Issuu on Google+


Seu ToyoTa Sem Suar para pagar. Verão kurumá Barra

Aproveite nossAs condições exclusivAs e leve seu toyotA pArA cAsA.

Corolla glI mecânico 2012/2013 por r$ 63.200,00 Financiamento à vista + seguro ou Seguro Toyota de 3 anos

BANCO TOYOTA

= Barraca de praia CHEGOU

o Carro HÍBrIDo maIS VenDIDo no munDo. VenHa ConHeCer e SurpreenDa-Se.

Hilux Diesel 2013 com

IpI reDuzIDo e as melhores condições! úlTImaS unIDaDeS!

BANCO TOYOTA

Financiamento + seguro ou Seguro Toyota de 3 anos

= Barraca de praia

diriGir um ToYoTA é incrÍvEL. fAÇA um TEsT drivE. Faça revisÕes em seu veículo regularmente.

@Kurumatoyota

/toyotaKuruma

3736-4000

w w w. k u r u m a v e i c u l o s . c o m . b r

Venha sentir a diferença. Av. dAs AméricAs, 2.251 - BArrA dA TijucA Em frEnTE Ao hipErmErcAdo ExTrA

O nome fantasia “Seguro Toyota” é utilizado na oferta de seguros aos clientes Toyota, os quais são garantidos por seguradoras regularmente registradas na Susep e comercializados pela corretora de seguros AON. Parcelamento do Seguro Toyota em 10 x: entrada + 9 prestações, sujeito à análise de risco pela seguradora Mitsui Sumitomo Seguros S.A., intermediada pela AON Affinity do Brasil Serviços e Corretora de Seguros Ltda. Corolla GLI Mecânico 2012/2013 por R$ 63.200,00 à vista. Para toda a linha Toyota, trabalhamos com o valor sugerido de fábrica. Não estão inclusos nestas promoções os modelos dos veículos Etios. IPI reduzido de acordo com as taxas divulgadas e vigentes pelo Governo Federal. Os benefícios desta promoção são pessoais e intransferíveis. Esta promoção não abrange os veículos adquiridos diretamente do fabricante por meio de vendas diretas, inclusive com isenção de tributos. Na compra de um veículo 0 km assegurado por 3 anos pelo Seguro Toyota ou Financiado pelo Banco Toyota + Seguro Toyota de 1 ano, o cliente leva de cortesia uma exclusiva Barraca de Praia da empresa, podendo ser entregue no prazo máximo de 15 dias utéis. Promoção não cumulativa com outras promoções vigentes. Planos de Consórcio a partir de R$ 33.230,00, em 90 meses, de R$ 451,52, taxa administrativa total de 18%. Consórcio administrado pela empresa Canopus. A Toyota oferece três anos de garantia de fábrica para toda a linha, sem limite de quilometragem para uso particular e/ou comercial, três anos de garantia de fábrica ou 100 mil km, prevalecendo o que ocorrer primeiro. Consulte o livreto de Garantia, o Manual do Proprietário ou o site www.toyota.com.br para obter mais informações. A concessionária reserva-se o direito de corrigir possíveis erros ortográficos. Promoção válida até 15/02/2013 para veículos em estoque. Fotos ilustrativas.


l a i r o t i d E

ê c o v a r p éns

b a r Pa

Na foto, os moradores que foram capa nas edições anteriores Da esquerda para a direita: Pedro Toscano (Edição 5); Juliana Toscano (Edição 3); Artur Toscano (Edição 3); Lucas Toscano (Edição 3); Luiza Elmais, Thomaz Guimarães, Pedro Augusto Braga, Thiago Guimarães e Clara Guimarães (Edição 1).

E

sta edição chega com gosto de festa de filho. De casa cheia, de amigos queridos, criança correndo, de presente esperado, de encontro de gente amiga. É o primeiro aniversário, e, se contarmos com você, o primeiro de muitos. Assim, preparamos esta edição fazendo uma retrospectiva desde o “nascimento da Revista Cidade Jardim” até aqui. Perceberá que você sempre esteve presente, em cada sorriso de menino, de amigos jogando bola, de vizinhos conversando na praça, de fa-

mílias inteiras confraternizando. está chegando o que você já sabe: Esta Revista é isto, porta-retrato da como é bom viver aqui. ASCIJA família Cidade Jardim. É também www.ascija.com.br mais um canal de informação entre o morador e a Associação. Página a página, o Bairro Cidade Jardim é pano de fundo, e você, a estrela maior. E se é para festejar, tem que ser assim, com a sua companhia permanentemente. Portanto, continue com a gente, como fato, notícia boa, colaborador. Participe, envie sugestões, celebre todo dia esse jeito Cidade Jardim de ser. Nós vamos registrar, contar pra quem


EXPEDIENTE

CIDADE JARDIM


o i r á m u s

08 Natal

24

De bem com a vida

30

Praça da Família


Forma de Criar. A maior e melhor pronta-entrega da cidade.

sofá - 2,20m

R$

à vista

carrinho de bar

Saint Tropez R$

à vista

1430,00

Lupi Cinza

2.912,00

cadeira de escritório

Hera Preta

R$

à vista

799,68

98% dos produtos entregues montadas e revisadas em até 3 dias úteis. Tudo em 6x sem juros.

