Issuu on Google+

EDIÇÃO DIGITAL | www.peninsulanet.com.br Ano IV - Nº 42 - Janeiro de 2013


Troca de showroom Lider Interiores. Sua casa 100% renovada. Produtos para pronta entrega com até 50% de desconto. De 10/01 a 24/02. RJ | CasaShopping – Av. Ayrton Senna, 2.150, Bloco I – Barra da Tijuca – (21) 2499-7537 SP | MG | ES | DF | BA | Lider Corporativo: 0800 283 3412 | Revenda (37) 3244-0371


liderinteriores.com.br

liderinterioresperfil

@LiderInteriores

liderinteriores.com.br

liderinterioresperfil

@LiderInteriores


Presidente Carlos Gustavo Ribeiro Vice-Presidente Marcelo Traitel Diretor-Geral Joelcio Candido www.peninsulanet.com.br revistapeninsula@peninsulanet.com.br (21) 3325-0342 Revista Península é uma publicação

Diretora Administrativa Rebeca Maia Administrativo Débora Souto Comercial | (21) 3471-6799 Alessandro Aquino | aquino@utilcd.com.br (21) 7833-4861 Victor Bakker | victor@utilcd.com.br (21) 7898-7623 Editora Responsável Tereza Dalmacio | terezadalmacio@utilcd.com.br Repórteres Cristiano Kubis | cristiano@utilcd.com.br Guilherme Cosenza | guilherme@utilcd.com.br Leandro Lainetti | leandro@utilcd.com.br Ricardo Oliveira | ricardo@utilcd.com.br Fotografia Caroline Coelho | Natália Moraes Produção Fabiane Motta Revisão Tatiana Lopes Estagiário Design Raphael Verçosa Design Rachel Sartori Diretora de Arte Riane Tovar Avenida Armando Lombardi, 800, sala 238 Barra da Tijuca – Rio de Janeiro – RJ – CEP: 22640-000 contato@utilcd.com.br www.utilcd.com.br (21) 3471-6799

SUMÁRIO

Expediente | Sumário

09 ~

açoes da assape

20

quadras de tênis


27 Final da Copa Rio

22

II torneio de tĂŞnis

32 nossa casa

36 porta-

retrato

39 natal


Editorial

U 2

m belo começo

013 mal desabrochou, e já começamos a nossa colheita. Flores lindas emolduram estes 780 mil metros quadrados. O trabalho da ASSAPE dá frutos: infraestrutura, obras e manutenção, para garantir uma Península sempre bela e funcional. No esporte, a colheita também é farta. Nossa garotada deu um banho na Copa Rio. Ganhou medalhas em todas as catego-

rias. No tênis, disputa acirrada e grandes jogos. Emoção a toda prova. E a multiplicação não para por aí. A bela festa de Natal atravessou a cidade e levou alegria para as crianças mais carentes. O morador acredita, tem fé, faz suas previsões para os próximos 365 dias. Enfim, a vida segue, com a energia e a qualidade que a Península esbanja, e a gente registra tudo para você. Bem-vindo, ano novo.


Ações da ASSAPE | 2012

A ASSAPE trabalhou com planejamento, eficiência e resultados em 2012. Com planos traçados e metas estabelecidas, a Associação e o Conselho Comunitário cumpriram toda programação prévia. E o melhor: o valor da contribuição associativa não foi alterado. Obras de manutenção e recuperação de diversos equipamentos, construções de outras, melhorias no transporte, segurança e área de lazer, enfim, saiba o que foi feito ao longo do ano que findou.


Acervo Cultural

O Acervo Cultural da Península é rico. Ao todo, são 127 obras. Nomes consagrados como Franz Weissmann, Zélia Salgado, Sonia Ebling, Ascânio MMM, Emanoel Araújo, Caciporé Torres, Evandro Carneiro, Rubens Gerchman, Vera Torres, Nicolas Vlavianos e Mario Agostinelli fazem parte desse acervo. Há cerca de 10 anos expostas nos jardins da Península, sob sol e chuva, 116 peças perderam o viço e por isso foram recuperadas de danos causados pela ação do tempo.

Trânsito melhor

Com recurso próprio, a ASSAPE realizou duas obras para melhorar o fluxo do tráfego dentro do condomínio: a construção de dois retornos. Um em frente ao Saint Barth para quem vem da Portaria 2, passando pelo FontVieille. E outro na Rua das Acácias, após o Green Bay/Star. Nessa mesma área, mais uma obra, também com recursos da Associação: a construção de uma calçada em torno da Estação Elevatória, na entrada da Península. Isso foi solicitação de diversos moradores, e por isso a Associação abraçou. A mudança do retorno em frente ao Península Way também melhorou o trânsito. Antes, para circular na Península e voltar ao empreendimento, era necessário dar a volta no O2 e fazer o retorno. Assim, os moradores ganharam mais tempo e segurança, já que não precisarão mais sair da Península e pegar engarrafamentos para retornar.

Novo píer

A ASSAPE melhorou a infraestrutura do transporte feito por balsa. Foi construído mais um píer, agora entre o Mandarim e o Paradiso. A nova construção ampliou a área de ação do transporte aquaviário do condomínio.


Estacionamento

Mais 44 vagas de estacionamento na Rua das Bauhíneas. As novas vagas servem também para os visitantes que porventura não consigam espaço no interior dos condomínios.

Ambulatório para animais silvestres

Em funcionamento, o contêiner, que serve de ambulatório para tratamento dos animais silvestres (da área comum) feridos ou debilitados. A ASSAPE também contratou o médico veterinário Rafael Keim. O projeto do veterinário acontece em parceria com o biólogo Mario Moscatelli, mestre em Ecologia, professor de Gerenciamento de Ecossistemas do Centro Universitário da Cidade e responsável técnico pela Manglares Consultoria Ambiental.

Outras ações:

- Construção das baias para estacionamento do ônibus 345 e a empresa Tursan na Av. João Cabral de Melo Neto. - Projeto de sinalização aprovado pela Prefeitura. - Construção da calçada do campo soçaite. Após os jogos, a grama lateral ficava muito pisoteada, criando muita lama. Assim, a ASSAPE resolveu trocar o gramado desse local por calçamento, para evitar possíveis acidentes. - Recuperação e manutenção de quadras, parques e brinquedos.


Esporte

Mais atividade para o morador da Península. Foram instaladas as escolinhas de tênis, vôlei e basquete. Informações na ASSAPE.

