__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

OPENARENA

XVIII Newsletter do Observatório Político janeiro 2020 – julho 2020

TEMPO ADIADO

PONTUALIDADES

ESTÁGIO À LUPA

CONFERÊNCIAS & CONGRESSOS

POLITICAL OBSERVER

AGENDA REVIEW & PREVIEW


Direção do Observatório Político Cristina Montalvão Sarmento Patrícia Oliveira Suzano Costa

Editorial Cristina Montalvão Sarmento

Edição Patrícia Tomás

Colaboradores Ana Rita Dias Diogo Nascimento Diogo Moreira Susana Garcia Capa MUEBON, Together (2020) Contactos Rua Almerindo Lessa Polo Universitário do Alto da Ajuda 1349-055 Lisboa Tel:. (+351) 213619430 geral@observatoriopolitico.pt www.observatoriopolitico.pt


1 Editorial Tempo Adiado Cristina Montalvão Sarmento

3 Pontualidades ou Excecionalidades Cristina Montalvão Sarmento

5 Estágio à Lupa em Tempo de Pandemia Ana Rita Dias | Diogo Moreira Susana Garcia | Diogo Nascimento

13 Conferências & Congressos New Nationalisms in an Open World IPSA-AISP – 26th World Congress of Political Science Postponed 2021

The Portuguese Miracle. Selling Dreams: A Critical Approach 5ª Edição Spring Research School – OP/Georgia Tech Postponed

18 Political Observer Revista Portuguesa de Ciência Política A governança na era da crise COVID19 | Número Especial 2020

20 1

Agenda | Review & Preview


EDITORIAL Professora Doutora Cristina Montalvão Sarmento Coordenadora do Observatório Político (ISCSP-ULisboa)

Tempo Adiado

As

sua distribuição. Em curso de realização estava a revista

principais notícias da nossa OPen Arena são os

referente ao primeiro semestre de 2020 que está em fase

acontecimentos preparados e adiados. Tempos de

de finalização, quiçá com três meses de atraso, mas que

exceção, de adiamentos e de paragem das atividades.

esperamos recuperar, no decurso do segundo semestre.

Desde 10 de março de 2020, que no âmbito da Universidade de Lisboa, em particular no Instituto

Assim, as histórias desta OPen Arena são sobretudo as

Superior de Ciências Sociais e Políticas as atividades

histórias de um tempo adiado. Mas porque esta é a fonte

presenciais

de informação para os que nos seguem, quisemos, ainda

de

ensino

e

investigação

foram

interrompidas. Os motivos são conhecidos.

assim, dar cobertura a este período e às atividades que foram preparadas, ainda que algumas não tenham sido

A rapidez com que a instituição conseguiu suprir esta

realizadas porque foram adiadas no tempo.

dificuldade foi notável, pois rapidamente prosseguiram as aulas em regime digital, via várias plataformas de

O segundo semestre de 2020, será tendencialmente

interação digital, primeiro com atividades assíncronas e

dedicado às análises que resultam deste tempo de

pouco depois com atividades síncronas que permitiram

exceção, pelo que fizemos uma chamada de artigos para

algum do contacto possível, visual e auditivo, entre

a próxima RPCP sobre a atual crise pandémica e sobre

docentes e estudantes.

as suas potenciais consequências, a que vos convidamos a participar para a nossa reflexão conjunta. Fiquem

As atividades de investigação foram paulatinamente

connosco nesta OPen Arena.

recomeçando a partir do dia 1 de junho. No âmbito do

Cristina Montalvão Sarmento

Observatório Político estava em curso a edição gráfica da Revista Portuguesa de Ciência Política nº 12, ainda

Julho 2020

referente ao ano de 2019, que assim ficou atrasada, mas que conseguimos terminar e segue-se ainda este mês a

1


PONTUALIDADES Professora Doutora Cristina Montalvão Sarmento Coordenadora do Observatório Político (ISCSP-ULisboa)