Acesse: www.formadecriar.com.br Loja Virtual FORMA de CRIAR

Rio de Janeiro: CasaShopping - AV. Ayrton Senna, 2.150 - Bloco H, Lojas C,D e E, Barra da Tijuca tel.: (21) 3325-4267 e (21) 2108-8132 | casahopping@formadecriar.com.br Brasília: Casa Park Shopping - SGV / Sul, Lote 22 - Lojas 160, 161, 162, 176 e 177 tel.: (61) 3465-1065 e 3233-5861 | casapark@formadecriar.com.br


o n a e d Fim a t s e f

a t i u de m

M

ichele Moreira é moradora do Orquídeas e estava com o filho, Heitor (1 ano e 11 meses). Segundo ela, o que levou a família a procurar o Cidade Jardim foi a possibilidade de o filho estar sempre em atividade. “Aqui sempre tem alguma coisa para as crianças. O Natal é uma época de paz, de reunir a família, é uma festa bacana. As pessoas só deveriam olhar um pouco mais para o lado religioso”.

8

A

festa de Natal do Cidade Jardim foi mais um encontro de famílias. Com Papai Noel, muita di- versão, alegria e recreação. Crianças de todas as idades aproveitaram cada minuto, e os pais e avós se divertiam com a alegria de seus pequenos.

M

oradora do Jacarandá, Sabrina Passos levou a filha, Paola (6 anos), para brincar: “A festa está muito boa, bem legal. Para a criança é sempre bom”. A moradora ainda aproveitou para destacar a equipe de animação como ponto alto da festa.


A

moradora Aline Bachur e a pequena Ana Clara (2 anos) curtiram muito o Natal Cidade Jardim. “Está muito legal. É muito bom ter essas festas no condomínio, a gente sempre aproveita”, comentou Aline. Ana Clara ganhou um balde de brincar na praia do Papai Noel e adorou.

A

lessandra Schroll foi com a filha, Amanda (5 anos), para tirar foto com o Papai Noel. “A festa está maravilhosa, sempre com coisas boas, que não há em outros lugares. E o fato de ter o Papai Noel estimula as crianças, elas acreditam, e é boa essa magia”, afirmou Alessandra.

Q

uem também tirou foto e ganhou presente do Papai Noel foi a Juliana Torgano e o filho, Gustavo (2 anos). “A gente adorou, é nossa primeira vez. Está muito bem organizada, totalmente diferente das festas que há por aí. Está sendo um grande acontecimento”, falou Juliana.

S

heila Veloso é mãe da Nina (3 anos) e moradora do Violetas. Juntas, elas curtiram a festa para valer, e pela primeira vez. “Estamos adorando. É essencial ter esse lazer, para quem tem filho é ótimo”.

9


R

aphael Moreth e a filha, Isabela (7 anos), também curtiram. O morador do Jacarandá falou o que achou da festa. “É muito bom para as crianças se encontrarem, se divertirem. Ela tirou a foto com o Papai Noel e gostou muito”, garantiu.

I

sabelle Araujo é moradora do Ipê e mãe da pequena Ana Luiza, de apenas 6 meses. Também foi a primeira vez que elas foram ao evento. “Achei ótimo, maravilhoso. O shopping é muito cheio para ver o Papai Noel, aqui é bem melhor. Há também essa interação e oportunidade de conhecer outros moradores”.

K

elly Oliveira estava acompanhada pela filha, Beatriz (2 anos), e pela bisavó da menina, Almerinda. Para ela, o Papai Noel foi o destaque da festa. “A Beatriz tirou foto com o bom velhinho e ganhou dele um quadro de desenho”, contou Kelly.

F

esta no Cidade Jardim é para a família toda. Adjalmir Soares, com a esposa, Jaqueline Nazário, e a filha, Jamile (7 anos), moradores do Azaleia, participaram pela primeira vez de um evento promovido pela ASCIJA. A mãe contou que gostou do que viu: “É tudo aquilo que a gente imaginava, é muito bom”.


m i d r a J a v r e s Re e t r a é

m é b tam O

Reserva Jardim realizou no condomínio a 1ª Edição da Vila dos Autores. Funciona como feira literária, em que vários autores se reúnem para mostrar seus livros aos leitores. Participaram do evento 20 escritores, que autografaram seus livros, e alguns ministraram palestras na sala de cinema. Houve também sorteios de livros e um tablet para quem prestigiou o encontro. O projeto começou a ser traçado há dois anos pela moradora e autora Lycia Barros,

que percebeu que o autor nacional não tinha muito espaço para mostrar o seu trabalho depois de lançado. Assim, ela juntou o seu desejo com o objetivo do concierge Antônio Júnior, que a procurou com a ideia de promover uma feira literária nacional no condomínio. Somou-se o conhecimento da autora com a vontade do concierge de levar cultura para dentro do condomínio. Resultado: um evento que colocou o morador em contato direto com o autor. “Uma troca importante para todos”, afirmou Lycia.

