob orientação da preceptora enfermeira Katiúscia Brandenburg e da tutora professora Mari Ângela Gaedke. A coordenadora do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do HSC, professora Dulciane Paiva, ressaltou o incentivo dado para que os residentes participem de eventos regionais, estaduais, nacionais e internacionais e, assim, integrem o Hospital no cenário estadual das pesquisas desenvolvidas na área da terapia intensiva, marcando a relevância dos trabalhos realizados no âmbito da Instituição de saúde.

De 9 a 13 de setembro foi realizada a 40ª edição da Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (Sipat) do Hospital Santa Cruz. A programação contou com atividades para os funcionários nos turnos da manhã, tarde e noite na sala de reuniões e no estacionamento coberto. Teve feirinha de saúde, oficinas de skate e palestras que abordaram temas como Direção defensiva e segurança no trânsito, com o sargento Darci Martim dos Santos; Comportamento: a chave para desenvolver seu poder pessoal, com Marcelo Guidani; Educação sexual e a prevenção de ISTs/HIV, com Claudia Reichert; O lado bom da vida, com Dora da Rosa; Habilidades sociais e emoções, com Cibele Nemecek; Valorização da vida e prevenção do suicídio, com Silvana Koppe; Terapias alternativas e seus benefícios, com Cristiane Fritsch; e Boate Kiss – o que foi e o que fica, com o médico emergencista Carlos Dornelles. Também foram promovidas oficinas de saúde bucal, com Mariele Filter Schuh, atividades de relaxamento, momento SPA com acadêmicos da Unisc, momento beleza e atividades físicas com o grupo Jeff’s. A programação encerrou com mateada, pipoca e brincadeiras no estacionamento. (C.S.)

Roda de Conversa O Hospital Santa Cruz realizou, durante o mês de agosto, quatro rodas de conversa com a temática Vamos falar sobre ansiedade? A atividade abrangeu mais de 70 funcionários dos quatro turnos de trabalho da Instituição e está vinculada ao Programa de Promoção e Prevenção da Saúde e Qualidade de Vida Equilibre-se. Os encontros contaram com a participação do psicólogo Alexsander Witt Rodrigues, graduado em Psicologia pela Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e especialista em Terapias Cognitivas pelo Núcleo de Estudos e Atendimento em Psicoterapias Cognitivas/RS. Ele é membro do Grupo de Estudos em Psicoterapia Fritz Perls e trabalha como psicólogo clínico.

Profile for Hospital Santa Cruz

Informativo Nº 35  

Informativo Nº 35  

Profile for ac_hsc
Advertisement