A

coronavírus SARS-CoV-2 como a COVID-19

presente secção tradicionalmente denomina-se

(Coronavirus Disease 2019) e ainda que muitas dúvidas

pontualidades. Compõe-se de perguntas sobre assuntos

subsistam sobre a forma como o vírus foi introduzido

da atualidade política a colegas, professores e analistas

na espécie humana, estima-se que a mesma tenha

a quem são dirigidas perguntas, muitas vezes sugeridas

ocorrido a partir da espécie animal, originando uma

pelos nossos estagiários, por isso refletem as

transmissão zoonótica.

preocupações dos mais jovens, e as respostas são publicadas e ilustradas. Os temas podem ser os mais

A progressão mundial da doença desencadeou uma

diversos. Neste número não foi possível concretizar e

pandemia, levando a uma resposta securitária

operacionalizar

na

musculada por parte da generalidade dos Estados,

pendência da preparação deste texto, o mundo assistiu

definindo diferentes fases de resposta, declarando a

à propagação endémica de uma doença, provocada

maioria dos Estados, estados de emergência, devido à

pelo novo coronavírus, designado de SARS-CoV-2

consequente evolução pandémica e à necessidade de

(Severe Acute Respiratory Syndrome - Coronavirus 2).

controlo sanitário. Uma vez ativados os diversos

esta

produção

porquanto

dispositivos de saúde pública internacionais iniciaram-

Pela primeira vez identificado em dezembro de 2019,

se

embora a sua fonte de infeção seja ainda

fortes

monitorizações

e

vigilância

geral

epidemiológica, sobretudo devido ao número de

desconhecida, o novo coronavírus surgiu no Wuhan’s

cidadãos diagnosticados com a COVID-19 e às

Huanan Seafood Wholesale Market na cidade de Wuhan,

severas consequências de saúde que o mesmo

na China, e rapidamente se desenvolveu numa ameaça

provoca.

sanitária à escala global. A Organização Mundial da Saúde identifica a doença provocada pelo novo

3


ou Excecionalidades

Não obstante o controlo médico por parte das

O papel das forças e serviços de segurança na

instituições sanitárias, os Estados deram lugar ao

programação e aplicação da contenção pandémica

desenvolvimento

securitárias

transforma-os em instituições garante da ordem social

musculadas, nomeadamente através da criação de

na regulação de comportamentos sanitários da

diversas equipas de peritos para promoverem a gestão

comunidade. No contexto atual, os próximos

e restrição de direitos, liberdades e garantias dos

desenvolvimentos

cidadãos. A premência na contenção de movimentos

evolução desta dimensão comunitária securitária que

levou a um destaque na atuação dirigida por parte das

surgiu e que determinou esta nova dimensão de

autoridades policiais ao nível nacional, mas também

segurança sanitária, que somos obrigados a incluir

na articulação com as forças e serviços de segurança

nesta OPen Arena, pela experiência subjetiva e

internacionais, no sentido de controlo de fronteiras

coletiva que estamos atualmente a vivenciar.

de

atividades

terrestres e marítimas, por forma amplificar o raio de

emerge no controlo físico e na monitorização de cidades

e

cercos

a

Julho 2020

A restrição de direitos e liberdades dos cidadãos em

determinarão

Cristina Montalvão Sarmento

ação e reduzir a disseminação da doença.

movimentos

epidémicos

sanitários,

aeroportos, unidades de saúde, escolas, validando o confinamento da população em geral.

4


ESTÁGIO À LUPA

Ana Rita Dias Membro Associado do OP proporcionou, foi extremamente importante para a

Escrevo esta passagem no âmbito do meu estágio

consolidação do meu caminho profissional.

profissional, que decorreu na segunda fase do IX programa de Estágios do Observatório Político, entre

A minha candidatura ao Programa de Estágios do

fevereiro e maio de 2020.

Observatório Político veio principalmente no intuito de desenvolver as minhas competências na área da

Sou licenciada em Ciência Política e Relações

investigação em ciência política. No decorrer da

Internacionais pela Universidade da Beira Interior e

licenciatura, tive a oportunidade de auxiliar um

encontro-me neste momento, a terminar o mestrado em

Políticas

Públicas

pelo

ISCTE-IUL.

professor na investigação para a dissertação de

A

doutoramento, e desde essa experiência encontrava-

oportunidade de estagiar no Observatório Político,

me interessada em desenvolver o meu conhecimento

mesmo perante as condições especiais que a pandemia

neste âmbito.