Um dos destaques da feira foi o livro O último dia antes do fim do mundo, escrito por 21 autores de todo o país. Maria Nardino e Vinícius Zavalis representaram os escritores da obra, que foi realizada em 15 dias por meio de videoconferência e comunicação via internet. Para Vinícius, a ocasião serviu como oportunidade de conhecer outros trabalhos e divulgar o dele.

12

Erutides Almeida e Antonio Cunha trouxeram para a feira sua filha, Luciana Almeida, além da neta, Isabela (12 anos), que mora em São Paulo e esteve de férias no Rio. Isabela aproveitou os momentos na cidade para apreciar os livros disponíveis no evento. “A literatura nacional está crescendo, e eu quero que minha neta se acostume a ler, por isso compareci”, relata Erutides.


Lycia Barros e Luciane Magalhães, organizadoras do evento, que movimentou o condomínio com leitores de todas as idades.

A escritora do livro O Pássaro veio diretamente de São Paulo especialmente para a feira. “Fiz questão de vir, porque é um evento que foge do ambiente de uma livraria e coloca os autores mais perto dos leitores”, afirma. Quem comprou seus livros foi presenteado por ela com um brinco em formato de pássaro.

Silvana e João Vasconcellos aproveitaram o domingo para levar seus filhos, Gustavo (12 anos), Miguel (11) e Victor (4), para escolherem alguns livros que estavam à venda no evento. Na opinião de Silvana, a feira é uma ótima ideia, pois divulga o condomínio e é bastante prática, já que é tão perto de casa.

Regina Elmais se considera uma amante da literatura. “Não poderia deixar de vir ao evento, pois valoriza a cultura”, declarou. Ela levou sua filha, Luiza (9 anos), que ficou encantada com os livros para adolescentes.

13


” l a t n i u q “ o N

a s a de c

T

em sensação melhor do que estar em algum lugar e se sentir em casa? Certamente não. E é exatamente o clima familiar que toma conta da piscina do Reserva do Parque há pouco mais de um mês, desde que o Bistrô Trimix foi inaugurado. Os donos são os irmãos Carlos, Kátia e Angela Menezes, que trabalham com buffet de eventos há mais de 20 anos. Eles trouxeram a experiência de grandes eventos, inclusive em camarotes do Sambódromo, para cá. O cardápio é bem variado. Há planos para a implementação de refeições, uma coisa que é muito pedida pelos moradores. “Para fazer as refeições, precisamos de um apoio maior.

14

E como aqui não tem espaço para cozinha, seriam refeições racionadas, com porções já estabelecidas. Mas é uma ideia, principalmente porque o morador não gosta de cozinhar no fim de semana”, afirma uma das sócias, Angela Menezes. Para ela, o bistrô é uma extensão da própria casa. “Eu cuido daqui como se fosse minha casa e trato meus clientes como se fossem meus filhos”, garante. O Bistrô Trimix funciona todos os dias, das 10 da manhã às 10 da noite, e tem sempre gente aproveitando esse novo espaço. Penha Mantovani, moradora do condomínio, já virou frequentadora assídua do Bistrô Trimix: “Vim desde a inauguração. No dia, eles fizeram uma degusta-

ção que já me deixou impressionada. Depois disso, nunca mais deixei de vir. Eles sempre atendem bem, e tudo é muito gostoso, não tenho do que reclamar”, falou.


Os irmãos Bernardo (12 anos) e Felipe (6) costumam fazer aquele lanche especial depois da piscina. “A gente adora”, afirmou Bernardo.

O morador do Azaleia, Ernesto Monteiro, aproveitou o calor para tomar uma cervejinha. Para ele, o bar da piscina é bom para reunir a família. “Costumo vir mais fim de semana com filhos e netos”, completou.


r a g u l r o h l e m O qui

a é o d n u do m

É

muito bom escolher um lugar para morar e, ao chegar, encontrar tudo funcionando perfeitamente como o esperado. Fica aquela sensação de que a nossa casa é o melhor lugar do mundo sim. Aqui, o que foi sonhado se concretiza. No Reserva do Parque, o conceito de Resort funciona, e bem. Habitualmente as pessoas trabalham 11 meses e passam um mês no lugar

16

dos sonhos tirando férias. Aqui não. As pessoas moram onde elas sempre sonharam, e esse fato é constatado em cada evento, em cada atividade dentro do condomínio. O lazer une a vizinhança, cria laços, estreita os relacionamentos. Acabamos de ver isso na reportagem do Bistrô Trimix, à beira da piscina. E muito outros eventos ocorreram desde que foi instalado o Reserva do Parque: Primavera das Crianças,