Sistema de Segurança

Implantados novos sistemas de segurança. No momento, está sendo feito o novo cadastramento dos moradores, para que eles se adaptem ao sistema de identificação por biometria. As portarias serão separadas por diferentes exigências. A primeira portaria será destinada aos moradores, visitantes, colaboradores e prestadores de serviço credenciados, que deverão digitar na cancela uma senha eletrônica ou usar um rolling code (controle). Na segunda, a triagem vai ser mais apurada (exceto para os moradores), com uma identificação feita digitalmente por meio do sistema de registro e, se necessário, pelo acompanhamento dos auxiliares de segurança. Nos eventos de grande porte, como festa junina, por exemplo, são contratados seguranças extras, o que garante mais tranquilidade para todos. Na última festa, já se percebeu o sucesso da nova medida. E o projeto de segurança não para por aí. No primeiro trimestre deste ano, serão instaladas 50 câmeras, que ficarão espalhadas na região, e uma central de monitoramento.

Lago

Totalmente reformado. De acordo com a ASSAPE, com o desgaste natural pelo tempo houve a necessidade de manutenção preventiva no lago para se evitarem desperdícios de água. Aproveitou-se para construir também uma margem circundando o lago, o que garante mais segurança para todos.


Ações em andamento - Negociação com a Secretaria de Transportes para novas linhas de ônibus. - Construção da sede operacional definitiva da ASSAPE. - Renovação de toda a malha asfáltica da Península. - Pintura asfáltica em todas as vias. - Troca de todo o meio-fio danificado. - Atualização tecnológica da elevatória. - Convênio com o BarraShopping e o Via Parque Shopping para o transporte dos moradores até os dois espaços comerciais. - Atuação em conjunto com a Câmara Comunitária da Barra da Tijuca. - Criação do Espaço Cultural. - Parceria com os órgãos governamentais: Prefeitura, CET-Rio, Cedae e Secretaria de Transportes.

Em 2013, a ASSAPE estará mais uma vez com você. Comprometida com as necessidades das famílias da Península, construindo, realizando, trabalhando para levar mais qualidade de vida ao morador. Todo trabalho empreendido segue as determinações firmadas pela Associação e pelo Conselho, que representam você. O Estatuto é a bússola que direciona, sem erro, e guia cada ação da ASSAPE. Contamos com o seu apoio e com a sua parceria.


14 | Segurança |Península

S

egurança em pauta

A

utoridades do Rio de Janeiro se reuniram para discutir a segurança na Barra da Tijuca. Estiveram presentes: os majores Luciano, Cláudia Moraes e Fabiana Silva (oficiais do 31º Batalhão); Albucacys (coronel do Corpo de Bombeiros); Heloísa Gonçalves e Camilo (inspetores da Polícia Civil); Sérgio Azevedo (representante da Guarda Municipal - GN3); e Alvir Nelson (administrador regional da Subprefeitura da Barra da Tijuca e Jacarepaguá). Pela ASSAPE participaram Gustavo Ribeiro (Presidente); Marcelo Traitel (Vice-Presidente); Joelcio Candido (Diretor Geral); Claudio Moraes (Coordenador de Segurança); e Marília Cavalcanti (Conselheira de Meio Ambiente). Durante toda a manhã, foram debatidos diversos assuntos sobre segurança e suas prevenções. Para a Conselheira Marília Cavalcanti, o evento pode surtir ações positivas para o bem dos moradores da Península: “Essa reunião é muito importante para poder estabelecer regras e parâmetros sobre a segurança do bairro todo. Fomos muito afetados, e dessa maneira podemos intervir e cobrar para que a Península se sinta mais segura”. A Vice-Presidente da OAB e moradora do Saint Barth, Marlene Padilha, ressalta que a OAB fará um maior efetivo dentro da Câmara de

Sérgio Azevedo (representante da Guarda Municipal), Heloísa Gonçalves (inspetora da Polícia Civil), Albucays (coronel do Corpo de Bombeiros), Renato Gomes da Rocha (presidente da mesa), major Cláudia Moraes (major do 31º Batalhão), Alvir Nelson (administrador regional da Subprefeitura da Barra) e Luciano (major do 31º Batalhão).

Segurança para ajudar no possível no complemento de uma maior segurança: “Os últimos acontecimentos foram muito duros para os moradores, e isso deve ser combatido com urgência”. O vice-presidente da ASSAPE, Marcelo Traitel comentou: ‘Viemos buscar apoio para o reforço da nossa segurança, para que possamos acabar com esses casos na região. A RioLuz trocou as lâmpadas no entorno, por mais potentes, mas queremos o aumento dessas luminária. A Península está usando o seu poder político para conseguir as melhorias necessárias para dentro e fora do nosso condomínio”. Segundo o Presidente da ASSAPE, Carlos

Gustavo, o que pode melhorar o projeto de segurança do lado de dentro é a interação do condomínio com a polícia. “Se entendermos como é o trabalho da polícia, poderemos saber onde a Península pode agir. Estamos sempre ligados diretamente com os órgãos públicos e as autoridades policiais para ajudar dentro do condomínio, por isso os moradores podem ficar despreocupados, pois o que ocorreu foi um fato isolado”. De acordo com a Inspetora Heloísa Gonçalves, é necessário que os moradores da Barra prestem queixa toda vez que forem assaltados, para assim ajudar no mapa de criminalidade da região.


15 PM ORIENTA ASSAPE Em reunião privada, A PM informou a ASSAPE, que haverá uma ação mais efetiva. Patrulhas circularão, além do policiamento a pé. É importante que o morador colabore com esse trabalho no entorno da Península, já que blitzen serão programadas na área. A segurança privativa da Península trabalhará também em parceria com 31º Batalhão da PM. A PM também solicitou que é importante o registro policial de qualquer delito. Se o cidadão não informar a polícia não há como traçar um perfil real da situação na região. Algumas outras orientações também devem ser seguidas, como por exemplo, não dar dinheiro em sinal. A ASSAPE está atenta, trabalhando colaborando com a polícia. Nos últimos acontecimentos, seguiu toda a orientação dos investigadores, de não falar sobre os casos para não atrapalhar as investigações. PM, Subprefeitura da Barra e ASSAPE, trabalham num plano conjunto de ação para a melhoria da segurança na área da Península.

Na reunião a Major do 31ª Batalhão, Fabiana Silva, responsável pelo setor de Operações de Planejamento, orientou e firmou parceria com a Associação. Presentes: Alvir Rosa (administrador regional da Subprefeitura da Barra e Jacarepaguá); por parte da ASSAPE: Gustavo Ribeiro (Presidente), Marcelo Traitel (Vice-Presidente), Joelcio Candido (Diretor Geral) e Claudio Moraes (Coordenador de Segurança).