5


em Tempo de Pandemia

O estágio no OP deu-me a oportunidade de

que irão ser úteis para futuras oportunidades que

desenvolver e publicar conteúdo científico da minha

surgirão no mercado de trabalho.

autoria

e

foi

igualmente

crucial

para

o

Por fim, gostaria de destacar que este estágio deu-me

desenvolvimento de competências essenciais para a

a oportunidade de desenvolver a minha capacidade de

redação da minha dissertação de mestrado.

trabalhar em equipa, ao exercer funções com pessoas

No obstante, pelo seu carácter abrangente, o

de diferentes áreas de estudos e experiências

Programa de Estágios do Observatório Político,

profissionais.

proporcionou a aprendizagem de conhecimento em

capacidade de gerir o meu tempo, sendo um desafio

diversas áreas e introduziu-me ao uso de diversas

conciliar o estágio, com a redação da tese e outros

ferramentas, que até então não tinha detido

projetos ao qual me encontrava a trabalhar na data.

oportunidade de explorar. Destaco principalmente o

competências

sociais do OP, onde detive hipótese de propor

e

capacidades

para

o

meu

profissional e será uma experiência de referência no

newsletters do Observatório Político. Apesar de não minha

minha

área que necessitam de uma plataforma para o mundo

relacionadas com a elaboração de conteúdo para as na

a

experiência que recomendo a todos os entusiastas na

publicações. Neste âmbito, também executei funções

comuns

fomentou

desenvolvimento pessoal e profissional. Esta é uma

alterações de conteúdo e novas ideias para

ferramentas

também

Durante o meu período no OP foram-me dadas as

uso de ferramentas digitais, como o website e as redes

serem

E

meu percurso profissional.

área

profissional, acredito que estes serão conhecimentos

6


Diogo Moreira Membro Associado do OP investigação. O OP não só me proporcionou tal

O meu nome é Diogo Moreira e foi no decorrer do

oportunidade,

último semestre da minha licenciatura em Relações

estagiário no Observatório Político.

Curriculares

bastante diferente da habitual no que diz respeito aos estagiários e estagiárias que já passaram pelo OP,

e

dada as circunstâncias de pandemia e confinamento

Extracurriculares do Observatório Político foi uma

durante a qual realizei grande parte das minhas

experiência de grande importância no meu percurso académico.

Quando

decidi

candidatar-me

experiência

Creio que a minha experiência enquanto estagiário foi

A realização do estágio durante a segunda fase do IX Estágios

uma

de aprendizagem fora de uma sala de aula.

Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa que fui

de

foi

fundamental para um enriquecimento profissional e

Internacionais no Instituto Superior de Ciências

Programa

como

tarefas. O COVID-19 impossibilitou uma presença

ao

física regular nos gabinetes do OP, e apresentou-se

Observatório Político tinha o objetivo de conseguir

também como uma adversidade à realização de

saciar, principalmente, alguma da minha sede pela 7


alguns projetos para os quais eu e os meus colegas

Para além de trabalho de investigação, a realização de

trabalhámos durante a fase inicial deste programa.

diferentes tarefas relacionadas com as áreas de

Porém, dadas as circunstâncias, uma implementação

comunicação e imagem tornam o estágio no OP um

eficaz do teletrabalho permitiu uma continuação de

trabalho eclético e potencializador de diversas soft

diversas tarefas planeadas.

skills.

Graças a diferentes tarefas realizadas no OP, das quais

Ainda assim, no meu entender, aquilo que torna

destaco o desenvolvimento e publicação do meu

possível um aproveitamento tão positivo do estágio

primeiro e-Working Paper, ou a realização de outros

no OP trata-se de toda a organização e equipa do

conteúdos relacionados com a Revista Portuguesa de

Observatório

Ciência Política, a minha sede pela investigação aliada

Montalvão

a um gosto pessoal pela escrita beneficiou das

predisposição e vontade de conhecer e ajudar-me a

oportunidades que um estágio no OP oferece.

mim e aos meus colegas. E, principalmente, a Dra.