Cinema com Pipoca, Juke Box, Dia das Crianças, Festa de Abertura do Verão, Fim de Tarde com Música e Concurso de Beleza Pet. O Reserva do Parque oferece uma gama de atividades, de lazer de qualidade, de ponto de encontro para as famílias. Esse diferencial faz a vida aqui muito feliz. E isso é bom para todo mundo.


s o ç i v r e s , r e e z d a a L d i c i t pra

a t i u em O

morador do Bairro Cidade Jardim vai ganhar um shopping, pertinho de casa, que vai trazer muita comodidade para todos. Serviços para toda a família, desde estética até conserto de bicicleta,

passando por espaços para lanches e diversos serviços. Já podemos contar quem vai estar lá: Drogaria Max, Depyl Action (depilação), MK Beauty (salão de beleza), Beijo&Beijo (sorveteria e pizzaria), Radical Bike (venda e conserto

de bicicletas), Lav & Cia (lavanderia, costuras e afins) e Barbearia. A previsão é que no final do trimestres esteja tudo pronto e com mais novidades. Aguarde. Vem aí o Empório Jardim.


o d AGO

a v r e Res

A

Assembleia Geral Ordinária (AGO) do Reserva do Parque reuniu cerca de 100 moradores, que elegeram o Subsíndico do Orquídeas e o Conselheiro Comunitário que irá representar o condomínio na ASCIJA e ainda discutiu assuntos como a implantação de tela mosquiteira nas varandas e a modalidade de cobrança de água. O evento se iniciou com a escolha para Subsíndico do Orquídeas. Com dois candidatos, a votação teve empate entre Maria Tereza e Dulcinéia Mathias. A convenção

18

e u q r a do P

do condomínio diz que, em caso de igualdade, o voto de desempate é feito pelo presidente da mesa. Dessa maneira, o Subsíndico do Violetas, Wellington Silva, elegeu Dulcinéia. “O pessoal sabe que estou sempre de olho nos problemas e em comunicação com a Administração. Me sinto honrada por ter sido escolhida nesta assembleia e vou lutar sempre para uma área comum cada vez melhor”, afirmou a nova Subsíndica do Orquídeas. Em seguida, ocorreu a votação para escolher o Conselheiro Comunitário

do condomínio. Mas antes, o Diretor da ASCIJA, Fernando Milanez, ressaltou a função do representante. “Ele tem que dar suas opiniões e levar os anseios do morador”. Vencendo a disputa contra o Subsíndico do Violetas e Presidente da Mesa da AGO, Wellington Silva, o primeiro Conselheiro Comunitário do Reserva do Parque, Ramon Portocarrero, disse que, além das funções que o Diretor da ASCIJA destacou, seu objetivo também vai ser fiscalizar o condomínio como um todo. Após as eleições, as votações continuaram, para decidir a


implantação da tela mosquiteira nas varandas e uma possível mudança na modalidade de cobrança de água. Com decisão apertada, 44 moradores votaram contra, e 42 a favor. Dessa maneira, ficou decidido que não será permitido colocar a tela nas varandas do Reserva do Parque. Sobre a cobrança de água, nada mudou também. Atualmente, o Reserva do Parque utiliza o modelo tradicional que a CEDAE usa em casas de rua, chamado de tarifa escalonada, tanto nos apartamentos quanto nas áreas comuns. Apesar da definição, ficou acordado que, pelo fato de o assunto ser importante, na próxima AGO o modelo de cobrança de água será novamente discutido. Os eleitos: Ramon Portocarrero e Dulcinéia Mathias


A festa é sua! Chegamos com a alegria de criança que corre, brinca e se esbalda. O primeiro desejo foi de conhecer você, de explorar este novo Bairro, de traçar um perfil de quem mudou pra cá, que veio em busca desse conceito único de morar bem, desse novo modelo de ocupação urbana. Os primeiros moradores, aqueles que encontraram um refúgio, uma ilha de sossego, dentro desta cidade frenética, nos apontaram o caminho da construção deste inédito canal de comunicação. Criamos pontes. Nos encontramos em festas, eventos, praças, ruas e alamedas. Trocamos impressões, trocamos informações. E começamos a desenhar uma linha editorial. Você, presente sempre, mandando sugestão de pauta, solícito e participativo.

Sessenta dias depois do lançamento, chegamos novamente a sua casa. Mais entusiasmo, mais conteúdo e informação. Moradores e investidores receberam o segundo número da Revista Cidade Jardim. Neste momento, apresentamos a ASCIJA, de forma mais clara. Mostramos que a Associação é a nossa “Prefeitura”. É quem vem, faz, resolve, atende reivindicações, escuta a sua opinião, divide com você os resultados e soma em trabalho, transparência, comprometimento. Descobrimos também um novo Bairro de muitos sotaques: paulistas, mineiros, baianos, gaúchos, gente dos quatro cantos do país e também fora dele. Argentinos, bolivianos, americanos, alemães descobriram o melhor da Cidade Maravilhosa.