ASSAPE informa Todo proprietário de imóvel na Península deve ser cadastrado na ASSAPE – Associação Amigos da Península. Para o cadastramento, basta o proprietário preencher uma ficha, com o nome do titular, endereço, telefone, e-mail, CPF e nome de todos os moradores do apartamento. Os dados do cadastro são confirmados junto à Administração do condomínio e/ou incorporador. Só após a confirmação (prazo de até 48 horas), o proprietário poderá fazer a carteira para uso do transporte, retirar o controle de acesso às Portarias e fazer o cadastro no site para reservar os equipamentos esportivos da área comum. Carteira de transporte para morador A carteira para o transporte é liberada apenas para os moradores cadastrados na ASSAPE. Carteira de transporte para funcionário O responsável pelo funcionário (morador ou síndico) deve preencher uma ficha com nome, prédio/condomínio, apartamento e CPF. Dados do funcionário: nome completo, CPF, carteira de trabalho, função, endereço completo

e telefone. O reponsável deve assinar a ficha. Regulamento Interno Capítulo VII – Do Transporte Coletivo Artigo 18º - A ASSAPE dispõe de transporte coletivo de curta distância (interno Barra da Tijuca) oferecido aos condôminos, seus dependentes e empregados, exclusivamente como complemento ao transporte coletivo da rede privada de serviços, e faz cumprir as regras a seguir estabelecidas: Ônibus A. Para acesso ao transporte, os titulares terão direito a 2 (duas) carteiras individuais de usuário de transporte para cada unidade residencial; Parágrafo primeiro – necessidades adicionais deverão ser justificadas junto à Associação, que poderá fornecer carteiras suplementares mediante análise de critérios pré-estabelecidos pela ASSAPE oportunamente. B. Todo usuário deverá estar credenciado com a carteira individual de usuário de transporte, emitida e controlada pela Administração da ASSAPE, sendo exigida pelo condutor e/ou


fiscal quando de seu embarque no veículo de transporte. C. Os titulares que assim desejarem poderão manter seus cadastros de usuários de transporte atualizados na ASSAPE, devendo para tanto comparecer semestralmente em período de 30 dias especialmente determinado na sede da ASSAPE para manutenção/atualização do cadastro de usuários de transporte. D. Não havendo o comparecimento para atualização no período estabelecido, a condição de usuário de transporte será suspensa até que o cadastro seja atualizado. E. Não havendo atualização por dois períodos consecutivos, o cadastro será cancelado. F. Serão excluídas do sistema as carteiras que apresentarem sinais de fraude. G. As carteiras extraviadas podem ser substituídas, em que aparecerá claramente estampada a sua condição de 2ª via. A comunicação do extravio deve ser feita imediatamente ao fato ocorrido à ASSAPE. H. A confecção de 2ª via de carteiras ou carteiras terá custo de 1% do salário mínimo vigente, o qual será cobrado no ato da entrega da carteira solicitada. I. Crianças até 10 (dez) anos, devidamente acompanhadas pelos responsáveis possuidores de carteiras, poderão ter acesso ao transporte sem a respectiva carteira individual, devendo usar o colo do responsável quando não houver sobra de lugares. J. Não será permitido utilizar o transporte coletivo do condomínio sem portar a carteira de identificação sob qualquer pretexto. K. Não é permitido viajar na cabine do motorista. L. Não é permitido colocar os pés sobre os bancos. M. Não é permitido ligar equipamentos sonoros dentro do transporte, sem utilizar dispositivo individual de escuta. N. Não é permitido perturbar os demais passageiros com brincadeiras, ruídos ou algazarras; O. Não é permitido forçar o motorista a parar em local não previsto.

P. Não é permitido fumar no interior do transporte. Q. Não é permitido tomar bebidas alcoólicas no interior do transporte. R. Não é permitido forçar o motorista a sair do itinerário normal. S. Não será permitido o ingresso de animais no interior dos ônibus. T. Os horários de funcionamento do serviço, bem como o itinerário dos ônibus, serão definidos, oportunamente, pela ASSAPE e divulgados, com antecedência, aos partícipes. U. O número de passageiros máximo permitido nos ônibus é de acordo com a capacidade de cada carro. Não é permitida a permanência de passageiros em pé durante as viagens. Balsa A. Horário de funcionamento das 7h às 18h45. B. Para acesso ao transporte através de balsa, os usuários deverão portar as carteiras individuais de usuário de transporte. C. Não é permitido, sob qualquer hipótese, o ingresso de pessoas sem a apresentação da carteira e acompanhantes de usuários, quer sejam parentes ou visitantes. D. Menor de 16 anos só pode utilizar a balsa acompanhando de uma pessoa maior de idade, devidamente credenciada. E. É obrigatório manter-se sentado durante a travessia. F. Não será permitido o ingresso de animais no interior da balsa.


O


O

O

19

rquestra Sinfônica Brasileira

empresário Carlos Fernando de Carvalho assumiu uma vaga no Conselho Curador da Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira (FOSB). Na mesma ocasião, foi renovado para 2013 o contrato da FOSB com a Carvalho Hosken (desta vez como Patrocinador Master) para o patrocínio das atividades artísticas e educacionais na Barra da Tijuca. O presidente da Carvalho Hosken, Carlos Fernando de Carvalho, enalteceu a parceria e ressaltou sua contribuição para o desenvolvimento cultural nacional: “A vinda da Orquestra Sinfônica Brasileira para a Barra da Tijuca é um presente não apenas para o bairro, que passa a ga-

nhar uma importância ímpar em termos culturais na cidade, mas também para o Rio de Janeiro e o Brasil”. Já Eleazar de Carvalho Filho, Presidente da FOSB, destacou a importância de ter a presença de Carlos de Carvalho na Fundação: “É muito gratificante ter o Sr. Carlos de Carvalho como conselheiro da Fundação, principalmente neste momento em que expandimos nossas atividades artísticas para a Barra da Tijuca. Ele é uma personalidade que contribui significativamente para o crescimento da cultura, na Barra e no Rio de Janeiro como um todo”. Para o Superintendente Geral da FOSB, Ricardo Levisky, a parceria oferece um grande incentivo

aos jovens. “A Barra da Tijuca é um bairro de grande importância para o cenário cultural carioca. A oportunidade de promover a aproximação entre os jovens do bairro e a música clássica tem extrema importância e relevância para a FOSB”.