Político. Sarmento

A

Professora

Cristina

que

sempre

mostrou

Patrícia Tomás, cujo, não só profissionalismo, mas Pessoalmente, a minha ânsia pelo conhecimento

também presença permanente, independentemente da

sempre foi significativa. A área das Relações

conjuntura pandémica ou não, e todo o trabalho no

Internacionais, a grande área de estudo do meu

acompanhamento dos estagiários e estagiárias é

trabalho curricular é uma área muito dinâmica, em que

excelente e incansável.

a compreensão do mundo em que vivemos, um mundo de constante mudança e do qual fazem parte

Da minha passagem pelo Observatório Político não

uma multiplicidade de atores exige um conhecimento

só levo um enriquecimento de diversas competências,

transversal de vários domínios. O OP foi e é um palco

mas também um “sabor a pouco” daquilo que foi uma

onde essa plurivalência pode ser projetada, se os

experiência pessoal e profissional na qual tive um

estagiários assim o entenderem.

enorme prazer em participar. 8


Susana Garcia Membro Associado do OP recursos que normalmente estão disponíveis nas

O Programa de Estágios do Observatório Político é

instalações do Observatório Político.

amplamente conhecido por preparar os seus estagiários para a vivência académica da produção

O meu estágio incidiu na área Comunicação e Imagem e

científica conciliada com as diversas tarefas

esta edição do Estágio à Lupa aborda precisamente as

associadas a uma unidade de investigação, desde a

vantagens

secretaria, à comunicação e aos diversos eventos de

Comunicação,

divulgação científica.

profissionalmente, numa entidade de Investigação Científica.

Para os quatro estagiários da segunda fase do foi

enriquecedora

uma e

experiência

desafiante,

ainda

porque

aprofundar enquanto

Estagiar

no

competências

área

de

estudo

Observatório

em e

Político

permitiu-me aprender a estruturar corretamente uma

Programa de Estágios do ano letivo 2019-2020 estagiar

de

pesquisa científica, através da redação integral de um

mais

working paper, sendo orientada quanto a regras de

envolveu

investigação e produção científica.

aprender a trabalhar a partir de casa, mobilizando 9


.

A metodologia que assimilei será a que utilizarei em

Aos

métodos

e

técnicas

de

investigação,

pesquisas futuras, nomeadamente em novos papers e

conhecimentos em edição de imagem e texto e de

na tese de mestrado.

adaptação de um plano de comunicação e de identidade visual aos diversos contextos de uma

A vertente Comunicação e Imagem do Observatório

audiência,

Público é uma excelente oportunidade para ter o

acresce

a

oportunidade

de

acompanhamento permanente da atualidade política

primeiro contacto com comunicação de ciência,

nacional e internacional, pelo contacto permanente

conjugada com comunicação institucional. As tarefas

com a atividade dos associados e pelo dinamismo do

englobam tanto a divulgação das atividades

Observatório

promovidas pelo Observatório Político como do

Político

enquanto

unidade

de

investigação de Ciência Política.

conhecimento científico produzido pelos seus membros associados, desde a sua atividade científica

Aconselho o Programa Estágios@OP a todos os

à Politipédia, a maior enciclopédia de Ciência Política

estudantes de Ciência Política e áreas relacionadas

em Portugal.

pela enorme interseccionalidade de competências e saberes que as tarefas que nos são propostas

A Revista Portuguesa de Ciência Política, editada

estimulam, preparando-nos para ser tanto futuros

pelo Observatório Político, é uma oportunidade de

cientistas como futuros profissionais, mas sobretudo

aprendizagem excelente para todos aqueles que,

cidadãos mais conscientes e enquadrados na

paralelamente à Ciência Política, nutram interesse

sociedade.

pela edição de texto – que movimenta, também, um intenso trabalho de pesquisa e edição de imagem, assim como a maioria dos recursos visuais utilizados.