A nossa Revista ficou com cara de moldura desta aquarela chamada Cidade Jardim. Os tons mais vibrantes retratam o bem viver das famílias. Gente feliz com a sua escolha. Pais atentos ao crescimento dos filhos e que oferecem conforto, segurança, qualidade e um jeito de cidade pequena para que os pequenos cresçam saudáveis e protegidos. E o que acontece na Praça da Família reflete bem isso. Uma vida de “vila”, mas com todo o conforto e a modernidade de uma capital cosmopolita. Aquele prazer de outrora, de conversas de vizinho, de crianças correndo, casais namorando, de famílias inteiras reunidas no simples prazer de estar. E esse cantinho do Cidade Jardim se consolidou como ponto encontro, do bebê à turma da melhor idade. Para os pequenos, mais um espaço legal para brincar; para os pais, segurança para os filhos, e saudade da sua própria infância; para os avós, lazer, atividade física e um jeito do Rio Antigo, do tempo em que sentar no banco da praça para comer pipoca era programação obrigatória de domingo.

Arrasta-pé, festança, tudo no quintal de casa, com muito milho cozido e forró. Os festejos promovidos pela ASCIJA são mais um ponto de encontro de famílias. As atividades são planejadas para que proporcionem lazer com conforto, segurança e tranquilidade. Assim, a festa é sempre sua. Construída nos detalhes com muito esmero. Como uma simples homenagem aos pais (Edição 4) ou festa de São João, o carinho empregado é o mesmo. E a equipe de reportagem sempre lá, registrando o movimento de quem aproveita e brinca pra valer. Ouvindo quem tem algo a dizer, somando no trabalho de fazer deste Bairro o melhor lugar para se viver.

Todas as edições da Cidade Jardim em revista podem ser acessadas no site da ASCIJA - www.ascija.com.br.


Genuinamente feliz. A capa da Edição 5 reforça todo esse jeito Cidade Jardim de ser. Há expressão mais gostosa? É aquela sensação máxima de sonho realizado. E não é só brincar, mas aprender também. A educação ambiental presente sempre. A ação sustentável, empregada. E mais gente chegando. Prédios sendo entregues, novos moradores, novos colaboradores. A Associação se desdobrando para resolver os problemas que chegam. Inovar nas necessidades de um Bairro que surge. Aberta aos comentários, críticas e sugestões. Pronta sempre, para atender você. Sabemos que os tropeços ocorrerão num momento ou outro, mas serão sempre corrigidos. Mas o melhor é que o desejo de acertar é de todos. De contribuir também.

A última edição de 2012 fechou o primeiro ano da Revista Cidade Jardim com maestria, com arte mesmo e a presença da Orquestra Sinfônica Brasileira. Literatura, música, artes plásticas, circo, caricatura, arte de rua, enfim, um balaio cultural que fecha nosso aniversário com as cores que escolhemos para viver. As cores da alegria, da boa vizinhança, da camaradagem e do respeito.

22

E gostaríamos de dizer: muito obrigado. Pela companhia, pela parceria, pela participação e, principalmente, por fazer da nossa Revista uma publicação pra cima, alto astral e de bem com a vida.


23


M E B DE

! a d i v a com

Especial de Aniversário

U

ma das seções mais queridas do morador é a que retrata o estilo de vida deste novo Bairro. Durante o último ano, registramos encontros leves, de família, amigos e de gente de bem com a vida, que encontrou aqui o seu jeito de curtir tudo com muita alegria, entusiasmo e camaradagem. Afinal, tudo isso é o quintal da sua casa. Aquele espaço onde amigos batem papo, trocam ideias e se divertem. E na edição especial de aniversário, nada mais gostoso do que falar da Revista Cidade Jardim, que foi criada para levar informação e registrar essa forma linda de viver.

Fim de semana é para reunir a família e brincar de verdade. Assim, os pais Cristina Souto e Patrick Simas levaram os filhos, Alice e Juca, para gastar energia na pracinha. A mãe comentou o que mais curte na nossa Revista: “Adoro ler as seções que mostram os moradores. E como o Bairro é grande, a Revista se torna essencial para sabermos o que acontece por aqui. Muito bom”.

Morador do Figueira, Cláudio Boa Nova, acompanhado do seu filho, Paulo, afirmou que a Revista é fundamental para o Bairro. “Geralmente, eu gosto de me informar sobre os eventos. A Revista é bem legal, e toda forma de informação é importante”, elogiou.

Fabiana Ausier mora no Ingá e, mesmo curtindo um dia de sol com seu filho, Dante, não deixou de falar com nossa equipe de reportagem. Ela acha a Revista bacana, e boa para ver as novidades. “É bem completa, igual ao Cidade Jardim”, afirmou.