Em destaque Naipe de Madeiras da Orquestra Sinfônica Brasileira

Foto: Cicero Rodrigues

“A vinda da Orquestra Sinfônica Brasileira para a Barra da Tijuca é um presente...”


reserva de quadras

A ASSAPE (Associação Amigos da Península) informa que, atendendo a obrigatoriedade estabelecida pelo Regulamento Interno aprovado pelo Conselho Comunitário, somente será permitida uma reserva por unidade comercial ou residencial. As reservas das quadras são feitas pelo site da Península. Cada reserva é disponível pelo período máximo de até 60 (sessenta) minutos. Se não houver uma reserva da quadra na hora subsequente, o morador poderá fazer a reserva com o recreador pelo período máximo de mais 60 minutos. É obrigatória a apresentação do cartão de acesso emitido pela ASSAPE ou documento com foto para utilização da quadra. Lista de convidados da quadra: 3 pessoas Quadras disponíveis para reserva por ordem de chegada: Green Park | Quadra 03 Lagoon Park | Quadra 01 Horário de funcionamento das quadras: 7h às 22h

www.peninsulanet.com.br


22| Esporte | Tênis

T

E

orneio de tênis

quilíbrio e emoção. Essas duas palavras marcaram as finais do II Torneio de Tênis da Península. Disputado em quatro níveis técnicos, diferentemente do primeiro, dessa vez os jogos foram disputados no estilo simples. Tanto nas categorias masculinas Master, A e B, quanto no Feminino, cada competidor utilizou suas melhores qualidades para sacar, correr, vencer os sets e ganhar a partida. Organizados pelos professores Wanderlei Pacheco, Wagner Lima e Marcelo Silva, responsáveis pelo esporte no Condomínio, todos os jogos foram em clima de paz,

Fábio Pinto, de verde, e Roberto Lopes, de azul, são amigos na vitória e na derrota.

principalmente porque a maioria dos competidores se conhecia dos treinos e peladas nas quadras da Península. Mas como treino é treino e jogo é jogo, em algumas partidas as raquetes pegaram fogo. No Master, mesmo entre amigos, o jogo foi nervoso. Favorito e considerado pelos professores como imbatível na Península, Fábio Pinto venceu Roberto Lopes por 2 sets a 0, parciais 6/3 e 6/1. Para o vice-campeão, o que atrapalhou foi a falta de tranquilidade. “Meu saque não encaixou, e como meu psicológico é muito fraco, perdi a paciência”, completou o jogador. Fábio revelou que sua tática foi se

concentrar para não errar. Declarando-se um viciado no esporte, o campeão também comentou a vitória. “O que vale é que esses eventos agregam os moradores. As quadras da Península são como o quintal de nossas casas”, afirmou o vencedor da categoria Master. Já a categoria A foi tão disputada que, após 1 set a 1 entre Túlio Rocha e André Luis Barreira, a partida foi decidida no tie-break. Em um jogo de poucos erros, qualquer detalhe foi importante para Túlio fazer o placar de 7 a 3 e se consagrar o campeão da categoria.

Fim de jogo, e a amizade continua entre Túlio Rocha, à esquerda, e André Luis Barreira, à direita.


23 Alto Verão kurumá bArrA.

ComeCe 2013 Com um etios noVinho.

Campanha não cumulativa com outra promoção vigente.

O novo compacto da Toyota.

GAnhe r$ 1.000,00 De bÔnus nA troCA Do seu seminoVo 1.0 Por um toYotA etios.

• • • • •

AltA PerFormAnCe eConomiA suPerior AmPlo esPAÇo interno muitA seGurAnÇA QuAliDADe toYotA

APresente este AnÚnCio nA kurumá bArrA PArA reCeber o bÔnus.

Horário de verão: atendimento até as 20H.

diriGir um toYota é incrÍveL. faÇa um test drive. @KurumaToyota

Faça revisÕes em seu veículo regularmente.

/ToyotaKuruma

3736-4000

w w w. k u r u m a v e i c u l o s . c o m . b r

Venha sentir a diferença. av. das américas, 2.251 - Barra da tijuca em frente ao Hipermercado extra

O nome fantasia “Seguro Toyota” é utilizado na oferta de seguros aos clientes Toyota, os quais são garantidos por seguradoras regularmente registradas na Susep e comercializados pela corretora de seguros AON. Parcelamento do “Seguro Toyota” em 10 x: entrada + 9 prestações, sujeito à análise de risco pela seguradora Mitsui Sumitomo Seguros S.A., intermediada pela AON Affinity do Brasil Serviços e Corretora de Seguros Ltda. Na troca de um veículo seminovo 1.0 por um veículos Etios 0 km, ganhe R$ 1.000,00 de bônus para ser gasto em produtos e/ou serviços dentro da concessionária. Para toda linha Toyota, trabalhamos com o valor sugerido de fábrica. Preços com redução do IPI de acordo com o decreto do governo federal com validade até 31 de dezembro de 2012. Os benefícios desta promoção são pessoais e intransferíveis. Esta promoção não abrange os veículos adquiridos diretamente do fabricante por meio de vendas diretas, inclusive com isenção de tributos. Promoção não cumulativa com outras promoções vigentes. A Toyota oferece três anos de garantia de fábrica para toda a linha, sem limite de quilometragem para uso particular e, para uso comercial, três anos de garantia de fábrica ou 100 mil km, prevalecendo o que ocorrer primeiro. Consulte o livreto de garantia, o manual do proprietário ou o site www.toyota.com.br para obter mais informações. A concessionária reserva-se o direito de corrigir possíveis erros ortográficos. Promoção válida até 31/12/2012 para veículos em estoque. Fotos ilustrativas.