10


Diogo Nascimento Membro Associado do OP Embora metade do meu estágio tenha tido a

Durante o período de Fevereiro a Maio, do corrente

particularidade de ter sido realizado em casa, devido

ano, foi me dada a oportunidade de estagiar no

à pandemia relacionada com o Covid-19, o

Observatório Político, onde acabei por ganhar

Observatório

experiência em diversos campos, nomeadamente no

Político

garantiu

os

recursos

necessários para que os estagiários pudessem realizar

apoio técnico às atividade de publicação, na

todas as tarefas com a qualidade exigida.

composição e organização da Newsletter XYIII, OPen Arena, no planeamento e organização da 5ª edição da

Acrescento ainda um especial agradecimento à Dra.

Spring Research School, na produção de conteúdos para

Patrícia Tomás, por todo o apoio no decurso do

as plataformas online da associação, na atualização de

estágio.

conteúdos do site do Observatório Político e, ainda, na realização de investigação científica com vista à publicação de um e-Working Paper.

11


New Nationalisms in an Open World IPSA-AISP – 26th World Congress of Political Science Congress Postponed to 2021

O

ciência política. Promovendo a colaboração entre

XXVI Congresso Mundial de Ciência Política,

estudiosos em democracias emergentes e estabelecidas,

organizado pela IPSA – Internacional Political Science

incentiva

Association, decorrerá em Lisboa e terá como tema New

a

liberdade

académica

necessária

ao

desenvolvimento das ciências sociais. Os congressos

Nationalisms in an Open World. Inicialmente previsto de 25

mundiais de ciência política da IPSA são bianuais,

a 29 de julho de 2020, foi adiado para 10 a 14 de julho

movendo-se entre continentes.

de 2021. Realizar-se-á em simultâneo o Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política (APCP).

Presenteada a oportunidade única de participação neste congresso, que dificilmente ocorrerá em Portugal num

A IPSA – International Political Science Association foi

futuro próximo, o Observatório Político organizou

fundada em 1947, em Paris, sob a égide da UNESCO

vários painéis, no âmbito de diferentes sessões, dos quais

(United Nations Educational, Scientific and Cultural

fazem parte investigadores do OP, assim como demais

Organisation) com a missão de desenvolver a Ciência

elementos da comunidade académica e científica, a nível

Política no mundo, construir redes académicas, criar

nacional e internacional.

uma comunidade inclusiva e global de cientistas de

14


Spring Research School Observatório Político / Georgia Tech 5ª Edição – Postponed

Por outro lado, reconhece-se a importância de

O Observatório Político e a Sam Nunn School for

mostrar aos estudantes estrangeiros em Portugal a

International Affairs, da Georgia Tech, desenvolvem

história e cultura nacionais, bem como a presente

um programa de intercâmbio, que se realiza de dois

situação do país e a expetativas futuras. Os estudantes

em dois anos, com o objetivo de proporcionar aos estudantes

americanos

novas

têm a oportunidade de disfrutar e explorar as antigas

experiências

ruas

académicas e culturais.

lisboetas,

provar

as

delícias

da

nossa

gastronomia e visitar monumentos cheios de história e histórias.

Por um lado, o programa dá aos estudantes a oportunidade de fazer parte do sistema académico

A Spring Research School é mais uma iniciativa que

português bem como travar conhecimento com o

se insere na política de internacionalização, um dos

sistema político nacional, ao mesmo tempo que

pilares da estratégia de atuação do Observatório

trabalham e estudam com estudantes e investigadores

Político.

ligados às mais diversas áreas.

Esta 5ª Edição da SRS, prevista para 11,12&14 maio

Tendo em conta os interesses da instituição visitante

de 2020, com o tema “The Portuguese Miracle.

pelos estudos latino-americanos, com particular

Selling Dreams: A critical Approach”, com a

relevo nos estudos ibéricos, todas as sessões

pandemia COVID-19, viu-se também ela adiada,

académicas têm o foco no papel de Portugal na sua

para data a anunciar.

relação com outros países e organizações, a importância da lusofonia no mundo e Portugal no contexto Ibero-Latino-Americano.