Para a mãe da Luna, Kelly Messias, a Revista informa muito bem e é também importante para obter informações sobre o lazer do Bairro. Mãe e filha estão na capa da Edição Especial de Aniversário.

A família Oliveira também deixou seu recado. Para o pai, Leonardo, a Revista Cidade Jardim sempre traz informações importantes. “Vocês estão de parabéns. O material gráfico é ótimo e tem tudo que o morador precisa saber”, afirmou o morador do Jacarandá.

Neste um ano, uma galerinha também foi essencial em todas as edições, e não podia faltar opinião da criançada. Os irmãos Júlia e Enzo Pignataro disseram que adoram ver as fotografias da Revista. “São muito bonitas”, disse a menina.

25


1 o r e m ú n

Especial de Aniversário

J

uliana Toscano é moradora do Cidade Jardim e mãe dos pequenos Lucas (8 anos), Artur (6) e Pedro (3). Entusiasta da Revista, sua família esteve presente em todas as edições da publicação, e não poderia ficar fora da Edição Especial de Aniversário. Os meninos estamparam a terceira edição, com Juliana também na foto, e a quinta edição, que tem Pedro se divertindo no futebol de sabão. Tudo por acaso. É que a família prestigia todos os eventos promovidos pela ASCIJA. A moradora está sempre presente nas festas e, na Revista do Bairro, destaca a importância da publicação. “É uma ótima iniciativa, porque além de promover o Bairro serve também para conhecer as pessoas que moram aqui”. Juliana espera que a Revista Cidade Jardim nunca deixe de ser veiculada. “Leio sempre as edições”. Não é somente Juliana a entusiasta da família com a Revista. As crianças adoram quando aparecem nas fotos da publicação. “Os levam para casa de parentes e até meninos ficam muito animados e para escola para mostrar aos amiquerem mostrar para todo mundo, guinhos”. A família espera poder

26

participar de muitas outras edições ainda.


GIRO

CIDADE JARDIM O Bairro, que fica cada dia melhor, apresentará mais uma novidade que irá tornar a vida mais prática. Os moradores do Cidade Jardim contarão com mais uma via de acesso para pedestres. Uma simpática alameda, chamada Alameda dos Pardais, entre o Reserva Jardim e o Maayan, que garantirá mais mobilidade e facilidade para quem mora no Bairro.


m be o d u T

a s a c e d nho

i t r e p M

ais um encontro dos moradores do Cidade Jardim, na Praça da Família. A RJZ Cyrela, em parceira com a Carvalho Hosken, promoveu um domingo pra lá de animado com muitas atividades: camarim fashion, cama elástica, escorregador inflável e o contador de histórias Tio Jujuba. Festa, brincadeira e muita informação. É que o evento serviu também para apresentar o Shopping Metropolitano aos moradores. A previsão é que o centro comercial, localizado aqui pertinho, na Avenida Embaixador Abelardo Bueno, seja inaugurado em outubro. Além de grandes marcas e megalojas, o Metropolitano terá salas de cinema e restaurantes com vista panorâmica. A gerente geral da Cyrela Commercial Properties, Maria Elisabeth Mantovani, destacou os principais diferenciais. “Além da facilidade de acesso para quem vem da zona oeste ou da Barra e da enorme quantidade de vagas cobertas, o Metropolitano é um shopping circular, não o típico corredor grande”. Depois de conhecer um pouco mais sobre o Metropolitano, as famílias ser divertiram, e muito.

A pequena Marianna (5 anos), seu pai, Maurício Costa Mathias, e sua mãe, Dulcinéia, moradores do Reserva do Parque, aproveitaram a festa. Marianna adorou o camarim fashion e Moradora do Reserva Jardim, Carla Jackson le- até coloriu seus cabelos lá. Para Maurício, esses eventos são vou sua filha, Dayenne (2 anos), para curtir a importantes. “Tem que ter sempre, para confraternizar com os confraternização. “Acho essas festas maravilho- outros moradores”. sas, é sempre bom socializar as crianças de todas as idades. Além disso, serve também para aproveitar um pouco mais as férias dos pequenos”, destacou Carla.

28

O papai Antônio Jorge Portal levou Carolina (2 anos e 9 meses) para curtirem juntos o evento. “Sempre que posso, eu trago a Carolina para brincar nas festas do Cidade Jardim”, disse Antônio.


Rafael tem 3 anos e adorou curtir a festa com os amigos de condomínio. O menino aproveitou bastante o espaço para desenhar e colorir.

Ana Raquel Costa e Rafael Weber levaram Bento (3 anos) para se divertir. A pequena Helena está a caminho (Ana está grávida de seis meses) e será mais uma a aproveitar as festas do Cidade Jardim. “Os eventos são uma forma de a criança vivenciar coisas diferentes e conhecer outras crianças. O Bento adorou o Tio Jujuba”, disse a orgulhosa mamãe.