24| Esporte | Tênis

P

onto a ponto

D

emonstrando todo o seu fair-play, o vice-campeão disse ser uma satisfação que vai além de ganhar ou perder. Para André, além ser um prazer disputar a final com um grande amigo, a competição motiva a treinar. Com o mesmo pensamento, Túlio também manteve o que André disse. “Foi bom ter a oportunidade de jogar com amigos, conhecer outras pessoas, além de ser um crescimento na nossa técnica”, refletiu. Na final da Categoria B, também não faltou cordialidade. Mesmo com a vitória de Andrés Chiacchio sobre Felipe Freire por 2 sets a 0, parciais 6/3 e 6/4, os dois eram só

Felipe Freire, de vermelho, bem que tentou, mas Andrés Chiacchio, de preto, foi o campeão na categoria B.

sorrisos depois da partida. “Participei por diversão, mas claro, sempre jogando sério. Estamos entre amigos, e, ganhando ou perdendo, não muda nada”, disse Felipe. Já o campeão afirmou que o torneio foi muito bacana. Ele ainda revelou que no próximo já pensa em disputar na Categoria A. “Vou treinar muito para isso”, completou Andrés. No feminino, a tranquilidade da experiência ganhou o ímpeto da juventude. Em um jogo de um set, Glória Almeida, de 43 anos, foi a campeã por 8 games a 1 em cima da menina-prodígio de apenas 14 anos, Angela Montero. Para a ven-

Glória Almeida, de rosa, exibe seu troféu de primeiro lugar, enquanto Angela Montero mostra sua premiação pelo segundo lugar.

cedora, ela ainda é muito nova e vai aprender a ter mais concentração. “Ela joga muito bem”, elogiou Glória, que ainda completou: “É muito legal a Península apoiar o melhor esporte do mundo”. Após as finais, o organizador Wagner Lima também deu seu depoimento. Ele ficou satisfeito desde a abertura até as finais. Para ele, o nível técnico foi bom. “Foi bem disputado. Mas nosso propósito, além de promover o esporte, é confraternizar todos os alunos”, afirmou. Ele ainda concluiu que cada campeão terá a chance de mostrar o seu tênis na categoria de cima.

Após a vitória, o campeão da Categoria Master, Fábio Pinto, foi recebido com festa pela sua família.


25

Fim de campeonato, e a cordialidade é a melhor possível. Em pé (da esquerda para a direita): Marcelo Silva, Andrés Chiacchio, Angela Montero, Glória Almeida, Fábio Pinto, Túlio Rocha e Wanderlei Pacheco. Agachados (da esquerda para a direita): Wagner Lima, Roberto Lopes e Felipe Freire.

Com o segundo lugar no torneio, Angela Montero deixou seus pais, Martha Morales e Carlos Montero, orgulhosos. A mãe disse que a menina adora esportes e a Península permite que ela pratique. “Acho muito importante torneios como esse”, completou Martha.


o

de terça a domingo, das 15h as 19h, no 2 piso

viaparqueshopping.com.br

Venha curtir!

Av. Ayrton Senna, 3.000 • Barra • Tel.: 2430-5100

Idade mínima: 4 anos

De 11 a 27/01

* * *

tistas Pequenos cien r um dia Cozinheiro po da Oficina de mo


27

R A

aça e emoção na final da Copa Rio

pós muito drible, suor derramado, gol, diversão e torcida, a final da Copa Rio aconteceu no campo de futebol da Península. O time do condomínio provou a sua superioridade técnica. As categorias Sub-7, Sub-9 e Sub-13 foram campeãs, já a Sub-11 levou a medalha de prata. O treinador da Escolinha de Futebol da Península declarou que o saldo do campeonato foi

mais do que positivo, apesar de o início ter sido difícil. “A experiência que eles adquiriram lhes deu mais atitude. Para mim, a emoção de vê-los evoluir o comportamento e jogando com mais envolvimento é única”, afirma o treinador. Ao fim, em comemoração pelas vitórias, a equipe fez uma volta olímpica, aos gritos da torcida, de “É campeão”.


28| Futebol | Final do campeonato José Roberto é pai de Thiago (10 anos), que estava acompanhado do amigo, Armando Jr. José também entregou a medalha para o destaque da categoria. Ele declarou que é fundamental investir em qualquer tipo de esporte e notou melhoria na parte física e mental do seu filho. “Após a escolinha, ele passou a ter mais disciplina”, disse o paizão, orgulhoso.

Os três amigos Valentino (13 anos), Vitor Hugo (12) e Matheus (12) moram no mesmo prédio, o Life. Quando a escolinha surgiu, eles decidiram ir juntos se inscrever. Segundo eles, a amizade só se fortaleceu de lá para cá. Para Matheus Viegas (13 anos), a experiência valeu a pena. “O professor Denis nos orientou muito bem, pedindo pra gente segurar a bola”, afirmou Matheus.

Phill (9 anos) ganhou a medalha de destaque da categoria. No jogo que definiu o título de campeão para a sua equipe, ele fez dois gols. De acordo com seu pai, Anderson Nunes, é a terceira vez que ele é artilheiro de um campeonato. “A emoção de vê-lo jogar é muito grande. O que é mais importante é esse espírito esportivo, essa convivência de harmonia da equipe”, relatou Anderson.

Patrícia Amorim, moradora da Península, foi prestigiar o campeonato para ver seu filho, Leonardo, jogar em campo. Ela estava acompanhada também dos seus outros dois filhos, Ricardo e Daniel. Patrícia entregou as medalhas e o troféu para o time campeão da categoria Sub-7. Disse estar muito honrada por ter participado da cerimônia. “Para eles, o futebol é uma atividade muito importante que melhora o convívio e, principalmente, ajuda na parte educativa”, afirmou Patrícia.


29

John Taylor esbanjou orgulho do seu filho, Matheus (9 anos), que foi campeão. Para o pequeno atleta, poder jogar com um time de fora melhora o desempenho da equipe. Para John Taylor, a escolinha é fundamental para a saúde de Matheus.

Em seu primeiro campeonato, Arthur (6 anos) recebeu o carinho dos seus pais, Willy e Lorena Assis. Para Willy, seu filho evoluiu bastante durante o campeonato e adquiriu um espírito competitivo. “Para completar a alegria, ele ainda fez um gol no último jogo”, conta o pai.

Para Danielle Fonseca, a escolinha só contribuiu para a educação do seu filho, Armando Jr. Ela disse que ele passou a se dedicar mais aos estudos para não deixar de participar dos jogos. Mesmo com a medalha de prata, Danielle considera seu filho um vencedor.

INGLÊS ELEGANTE PERSONALIZADO

Be the best!

Barrashopping 3486 -3167

Kids Teens Adults

britannia.com.br

THE ENGLISH SCHOOL


30| Previsões | 2013

2

O

013 vem com tudo

que esperar de 2013? Será o ano do trabalho, do amor, do dinheiro, da paz? As previsões indicam que o número para 2013 é o 6 – resultado da soma dos algarismos do ano. Segundo a numerologia, 2013 será o ano em que aprenderemos a importância do trabalho em grupo. Isso significa união de amigos, familiares e sociedade. O ano também será favorável para cuidar de si mesmo.