16


Political Observer Revista Portuguesa de Ciência Política Portuguese Journal of Political Science

A GOVERNANÇA NA ERA DA CRISE COVID-19 Governance in the age of crisis COVID-19

O Call for Papers da Revista Portuguesa de Ciência

The Call for Papers for the Political Observer -

Política | Portuguese Journal of Political Science

Revista Portuguesa de Ciência Política | Portuguese

(RPCP|PJPS), referente à edição de 2020 |

Journal of Political Science (RPCP|PJPS), issue 14

número 14 - A governança na era da crise

| 2020 - Governance in the age of crisis COVID-

COVID-19, encontra-se aberto, até 10 de

19, is open until 10th September.

setembro.

Original unpublished work in political studies

São aceites propostas de trabalhos inéditos,

is accepted, in the form of articles, papers and

originais, sob a forma de artigos, estudos e

book reviews. You must submit your original

recensões de livros. Poderá submeter a sua

proposal for article or book review to the

proposta de artigo ou recensão, para o email:

email: revista@observatoriopolitico.pt. For

revista@observatoriopolitico.pt. Para mais

more information to prepare your paper

informações, deverá consultar as normas de

please check the Author Guidelines, available

publicação, disponíveis em www.rpcp.pt.

at www.rpcp.pt.

18


Call for Papers A governança na era da crise COVID-19 Número Especial 2020

A pandemia de Covid-19 interrompeu gravemente

que, mais do que nunca, precisa de orientação de

quase todos os aspetos da sociedade humana,

especialistas de todas as áreas.

incluindo a saúde pública, o crescimento económico e

Em relação à submissão, somos flexíveis no tema,

o campo académico da ciência política, que se

portanto esperamos receber artigos na ampla gama

mobilizou rapidamente com uma vaga de publicações,

típica dos campos práticos e teóricos da ciência

informações mediáticas e iniciativas de investigação.

política (por exemplo, processo político, ferramentas

Nesse contexto, vimos abrir uma chamada de artigos

e instrumentos, atores-ideias-instituições, colaboração

para a Revista Portuguesa de Ciência Política. Somos

e participação, conhecimento-política, problemas

sensíveis à mudança sísmica que esta rara crise está a

epistêmicos, entre outros).

provocar.

Reconhecemos que este será um número de revista

Nesse sentido, estamos a organizar um volume (2º

aberta, mas, na verdade, estes tempos únicos exigem

Semestre 2020), tematicamente fluido e flexível, sob o

um

tema mais amplo de “A governança na era da crise

pensamento

amplo.

Esperamos

que

os

participantes tenham a oportunidade de equilibrar o

COVID19”. Convidamos estudiosos de todos os

seu foco de análise com a aplicação ao contexto de

campos da ciência política a examinar como a crise

macro crise. Assim, convidamos todos a participar

reformula o seu trabalho e como esse trabalho, por

nesta publicação sobre o atual contexto político.

sua vez, pode remodelar a crise. Raramente existe uma

Junte-se a nós nesta importante partilha de ideias.

oportunidade de examinar a nossa atividade no contexto de uma crise em evolução – e num mundo

19


AGENDA | REVIEW Janeiro 2020 9

Abertura das candidaturas para a 2ª fase do

IX Programa de Estágios Curriculares Extracurriculares do Observatório Político

e

Lançamento da Revista Portuguesa de Ciência Política | Portuguese Journal of Political Science, número 12.

22

Encerramento das candidaturas para a 2ª

fase do IX Programa de Estágios Curriculares e Extracurriculares do Observatório Político. Divulgação dos painéis e papers aceites para o 26º Congresso Mundial de Ciência Política, organizado pela IPSA – Internacional Political Science Association.

20


31

Fevereiro 2020

da autoria do membro associado Tomás Correia, sobre o tema “Social Constructionism, Power and Behaviour: A post-structuralist analysis”.

11

Início da 2ª fase do IX Programa de Estágios Curriculares e Extracurriculares do Observatório Político.

12

Disponibilização do e-Working Paper #90

Call for e-Working Papers. O Observatório

Político convida todos os seus investigadores a submeterem as suas propostas de e-WP para publicação online.