Matheus Teixeira (2 anos e meio) parecia tímido, mas seu pai, Michel Araújo, garantiu que ele estava aproveitando. “O Matheus ainda está se soltando, mas ele está gostando das brincadeiras”. A família mora no Figueira.

A família Elsenbusch, do Gerivá, estava toda reunida na festa. Hugo e Daniele aproveitavam com Carolina (2 anos) as brincadeiras. “Tem que ter sempre esses eventos, são momentos para a criança sair do apartamento, e as atividades são boas para o desenvolvimento dos pequenos”, apontou Hugo.

Gisele Maia mora no Ingá e é uma entusiasta do condomínio, sempre trazendo convidados para as festas. Os escolhidos desta vez foram Isabella (3 anos) e Rafael (1 ano e 8 meses), que são filhos de dois casais amigos de Gisele. “Como não tenho filhos, convido amigos com crianças para curtirem junto comigo. Já convenci dois amigos a morarem aqui”. Na foto: Luiz Paulo (com Isabella no colo), Bianca, Gisele, Willian, Mari (com Rafael no colo) e Cassio.


a ç Pra

a i l í m a F da A

Praça da Família é palco de encontros e muitas brincadeiras. Famílias inteiras aproveitam esse espaço e criam laços de amizade com os vizinhos. Assim, o Cidade Jardim vai se desenhando como uma grande família, como uma comunidade afinada com a forma leve e gostosa de viver bem. Nós acompanhamos um desses dias de muitas brincadeiras, no projeto Diversão e Lazer é no Cidade Jardim, da RJZ Cyrela em parceria com a Carvalho Hosken: skate freestyle, escalada, slackline, pipas e desenho. A garotada gastou energia, aproveitou cada atividade ao ar livre e com o monitoramento de profissionais, que garantiram toda segurança. E os pais? Bom, voltaram a ser crianças novamente.

Beatriz (5 anos) está sempre desenhando, segundo afirma o papai, Alexandre Louro. Ao ver a mesa com papel e lápis de cor disponíveis, ela não perdeu tempo e começou a rabiscar.

Equilíbrio não faltou para Bruna (9 anos), que se mostrou corajosa ao praticar slackline. Ela se divertiu muito acompanhada de dois instrutores, enquanto sua mãe observava orgulhosa.

30

Lucas José (5 anos), ao vestir o equipamento de segurança momentos antes da escalada, mostrou esse sorriso no rosto, que evidenciou a alegria de ser “Homem -Aranha” por um dia.


Marink Martins reservou o domingo para passear com sua filha, Gabriela, e foi surpreendido com o Diversão e Lazer. “Fiquei muito feliz quando vi o evento. Está tudo muito organizado”, declarou o paizão.

Família unida jamais será vencida. Walkiria, mãe de Bruna (9 anos) e David (5), mostrou-se destemida. Assim como as crianças, quis testar seu desempenho em cima do skate e deu um show. “A Bruna já praticou capoeira, e um evento como este serve de incentivo para que o David faça uma atividade física também. Esta ocasião é muito importante, pois integra a criançada”, afirma Walkiria.

Maria Eduarda (9 anos) passou a semana toda pedindo à mãe para se divertir no evento. Como ela não pôde levá-la, a missão ficou por conta da tia, Fernanda Magalhães, que disse ter feito questão de acompanhála. Com um capacete a postos, Maria se preparava para aprender a andar de skate e fez bonito.

Soltar pipa era uma das brincadeiras preferidas de Sidnei Farias, que reviveu esse costume ao lado do filho, Felipe (2 anos). Para Sidnei, é muito difícil as crianças terem acesso a essas atividades hoje em dia. “O evento está de parabéns por proporcionar todo esse lazer”, relata Sidnei.

Energia é o que não falta para Gabriela (1 ano), que já faz natação e aproveitou a manhã de domingo na Praça da Família. Seu pai, Wander Magalhães, tem que correr atrás para aguentar o pique da pequena. Para ele, toda a estrutura de segurança do Bairro foi o que o atraiu para se mudar para o Cidade Jardim.


a i s e o p , a c i s ú M lma

a a a r a p

A

Orquestra Sinfônica Brasileira representa o melhor do nosso país quando o quesito é concerto. E a música rompe os grandes teatros e chega quase à casa de tantos fãs, poderíamos dizer assim. Essa política de estar mais perto da comunidade conquista pessoas de diversas idades. Assim, moradores do Cidade Jardim tiveram a oportunidade de assistir a um ensaio da OSB na HSBC Arena, da série Turmalina Pianista, regido ora pelo maestro titular Roberto Minczuk, ora pelo assistente, Leandro Carvalho. O encantamento foi de todos, para

aqueles que conheciam um pouco da música clássica e para quem se apaixonou, sem nunca ter escutado. É o poder da boa música, que arrebata sem pedir licença. E a OSB ganha mais apoio aqui perto da gente. O empresário Carlos Fernando de Carvalho assumiu uma vaga no Conselho Curador da Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira (FOSB). Na mesma ocasião, foi renovado para este ano o contrato da Fundação com a Carvalho Hosken para o patrocínio das atividades artísticas e educacionais na Barra da Tijuca. Bom para todo mundo.