Já o tarô diz que é o ano do sexto arcano, que se chama “Os Enamorados”. Essa carta sugere que o ano será voltado aos relacionamentos, principalmente os amorosos. Apesar dessa tendência, também será preciso enfrentar algumas dúvidas no campo afetivo. Por sua vez, a Astrologia conta que será o ano de Saturno. Saturno tem como características a cobrança e realização. Ou seja, se você cumprir aquilo que deve, no

“Desejo muita paz, porque o mundo está precisando. Para minha neta, espero que ela cresça com saúde, sabedoria e graça”. Foi o que afirmou Cristina Ramos, enquanto passeava com a netinha, Isadora (2 anos). A vovó é goiana, de Anápolis, e passeia na casa da família.

fim, estará realizado, bem-sucedido e se sentindo muito leve. Se o ano é de Saturno, significa que você precisa arregaçar as mangas e trabalhar. Se fizer isso, certamente vai colher bons frutos. Agora, pelo sim, pelo não, superstições à parte, trabalhe com afinco, ame com respeito e comprometimento, viva a vida pelas leis do bem. Agindo assim, vai ser difícil algo dar errado. E você, o que espera de 2013?

Mesmo ainda com 13 anos, Arthur Gomes já sabe o quer para o seu 2013. Viciado em esportes como basquete, futebol e tênis, o menino quer ter um ano bem esportivo. “Quero disputar e ganhar campeonatos de tênis e também vou torcer para o Flamengo vencer o Campeonato Brasileiro”.


31

Juan Carlos Castellaro, morador do Via Bella, também confidenciou para a Revista Península sua expectativa para o novo ano. Com bom humor, ele disse que, se não acabar o mundo, ele espera muitas coisas boas em 2013. “Aqui na Península, com a dragagem da Lagoa do Marapendi, vai ser muito bom para a nossa balsa. E para mim, quero um ano de muito descanso”, desejou.

Thiago Coimbra, ex-jogador do Flamengo, agora mantém a forma no tênis com o treinador José Lima, mais conhecido como Zezinho. Thiago revelou para a equipe de reportagem que quer um ano saudável para seus filhos. “Saúde para eles, já está bom demais para mim”, revelou o paizão, que é filho do maior ídolo da história rubro-negra, Zico.


32| Perfil | Evidence

N

ossa casa

Você, morador, vai conhecer mais um Condomínio da Península. Nesta edição, a Revista apresenta o Evidence. Conheça a estrutura, suas características e a administração desse espaço que abriga quase cem famílias.

C

om a experiência que obteve na gerência de outros prédios, Márcio André Mendes da Silva, síndico do Evidence, aplica seus conhecimentos adquiridos: “Já fui síndico de um condomínio com 192 unidades, e com quase 1.000 moradores, minha gestão foi de 11 anos”. Márcio conta com a colaboração de Carlos, na administração, e de mais um trabalhador de carteira assinada, na manutenção, o restante da equipe é terceirizado. Márcio explica os motivos

pelos quais optou pela tercerização: “Se o terceirizado faltar, a empresa manda outro na hora, então você não fica com um efetivo reduzido”. O Evidence tem bela arquitetura e oferece sala gourmet equipada, com capacidade para 40 pessoas, sala para reuniões, além de saunas seca e a vapor, área de SPA, quatro piscinas, deck molhado, onde o morador pode descansar nas espreguiçadeiras, academia e quadra poliesportiva. “As piscinas e a academia são as mais utilizadas pelos mora-


33 dores”, informa o síndico, que traça o perfil dos condôminos: “As crianças são bebês, e os adolescentes são poucos também. O que temos aqui são muitos executivos, pessoas que entram e saem, além de casais recém-casados que ainda não têm filhos”. O síndico faz questão de salientar a importância da participação dos moradores para o bemestar do condominio: “Todos os moradores participam da coleta seletiva, todos os andares têm os seus coletores com as orientações, a participação nas assembleias também é ótima.” Márcio aproveita para deixar o recado sobre a importância das assembleias: “A participação é importante, pois significa lutar por melhorias no seu próprio patrimônio”. O síndico também falou sobre a

reforma de melhoria da guarita, elaborada por um dos moradores: “Ele é um grande arquiteto e montou um fantástico projeto para a reformulação de nossa guarita”. Márcio apresentará o projeto na

próxima assembleia. Caso sejam aprovadas, as obras serão imediatamente iniciadas e, segundo o próprio síndico, em 90 dias os trabalhos deverão estar prontos.

“As piscinas e a academia são as mais utilizadas pelos moradores.”


34| ASSAPE em Ação | Conheça o Estatuto

Q

ual a importância de o morador entender o Estatuto?

Damos continuidade à apresentação do Estatuto que rege a Península. Nesta edição, apresentamos parte do Capítulo VII. SEÇÃO III DA DIRETORIA Artigo 40 - A Diretoria da Associação será composta por um Diretor-Geral e um Diretor-Adjunto. § 1o. Os cargos de Diretor-Geral e Diretor-Adjunto serão remunerados e exercidos por profissionais experientes, contratados pelo Conselho Comunitário pelo prazo e pelas remunerações constantes dos respectivos contratos. § 2o. O cargo de Diretor-Adjunto poderá deixar de ser provido, a critério exclusivo do Conselho Comunitário. § 3o. Na falta ou impedimento ocasional de ambos os Diretores, a Associação será representada interinamente pelo Presidente do Conselho. Artigo 41 - Compete ao Diretor-Geral: a) Representar a Associação perante autoridades públicas, e outros segmentos da associação organizada, e, ainda em juízo ou fora dele, ativa e passivamente, em tudo que se referir a assuntos de interesses da Associação, podendo para tal constituir advogados, outorgando-lhes poderes “ad judicia” e outros que se fizerem necessários; b) Superintender a administração geral; c) Implementar as providências atinentes à melhoria das condições de vida de que trata o artigo 3º, podendo estabelecer, mediante prévia autorização do Presidente do Conselho Comunitário, contrato ou convênio com a Prefeitura ou com os demais órgãos da administração pública municipal, estadual ou federal, inclusive autarquias, empresas públicas, funda-

