Page 36

Distribuição 36

Taxa de administração:

para que ela serve? R$ 363 milhões (43% do total do Ecad, o que nos torna, de longe, a maior sociedade de gestão coletiva do Brasil).

Entenda como a UBC e o Ecad usam os 15% cobrados sobre a arrecadação dos usuários do_ Rio

A taxa de administração cobrada pela UBC e pelo Ecad — que, a partir deste mês, cai para 5% e 10%, respectivamente — serve para manter uma infraestrutura operacional complexa, que inclui o desenvolvimento de sistemas tecnológicos para melhorar a verificação do uso das suas músicas, o emprego de centenas de profissionais, eventuais ações judiciais para demandar o pagamento de usuários de música inadimplentes e muito mais. Através do valor pago por você, conseguimos melhorar constantemente a arrecadação, ampliando, consequentemente, os seus lucros com direitos autorais. Com 24.455 membros filiados diretamente e centenas de milhares de outros mundo afora (através das sociedades estrangeiras que nós representamos), no ano de 2016 a UBC distribuiu a 156.295 titulares

Para que essas cifras continuem a subir, dispomos de uma estrutura com 119 colaboradores distribuídos pelos escritórios de Rio de Janeiro (sede), São Paulo, Minas, Goiás, Bahia, Rio Grande do Sul e Pernambuco, além de representações em Brasília e Mato Grosso do Sul. Dentre os diversos setores, a UBC tem um departamento de TI (Tecnologia da Informação) que é responsável por desenvolver os sistemas e dar suporte ao banco de dados que conta com um volume de mais de 6,9 milhões de obras, 1,8 milhões de fonogramas e 135 mil audiovisuais. “Com investimento constante em tecnologia e em melhoria de processos, a UBC proporciona um ambiente profissional aos seus titulares e, dessa forma, garante que a remuneração devida chegue a quem de direito”, diz Fábio Geovane, gerente de operações da UBC.

Revista UBC 33  

A Revista UBC é uma publicação trimestral direcionada a quem faz música.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you