32

Foto: Cícero Rodrigues

OSB Ópera & Repertório


Moradores do Violeta, Samara e Arthur Gomes adoraram o ensaio: “Achei fantástico, estamos tendo outra visão da orquestra, foi ótima a iniciativa do ensaio aberto”, afirmou o empolgado Arthur.

Danielle e José Ricardo Tobias, moradores do Orquídeas, adoraram a possibilidade de ter contato tão de perto com a OSB. Ricardo contou pra gente que não tem muito conhecimento, mas adorou: “Bom conhecer a música clássica, poder aprender mais”.

Carla Adriana Lucas e a amiga, Andréa Cristina Menezes, foram conferir de perto o ensaio da orquestra: “Eventos culturais são sempre maravilhosos, ainda mais dessa magnitude”, disse Carla, que tem o costume de ouvir música clássica.

Apreciador de Beethoven e dos violinos nas orquestras, Carlos Augusto Angelice levou a esposa, Jane, para assistir ao ensaio da orquestra. O casal, morador do Ipê, ficou encantado com o ensaio, e achou a gaita de fole um dos instrumentos mais complexos de se tocar.

33


Conhecedor de música clássica, Cezar Augusto Almeida foi acompanhado da esposa, Lucilia, para o ensaio. Cezar, que revelou que toca violão e guitarra, de curioso ficou animado com a OSB e comentou: “Acredito que o instrumento mais difícil de tocar seja o piano. São muitas teclas, é complexo”.

Músico da Orquestra Sinfônica e morador do Orquídeas, Fábio Brum ficou feliz em ver a iniciativa do Cidade Jardim em trazer seus moradores para o ensaio: “Acho muito válido, pois aguça o interesse do público em conhecer um pouco mais sobre a arte, sobre a música clássica”.


á j ê Voc

? a s l a b a u o us

A

ASCIJA busca sempre oferecer ao morador do Bairro Cidade Jardim mais conforto e segurança, e está sempre em busca de proporcionar mais qualidade vida. Sabe-se que o trânsito no Rio de Janeiro é caótico, e na Barra da Tijuca não é diferente. Além do grande volume de carros, as obras estruturais para as Olimpíadas de 2016 têm tumultuado ainda mais as vias públicas. Claro que, depois de tudo pronto, ficará melhor, mas até lá, é preciso ter muita paciência e usar o transporte alternativo. Aqui há a balsa, um transporte seguro, sustentável e que proporcio-


na relaxamento. É preciso pegar o ônibus do bairro, que vai deixá-lo no píer da Lagoa de Marapendi. De lá, você chega à praia da Barra. O percurso é pequeno, mas muito agradável. A mesma empresa que faz o transporte por balsa para você, morador, oferece também passeios

interessantes. Um grupo de amigos, por exemplo, pode embarcar no EcoLounge, que tem capacidade para 60 pessoas. A saída é feita de um píer que fica localizado ao lado do Beach Point. Na embarcação, degustação e educação ambiental. Um biólogo apresenta a fauna e a flora

da região. Explica sobre os impactos ambientais da Lagoa de Marapendi e o trabalho que está sendo feito para a sua recuperação. Fica a dica. Quando for possível, deixe o carro em casa e conheça um pouco mais sobre a região onde você vive.


HORÁRIOS e u q r

a b m de e BALSA

3ª a domingo e feriados SAÍDA PARA A PRAIA 08:00

3ª a domingo e feriados RETORNO DA PRAIA

09:00 10:00 11:00

08:55 09:55 10:55

12:00 13:00 14:00 15:00 16:00 17:00

11:55 12:55 13:55 14:55 15:55 16:55 17:55

2ª a 6ª (ônibus circular com paradas) 06:30 ( **** ) 08:30 10:30 12:30 14:30 16:30 18:00 ( **** )

Sábados, domingos e feriados (somente para a Praia) 07:30 08:30 09:30 10:30 11:30 12:30 13:30 14:30 15:30 16:30 17:30 (**)

JARDINEIRA

(**) Partida sem passageiros, somente para retorno da balsa. (***) Os serviços da balsa serão prestados de terça a domingo, podendo haver alterações nas datas e horários nos casos de feriados prolongados ou ajustes para melhoria da operação. (****) Nestes horários da jardineira, não há o serviço da balsa. Neste caso, recomendamos acesso à praia pelo ponto do Alfabarra 2. (*****) Última atualização da tabela: MAIO de 2012.

37


CENTRALras

p m o c de



Revista Cidade Jardim 7