ções, associações de economia mista, empresas concessionárias de serviços públicos, universidades, organizações não governamentais e, ainda, com quaisquer outras entidades ou pessoa física. d) Admitir e demitir empregados, bem como fixar as respectivas funções, tarefas, responsabilidades, horários e remunerações, estas sempre em consonância como orçamento aprovado. e) Cumprir e fazer cumprir a lei, este estatuto, as instruções do Conselho Comunitário e as deliberações das assembleias gerais; f) Ordenar as medidas urgentes de qualquer natureza, inclusive as de gas¬tos sem previsão orçamentária, ouvindo, previamente, neste caso, o Conselho Fiscal e submetendo sua iniciativa ao posterior referendo da assembleia geral, ressalvado que, sem a audiência do Conselho Fiscal, poderá o Diretor-Geral: I. ordenar despesas até o limite de 5 (cinco) salários mínimos, ficando estabelecido que tal não poderá ocorrer mais de uma vez dentro do mesmo mês; II. com prévia e expressa autorização do Presidente, ou na ausência deste, do Vice-Presidente do Conselho Comunitário, ordenar despesas até o limite de 20 (vinte) salários mínimos, ficando estabelecido que tal não poderá ocorrer mais de uma vez dentro do mesmo mês;

g) Convocar as assembleias gerais ordinárias nas épocas próprias e as extraordinárias quando julgar conveniente ou lhe forem determinadas pelo Conselho Comunitário ou por associados, para apreciação de recursos; h) Prestar, a qualquer tempo, ao Conselho Comunitário, ao Conselho Fiscal ou à assembleia geral informações sobre os atos de sua administração; i) Apresentar, para exame, aos membros do Conselho Comunitário, até 30 (trinta) dias antes da realização da assembleia geral ordinária, para posterior envio ao Conselho Fiscal, as contas de sua administração, ou sempre que lhe for solicitado por esses órgãos ou pela assembleia geral; j) Cobrar, inclusive em Juízo, as quotas que couberem em rateio aos lotes, edificados ou não, nas despesas normais e/ou extraordinárias da Associação, bem como multas impostas por infração de disposições legais, deste estatuto ou de deliberações tomadas pela assembléia geral; k) Zelar pelos bens da Associação; I) Comunicar prontamente ao Presidente do Conselho Comunitário o recebimento de qualquer citação, intimação ou notificação, judicial ou extrajudicial, da qual possa decorrer responsabilidade para a Associação; m) Entregar ao seu sucessor todos os livros, atas, documentos e pertences da Associação em seu poder.


35


36| Porta-Retrato | Balsa

A

deus, estresse

A Península fica no coração da Barra da Tijuca. Perto do Fórum, da Alvorada, dos melhores shoppings e universidades. Mas apesar da distância, para chegar a esses locais, o trânsito é sempre um companheiro inseparável. Para ter uma viagem segura, confortável e com uma vista exclusiva da Lagoa de Marapendi, muitos moradores utilizam a balsa da Península para evitar o congestionamento e ter menos estresse no dia a dia. É mais qualidade de vida, um compromisso da ASSAPE com o morador.

O novo píer também foi elogiado por Mariliza Benitez. Depois da inauguração, ela passou a utilizar mais a balsa. “Ficou mais perto do Mandarim, e, por isso, deu mais estímulo”, disse.

Para Maria Lisieux, o serviço da balsa é excelente. “Eu gosto muito. Com o novo píer, melhorou ainda mais”, disse a moradora do Mandarim, que ainda elogiou a Revista Península. “Vocês estão de parabéns pela revista. É muito bem feita, eu sempre a leio”, completou.

Toda semana, Arinete Grotz utiliza a balsa da Península. A moradora do Fit acha ótimo o serviço, pois facilita muito a sua vida.


37

O advogado Luiz Fávaro prefere ir de balsa, pois chega mais rápido ao Fórum da Barra da Tijuca. Para ele, além de evitar o trânsito, é seguro, e o trajeto tem uma beleza que só a Península oferece. “Essas coisas me motivaram a morar aqui”, revelou o morador do Península Way.

Morador do Life, João Gabriel Zucheli utiliza a balsa para ir à faculdade. “Facilita muito. Rápido, prático e muito melhor”, afirmou.

Moradora do Quintas, Rosângela Caumo toda semana atravessa a Lagoa de Marapendi de balsa. “Não pego mais carro”, revelou. Ela ainda completou que o píer novo ajudou muito.

Para irem ao shopping, Darlene da Silva e sua sobrinha, Maria Antônia, preferem utilizar a balsa. A tia afirma ser melhor do que qualquer condução, já a menina gosta por ser uma viagem fresquinha em pleno verão.


38|


39

NP

atal da família enínsula

A

chegada do bom velhinho reuniu muita gente, animou a criançada, os pais... enfim, a família Península. Muita alegria e emoção quando o helicóptero chegou trazendo Papai Noel.

Já a equipe de animação divertiu a meninada, colocando todo mundo pra cantar e dançar. Houve também espaço para a solidariedade. Quem doasse brinquedos usados ganharia um cupom

Mariana Guimarães é mãe da pequena Catarina (1 ano e 8 meses) e moradora do Fit. Estava acompanhada da mãe, Gerusa Guimarães, e da irmã, Maria Eduarda (de 1 aninho). “Acabamos de chegar, mas posso dizer que gostamos da animação, está bem legal”.

para participar de um sorteio e concorrer a uma bicicleta e dois iDogs, caixas de som superdivertidas. Uma festa preparada com muito carinho pela ASSAPE e que deixou muita gente feliz. Vamos conferir.

Soraya Villani levou os pequenos Leandro (8 anos) e Victor (5) para curtir o Papai Noel. Morando há quatro anos na Península, eles sempre vão às festas. “É muito legal. Eu os trago, e eles sempre aproveitam, do início ao fim”, falou a moradora do Atmosfera.


40| Festa | Natal

Cristhian Schwartzmam é morador do Mondrian. Ele levou todos os filhos para a festa: Rafaela (5 anos), Eduardo (7) e o pequeno Lucas (3). “É o nosso primeiro Natal. Eles estão gostando, já brincaram no pula-pula e agora vão fazer cartinha para o Papai Noel”. Cristhian também contou que todos foram de bicicleta, para não tirar o carro do prédio, um exemplo e tanto.

Moradora do Mondrian, Alessandra Ferreira foi com as filhas, Ana Luiza (5 anos) e Manuela (3), a sobrinha, Maria Fernanda (6), e a irmã, Alanda Monteiro, ver a chegada do Papai Noel. Ansiosas, as crianças já estavam no lugar aonde o bom velhinho iria chegar para não perder nada. Moradora da Península há sete anos, Alessandra foi a todos os eventos de Natal. “Está melhor a cada ano. Organização, mais brinquedos, espaço para crianças menores, muito bacana”, elogiou.


A

41

magia do Natal

Michele Jardim e Carlos Augusto Alves são moradores do Saint Martin. Com os pequenos João Paulo (4 anos) e Pedro Henrique (de apenas 7 meses), eles foram ao evento. “É a terceira vez que viemos, e, como sempre, está excelente. O mais velho adora tirar foto com o Papai Noel e sempre escreve cartinha”, disse Michele.

Vencedora do sorteio da bicicleta, Flavia Tarsitano é moradora do Via Bella. Junto do Matheus (3 anos), ela ficou superfeliz com o prêmio. “Já viemos em outros Natais. Primeira vez que ganho um sorteio na vida, o Matheus foi quem trouxe a sorte”, brincou.

A equipe da Associação Amigos da Península foi incansável para proporcionar aos moradores um momento de muita alegria e descontração.


42| Festa | Natal

É o terceiro Natal da Península de que Simone Mendes, moradora do Via Bella, participa. Ela e as pequenas Fernanda (4 anos) e Giovana (2) curtiram pra valer. “Sempre me emociono com o Papai Noel. Todo ano eu tiro foto com ele. É muito bom para elas também, porque aproveitam os brinquedos”, finalizou.

Deise Amaral é moradora do Via Bella. O pequeno Nicolas tem apenas 1 mês de idade, mas a mamãe, toda orgulhosa, já o levou para aprender sobre o espírito de Natal. “Estou adorando. A emoção da chegada do Papai Noel me fez até chorar. Foi ótimo, maravilhoso”.


43


tão perto. tão seu.

Perspectiva da Fachada

• Barbearia Navalha de Ouro • Bicho Perfeito Pet shop • Bob’s Shake • Café Hum • Clube Circus Península • Curso de Idiomas CCAA • Depyl Action • Drogarias Max • Edson Freitas Haute Coiffeur • Escola de Música • Garoa Gastrobar • GNC • Lav&Cia • Magia de Leitura • Minimok • Península Bike • Península Deli • Phitofarma • Próxima Sessão • Spoleto • Trecos & Pregos. E mais: Agências de Viagens, Caixas Eletrônicos, Centro de Estética e Beleza, Conserto de Roupas, Papelaria e Presentes, Perfumaria, Pizzaria, Podologia.

Av. dos Flamboyants, 855 - PENÍNSULA | Informações: 3416-9444


A península vai ganhar um mall de conveniência para você chamar de seu.

Perspectiva da Praça de Alimentação

O bairro mais exclusivo da Barra vai ganhar um diferencial à altura dos seus moradores. Você que vem acompanhando a construção do seu shopping, em breve vai conhecer o PENÍNSULA OPEN MALL. Um mall de conveniência moderno e confortável, com lazer e serviços para deixar a sua vida ainda mais fácil. Um mix de lojas especialmente planejado para atender às necessidades do seu bairro.

Realização, Propriedade e Desenvolvimento:

Comercialização e Administração:


48| Meio ambiente | Flora

A A

romas, cores exuberantes e muita beleza

ssim é a flora da Península: rica, bela e diversificada. Aqui, temos plantas naturais do Brasil e oriundas de outros lugares. São palmeiras, ipês, bromélias, floríferas, plantas rasteiras e muitas outras espécies. O biólogo Cláudio Henrique, consultor da Carvalho Hosken e diretor da Plantare Jardins, fala sobre esse jardim e suas espécies. Segundo ele, a Península tem muitas plantas nativas, mas a maior parte se constitui de espécies exóticas, o que proporciona uma bela mistura de cores. Quanto ao tratamento delas, ele explica por que não há muita diferença. “O projeto teve a preocupação de trazer plantas exóticas que tenham as características daqui. O clima do Brasil é parecido com o da África e da Austrália, e então elas se adaptam

facilmente. Se colocássemos uma do Canadá, por exemplo, ela não iria se adaptar, ainda mais que aqui na Barra ainda temos a questão da salinidade”. Dentro dessa flora, algumas espécies assumem um papel importante no equilíbrio da região, como as floríferas. “Elas funcionam como atrativos de insetos e outros animais. Onde há insetos, há uma cadeia alimentar, insetos atraem aves, que atraem outros predadores. O projeto também foi feito pensando nisso”. Segundo Cláudio, essa interação entre os animais e as plantas é importante, principalmente porque algumas espécies vegetais não fazem polinização e precisam dos insetos para se multiplicar. O biólogo também faz questão de ressaltar os cuidados que os moradores precisam ter para não interferir no

meio ambiente. “Se as flores estão ali, é porque há um motivo. Não é porque acha bonito que tem que arrancar, não é correto. Além de atrapalhar a questão estética, atrapalha também o equilíbrio ecológico”. Um dos pontos em que elas mais ajudam é o controle de temperatura. “Imagina como estaria o calor agora sem todas essas plantas?”, questiona. Caso algum morador queira ajudar, existe uma única função que ele pode exercer. “Temos uma equipe de 40 funcionários que trabalham todos os dias para manter os cuidados sempre em dia. O que o morador pode fazer é fiscalizar e nos avisar caso haja algum tipo de depredação às árvores, plantas ou flores”, concluiu.


49


ESPORTE PENÍNSULA FUTEBOL

Segundas e Quartas – Manhã Horários: 8h30 às 9h15 – até 7 anos 9h15 às 10h15 – 8 a 11 anos Segundas e Quartas – Tarde Horários: 17h30 às 18h30 – 10 até 12 anos 18h30 às 19h30 – 13 anos em diante Terças e Quintas – Tarde

Horários: 16h45 às 17h30 – até 7 anos 17h30h às 18h30 – 8 a 10 anos 18h30h às 19h30 – 11 a 14 anos Sextas – Noite Horários: 18h às 19h – até 09 anos 19h às 20h – 10 a 12 anos 20h às 21h – 13 anos em diante Professores e telefones: 7817-9890 – Elias 9319-8693 – Denis


BASQUETE

Segundas e Quartas – Tarde Horário: 17h às 18h Professora e telefone: 8291-0019 – Carolina

VÔLEI

Terças e Quintas – Tarde Horário: 17h30 às 19h30 Professor e telefone: 6714-9888 – Claudio

CAMINHADA Sábados (Green Park) Horário: 07h às 10h Direto no Green

Tênis (Escolinha) Segunda a Sexta (Lagoon e Green Park) Horário: 14h às 18h Professores e telefones: 7872-3071 – Wagner 8151-9675 - Pacheco


Delivery

50

Anuncie Aqui 3471-6799


A CASA É TODA SUA. ENTRE E FIQUE À VONTADE PARA SE SURPREENDER.

LOJA CONCEITO CasaShopping Rio de Janeiro/RJ

Confira Nossos

(21) 2108-8217

DESCONTOS ESPECIAIS

trancarte.com.br


Revista Peninsula