Abril 2020 2

O 26º Congresso Mundial de Ciência

Política, organizado pela IPSA – Internacional Political Science Association, é adiado devido à pandemia de COVID-19, para 10-14 de julho de 2021.

Março 2020 11

Devido à pandemia de COVID-19, e

consequente suspensão das atividades presenciais na Universidade de Lisboa, o Observatório Político, em consonância com as medidas de prevenção implementadas pelo ISCSP-ULisboa, adequou o seu funcionamento para o regime de teletrabalho.

21


14

O Investigador Associado do Observatório

Político e vice-presidente do International Cultural Club of Portugal (ICCP), Dr. Carlos Vargas, lança o desafio de apoio à produção cultural #EuSouMecenas.

30

Disponibilização do e-Working Paper #91

25

da autoria do membro associado Diogo Nascimento, sobre o tema “A desintegração da comunidade muçulmana na Europa como caminho para o terrorismo endógeno”.

O Observatório Político retomou a sua

atividade presencial no ISCSP-ULisboa, de acordo com as normas institucionais vigentes relativas ao período de desconfinamento e de regresso à “normalidade”. Permanecendo os estágios a decorrer em teletrabalho, até ao seu término, e o acesso às instalações por parte dos seus membros condicionado.

29

Disponibilização do e-Working Paper #92

da autoria do membro associado Andressa Costa e Ana Bernardi, sobre o tema “Líderes populistas e a crise do coronavírus: comparações entre Estados Unidos e Brasil”.

Maio 2020 11-14

A 5ª Edição da Spring Research

School, com o tema “The Portuguese Miracle. Selling Dreams: A critical Approach”, devido à pandemia COVID-19, é adiada para data a anunciar. 22


Junho 2020 2

Call for Papers da Revista Portuguesa de Ciência Política | Portuguese Journal of Political Science (RPCP|PJPS), referente à edição de 2020 | número 14 - A governança na era da crise COVID19 | Governance in the age of crisis COVID19. Poderá submeter a sua proposta de artigo ou recensão, até 10 de setembro, para o email: revista@observatoriopolitico.pt.

Julho 2020 13

Disponibilização do e-Working Paper #94 da autoria do membro associado Diogo Moreira, sobre o tema “A escalada de Erdoğan ao poder absoluto na Turquia”.

Distribuição em curso do número 11 & 12 da Revista Portuguesa de Ciência Política | Portuguese Journal of Political Science. O Investigador Doutorado e membro do conselho científico do Observatório Político, Professor Doutor José Adelino Maltez, publicou três volumes do livro “Portugal político. Uma biografia contemporânea”, edições ISCSP-ULisboa.

30

Disponibilização do e-Working Paper #93 da autoria do membro associado Ana Rita Dias, sobre o tema “A promoção da identidade europeia sob a perspetiva do programa erasmus +”.

23


AGENDA | PREVIEW Setembro 2020

Outubro 2020

1

1

Abertura das candidaturas à 1ª fase do X

Programa de Estágios Curriculares Extracurriculares do Observatório Político.

10

e

Estágios Curriculares e Extracurriculares do Observatório Político.

Lançamento da Revista Portuguesa de Ciência Política | Portuguese Journal of Political Science, número 13. Encerramento do Call for Papers da

Revista Portuguesa de Ciência Política | Portuguese Journal of Political Science (RPCP|PJPS), referente à edição de 2020 | número 14 - A governança na era da crise COVID19 | Governance in the age of crisis COVID19.

30

Início da 1ª fase do IX Programa de

30

Disponibilização do e-Working Paper #95.

24

Disponibilização do e-Working Paper #96.


DESEJAMOS A TODOS OS MEMBROS DO OP UMAS BOAS FÉRIAS! VOLTAMOS EM SETEMBRO

SIGA-NOS NAS REDES SOCIAIS


NÃO FAZEMOS POLÍTICA, MAS EXPLICAMOS

Profile for Observatório  Político

OPen Arena XVIII  

OPen Arena XVIII  

Profile for 09866
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded